You are on page 1of 7

Trabalho feito por:

Irene Marques

Nº 18

12º LH.
Neste trabalho vou fazer o resumo do livro de Geografia C dos autores: Cristina
Domingos, Sílvia Lemos e Telma Canavilhas. Os Temos que irão ser abordados durante
este trabalho são:

 A aceleração do processo de globalização.


 As dimensões do processo de globalização.
 Os atores da globalização
 O processo de recomposição da paisagem internacional.
 O aumento da interdependência ente lugares e regiões
 A emergência de novas dinâmicas espaciais.
 Globalização e desenvolvimento: a hierarquização do espaço mundial
 A massificação cultural
 Os fenómenos de resistência á uniformização cultural
 As novas ameaças e riscos
A globalização é o ato praticado pelos países e empresas entre si a nível mundial.
O processo da globalização iniciou-se com o fim da guerra fria e com a política de
reestruturação, levada a cabo por Michael Gorbachov, quando chegou ao poder em
1985. Face a mudanças de sistema, a china também foi aderindo á economia de
mercado.

A globalização consiste num fluxo crescente de fluxo de:

 Bens
 Pessoas
 Capitais
 Informações e serviços comerciais a escala global.
Uma das principais consequências da globalização foi o
desenvolvimento dos transportes, pela revolução das tecnologias de
informação e comunicação.
As dimensões do processo da globalização são:

Dimensão Económica: O plano económico caracterizou-se pela


liberalização dos mercados, este desenvolvimento traduz-se nos
diferentes modos e meios de transporte nomeadamente na velocidade de
deslocação e de redução de custos.
Ex: Grandes navios com porta contentores e a aeronaves gigantes.
Dimensão Social: Os efeitos são sobre o mercado de trabalho assistindo-
se á flexibilização dos empregos.
Dimensão cultural: Movimentos estudantis entre países.
Dimensão Política: As influências que os estados de maior poder
exercem sobre outros, influenciando as suas politicas.
Dimensão Religiosa: Principalmente as religiões que são aceites por
países como na Europa, Estados Unidos.
Dimensão Jurídica: A globalização jurídica caracteriza-se por um
estabelecimento de acordos políticos e comerciais, entre estados e por
organizações que são constituídas pelos países emergentes que procuram
afirmar-se em termos mundiais.
Os atores da globalização.

É um sistema de comércio caracterizado pela interacção entre economias


nacionais e pelo papel influente das ETN. As ETN são um dos principais
motores da economia, estas organizações económicas regionais apoiam-
se territorialmente numa rede de grandes cidades (cidades globais).

O processo da recomposição da paisagem internacional.

A Barreira leste- oeste caí dando origem á comunidade dos estados


independentes, perdendo o lugar principal e passou a ser uma potência
secundária. Quem começa a dominar são 3 centros de poder:
 Estados Unidos
 União Europeia
 Japão
Os Estados Unidos passa a ser o grande poder económico e financeiro
com capacidade para realizar intervenções militares no estrangeiro e
tomar decisões de caracter politico e económico.

O aumento da interdependência entre lugares e regiões.

A expensão do comercio mundial deveu-se:


 Ao desenvolvimento das ETN’s
 A abertura das ecomimias nacionais
 Á Segmentação da produção de bens
 Ao Desenvolvimento geográfico.

Apesar do domínio económico da União Europeia, Estados Unidos e


Japão acabaram por surgir novos polos.

Os 3 polos continuam sobre o poder do processo de regionalização na


economia mundial. As suas empresas vão para os mercados onde a mão
de obra é muita e mais em conta.
A emergência das novas dinâmicas espaciais.

O comercio mundial têm tido um crescimento elevado em relação á


produção devido ás trocas comerciais entre países.
Devido ao seu grau de internacionalização as exportações e importações
vão passar a ter um peso significativo no produto e na despesa nacional.

Devido ao avanço tecnológico, as grandes empresas estipulam estratégias


empresariais á escala mundial, tais como:

 Influenciando á implementação planetária de padrões de produção e de


consumo homogeneizados.
As ETN’s têm sido responsáveis pelo crescimento das assimetrias de
desenvolvimento entre as áreas beneficiadas e as marginalizadas porque
estão na origem de um investimento em regiões em desvantagem em
relação ás outras.
Situadas nas grandes cidades, grande parte das ETN contribuíram para a
concentração da riqueza nessas mesmas áreas.
São poucos os territórios onde se pode usufruir permanentemente dos
benefícios proporcionado pela globalização, são nos países mais ricos
onde estes benefícios são mais abundantes, principalmente os países do
Norte e por isso não se pode afirmar que tenhamos um “sistema de
comunicação-mundo” e de acontecimentos globais.
O desenvolvimento das telecomunicações é um dos principais factores,
que impulsionaram a globalização.
Ex: Telefone, banda larga e internet.

A massificação mundial.

A globalização dos mercados de consumidores ficou mais forte com a


abundancia de novos produtos.
A cultura global que se está a expandir corresponde ao modelo
americano, desde o lazer á alimentação, desporto e música os EUA estão
a impor o seu estilo de vida que se veio a impor por todo o mundo.
Ex: transmitem canais temáticos ou de noticias, cinema, música,
restaurantes como o Macdonald’s ou Burguer King e o vestuário.
Os fenómenos de resistência á uniformização cultural

A globalização proporcionou os contactos entre os povos, podendo estes


trocar ideias e valores sobre os seus estilos de vida. Começaram a viajar
com uma maior frequência, percorrendo distâncias maiores. No mundo
actual a televisão chega a todos os recantos, tal como a música, os filmes
e os livros.
Graças á globalização as pessoas têm um maior acesso á diversidade
cultural, ajudando assim a promover a constituição de uma sociedade
mundial.
Embora o universalismo da cultura se esteja a propagar ainda é objecto
de contestação porque:

 Existe uma resistência á globalização cultural onde a religião tem um


grande papel social.
 É imposta uma generalização de uma cultura de massas que impõe o
global ao local e destrói as identidades territoriais.

As novas ameaças e riscos.

As ameaças são várias:

 No rendimento
 Na participação politica (nas instituições, parlamentos ou governos
locais)
 Nas condições sociais (como na educação, habitação e emprego).

Devido a estas ameaças analistas reconhecem que era necessário


construir um quadro de referência, de valores comuns que sejam
considerados universais que pudesse ser aceite por todos os estados.
Esse cenário só será possível se conseguirem atenuar as desigualdades de
desenvolvimento que a globalização evidenciou e construir um espaço
democrático de governação global.
Com este trabalho pude concluir que o processo de globalização veio transformar o mundo,
apesar de algumas culturas ainda não aceitarem muito bem este processo é graças a globalização
que temos a diversidade cultural e toda a tecnologia que temos hoje em dia.