You are on page 1of 31

Elaboração do Plano de Mobilidade Urbana

Plano de Transporte x Plano de Mobilidade Urbana

Plano de transporte tradicional  Plano de Mobilidade Urbana Sustentável

Foco no trânsito  Foco nas pessoas

Principal objetivo: Principal objetivo:


Capacidade de fluxo e velocidade do trânsito
 Acessibilidade e qualidade de vida

Planejamento feito por especialistas  Importantes atores ativamente envolvidos no processo

Domínio de engenheiros de transporte  Planejamento multidisciplinar

Combinação de infraestrutura, mercado, serviços,


Infraestrutura como tópico principal  informações e promoção

Foco em projetos longos e caros  Aumento gradual de eficiência e otimização

Avaliação periódica de impactos e elaboração de um


Avaliação limitada de impacto  processo de aprendizado

Fred Kent, President of “Project for Public Space“, www.pps.org


Plano de Mobilidade Urbana

FUNDAMENTOS

• Funcionalidade

• Lógica do Desenvolvimento Urbano

• Plano: Principal Instrumento do


Planejamento
Plano de Mobilidade Urbana

CONHECIMENTO PRÉVIO
• Política Nacional de Mobilidade Urbana – Lei 12.587/12.

• Modos e integração.

• Questões ambientais.

• Instrumentos de planejamento.

• Diagnósticos.
Plano de Mobilidade Urbana

CONTEÚDO MÍNIMO DOS PLANOS SEGUNDO A LEI


12.587/12

 a tradução, conforme o contexto e as


especificidades de cada município, dos
princípios, objetivos e diretrizes
estabelecidos na PNMU;

 os serviços de transporte público


coletivo;

 a circulação viária;

 as infraestruturas do sistema de
mobilidade urbana;
Plano de Mobilidade Urbana

CONTEÚDO MÍNIMO DOS PLANOS


SEGUNDO A LEI 12.587/12

 a acessibilidade para pessoas com


deficiência e restrição de
mobilidade;

 a integração dos modos de


transporte público e destes com os
privados e os não motorizados;

 a operação e o disciplinamento do
transporte de carga na
infraestrutura viária;

 os polos geradores de viagens;


Plano de Mobilidade Urbana

CONTEÚDO MÍNIMO DOS PLANOS SEGUNDO A LEI


12.587/12

 as áreas de estacionamentos públicos e privados,


gratuitos ou onerosos;

 as áreas e os horários de acesso e circulação restrita


ou controlada;

 os mecanismos e instrumentos de financiamento do


transporte público coletivo e da infraestrutura de
mobilidade urbana;

 a sistemática de avaliação, revisão e atualização


periódica do Plano de Mobilidade Urbana em prazo
não superior a dez anos.
Plano de Mobilidade Urbana

ANTES DE TUDO: DIAGNÓSTICO

• Inventários

• Pesquisas de comportamento

• Pesquisas operacionais de transporte público

• Informações gerais

• Legislação

• Estudos e projetos existentes

• Indicadores de diagnósticos.
Plano de Mobilidade Urbana

CONTEÚDO MÍNIMO QUE CONTEMPLA

TODA A POLÍTICA

NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA


Plano de Mobilidade Urbana

ESTABELECIMENTO DE OBJETIVOS E METAS

OBJETIVOS

• Promover melhoria à circulação de pessoas e cargas

• Garantir acesso a todos dentro do espaço urbano

• Reduzir a desigualdade e fomentar a inclusão social

• Melhorar as condições de acessibilidade e mobilidade no espaço urbano.


Plano de Mobilidade Urbana

ESTABELECIMENTO DE OBJETIVOS E
METAS

METAS

• Ampliar o alcance do transporte


público urbano

• Ampliar a participação do transporte


não motorizado

• Redução de acidentes de trânsito


Plano de Mobilidade Urbana

AÇÕES ESTRATÉGICAS

• Integração da mobilidade com


planejamento e uso do solo

• Classificação e hierarquização do sistema


viário e organização da circulação

• Implantação e qualificação das calçadas

• Criação de condições adequadas para


circulação de ciclistas

• Priorização do transporte coletivo.


Plano de Mobilidade Urbana

AÇÕES ESTRATÉGICAS

• Política tarifária e redução do custo do transporte público coletivo

• Condições seguras e humanizadas de circulação viária

• Acessibilidade, transporte coletivo e escolar para a área rural

• Transporte de carga

• Estruturação institucional (criação, capacitação e articulação).


Plano de Mobilidade Urbana

PARTICIPAÇÃO SOCIAL
Plano de Mobilidade Urbana

ETAPAS PARA A
ELABORAÇÃO DO PLANO DE
MOBILIDADE URBANA
Metodologia proposta: Passo a passo
ETAPA 1

MOBILIZAÇÃO INICIAL
Papel do Prefeito
1
PREPARAÇÃO
• Designar Grupo de Trabalho: gestores e técnicos

ANÁLISES PRELIMINARES
Papel do GT
• Conhecer Lei 12.587/2012
• Analisar características da mobilidade local
• Pré-diagnóstico:
– Principais demandas da comunidade
– Identificar dados e fontes de informação
– Analisar projetos e planos existentes
IMPORTANTE
– Estimar recursos: pessoal e custos
- Alocar recursos técnicos e financeiros
- Formar estruturas de gestão e
TOMADA DE DECISÃO acompanhamento
ETAPA 1

MAPEAMENTO DE ATORES 1
PREPARAÇÃO
• Sociedade, Instituições, Grupos de Interesse

COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL


Elaborar o projeto de participação social propondo:
• Envolvimento dos atores sociais
• Ampliar canais de comunicação e participação

ESTRUTURAS DE GESTÃO E ACOMPANHAMENTO


Comissão Executiva (Prefeito, Secretários, Câmara Municipal)
Comissão Técnica (várias Secretarias e Órgãos)
Comissão de Acompanhamento (Sociedade, Grupos de Interesse)
ETAPA 1
Participação Social

Audiência pública Consulta popular

Oficinas
ETAPA 2

CONSTRUÇÃO DA VISÃO
Visão comum da cidade  envolvimento político e
participação social
2
DEFINIÇÃO DO
ESCOPO
• Incorporar multiplicidade de leituras

“Que cidade queremos para todos?”


ETAPA 2

CONSTRUÇÃO DA VISÃO
Visão comum da cidade  envolvimento político e
2
DEFINIÇÃO DO
participação social ESCOPO
• Incorporar multiplicidade de leituras

OBJETIVOS E ÁREA DE INTERVENÇÃO


Definir objetivos explícitos:
• O que deve ser alcançado?
• Quando?
METAS, PRIORIDADES E HORIZONTES
• Definir metas mensuráveis
• Estabelecer prioridades
• Horizontes de curto, médio e longo prazos
ETAPA 3

COOPERAÇÃO
• Avaliar se elabora com equipe própria ou
contratada
• Possibilidades de parcerias: Universidades,
3
PROCEDIMENTOS
ONGs, Institutos, municípios vizinhos GERENCIAIS

(contratos e convênios)

TERMO DE REFERÊNCIA
• Objetivos, Metodologia, Plano de Trabalho,
Produtos, Cronograma, Recursos,
Acompanhamento e Gestão do trabalho
IMPORTANTE
- Atividades de participação social
ETAPA 4

CARACTERIZAÇÃO E DIAGNÓSTICO
• Pesquisas, levantamentos, consultas públicas,
modelos de simulação  retrato da situação
atual
4
ELABORAÇÃO

• Análise e leitura dos dados


• Indicadores síntese

IMPORTANTE
Produzir mapas, tabelas, gráficos e textos
analíticos com visão integrada entre sistemas

INDICADORES
• Monitoramento, avaliação e revisão
ETAPA 4

CENÁRIOS 4
ELABORAÇÃO
• Análise de alternativas
• Projeções  Evolução da mobilidade nos horizontes do
Plano

AVALIAÇÃO DE PROPOSTAS
• Custos e benefícios sociais, econômicos e ambientais
• Viabilidade de execução
ETAPA 4

PROGRAMA DE AÇÃO
Programar a implementação do
Plano através de ações:
– Prioridades
4
ELABORAÇÃO
– Prazos
– Responsabilidades de execução
– Custos
– Fontes de financiamento

CONSOLIDAÇÃO DO PLANO DE MOBILIDADE


• Documento contendo:
IMPORTANTE
– Textos: diagnósticos, análises e
propostas Assegurar conteúdo claro e
– Anexos: mapas, tabelas, gráficos acessível para toda a
sociedade
• Elaborar Projeto de Lei
ETAPA 5

5
REVISÃO
Verificar se as opiniões dos atores sociais foram
consideradas no resultado APROVAÇÃO

AUDIÊNCIA PÚBLICA FINAL


Apresentar o Plano e esclarecer:
– Propostas
– Critérios de priorização
– Impactos e benefícios esperados para a
população
ETAPA 5

INSTITUIÇÃO DO PLANO DE MOBILIDADE


5
APROVAÇÃO

• Buscar instituição do Plano de


Mobilidade através de lei municipal

• Garantia da permanência do Plano


ao longo do tempo, superando
descontinuidades políticas
ETAPA 6

IMPLEMENTAÇÃO
• Manter estruturas de gestão executiva, técnica e de
acompanhamento


Executar ações prioritárias de curto prazo
Possibilidade de novas cooperações
6
IMPLEMENTAÇÃO

• Detalhamento de projetos (outro processo e


orçamento)
• Monitoramento  Indicadores e Relatórios de
Acompanhamento
ETAPA 7

AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS E AÇÕES


Bons e maus resultados:
• Avaliar o processo de elaboração e execução das 7
AVALIAÇÃO E
propostas  correção de rumo REVISÃO

REVISÃO E ATUALIZAÇÃO PERIÓDICA


• Novos métodos e tecnologias podem surgir
• Mudanças socioeconômicas e culturais

IMPORTANTE
Atender a Lei de Mobilidade Urbana revisando e
atualizando o Plano a cada 10 anos, no máximo
Temas a serem tratados no Plano de Mobilidade Urbana

• Integração da mobilidade com o planejamento e ordenação do solo urbano


• Classificação, hierarquização do sistema viário e organização da circulação
• Implantação e qualificação de calçadas e áreas de circulação a pé
• Criação de condições adequadas à circulação de ciclistas
• Promoção da acessibilidade universal
• Acessibilidade, transporte coletivo e escolar para a área rural
• Estruturação institucional
• Circulação viária em condições seguras e humanizadas
• Instrumentos para o controle e o desestímulo ao transporte individual motorizado
• Transporte de carga
• Priorização do transporte coletivo e implantação de sistemas integrados
• Política tarifária e redução do custo do transporte coletivo urbano
Ministério das Cidades
SeMOB - Secretaria Nacional de Transportes e da Mobilidade Urbana

Obrigada

Martha Martorelli
Analista de Infraestrutura

(61) 2108 -1027


martha.martorelli@cidades.gov.br