You are on page 1of 1

Vygotsky e suas contribuições para a educação.

Para começarmos a falar sobre as contribuições deste para a educação, temos primeiramente que
entender um pouco sobre suas ideias. A questão cultural por exemplo, foi algo muito observada por este
homem, pois ele a via como uma "modeladora" de ideias, ou seja, algo que direciona o pensar de um
grupo. Além desta visão sobre a cultura, Vygotsky ainda seguia uma linha marxista, ou seja, materialista.
Percebemos essa visão marxista claramente em suas obras, pois observamos sua visão de como as
idéias derivam das condições materiais. E por fim, ele também acreditava nas relações sociais como o
motor da história.

Agora, depois de saber um pouquinho sobre sua linha teórica, podemos começar a pensar em citar
algumas contribuições que Vigotsky deixou para nossa educação. Ele acreditava que o
desenvolvimento e a aprendizagem eram coisas que andavam juntas, uma ocorria através da outra e
vice versa, sendo assim, ele acreditava numa aprendizagem sem contextos pré-definidos, isso significa
que, ela pode ser adquirida na escola, extra escolar, pela vivência, etc, assim sendo, todas estas
experiências de aprendizagem vão se interligando.

Esse pensamento de aprendizagens interligadas, influenciou a base da ideia de interdisciplinalidade,


da importância de se valorizar os tipos de conhecimento e ainda demonstrou a importância de se
articular a educação escolar com a extra escolar, fato esse analisado e usado na nossa LDBN.

Ele também nos acresceu com a ideia do educador ser um mediador e não um programador. Isso
consiste em dizer que o educador nada mais é do que um intermediário entre o conhecimento e o aluno,
ele é uma ferramenta que deverá auxiliar o aluno a entender e apreender o conhecimento, promovendo
situações que incentivem isso. Ainda falando dessa questão da mediação, Vygotsky dizia que a
linguagem é um signo mediador por excelência, e ainda dizia que ela é um veículo de transmissão dos
nossos pensamentos, ou seja, a linguagem é uma forma de expressarmos nossas ideias. Neste
contesto, essa ideia foi crucial para nós educadores, pelo menos no sentido de avaliarmos melhor
nossas posturas de linguagens e adapta-las aos contextos exigidos (a "clientela").

Uma outra contribuição de Vygotsky para nós, foi sua teoria sobre a zona de desenvolvimento
proximal, onde esta é a distância entre o conhecimento adquirido autonomamente e o conhecimento
adquirido com a ajuda de outros elementos de seu grupo social, onde a escola neste caso seria a
intermediadora desses conhecimentos. Neste caso, essa teoria nos leva a pensar que é importantíssimo
conciliar os conceitos do cotidiano com o cientifico, mais uma vez a questão do desenvolvimento
atrelado a aprendizagem.

Muitas outras contribuições existem deste grande teórico, mas essas citadas, colaboraram
relevantemente para a evolução do pensamento do educador. E ainda, podemos sem medo nenhum
de dizer que elas foram de grande valia na elaboração de nossa LDBN (Lei de Diretrizes e Bases
Nacional).