You are on page 1of 28

CRIMES DE TRÂNSITO

(LEI Nº 9.503/1997 - CTB)


PROF. MARCOS GIRÃO
CRIMES DE TRÂNSITO
(Capítulo XIX)

Legislação de Trânsito para Concursos 2018


Prof. Marcos Girão
OS CULPOSOS DO CTB
HOMICÍDIO CULPOSO NA DIREÇÃO
(art. 302)
Homicídio Culposo

Art. 302. Praticar HOMICÍDIO CULPOSO NA


DIREÇÃO DE VEÍCULO AUTOMOTOR.
Homicídio Culposo

PERGUNTA 1:
SE O HOMICÍDIO NA DIREÇÃO DE VEÍCULO AUTOMOTOR OCORRER EM
ÁREA PARTICULAR, COMO UMA FAZENDA? HÁ O CRIME?

CLARO QUE SIM!!!!!!


Homicídio Culposo

PERGUNTA 2:
SE VEÍCULO ESTACIONADO SE DESGOVERNAR, VINDO A MATAR ALGUÉM
SEM QUE SEU CONDUTOR ESTEJA A CONDUZI-LO? HÁ ESSE CRIME?

CLARO QUE NÃO!!!!!!


Homicídio Culposo

PERGUNTA 3:
SE O HOMICÍDIO NA DIREÇÃO DE VEÍCULO AUTOMOTOR OCORRER COM A
INTENÇÃO DE MATAR OU COM O CONDUTOR ASSUMINDO O RISCO DE
PRODUZIR O RESULTADO MORTE?

CLARO QUE NÃO!!!!!!


Homicídio Culposo

NÃO HÁ HOMICÍDIO TIPIFICADO NA


FORMA DOLOSA NO CTB!!
Homicídio Culposo

SUJEITO • é o CONDUTOR DO VEÍCULO,


estando ou não legalmente
ATIVO habilitado

SUJEITO • poderá ser QUALQUER


PASSIVO PESSOA
Homicídio Culposo

➢ Quando do crime resultar mais de 01 vítima, incidirá a


regra do CONCURSO FORMAL, com o aumento da pena de
UM SEXTO ATÉ A METADE, nos termos do art. 70 do
Código Penal
Homicídio Culposo – Concurso Formal

Código Penal Brasileiro


Art. 70 - Quando o agente, mediante uma só ação ou omissão, pratica dois ou
mais crimes, idênticos ou não, aplica-se-lhe a mais grave das penas cabíveis ou, se
iguais, somente uma delas, mas aumentada, em qualquer caso, de um sexto até
metade. As penas aplicam-se, entretanto, cumulativamente, se a ação ou omissão
é dolosa e os crimes concorrentes resultam de desígnios autônomos, consoante o
disposto no artigo anterior.
Homicídio Culposo

Art. 302. Praticar HOMICÍDIO CULPOSO na direção de


veículo automotor.
Penas - detenção, de 02 a 04 anos, E suspensão ou
proibição de se obter a permissão ou a habilitação para
dirigir veículo automotor.
Homicídio Culposo
Art. 302. Praticar HOMICÍDIO CULPOSO na direção de veículo automotor.

Penas - detenção , de 02 a 04 anos , e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para


dirigir veículo automotor.

§ 1o No homicídio culposo cometido na direção de veículo automotor, a pena é


aumentada de 1/3 (um terço) à metade, se o agente:
I - não possuir Permissão para Dirigir ou Carteira de Habilitação;

II - praticá-lo em faixa de pedestres ou na calçada;

III - deixar de prestar socorro, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, à vítima do
acidente;

IV - no exercício de sua profissão ou atividade, estiver conduzindo veículo de transporte de


passageiros.
Art. 302. Praticar homicídio culposo na direção de veículo automotor:
Penas - detenção, de dois a quatro anos, e suspensão ou proibição de se obter a
permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

(...)
§ 3º Se o agente conduz veículo automotor sob a influência de álcool ou de
outra substância psicoativa que determine dependência:
Penas - RECLUSÃO, de 5 (cinco) a 8 (oito) anos, e suspensão ou proibição de se
obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.
CONSEQUÊNCIAS:

1. Com esse quantum de pena (5 a 8 anos), não se permitirá a fixação


de fiança pelo Delegado de Polícia.
2. Não há que se falar em absorvição do crime do art. 306 (embriaguez
ao volante) pelo do art. 302 (homicídio culposo na direção), no caso
de alguém que dirige embriagado cometer homicídio culposo na
direção do veículo automotor.
Homicídio Culposo

PERGUNTA 4:
COM UMA DOSIMETRIA DE PENA MAIOR, RIGOR MAIOR, É POSSÍVEL ENTÃO
O RÉU INICIAR O CUMPRIMENTO DA PENA EM REGIME FECHADO?

NÃO, POR CULPA DO ART. 44 DO CÓDIGO PENAL!!!!!!


Homicídio Culposo e art. 44 do CP

Código Penal Brasileiro


Art. 44. As penas restritivas de direitos são autônomas e substituem as
privativas de liberdade, quando:
I – aplicada pena privativa de liberdade não superior a quatro anos e o
crime não for cometido com violência ou grave ameaça à pessoa ou,
qualquer que seja a pena aplicada, se o crime for culposo;
Homicídio Culposo

CRIME DE AÇÃO PENAL PÚBLICA


INCONDICIONADA
DOLO EVENTUAL x CULPA CONSCIENTE
HOMICÍDIO CULPOSO NA DIREÇÃO
(art. 302)
Art. 302. Praticar homicídio culposo na direção de veículo automotor:
Penas - detenção, de dois a quatro anos, e suspensão ou proibição de se obter a
permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

(...)
§ 2º Se o agente conduz veículo automotor sob a influência de álcool ou de
outra substância psicoativa que determine dependência:
Penas - RECLUSÃO, de 5 (cinco) a 8 (oito) anos, e suspensão ou proibição de se
obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.
A Primeira Turma, por maioria, denegou a ordem de “habeas corpus” em que se pleiteava a reforma da decisão que
reconheceu a ocorrência de dolo eventual em relação a homicídio cometido por motorista embriagado na direção de veículo
automotor, firmada a competência do tribunal do júri.
O impetrante apontava equívoco no enquadramento legal realizado na origem. Pleiteava a desclassificação da conduta para
o crime previsto no art. 302(1) do Código de Trânsito Brasileiro.

O Colegiado considerou legítima a tipificação da conduta como CRIME DOLOSO, DE COMPETÊNCIA DO TRIBUNAL
DO JÚRI, ante o reconhecimento da evolução jurisprudencial na análise do que vem a ser dolo eventual e culpa consciente.
No caso, VERIFICA-SE A EXISTÊNCIA DE DOLO EVENTUAL NO ATO DE DIRIGIR VEÍCULO AUTOMOTOR SOB A
INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL , além de fazê-lo na contramão. Esse é, portanto, um caso específico que evidencia a diferença
entre a culpa consciente e o dolo eventual. O
condutor assumiu o risco ou, no mínimo, não se preocupou
com o risco de, eventualmente, causar lesões ou mesmo a morte de outrem.
HC 124687/MS, rel. Min. Marco Aurélio, red. p/ o ac. Min. Roberto Barroso, julgamento em 29.5.2018. (HC-124687)
OBRIGADO
PROF. MARCOS GIRÃO
“ENTREGA TEUS CAMINHOS AO SENHOR, CONFIA
NELE, E O MAIS ELE FARÁ” SALMOS 37:5