You are on page 1of 5

UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS


DISCIPLINA CONTABILIDADE GERAL I
PROF.: GABRIELA CAVALCANTE
APOSTILA 2

ESTÁTICA PATRIMONIAL

1. Definição
É a visão do patrimônio em um dado momento, através do Balanço Patrimonial. Vale
dizer que o patrimônio não é inerte, ao contrário, o mesmo vive em constante
alteração, mas como o Balanço Patrimonial evidencia as contas sem a descrição de
suas movimentações diz-se que o mesmo evidencia a estática patrimonial.

O Balanço Patrimonial é uma demonstração contábil através da qual é possível avaliar


a situação patrimonial e financeira de uma entidade. Nele são evidenciadas as contas
do Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido.

O Conselho Federal de Contabilidade - CFC dá a seguinte definição para Balanço


Patrimonial e para sua constituição (Resolução CFC 1.049/05):
“3.2.1.1 - O Balanço Patrimonial é a demonstração contábil destinada a evidenciar,
qualitativa e quantitativamente, numa determinada data, a posição patrimonial e
financeira da Entidade.
[...]
3.2.2.1 - O Balanço Patrimonial é constituído pelo Ativo, pelo Passivo e pelo Patrimônio
Líquido”.

2. Ativo
É onde ficam registrados os bens e direitos da entidade expressos em moeda, de
acordo com o grau de liquidez. O mesmo se divide em Ativo circulante e Ativo não
circulante.

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC, em seu pronunciamento conceitual


básico - http://www.cpc.org.br/pdf/pronunciamento_conceitual.pdf, define o Ativo
como “[...] um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passados
e do qual se espera que resultem futuros benefícios econômicos para a entidade”.

3. Passivo
No Passivo figuram todas as obrigações da entidade para com terceiros, inclusive
funcionários da entidade.

O CPC, através do pronunciamento supracitado, define que Passivo “[...] é uma


obrigação presente da entidade, derivada de eventos já ocorridos, cuja liquidação se
espera que resulte em saída de recursos capazes de gerar benefícios econômicos”.

4. Patrimônio Líquido
É a diferença entre os ativos e passivos da entidade, ou seja, é o que restará depois
que todas as obrigações forem quitadas. Há duas Resoluções do CFC (847/99 e
1.049/05) que definem o PL e que facilitam sobremaneira a compreensão de seu
significado:

• Resolução 847/99: “c) o Patrimônio Líquido compreende os recursos próprios


da Entidade e seu valor é a diferença entre o valor do Ativo e o valor do Passivo
(Ativo menos Passivo). Portanto, o valor do Patrimônio Líquido, pode ser
positivo, nulo ou negativo”;
• Resolução 1.049/05: “c)o Patrimônio Líquido compreende os recursos próprios
da Entidade, e seu valor é a diferença positiva entre o valor do Ativo e o valor
do Passivo. Quando o valor do Passivo for maior que o valor do Ativo, o
resultado é denominado Passivo a Descoberto. Portanto, a expressão
Patrimônio Líquido deve ser substituída por Passivo a Descoberto”.

Dessa forma tem-se que:

PL = ATIVO – PASSIVO ou
PL = BENS + DIREITOS - OBRIGAÇÕES

O Patrimônio Líquido – PL é composto pelos investimentos realizados pelos


proprietários ou outros investidores e pelos lucros ou prejuízos acumulados, que serão
estudados em ocasião oportuna.

Padoveze (2009, p. 9) elenca duas contas como sendo integrantes do PL: Capital Social,
que são os investimentos dos sócios ou acionistas, e Lucros ou Prejuízos Acumulados,
que são os resultados gerados pela empresa durante o período evidenciado no
Balanço.

Ainda de acordo com o autor (PADOVEZE,2009, p. 5) “Tudo na contabilidade gira em


torno dessa equação[...]”.

5. Equação fundamental do Patrimônio


Na maioria das entidades o Ativo é maior, em valores, que o Passivo e esta condição é
essencial para que as mesmas operem adequadamente. Seguindo esse raciocínio,
obtem-se a equação fundamental do Patrimônio:

ATIVO = PASSIVO + PL

A partir de tal equação pode-se chegar às cinco situações patrimoniais possíveis para
um Patrimônio dinâmico:

a. ESTABILIDADE ABSOLUTA
Essa situação é denominada como estabilidade absoluta por não haverem
obrigações. Assim todo o Ativo pertence aos sócios da entidade.

ATIVO > PASSIVO


PASSIVO = 0
PL > 0
ATIVO = PL

ATIVO PL

b. ESTABILIDADE RELATIVA
É quando existem obrigações, PL e todas as dívidas estão cobertas. Considera-se
que há estabilidade relativa quando há PL, mesmo que o valor do Passivo suplante
o valor do mesmo.
ATIVO > PASSIVO
PASSIVO > 0
PL > 0
ATIVO = PASSIVO + PL

ATIVO PASSIVO
PL

c. INSOLVÊNCIA RELATIVA
Como visto no item número 4, na situação aqui apresentada o PL adquire a
nomenclatura de Passivo a Descoberto, pois os valores das obrigações da entidade
são maiores que os valores dos bens e direitos. Dessa forma os mesmos não
seriam suficientes para quitar as dívidas da empresa. Para que haja igualdade na
equação patrimonial o PL passa a figurar do mesmo lado do Ativo.

O exemplo abaixo, retirado do site do Portal de Contabilidade


(http://www.portaldecontabilidade.com.br/guia/pl.htm), auxilia na compreensão
da figura do PL negativo:
“Total do Ativo: R$ 1.500.000,00
Total das Obrigações: R$ 2.000.000,00
Passivo a Descoberto: R$ 1.500.000,00 menos R$ 2.000.000,00 = R$ 500.000,00”

ATIVO < PASSIVO


PASSIVO > 0
PL < 0
ATIVO + PL = PASSIVO

ATIVO PASSIVO
PL

d. INSOLVÊNCIA ABSOLUTA
De acordo com Padoveze (2009, p.14) a situação aqui apresentada é raríssima,
pois se dá quando a entidade possui apenas dívidas e não há bens ou direitos para
quitá-las. O autor também cita que tanto a situação supracitada – insolvência
relativa – quanto esta são indicação de que a entidade está em processo de
falência, pois “ou não existem ativos para cobertura das dívidas ou os ativos que
existem são insuficientes”.

ATIVO = 0
PASSIVO > ATIVO
PL < 0
PL = PASSIVO

PL PASSIVO
e. SITUAÇÃO NULA
Nessa situação todo o Ativo foi adquirido com recursos de terceiros, de forma que
pagando-se todo o Passivo não sobrará nada para os proprietários. Vale lembrar
que as situações aqui expostas são teorias acerca da equação fundamental do
Patrimônio, mas nada impede que as mesmas se verifiquem na prática.

ATIVO = PASSIVO
PL = 0

ATIVO PASSIVO

6. EXERCÍCIOS
a. A loja de brinquedos Criançada apresenta os seguintes valores em maio do
corrente ano:
• Caixa: R$ 2.000,00
• Estoque: R$ 5.600,00
• Fornecedores: R$ 2.200,00
• Salários a Pagar: R$ 1.300,00

Indique o valor do PL da empresa e em qual situação patrimonial a empresa se


encontra.

b. Uma empresa com Ativo no valor de R$ 8.300,00 e Passivo no valor de R$ 5.900,00


se encontra em que situação patrimonial? Justifique.

c. Indique o valor do PL e a situação patrimonial das questões a seguir:

• Veículos: R$ 25.000,00
Empréstimo Bancário: R$40.000,00
Imóveis: R$ 50.000,00
Caixa: R$ 2.000,00
Salários a Pagar: R$ 23.000,00
Fornecedores: R$ 10.000,00
Impostos: R$ 8.000,00
Duplicatas a Receber: R$ 1.000,00

• Caixa: R$ 3.500,00
Duplicatas a Pagar: R$ 2.200,00
Obras de Arte: R$ 1.300,00
Férias a Pagar: R$ 1.400,00
Aplicações em CDB: R$ 2.100,00
Financiamento: R$ 3.300,00

7. CONCEITOS DE CAPITAL
a. CAPITAL NOMINAL: é o investimento inicial feito pelos sócios para abertura da
empresa. O mesmo corresponde ao PL inicial e como tal figura no PL em uma
conta chamada Capital. O valor do Capital inicial pode ser alterado no decorrer do
funcionamento da empresa, através de novos investimentos dos sócios ou mesmo
de desenvestimentos.

Como o PL é composto também pelos lucros ou prejuízos acumulados raramente o


valor do mesmo será igual ao valor do capital nominal registrado na conta Capital
(IUDÍCIBUS et al., 2009, p. 38).
b. CAPITAL PRÓPRIO: corresponde ao valor total registrado no PL, pois inclui o capital
inicial, lucros ou prejuízos acumulados.

c. CAPITAL DE TERCEIROS: são gastos da empresa, ou melhor, os valores devidos pela


empresa aos seus credores. Dessa forma o mesmo é representado por contas
como Fornecedores, Empréstimos a Pagar, Salários a Pagar, etc.

d. CAPITAL TOTAL À DISPOSIÇÃO DA EMPRESA: esse é o conjunto de valores que a


empresa possui que estão à sua disposição. De acordo com as definições
anteriores tem-se que o capital total à disposição da empresa é o Passivo mais o
PL.

8. VISÃO FINANCEIRA PATRIMONIAL


Após os esclarecimentos do item anterior é possível expor a visão financeira da
empresa revelada pelo Balanço Patrimonial. Essa visão mostra a composição dos
recursos administrados pela empresa.

De acordo com a visão supracitada o Ativo representa todas as aplicações de recursos


feitos pela empresa e o Passivo representa todas as origens de tais recursos. As
origens que figuram no Passivo têm duas origens: recursos próprios e recursos de
terceiros. Vale dizer que esses recursos correspondem ao capital próprio e o de
terceiro supracitados.