You are on page 1of 11

Guia Espiritual e Energético dos 13 Chakras

Compreender e trabalhar com os Chakras é um passo fundamental na


evolução espiritual. Traz abertura para a clareza mental, a sensibilidade
energética e o que denominamos siddhis. Siddhis são, essencialmente, o
desenvolvimento de percepções suprassensoriais (telepatia, clarividência,
etc.) e habilidades aumentadas de criação e manifestação. Desde os
textos yóguicos ancestrais, é recomendado procedermos com cuidado,
uma vez que os siddhis podem ser desenvolvidos antes de o indivíduo
estar preparado para o seu poder, e assim, corra o risco de usá-los de
maneira não apropriada – o que acarretaria em regressão em seu avanço
espiritual e desconexão. Não obstante, todas estas questões fazem parte
de nosso maior aprendizado, entendimento e desabrochar.
Trabalhar, abrir e purificar nossos Chakras tem como efeito a cura de
traumas do passado e também a limpeza de nossa mente subconsciente
de crenças negativas e limitadoras, construídas ao longo das eras, de
acordo com nossas experiências e respostas a elas. Os Chakras guardam
energia, e se o indivíduo não tem consciência disso e não os trabalha,
bloqueios são um problema frequente, causando sintomas que atribuímos
comumente a fenômenos metafísicos ou psicossomáticos.

As informações sobre a natureza da energia e das formas-pensamento de


cada chakra do cliente/paciente são reveladas ao terapeuta em forma de
cores, luminosidade, escuridão, emoções como alegria ou tristeza, e de
imagens. Muitas vezes o terapeuta experiencia ainda, ao consultar o
estado dos chakras do cliente, sensações de movimento ou quietude e de
eventos do seu passado, presente e futuro.

É no sistema de chakras da energia humana que encontramos os códigos-


fonte genéticos das habilidades de cocriação do futuro, bem como as
ferramentas para a manifestação nas mais diversas realidades.

São 13 os principais chakras, pois consideramos a Estrela Terrestre como


o primeiro, e acima dos 7 básicos outros 5 superiores (acima do corpo).
As habilidades de cada chakra estão listadas abaixo na ordem de seu
alinhamento.
Chakra 0 ou Estrela Terrestre: Seu ponto energético pessoal

Como um ser terreno, você tem seu própro “ponto” energético – que faz a
sua ligação pessoal com a Terra. É o 13º chakra, ou número zero,
localizado no nível do chão, entre os pés. Por este ponto passa uma
energia de natureza telúrica semelhante à Kundalini, que provém do centro
da Terra e viaja, através da Terra, até o seu chakra básico (ou da raiz).
Assim, ela acende a Kundalini propriamente dita. A Kundalini trilha, então,
seu caminho, subindo pelos canais espinais, passando através do chakra
da coroa e transbordando seu poder (como uma lava energética) sobre o
corpo e a aura, e de volta para a Terra, para então subir novamente, em
um ciclo infinito.

1. Raiz ou Muladhara Chakra

O chakra básico ou de raiz está posicionado na região pélvica, entre o


ânus e os genitais. É o responsável pelo aterramento. Aqui você está
conectado à Terra e é o ponto onde sua Kundalini descansa, enrolada
como uma serpente, na base da espinha vertebral. Desalinhado, este
chakra pode manifestar falta de energia e depressão. O chakra básico em
equilíbrio traz as qualidades do centramento e da atividade sadia. É o
centro da energia física e da vitalidade, da coragem e da energia para
triunfar no trabalho, nos negócios e com relação às posses materiais.
2. Sacral ou Svadhisthana Chakra

Este chakra envolve os órgãos reprodutores, a bexiga e a parte baixa dos


intestinos. O chakra sacral controla as questões relativas a
relacionamentos e à sexualidade, suas paixões e necessidades sexuais.
Em desequilíbrio, leva à falta ou excesso de libido, e em casos extremos
à luxúria e abuso sexual. As questões de infertilidade também têm origem
na falta de equilíbrio do chakra sacral.

Aqui reside também a clarisensitividade, ou habilidade de sentir energias


sutis que circundam objetos, pessoas e lugares. Energias podem ser
sentidas como leves ou pesadas, suaves ou abrasivas, espinhosas ou
gentis, pacíficas e etéricas ou densas e más. Por exemplo, o terapeuta
pode, enquanto verifica uma determinada situação, sentir-se enjoado
diante de um quadro negativo, ou sentir segurança, paz e luminosidade
diante de uma experiência positiva. Aprender a distinguir entre energias
positivas e negativas pode fazer todas a diferença na hora de tomar
decisões importantes na vida.

3. Plexo Solar ou Manipura Chakra

Centro de poder pessoal e manifestação. Quando o plexo solar está


aberto, você encontra seu talento único e individual, bem como o trabalho
que lhe traz prazer e realização. Uma das maneiras de encontrar seu
talento (ou presente Divino) é lembrar das coisas de que você mais
gostava quando era criança. Tal atividade traz pistas importantes sobe
suas inclinações naturais.

Nas artes marciais, o terceiro chakra é considerado o centro do Chi, da


força de vida ou prana. Este é o chakra que guarda a energia pessoal, seja
ela boa ou ruim. Humanos acumulam muitas coisas dentro deste chakra;
guardam nesta área medo, sofrimento e stress.

Ao viver e trabalhar de maneira apropriada, você estoca energia para o


crescimento e a cura. O chakra Manipura é semelhante ao chakra do
coração: quando fechado ou bloqueado, doenças podem se manifestar e
lentamente causar destruição. O Plexo Solar governa nossos instintos,
autoestima, poder pessoal e controla a vontade. Ele também regula a
temperatura corporal, a parte superior dos intestinos e a porção média da
coluna vertebral.

Os três chakras básicos (Raiz, Sacro e Plexo Solar) representam o


aterramento ou encarnação de nosso ser e o pertecimento à Terra. São
os chakras essenciais à sobrevivência e crescimento no mundo material e
físico. Quando estes chakras estão bloqueados ou desalinhados, o
indivíduo experimenta problemas com relação a trabalho, saúde, gênero,
modo de vida, e tem grande dificuldade de adaptação ao mundo.

4. Chakra Cardíaco ou Anahata

É o centro do sentimento na tríade corpo-alma-mente. Posicionado na


região do coração físico, ele é o palco das emoções: aqui você sente
alegria ou tristeza, amargura ou bem-aventurança.
O chakra cardíaco trabalha com o coração, pulmões e tecidos adjuntos,
na parte da frente e de trás do corpo. Se bloqueado, o indivíduo pode se
tornar triste, deprimido, irracional e sem condições de se expressar e
desenvolver seus talentos. O centro cardíaco controla o coração, a
glândula timo, a caixa toráxica e as artérias que bombeiam o sangue para
o nosso sistema. Determina ainda seu amor por si mesmo e pelos outros,
sua admiração pelo que é belo e sua capacidade de compaixão.

A compaixão abre para o amor incondicional. Quando o coração está


aberto, você transcende os limites entre si mesmo e seu povo, vegetação,
animais e todas as formas de vida. É o centro humanitário, a partir de onde
você doa sua energia para causas sociais, cuidado com a natureza e
empatia pelos outros.

5. Chakra Laríngeo ou Vishudda

Lida com a voz, a comunicação, a expressão de si mesmo e de seus


desejos criativos e artísticos. Quando bloqueado, você pode se perceber
como alguém que tem receio de dar voz às suas opiniões, ou que fala
demais sobre suas crenças, desejando impô-las aos outros. O chakra
laríngeo controla parte do sistema respiratório, a boca, a tireóide, a fala e
o canto.

Clariaudiência é habilidade do 5º chakra: a habilidade em ouvir


informações. Muitos pensam que nosso diálogo interno vem somente de
um cérebro hiperativo. Nós estamos, porém, constantemente recebendo
informações em nível clariauditivo. Com o chakra em equilíbrio, é possível
distinguir as informações essenciais das supérfluas. Vishudda energizado
permite também ao indivíduo entrar em estado de meditação.
6. Terceiro Olho ou Ajna Chakra

Este chakra está situado no centro da testa, logo acima dos olhos, e lida
com os sentidos, as sensações, a visão, a audição e as capacidades
psíquicas. É o olho da mente: centro de poderes psíquicos (telepatia,
viagem astral e acesso a registros akáshicos) e alta intuição. Aqui você
pode receber orientação, canalização e sintonizar com seu Eu Superior,
bem além de nosso plano terrestre. É também o centro da clarividência e
percepções suprassensoriais.

Pensamos e tomamos decisões através da energia deste chakra. O


terceiro olho controla as funções de sua mente consciente e
subconsciente, os estados de sonho e as capacidades de aprendizagem
e memória. Dores de cabeça, stress, insônia e perda da memória podem
ocorrer quando este chakra não está funcionando com propriedade.
Doenças mentais também estão sempre relacionadas a ele.

No nível físico, Ajna regula as atividades do cérebro, glândula pineal,


sistema nervoso, sinus, visão e audição.

7. Chakra da Coroa ou Sahasrara

A Coroa está localizada no topo da cabeça e é sua conexão com reinos


mais elevados do plano espiritual. Inspiração, sonhos e visões, esperança
e consciência acontecem a partir deste chakra. Crenças e moral também
são definidas aqui. Sahasrara é fundamental quando o indivíduo é
verdadeiramente dedicado às suas metas na vida. Bloqueado, pode
causar comportamento crítico, racista e de julgamento quanto a pessoas
e religiões. Pode ainda determinar a falta de capacidades artísticas e
materialismo excessivo.

Neste centro energético, o indivíduo alcança os mais elevados níveis de


consciência e iluminação da 3ª Dimensão. As imagens artísticas de
mestres e santos frequentemente os retratam com um halo de luz sobre
ou ao redor da cabeça: representação da consciência plenamente
iluminada, do Sahasrara chakra em pleno funcionamento e abertura.
Neste estado, você acredita em um sentido maior para tudo o que existe,
e não tem medo de se aventurar na descoberta de que tudo é possível.

Seus sonhos e metas são colocados aqui como semente, e através de


cuidado e “nutrição” podem vir a se tornar realidade. Trabalhar neste
chakra abre o indivíduo para um mundo interior maravilhoso e
surpreendente. Você pode se tornar artístico e criativo, receptivo e
amoroso a tudo que o cerca. E realizar milagres, transcendendo as leis da
natureza. O chakra coronário dá total acesso ao inconsciente e
subconsciente.

8. Estrela da Alma ou Portal Cósmico

Quando o 8º chakra está ativado, sua consciência é capaz de passar


através do Portal Cósmico e acessar níveis mais elevados: é lá que o amor
Divino pode ser sentido e compreendido. A Kundalini continua a subir, vai
até seu Eu Superior, volta a você e o banha como uma fonte, para
recomeçar novamente seu ciclo.

Este centro torna o indivíduo capaz de realizar projeções astrais


avançadas, ter uma percepção espiritual bem definida e verdadeira
sabedoria espiritual. Usamos o termo “espiritual” porque estas ideias e
habilidades são bem maiores que as do eu comum, terreno. É a estrela da
Alma: conecta o indivíduo aos reinos angelicais e à guia dos Mentores
Espirituais.
9. Chakra do Espírito

Uma vez ativado, este chakra o conectará à realização da expansão da


crição, um estado no qual você reside com o Criador e lembra de sua
conexão com a Fonte. É pelo acesso ao 9º chakra que você se torna capaz
de se comunicar, através da luz, com seres de outras raças por toda a
galáxia. Você conhece todas as línguas, que se mantiveram guardadas
em sua memória celular e agora foram liberadas.

É também no chakra do Espírito que você escolhe, com relação às suas


encarnações, qual vida terá, qual atividade realizará, e como poderá
aperfeiçoar seu trabalho da melhor maneira possível. Neste nível de
consciência você se entrega ao Espírito e vive em bem-aventurança com
toda a Energia Cósmica.

10. Chakra Universal

Quando o 10º chakra é ativado, ele constrói o corpo de luz, ou Mérkaba.


O indivíduo começa a manifestar talentos e habilidades que desenvolveu
em todas as prévias encarnações. Pessoas com o 10º chakra aberto
mostrarão excelência em qualquer empreendimento a que se dediquem,
e qualquer projeto em que estejam envolvidos decolará por sua influência.
Não é que eles sejam apenas bons em tudo. Mais do que isso, eles estão
retomando habilidades aprendidas em vidas passadas. As barreiras entre
os “eus” passados são dissolvidas, e conhecimento e sabedoria começam
a fluir através do tempo e do espaço.

Tipicamente, este chakra é responsável pela criatividade Divina,


sincronicidade na vida e união sagrada entre o masculino e o feminino.
Bem, criatividade Divina é a habilidade de orquestrar todas as facetas da
vida em perfeita harmonia. Quando a harmonia está presente, o indivíduo
desperta. Ele parece estar sempre no lugar certo, na hora certa. Energia
Divina está fluindo dentro e fora deste chakra, trazendo perfeição para tudo
que o indivíduo faz. Uma vez que o acesso às vidas passadas não
discrimina entre as vidas como homem ou mulher, o ser começa a fundir
masculino e feminino dentro de si. Esta fusão traz grande equilíbrio e é
possível então acessar tudo de melhor que cada uma das polaridades tem
para oferecer.

11. Chakra Galáctico

É a consciência na 5ª dimensão. Corresponde à energia feminina, da Mãe


Divina e da Mãe Terra.

O 11º chakra contém as conexões energéticas necessárias para a


manifestação de habilidades espirituais avançadas, como a de viajar além
dos limites do tempo e do espaço, teletransporte, bilocação, telecinética e
precipitação instantânea de pensamento em matéria.

A razão para tais poderes é a preparação do indivíduo para a próxima fase


de sua existência, pós-ascensão. O 11º chakra contém o caminho da alma
em sua nova forma, sem as restrições da matéria, tempo e espaço. É um
lampejo do ser em sua forma ascenscionada, enquanto ainda retém muito
da matéria física. Neste estágio de desenvolvimento, o indivíduo fundiu-se
com a Alma, ou aspecto materno da Divindade. Ele torna-se consciente da
imagem de seu ser multidimensional: que sua existência na realidade
física é apenas uma de muitas manifestações simultâneas em outros
planos de existência. É uma preparação para a vida pós-ascensão, na qual
ele se tornará consciente de todos os planos de existência/ dimensões.

12. Portal Divino ou Portal Estelar

O 12º Chakra é nossa herança de ligação com o Criador de Tudo o que É.


É também o vigia do sistema energético da Unidade do Universo,
agregado de todas as dimensões e realidades. Está ligado com a energia
masculina, do Pai Celestial. É nossa ligação absoluta à Fonte.

A Energia flui através de todos os chakras, de baixo para cima e de cima


para baixo, pelo tubo prânico. Como podem ver, quanto mais alta a
posição do chakra, a mais amplas realidades ele corresponde.

Cada chakra possui uma cor que pode ser visualizada em meditação para
o equilíbrio de suas funções. Meditações ancestrais verbalizam também o
nome dos chakras e o som que emana de cada um deles nos planos sutis.

Através da meditação podemos notar ainda que o corpo humano vive em


uma pirâmide de Luz que inclui todo o sistema de 13 chakras. Estando ao
topo da pirâmide o 12º chakra (Portal Divino, conecta com o Céu) e em
sua base o 13º chakra ou zero (que conecta com a Terra). O chakra do
Coração, que reside no centro desta Sagrada Geometria, é a ponte entre
espírito e matéria: o terreno onde a união entre o Céu e a Terra pode
acontecer. “Assim acima como ebaixo.”

Related Interests