You are on page 1of 8

FORMAS NOMINAIS DO VERBO

O Infinitivo

Quando o verbo termina em AR, ER, IR ou OR nós dizemos que ele está no infinitivo,que é uma forma
nominal. Além disso, outra coisa que você precisa saber é: quando um verbo terminar em AR ele será
considerado um verbo de 1ª conjugação, quando ele terminar em ER ele será considerado de 2ª conjugação e
quando ele terminar em IR ele será considerado de 3ª conjugação.

MERGULHAR
Verbo no infinitivo pertencente à 1ª conjugação (pois terminam em AR)
BATER
Verbo no infinitivo pertencente à 2ª conjugação (pois termina em ER)
CAIR
Verbo no infinitivo pertencente à 3ª conjugação (pois termina em IR)

Observação: O verbo "pôr" e seus derivados (compor, impor, supor, repor, etc..) pertencem à 2ª conjugação,
pois a sua forma original é "poer" (termina em ER). Portanto, apesar de eles terminarem em OR, esses
verbos pertencem à 2ª conjugação (verbos terminados em ER).

PÔR
Caso especial: verbo no infinitivo pertencente à 2ª conjugação (terminados em "er").

O Gerúndio

Acabamos de ver que quando o verbo termina em AR, ER ou IR (além do OR) ele está noinfinitivo,
que é uma forma nominal. Existe outra forma nominal que é o gerúndio: ele ocorre quando o verbo
termina em ANDO, ENDO ou INDO.

MERGULHANDO

Verbo no gerúndio (termina em "ando")

BATENDO

Verbo no gerúndio (termina em "endo")

CAINDO

Verbo no gerúndio (termina em "indo")

REPONDO

Verbo no gerúndio (termina em "ondo")


O Particípio

Além do infinitivo e do gerúndio, outra forma nominal do verbo é o particípio. O particípio acontece

quando o verbo termina em ADO ou IDO (e também "ada" e "ida").

MERGULHADO

Verbo no particípio

BATIDO

Verbo no particípio

CAÍDO

Verbo no particípio

Porém, existem alguns verbos que possuem mais de um particípio: é o particípio irregular.

O documento foi imprimido.

Verbo no particípio regular (terminado em IDO)

O documento foi impresso.

Verbo no particípio irregular (terminado em ESSO).

Outros exemplos

Entregar ("entregado" ou "entregue"), acender ("acendido" ou "aceso"), salvar ("salvado" ou

"salvo"), matar ("matado" ou "morto").

Os verbos que possuem mais de um particípio são chamados de verbos abundantes.

Acabamos de ver que um verbo pode se flexionar (variar, mudar) de acordo com as suas

formas nominais (infinitivo, gerúndio e particípio), como por exemplo: salvar (infinitivo -
1ª conjugação), salvando (gerúndio), salvado (particípio regular) e salvo (particípio

irregular).

Em relação aos modos verbais:


Modo Indicativo
O conceito de modo verbal é mais semântico do que gramatical, propriamente dito. Tanto é que as
definições de modo são todas baseadas no conteúdo semântico dos verbos e não na sua forma ou
constituição. O modo indicativo, por exemplo, é definido como o modo verbal que expressa um
fato, uma certeza.
Exemplos:

João fazia bicos para ajudar nas despesas de casa.

Tenho o desejo de ajudar os mais necessitados.

O modo indicativo possui os seguintes tempos verbais: presente, pretérito perfeito, pretérito
imperfeito, pretérito mais que perfeito, futuro do presente e futuro do pretérito.

Presente do Indicativo - exprime ações acontecidas no momento da fala ou cotidianas.


Ex: verbos AJUDAR, COMER, PARTIR

 Eu: ajudo, como, parto


 Tu: ajudas, comes, partes
 Ele/ela: ajuda, come, parte
 Nós: ajudamos, comemos, partimos
 Vós: ajudais, comeis, partis
 Eles/elas: ajudam, comem, partem

Pretérito perfeito do Indicativo - Exprime ações concluídas no passado.


Ex: verbos AJUDAR, COMER, PARTIR

 Eu: ajudei, comi, parti


 Tu: ajudaste, comeste, partiste
 Ele/ela: ajudou, comeu, partiu
 Nós: ajudamos, comemos, partimos
 Vós: ajudastes, comestes
 Eles/elas: [tem]eram

Pretérito imperfeito - Exprime ações que dão a ideia de não estarem concluídas no passado.
Ex: verbos AJUDAR, COMER, PARTIR

 Eu: ajudava, comia, partia


 Tu: ajudavas, comias, partias
 Ele/ela: ajudava, comia, partia
 Nós: ajudavamos, comíamos, partíamos
 Vós: ajudaveis, comieis, partieis
 Eles/elas: ajudavam, comiam, partiam

Pretérito mais-que-perfeito - Exprime ações concluídas há muito tempo no passado.


Ex: verbos AJUDAR, COMER, PARTIR

 Eu: ajudara, comera, partira


 Tu: ajudaras, comeras, partiras
 Ele/ela: ajudara, comera, partira
 Nós: ajudaramos, comeramos, partíramos
 Vós: ajudareis, comereis, partireis
 Eles/elas: ajudaram, comeram, partiram

Futuro do pretérito - Exprime ações que iriam acontecer, mas não vão mais.
Ex: verbos AJUDAR, COMER, PARTIR

 Eu: ajudaria, comeria, partiria


 Tu: ajudarias, comerias, partirias
 Ele/ela: ajudaria, comeria, partiria
 Nós: ajudaríamos, comeríamos, partiríamos
 Vós: ajudaríeis, comeríeis, partiríeis
 Eles/elas: ajudariam, comeriam, partiriam

Futuro do presente - exprime ações que irão acontecer no futuro.


Ex: verbos AJUDAR, COMER, PARTIR

 Eu: ajudarei, comerei, partirei


 Tu: ajudarás, comerás, partirás
 Ele/ela: ajudará, comerá, partirá
 Nós: ajudaremos, comeremos, partiremos
 Vós: ajudareis, comereis, partireis
 Eles/elas: ajudarão, comerão, partirão

1) Preencha as frases com os verbos dos parênteses.

a) Enquanto ele ________________no shopping, seu primo o procurava. (passear – pretérito


imperfeito)

b) Ele _______________ que estava perdido no shopping. (declarar – pretérito perfeito)

c) Os jogadores_________________ a bola do outro time. (pegar – presente)

d) Os meteorologistas ________________ para confirmar as previsões do tempo. (trabalhar –


pretérito perfeito)

e) As aves _______________________velozes. (partir – presente)

LEIA O TEXTO:
FERRO A CARVÃO
Quantas camisas eu passei,
Quantas calças alisei,
Até vestido de noiva
engomei
Ao trabalho nunca me furtei,
Pois de energia não
precisei.
Estava sempre pronto
Quando alguém de mim precisava.
Para que funcionasse, a
mim bastava
Uma mão e carvão em
brasa
Vejam só onde hoje estou,
O progresso me relegou.
Mas a mim isso não
importa.
Pois ainda sirvo de enfeite,
e para SEGURAR PORTA.

3) Identificar os verbos que estão nos seguintes tempos:

Modo indicativo:
 Presente
 Pretérito perfeito
 Pretérito imperfeito
4) Conjugar nos tempos presente/pretérito imperfeito os verbos: precisar e escrever

Modo Subjuntivo

O Modo Subjuntivo costuma causar muitas dúvidas nos estudantes e usuários


da língua portuguesa, por muitas vezes se confundir em algumas conjugações com
o modo indicativo. O Modo Subjuntivo, assim como o indicativo, se caracteriza por um
conceito semântico, é considerado o modo verbal que ao invés de expressar uma
certeza expressará uma ideia de dúvida, exprime uma ação irreal, hipotética.

Exemplos:

 Se tudo der certo, terminarei o trabalho esta semana.


 Talvez eu volte atrás na minha decisão.

Os tempos existentes no modo subjuntivo são: presente, pretérito perfeito, pretérito


imperfeito, pretérito mais que perfeito e futuro. Dentre estes, destacam-se o presente,
o pretérito imperfeito e o futuro, pois apresentam algumas formas fixas de construção.
Apresentamos a seguir estas formas, baseando-nos na conjugação do verbo falar.

Presente - indica uma possibilidade, um fato incerto no presente.

 Que eu - fale
 Que tu - fales
 Que ele - fale
 Que nós - falemos
 Que vós - faleis
 Que eles - falem

Pretérito imperfeito - indica a possibilidade de um fato ter acontecido ou não.

 Se eu - falasse
 Se tu - falasses
 Se ele - falasse
 Se nós - falássemos
 Se vós - falásseis
 Se eles - falássem

Futuro - indica a possibilidade de um fato vir a acontecer.

 Quando eu - falar
 Quando tu - falares
 Quando ele - falar
 Quando nós - falarmos
 Quando vós - falardes
 Quando eles - falarem

Outra característica desse modo verbal é a sua extrema dependência com outro
verbo. O modo subjuntivo geralmente se apresenta nas orações subordinadas, onde
sua utilização está ligada ao sentido que se pretende dar à ação verbal.

Exemplos:

 Talvez ele possa me apresentar seus pais. (sentido de dúvida)


 Se todos chegassem mais cedo, a reunião terminaria antes do almoço.
(sentido de hipótese)
 Pediria a todos que se dirigissem à recepção.(sentido de ordem, pedido)

Questão 1
“ (…) Espero que o tempo _________ (passar – 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo)

Espero que a semana _________ (acabar - 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo)

Pra que eu _________ te ver de novo (poder - 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo)

Espero que o tempo_________ (voar - 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo)

Para que você _________ (retornar - 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo)

Pra que eu _________ te abraçar (...)”. (poder - 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo)

A sequência que preenche corretamente a letra da música é:

a) passe – acabe – possa – voe – retorne – possa.


b) passar- acabar – poder – voar – retornar – poder.
c) passa – acaba – possa – voa – retorna – possa.
d) passe – acaba – possa – voa – retorne – poder.
e) passasse – acabasse – pudesse – voasse – retornasse – pudesse.

Questão 2

Assinale a frase em que está correta a correlação verbal:

a) Se você trabalhasse, tinha mais dinheiro.

b) Se você trabalhasse, teria mais dinheiro.

c) Se você trabalhar, tinha mais dinheiro.

d) Se você trabalha, teria mais dinheiro.

e) Se você trabalhasse, tivesse mais dinheiro.

Questão 3

“(...) Se você gritasse,


se você gemesse,
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,

se você morresse…
Mas você não morre,
você é duro, José! (...)”.

(José, Carlos Drummond de Andrade)

Os verbos gritar, gemer, tocar, dormir, cansar e morrer no poema de Drummond estão conjugados:

a) na 1ª pessoa do plural do pretérito imperfeito do modo subjuntivo.

b) na 1ª pessoa do plural do presente do modo indicativo.

c) na 2ª pessoa do singular do pretérito imperfeito do modo subjuntivo.


d) na 2ª pessoa do singular do futuro do modo imperativo.

e) na 2ª pessoa do plural do presente do modo subjuntivo.

Questão 4

(UFF) Assinale a série em que estão devidamente classificadas as formas verbais destacadas:

“Ao chegar da fazenda, espero que já tenha terminado a festa”.

a) futuro do subjuntivo, pretérito perfeito do subjuntivo


b) infinitivo, presente do subjuntivo
c) futuro do subjuntivo, presente do subjuntivo
d) infinitivo, pretérito imperfeito do subjuntivo
e) infinitivo, pretérito perfeito do subjuntivo