You are on page 1of 12

Quando Deus Chora.

Se há atitudes que alegram a Deus e desperta o seu sorriso abençoador, há


atitudes que o entristece.

E Jesus disse aos seus discípulos: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou
despertá-lo do sono. Disseram, pois, os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará
salvo(ficará curado). Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam
que falava do repouso do sono. Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está
morto; E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis;
mas vamos ter com ele. João 11:11-15

Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria
morrido. João 11:21

Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus
pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.
João 11:32

Jesus chorou. João 11:35

Os amigos de Jesus

Jesus tinha um grupo de amigos íntimos, um grupo com que Jesus podia por um
momento deixar ser o cristo, deixar de ser o salvador, e simplesmente ser homem
Jesus, o amigo.

Todos os grandes homens precisam ter um lugar onde eles possam ser
simplesmente eles, um lugar em que possa tirar os sapatos, andar descalço,
colocar os pés pra cima, dar boas gargalhadas sem se preocupar com quem vai se
escandalizar com sua falta de etiqueta. Pessoas com quem pode simplesmente
abrir seu coração e quando preciso até chorar sem se preocupar o que pensarão
dos seus sentimentos. Um círculo de amigos bem íntimos.

Um pastor amigo, presidia uma grande igreja, no auge de sua administração, em meio a
tantas correrias, cansaços e frustrações, quando as coisas não saiam como esperava,
descobri que ele tinha um grupo de amigos assim, uma família, um pastor que era seu
amigo intimo, sua esposa e suas filhas. certo dia o encontrei lá, vestindo uma blusa de
algodão, descalço, deitado em uma rede armada debaixo de uma mangueira que havia
no quintal, a esposa do pastor se esforçando para fazer alguns mimos como preparar o
café ao seu gosto ou cozinha uma galinha caipira com feijão maduro e maxixe. E entre
uma coisa e outra uma boa conversa entre amigos. Para o pastor João Bezerra era um
tempo de descanso.

De fato Jesus tinha entre seus doze discípulos, três que fazia parte do seu círculo
mais intimo e dos três um que se dava a liberdade de se recostar ao seu peito.
Mas fora do seu grupo de discípulos havia na pequena aldeia chamada Betânia,
uma família composta por três irmãos. Lázaro, Marta e Maria aos quais, como
afirma o evangelista João 11.5 eram aqueles a quem Jesus amava, ora Jesus
amava a todos, mas o amor que ele dedicava a essa família era especial a ponto
de merecer citação posterior por parte de uma dos seus apóstolos, Jesus os
amava como a seus amigos íntimos. E como a amigos íntimos Jesus se dava ao
prazer de conversar abertamente. Amigos que sempre dizem a verdade, amigos
como Marta, Maria e Lazaro que talvez olhasse pra Jesus e dizia:

-Sabe Jesus vemos que não está bem, parece cansado, está com muitas olheiras, o
senhor está precisando de uma folga, descansar, depois segue com o teu
trabalho, eu sei que tens que aproveitar a hora do Pai, e cumprir com a sua
missão, mas, porque não se senta aqui, me dá os teus pés para que eu possa
lavar.

E Jesus respondia:

- Sabe hoje estive curando todo o dia, hoje estive fazendo milagre todo o dia
meus pés estão cansados e inchados. Preciso de um descanso.

Amigos aos quais relatava seu milagres, amigos que confiava relatar seus planos.
Acredito até que em um dado momento lês revelou o plano da cruz.

- Minha hora está chegando, assim como Moises levantou a serpente no deserto,
importa que eu também seja levantado no madeiro, dizia Jesus.

Eram seus amigos mais íntimos, penso que Jesus quando podia saia do itinerário e
passava por Betânia, na casa de seus amigos.

Acredito que na agenda de Jesus, porque ele sabia tudo o que ia acontecer, havia:
-Curar a mulher do fluxo de sangue, ressuscitar a filha de Jairo, curar o cego
Bartimeo, pousar na casa de Zaqueo, e passar na casa de meu amigo lazaro pra
um tempo de descanso.

Estou certo que suas irmãs conheciam os gostos culinários de Jesus. Creio que
estes três amigos testemunharam de camarote os milagres que Jesus fazia, posso
até imaginar Lázaro dizendo:

- Conte-me Jesus qual foi o maior milagre que fizestes essa semana.

E Jesus respondendo:

- Vocês precisavam ver a cara dos incrédulos de Gadara quando permitir que os
demônios entrassem nos porcos.

- Certa vez precisei dá nome a um dos personagens de minhas parábolas, lembrei-


me de você, Lázaro, meu amigo e dei o teu nome para um pobre pedinte
chagado, mas justo, que morre e é levado ao seio do pai Abraão.

O fato é que a bíblia nos diz que quando Jesus podia ia à Betânia, se sentava com
os seus amigos e conversava.

Quantos aqui são amigos íntimos de Jesus? Com quem você conversa e
compartilham seus medos, suas preocupações, seus planos, seus cuidados, e fala
para ele o que não diria a mais ninguém.

Se não é assim com você vale apena citar o que disse certa vez Billy Graham.

Se você ainda não é amigo de Deus, dobre os seus joelhos e ore, até que você e
Deus sejam amigos íntimos. Billy Graham.

Alguém pode até pensar que Jesus não era assim.

Isso é os que acreditam no Jesus inventado pela televisão. Um Jesus que caminha
sem tocar no chão, santo demais para tocar nas pessoas, alguns pensam, que a
provação no deserto durou por todo o ministério de Jesus e que a cada esquina
ele multiplicava pães para comer, pensam que Jesus não teve uma vida normal
como qualquer ser humano.

Se não fosse assim, as crianças não queriam segui-lo, as pessoas não buscariam
toca-lo, porque Jesus era alguém atrativo, normal, com um grande carisma, por
isso não era difícil pra ele ter esses três amigos em Betânia.

A enfermidade de Lazaro

Mas algo acontece, um dia lazaro está febril, nada muito grave, apenas uma
indisposição, talvez uma virose ou uma gripe, oferecem-lhe um chá, quem sabe
uma sopa leve, mas de repente seu estado de saúde começa a piorar, Marta e
Maria ficam preocupadas e conversam sobre a necessidade de chamar a Jesus,
elas temem que só um milagre o possa livrar daquela enfermidade. Decidem
juntas chama-lo, afinal de contas são seus amigos, ele não deixará de atende-los.
Escrever-lhe um bilhete e a envia com urgência. A essa altura Jesus estava em
plena campanha evangelística, alguém chega apressadamente e lhe entrega o
bilhete que dizia:

- Jesus, vem depressa, o teu amigo, aquele a quem tua amas está enfermo.

Jesus, pelo proposito que havia definido, guarda o bilhete e continua pregando,
depois quem sabe surge um jantar, depois é a hora de descansar, o fato é que
Jesus levou dois dias para atender ao chamado de seus amigos.

Quando então decide ir a Betânia.

O evangelista João vai relatar no cap. 11.11-15

E jesus disse aos seus discipulos: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou
despertá-lo do sono. Disseram, pois, os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará
salvo(ficará curado). Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam
que falava do repouso do sono. Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está
morto; E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis;
mas vamos ter com ele. João 11:11-15
Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria
morrido. João 11:21

Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus
pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.
João 11:32

Jesus chorou. João 11:35

Esse é o versículo mais curto da bíblia, você não vai encontrar um versículo mais
curto que esse, Jesus chorou, somente aqui e em Lucas 19.41 diz que jesus
derramou lagrimas)

Porque Jesus levou quatro dias para ir visitar seu amigo Lazaro? Porque demorou
tanto quando seus amigos estavam em crise e o necessitavam?

É isso que incomoda tanta gente: Porque as coisas são feitas no tempo de Jesus e
não no meu tempo?

Eu preciso de um emprego agora, eu preciso da cura agora, eu preciso que


intervenha no meu lar agora e não daqui a um ano.

E nos aborrecemos com Deus, por que o tempo de Deus é diferente do nosso
tempo.

Jesus chega em Betânia e imediatamente Marta vai ao encontro de Jesus e lhe


diz:

- Se tu, Jesus, estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

É quase a mesma frase que os discípulos dizem a Jesus, quando em meio ao mar
da Galileia, as ondas açoitam sua pequena embarcação, e por esta razão estão
prestes a naufragar.

- Mestre, não se te dá (não te importa) que pereçamos? Marcos 4:38

Tu não te importas se vamos morrer? Não está preocupado com o que nos vai
acontecer?
Não te interessa que meu filho está doente? Não te importas que meu casamento
vai mal e que estou prestes a me divorciar?

- Se tu, Jesus, estivesses aqui, se tu tivesses me respondido, se tu tivesse feito


alguma coisa..

Não estamos orando corretamente, porque estamos dizendo: Agora sim Jesus o
meu problema te superou, agora sim o meu problema é algo que não poderá
resolver, terá que me dá muitas explicações.

É exatamente isso que os discípulos estão dizendo a Jesus dentro do barco.

E Jesus os responde:

- Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? Marcos 4:40

- Por que temeis, homens de pouca fé? Mateus 8:26

- Onde está a vossa fé? Lucas 8:25

Ele se levanta, repreende o vento e a fúria da água; que cessam, e faz-se bonança.
Lucas 8:24

É exatamente isso que está acontecendo com Marta e Maria:

- Se estivesse aqui, meu irmão não teria morrido.

Se Jesus estivesse intervindo não teria passado por essa crise em meu casamento,
se Jesus estivesse intervindo esse meu ente querido não teria falecido.

Estou falando hoje para aqueles estão passando por uma situação difícil porque
as coisas não saíram como esperava, e que por alguma razão deixou de crer, se
deu por vencido no ultimo minuto, justo quando Deus estava por fazer um
grande milagre se deu por vencido, e agora já não consegue crer nos milagres,
não crer no que diz o pastor, no que se proclama nas pregações. Se sente
desanimado e sem esperança.
Já passei algumas vezes por isso. Depois de uma maravilhosa mensagem, em
que Deus fala poderosamente, quando pego o microfone pra finalizar, sinto de
Deus de chamar as pessoas a vir na frente, e pergunto quantos querem ser
curados de enfermidades e ninguém responde, pergunto: há porventura algum
enfermo em nosso meio e ninguém responde como se todos estivessem
completamente sãos e não precisassem de uma intervenção divina e sabemos, e
somos conhecedores que não é bem assim. Isso se dá por causa das frustrações,
quantas vezes fui a frente e não recebi a cura, quantas vezes me prostrei ante
ao altar e o meu problema não foi resolvido.

Jesus não veio curar Lazaro de sua enfermidade, ele não se importou e agora
Lázaro está morto, para Marta só lhe resta à esperança da ressureição do ultimo
dia.

Então, Jesus chora.

Porque Jesus chora? Você choraria por alguém se soubesse que daqui há alguns
estantes o ressuscitaria?

Porque Jesus está chorando por alguém que vai ressuscitar? Nós lemos quando
Jesus disse aos seus discípulos: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-
lo.

Jesus sabe que vai fazer o milagre, não está chorando pelo seu amigo. Não está
chorando pelo morto porque sabe que é só uma questão de tempo, chamará o
morto e o morto sairá.

Jesus chora, por não poder acreditar que seus amigos íntimos, aquém
compartilhava suas maravilhas e seus segredos agora estão duvidando dele, chora
porque não pode acreditar que não goza da sua confiança. Ele pode suportar a
incredulidade dos fariseus, ele pode suportar as afrontas dos saduceus, ele pode
suportar a perseguição dos herodianos, ele suporta ainda a incredulidade no meio
dos seus discípulos, mas não seus amigos íntimos, não com quem ele abriu o seu
coração.

Se você faz parte do ciclo intimo de amizade de Jesus, e ele não falhou com você
no passado, no se dê ao luxo de duvidar que ele não falhará contigo no presente.
Se você faz parte de seu grupo intimo não pode duvidar.
Jesus diz: Estou chorando porque minhas amigas que fazem parte do meu circulo
intimo estão duvidando de mim de modo que se eu estivesse aqui há quatro dias
teria poder para cura-lo, me atraso quatro dias e já não tenho mais poder.

Você pode está pensando que não é bem isso que o texto que dizer, mas eu posso
te afirmar que li varias versões e alguns comentários e exatamente essa a razão
porque Jesus está chorando. O verbo grego para moveu-se muito em espirito é
“embrimaomai” que se traduz como bufou de indignação, conturbou-se.

Deus chora por causa das nossas incredulidades.

Seus irmãos não creram nele. (Jo 7.5)

Na cidade em que ele cresceu todos conheciam sua vida, sua conduta séria e
responsável, mas lá por causa da incredulidade deles não pode fazer muitos
milagres(Mt. 13.58).

Sua nação não deu credito a sua pregação e quando avista a cidade de Jerusalém
chora e lamenta por ela. Lc 19.41

Agora seus amigos íntimos duvidam dele. Não que haja algo que possa impedir
Deus de operar, mas ele deseja que você confie nele.

Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer
que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. Hebreus 11:6

Fé vem do grego “Pisteõ” e significa acreditar, confiar, entregar-se.

Não gostamos quando as pessoas não nos dão credito.

Deus não gosta quando desconfiamos de sua capacidade de fazer, ou muito


menos, apesar de toda a sua demonstração de amor, duvidamos de sua
capacidade de querer.

Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos
nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Romanos 8:32
Alguns o olhavam com desconfiança e dizia: esse que curou a cegos não podia
curar seu amigo? Limpou a leprosos, sarou paralíticos que lhe custava sarar seu
amigo?

Senhor estou jejuando a mais de uma semana para que resolva meu problema e
tu não faz nada?

Me congrego todos os domingo, não falho, sou pontual, entrego até o meu dizimo
e tu não fez o milagre, e começamos a nos chatear com Deus, por causa do tempo
que ele leva pra fazer as coisas, porque não é o tempo que queremos que ele
faça.

Então fazemos Jesus chorar.

Jesus nunca chora por causa das tuas dificuldades por que para ele é como areia
no sapato, ele vai resolver.

Jesus chora quando diante dos problemas não confiamos que ele nos ajudará a
superar, quando duvidamos não do seu poder, nem da sua capacidade, mas do
seu querer.

E Jesus nos pergunta nessa noite: e não conta o que já fiz por ti no passado? Não
importa quantas vezes te livrei no passado? Quantos de nós já vimos à mão de
Deus operando no passado em nosso favor? Alguma fez ele falhou? Será que ele
mudou?

Uma Senhora com seu esposo entra em minha empresa para fazer compras, eu a atendo,
curioso por causa do seu sotaque paulista, perguntei qual era a razão dela está no Ceará,
o que se seguiu foi um triste relato

Aquela senhora veio de são Paulo morar em horizonte por causa de seu filho que era
policial federal e havia sido transferido para Fortaleza, apesar dele já está casado e
vivendo a sua própria vida, essa mãe o ama muito e não quer ficar longe do seu filho, seu
filho a convida a vir morar no ensolarado Ceará, - vai ser bom pra senhora, a sra vai
gostar, reforça o filho. Essa senhora vende a sua casa, pega a sua mobília e se translada
para o Ceará, procura uma casa que estivesse próximo de fortaleza o suficiente para
usufruir de sua comodidade, mas distante o suficiente para estar sossegada. Longe do
barulho da cidade grande, ela encontrou um bairro em horizonte chamado Catolé. No dia
que a sua mudança chegou, chegou também a triste noticia que o seu filho havia sido
morto em serviço, naquele momento o mundo daquela mulher desabou em sua cabeça,
faltou chão debaixo dos seus pés, o que fazer agora, perdi meu querido filho e ainda por
cima, só estou no Ceará por causa dele. A medida que ela relata está historia, também
deixa evidente a sua frustração com Deus, ela chora e diz: - não posso perdoar a Deus
pelo que ele permitiu ao meu filho, era um menino bom, honesto, trabalhador, nunca fez
mal a ninguém, por que Deus tirou o meu filho de mim?

Enquanto ela relatava esta tragédia pensava comigo mesmo: As pessoas não confiam a
Deus suas vidas, seus planos, suas decisões e quando a tragédia bate a sua porta culpa a
Deus por seus fracassos.

Quantas decisões nos tomamos sem consultar a Deus, porque duvidamos que Ele possa
nos guiar seguro pelos caminhos da vida.

Há tristeza no coração de Deus por seus amigos que tem deixado de acreditar
nele, que no ultimo minuto desistiu. Estava quase chegando lá, mas deixou de
acreditar, deixou de pedir, deixou de buscar.

Deus diz pra você nessa noite, se continua por mais 1km, se volta a buscar, se
perseveras mais um pouco, se ainda tem um pouco de força pra continuar crendo
eu vou fazer o milagre, eu vou glorificar-me em tua vida e o que estava morto vai
voltar a viver, e o que não saia vai sair e tudo que não acontecia vai acontecer.

Mas o senhor te diz: Eu preciso de um voto de confiança, eu vou fazer, eu vim


aqui pra ressuscitar a Lazaro, mas você vai ter que fazer algo, porque sei que você
está desanimado em sua fé, eu sei que esse ano que passou a vida foi duro
contigo, os problemas te maltrataram, as coisas não foram como você esperava,
eu vou fazer o milagre, mas você fará a sua parte, eu preciso de um voto de
confiança. Tire a pedra.

Ainda assim, não puderam crer que Jesus faria o milagre e disseram:

-Senhor, Já está com quatro dias, já cheira mal.

Uma coisa é ressuscitar quando ainda está no caixão, mas quatro dias?

O Senhor diz outra vez: Tira a pedra. Chega de duvidar, é ora de agir, a fé reque
atitude, e a atitude que espero é que removas a pedra.
É curioso falarmos de milagre quando a bem poucos dias uma das nossas irmãs
parte para gloria depois de ser vitima de uma doença mortal. E talvez alguém
tenha pensado que Deus não a pode ajudar.

Isso é porque temos dificuldades de entender como Deus faz seus milagres.

Se Deus não tivesse intervindo ela teria partido há pelo menos três anos atrás,
sem Deus, sem paz e sem salvação. Mas como Deus interviu, sua mão poderosa
a sustentou por todo esse tempo, proveu pessoas pra estar ao seu lado, salvou a
sua vida e se cumpriu o que disse o apostolo Paulo: Crer no senhor Jesus será
salvo tu e tua casa. Agora Deus está sorrindo por que a sua amiga alcançou
vitória completa e agora está na gloria esperando o soar da trombeta de Deus.

Vou fazer o milagre, mas você precisa tirar a pedra.

Algumas vezes após o culto algumas pessoas nos procurar para orar por elas.
Semana passada após um culto uma irmã me procurou, e me disse: Pastor o sr
lembra que orou por mim, por causa de um exame que precisava fazer? Eu
estava muito preocupada, mas quando o sr orou pedindo a Deus para que o
exame desse normal eu cri, e quando fui ao medico se confirmou o milagre.

O que Deus quer é que você continue crendo. Vou levantar as mãos quantas
vezes forem necessárias, vou vir à frente todas as vezes que for chamada, aliás,
vou ser a primeira em ir, não me importa o que vão dizer, vou continuar crendo
até o meu milagre acontecer. Deus não falhou comigo no passado não falhará no
presente, sei que ele pode fazer e sei que ele quer fazer, sei que ele vai fazer.

Jesus chora quando duvidamos dele, quando achamos que nossos problemas é
grande demais pra ele resolver, mas ainda nos pede que lhe demos um voto de
confiança ao tomar a iniciativa para demonstrar que ainda cremos que ele pode
fazer.

Conversando com os irmãos da congregação da Gangorra, estimulando-os a


tomar a iniciativa lhes disse: Reúnam-se, cada um faz o que estiver ao seu
alcance, quem puder fazer uma farofa de cuscuz, faz a farofa de cuscuz, quem
puder fazer um café faça uma café. Chegamos até a propor os irmãos que
fizessem um proposito. Quem tivesse uma galinha reservada para matar no dia
do aniversario fizesse o propósito de ofertar todos os ovos que ela pusesse até o
dia da sua morte. Isso é a nossa parte, remover a pedra, mas isso ainda não é o
milagre, o milagre é o que vem depois, quando os irmãos estavam vendendo os
alimentos alguém veio e ofertou 4 vezes mais do que eles haviam apurado com
a venda dos alimento. E se não tivessem aceitado o desafio

Se eles não tivessem removido a pedra, se tivessem dito: Não Jesus, já estamos
cheio de ti, vai curar mulheres com fluxo de sangue, vai sarar paralíticos. Talvez
Jesus tivesse ido embora chorando, não porque não pode ressuscitar o amigo,
mas porque não puderam lhe dá algum credito, nem se quer um voto de
confiança.

Há algumas semanas pedi para todos os que estavam desempregados


confeccionasse seus curriculum e me enviasse, disse que estaria orando por
esses irmãos, mas também fiz isso como uma prova de fé, e depois de tantos
dias apenas três irmãos me enviaram currículo, o que é isso, se não é uma prova
tácita de incredulidade que faz com que Jesus chore.

Jesus nos está dizendo nessa noite, eu vou fazer, mas me dê um voto de
confiança. Faça a sua parte e continua crendo, continua perseverando.

Chegou a hora de orar a Deus e dizer: Senhor eu sei que tu está me ouvindo eu te
peço mil perdão por ter duvidado de ti e te rogo com todo o meu coração, que tu
traga vida onde há morte, eu vou mover a pedra, eu farei a minha parte, Eu vou
me levantar pela madrugada vou te buscar por esse milagre, vou me capacitar,
vou distribuir meu currículo em todos os lugares por que sei que tu fará a tua
parte e me abrirás as portas e nunca mais duvidarei da tua palavra.