You are on page 1of 49

EXERCICIO 1

1) Custo de Transformação = Custo Industrial

MP (Consumo da Materia Prima = Ei + Compras - Existencia Final

MOD =30 000+18 000+20 000+12 000 = 80 000

Custo Primo =150 000 + 80 000 = 230 000

GGF =4 500 + 12 500 = 17 000 + 22 500 + 3 000 =42 500

C.Industrial = MP+MOD = C.Primo+GGG

C. N/ Indust = C.Adm.(22500+6000+3600)+C.Comerc.(1500+20000) 32,100


35500

C.Complexivo =272 500+67 600 =340100

PRODUTOS ACABADOS
VENDIDA N.VENDIDA TOTAL
EX.I 52,500
EX.f 45,000
7,500

3) C.complexivo produtos vendidos = c.c.p.prod. Acabados + p.vendidos - prod. Stock


= 340 100+7 500-27 500

2) c. industrial prod. Acabados = c.ind+c.prod. Vend. - p. em vias fabrico


= 272 500 + 7 500 - 27 500

4) lucro bruto = V-CC


= 345 000 -340 100

Impostos 12500 12.50%


82500 25% 100,000
orçamento de estado - paga-se 2 taxas

12,5% - 12 500
558975.87
25% x (558 975 -12500) 546475,87

5) lucro liquido = l. Bruto x 0,125 = 4900 x 0,125


150,000

80,000

230,000

42,500

272,500

67,600

340,100

PVF

27,500
27,500

320,100

252,500

4,900

lucro
ado - paga-se 2 taxas

612.5
exercicio 2

MP PA
existencias iniciais 2,750 11,950
compras 19,500
exist. Final 3,500
consumo MP + PA 18750 8,450
MOD
C. primo
GGF
c. industrial
c. n/ industrial:
c. administrativo (1800 + 4 150 + 3500 +4500 +2500)
c. comercial (4750+4625+5625+3000)
c. financeiros (2500+3000)

c.complexivo completo (51850+39950

lucro bruto = V-CC = 106 500 - 91 800

lucro liquido = L. Brutox 0,125 = 14700 x ,125

12500x0,125 = 1562,5
2200 x ,0,25 = 550

14700 - 2 112,50 = 12587,50/3000


27,200
21,100
48,300
3,550
51,850 17.28

16,450
18,000
5,500
39,950 13.32
91,800 30.6

14,700 4.9

1,837.50

1,562.50
550.00
2,112.50
12,587.50
4.20
exercicio 3

1) custos fixos 5,000,000


custos variaveis por unidade 300
produçao actual (unidades) 15,000
Preço de venda no mercado (por unidade) 580
1ª hipotese

custos totais
- custos fixos 5,000,000
- custos variaveis (300 x 15000 inidades) 4,500,000
9,500,000
3) vendas totais (produçao actual x PV no mercado) 8,700,000
4) resultados (nas actuais condiçoes de produçao) -800,000

nova produçao em unidades = 15000 + 4300 19,300


novo preço de venda unitario 560
custo variavel adicional por unidade 10
2ª hipotese

novo custo variavel por unidade 310


custos fixos totais 5,000,000
Custos variaveis totais 5,983,000
Custos totais 10,983,000
Vendas totais = 19300*560 10,808,000
Resultados -175,000

4) sim, aceita-se a encomenda porque o prejuíso é menor

a quantidade que a empresa precisa de produzir


para haver lucro ou prejuizo é dado pela forma

6) Preço de venda unitário 580


custo variavel unitario 310
margem de cobertura 270
Qe = (custos fixos) / (PVu - CVu) 18,519 Qe = CF PCV =
Vendas (18519 unidades * 580) 10,740,741
Custos variaveis Totais (18519 unidades * 310 ) 5,740,741
PCV (em valor)= CF/(1-(CV/vendas)) 10,740,741 capacidade instalada = 24000 unidades
mas produz apenas = 15000

Produçao de 20 000
acrescimo de custos variaveis unitários de 5,00
preço de venda unitario de 582,75

Preço de venda unitário 582.75


custo variavel unitario (300+5) 305.00
custos fixos 5,000,000.00
produçao actual (unidades) 20,000.00
3ª hipotese

Preço de venda no mercado (por unidade) 582.75

custos totais
- custos fixos 5,000,000.00
- custos variaveis (305*20000) 6,100,000.00
11,100,000.00
vendas totais (produçao actual x PV no mercado) 11,655,000.00
resultados (nas actuais condiçoes de produçao) 555,000.00

Qe = (custos fixos) / (PVu - CVu) 18,001.80 Qe = CF


PCV (em valor)= CF/(1-(CV/vendas)) 10,490,549.05
CF
Vendas

PCV = CF
Vendas
IMPUTAÇAO DE BASE ÚNICA
exercicio

GGF 18,900 €

Horas MOD gastas em cada produto


A 5,000 h
B 4,950 h
C 5,050 h
15,000 h

Base de imputaçao: Horas de MOD

Produto Horas Gastas GGF


A 5,000 6,300.00
B 4,950 6,237.00
C 5,050 6,363.00
15,000 18,900.00 1.26

Coeficiente de imputaçao : GGG do mês / total de horas de


coeficiente de imputaçao = 18900/ (5000+5050) Horas =

Imputaçao de base multipla (imputaçao pelo metodo dos coeficientes

exercicio

produto x produto Y
Materias consumidas 6,000 € 7,500 € 13,500 €
nº horas maquina 13,500 15,000 28,500
nº horas homem 11,000 17,500 28,500
MOD 11,000 € 17,500 € 28,500 €
Valor de Vendas 40,000 € 45,000 € 85,000 €

GGF foram as seguintes :


energia 2,850 €
seguros 2,550 €
amortizaçoes 5,700 €
MOI 21,375 €

as bases de imputaçao são as seguintes :


energia nº horas homem
seguros valor de vendas
amortizaçoes nº horas maquina
MOI valor da MOD

determinar o montante de GGF a imputar a cada produto e o repectivo custo de produçao

produto x produto Y
energia 1,100 € 1,750 € 2,850 €
seguros 1,200 € 1,350 € 2,550 €
amortizaçoes 2,700 € 3,000 € 5,700 €
MOI 8,250 € 13,125 € 21,375 €
Total GGF 13,250 € 19,225 € 32,475 €
MP 6,000 7,500 13,500
MOD 11,000 17,500 28,500
Custo Produto 30,250 44,225 74,475
Margem bruta 9,750 775 10,525
2850/28500*11000
exercicio 5

Fornece 100Kwh

distribuiçao energia (DE) Repações Electricas (RE)


DE = 175000
Produçao : 50000 Kwh Produção : 800Hwh RE = 92500+0,02 x175000 = 96000
163,000 € 92,500 €

Fornece 1000 Kwh Coeficiente de Imputação DE = 175000/50000 =

Coeficiente de Imputaçao de RE = 96000/800 =


DE = 163000 + (100/800) X RE
DE = 163000+ 0, 125 x RE
RE 92500 + 1000/50000 x DE
DE = 163000+,125 (92500 + (1000/50000) x DE
DE = 163000+ ,125 + 92500+,02 DE
DE = 163000+11562,5+,025 DE
DE = - 0,025 = 174562,5
0,0975 DE = 174562,50
DE = 175,000 €
x175000 = 96000

ão DE = 175000/50000 = 3,50

ao de RE = 96000/800 = 120
exercicio 6

Nº Custos MOD GGF dos Departamentos


Departamento Horas MOD
Empregados (em euros) (em euros)
A 25 1200 1500
B 100 12,000 5,700
C 95 10,800 3,365 B
D 85 12,000 1,410 C
E 55 9,600 2,635 D
X 30 4,800 2,740 E
Y 90 7,200 5,200 4,940 X
Z 45 3,600 4,800 3,360 Y
Total 525 61,200 10,000 25,650 Z

Elaboraçao de um mapa de trabalho com toda a distribuiçao dos gastos gerais de


fabrico, segundo os dados do problema

Repart. Primaria 1500 5,700 3,365 1,410 2,635 2,740

Departamento A B C D E X

A -1,500 300 285 255 165 90


B -6,000 1,350 1,500 1,200 600
C -5,000
D -3,165 3,165
E -4,000 1,600
Total Rep. Secund. -1,500 -5,700 -3,365 -1,410 -2,635 5,455
Total custos 0 0 0 0 0 8,195
500 48,000 0.50
0.2 0.13
0.19
0.17
0.11
0.06
0.18
0.09

4,940 3,360 25650

Y Z TOTAL

270 135 0
900 450 0
2,600 2,400 0
0
1,600 800 0
5,370 3,785 0
10,310 7,145 25,650
exercicio nº 2

Rubricas Valor Valor


PVP = Produção vias fabrico Incial :
materias 4,500,000
mao-de-obra directa 12,600,000
gastos gerais fabrico 4,678,000 21,778,000
Custos do mês :
Matérias 29,488,661
mao-de-obra directa 68,422,600
gastos gerais fabrico 16,159,839 + 114,071,100
PVF = Produção vias fabrico final :
Matérias 1,235,000
mao-de-obra directa 8,750,000
gastos gerais fabrico 2,432,000 - 12,417,000

custo da produção acabada 123,432,100


Produção acabada 22,220
Custo unitário da produção acabada 5,555

CPA = Ei + C - Ef
C = Ei - Ef
C = CPA-Ei+Ef

Demonstração de Resultados do mês :

Rubricas Valor Unidade


vendas 155,540,000 u.m 22 220 * 7 000
custo industrial produtos vendidos 123,432,100 u.m
lucro bruto 32,107,900 u.m
Custos não industriais :
custos de distribuição 4,750,000 u.m
custos administrativos 6,800,565 u.m
custos financeiros 12,369,265 u.m
total custos não industriais 23,919,830 u.m
lucro liquido antes de imposto sobre o
8,188,070 u.m 22 220 * 368,50
rendimento
Ei

Ef

32,107,900
exercicio 3

rubrica quantidade Custo Unitário Custo Global Variavel custo global fixo
materias primas 40,000 75 3,000,000
mao obra directa 40,000 50 2,000,000
gastos gerais fabrico 40,000 20 800,000 1,490,000
5,800,000 1,490,000
1) c. indust. Prod. Fabricados 40,000 182.25 7,290,000
2) c. indust. Prod. Vendidos 30,000 182.25 5,467,500

3) Demonstraçao Resultados Operacionais

rubrica quantidade Valor Unitário valores Totais


vendas 30,000 240 7,200,000
CIPV 30,000 182.25 5,467,500
Custos Comerciais 435,000
Custos Administrativos 256,000
Outros custos 240,000
Resultado Operacional 801,500
exercicio 3

total de aquisiçao de mat. Primas 7,500


despesas e transp. Com mat. Primas 150
descontos obtidos nas compras de mat. Primas 300
salarios dos operarios fabris 900
ordenados sociais dos operarios fabris 540
ordenados do responsavel fabril 400
encargos sociais dos responsavel fabril 240
amortizaçao do edificio fabril 450
electricidade e água consumidas 65
ordenados administrativos 200
encargos dos ordenados administrativos 120
vendas 12,000
descontos comerciais concedidos nas vendas 400
existencias no inicio do ano: 11,600
materias primas 9,000
materias subsidiarias 600
produtos acabados 2,000

existencias no final do ano: 11,500


materias primas 8,500
materias subsidiadas 500
produtos acabados 2,500

Pretende-se que calcule :

descriçao valor
1) custo de transformação dos produtos acabados 9,405
2) custo industrial produtos acabados 10,045
3) custo complexivo 10,365
4) lucro bruto 1,235
5) lucro liquido 1,555
exercicio

considere os elementos referentes a um mês constantes do quadro seguinte e relativos à funçao de


produçao de uma empresa transformadora:

Prod. A Prod. B Prod. C


unidade fisica custo unitário Total
Q Q Q
matérias consumidas Kg 7.5 200 700 500

mao obra aplicada Hh 1.5 1,000 3,000 2,000

GGF Utilizados (em €) 24,000

Sabe-se que o critério de imputação dos GGF aos produtos é função da quantidade de mao
obra aplicada e que os custos não industriais são :
4

Prod. A Prod. B Prod. C total


custos comerciais
especificos 2,500 2,500 2,500 7,500
outros
custos distribuição
especificos 1,500 1,500 4,500 7,500
outros 7,500
custos administrativos
globais 7,500
custos financeiros
globais 12,500
volume em vendas 21,000 19,000 55,000 95,000

Pretende-se :
1 - Demonstração Resultados por funções e de produtos, evidenciando a estrutura de custos industriais e não industriais
2 - Comentário sobre critério utilizado para imputação dos GGF

Prod. A Prod. B Prod. C Total


Descrição
Valor % valor % Valor % Valor
Materiais 1,500 21.43% 5,250 24.14% 3,750 25.42% 10,500
MOD 1,500 21.43% 4,500 20.69% 3,000 20.34% 9,000
GGF 4,000 57.14% 12,000 55.17% 8,000 54.24% 24,000
CIP 7,000 100.00% 21,750 100.00% 14,750 100.00% 43,500
is e não industriais

Total
%
24.14%
20.69%
55.17%
100.00%
exercicio 4

computador 1 computador 2 computador 3


Num. C. Unitario Num. C. Unitario Num.
vendas 120 200 u.m. 58 350 u.m 12
compras 140 150 u.m. 47 295 u.m. 12
existencia inicial 20 125 u.m. 13 270 u.m. -
existencia final ? ? ? ? ?

Pretende-se que calcule o valor de custo de existencias vendidas utilizando ambos os crit
valorização das saídas, FIFO e LIFO, com os dados que se apresentam :

computador 1 computador 2 computador 3


Num. C. Unitario Num. C. Unitario Num.
vendas 120 200 u.m. 58 350 u.m 12
compras 140 150 u.m. 47 295 u.m. 12
existencia inicial 20 125 u.m. 13 270 u.m. 0
existencia final FIFO 40 150 2 295 0
CEV FIFO 120 17500 58 16785 12
Existencia Final LIFO 40 5500 2 270 0
CEV LIFO 120 18000 58 16835 12

13865
Comprou 140
Tinha 20 125
Vendeu 20 do que já tinha 125
100 do que comprou 150
18000

Comprou 47 295
Tinha 13 270 3510
Vendeu 58
45 13275
2 16785
45
computador 3 peças
C. Unitario valor
1000 u.m. 1000 u.m.
750 u.m. 1000 u.m.
- 500 u.m.
? 500 u.m.

utilizando ambos os critérios de


tam :

computador 3 peças
C. Unitario valor
1000 u.m. 1000 u.m.
750 u.m. 1000 u.m.
- 500 u.m.
0 500 u.m.
9000
0
9000

2500
3000
5500
exercico

Vendas 4,100,000
Custo Primo = (MP + MOD)
Descontos e Abatimentos 120,000
Compras de Matérias-Primas 820,000 Custo de Transformação dos Prod.
Descontos e Abatimentos em Compras de MP 80,000 Fabricados = MOD+GGF
Despesas de Compra 76,000 Custo Industrial dos Produtos
Salários do Pessoal Fabril 740,000 Fabricados CIPF= MP+MOD+GGF
Encargos Sociais com Salários 444,000 Custo Industrial dos Produtos Vendidos
Ordenado da Direcção da Fábrica 200,000 CIPV = CIPF+EiPA-EfPA
Encargos Sociais com Ordenados 120,000
Custo Complexivo CC =CIPv+CNI
Ordenados do Pessoal de vendas 300,000
Encargos Sociais com Ordenados 180,000
Lucro Bruto = Vliq-CIPV
Ordenados do Pessoal Administrativo 200,000
Encargos Sociais com Ordenados 120,000
Lucro Líquido = Vliq-CC
Energia Eléctrica e Água da Fábrica 40,000
Combustíveis dos Veículos dos Vendedores 160,000
Amortizações Fabris 180,000
Amortizações de Equipamento Administrativo 38,000
Outros Custos Fabris 260,000
Outros Custos Administrativos 86,000
EXISTÊNCIAS EM 01/01/N:
- Produtos Acabados 410,000 MP
- Produtos em Vias de Fabrico MOD
- Matérias-Primas 180,000 GGF
- Mão-de-Obra Directa 60,000 CNI
- Gastos Gerais de Fabrico 10,000 250,000 Vliq
- Matérias-Primas 360,000
-Matérias Subsidiárias 190,000
EXISTÊNCIAS EM 31/12/N:
- Produtos Acabados 600,000
- Produtos em Vias de Fabrico
- Matérias-Primas 60,000
- Mão-de-Obra Directa 140,000
- Gastos Gerais de Fabrico 30,000 230,000
- Matérias-Primas 430,000
- Matérias Subsidiárias 120,000
1,970,000

1,954,000

2,820,000

2,630,000

3,714,000

1,350,000

266,000

866,000
1,104,000
850,000
1,084,000
3,980,000
exercicio 13

Uma empresa fabrica 2 produtos em regime de produção dijunta, utilizando 3


MP e necessitando de embalá-los. Recorre a 2 tipos de MO, com valor
acrescentado e custo unitário diferentes. Os GGF são imputados aos produtos
em função do valor total da MOD utilizada e considera-se que representam
25% desse valor.

Custo
Unidade Produto A
Unitário
Física (consumo)
(€)
Matérias Primas:
X kg 0.18 48
Y litro 0.12 1,005
Z litro 0.08
Material de Embalagem Un. 0.03 1,010
Mão de Obra Directa
- Especializada Hh 3.63 5
- Não Especializada Hh 2.02 10

PRETENDE-SE O CUSTO INDUSTRIAL GLOBAL DE CADA PRODUTO

PRODUTO A PRODUTO B
Quantid. Valor (€) Quantid.
Matérias Primas:
X 48 8.64 40
Y 1,005 120.60
Z 1,005
Total Matérias Primas 129.24
Material de Embalagem 1,010 25.25 1,010
Mão de Obra Directa
- Especializada 5 18.13 5
- Não Especializada 10 20.16 10
Total da MOD 38.29
GGF 9.57
CUSTO INDUSTRIAL (CIP) 202.35

Quando existe MO especializada e não especializada (com características e


valores unitários muito diferentes) é aconselhável utilizar em alternativa ao
método anterior um valor ponderado com base nas Hh equivalente (Hh eq.) em
vez dos valores discriminados de cada quantidade de MO (Hh).
Cálculo de 1 HORA DE TRABALHO EQUIVALENTE (Hh eq.):
5 Hh eq. X 3,625 = 18.13
10 Hh ñ eq. X 2,016 = 20.160
15 Hh eq. = 38.29
1 Hh eq. = 2.5523

Então:

PRODUTO A PRODUTO B
Quantid. Valor (€) Quantid.
Matérias Primas:
X 48 8.64 40
Y 1,005 120.60
Z 1,005
Total Matérias Primas 129.24
Material de Embalagem 1,010 25.25 1,010
Mão de Obra Directa 15 38.29 15
GGF 9.57
CUSTO INDUSTRIAL (CIP) 202.35
ão dijunta, utilizando 3
MO, com valor
mputados aos produtos
-se que representam

Produto B
(consumo)

40

1,005
1,010

5
10

DE CADA PRODUTO

PRODUTO B
Valor (€)

7.20

80.40
87.60
25.25

18.13
20.16
38.29
9.57
160.71

com características e
zar em alternativa ao
equivalente (Hh eq.) em
MO (Hh).
PRODUTO B
Valor (€)

7.20

80.40
87.60
25.25
38.29
9.57
160.71
exercicio

em 1 de janeiro
descriçao unidade
quant. valor
materias primas tons 100 5,000
materiais diversos euros 1,000
materiais de embalagem unid. 2,500 125
produtos em vias fabrico euros 2,000
Protuto w tons 400 2,000
o critério valorimetrico adoptado pela empresa é o LIFO

informação sobre custos e proveitos


custos/proveitos (por funções
custos/proveitos (por natureza) industrial comercial administrativo
compras
- de materias primas 15,000
materiais de embalagem 1,500
energia e combustiveis 600 600 200
contratos e alugueres 3,000 400 75
outros FSE 3,600 400 400
pessoal 11,200 2,600 2,000
amortizações
- reintegraçoes do exercicio 9,000 1,250 750
outos custos
- operacionais 800 300 100
vendas
outros proveitos
- operacionais
custsos financeiros
perdas
- custos extraordinarios

informaçoes adicionais
o custo unitário de compra de materia prima é de 60 €
o custo unitário de compra de material embalagem é de 0,05 €
o preço de venda liquido unitario do produto w é de 9,4€
produziu-se e acabaram-se no periodo 7500 toneladas. Do produto w que é comercializado em sacos de 250 kg

PRETENDE-SE:
1 Demonstraçao de resultados por funçoes
2 parecer sobre consumo do material de embalagem
1º passo Mat. Primas Mat. Embalagem
c. unit. quant. Tonel. c. unit.
existencias iniciais 50 100 0.05
compras 60 250 0.05
existencias finais 50 50 0.05

2º passo demonstraçao resultados por funçoes

decriçao calculos valor


materias primas
- existencias iniciais 100x50 5,000
- compras 250x60 15,000
- exist. Finais 50x50 2,500 17,500
mateiais diversos
- existencias iniciais 1,000
- compras
- exist. Finais 250 750
materiais de embalagens
- existencias iniciais 2500x0,05 125
- compras 30000x0,05 1,500
- exist. Finais 700x0,05 35 1,590
totais de consumos 19,840
outros custos industriais
- energia e combustiveis 600
-contratos e alugueres 3,000
- FSE 3,600
- pessoal 11,200
- amortizações do exercicio 9,000
- outros custos operacionais 800 28,200
produçao em vias de fabrico
- existencis inicial 2,000
- existencia final 1,500 500
CUSTO INDUSTRIAL GLOBAL 48,540
CUSTO INDUTRIAL UNITÁRIO 6.47

1ª QUESTÃO: DEMONSTRAÇAO DE RESULTADOS POR FUNÇOES

DESCRIÇAO CALCULOS VALOR


VENDAS (7500+(400-150)x9,4) 72,850
OUTROS PROVEITOS OPERACIONAIS 9,150
TOTAL DE PROVEITOS 82,000
custo de vendas
- produçao (7500x6,472) 48,540
- existencias ((400-1580)x5) 1,250
total custo das vendas 49,790
resultado industrial 32,210
custos comerciais 5,550
custos administrativos 3,525
custos financeiros 10,250
resultados correntes 12,885
custos extraordinarios 2,550
resultado 10,335
em 31 de dezembro
quant. valor
50 2,500
250
700 35
1,500
150 750
FO

unções
total

15,000
1,500
1,400
3,475
4,400
15,800

11,000

1,200
72,000

9,150
10,250

2,550

m sacos de 250 kg
Mat. Embalagem
quant. Tonel.
2,500
30,000
700
exercicio

a empresa TST Sa produz dois produtos "ss" e TT", a parir de duas materias primas M e N. A partir dos elementos
contabilisticos relativos ao ano passado, obtiveram-se as seguintes informações

informações sobre existencias


em 31 de janeiro em 31 dezembro
descriçao un. Fisica
quant. valor quant. valor Ei 1320
mat. Prima M tons 1,320 2,904 a a Compras 2640
mat. Prima N tons 316 1,422 a a Ef x
produto SS tons 50 3,750 25 a CEVC = Cons 3,000
produto TT tons 150 1,575 200 a 3000 = 1320 + 2640 - x
2.2 x=1320+2640-300
a - elemento a determinar 4.5 3660

informações sobre compras


descriçao quantidade valor
materia prima M 2,640 6,600
materia prima N 1,265 5,060

informações sobre produçao e consumos


produção consumo unitario
quantidade produto ss produto tt 475
produto SS 500
produto TT 1000
materia M 5 0.5
materia N 2 0.4

nota: lê-se : o produto ss consome 5 toneladas da matéria M por unidade produzida de ss

informação adicional:
a empresa obtem uma margem bruta (sobre o custo da produção) de 15,5% no produto SS e 20,5% no produto TT
a empresa utiliza os seguintes critérios valorimétricos:
matérias primas - custo médio ponderado
produtos acabados - FIFO
os outros custos industriais (MOD e GGF) de cada produto representam 3 veses o custo das respectivas matérias primas consumidas
pretende-se :
1 consumo de materias primas em quantidades
2 consumo das materias primas em valor
3 valorização das existencias finais de materias primas
4 custo industrial de produtos acabados
5 resultado industrial por produtos (demonstração de resultados por funções ao nivel do resultado industrial)

RESOLUÇÃO :

1 consumo de materias primas em quantidades


produto ss produto tt
descriçao total
calculos valor calculos valor
materia M 500 x 5 2,500 1000*0,5 500 3,000
materia N 500 x 2 1,000 1000*0,4 400 1,400

2 consumo das materias primas em valor


existencias iniciais compras consumo
descriçao
calculos valor calculos valor calculos valor
materia M 1320*2,2 2,904 6,600 3 000x2,4 7,200
materia N 316*4,5 1,422 5,060 1 400x4,1 5740
total 4,326 11,660 12,940

custos unitarios :
- das existencias iniciais
materia M 2904/1320=2,2€
materia N 1422/316=4,5€
- das compras
materia M 6600/2640=2,4€
materia N 5060/316=4,5€
custo medio ponderado dos consumos:
materia M (2904+6600)/(1320+2640)=2,4€
materia N (1422+5060)/(316+1265)=4,1€

3 existencias finais (quantidade e valor)


existencia existencia final
descriçao compras consumo
inicial quantidade valor
materia M 1,320 2,640 3,000 960 2,304
materia N 316 1,265 1,400 181 742

4 custo industrial de produtos acabados


custo produto SS 500 tons. produto TT 1 000 tons
descriçao
unitario quantidade valor quantidade valor
materias primas :
M 2.40 € 2,500 6,000 500 1,200 €
N 4.10 € 1,000 4,100 400 1,640 €
subtotal 10,100 2,840 €
outos custos industriais 30,300 8,520 €
custo industrial global 40,400 11,360 €
custo industrial unitario 80.8 11.36

5 demonstração de resultados por funçoes


produto SS produto TT
descriçao total
quantidade valor quantidade valor
vendas 525 50,268 950 13,004 63,272
custo das vendas :
- Exist. Iniciais 50 3,750 150 1,575 5,325
- Produçao 475 38,380 800 9,088 47,468
total custo vendas 42,130 10,663 52,793
resultado industrial 8,138 2,341 10,479