You are on page 1of 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE


DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA

AVALIAÇÃO
Instruções: Leia atentamente todas as questões. A pontuação de cada item está apresentada entre
parênteses, ao final de cada enunciado. Se necessários, os cálculos deverão ser apresentados na folha
da prova, podendo ser a lápis ou à caneta. As respostas finais devem ser à caneta.

Nome:_______________________________________________________________________________

Para as questões de número 1, 2 e 3, assinale a única resposta verdadeira.


1 – Uma amostra representativa pode ser definida por (1,0):
a) ser de pequeno tamanho e de rápida obtenção;
b) refletir os parâmetros da população com um mínimo de discrepâncias;
c) fornecer dados precisos sobre os fenômenos estudados na região onde foi realizada;
d) refletir as características da população geral com 100% de precisão.

2 – O valor de X no conjunto de valores 1; 4; X; 7; 5; 3 que determina para o conjunto uma mediana


equivalente a 4 é (2,0):
a) 0 b) 1 c) 3 d) 4 e) 5

3 – Uma pesquisa avaliou a relação entre câncer de pulmão e o consumo de diferentes tipos de tabaco.
Foram pesquisados apenas consumidores exclusivos de uma das formas de tabaco, que tiveram o
hábito de fumar por 10 anos ou mais. Os resultados obtidos estão apresentados abaixo:

Tabela. Ocorrência de câncer de pulmão, segundo o consumo de diferentes tipos de tabaco. Florianópolis,
Santa Catarina, 1997.

Tipo de tabaco Presença de câncer Ausência de câncer Total


Cigarro 31 99 130
Cachimbo 12 93 105
Charuto 8 57 65
Total 51 234 280

O resultado final do teste de associação entre câncer e os tipos de tabaco consumidos apresentou um
valor-p menor do que 5%. A partir deste resultado, analise a associação entre diferentes tipos de tabaco
e câncer de pulmão (2,0).

1
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA
A resposta deve destacar qual tipo de tabaco está associado com maior ocorrência de câncer de pulmão,
enfatizando as diferenças (em pontos percentuais) que existem entre os três grupos analisados. O
significado do valor-p também deve ser comentado, em particular, que a maior ocorrência de câncer de
pulmão entre os fumantes de cigarro, quando comparada com os dois outros grupos investigados, tem
pouca chance de ter sido detectada por acaso, em função de erro amostral. Assim, tal diferença
provavelmente seria igualmente observada na população de onde essa amostra foi retirada, confirmando
a relação entre câncer de pulmão e o consumo de cigarro, em específico.

4 – Assinale “V” para “VERDADEIRO” ou “F” para “FALSO”, em relação às seguintes afirmações (1,5):
(V) Para o cálculo da mediana, não importa se os dados estão ordenados de forma crescente ou
decrescente;
(F) Para se calcular a média aritmética de dados agrupados em categorias, é necessário que todas
sejam da mesma amplitude;
(F) O desvio-padrão de um conjunto de valores só pode ser calculado se todos forem positivos;
(V) Numa distribuição simétrica, a moda, a mediana e a média são próximas;
(F) O desvio-padrão de um conjunto de valores não pode ser menor que sua respectiva média
aritmética.

5 – Observe a tabela que consta na página seguinte e responda às questões abaixo.


a) Por que são apresentados os “valores p” (2,0)?
Porque se está trabalhando com uma amostra de uma população definida e se deseja inferir se as
diferenças observadas na amostra são ou não fruto de erro amostral.

b) Com quais variáveis o consumo de medicamentos está associado (p<0,05)? Interprete a associação
estatisticamente significativa entre um par de variáveis (1,5).
O consumo de medicamentos está associado com todas as variáveis da tabela, exceto ocupação, cujo
valor-p foi de 0,78 (maior do que 5%, portanto). Ao interpretar uma associação estatisticamente
significativa da tabela, dever-se-ia comentar que o valor-p associado a ela corresponde à chance de que
a diferença observada na amostra investigada se deva a erro amostral. Com a probabilidade de erro
amostral ser muito baixa (menor do que 5%), aceita-se que a diferença também ocorre na população.

2
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA