You are on page 1of 228

|

Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 1

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


2

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Paulo Henrique Saraiva Câmara


Governador do Estado de Pernambuco

Raul Henry
Vice-Governador do Estado

Frederico da Costa Amâncio


Secretário de Educação do Estado

João Carlos Cintra Charamba


Secretário Executivo de Gestão de Rede

Ana Coelho Vieira Selva


Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação

Paulo Fernando Vasconcelos Dutra


Secretário Executivo de Educação Profissional

Ednaldo Alves de Moura Júnior


Secretário Executivo de Administração e Finanças

Severino José de Andrade Júnior


Secretário Executivo de Planejamento e Coordenação

Claudia Roberta de Araújo Gomes


Gerente Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção do Fluxo Escolar

Ana Maria Morais Rosa


Gestora dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


3

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Equipe de Elaboração Pedagógica

Ana Maria Morais Rosa


Gestora dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental

Adeilma Evangelista do Nascimento


Ana Patrícia de Almeida Brito
Cecy Paula da Silva Branco
Christianne Maria dos Santos
Edna Batista Siqueira
Edneri Pereira Cruz
Geórgia Maria Mesquita Silva Melo
Lílian Maria Simoni Wanderley de Moraes
Luzinete Umbelina Torres
Manuelle Patrícia Ramos Vieira
Marciana Gomes Falcão Alves
Maria da Conceição G. Ferreira
Maria das Dores Marcolino de Santana
Neivonete Gomes Souza de Oliveira
Niedja Maria C. da Cunha Batista
Sergina Maria Xavier Falcão Ferreira

Revisão

Ana Maria Morais Rosa


Edna Batista Siqueira
Maria da Conceição G. Ferreira
Neivonete Gomes Souza de Oliveira

Diagramação

Edneri Pereira Cruz

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


4

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Prezado (a) Professor (a),

Como é do seu conhecimento, existe um grande número de alunos com


distorção idade/ano não alfabetizado na rede pública do estado de Pernambuco. Os
programas destinados a minimizar este indicador, embora tenham sido de grande
relevância para o estado, não surtiram os efeitos pretendidos, considerando-se
sempre dois entraves: a falta de espaço físico para atender a todos os alunos e a
impossibilidade de contratar novos professores, uma vez que os programas
supracitados adotavam o processo de enturmação.
Com o objetivo de atenuar esse número de alunos distorcidos e não
alfabetizados e esses dois entraves acima elencados, o Governo do Estado, através
da Secretaria Executiva de Educação/Gestão de Anos Iniciais, está propondo um
caderno de Estratégias Diversificadas de Alfabetização para os referidos alunos,
desenvolvida dentro das salas de aula do ensino regular, nos 3º, 4º e 5º Anos dos
Anos Iniciais. Essa estratégia, além de resolver tais dificuldades, também tem como
objetivo deixar os alunos incluídos em suas respectivas turmas, de forma que na
interação com os demais colegas, possam avançar em seus processos de
aprendizagem com a ajuda de seus pares/mediadores mais experientes.
Diante do exposto, para que a Estratégia Diversificada atenda ao objetivo de
favorecer ao processo de alfabetização dos alunos com distorção idade/ano, é
importante seguir as seguintes orientações:

a) Nos eixos de Leitura (através das discussões orais de compreensão de


textos) e nas atividades voltadas para o desenvolvimento do eixo de
Oralidade, todos os alunos participam de forma integrada;
b) Nas atividades planejadas para a apropriação do Sistema de Escrita e
Produção Textual, os alunos devem desenvolver atividades diferenciadas.
Para os alunos alfabetizados, o Currículo dos Anos Iniciais propõe as
atividades para os referidos eixos. Para os alunos não alfabetizados e
distorcidos, deverão ser usadas as atividades propostas no Caderno de
Estratégias Diversificadas;
c) Observe que, tanto as atividades para alunos alfabetizados, como a
indicação do uso da Estratégia Diversificada, estão sugeridas no Cronograma
Semanal para Vivenciar o Currículo em Sala de aula. Ao manusear o referido
documento, você, professor (a), encontrará todas essas indicações;
d) As atividades da Estratégia Diversificada têm como referência, à medida do
possível, os mesmos gêneros sugeridos para os bimestres nas orientações de
ensino do Currículo dos Anos Iniciais;
e) As atividades propostas nos cadernos não seguem uma ordem fixa. Você
poderá adequá-las de acordo com o nível de Apropriação do Sistema da

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


5

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Escrita de seus alunos. Você pode, ainda, criar mais outras formas de abordar
e avaliar as tarefas e adequar às atividades e criar outras, desde que atendam
à perspectiva de alfabetizar letrando.
f) Existem orientações de ensino em todas as tarefas. Portanto, é importante
que antes de realizar as tarefas, você leia as orientações para o uso das
mesmas. Nelas, contém, sobretudo, o como fazer e quais aprendizagens
podem ser desenvolvidas, através da realização das referidas atividades.
g) As atividades do Caderno de Estratégias Diversificadas para estudantes não
alfabetizados devem ser usadas, no mínimo três vezes por semana. Portanto
elas precisam estar contempladas no seu planejamento semanal.

Como toda produção oriunda da Gestão dos Anos Iniciais, os Cadernos de


Estratégias Diversificadas não estão prontos e acabados. Portanto, esperamos que
através do uso dos mesmos, você, professor (a), possa contribuir com sugestões
para a construção de uma segunda edição. Suas sugestões e observações serão
muito bem aceitas.
Bom trabalho!

Equipe Central da Gestão dos Anos Iniciais

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


6

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

çõ G
Dados do Inep 2014 revelam um elevado índice de distorção
idade-ano nos anos iniciais do Ensino Fundamental no Brasil.
Em Pernambuco cerca de 30% dos estudantes do 1º ao 5º
ano apresentam distorção idade-ano. Esses índices revelam-se
ainda mais preocupantes nos 3º, 4º e 5º ano, pois além da
distorção, estes estudantes ainda não estão alfabetizados. Desta
forma, A Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco,
através da Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e
Caderno do Professor

Correção de Fluxo Escolar, apresenta uma Proposta Pedagógica


com ações estratégicas de intervenções pedagógicas, que será
vivenciada em sala de aula da rede regular de ensino.
Nesta perspectiva, todos os estudantes serão atendidos
nas suas dificuldades específicas, sem a necessidade de retirá-los
da turma. Com esta metodologia alternativa, teremos material
çõ

estruturado para subsidiar a pratica do professor, objetivando


sanar as lacunas de aprendizagem e melhorar o desempenho
desses estudantes e possibilitar a todos as condições necessárias
para o prosseguimento da trajetória escolar.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


7

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

G :

Alfabetizar os estudantes em distorção idade/ano do 3º ao 5º do Ensino


Fundamental.

í :

Propor encaminhamentos para superação das dificuldades dos estudantes


não alfabetizados;

Garantir suporte pedagógico com foco na alfabetização e no letramento,


que viabilize subsidiar os professores que atuam no Ensino Fundamental -
Anos Iniciais do 3º ao 5º ano da rede regular de Ensino do Estado de
Pernambuco e Municípios parceiros.

Fundamentar os professores quanto aos aspectos essências em relação ao


processo de apropriação do sistema de escrita alfabético que devem nortear
a sua prática docente;

Orientar os professores envolvidos quanto ao uso de instrumentos de


gerenciamento mensal em leitura e escrita;

Instrumentalizar os professores com orientações para vivenciar atividades


diversificadas de ensino, que facilitem o processo de
aprendizagem/alfabetização dos alunos.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


8

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

As expectativas de aprendizagem e suas respectivas atividades do eixo de Leitura,


(perguntas orais) Oralidade e Letramento Literário, serão vivenciadas de forma
coletiva. Ou seja, com todos os estudantes. Entretanto, nas atividades dos eixos de
Produção Escrita e Apropriação do Sistema de Escrita Alfabética, os estudantes
deverão ter atividades diferenciadas, no mínimo três vezes por semana, através de
um trabalho diversificado com estudantes alfabetizados e não alfabetizados. Os
estudantes não alfabetizados e com distorção idade/ano usarão as atividades
propostas no caderno de Estratégia Diversificada para alunos não alfabetizados com
distorção idade/ano.

Para a organização da sala de aula, de forma integrada, você, professor (a), pode
usar a seguinte metodologia:

a) Nos Eixos de Leitura, quando as atividades de compreensão forem feitas de


forma oral, todos os alunos da turma participam de forma integrada. Ou seja,
todos juntos. Quando houver necessidade de realizar as perguntas com
respostas escritas, fica a seu critério selecionar as perguntas para alunos
alfabetizados e não alfabetizados;
b) No Eixo da Oralidade, nas atividades de compreensão, recepção/escuta e
produção de gêneros orais, focos do referido eixo, todos os alunos participam
juntos;
c) Nos Eixos de Produção Escrita e Apropriação do Sistema da Escrita, os alunos
precisam ter atividades diversificadas. Nesse contexto, os alunos alfabetizados
seguirão as orientações de ensino do Currículo dos Anos Iniciais. Já os alunos
não alfabetizados, usarão as propostas de atividades do caderno de
Estratégias Diversificadas;
d) Para vivenciar as atividades do referido caderno, é necessário agrupar os
alunos não alfabetizados. Você ainda pode fazer o agrupamento por nível de

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


9

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

desenvolvimento da escrita. Por exemplo, pode ter um grupo de alunos no


nível silábico, outro no silábico alfabético, mas que apresenta, ainda, muitas
dificuldades de escrita (ver definição pág. 14). Observe dentre as atividades,
quais atendem ao desenvolvimento de cada grupo;
e) Lembre-se de que você pode mudar a ordem das atividades para atender as
necessidades dos grupos. Você pode também criar outras atividades que
atendam aos níveis dos alunos. Entretanto, lembre-se que tais tarefas precisam
estar fundamentadas pela Concepção de Alfabetização e Letramento e
estarem ancoradas nos gêneros sugeridos para 3º, 4º e 5º anos no Currículo dos
Anos Iniciais;
f) Todas as tarefas sugeridas precisam ser explicadas e acompanhadas por você,
professor (a). Nas atividades propostas de Apropriação do Sistema da Escrita e
Produção Escrita é indispensável que você faça a avaliação, sinalizando onde os
alunos precisam revisar, ajustar e reescrever suas produções;
g) Você ainda pode selecionar uma das produções, e, com autorização dos
autores, fazer um trabalho de revisão e reescrita de forma coletiva. Contudo,
lembre-se de que cada aluno precisa fazer sua revisão e reescrita
individualmente. Só assim, cada um pode superar suas próprias dificuldades.

ú v
Estudantes não alfabetizados, com distorção idade-ano, regularmente matriculados
no Ensino Fundamental - Anos Iniciais (3º ao 5º) da rede regular do Estado de
Pernambuco e Municípios parceiros dos Programas da referida modalidade de
ensino.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


10

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

x v A z

Espera-se que ao término do ano letivo o estudante tenha alcançado as


expectativas de aprendizagem em relação à apropriação do Sistema Alfabético, no
que diz respeito a:

Apropriação do Sistema Alfabético:

a- Compreender os modos de funcionamento dos diferentes sistemas


notacionais:

• Compreender propriedades e convenções do sistema alfabético;


• Reconhecer as convenções que organizam o uso da página escrita em língua
portuguesa: direção da escrita, alinhamento da escrita, segmentação entre
palavras.

b- Apropriar-se das regularidades diretas da ortografia (P,B,T,D,F,V,M inicial)


na escrita de palavras.

c- Apropriar-se das regularidades contextuais da ortografia (C ou QU, G ou GU,


R ou RR, M ou N em final de sílabas, etc.) na escrita de palavras.

d- Apropriar-se das irregularidades morfológicas da ortografia (x ou CH, H


inicial, J ou G, S/SS/Ç/XC/SÇ, etc. na escrita de palavras.

Produção Escrita:

• Produzir textos que circulam nas diferentes esferas da vida social,


considerando os interlocutores, o gênero textual e os objetivos
comunicativos;
• Reconhecer as convenções que organizam o uso da página escrita em língua
portuguesa: direção da escrita, alinhamento da escrita, segmentação entre
palavras;
• Produzir texto a partir da proposição de um tema;
• Produzir textos com coesão, coerência e progressão textual;
• Revisar e reescrever textos;

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


11

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Leitura:

• Localizar informações explicita;


• Inferir informações (das mais simples as mais complexas);
• Identificar ideia central;
• Identificar a funcionalidade do gênero;
• Relacionar título/texto;
• Identificar interlocutores textuais;
• Caracterizar personagens;
• Interpretar palavras e/ou expressões linguísticas de acordo com o contexto.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


12

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

A çã
A é

A alfabetização não acontece através de um processo mecânico, pois


sabemos que aprender a ler e escrever exige uma elaboração cognitiva bem mais
complexa, que repetir e memorizar informações, ou seja, juntar letras. Dessa forma,
a escrita passa a ser concebida como um sistema notacional, segundo (FERREIRO,
1985 e MORAIS, 2005, apud SILVA e SEAL, 2012.p.06).

Nesse contexto, apropriar-se de um sistema que representa as partes orais


das palavras com regras próprias e princípios conceituais, exige da criança um
processo cognitivo complexo e conceitual.

Sendo assim, para aprender como o SEA (Sistema de Escrita Alfabética)


funciona, é necessário que a criança entenda duas questões conceituais: o que as
letras notam (registram)? Como as letras criam notações (palavras escritas)?
(FERREIRO, 1985 apud MORAIS e LEITE, 2012. p.09).

No entanto, para a criança chegar a essas duas questões precisa


compreender as propriedades do SEA conforme (LEAL E MORAIS, 2010 e MORAIS,
2012 apud MORAIS, A. G. et al 2012. p. 11) listam no quadro abaixo:

1) Escreve-se com letras, que não podem ser inventadas, que têm um repertório
finito e que são diferentes de números e de outros símbolos;
2) As letras têm diferentes formatos fixos e pequenas variações produzem
mudanças na identidade das mesmas (p,q,b,d),embora uma letra assume
formatos variados (P,p,P,p);
3) A ordem das letras no interior da palavra não pode ser mudada.
4) Uma letra pode se repetir no interior de uma palavra e em diferentes
palavras, ao mesmo tempo em que distintas palavras compartilham as
mesmas letras;
5) Nem todas as Letras podem ocupar certas posições no interior das palavras e
nem todas as letras podem vir juntas de quaisquer outras;
6) As letras notam ou substituem a pauta sonora das palavras que
pronunciamos e nunca levam em conta as características físicas ou funcionais
dos referentes que substituem;
7) As letras notam segmentos sonoros menores que as sílabas orais que
pronunciamos;
8) As letras têm valores sonoros fixos, apesar de muitas terem mais de um valor
sonoro e certos sons poderem ser notados com mais de uma letra.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


13

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

9) Além de letras, na escrita de palavras, usam-se, também, algumas marcas


(acentos) que podem modificar a tonicidade ou o som das letras ou sílabas
onde aparecem;
10) As sílabas podem variar quanto às combinações entre consoantes e vogais
(CV, CCV, CVV, CVC, V, VC, VCC, CCVCC...), mas a estrutura predominante no
português é a sílaba CV (consoante-vogal), e todas as sílabas do português
contêm, ao menos, uma vogal.

Propriedades do SEA que o aprendiz precisa reconstruir para se tornar alfabetizado (fonte: Morais, 2012).

Tomando como base essas propriedades, fica evidente que aprender um


sistema notacional como o nosso, exige compreender aspectos conceituais. Dessa
forma, o processo de apropriação passa primeiro pela compreensão de todos esses
aspectos. No entanto, isso acontece em um processo evolutivo de reconstrução do
SEA que a criança faz, o qual se inicia no período pré-silábico, culminando no
alfabético, como veremos a seguir no texto Níveis de Escrita.
Logo, podemos concluir que a criança precisa compreender as convenções
do SEA, para memorizar, de forma proveitosa o referido sistema. Nesse sentido, é
importante que você, professor (a), conheça cada propriedade listada no quadro
acima, ou seja, entenda cada uma delas. Por exemplo, a propriedade 6, indica que
as letras não representam as características físicas dos objetos, mas a sequência
sonora de seus nomes. Por exemplo, o signo casa é composto de um significante
fônico [kaza] + forma gráfica CASA, e de um significado tipo de moradia.
Sendo assim, as letras substituem a pauta sonora das palavras pronunciadas
(significante = som + forma gráfica) e não as características físicas dos referentes
(significado = conceito). Isso quer dizer que a criança precisa compreender essa
propriedade para reconstruir sua hipótese de que para representar animais
grandes, usam-se muitas letras e para representar animais pequenos, usam-se
poucas letras, sem estabelecer relação entre as letras usadas e as partes orais da
palavra que deseja escrever. Quando entendemos essas propriedades fica possível
propor situações e atividades desafiadoras, que possibilitem a criança dominar cada
aspecto do sistema de escrita, tornando-se assim, alfabetizada. Entretanto, é
preciso ficar atento, pois chegar ao nível alfabético não significa que a criança já
dominou todas as relações som-grafia, conforme alertam Leite e Morais (2012), visto
que, ela ainda vai enfrentar algumas dificuldades nesse processo, como por
exemplo:

• Transcrição fonética - quando os estudantes transcrevem a palavra do jeito


que falam, por exemplo, escrevem ”tudu” para tudo;

• Uso indevido de letras – quando o estudante escolhe uma letra possível para
representar o som de uma palavra, quando a ortografia usa outra. O som do
s pode ser representado por Z, SS e Ç.

• Segmentação - quando a criança começa a escrever, é comum que ela junte


todas as palavras, pois essa junção reflete os critérios que ela usa na fala, até

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


14

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

porque na fala não existe separação entre as palavras, isto é, falamos tudo
junto e seguido sem pausas, salvo quando é para marcar a entonação do
falante. Ex:/ Eubrinqueicoéla / – eu brinquei com ela.
Dessa forma, é importante que você, professor (a), fique atento (a) a esse
processo, observando as escritas das crianças, de modo que elas dominem as
convenções som-grafia de nossa língua, pois a consolidação dessas aprendizagens é
que vai garantir que as mesmas leiam e produzam textos, de forma autônoma
(LEITE; MORAIS; PESSOA; SÁ. BRASIL, 2012, p.19).

ív

Antes de começarmos a nossa conversa sobre os níveis de escrita, é


importante entender o que é a escrita no contexto atual. Durante muito tempo a
escrita foi concebida como um código a ser assimilado. No entanto, os estudos de
Ferreiro mudaram a forma de compreendê-la. A escrita passa a ser concebida como
um sistema de representação que cada um constrói até realmente está
alfabetizado. Nesse contexto, a escrita alfabética deve ser compreendida como um
sistema de notação dos segmentos sonoros da fala1.
Então podemos concluir que para se alfabetizar é preciso que a criança
aprenda além do código. Ou seja, conforme estudos de Ferreiro, 1985(apud
MORAIS e LEITE. BRASIL, 2012. p. 09), como já explicitado anteriormente, a criança
para aprender o SEA, precisa resolver duas questões: o que as letras registram?
Como as letras criam notações ou palavras escritas? Sendo assim, essa
aprendizagem não acontece de forma mecânica de uma técnica, pois o esforço
cognitivo para aprender a ler e escrever é maior do que simplesmente juntar letras e
sílabas, por meio de um processo de memorização e repetição (TENUTA, 2010, p.
25).
No processo mecânico de aquisição da escrita, as crianças são percebidas
como sujeitos que não pensam sobre os objetos que as rodeiam. Os estudos de
Emília Ferreiro revelam, que ao contrário do que se pensava, as crianças são sujeitos
que sabem, pensam e elaboram ideias/hipóteses sobre a escrita, as quais seguem
uma ordem evolutiva, como se pode observar abaixo:

Linha de Evolução da Escrita, segundo Emília Ferreiro (1997):


1
Utilizo o termo de notação de segmentos sonoros da fala, conforme FERREIRO, Emilia. Reflexões sobre
alfabetização. 23.ed.São Paulo:Cortez,1995 e MORAIS,Artur G. a escrita alfabética é um sistema notacional(e
não um código) que implicações isto tem para alfabetização?In MORAIS, Artur G. ALBUQUERQUE, Eliana B.C;
LEAL,Telma F. Alfabetização:apropriação do Sistema de Escrita Alfabética.Belo Horizonte:Editora
Autêntica,2005. Apud SILVA, Alexandro da. e SEAL,Ana.G. de S. A Compreensão do Sistema de Escrita
Alfabética e consolidação da Alfabetização. Ano 2:unidade 3/ Brasília, 2012.p 06

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


15

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Pré-Silábico Silábico Silábico-Alfabético Alfabético


________________ I ______I______I_______I__________________I________________
P1 P2 I S1 S2 I I

Período sem Período de Fonetização


Fonetização da Escrita

Esquema Extraído de Ângela Freire p.10.


Disponível em:<http://pt.slideshare.net/angelafreire/concepcao-de-alfabetizacao>. Acesso em: 11 marços 2016

A Linha Evolutiva acima representa o caminho que a criança percorre em sua


trajetória até sua alfabetização. É possível perceber que a criança inicia sem
compreender que existe relação entre escrita e a pauta sonora (pré-silábica),
culminando na compreensão de que se escreve com base em uma correspondência
entre as letras e os sons (alfabética). No entanto, nesse percurso a criança vai
reconstruindo suas hipóteses para entender como a escrita alfabética funciona,
passando assim por quatro períodos, conforme a teoria da psicogênese da escrita
apresenta.

Período pré-silábico 1 – inicialmente a criança pensa que se escreve com desenho.


Nesse período, a professora pede que ela escreva “BOLA”, por exemplo, e ela
desenha uma bola. Ainda é possível que já consiga distinguir desenho de escrita
produzindo rabiscos, bolinhas, garatujas.
Período pré-silábico 2 – nesse período, a criança já sabe que não se escreve com
desenhos, começa a usar letras. Mas, ainda não estabelece relação entre as letras e
as partes orais da palavra que quer escrever. Aqui, ela pode achar que coisas
grandes (boi, casa) devem ser escritas com muitas letras e coisas pequenas
(formiga) devem ser escritas com poucas letras.
Período silábico – é o momento que a criança descobre que as letras representam
os sons da fala, mas pensa que cada letra é uma sílaba oral. Nesse período a criança
quando é questionada sobre quantas letras é preciso para escrever “ABACAXI”, por
exemplo, repete a palavra pra si mesma, devagar, contando as sílabas orais e
responde três, uma letra para cada sílaba, sendo que pode ser com valor sonoro ou
não. Dentro desse período, podemos identificar duas fases importantes:

• Quantitativo - escreve para cada sílaba uma letra sem pensar


na correspondência sonora Ex: para ABACAXI escreve MLPT.
• Qualitativo – escreve para cada sílaba uma letra com
correspondência sonora. Ex: para ABACAXI escreve AAAI ou ABCI.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


16

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Período silábico-alfabético - nesse período, a criança começa a entender as relações


entre as letras e os sons. Ou seja, é o início de um salto qualitativo, pois passa a
perceber que o que a escrita registra no papel tem a ver com os pedaços sonoros
das palavras, mas que é preciso “observar os sons no interior das sílabas”. Esse
período marca a transição, pois ao registrar uma palavra, ora a criança coloca duas
ou mais letras para escrever determinada sílaba, ora volta a pensar conforme a
hipótese silábica e coloca apenas uma letra para uma sílaba inteira, por exemplo,
para ABACAXI escreve ABACI.
Período Alfabético – aqui, a criança já compreendeu o sistema de escrita, e percebe
que é preciso colocar letras para cada um dos sons que aparecem na sílaba. No
entanto, ainda não domina as convenções da ortografia, escrevendo com muitos
erros ortográficos.
Dessa forma, conhecer as hipóteses de escrita, pelas quais a criança passa no
processo de construção de uma escrita alfabética é indispensável, não na
perspectiva de categorizar as escritas das crianças em um nível da teoria
psicogenética, mas de entender como ela pensa essa escrita, para ajustar as
intervenções pedagógicas, de forma que possibilitem a reflexão sobre o
funcionamento do Sistema de Escrita Alfabética, possibilitando o avanço de um
nível para o outro (SEAL; SILVA, 2012 apud BRASIL, 2012, p.09).

g i
Vamos iniciar nossa conversa definindo o termo heterogeneidade como
diversidade. Nesse caso, diversidade de níveis de aprendizagem, ou seja, das
diferentes hipóteses de leitura e escrita que as crianças têm na etapa inicial da
alfabetização e que se apresentam nas composições das turmas.
As concepções tradicionais de ensino concebiam a heterogeneidade como
ponto negativo, um problema para o desenvolvimento da prática pedagógica do
professor, visto que, a busca era por uma homogeneidade absoluta. Nessa
perspectiva, acreditava-se que quanto mais homogênea a turma fosse, maior seria o
grau de aprendizagem/desempenho dos alunos. No entanto, sabemos que, na
realidade, esse ideal de igualdade não se aplica, pois somos seres diferentes por
natureza.
Dessa forma, é importante entender a heterogeneidade como associada ao
processo natural de ensino e aprendizagem. Na concepção interacionista a
heterogeneidade é concebida como ponto positivo desse processo. Sabemos que é
na interação com o outro que construímos e atribuímos novos significados ao
conhecimento. Assim, se faz necessário que você, professor (a), compreenda a
importância da heterogeneidade na sala de aula, visto que, esse é o pontapé inicial
para que a diferença de níveis entre os estudantes seja vista como positiva e não
como transtorno para o trabalho em sala de aula.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


17

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Portanto, é interessante que você aproveite as diferenças de hipóteses de


leitura e escrita presentes na sua turma. Para isso, é importante a organização de
duplas produtivas. Isto é, agrupar os estudantes de forma que um ajude o outro na
construção das hipóteses, do conhecimento, pois essa estratégia possibilitará a
troca, a interação entre eles.
Nesse contexto, podemos concluir que a heterogeneidade é algo inerente ao
processo pedagógico, vez que, não tem como todos apresentarem a mesma ideia
sobre a escrita e a leitura no processo de alfabetização, por exemplo.
Nesse sentido, a nossa proposta defende a heterogeneidade como aspecto
positivo e favorável à aprendizagem. Partindo dessa ideia, o presente caderno
propõe algumas estratégias e atividades tendo como base os diferentes níveis, com
o objetivo de acolher a todos, sobretudo, aqueles estudantes que chegaram ao final
do 1º Ciclo ou do 2º Ciclo ainda não alfabetizados. Portanto, esse trabalho pretende
proporcionar uma diversidade pedagógica e, principalmente, promover desafios
necessários à aprendizagem.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


18

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Referência:

ALMEIDA, D. Níveis de Escrita. Bem Resumido. Processo de Aquisição da Escrita.


Blog Diário de um Educador. Disponível em:
<http://diariodeumeducadorbaiano.blogspot.com.br/2010/03/os-niveis-de-escrita-
bem-resumido.html>. Acesso em: 11 marços 2016.

BRASIL, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional.


Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: a aprendizagem do sistema de
escrita alfabética: ano 1: unidade 3/Ministério da Educação,Secretaria de Educação
Básica,Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. – Brasília: MEC, SEB, 2012. p. 09.

_____________. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: a apropriação do


sistema de escrita alfabética e a consolidação do processo de alfabetização: ano 2:
unidade 3/Ministério da Educação.Secretaria de Educação Básica,Diretoria de Apoio
à Gestão Educacional.- Brasília:MEC,SEB, 2012.p.06-13.
_____________. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: a apropriação do
sistema de escrita alfabética e a consolidação do processo em alfabetização em
escolas do campo: educação do campo: unidade 3/Ministério da
Educação.Secretaria de Educação Básica,Diretoria de Apoio à Gestão Educacional.-
Brasília:MEC,SEB, 2012.p.11/19.

PERNAMBUCO. Parâmetros para Educação Básica do Estado de Pernambuco.


Parâmetros Curriculares de Língua Portuguesa para o Ensino Fundamental e Médio.
CAED. Juiz de Fora: 2012.

Programa de Formação de Professores Alfabetizadores – PRO

TENUTA, Adriane Ribeiro Andolá. Prática de ensino em língua portuguesa:


alfabetização e letramento: em busca da palavra-mundo: volume único/Adriane
Ribeiro Andaló Tenua.- São Paula:FTD,2010. – (Coleção teoria e prática). p.25.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


19

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Professor (a)
Segundo os Parâmetros
Curriculares de
Pernambuco, saber é
condição fundamental
para o exercício da
cidadania. Por isso as
práticas de linguagem
devem estar voltadas,
principalmente, para o
ensino da leitura (p. 63).
Ler nessa perspectiva vai
muito além de
decifrar/decodificar
símbolos. É essencial que
o estudante interaja com
çõ o maior número de
materiais escritos, para
que possam vivenciar os
diferentes usos da
leitura. Desta forma,
sugerimos algumas
orientações de ensino
que visam o
desenvolvimento das
expectativas, bem como
a exploração dos
gêneros textuais e suas
funções comunicativas, e
a apropriação do sistema
de forma reflexiva,
levando o estudante a
perceber que a língua
que ele estuda é a
mesma que ele utiliza
dentro e fora da escola.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


20

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Atividades

4º ano

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


21

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

I Bimestre

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


22

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Características dos contos de fadas


• Podem contar ou não com a presença de fadas, mas fazem uso
de magia e encantamentos;
• Seu núcleo problemático é existencial (o herói ou a heroína
buscam a realização pessoal);
• Os obstáculos ou provas constituem-se num verdadeiro ritual de
iniciação para o herói ou heroína;

Outros aspectos:

* Introdução (ou apresentação) – Constitui o início da história a ser

Contos
narrada. Neste momento, o narrador apresenta os fatos iniciais, os
personagens e, na maioria das vezes, o tempo e o espaço.

* Complicação (ou desenvolvimento) – Representa a parte em que


se desenvolve o conflito. O conflito é o momento em que algo
começa a acontecer, e nós, como leitores, ficamos surpresos à
espera do que está por vir.

* Clímax – É o momento mais tenso da narrativa, pois tudo pode


acontecer, podendo ser aquilo que esperávamos ou não.

* Desfecho (ou conclusão) – Revela o final da história, a solução


para o conflito, sendo que este fim poderá ser de vários modos:
triste, alegre, surpreendente, engraçado, e até mesmo... trágico!!!

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


23

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Cinderela

Era uma vez, uma doce garota chamada


Cinderela. Todos os animais a adoravam,
principalmente dois ratinhos chamados Tatá
e Jaque. Eles fariam qualquer coisa por
Cinderela.

Cinderela vivia com sua madrasta e duas


meias-irmãs, Anastácia e Drizela.

Elas maltratavam Cinderela fazendo-a


limpar, costurar e cozinhar o dia todo. Ela
se esforçava para fazê-las felizes.

A madrasta de Cinderela, Lady Tremaine,


era fria, cruel e tinha inveja do charme e
beleza da enteada.
Ela adorava dar tarefas adicionais para
Cinderela, como dar banho em seu gato,
Lúcifer.

Certo dia, um mensageiro levou um


convite especial. Haveria um baile no
palácio real!
O Rei queria encontrar uma noiva para seu
filho. Todas as jovens do reino estavam
convidadas, inclusive Cinderela!

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


24

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Cinderela estava muito animada com o


baile. No sótão, ela encontrou um vestido
que pertenceu à sua mãe.
Era um pouco antiquado, mas Cinderela
podia torná-lo deslumbrante!

Lady Tremaine não queria que


Cinderela fosse ao baile. Ela queria que o
Príncipe conhecesse Anastácia e Drizela.
Talvez ele se casasse com uma delas!
Lady Tremaine encheu Cinderela de
tarefas que demorariam a noite toda.

Enquanto Cinderela trabalhava, os ratos e


pássaros arrumaram seu vestido. Eles
acrescentaram laços e miçangas que as duas
irmãs haviam jogado fora.
Trabalhando juntos, os animais
transformaram uma peça simples em um
vestido fabuloso!


Cinderela ficou radiante ao ver seu
vestido. Agora, ela poderia ir ao baile!
"Oh, muito obrigada!" disse Cinderela
a Tatá, Jaque e os pássaros.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


25

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Quando as irmãs viram seus antigos laços


e miçangas no vestido de Cinderela, ficaram
furiosas.
Elas rasgaram o vestido e arrancaram os
enfeites. Lady Tremaine não as impediu. Para
Cinderela, o sonho de ir ao baile chegou ao
fim.


Cinderela fugiu para chorar no jardim.
De repente, sua fada madrinha apareceu.
Com sua varinha, ela transformou uma
abóbora em uma elegante carruagem.
Cinderela podia ir ao baile, mas seu
vestido continuava arruinado.

"Bibbidi-bobbidi-boo!", disse a Fada


Madrinha, usando a varinha novamente.
Cinderela agora usava um belíssimo vestido e
sapatinhos de cristal.
Mas havia uma condição: o feitiço se
encerraria à meia-noite!

Durante o baile, o Príncipe Encantado


não conseguiu tirar os olhos de Cinderela.
Ao som da orquestra, o Príncipe
dançava com a garota incrível cujo nome
ainda desconhecia. Para Cinderela, aquela
noite era um sonho realizado.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


26

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

De repente, começaram as doze


badaladas do relógio. "Adeus!" disse
Cinderela, apressada.
"Volte!", disse o Príncipe. "Eu nem sei o
seu nome!" Enquanto Cinderela fugia, um de
seus sapatos de cristal caiu.


O Príncipe enviou o Grão-Duque para
encontrar a garota a quem servisse o
sapato. Lady Tremaine trancou ela no
sótão, mas seus amigos ratinhos
conseguiram libertá-la.
Então, Lady Tremaine fez o Grão-
Duque tropeçar e quebrar o sapatinho de
cristal... mas o outro pé estava no bolso
de Cinderela. E ele serviu!

Logo, Cinderela e o Príncipe se casaram.


Todos comemoraram, inclusive os amigos
ratos de Cinderela que usaram trajes
especiais no casamento.
Cheios de alegria, Cinderela e o Príncipe
Encantado viveram felizes para sempre.

Versão extraída de: http://disneyjunior.disney.com.br/a-historia-de-cinderela

Fim

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


27

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

1ª semana ATIVIDADES

1 - Qual é o título do conto?


_______________________________________________________

2 - Que outro título você daria a essa história?


_______________________________________________________

3 - Nos contos existe sempre um narrador, ou seja, alguém que conta a história.
Marque abaixo quem está contando a história:

( ) o príncipe ( ) Cinderela ( ) o autor da história ( ) a madrasta

4 - Ligue corretamente os elementos que compõe o conto que você leu:

Heroína Varinha mágica, a transformação da


abóbora e dos ratinhos.
Herói A inveja, a crueldade e os maltratos que
Cinderela sofreu da Madrasta e suas filhas.
Antagonista O Príncipe

Elementos mágicos O casamento de Cinderela com Príncipe.

Onde e quando se passa o conto Lady Tremaine, Anastácia e Drizela

Conflito Na casa da Madrasta e no baile do palácio


real.
Solução do conflito (desfecho)
Cinderela

5 - Escreva uma lista com os nomes de todos os personagens.

6 – Copie em seu caderno o 2º parágrafo do conto.


________________________________________________________________
7 - Observe as palavras abaixo e circule a sílaba que elas têm em comum:

CINDERELA - ELA - DRIZELA

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


28

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

8 - Veja o exemplo e continue formando palavras com nome Cinderela.


C I N D E R E L A

D E L A DELA

9 – Imagine que Cinderela começou a lista com os nomes das princesas que irão
para o seu casamento. Porém, todos os nomes das suas convidadas começam com
a letra L. Vamos ajudá-la a terminar?

1 – Lorena
2 – Luci
3 - _________________
4- _________________
5 - _________________
6 - _________________

10 - Amplie as frases abaixo com a ajuda de seu professor.

Cinderela comprou um laço lilás para_________________________________.

O Príncipe dançava com as__________________________________________


________________________________________________________________.
O Príncipe enviou o Grão-Duque ____________________________________

________________________________________________________________.

11 – Substitua a letra grifada e forme uma nova palavra. Veja o exemplo:

Ex: bola – mola ___ola ___ola ___ola


mala - fala ___ala ___ala ___ala
mela – cela ___ela ___ela ___ela
galo - ralo ___alo ___alo ___ alo

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


29

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

12 - Ordene as letras e descubra as palavras abaixo. Em seguida, forme outras


palavras com essas letras:

C R N I L E F
M L O E
E E A L D O R A A

______________________ __________________ _______________

_________________________ ______________________ ______________________


_________________________ ______________________ ______________________
_________________________ ______________________ ______________________
_________________________ ______________________ ______________________
_________________________ ______________________ ______________________
_________________________ ______________________ ______________________
_________________________ ______________________ ______________________
___________ ______________________ ______________________

13 – Separe as sílabas das palavras e organize-as de acordo com o quadro abaixo:

Sílabas Sílabas Sílabas


Cinderela -
formadas formadas formadas
por por três por duas
quatro letras letras
letras
Enteada –

Madrasta –

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


30

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Fique Atento(a)!
Professor (a),
Lembramos, mais uma vez, que as atividades aqui propostas devem ser
realizadas com os estudantes que não estão alfabetizados. Essas atividades
devem ser aplicadas no momento de produção do Gênero do bimestre.
O gênero deve ser explorado coletivamente nos Eixos de Leitura e Oralidade,
com toda turma, de acordo com as orientações do Currículo.
Você realiza o trabalho de produção com os estudantes mais avançados,
enquanto aplica estas atividades com os não alfabetizados, seguindo as
orientações do caderno.

ATENÇÃO!

As atividades deste caderno Agrupe os estudantes em duplas


devem ser vivenciadas em três ou trios para aplicação das
dias, a sua escolha, dentro da atividades. Não esqueça de
semana. utilizar o alfabeto móvel e/ou
materiais concretos.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


31

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta

1ª semana

Professor (a), lembre-se de que sua turma estará dividida em níveis


de aprendizagens diferente. Portanto, a parte da turma que já
domina a leitura e a escrita estará produzindo o gênero com
autonomia e a outra parte dos estudantes que ainda não estão
alfabetizados, farão as atividades propostas neste caderno.
As atividades orais de leitura, compreensão e reconhecimento do
gênero, você deverá fazer com toda a turma.
Orientações de ensino

Lembramos de que antes de qualquer atividade de produção de um


determinado gênero, os estudantes devem ter acesso a diversas
leituras deste mesmo gênero. Assim, eles se familiarizarão com o
jeito e com aspectos que são específicos do gênero.

As questões 1 a 6 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Para iniciar a atividade, sugerimos a leitura coletiva do conto


CINDERELA. Em seguida, explore oralmente, com os estudantes, os
aspectos estruturantes do gênero (título, personagens, tempo,
espaço, clímax, desfecho...)
Questione-os sobre o significado das palavras trancou, sótão,
enteada, antiquado e deslumbrante dentro do texto. Desafie-os a
substituir esses termos por sinônimos nas frases em que eles se
encontram.
Pergunte-os:
Cinderela queria ir ao baile? Por quê?
Por que as irmãs de Cinderela não queriam que ela fosse ao baile?
O que significa a frase “... as doze badaladas do relógio.” ?

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


32

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Questões nº 1 e 2 - Após toda exploração do texto, inicie pedindo que os estudantes


destaquem o título do conto e escreva-o. Depois peça que eles deem um novo
título. Com isso você verificará se os estudantes compreenderam o que foi lido e ao
produzir o título, se ele faz uma relação com o tema do texto.

Questão nº 3 - Questione-os sobre o narrador, dando exemplos diferenciados. Em


seguida, peça que marquem quem eles acham ser o narrador deste conto.

Questão nº 4 – Aqui o estudante vai identificar aspectos do gênero conto. Você


professor (a), precisa explorar bem, relendo novamente o conto, chamando a
atenção dos estudantes para estes aspectos que estruturam o gênero.

Questão nº 5 - Agrupe-os em duplas ou trios e distribua o alfabeto móvel para que


eles possam formar os nomes dos personagens antes de escrevê-los. Chame a
atenção para a pronúncia dos nomes, a posição das letras e a organização das
sílabas.

Questão nº 6 - Releia o texto e peça que os estudantes acompanhem com o dedo.


Pergunte-os qual parte corresponde ao 2º parágrafo e peça que copiem na 6ª
questão. Aqui, você professor (a), observará como o estudante está conduzindo sua
escrita, se estão respeitando os espaços entre as palavras, dentre outros aspectos.
Faça as intervenções que são necessárias para que eles compreendam as
convenções que organizam o uso da página escrita.

As questões de 7 a 10 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 7 - Iniciaremos o trabalho de consciência fonológica, destacando o som


final das palavras. Leve o estudante a perceber que a sílaba “ La “, apesar de estar
em palavras diferentes, continua com a mesma grafia e fonema. Explore bem esses
aspectos dando outros exemplos com outros padrões.

Questão nº 8 - Você deve explorar os seguintes aspectos:

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


33

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Dentro das palavras podemos achar outras. Trabalhe com os estudantes dando
exemplos no quadro. Lembre-se de que é sempre necessário enfatizar o grafema e
fonema para que eles possam se apropriar e reconhecer o nosso sistema alfabético.
Depois de bem explorado, peça que eles continuem o exercício, descobrindo os
nomes que podem ser formados a partir da palavra CINDERELA.

Questão nº 9 – Reforce, mais uma vez, a escrita e a leitura de palavras com a letra
“ L”. Continue explorando o som desta letra dentro das palavras na atividade.

Questão nº 10 - Você vai conduzir os estudantes na ampliação das frases. Para isso
dê dicas, peça que retorne ao texto de Cinderela e vejam o que podem acrescentar
para finalizar as frases. Chame a atenção para a organização das ideias.

As questões 11 a 13 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 11 - Aqui, estamos sugerindo o trabalho com aliteração (troca-se a letra


inicial e muda-se a palavra).
Explore bastante está atividade oralmente para que o estudante compreenda esse
aspecto.

Questão nº 12 – Aqui estaremos trabalhando com os estudantes a ideia de que, para


formarmos palavras com sentido é necessário ordenar as letras. Se achar
necessário, faça alguns exemplos no quadro. Coloque a palavra desordenada e
depois ordene-as para que os estudantes percebam os aspectos acima citados.
Enfatize também a correspondência grafo-fônica.

Questão nº 13 – Professor (a) nesta atividade leve os estudantes a perceberem que


as sílabas constantes em uma palavra podem ser formadas com quantidades
diferentes de letras, e que em algumas palavras a sílaba aparece representada por
uma vogal. Dê outros exemplos para que os estudantes percebam esse aspecto.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


34

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Os Três Porquinhos

Era uma vez três porquinhos que viviam na floresta com a sua mãe. Um
dia, como já estavam muito crescidos, decidiram ir viver cada um em sua
casa.
A mãe concordou, mas avisou-os:
- Tenham muito cuidado, pois na floresta
também vive o lobo mau, e eu não vou estar lá
para vos proteger…
- Sim mamãe! – Responderam os três ao mesmo
tempo.
Os porquinhos procuraram um bom lugar para
construir as suas casas e, assim que o encontraram, cada um começou a
fazer a sua própria casa.
O porquinho mais novo, que só pensava em brincar, fez a sua casa
muito rapidamente, usando palha. O porquinho do meio, ansioso por ir
brincar com o mais novo, juntou uns paus e depressa construiu uma

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


35

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

casa de madeira. O porquinho mais velho, que era o mais ajuizado,


lembrou-se do que a sua mãe lhe tinha dito, e disse:
- Vou construir a minha casa de tijolos. Assim terei uma casa muito
resistente para me proteger do lobo mau.
É claro que foi o que demorou mais tempo a construir a casa, mas, no
fim, estava muito orgulhoso dela, e só aí se juntou aos seus irmãos para
brincar.
Um dia andavam os três porquinhos a saltar, muito divertidos, quando
aparece o lobo mau:
- Olá! Vejo três deliciosos porquinhos a minha frente.
Ao verem o lobo mau, fugiram cada um para a sua casa.
O lobo, que estava cheio de fome, chegou ao pé da casa do porquinho
mais novo, e disse:
- Cheira-me a porquinho! Sai daí que eu vou te comer! Se não saíres,
deito a tua casa de palha abaixo…
E vendo a casa de palha a sua frente, soprou tão forte, que fez a casinha
ir pelo ar!
O porquinho assustado correu para a casa do irmão do meio, que tinha
uma casa de madeira.
Quando o lobo lá chegou, gritou novamente:
- Cheira-me a porquinho! E eu estou com tanta fome que vos vou comer
aos dois…
E com dois sopros, conseguiu deitar a casa de madeira abaixo.
Os dois porquinhos mais novos correram então, apavorados, para a
casa do irmão mais velho, que era de tijolo.
O lobo, vendo que os três porquinhos estavam todos numa só casa,
exclamou, louco de alegria:

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


36

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

- Cheira-me a porquinho! E mais fome não vou eu ter, pois apanhei três
porquinhos para comer!
Então o lobo encheu o peito de ar e soprou com toda a força que tinha,
mas a casinha de tijolos não se mexeu nem um bocadinho. Aliviados, os
três porquinhos saltaram de contentes.
Mas o lobo não desistiu, e disse:
- Não consegui deitar a casa de tijolos abaixo nem derrubar a sua porta,
mas eu tenho outra ideia… esperem que já vão ver! E começou a subir o
telhado, em direção à chaminé.
Os porquinhos mais novos ficaram aflitos, mas o mais velho, que era
muito esperto, colocou no fogão, por baixo da chaminé, um grande
caldeirão de água a ferver.
O lobo, ao entrar pela chaminé, caiu no caldeirão de água quente e
queimou o rabo, fugindo o mais rápido que podia para o meio da
floresta. Os dois porquinhos agradeceram ao seu irmão mais velho, e
aprenderam a lição.
Deste lobo mau, nunca mais se ouviu falar…

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


37

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
2ª semana
1- Escreva o título de um conto que você conhece.
___________________________________________________

2 – A que aspecto do conto a expressão, “Era uma vez” se refere.

( ) o desfecho ( ) o narrador ( ) o conflito ( ) o tempo em que ocorre a história

3 – Escreva no quadro ao lado os nomes que correspondem aos personagens do


conto: “Os três porquinhos”.

Os Três
Porquinhos A mãe

A madrasta Cinderela

O lobo A fada

4 – Escreva outro desfecho (final), para a história dos Três Porquinhos. (1ª versão).

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
___

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


38

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5 – Vamos recordar a historia dos Três Porquinhos!

a) Enumere as frases de acordo com o desfecho da história.

O lobo, ao entrar pela chaminé,

Os dois porquinhos agradeceram ao seu irmão mais velho,

Fugindo o mais rápido que podia para o meio da floresta.

Caiu no caldeirão de água quente e queimou o rabo,

E aprenderam a lição.

Deste lobo mau, nunca mais se ouviu falar…

b) Escreva o desfecho, organizando em parágrafos as frases que você enumerou.

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


39

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

6–
a). Retome a escrita referente à questão quatro. Veja o que pode ser melhorado no
desfecho escrito por você. (2ª versão).

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
___

b). Retorne ao desfecho do conto Os três Porquinhos que você organizou e


verifique o que pode ser melhorado.

____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________

7 - Quantas letras têm as palavras abaixo? Qual delas tem o número maior de letras?

PORQUINHO MADEIRA RAPIDAMENTE

APAVORADOS ROLETA _______________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


40

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

8 - Veja o exemplo e continue formando palavra com nome MADEIRA.


M A D E I R A

M A R A MARA

9- Escreva em ordem alfabética as palavras abaixo:

palha – sopro – depressa – telhado – floresta – lobo – caldeirão – porta – aflitos –


novo - velho

____________________________________________________________
____________________________________________________________

10 – Complete as frases substituindo as figuras pelos seus nomes. Observe que os


nomes rimam.

O porquinho do meio, ansioso por ir brincar, construiu uma casa de

____________________________________________________________
____________________________________________________________

A também é de madeira.

____________________________________________________________
____________________________________________________________

Na casa tem uma no meio da sala.

____________________________________________________________
____________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


41

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

11 – Faça uma lista com mais palavras que rimem com:

Madeira ______________________________________________________________

Cadeira_______________________________________________________________

Lareira_______________________________________________________________

12 - Encontrem no quadro nomes que contém a letra R, em qualquer posição da


palavra.

R T R A R O S A H G T
R O L Q O Q S P E I D
E P O M U J H A Y F T
I W D V P E D V R R A
O M E T A I R O R Q B
A I S R U I T R U A F
A R A R A N D A U D F
R T P O F R G D C O R
I E A I S S R O T A F
S H R I R O O P T R G
O G E M G B J J I A V
Q P C H E I R A K M O
D E E O P P L M R R E
Agora escreva as palavras encontradas nas linhas abaixo:

____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


42

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta

2ª semana

Professor (a), antes de iniciar as atividades, leia em voz alta o


conto dos Três Porquinhos. Explore bem os aspectos orientados
nos eixos de Leitura e Oralidade que estão no Currículo do PAS.
Levante questionamentos para perceber o quanto os estudantes
já sabem sobre o gênero trabalhado.
Orientações de ensino

As questões de 1 a 5 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 1 – Questione os estudantes acerca dos contos de


fadas que eles conhecem, chamando a atenção para os títulos.
Em seguida, peça que eles escrevam um dos títulos
mencionados. Explore a coerência do título com a história, como
também a leitura e compreensão do texto lido, fazendo
questionamentos para que eles entendam a história e os
aspectos estruturantes do Gênero.

Veja algumas das características dos contos de fadas que você


pode retomar:

• Problemática existencial: morte, vida, amor,


envelhecimento, separação, sexualidade, rivalidades
fraternas, etc.
• Início: feito para partir do aqui e do agora, mostrando que
a história se passa longe do mundo real: “Era uma vez....“
”Há muitos e muitos anos...”
• Obstáculos a vencer.
• Elementos de encantamento e dicotomia: bem X mal
• Narrativa: complexa, com a presença de muitos diálogos.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


43

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

• Presença de um narrador: figura que detém todo o conhecimento e que é


“dono da vida” dos personagens.
• Vocabulário rico.
• Presença de castelos: (resquícios medievais) e bosques (onde o
encantamento acontece)
• Presença marcante da natureza.
• Abordagens de relações: pai, mãe, madrasta, madrinha (conceito social de
apadrinhamento) http:/portaldoprofessor.mec.gov.br/

Questão nº 2 – Abra um diálogo com os estudantes sobre os termos usados para


iniciar um conto: Era uma vez, Certo dia..., Explique o que eles significam (neste
caso significando uma questão temporal da história contada). Volte ao texto dos
Três Porquinhos e peça que eles localizem esses termos. Em seguida, oriente-os a
responder a questão.

Questão nº 3 – Explore novamente os nomes dos personagens do conto de


CINDERELA lido na semana anterior e peça aos estudantes que identifiquem no
texto dos Três Porquinhos. Depois peça que eles respondam a questão.

Questão nº 4 – Questione os estudantes sobre como terminou o conto dos Três


Porquinhos, Faça as seguintes perguntas: Acharam interessante este final? Foi
adequado à história? Que outro final ele poderia ter? Após estes questionamentos,
peça que eles pensem um novo desfecho (uma frase) e conduza a escrita na
atividade. Feito isso, recolha as atividades, verifique quais intervenções podem ser
feitas e elabore um quadro de correção com símbolos para ressaltar nos textos
onde o estudante pode melhorar a escrita.
Questão nº 5 –
a) Pegue novamente o texto dos Três Porquinhos e peça que os estudantes
localizem e marquem o desfecho da história. Em seguida, leia com eles as
frases que estão desordenadas na atividade, orientando-os para que
numerem de acordo com a ordem em que os fatos aparecem no texto,
b) Depois peça que eles escrevam o desfecho organizando em parágrafos, de
acordo com a ordem numérica. Verifique quais intervenções podem ser

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


44

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

feitas e elabore um QUADRO DE CORREÇÃO com símbolos para ressaltar nos


textos onde o estudante pode melhorar a escrita. Ex: segmentação, escrita
das palavras, encadeamento das ideias, transcrição da fala.

A questão 6 deverá ser vivenciada no 2º dia.

Questão nº 6 – Apresente para os estudantes o QUADRO DE CORREÇÃO criado por


você e explique o que cada símbolo significa. Entregue aos estudantes a frase
produzida por eles já com a marcação dos símbolos e peça que eles ajustem a
escrita de acordo com a orientação do QUADRO DE CORREÇÃO. Recolha
novamente e verifique os avanços conseguidos na correção. Caso necessite de mais
intervenções, retome o desfecho no outro dia, e repita a indicação com os símbolos
para novos ajustes.

a) Faça o mesmo com o desfecho do Conto dos Três Porquinhos que foi
organizado pelos estudantes, partindo da enumeração.

Finalize o dia organizando um painel ou outra forma de culminância, com os


desfechos produzidos.

As questões de 7 a 12 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 7 – Nesta atividade leve o estudante a refletir sobre a composição das


palavras acerca da quantidade de letras, letra inicial, sílaba inicial. Reflita com eles
sobre a sílaba inicial da palavra APROVADOS, uma vez que a mesma é formada por
apenas uma letra e esta letra não corresponde a uma vogal e sim a uma sílaba. Logo
após peça que respondam a atividade.

Questão nº 8 – Treine com os estudantes, mostrando exemplos de palavras dentro


de palavras. Depois peça para eles descobrirem e registrarem as que podem ser
formadas na palavra Madeira. (Chame a atenção para as letras e sílabas usadas).

Questão nº 9 – Peça que observem as letras iniciais das palavras e oriente-os a


ordená-las de acordo com o alfabeto.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


45

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Questões nº 10 e 11 – Com o apoio do alfabeto móvel, oriente os estudantes a


formarem os nomes dos desenhos que completam as frases e explore com eles o
som das palavras (rimas), pedindo que eles listem outras palavras que também
rimem com as da atividade anterior.

Questão nº 12 - Leia com os estudantes as palavras do quadro, leve-os a perceberem


o som do R seguido da vogal, em diferentes posições nas palavras. Em seguida peça
que eles encontrem no caça-palavras os nomes listados e escreva-os nas linhas
abaixo. Depois os oriente a circular a letra R em cada palavra, chamando a atenção
para sua posição. Dê outros exemplos modificando a posição para que eles
percebam o que acontece. EX: rapaz - árvore.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


46

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Características do Poema

O poema é um gênero textual norteado por


características específicas, cuja finalidade
discursiva se pauta pelo despertar de
sentimentos, pelo provocar de emoções;

cÉxÅtá
Um poema possui os seguintes elementos:

*Versos – O que compõem o poema. Cada linha é um verso.

* Estrofe – É a reunião dos versos, em blocos.

* Ritmo – É a sequência regular e modulada de sons nas


palavras, nas frases, nos versos de um texto poético.

* Rima – É a regularidade sonora que pode estar tanto no


meio como no final do verso. Quando não há rima, chama-
se verso branco.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


47

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Passarinho Fofoqueiro

Um passarinho me contou
Que a ostra é muito fechada.
Que a cobra é muito enrolada.
Que a arara é cabeça oca.
E que o leão marinho e a foca...
Xô, passarinho! Chega de fofoca.
(José Paulo Paes)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


48

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
3ª semana
1. Coloque em ordem o texto fatiado!

Que a Arara é uma cabeça oca. Xô, passarinho! Chega de fofoca.

Que a ostra é muito Que a cobra é muito enrolada.

E que o leão marinho e a foca Um passarinho contou

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

2. Complete o texto com as palavras que se encontram no quadro:

oca leão fofoca


fechada

Um passarinho contou foca cobra


Que a ostra é muito ___________________
Que a ___________ é muito enrolada,
Que arara é uma cabeça _______________
E que o _____________ marinho e a ____________...
Xô passarinho! Chega de _______________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


49

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3. Faça uma lista de palavras que rimam com FOFOCA:

_______________________________________

_______________________________________

_______________________________________

_______________________________________

_______________________________________

4. Escolha as sílabas e forme palavras:

SIL SO QUA APR LA DO

PO TO JA ÃO CA RE LE

NA MA CO BRA CO PA VO

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


50

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5. Observe as palavras:

fofoca foca oca

a- O que elas têm de semelhantes? _________________________

b- O que elas têm de diferentes?___________________________

c- Qual delas é a menor palavra?____________________________

d- Quantas letras encontramos na palavra FOCA?_______________

6. Agora construa uma quadrinha com os nomes dos animais da poesia.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


51

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta


Professor (a), ao apresentar o poema é necessário investigar os
conhecimentos prévios dos estudantes, através de possíveis
perguntas que irão anteceder sua leitura. Com base no título, leve-
os a fazerem suposições sobre o texto. É importante que você faça
o registro das respostas dos estudantes no quadro ou cartaz. Após
a leitura, argumentar com a turma do que o texto fala ou qual
assunto principal do texto. Para que o poeta escreve o poema.
Explore bastante os poemas. Estimule comentários sobre o modo
como os poemas foram trabalhados, demonstrando diferença
Orientações de ensino

entre escrita poética (figura de linguagem, pontuação, estética do


texto, vocabulário, rima, versos e estrofes) e a escrita informativa,
por exemplo, (direita, com intenção de explicação em parágrafos).
Lembre-se de que as atividades mencionadas serão direcionadas
para as crianças que apresentam dificuldade na aquisição da leitura
e da escrita. Sua evolução somente ocorrerá se você, Professor (a),
junto a elas, ajudá-las a observar e refletir.

Antes de fazer as questões de nº 1 a 5 trabalhe com as crianças o


poema individualmente ou em dupla. Em seguida, proponha uma
atividade de leitura para os estudantes tentarem localizar as
palavras que rimam. Veja algumas sugestões:

• Atividades de reflexão sobre a escrita, análise e


comparação de letras, sílabas inicial e final;
• Identificar os animais do poema com o lápis de cor azul:
• Destacar no texto palavras que rimam, relacionando-a com
outras palavras;
• Convide os estudantes, uma por vez, para localizar e circular
no poema o nome do animal, por exemplo, COBRA. Faça
intervenções que orientem o estudante a encontrar o
nome.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


52

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3ª semana
As questões 1 e 2 deverão ser vivenciadas no 1º dia

Questão nº 1 – Professor (a) traga o poema fatiado para que os estudantes possam
ordenar e compreender a formação de um texto.

Questão nº 2 – Continue com sua reflexão sobre escrita, procurando ler o texto e
completá-lo com as palavras informadas.

As questões 3, 4 e 5 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 3 – A atividade envolve consciência fonológica. Nesta atividade o estudante


tem objetivo de construir novas palavras que rimam com palavra FOFOCA, ao mesmo
tempo reconhecerá nos textos palavras que rimam.

Questão nº 4 – Ainda trabalhando com a consciência fonológica, eles terão que refletir
sobre a sonoridade das sílabas para fazer a atividade. Eles terão o desafio de formar
palavras com as sílabas. Utilize em outro momento mais atividade sobre esta.

Questão nº 5 – Nesta atividade o estudante tem o desafio de construir sua hipótese sobre
som e a grafema da palavra. Professor, além desta atividade, desenvolva com eles outros
desafios.

A questão 6 deverá ser vivenciada no 3º dia.

Questão nº 6 – Nesta atividade os estudantes elaborarão uma quadrinha. Para isso


Professor (a) é necessário mostrar que quadrinha é uma espécie de trova popular, cuja
letra é formada por quatro versos. Ela é muito usada para desafios, provérbios populares
e advinhas. Por exemplo: “Batatinha quando nasce / Espalha a rama (ou “esparrama”)
pelo chão. Por ser de caráter popular, as quadrinhas estão sempre sendo modificadas
pelos falantes. Deve explicar que terão que ficar atentos para o ritmo.

Lembrete! Antes de iniciar a produção, converse com as crianças para quem será
escrita a quadrinha e para quê? Com que finalidade terá que escrever a
quadrinha. Combine com a turma onde a produção circulará.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


53

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Convite
(José Paulo Paes)

Poesia
É brincar com palavras
Como se brinca
Com bola, papagaio, pião.

Só que
Bola, papagaio, pião
De tanto brincar
Se gastam

As palavras não:
Quanto mais se brinca
Com elas
Mais novas ficam

Como a água do rio


Que é água sempre nova.

Como cada dia


Que é sempre um novo dia
Vamos brincar de poesia?

http://reginavolpato.com.br/blog/2011/10/12/convite-jose-paulo-paes/

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


54

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
4ª semana
1. Vamos brincar de poesia? Retire do poema as palavras que rimam.

2. Circule as palavras que rimam com BRINCAR:

RUBRICAR CORRER ENCHARCAR FICAR TRIGO

CAÇAR CAMINHAR CADUCAR BRIGAR TIGRE

PICAR PULAR SOLTAR BRECAR PRATO

a) Agora escreva as palavras neste espaço:

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

b) Observe as seguintes palavras


RUBRICAR ENCHARCAR BRIGAR

b.1 O que tem de semelhantes entre elas:


______________________________

b.2 Há alguma palavra que tem o mesmo som? Se positivo diga qual é?

______________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


55

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3. Faça um acróstico com a palavra:

C____________________________________________________________________

O____________________________________________________________________

N____________________________________________________________________

V_____________________________________________________________________

I_____________________________________________________________________

T_____________________________________________________________________

E_____________________________________________________________________

4. Que tal você atender ao convite do poeta:


“Vamos brincar de poesia?”
Escreva um pequeno poema sobre seu brinquedo preferido.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


56

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta


Professor (a) continuaremos trabalhando nesta segunda semana
com o gênero textual Poema, com o mesmo autor.

Antes de fazer as atividades propostas, leia o poema com a turma.


Ao fazer a leitura deixe que as crianças comentem livremente suas
impressões. Em seguida, faça as perguntas que estimulem a
apreciação do tipo: O que acharam mais interessante neste
poema? Do que o autor está falando? Por que o título do texto é
“convite”? Quais são as brincadeiras citadas no poema? Podemos
Orientações de ensino

brincar de poesia? Como se brinca de poesia? Por que brincar com


brinquedo é gostoso e com palavras não? Quais as palavras que
terminam com o mesmo som? É importante lembrar de que no
verso “poesia/é brincar com palavras/como se brinca/com bola,
papagaio, pião, vemos que o eu poético estabelece uma relação de
correspondência entre as palavras e os brinquedos, na construção
das brincadeiras infantis. Outra questão discutida no texto é o
desgaste do brinquedo, enquanto objeto material. Mas não
enquanto representação de um ideal, de uma ilusão, e, também, a
renovação da palavra enquanto meio de criação. Enquanto os
brinquedos se desgastam, as palavras a todo instante, se renovam
através da criatividade poética.

Lembre-se de que sempre que você trabalhar com textos poéticos


crie situações favoráveis que os estudantes entendam o que estão
lendo. Distribua uma cópia do poema para cada estudante. Peça
que releia e grife as palavras que combinam, ou seja, que possuem
som parecido que rimam. Liste no quadro as descobertas de modo
que fique visível a grafia e favoreça a percepção de que há
similaridade de som e de escrita. Proponha que os alunos criem
novas rimas com as palavras do poema.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


57

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

4ª semana

As questões 1 e 2 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 1 – É necessário retomar ao poema e fazer leitura para que os estudantes se


detenham em partes mais específicas do texto. Também é interessante perguntar onde se
encontram as rimas. Por exemplo: Que palavra rima com pião? Ou por que acham que o
autor escolheu esta rima e não outra? Só assim ele poderá fazer a atividade solicitada.

Questão nº 2 – Nesta questão o estudante com ajuda vai reconhecer quais as palavras que
rimam com BRINCAR. Posteriormente, terão um desfio de responder alguns
questionamentos para cada vez mais refletirem sobre a escrita. Você, Professor (a)
também pode continuar a atividade com outras perguntas, utilizando as palavras do
quadro.

A questão 3 deverá ser vivenciada no 2º dia.

Questão nº 3 – O acróstico é um gênero de composição, geralmente poética, que consiste


em formar uma palavra vertical com as letras iniciais ou finais de cada verso, gerando um
nome próprio ou uma sequência significativa. Pensando desta forma que a atividade visa
ao estudante ter o sentimento poético e também fazer uma reflexão sobre a escrita.

A questão 4 deverá ser vivenciada no 3º dia.

Questão nº 4 – Professor (a), o objetivo dessa atividade é que o estudante (re) leia o
poema e construa um novo poema. Tendo como ponto de partida “Vamos brincar de
poesia”? Que foi abordado no poema trabalhado na sala de aula. Proponha um poema com
brincadeiras que eles gostam. Por exemplo: Vamos brincar de futebol? Proponha aos
estudantes a realização de um RECITAL DE POEMA, no qual eles irão socializar uns aos
outros e com colegas de outras turmas, os poemas que construíram. Você poderá
organizar um dia para realização desse recital e convidar as famílias para participarem
desse momento. Proponha também a elaboração do convite para as famílias virem assistir
ao recital. Para tanto, trabalhe com esta modalidade de texto, ou seja, o convite.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


58

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Cordel
Estrutura do cordel
Os poemas em cordel seguem regras de métrica e rima inescapáveis,
sem elas não se faz um cordel. Seguem abaixo alguns dos modelos
possíveis:

Sextilha
Geralmente, o cordel é escrito em forma de sextilha, estrofes de seis
versos. Nesta estrutura, obrigatoriamente, o segundo, o quarto e o
sexto versos devem rimar entre si.
Para exemplificar, segue abaixo a primeira estrofe do cordel “O Pavão
misterioso”, de José Camelo de Melo Rezende, um dos cordéis mais
lidos até hoje:
1o Eu/ vou/ con/tar/ uma/ his/tó/ria [não rima]
2o De um pavão misterioso [rima]
3o Que levantou vôo na Grécia [não rima]
4o Com um rapaz corajoso [rima]
5o Raptando uma condessa [não rima]
6o Filha de um conde orgulhoso. [rima]

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


59

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Setilha
Também usada, a setilha, com estrofes de sete versos, tem a seguinte rima: o
segundo, quarto e o sétimo verso rimam entre si e o quinto e sexto têm uma
segunda rima entre si. Como exemplo, segue abaixo o cordel “As coisas do meu
sertão”, do poeta Zé Bezerra de Carvalho.
1o Já falei de saudade [não rima]
2o Tristeza e ingratidão [rima 1]
3o De amor e de prazer [não rima]
4o E cantei de emoção [rima 1]
5o. Quero agora cantar [rima 2]
6o E também quero falar [rima 2]
7o Das coisas do meu sertão [rima 1]
http://acorda.net.br/?page_id=1061

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


60

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Lobo e o cordeiro "O lobo e o cordeiro”


Severino José Esopo
http://piquiri.blogspot.com.br/
Certa vez, um lobo estava bebendo água num
A força bruta querendo riacho. Um cordeirinho chegou e também
A todos engazupar começou a beber, um pouco mais para baixo.
Se volta contra o inocente O lobo arreganhou os dentes e disse ao
Sem nenhum pretexto invocar cordeiro:
-Como é que você tem a ousadia de vir sujar a
Vinha um lobo tão sedento água que estou bebendo?
Beber água num regato -Como sujar? – respondeu o cordeiro – A água
Vendo um cordeiro abaixo corre daí para cá, logo eu não posso estar
Foi dizendo em desacato sujando sua água.
Que o pobre cordeirinho -- Não me responda! – tornou furioso. –Pois sei
Estava sujando seu prato que você estragou o meu pasto – replicou o
lobo sem perder o rebolado.
O carneiro falou tremendo -Como é que posso ter estragado seu pasto, se
Com sua vozinha sumida nem dentes eu tenho? – respondeu o humilde
Que a água corria de cima cordeiro.
Impossível tal subida -Além disso – rosnou o lobo – fiquei sabendo
Porém o lobo atrevido que você andou falando mal de mim há um
Via o cordeiro a comida ano.
-Como poderia falar mal do senhor há um ano,
Mas se você não sujou se sequer completei um ano?
Decerto que foi seu pai O lobo, não tendo mais como culpar o
O lobo afiando os dentes cordeiro, usou sua razão de animal esfomeado
Em cima do cordeiro cai e não disse mais nada: pulou sobre o pescoço
Que de medo sem entregou do pobre animalzinho e o devorou.
Morrendo sem dizer um ai

http://webcache.googleuserconte Moral: Contra a força não há argumentos


nt.com/

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


61

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Esse pensamento surgiu


Desde a escravidão
Preconceito racial Onde os negros não eram
Quero abordar Considerados cidadãos
O preconceito racial Eram excluídos da sociedade
Que partiu de uma ideologia Pois não havia igualdade
Do pensamento social Só descriminação
Que é um conjunto de cultura
De valores e também de postura 2
De uma sociedade desigual 1

A partir daí A crença na existência


Apareceu a superioridade Da raça social
Do branco sobre o negro Branco, negro, indígena
Havia autoridade E também oriental
De terem cargos altos Contribuem para o preconceito
Os negros só teriam baixos Crescendo esse conceito
Isso é a realidade Da identidade racial
3 4

O racismo existe O dia da consciência negra


Mas ninguém o vê É algo excepcional
Está na rua, em escolas Por que os negros são
E também há na TV Considerados desiguais?
Onde os negros são descriminados Para quê existe este dia
Só fazem papel de empregados Se é só uma ideologia
São humilhados pra valê De respeito social
5 6

É exatamente essa diferença Para que o racismo


Que aumenta o preconceito Possa se acabar
Pois diferenciar o negro É necessário que nós
É uma falta de respeito Possamos nele acreditar
O ser humano é um só Pois só quando entendê-lo
Não há o melhor ou pior É que iremos combatê-lo
Foi inventado esse conceito E ele finalmente extirpar.
Postado por Patrícia Anjos
7 http://patriciacordeis.blogspot.com/2011/08/preconceito-
racial.html 8

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


62

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
5ª semana
1 – a) Qual foi o tema escolhido pelo cordelista do poema?
____________________________________________________________________

b) Você acha que este tema está adequado ao cordel? Por quê?
____________________________________________________________________
c) Em que estrofe o autor diz como o preconceito começou?
____________________________________________________________________
d) Copie a estrofe que indica quando o preconceito começou.

________________________________
_______________________________
________________________________
_______________________________
________________________________
________________________________
________________________________

2 - Desafie os estudantes a completarem o verso com as palavras em destaque.

Jarid Arraes
compreende racismo
Para quem não
explicar derradeiro _____________________________
Me disponho a
mudar barrar _____________________________
O problema do
_____________________________
primeiro Que a tudo quer
_____________________________
O cabelo é o
______________________________
E também o
______________________________
Que o racismo quer
______________________________

http://www.revistaforum.com.br/

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


63

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3 - Procure no CORDEL, Preconceito racial, palavras que rimam com:

Superioridade
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
4 – Separe cada palavra nas frases abaixo, depois as escreva respeitando as pausas.

Ondeosnegrossãodescriminados
______________________________________________________________________

Sófazempapeldeempregados

______________________________________________________________________
5 – Vamos, em dupla, escrever em uma sextilha com as palavras do quadro abaixo:
(1ª versão)

igualdade - autoridade - sociedade

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


64

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

6 - Escreva o nome dos desenhos que tem a mesma sílaba grifada nas palavras
abaixo:

SOCIAL ___________________, ____________________,__________________

PENSAMENTO _________________, _________________, _________________

SUPERIORIDADE __________________,________________, ________________

7 - Complete a cruzadinha com as palavras do quadro. Observe sempre a sílaba


inicial e a quantidade de letras.

SUCATA - SABEDORIA - SELEÇÃO - SONO


SECA - SUCESSO - SILENCIOSO

S S S
S U
C
E
S
S
S O

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


65

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre as atividades propostas

Professor (a) atente mais uma vez que essa proposta é realizar
atividades deste material com os estudantes em distorção
idade/ano com intuito de proporcionar aos mesmos a reflexão
fonológica no processo de alfabetização (consciência sobre
linguagem, envolvendo palavras, partes das palavras, característica
e finalidade do gênero em estudo, sentenças).

Lembramos que, a evolução do estudante, somente ocorrerá se


Orientações de ensino

você Professor (a) ajudá-los a observar e refletir certas


propriedades do sistema alfabético (como ordem, estabilidade e a
repetição de letras nas palavras, segmentação), levando-os a
perceber, compreender e analisar as semelhanças sonoras
(palavras que rimam ou têm sílabas iguais ou mediais iguais), bem
como refletir e examinar quantidades de partes faladas e escritas
das palavras. Ou seja, que as palavras diferentes variam, ou não,
quanto ao número de letras, sonoridade e repertório.

As atividades estão relacionadas aos eixos de Apropriação da


Escrita e Produção, quanto aos demais eixos devem seguir
conforme orientações proposta no Currículo do PAS.

Convém salientar que as atividades, por você planejadas, com os


outros Eixos devem ser aplicadas com todos os estudantes da
turma. Porém, no momento de produção e apropriação da língua
você planejará atividades para os estudantes não distorcidos
atendendo ao nível do ANO, e aplicará as atividades do caderno
com os estudantes em distorção. Para isso, divida a turma
agrupando os estudantes distorcidos em (duplas ou trios), e
realizando o trabalho.

A proposta tem por meta aplicação de atividades diversificadas

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


66

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

para três dias por semana.

Antes de iniciar a resolução das questões, leia os textos “Lobo e o Cordeiro”, para
toda turma (neste dia não aplique as atividades do caderno, explore esses
aspectos). Lance questões sobre: de que trata o texto, aspecto organizacional, as
diferentes formas de apresentação, leve-os a inferir e localizar informações
explícitas e implícitas. Explore bem as diferenças entre os dois gêneros. Na Fábula
organiza-se o texto em parágrafos, sempre tem uma moral para cada história, e no
Cordel organiza-se em estrofes e existem as rimas. Seu desafio é levá-los a refletir e
identificar esses aspectos.

5ª semana

As questões de 1 a 4 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 1 – a) Inicie a aula lendo, pra toda turma, o cordel “Preconceito racial”.
Em seguida, leia novamente, agora, pedindo a participação de todos. Os que não
leem devem realizar a pseudoleitura (acontece quando a criança reconhece
palavras e símbolos da sociedade. Por exemplo, ela lê coca cola no formato da
marca, sem a consciência fonológica da formação da palavra). Explore com eles os
aspectos estruturantes. Questione-os sobre a forma de escrita e organização do
gênero, evidencie as palavras que rimas nos versos dentro da estrofe, leve-os a
identificar o tema do cordel, relacione com o título, entre outros aspectos que se
fizerem necessários.
A diferença entre estrofe e parágrafos foi explorada com os textos “Lobo e o
cordeiro”, para toda turma. Retome esse aspecto e verifique se os estudantes já
conseguem localizar a estrofe solicitada no item (c) da questão. Dialogue com eles
sobre o conteúdo da estrofe, a identificação das rimas e a sua organização. Após
toda exploração, agrupe os estudantes em distorção para realizar a questão. Os
demais, como já foi citado, deverão realizar as atividades por você planejadas.

Questões nº 2 e 3 - Nestas atividades, a finalidade é trabalhar os aspectos da


Consciência Fonológica (rimas...). Seu desafio, professor (a), é levar os estudantes a
perceberem as relações entre a pauta sonora e a escrita das palavras, identificando

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


67

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

semelhanças nas formas orais e escritas de palavras que rimam (vide Currículo do
PAS).
Acompanhe a resposta dos estudantes nas atividades acima citadas, levando-os a
refletirem e fazendo as intervenções necessárias para que eles se apropriem deste
conhecimento. Você pode e deve dar outros exemplos.

Questão nº 4 – Aqui deve ser explorado os aspectos sobre segmentação das frases,
fazendo os estudantes perceberem que numa frase, as palavras se separam por um
espaço. Deverão entender que enquanto na fala não distinguimos os limites entre
as palavras, na escrita, esse procedimento é necessário para compreender a função
dos espaços em branco entre as palavras.

A questão 5 deverá ser vivenciada no 2º dia.

Questão nº 5 - Retome o cordel “Preconceito racial”. Foque na estrutura e


organização dos versos e revise todos os aspectos que poderão facilitar a produção
dos estudantes. Provoque-os, fazendo uma tempestade de ideias utilizando as
palavras citadas para produção da sextilha. Depois acompanhe a composição das
rimas nos versos em cada dupla e intervenha quando necessário. Observe o
encadeamento e coerência das ideias, na utilização das rimas. Ao finalizar você,
professor (a), deverá utilizar uma forma de correção que leve os estudantes a
refletir sobra a escrita. Utilize alguns símbolos (quadro de correção, citado
anteriormente) para facilitar a correção. Não se esqueça de orientar as atividades
de revisão e reescrita dos alunos na 2ª versão dos seus textos.

As questões 6 e 7 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 6 - Esta sequência de atividades tem como propósito verificar a


capacidade de segmentar as palavras em sílabas, realizar análise e síntese
vocabular. Aqui o estudante precisa perceber que o som da sílaba em destaque não
modifica, apesar de compor outro vocábulo.
Professor (a), acompanhe sempre os estudantes na realização das atividades,
dando a eles o suporte necessário para superação das dúvidas. Repetir oralmente as

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


68

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

sílabas, evidenciando o som correspondente ao grafema de forma que se torne


perceptível a compreensão correta da escrita.

Questão nº 7 - O desafio nesta atividade é fazer com que os estudantes


compreendam e relacionem os sons das sílabas com a letra “S” (sons que uma
mesma letra pode representar em diferentes contextos), e os aspectos
quantitativos e qualitativos na escrita das palavras da cruzadinha.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


69

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES

6ª semana
1 - Procure no quadro abaixo palavras que indiquem tipos de preconceitos:
(sexual, gênero, regional, deficientes e social)

A E R A S E X U A L B G T
D V G Ê N E R O O L I J M
S S A R T C D O O N P A E
Y D D E F I C I E N T E S
R W G G C V S T A S S I O
R A C I A L X A S R R A C
A N M O Q G S O O T U D I
C Z A N E R G E E A I I A
F X V G B N M L A R R O L
H G S L S D E A I B S E A

2 - O cordel que você estudou tinha como tema PRECONCEITO. Olhe os folhetos
abaixo e diga do que trata os cordéis.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


70

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Agora crie um título para o folheto a partir da imagem.

____________________________________________________________

3 - Leia e observe no verso retirado do cordel Preconceito racial as palavras


grifadas.

Para que o racismo


Possa se acabar
É necessário que nós
Possamos nele acreditar
Pois só quando entendê-lo
É que iremos combatê-lo

Agora, liste no quadro abaixo palavras que terminem com o mesmo som.

acabar - acreditar - extirpar

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


71

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

4 – Retome a sextilha do cordel que você e seu colega escreveram na sexta questão
produzida na semana anterior e veja em que pode melhorar de acordo com o que
seu Professor sinalizou: (2ª versão – revisão e reescrita).

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

__________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


72

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5 - Junte as sílabas com as formas iguais e forme palavras.

RA TAL
SA TU FA

FU NIL PA
RIAL
TAL

MOR TE
MA
NEL
TEL

__________________________________ , __________________________________

__________________________________ , __________________________________

__________________________________ , __________________________________

6– Complete os versinhos abaixo com as palavras em destaque:

COM CANETA E ____________ CORONEL


EU ESCREVO UM CORDEL
É MUITO DIVERTIDO
PAPEL
ATÉ PRA _____________

È UM TEXTO DIFERENTE QUINTAL


QUE ALEGRA TODA GENTE
SE COLOCA EM _____________
VARAL
MAS NÃO DO MEU ____________

QUANDO A GENTE VAI A FEIRA JORNAL


OU NUMA BANCA DE ___________
LÁ TAMBÉM SE ENCONTRA IGUAL
ESSA OBRA SEM _____________

É UM FOLHETO POPULAR CULTURAL


DE ORDEM_______________
QUE ALCANÇA TODA GENTE SOCIAL
DO NOSSO MEIO ______________

AUTORIA: Adeilma Evangelista e Edna Siqueira

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


73

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre as atividades propostas

6ª semana

As Questões de 1 e 3 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Nesta atividade retomaremos os aspectos relacionados aos temas


no “Gênero Cordel”.

Volte ao o cordel “Preconceito racial”. Explore o tema central do


mesmo. Dialogue com eles sobre os tipos de preconceitos que
existem em nossa sociedade. Peça que eles registrem no caderno e
Orientações de ensino

depois os localizem no caça-palavras. Caso não surjam alguns dos


nomes selecionados, mencione – os, para que eles escrevam e
consigam localizar. Enfatize sempre os aspectos relacionados à
consciência fonológica na escrita das palavras. Em seguida, oriente
a resposta da atividade 2. (Utilize o alfabeto móvel para a
construção dos nomes).

Questão nº 2 - Realize com os estudantes a leitura das imagens de


cada folheto, fazendo-os perceber por exemplo: que o folheto que
apresenta “A Princesa Sem Coração” tem como tema os
sentimentos (amor, paixão), “Segredos do Cangaceiro” o tema é o
cangaço e “A Perna Cabeluda” o tema é assombração. Não dê
resposta ao estudante, provoque-os até que descubram. Em
seguida, peça que respondam a questão.

Questão nº 3 - Nesta questão, é importante pronunciar cada palavra


ou pedir que os estudantes façam isso observando a pronúncia e a
letra que antecede o “R” Leve-os a perceberem que quando
invertemos a posição das letras, modificamos o som. Chame a
atenção para a rima das palavras dentro da estrofe do Cordel.
Oriente-os para ver o significado da palavra “extirpar” no
dicionário. Em seguida, peça para que eles realizem a atividade.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


74

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

A questão 4 deverá ser vivenciada no 2º dia.

Questão nº 4 - Vamos retomar o gênero Cordel. Lembre-se que você recolheu a


produção dos estudantes proposta na semana anterior. Agora, que você já sinalizou
em que o texto precisa ser melhorado, entregue a cada dupla a estrofe escrita por
eles, já corrigida e sinalizada. Peça para que eles sigam o quadro de correção
elaborado por você e exposto na sala, e façam as adequações no texto. Leve-os a
refletir e identificar as suas dificuldades de aprendizagem, corrigi-las e entender que
a escrita é uma forma de comunicação social, para tanto, necessita ser
compreendida pelo leitor. Lembrando-os de que para isto, ela deve ser de fácil
compreensão, escrita legíveis e mais próxima possível da ortografia oficial.

. Esta é a finalidade da revisão e reescrita do texto.

Exemplo de quadro de correção.

QUADRO DE CORREÇÃO

Verifique a escrita da palavra –

Elimine letras –

Troque a letra observando o som –

Use letra maiúscula –

Organize melhor as ideias –

Observe a rima –

Dê pausa entre as palavras –

Ao terminar a correção e reescrita dos versos, organize com toda a turma o livreto
de cordel, que você deve combinar na primeira aula do trabalho com o Gênero
Cordel. Esse folheto deverá ter uma capa produzida por toda turma.
Para finalizar o trabalho faça um momento de autógrafo para apresentar as
produções.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


75

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

As questões de 5 e 6 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 5 - Oriente os estudantes a ler cada sílaba, apresentada na atividade,


observando as formas geométricas. Depois peça para que eles organizem as
palavras, tendo como norte as formas geométricas. Ao terminar a formação das
palavras chame a atenção para a pronúncia no final das palavras, ou seja, o L nesta
palavra assume o fonema “U”.

Questão nº 6 – Atividades com rimas são muito importantes no processo de


alfabetização das crianças, pois elas auxiliam na assimilação e relação letra/som.
Portanto, ao realizar essa atividade com os estudantes, explore bem as rimas entre
as palavras, desafiando os mesmos a citarem outras palavras. Chame a atenção
novamente para o fonema do “L” nestas palavras. Coloque no quadro duas palavras
sem que o “L” tenha fonemas diferentes. EX: lata – alta, peça que eles identifiquem
esta diferença e justifique o que aconteceu. Dê outros exemplos.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


76

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

II Bimestre

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


77

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

CARACTERÍSTICAS DO GÊNERO

A Notícia tem um cunho jornalístico e informativo;


É impressa em jornais ou revistas;
É divulgada pela internet ou retratada pela televisão;
Tem linguagem clara, objetiva e precisa.

OUTRAS INFORMAÇÕES:
• A manchete ou título principal – Costuma ser composto de
frases pequenas e atrativas, e revela o assunto principal que
será retratado em seguida.
• O título auxiliar – Sua função é complementar o título
principal, acrescentando-lhe apenas algumas informações a
mais.
• O lide (este termo deriva de uma palavra inglesa – lead) –
Nesta parte precisamos encontrar todas as informações


necessárias para responder às seguintes perguntas: Onde
aconteceu o fato? Com quem? O que aconteceu? Quando?
Como? Por quê? Qual foi o assunto?
Corpo da notícia – Nela, há um detalhamento maior dos
í
fatos, de modo a destacar os detalhes mais importantes,
fundamentais à compreensão do interlocutor.

conhecendo-um-pouco-mais-sobre-a-notícia.htm
http://escolakids.uol.com.br/conh

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


78

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

NOTÍCIAS ON LINE
COPA DO MUNDO

Emocionado, Cahill critica árbitro


após expulsão
13 JUN2010 21h14 atualizado em 15/6/2010 às 19h54

O alemão Schweinsteiger, vítima da falta que


originou o cartão vermelho, saiu em defesa
do rival e afirmou que o árbitro poderia ter
sido menos rigoroso, fato que aumentou a
irritação de Cahill.

"Schweinsteiger saiu em minha defesa, disse


que não era lance para cartão vermelho.
Tirem suas conclusões", reclamou o atleta,
Expulso aos 11min do segundo tempo no
que está suspenso da partida contra Gana,
duelo contra a Alemanha, quando sua seleção
no próximo sábado, às 11h, e deve ser
já perdia por 2 a 0, o australiano Tim Cahill foi
substituído por Kewell.
às lágrimas enquanto deixava o gramado.
Além de discordar da decisão do árbitro "Eu treinei muito para estar aqui, me
mexicano Marco Rodrigues, o meia teme que mantive em forma e agora não poderei
o "sonho de sua vida" chegue ao fim antes da jogar. Já passei por muitas coisas difíceis no
hora. futebol, mas nada tão doloroso" declarou o
jogador, que completou: "estou 100%
"Essa Copa do Mundo é o sonho da minha
comprometido com a causa de nossa
vida e alguém o levou para longe de mim com
seleção. Vou treinar e mostrar o meu valor
uma decisão. Não tenho palavras para
para o último jogo".
descrever como estou chateado. É um dos
http://esportes.terra.com.br/futebol/copa/2010/notícias/0,,O
momentos mais tristes da minha carreira", I4492153-EI15721,00-
Emocionado+Cahill+critica+arbitro+apos+expulsao.html Ace
disse o camisa 4.
sso: 05/05/2016

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


79

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
1ª semana

1. Após a leitura, para que os estudantes aprendam os elementos estruturais que


compõem o gênero notícia, respondam as seguintes perguntas com base no texto:

a) Que fato aconteceu?

_____________________________________

b) Quem são as pessoas envolvidas?

____________________________________

c) Quando aconteceu?

____________________________________

d) Onde aconteceu?

____________________________________

e) Como aconteceu o fato?

____________________________________

f) Por que aconteceu? (causas do fato)

____________________________________

g) Há depoimentos na notícia? De quem são? E por que foram usadas as aspas


nestes depoimentos? Qual a importância desses depoimentos para a notícia?

_______________________________________________________________

_______________________________________________________________

_______________________________________________________________

_______________________________________________________________

2. Forme três palavras relacionadas ao jogo de futebol com as sílabas abaixo:

DOR CI JO BO GA TOR LA DA

_______________________,________________________,______________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


80

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3. Pinte a sílaba inicial das palavras e responda:


BOLA e BOLADA

Quais as sílabas que aparecem nas duas palavras?____________________

Escreva outras palavras que comecem com a mesma sílaba da palavra BOLA

______________________________________________________________________

4- Escreva dois nomes de comidas que são vendidas no estádio de futebol, iniciadas
com a letra P .

___________________ _____________________

5. Encontre no Caça palavras os nomes abaixo:

MARTELO - PRIMA – VÍTIMA – MOMENTOS – MINHA - MEXICANO

M T V I M A N O
M G H V O U L O
A Y E I M M S A
R P P T E I A A
T R G I N N Y G
E I Q M T H H O
L M R A O A J P
O A X O S L Q H
M E X I C A N O

6. Agora vamos separar as sílabas das palavras encontradas no caça-palavras:

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


81

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

7. Preencha o quadro

PALAVRA QUANTAS QUANTAS LETRAS MARQUE COM MARQUE COM UM X


SÍLABAS SÃO AO SÃO AO TODO? UM X A AS PALAVRAS QUE
TODO? PALAVRA QUE INICIAM COM A
TÊM MENOS LETRA “M”.
LETRAS
PRIMA
MARTELO
MEXICANO

8. Observe que outras palavras existem dentro da palavra abaixo:

M E X I C A N O

9. Descubra a palavra, mas você tem que usar todas as letras de cada conjunto.

L C A

E N
____________________________

M D U

N O _____________________________

G J
_____________________________
O

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


82

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

10. Desembaralhe as letras e forme o nome das figuras abaixo:

TIPAO

TUBEFLO

ARMTLEO

Agora pinte as vogais de azul nas palavras acima.

11. A notícia diz que o meia discordou do árbitro Marco Rodrigues. Marque com um
X as palavras que rimam com MARCO.

TURCOS
ARCO
JOGADOR
BARCO

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


83

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta

Atenção Professor
ara introduzir o gênero notícia com o seu aluno é

necessário que você prepare a turma, levando para a

sala de aula sugestões de manchetes para debater com ele.


Orientações de ensino

Peça que discuta sobre fatos ocorridos na escola, no bairro

ou na cidade e que causaram repercussão. Fazer um

trabalho oral, frisando as características do gênero para que

o aluno se aproprie do que foi estudado. De acordo com o

orientado nos eixos leitura e oralidade contidos no

Currículo do PAS. Obs.: Se necessário, oriente-o a seguir o

esquema da estrutura do gênero notícia: o quê (fato); onde,

quando aconteceu; pessoas envolvidas; como e por que

aconteceu.

Nã ê i

i ã i i i ,

, çã i õ , g ,

i i .

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


84

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

1ª semana

As questões 1,2,3 e 4 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 1 - Professor (a) prepare a turma, levando para a sala de aula


sugestões de manchetes para debater com os alunos. Em seguida siga os
passos abaixo:

a) Leia o texto sozinho, pausadamente, para que o aluno perceba os


elementos estruturais que compõem o gênero;
b) Destaque o título do texto, este determinará o grau de interesse do leitor –
neste destaque, questione-os: Por que o jogador chorou? Vamos ver o
motivo? Por que será que ele foi expulso? Tem um país neste título, qual o
nome? (Dentre outros pontos que julgue importante).
c) Leia o corpo da manchete salientando: os pontos que julgar interessante,
aquele que chamar mais ou menos atenção do aluno;
d) Peça para os alunos responderem as perguntas que fazem parte da
atividade referente ao texto.

Questões nº 2 a 4 - Professor (a), esse grupo de atividades possibilita que os alunos


pensem sobre as correspondências som-grafia, ou seja, letra inicial, sílaba inicial,
sílabas de uma palavra dentro de outra, bem como quantas e quais sílabas e em que
ordem elas devem ser usadas para escrever as palavras solicitadas. Aproveite para
solicitar aos alunos que falem outras palavras que começam com “BO” e outras que
terminem com “DOR”. À medida que eles vão falando, você pode escrever no
quadro para perceberem a grafia. Ainda é possível nesse momento refletir sobre as
palavras JOGADOR E TORCEDOR, chamando a atenção que palavras com o mesmo
número de sílabas podem ter números de letras variados. EX: JOGADOR - 3 sílabas e
7 letras, TORCEDOR – 3 sílabas e 8 letras. Com essas reflexões os alunos serão
levados a perceberem que as sílabas, podem ter números de letras variados (no
exemplo encontramos sílaba com duas e três letras). (Atividade interessante para
alunos no nível silábico e silábico - alfabético)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


85

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

As questões 5,6 e 7 deverão ser vivenciadas no 2º dia

Questão nº 5- O caça-palavra ajuda os alunos pensarem na sequência de letra que


serão utilizadas para formar as palavras solicitadas. Professor (a), solicite que leiam
as palavras encontradas, em seguida, leve-os a observar a sequência de letras e as
semelhanças dessas palavras. Espera-se que os alunos percebam que a letra “M”
consta em todas as palavras, nas sílabas iniciais, mediais e finais.

Questões nº 6 e 7 – Professor (a),compare as palavras quanto ao número de sílabas,


de letras, etc., de forma que os alunos percebam que as palavras com o mesmo
número sílabas podem ter mais letras, pois algumas sílabas são constituídas por
mais letras. Aproveite esse momento para refletir sobre a quantidade de letras de
cada sílaba. Fazendo essas comparações você pode levar o aluno a compreender
que as palavras são compostas por sílabas, nesse caso no padrão CVC,CCV e CV.

As questões 8,9,10 e 11 deverão ser vivenciadas no 3º dia

Questão nº 8 - Essa atividade objetiva levar o aluno analisar as partes que compõem
as palavras, bem como de oportunizar aos alunos pensarem sobre os sons que
compõem as palavras e quais as semelhanças e diferenças entre elas. Para isso, leia
ou solicite que leiam as palavras formadas, chamando a atenção para os sons que
pronunciamos. Professor (a), o importante aqui é que os alunos percebam qual a
lógica usada no nosso sistema de escrita, por meio de reflexão durante a atividade.
Para ampliar essa atividade, sugerimos o jogo Palavra dentro da Palavra (Kit de
jogos: Jogos do CEEL.UFPE)

Questão nº 9 e 10- Professor (a), o objetivo dessa questão é refletir sobre quantas e
quais letras e a ordem que elas devem ser usadas para escrever as palavras
solicitadas. O desafio que a questão propõe é bem interessante para alunos no nível
silábico, silábico – alfabético, pois essas crianças escrevem usando uma letra para
representar uma sílaba. EX: BANANA – AAA/ BAA/BAAA.Além dessas reflexões a

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


86

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

questão 10 possibilita os alunos perceberem a presença constante da vogal na


escrita de palavras.

Questão nº 11 – O objetivo dessa questão é a reflexão de segmento sonoro, nesse


caso rimas. Professor (a), leve os alunos perceberem as semelhanças sonoras e
gráficas nas rimas. Pergunte: Por que Arco rima com Marco? (Explicar oralmente)
Quais as semelhanças entre essas palavras? (Explicar oralmente), Repita com as
outras palavras.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


87

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

BRASILEIRO É PRESO POR ROUBAR BOLSA


NA ÁFRICA DO SUL
Wilson Delfin Soto Caldoron, 51, Goodwood. A polícia está
foi preso na Cidade do Cabo, uma procurando agora pelos comparsas
das cidades-sede da Copa do de Wilson, dois homens e uma
Mundo-2010, por roubar as bolsas mulher, que o ajudaram a roubar
de duas torcedoras que estavam as duas torcedoras. Wilson foi
vendo a partida de abertura (África detido com uma das bolsas. A
do Sul 1 x 1 México) em um outra foi levada pelos outros três,
restaurante. Segundo o jornal local que conseguiram fugir com os
"Cape Times", o brasileiro foi documentos pessoais da vítima,
perseguido por um dos uma câmera, lentes e dinheiro.
responsáveis pela segurança e foi (Fonte: Jornal Folha de São,
obrigado a comparecer a um esporte- Copa do Mundo,
tribunal, no sábado. Ele permanece 14/06/2010)
detido na prisão de
http://esportes.terra.com.br/futebol/copa/2010/notícias/0,,OI4492153-EI15721,00-
Emocionado+Cahill+critica+arbitro+apos+expulsao.html

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


88

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
2ª semana

De acordo com a manchete responda:

1. O que esta mensagem nos conta?


______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
2.Qual o nome do assaltante que foi preso?
___________________________________________________________________

3.Onde aconteceu o fato?


___________________________________________________________________

4.Escreva o título da notícia.


___________________________________________________________________

5. O que os assaltantes roubaram das turistas?


___________________________________________________________________

6.Reescreva em seu caderno a manchete – iniciando com: WILSON DELFIM SOTO


COLDORON até a palavra SÁBADO.
___________________________________________________________________

7.Na manchete apareceu o nome dos dois times que jogaram, naquela ocasião, na
Copa. Quais os nomes?
___________________________________________________________________

8. Observe as palavras CIDADE e COPA e responda:

a) O que as palavras acima têm em comum? __________________

b) O que têm de diferente? ________________________________

c) Começam com que sílabas? _______ e _______

d) Essas sílabas são formadas por quantas letras? _______________

e) Quais as letras que vem depois da letra C nas duas palavras? _____e_______

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


89

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

f) Escreva quatro palavras com a letra inicial da figura

________________________________ _______________________________
________________________________ _______________________________

09. Leia e pinte o nome da figura

AO IEO IE
OSA DIERO IME
BOLSA DINHEIRO TIMI
BOSA DINHEIRU TIME

10. CADA PALAVRA EM SEU LUGAR!

CAPA - CÍCERO - CHÃO - CHUVA - CAI – CINTO

CINTURA - COPO – CAPANGA - CAJÁ

PALAVRAS COM PALAVRAS COM PALAVRAS COM PALAVRAS COM


DUAS SÍLABAS TRÊS SÍLABAS QUATRO SÍLABAS UMA SÍLABA

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


90

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

11. Leia as palavras do quadro abaixo e responda:

Copa - Cidade - Quitanda - Polícia - Torcedores - Pequeno - Cabo


Correr - Cair - Ataque - Queimada - Paciência – Picolé – Pipoca - Quinta-feira

Explique oralmente:
a) O que essas palavras têm em comum?
b) Em que essas palavras se diferenciam uma das outras?

12. Agora organize as palavras acima em três colunas de acordo com o som produzido
pelas letras “C e QU” nessas palavras.

13. Observe os grupos de palavras do quadro acima e responda oralmente:

a). Por que você dividiu as palavras dessa forma?

b). Por que as palavras COPA e CIDADE não ficaram na mesma coluna?

c). Qual o som da letra “C” quando vem acompanhada das letras E ou I? E quando

acompanhada das letras “A”, “O” ou “U”?

d). Qual a letra que sempre acompanha o “Q”?

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


91

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta

2ª semana

As questões 1 a 8 deverão ser vivenciadas no 1º dia

Questão nº 1. Continuar com o estudo do gênero Notícia. Para isto,


deverão proceder as mesmas orientações, iniciais introdutórias, da
primeira manchete estudada que são: preparo da turma, mediante
leitura do texto a ser trabalhado. Peça que discuta sobre o fato
apresentado. Exercite com ele a estrutura do gênero: o quê? (fato),
onde, quando aconteceu, pessoas envolvidas, como e por que
aconteceu.
Orientações de ensino

a). Responder as questões (1 a 8) relativas ao conteúdo da Notícia


em destaque, com ajuda do Professor.

As questões 9 a 11 deverão ser vivenciadas no 2º dia

Após o enfoque sobre as questões do gênero, iniciar com as questões


voltadas para apropriação da escrita ( 9 a 14). Essa sequência pode ser
trabalhada em uma semana de aula.

Questão nº 9 – Professor (a), essa questão possibilita que os alunos


comparem as palavras observando quantidade de letras, quantidade de
sílabas, quantidade de letras na sílaba, semelhanças e diferenças.
Espera-se que dentre outras questões os alunos percebam que as duas
palavras começam com a letra “C”. Aproveite e leve os alunos
refletirem sobre os sons que a letra C assume nas duas palavras,
chamando a atenção para a vogal que está acompanhando a letra “C”,
levando os alunos perceberem que quando a letra “C” está
acompanhada de “E” e “I” assume o som de S. Para isso pergunte: Qual
o som da letra “C”, quando vem acompanhada das letras “E” e “I”? E
quando é acompanhada das letras “A”, ”O” e “U”? Professor (a), na
letra “F” dessa questão que pede uma lista de palavras que comecem
com a letra “C” de CIDADE, solicite que os alunos digam como
escreveram as palavras, pois pode ser uma oportunidade de refletir
também sobre que outra letra pode apresentar o mesmo som do “C”,
antes do “E” e “I”, ou seja, algumas palavras escrevemos com “C”
(CIDADE, CEREJA) e outras com ”S” (SINAL,SENSACIONAL).

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


92

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Questão nº 10 – Professor (a), a questão objetiva a leitura e identificação de escrita de


palavras, ou seja, permitir o aluno refletir sobre a sua forma de escrever. É importante
observar o modo como o aluno identifica as palavras, bem como recomendamos que você
faça um comparativo entre o nível de escrita dos alunos e as maneiras de escrever as
palavras.

Questão nº 11- A questão permite que os alunos reflitam sobre a quantidade de sílabas de
diferentes palavra. Aproveite e pergunte: Qual a palavra que tem mais sílaba? E a que tem
menos sílabas? As palavras CAPA e CHUVA têm quantas sílabas? E quantas letras? Qual a
que tem mais letras?

As questões 12 e 13 deverão ser vivenciadas no 3º dia

Questão nº 12 e 13 – Professor (a), o objetivo é levar os alunos perceberem o som


produzido pela letra “C” e “QU” em diferentes contextos. Ou seja, quando a letra “C” está
acompanhada das letras “A”, ”O” e “U”, quando é seguida pelas letras “I” e “E” e quando
as letras “QU” estão juntas com a letra “E” e “I”. Para isso, é importante que você faça
intervenções para que percebam essas questões. Na questão 12 espera-se que os alunos
percebam que todas as palavras usam “C” ou “QU”. Na questão 13 é recomendado que
você discuta sobre as possibilidades de agrupamento das palavras, chamando a atenção
para o valor sonoro que as letras “C” e “QU” assumem em diferentes casos.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


93

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Leia a notícia a seguir e conheça um herói:

Golfinho salva-vidas
Parece estranho, mas é real. Na Itália, um garoto de 14
anos foi salvo por um golfinho quando caiu de um
barco no Sul do País. Com a ajuda de seu focinho,
Filipo, como o dócil animal foi batizado, levou o
menino que não sabia nadar até a embarcação de
onde caiu. Então, o pai do garoto pode retirá-lo da
água são e salvo. Realmente o mundo animal é
surpreendente.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


94

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES

3ª semana

1 - Encontre no caça-palavras as respostas das perguntas abaixo:

a) O fato aconteceu em que país?


b) O fato aconteceu com quem?
c) Quem é o herói desse fato?
d) Esse animal foi batizado com que nome?
e) O golfinho levou o garoto para onde?

R A I G O T T G O F
G D T A G C A O T D
E G A R O T O L H G
D T L A G F G F G R
F R I G F F A I B D
C E A O A E D N I G
S Q G F S L G H O K
A A H F M I L O P I
G C N I L P O O G L
F V M N T O F N A O
E M B A R C A Ç Ã O

2. Por que a notícia recebeu esse título?


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

3.Que outro título você daria para esse texto?

_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

4. Na notícia lida, apareceu o nome de um animal que vive no mar: o golfinho. Vamos
preparar uma lista com o nome de outros animais que fazem companhia a ele debaixo da
água?
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


95

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5. Pesquise nomes de animais marinhos e complete o quadro abaixo:

Nome que termina com a Nome que começa Nomes com a mesma
letra A com a letra A quantidade de letras

6. Na notícia lida encontramos as palavras barco, batizado e embarcação.


Marque com um X a consoante que se repete nas três palavras:

C R B Ç M R Z T

7. Identifique no interior da palavra abaixo outras palavras

E M B A R C A Ç A O

Agora liste essas palavras abaixo:

_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

8. Complete o quadro abaixo

QUANTAS LETRAS QUAIS LETRAS


PALAVRA AO TODO? ESTÃO REPETIDAS?

GOLFINHO
EMBARCAÇÃO
FILIPO
BARCO

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


96

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

9. Observe as palavras abaixo e descubra o lugar de cada uma. Escreva apenas uma letra
em cada quadradinho

BARCO - EMBARCAÇÃO - GOLFINHO - FILIPO -

10. Escreva palavras que rimam com

GOLFINHO EMBARCAÇÃO
___________ ________________
___________ ________________
___________ ________________

11. Complete o quadro com as palavras que a professora vai ditar

Quantas vezes Quantas sílabas Qual a Quantas letras


você abre a ao todo? primeira têm a primeira
PALAVRAS boca para falar sílaba? sílaba?
cada palavra?

12. Liste três fatos ocorridos na escola que causaram repercussão.

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


97

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

13. Escolha um dos fatos acima e complete o quadro abaixo com o que se pede:

FATO QUEM SÃO QUANDO ONDE COMO ACONTECEU POR QUE


ESCOLHIDO? AS PESSOAS ACONTECEU? ACONTECEU? O FATO? ACONTECEU?
ENVOLVIDAS? (CAUSA DO
FATO)

14. Agora com as informações do quadro acima escreva uma notícia

1ª VERSÃO

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


98

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

15. Agora faça a reescrita da notícia observando os aspectos que devem ser melhorados ou
corrigidos.

VERSÃO FINAL (após a revisão)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


99

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta

3ª semana

As questões 1 a 8 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Por se ter trabalhado duas sequências do gênero NOTÍCIA,


provavelmente o aluno tenha se apropriado do gênero em tela e tenha
condições de perceber as características do mesmo. Assim, o Professor
poderá avançar nas atividades a fim de verificar a aprendizagem do
aluno, para isto ele deverá:
Orientações de ensino

a) Levar vários gêneros para a sala de aula para que os alunos


identifiquem a Notícia.
b) Iniciar a leitura da última sequência do gênero: Golfinho Salva-
vidas. Explorar esta leitura como as demais.
c) Esses procedimentos devem ser realizados com todos os
alunos da turma, conforme orienta o Currículo do PAS no eixo
Leitura.
d) Responder as questões de (1 a 3) relativas à compreensão da
notícia, embora que na questão 1 os alunos, além de refletirem
sobre o gênero, também são levados a pensarem na
sequência e ordem das letras que vão utilizar para encontrar
as palavras no caça-palavra.
e) Após o enfoque sobre a compreensão de o gênero iniciar com
as questões voltadas para apropriação da escrita (4 a 13). Essa
sequência pode ser trabalhada em uma semana de aula.

f) Após as questões que focam a análise estrutural das palavras e


fonológica, realizar atividade de produção, revisão e reescrita
de uma notícia, conforme a sequência proposta no caderno.
Essa sequência pode ser para uma semana de aula. Professor
(a), os aspectos que devem ser trabalhados na revisão são:
Relação letra-som (regularidades direta, regularidades
contextuais R OU RR, C OU QU, G OU GU), estrutura do
gênero, coesão e coerência, uso da letra maiúscula, entre
outras questões que você observe necessária.

Questão nº 4 – Essa questão possibilitará a reflexão da escrita. Para


isso, solicite que os alunos façam a leitura individualmente das palavras
que acabaram de escrever, para que você observe e acompanhe as

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


100

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

estratégias de leitura criadas por eles. Nesse processo, observe se fazem a leitura lendo
uma letra para cada sílaba. Caso isso ocorra, leve-os a perceber as lacunas, confrontando as
palavras.

Questão nº 5- Professor (a), o objetivo da questão é a análise estrutural das palavras


pesquisadas. Você pode ampliar a questão perguntando nome de animais marinhos que
começam com “B” e terminam com A (BALEIA), entre outras. O importante que você os
faça perceber que a mesma letra pode aparecer no começo, no final ou no meio das
palavras.

Questões nº 6 e 7 – Professor (a), o objetivo dessas questões é a análise estrutural das


palavras, quanto ao número de letras e as letras que se repetem numa mesma palavra e
em palavras diferentes. Explore bem cada item do quadro. Reflexão interessante para
alunos no nível silábico.

Questão nº 8 – Essa questão possibilitará aos alunos descobrirem palavras dentro de outras
palavras. Ou seja, proporciona aos alunos analisar as partes que compõem as palavras,
bem como oportuniza que os alunos pensem sobre os sons que compõem as palavras e
quais as semelhanças entre elas. O importante aqui é que os alunos percebam a lógica
usada em nosso sistema de escrita, por meio de um processo de reflexão. Explore as
palavras que conseguiram encontrar dentro da palavra EMBARCAÇÃO, chamando a
atenção para a semelhança dos sons e grafias. Você pode repetir esse processo com outras
palavras.

As questões 9 a 11 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 9 – Professor (a), antes da realização dessa questão, explore oralmente a


estrutura das palavras, identificando e contando as letras. O desafio aqui é, principalmente
para os alunos no nível silábico, pois nesse nível os alunos pensam que a escrita/letra nota a
pauta sonora que falamos, ou seja, escrevem uma letra para cada sílaba.

Questão nº 10 – Professor (a), essa questão possibilita aos alunos perceberem as


semelhanças escritas entre os finais de palavras que rimam. O que ajuda na compreensão
das relações entre as partes orais e escritas das palavras.

Questão nº 11- Professor (a), o objetivo dessa questão é a análise fonológica da palavra
quanto ao: número de vezes que se abre a boca para falar a palavra e comparar com o
número de sílabas, identificando a primeira sílaba e o número de letras da primeira sílaba.
Esse é um nível de reflexão mais sofisticado de consciência fonêmica e um domínio muito
maior das correspondências entre grafemas e fonemas. Sugestões de palavras para formar
uma lista de animais marinhos: (BALEIA, TARTARUGA, TUBARÃO, ARRAIA, POLVO,

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


101

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

LAGOSTA). Após o ditado, solicite que os alunos leiam as palavras. Nesse momento, chame
a atenção deles para o interior das sílabas orais, de modo que notem os pequenos sons que
formam as sílabas. Chame a atenção aos mesmos para o fato da sílaba ser formada por
uma, duas e três letras. Repita esse processo com todas as palavras ditadas.

As questões 12 a 15 deverão ser vivenciadas no 3º.

Questões nº 12 a 14 – Professor (a), todo processo de produção textual é composto de


escrita, revisão e reescrita, pois a atividade de produção só finda quando é dada ao aluno a
possibilidade de revisar e reescrever o seu texto, bem como quando é garantida as
condições de produção (o que? Para quem, como escrever? Onde vai circular? Etc.). Dessa
forma, para a realização dessas questões siga os procedimentos abaixo:
1. Antes de realizar a atividade, discuta com os alunos sobre fatos ocorridos na escola
e solicite que listem três fatos ocorridos na escola que causarão repercussão.
2. Oriente os alunos quanto ao preenchimento do quadro, ajudando-os a recuperarem
os aspectos do fato escolhido, pois isso ajudará na produção do texto.
3. Após esse momento, solicite que escrevam a primeira versão da notícia, porém
proponha que a notícia seja produzida para ser lida na sala de aula e colocada no
Mural da Escola, objetivando que toda comunidade escolar tenha conhecimento do
fato.

A questão 15 deverá ser vivenciada no 4º dia

Questão nº15 - Os alunos em processo de alfabetização provavelmente não têm condições


de realizar de forma autônoma a revisão e reescrita do seu texto. Sendo assim, você é o
responsável por esse processo. Para isso, siga as orientações abaixo:
a) Chame a atenção da estrutura do gênero notícia, ou seja, questione os alunos se o
texto escrito traz os aspectos do gênero solicitado.
b) Converse com os alunos sobre a necessidade de mudar algum termo ou palavra no
texto, deforma que fique mais claro para o leitor.
c) Reflita sobre as palavras observando: relação letra som, segmentação entre as
palavras, uso de letra maiúscula etc.
d) Reflita sobre as regularidades diretas (C ou QU, G ou GU, R ou RR, M ou N em final
de sílaba, etc) na escrita de palavras, irregularidades morfológicas da ortografia (X
ou CH, H inicial, J ou G etc.)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


102

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

CURIOSIDADES SOBRE TEXTO INSTRUCIONAL


Grande é a variedade de textos que participam do nosso
cotidiano!
Propagandas, jornais, revistas, correspondências. Enfim,
participamos de uma diversidade enorme de modalidades
textuais enquanto seres sociais.
Mas é preciso que entendamos que todo texto tem um objetivo
específico no que se refere à mensagem transmitida.
Existe um tipo textual muito útil no nosso dia a dia, e sempre que
precisamos, lá estamos nós, a sua procura.
São os chamados textos Instrucionais. Os mesmos têm função
única e exclusivamente informativa. Dentre dessa tipologia,
estão os gêneros:
Manuais de eletrodomésticos, jogos eletrônicos, receitas

RECE TA
culinárias, rótulos de embalagens de uma forma geral, entre
outros.
http//português.uol.com.br/literatura/textosinstrucionais.html
OUTRAS INFORMAÇÕES:
FUNÇÃO
Os gêneros que têm como tipologia, instrucional/ prescritivo tem
a função de ensinar a fazer algo ou apenas a usar um
equipamento ou produto.

CARACTERÍSTICAS:
O texto instrucional apresenta duas partes distintas: uma contém a lista
dos elementos a serem utilizados; a outra desenvolve as instruções
(modo de fazer), como, por exemplo, receitas de culinária.
As listas são semelhantes, em sua construção, às que usamos
habitualmente para fazer compras. Apresentam substantivos
acompanhados de numerais.
As instruções são iniciadas com verbos no modo imperativo (misturar,
juntar, acrescentar e etc.)
Os verbos aparecem acompanhados por advérbios ou locuções adverbiais
que expressam o modo como devem ser realizadas determinadas ações
(lentamente, rapidamente, devagar, vagarosamente, etc.)
As ações aparecem estruturadas, visando um objetivo (mexa lentamente
para diluir o conteúdo do pacote em água fria), ou com valor temporal
final (bata o creme com as claras até que adquira uma consistência
espessa). Neste tipo de texto, aparece com frequência o uso de palavras
como aqui, agora, neste momento e etc.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


103

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

LINGUAGEM:

É um texto que exige muita precisão, pois qualquer troca ou falta, de


um dos materiais ou ingredientes causa problema na execução da
tarefa.

Apresenta uma organização lógica. Essa ordem pode obedecer:

a uma sequencia cronológica; (um passo só pode ser feito


depois do outro);
a um agrupamento de atividades em comum;
ao critério do nível de dificuldade (primeiro as operações mais
simples, depois as mais complicadas);
colocar títulos e subtítulos;
separar uma instrução da outra;
inserir, preferencialmente, ilustrações que auxiliem no
esclarecimento das instruções. Os textos instrucionais apresentam
uma ordem e uma estrutura que se repete. Levam em conta os
aspectos visuais para facilitar a compreensão. Nesse sentido, é
preciso:

EXEMPLOS

São inúmeros os exemplos de gêneros da tipologia instrucionais/


prescritivos:

Receitas culinárias;

Receitas médicas (prescrições médicas);

Bula de medicamentos;

Manual de instrução de aparelhos e veículos;

Regras de jogos;

Dicas de comportamento;

Etiqueta e rótulos de produtos.

http://ler-umprazer.blogspot.com.br/2009/06/texto-instrucional-ficha.html

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


104

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

VAMOS SABER MAIS:

Também conhecido como texto instrucional, o texto injuntivo


apresenta as seguintes características:

• Instrui ou induz o leitor a proceder de determinada forma;


• Utiliza uma linguagem simples e objetiva;
• Permite a liberdade de ação do leitor;
• Emprega verbo no infinitivo, imperativo ou presente do
indicativo, sempre indeterminado o sujeito.

Também conhecido como texto instrucional, o texto prescritivo


apresenta as seguintes características:

• Instrui o leitor sobre um determinado procedimento;


• Exige que o leitor siga suas determinações;
• Não permite a liberdade de ação do leitor;
Emprega verbos no infinitivo, imperativo ou presente do
indicativo, sempre indeterminado o sujeito.
Exemplos de textos prescritivos: regras de trânsito, edital de
concursos públicos, constituição, cláusulas contratuais, leis etc.
http://escolakids.uol.com.br/textos-injutivos-e-textos-
prescritivos.htm

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


105

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Bolo de chocolate
molhadinho

Ingredientes:

2 xícaras de farinha de trigo


2 xícaras de açúcar
1 xícara de leite
6 colheres de sopa cheias de chocolate em pó
1 colher de sopa de fermento em pó
6 ovos

Modo de Preparo:

1. Bata as claras em neve, acrescente as gemas e o açúcar e bata outra


vez;
2. Coloque a farinha, o chocolate em pó, o fermento, o leite e continue a
bater;
3. Unte um tabuleiro e coloque para assar por aproximadamente 40
minutos em forno médio
4. Enquanto o bolo assa, faça a cobertura com 2 colheres de chocolate em
pó, 1 colher de margarina e meio copo de leite. Leve ao fogo até começar
a ferver;
5. Jogue quente sobre o bolo já assado;
6. Depois, é só saborear.

http://portugues.uol.com.br/literatura/textosinstrucionais.html

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


106

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES

4ª semana

1 - Sugestões para iniciar a abordagem do gênero:


a) Ler a receita para os estudantes;
b) Ler a receita juntamente com os estudantes;
c) Pinte de vermelho o título da receita;
d) Circule o nome da medida mais usada;
e) De que é feito o bolo?
f) Escreva 3 frutas que podemos usar para fazer um bolo;
g) Vocês já utilizaram uma receita para fazer alguma coisa? Qual?
h) Para que se escreve receita?
i) O que acontecerá se colocarmos 4 xícaras de açúcar, no lugar de 02 xícaras?

2 - Reescreva nas linhas abaixo o Modo de Preparo da receita estudada.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


107

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3 – Analise as palavras abaixo que estão na receita e responda:

PALAVRAS Divida as palavras Quantas letras têm Quantos sons têm


em sílabas as palavras? as palavras?

FERMENTO

NEVE

MINUTOS

CONTINUE

Observando as respostas que você deu acima, responda:


a) O que você observou nas palavras “fermento” e “continue”?
______________________________________________________________________
__________________________________________________________
b) E nas palavras “neve” e “minuto”?
______________________________________________________________________
__________________________________________________________
c) Existem na receita palavras com mais letras do que sons? Liste o4 delas.
______________________ _____________________
______________________ ______________________
d) Existem palavras com o mesmo número de letras e sons? Liste 04 delas.
______________________ ______________________
______________________ ______________________
4 – Faça uma lista de palavras que rimam com:

CHOCOLATE FARINHA FERMENTO TABULEIRO

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


108

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5 – Leia Receita e retire as palavras que iniciam com a letra F no início das palavras:

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

6 – Descubra a palavra que está nos balões:

NHA NUE AS
LHA MEN
MO DI FA FER CON
TE
NHO RI TO SA
FI

7 - Coloque as palavras em ordem alfabética como no dicionário. Coloque ao lado o


significado de cada palavra.

FERMENTO - FARINHA - CHOCOLATE - ASSA- TABULEIRO- MOLHADINHO – COLHER

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


109

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5ª semana

8 – Na receita abaixo está faltando ingredientes. Encontre-os no modo de preparo e


complemente a receita.

BOLO DE LARANJA

INGREDIENTES

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________

MODO DE FAZER

BATA NO LIQUIDIFICADOR OU NA BATEDEIRA OS 3 OVOS, O SUCO DE 2 LARANJAS, 1

XÍCARA DE ÓLEO, AS 2 XÍCARAS DE AÇÚCAR.

DEPOIS DESPEJE EM UMA TIGELA E JUNTE COM AS 3 XÍCARAS DE FARINHA DE TRIGO E

UMA COLHER (SOPA) DO FERMENTO EM PÓ. BATA TUDO JUNTO ATÉ A MASSA FICAR

HOMOGÊNEA. DEPOIS COLOCAR EM UMA ASSADEIRA COM FURO UNTADA COM

MANTEIGA E FARINHA E LEVAR PARA O FORNO.

ASSE EM FORNO MÉDIO, PRÉ-AQUECIDO, POR CERCA DE 40 MINUTOS, OU ATÉ DOURAR.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


110

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

09 - Encontre no caça-palavras as palavras retiradas da receita estudada.

CHOCOLATE – FERMENTO – FARINHA – AÇÚCAR – LEITE – TRIGO – XÍCARAS - OVOS

Z A R J C R E E E S
Z X R I H E S S S T
O Í E G O P E T T R
O C R H C A Í M I I
L A É Z O D N A M G
Ó R P A L E D Ç A O
G A T F A R I U H A
I S I O T G O V O S
C M L O E H S A O G
O A L L B I Q R R I
Z F E R M E N T O X
O N N I N H A D A B
C C O D P L R D O M
F I L E I T E S E S
O P L A E O G C J O
N E H T D I B V U L

10 - Substitua a primeira letra das palavras pelo “F” e leia o que formou.

RATO ____________________ JOGO __________________ BRITO ___________________

BRITO ____________________ MALA ___________________ MARRA __________________

TOME ____________________ MARINHA ________________ IONE ____________________

O que aconteceu com as palavras, quando você substituiu a letra?


____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


111

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

11 – Estamos organizando um lanche coletivo em nossa sala. Cada grupo deverá trazer uma
comida diferente. O seu grupo ficará responsável pela salada de frutas. De acordo com o
que você estudou sobre textos instrucionais, escreva uma receita de salada de frutas que o
seu grupo vai trazer. Lembre que vocês ficarão responsáveis pelas frutas e pelo preparo da
salada. Portanto, pensem nas frutas que terão na salada, sua quantidade, outros
Ingredientes que vocês queiram colocar e o modo de fazer e faça a receita. Tente que você
consegue. (1ª versão)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


112

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

12 - Vamos rever a nossa escrita?!. Observe as orientações do professor (a) e mão à obra.
(2ª versão)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


113

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre a atividade proposta


4ª semana

A questão 1 deverá ser vivenciada no 1º dia.

Questão nº 01 - O Professor (a) deverá explorar o gênero, para que o


estudante perceba o que está se estudando. Procedimentos: antes de
se iniciar a exploração do texto, entregue para o estudante diferentes
textos instrucionais e explique cada um, intensificando suas
características. Com esta ação, o estudante terá oportunidade de ter
Orientações de ensino

contatos variados com o gênero, constatando a diversidade de


produção que circula socialmente.

Após esta ação introdutória, inicie com a leitura do texto da aula,


seguindo os passos delineados na questão. Atenção! Na leitura
realizada pelo o estudante, deverá destacar os pontos da receita,
como: título da receita, os ingredientes, as medidas utilizadas e o modo
de preparo. Minuciosamente, para que haja compreensão do texto.
Também é importante questionar para que a receita foi escrita. Assim,
eles aprendem a funcionalidade do gênero.

As questões 2 e 3 deverão ser vivenciadas no 2º dia.


Questão nº 2 – Professor (a), nesta questão deverá ser observado a
escrita do estudante, a noção de espaço que o mesmo tem no caderno,
a legibilidade da letra, o entendimento das palavras e frases e a
pontuação e parágrafo, a segmentação das frases e das palavras, a
grafia das palavras Atenção! Não se devem colocar cópias aleatórias
para os estudantes. Esta ação deverá ter sempre um objetivo
específico, que o Professor queira trabalhar.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


114

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Questão nº 3 – Professor (a), nessa questão os estudantes precisam entender que


as palavras se dividem em sílabas, que cada som que ele fala na sílaba é
representado por letras. Por isso, existem palavras que têm o mesmo número de
letras e de sons e palavras que o número de letras e de sons diferentes. Nesse caso
específico, chame a atenção deles para a letra “N”, que nem sempre, escutamos o
seu som. Use outras palavras para mostrar as duas situações aos estudantes. As
palavras para análise nas atividades vão evidenciar isso para eles. Após cada
resposta dos estudantes, faça a reflexão para que eles percebam quando a letra
“N” tem representação fonética (som) e quando não tem. Todas as letras da
questão permitem ao estudante fazer essa reflexão, juntamente com a sua
explicação.

As questões de 4 a 7 deverão ser vivenciadas no 3º dia.


Questão nº 4 – Professor (a) leve algumas rimas para mostrar ao seu estudante.
Expliquem quais as suas características assim, ele perceberá onde deverá ficar
atento e terá maior possibilidade de executar com êxito esta questão. Deixe o seu
estudante livre para pensar e colocar os padrões silábicos, que achar conveniente,
desde que rimem. Caso haja erro, leia a palavra com ele, para que consiga detectar
o seu erro, dando-lhe novas oportunidades de acertos. Aí o estudante estará
“brincando” com as letras com o objetivo de adquirir a aprendizagem com maior
rapidez. É através das rimas que os estudantes vão percebendo a semelhança entre
sons e grafia que se aproximam e as diferenças de letras nos padrões silábicos das
rimas (fermento/cimento) padrões silábicos semelhantes (“mento”),
(fogueira/coleira) e as pequenas diferenças, mas que rimam (goiaba/cocada).

Questão nº 5 – Professor (a), você deverá ressaltar ao máximo, os diversos padrões


silábicos que são formados com a letra F em todas as palavras. Além dos padrões
encontrados você, professor (a), pode mostrar para eles a letra “F” formando
outros padrões no início das letras como flores, flúor, frágil, frouxo, fronha, etc.

Questão nº 6 – Outra vez, você Professor (a), deverá incentivar o estudante para
que ele relacione na formação das palavras. Caso, o mesmo ainda tenha alguma

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


115

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

dificuldade em reconhecer os padrões silábicos, você deverá auxiliá-lo com a


contribuição do alfabeto móvel ou outro meio equivalente, refletindo sempre,
sobre os sons das letras ou ausência deles nas sílabas.
Questão nº 7 – Nestas questões, Professor (a), o estudante deverá utilizar o
dicionário e assim você, deverá explorar os pontos necessários do mesmo, a fim de
que ele saiba manuseá-lo. Após essa explicação, peça que os estudantes coloquem
as palavras elencadas em ordem alfabética. Em seguida, solicite que eles coloquem
ao lado o significado de cada palavra.

5ª semana

As questões 8 e 9 deverão ser vivenciadas no 1º dia.


Questão nº 8 – Nesta questão, você Professor (a), terá a oportunidade de relembrar
as características do gênero, em estudo, e dará oportunidade para que o estudante
destaque todos os ingredientes da receita, contidas no “modo de preparo” da
receita em destaque. Ele irá perceber o ingrediente e suas referidas quantidades ao
ler o modo de preparo. Verifique se todos os estudantes estão dando as respostas
corretas, bem como se estão escrevendo-as corretamente. Portanto, após as
respostas dadas, leia para eles o modo de preparo para que possam verificar as
respostas. Se a grafia não tiver correta, peça para que eles observem a sua escrita
com a que está no texto para comparar e observar a forma correta de escrever as
palavras. Peça para que cada um leia o que escreveu. Assim eles mesmos podem,
através da sua leitura, já verificar se há algum desvio na grafia das palavras.
Questão nº09 – Professor (a), nesta questão você terá condições de observar se o
estudante se apropriou do padrão silábico e também servirá para que ele compare
as letras do caça-palavras com as letras das palavras que ele pretende encontrar.
Nesta atividade você perceberá a atenção do seu estudante. Após a realização da
tarefa, peça para que eles falem se encontraram alguma atividade para realizá-la.
Aproveite para refletir sobre alguns padrões silábicos. Por exemplo: Xícara e
chocolate: mesmo som com representações gráficas (sons) diferentes; A letra R em
vários padrões silábicos, como Fermento, Trigo, açúcar, Xícara.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


116

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

A questão 10 deverá ser vivenciada no 2º dia.


Questão nº 10 – Professor (a), nesta questão você terá, condições de avaliar a
aprendizagem do estudante, em relação aos padrões. Ao concluir a tarefa, pergunte
o que aconteceu com as palavras, à medida que eles trocaram a letra. Eles devem
observar que alterou o padrão silábico e o significado das palavras. Portanto, eles
precisam verificar os significados das palavras antes e depois da alteração da letra.

A questão 11 deverá ser vivenciada no 3º dia.


Questão nº 11 – Professor (a), nesta atividade a proposta é que os estudantes
produzam uma receita de uma salada de fruta para um lanche coletivo na sala de
aula. Retome as orientações sobre a receita para que não fiquem dúvidas. Após a
escrita da receita por aluno, observe tanto a forma como eles grafaram, escreveram
palavras, como a forma que eles organizaram o gênero receita: a organização no
papel dos ingredientes, as quantidades e do modo de fazer.

A questão 12 deverá ser vivenciada no 4º dia.

Questão nº 12 - Caso os estudantes apresentem problemas de escrita, não se


esqueça de anotar os aspectos que precisam ser melhorados, preferencialmente,
através de códigos, conforme orientação dos parâmetros. Em seguida, peça para
que os mesmos façam a revisão e reescrita de suas receitas. Após a conclusão
dessas tarefas, peça para que cada um leia a sua receita para a sala toda, a fim de
que os estudantes escolham qual salada será preparada para eles, uma vez que
cada estudante pode ter feito uma receita com ingredientes diferentes e uma pode
ser mais incrementada do que a outra.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


117

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Manual de instruções de Brinquedos


GÊNERO MANUAL DE INSTRUÇÃO

CARACTERÍSTICAS
Os manuais de instrução podem ser de vários tipos, extensão e
complexidade. Podem vir impressos num folheto, num pequeno livro
e também em forma de vídeo. Vão variar conforme a complexidade
do material a ser usado ou montado. Trata-se de um gênero cuja
finalidade é dar instruções de uso ou de montagens de um
determinado objeto, aparelho, brinquedo. Cumprem uma importante
função social, indicando o passo a passo de um processo de uso,
montagem ou instalação.
Observe que a maioria dos manuais usa palavras, números e
também desenhos e recursos gráficos para dar a explicação.
Portanto, a leitura do manual implica na articulação entre o texto
verbal escrito e o visual.
A correspondência entre o desenho e o objeto representado é
fundamental para a compreensão da instrução e seguir a sequência
indicada para o uso ou montagem. É apresentado na terceira pessoa
do singular no modo imperativo, exemplos: desconecte, consulte,
renova, aperte, pressione etc.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


118

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Atividades
6ª semana

Fonte retirada do Livro Manual de Brincadeira da Mônica, de Mauricio de Sousa, edição 2, Ano: 2010.

1. Vimos no texto que Mônica construiu uma perna de lata, brinquedo muito utilizado na
nossa região. E você que brincadeira gosta? Faça uma lista das brincadeiras que mais
gosta:
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

2. Escolha uma brincadeira da lista e escreva na tabela abaixo o que se pede:

Nome da Brincadeira

Número de participantes

Idade para poder jogar

Duração

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


119

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3. Complete o trecho do Manual de Brincadeiras da Mônica, com as palavras do quadro.

baixinha - lata - brincar - Mônica

Cansada de ser chamada de _______________ pelos meninos, a _________________


fez estas pernas de _______________. Quando passou por eles, perguntou: - Oi,
baixinhos! Querem _______________ também?

4. Em dupla ou trio construa um cartaz com a brincadeira preferida. Não esqueça de

colocar como se brinca! Exponha o cartaz num lugar onde circula muita gente, na
escola.
5. Marque com (X), no quadro abaixo, as brincadeiras cujos nomes iniciam com a letra em
destaque:

C T P

1 2 3 4

5 6 7 8

9 10 11 12

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


120

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Agora escreva as brincadeiras com suas respectivas letras iniciais:

C_____________________________________________________________________
T_____________________________________________________________________
P_____________________________________________________________________

6. Coloque as letras na ordem correta, para formar os nomes das brincadeiras, depois as
escreva com letra cursiva.

appi

catepe

bolfute

cabone

7. Observe a etiqueta com a sílaba que inicia cada palavra do primeiro quadro. Agora
escreva a etiqueta d0 2º quadro de acordo com a sílaba inicial, depois liste palavras com
a etiqueta do 3º quadro. Em seguida responda os questionamentos abaixo:

Cabo de guerra Amarelinha


Casinha Adoleta
Cavalo de pau Adedonha

CA DA

Qual a sílaba da etiqueta no segundo quadrado?


______________________________________________________________________

As sílabas que iniciam as palavras no primeiro e segundo quadro têm a mesma quantidade
de letras? ___________________________________________________

Nas palavras que você escreveu no terceiro quadro, tem alguma em que as sílabas
apresentem quantidades diferentes de letras destacada nas etiquetas dos quadros acima?

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


121

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

8. Observe as palavras abaixo:

T O C A

C O L A

Ao trocar a posição da letra O com A nos nomes acima, que palavra teria:
________________________________________________________________
Vamos continuar trocando letras e formando novas palavras? Escolha uma das letras do
balão e coloque na lacuna. Veja que palavra formou.
PATO _______ATO

FUI _______UI

MEDO _______EDO
D M G R
TRAVA _______RAVA

7ª semana
9. Tente adivinhar as brincadeiras, depois encontre-as no caça palavra.

É a brincadeira que precisa desenhar no chão um diagrama que vai desde o inferno até
o céu, e seu nome inicia com a letra A.

________________________________________________________________________

a) Essa brincadeira é uma famosa dança infantil de roda.

b) Tem penas coloridas, serve para jogar, é pesada na extremidade inferior? Qual é a
brincadeira?

________________________________________________________________________

c) Brinquedo redondo que chutamos.

________________________________________________________________________

d) Nesta brincadeira a criança tem de se esconder.

________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


122

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Y J A BOLA M N B V CH LO K G A W Y
H MN O P Q P ETECA C V P Ç X G R
K R Y U R W D CIRANDA Y R E W I A
T A M ARE LINHAP K Ç W S V B Z Q
P Y O N M ESCONDEE SC O N D E B
G E U W I C A B P W Z M VQ R Ç Y I O
Z E U PJ A R R A V W T Q A C P N Ç X

10. A partir das sílabas destacadas, forme palavras novas.

TE GA LA DE BO FU NO

PE ME CON PI RO PA VA

RI CA LO ES MI MA DA

TO SA DO PO NHO PO BOL

1- ---------------------------------- 5 - ----------------------------- 9- ----------------------------------

2- ---------------------------------- 6 - ----------------------------- 10- ________________

3- ---------------------------------- 7 - ----------------------------- 11 - ---------------------------------

4- ---------------------------------- 8 - ----------------------------- 13- ________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


123

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

11. Elabore um manual de instrução do brinquedo abaixo. Observe as figuras e escreva


um texto explicando como fazer um telefone sem fio. (1ª versão)

Material necessário:

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Como fazer:
1-

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

2-

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

3-

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


124

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

12. Hora de rever e reescrever o Manual de Instrução do Brinquedo que você escreveu.
(2ª versão)

Material necessário:

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Como fazer:
1-

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

2-

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

3-

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


125

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre as atividades propostas

Para desenvolver esta proposta você, professor (a), converse com sua
turma a respeito do gênero “Manual de Instrução”. Procure levantar
hipótese sobre o assunto, verificar conhecimentos prévios dos estudantes.
Depois apresente uma variedade de manuais de instruções. Explore com
eles os termos que aparecem nos manuais, mostre a sua utilidade.
Todas as atividades devem ser trabalhadas antes por você professor (a)
para que as crianças tenham condições de fazer com autonomia todas as
atividades propostas neste bloco.
6ª semana
As questões 1 e 2 deverão ser vivenciadas no 1º dia.
Orientações de ensino

Questões nº 1 e 2 – Aqui os estudantes terão que procurar nos seus


conhecimentos prévios as brincadeiras que já conhecem ou vivenciam, e
registrar através de uma lista. Professor (a) fique atento (a) ao registro dos
estudantes, pois, será necessário fazer intervenções e adequações na
organização e escrita das palavras durante a atividade. Em seguida, peça
que escolha uma das brincadeiras citadas por eles e respondam as
questões da tabela na atividade 2.

As questões 3 a 6 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 3 – Os estudantes terão que retornar ao manual de brincadeira


da Mônica (Pernas de Lata), onde buscarão preencher o texto com as
palavras do quadro.

Questão nº 4 - as crianças farão suas atividades direcionadas à introdução


de uma das capacidades de leitura/compreensão de textos, de um gênero
de circulação social, neste caso, o gênero Manual de Instrução. Nesse
momento, professor (a), é preciso que esteja bem próximo dos estudantes
na construção de suas produções para não fugirem da estrutura de um
manual.

Questão nº 5 – Nesta atividade reflita com os estudantes a relação


grafema/fonema, ou seja, letra/som, o que possibilitará o avanço dos
mesmos no reconhecimento das letras do alfabeto. Depois que
organizarem os nomes com os nomes das brincadeiras (CIRANDA, BOLA
DE GUDE, CORRIDA DE SACO, AMARELINHA, CABRA CEGA, PAU - DE -
CEBO, SKATE, PIÃO, PULA CORDA, TELEFONE SEM FIO, QUEIMADO E
CABO DE GUERRA) de acordo com as letras iniciais, indague-os sobre as
diferentes representações sonoras da letra “c” nas palavras, levantado
hipóteses sobre semelhanças e diferenças nos sons. Ex: Na palavra cabo

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


126

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

de guerra o som “C” é semelhante ao de cabra cega? E na palavra Ciranda? Provoque-os


com outros questionamentos que achar adequado, pois quanto mais refletirem melhor
será sua compreensão.

Questão nº 6 – Aqui teremos exercícios baseados no procedimento de resolução de


desafios. Nele, a criança deve ser capaz de organizar ou descobrir o princípio que
regulariza a ordenação das letras para se produzir à escrita. Ajude-os a perceber e
organizar as letras formando nomes com significados. Professor (a) aproveite para
trabalhar com os estudantes os padrões silábicos que formam cada palavra.

As questões 7 e 8 deverão ser vivenciadas no 3º dia.


Questão nº 7 – Professor (a), essa atividade possibilita aos estudantes perceberem que as
sílabas variam quanto ao número de letras. Dê outros exemplos de palavras com sílabas
formadas por 1, 2, 3 ou 4 letras. Peça que eles citem também palavras que tenham sílabas
formadas por diferentes quantidades de letras. Analise com eles as demais sílabas das
palavras dos quadros.
Questão nº 8 – Nesta atividade o desafio é fazer com que os estudantes reflitam sobre as
unidades sonoras e percebam que trocando uma letra na palavra, muda-se o som e o
significado da mesma, ou seja, formamos outra palavra. Provoque-os citando outras letras
para formar mais palavras. Suas intervenções são importantes para que eles consigam se
apropriar do sistema alfabético.

7ª semana
As questões 9 e 10 deverão ser vivenciadas no 1º dia.
Questão nº 9 – Ainda com atividade desafiadora, os estudantes terão que adivinhar as
brincadeiras nas charadas e procurar no caça- palavras. Nesta atividade professora (a), faça
a leitura com eles e peça para escrever suas respostas.
Questão nº 10 – Nesta atividade o objetivo é ampliar a formação de palavras com diferentes
padrões silábicos nas listas criadas por eles. Não se esqueça de fazer as devidas reflexões
quanto à relação grafema e fonema.
A questão 11 deverá ser vivenciada no 2º dia.
Questão nº 11 – Nesta atividade, os estudantes através da imagem, produzirão um texto
instrucional de um brinquedo. É importante que você, professor (a), fique atento nesta
produção para que eles sigam as características do gênero trabalhado. Além disto, preste
atenção à escrita correta dos seus estudantes para uma possível reescrita.
No 3º dia aproveite para fazer a revisão e reescrita da produção

Questão nº 12 - Professor (a), neste dia retome as produções dos estudantes já sinalizadas
por você e oriente-os em que podem ser melhoradas. Devolva para eles os textos e peça
que corrijam e reescrevam seus textos de acordo com suas orientações.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


127

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Jogo: Queimada

Jogadores:
No mínimo 4, mas o ideal é ser jogado em grupos maiores, de mais de 10
participantes.

Material:
Uma bola média. Não pode ser muito dura, para não machucar os jogadores,
mas também não deve ser leve demais, senão não vai longe ao ser
arremessada. Uma bola com as características da de vôlei é ideal.

Onde se joga:
Um terreno plano. Pode ser uma quadra ou uma rua não movimentada, por
exemplo. Deve ser retangular, ser divida em duas partes (com uma linha bem
visível no meio) e ter espaço para o grupo todo se locomover.

Como se joga:
Os participantes são divididos em dois grupos iguais, que ficam cada um de um
lado do campo. O objetivo de cada um é “queimar” os integrantes do time
adversário, acertando um a um com a bola até que não sobre ninguém.
Os times tiram a sorte (par ou ímpar, bola ao ar etc.) para decidir quem
começa. Um dos jogadores fica com a bola. Ele tem direito a um arremesso de
dentro de seu território (o limite é a linha central), e os adversários podem se
afastar o máximo que conseguirem, sem sair dos limites de sua área.
Se a bola não atingir ninguém e sair rolando pelo chão, um jogador do outro
time pode pegá-la e atirá-la em direção ao pessoal do time adversário – sem
sair do ponto onde a pegou. Ele só pode andar com a bola se pegá-la no ar.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


128

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

É queimado quem for acertado e deixar a bola cair no chão. Essas pessoas
viram “prisioneiros” dos adversários e têm que sair da área de seu time e ir
para a “prisão” (também chamada de “cemitério”), uma faixa que fica depois
da linha de fundo do outro time.
Os queimados continuam jogando, só que com menos liberdade. Eles só
podem pegar a bola se ela cair dentro da prisão. De lá, podem tentar acertar
os adversários ou passar a bola para seus companheiros de time, arremessando
longe o suficiente para que ela caia dentro do campo deles.
Os prisioneiros têm apenas uma chance de voltar a jogar na área de seu time:
se na primeira vez que pegarem a bola na prisão conseguirem queimar um
adversário.

Vale lembrar que se um jogador for acertado pela bola nas mãos, cabeça ou
pé, não será queimado: esses são chamados pontos frios. Também não é
queimado se, depois de ser atingido, ele ou algum colega conseguir segurar a
bola no ar antes dela cair.
Os jogadores (ou prisioneiros) do mesmo time podem passar a bola entre si
sem problemas, desde que não a deixem cair.
Ganha o time que conseguir o maior número de prisioneiros dentro do tempo
estipulado (que não é fixo) ou que conseguir queimar todos os adversários
Site: http://casa.hsw.uol.com.br/queimada.htm

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


129

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
8ª semana

1. Vimos que no jogo da Queimada o jogador precisa de uma bola, de um terreno plano e
de no mínimo 04 pessoas para jogar. Você já jogou este jogo? Ou já viu alguém jogar?
Escreva no espaço abaixo como foi esse jogo?

_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

2. Faça um acróstico com a palavra QUEIMADA.

Q____________________________________

U____________________________________

E____________________________________

I_____________________________________

M____________________________________

A____________________________________

D____________________________________

A____________________________________

2. Encontre no texto palavras com:

2 sílabas 3 sílabas 4 sílabas 5 sílabas

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


130

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

4. Forme uma lista de palavras com as seguintes sílabas:

PA - QUA - LA – SA - PE - MA – CA

BO – NE – JA – DO – TO – ME – SO – JO

CO – TA – PO – QUE – JU – RA - RO - NA

1_______________________________________ 2 ________________________________

3_______________________________________ 4________________________________

5______________________________________ 6 _________________________________

5. Procure no caça palavra os nomes abaixo:


QUEIMADO – QUEIJO – QUADRA – LEQUE - QUIABO

A B C QUEIJOPÇKIGDOEF

SDFLEQUEMNVÇETYUWI

QUIABOGKETYIOPWÇVN

CTPGHIJLMNQUIMADOV

BKRTLNWQ UADRAWVBC

9ª semana

6. Indique o número de vogais, consoantes e sílabas das palavras do quadro:

Palavras Quantidade de Vogais Quantidade de Consoantes Quantidade de


Sílabas
Quadrado

Moleque

Quadro

Quibe

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


131

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Vamos refletir!

Na palavra Quadro se eu tirar a letra O e colocar no seu lugar a letra A, que palavra vai
formar? _____________________

E na palavra Moleque se tirar a sílaba Mo, que palavra formou? ________________E ao


retirar a sílaba QUE, que palavra surge? __________________

7. Nos nomes abaixo, duas letras seguidas estão faltando, complete com: (CL, RR,
BR,AN,TR).

BICI_ _ETA ESCO_ _EGADOR CO_ _A_CEGA

BAL_ _ÇO _ _ENZINHO

8. Coloque na ordem correta e descubra que brincadeira é esta:

a) de bolinha gude _______________________________________

b) botão jogo de _________________________________________

c) mole ou duro _________________________________________

d) corda pula ____________________________________________

e) anel passa o ___________________________________________

f) de boca forno __________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


132

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

9. Observe a figura abaixo, agora escreva os passos para construir um gato de origami
(1ª versão):

______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________

______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


133

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

10. Agora vamos melhorar o nosso texto. Hora da revisão! (2ª versão):

______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


134

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre as atividades propostas

Para desenvolver as atividades desta semana, retomaremos ao


texto instrucional. Elegemos as “regas de jogos.” Sua estrutura é
composta por frases curtas muitas vezes numeradas, facilitando a
leitura e a escrita por parte da criança em fase de alfabetização.
Professor (a) é importante que os estudantes compreendam a
função social desse gênero. Converse com os estudantes que as
brincadeiras ou jogos também têm a característica de um texto
Orientações de ensino

instrucional. Ele informa os passos a seguir e as regras para que a


brincadeira ou jogo aconteça. Distribua o texto aos estudantes para
acompanhar a leitura. Explore bem o texto com a turma!

8ª semana

A questão 1 deverá ser vivenciada no 1º dia.

Questão nº 1 – Nesta atividade a criança fará um breve resumo


sobre o jogo da Queimada, que é um gênero textual em que temos
que ter duas habilidades: a síntese e a objetividade. Trata-se de um
texto em que são dispostos e apresentados os pontos essenciais,
ideias ou fatos principais. Sendo assim, você Professor (a), instruirá
a estrutura do resumo para que a criança não fuja deste objetivo.

As questões 2 e 3 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questões nº 2 - Nesta atividade os estudantes farão um acróstico


com a palavra queimada, no qual terão a possibilidade de perceber
que uma letra pode se repetir no interior de uma palavra e em
diferentes palavras.
Questão nº 3 – Nesta atividade desafie os estudantes a refletirem
que as palavras possuem vários tamanhos. Para isso, instigue - os
com perguntas do tipo: Porque tal palavra é maior? Qual a menor?

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


135

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

As questões 4 e 5 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 4 – Esta atividade é mais complexa por que necessita da criança uma
consciência silábica, pois terá que formar palavras.
Nesta atividade, Professor (a), oriente-o na construção da atividade. Leve a criança refletir
sobre as variedades de combinações de sílabas utilizadas para escrever as palavras.
Questão nº 5 – É importante frisar que a apropriação do sistema da escrita é um processo
gradual e cada estudante terá seu próprio ritmo. Nesta atividade terão que procurar o
nome no caça-palavra e refletir sobre as sílabas das palavras. Professor (a) faça perguntas
que exijam reflexão de acordo com a atividade do tipo: correspondências som grafia. Faça-
o pensar na sequencia das letras que serão utilizadas.

9ª semana

As questões 6,7 e 8 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 6 – Nesta atividade é interessante, professor (a), que você peça aos estudantes
que contem quantas sílabas têm a palavra e as pronuncie, juntamente com eles. Após a
contagem, solicite que ditem as sílabas, uma a uma. Uma vez que queremos trabalhar a
constituição das sílabas e evidenciar que pode haver sílabas formadas por uma, duas, três,
quatro, etc. Letras. Recomendamos fazer perguntas: Quantas letras têm na sílaba Qual? E
na sílaba Do? Na sílaba Qual tem vogal? Tem consoante? (repita a análise nas outras
sílabas). Na parte em que o estudante vai achar novas palavras a partir da principal, essa
atividade permite que as crianças analisem as transformações que podem ocorrer dentro
de uma mesma palavra, como acréscimo ou retirada de uma letra ou sílaba. Neste sentido,
recomendamos que você pergunte o que mudou nas palavras? Por exemplo: A palavra
Leque estava dentro da palavra moleque?

Questão nº 7 – A estrutura silábica diz respeito à organização das vogais (V) e das
consoantes (C) na formação das sílabas das palavras. É nesta perspectiva que o estudante
terá que perceber esta estrutura na atividade, além de refletir sobre o padrão silábico.
Aproveite para fazer os questionamentos das atividades anteriores.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


136

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Questão n º 8 – Nesta atividade terão um desafio de ordenar a frase para achar o nome da
brincadeira.

A questão 9 deverá ser vivenciada no 3º dia.

Questão nº 9 – Nesta atividade é direcionada para uma produção escrita do estudante. É


necessário que conheça as características do gênero texto instrucional. Durante a
produção textual circule pela sala tirando dúvidas, fazendo intervenções, propondo
reflexões sobre as regras gramaticais. Antes de iniciar esta atividade professor (a),
proponha com ele a construção do gato em dobradura, pode usar Data Show para que eles
sigam o comando.

A questão 10 deverá ser vivenciada no 4º dia.

Questão nº 10 - Professor (a), neste dia retome as produções dos estudantes já sinalizadas
por você e oriente-os em que podem ser melhoradas. Devolva para eles os textos e peça
que corrijam e reescrevam seus textos de acordo com suas orientações.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


137

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

III Bimestre

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


138

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Artigo de opinião
Características do gênero

O artigo de opinião é utilizado por pessoas que desejam expor


publicamente suas posições sobre assuntos que provocam controvérsias,
assuntos que geram polêmica na sociedade.
“Artigo de opinião é um gênero jornalístico argumentativo escrito,
publicado em jornais, revistas, internet, e sempre assinado. A assinatura

ã
identifica o autor, o responsável pela opinião” (Gagliard, Eliana; Amaral,
Heloisa. Pontos de vista. Cenpec - São Paulo: Petrópolis, 2004).

Outras Informações

Introdução Descrição do Assunto que gera polêmica.

Desenvolvimento - Tese do autor (proposta ou posicionamento)


- Tese/opinião contrária ( atitudes ou opiniões
contrárias)
- Refutação da tese ou das atitudes contrárias.
- Argumentos a favor da tese do autor.
A

Conclusão Fecha o texto e reforça a tese/opinião do autor.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


139

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Energia nuclear: O problema é de todos!

O município onde moro é um lugar agradável, ensolarado, situado em uma região


privilegiada do País, com muitas belezas naturais, animadas festas locais e traços típicos de
uma cidade pequena e tranquila: portas e janelas abertas, crianças brincando, mulheres
conversando na rua, enfim tudo até bem calmo. Mas uma nuvem negra diminui a luz do
sol.
A possível construção de uma usina nuclear na nossa cidade irá nos afetar muito.
Infelizmente é um assunto que ainda divide a opinião da população.
Sou terminantemente contra a possibilidade dessa construção, pois o que mais me
assusta, foram os acidentes que ocorreram no passado pelo mau uso. Como o maior
acidente ocorrido em 26 de abril de 1986 em Chernobyl na Ucrânia.
Por que aqui pode ser diferente? Se na Ucrânia, na Rússia, apesar de todos os
cuidados, houve vazamento, porque não aqui? Um acidente desta espécie pode causar
danos irreversíveis a nossa cidade. O que faremos se, porventura, esse acidente vier a
acontecer de fato? Depois não tem como correr atrás dos prejuízos. Uma explosão pode
levar à morte de várias pessoas.
Depois de observar uma usina nuclear, tenho certeza de que ela é muito perigosa, e
não nos trará nenhum mérito.
Definitivamente, deveriam parar com essa história de energia nuclear, e sim,
conscientizar e buscar viver de maneira mais simples e evitar o aumento de consumo.
Então sou totalmente contra a construção dessa usina, e acho que deveriam
arrumar um lugar mais afastado, onde não haja população, para prevenir o que aconteceu
no passado.

D. O. S. – aluna autora

https://www.escrevendoofuturo.org.br/EscrevendoFuturo/arquivos/2239/2011_oquenosdizem.pdf

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


140

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
1ª semana
1. No artigo de opinião que você leu, a autora descreveu como era a cidade dela. Faça
uma lista das coisas boas do lugar em que você mora:

2. Retirem da lista de palavras da atividade anterior, as que são escritas com:

3 letras 4 letras 5 letras Mais de cinco


letras

3. Reescreva a frase. Cada palavra em um quadrinho:

a) UMAUSINANUCLEARÉMUITOPERIGOSA

b) EUSOUTOTALMENTECONTRAACONSTRUÇÃODESSAUSINA

b)
c) UMAEXPLOSÃOPODELEVARÀMORTEDEVÁRIASPESSOAS

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


141

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

4. Procure no artigo de opinião sobre Energia Nuclear as advinhas:


a) O que é, O que é? Tenho cinco letras, três vogais e duas consoantes e a autora
do texto tem medo de mim, eu sou?

___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ NUCLEAR

b) O que é, O que é? Meu nome significa a mesma coisa de medo, tenho letras
repetidas e estou no terceiro parágrafo do texto, quem sou?

___ ___ ___ ___ ___ ___ ___

c) O que é, O que é? Sou como um raio barulhento, a minha primeira sílaba tem
um som parecido com o S, estou no quarto parágrafo do texto, quem sou?

___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ ___

5. Forme novas palavras trocando a ordem das sílabas das palavras:

PALAVRA TROCA NOVA PALAVRA

PATA TA- PA TAPA

BOLO

CAPA

PATO

TAPA

LOBO

6. Encontre outras palavras dentro da palavra sugerida:

J A N E L A Palavras

N E L A NELA

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


142

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

S A P A T O Palavras

S A P O SAPO

2ª semana
7. Escolha as sílabas abaixo para formar o nome das figuras:

LE VEM CA PÉ BOR LO TA VA BO NU

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


143

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

8. Complete a cruzadinha:

T T L

j N L A

9. Complete o quadro de acordo com o modelo e escreva o número de letras:

PALAVRA SÍLABAS Número de LETRAS

BELEZA BE – LE - ZA 6

FESTA

CIDADE

EXPLOSÃO

USINA

RÚSSIA

TRAÇO

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


144

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

10. Acrescente a letra S no meio da palavra e observe o que acontece:

GOTA GOSTA

LEMA

GATA

POTE

CAPA

PATA

RETO

• O que mudou nas palavras?

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

11. Complete as frases com as palavras do quadro:

ESPELHO – BISCOITO – LILÁS – MOSCA – VESTIDO - ESCADA

a) Ester caiu da _____________________________________

b) A ___________________ posou no __________________

c) Celeste comeu todos os _____________________ da lata.

d) O __________________ da mamãe é ________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


145

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

3ª semana

12. Acrescente a letra R da palavra e observe o que acontece:

COPO PENA

CATA IMÃ

MACA FADA

BABA LAGO

• O que mudou nas palavras?

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

13. Complete as palavras com as sílabas em destaque:

IR OR AR ER UR

___ vilha ___ gola ____ so


___ mário ___ co ____ dem
___ mão ___ te ____ quiteto

14. Complete as frases com uma das palavras dos parênteses.

a) A ___________ de Roberto chama-se Marta. (farmácia – irmã)

b) A ___________ voou para a árvore. (lagarta – borboleta)

c) Ademir comeu _________ de sobremesa. (ervilha – sorvete)

d) Vou ao ___________ ver o palhaço. (armário – circo)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


146

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

15. O artigo de opinião é um texto no qual as pessoas tomam uma posição diante de
determinada situação. Se você fosse escrever um artigo de opinião sobre a
importância do computador para a vida das pessoas, quais os aspectos positivos e
os aspectos negativos que você identificaria sobre este tema? Faça uma lista dos
pontos positivos e outra lista dos pontos negativos.

Pontos Positivos Pontos Negativos

16. Escreva um pequeno artigo de opinião sobre o uso do computador, utilizando os


argumentos positivos e negativos que você listou no exercício anterior. (1ª versão).

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


147

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

4ª semana
17. Liste dentre as palavras abaixo as que terminam com o som final de COMPUTADOR
e o som inicial de CELULAR:

SELADOR CEBOLA SECADOR CEGONHA CIDADE

CÉLULA CONSUMIDOR CÉSAR ANADOR MARCADOR

CENOURA SELO COMPRADOR SELA CECÍLIA

som FINAL da palavra COMPUTADOR som INICIAL da palavra CELULAR

18. Leia e responda:

HERÓI HINO HARPA

HABILIDADES HÓSPEDE HOTEL

HELICÓPTERO HÉLICE HOMEM

Qual é a palavra?

a) Tem cinco letras e termina com L.

b) Nesta palavra está a palavra IDADE.

c) Faz parte do helicóptero, tem acento agudo e tem seis letras.

d) É um instrumento musical e tem cinco letras.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


148

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

e) É o nome que se dá a alguém muito corajoso, que salva e ajuda as pessoas.

f) É uma palavra que está relacionada à música e tem quatro letras.

g) É a última palavra dos nomes acima.

h) É um meio de transporte.

i) Aquele que está hospedado no hotel.

19. Leia em voz alta as palavras abaixo:

PEQUENA MULHERES RÚSSIA POSSÍVEL CHERNOBYL

Agora responda:
Quantas letras têm cada palavra?
PEQUENA ( ) MULHERES ( ) RÚSSIA ( ) POSSÍVEL ( ) CHERNOBYL ( )
20. Vamos melhorar o nosso texto. Siga as orientações dadas pelo seu professor (a)
para realizar a revisão. (2ª versão).

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


149

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

21. Vamos brincar? Conte quantas letras e quantos sons têm cada palavra da cartela que
você recebeu.

Letras Sons

22. Junto com o professor (a), organize um painel para expor os artigos de opinião
produzidos pela turma.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


150

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

PEQUENA

IRRESISTÍVEL

ASSUSTA

TENHO

ACHO

CONSCIENTIZAR
Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar
151

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre as atividades propostas

Atenção!
Professor (a) estamos no III Bimestre do ano letivo. Um dos gêneros
indicados para este Bimestre é o gênero Artigo de Opinião. O texto
sugerido é a produção de uma aluna do 5º ano. A seguir, indicamos
algumas sugestões de atividades que poderão lhe ajudar no trabalho
com o grupo de estudantes que ainda não conseguiram se
alfabetizar.

1ª semana

As questões 1 e 2 deverão ser vivenciadas no 1ª dia


Orientações de ensino

Professor (a), antes de iniciar a atividade 1, solicite aos estudantes que


leiam, individualmente, o Artigo de Opinião. Em seguida, explore as
características do referido gênero textual, bem como os procedimentos
de leitura: realizar inferência (Por exemplo: a autora gosta do seu
município? Por quê?), identificação das informações explícitas (Por
exemplo: A autora é a favor ou contra a construção da Usina Nuclear?),
dentre outros, conforme orienta o Currículo do PAS. Essa atividade
deve ser realizada com todos da turma. Chamamos a atenção para o
fato de que no artigo de opinião, como está descrito nas características
deste gênero, a assinatura do autor identifica o responsável pela
opinião. Entretanto, no artigo de opinião aqui utilizado, não tem o
nome completo da autora, mas suas iniciais, tendo em vista que a
mesma é uma aluna do 5º ano, de menor idade (sendo necessário
preservar sua identidade), além do que, este texto faz parte do
concurso Escrevendo o Futuro (Itaú/ UNICEF), para alunos da série
referida. É importante frisar para seus alunos, que ao escreverem um
artigo de opinião é necessário colocar o nome por extenso, para
identificá-lo como o autor do texto.

Questão nº1 - Observe a escrita das palavras de seus alunos e em que


nível eles se encontram. Faça as intervenções necessárias para que
eles reflitam e elaborem suas hipóteses sobre a escrita convencional
das palavras, para que consigam avançar na qualidade da sua escrita.
Como por exemplo, as letras que ele usou para escrever determinada
palavra; quantas letras são necessárias para escrever a palavra;
reconhecimento do início e final da palavra, dentre outras. Para isso,

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


152

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

é importante que você peça aos estudantes para realizarem a leitura das palavras que
acabaram de notar (individualmente¸ de preferência), pois aqui eles terão que ajustar a
pauta sonora à escrita, dizendo uma sílaba para cada letra registrada, caso estejam na
hipótese silábica. Quando chamados a ler seus escritos, podem perceber as lacunas
possibilitando, assim, a reconstrução de seus conhecimentos sobre os princípios do
Sistema de Escrita Alfabética.

Questão nº2 – Professor (a), com essa atividade você leva o estudante a pensar na
quantidade de letras que ele colocou para cada palavra.

As questões 3 e 4 deverão ser vivenciadas no 2ª dia

Questões nº 3 e 4 - O objetivo da atividade é levar o aluno a analisar os limites que


determinam o início e o final da frase, permitindo focalizar a palavra e sua posição na frase.
Professora, para essas atividades, utilize o alfabeto móvel para que o aluno possa construir
as palavras. É importante que o estudante tenha a possibilidade de “brincar”, de
experimentar, de inventar novas palavras e perceba que tudo o que nós falamos pode ser
escrito. Dessa forma, apropria-se do Sistema Alfabético com compreensão e não apenas a
partir de decodificação.

As questões 5 e 6 deverão ser vivenciadas no 3ª dia

Questão nº 5 - é bem interessante, porque tem o objetivo de levar o aluno a refletir sobre
as unidades sonoras para formar outras palavras, ajudando a correspondência som –
grafia.

Questão nº 6 - Professor (a), esta atividade possibilita a análise das partes que compõem as
palavras JANELA e SAPATO. Isto é, leva o aluno a perceber que palavras diferentes têm
partes sonoras iguais, bem como segmentar palavras, identificando partes que constituem
outras palavras.

2ª semana

A questão 7 deverá ser vivenciada no 1ª dia

Questão nº 7 - Possibilitar que o aluno reflita sobre quais sílabas e em que ordem elas devem
ser usadas para escrever as palavras solicitadas. Professor (a) solicite que os estudantes leiam
as palavras observando qual a palavra que tem mais número de sílabas. Aproveite para
perguntar: a) conseguiram formar as palavras solicitadas? b) Existe diferença na escrita? c) O
que foi mais difícil, formar palavras ou associá-las com a figura? Por quê? d) As palavras
possuem a mesma quantidade de sílabas? e) Quais são as letras da sílaba BOR de

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


153

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

BORBOLETA? f) Quantas letras têm essa sílaba? Quantas consoantes e quantas vogais? Com
esses questionamentos você leva seu aluno a refletir sobre as estruturas das sílabas. Neste
caso (C, V), e (C, V, C).

As questões 8 e 9 deverão ser vivenciadas no 2ª dia

Questão nº 8 - Professor (a), o objetivo da atividade é ajudar os estudantes a pensarem na


sequência de letras que serão utilizadas, bem como refletir sobre as partes menores da
sílaba, pois ao perceber que faltou terão que pensar sobre como resolver este problema.

Questão nº 9 - Nesta atividade, focalize a relação entre palavras, sílabas e letras. Professor
(a), entregue a atividade e deixe os alunos responderem o quadro, em seguida, levante
algumas reflexões como: qual a maneira que vocês separam as palavras? Ouça a resposta e
faça as comparações. Neste momento é interessante que você peça aos estudantes que
contem quantas sílabas têm a palavra EXPLOSÃO e as pronuncie juntamente com ele (a).
Solicite aos alunos que ditem as sílabas das palavras solicitadas na atividade. Uma vez que
queremos trabalhar a constituição das sílabas e evidenciar que pode haver sílabas
formadas por uma, duas, três, quatro ou cinco letras e com diferentes estruturas, aproveite
para perguntar: quantas letras têm na sílaba EX? e na sílaba PLO? E na sílaba SÃO? Na sílaba
EX tem vogal? Tem consoante? Começa com vogal ou consoante? (repita a análise nas
outras sílabas). Ressaltamos que caso os estudantes ainda tenham dificuldade de
identificar vogal e consoante, recomendamos retomar essa reflexão sobre vogal e
consoante do nosso alfabeto.

As questões 10 e 11 deverão ser vivenciadas no 3ª dia

Questões nº 10 e 11 - Contemplam o estudo do som “ES”. Essas atividades têm como objetivo
levar os estudantes a analisarem as transformações que ocorrem com o acréscimo de uma
letra, ou seja, compreender que, se acrescentarmos uma letra em uma palavra, ela é
transformada em outra palavra. Essas atividades propiciam aos estudantes conhecerem a
forma de lê o “ES”, ao invés do SE (que eles confundem muito). Ao mesmo tempo em que têm
a oportunidade de escrever palavras e pequenas frases com os sons AS – ES – IS – OS – US.
Professor(a), utilize o alfabeto móvel para que os estudantes possam escrever as palavras
acrescentando o “S”, depois o “E”S. Será uma experiência muito interessante para eles
perceberem a diferença que o S colocado no meio da palavra faz. Antes de escreverem as
palavras das atividades no papel, é interessante que eles utilizem o alfabeto móvel.

3ª semana

As questões 12, 13 e 14 deverão ser vivenciadas no 1ª dia

Questões nº 12 e 13 - Professor (a), estas atividades seguem as mesmas orientações das


atividades do dia anterior. Só muda a letra S pela letra “R” e os sons AS – ES – IS – OS – US
por AR – ER – IR – OR –UR.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


154

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Questão nº 14 - Use o alfabeto móvel para realizar esta atividade, ela possibilita a reflexão
dos estudantes sobre as partes menores da palavra e formas gráficas correspondentes.

A questão 15 deverá ser vivenciada no 2ª dia

Questão nº 15 - Professor (a) observe a escrita das palavras de seus alunos e em que nível
eles se encontram. Faça as intervenções necessárias para que eles reflitam e elabore suas
hipóteses sobre a escrita convencional das palavras, para que consigam avançar na
qualidade da sua escrita. Como por exemplo, as letras que ele usou para escrever
determinada palavra; quantas letras são necessárias para escrever a palavra;
reconhecimento do início e final da palavra, dentre outras.

A questão 16 deverá ser vivenciada no 2ª dia

Questão nº 16 - Professor (a) aproveite essa atividade para consolidar os conhecimentos


dos estudantes sobre o gênero artigo de opinião. Nesta questão, eles serão desafiados a
produzir um pequeno artigo de opinião. Lembre-se de observar com eles os aspectos
apontados na atividade 15, como também outros aspectos importantes.

4ª semana

A questão 17 deverá ser vivenciada no 1ª dia

Questão nº 17 - Esta atividade colabora com o desenvolvimento de conceitos, por exemplo,


de como as palavras que começam com sons iguais são grafadas. Professor (a) aproveite
para refletir com seus estudantes sobre as relações som – grafia, principalmente nas
palavras CEGONHA, SELA, SECADOR, pois em nossa língua antes do E do I, às vezes, o “S”
pode apresentar o mesmo som da letra “C”. Faça as seguintes perguntas: o que as palavras
SELA e CEBOLA têm de semelhante? O que têm de diferente?

A questão 18 deverá ser vivenciada no 2ª dia

Questão nº 18 - Professor (a), essa atividade favorece a reflexão sobre o número de letras
da palavra, a escrita de palavra dentro de outra palavra, o som do “L” no final da palavra,
acento agudo. Aproveite também para explorar a letra “H” no início das palavras que tem
o som mudo, que faz parte das irregularidades morfológicas da ortografia e por isso,
depende muito da memorização. Professor (a) peça para os estudantes dizerem as
palavras e para identificarem quantos sons e quantas letras têm cada palavra, chamando a
atenção para o “H” inicial que não se pronuncia.

As questões 19 e 20 deverão ser vivenciadas no 3ª dia

Questão nº 19 - Essa atividade tem como objetivo levar os estudantes compreenderem a


diferença entre letra e fonema (som), bem como entender a ideia de dígrafo. Professor (a),

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


155

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

é interessante ouvir as respostas com atenção e solicite que expliquem suas respostas.
Aproveite as respostas e leve os estudantes a perceberem que a palavra CHERNOBYL é
formada por nove letras, mas de apenas oito sons, já que as letras “C” e “H”, juntas,
representam um dos sons possíveis da letra X. É interessante ainda que você reflita que as
sílabas são formadas por unidades menores, sendo cada fonema, corresponde a uma letra
ou conjunto de letras (dígrafo). Nessa atividade estamos nos referindo ao som de cada
letra na sílaba.

Questão nº 20 – É hora de melhorar o texto dos estudantes. Sinalize as partes que serão
melhoradas em cada produção para que eles possam realizar com autonomia a revisão e reescrita,
atendendo as especificidades do gênero com coesão e a coerência.

Questão nº 21 - Para a atividade, recorte e entregue uma cartela com as palavras que
contém dígrafos e solicite que os estudantes contem quantas letras e quantos sons têm
cada uma delas. Leve os estudantes a perceberem que todas apresentam um grupo de
duas letras que representam um só som (fonema).
Fonte: Portal do Professor.
Autora Regina F. da S. Reis. Disponível em:
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21168

Questão nº 22 – Toda produção feita pelo estudante precisa ter um propósito. Portanto,
sugerimos o painel para expor as produções que já deverão estar corrigidas e passadas a
limpo.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


156

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Características do Gênero

Texto de divulgação científica – é um gênero discursivo que


transpõe um discurso específico de uma esfera do campo científico
para a comunidade em geral. Ou seja, é por meio do texto de
divulgação científica que a sociedade entra em contato com as
pesquisas que estão sendo realizadas, ou que estão em andamento,
em linguagem acessível.
A popularização da ciência tem sido considerada também como
um instrumento para tornar disponíveis conhecimentos e tecnologias
que possam ajudar a melhorar a vida das pessoas e dar suporte a
desenvolvimentos econômicos e sociais sustentáveis. Características
de um texto de divulgação científica.
Finalidade: transmitir conhecimentos de natureza científica a
um público o mais amplo possível;
Estrutura: ideia principal (afirmação, conceito) / desenvolvido
por meio de provas (exemplos, comparações, relações de efeito e
causa, resultados de experiências, dados estatísticos) / conclusão.
Assim, como se trata de um texto de exposição de ideias,
normalmente ele se constitui de uma introdução, um desenvolvimento
e uma conclusão.
Linguagem clara, objetiva e geralmente impessoal;
Emprega a variedade padrão da língua com a presença de
termos e conceitos científicos de uma ou mais áreas do conhecimento,
verbos predominantemente no presente do indicativo;

http://atividadeslinguaportuguesamarcia.blogspot.com.br/2013

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


157

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

O Aedes Aegypti é um mosquito que transmite várias doenças


perigosas como, por exemplo, dengue e febre amarela urbana. O Aedes
Aegypti também é o transmissor do Zika vírus, que pode causar a
microcefalia, e do vírus causador da febre Chikungunya.
Estes insetos são típicos de regiões urbanas de clima tropical e
subtropical (com presença de calor e chuvas). Não conseguem viver em
regiões frias. É de tamanho pequeno, possuindo, em média, 0,5 cm de
comprimento.- Possui cor preta com manchas (riscos) brancos no dorso,
pernas e cabeça. O ruído deste mosquito é muito baixo, sendo que o ser
humano não consegue ouvir.
O mosquito macho alimenta-se de frutas ou outros vegetais
adocicados. Porém, a fêmea alimenta-se de sangue animal
(principalmente humano). No momento que está retirando o sangue, a
fêmea contaminada transmite o vírus da dengue para o ser humano. Na
picada, ela aplica uma substância anestésica, fazendo com que não haja
dor na picada.
As fêmeas costumam picar o ser humano na parte do começo da
manhã ou no final da tarde. Picam nas regiões dos pés, tornozelos e
pernas. Isto ocorre, pois costumam voar a uma altura máxima de meio
metro do solo. Elas depositam seus ovos em locais com água parada
(limpa ou pouco poluída). Por isso, é importante não deixar objetos com
água parada dentro de casa ou no quintal. Sem este ambiente favorável, o
Aedes Aegypti não consegue se reproduzir. As larvas são brancas quando
nascem, mas tornam-se negras depois de algumas horas.
O mosquito pode ser encontrado em várias regiões da África e
América do Sul, inclusive no Brasil. Em nosso país, tem transmitido a
dengue a uma grande quantidade de pessoas. A dengue, se não tratada
corretamente, pode levar o indivíduo a morte. Vale lembrar que ele
também transmite aos seres humanos outros vírus perigosos: vírus
causador da febre Chikungunya, além do vírus Zika (que pode causar a
microcefalia em bebês de gestantes infectadas).

Fonte: www.abratio.com.br acesso: 26/04/2016

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


158

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES
5ª semana

1 – Relacione as questões da tabela com as respostas abaixo, de acordo com o texto do


artigo científico “Aedes Aegypt” que você leu.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES
01 São mosquitos típicos de quais Regiões urbanas de clima tropical
regiões? e subtropical (com presença de
02 O mosquito é transmissor de várias calor e chuvas).
doenças como:
03 Alimentação dos machos.
04 Alimentação das fêmeas. Sangue animal (principalmente
humano)
05 Porque estes mosquitos picam nas
regiões dos pés, tornozelos e
pernas. Frutas ou outros vegetais
adocicados.

Isto ocorre, pois


costumam voar a uma Dengue e febre amarela, também transmite o
altura máxima de meio vírus causador da febre chikungunya, além do
metro do solo. vírus Zika (que pode causar a microcefalia em
bebês de gestantes infectadas).

2 – Marque o título do artigo científico que a sua turma leu hoje.

Zika a nova doença causada pelo Mosquito da dengue causa a


mosquito da dengue. Zika.

Zika nova doença causada pelo


Aedes Aegypti Aedes aegypti.

3 – Você achou o título adequado com a informação do texto? Do que trata esse texto?

____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


159

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

4 - Você ouviu na leitura de hoje, um texto sobre o Aedes Aegypti. Agora vamos preparar
uma ficha técnica sobre O MOSQUITO que transmite tantas doenças. Pesquise e responda.

INFORMAÇÕES RESPOSTAS
NOME?
ONDE VIVE?
TEMPO DE VIDA?
CARACTERÍSTICAS?
O QUE PODE CAUSAR?
TAMANHO
DE QUE SE ALIMENTA
ORIGEM

Escreva em dupla seu pequeno artigo científico.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


160

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5 - Reescreva as frases. Não esqueça a pontuação.

Nomomentoqueestáretirandoosangue,afêmeacontaminadatransmiteovírusd
adengueparaoserhumano.

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

Adengue,senãotratadacorretamente,podelevaroindivíduoamorte.

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

6 - Escreva uma lista de palavras que tenha o mesmo som inicial da palavra Zika.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


161

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

7- Observe as palavras abaixo e responda:


a)

ZORRA ARROZ
Quantidade de letras?
Letras que se repetem?
Quantidade de sílaba?
A letra “z” tem o mesmo som nas duas
palavras?
Qual o fonema que o z apresenta?

b- Liste a seguir palavras em que o Z tenha o mesmo som de:

ZORRA ARROZ

8 - Descubram na cruzadinha as doenças transmitidas pelo mosquito “Aedes


Aegypti”. Escreva-as no quadro e responda o que se pede.

D E N D E N G U E E G N
C H I D E G T O R T G U
E Z I Z K K A D E G U E
A C H I k U N G U N Y A
S I K K E N G D E G U H
F H F A G G K A Z Z I C

Palavras separadas em sílabas Nº de vogais Nº de consoantes Nº de sílabas

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


162

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

9 – Agora é hora de rever a ficha que você produziu. A professora colocou algumas
pistas para você melhorar seu texto. Observe-as e mão na massa. Comece já seu
trabalho.

INFORMAÇÕES RESPOSTAS
NOME?
ONDE VIVE?
TEMPO DE VIDA?
CARACTERÍSTICAS?
O QUE PODE CAUSAR?
TAMANHO
DE QUE SE ALIMENTA
ORIGEM

AO FINALIZAR A REVISÃO DA FICHA,


ORGANIZEM OS CARTAZES COM AS
INFORMAÇÕES PARA AFIXAR NA
ENTRADA DA ESCOLA.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


163

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Sobre as atividades propostas

Atenção a dica!

“De acordo com Lorenzetti (2000, p. 77) ”, a alfabetização científica


deve iniciar como o “processo pelo qual a linguagem das Ciências
Naturais adquire significados, constituindo-se um meio para o
indivíduo ampliar o seu universo de conhecimento, a sua cultura,
como cidadão inserido na sociedade”. Desse modo os conhecimentos
adquiridos serão fundamentais para a sua ação na sociedade,
auxiliando-o nas tomadas de decisões que envolvam o conhecimento
científico.
A alfabetização científica nos anos iniciais favorece a elaboração dos
Orientações de ensino

primeiros significados sobre o mundo, ampliando os conhecimentos


dos alunos, sua cultura, e sua possibilidade de entender e participar
ativamente na sociedade em que se encontra inserido. (LORENZETTI,
L. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Dissertação
(Mestrado em Educação), Universidade Federal de Santa Catarina,
Florianópolis – SC, 2000. )

Dicas para enriquecer a aula


• Assista a vídeos produzidos pela Fiocruz sobre a dengue e
seus impactos.
• SUGESTÃO DE PESQUISA

Disponível em:
http://chc.cienciahoje.uol.com.br/multimidia/revistas/reduzidas//275/?revista=275

Antes de “iniciar a resolução das questões, leia o texto” “O AEDES


AEGYPTI.”, para toda turma (neste dia não aplique as atividades da
apostila). Leve-os a inferir e localizar informações explicita e
implícitas. Lance questões sobre as especificidades e estrutura do
Gênero, Explorando bem todos os aspectos.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


164

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5ª semana

As questões 1 a 4 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 1- Nesta questão devem ser explorados os aspectos relacionados ao texto “O


AEDES AEGYPTI.”, dialogue com os estudantes sobre os itens descritos na questão e
localize com eles no texto que deverá estar exposto no quadro. Em seguida peça que
relacionem as questões da tabela com as informações citadas numerando-as. Professor (a)
estas atividades estão relacionadas á compreensão de leitura.

Questões nº 2 e 3 - Leia a questão e peça que encontrem no texto o título do artigo depois
localizem e marquem na atividade. Logo após oriente-os a responder a questão 3. Explore
bem a relação entre o título e a informação contida no texto. Observe a segmentação,
ortografia, uso de letras maiúsculas, uso adequado das letras nas palavras e das palavras
nas frases. Fazendo as intervenções necessárias.

Questão nº 4 - Na produção sobre este gênero iremos trabalhar com uma ficha técnica para
que eles iniciem a organização de informações com conhecimentos de natureza científica
sobre o Aedes Aegypti. Proponha uma pesquisa com os itens citados na ficha, e, com as
informações trazidas por eles peça que organizem a ficha de acordo com os itens.
Professor (a) forme duplo ou trio e solicite que com as informações da ficha escrevam um
pequeno artigo científico. Não se esqueça de fazer a revisão e reescrita, elogiando sempre
os acertos dos estudantes, orientando a reescrita dos ajustes necessários de acordo com o
quadro de correção elaborado por você para esta revisão. (veja o modelo dado
anteriormente).

As questões 5 a 7 deverão ser vivenciadas 2º dia.

Questão nº 5 - Trabalhar os aspectos relacionados a segmentação. Peça para os estudantes


separar com um traço cada palavra da frase. Para isso, leia pausadamente cada palavra. Em
seguida, oriente-os a escrever nos quadrinho palavra por palavra, depois escrever as fases
dando os espaços necessários para a compreensão da mesma.

Questão nº 6 - Retomaremos o artigo lido fazendo o seguinte questionamento: Qual o


novo vírus transmitido pelo AEDES AEGYPTI? A partir da resposta, ZIKA, chame a atenção
para o som da letra inicial e peça que eles listem outras palavras com o mesmo som.

Questão nº 7 - Explore novamente os sons da letra Z nos diferentes padrões silábicos,


chamando a atenção dos estudantes para os aspectos necessários às resposta em cada
item da questão. Ex: as palavras têm as mesmas letras, porém na ordem invertida, a letra Z
apresenta sons diferentes. Você deve explorar todos os aspectos possíveis em cada
palavra.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


165

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

Depois peça que listem outras palavras que correspondam ao mesmo som que a letra Z
apresenta nas palavras destacadas.

As questões 8 e 9 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 8 - Aqui, exploraremos outras informações contidas no artigo científico lido.


No caça-palavras estão as três doenças transmitidas pelo mosquito que eles deverão
descobrir. Não se esqueça de chamar a atenção para as letras e sílabas que compõe a
palavra. Em seguida, peça que eles separem cada palavra em sílabas dentro do quadro
apresentado e logo após deverão responder os outros itens do quadro. A cada item
respondido, faça questionamentos. Por exemplo:
Na palavra dengue o “N” atrás da vogal representa o que?
No padrão silábico GUE a letra G tem o mesmo som que o da palavra gato?
O sons da letra G é o mesmo nas palavras DENGUE e GELO?

Questão nº 9 - Nesta atividade, retornaremos a produção da ficha técnica realizada na


questão 4 para verificar as dificuldades apresentadas na escrita dos estudantes (lembre-se
que você professor (a), já deverá ter marcados com símbolos ou outra forma utilizada para
destacar onde eles devem refazer as escrita, melhorando assim a sua produção). Entregue
as fichas para as duplas que deverão juntas, refazerem e passar a limpo reescrevendo as
informações necessárias da ficha, para depois organizarem os cartazes e afixar na Escola.
Lembre-se de em outro momento revisar também o pequeno artigo que eles escreveram e
planejar uma culminância para valorizar o texto que eles escreveram.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


166

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

ATIVIDADES

Lixo orgânico e inorgânico

Todo lixo pode ser dividido basicamente em material orgânico e


inorgânico. Orgânico é todo dejeto biodegradável, como restos de comida —
cascas de fruta, por exemplo —, que será decomposto pela ação de micro-
organismos, o que se chama apodrecimento. Largado na rua, esse lixo
apodrecido servirá de alimento a ratos, baratas e moscas, transmissores de
doenças.
A parte inorgânica do lixo é composta de dejetos que não apodrecem -
como papel, plástico, borracha, metais e vidro. Tais restos também
contribuem para a proliferação de formas daninhas de vida, para as quais
servem de ninho. Além disso, podem causar estragos quando não são varridos
das ruas. Com a chuva, plásticos e papéis navegam na enxurrada até as bocas
de lobo e galerias pluviais que, se não forem limpas periodicamente,
entopem, provocando as inundações tão conhecidas dos habitantes das
grandes cidades brasileiras.
(Superinteressante, maio de 1989)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


167

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

6ª semana

1 - Qual é o título desse texto?

_____________________________________________________________________

2- Se você fosse o autor do texto que Título daria?

_____________________________________________________________________

3 - Vamos fazer um jogo de adivinhação? Todas as respostas estão no artigo científico “Lixo
orgânico e inorgânico”.
-Palavra que tem 6 letras, todas as letras se repetem, e, para comer a fruta precisamos tirá-
la?

Letras ____ ____ ____ ____ ____ ____

Sílabas

- É um problema causado também, pelo entupimento das bocas de lobo. A palavra tem 4
sílabas e 10 letras?

Letras ____ ____ ____ ____ ____ ____ ____ ____ ____ ____

Sílabas

-O lixo apodrecido servirá de alimento a ratos, baratas e moscas que poderão transmitir o
quê? A palavra tem 7 letras, 6 fonemas e está no plural!

Letras __________ _____ _____ _____ _____ _____

Sílabas

4 - Abaixo destacamos 4 palavras que contém a letra “M”. Em qual delas o M tem som de i?

material - forem - navegam - limpas

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


168

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

5 – Vamos brincar de adivinha com as figuras abaixo:

a- A cada pergunta que o professor fizer você deverá marcar um x na figura e escrever
o seu nome.

Ganha a dupla que adivinhar e escrever mais rápido a palavra.

______________________________, _____________________________

______________________________, _____________________________

______________________________, _____________________________

b- Em qual das palavras que você escreveu a letra “M”representa a nasalização da


vogal?

____________________________________________________________

6 - Retire do texto “Lixo orgânico e inorgânico” as informações que caracterizam o lixo


em orgânico e inorgânico de acordo com a orientação do quadro abaixo:

INFORMAÇÕES

LIXO ORGÂNICO

LIXO INORGÂNICO

7 - Crie uma faixa de advertência relacionando o lixo com o mosquito Aedes Aegypti.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


169

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

7ª semana

8–Tente descobrir:

a - Circule a letra que se repete em todas as palavras do quadro?

LIXO- EXCESSO - EXEMPLO - FIXO

b - Em seguida agrupe as palavras de acordo com o som da letra encontrada.

Som do z Som do s Som do x Som do cs

9. JOGO DO BINGO COM OS SONS DA LETRA “X” .


Escolha um colega, forme uma dupla e selecione uma cartela para jogar.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


170

|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados

JOGO DO BINGO COM OS SONS DA LETRA “X” .


Escolha um colega, forme uma dupla e selecione uma cartela para jogar.

1 2 3

ameixa auxiliar pirex peixe exato extra lixo exemplo existe

excelente máximo exame crucifixo exager próximo

4 5 6

. caixote exausto Boxe


enxada texto taxi xarope aproximação

excepcional excursão torax fixo exterior


explosão trouxe

Fichas para sortear o bingo.


X COM O SOM
DO CS

X COM O SOM X COM O SOM X COM O SOM X COM O SOM


DOZ DO X DOSS DOS

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


|
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 171

10 – a - Observe as imagens abaixo que trata do tempo de decomposição dos materiais


jogados no lixo:

Fonte: http://geoconceicao.blogspot.com.br/2011/03/problema-e-solucoes-com-o-destino-do.html

b- Agora organize as informações na ficha abaixo:

Nº Tipo de lixo Tempo de decomposição

1
2
3
4
5
6
7
8
9
11 - Procure no caça-palavra coisas que podemos encontrar no lixo.
M O G R J R U G G R
O G A J O J R M I T
V E R W R O G O L U
E T R P N E U F E U
I D A Q A S S O T O
S O F U L A T A E G

A P A T G O W Z U E

X M D R O U P A S D

Z C I G A R R O P L

G G R A M P O G R A

(móveis, lata, roupas, cigarro, garrafa, gilete, pneu, grampo,)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos Iniciais e Correção de Fluxo Escolar


Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 172

12 - Quais os nomes encontrados no caça-palavras que contém padrões silábicos


com a letra G.

______________________________________________________________________

13 – Que diferença apresenta a letra “G” nas palavras abaixo:?

GARRAFA - GILETE

______________________________________________________________________

14 – Liste palavras em que a letra “G” tem o mesmo som das palavras
destacadas.

JOGADOR GRAMPO TIGELA

15- Conte nas palavras o que se pede:

Número Letra Letra Número Número Número de


PALAVRAS de letras inicial final de sílabas de vogais consoantes

guaraná
guerra

guloso
gaivota
gelo

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 173

8ª semana

16 - Preencha a cruzadinha com os nomes dos desenhos.

F O G U I N H O

G G
G

17- Organizem no quadro a seguir as palavras da cruzadinha de acordo com as informações:

Palavras com GUE OU GUI Palavras com GE OU GI

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 174

18 - Vamos brincar de letras mágicas? Complete as palavras com as letras que estão ao lado
e veja o que acontece.

ele___ante ____ato
(f, g) (r,g)
ele___ante ____ato

____ apo ___ oada


(s, p) (z, t)
____ apo ___ oada

_____ ato ____ aca


(p, m) (v, m)
_____ato ____ aca

Pato
(r) Gato (r)
P___ato
G__ato

_____ ote
(b,p) ___a___ado (b,p)
_____ ote
___a___ado

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 175

Sobre as atividades propostas

6ª semana

Inicie fazendo a leitura do artigo científico “Lixo Orgânico e


Inorgânico” com todos os estudantes. Dialogue com eles
fazendo questionamentos para que eles demonstrem a
compreensão sobre o texto.

As questões 1 a 3 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questões nº 1 e 2 - Aqui você deverá deixar o estudante


responder com autonomia, uma vez que esses aspectos já foram
trabalhados na sequência anterior. Acompanhe as resposta
Orientações de ensino

fazendo as intervenções necessárias.

Questão nº 3 - Esta atividade deve ser realizada de forma


dinâmica. A cada questão da advinha apresentada, você deverá
explorar a organização das letras, sílabas e os padrões formados
nas palavras (as palavras são: CASCAS, INUNDAÇÕES e
DOENÇAS)

As questões 4 e 5 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 4 -
Aqui, destacaremos os sons que a letra M, apresenta nas sílabas.
Ex: Material = o M representa o som mê, Forem = o M representa
o som do i, Navegam = o M representa o som do u, Limpas = o M
representa a nasalização da vogal.

Dê outros exemplos e peça que eles identifiquem esses sons em


outras palavras, principalmente os mais usuais.
Mostre para os estudantes que no sistema alfabético de nossa
língua há muitos casos em que um mesmo som pode ser grafado
por mais de uma letra. Ex: seguro, cigarro, auxilio. Ou que uma
mesma letra se presta a grafar mais de um som. Exemplo: gato e
gelo a norma ortográfica é que define qual a letra correta a ser
usada.

Questão nº 5 - Proponha o jogo aos estudantes e explique que a


cada pergunta feita, eles deverão marcar um “x” embaixo da
figura que corresponde à resposta. Verifique se todos sinalizaram

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 176

a mesma figura. Caso alguém não tenha marcado corretamente, instigue-o até que
compreenda o que foi perguntado. Após a marcação, peça que eles escrevam o
nome da figura (utilize o alfabeto móvel).

Quando todos completarem as respostas explore os padrões formados pela letra


“M” . Depois, os oriente a responder a letra (b) da questão.

Partindo das afirmações, peça que os estudantes respondam as advinhas:

O que é o que é?
Faz parte da comida típica do São João.
Dizem que ela representa a paz.
É uma ferramenta muito útil.
Servi para dar leite para bebê.
Ela aquece os pés.
É um meio de transporte.

As questões 6 e 7 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 6 - A proposta desta questão é de retomar as informações contidas no


artigo “Lixo Orgânico e Inorgânico” para completar o quadro selecionando aquelas
mais importantes sobre o assunto.

Questão nº 7 - Desafie-os a fazer uma relação entre os dois textos: “Aedes Aegypti.”
e “Lixo Orgânico e Inorgânico”, e depois peça que, em duplas, utilizem a
criatividade para escrever uma faixa de advertência relacionando o lixo com a
reprodução do mosquito Aedes Aegypti . Acompanhe a escrita fazendo
intervenções.

7ª semana

As questões 8 e 9 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 8 e 9 - Trataremos nestas questões a representação dos sons da letra


”X”. Explique a atividade e, em seguida, peça que circulem a letra que se repete.
Ficando atenta para a marcação na letra ”X”, uma vez que é ela que se repete em
todas as palavras. Depois explore os sons do ”X” em cada palavra para que os
estudantes possam responder as questões da letra “b”.
Logo após ter explorado bem os sons do ”X”, apresente o jogo do bingo. Cada
estudante escolhe uma cartela pelo número, (pode ser dupla também). Explique
como vai proceder e inicie o jogo.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 177

Regras:

Recorte as fichas que serão sorteadas e coloque em uma caixinha.

Faça os sorteios dando pausas para que eles marquem a palavra que contém o X
com o som sorteado. Vence quem preencher primeiro a cartela. (utilize tampinhas
para marcar a cartela.). Pense numa premiação que favoreça a aprendizagem dos
estudantes.

As questões 10,11, 12 e 13 deverão ser vivenciadas no 2º dia.


Questão nº 10 - Retomaremos o artigo “Lixo Orgânico e Inorgânico” como base
para explorar outros aspectos relacionados ao lixo.
Trabalhe a imagem fazendo perguntas e depois peça que preencham a ficha.

Questões nº 11, 12 e 13 - Continue explorando questões relacionadas ao lixo, pedindo


que eles encontrem os nomes (móveis, lata, roupas, cigarro, garrafa, gilete, pneu e
grampo) no caça-palavras. Depois, os oriente a responder as questões 12 e 13.

As questões de 14 e 15 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questões nº 14 e 15 - Continue explorando as palavras formadas pelos padrões da


letra “G” . Levante todos os aspectos necessários a compreensão da composição
das palavras e peça que dêem as respostas das questões.

8ª semana

As questões 16 e 17 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questões nº 16 e 17 - Nesta sequência de atividades estaremos trabalhando os


padrões “ GUE E GUI” “GE e GI” Observe com os estudantes os sons que o “G”
apresenta nos diferentes padrões.

A questão 18 deverá ser vivenciada no 2º dia.

Questão nº 18 - Chame os estudantes para brincar com as letras, fazendo-os


observar aspectos relacionados à aliteração, à mudança de palavra quando se troca
ou acrescenta uma letra à palavra.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 178

Gigante entre as araras

Conheça mais uma ave que integra nossa galeria de bichos


ameaçados de extinção.
Você sabia que a maior arara do mundo é brasileira? Brasileira e
bonita como só ela! A arara-azul-grande tem penas de um azul muito
escuro, tanto que, de longe, elas parecem pretas. Além disso, sua
cabeça é cheia de detalhes em amarelo: há um anel em torno dos olhos
e, perto deles, na parte inferior do bico, uma faixa em forma de meia-
lua.
Os machos e fêmeas da arara-azul-grande são muito parecidos.
Por conta disso, é difícil dizer quem é quem. Mas não se engane: a
semelhança só é problema para nós. Para as aves, ela não causa
confusão. Na hora de se reproduzir, quem disse que a arara-azul-grande
se confunde? Machos e fêmeas se encontram e... iniciam o namoro! ....

(Extraído de Ciência Hoje das Crianças, 143, janeiro/fevereiro de 2004.AllineStorni e Maria Alice S. Alves, Instituto
de Biologia, Setor de Ecologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 179

19. Compreensão do texto. Leia o trecho do artigo científico acima e destaque as


principais informações sobre a Arara Azul.

a) Para que esse pequeno artigo científico foi escrito?

_____________________________________________________________________

b) Por que o título do texto afirma que a arara brasileira é “gigante” entre as
araras?

c) Que outro título você daria ao texto?

______________________________________________________________________

d) Por que as penas da arara brasileira parecem pretas, quando vistas de longe?

_____________________________________________________________________

e) Como as autoras descreveram a cabeça da arara brasileira?

_____________________________________________________________________

f) Observe As frases:

“Você sabia que a maior arara do mundo é brasileira?”

“mas não se engane: a semelhança só é um problema para nós”.

Com quem as autoras do artigo estão falando?

______________________________________________________________________

20. Após a leitura do artigo científico destaque as principais informações sobre a


Arara Azul. (1ª versão)

FICHA TÉCNICA DA ARARA AZUL


Em qual local se encontra a maior arara do mundo?
_______________________________________________________

Características da arara azul:

Penas – ______________________________________________

Cabeça – _____________________________________________

Olhos – ______________________________________________

Bico - _______________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 180

21. 2ª versão com revisão e reescrita.


FICHA TÉCNICA DA ARARA AZUL

Em qual local se encontra a maior arara do mundo ?


_______________________________________________________

Características da arara azul:

Penas – ______________________________________________

Cabeça – _____________________________________________

Olhos – ______________________________________________

Bico - _______________________________________________

22. VAMOS PASSEAR DE TREM?

Materiais:

★ Bola para passar de mão em mão.

★ Música do trenzinho (Piui ta ta ta, ta na hora de falar)

Regras:

1. Todos devem sentar em círculo.


2. A professora inicia o passeio dizendo: "O trem saiu da estação levando água".
3. A seguir, joga a bola para uma criança do círculo. Ela deverá falar outra palavra
que rime com água para o trenzinho levar. Depois continua a cantar e a bola a
passar até parar a música. A criança que ficar com a bola na mão deverá dizer outra
palavra que rime com água, repetindo a mesma orientação até que todas as
crianças não tenham mais rimas.
Atenção! O professor deverá registrar as palavras no quadro e depois pedir que os
estudantes copiem marcando a sílaba que rima.

PALAVRAS DO PASSEIO DE TREM

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 181

23 - Marque as palavras abaixo que tem a mesma sílaba grifada na palavra ARARA.

VARA RAPOUSA RAQUEL

VIROSE GARAPA CADEIRA

XAROPE ARAME FAROFA

24 - Observe as palavras abaixo e diga o que elas tem em comum e quais as suas
diferenças de acordo com os itens do quadro.

ARARA - RAPOSA

Itens Iguais Diferentes


Quantidade de letras

Quantidade de sílabas

Sons do R

Quantidade de vogais

Quantidade de
consoantes
Sílaba inicial

Sílaba final

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 182

Sobre as atividades propostas

8ª semana (continuação)

As questões 19 e 20 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 19 – nesta sequência de atividades trataremos da


compreensão do texto “Gigantes entre as araras”. Realize a
leitura em voz alta com todos os alunos questione-os sobre: o
título, característica das Araras Azuis, entre outros pontos
exposto no texto. Revise com eles a estrutura do Gênero. Em
seguida peça pra que respondam os questionamentos.

Questão nº 20 (!ª versão) - Leia com os estudantes parte do artigo


Orientações de ensino

científico “Gigante entre as araras”, peça que sublinhe as


informações mais importantes sobre as araras para depois
colocá-las no quadro.

As informações pretendidas estão abaixo, em negrito.


Você sabia que a maior arara do mundo é brasileira?
Brasileira e bonita como só ela! A arara-azul-grande tem penas de
um azul muito escuro, tanto que, de longe, elas parecem pretas.
Além disso, sua cabeça é cheia de detalhes em amarelo: há um
anel em torno dos olhos e, perto deles, na parte inferior do bico,
uma faixa em forma de meia-lua.
Os machos e fêmeas da arara-azul-grande são muito
parecidos. Por conta disso, é difícil dizer quem é quem. Mas não
se engane: a semelhança só é problema para nós. Para as aves,
ela não causa confusão. Na hora de se reproduzir, quem disse
que a arara-azul-grande se confunde? Machos e fêmeas se
encontram e... iniciam o namoro!
(Extraído de Ciência Hoje das Crianças, 143, janeiro/fevereiro de 2004. Alline
Storni e Maria Alice S. Alves, Instituto de Biologia, Setor de Ecologia, Universidade do
Estado do Rio de Janeiro).

As questões 21 a 24 deverão ser vivenciadas no3ª dia.

Questão nº 21 – Professor (a), neste dia retome as produções dos


estudantes já sinalizadas por você e oriente-os em que podem
ser melhoradas. Devolva para eles os textos e peça que corrijam
e reescrevam seus textos de acordo com suas orientações.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 183

Questão nº 22 - Este jogo servirá para reforçar o trabalho com rimas, como também
mais um padrão envolvendo a letra G.
Anime a turma e inicie a brincadeira. (veja as orientações na atividade).

Questões nº 23 e 24 - O desafio nesta atividade é fazer com que os estudantes


compreendam e relacionem os sons das sílabas com a letra R (sons que uma mesma
letra pode representar em diferentes contextos e padrões), e comparar os aspectos
quantitativos e qualitativos na escrita das palavras. Explore com eles estes aspectos
e dê exemplos com outros padrões formados pela letra R.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 184

IV Bimestre

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 185

Professor (a) retomaremos o Gênero Cordel vivenciado no I Bimestre


para realizar o trabalho com sequências descritivas.

Cordel
- O discurso descritivo é para ser introduzido no 4º ano e a melhor
forma de levar os alunos a entendê-lo é através de sequências descritivas
em gêneros de outra ordem. Por exemplo: quando os alunos estão
lendo um livro, peça que identifiquem a descrição que faz dos
personagens, dos ambientes dos sentimentos, das sensações. O mesmo
pode ser observado nas resenhas críticas dos livros quando os
resenhadores descrevem os livros, capa e contracapa, quando descrevem
os personagens do livro.

Nesse trabalho com a compreensão das sequências descritivas, é


importante chamar a atenção dos estudantes para o uso dos adjetivos e
locuções adjetivas, mostrando para eles que essa é a função dos
adjetivos: descrever pessoas, ambientes, animais, sentimentos, sensações,
emoções. É importante também que os mesmos compreendam que os
adjetivos são selecionados pelos autores de acordo com a sua
subjetividade e com traços de julgamento daquilo que é descrito. Esses
aspectos inferenciais são fundamentais para que eles compreendam
dentro das sequências descritivas.

Chame atenção também dos estudantes para identificar, nas sequências,


os recursos utilizados pelos autores para estabelecer a coesão verbal e
nominal da mesma.

Importante!
Como nossos estudantes têm muitas dificuldades de fazer descrições, a
sugestão é que elas sejam exploradas, enfatizadas, em todos os gêneros
sugeridos para o bimestre. (Currículo do PAS)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 186

Atividade

1ª semana
1. Vamos relembrar o Cordel que você estudou no I Bimestre? Leia com seu
professor (a).

Esse pensamento surgiu


Desde a escravidão
Preconceito racial Onde os negros não eram
Quero abordar Considerados cidadãos
O preconceito racial Eram excluídos da sociedade
Que partiu de uma ideologia Pois não havia igualdade
Do pensamento social Só descriminação
Que é um conjunto de cultura
De valores e também de postura 2
De uma sociedade desigual 1

A partir daí A crença na existência


Apareceu a superioridade Da raça social
Do branco sobre o negro Branco, negro, indígena
Havia autoridade E também oriental
De terem cargos altos Contribuem para o preconceito
Os negros só teriam baixos Crescendo esse conceito
Isso é a realidade 3 Da identidade racial 4

O racismo existe O dia da consciência negra


Mas ninguém o vê É algo excepcional
Está na rua, em escolas Por que os negros são
E também há na TV Considerados desigual?
Onde os negros são descriminados Para quê existe este dia
Só fazem papel de empregados Se é só uma ideologia
São humilhados pra valê 5 De respeito social 6

É exatamente essa diferença Para que o racismo


Que aumenta o preconceito Possa se acabar
Pois diferenciar o negro É necessário que nós
É uma falta de respeito Possamos nele acreditar
O ser humano é um só Pois só quando entendê-lo
Não há o melhor ou pior É que iremos combatê-lo
Foi inventado esse conceito E ele finalmente extirpar.
Postado por Patrícia Anjos 8
http://patriciacordeis.blogspot.com/2011/08/preconceito-
7 racial.html

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 187

2. Retirem do texto as frases que apresentam características relacionadas aos


preconceitos de raça.

Frases Características

1-

2-

3-

4-

5-

6-

7-

8-

9-

11-

3. Veja a imagem e descreva o que você está vendo, destacando as


características (adjetivos ou locuções adjetivas).

Ex: O sol brilhante.

Um casal apaixonado.

_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 188

4. Agora pense e produza um verso de cordel usando as descrições que você


listou anteriormente. Não se esqueça de colocar um Título. (1ª versão)

_____________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

______________________________

5. Observe os títulos da literatura de cordel, para você o que significa PROEZA


E PELEJA:

a) Escreva aqui sua hipótese:


______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 189

b) Agora com ajuda do professor (a) procure no dicionário o significado das


palavras e compare com o que você escreveu:

PROEZA = ________________________________________________

PELEJA = _________________________________________________

6. No folheto a Peleja do solteiro com o casado, nota-se que a palavra PELEJA


se escreve com J. Agora observe as palavras e complete com G OU J:

___IBOIA ___IRAFA BE ___E CERE ___A

___ACA ___ ERIMUM ME ___ERA ____ECA

7. Junte as sílabas com as formas geométricas iguais e forme palavras.

GE GI LA DEI BI
TO RA
GUE

PAR
PE JE LE GIZ JA

----------------------------------- --------------------------------- ---------------------------------


----------------------------------- --------------------------------- ----------------------------------
-----------------------------------
Agora leia as palavras em voz alta e responda:

a) Quais as palavras que escrevem com G? ____________________________


b) E qual escreve com J? ___________________________________________
c) Qual a palavra que tem 04 sílabas? ________________________________
d) Qual a palavra que só tem 01 sílaba? _______________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 190

2ª semana
8. Escreva o nome dos desenhos que tem a mesma sílaba grifada nas palavras
abaixo:

GELO ___________________ ______________________


PEDRA __________________ ______________________
TAPIOCA ________________ ______________________
CAJADO ________________ ______________________

9. Troque a primeira letra dos nomes a seguir e veja o que acontece com as
palavras:

Cara = _________________
ATENÇÃO
Lama = _________________
Você só pode trocar as
Sara =__________________ letras para F ou V

Veio =__________________

Agora leia as palavras em voz alta e responda:


• Quais as letras que iniciam cada uma das palavras? _________________
• Essas letras são vogais ou consoantes? ___________________________
• Diga outras palavras que comecem com as letras V e F
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 191

10. Circule no texto palavra que tem o som de PA

PALHACINHO DE CORDEL

Tárcio Costa
Palhaço palhacinho
Leva um tapa cai no chão
Nariz de bola vermelho
Um comprido sapatão
Uma cara colorida
Suspensório e calçolão

Pulando no picadeiro
Saltando feito peteca
Quando cai sua cartola
Aparece a careca
Bate uma torta na cara
E se enche de meleca

O palhaço é engraçado
Quando chora e quando não
Ele veio do distante
Mundo da imaginação
O palhaço é o rei do circo
Dono do meu coração

Texto retirado no dia 13/03/2016 do site: http://limacoelho.jor.br/index.php/3-cord-is-crian-a-de-T-rcio-Costa/

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 192

11. Retirem do texto as sequências descritivas, ou seja, as frases que descrevem


o palhacinho.

________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________

12. Observe as palavras destacadas no texto. Algumas dessas palavras cabem


nos quadros a seguir. Descubra quais são de acordo com as dicas abaixo.

Palavra que apresenta as letras S e T e possui 7 letras:

Palavra que começa com a letra P e tem 10 letras:

Palavra que possui duas letras E:

13. Vamos fazer um acróstico com a palavra:


P _____________________________________________________
A _____________________________________________________
L _____________________________________________________
H _____________________________________________________
A _____________________________________________________
C _____________________________________________________
I ______________________________________________________
N _____________________________________________________
H _____________________________________________________
O _____________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 193

14. Indique o número de letras e sons das palavras que seguem e circule a
palavra maior:

PALAVRAS LETRAS SONS

CHÃO

ENCHE

VERMELHO

PALHAÇO

ENGRAÇADO

15. Retome a produção do verso de cordel que você escreveu e faça as


correções orientadas pelo seu (sua) professor (a). (2ª versão)

_____________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

_____________________________________

______________________________

Depois de sua revisão que tal declamar o seu verso para sua turma!

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 194

Sobre as atividades propostas

1ª semana

As questões 1 e 2 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questões nº 1 e 2 - Nesta atividade retomaremos os aspectos


descritivos relacionados ao “Gênero Cordel” utilizando o cordel
“Preconceito racial” trabalhado no I Bimestre. Faça uma breve
apreciação deste gênero para depois realizarem as atividades
propostas. Provoque os estudantes para que percebam as
sequências descritivas. Ou seja, aquelas em que aparecem as
características (adjetivo ou locuções adjetivas), para isto é
Orientações de ensino

importante que o texto esteja exposto. Solicite que sublinhem as


frases onde aparecem tais sequências. Reflita com eles sobre o
que significa descrever e o que deve conter nestas sequências
descritivas. Em seguida peça que eles escrevam no quadro abaixo
as frases sublinhadas e destaquem as características.

As questões 3 e 4 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 3 – Para fortalecer a compreensão do que é uma


sequência descritiva, solicite que os estudantes descrevam a
imagem seguindo o exemplo dado.

Questão nº 4 – Hora de produzir. Verifique o que os estudantes já


aprenderam sobre verso de um cordel, tire as dúvidas pendentes e
solicite a escrita da estrofe a partir das características listadas na
questão anterior.

As questões 5,6 e 7 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 5 - Peça para localizar nas imagens dos folhetos o seu


título. Dialogue com eles o que os folhetins pretendem discutir.
Questione-os sobre o que eles acham que significa as palavras
PROEZA E PELEJA e solicite que escrevam no item (a).
Em seguida com a ajuda do dicionário, escreva o que significa
esses vocábulos no item (b). Depois confronte as respostas dadas
por eles com as que extraíram do dicionário. O que se aproximou
ou não do significado real das palavras.
Explore também os aspectos relacionados à consciência
fonológica ou seja, questione-os quanto ao som final, letra inicial,

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 195

solicite que falem outras palavras que comecem com a mesma sílaba da palavra
PELEJA.

Questão nº 6 – O desafio nesta atividade é fazer com que os estudantes


compreendam e relacionem os sons das sílabas com a letra G e J (sons que uma
mesma letra pode representar em diferentes contextos). Professor (a), o desafio
nesta atividade é fazer com que os estudantes percebam o som de /g/ em palavras
como jiló, girafa, por exemplo. Para isso, após os estudantes preencherem as
lacunas com G ou J, faça algumas reflexões oralmente, perguntando: Quais as
palavras que se escreve com G? E quais escrevem com J? (Aqui você não deve fazer
a correção das palavras) Qual modo correto de escrever: GIBOIA (G) OU JIBOIA (J)?
Existe alguma regrinha que podemos seguir? (aproveite aqui e explique que na
nossa língua existem palavras que não sabemos com que letra escrever por não ter
uma regrinha. No caso do uso R ou RR, por exemplo, existe a regra para nos
orientar). Não tendo regras para esse caso, como podemos fazer para escrevê-las
de modo correto? Espera-se que os estudantes percebam que a escrita das palavras
nem sempre é regida por regras. Você pode esclarecer que muitas palavras escritas
com “J” são oriundas do Tupi Guarani, como JIBOIA, JERIMUM, JILÓ. Mas como
não dominamos todas essas palavras do Tupi Guarani, sua escrita correta depende
da memorização ou consulta ao dicionário. Aproveite e solicite que pesquisem
palavras que se escrevem com “J” de origem Tupi Guarani, e façam uma lista delas
para afixar no quadro na sala de aula. Nesse momento, explique que quando nos
deparamos com palavras que não são orientadas por uma regra e a grafia é
desconhecida, devemos recorrer ao dicionário. Aproveite e solicite que façam a
correção pesquisando no dicionário a escrita das palavras. É recomendado que se os
estudantes ainda não trabalharam com dicionário, que você faça essa orientação,
inclusive explicando as várias funções desse gênero textual, que nesse caso é a
consulta da grafia das palavras.
Questão nº 7 - Oriente os estudantes a ler cada sílaba, apresentada na atividade. Os
estudantes terão que observar as formas geométricas para organizarem as palavras
de acordo com elas Aproveite este momento e relembre o conceito de separação
silábica, que dependendo da quantidade de sílabas de uma palavra ela poderá ser
classificada em: monossílaba, dissílaba, trissílaba e polissílaba.

2ª semana

As questões 8, 9 e 10 deverão ser vivenciadas no 1º dia

Questão nº 8 - Nesta atividade os estudantes precisam perceber que o som da sílaba


em destaque não modifica, apesar de compor outro vocábulo. Explore bem este
aspecto dando a eles o suporte necessário para superação das dúvidas.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 196

Questão nº 9 – Nestas questões os estudantes terão que retirar a primeira letra das
palavras e no seu lugar colocar as letras F e V aleatoriamente. Neste ponto terão
que ler a palavra e descobrir se a letra colocada é a correta. Professor (a) escreva as
palavras que os estudantes falarem em colunas. Uma coluna para a letra V e outra
para letra F. Esclareça que estas consoantes têm o som muito parecido e é por isso,
que precisamos estar atentos ao utilizá-las. É interessante que você explore
também P/B e T/D o conceito é o mesmo de F/V.

Questão nº 10 - Na atividade seguinte os estudantes terão como suporte o texto do


cordel do poeta Costa, onde buscarão as palavras que rimam e procurarão palavras
que têm o som da sílaba, “ PA”, além de serem instigados a buscarem num enigma
outras palavras no texto. Com essa atividade você possibilita que o estudante reflita
sobre a quantidade de letras, percebendo que essas atividades ajudam a criança a
pensar na sílaba inicial de palavras dada. No exercício seguinte eles terão que
descrever a característica do palhaço que se encontra numa parte do cordel, onde
terão que trabalhar o discurso descritivo.

As questões 11, 12 e 13 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 11 – Retome as orientações sobre sequência descritiva (Currículo do


PAS), explore a relação entre as características e a descrição e peça que os
estudantes identifiquem e escrevam as sequência encontradas nos textos.
Questão nº 12 – Vamos brincar de advinha com os estudantes. Leia as proposições
descritas na questão e reflita com eles quais palavras podem preencher os espaços
nos quadrinhos. Acompanhe as respostas dadas e faça as intervenções necessárias.

Questão nº 13- A proposta é utilizar uma palavra do cordel para formarem novas
palavras a partir de cada letra da palavra PALHACINHO. Acompanhe as respostas
dadas e faça as intervenções necessárias.

As questões 14 e 15 deverão ser vivenciadas no 3º dia.

Questão nº 14- A proposta desta atividade é que o estudante possa diferenciar a


quantidade das letras e a sonorização das mesmas na palavra. Essa atividade ajuda a
desenvolver a consciência fonológica à medida que ele terá que observar se toda
letra tem representação sonora.

Questão nº 15 - Na hora de revisar, é possível que você não entenda as respostas


escritas pelos estudantes. Nesse momento, peça que eles leiam o que escreveram e
vá anotando no quadro o que eles pretendiam escrever e a forma como as palavras

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 197

foram escritas por eles, para que todo grupo perceba a diferença entre as palavras
que falaram e as que escreveram, sempre chamando a atenção entre o que falam e
sua forma adequada de escrita. Não esqueça que é imprescindível que você corrija
todas as respostas, para em seguida, solicitar que todos façam a revisão e reescrita
de seus textos. Eles vão precisar dessas informações escritas de forma adequada
para realizar as revisões necessárias. Aqui você pode utilizar um quadro de correção
e marcar previamente onde ele precisa melhorar a escrita.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 198

Características do Gênero

Resenha é uma síntese! É uma análise resumida de uma

v
produção científica que pode, ou não, ser acompanhada de uma
apreciação (na maioria dos casos é solicitada a apreciação, ou seja, seu
parecer ao final do trabalho).
Existe a Resenha Informativa (também conhecida como resumo
informativo) e a Resenha Crítica (envolve a exposição de
julgamento).

Devem constar:

• O título
• A referência bibliográfica da obra
• Alguns dados bibliográficos do autor da obra resenhada
• O resumo, ou síntese do conteúdo.
• A avaliação crítica
(amigadapedagogia.blogspotcom)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 199

Como elaborar uma resenha:

1. Definições
Resenha-resumo:
É um texto que se limita a resumir o conteúdo de um livro, de um capítulo, de um
filme, de uma peça de teatro ou de um espetáculo, sem qualquer crítica ou julgamento
de valor. Trata-se de um texto informativo, pois o objetivo principal é informar o
leitor.
Resenha-crítica:
É um texto que, além de resumir o objeto, faz uma avaliação sobre ele, uma crítica,
apontando os aspectos positivos e negativos. Trata-se, portanto, de um texto de
informação e de opinião, também denominado de recensão crítica.

2. Quem é o resenhista.
A resenha, por ser em geral um resumo crítico, exige que o resenhista seja alguém
com conhecimentos na área, uma vez que avalia a obra, julgando-a criticamente.

3. Objetivo da resenha.
O objetivo da resenha é divulgar objetos de consumo cultural - livros, filmes, peças
de teatro, etc. Por isso a resenha é um texto de caráter efêmero, pois "envelhece"
rapidamente, muito mais que outros textos de natureza opinativa.

4. Veiculação da resenha.
A resenha é, em geral, veiculada por jornais e revistas.

5. Extensão da resenha.
A extensão do texto-resenha depende do espaço que o veículo reserva para esse
tipo de texto. Observe-se que, em geral, não se trata de um texto longo, "um resumão"
como normalmente feito nos cursos superiores... Para melhor compreender este item,
basta ler resenhas veiculadas por boas revistas.

(portugues.uol.com.br/redação/resenha.html)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 200

Atenção! Leve várias resenhas para sala fazendo com que para que os alunos
tenham conhecimento de mais livros resenhados.

Retome algumas questões de compreensão de leitura que você ache relevante, bem
como algumas questões referentes aos aspectos discursivos, tais como:

a) Qual o objetivo da escrita da resenha?


b) O objetivo foi atingido? Justifique.
c) Quais os possíveis leitores da resenha?.
d) Onde as resenhas estão circulando?
e) Qual livro está sendo resenhado?
f) Qual o ponto de vista do resenhador sobre o livro?
g) Como o autor descreve o livro lido?

Escolha uma das resenhas para você explorar melhor as características estruturais do
gênero e faça exposição da mesma em quadro, em cartaz ou data show, para que
seus alunos possam visualizá-la bem durante toda a sua exposição. Nesse momento,
evidencie:

1. A resenha tem um título, ligado ao ponto de vista que o resenhador vai


defender;

2. A linguagem está sempre em primeira pessoa, porque retrata um ponto de vista,


ou seja, uma opinião do escritor sobre o livro. Peça que os estudantes localizem as
marcas linguísticas da opinião pessoal do resenhador;

3. Geralmente, as resenhas de livro iniciam com o resenhador fazendo uma breve


descrição do enredo (de forma resumida), fala um pouco dos personagens, para,
em seguida, dar seu ponto de vista, elencando pontos positivos e negativos do
livro e fechando, incentivando ou não a leitura do mesmo. Solicite que os alunos
localizem na resenha exposta esses aspectos. Discuta bem com sua turma essas
dimensões e outras que você ache relevante evidenciar.

Depois deste trabalho prévio inicie as orientações sobre as sequências descritivas.


Currículo do PAS.

Estamos próximo ao término do ano letivo. Acredita-se que


após a utilização de todas as atividades de apoio para que o
aluno consiga ser alfabetizado, tenha sido atingido o propósito. Nesta etapa final, a
sugestão é aplicar algumas atividades com um maior nível de complexidade, para
verificar a autonomia de leitura e escrita dos referidos alunos.
Agora o trabalho será feito partindo de uma “resenha” feita por um aluno sobre o
livro Uma escola assim, eu quero pra mim, do autor Elias José, que aborda questões
como a recepção do outro, o preconceito, a aceitação da diversidade na infância e
na fase escolar.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 201

Essa história traz um fato da realidade: o


medo. Ele leva crianças e adultos a terem
medo de se expressar, medo de aprender,
onde professores tentam passar a
explicação de maneira que acham que
todos devem aprender e se expressar para
eles.
Essa história nos mostra que nem as caras,
nem os medos nos deixam aprender, se
nós mesmos não nos deixarmos levar por
isso e ter vontade de aprender mais e
mais.
Em uma parte da história, a professora
mostra que as palavras têm sentido a ver
com uma palavra forte, a “inteligência”,
em que cada um que olhasse para
perceber tem uma maneira diferente do
outro de aprender nessa vida.
Recomendo este livro, porque gostaria
que todos os alunos e professores o
lessem, para que os alunos modificassem a
maneira de ser na sala de aula – dar
opinião e interagir com o professor, e para
que todos os professores não se
deixassem levar pela “cara” dos alunos,
por exemplo, os “bagunceiros”, e
mostrassem para eles que a leitura nos faz
crescer, amadurecer futuramente.
Na nossa vida, cada um de nós tem valores
que nós mesmos não sabemos.

Raiany – aluna do 7º ano

http://rodadeleitura.drang.com.br/uma-escola-
assim-eu-quero-para-mim/

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 202

ATIVIDADES

3ª semana

01. Leia a Resenha acima e responda:

a) Qual o título do livro?


______________________________________________________________________
b) Qual o autor da obra?
______________________________________________________________________
c) Qual a editora a qual o livro foi editado?
_____________________________________________________________________
d) Para a autora o que chamou mais a atenção do livro?
_____________________________________________________________________
e) De acordo com a resenha acima a leitora gostou do que leu? Escreva a frase do
texto onde está nítida esta impressão.
_____________________________________________________________________

02. Complete as lacunas das frases abaixo, de acordo com o texto de origem:

Em uma parte da ____________ a ______________ mostra que as palavras têm


___________ a ver com uma palavra forte, a _________________, em que cada um
que olhasse para perceber tem uma maneira diferente do outro de aprender nessa
vida.
03. Pesquise no dicionário o sentido das palavras abaixo, e selecione o significado
mais adequado para o texto.

EXPRESSAR –
______________________________________________________________________

RECOMENDO –
______________________________________________________________________

INTERAGIR-
______________________________________________________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 203

04. Escreva uma frase utilizando as palavras em destaque:


INTELIGÊNCIA – PROFESSORA – LEITURA.

______________________________________________________________________

05. Complete o quadro abaixo com o que se pede:

PALAVRAS Quantas sílabas ao Quantas Quantos Marque com um


todo? letras ao sons ao X as palavras que
todo? todo? têm menos sons.

Inteligente
Professora
História
Expressar
Bagunceiro
Valores
Amadurecer
Leitura
Interagir
Diferente

06. Preencha o quadro abaixo:

PALAVRA Qual a Tem Tem Qual a


primeira quantas quantos última
sílaba? letras? sons? sílaba?
Inteligente
Professora
História
Expressar
Bagunceiro
Valores
Amadurecer
Leitura
Interagir
Diferente

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 204

07. Marque os espaços entre as palavras e organize as frases abaixo:

Emumapartedahistória,aprofessoramostraqueaspalavrastêmsentido.

Essahistórianosmostraquenemascaras,nemosmedosnosdeixamaprender.

08. Complete o quadro abaixo:

PALAVRAS DITADAS QUANTAS LETRAS AO QUANTOS SONS AO TODO?


TODO?

HISTÓRIA
HOJE
HORA
HUMILDE
HOSPITAL
ORELHA
OPERADORA
ILUMINADA
IGUALDADE
IGREJA

09. Observe as palavras do quadro acima e responda:

a) Você escreveu alguma palavra com H no início?


Quais?____________________________
b) Depois do H no início da palavra apareceu vogal ou
consoante?_______________________
c) O H no começo da palavra modifica o som da letra que vem
depois?__________________________
d) Por que no quadro acima têm palavras com mais letras do que
sons?____________________________

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 205

10. Escolha um livro do Cantinho de Leitura e faça uma lista de algumas


sequências descritivas que existam no livro. Lembre-se de que você pode
listar a descrição dos personagens, dos locais, das ações, dos sentimentos,
etc.(1ª versão) .

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 206

11. Revisão e Reescrita da lista descritiva (2ª versão).

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 207

Sobre as atividades propostas

Professor (a) segue abaixo as devidas orientações, sobre as questões que


regem esta sequência de atividades.

3ª semana
As Questões 1,2,3,4 e 5 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 01 – Exploração oral das questões da letra “A” até a letra “E” e
logo depois, a elaboração das respostas em seu caderno. Acredita-se que o
aluno, já próximo ao final do ano, tenha condições de responder as
questões propostas acima. Você poderá auxiliar o seu aluno. É importante
Orientações de ensino

destacar que esse processo pode ser realizado com todos os alunos,
conforme orienta o Currículo do PAS no eixo leitura.

Questão nº 02 – Professor (a), essa questão possibilita que os alunos leiam


o texto, identifiquem as palavras que faltam e a escrevam. Ainda é possível,
“quando o texto é mais ou menos memorizado, ou seja, da familiaridade
das crianças, que eles antecipem o que deve ser escrito, não precisando se
preocupar com o que escrever, mas como escrever, refletindo sobre quais e
quantas letras, e como usá-las”. No entanto, essa questão parte de um
texto pouco familiar para os alunos, nesse caso o maior desafio da questão
é para a leitura, pois como provavelmente eles não têm o texto de
memória, terão que localizar as palavras no texto para completar as
lacunas. Fonte: Caderno de Estudo - Trilhas para ler e escrever textos. p.27.

Questãoº nº 03 – Professor (a), o objetivo dessa questão é levar os alunos a


perceberem a importância do dicionário enquanto meio de aumentar o
repertório linguístico, bem como construir sentidos em um texto que antes
não era coerente devido às dificuldades de compreensão lexical. Você pode
ainda aproveitar para refletir a ortografia das palavras que eles vão
escrever e a ordem alfabética da palavra.

Questão nº 04 – Professor (a), essa questão possibilita ao aluno pensar


sobre a ordenação dos elementos de uma frase, de forma encadeada e com
sequência lógica entre ideias. Você deve observar o grau de sentido e
compreensão que a frase escrita produz, bem como os desvios de
ortografia, de concordância, etc., que por ventura ocorram.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 208

Questão nº 05 – Essa questão permite que os alunos reflitam sobre a quantidade de


sílabas, letras e sons das palavras. Tendo como maior objetivo levar o aluno
perceber que alguns sons são notados com mais de uma letra, como é o caso das
palavras professora e expressar. Além desses aspectos, você ainda pode chamar a
atenção para o fato de que algumas letras não são pronunciadas na palavra como é
o caso do H em História e do N em BAGUNÇA (N em posição final de sílaba, nesse
caso marca nasalidade por isso não é pronunciada). Para essas reflexões pergunte:
Escutamos o som de todas as letras nas palavras PROFESSORA, EXPRESSAR e
BAGUNÇA? Como você preencheu o quadro? Todas as palavras têm a mesma
quantidade de sons? Quais as palavras que têm mais letras do que som? Explique?
Esse tipo de questão é mais indicado para alunos no nível silábico- alfabético e
principalmente para os que chegaram ao nível alfabético.

As questões 6, 7, 8 e 9 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questão nº 06 – Professor (a), essa questão complementa a questão 05. No


entanto, permite ao aluno refletir sobre a sílaba inicial e final, a quantidade de letras
e sons que compõem as referidas sílabas, e como são formadas as estruturas
silábicas. Exige um nível de reflexão mais sofisticado da consciência fonológica e um
domínio maior das correspondências entre grafemas e fonemas. Dessa forma, é
uma atividade mais indicada para alunos silábico-alfabéticos ou alfabéticos com
dificuldades de correspondência grafema e fonema. Faça questionamentos levando
os alunos a pensarem sobre a escrita das sílabas iniciais e finais, confrontando o
número de letras da sílaba com o número de sons.

Questão nº 07 – Professor (a), essa questão possibilita aos alunos atentarem para os
limites que determinam o início e o final das palavras dentro de uma frase, ou seja, a
segmentação das palavras dentro de uma frase. Questione os alunos: Onde começa
e termina tal palavra da frase?

Questões nº 08 e 09– Professor (a), esse grupo de questão permite que os alunos
percebam os aspectos que constituem e fundamentam a escrita ortográfica da
nossa língua, tendo como foco a reflexão sobre o uso do H. Na questão 08 o
objetivo é levar o aluno perceber que o H não é pronunciado, observando a
quantidade de letras e sons das palavras. Na questão 09, palavras que iniciam com
essa letra.

A questão 10 deverá ser vivenciada no 3º dia.


Questão nº 10 – Professor (a) vamos iniciar o trabalho de produção textual com toda
a turma. Vamos trabalhar com a sequência descritiva de um livro do cantinho da

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 209

leitura! Retome as orientações sobre sequência descritiva (Currículo do PAS),


explore a relação entre as características e a descrição e peça que os estudantes
identifiquem e escrevam as sequência encontradas no livro.

A Questão 11 deverá ser vivenciada no 4º dia

Questão nº 11 - É imprescindível que você corrija todas as respostas dos estudantes


sinalizando na produção o que eles precisam corrigir. Em seguida, solicite que
todos façam a revisão e reescrita das listas de suas sequências descritivas. Aqui você
pode utilizar um quadro de correção e marcar previamente onde ele precisam
melhorar a escrita.

Na revisão da sequência observe se os estudantes usam:


• Adjetivos ou locuções adjetivas.
• Uso correto das letras maiúsculas e minúsculas;
• Pontuação, espaço entre as palavras, espaço que se deve ocupar no
caderno, etc.
Também deve prestar atenção na letra e a legibilidade com que o aluno escreve.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 210

RESENHA

Resenha feita por um aluno sobre a história O avestruz valente, da Difusão Cultural,
que era ridicularizado por todos.

O livro que eu li se chama O avestruz Valente. Esse avestruz se chama Peraltino. Ele
era muito desajeitado e sem graça. Todos riam dele.

O avestruz admirava os macacos e suspirava por não ser como eles. Sua mãe
brigava com seu filhinho, que ele deveria olhar o que ela fazia, e não os macacos:
“Corra bastante e você ficará forte!”

Recomendo este livro para pessoas que gostam de rir bastante, porque ele é muito
engraçado!

Alessandro – aluno do 7º ano

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 211

ATIVIDADES

4ª semana
01. Leia a resenha acima, e em dupla converse sobre o texto lido.

02. Agora, respondam no caderno:

a) Qual o título do livro? Por que o texto tem esse título?


______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
b) Qual o nome do personagem central? ____________________________________

c) Por que todos riam do avestruz? ________________________________________

d) Qual o animal que o avestruz admirava? __________________________________

e) Quem falou esta expressão: “Corra bastante e você ficará forte”!

_______________________________________________________________

f) De quem se fala, no texto, quando é utilizada a expressão: “Corra bastante e você


ficará forte”.

______________________________________________________________________

03. Na Resenha aparece a palavra “DESAJEITADO”. Procure no dicionário o


significado desta palavra escreva abaixo: ___________________________________

04. Observe a palavra “DESAJEITADO” e responda:


a) Quantas sílabas?____________________
b)Qual sílaba tem mais letras?__________

05. Descubra a palavra e complete o quadro:

QUANTAS QUANTAS QUANTOS


PALAVRAS LETRAS AO SÍLABAS AO SONS AO
TODO? TODO? TODO?
ZAVETRUS

SAMCCOA

TNELAVE

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 212

06. Olhe o que aconteceu com a sílaba inicial da palavra destacada:

Ele era muito desajeitado e sem graça.


No parque existia uma garça.

Agora faça o mesmo com as palavras abaixo e responda:

PARTO - ________________________

PERTO - ________________________

PARTA - ________________________

PARDO - ________________________

PERDIÇÃO - _____________________

Quando você mudou a letra R de lugar o que aconteceu com as palavras?

__________________________________________________________________

07. Cada palavra em seu lugar!

LIVRO - AVESTRUZ - VALENTE - FILHINHO

PERALTINO - MACACOS- LI – SUSPIRAVA - RIR

PALAVRAS COM PALAVRAS COM TRÊS PALAVRAS COM PALAVRAS COM


DUAS SÍLABAS SÍLABAS QUATRO SÍLABAS UMA SÍLABA

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 213

08. Complete o quadro:

P PALAVRAS QUAL A PRIMEIRA QUANTAS LETRAS QUANTOS SONS TÊM


SÍLABA? TÊM NA PRIMEIRA NA PRIMEIRA SÍLABA?
SÍLABA?

AVESTRUZ
FILHINHO
SUSPIRAVA

09. Observem nas palavras abaixo as sílabas em destaque. Agora escrevam outras
palavras com essas sílabas na mesma posição.

BANANA MELÃO ABACATE PREPARO FORTE

10. Marque com um X :


Qual das sequências abaixo está na ordem alfabética?

GRAÇA – LIVRO – VALENTE – PERALTINO – BASTANTE- CORRA

BASTANTE - CORRA – GRAÇA – LIVRO – PERALTINO – VALENTE

11. Que palavra não rima com TEREZA

MOLEZA - DUQUESA - BELEZA - ABACAXI - NOBRESA

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 214

12. Organize as palavras na tabela abaixo de acordo com o som que a letra “S” tem
em cada palavra
DESAJEITADO - SUSPIRAVA – SER – SUA – ASA – PASSEIO – PASSARINHO -
RAPOSA - MESA
Som de s Som de z

13. Observe as palavras do quadro acima e responda:

Quais as semelhanças nas palavras em que o “s” possui o som de

“s”?______________________

Quais as semelhanças nas palavras em que o “s” possui o som de

“z”?________________________

14.Retire da resenha duas sequências descritivas, como no exemplo:

Ex: Ele era muito desajeitado e sem graça.


________________________________________________________________
________________________________________________________________

15. Escolha e leia um livro de seu interesse no cantinho de leitura ou o livro


entregue por sua professora para responder o quadro abaixo:

Qual o Título e Qual assunto Qual a sua O livro se Você indicaria esse
Autor (a) do tratado pelo opinião dirige livro para alguém?
livro? texto? sobre o livro? a que Explique os
público? motivos?

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 215

16. Com as informações do quadro acima produza uma Resenha Crítica, para ser
lida para os colegas de outras turmas com o objetivo de apresentar e
recomendar os livros lidos. (1ª versão)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 216

17. Revisão e Reescrita (2ª versão)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 217

Sobre as atividades propostas


4ª semana

As questões 1, 2, 3, 4 e 5 deverão ser vivenciadas no 1º dia

Questões nº 01 e 02 – Nessa segunda sequência, entende-se que os


alunos já tenham uma maior autonomia. Propomos que a leitura seja
realizada individualmente. Atenção! Toda a turma poderá trabalhar
neste momento. Essas questões devem ser respondidas após a
discussão entre as duplas.

Questão nº 03 – Professor (a), essa questão possibilita aos alunos


Orientações de ensino

manusearem o dicionário para verificar o significado da palavra


solicitada. Tem como objetivo levar os alunos a perceberem a
importância do dicionário enquanto meio de aumentar o repertório
linguístico, bem como construir sentidos em um texto que antes não
era coerente devido às dificuldades de compreensão lexical. Você pode
ainda aproveitar para refletir a ortografia das palavras.

Questão nº 04 - O objetivo dessa questão é levar os alunos refletirem


sobre a sílaba, ou seja, pensarem sobre a quantidade de sílabas na
palavra e qual a que tem mais letras. Professor (a), espera-se que os
alunos percebam que a sílaba “JEI” tem três letras e por isso é a maior.
Aproveite para fazer comparações entre as sílabas, de modo que
observem que existem sílabas com duas e três letras como é o caso da
palavra DESAJEITADO. Essa questão é mais indicada para aqueles
alunos no nível silábico e silábico-alfabético, pois ainda pensam que
uma letra representa a sílaba.

Questão nº 05– Professor (a), o objetivo dessa questão é levar o aluno


a fazer algumas reflexões, como: pensar sobre que letra e ordem deve
usar para escrever as palavras (AVESTRUZ, MACACOS e VALENTE),
pensar sobre a quantidade de letras, quantidade de sílabas, e
quantidade de sons da palavra. Recomendamos, que você pergunte
como escreveram as palavras, observando se foram escritas de forma
convencional (corretas), antes dos alunos completarem o quadro.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 218

As questões 6, 7, 8, 9 e 10 deverão ser vivenciadas no 2º dia

Questão nº 06– Professor (a), essa questão leva a reflexão sobre o nosso sistema de
escrita. Tem como objetivo que os alunos percebam que trocando uma letra, na
palavra, muda-se o som e a própria palavra. Estimule os alunos observarem os sons
representados pelas letras e a diferença de sentidos da palavra, quando da troca de
letra dentro de uma mesma sílaba. Essa estratégia abre espaço para reflexão sobre
as diferentes formas de composição silábica presente em nossa língua. Você ainda
pode
Chamar a atenção para o som que a letra R produz quando fica antes da vogal e
quando ficar após a vogal.

Questão nº 07 – Professor (a), essa questão contribui com a reflexão sobre as partes
menores das palavras e suas correspondentes formas gráficas, nesse caso a análise
foca a sílaba. Recomendamos que você explore a forma gráfica de cada sílaba
levando o aluno perceber que existem diferentes padrões silábicos, ou seja, existem
sílabas formadas por consoantes+ vogal, consoante + consoante + vogal, etc., bem
como o tamanho das palavras quanto ao número de sílabas. Caso algum aluno ainda
apresente dificuldade de identificar vogal e consoante, retome com ele essa
reflexão.

Questão nº 08 – Professor (a), essa questão permite ao aluno refletir sobre a sílaba
inicial, a quantidade de letras e sons que compõem as referidas sílabas, e como são
formadas as estruturas silábicas. Exige um nível de reflexão mais sofisticado da
consciência fonológica e um domínio maior das correspondências entre grafemas e
fonemas. Dessa forma, é uma atividade mais indicada para alunos silábico-
alfabéticos ou alfabéticos com dificuldades de correspondência grafema e fonema.
Faça questionamentos levando os alunos pensarem sobre a escrita das sílabas
iniciais e finais, confrontando o número de letras da sílaba com o número de sons.

Questão nº 09 – Professor (a), essa questão ajuda os alunos pensarem na sílaba


inicial, medial e final das palavras dadas, bem como buscar no seu vocabulário
alguma outra palavra que apresente a mesma sílaba da palavra, tanto no começo,
como no meio e no final.

Questão nº 10 – O objetivo dessa atividade é retomar a ordem alfabética. Professor


(a) aproveite para explorar o uso da ordem alfabética, perguntando: Para que
usamos a ordem alfabética? Qual a sua função? Onde podemos encontrar as
palavras organizadas em ordem alfabética? (Em listas telefônicas, dicionários, diário
de classe, resultado de concurso, etc.)

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 219

As questões 11, 12 e 13 deverão ser vivenciadas no 3º dia

Questão nº 11 – Professor (a), essa questão contribui para reflexão fonológica da


palavra, ou seja, o aluno é levado a pensar sobre unidades sonoras da palavra, nesse
caso as rimas. É importante que você chame a atenção para as semelhas entre o
nome TEREZA e BELEZA, levando-os a perceber as semelhanças escritas entre finais
de palavras que rimam. Você pode ainda solicitar que escrevam palavras que rimam
com o nome do aluno, essa é uma atividade interessante e lúdica.

Questões nº 12 e 13 – Professor (a), o objetivo dessa questão é fazer o aluno


compreender as diferentes manifestações sonoras representadas pelo grafema S,
pois como sabemos que o “S” sozinho no início da palavra tem som de “S” mesmo.
Exemplo: suspirava, sua. “SS” juntos no meio de uma palavra representa também o
som da letra “S”. Exemplo: passeio e passarinho. “S” entre duas vogais tem som da
letra “Z”. Exemplo: raposa e desajeitado. Recomendamos que reflita sobre essa
relação entre grafemas e fonemas, levando-os a perceber que em nossa língua as
letras têm valores sonoros fixos, apesar de muitas terem mais de um valor sonoro,
como é o caso do “S”. Essa questão é recomendada para os alunos em nível
alfabético, objetivando a sistematização e consolidação do trabalho com as regras
ortográficas.
As questões 14,15 e 16 deverão ser vivenciadas no 1º dia

Questão nº 14 – Professor (a), nesta atividade os alunos deverão voltar a resenha do


livro “O Avestruz Valente” e retirar dela, duas sequências descritivas como no
modelo dado. Eles podem retirar do texto: “corra bastante e você ficará forte” ou “
Ele é muito engraçado”. Dentre outras, onde apareçam adjetivos e/ou locuções
adjetivas.

Questões nº 15 e 16 – Professor (a), uma semana antes da realização dessas


questões, apresente o livro ou o vídeo “A vendedora de Fósforos”, de Hans
Christian Andersen. Caso você faça a opção do livro, solicite que leiam, e se for o
filme, organize um momento para a apresentação do mesmo (pode ser com toda
sala).Na última sequência você vai encontrar uma Resenha desse livro.Dessa forma
recomendamos que faça a comparação do texto produzido por seus alunos e o
texto produzido pelo aluna Antônia. Após a leitura do livro eles terão condições de
responder o quadro da questão 15. O objetivo da questão é preparar os alunos para
produção de uma resenha-crítica proposta na questão 16, vez que o quadro traz os
aspectos que devem aparecer no referido gênero. Recomendamos que cada aluno
leia as respostas dadas, de forma que você possa fazer os ajustes necessários, para
só então iniciar a primeira versão da resenha-crítica. Após a produção da primeira
versão da resenha- crítica é fundamental a atividade de revisão. Para isso, chame a
atenção para aspectos como: relação entre fonema e grafema (regularidades

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 220

contextuais da ortografia, irregularidades morfológicas da ortografia, etc.), coesão,


coerência, letra maiúscula, etc. Essa trabalho deve ser a partir da reflexão do
próprio texto do aluno. Não esqueça que o foco central da resenha é observar se os
alunos atenderam a estrutura do gênero solicitado

A questão 17 deverá ser vivenciada no 2º dia

Questão nº 17 – Vamos retomar a produção da resenha. Lembre-se que você já


deverá ter sinalizado nos textos o que precisa ser melhorado, entregue a cada aluno
o texto escrito por eles com suas observações. Peça para que eles sigam o quadro
de correção elaborado por você e exposto na sala, e faça as adequações no texto.
Leve-os a refletir e identificar as suas dificuldades de aprendizagem, corrigi-las e
entender que a escrita é uma forma de comunicação social, para tanto, necessita
ser compreendida pelo leitor. Lembrando-os que para isto, ela deve ser de fácil
compreensão, escrita respeitando as normas ortográficas e legíveis. Esta é a
finalidade da revisão e reescrita do texto.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 221

Atividade
5ª semana

Professor (a) vamos trabalhar, mais uma vez, com o gênero RESENHA, aproveite
para tirar todas as dúvidas, ainda existentes em sua turma.

O livro “A vendedora de fósforos”, de Hans Christian Andersen,


conta a história de uma menina pobre que não tinha onde cair
morta. Ela vivia na rua e se sustentava vendendo suas caixinhas de
fósforos.
O fato interessante é que ela era muito pequena para ficar na rua
abandonada, solta, sozinha. Uma pessoa tinha que pegar ela e levá-la
para casa e cuidar da menina.
Eu recomendo este livro para as crianças, pois é uma história muito
interessante e é muito chocante ver o que essa menininha está
passando.
Antônia – aluna do 7º ano
http://rodadeleitura.drang.com.br/uma-escola-assim-eu-quero-para-mim/

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 222

01. Responda as questões abaixo:

a) Qual o título do livro?


______________________________________________________________________
b) Quem escreveu o livro?
______________________________________________________________________
c) Ao ler a Resenha, o que mais lhe comoveu?
______________________________________________________________________
d) O que a menina vendia?
______________________________________________________________________
e) Pelo que diz no último parágrafo, você leria o livro? Por quê?
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
f)De acordo com o texto o que significa a expressão “Não tem onde cair morta” ?
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

2. Encontre no caça-palavras as palavras retiradas da Resenha: A vendedora de


Fósforo.

HISTÓRIA – CHOCANTE – CRIANÇAS – FÓSFORO - MENINA

Z A R J C R E E E S B M
Z A R I H I S T O R I E
F O S F O R O E T R D N
O I R H C A Í N I U L I
L C R I A N Ç A S O Ç N
Ó A P A N E D N A S B A
G N T Z T S I A Ç O M S
I I I O E G O Ó Ã F G L

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 223

3. Nas frases abaixo as palavras estão todas ligadas. Vamos separá-las e escrevê-las.

Ofatointeressanteéqueelaeramuitopequenaparaficarnaruaabandonada

___________________________________________________________________
Eurecomendoestelivroparaascrianças,..

__________________________________________________________________
OlivroA
vendedoradefósforos,deHansChristianAndersen,contaahistóriadeumamenina...

__________________________________________________________________

4. Observe as palavras CAIXINHA e CHOCANTE e responda:

a)O que elas têm de semelhante?_____________________________________


b)O que elas têm de diferentes?______________________________________

5. Pesquise em jornais e revistas palavras que tem X e CH (mesmo som) e escreva


abaixo:
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

6. Complete o quadro abaixo


PALAVRAS QUANTAS QUANTAS QUANTOS SONS AO
SÍLABAS AO LETRAS AO TODO?
TODO? TODO?
HISTÓRIA
CAIXINHA
INTERESSANTE
SOZINHA
CASA
MENINA

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 224

7. Agora responda:

a)Todas as palavras têm a mesma quantidade de letras?_______________________

b) Todas as palavras têm a mesma quantidade de som? Explique?


______________________________________________________________________

c) Na palavra INTERESSANTE o N é pronunciado?_____________________________

d) Quais as palavras que escutamos o som de todas as letras?


______________________________________________________________________

8. Complete o quadro abaixo:

PALAVRAS QUANTAS QUANTOS MARQUE COM UM X


LETRAS SONS AO A PALAVRA QUE O
AO TODO? TODO? “N” É
PRONUNCIADO.
ABANDONADA
CRIANÇAS
CONTA
ONDE

9. Pesquise cinco palavras que o N é pronunciado e cinco que o N não é


pronunciado.

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

10. Vamos concluir nossos trabalhos com resenha de livros, para isso passe a limpo
seus textos, organizem um mural na Escola e exponha para que todos leiam
suas produções.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 225

Sobre as atividades propostas

RELEMBRANDO: A resenha – crítica é um


texto que, além de resumir o objeto, faz uma avaliação
sobre ele, uma crítica, apontando os aspectos positivos
e negativos. Trata-se, portanto, de um texto de
informação e de opinião, também denominado de
recensão crítica. Diante dessa exposição, vamos ver se
você já sabe colocar no papel, o que você leu sobre
uma determinada história. Não se esqueça de apontar
o título, referência bibliográfica da obra, alguns dados
bibliográficos do autor e a história resumida do que se
pretende resenhar e finalmente sua análise critica, ou
seja, sua opinião sobre o livro resenhado.
Orientações de ensino

5ª semana

As questões 1, 2, 3, 4 e 5 deverão ser vivenciadas no 1º dia.

Questão nº 1 – Individualmente, todos os alunos deverão participar


dessa atividade de leitura. O grupo de perguntas dessa questão é
voltado para a compreensão do texto lido. Outro aspecto que pode
ser observado é a argumentação, ou seja, se o aluno já é capaz de
defender sua opinião, nesse caso a cerca do livro lido (Letra E da
questão explora esse aspecto).

Questão nº 2 – Professor (a), essa atividade permite que o aluno pense


sobre a quantidade e a ordem das letras para formar as palavras
solicitadas. Aproveite para perguntar a quantidade de letras das
palavras, a quantidade de sons, a quantidade de sílabas, etc. Essa
atividade ajuda os alunos que estão no nível silábico a avançarem em
suas hipóteses de escrita.
Questão nº 3 – Professor (a), essa questão possibilita aos alunos
atentarem para os limites que determinam o início e o final das
palavras dentro de uma frase, ou seja, a segmentação das palavras
dentro de uma frase. Questione os alunos: Onde começa e termina tal
palavra? Outro aspecto que a questão possibilita ao aluno é a reflexão
sobre a ordenação dos elementos de uma frase, de forma encadeada
e com sequência lógica entre ideias. Você deve observar o grau de
sentido e compreensão que a frase organizada produz.
Questões nº 4 e 5 – Professor (a), essas questões levam os alunos
refletirem sobre que existem algumas palavras em nossa língua que
apesar de terem o mesmo som, são escritas de forma diferentes, ou

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 226

seja, algumas com X e outras com CH. Leve o grupo a perceber que o som é igual,
mas a escrita (grafia) é diferente. Você pode estimular o uso do dicionário
objetivando que os alunos observem a escrita dessas palavras. Espera-se que o
aluno na questão 05 observe que a semelhança é o som e a diferença é a grafia da
letra. Após a pesquisa solicite que observem as palavras para construírem com suas
palavras as regras básicas do uso do X ou CH (pode ser feito um cartaz para ser
exposto na sala de aula com essas regras construídas pelos alunos). Para isso, ajude
dando pistas, ou seja, chamando a atenção para as letras que geralmente aparecem
antes e depois quando as palavras são escritas com X. É importante que você faça
os ajustes necessários na elaboração das regras, caso necessário. Ex: Depois de
ditongos usa-se x: faixa, peixe, trouxa/Exceção: recauchutar (de
cautchu,borracha).Depois da sílaba en: enxada,enxergar/Exceção: encher e
derivados de palavras primitivas com ch: encharcar (charco). Um aspecto
importante que você deve chamar a atenção são as formas parônimas com x e ch.
Ex: taxa taxar (imposto; cobrar) e tacha, tachar (tipo de prego; pôr defeito) e para
as palavras que são escritas com X e CH ,mas não existe regras próprias .EX: lixo
cachimbo.Nesses casos, devemos memorizar a palavra observando o dicionário.

As questões 6, 7, 8 e 9 deverão ser vivenciadas no 2º dia.

Questões nº 6 e 7 – A questão 07 permite que os alunos reflitam sobre a


quantidade de sílabas, de letras e quantidade de sons das palavras. A questão 08
complementa a reflexão, levando os alunos aprofundarem ainda mais essa
análise, observando que algumas letras não são pronunciadas nas palavras, como
é o caso, por exemplo, das palavras História (H não é pronunciado) e interessante
(escreve SS, mas pronunciamos apenas um som e o N não é pronunciado na
palavra, nesse caso, assume a função de nasalizar a letra anterior).

Questões nº 8 e 9 – A questão 09 possibilita a reflexão da quantidade de letras e


sons pronunciados nas palavras, na perspectiva de levar o aluno perceber que a
letra N no final de sílaba assume a função de nasalizar a letra anterior, por isso não
é pronunciada. A questão 10 complementa a reflexão. Após a pesquisa pergunte:
Quando o N é pronunciado na palavra ele vem
no inicio ou no final da sílaba? E quando não é pronunciado vem em que posição
na sílaba?

A questão 10 deverá ser vivenciada no 3º dia.

Questão nº 10 – O objetivo desta questão é trabalhar o propósito da produção.


Assim ao concluir os trabalhos com a resenha de livros, oriente os estudantes a
rever seus textos e passar a limpo deixando-os claro e legível. Uma vez que os
mesmos já passaram pela revisão e reescrita. Organize com eles um mural e
exponha na Escola.

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 227

MAPA DOS GÊNEROS DISTRIBUIDOS NOS BIMESTRES


4º ANO

I BIMESTRE

GÊNERO CONTOS
1ª semana: 1ª a 13ª questão
2ª semana: 1ª a 12ª questão
GÊNERO POEMAS
3ª semana: 1ª a 6ª questão
4ª semana: 1ª a 4ª questão
GÊNERO CORDEL
5ª semana: 1ª a 7ª questão
6ª semana: 1ª a 6ª questão
II BIMESTRE

GÊNERO NOTÍCIA
1ª semana: 1ª a 11ª questão
2ª semana: 1ª a 13ª questão
3ª semana: 1ª a 15ª questão
GÊNERO TEXTO INSTRUCIONAL - RECEITA
4ª semana: 1ª a 7ª questão
5ª semana: 8ª a 12ª questão
GÊNERO BRINQUEDO
6ª semana: 1ª a 8ª questão
7ª semana: 9ª a 12ª questão
8ª semana: 1ª a 5ª questão
9ª semana: 6ª a 10ª questão
III BIMESTRE

GÊNERO ARTIGO DE OPINIÃO


1ª semana: 1ª a 6ª questão
2ª semana: 7ª a 11ª questão
3ª semana: 12ª a 16ª questão
4ª semana: 17ª a 22ª questão
GÊNERO ARTIGO CIÊNTIFICO
5ª semana: 1ª a 9ª questão
6ª semana: 1ª a 7ª questão
7ª semana: 8ª a 15ª questão
8ª semana: 16ª a 24ª questão
IV BIMESTRE

GÊNERO CORDEL
1ª semana: 1ª a 7ª questão
2ª semana: 8ª a 15ª questão
GÊNERO RESENHA DE LIVRO
3ª semana: 1ª a 11ª questão
4ª semana: 8ª a 17ª questão
5ª semana: 1ª a 10ª questão

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO
Estratégias Diversificadas para Estudantes não Alfabetizados 228

Gerência Geral de Educação Infantil, Anos iniciais e Correção de Fluxo Escolar I PROGRAMA ALFABETIZAR COM SUCESSO