You are on page 1of 45

NSINO

RGÊNCIA

ATURIDADE

XCELÊNCIA

NVESTIMENTO

INISTÉRIO

AIXÃO

RAÇÃO

ENÚNCIA

ESTEMUNHO

BEDIÊNCIA
“Devemos dar importância ao que é importante”
“Devemos priorizar o que prioritário”
As frases acima parecem redundantes, não é? Porém,
objetivam afirmar o que é importante e o que deve ser prioridade
na vida ministerial de um líder de crianças.
“Importante”
de grande
essencial relevância
fundamental imprescindível
necessário
Jesus em várias passagens bíblicas importou-se com as crianças,
priorizando-as.
JO 21:15
“Apascenta meus cordeiros!”

MC 16:15 “Ide e pregai o evangelho a toda criatura.”

MC 14:14
“Deixai vir a mim os pequeninos.”

MT 18:14 “Não é da vontade de Deus que nenhuma criança se


perca.”
MT 18:1-4 “Se não vos tornardes como uma criança, não
entrareis no reino dos céus.”
Crianças e sua Importância:
OO
MENINO
MENINO
MOISÉS SAMUEL
JOSÉ EEOO
LANCHE
LANCHE

SERVA
DE DAVI JESUS TIMÓTEO
JOSIAS
NAAMÃ

Assim com Jesus, Moisés não abriu mão das crianças.


Ele não negociou com Faraó!

“Nenhuma unha ficará... As crianças


também irão adorar!”
INSTRUÇÃO

Ato ou efeito de instruir. Conjunto de


conhecimentos adquiridos na escola. Conhecimentos
de uma pessoa. Conjunto das informações e
indagações com que se instaura uma causa; fase do
processo em que se reúnem os meios de prova e a
maneira de os utilizar. Ordem, mandado.
Esclarecimentos relativos ao modo de usar alguma
coisa.
ENSINO

Dar educação a [...]. Criar e adestrar (animais). Cultivar


(plantas). Adquirir os dotes físicos, morais e intelectuais que
advêm da educação.
“Ensine a criança no caminho em que deve andar;
e até quando envelhecer não se desviará dele.”
Provérbios 22:6

“E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua


casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.”
Deuteronômio 6:7
✓ Como podemos ler, o Senhor ordenou sobre repassar às
crianças sobre suas doutrinas, inculcando em todo tempo, para
que não se desviassem dos seus caminhos, fazendo o que era
mau diante dos seus olhos.
✓ Para que uma geração não se perca é primordial ensiná-las a
guardar os preceitos e doutrinas bíblicas!
Principais doutrinas bíblicas
Em 2 Timóteo 3:16 lemos:

“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para


ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça;”

DEUS
JESUS CRISTO
ESPÍRITO SANTO
BÍBLIA
PECADO
SALVAÇÃO
SANTIDADE

Doutrina é o
alicerce
Significado
Instruir em uma doutrina:
Instruir nos princípios de alguma doutrina ou ideia.
Alicerce:
Base; fundação; parte inferior de uma construção, que normalmente
não é visível, mas que dá sustentação às estruturas externas, que se
firmam nessa base.
ROCHA

AREIA

Para que demonstremos que de fato nos importamos com as


crianças, precisamos estar firmados na rocha inabalável que é a
Palavra de Deus, só assim conseguiremos edificá-las e estruturá-
las na presença do Senhor.
Tornando-os firmes e convictos da sua fé.
Ao ponto de que surgindo outras doutrinas, ideologias,
desconstrução das famílias; elas não sejam abaladas, pois foram
bem instruídas na Palavra de Deus.
Os líderes de crianças, precisam seguir princípios básicos que
demonstram também esta firmeza.
“Quer gostem ou não, alcançar e
ensinar as crianças no mundo hoje é uma
questão de vida ou morte!
(Sam Doherty)

Através da temática “Crianças ,eu me importo”, quero


impulsioná-los (as) a despertarem para a importância de buscar
ferramentas eficazes para instruir as crianças, tornando-as
convictas da sua fé, seguindo os padrões morais, éticos e
princípios bíblicos.
Porém, quero ressaltar que para tal, os líderes precisam seguir
alguns pressupostos.
NSINO
A palavra “ensinar” vem do Latim “insignare” que significa
“mostrar como fazer”.

Ensinar é uma arte que requer conhecimento,


é essencial a continuidade dessa prática de busca.
“O saber nunca ocupa espaço!”
A BÍBLIA É REPLETA DE VERSÍCULOS QUE NOS INSTRUI
SOBRE O ENSINO:
RGÊNCIA
Qualidade ou condição de urgente;
Necessidade de querer solução imediata, pressa.

O líder de criança precisa entender a real importância e


URGÊNCIA em fazer discípulos crianças, consolidando esses
pequeninos na presença de Deus.

Há um clamor: “A quem enviarei? Quem irá por nós?"


E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me! (Isaias 6:8)
ATURIDADE

Efeito ou circunstância de uma pessoa que se encontra na fase


adulta, estado das pessoas ou das coisas que atingiram completo
desenvolvimento.
Um líder de criança, precisa ter maturidade em suas relações
interpessoais , emocionais e principalmente espiritual, pois ao
atingir esta maturidade demonstrará equilíbrio, autoridade e
relevância em sua conduta. Com essa postura conseguirá
fortalecer os pequeninos na presença de Deus.
“E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como
a carnais, como a crianças em Cristo.”
1 Coríntios 3:1
XCELÊNCIA
Característica do que é excelente; em que há
o esmero no fazer; que possui teor mais elevado.
Nossa busca incansável, deve sempre ser pela
excelência, lembrando que servimos um Deus que fez e faz
tudo com requintes de excelência
O objetivo da vida cristã deve ser o de servir a Deus e
aos irmãos com excelência.

João 4:24 Mateus 25:30

Neemias 6:3-4 Daniel 6:10


Salmos 12
Salmos 1:2
Provérbios Genesis 17:1
11:20
Excelência aponta para “primor”, aquilo que possui qualidade
superior, perfeição, esmero, cuidado, refinamento, entre outros
sinônimos. Ou seja, como servos devemos buscar esse
aprimoramento, que nos remete ao dinamismo dessa prática, uma
busca constante de melhoramento de nossos talentos para glória
de Deus.
Tudo que fazemos deve glorificar a Deus, pois Ele conhece
nossos corações e motivações.
O líder de criança não deve se vitimizar e sim ser responsável
em fazer o seu melhor na condição que tem, enquanto não tem
condições maiores, para fazer melhor ainda! (CORTELA)
Jesus nos observa, assim como observou a oferta da viúva.
✓Portanto não use desculpas...

Prepare-se,
Leia,
Estude,
Santifique-se

Cumpra cabalmente seu ministério com EXCELÊNCIA!


NVESTIMENTO
O ato ou efeito de investir, aplica-se recursos, esforço, tempo
para obter algo.

Existe uma frase muito utilizada que diz:


“Criança não dá trabalho, dá frutos!”

Discordo dessa premissa, pois educar


dá trabalho sim!

Dá trabalho SIM! ✓Semear dá trabalho!


Mas o é ✓Educar dá trabalho!
✓Inculcar dá trabalho!
GARANTIDO! ✓Corrigir dá trabalho!
✓Instruir dá trabalho!
✓Ser referência dá trabalho!
✓Investir dá trabalho!
Investir na criança,
é pensar na próxima geração!

Investir em crianças
é semear em terra fértil.

Investir em crianças nunca será


desperdício.
Quem acha caro investir em crianças,
não sabe o quanto é caro
o valor da negligência.
A bíblia relata a história de três mulheres que investiram
em Moisés.
Joquebede investiu tempo na fabricação de um
cestinho de juncos, calafetado com betume,
para acomodar o menino, de forma que não
afundasse no Nilo.

Mirian investiu tempo,


supervisionando o menino que
estava em movimento no Nilo.

A princesa, filha de Faraó investiu


financeiramente, contratando uma “ama”, que
providencialmente foi a mãe biológica do
menino Moisés, para que o cuidasse e
amamentasse.
INISTÉRIO
Execução de tarefa, obra ou atividade. Cargo ou ofício de
ministro. Desempenho de um serviço, exercício de uma obra
religiosa especial.
MINISTÉRIO SERVIÇO

Execução de tarefa
Infelizmente, muitos ainda não estão cumprindo seu MINISTÉRIO,
ASSIM COMO Arquipo, que foi advertido pelo apóstolo Paulo.
“Atenta para o ministério que recebeste no Senhor,
para que o cumpras.”
Colossenses 4:17
“Outros estão cumprindo, porém relaxadamente”
“Maldito aquele que fizer a obra de Deus relaxadamente.”
Jeremias 48:10
Cumpra cabalmente o seu MINISTÉRIO e ao fim da
“carreira” diga como o Apóstolo Paulo
“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.”
2 Timóteo 4:7
AIXÃO
Sentimento intenso que possui a capacidade de alterar o
comportamento, o pensamento... Amor demonstrado de maneira
extrema.

PAIXÃO com “P” maiúsculo, denota a maior impressão de amor


a humanidade com a morte de Jesus Cristo.
“A PAIXÃO DE CRISTO SOMOS NÓS”
Jesus nos amou extremamente, tornando-se mártir na cruz do
Calvário.
Ele se importou conosco!
Ele nos amou primeiro!
O evangelho para muitos é LOUCURA,
mas para nós é PODER DE DEUS.

Seja APAIXONADO pelo seu ministério!

Seja APAIXONADO por crianças!

Não com paixão “p”


efêmera,mas com a paixão
“P” sacrifical, como Cristo
teve por VOCÊ!

FOI POR

VOCÊ
RAÇÃO
Súplica, pedido a Deus ou outro ser espiritual e que está
integrada nos rituais de grande parte das religiões. Trata-se de
uma ato religioso, no qual o homem procura manter uma ligação
com Deus, ação de graça, louvores e adoração, entre outros
propósitos.
O líder de criança, precisa ter como hábito diário falar com
Deus; pois orar é desfrutar da presença do Senhor com gratidão e
atitude de adoração.
Orar é...
•Falar com Deus
•Atrair as bênçãos
•Ter intimidade
•Prova de amor
•Voar nas alturas
•Saber que Ele nos ouve
•Buscar respostas
•Direção
•Intervenção
•Apresentar a Ele nosso coração
•Demonstração de fé
Crianças, eu me importo.
Portanto eu oro por
VOCÊ!
Oração é uma demonstração clara da nossa dependência e confiança
total de que o Senhor tem poder para operar na vida de nossas
crianças!

Is 56:7 Sl 5:3 Sl 6:9 Lc 1:13

At 1:14 Cl 4:12 Tg 5:13 Mt 6:9

At 16:25 Rm 8:26 1 Tes 5:17


Orar é conhecer mais o Senhor e seus planos para nós!
Oração é a chave que move o coração de Deus!

Deus nos ensina


que não há vida
com Ele sem renúncia
Tito 2:11-14

Deus nos ensina que não há


vida Nele sem renúncia
Gálatas 2:20

Eu de boa vontade
me gastarei e me deixarei gastar...
2 Coríntios 12:15

Renuncie seu EU

e deixe-se gastar!
ENÚNCIA
Ato ou efeito de renunciar. Abandonar prazeres ou bens
materiais por valores considerados mais elevados, abstinência ,
desapego, abrir mão de algo...
“Aquele que quiser vir após mim, negue a si
mesmo, tome a sua cruz e SIGA-ME.”
Lucas 9:23 Jo 8:20

A Bíblia relata a história de várias pessoas que


renunciaram e venceram, também relata a história
de pessoas que desistiram, declinaram de renunciar
Mt 10:38
e por isso não alcançaram a vitória.
Vencedores Perdedores

Paulo
Pedro Gl 5:24
Judas Escariotes
João Saul
Josué Uzias
Calebe Sansão
Mt
19:16-20
ESTEMUNHO

Declaração, depoimento de alguém que pronuncia algo,


manifestação fundamentada em bases, afirmação.

Crianças, eu me importo! Portanto dou...

BOM TESTEMUNHO, com:

Exemplo Verdade Integridade Transparência


v
1 Tm 4:14 Jo 21:24 Tt 2:7 Fp 4:5

Irrepreensível
Tito 2:8
O bom testemunho...

Glorifica a
Deus Envergonha as
Mt 5:16 obras do inferno
1 Pe 3:16

Dignifica
1 Ts 4:12 Convence o
mundo
2 Ts 1:10
BEDIÊNCIA

Ato ou efeito de obedecer, ação de quem é dócil ou submisso.


Uma pessoa que segue, cumpre ou cede às vontades ou ordens
de alguém.
Essa expressão é usada para qualificar a condição de quem
esta disposto a seguir a vontade de Deus, aos pais ou as leis de
um país. Podendo, ainda, referir-se a uma outra autoridade.
Obedecer vem do latim “oboedire” = escutar com atenção!
“Quem dera eles tivessem sempre no coração esta disposição
para temer e para obedecer a todos os meus mandamentos.
Assim tudo iria bem com eles e com seus descendentes
para sempre!”
Deuteronômio 5:29

O líder de crianças que de fato ama e se importa, com certeza


deve amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a
si mesmo!
Sempre seremos confrontados a demonstrar que o amamos
através da obediência!
A Bíblia está repleta de versículos que discorrem
sobre a obediência:
Desde o início o plano do Criador foi que o homem o amasse e obedecesse .
Mas não foi isso que ocorreu, Adão e sua esposa, criados por Deus, foram
expulsos do Jardim do Éden devido ao pecado e esse passou a dominá-los.
Todos fomos condenados a ficar longe de Deus por causa da desobediência do
“primeiro homem” (Romanos 5:12).
A partir de então, a Palavra relata que Deus vê a obra de suas mãos sempre
buscando corromper-se. Em determinado período decide destruir TUDO através
de um dilúvio que viria sobre a Terra; mas em sua justiça vê NOÉ, um homem
íntegro e bom que o AMAVA e OBEDECIA!
Noé e sua família foram poupados da condenação com as águas do dilúvio e o
restante da humanidade foi destruída!
Ele firmou uma Aliança com Noé!
Porém, após este fato, o povo voltou a desobedecer...
Deus então, levanta outros homens e mulheres para falar do seu amor,
obediência, pecado, desobediência , aliança e condenação... Mesmo assim
muitos continuam desobedecendo.

Hebreus1
1Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos
profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho

Mesmo com o dilúvio!


Mesmo com o cativeiro!
Mesmo com a destruição de Sodoma e Gomorra!
Mesmo com exílio babilônico!
Mesmo com pragas!
Mesmo com... Desobediência!
Deus, em seu imenso amor envia o 2° “ADÃO” Jesus Cristo, para fazer
uma NOVA ALIANÇA com seu povo...
Ele foi obediente até a morte de cruz, e graças a sua morte e ressurreição,
fomos adotados e justificados.
Hoje se o ouvirmos , confessarmos nossos PECADOS, obedecendo-o
seremos aliançados novamente com o PAI.
Aqueles que me amam ME OBEDECEM!
Um fato marcante na bíblia que eu amo, foi quando Cristo
perguntou a Pedro se ele o amava!
3X Tu me amas?

Apascenta meus cordeiros. João 21.15-17


Hoje peço que substitua o nome de” PEDRO” pelo seu nome.

________________________ tu me amas?

Então me obedeça; Apascente meus cordeiros!

Somente quem ama se IMPORTA


Temor
Unidade
Maturidade
Exemplo
Amor
Ministério
Alegria
Serviço
O Senhor Jesus em João 15:10-14 nos mostra que quem o ama
de fato, obedece-lhe. Afinal, o amor não consiste somente em
palavras, mas em ATITUDES!
“Eu me importo” é a frase chave daquilo
que desejo passar a vocês. E, por muitos se
“importarem” e terem os olhos voltados a
visão de seu Senhor e um coração disposto à
vontade de Deus mudaram a realidade de
muitas vidas.
Quero dar início a explanação
falando de um homem nascido na Inglaterra,
em 1832, que cresceu vendo na vida de seu
pai que esse “se importava” com a vida
espiritual dos chineses e que sempre fazia em
sua casa reuniões de orações e discussões de
como poderia levar do amor de Cristo a esse HUDSON
povo. Hudson, uma criança ao ver e ouvir TAYLOR
desse exemplo falou ao seu progenitor
“Quando eu crescer serei um missionário na
China”.
Vejamos bem, ele tinha apenas 5 anos de idade na época e ouviu o
chamado de Deus e mesmo tendo por alguns anos se desviado dos
caminhos do Senhor aos 17 tomou a decisão de cumprir o chamado para
qual o Senhor o designou.
Porém, ele não somente ouviu o chamado, mas buscou preparar-se
para esta missão. Como? Aprendeu primeiramente a língua do povo que
ele queria alcançar, o mandarim, e isso se chama contextualização,
identificação, acolhimento, elo e, por fim, empatia, que é um sentimento
de busca de afinidade que atrai outros e gera harmonia. Ou seja, ele
trouxe para si, para a sua realidade aquilo que era do outro. Em segundo
lugar buscou saber qual a necessidade daqueles a quem ele iria e
descobriu que era de médicos e ele aceitou mais um desafio e preparou-
se em medicina, isso é serviço.
Hudson, em seus 52 anos de ministério, maior parte na
China, viúvo duas vezes e tendo sepultado quatro de seus filhos, nunca
esmoreceu e pode descansar em Deus na sua velhice, não sem antes ter
levantado centenas de outros para também com ele alcançarem aquele
povo, isso é “transvisionar”, passar adiante a visão.
Era homem que não pensava numa obra solitário, mas
clamava a Deus para colaboradores consigo nessa tarefa. Seu
pensamento e frase que nos deixou como legado foi

“Há necessidade de nos darmos pela vida do mundo. Uma vida fácil,
que a si mesmo não se negue, nunca será poderosa. Produzir frutos
exige suportar cruzes. Não há dois cristos: um acomodado para os
cristãos acomodados e um que luta e sofre para os cristãos
superiores. Há um só Cristo.”
(Hudson Taylor)
Em se tratando da pregação do
evangelho de Cristo e de uma vida de renúncia
com a marca de quem “se importa” podemos
citar Amy Carmichael, como uma dessas pessoas
que fizeram a diferença dentro das missões
modernas.
Amy nasceu na Irlanda do Norte, em 1867
dentro de uma família confessional presbiteriana,
o que a fez conhecer Cristo desde a mais tenra AMY CARMICHAEL
idade. (Emmy Carmaikol)
O destaque de sua vida cristã e missionária deu-se com seu
ministério na Índia salvando adolescentes e crianças, algumas entre 5 a 7
anos de idade, de serem sacrificadas em cultos prostituais. Ela sentiu seu
chamado missionário ouvindo aos 20 anos de idade o também célebre
missionário na China, Hudson Taylor. E, embora mais tarde tenha
desejado outros países asiáticos e mesmo ter ido ao Japão por curto
período, seu ministério profícuo deu-se na Índia.
Em meio a esse povo ela se deparou com uma triste realidade, a de
crianças órfãs ou filhas de famílias pobres serem entregues aos
sacerdotes em templos pagãos para prostituição cultual, recebendo em
troca meios de sobrevivência. Impactada com essa situação mobilizou-se
em prol de angariar fundos que lhe possibilitasse comprar essas crianças
e evitar tal sacrifício, experiências que se transformaram numa narrativa
de Lois Hoadley Dick em “Comprando Crianças para Deus”, adaptada
e ilustrada no Brasil pela Aliança Pró-evangelização das Crianças –
APEC, que dividiu a história em cinco partes para que fosse
amplamente utilizada nas escolas bíblicas, principalmente de férias.
Evento que ocorre até a atualidade por ser uma história tão impactante,
onde muitos confessam sentirem-se chamados para a seara através da
narrativa.
Vale ressaltar que também Amy foi escritora de suas
experiências chegando a 35 publicações. Dentre essas, destaca-se pelo
chamamento missionário “O clamor do Sangue”, um livro onde revela
através de linhas o sonho revelador que recebeu de Deus, que lhe mostra
a terrível condição das almas sem salvação caindo num abismo e a
indiferença das pessoas que deveriam importar-se com elas, os cristãos.
Outro livro que merece citação é “Olhos Azuis”, onde Amy
narra sua primeira experiência de oração, quando na infância pediu que
Deus lhe desse olhos azuis iguais aos de seus familiares e os de sua
nação, pois nascera com eles castanhos e Deus não lhe atendeu. Contudo
isso foi um dos motivos que a fez ser aceita e não descoberta na Índia e
permitiu que adentrasse templos pagãos para descobrir as verdades
funestas lá escondidas. Ela afirmava que Deus sabia o que fez quando
não lhe respondeu a oração, pois conhecia os caminhos que tinha para
ela.
Segundo relato de muitas pessoas que tiveram contato com
ela, era perceptível em sua vida a chama de amor às almas e a
obediência ao chamado de Deus, que a tornava ousada e corajosa para
sua época, não se intimidando em descontentar seus conterrâneos que a
criticam por contextualizar-se tão grandemente com o povo cujo meio
estava, principalmente nas vestes e até mesmo na cor de pele escurecida
através de chás para de alguma forma encontrar meios de ação e
salvação para aquelas crianças.
Ações essas, com impacto tão grande que os pequeninos
naquele país para não se submeterem ao trágico destino fugiam e se
refugiavam na casa da missionária, transformada mais tarde em uma
fundação abrigo às crianças, desde bebês até adolescentes, meninas e
meninos, perfazendo um total de mais de mil que por ali passaram e
onde recebiam do evangelho de Cristo.
O mais impressionante em sua vida é que apesar das
perseguições, de ser portadora de uma doença nos nervos, que lhe
causava fortes dores musculares, e ter ficado sobre um leito nas últimas
décadas de sua vida, após uma queda que lhe causou danos à coluna;
Amy não esmoreceu, antes permaneceu firme ao seu chamado.
Aproveitou seu tempo de “inutilidade” para tornar-se útil, quando
publicou inúmeros relatos de sua experiência naquele país.
Verdadeiramente a premissa bíblica para ela foi real “Porque quando
estou fraco então sou forte” (2 Coríntios 12:10). Ainda, “Temos este
tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus
e não de nós’ (2 Coríntios 4:7). E, quando indagada quanto ao que era
preciso para tornar-se uma missionária, respondia: “A vida missionária é
simplesmente uma forma de morrer”.
Sua postura, determinação, testemunho e publicações
comoveram o mundo de tal forma, que este pressionou o governo
indiano para na forma de lei proibir e com risco de punição qualquer
venda de crianças e sacrifícios que eram praticados até ali.
Podemos nos perguntar: como pode uma mulher com um
ministério praticamente solitário, frágil em sua saúde ter vencido tanto e
ter alcançado tanto? A resposta pode estar na disponibilidade da
obediência. Deus conta não com os aqueles que supostamente achamos
ser mais capazes, ou com fortalezas; mas usa vasos de barro para que a
excelência da glória seja dada a Ele.
Fez isso com Davi contra o “seu Golias”, fez com Amy e com
muitos que se dispuseram e pode fazer com você. Basta que você
também “se importe”. Amy afirmava sobre sua função “Podes dar sem
amar, mas não podes amar sem dar”. Você tem a disposição de amar? De
importar-se?

Fonte: http://insideoverneath.blogspot.com
Susana Wesley, de família
cristã, uma entre 25 irmãos, casou-se
cedo com um ministro do evangelho e
com ele teve 19 filhos. E, apesar de
não ter sido exclusivamente uma
discipuladora de crianças em uma
congregação, tornou-se conhecida por
ensinar, discipular e criar seus filhos SUZANA WESLEY
na presença de Deus.
Podemos pensar como alguém com tantos filhos poderia ter
tempo para uma vida de oração e mesmo educação entre a diversidade
que certamente existia em sua prole. Contudo vemos no exemplo dessa
serva de Deus comprometimento e compromisso. Sua biografia nos
mostra uma mulher regrada na oração e busca a Deus. Ademais, após a
quase perda de seu décimo quinto filho em um incêndio, entendeu que
esse livramento guardava um propósito de Deus para ele. Portanto,
assumiu o compromisso de ensinar não somente a ele, mas aos demais
filhos com afinco a Palavra do Senhor e para isso agendava um dia para
cada um deles em sua semana e lhes dava assistência exclusiva, com
ensino e aconselhamento. Ela afirmava que “a obra de instruir o
intelecto leva tempo e deve ser gradual, conforme a capacidade da
criança[...]”. Isso nos mostra compromisso que com certeza
esteve atrelado a uma vida de renúncia diária. Contudo, embora essa
dedicação pareça dura a nossos olhos trouxe frutos que não somente
abençoou sua família, mas a um país inteiro, pois seu filho John salvo
milagrosamente na infância do fogo tornou-se um dos maiores ícones,
uma tocha do grande avivamento na Inglaterra, em 1739, chegando a
ministrar anualmente em torno de 780 sermões.
Igualmente, seu outro filho Charles (Carlos) Wesley também
sobrevivente de um parto prematuro recebeu incansavelmente os ensinos
de Cristo desde a mais tenra infância e apesar de por muitos anos em sua
juventude viver fora dos caminhos do Salvador, não se esqueceu da sã
doutrina recebida e quando se converteu verdadeiramente tornou-se um
dos maiores escritores de hinos cristãos do mundo, entoado por milhares
até os dias atuais.
Por fim, podemos perceber que entender que há um propósito
de Deus sobre nós em relação àqueles que o Senhor nos confia nos leva
à uma dedicação que com certeza trará frutos, que se multiplicarão,
como declara Jesus nas Sagradas Escrituras “E as sementes que foram
semeadas em terra boa são aquelas pessoas que ouvem, e entendem a
mensagem, e produzem uma grande colheita: umas, cem, outras,
sessenta; e ainda outras, trinta vezes mais do que foi semeado” (Mateus
13:23). É possível seguirmos esses exemplos.

Fonte: http://salcultural.com.br

Fonte: https://arminianismo.wordpress.com
“Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos
constituí para que vades e produzais fruto,
e o vosso fruto permaneça!”
João 15:16

Deus verdadeiramente é capaz de transformar os caminhos de


alguém, basta abrir os ouvidos ao seu chamado.
Vê-se o cumprimento dessa premissa na história da menina Bila que cresceu
dentro de um lar conturbado, mas que ao conhecer do Salvador e aceitar ao
seu chamado em sua juventude teve sua vida transformada e tornou-se um
vaso de honra para Deus.
Bila nasceu no ano de 1976 crescendo com muitas dúvidas e
conflitos em seu coração devido ao contexto familiar que vivia,insegurança,
ausência de identidade relativas ao amor paterno e sua cor de pele com tom
diferente dos demais de sua casa, e como se não bastasse isso, algo mais lhe
perturbava muito e envergonhava: ver sua mãe a quem tanto amava
extremamente envolvida com uma religião que recebia espíritos no corpo.
Essa situação somada a outras faziam com que ela constantemente sofresse
bulling por parte de outras crianças e até mesmo familiares. Isso a
entristecia profundamente, mas não a desanimava ao ponto de abatê-la, pois
tornou-se cada dia mais aplicada aos estudos e era elogiada por seus mestres,
tanto por seu empenho quanto por sua criatividade na execução das tarefas.
Apesar, de tudo a menina tinha um bom relacionamento com sua
mãe e esta confiava nela, talvez uma falha quando ela chegou à adolescência.
Nessa fase de vida Bila conheceu um rapaz e envolveu-se emocional e
carnalmente com ele, engravidou, esse acontecimento foi uma decepção para
sua mãe, contudo ela não a desamparou. A princípio ela e o jovem passaram
a morar juntos na casa em que ela crescera, logo em seguida partiram para
viverem sós.
Nova fase de vida começava, a menina agora uma jovem moça
prestes a ser mãe não conhecia profundamente o rapaz com quem convivia, e
logo algumas facetas da vida dele foram aparecendo e uma delas era o
envolvimento com o álcool e drogas. Também o relacionamento era
permeado por agressividades verbais por parte dele, acrescentando-se a isso
problemas financeiros.
Cansada do sofrimento e triste com o que vislumbrava para o
futuro se não houvesse uma mudança Bila deu um ultimato àquele com
quem convivia, pois acreditava piamente que não desejava e nem havia
nascido para viver daquela forma. Caso a situação não mudasse ela o
deixaria. Conversaram e ele decidiu mudar de vida, ambos passaram a
morarem uma casa no mesmo terreno em que a mãe de Bila residia.
Ao retornar,Bila depara-se com aquilo que sempre lhe confrontou:
ídolos e imagens dentro de casa. Em seu coração decide então que destruiria
a todos, pois sabia que aquilo tudo sempre lhe fizera muito male a sua mãe.
Todavia, ao tomar tal decisão, o reino das trevas se levantou para confrontá-
la em sonhos e pesadelos, mas também de forma real dizendo que
destruiriam sua mãe, pois era cavalo para eles no reino obscuro das trevas.
Bila começou a enfrentar grandes batalhas espirituais na mente e
no corpo, ouvindo sons estranhos, sentindo cheiros, sendo despertada
inúmeras vezes por espíritos malignos tentando sufocá-la durante seu
repouso. Mas em agindo Deus quem o impedirá? Ela recebe a visita de dois
homens cristãos que lhe falam do grande amor do Salvador por ela e nesse
momento se rende a esse chamado e entrega sua vida para a salvação e
libertação. Era como uma borboleta que saía do casulo, não forçada a isso,
mas que voluntariamente desejava a liberdade. Essa liberdade, que somente
um Deus soberano e Senhor sobre todas as coisas no céus e Terra poderia lhe
dar, recebia agora em sua vida um Pai amoroso, através do meigo Salvador.
Abriu suas asas e voou. Transformara-se da lagarta escondida, que se sentia
imóvel, apertada, pequena, incógnita para uma nova criatura com lindas asas,
mas que ainda não tinha consciência disso. As coisas velhas haviam passado.
Chamada a liberdade, mas também a um trabalhar diário de Deus
em sua vida, para que agora adquirisse o caráter daquele que a chamou da
potestade das trevas e a transportou para o reino do Filho do seu amor
(Colossenses 1:13).
Com três meses de conversão recebeu o batismo com o Espírito
Santo e como testemunho da nova vida, ela e o rapaz com quem vivia, pai de
seu filho, casaram-se no civil. Por fim, no ano de 1998, ela e esposo descem
às águas do batismo na Igreja Batista Nova Filadélfia, em São João do
Meriti, no Rio de Janeiro, confessando e confirmando à Cristo como Senhor
e Salvador. Local, onde permanecem congregando até a atualidade.
Nesse período teve sua segunda gravidez, fez cursos, foi líder de
grupos de mulheres, mas sua paixão eram as crianças, por isso ainda não se
sentia completamente satisfeita. Entretanto, o mesmo Deus que opera em nós
o querer, também opera o realizar, segundo a sua boa vontade (Filipenses
2:13) e traz até ela alguém que lhe diz que poderia ainda realizar seus
sonhos. Firmada nessa palavra ela volta aos estudos e conclui o ensino
fundamental e logo após o magistério. E, alguns anos depois o curso de
Pedagogia.
Portando em mãos o certificado, mas sem experiência sai à
procura de uma colocação no mercado de trabalho e, é admitida na escola
que atua atualmente, como orientadora educacional. Mas uma área de sua
vida ainda estava com problemas, a financeira. Após orações, em
determinado culto dominical o pastor traz uma palavra ao casal, que eles
sairiam dessa situação, mas que Deus usaria aquilo que eles sabiam fazer.
Nesse momento, ela em seu coração, sentindo-se inútil, disse “Eu só sei
recortar e colar”. E o pastor diz para que eles olhem em suas mãos e depois
em suas próprias e repete as mesmas palavras, que eles guardaram no
coração.
Um período depois, próximo ao natal seu filho precisou levar um
cartão para a escola e ela o ajudou a fazer, mas este foi devolvido pela
instituição que alegou que estava muito decorativo e que deveria ser algo
mais simples.
Nesse momento lhe veio a ideia de confeccionar cartões
natalinos para vender, e com dinheiro emprestado para a compra dos
materiais necessários passa a produzir essa arte. Deus abençoou essa obra e
num curto espaço de tempo, em torno de 20 dias mais de mil cartões foram
vendidos. Mas passada a euforia, e as necessidades imediatas esse labor foi
esquecido, mas não por Deus, que vela sobre a sua Palavra para fazê-la
cumprir-se (Jeremias 1:11), em Ele falando não confirmaria? (Números
23:19).
Passados quatro anos, estando ela assistindo uma pregação pela
televisão aquelas mesmas palavras voltaram a ser proferidas a ela, que
Deus usaria sua vida naquilo que ela sabia fazer, que saísse da inércia.
Retornaram-lhe nesse momento à memória os propósitos de Deus para ela,
ainda que somente conhecesse em parte os planos divinos, ela confiava.
Mas questionava-se a respeito de como poderia investir nessa área de
confeccionar matérias e quais materiais.
Novamente, uma provisão lhe vem as mãos através da oferta de
uma irmã em Cristo. Ela passou a confeccionar materiais para ministração
bíblica às crianças e essa obra prosperou em suas mãos e suas encomendas
passaram a ir para muitos estados brasileiros e para o exterior. Ainda,
recebeu convites de muitas igrejas para ministrar capacitação e formação de
líderes para o ministério infantil, em vários lugares do país. Porém, algo
novo surgiria. Muitas pessoas, por culturalmente chamarem os ministros de
crianças de tio ou tia, lhe perguntavam em nome de quem deveriam
anunciar suas preleções, isso lhe abriu uma interrogação. Como seria
conhecida?
Por esse mesmo tempo, ela tinha por costume referir-se as
pessoas pelo adjetivo de “chique”, não como afronta ou deboche, mas por
encontrar ainda no coração complexos de não se achar ela mesma assim, e
carregar consigo sentimento de rejeição.
Porém, aquele que começou a boa obra em nós, trabalha
diariamente para completá-la até que cheguemos a estatura do varão
perfeito ( Filipenses1:6/ Efésios 4:13), surge assim, uma irmã da fé que lhe
recomenda usar a partir daquele momento o nome de “Tia Chic”, houve a
princípio resistência de sua parte, mas cedeu ao desafio e esse nome foi que
Deus lhe confirmou para ser reconhecida e conhecido seu ministério, em
Cristo; pois somos vasos de barro que guardam tesouros de Deus para
mostrar que o poder supremo pertence a Ele e não a nós.( 2Coríntios 4:7).
Seguiu-se a esses acontecimentos muitas ministrações em igrejas,
chegando a uma média entre 150 a 200 palestras anuais, levando-a a
diminuir sua carga de trabalho secular para dedicar-se mais integralmente ao
ministério.
Em 2010, após passar por um momento conturbado é convidada
para palestrar no seminário “Eu Amo Crianças” e lá recebe profecia de que
Deus sopraria seu nome aos quatro cantos do Brasil, ainda, que seu sorriso
tanto contagiaria, quanto incomodaria. Após esse fato houve uma
“explosão” de crescimento ministerial para ela, que contava com apoio do
esposo que sempre a acompanhava.
Em 2015, seu ministério ampliou-se com a organização de cultos
nos lares, culto infantil,Filadélfia kids e a criação da personagem “Boneca
Bombom” representada por sua filha, fiel colaboradora em seu ministério.
E, o início do projeto “Frutificar”, que com ajuda de voluntários ofertava
aulas particulares às crianças com necessidades destas, assim como, aulas
de balé. Nessa ocasião já fazia “lives” utilizando-se das redes sociais para
compartilhar conhecimento e capacitação para pessoas com chamado ou
interesse no ministério infantil.
No entanto, por motivos de saúde e excesso de labores, resolveu
ao fim de 2017 parar, pelo menos momentaneamente, com o projeto
“Frutificar”. Contudo, no início de 2018 recebeu nova profecia de que seu
ministério, agora juntamente com toda a sua família, esposo e dois filhos se
ampliaria e chegaria ao mundo.
E, o que se tem visto a partir de então é um trabalho árduo e de
excelência; que com a utilização da comunicação de redes são
ofertados gratuitamente. Estes são cursos ministrados com grande
propriedade para capacitar muitos à liderança do ministério infantil,
com ônus simbólico referente a confecção das apostilas de alta
qualidade e traduzidas para dois idiomas, o espanhol e inglês, além
da apresentada em português. Os cursos são interativos, com a
participação de ministros ungidos e capacitadas com os dons
específicos na área. Também, de todo esse crescimento
ministerial surgiu a necessidade de uma equipe de colaboradores
voluntários nas diversas áreas para dar suporte e um
desenvolvimento ordenado ao trabalho a ser feito, em prol do
engrandecimento do reino de Deus.
E então, a menina Bila impetuosa, Bila que não levava
desaforo para casa, tornou-se agora a serva do Altíssimo conhecida
por seu nome verdadeiro e seu pseudônimo: Tia Chic- Verônica
Santos, que tem cumprido com excelência o chamado de Deus para
sua vida e repetido incansavelmente querer se deixar gastar para
fazer a obra do Senhor, porque a seara é grande e muitas são as
crianças que não tem voz que as defendam.

"Erga a voz em favor dos que não


podem defender-se, seja o defensor
de todos os desamparados.”
(Provérbios 31:8)

Verônica Santos
(Tia Chic)
Considerações finais

Ao elaborar esta apostila, pude sentir a presença de Deus, me


conduzindo em cada tópico, afinal Ele se importou e se importa com
elas...
Ele as prioriza e deseja nos usar para protegê-las.

"Erga a voz em favor


dos que não podem defender-se...
Provérbios 31.8a

Meu desejo e que você, líder de crianças se especialize no ensino


eficaz, transmitindo com urgência os valores bíblicos, éticos e
morais, com muita maturidade, excelência, investindo tempo e
busca pelo conhecimento em seu ministério. Com muita Paixão,
oração, renuncia, dando bom testemunho... Tudo isto só será
possível através da obediência!

Você realmente se IMPORTA?


Então cumpra cabalmente seu ministério!

Related Interests