You are on page 1of 5
05 A ees ciiem Interessa-nos a arquitectura do tempo limitado” Arquitectura e Vida - Os conceitos de Natureza Artificial estéo sempre presentes no vosso trabalho. Acreditam que é necessério domesticé-ta para a poder incluir na cidade? obits Uber Lise [ecosistema urbano] ~ No inicio do século XX, js Seragora Expo 2008, 2005 25 condigdes climslcas e naturais do planeta onde viernas, © concei pido, A Naturezaja ro & 860 que vie e a paisager no € apenas aquela| ‘emocionar os roménticas. Hoje sabemos que existe natureza artic (Os arqutectos devem deixar de pensar apenas em termos de materi figura ambientes -naturais ou arifciais que também st tao importante Como 0 uso de meios materais para definir um espa ls da faciidade que o ser hurnano ter de paisagem ou natureza fo que tina a cas tem alg de. Ohomem cria condigoes ‘natu atificas de AV ~ Urbanismo evolutive, pracessos de ocupacdo e espontaneidade so conceitos fora do comum mas presentes no vosso método de trabalho. Que importancia dio a liberdade individual do usuério nos vos: 508 projectos? Teul - Entendemas a arquiectura como processo 0, tornando-se necessério um pensar ‘material de project. interessa-nos a arquitectura do tecturalgera projectada para a sua cons itectura como um plano de gest da vide de um obj reversivel que, dvido & sua lentitude, requer capacidade de ralégico que conte com a cimensso temporal come po liitad, 0 desenho com prazo de validade, a ar ioe tarrbém para o seu desmantelamento, Enlendemos 0 pro manéacia como valor arquiec: Por out uturas de vida limi Interessa-nos a aqui es dependentes da ie que possibilite 2 gia pode ser constitva © prejudicial $e interacgdo com outros art! actvdade humana em total iberdade. Qu ta carregada de ~ social, psicalégica ou fisicamente - para 2. Apenas 3 Propomos uma arquiectura para alberdade e para a incerteza, sempre a partir de realdade e longe des utopias ideiajuntamente com 0 nosso de possibiltar. mas amp. ede sol jonar e providenciar uma mio uti rive 08 problemas. ode erquitectiraco js que procuram @ ‘pela tecnologia leva-nos a um cone: de [AV A.vossa pratica conceptual esté bem complementada com a construc, Podemos dizer que em Espanha ¢ fécil manter a coeréncia entre um ponto e outro, construindo com inovacdo e qualidade? feu] ~ Acredtamos que @ arquiteciua verdaderamente inovadora se encontra a € © possivel O arquilecto em Espanha é uma figura que na cidade como um dentista, que coloca uma paga num con speista, implartando pote im merbro que dexou de furcionar cor 1 lite ene 0 onus 14 menos consoidado, ou como um oF 25 que substtuem ou corrigem rectarente. 0 arquiteco decica-se a resolver problemas em vex de utilizar @ arquiectura como instrumento preventive, Ume altude mis inteligente & tertavel. Por outro lad as ma arquitectura entamos renter a postura do colacar em acc&o, a partir de uma cbservaczo critica e propostiva sobre 2 realidade, que utlzaros Coro mecanismo de project. fire 1 com a realdade crua, e procurarnos pro mente produtos do consumo pare arqiteclos. Exister mitiplasanalogias relacionadas com modes de operar er arquitectra, © parece-nos ierportas 5 ure, pouco corrum: 0 arquitecto deve trrbém, experiente Grurgido, quando € preciso néo actuar, questions a relevéncia e necessidade da sua intervengao, 2 @ posturas teéico-crtcas passivas relacion senal contrasiar 0 que faz projects que no exclave