You are on page 1of 9

Escola Estadual Frei

Leopoldo de Castelnuovo
Boa convivência e bom funcionamento
Se a escola fosse uma orquestra...
Se a escola fosse uma orquestra, seria possível ouvir-se a sinfonia da
compreensão humana?
Como haver sinfonia se cada músico está com seu instrumento em um tom?
Onde está o autor da sinfonia? Ou será que a orquestra é que não quer tocá-
la?
A orquestra está desafinada.
E o maestro? Deve ser responsabilizado pelo insucesso?
E os ouvintes, por que não gritam?
Estão mudos?
Não; não sabem gritar.
Gritam , às vezes, buscando em outro músico o fracasso advindo do tom
desafinado que emitem.
Se a escola fosse uma orquestra...
E você? Também é músico nesta orquestra?
A escola nunca será orquestra, se cada músico não se afinar. Os músicos
devem interpretar a partitura da compreensão humana, para atender a cada
ouvinte na sua individualidade.
Não basta simplesmente tocar.
A harmonia entre os músicos e os ouvintes é a compreensão, o respeito, a
doação, o “assumir”, é a responsabilidade, o envolvimento com o trabalho.
Reaja diante da música. Se um tom soa-lhe desafinado, pare!
O ponto de espera é calmo e longo; com sua ajuda virá outra música.
Com certeza será o início de uma verdadeira orquestra onde todos possam
entoar a música da Paz, da Harmonia, da Colaboração, do Respeito Mútuo.
Agora vamos falar dos instrumentos
da nossa orquestra?
Celular
• O uso do celular é restrito às áreas externas: tanto alunos como
professores não devem usar celular em sala de aula;
• Para uso pedagógico e pesquisas rápidas o uso pode ser autorizado
desde que haja extrema necessidade;
• O uso não autorizado deve ter encaminhamento imediato à direção;
• O celular pode ser ferramenta pedagógica, mas deverá ser
previamente acordado com a supervisão pedagógica;
• O professor não poderá fazer “vista grossa” e permitir o uso para que
haja sincronia nas decisões
Domínio de sala
• Todo bom professor deve ser o maestro da sala de aula;
• O quadro estava limpo entregue-o limpo ao sair, se não o estiver, faça a
gentileza de deixá-lo como gesto de boa maneira;
• A organização das carteiras é fundamental para o aprendizado, pois a
escola é referência de ordem para os alunos;
• Respeitem os mapeamentos de sala quando acordados pelo corpo
docente;
• A limpeza e conservação do patrimônio público é dever de todo servidor
público em tempo total de seu exercício;
• As aulas têm duração de 50 minutos de aula, não violem a carga horária do
aluno, assim como todo bom espetáculo, o tempo é precioso.
Módulos e roteiros de aula
• Nenhum músico toca sem conhecer a música na partitura e o andamento
do conjunto;
• Os módulos com as supervisoras serão quinzenais;
• O não cumprimento ocasionará falta-módulo referente à duas semanas;
• É durante os módulos que os professores solicitam listas de chamadas,
correção de notas, nomes de alunos, etc.;
• As chamadas devem ser atualizadas e apresentadas aos supervisores nos
módulos;
• Os roteiros são finalizados sempre no início do mês (primeira semana), não
podemos trabalhar com improvisos numa boa orquestra;
• Avaliações, trabalhos e atividades a serem fotocopiadas deverão ser
entregues 3 dias úteis antes da data de execução;
Mudanças no andamento
• Os ASBs darão apoio à direção, podendo fazer chamada dos alunos durante
a aula, controle de fluxo e solicitação de presença;
• Os ATBs não atenderão diretamente aos professores, qualquer solicitação
deve ser passada aos supervisores durante os módulos;
• As advertências escritas aos alunos deverão ser preenchidas pelo professor
no ato do encaminhamento do aluno, podendo pedir ajuda a inspetores de
alunos;
• Teremos a partir desse ano um padrão para avaliação (cabeçalho e
formatação), visando economia de papel e tinta;
• O portão está temporariamente no manual, ATENÇÃO para não ficar
aberto;
• A tabela de carga horária dos módulos semanais estão na folha de ponto e
deverão ser registrados corretamente.
Encerramento
Como todo bom espetáculo, o encerramento dependerá da boa
condução do maestro, da boa execução dos músicos e da eficiência no
desenvolvimento do trabalho de todos.
Vamos ser bons maestros, executar nossa música e sermos o melhor
possível naquilo que fazemos.
Juntos somos mais fortes!

“Educar para uma existência de participação consciente”