You are on page 1of 3
Fungdes, Grificos e Limites 67 PROBLEMAS 1.6 Nos Problemas 1 a4, determine os limites unilaterais Tim f(x) ¢ lim f(x) da fimgao dada e verifique se lim f(x) existe. L 2 i% t 4 2 a 2 -4 4 Ls es 5 lim Gr — 9) 6 jim 5 7. lim V3x—9 = 8 tim 9 lim (x V3) Ww. tim ao a tL. 12. Uae 13, im fos) & fim 70), 14 im fa) elim. fla), 1 at < onde fs) = {3 Sees ~ onde f(x = 1 ~* - x? + 2x para x= parax< Nos Problemas 15 a 26, verifique se a fungito dada é continua para o valor especificado de x. 18. fd) = 5° - 6x+1 om x=2 16. fix)= 0-20 +4-5 emx= 1 fw - 224 _ Fa= Fay om x=? etd 20. fo) = foy= se om Ve-2 22. fay=—AF emx=2 fet) paax<0 _ * 24, fa={ m1 puareo omen 68 CAPITULO UM +1 pare s3 Fe) { emx=3 2x +4 parax>3 Sy press parax>—1 Nos Problemas 27 a 40, determine todos os valores de x para os quais a fungdo dada ndo continua. 27. fix) =38 - 6x49 evi 29. fea) aL. fu) ar-2 3 0) Gane 8 38. fy _f2e+3 parax=1 a 1 ao _[3e—2 parax <0 mse peed 41, METEOROLOGIA Suponha que a temperatura do ar seja 30°F, Nesse caso, a sensagao térmica (em °F) para uma velocidade do venio v (em milhas por hora) é dada port 30 paraQ= v4 WO) = 41,25v — 18,67V0 + 62,3 parad R Faga um grilico de E(x). fungo Fx) & continua para x > 02 “Apdapiado de William Bosch and L. G. Cobb, UMAP Module No. 658, ‘Windchill, 1984, pp. 244-267 28. fox) = — 30. f(x) = 3, a. =o ~@F5G-1 Pett 36. fx) a x? paras 2 38. = Bf 10- [ae _f2-3e paras -1 4 10) Ss pana ot 43, TARIFAS POSTAIS No corteio dos Estados Unidos, a “Tango de porte” p(x) pode ser descrita da seguinte forma: 37 para <1 60 paal 0 observa-se que Supondo que a disttibuicio de leo no mar seja continua, qual a espessura estimada no local do vazamento? 45. CONSUMO DE COMBUSTIVEL 0 grafico a seguir mostra o volume de gasolina no tanque do earro de Susana Gurante um periodo de 30 dias. Em que pontos 0 grafico & descontinuo? O que acontece nessas ocasides? canes) 4 40 A N \ 1c) ar ws 3 PROBLEMA 45 46. CONTROLE DE FSTOQUE 0 grifico a seguir mostra sémero de unidades em estoque dc um certo prodoto duraite uum perfodo de 2 anos. Em que pontos o grafico & descon- tino? O que acontece nessas ocasides? 1 unidaes em estoque) ai 100- | ee PROBLEMA 46 47, ANALISE CUSTO-BENEFICIO™ Em certas situagbes, ¢ necessério comparar os beneficios de uma certa medida com © custo necessério para executé-la, Supoulis, por ereinplo, que para remover x% da poluic&o causada por um derrama- mento de petr6leo seja preciso gastar C milhares de reai onde 1x 60 = 09 = a. Quanto custa remover 25% da poluigio? E 50%? b, Plote a fumgao de custo. ©. O que acontece quando x» 100°? E possfvel remover toda a poluiggo? SALARIOS Em 1° de janeiro de 2005, Jonge comegou a rabalhar para uma empresa com um salario mensal de RS 4.000,00, pago no titimo dia do més, Em 1* de julho, recebeu uma comissio de RS 2.000,00; em I* de setembro, seu salério-base foi aumentado para RS 4.500,00. Final- ‘mente, em 21 de dezembro, recebeu uma bonificagao de Natal igual a 1% do salétio-base. a, Faca um grafico dos pagamentos recebidos por Jorge. P, em funedo do tempo ¢ (em dias) durante o ano de 2005. 1b, Para que valores de ¢ 0 grético de P(() é descontinuo? GERENCIAMENTO DE CUSTOS 0 gerente de uma ‘empresa determina que, quando »% da capacidade das fébri- eas estd sendo usada, © custo total de operacdo € C centenas Fungdes, Grdficose Limites 69 de milhares de reais, onde 8x? — 6360 ~ 320 ~ Bx — 960, a, Calcule C10) C100). 'b, Explique por que o resultado do item (a) no pode ser ‘usado, juntamente com a propriedade do valor intermedi- tio, para mostrar que 0 custo de operasao & exatamente RS 700.000,00 quando uma certa porcentagem da capa- cidade das fébricas estd sendo usada. POLUICAO DOAR Estima-se que daqui a anos a popu- Tago de um certo bairro serdp mil habitamtes, onde id 2 ca) 50, po = 20 ‘Um estudo ambiental mostra que a concentracto média de monéxido de earbono no ar seré partes por milhao quando 1 populacdo for p mil habitantes, onde AVF ep 21 e(p) = Qual seré o nivel de polnigo «a longo prazo (para r+ 0)? Nos Problemas 51 ¢ 52, determine os valores da constante A para que a fungi fx) seja continua para qualquer valor de x. _[av-3 | pare? ; su fe Oa pam fi —3e akc 52. fs) =1 ee (4x? + 28-3 pare = 4 Discuta a continuidade da fungGo fix) = x(1 + 1/x) no inter- valo aberto 0