You are on page 1of 18

MANUAL DE REALIZAÇÃO DE PROCESSOS

SELETIVOS PARA O QUADRO DO MAGISTÉRIO


SUPERIOR

Organização: DGLD/CPD

Niterói, RJ
2018
Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE)
Pró-Reitora Mariana Cristina Monteiro Milani

Coordenação de Pessoal Docente (CPD)


Profa. Dra. Carla Aparecida Florentino Rodrigues

Divisão de Gestão de Lotação Docente (DGLD)


Rosalva de Souza Barros

Equipe DGLD/CPD:
Alice Galvão do Rio Apa Calheiros
Aline Macedo Goston
Camila Erruas do Carmos
Cecília Ribeiro Martins
Cristiane Lourenço Teixeira
Elaine Rodrigues de Souza Brito
Eliane Vieira Barbosa
Eunice Aparecida de Lima Moreira
José Renato Bez de Gregório
Marden Lopes Jordy
Paulo Roberto da Silveira
Priscila Alves dos Santos Sanches
Renata Martins Mantuano
Introdução

Considerando as principais dúvidas dos Departamentos, o presente manual foi


desenvolvido com o objetivo de resumir e de reunir em um só lugar os principais
procedimentos que envolvem a realização de processos seletivos dentro da
Universidade. Dessa forma, serão apresentados dados e informações sobre todos os
aspectos que envolvem a realização de concursos e o que é necessário para que um
Departamento realize um processo seletivo.
Os aspectos a serem abordados são:

• Realização de Seleção Simplificada (Professor substituto)


• Realização de Concurso público (Professor efetivo)
• Sistema CPD de processos seletivos para professores (manual de navegação)
Abertura e Encerramento de Seleção Simplificada

A contratação de professores substitutos dá-se mediante prova de admissão,


escrita e didática. Uma Seleção Simplificada pode ser realizada para preencher vagas
de professores do quadro permanente que precisarem se ausentar de suas funções,
seja para capacitação ou para licença médica.
Atualmente, a Resolução nº 264/2015 regulamenta a realização de Processo
Seletivo Simplificado.

Abertura:
Deve-se enviar os documentos listados abaixo via processo à CPD:
• Memorando solicitando a abertura, contendo a área, o motivo da solicitação, a
vaga, carga horária e classe.
• Documento oficial comprovando o afastamento. Serão aceitos: BS, DOU, laudo
da perícia médica, documento do DAP.
• Ata do Departamento aprovando a realização da Seleção.
• Impressão das telas do cadastro da Seleção no sistema CPD.
• Publicação da banca em BS (ou cópia do pedido de publicação do
Departamento), contendo 03 professores titulares e 01 suplente, sendo
TODOS da UFF.

Para a realização, é necessário observar os seguintes pontos:


• A carga horária da Seleção deve ser igual ou inferior a do Professor afastado
(20h ou 40h).
• O prazo para inscrição deve ser de 10 dias, sendo o último dia de inscrição
uma quinta-feira, não podendo as inscrições finalizar em feriado ou final de
semana.
• Deve haver pelo menos 1 semana entre o término das inscrições e o início das
provas.
• Após a análise da solicitação, dos documentos anexados e aprovação da
abertura, o processo será devolvido ao Departamento para que, ao final da
Seleção, o Departamento possa anexar os documentos de encerramento do
processo seletivo.
Encerramento:
O Departamento deve anexar os seguintes documentos ao processo e
encaminhar à CPD:
• Lista de Presença
• Listagem de notas
• Mapa de classificação
• Ata da seleção

Todos os documentos devem ser assinados pelos membros da banca e são


extraídos do sistema.
Ressaltamos que o candidato aprovado somente poderá ministrar aulas após
a assinatura de seu contrato, uma vez que o mesmo só terá validade a partir desse
momento.

Abertura e Encerramento de Concurso Público

A realização de concurso público está sujeita à existência de código de vaga


disponível para o Departamento e é regulamentada por 03 (três) resoluções:
- Resolução CEP nº 46/1991: rege os concursos públicos para Adjunto, Assistente e
Auxiliar, determinando as regras a serem seguidas, incluindo a composição de banca.
- Resolução CEPEx nº 358/2015: trata especificamente da composição da Comissão
Examinadora.
- Resolução CEPEx nº 003/2015: regulamenta a seleção para Professor Titular-Livre.
- Resolução CEPEx nº 447/2015: trata da realização de prova escrita em idioma
estrangeiro.

Abertura:

Para a abertura de concurso público, os Departamentos devem encaminhar a


solicitação via processo, contendo:
1- Memorando de solicitação, informando a área, classe e carga horária.
2- Formulário de solicitação de abertura do concurso (Formulário 02 do sistema),
assinado pelo Chefe de Departamento e pelo Diretor da Unidade.
3- Formulário de informações do concurso, contendo a ementa e a bibliografia
(Formulário 03 do sistema), assinado pelo Chefe do Departamento e pelo Diretor da
Unidade.
4- Ata do Departamento deliberando sobre a realização do concurso e contendo a
aprovação da mesma, considerando: a área de conhecimento, a carga horária, a
classe, as titulações a serem exigidas (Graduação / Mestrado / Doutorado), bem como
as áreas de formação a serem aceitas.
5- Publicação do Diário Oficial contendo a vacância que dá origem à vaga.

A comissão examinadora deve ser composta da seguinte forma:


- Adjunto: 05 membros efetivos, podendo ser até 02 da UFF e os outros de instituições
distintas, e 02 suplentes, podendo ser 1 da UFF e outro de instituição diferente das
demais.
- Assistente ou Auxiliar: 03 membros efetivos, podendo ser 01 da UFF e os outros de
instituições distintas, e 01 suplente da UFF e o outro de uma instituição diferente das
demais.

Devido à Resolução CEPEx nº 358/2015, a banca só poderá ser efetivamente


constituída ao fim do término do deferimento das inscrições, haja vista a necessidade
da assinatura de Declaração de não impedimento pelos docentes que irão compor as
Comissões Examinadoras. Os candidatos devem ser formalmente informados sobre
os membros da Banca, inicialmente escolhidos pelo Departamento, a fim de que
possam se manifestar contra a presença de qualquer um dos membros, em
conformidade com a Resolução. Além disso, a Banca também deve receber os nomes
dos candidatos deferidos com o objetivo de assinar a Declaração.
Com o intuito de agilizar o processo de substituição de membro de banca, o
Departamento deve aprovar previamente em ata ao menos 10 nomes que possam vir
a integrar a Comissão, considerando os motivos elencados anteriormente.
Assim que observada a inexistência de impedimentos com relação à banca
formada, o Departamento deve encaminhar à CPD, via memorando, Declaração de
Composição de Banca (assinada pelo Chefe do Departamento e pelo Diretor da
Unidade), Ata do Departamento na qual conste a aprovação dos membros da banca e
as declarações de não impedimento assinada por todos os membros da banca,
incluindo os suplentes. O não envio da documentação dentro do prazo previsto em
calendário pode gerar prejuízos à realização do concurso, acarretando, inclusive, o
cancelamento ou adiamento do mesmo.
Sobre as inscrições:
As inscrições devem ser analisadas à medida que forem acontecendo, a fim de
otimizar o processo de deferimento e evitar sobrecarga no sistema.
Caso o candidato não anexe toda a documentação, a inscrição deve ser
indeferida e o motivo deverá ser informado para que o candidato possa ajustar o que
faltou. Se o candidato ainda não possuir o diploma, deverá apresentar uma
Declaração do Programa de Pós-Graduação ao qual esteve vinculado, especificando a
área de conhecimento do curso, para fins de verificação do cumprimento da
qualificação exigida no Anexo I do edital. O mesmo é válido para os candidatos que
ainda não concluíram o doutorado.
Em caso de candidato que apresente documentação que não contemple as
exigências do edital, a inscrição deverá ser indeferida.
Os candidatos estrangeiros ou brasileiros detentores de títulos auferidos por
instituições estrangeiras deverão apresentar, também, a tradução juramentada dos
mesmos no ato da inscrição. Os diplomas revalidados somente serão exigidos na
posse, de acordo com o que prevê a Súmula 266 do STJ.

Prova escrita em Língua Estrangeira


Os Departamentos de Ensino que desejarem realizar as provas em língua
estrangeira deverão informar na abertura do processo tal solicitação para que seja
publicada em Edital. Os Departamentos devem respeitar aos critérios apresentados na
Resolução CEPEx nº 447/2015, que regulamenta a realização de provas em idiomas
estrangeiros. Caso a informação não seja publicada em Edital, quando da abertura e
divulgação dos concursos, a prova deverá ser realizada em Língua Portuguesa.

Sistema CPD

O sistema CPD foi desenvolvido com o intuito de otimizar e agilizar o processo


de realização de concursos, disponibilizando na internet os seguintes itens:
Informações gerais sobre o concurso;
Edital com as normas que regem o certame;
Inscrição de candidatos;
Informações sobre a comissão examinadora;
Classificação dos candidatos após o término do concurso.
Cadastro de Concurso ou Seleção Simplificada

O cadastro do concurso deve ser realizado única e exclusivamente pelo Chefe


de Departamento, haja vista que as informações apresentadas são de
responsabilidade do mesmo.
Para tal, o Chefe do Departamento deve realizar os seguintes passos:
1) Realizar login com CPF e senha cadastrados.
2) Clicar em “Concursos” (ou “Seleção Simplificada”) e em seguida em “Cadastrar”.
3) Ao clicar em “Cadastrar”, será necessário informar os seguintes dados:
Departamento, número de processo (caso ainda não tenha, deixar em branco),
localidade de exercício (qual o polo ou campus), área de conhecimento, qualificação
exigida, período de inscrição e data de prova (ambos informados pelo calendário geral
em caso de concurso para efetivo), tipo de prova (escrita e didática ou escrita, didática
e prática, exclusivo para o caso de concurso para a Carreira) e peso para avaliação de
curriculum. Caso o Departamento não assinale prova prática e o Edital seja publicado,
não será mais possível incluir.
OBS.: considerando a possibilidade de cursar Doutorado sem necessariamente cursar
antes o Mestrado, sugerimos aos Departamentos que não exijam o título de Mestre.
4) Depois será necessário cadastrar a vaga, informando o ano correto de origem, o
nome do Professor, o tipo de origem da vaga (vacância por aposentadoria,
falecimento, exoneração ou demissão), carga horária do professor e no campo
“Observação” deve-se colocar os dados da Portaria publicada em Diário Oficial: o
número da Portaria, número do DOU, página do DOU e data de publicação.
5) A última tela de cadastro é para preenchimento de ementa e de bibliografia. Caso o
Departamento opte por não indicar bibliografia, deverá inserir “Bibliografia a critério do
candidato”.
6) O Departamento que optar por realizar prova prática deverá informar no campo
“Observações” sobre o que constará a prova.

Cadastro de Comissão Examinadora

Considerando a nova Resolução CEPEx nº 358/2015, que determina que a


banca só pode ser efetivamente constituída após o término das inscrições, solicitamos
que os Departamentos procedam o cadastro imediatamente após a divulgação aos
candidatos e o aceite dos mesmos.
Gerenciamento de Candidatos: Análise de inscrições

Para deferir ou indeferir inscrições, o Chefe do Departamento deve acessar o


sistema e localizar o concurso através de “Bancas”, dentro da aba “Concursos”. Feito
isso, deverá clicar em “Gerenciamento de candidatos”. Para verificar a inscrição dos
candidatos, é necessário clicar no CPF. Fazendo isso, será possível observar a
documentação anexada para análise. Para deferir, basta clicar no botão “Deferir”. Em
caso de indeferimento, deve-se clicar em “Indeferir” e será possível informar o motivo
do indeferimento, que será enviado por e-mail ao candidato para que o mesmo tenha
tempo hábil de proceder com qualquer ajuste. Nesse caso, deve-se informar o telefone
e e-mail do Departamento para que o candidato possa fazer contato case necessite de
orientações ou esclarecimentos.

Listas de presença e folhas de prova

Os Departamentos devem imprimir as listas de presença e as folhas de prova


diretamente do sistema. Tais documentos podem ser encontrados, localizando o
concurso (ou a Seleção Simplificada) através de Banca e clicando em “Provas”:

Caso haja prova prática, também aparecerá nesse ponto. O modelo de folha
para prova escrita já apresenta o campo para desidentificação dos candidatos,
cabendo ao Departamento apenas criar os códigos para cada candidato.
Lançamento de notas

Conforme as etapas do concurso são realizadas, as notas devem ser inseridas


no sistema. Para isso, deve-se acessar o concurso por Banca e clicar em
“Gerenciamento de resultados” e em “Lançar notas”.

Basta seguir os passos abaixo:


1- Lançar as notas da prova escrita, marcando ausência para os candidatos faltosos.
As notas devem ser inseridas contendo apenas uma casa depois da vírgula e deve-se
usar vírgula e não ponto entre os dígitos. Se houver alguma nota com duas casas
após a vírgula, todas as outras notas devem seguir o mesmo padrão. Após o
lançamento das notas da prova escrita, deve-se clicar em “Calcular nota de conteúdo”.
Caso haja prova prática, a nota deve ser lançada antes de clicar em “Calcular nota de
conteúdo”.

2- As notas da prova didática podem ser lançadas na sequência. O Departamento


deve deixar em branco as notas dos candidatos não habilitados na prova de conteúdo,
não devendo marcar ausência para os mesmos. Caso isso seja feito, todos os
relatórios serão gerados com dados incorretos, pois o resultado considerará o
candidato como “Eliminado por falta” e não como “Não habilitado”.
3- Finalizado o lançamento das notas, deve-se acessar novamente “Gerenciamento de
Resultados” e clicar em “Visualizar notas”. Ao conferir e verificar que as mesmas estão
de acordo, deve-se clicar em “Calcular média final e colocação dos candidatos”. Em
seguida em “Publicar média final e colocação dos candidatos”. Assim, os candidatos
terão acesso a suas próprias classificações, não acessando, portanto, a classificação
geral do processo seletivo.

Para finalizar o concurso, os membros das Comissões Examinadoras deverão


assinar os relatórios a serem enviados à CPD: Mapa de Notas (no campo indicado),
Mapa de Classificação, Mapa de Candidatos Habilitados e Ata de encerramento. Para
gerar os mapas de notas, de classificação e de candidatos habilitados, deve-se
acessar a aba “Gerenciamento de resultados” e seguir os passos:

1- Mapa de Notas: após lançar as notas e clicar em “Calcular média final e colocação
dos candidatos”, o Departamento deverá clicar em “Gerar relatório” na mesma tela:
Ao clicar no link indicado na tela acima, os Departamentos terão acesso ao
mapa de notas e os professores devem assinar no local indicado:

Caso os professores não assinem no local indicado, o documento será


devolvido ao Departamento para que providenciem a assinatura correta, original, o que
acarreta no atraso do envio da documentação ao CEPEx e, consequentemente, atrasa
a homologação do resultado no Diário Oficial.

2- Mapa de classificação e Mapa de habilitados: os Departamentos devem acessar a


aba “Gerenciamento de resultados”. Para mapa de classificação, devem clicar em
“Visualizar colocações dos Candidatos” e em seguida em :
E esse será o mapa gerado:

Para o mapa de habilitados, os Departamentos devem clicar em “Visualizar


candidatos habilitados” (na aba “Gerenciamento de resultados”) e em “Gerar mapa dos
candidatos”:
Ao clicar, terão acesso ao seguinte relatório:

3- Ata de encerramento do concurso: os Departamentos devem acessar o concurso


por “Bancas” e clicar em “Relatórios” e em “Gerar ata do concurso”:
Ao clicar, o município onde o Departamento está localizado deve ser
preenchido e pode-se, então, clicar em “Gerar Ata”:

Ao fazer isso, o Departamento terá acesso ao documento para assinatura da


Comissão Examinadora:

Encerramento de concurso
É necessário enviar à CPD os seguintes documentos exclusivamente via
memorando, assinados por todos os membros da banca, incluindo o secretário:
• Memorando, informando o encerramento.
• Cronograma do concurso, com a ciência dos candidatos.
• Lista de pontos, com a ciência dos candidatos.
• Lista de presença das provas.
• Listagem de notas dos candidatos.
• Mapa de classificação.
• Mapa de candidatos habilitados.
• 02 atas originais.
• Declaração de Titulação para cada candidato aprovado.

Para o pagamento de pro labore, os Departamentos devem enviar, em


memorando separado, a Declaração de Execução de Atividades dos professores que
tiverem direito e 01 via da ata de encerramento original. Além disso, em caso de
concursos acima de 25 candidatos e que optaram por um segundo secretário, o
Departamento deve enviar:
• Nome completo
• CPF e RG (com cópias)
• SIAPE (em caso de servidor)
• PIS/PASEP (em caso de funcionário terceirizado)
• Dados bancários completos (não pode ser conta conjunta nem poupança, ou
seja, exclusivamente conta corrente)
• Telefone e e-mail de contato
• Declaração de atividades

Reabertura de concurso
O Departamento que precisar reabrir um concurso deverá cadastrar um novo
concurso no sistema e imprimir os formulários 02 e 03. Após o cadastro, deverá formar
processo, com a ata do Departamento aprovando a reabertura, e encaminhar via
processo para a CPD. O Departamento deve informar no memorando de solicitação
que se trata de uma reabertura, mencionando o número do processo do concurso que
está sendo reaberto.
Caso o Departamento opte por alterar a Classe e/ou a Carga Horária, tal
solicitação deve ser incluída no memorando e a aprovação deve constar na Ata da
reunião Departamental.

Prorrogação de validade de concurso


Para solicitar a prorrogação da validade de um concurso, é necessário que o
Departamento encaminhe via processo os seguintes documentos:
• Memorando de solicitação.
• Ata da reunião do Departamento decidindo pela prorrogação.
• Cópia do DOU com o Edital de Abertura do Concurso.
• Cópia do DOU com o Edital de Homologação do resultado do concurso.
O processo deverá dar entrada na CPD com antecedência mínima de 90 dias
para expirar a validade a fim de que possa ser encaminhado ao CEPEx para
aprovação. Após autorizada, a decisão será publicada em Diário Oficial.

Nomeação de candidato aprovado fora da vaga oferecida em Edital (Efetivo)

Caso o Departamento queira aproveitar candidato aprovado em concurso


público já realizado, deverá encaminhar processo contendo:
• Memorando de solicitação.
• Formulário 1, retirado do sistema (aba “Departamentos”, sob o nome
“Nomeação em concursos finalizados”), devidamente assinado.
• Ata da reunião do Departamento decidindo pela nomeação.
• Cópia do DOU com o Edital de Abertura do Concurso.
• Cópia do DOU com o Edital de Homologação do resultado do concurso.
• Cópia da nomeação dos candidatos homologados anteriormente (portarias de
nomeação) publicada no Diário Oficial.

Nomeação de candidato aprovado fora da vaga oferecida em Edital (Substituto)

Caso o Departamento queira aproveitar candidato aprovado em Seleção


Simplificada já realizada, deverá encaminhar processo contendo:
• Memorando de solicitação, contendo o substituto a ser chamado, a vaga e a
área da Seleção, devidamente assinado pelo Chefe do Departamento.
• Ata da reunião do Departamento decidindo pela contratação.
• Documento oficial de afastamento do Docente efetivo ou a vacância de cargo
efetivo publicada no DOU.
• Cópia do DOU com o Edital de Abertura da Seleção.
• Cópia do DOU com o Edital de Homologação do resultado da Seleção.
Contatos importantes da PROGEPE/DGLD/CPD

Coordenação DGLD/CPD (Profa. Carla):


Tel.: 2629-5266
E-mail: carlarodrigues@id.uff.br

Chefia DGLD/CPD (Rosalva):


Tel.: 2629-5272
E-mail: chefia.dgld.cpd@gmail.com

Nomeação / Alteração de carga horária (Marden / Renata):


Tel.: 2629-5332
E-mail: nomeacao.cpd@gmail.com

Protocolo (Paulo):
Tel.: 2629-5253

Redistribuição (Alice):
Tel.: 2629-5282
E-mail: redistribuicao.uff@gmail.com

Remoção (Camila):
Tel.: 2629-5253
E-mail: remocao.uff@gmail.com

Seleção Simplificada / Contratação de Substituto (José Renato / Priscila):


Tel.: 2629-5254
E-mail: dgl.cpd.uff@gmail.com

Sistema / Concursos / Bancas / Prorrogação / Reabertura (Aline / Cecília / Elaine):


Tel.: 2629-5272
E-mail: suporte.cpd.uff@gmail.com / concursos.cpd@gmail.com /
cpd.certame@gmail.com