You are on page 1of 1

TROVADORISMO

AULA 1 - CONTEXTO HISTÓRICO servo, e a partir disso nascia o sofrimento dele em não
poder tê-la, visto que, além de tudo, eram de camadas
O Trovadorismo teve início em Provença, sul da França, sociais diferentes.
no século XI.
Trovadorismo em Portugal
Após o fim do Império Romano e das invasões bárbaras,
houve a fuga das pessoas da cidade para o campo. A O início do Trovadorismo em Portugal aconteceu com a
partir daí iniciou-se o Feudalismo. obra A Ribeirinha, de Paio Soares de Taveirós.

Feudalismo: recebeu esse nome por causa dos feudos, Cancioneiros:


que eram pedaços de terra cujos proprietários eram os
senhores feudais, homens do clero com elevado poder  Cancioneiro da Ajuda
aquisitivo. Os senhores feudais concediam pedaços de  Cancioneiro da Vaticana
terra aos servos, que eram as pessoas que tinham  Cancioneiro da Biblioteca Nacional
deixado a cidade para habitar o campo. Em troca destas
terras, os servos pagavam impostos aos senhores, além Os trovadores eram os compositores das cantigas.
de prestar favores a estes. Assim, havia uma relação de Faziam parte da nobreza.
interdependência entre eles.
Os jograis eram os que recitavam as cantigas, ou em
Vassalagem: nessa relação, o Suserano era o nobre dono festas da nobreza ou em praças públicas.
das terras, como um senhor feudal. Porém, havia alguns
nobres, denominados Vassalos, que ainda não possuíam
seus pedaços de terra. Assim, o Suserano cedia um
pedaço de terra ao Vassalo, que passava a ser AULA 3 - GÊNERO LÍRICO
eternamente leal a ele, estando ao seu lado em possíveis
combates. Desse modo, o Vassalo gerava um novo feudo, O gênero lírico trata do amor, da expressão de
e a partir daí cedia partes de sua propriedade a outros sentimentos. Isso era realizado através de cantigas, que
servos, em troca de impostos e favores também. eram a palavra cantada. Subdivide-se em:

Educação no período: homens formados pra serem Cantigas de amor


cavaleiros; militarismo.
 Eu lírico masculino;
Princípios básicos: honra, lealdade, dignidade.  Amor cortês;
 Erotismo implícito;
Fundamentação nos princípios cristãos, que eram envoltos  Tema principal: amor impossível.
no Teocentrismo (Deus como centro de tudo).
Cantigas de amigo

 Eu lírico predominantemente feminino;


AULA 2 - CARACTERÍSTICAS  Sensualidade e erotismo explícitos;
 Elementos da natureza;
As obras do Trovadorismo podem ser divididas em:  Mulher lamenta a falta de seu amado;
 Presença de refrão.
Novelas de Cavalaria: prosas que contavam histórias
heroicas de cavaleiros do período.

Poesia Trovadoresca: tom lírico, tendo como tema o AULA 4 - GÊNERO SATÍRICO
amor e a emoção.
O gênero satírico trata de críticas sociais e, assim como no
Principais características gênero lírico, essas críticas eram feitas através de
cantigas, subdivididas em:
Mesura: era o cuidado em não falar o nome da mulher
amada, pois existia a questão do servo ser apaixonado por Cantigas de Escárnio
sua Senhora, sendo um romance proibido. Essa poesia,
ainda, abordava mais o sofrimento do servo submisso à  Crítica indireta;
sua Senhora do que a história de amor em si.  Linguagem popular;
 Abordagem de situações da época.
Coita: era o prazer interrompido entre o servo e a
Senhora. Ou seja, eles queriam dar continuidade a um Cantigas de Maldizer
amor que foi interrompido.
 Crítica direta;
Vassalagem amorosa: era uma metáfora da relação de  Linguagem baixa, pesada, uso de palavrões;
vassalagem entre o Suserano e o Vassalo. No caso da  Temas “mais pesados”.
poesia trovadoresca a amada era nobre, o homem era o

Copyright © 2014 Stoodi Ensino e Treinamento à Distância


www.stoodi.com.br
1