You are on page 1of 18
Franae” ANOI - Ne 12 — UM JORNAL ‘EM CRONISTA SOCIAL - NOVEMBRO -1978 8 4,00 AMEAGAS. A cada edig&o do nowso Jornal, novas e infrutiferas ameivas surgem contra o trabalho sério ces tes estudantes — jornalistas que fa zem 0 INOVAGKO, 0 que nao nos rete medo - e isto os ameagadores j& 4 e& bem. Por outro lado: sdo miitas as na nifestagdes de solidariedade que aos. sa equipe vem recebendo. Nesta edi- gdo - den? 12- conseguimos mgis! dois colaboradores de peso e medi Trata-se de Elmar Rodrigues ¢ Paul! de Athayde Couto. Bsperamos conta ! com a colaboragdo dos leitores e ad miradores confesso deste jornalzinio NESTA EDIGAO Literatura ~ Artigos - Crénic: CANTINHO DOS POBTAS Taformes - lances = Opinidus ‘Politica local - Nacional ~ Estadual AGS PARNATBA ~ PrIAUL _ NASCHU. "0 BATISTAO" Parnaiba acaba de ser benefi. da com mais um ponto turistico , gagas a ilustres autoridades e quom devenos agradecer. Quem mora nos ediffcios que ciroundam a ex-Praga da Graga sabe da importancia que aquilo represen— ta para‘o turismo interno, dada a yrooure de populares que das seca-! as dos ediffcios buscam saber “0 que existe dentro do ““nuro. da. vorgo. sha", Levados também pela. curiosida, ag fonos averiguar a tio apreciada’ stragdo. B para’ surprésa nossa cons +atamos que realmente o espetdculo' era digno do sucesso que estava fa, sendo, Néo restou absolutamente na~ da da .praga. .80 existe a areia, co mo se desejassem preparar 0 solo pa ra um plantio de feij&o ¢ milho no proximo inverno.Dai ‘elguém teve a widéia genial “de arrisoar um prognés tico: - "Sabem o que vao construir! aqui? Um Est&dio. E sabom o nome ¢ que iré recober?.0 Batist&o, numa ' Justa homenagem ao. responsivel pe’ Ja idéia da obra". Raciocinio mais 1égico que este por certo nio cxis- te. . Buy INovAagho ANO I - Parna:ba (Pi.), novembro/1978 - Ne 12 PUNDADO A 15 DE JANEIRO DE 1978 FUNDADORES Reginaldo Forreira da Costa Francisco José Ribeiro REDAGAO Olavo Rebelo © Reginald» Costa CORRESPONDEITES TERESINA: José C. da Rocha FORTALEZA: Ma. do FSlinv. BRAS{LIA: Marialve Dalicgran lia M. H. is Costa COLABORADORES Boon. Francisco de Canindé Correia, Dr. dindido Athay de, Roberto Machado Brito, Bandlia Fontenele, Fernan~ do Ferraz, Padua Santos, Ba lula, Bartolomeu, Bernardo Silva, Paulo de Athayde ' Couto, Elmar Rodrigues, Ana Alice, Ayrton José Alves da Silva, A. Menezes, Lu ciano o Martins. INOVACKO @ un Yorna) de circulagdo quinzenal, mimeografado, Orgao do Movimento Social e Cultural Inovagdo. is matérids assinadas sao da responsabi.lidade ios:autores discriminados. 0 MSCI ~ Movimento social © Cultural Inovagiio foi oficializado nc "DIARIO OFICIAL" de = 9 do outubro «ic 1978 Gr$ 2,00 (quatro cruseiros). Foi com muita satisfagio qua chegou 2s minhas mios um exemplir do "Tnovagaio". Espero que os homens de ben. des ta terra, reconhegam um dia o verde deiro objetivo do mosmo, o diarte d:3 fatos, parabenizo toda a oquip., yor +80 relevante trabalho para cor. a nosso queytd= Parnaiba, Onofre Brasil Gurjao Joao Pessoa ~ PB INOVAGKO CARTAS ++» gostei bantante desta mais re- cente edig&o (1la.) do "Inovagio" Muito boas matérias e principalmen- te "O Muro da Vergonha", Célia Maria H. da Coste CORRESPONDENTE Brasilia - DF. «NO I= Ne 12 2 | pamentam o. nosso PERDIDOS NO ESPACO Os mal cheiro~ ' sos inimigos (gratui-' tos) do Inovagao per dem as estribeiras a ' cada nova edigao de: te jornal. 0 motivo bem simples: de vaidade, medo excesso da verdade, insensatez @ remorso pelos desman-' dos e baboseires por eles praticados: ® bloco dos"meda lhdes" que nos conte tam 6 composto .por gon gérices figures que or belo quadzg.social. Dentre! pro, ‘letérios/burgueses, os "indef inidos” pe netras sugadores (leia l.elee..se encontram e os -se parasitas) que vi vem procurando um acos, tamento em frondosos ' galhos. - —p Eles nos ameagam ) através de recadinhos, | do cartinhas, e de \ toatravés do Rddio. @ gente civilizadas dig assim, inovacho Ce Berrardo Silvasssecseereee 8 A Il.sdo de Brasileiro ca Pauio de Athayde Coutows...+. 9 Jovers:Poetas Parnaibanos ce Reginaldo Ferreira da Costa., lite . ey secoes Cantinho dos Poetasieess.erreeeeeree 14 LANCES. + eseeeeee pea 16 Dertes...--cssefesecseceusgéeneceses 2 Informes... Bree eLo eee 0 ~ ——— Pensam eles nos amedrontar ameagas fofas advindas de pessoas que, sabemos bem, sao dignas compaixao, porque nao tem o menor jser sac. resquicio, do moral e nem idoncive de de. pelo”menos conviver em min’ /ficil, porque nao dizer impossivel im querendo se fazer.n' de vitimas, tentando joger a nidade inteira contra nés, sin- ANO I - fig 12 Novemb~o, 1978 ee : nesta edicdo EDITORIAL OPOSIGAO .CIMUNISTA? seceeeeererecereee F ARTIGOS Pord: dos ne ESpagGo sereeeeecererreeees 3 Chori Solidario ce. Fernando Ferraz... 4 Anistia jé C2 RL Ms BEEbOs ee eeeseeearare Imati cidade Politica é com} plesmente porque nos comarometemos \-em falar a verdade a um povo \tem sede de justiga, que precisa’! iado com @ realidade dos fa que de Itos. € para nés é tarefa muito, di nas, Me: no calar diante deste clamor coletivo £ oles, do lado de 14, através do seu porta-voz “poderoso ¢ social", i (continua na pagina 15)