You are on page 1of 3

Agrupamento de Escolas Rainha Santa Isabel - Ano letivo 2016/2017

CIÊNCIAS NATURAIS

RELATÓRIO DA ATIVIDADE EXPERIMENTAL

Título - Observação de preparações definitivas de sangue

Identificação da Operadora –M. Rodrigues; N.º14; 9ºB; 2.º Turno

Data da atividade – 2017/01/24

Introdução – Este trabalho teve por objetivos observar na prática o que foi explicado nas aulas teóricas de
Ciências Naturais sobre a constituição do sangue e registar as observações efetuadas
às preparações definitivas de sangue humano, recorrendo ao uso do microscópio ótico.

Pretendemos identificar os constituintes do sangue (plasma e elementos figurados) e fazer o registo


esquemático de cada um dos vários tipos de células sanguíneas: leucócitos (glóbulos brancos) envolvidos na
defesa do organismo e hemácias (glóbulos vermelhos) responsáveis pelo transporte de oxigénio.

Uma característica distintiva entre elas é a forma e a presença/ausência de núcleo.

Foram utilizadas preparações definitivas na qual as células ficam preservadas, isto é, fixadas e coradas
facilitando a melhor visualização dos seus componentes. Esta técnica tem como vantagens: ser de longa
duração (permitindo posteriores observações) e permitir a observação ao microscópio eletrónico. A principal
desvantagem é a de que o material biológico tem que ser morto.

Material:

- Microscópio ótico composto

- Preparações definitiva de sangue humano (Lâmina, lamela e gotas de sangue)

Procedimento:
1. Colocar a preparação definitiva na platina do Microscópio, iluminar e focar convenientemente. Começar
a observação utilizando a objetiva de menor poder de ampliação (5X)
2. Faça uma representação esquemática dos constituintes observados e legende-os.
3. Repita o ponto 2 utilizando objetivas de maior poder de ampliação.

Registo de observações:
Foram observadas preparações em 4 Microscópios, utilizando as ampliações que constam na tabela seguinte.
Nº do M.O.C. Ampliação da ocular Ampliação da objetiva Ampliação Total
1 10x 10x 100x
2 10x 40x 400x
3 5x 40x 200x
4 10x 40x 400x

1
Registo de observações (continuação):
Representação esquemática das observações:

Microscópio
N.º1

Microscópio
N.º2

Microscópio
N.º3

Microscópio
N.º4

2
Conclusões:
- À medida que aumenta a ampliação do microscópio, é possível identificar, no plasma, dois tipos de células
sanguíneas: os glóbulos vermelhos e os glóbulos brancos. Com a ampliação de 400x na preparação do
microscópio 4 foi possível visualizar pormenores dos glóbulos vermelhos (forma de disco bicôncavo).
- Os constituintes do sangue observados foram o plasma, os glóbulos brancos e os glóbulos vermelhos.
- O elemento figurado observado em maior quantidade nas preparações foram os glóbulos vermelhos, o
que é normal visto serem as células mais abundantes no sangue.
- Os glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) são células em forma de disco bicôncavo e anucleadas
(sem núcleo). Transportam gases (O2 e algum CO2) porque possuem hemoglobina que é uma proteína que
dá a cor vermelha aos glóbulos vermelhos e que tem muita afinidade pelo ferro.
- Os glóbulos brancos são células nucleadas e sem cor, visto não poderem ser visíveis sem estar coradas.
Existem vários tipos de glóbulos brancos com funções específicas na defesa do organismo. Visualmente,
distinguem-se principalmente pela forma dos núcleos.
- Não foi possível observar plaquetas sanguíneas. Estas são responsáveis pela coagulação do sangue porque
com a ajuda de proteínas específicas formam uma rede densa que impede a passagem das células
sanguíneas para os tecidos envolventes dos vasos lesados.

Crítica:
- O sangue é composto por cerca de 45% de elementos figurados (células): Hemácias, leucócitos e plaquetas
e 55% de plasma (substância intercelular).
- O sangue é um fluido que circula nos vasos sanguíneos e estabelece a ligação entre as células e o meio que
lhes é externo. Apresenta múltiplas funções, de que se destacam o transporte de gases (O2 e CO2), a defesa
do organismo e o transporte de substâncias resultantes do metabolismo celular e nutrientes. Todas elas são
essenciais para a manutenção do equilíbrio interno do organismo (pH, temperatura, …)
- O plasma é o componente líquido do sangue que, para além da água (cerca de 90% do volume) contém
substâncias dissolvidas: proteínas, nutrientes, hormonas, sais e resíduos de metabolismo. Nele, circulam,
em suspensão, células sanguíneas: leucócitos (ou glóbulos brancos), eritrócitos (glóbulos vermelhos ou
hemácias), e plaquetas ou trombócitos (fatores de coagulação sanguínea).
- O plasma tem como funções o transporte dos nutrientes e dióxido de carbono, entre outras substâncias e
regulação da temperatura.

Bibliografia:
Alexandra. (28 de 01 de 2017). O sangue e os seus constituintes. Obtido de Escola Secundária de
Lagoa: http://321ciencia.blogspot.pt/2012/03/o-nosso-organismo-esta-constantemente.html
3
Moreira, J., Sant'Ovaia, H., & Pinto, V. (2015). Compreender o Corpo Humano. Porto: Areal Editores.