You are on page 1of 14

ESTRESSE – ANTÍDOTO DE DEUS PARA ANSIEDADE PARTE 1

Mateus 6.25-32 – (25) Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis
de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que
o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? (26) Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem,
nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito
mais do que as aves? (27) Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso
da sua vida? {ao curso da sua vida; ou à estatura} (28) E por que andais ansiosos quanto ao
vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. (29) Eu,
contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. (30) Ora,
se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a
vós outros, homens de pequena fé? (31) Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que
beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? (32) Porque os gentios é que procuram todas estas coisas;
pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas;
Salmo 23 – O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará. (2) Ele me faz repousar em pastos
verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; (3) refrigera-me a alma. Guia-me pelas
veredas da justiça por amor do seu nome. (4) Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não
temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam. (5) Preparas-
me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice
transborda. (6) Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e
habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre.
Introdução: Este salmo é o salmo do grande pastor que cuida de sua ovelha e as prepara para o
ministério. Esse salmo concentra-se naquilo que Jesus faz por nós todos os dias da nossa vida. No
salmo 22 Davi comparou o inimigo a animais astutos e fortes (Salmo 22.12-16,21), enquanto neste
salmo, retratam o povo de Deus como ovelhas dependentes da ajuda, orientação e cuidados do pastor.
Neste salmo Davi explica que, se seguirmos ao Senhor e confiarmos nele, ele suprirá todas as nossas
necessidades, quaisquer que sejam as circunstâncias.
É quase unanimidade que O Salmo 23 seja um dos Salmos mais querido da Bíblia; alguém disse certa
vez: É uma autêntica fotografia de Deus. Neste Salmo vamos considerar uma dos maiores fontes
de estresse, a ansiedade e seu antídoto. O meu objetivo nesta mensagem é que, quando chegarmos ao
fim, tenhamos uma descrição realista de Deus e saibamos o quanto Ele realmente nos ama, e
quanto que a nossa vida importa pra Ele. Quanto mais conhecermos a Deus, mais facilidade teremos
para confiar nEle.
Importante!
Ansiedade é algo problemático por três razões: “ela é”:
1. Improdutiva;
2. Prejudica o raciocínio e
3. Prejudicial.
1. A ansiedade é improdutiva:
a) Porque nunca produz, ou seja, nunca resolve coisa alguma.
b) É como se movimentar, mas sem sair do lugar.
c) É como acelerar o motor do carro com o câmbio em ponto morto. Você faz bastante barulho, mas
não vai a lugar algum.
Obs. Ansiedade não pode alterar coisa alguma do nosso passado. Ansiedade não pode controlar
o nosso futuro; ela serve apenas para tornar o nosso presente problemático.
2. Ela prejudica o raciocínio.
Ela amplifica seus problemas, tornando colinas em montanhas.
Ela simplesmente faz com que os problemas pareçam cada vez maiores.
O mais que você pensa a respeito de uma dificuldade, maior ela fica.
Obs. Preocupar-se sobre algo que você não tem controle é inútil. Preocupar-se sobre algo que
você tem controle é estupidez.. Faça o que precisa ser feito e pronto. Em ambos os casos, não fiquem
ansiosos!
3. Ela é prejudicial.
O organismo humano não foi feito para ficar ansioso; é contrário à sua natureza.
Quando ficamos ansiosos podemos contrair úlceras, ficar com dor nas costas, dor
de cabeça, insônia.
Não fomos criados para cultivar ansiedade.
Obs. (1) Em Inglês arcaico, a palavra usada para ansiedade era “estrangular” ou “sufocar.” É isso o
que a ansiedade faz; ela estrangula, sufoca a nossa vida. Mas Deus não quer isso para nós.
Obs. (2) “Ninguém é ansioso de nascença; é algo que se aprende. É necessário prática para se ficar
bom nisso! A boa notícia é que se ansiedade é algo que se aprende então ela pode ser desaprendida”.
A grande pergunta!
QUAL É O ANTÍDOTO PARA A ANSIEDADE?
I – CONFIAR QUE DEUS VAI CUIDAR DE MIM (v.1) O que os pastores fazem em relação às
ovelhas é o seguinte:
1. O pastor supre as necessidades. Provê alimentação, abrigo; as necessidades básicas da ovelha
2. O pastor protege. Ele defende contra inimigos e perigos.
3. O pastor guia. Ele mostra o caminho quando a ovelha está confusa, sem saber pra aonde ir.
4. O pastor corrige. Qualquer dificuldade ou problema que aparece, ele corrige.
Ler:
Como pastor apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os
Is 40.11
cordeirinhos, e os levará no seu regaço; as que amamentam guiará suavemente.

O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em


Fp 4.19
glória, por Cristo Jesus.
II – RECEBER JESUS COMO MEU SENHOR.
1. O Senhor não pode ser o seu Pastor, enquanto o Pastor não for o seu Senhor.
2. Senhor significa estar no controle, aquele que está no comando.
3. Jesus é o nosso senhor quando: Conhecemos, ouvimos e seguimos. (Jo 10.14,27) – (14) Eu sou o
bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido. (27) As minhas ovelhas
ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;
4. Jesus é o nosso senhor quando reconhecemos o seu senhorio na prática.
– A ansiedade, em essência, é o medo de não estarmos no comando da situação.
– Existem duas opções: ou estamos no controle da nossa vida ou colocamos nas mãos de Deus o
controle. Deus não aceita ser o co-piloto.
– A maior parte de tudo o que acontece em nossa vida está fora do nosso controle.
III – COLOCAR TODA A VIDA DIANTE DE DEUS (I Pe 5.7) Lançando sobre ele toda a vossa
ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.
1. Fale com Deus a respeito de tudo que lhe causa ansiedade. Simplesmente converse com Deus.
2. A ansiedade não muda coisa alguma; a oração muda. (Fp 4.6) – Não estejais inquietos por coisa
alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica,
com ação de graças.
3. Ore por tudo. Se for suficiente para produzir ansiedade, então é suficiente para ser apresentado em
oração.
IV – VIVER UM DIA DE CADA VEZ.
1- Concentre-se em viver um dia de cada vez. (Mt 6.34) – Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã,
porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.
2- Quando ficamos ansiosos não alteramos coisa alguma a respeito do que já passou.
3- Não podemos controlar o que vai acontecer no futuro.
4- Simplesmente estamos estragando o nosso presente. (o pão nosso… Mateus 6.11)
Obs. O antídoto para ansiedade é uma questão de escolha diária, às vezes, hora após hora, momento
após momento, em que dizemos “Eu creio que o Senhor é o meu Pastor” ou “Eu sou o meu próprio
senhor!”
Conclusão: O que é que deixa você ansioso? O que é que tira você do sério, que leva você a indagar
“Será que algum dia as coisas vão dar certo?” O que é que, quando lhe vem à mente, provoca um
“frio” no estômago?
Eu não sei o que possa ser, mas não importa. Deus sabe. Deus sabe exatamente tudo o que se passa
com você. “O seu Pai Celestial já sabe perfeitamente (Mateus 6.32,33)”. Você precisa de um Pastor
– alguém que supre necessidades, protege, dá direção e corrige. Nós precisamos do Senhor como
nosso pastor.
ESTRESSE – ANTÍDOTO DE DEUS PARA ANSIEDADE PARTE 2
(Mt 6.25-32)
Introdução: A medicina moderna tem experimentado um avanço muito grande no tratamento de
doenças que à muitos séculos afligiam a humanidade tais como: lepra, peste bubônica, tuberculose e
varíola, entre outras. Mas quase nenhum progresso foi conquistado no que se diz respeito aos “males
do coração” – solidão, ira, culpa, depressão, mágoa, medo, ansiedade, complexo de inferioridade,
decepção, angústia, rejeição. Houve muita mudança na tecnologia e até mesmo no comportamento,
mas os conflitos emocionais e as carências interiores do ser humano continuam tendo solução
observando a poderosa palavra de Deus.
“A saúde da alma é parte da provisão espiritual de Deus para seus filhos”.
Observações importantíssimas:
I – Basta estar vivo para ter ansiedade.
“Vemos na bíblia homens de Deus que passaram por profunda experiência de ansiedade, angústia e
desânimo”. Homens como:
a) Moisés – Números 11.15 – desejou morrer)
b) Elias – 1Rs 19.4 – desejou morrer)
c) Jonas – Jonas 4.3 – desejou morrer)
d) Jeremias – desejou nunca ter nascido – Jr 20.14,17,18)
e) Paulo – 2 Coríntios 1.8 – exemplo de perseverança quase entregou os pontos.
“ Como eles conseguiram sair dessas situações de crise?”
Resposta: eles receberam uma palavra vinda do céu. Oraram, choraram, buscaram. O Senhor
atendeu, falou-lhes ao coração, reerguendo-os.
O que temos que fazer para também ser vitorioso como eles foram?
1. Conhecer a vontade de Deus para nós (Jeremias 29.11).
2. Observar que existe um grande contraste entre a vida que levamos e a vida que Deus gostaria que
levássemos. Exemplo: (Jo 5.1,6-9) – 38 anos enfermo.
3. Não deixar que o estresse do dia a dia nos domine pois o mesmo tem levado muita a gente a perder
a benção de Deus.
Relembrando: O que é estresse?
Algumas definições:
 O estresse é qualquer situação da vida que nos incomoda, irrita ou nos aborrece de maneira crônica.
 É qualquer tipo de ação que nos impõe exigências conflitantes ou opressivas ao nosso corpo. “Essas
exigências descontrolam o equilíbrio do nosso organismo liberando uma alta dose de
adrenalina (hormônio produzido pelas glândulas supra-renais) como defesa “luta ou fuga”.
 Sintomas: sonhar acordado ou fantasiar uma situação para se livrar de tudo por muitas vezes ao dia;
dificuldade de tomar decisões; dificuldade de concentração; preocupação em demasia com qualquer
acontecimento ou problema e outros.
4. Os males da ansiedade:
 Taquicardia; respiração muito curta ou rápida; tremores; suor; tensão muscular; secura na voz;
podendo chegar ao desmaio. Mudanças no corpo tais como: pressão arterial elevada; mudança de
pele; pequenas paralisias e fortes dores na cabeça.
5. A cura (Palavra de Deus) {Fl 4.6-7; rm 8.38,39}
Jesus disse: não andeis ansiosos. Andar neste caso significa (viver em determinado estado) e ânsia
significa (perturbação de espírito causada pela incerteza, ou pelo receio).
“Deus definitivamente não quer isso para nós”.
ESTRESSE – O ANTÍDOTO DE DEUS PARA INQUIETUDE
Introdução: “Não adianta trabalhar demais para ganhar o pão, levantando cedo e deitando tarde, pois
é Deus quem dá sustento aos que Ele ama, mesmo quando estão dormindo”. (Salmo 127.2)
“O trabalho do tolo o deixa tão exausto que ele nem consegue achar o caminho de casa. ” (Eclesiastes
10:15)
O modo como Deus nos aquieta
” Ele me faz repousar em pastos verdejantes e me leva a águas tranquilas.” (Salmo 23.2)
Teste para saber se você é um escravo do seu trabalho:
1. Você dá a impressão de estar sempre com pressa?
2. A sua lista de “Coisas para fazer” é impraticavelmente longa?
3. Você usa os seus dias de folga para tentar compensar o serviço atrasado?
4. É comum pessoas pedirem para você diminuir o ritmo?
5. Você tem sentimento de culpa quando está simplesmente descansando?
6. Você precisa ficar doente para se convencer a tirar um dia de folga?
Obs. Deus quer que você desfrute de uma vida completa e equilibrada. Deus não espera que
você esteja trabalhando o tempo todo. Se você realmente entregar sua vida a Jesus Cristo,
provavelmente, Ele vai cortar algumas atividades para diminuir o seu ritmo de vida.
Como eu posso me tornar uma pessoa menos inquieta?
I – RECONHECENDO O MEU VALOR
1 – Nós confundimos o que fazemos com o que somos.
2 – Nós pensamos que valor pessoal é resultado da profissão que nós temos.
3 – O real motivo de você trabalhar excessivamente é o seu jeito de dizer “Eu vou mostrar para eles!
”.
4 – O antídoto (Ler Tiago 1.18) – Você não precisa provar o seu valor.
II – ENCONTRAR CONTENTAMENTO NO QUE JÁ TENHO
1 – Eclesiastes 3.13 “Todos nós devemos comer e beber, e aproveitar bem aquilo que ganhamos com
o nosso trabalho. Isso é um presente de Deus.”
2 – As vezes estamos tão obstinado em querer produzir, que não desfrutamos do que nós já temos.
Certamente.
3 – Tem pessoas que possuem casas monumentais, mas não desfrutam delas porque nunca estão em
casa.
Obs. Acabamos sendo contagiados por uma síndrome: O desejo de adquirir, possuir. Um vizinho
compra tal coisa, então nós também queremos comprar. Alguém sobe na vida, então nós também
queremos subir.
Acabamos comprando coisas de que não precisamos, com dinheiro que não temos disponível, só para
impressionar pessoas com quem não temos sequer afinidade. Queremos comprar mais e mais e
acabamos ficando estressados financeiramente. (Ler Eclesiastes 4.6)
III – LIMITAR MINHAS ATIVIDADES.
1 – Precisamos tomar uma decisão consciente de reservar tempo para fazer outras coisas além de
trabalhar.
2- Precisamos decidir quantas horas realmente preciso passar trabalhando e não abrir mão do que
sobra.
3 – Precisamos, regularmente, planejar momentos de comunhão pessoal com Deus, com a minha
família – estes são elementos tão importantes quanto meu trabalho.
Ilustração: falar com o pastor no dia da sua folga. (Ler. 20.9-10); (Mc 2.27)
4- A importância da folga:
a) Revigorar meu físico. Ou ele buscará descanso nem que seja no hospital
b) Recarregar minhas emoções. Você precisa de recreação
c) Focalizar meu espírito. Você precisa passar momentos em comunhão com Deus diariamente.
IV – AJUSTAR MEUS VALORES
1 – Existem outras coisas mais importantes do que acumular coisas.
2 – Marcos 8.36 “Que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma”.
3 – Será que nossos filhos estão recebendo a educação de que precisam
V – TROCAR AS PRESSÕES PELA PAZ DE DEUS
Isso mexe com a raiz do nosso estresse. Há três tipos de fatiga:
Existe a fatiga física – músculos cansados. Isso pode ser facilmente tratado.
Existe a fatiga emocional – emoções exaustas, sentimentos desgastados.
Existe a fatiga espiritual – sequidão de espírito. Este é o tipo mais profundo.
Importante!!
1 – “Férias não resolvem os dois últimos tipos de fatiga. É necessário um relacionamento com Deus.
Significa reajustar nossos valores e substituir aquilo que nos pressiona pela paz de Deus.
2 – Criança pequena não gosta de deitar e descansar. Resistência ao descanso é uma marca de
imaturidade.
3 – Ovelhas não gostam de deitar, de descansar. No Salmo 23.2 lemos “Ele me faz repousar. ”
4- Nós necessitamos de um relacionamento real com Cristo para estabelecer o rítmo correto da sua
vida.
Conclusão: Você precisa de alguém que estabeleça o rítmo da sua vida, para que você não ande muito
depressa ou muito devagar. A única pessoa que pode fazer isso, que conhece você por dentro e por
fóra – melhor do que você mesmo – é Jesus Cristo. Você precisa de um relacionamento pessoal com
Ele, e assim poder trocar as pressões da vida por sua paz. (Mateus 11.28)
Viver para Deus não é somente o único modo correta de se viver, é também o mais sadio, completo,
equilibrado e tranqüilo.
ESTRESSE – ANTÍDOTO DE DEUS PARA EMOÇÕES DANIFICADAS
Introdução: Estamos continuando nossa série de estudos no Salmo 23. Hoje vamos considerar o
antídoto de Deus para Emoções Danificadas. “Refrigera-me a alma. ” (Salmo 23.3). Esta é uma boa
notícia. Periodicamente, todos nós precisamos de restauração. Muitas das vezes somos ofendidos,
magoados, traídos – a vida é dura. Estamos sujeitos a ficar desencorajados, deprimidos e
desesperados. Experimentamos canseira, fracassos, frustrações e medos. Todos nós temos algum
tipo de ferida emocional de situações passadas. Carregamos ferimentos, cicatrizes de
guerra, lixo emocional que Deus deseja eliminar da nossa vida. Ele quer restaurar a sua alma.
Como Ele faz isso? Quando lhe damos a oportunidade de fazer tres mudanças em nossa vida:
1. Remover nossa culpa
2. Aliviar nossa angústia
3. Substituir nosso ressentimento
Culpa, angústia e ressentimento são tres coisas que podem nos manter emocionalmente
desequilibrado.
I – DEIXAR DEUS REMOVER MINHA CULPA (Sl 38.4,6)
Culpa é um problema sério por duas razões:
1. Todos nós temos razão de sobra para nos sentir culpados. Todos cometemos erros.
2. Não é possível fugir da culpa. Ela está na nossa mente. (Pv 20.27)
Como a gente se liberta da culpa?
a) Podemos negá-la; fazer de conta que ela não existe. Mas não funciona. Se ainda está vivo, ele
revive.
b) Podemos minimizá-la. “Aquilo não foi nada; não foi um grande pecado.” Mas, então, porque você
ainda se lembra dela?
c) Podemos racionalizar sua culpa – “Todo mundo faz isso!” Em primeiro lugar, todo mundo não
faz isso.
d) Podemos jogar a culpa nos outros – Mas o fato de culpar os outros não torna você isento de
responsabilidade.
Perguntas frequentes:
 O sentimento de culpa pode fazer a gente ficar doente? Sem dúvida.
 O sentimento de culpa pode causar depressão? Certamente.
 O sentimento de culpa pode nos levar a fracassar? Com certeza
Importante! Só existe uma maneira para livrar-se da culpa. Colocando-a nas mãos de Deus. (Ro
3.23,24)
3. Não existe outra maneira. Nenhum psicólogo pode remover a sua culpa; eles não têm o poder
para perdoar.
4. O que importa não é o que nós temos feito, mas sim o que Jesus Cristo já fez por nós.
5. Mas se você já pediu o perdão de Deus muitas vezes e ainda sente culpa, isso significa que você
ainda não entendeu o modo como Deus perdoa; imediato, gratuito, completo, incondicional.
6. Se você continua pedindo perdão por algo que você já pediu perdão, você está dizendo que não
acredita que Ele lhe perdoou na primeira vez – isto é um pecado.
7. Se você se sente culpado por um pecado que você já confessou a Deus, e ainda tem um
sentimento de culpa a respeito, essa culpa não vem de Deus, mas do diabo.
8. Antes de você cometer um pecado, Satanás minimiza o pecado – “ Isso não é nada! ” Depois que
você comete o pecado, ele diz: ”Esse pecado é tão grande que Deus nunca poderia lhe perdoar! ”
Como é que Deus perdoa? Colossenses 2.13-14 – (13) E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e
na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas,
(14) havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira
nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.
Obs. Depois que você paga uma conta, você não se preocupa mais com ela
II – DEIXAR DEUS ALIVIAR MINHAS MÁGOAS
1. Nem tudo o que fere a nossa vida é algo que nós mesmos fazemos. Às vezes eu sofro por causa de
coisas que são feitas contra mim.
2. Nestes momentos você pode dar a Jesus a oportunidade de restaurar a sua alma. (Salmo 31.9-10) –
Davi.
3. Às vezes nós sofremos por causa da estupidez dos nossos próprios atos. Fazemos tolices e cometemos
erros sérios, e nos metemos em tudo quanto é tipo de confusão. Isso nos deixa angustiados.
Em 2 Samuel 12, Davi nos dá algumas dicas sobre como lidar com a angústia.
O que Davi fez com a sua angústia? Ele fez tres coisas:
1. Aceite o que não pode ser mudado. (2 Sm 12.22-23)
“Mas, por mais que você queira se lamentar, nada pode alterar o que aconteceu no passado”.
2. Entregue aos cuidados de Deus. (2 Samuel 12.20) – adorou (Sl 37.5)
3. Focalize no que ficou e não no que se foi. (2 Samuel 12.24) – consolou a sua mulher
Isaías 61.3 – A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo
em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores
de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado.
III – DEIXAR DEUS SUBSTITUIR MEUS RESSENTIMENTOS
1. Ressentimento é o resultado do que outras pessoas fazem contra mim.
2. Culpa é o resultado do eu faço contra as pessoas.
3. Mas, o modo como tratamos o ressentimento determina se crescemos ou encolhemos. A escolha é
nossa. (Hebreus 12.14,15)
4. Toda vez que você reprisa o ressentimento, você é magoado novamente.
5. A pessoa já pode ter morrido, mas ela continua magoando você, lá do cemitério.
6. Não temos nada a ganhar ficando ressentido. Pelo contrário, ficamos é ferido. Ler (Romanos 12.19);
(Efésios 4.31-32).
“A amargura é cega”. Se eu permitir que a amargura entre no meu coração, ela avai me cegar.
Martin Luther King
Importante!
 Está na moda livros sobre auto-ajuda. O que as pessoas precisam é de um Pastor, de um Salvador.
 Jesus Cristo quer curar suas emoções danificadas. Ele vai restaurar sua alma se você Lhe der a
 oportunidade.
 Por que você está abatida, ó minha alma? Ponha a sua esperança em Deus.” (Salmo 42.5)
Conclusão: Jesus Cristo quer restaurar sua alma. Como que Ele faz isso? “Consagre seu coração a
Deus e estenda suas mãos para Ele … então você andará de cabeça erguida, puro, firme e sem medo.
Você esquecerá as suas desgraças, lembrando-as apenas como águas passadas. ” (Jó 11.13-16)
Jesus vai restaurar sua alma. Deixe que Ele seja o seu Pastor e seu Salvador.
ESTRESSE – RECEBENDO DIREÇÃO DE DEUS
“Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome”. (Salmo 23.3)
Introdução: Hoje vamos dar continuidade à nossa série sobre o Combate ao Estresse. Estamos
estudando o Salmo 23, verso por verso, e identificando os antídotos para as sete causas mais comuns
de estresse. Já vimos o antídoto para ansiedade, para inquietude e para emoções danificadas. Hoje
queremos tratar do antídoto para o estresse causado pela Indecisão.
A nossa vida é uma série de escolhas, de decisões. Sucesso é, basicamente, uma questão de se tomar
decisões sábias. Quando tomamos decisões erradas, nós fracassamos na vida. Nós fazemos escolhas
e elas, por sua vez, determinam nossa qualidade de vida.
Será que existe um atídoto para combater o estresse que vem do processo de se fazer escolhas? Sim.
Na quarta frase do Salmo 23, verso 3, “Ele me guia por caminhos de justiça por amor do seu nome.
” O antídoto para o estresse da indecisão é deixar Deus dirigir a nossa vida.
Ele está dizendo que vai nos guiar pelos caminhos da justiça. Isto, simplesmente, significa o caminho
certo. Literalmente. Em termos de hoje, Davi diria, ele me ajuda a andar na linha. É muito fácil a
gente pegar o caminho errado na vida. A gente, fácilmente, fica mais preocupado com as trivialidades,
valorizando o que é secundário em detrimento do que é fundamental. Deus é quem pode manter a
nossa vida andando na linha.
O que eu devo fazer para deixar Deus me dirigir pelo caminho certo?
A Bíblia diz que eu preciso fazer quatro coisas:
1. Admitir que Eu preciso de um guia.
2. Pedir COM fé.
3. Ouvir a resposta de Deus.
4. Confiar em Deus quando eu não entendo.
I – PRECISO ADMITIR QUE PRECISO DE UM GUIA
1. Ovelhas, por natureza, tendem a vaguear, a se perderem pelo caminho. (Isaías 53.6)
2. Ovelhas tem visão curta. Elas não podem enxergar muito distante. Elas precisam de um pastor, de
alguém que as guie.
3. Da mesma forma, nós somos como ovelhas não enxergamos o futuro. Precisamos da ajuda de Deus.
(Provérbios 14.12)
4. O primeiro passo é, simplesmente, admitir: “Deus, eu preciso de ajuda! ”
II – PRECISO PEDIR ORIENTAÇÃO COM FÉ. (Mt 7.7) comp. (Tg 1.5,6)
1. Deus está desejoso para nos conceder sabedoria – Ele anseia nos dar sabedoria – Ele está de prontidão
para nos dar sabedoria; Ele quer lhe dar direção na vida, mas os dois requisitos fundamentais são:
a) Pedir para a pessoa certa – Deus
b) Pedir com atitude correta – com fé
Obs. Devemos pedir e em seguida esperar com fé a orientação de Deus.
O que é sabedoria? Sabedoria é olhar para a vida sob o ponto de vista de Deus. Sabedoria é a
habilidade de tomar decisões do modo como Deus toma decisões.
III – PRECISO OUVIR A RESPOSTA DE DEUS

1. Neste exato momento, este salão está cheio de ondas sonoras. Não podemos vê-las, mas com um
receptor apropriado pode-se captá-las e ouví-las.
2. Um rádio pode captar essas ondas porque ele foi montado com a habilidade para captar ondas sonoras.
3. Deus nos criou com capacidade para ouví-lo. É isso que nos torna seres humanos.
4. Se você não ouve a Deus então…
a) Seu receptor está desligado – você nunca estabeleceu um relacionamento com Deus
b) Você está fora de alcance – você está afastado de Deus e não pode ouví-lo
c) Você está no canal errado – você está fora de sintonia e assim não pode ouvir a Deus;
d) Deus fala a todo instante; nós é que às vezes não estamos sintonizados. “A verdade é que Deus
fala de diversas maneiras”.
Quais são os canais que Deus usa?
1. A Bíblia, professores, circunstâncias, dor. Ele não fala sempre do mesmo modo.
2. O modo primário como Deus fala é através da Bíblia. A Bíblia é o livro guia, o mapa, e se você não
a ler você vai ficar perdido. Para quem diz que não ouve a voz de Deus, eu pergunto: Você lê a
Bíblia diariamente?
3. Deus fala através de professores que ensinam a Bíblia. Quando sentimos que o ensino bíblico está
vindo diretamente para nós, naquele instante Deus está falando diretamente conosco.
4. Deus usa circunstâncias para falar conosco. Ele usa dor. Não existem ateístas, quando se está contra
a parede. Quando a vida está em jogo, todo mundo acredita em Deus. “Algumas vezes, é preciso uma
situação dolorosa para nos convencer a mudar de direção. ” (Provérbios 20.30)
IV – PRECISO CONFIAR EM DEUS MESMO QUANDO NÃO ENTENDO.
“Algumas vezes o caminho que Deus tem designado para nossa vida será difícil para a nossa lógica
de raciocínio”.
Exemplo: Quando os filhos de Israel iniciaram a marcha da libertação o primeiro obstáculo que eles
encontram foi Mar Vermelho. À esquerda e à direita eles tem uma cadeia de montanhas
intransponível. À frente está um oceano. Atrás, numa perseguição a todo vapor, o exército egípcio
havia mudado de idéia e agora vem decidido a aniquilar a todos. O que Deus vai fazer agora? O
caminho parece ter se tornado num bêco sem saída. Mas Deus sabia exatamente o que fazer. Ele os
estava preparando para a libertação. Ele não havia cometido em erro, porque Ele podia ver o que as
pessoas não podiam. Ele abriu o Mar Vermelho e eles passaram em terra seca. (Alguns anos mais
tarde, pensando no que acontecera, eles disseram: “O teu caminho passou pelas águas poderosas,
e ninguém viu as tuas pegadas. ” (Salmo 77.19) ninguém sabia daquele caminho!
Observações:
 Quem sabe você está diante de um bêco sem saída – em termos financeiros, emocionais ou de
relacionamentos pessoais
 Mas na realidade o que você está vendo não é uma parede; é uma porta. Deus pode ver um caminho
que nós não conseguimos enxergar, que não sabemos que existe.
 O caminho que você está trilhando agora pode estar escuro, desesperador, desencorajador, e você
pode estar se sentindo deprimido, pensando que não há uma saída. Simplesmente impossível.
 Mas, se você prosseguir em fé, confiando em Deus mesmo sem enxergar uma saída, Ele vai
providenciar uma.
 Quando você não consegue ver uma saída, se você continuar caminhando na direção estabelecida por
Deus, à situação ficará cada vez mais clara e cada vez mais compreensível.
Importantíssimo!
Mas, o que fazer enquanto isso? Provérbios 3.5-6 – “Confie no SENHOR de todo o seu coração e
não se apóie em seu próprio entendimento, reconheça o SENHOR em todos os seus caminhos, e ele
endireitará as suas veredas”. Não tirar conclusões sobre a direção de Deus antes de chegar no final.
Não criticar um plano inacabado. Ter paciência
“Uma boa parte do nosso estresse é desnecessária. É irrelevante. Quando você cai, faz toda a diferença
do mundo ter um guia que diz: Eu andarei com você… ainda que tropece, não cairá, pois, o SENHOR
o toma pela mão”.
Obs. Eu quero alertar você e ser honesto com você. Se você disser: “Deus, eu quero voltar ao caminho
que o Senhor planejou para mim; eu quero viver do modo como o Senhor quer que eu viva”, o
caminho da justiça não é, necessariamente, o caminho conveniente. Não é, necessariamente, o
caminho fácil. Não é, necessariamente, o caminho mais popular. Nunca será. Deus vai querer que
você ande numa direção diferente do que a maioria das pessoas anda. Não é, necessariamente, o
caminho na vida que vai lhe trazer mais sucesso financeiro. Não é o caminho em que você correrá
menos riscos.
Mas, então, por que a gente deve seguir o caminho de Deus?
“No caminho da justiça está a vida; essa é a vereda que nos preserva da morte. ” (Provérbios 12.28).
Deus está dizendo: Escolha seguir pelo meu caminho e você experimentará uma vida cheia de
significado aqui na terra e a vida eterna no céu. Escolha seguir o seu próprio caminho, o caminho que
parece ser o certo, mas que no final é caminho de morte. A escolha é sua.
ESTRESSE – O ANTÍDOTO DE DEUS PARA OS VALES DA VIDA
Como lidar com os vales da vida?
(Sl 23.4)
Introdução: Há um velho ditado árabe que diz: “Somente sol e nenhuma chuva produz um deserto”.
Se a gente nunca tivesse um dia chuvoso, nossa vida seria seca. A gente nunca teria profundidade,
maturidade. São tempos bons e tempos difíceis que nos fazem amadurecer. A vida é uma mistura de
tristezas e alegrias, vitórias e derrotas, sucessos e fracassos, montanhas e vales.
Deus está presente mesmo quando passamos por vales escuros, por nossos dias de escuridão.
“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a
tua vara e o teu cajado me protegem”. (Salmo 23.4)
Obs. Em Israel existe, literalmente, um Vale da Sombra da Morte. É um desfiladeiro íngreme,
profundo e estreito. A luz solar só atinge a sua base quando se encontra diretamente acima do vale,
ao meio dia. O restante do dia, o fundo desse vale permanece na sombra.
Na Bíblia, “vale” também é usado com referência aos tempos difíceis da nossa vida.
1. Josué menciona o Vale da Calamidade – Josué 10:12 – então Josué falou ao Senhor, no dia em que
o Senhor deu os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-
te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom.
2. O Salmo 84 menciona o Vale das Lágrimas – Salmos 84:6 – Que, passando pelo vale de Baca, faz
dele uma fonte; a chuva também enche os tanques.
3. Oséias menciona o Vale da Aflição – Oséias 2:15 – E lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor,
por porta de esperança; e ali cantará, como nos dias de sua mocidade, e como no dia em que subiu
da terra do Egito.
4. Em hebraico, o Vale da Escuridão Profunda.
Como a gente lida com os vales escuros da vida?
I. DO QUE DEVEMOS NOS LEMBRAR AO PASSARMOS POR UM VALE
1. VALES SÃO INEVITÁVEIS
a) Eles vão acontecer; conte com isso. Você ou acabou de sair de um vale, ou está passando por um
vale, ou está à caminho de um vale. (Jo 16.33)
b) A questão não é se acontecer, mas quando. Eventualmente vai acontecer. Vamos experimentar
sofrimento, tristeza, doença. Haverá tempos de frustração, fracasso, fatiga. Não seja surpreendido por
eles.
2. VALES SÃO IMPREVISÍVEIS
a) Não é possível planejá-los, agendá-los. Os vales são sempre inesperados.
b) Você já percebeu como um dia bom, pode se tornar num dia terrível? Um telefonema, uma carta,
um diagnóstico médico, um acidente. Os vales simplesmente acontecem. (Jeremias 4.20)
3. VALES SÃO IMPARCIAIS
a) Ninguém está imune contra os vales. Ninguém tem isenção de dor e sofrimento. Todo mundo tem
problemas – pessoas boas e pessoas não tão boas.
b) Problemas, provações, dificuldades, distúrbios e depressão não são uma indicação de que você é
uma pessoa má. Significa que você é um ser humano.
c) A Bíblia deixa claro que coisas acontecem para pessoas más e, outras vezes, coisas más acontecem
para pessoas boas. Os vales são imparciais. Não importa quão bom ou mau você seja. (Mt 5.45)
Obs. Aqui não é o céu ainda. As coisas não são perfeitas aqui, há problemas e dificuldades. Os vales
vão acontecer na vida – para pessoas boas, cristãos. Desastres e tragédias acontecem para todos nós.
4. VALES SÃO TEMPORÁRIOS
a) Eles têm duração limitada. Não são um lugar de permanência. Davi diz: “Ainda que eu .. É um
lugar de passagem.
b) Apesar de que, quando estamos no meio da situação, tenhamos a impressão de que não vai passar
nunca, vales são temporários. São como um túnel, com início e fim. (1Pe 1.6); (2 Co 4.17)
c) Vales temporários podem produzir benefícios eternos, se reagirmos corretamente.
5. VALES NÃO SÃO ACIDENTAIS
a) Deus tem um propósito em mente ao nos conduzir por vales. (Ec 3.1) (1Pe 1.6-7
b) Para que fique comprovado que a fé que vocês tem é genuína (1Pe 1.6,7
c) Gostamos de chegar no topo da montanha, mas não é lá que a nossa fé é construída. São nos vales
que ela ganha substância. Quando tudo está indo bem, a gente não “precisa” realmente de Deus.
d) A fé é fortalecida nos vales. Não nas horas em que tudo vai bem, mas nos vales.
II. O QUE FAZER DURANTE A PASSAGEM PELO VALE ESCURO?
Davi disse: “Não terei medo de mal algum porque Tu estás comigo; tua vara e teu cajado me
consolam. ”
1. RECUSAR O DESÂNIMO
a) Recuse-se a ficar desanimado. Não é possível rodear o vale. Não é possível passar por debaixo ou
por cima do vale. Só podemos passar pelo vale.
b) Ficar desanimado é um direito nosso, enfrentar o desânimo é um dever, entregar-se ao desânimo é
pecado.
c) Como fazer a escolha para não desanimar? Focalizando no poder de Deus e não no problema.
(Colossenses 1.10-12)
2. TER A CONSCIÊNCIA DA COMPANHIA DE DEUS.
a) Davi afirmou: “Porque Tu estás comigo. Tu estás comigo a cada momento”. (Is 43.2)
b) A partir do verso 4, do Salmo 23, há uma mudança estratégica de linguagem. Até então, todos os
pronomes pessoais estão na terceira pessoa do singular – Davi estava falando a respeito de Deus. Mas
quando chega no vale, ele muda para a segunda pessoa. Agora ele não está mais falando a respeito
de Deus, mas, sim, com Deus. “Tu estás comigo. Tua vara e teu cajado me consolam”.
c) São os vales da vida que nos colocam face-a-face com Deus. De repente, o que é superficial se
torna íntimo.
d) Quando estamos passando por um vale, não queremos falar sobre Deus; queremos falar com Deus.
3. CONFIAR NA PROTEÇÃO E DIREÇÃO DE DEUS
a) Davi relembra a si mesmo que a vara e o cajado de Deus lhe traz conforto.
b) Vara e cajado eram as duas ferramentas básicas que um pastor usava para proteger e guiar as
ovelhas.
Obs.
– Uma vara tinha perto de 1 metro de comprimento, com uma saliência acentuada em uma das
extremidades. Para contra-atacar qualquer ameaça. A vara de Deus nos dará proteção.
– O cajado era um bastão, arredondado, longo, com um tipo de argola semi-aberta na extremidade.
O pastor usa o cajado para guiar e confortar. Ele usa o cajado para trazer a ovelha para perto de si;
para levantar uma ovelha que cai.
Conclusão: Três coisas importantes a respeito das sombras:
1. As sombras são sempre maiores do que a realidade.
2. As sombras não podem nos ferir. Elas podem nos amedrontar, mas não podem nos ferir.
3. Sombras não podem existir se não houver uma luz em algum lugar.
 Quando você sentir medo, não olhe para a sombra. Vire para a direção oposta e olhe para a luz e a
sombra cairá atrás de você. Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo”. (Jo 8.12) comp. (Sl 34.19)
 A diferença para o cristão não é a ausência do vale, mas a presença do Pastor. Deus está conosco.
ESTRESSE – O ANTÍDOTO DE DEUS PARA AMARGURA
(Salmo 23.5)
Introdução: O fato de vivermos em um mundo imperfeito garante a ocorrência de dor e sofrimento
em nossa vida. Podendo vir através de acidentes, de doenças. Mas as dores mais profundas que
experimentaremos vem através de pessoas. Relacionamentos pessoais são a maior fonte de estresse
em nossas vidas. Eles também são a maior benção e a maior alegria. O fato é que pessoas nos ferem,
algumas vezes propositadamente, intencionalmente; outras vezes acidentalmente.
O que agrava a situação é que, comumente, nossa reação diante dessas ofensas é errada.
I – O QUE NÃO FAZER COM A AMARGURA
1. IGNORAR (Fazer de conta que não está doendo). (Salmo 39.2 – 3) “Enquanto me calei resignado,
e me contive inutilmente, minha angústia aumentou. Meu coração ardia-me no peito e, enquanto eu
meditava, o fogo aumentava. ”
Quando ferimentos infeccionados não são tratados imediatamente, eles se alastram.
2. FUGIR
Salmo 55.6 – fugir não elimina os problemas; eles continuam a existir.
3. ENCOBRIR
Não contam para ninguém mais. Essas pessoas passam a usar máscaras. Encobrir mágoa, só serve
para intensificá-la. Ler (Tiago 5.16).
Obs. Todo mundo tem algum tipo de sofrimento. A intensidade e causa podem ser diferentes, mas
todos nós sofremos de alguma forma. Você não é o único no mundo. Não é ignorando, fugindo ou
encobrindo que se alcança a cura.
4. ANGUSTIAR-SE
Angústia é uma tentativa de se controlar o que é incontrolável. Quando você tenta controlar algo
sobre o que você não tem controle, você passa a se sentir ansioso, angustiado. Ansiedade é o resultado
de você querer ocupar a função de Deus.
5. RESSENTIR-SE
Ressentimento é algo inútil. Mas, é isso que sentimos quando nos sentimos ofendidos. Sentimos ira,
amargura e cinismo; nos fechamos dentro de nós mesmos com sentimentos de auto-piedade.
Ressentimento é bem mais prejudicial do que qualquer outra ofensa que possamos sofrer.
Seja lá o que for que outras pessoas tenham praticado contra nós. Abuso sexual, rejeição, ser
molestado.Pior do que isso é a amargura. Ela é um veneno que acaba com a gente. Ela nos corrói
interiormente.
O ressentimento perpetua a nossa mágoa. Toda vez que você relembra da ofensa, o sofrimento se
prolonga. O ressentimento faz com que o passado controle o presente. Ficamos ocupado com a
ofensa, enquanto a outra pessoa está gozando a vida, sem se lembrar que ofendeu, ou seja o
ressentimento é uma atitude autodestrutiva.
Mas, então, o que é necessário para curar a nossa dor?
II. O QUE DEUS DIZ para FAZER COM A AMARGURA
Salmo 23.5 – O cenário muda do campo para um jantar. Davi usa a imagem de um banquete e nos dá
três ilustrações ou símbolos que representam três passos que precisamos dar para permitir que Deus
cure a nossa ferida.
“Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha
cabeça com óleo e fazendo o meu cálice transbordar. ”
1. DEIXE DEUS FAZER O ACERTO DE CONTAS.
Não tente se vingar. Não busque revanche. Não busque retaliação contra quem lhe ofendeu. Confie o
acerto de contas a Deus. Davi afirma “Preparas um banquete à vista dos meus inimigos. ”
Obs. As ovelhas têm vários inimigos naturais – ursos, coiotes, lobos, cobras, carrapatos … Ovelhas
são animais completamente indefesos. O único modo de estarem seguras é se alguém as proteger.
Com isso Deus está dizendo: “Deixa que Eu cuido daqueles que lhe feriram. ” Romanos 12.17-19
Quando a gente busca retaliação, o sofrimento é prolongado. O sofrimento é acentuado. O único
modo de se obter alívio é através do perdão.
Perdoar significa entregar a minha dor a Deus e deixar que Ele faça o acerto de contas.
Por que devemos perdoar?
 Fomos perdoados por Deus. Ele tem nos perdoado e espera que perdoemos as outras pessoas.
 Ressentimento acentua o nosso sofrimento.
 Precisaremos de perdão no futuro. À medida em que perdoamos seremos perdoados por Deus.
2. DEIXE DEUS ALIVIAR SUAS FERIDAS
“Unges a minha cabeça com óleo. ” (Alegria)
Obs. Os pastores derramavam óleo sobre a cabeça das ovelhas por duas razões:
1. Para aliviar e curar. Ovelhas tem verdadeiro pavor de mosquitos. No verão, eles penetram nas
narinas da ovelha e botam ovos. As pequenas larvas deixam a ovelha doida, e não há nada que ela
possa fazer pra se livrar delas. (são coisas pequenas que trazem irritação à nossa vida!) O pastor,
então, misturava óleo com sulfa e ungia a cabeça da ovelha, o que agia como repelente. Com isso o
pastor estava dizendo: “Eu me importo e vou cuidar das coisas que lhe trazem irritação. ”
2. O óleo também era usado para tratar de feridas abertas. Além de formar uma camada protetora
sobre o ferimento, tinha um efeito suavizante. Quando Davi afirma “Unges a minha cabeça com
óleo”, ele queria dizer que Deus traria a alívio para suas tristezas.
O que Deus usa para tratar das nossas feridas?
1. Deus usa a comunhão. Quando você se reune com outros membros da família de Deus, você
receberá apoio e encorajamento.
2. Deus usa a oração. Quando somos magoados, precisamos descarregar a pressão que se forma
dentro de nós. Precisamos descarregar sobre Deus. Davi, nos seus Salmos, usava de sinceridade para
com Deus a respeito do que sentia. Deus aceita a palavra sincera do coração.
3. Deus usa a adoração. Existe poder restaurador quando adoramos a Deus. Você alguma vez veio
para o culto sentindo-se deprimido e, quando a música começa, as lágrimas começam a cair? Isso é
cura emocional. Deus usa o louvor e a Palavra para edificar e trazer alívio para nossas feridas.
4. Deus usa o serviço cristão. Quando você ajuda outros que também foram magoados, você mesmo
é ajudado. Ao ajudar outros nós encontramos conforto e cura para nós mesmos.
“Aqueles que estão sofrendo por causa de um ferimento profundo precisam reconhecer duas
coisas: ”
A cura ocorre em duas fases.
 Primeira, a fase do “sossegai”. A fase da espera, da imobilização inicial.
 Depois, vem a fase da recuperação. Você precisa, gradativamente, voltar a se locomover. Existem
especialistas nessa área – os fisioterapeutas. Eles nos ajudam a restabelecer os movimentos.
Depois da cura fica a cicatriz. Quando você tem uma cicatriz, você tem uma escolha a fazer:
relembrar do sofrimento ou relembrar da cura e de quem o curou.
3. DEIXE DEUS SATISFAZER SUAS NECESSIDADES (“O meu cálice transborda). ”
Na Bíblia, um cálice trasbordante é símbolo de satisfação completa. Equivale a dizer “eu tenho tudo
de que preciso. ” Deus pode suprir todas as nossas necessidades Ele é uma fonte inesgotável. Ele
nunca levanta de mau-humor. Ele nunca deixa de cumprir suas promessas. Se você buscar a Deus, o
seu cálice vai transbordar.
Transbordar de que?
1. De esperança. (Romanos 15.13)
2. De amor (1 Tessalonicenses 3.12)
3. De alegria. (João 16.24)
Conclusão: Há um costume no Oriente Médio em relação a visitas. A primeira coisa que é oferecida
é um copo com água ou vinho. Enquanto o anfitrião mantém seu copo abastecido, significa que a sua
permanência é benvinda. Mas, no momento em que ele deixa o seu copo esvaziar, significa que o
tempo acabou. É hora de terminar a visita. Um copo trasbordanteera símbolo de que a visita poderia
ficar o quanto quisesse. Significava que aquela pessoa era especial.
Quando Deus diz que vai fazer o seu cálice transbordar, significa que sua vida importa pra Deus, que
você é especial para Ele. Se você está sofrendo pôr causa do que alguém fez contra você, Jesus está
lhe convidando para um banquete. Ele está dizendo “Eu vou preparar um banquete à vista dos seus
inimigos; eu ungirei sua cabeça com óleo e fazer seu cálice transbordar. ”
Ele vai fazer o acerto de contas final, aliviar suas feridas e satisfazer suas necessidades. Este é um
negócio que você não pode perder. É um banquete de restauração completa … de salvação.
ESTRESSE – O ANTÍDOTO DE DEUS PARA TEMOR DO FUTURO
(Salmo 23.6)
Introdução: Hoje concluiremos a série no Salmo 23, entitulada Combate ao Estresse. Vamos
considerar o Antídoto de Deus para o Temor do Futuro. Muita gente passa a vida inteira se
preocupando com o futuro. Essas pessoas nunca desfrutam do tempo presente por causa da
preocupação com o futuro. Por que? Porque não sabemos o que vai acontecer amanhã. Mesmo assim,
Davi, ao concluir este Salmo, não parece estar preocupado. (v.6) “bondade e misericórdia me
seguirão todos os dias”.
Três razões pelas quais não devemos temer o futuro:
1. Porque Deus está zelando por nós.
2. Porque a graça de Deus está trabalhando em nós.
3. Porque o céu está esperando por nós.
Obs. seja qual for a situação, Deus fará com que ela contribua para o meu próprio bem. Sempre será
ou para o meu próprio bem, ou para o bem de outras pessoas, ou para o bem do Seu reino. (Romanos
8.28)
I – DEUS ESTÁ ZELANDO POR NÓS. (Bondade) (Salmo 145.20a)
1. Deus se importa com os detalhes da sua vida. Como um pai, Ele providenciará para as suas
necessidades futuras.
2. Não sabemos o que o futuro está guardando para nós, mas conhecemos aquele que está guardando
o nosso futuro.
3. Sabemos que Deus está no controle, que Ele nos ama e quer nos ajudar. Ele está dizendo “Eu serei
como um pai e cuidarei de você. ” “Certamente, tua bondade me seguirá …”
4. É bem verdade de quando estamos no meio de uma tragédia a gente não sente que Deus é bom.
Não sentimos a Sua misericórdia. Às vezes, a gente sente que a bondade de Deus está escondida.
Somente mais tarde, quando olhamos para trás, é que podemos ver a bondade de Deus, e como Ele
estava trabalhando em favor do nosso bem.
5. Paulo foi preso em Roma, de forma ilegítima. Será que foi uma coisa boa? Não. Ele foi mantido
como prisioneiro em Roma. Enquanto esteve preso, ele escreveu alguns livros que hoje chamamos
de Novo Testamento. Bondade acompanhou seu aprisionamento. Ainda hoje recebemos os benefícios
dos sofrimentos, dores e problemas de Paulo. Isso é bondade que acompanha.
6. Deus diz que vai cuidar de nós. Como será que Ele cuida? (Salmo 91.11)
II – A GRAÇA DE DEUS ESTÁ TRABALHANDO EM NÓS (misericórdia)
O que é graça?
 Graça significa desfrutar das riquezas de Deus às custas de Jesus Cristo.
 Graça é tudo o que Deus pode fazer por nós através de Cristo.
 Graça é o fato de Deus lhe dar o que você precisa, em lugar daquilo que você merece.
E o que é misericórdia?
Misericórdia é a graça em ação. Por que precisamos de misericórdia?
 Porque nós somos imperfeitos.
 Nós tropeçamos e caímos, nos precipitamos e cometemos erros.
 Portanto, vamos continuamente precisar da bondade de Deus, da misericórdia de Deus
Obs.
1. Quando entendemos a graça e a misericórdia de Deus, então não precisaremos temer o futuro. Ler.
(Salmo 103.2-11)
2. Misericórdia significa que quando estou passando por uma dificuldade, por um vale – mesmo por
minha própria culpa – Deus está presente prá me acompanhar e ajudar. (Hebreus 4.16)
3. A gente começa a se preocupar sobre o futuro a partir do momento em que passamos especular
sobre o futuro. E “se” isso ou aquilo acontecer ou deixar de acontecer? Mas cristãos de verdade
caminham em direção ao futuro não com um sinal de interrogação, mas com um sinal de exclamação.
III. O CÉU ESTÁ ESPERANDO POR VOCÊ “… e habitarei na casa do SENHOR para sempre.

1. Deus tem uma vida cheia de significado planejada para você em que, certamente, bondade e
misericórdia o seguirão, MAS não pára por aí!
2. Davi termina o salmo dizendo: “Nós estamos à caminho do céu!” Jesus guarda o melhor para o
final. O melhor ainda está por vir! Ler (2Co 5.1)
3. Somente quem é tolo vive pela vida afora sem estar preparado para enfrentar algo que, como todos
sabem, é inevitável. Você e eu vamos morrer qualquer dia desses. Se tivermos recebido a Jesus Cristo,
iremos para o céu.
Como será no céu.
1. Tem gente que pensa que, quando chegarmos no céu, receberemos uma toga branca, uma harpa, e
ficaremos cantando, pelo resto da eternidade.
2. Tocar harpa o dia inteiro, sentado sobre uma nuvem sinceramente deve ser muito monótomo.
3. Com certeza Deus vai nos dar coisas para fazer. Veja só quanta coisa nós temos para fazer aqui na
terra, mesmo sendo um lugar imperfeito.
4. Estaremos libertos de toda dor, sofrimento, depressão e temor. (Apocalipse 21.4); (1 Pedro 1.4-6);
(1Pedro 2.11);

Conclusão:
Eu não preciso temer a pobreza, porque o Senhor é o meu pastor; de nada terei falta.
Eu não preciso temer a solidão, porque Ele está comigo.
Eu não preciso temer meus erros, porque Ele me guia pelos caminhos da justiça.
Eu não preciso temer o fracasso, porque Ele restaura a minha alma.
Eu não preciso temer o futuro, porque bondade e misericórdia me seguirão todos os dias da minha
vida.
Eu não preciso temer a morte, porque habitarei na casa do Senhor para sempre.
“A bondade de Deus vai suprir e proteger”. A misericórdia de Deus vai perdoar e restaurar.
A bondade de Deus alivia; a misericórdia de Deus suaviza.
A bondade direciona, a misericórdia renova as energias.
A bondade nos enche de bênçãos imerecidas; a misericórdia suspende as maldições que
merecemos”. Bondade e misericórdia – Precisamos de ambas agindo em nossa vida!
Deus está por debaixo, nos pastos verdejantes.
Ele está ao redor, nas águas tranqüilas.
Ele caminha ao lado, durante o vale.
Ele está adiante, orientando para o caminho certo.
Ele acompanha na retaguarda, com bondade e misericórdia.
Ele está acima, no céu, dando uma moradia eterna.
O que mais podemos querer? Não falta coisa alguma.
Jesus é tudo o que você precisa. O bom pastor oferece proteção, provisão, paz, providência, presença
e paraíso. É um pacote completo!

Related Interests