You are on page 1of 1

ADIÇÃO DE COLA PVA EM TINTA ECONÔMICA PARA AUMENTAR

RESISTÊNCIA A ABRASÃO

Danilo Mathias de Moraes1; Italo Rafael Vicente da Silva1; Maycon Del Piero da Silva2; Paulo
Roberto Teixeira Filho1; Welerson Silva Guimarães1
1Acadêmicos do 7° Período de Engenharia Civil da Faculdade UNIJIPA; 2Professor Orientador.
Faculdade UNIJIPA. maycondelpiero@hotmail.com

Introdução: A tinta látex PVA possui baixo custo e boa qualidade, favorecendo seu uso no
processo final de acabamento da construção. Existem 3 grupos de tintas látex PVA:
Econômica; Standard; e Premium. A NBR 15.079 informa os pré-requisitos para cada grupo.
A tinta látex econômica tem o preço inferior, porém qualidade também inferior, causando
insatisfação com o produto. Este trabalho tem como objetivo verificar a abrasão úmida sem
pasta abrasiva, conforme NBR 15.078, de uma tinta látex PVA econômica com a adição de
cola PVA em sua composição. Métodos: Utilizou-se tinta látex premium, tinta látex
econômica, sendo uma parte adicionado 50% de seu volume de cola PVA, tendo assim 3
produtos para serem comparados. As tintas foram aplicadas sobre uma superfície de
concreto, devidamente preparada. Os produtos foram aplicados utilizando a mesma
metodologia. Em seguida foi realizado teste de abrasão, com escova pequena de cerdas de
nylon e água, proferindo escovações na película da tinta, em ciclos de velocidades constantes,
até o número máximo suportado pelo produto, sendo identificado pela aparição da massa de
nivelar. Em cada teste, foi contado a quantidade de ciclos que cada produto suportou.
Resultados e discussão: A tinta látex Premium, recebeu um total de 1.000 ciclos, e ainda
assim não houve danos na película da tinta. Na tinta látex econômica sem modificações,
obtive um número de 65 ciclos, havendo desgaste total do produto em sua superfície.
Costatando assim a baixa qualidade da linha econômica em relação a lavabilidade. Na tinta
látex econômica com adição, foi realizado um total de 660 ciclos, havendo apenas alguns
arranhões em sua superfície. Considerações finais: Pode-se observar que a tinta da linha
premium realmente tem uma qualidade superior comparada com as demais linhas, e a linha
econômica sendo inferior em qualidade, entretando a adição de cola PVA em sua composição
proporcionou aumento na qualidade, mostrando que é possível melhorar a qualidade de tintas
inferiores por meio de aditivos. Se tornando um material acessível a todas as classes sociais,
devido o baixo custo e com qualidade semelhante as tintas da linha premium.

REFERÊNCIAS

ABNT. NBR 15.078: Tintas para construção civil - Método para avaliação de
desempenho de tintas para edificações não industriais - Determinação da resistência à
abrasão úmida sem pasta abrasiva. Rio de Janeiro. 2004.

ABNT. NBR 15.079: Tintas para construção civil - Especificação dos requisitos mínimos
de desempenho de tintas para edificações não industriais - Tinta látex nas cores claras.
Rio de Janeiro. 2011.

Related Interests