You are on page 1of 13

1

GESSO ACARTONADO

• Paredes internas
• Estrutura leve
• Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de
guias e montantes)
• Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas
• Superfície pronta para o acabamento final
• Sensível a intempéries (umidade)

COMPONENTES
o Chapa de gesso
o Perfis metálicos zincados
o Acessórios
Chapa de gesso: 3 tipos
o normal (padrão)
ƒ cartão de cor branco/marfim
ƒ miolo de gesso e aditivos, revestida em ambas as
faces com papel Kraft
o hidrófugas
ƒ cartão de cor verde
ƒ silicone é usado como aditivo ao gesso
ƒ papel Kraft com hidrofugante
o resistente ao fogo
ƒ cartão de cor rosa
ƒ gesso com fibra de vidro
2

Dimensões comerciais das placas de gesso acartonado:


(Fonte: Tanigutti e Barros, 1998)

3 Processo de fabricação
o Extração da gipsita (CaSO4.2H2O) da mina; Esmagamento e
peneiramento da gipsita (peneira de malha 2”)
o Queima para obtenção do hemi-hidrato (CaSO4.½H2O);
Moagem do hemi-hidrato e armazenamento em silos
o Pesagem do hemi-hidrato e adição dos aditivos (sulfato de
potássio, sulfato de sódio ou cloreto de sódio para acelerar
a pega; amido para aumentar a aderência papel – gesso;
3

fibra de vidro para aumentar resistência ao impacto; ou


vermiculita para aumentar a resistência ao fogo) em
quantidades que dependem do tipo de placa está sendo
fabricada.
o Mistura com água em misturador mecânico
o Espalhamento da pasta sobre folha de papel Kraft, seguido
de vibração para expulsão de bolhas de ar
o Outra folha de papel Kraft é disposta sobre a pasta
o Após endurecimento da pasta, as placas são cortadas e
transportadas para cura (túneis de secagem, com controle
de umidade e temperatura)
o Estoque
Perfis metálicos zincados
3 Nas guias: perfis R48 e R70 (largura nominal de 48 mm e 70
mm, respectivamente)
3 Nos montantes: M48-35 e M70-35 (largura nominal de 47
mm e 69 mm, respectivamente, e altura nominal de abas 35
mm)
Acessórios
3 Parafusos para fixação das chapas (pregos somente quando a
estrutura suporte for de madeira), especialmente para esse fim
3 Fita de papel reforçada aplicada nas juntas entre as
chapas e reforços de canto e massas para rejunte (gesso
+ aditivos), industrializada ou preparada no local
3 Cantoneira para acabamento e reforço das chapas nos
cantos de paredes e bordas cortadas
3 Lã de vidro para preenchimento do miolo (melhor
desempenho acústico)
3 Massa especial para revestimento (à base de gesso e aditivo)
4

Elementos de uma parede em gesso acartonado (Fonte: Revista Téchne 30)

Processo de fabricação de painéis de gesso acartonado (Fonte: Tanigutti e Barros, 1998)


5

PROJETO
o Planta baixa com designação da parede
o Elevação das divisórias com a localização das instalações
hidráulicas e elétricas
o Detalhes construtivos

Designação da parede
3 Espessura da parede (mm) 72/48/600
3 Espaçamento entre montantes (mm)
3 Largura da estrutura (montante mm)

Exemplo de designação: divisória Lafarge Gypsum (parede com placas


padrão (standard) com espessura de 12,5mm; montantes de 48 mm de
largura, espaçados a cada 60 cm; e lã de vidro no “miolo” da parede)
6

Detalhes construtivos

Juntas de movimentação
3 Objetivo: evitar fissuração em paredes de grandes dimensões
3 Para paredes simples: uma junta a cada 50 m2
3 Para paredes duplas: uma junta a cada 70 m2
3 A distancia máxima entre as juntas é de 15m (paredes
simples ou duplas)
Detalhes da impermeabilização em ambientes molháveis
Fixação de batentes
7

JUNTA SIMPLES
(dimensões em mm)

JUNTA PROTEGIDA, resistente ao fogo, isolada acusticamente

JUNTA FLEXÍVEL ou telescópica


8

EXECUÇÃO
o Ferramentas
o Procedimento executivo
o Revestimentos decorativos

Ferramentas
3 Estilete e serrote (corte e acabamento das chapas)
3 Tesoura (corte dos perfis)
3 Alavanca (posicionamento das placas de gesso)
3 Parafusadeira (fixação das chapas à estrutura metálica)
3 Espátula e desempenadeira metálica (tratamento das juntas
entre as chapas)
3 Nível, linha e prumo

Procedimento Executivo
Marcação e fixação das guias
o Marcar no piso e no teto a localização das guias e
pontos de referência
o Fixação a cada 60 cm, com parafuso e bucha ou pino de
aço com pistola
o Em situações especiais há a necessidade de colagem
(consultar o fabricante)
Fixação dos montantes
o Montantes com 5 mm de folga para o pé-direito
o Fixar o montante de partida na parede lateral e na guia
9

o Os demais: fixar verticalmente no interior das guias, a


cada 40 ou 60 cm
Fixação das chapas de gesso
o Folga de 1 cm da altura do pé-direito
o Deve possuir aberturas para caixas elétricas e outras
instalações
o Fixar as chapas de encontro aos montantes encostadas
no teto e com a folga para o chão
o Espaçamento de 30 cm entre parafusos e >1cm da
borda
o Após a fixação das chapas em uma face da parede
executar as instalações elétricas e hidráulicas (com teste
de estanqueidade)
o Colocação da lã quando especificado
o Fechamento da outra face
Tratamento das juntas
o Aplicação de massa de rejuntamento entre as chapas
o Colocação de uma fita de papel reforçada sobre o eixo
da junta
o Impregnar com massa e apertar firmemente
o A massa tem que facear a superfície
o Após secagem, fazer acabamento com fina camada de
massa e desempenadeira metálica
Fixação de marcos de portas
o Sobre o montante da parede
o No caso do topo a guia deve ter abas de 90º e 20 cm de
altura
10

o Montantes intermediários entre o marco e a guia


superior para fixação das placas de gesso
o As ombreiras devem ter pelo menos 3 pontos de fixação
de cada lado nos montantes de forma alternada (não
linear)
Paredes em ambientes molháveis
o Placas hidrófugas
o Impermeabilização no encontro com o piso
o Revestimento com azulejo ou pintura impermeável

Reforços internos
o Utilizados para receber cargas nas paredes (bancadas)
que ultrapasse o limite do fabricante
o Utiliza-se placas de aço ou madeira fixada nos
montantes

Revestimentos Decorativos
3 Acabamento direto sobre o gesso
3 No caso de revestimento cerâmico, utilizar argamassa colante
especial
3 Texturas podem ser aplicadas diretamente
3 No caso de pintura lisa, a tinta não deve ser diluída
11

Colocação das guias: (Fonte: Téchne 30)

Colocação dos montantes: Esqueleto montado:

(Fonte: Téchne 30)

Colocação das placas: (Fonte: Téchne 30)


12

Fixação das placas: (Fonte: Téchne 30)


13

VANTAGENS
o Velocidade de execução (alta produtividade)
o Fácil manuseio (transporte, carga, descarga) e montagem
(mão-de-obra não especializada)
o Pode ser desmontada
o Leveza (25 kg/m2; alvenaria = 200 kg/m2)
o Reduz em até 15% o custo de fundação e estrutura
o Bom desempenho acústico e térmico
o Resistente ao fogo
o Elimina improvisações
o Ganho de área útil
o Possibilita embutimento de instalações
o Baixo desperdício
o Garantia dos fabricantes
o Superfície pré-acabada, facilita aplicação do revestimento final
o Possibilita revestimento de pequena espessura

DESVANTAGENS
o Custo
o Cargas pontuais elevadas devem ser previstas com
antecedência (> 35 kg)
o Base perfeitamente nivelada (para evitar fissuras nas placas)
o Preconceito (construtor e consumidor)
o Restrições a elevadas umidades
o Baixo número de fornecedores