You are on page 1of 7

c S 

 
  
 


Prof. Paulo

© Ãuprimentos é tudo aquilo que é necessário para a realização das tarefas


© atéria Prima ʹ a necessária para a produção.
© ateriais de Consumo.
© ateriais Permanente.
© ateriais para a manutenção ʹ peças e ferramentas



 
  

x   


 
 
 
  

   


 

x    


     

  

x 
 



 


 
      
 

c
 

Ela envolve todas as atividades do fluxo de materiais a partir do fornecedor até o consumidor
final, tais atividades incluem fornecimento físico, planejamento e controle da produção e
distribuição física do material.

x ARNOLD, T. Jr. 1999.

c  

͞Atividade que planeja, executa e controla, nas • 


 • •  •
, o
fluxo de material, partindo das especificações dos artigos a comprar até a entrega do produto
terminado ao cliente͟.

å Gonte: GURGEL, G. A. GRANCIÃCHINI, P. G.

!    

A Administração de materiais não pode ser tratada de maneira isolada e está



      "    # 

  
 
:

x Organização da Área de ateriais;

x Análise das necessidades dos clientes;

x Recebimento de ateriais;

x Armazenamento de ateriais;

x Logística de abastecimento e da manufatura;


x Logística externa.

c  
$

S %&'()*

͞ A logística refere-se à arte de administrar


+
  

  
 

#

O sistema Logístico, o fluxo total de materiais, desde a aquisição da matéria-prima até a


entrega dos produtos acabados aos usuários finais (embora, tradicionalmente, as empresas
isoladamente controlem diretamente, somente uma parte do sistema total de distribuição
física de seus produtos)͟.

c  
$

 %&'()*

͞Logística refere-se a inter-relação e gerenciamento de todas as atividades envolvidas em


tornar produtos e matérias-primas disponíveis para a manufatura e prover produtos acabados
aos usuários, quando, onde e como eles são desejados͟.

c Principais atribuições

c Compra

c Programação da produção

c Armazenamento e Logística

Obs. Em empresas de pequeno ou médio porte essas atribuições podem se encontrar


subordinadas a um único órgão da administração ou de gestão de materiais e suprimentos.

c Empresas com maior complexidade

c rgão A: Compras

c rgão B: Planejamento e controle de materiais, armazenamento, programação da


produção, distribuição (Logística interna)

c rgão C: Logística externa

c rgãos de materiais

c Indústria: Ãubordinada à diretoria da fábrica, no caso de uma empresa industrial;

c Empresas Comerciais ou de Ãerviços: Ãubordinadas à diretoria de operações;

c Área financeira: Desaconselhada, pois poderia alterar o equilíbrio das decisões, que
devem sempre observar, além dos aspectos financeiros, a satisfação do cliente.

c Análises das necessidades dos clientes

c Demanda do cliente;
c >erificar se existe o estoque de materiais;

c Decide se o material deve ser comprado ou ser fabricado;

c Identifica as necessidades de compras.

c Reposição de aterial

A reposição de materiais é feita pelo órgão de compra da empresa.

Os principais passos de compra são:

c Ãeleção dos fornecedores;

c Emissão do pedido;

c Acompanhamento do pedido (follow-up)

c Ãeleção dos fornecedores

c Identificar fornecedores;

c Avaliar condições de entrega;

c Analisar a possibilidade de contratos de abastecimento de médio e longo prazo;

c Procurar estabelecer parcerias;

c Cadastro de fornecedores que considere os diferentes aspectos do fornecimento e que


se encontre permanentemente atualizado.

c Emissão do pedido

c Gormaliza a decisão da compra;

c O pedido da compra tem força de um contrato;

c Em alguns casos o fornecedor negocia o pedido de compra recebido com instituições


financeira, para que lhe seja fornecido o capital de giro necessário para a produção do
material solicitado pelo cliente.

c Acompanhamento do pedido

O órgão de compras deve monitorar o andamento do pedido junto ao fornecedor.

1. Compra da matéria prima;

2. Processo de produção;

3. Expedição;

4. Provável data para entrega;

5. Pagamento e outras condições relevantes.


c Procedimentos de Recebimento de ateriais

1. O pedido que originou a entrega;

2. Elementos contábeis e fiscais da nota fiscal;

3. Quantidade, preços unitários e totais;

4. Embalagens e qualidade;

5. Condições gerais do fornecimento.

c Divergências no recebimento

c Pedido x aterial: Intervenção do cliente do material e dos órgãos de qualidade da


empresa.

c Giscal: Carta de correção, rgão contábil da empresa.

c Área de recebimento

c Local específico para que o material seja inspecionado,identificado com a seguinte


identificação:

c >erde (aprovado)

c Amarelo (em processo de verificação)

c >ermelho (reprovados na inspeção)

c Armazenamento de ateriais

c Reduzir o custo de frete;

c Reduzir custo de produção;

c Atendimento e satisfação dos clientes.

c Objetivos

c Permitir o sistema PEPÃ (primeiro a entrar, primeiro a sair);

c Qualidade dos materiais;

c Identificação clara dos materiais;

c Controle sobre a quantidade estocada;

c Racionalização dos materiais sem movimentação.

c A equipe
c Não existe modelo que possa fornecer o número exato de pessoas necessárias para o
bom funcionamento de um almoxarifado. O conceito geral é utilizar sempre o menor
numero possível de pessoas possível;

c Um bom grau de instrução;

c Ãer polivalente

c Operar não somente os processos físicos mas também os informatizados.

c Equipamentos de ovimentação

c Ãimples, flexíveis e de baixo custo;

c Carrinhos manuais;

c Empilhadeiras;

c Pontes rolantes;

c DEAIÃ EIOÃ DE TRANÃPORTEÃ


EXTERNOÃ

c RODO>IÁRIOÃ

c ARÍTIOÃ

c GLU>IAIÃ

c GERRO>IÁRIOÃ

c AÉREOÃ

DEAIÃ EIOÃ DE TRANÃPORTEÃ INTERNOÃ

c Equipamentos de Estocagem

c Estrutura de metal modulares que possam ser ampliadas;

c Contentores moduladores;

c Paletes padronizados;

c Estruturas porta-paletes que permitam o sistema PEPÃ.

c Condição de ateriais

c Grupos ou famílias;

c Ãubgrupos;

c Classes;

c Números seqüenciais;
c Dígitos de autocontrole.

c Endereçamento de ateriais

c Estocagem e uma recuperação adequada dos materiais;

c Identificar os locais aonde serão armazenados.

c Custos

Os custos envolvidos na armazenagem dos materiais são os custos fixos e os variáveis.

c 
 +
: Utilização do imóvel,armazenamento do mobiliário, seguros, folha de
pagamento, benefícios a funcionários.

c 
 # : anutenção do estoque,deterioração e absolência, perdas, operação
de equipamentos,manutenção e instalação de equipamentos, materiais operacionais.

c Inventário dos ateriais

c Assegura que as quantidades físicas ou existentes no almoxarifado estejam de acordo


com as listagens e os relatórios contábeis dos estoques;

c Detecta as quantidades que divergem com as do sistema e encaminha para devidas


correções.

c S    S 
 

J   J  


J     
 
 


  
J

  
  

     


  

       


      J
c 


É importante destacar que 




          
 
    
 
   
. Por ex: numa   
  
   ,   S. Já num   
   
  


 ,   e numa empresa de manufatura de maneira geral tanto o 
 ,
   S S, S  S, S S ,   S são, de certa
forma críticos. (ÃION, A. T. )

c CONCLUÃ O

Estabelecido o conceito de logística fica mais fácil compreender e assimilar que a ,$S
 
,  
 - S S  S  S$S S S, ,S S
,S    $  , S  S,  $! ,S .S    ! 
  S   $ ,