You are on page 1of 20

PUB

Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • •1

PUB
1007
25 abril 2019
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Gonçalo, Almendra e Massueime


com grande potencial de lítio
Governo vai lançar, em maio, um concurso público para a emissão de licenças de prospeção, pesquisa e exploração de lítio. Três zonas no distrito da Guarda entre as onze
identificadas com potencial de extração pela Direção-Geral de Energia e Geologia Pág.4

Unhais da Serra
Artesão talha
Chaves Monteiro escolhe Sérgio Costa para “braço-direito”
“tasgas” e Presidente
em exercício
colheres em da Câmara da
madeira Guarda escolheu
José Galvão trabalha a madeira à para seu vice o
mão, criando peças tradicionais até agora número
para o gado e utensílios de cozinha.
três do executivo
Usando navalhas e instrumentos
manuais, o artesão de Unhais da municipal. Uma
Serra fabrica colheres de pau, “tas- ascensão natural
gas”, e badalos para os chocalhos e que Chaves
dos animais, dando origem a peças Monteiro justificou
utilitárias únicas _____________ 11 pelo «trabalho
inquestionável»
e a «colaboração
25 de Abril
profícua» de
Roteiro pelas Sérgio Costa
comemorações do nestes seis anos.
Dia da Liberdade O “novo” executivo
A celebração do 45º aniversário guardense vai ter
da Revolução dos Cravos inclui quatro vereadores
diversas atividades culturais, a tempo inteiro,
desportivas e sessões solenes dis- mais um do que
tribuídas pelos vários municípios até agora Pág.5
da região ______________________ 8

PUB

Habitação

Mêda é o concelho mais barato


do país para comprar casa
No município medense bastam 12 anos para saldar a dívida resultante de um em-
préstimo à habitação de uma casa com 120 metros quadrados. Vila Nova de Foz Côa
é o segundo concelho mais barato do distrito e Figueira de Castelo Rodrigo o terceiro,
de com estudo realizado pelo site Comparajá.pt___________________________________ 6
PUB
Parque Industrial do Tortosendo,
Insufláveis 6200-865 Covilhã
Equipamentos de diversão
geral@izifun.pt | 926 060 731
Animação de rua
www.facebook.com/izifun
Decoração de eventos
Aluguer de Meios Especialistas em espaços temáticos
2• • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara
José António Pinho
IPG
A parceria com um dos mais valorizados «Hoje não há Preso político da PIDE durante o regime do
Estado Novo e autor do livro “A Estátua”,
obra sobre a tortura da polícia política

causas, há
centros de investigação do país abre uma Naturalidade: Melo (Gouveia)
porta importantíssima ao Instituto Politéc-
Idade: 80 anos
nico da Guarda: a da credibilização do seu
trabalho e contributos pelo desenvolvimento Profissão: Empresário
da região. Os desafios são enormes para Currículo: Foi candidato do MDP-CDE à

interesses»
uma academia cuja investigação tem tido Assembleia da República pelo círculo de
até agora pouco impacto na comunidade e Castelo Branco nas “pseudoeleições” de
empresas do distrito. 1969; militante do PCP entre 1958 e 1982;
Presidente e dirigente do Grupo Campos
Melo, Clube Nacional de Montanhismo,
P - Esteve preso durante o Estado Clube Desportivo da Covilhã e Sporting
Novo por oposição ao Governo de Sa- Clube da Covilhã; Membro da direção da
lazar. Quais os motivos que levaram Rádio Clube da Covilhã e empresário na área
à sua detenção? dos combustíveis na Covilhã. Atualmente
R - Despertei para a luta antifas- possui o restaurante “Repleto de Magia”,
Sérgio Costa cista em 1958, com a vinda do General na mesma cidade.
Humberto Delgado à Covilhã. A partir Filme preferido: “Doutor Jivago”, de David
O vereador com os pelouros das obras,
daí comecei a compreender realmente a Lean
urbanismo, saneamento e ambiente ascen-
importância da luta pela liberdade e por Livro preferido: “A Lã e a Neve”, de Ferreira
deu a vice-presidente da Câmara da Guarda.
melhores condições de trabalho e de de Castro
A escolha não é uma surpresa – ou talvez
vida, o que me fez concretizar ações
seja, dado o relacionamento conturbado Hobbies: Cultivar a horta e dançar
contrárias ao regime. Associei-
nos últimos meses com Chaves Monteiro. O
me ao Partido Comunista Por-
presidente em exercício promoveu-o agora
tuguês e comecei a reunir-me Foi fantástico o facto de as pessoas
a vice num gesto que pode ser entendido
com outros que defendiam as terem finalmente o direito de se
como sinal de unidade no executivo. Mas
mesmas causas. Defendíamos organizarem, formarem partidos
será mesmo assim?
o direito à greve, a comemo- e lutarem pelos seus direitos, e
ração de feriados como o 5 via-se um grande interesse em
de Outubro e o 1º de Maio, ser um cidadão ativo nesse
distribuíamos panfletos sentido. A mudança mais
informativos da chamada visível foi nas pessoas. To-
“imprensa clandestina”, das estavam fartas de estar
etc… Devido a isso come- caladas, e todas queriam

Sonae cei a estar sob a vigilância


da PIDE e estive preso di-
ter uma participação ativa
em associações e na vida
O grupo empresarial volta a apostar na versas vezes. A primeira foi política, pois finalmente po-
região do interior com o novo investimento em 1959, tinha 18 anos. Fiquei diam expressar os seus ideais.
de 5 milhões junto à zona industrial do Ca- encarcerado 13 meses, tendo passado As primeiras eleições tiveram uma
nhoso, na Covilhã. O empreendimento irá pelos calabouços de Coimbra e pelos enorme afluência. Depois foram
criar uma nova loja “Continente Bom Dia” fortes de Peniche e Caxias. Depois fui acontecendo mais mudanças.
com cerca de 2100 metros quadrados, que preso já quando era militar, em 1963, Acabou a guerra colonial e a vida
deverá criar cerca de 50 postos de trabalho, o que levou a que passasse um ano na foi-se restabelecendo lentamente.
numa primeira fase. Companhia Disciplinar, em Penamacor, Abriram-se escolas, criou-se o Siste-
e quatro meses no Forte de Elvas. Em ma Nacional de Saúde, enfim, foi-se
1967 fui novamente preso pela ativida- construindo a evolução.
de de divulgação de informação ilícita,
na imprensa clandestina, e estive nos P - Tendo vivido uma época
calabouços da PIDE na Guarda. de repressão, qual a sua opinião
relativamente à liberdade atual?
P - Quais as maiores adversida- O que pensa acerca da democra-
des que enfrentou durante o tempo cia que vivemos e da forma como
em que esteve preso? usamos a liberdade que temos
R - A tortura, sem dúvida. A PIDE para nos expressar?
Petição pelo Interior era uma polícia enformada por políticas
fascistas. Era uma força repressiva mui-
R - É muito difícil fazer compa-
rações objectivas, pois os tempos
Está a decorrer, na internet, uma to bem organizada. Dentro da prisão são muito diferentes. A vida hoje
petição pública que tem como objectivo éramos fortemente torturados para que é muito melhor, e talvez por isso
contrariar a perda de deputados que déssemos informações acerca de outros grande parte da população esteja
representam distritos do interior e zonas que lutavam pela liberdade. Havia uma acomodada. Os jovens, que não vive-
de baixa densidade na Assembleia da Re- forte pressão psicológica e física para ram a repressão, não sabem o valor da
pública. Pretende-se recolher assinaturas nos levar a falar sobre o queriam. No prisões. Naquela altura não existia nada liberdade. Têm de compreender a im-
suficientes para que seja alterada a lei e meu caso, sofri muito com a tortura da disso. Estar preso pela PIDE era estar- portância de participar ativamente na
se passe a considerar a área representada, estátua, que consiste na privação do mos completamente à mercê do nosso vida em sociedade. Parece-me que hoje
ao invés de apenas o número de eleitores sono. Estive quase sete dias sem dormir, destino, com uma forte possibilidade existe um desinteresse generalizado. As
de uma região. Apesar de se encontrar a apenas com descansos momentâneos de podermos vir a ser mortos pelos pessoas entusiasmam-se rapidamente,
votos há mais de 4 semanas, a petição que eram constantemente interrom- agentes. Tinha muito medo. mas apenas com coisas triviais e deixam
conta apenas com 291 assinaturas, das pidos. Queriam que eu denunciasse o que os outros decidam as suas vidas, ao
4000 necessárias para ser apreciada pela meu colaborador, alguém que comigo P - Como viveu o 25 de Abril? invés de lutarem por elas. Além disso,
Assembleia da República, numa eviden- defendia as causas da liberdade, mas Quais as mudanças mais imediatas a corrupção é generalizada, há muito
te falta de interesse dos cidadãos pelo nunca o fiz. Estar preso naquelas cir- que sentiu? compadrio. Hoje não há causas, há in-
assunto. cunstâncias era terrível. Hoje existem R - O mais imediato foi o destituir teresses. Tenho esperança que um dia
advogados e procedimentos legais da Câmara Municipal, logo no dia as pessoas mudem de ideias e passem
que protegem os direitos dos reclusos. seguinte à revolução. Finalmente era a exigir aos políticos eleitos que façam
Podem fazer-se telefonemas, existem possível ter autarcas escolhidos pelo aquilo que é a sua função: servir o povo
espaços de recreio e de lazer dentro das povo e não nomeados pelo Governo. e não servir-se do povo.
repetição Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

45 Anos de Abril
A Revolução dos Cravos foi há 45 anos! E, na semana
em que se celebra o dia da Liberdade, parece que as pessoas
nem se dão conta e já esqueceram (ou não sabem) que, há
45 anos, vivíamos num regime opressor, sem liberdade,
sem liberdade de expressão, com presos políticos, com
tortura, censura, isolamento internacional e em guerra – a
guerra colonial (que de resto foi o âmago da contestação
e precursora da revolução). 45 anos depois o 25 de Abril
tem de ser recordado; 45 anos depois o 25 de Abril tem de
ser celebrado!
Podemos olhar para a mesma data e concluir o contrário
do atrás exposto (e igualmente relevante e memorável): a
Democracia consolidou-se e a Liberdade é um valor de tal
forma impregnado na sociedade que, 45 anos depois da
Revolução, nem nos damos conta de que “Abril se cumpriu”.
Hoje, afortunadamente, a sociedade portuguesa é ine-
xoravelmente diferente e assumiu os valores, as conquistas
e os pressupostos que a metamorfose revolucionária defen-
deu: uma sociedade moderna, cosmopolita, universalista
e democrática – seria impensável vivermos num regime
diferente. E sendo certo que todos os dias ouvimos pessoas
lamentarem-se porque houve metas que não foram alcan-
çadas; ou ouvimos tantas vezes os desiludidos de abril; e
ouvimos muitos clamarem que “o 25 de Abril não foi feito
para isto”… Mas foi. Foi feito para podermos ter opinião
diversa (até para criticarmos a Revolução ou o que ela sig-
nificou ou o que dela resultou), para podermos falar sem
receios, para defender a nossa opinião sem medo, para
criticarmos e levantarmos a voz contra as injustiças, para
clamar contra a soberba dos poderes… 45 anos depois, a

Greves do século XXI


opinião liberdade de expressão é uma realidade, mesmo quando
António Ferreira há momentos em que o poder e os interesses instalados
antonio.ferreira.adv@netvisao.pt querem calar os que falamos e escrevemos contra a par-
Estava em Lisboa quando começou a greve O mesmo aqui: se as entidades patronais não tidocracia, o amiguismo ou a corrupção (a maior chaga
dos motoristas de matérias perigosas. Ao segundo cedessem, pagávamos todos, muito mais do que as da Democracia).
dia era já evidente que se a greve durasse mais do empresas empregadoras dos motoristas (o negócio Recordar o 25 de Abril é homenagear todos os que fize-
que três dias seria o caos. A rutura do sistema de que deixariam de fazer agora iriam fazê-lo depois, mais ram a Revolução e é também recordar todos os que deram a
abastecimento de combustíveis, medicamentos e tarde ou mais cedo, tanta é a necessidade do mercado). vida pela liberdade, os que lutaram pela mudança e os que
comida iria tornar-se insuportável muito depressa e Mas ao segundo dia, pareceu-me evidente e sig- construíram a Democracia (é não deixar esquecer que «Mes-
o regresso à normalidade, mesmo com um final rá- nificativo um pormenor. Sabíamos o que queriam os mo na noite mais triste/em tempo de servidão/há sempre
pido da greve, seria tão lento que os prejuízos graves motoristas, do reconhecimento da profissão como de alguém que resiste/há sempre alguém que diz não» - Trova
seriam inevitáveis. desgaste rápido à criação de uma categoria profissional do Vento que Passa, de Manuel Alegre). Comemorar Abril é
Dizia-se, com uma pertinência aparente, que específica e a reivindicações salariais. Não sabíamos recordar os militares que nessa madrugada se sublevaram
os motoristas tinham posto o seu interesse egoísta era a posição da associação patronal. Soube-se depois, e tombaram um regime caduco e podre, mas é também
à frente dos interesses do país. Era tempo de Pás- indiretamente, que tinham por política não negociar sob prestar homenagem a todos os protagonistas da história
coa, havia milhares e milhares de turistas a querer a pressão da greve. Primeiro, reiniciava-se a atividade e dos 45 anos de um Portugal diferente. De Salgueiro Maia a
gastar o seu dinheiro em Portugal e a greve punha depois, talvez, haveria negociações. Uma posição muito Otelo, das Forças Armadas a Spínola. Mas também Ramalho
tudo em causa, da nossa recuperação económica radical de quem tinha nas mãos o pré-aviso de greve Eanes, Álvaro Cunhal, Freitas do Amaral e Amaro da Costa, Sá
ao bem-estar de milhões de portugueses. Já depois desde os primeiros dias de abril e nada tinha feito Carneiro, Lurdes Pintassilgo e tantos outros que em algum
de tudo regressar à normalidade ainda houve quem entretanto para atingir um consenso. momento da história contemporânea portuguesa tiveram a
os criticasse por terem escondido que ganham bem Depois verifiquei os factos e falei com quem responsabilidade de contribuir para as pequenas e grandes
mais de mil euros por mês, muito acima do salário trabalha no ramo. É falso que os motoristas ganhem mudanças que o país viveu. E os heróis anónimos, os muitos
médio, ou por não terem iniciado negociações antes 1.400,00 euros por mês. O salário de base são 630,00 portugueses que em Abril saíram à rua, que aplaudiram os
de pararem as viaturas. euros e apenas chega àqueles números quem faça militares e animaram a mudança. E acima de todos, o que
Antes de mais, tenho a dizer que me irritam transportes de ou para o estrangeiro, o que não é o viria a ser a maior figura destes 45 anos: Mário Soares, que,
especialmente as greves em que o prejudicado é um caso deles; necessitam de uma acreditação especial muito para além das apreciações pessoais, foi a figura maior
terceiro à relação entre as partes – associações patro- para o transporte de matérias perigosas, que caduca da concretização da utopia do 25 de Abril - a Democracia, a
nais (ou Estado) e sindicatos. É como se os sindicatos quando fazem 60 anos; transportar matérias perigo- liberdade, a integração de Portugal na Comunidade Europeia,
dissessem “ou me dais um aumento, ou faço mal àquele sas é uma atividade muito arriscada. Em suma, tinham o Portugal moderno…
tipo”, e “o tipo” somos todos nós, simples utilizado- razão e, se não tivessem feito greve, nunca ninguém PS: Há cinco anos, pelas comemorações dos 40
res, usados como escudos humanos por grupos que a reconheceria. Tinham razão e foram eficazes na sua anos do 25 de Abril, oferecemos um cravo com a compra
seguem uma lógica quase terrorista. Quase. luta. Outros aprenderão com eles. do jornal O INTERIOR. Hoje voltamos a homenagear A
Revolução dos Cravos  (nomeadamente os militares de
PUB Abril) oferecendo um cravo aos primeiros leitores que
adquirirem o jornal nos quiosques da Guarda (pedimos
desculpa por não estendermos essa oferta aos nossos
assinantes, clientes comerciais ou a quem compra o jornal
nas grandes superfícies, pois os custos e as dificuldades
de logística não o permitem).
4• • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

Distrito da Transportes
BE quer redução nos passes
para movimentos entre
Guarda com três comunidades intermunicipais
O Bloco de Esquerda de- pertencentes às diferentes CIM

zonas de grande
fende uma redução nos passes a possibilidade de usufruírem
dos transportes públicos para da redução do valor mensal
as pessoas que se movimentam dos passes. «As deslocações
entre as comunidades da Beira casa-trabalho e casa-escola

potencial de lítio
Baixa e das Beiras e Serra da são muito frequentes, por isso
Estrela. também consideradas desloca-
Em comunicado envia- ções pendulares, que ocorrem
do às redações, a Comissão normalmente com frequência
DR
Coordenadora Distrital de diária ou semanal», sustentam.
Castelo Branco do Bloco de O BE realça que o custo de
Esquerda realça os movimen- se viver no interior “é muito
tos pendulares de pessoas elevado”, principalmente tendo
que, por motivos profissionais em conta os custos das deslo-
ou formativos, se deslocam cações. «Com a situação pre-
entre os diversos concelhos sente, muitas das deslocações
pertencentes a comunidades no interior são realizadas em
intermunicipais (CIM) diferen- viaturas individuais, pois, além
tes. «Muitas pessoas moram na de caros, os transportes públi-
área geográfica de uma CIM e cos oferecem um serviço mui-
trabalham ou estudam noutra, to deficiente, não abrangem
e precisam de fazer viagens todo o território e têm poucas
diárias ou semanais entre as opções de horário. A redução
cidades. Que medidas está a do custo destas viagens serve
CIM (Beiras e Serra da Estrela dois objetivos básicos, de cariz
ou Beira Baixa) a estudar para social e ecológico», concluem
Investimento previsto na prospeção em Gonçalo ronda os 685 mil euros que estas pessoas também os bloquistas.
Luis Martins serem atribuídos, poderão repre- sas intervenções feitas», de modo possam beneficiar da redução A CIMBSE, com sede na
sentar um investimento superior a não deixar «feridas ambientais», do valor mensal dos passes de Guarda, é constituída pelos
a 3,5 milhões de euros. Por cá, a e terá também que garantir con- transportes públicos», ques- municípios de Almeida, Celori-
Governo vai lançar, australiana Fortescue, o quarto trapartidas para as autarquias lo- tionam. co da Beira, Figueira de Castelo
em maio, um concurso maior produtor mundial de mi- cais. Recorde-se que a associação O BE quer ainda saber se Rodrigo, Fornos de Algodres,
público para a nério de ferro, já apresentou meia ambientalista ZERO tem vindo a as comunidades intermunici- Guarda, Gouveia, Manteigas,
emissão de licenças de dúzia de pedidos de prospeção. criticar a falta de avaliação dos pais da Beira Baixa (CIMBB) Mêda, Pinhel, Seia, Sabugal,
prospeção, pesquisa Ouvido recentemente na impactos ambientais do alarga- e Beiras e Serra da Estrela Trancoso, Belmonte, Covilhã e
e exploração de lítio. Comissão de Economia, Inovação mento da exploração de lítio em (CIMBSE) já iniciaram con- Fundão. Já a CIMBB abrange os
As áreas de Gonçalo, e Obras Públicas do Parlamento, o Portugal, considerando que se versações no sentido de con- municípios de Castelo Branco,
Almendra e Massueime ministro do Ambiente, Matos Fer- trata de «um desrespeito pelas certarem uma estratégia que Idanha-a-Nova, Oleiros, Pena-
são três das onze nandes, adiantou que o concurso populações», pois «qualquer permita às pessoas que se macor, Proença-a-Nova e Vila
identificadas com vai abranger pelo menos oito concurso que venha a ser lançado movimentam entre concelhos Velha de Ródão.
DR
potencial de extração áreas nas quais foi identificado terá de ser baseado na legislação
pela Direção-Geral de potencial de extração. Chegou a de 1990» que considera ser «in-
Energia e Geologia. ser dado como certo que o con- compreensivelmente obsoleta
curso ia abranger 12 zonas do e não acompanha as exigências
O concurso para a emissão de país, mas, segundo o governante, ambientais mais recentes». Ainda
licenças de prospeção e pesquisa houve três que foram chumba- assim, a associação reconhece
de lítio deverá ser lançado em das em definitivo por causa da que se trata de um recurso min-
maio pelo Governo. O objetivo é proteção de recursos e da biodi- eral «fundamental», utilizado em
selecionar a empresa que vai gerir versidade. Uma outra estará «em baterias de alta capacidade, para
a exploração deste minério em dúvida», adiantou o ministro aos «a transição para uma sociedade
Portugal. O distrito da Guarda tem deputados. O governante garantiu de baixo carbono baseada numa
três zonas de grande potencial já também que quando houver con- mobilidade que se quer cada vez
identificadas pela Direção-Geral trato de concessão, «a licença só mais elétrica».
de Energia e Geologia (DGEG). será atribuída a quem construir De acordo com a Reuters, um
Trata-se de uma área próx- uma refinaria em Portugal, ou a relatório do Governo de março de
ima de Gonçalo (Guarda), que quem se associe a uma refinaria 2017 avançava com um valor de
tem cinco pedidos de pesquisa que já exista. A maior parte do investimento inerente às áreas
e um investimento previsto de valor acrescentado da cadeia então identificadas da ordem dos
685 mil euros; de uma zona em tem de ficar em Portugal. Não 3.254 milhões de euros apenas Belmonte
Almendra (Vila Nova de Foz queremos promover um projeto para os 23 pedidos que existiam
Côa), para onde há sete pedidos para que o lítio seja exportado então, tendo estes aumentado Distinções honoríficas marcam Festas
de prospeção e um investimento em bruto». para cerca de 40. Ou seja, o in- do Concelho
previsto de 419 mil euros; e de Confrontado com os receios vestimento poderá ser muito Já são conhecidas as or- vid Augusto Canelo e ainda
outra no lugar identificado por de populações e ambientalistas, superior. Segundo o mesmo docu- ganizações e personalidades Vicente de Paula de Campos
Massueime, que tem apenas Matos Fernandes acrescentou mento, Portugal, que se situou que serão distinguidas no Reis. As distinções ocorrerão
um pedido de pesquisa e um que «a lei tem sido cumprida» e no top 6 dos maiores produtores âmbito das festividades do na Câmara Municipal, inte-
investimento estimado de 60 mil que «qualquer exploração não de lítio do mundo em 2017 com munícipio de Belmonte. No gradas numa sessão solene,
euros. Ao todo, a DGEG identificou avança sem haver antes a aval- 400 toneladas anuais exclusiva- dia 26 de abril a câmara mu- com início pelas 10h30, que
onze zonas identificadas com iação de impacto ambiental». mente para a indústria cerâmica, nicipal irá honrar o Centro irá, também, atribuir o Pré-
ocorrência de mineralizações de Nesse sentido, o titular da pasta recentemente fez novas desco- Cultural Desportivo e Recre- mio Pedro Álvares Cabral aos
lítio, concentradas sobretudo no do Ambiente acrescentou que bertas de reservas, das maiores ativo do Colmeal da Torre, a melhores alunos do concelho
centro e norte do país. No total, o plano de trabalho das futuras da Europa Ocidental, que estão empresa automóvel Carina e distinguir os melhores fun-
estas áreas geraram 31 pedidos explorações «tem que incluir a a atrair “players” globais para o & Gonçalves Lda, o autor Da- cionários do município.
para prospeção e pesquisa que, a recuperação ambiental das diver- leilão a realizar em maio.
Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • •5

Sérgio Costa é o
Covilhã
Sonae investe
5 milhões em

«braço-direito» de
supermercado no
Canhoso DR

A Câmara da Covilhã anun-


Chaves Monteiro
Luis Martins
LM

ciou que o grupo Sonae vai con-


cretizar um novo investimento
no Canhoso. Presidente em
Os cinco milhões de eu- exercício da Câmara
ros alocados destinam-se à da Guarda escolheu
construção de uma nova su- para seu vice o até
perfície comercial junto à zona então número três do
industrial da localidade, além executivo municipal.
de incorporarem a concessão de Uma ascensão
uma nova loja “Continente Bom natural e que Chaves
Dia”, que terá uma área total Monteiro justificou
de 2.100 metros quadrados. O pelo «trabalho
investimento abrange o espaço inquestionável»
destinado a comércio e serviços, e a «colaboração
assim como obras de urbani- profícua» de Sérgio
zação e equipamentos. O novo Costa nestes seis anos.
supermercado terá ainda cafeta-
ria e parafarmácia e vai garantir Sérgio Costa é o novo vice-
cerca de 50 postos de trabalho presidente da Câmara da Guar-
na fase inicial. De acordo com da. A nomeação do até então
“Novo” executivo guardense vai ter quatro vereadores a tempo inteiro, mais um que até agora
a autarquia, está previsto que número três do executivo muni-
a obra, que já se encontra em cipal foi apresentada na reunião O presidente afirmou que esta a uma questão de «eficiência e so de atração de investimento
execução, «fique concluída num da última segunda-feira por Car- mudança justifica-se, «nome- eficácia da ação» do executivo. e da melhoria da qualidade de
prazo máximo de seis meses, los Chaves Monteiro. «É um bom adamente», com coordenação «A estabilidade e manuten- vida dos cidadãos» e assim vai
embora os investidores apon- braço-direito para o presidente, da candidatura da Guarda a ção dos pelouros é fundamen- continuar. «Este projeto assen-
tem para a forte possibilidade também pela colaboração profí- Capital Europeia da Cultura em tal e faz todo o sentido. Tanto ta na verdade, na coesão, na
da intervenção ficar concluída cua que temos tidos nestes seis 2027. «É uma grande aventura mais que estes vereadores têm estabilidade, na confiança e no
ainda durante o verão». anos», justificou o sucessor de que obriga o vereador a estar feito um trabalho brilhante», querer fazer mais pela Guarda»,
Vítor Pereira, presidente da Álvaro Amaro, que suspendeu mais presente porque envolve declarou o autarca. De Cecília acrescentou. Os dois eleitos do
Câmara da Covilhã, congratulou- funções para ser candidato às projetos nacionais e de dimen- Amaro Chaves Monteiro espera PS abstiveram-se relativamente
se com este «importante e estra- europeias pelo PSD. são transfronteiriça», disse o que venha dar «maior impulso às alterações propostas pela
tégico investimento de um dos Chaves Monteiro acrescen- autarca em exercício. Já sobre a a áreas que precisam de ser maioria por considerarem que
maiores grupos empresariais tou que Sérgio Costa tem sido passagem a quatro vereadores desenvolvidas». O presidente resultam «mais dos equilíbrios
do país». Para o autarca, «esta um vereador que «tem assumido a tempo inteiro – atualmente do município acrescentou que políticos do PSD do que dos
é a prova que a Covilhã está no um trabalho inquestionável» e eram três –, Chaves Monteiro o executivo esteve até agora interesses da Guarda».
radar dos grandes investidores domina «muito bem as áreas explicou que esta opção se deve «unido na ação e no compromis- Eduardo Brito sustentou
nacionais e internacionais», dis- que estão sob a sua alçada». que não é necessário «sacrificar
se, garantindo que, a breve tre-
cho, «outros projetos de grande
Nesta sessão, o edil apresentou
também ao executivo o des-
PS diz que sessão solene do 25 de o orçamento da Câmara com
tantos vereadores a tempo in-
envergadura serão anunciados pacho com a redistribuição de
funções inerente à suspensão
Abril é «uma anormalidade» teiro», sublinhando que o início
de funções de Carlos Chaves
na Covilhã».
de Álvaro Amaro, sendo que na presidência começa «sob o
Os vereadores socialistas garantiram na segunda-feira «lealdade
Cecília Amaro, até agora adjunta signo de gastar, o que não é
no debate político» ao novo presidente do município e «firmeza na
da presidência e número seis bom sinal». O vereador disse
Aventura luta pela defesa dos interesses dos guardenses».
da lista social-democrata nas não ter «dúvida nenhuma»
Na primeira reunião de Câmara de Chaves Monteiro enquan-
Escape Livre ruma autárquicas de 2017, passa a
to presidente em exercício, Eduardo Brito desejou os «maiores
que o executivo funcionaria
ao deserto com a ser vereadora a tempo inteiro
com os pelouros do apoio ao
sucessos» ao novo edil guardense e prometeu fazer um balanço
«muito bem» como estava e
que «a qualidade dos recursos
Mercedes investimento, empreendedo-
«exaustivo» da governação de Álvaro Amaro e «dos seus encargos»
depois de 26 de maio. O autarca agradeceu as palavras dos socia-
humanos» do município «dis-
É já nesta quinta-feira que rismo, serviço de informática, pensaria esta sobrecarga dos
listas e acrescentou que «quanto melhor for a oposição, melhor
22 equipas partem para a ter- modernização administrativa, políticos». O socialista afirmou
será a governação». No período de antes da ordem do dia, Eduardo
ceira edição do Off Road Brid- desenvolvimento estratégico ainda que esta mudança sig-
Brito criticou a comemoração «limitadíssima» do 25 de Abril na
gestone/ First Stop Marrocos. O e apoio ao investimento, bem nifica também que «acabou o
Guarda, onde a sessão solene da Assembleia Municipal (AM) terá
passeio decorre até 5 de maio como a qualidade. Estas áreas tempo de uma só voz na au-
apenas intervenções dos presidentes da Câmara e daquele órgão.
pelo reino marroquino e foi apre- eram tuteladas pelo presidente tarquia, o que não é mau para
«É uma anormalidade e uma péssima forma de assinalar o Dia da
sentado pelo Clube Escape Livre com mandato suspenso. Os res- a Guarda». Na resposta, Carlos
Liberdade», disse o vereador, que defendeu a possibilidade de cada
nas instalações da Finiclasse. tantes vereadores mantêm os Chaves Monteiro afirmou que
partido representado na AM também poder falar.
O concessionário Mercedes- seus pelouros. «não há que gerir equilíbrios
Chaves Monteiro desvalorizou a questão, dizendo que a sessão
Benz na Guarda preparou um Outra das novidades, apro- porque se não os houvesse
contará com as intervenções da neta de Carolina Beatriz Ângelo,
Classe X para enfrentar os cerca vada por maioria, é que Victor nestes seis anos não teria sido
Maria João Fagundes, e da historiadora Maria Antonieta Garcia. «A
de cinco mil quilómetros desta Amaral, vereador da Cultura possível projetar a Guarda». E
democracia não está em causa porque esta é uma forma legítima
viagem. Entre os desafios estão e Turismo, vai passar a tempo acusou o PS de tentar «minar»
de comemorar o 25 de Abril». O executivo aprovou, também por
as passagens nos áridos deser- inteiro no final deste ano letivo uma governação que «é sólida e
maioria, com a abstenção do PS, a adjudicação da gestão do café-
tos, os trilhos serpenteantes e – é docente no IPG e está atual- tem sabido gerir os consensos
concerto do TMG a um privado. Trata-se de Paulo Fernandes, o único
estreitos do Médio e Alto Atlas, mente a meio tempo. Ou seja, no necessários para gerir o mu-
interessado a concorrer, que vai pagar uma renda anual de 7.200
a três mil metros de altitude, e as Verão, o executivo liderado por nicípio»: «Estamos blindados
euros, mais IVA. A concessão será por dois anos. «O espaço conti-
gargantas empedradas dos rios Chaves Monteiro terá quatro para este tipo de argumentos»,
nuará aberto às associações e à cultura», garantiu Chaves Monteiro.
Dadés e Todra. vereadores a tempo interior. garantiu o presidente.
6• • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

Mêda é o concelho
S mais barato do país
Sociedade para comprar casa AR
No munícipio de
Mêda bastam 12
anos para saldar a
dívida resultante
TMG de um empréstimo
Conversas de Café à habitação de uma
casa com 120 metros
debatem Diáspora quadrados. Vila Nova
na próxima sexta- de Foz Côa é o segundo
município mais barato
feira do distrito e Figueira
A próxima edição do de Castelo Rodrigo o
evento Conversas de Café, terceiro.
que decorrerá no Café Con-
certo do TMG, irá abordar o O número de anos ne-
tema “A Diáspora: património cessários para pagar uma casa
de emigração na região da varia consoante o município
Guarda”. A tertúlia conta com escolhido para a compra. De
a presença dos oradores João acordo com o estudo realizado
Heitor e Andredina Cardoso, pelo site Comparajá.pt, que
que irão dissertar sobre este analisou os custos associados à
tema na próxima sexta-feira, compra de casa nos municípios
a partir das 21h30 . do distrito da Guarda, Mêda é o
Este é o último ciclo da concelho mais acessível, com um Mêda é o concelho mais acessível do distrito, com um preço médio de 391 euros por metro quadrado
iniciativa, que se segundo a preço médio de 391 euros por m2, exigindo quase 33 anos para Esta plataforma, que com- a todas as regiões no primeiro
autarquia pretende «promo- metro quadrado. pagar o empréstimo. para índices de preços das trimestre do ano, à exceção
ver a participação e o envol- O estudo compara dados José Figueiredo, CEO do site diferentes regiões, distritos e da região Centro e da Região
vimento da comunidade na relativos ao preço, taxa de es- Comparajá.pt, salienta, em co- cidades, informa que apesar Autónoma dos Açores, que apre-
discussão pública e reflexão forço do casal (33 por cento) municado, que «face aos dados da subida de 42 por cento do sentam uma descida de 4,7 e 5,7
dos temas que integram o e número total de anos para recolhidos, pode-se afirmar que preço por metro quadrado, por cento, respetivamente.
conteúdo da estratégia e pagar o crédito à habitação pelas assimetrias que se fazem relativamente ao ano passado, A Área Metropolitana de
proposta de programa da de uma casa com 120 metros sentir atualmente em várias a cidade da Guarda é também Lisboa é a região mais cara
Candidatura da Guarda a quadrados. Nesta classificação regiões do país, neste momento a capital de distrito onde o para comprar casa, seguida
Capital Europeia da cultura Vila Nova de Foz Côa é o segundo optar por viver e trabalhar custo para adquirir um imóvel do Algarve, onde os preços da
2027». município mais acessível, com um num município contíguo pode é menor. Este estudo salienta habitação rondam os 2.072
preço médio de 462 euros por significar menos vários anos de ainda Castelo Branco e Vila Real, por metro quadrado e a Região
Gouveia metro quadrado, que se traduz trabalho para adquirir uma hab- na lista de capitais de distrito Autónoma da Madeira, com um
em 11 anos necessários para itação de maiores dimensões». mais económicas. custo médio de 1493 euros por
GNR detém dois concluir o pagamento do emprés- Comparativamente, Lisboa metro quadrado. De um modo
homens por timo. Figueira de Castelo Rodrigo Guarda é a capital de é a cidade onde é mais caro geral, o preço dos imóveis em
ocupa a terceira posição, com distrito mais acessível comprar casa, com um preço Portugal «voltou a subir 3,3 por
posse de armas um preço médio de 421 euros para adquirir casa médio de 4.263 euros por metro cento nos primeiros três meses
proibidas por metro quadrado. Seguem-se quadrado. «O segundo e terceiro do ano, face ao último trimestre
A GNR deteve dois ho- os concelhos de Trancoso (489 Relativamente à diferença no lugares do pódio são ocupados de 2018, fixando-se nos 1.849
mens, de 29 e 71 anos, em euros/m2) e Manteigas (462 preço dos imóveis a nível nacio- pelo Porto (2.677 euros por m2) euros por metro quadrado», de
Gouveia por estarem na pos- euros/m2), valor que embora nal, informações disponibilizadas e Faro (1.753 euros por m2)», é acordo com as informações do
se de armas proibidas – dois inferior , é associado a um menor pelo site Idealista informam que a ainda referido no site. O painel site Idealista, o que representa
aerossóis de defesa gás pi- salário médio, o que se traduz em Guarda é o distrito com os preços global mostra que houve uma um aumento de 17 por cento em
menta. 12 anos e meio necessários para mais acessíveis do país. subida de preços transversal termos homólogos.
Segundo o Comando Ter- pagar a casa.
ritorial da Guarda, os suspei- Pinhel apresenta um preço Salário Líquido Valor do Nº Anos p/ pagar
Concelho Preço m2 (€)
tos foram abordados numa médio de 489 euros/m2, Fornos Mensal (€) imóvel o Crédito
fiscalização rodoviária, tendo de Algodres de 584 euros/m2 Meda 391 541 46 900 10
adotado «comportamentos e Gouveia de 654 euros/m2, o Vila Nova de Foz Côa 462 587 55 464 11,1
suspeitos na presença da que exige mais de 18 anos para Figueira de Castelo Rodrigo 421 504 50 520 11,9
GNR». Diligências posterio- pagar o crédito à habitação, Trancoso 489 564 58 680 12,4
res permitiram detetar dois tendo em conta um rendimento Manteigas 462 530 55 491 12,5
aerossóis de defesa de gás médio de 654 euros por mês.
Pinhel 489 514 58 634 13,9
pimenta, que foram apre- No Sabugal uma casa custa 747
Fornos de Algodres 584 491 70 097 18,5
endidos. Os detidos foram euros/m2 e na Guarda 829 eu-
ros/m2, sendo necessários mais Gouveia 654 547 78 440 18,6
presentes a tribunal.
de 23 anos para pagar o crédito Sabugal 747 525 89 678 23,6
bancário, em ambos os casos. Guarda 829 582 99 498 23,6
Aguiar da Beira apresenta um Aguiar da Beira 788 491 94 512 28,1
custo médio de 788 euros por Celorico da Beira 768 479 92 215 28,1
metro quadrado, Celorico da Seia 982 554 117 793 32,9
Beira 768 euros/m2 e Seia, o *tabela relativa ao número de anos necessários para comprar uma casa com 120 m2 nos diferentes munícipios do distrito,
mais caro do distrito, 982 euros/ com base em valores médios de rendimento e preço, de acordo com o estudo do site ComparaJá.pt
Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • •7

IPG quer mais IPG precisa


investigação com o de mais
apoio do CEPESE camas para
estudantes
Acordo de cooperação foi assinado na quinta-feira e terá como
primeira iniciativa a produção do livro “História da Cidade da
Guarda: das Origens à Atualidade” O Plano Nacional de Aloja- ção do acesso ao ensino supe-
LM
mento para o Ensino Superior rior» em Portugal. O plano será
já está em marcha e inclui a executado de forma faseada,
transformação da Pousada ao longo de 10 anos, e prevê a
da Juventude da Guarda em integração destes imóveis no
residência de estudantes do Fundo Nacional de Reabilita-
Instituto Politécnico com 50 ção do Edificado (FNRE), bem
camas. como a criação de alojamentos
O pontapé de saída para diretamente pelas instituições
a adaptação de edifícios do de ensino superior através da
Estado foi dado na segunda- reabilitação ou ampliação de
feira, em Lisboa, pelo primeiro- residências de estudantes em
ministro no antigo Ministério funcionamento ou de edifícios
da Educação, na 5 de outubro. utilizados para outros fins.
Este plano foi aprovado pelo Outra possibilidade é dispo-
Governo no final de dezembro nibilizar imóveis de outras
e pretende alargar o número entidades mediante protoco-
de camas para estudantes los com as universidades e os
do ensino superior, havendo politécnicos.
Parceria entre o IPG e o CEPESE vai vigorar durante os próximos três anos casos que também os alunos A reabilitação da antiga
do básico e secundário po- Pousada da Juventude da Guar-
Luis Martins que este acordo com um centro doutorandos do CEPESE irão co- dem ter acesso ao alojamento da, tal como a das Pousadas de
de investigação de «reconhecido laborar com o Politécnico. do Estado. De acordo com o Leiria, Portalegre e Vila Real,
mérito» em termos nacionais O primeiro trabalho já acor- Governo vão ser construídos está integrada na primeira
O Instituto Politécnico da tem um significado «muito im- dado é a publicação livro “História de raiz ou requalificados um fase do plano de intervenção.
Guarda (IPG) vai ter um polo do portante» para o Politécnico da da Cidade da Guarda: das Origens total de 200 edifícios em todo No entanto, Joaquim Brigas,
Centro de Estudos da População, cidade mais alta, que terá «muito à Atualidade” com a parceria do o país, que o executivo diz que presidente do IPG, considera
Economia e Sociedade (CEPESE), a ganhar». «Não só pela investiga- município. Segundo Fernando vão disponibilizar cerca de «30 que é preciso mais residências.
sediado na Universidade do Porto, ção que será possível desenvolver de Sousa, a obra vai contar com mil camas». «Juntamente com o presidente
para promover a investigação na na Guarda, mas também pela atu- os contributos de investigadores Dos cerca de 200 edifícios da Câmara da Guarda iremos
região. O acordo de cooperação ação no território, o que é impor- do IPG, das Universidades Nova há 17 que são propriedade do identificar mais dois edifícios
entre as duas instituições foi as- tante para a afirmação do IPG na de Lisboa, de Évora e do Porto. Estado e que estão devolutos. que possam albergar outras
sinado na quinta-feira e terá como região», declarou Joaquim Brigas. «É um trabalho necessário e que Tratam-se de antigos palácios, residências na Guarda, pois
primeira iniciativa a produção do O responsável acrescentou que poderá também integrar histo- pousadas da juventude, esco- necessitamos para os alunos
livro “História da Cidade da Guar- o Instituto guardense quer ser riadores locais com obra feita», las secundárias, quartéis. A do IPG mais 100 a 120 camas
da: das Origens à Atualidade”. «parte ativa» no desenvolvimento acrescentou o responsável. Para estes somam-se ainda edifícios com brevidade», declarou a O
Esta parceria contempla do distrito. Por sua vez, Fernando Carlos Chaves Monteiro, esta obra das autarquias ou das próprias INTERIOR.
ainda o lançamento de projetos de Sousa, presidente do CEPESE, era «uma lacuna» e irá dar «sus- instituições de ensino superior. O mesmo acontece na
de investigação, intercâmbio de reiterou que o objetivo deste tentação à identidade da cidade». A construção e abertura das Covilhã com a inclusão da am-
informações estatísticas, estu- polo é «alicerçar a investigação e O presidente da Câmara elogiou novas residências vai ser feita pliação dos edifícios da Canti-
dos e conferências, bem como a o desenvolvimento que o IPG vai a parceria do IPG com o CEPESE, de forma faseada durante os na da Boavista e da residência
disponibilização de estágios para fazer», além de ser o primeiro considerando que as instituições próximos dez anos estando de Santo António. A UBI viu
finalistas e a inserção de recém- passo para a criação de um centro de ensino superior têm «um papel previsto, até 2022, o acesso ainda consagrada a construção
licenciados no mercado de trab- de investigação credenciado na importantíssimo no desenvolvi- de 12 mil camas em todo o de uma nova residência nos
alho. O presidente do IPG disse Guarda. Nesse sentido, alguns mento e na preparação do futuro país. Na Guarda, o Estado op- terrenos do UBIMedical. No
das regiões». Presente na cerimó- tou por adaptar a Pousada da caso da Guarda a opção per-
IPG vai sugerir mais edifícios para nia realizada no Politécnico, o
secretário de Estado da Ciência,
Juventude, encerrada há vários
anos. No diploma publicado
mitirá criar 52 novas camas,
enquanto na Covilhã haverá
residências de estudantes Tecnologia e Ensino Superior, João
Sobrinho Teixeira, concordou e
em fevereiro no “Diário da mais 220. De fora do plano do
República” o Governo justifica Governo ficou a adaptação
afirmou que «o grande papel dos que a adaptação de 34 imó- da antiga cantina da Fisel,
Joaquim Brigas aproveitou a presença do secretário de Estado
institutos politécnicos é induzir o veis do Estado sem utilização em Seia, para acolher estu-
do Ensino Superior para solicitar a inclusão de mais edifícios da
desenvolvimento socioeconómico» nos 18 distritos vai «dar uma dantes da Escola Superior de
Guarda no Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior
das regiões onde estão inseridos. resposta integrada e de longo Hotelaria e Turismo, do IPG.
para serem transformados em residências de estudantes do IPG,
O governante acrescentou prazo» às necessidades de Segundo o diploma, além do
que já contempla a adaptação da antiga Pousada da Juventude.
que a parceria entre o IPG e o alojamento dos estudantes do recuso às possíveis dotações
Sem adiantar quais, o presidente do Politécnico afirmou que
CEPESE vai permitir «investigar ensino superior que se encon- do Orçamento do Estado para
esse aumento de camas «é fundamental para podermos acolher
para se poder evoluir», tendo trem deslocados da área da sua o efeito, as instituições de ensi-
mais estudantes, sobretudo internacionais». Na resposta, So-
também chamado a atenção para residência. no superior poderão financiar
brinho Teixeira manifestou disponibilidade para receber mais
o facto das instituições de ensino Este alojamento, «condig- as obras necessárias nestes
sugestões de edifícios: «O programa é muito ambicioso e não
superior do interior terem que no e a preços acessíveis», será, imóveis junto do Instrumento
está fechado», disse o governante. A antiga residência feminina
se posicionar «cada vez mais na de acordo com o Ministério da Financeiro para a Reabilitação
da Gulbenkian, na Rua António Sérgio, onde funciona atualmente
diplomacia económica do país, Ciência, Tecnologia e Ensino e Reconversão Urbana (IFRRU
o Centro Distrital de Operações e Socorro (CDOS), e um edifício
através da captação de alunos Superior, «essencial para o 2020) e do programa “Reabili-
na Rua da Torre, no centro histórico da Guarda, são algumas das
estrangeiros, mas sobretudo pela alargamento e a democratiza- tar para Arrendar”.
localizações em cima da mesa.
exportação de investigação».
8• • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

Comemorações Guarda

Semana Académica
do 25 de Abril de 6 a 13 de maio
A festa dos estudantes do
Politécnico da Guarda vai de-
Sé Catedral da Guarda, será
interpretada pelas tunas do

na região
correr de 6 a 13 de maio, tendo IPG, a Copituna d’Oppidana
como cabeças de cartaz os DJ e Egitúnica a 8 de maio e na
Deejay Telio & Deedz B e Pro- noite seguinte os brasileiros
fjam e o grupo I Love Baile Funk. I Love Baile Funk aturão no
A novidade deste ano é que a pavilhão do estádio municipal.
DR missa de finalistas terá lugar a A 10 de maio sobe ao palco a
A celebração do 45º aniver-
26 de maio, no campus do IPG. dupla Deejay Telio & Deedz
sário da Revolução dos Cravos
A Semana Académica co- B, que será antecedida pelo
inclui diversas atividades cul-
meça com o jantar e baile de grupo “100 Ensaios”. ProfJam
turais distribuídas pelos vários
gala na Quinta do Adelino, com e os “Volta e Meia” atuam na
municípios da região.
atuação do DJ Gyl e para 7 de noite seguinte, enquanto no
maio está agendado o “Enterro dia 12 haverá novo arraial da
Guarda do Caloiro”, na Alameda de cerveja no Bacalhau, animado
A cidade da Guarda tem um
Santo André, e à noite há ar- pelo DJ Rafa. A festa estudantil
cartaz diversificado, que inclui
raial da cerveja, com Virgílio termina a 13 de maio com o
homenagens, concertos e even-
Faleiro e Cristiana de Matos, cortejo académico, seguido de
tos desportivos. Numa sessão
no Bar Bacalhau (da Associa- uma “sunset party” ritmada
solene, a decorrer na manhã
ção Académica da Guarda). pelo DJ Wood. Todas as noites
desta quinta-feira, a cidade mais
A serenata monumental, na terminam com DJ sets.
alta irá homenagear Carolina
Beatriz Ângelo, a primeira mu-
lher a concretizar o voto no país Vila Nova de Foz Côa
e uma guardense que «ousou
ter voz muito  antes  da  Revolu- Detido por agredir
namorada
ção pela Liberdade», segundo a
autarquia. Esta iniciativa contará
com as intervenções da neta de
Carolina Beatriz Ângelo, Maria A GNR deteve um homem namorada, de 24 anos, tendo
João Fagundes, e da historiadora de 33 anos, no concelho de Vila o NIAVE dado cumprimento
Maria Antonieta Garcia. Termi- Nova de Foz Côa, por violência a um mandado de detenção»,
nada a sessão formal disputa-se, doméstica. adianta a Guarda. O suspeito
no pavilhão municipal de S. Mi- Segundo o Comando Ter- ficou detido nas instalações da
guel, um torneio de basquetebol, ritorial da Guarda, a detenção GNR de Foz Côa e foi presente a
com início pelas 14 horas. Ainda foi concretizada pelo Núcleo tribunal no dia seguinte, tendo
durante a tarde, nos Paços do com iniciativas culturais organi- ciais com o içar da bandeira e uma de Investigação e de Apoio a saído em liberdade, mas su-
Concelho, está marcado para as zadas pela autarquia, além das sessão solene, com intervenções de Vítimas Específicas (NIAVE) no jeito às medidas de coação de
14h45 o fórum “A voz aos jovens”, cerimónias oficiais. Com início todos os partidos representados na passado dia 17 no âmbito de proibição de contacto e de se
organizado pelo Conselho Muni- às 10 horas, frente aos Paços do Assembleia Municipal. uma investigação que decorria aproximar da vítima e do filho
cipal da Juventude. Concelho, o hastear de bandeiras há um mês. «A GNR apurou que menor. Terá ainda de se sujei-
As  comemorações  da  Re- inaugura as comemorações, que Fundão o suspeito exercia violência tar a um tratamento devido à
volução  dos  Cravos  termi- prosseguem com uma sessão so- O munícipio organizou várias física e psicológica sobre a sua dependência do álcool.
nam no grande auditório do Te- lene de homenagem à revolução e atividades culturais para honrar
a t ro   M u n i c i p a l   d a   G u a r -
da (21h30) com um concerto de
a assinatura de protocolos com as
coletividades locais. No auditório
esta data histórica. A véspera do
feriado introduz as comemora- Concurso de Talentos do
La Vie com candidaturas
Katia Guerreiro, uma das melho- da Casa da Cultura, pelas 14 horas, ções com um concerto do projecto
res  vozes  do  fado contemporâ- têm início a homenagem ao autor “Cantar Abril”, seguido de uma
neo  que  se  apresenta  pela  pri- pinhelense José Pereira da Graça, arruada à meia noite acompa-
meira vez na Guarda. Ainda inse-
rido no programa do 25 de abril,
seguida da apresentação do livro
“Mariana – O Urso-Pardo Sábio
nhada pela Sociedade Filarmó-
nica Silvarense. Estas atividades
abertas
realiza-se no fim de semana, no dos Saltimbancos”, de Isabel Ma- realizar-se-ão na Praça do Muní- O La Vie Guarda pretende mostraoquevalesguarda@la-
pavilhão municipal de S.Miguel, teus. O dia termina com a ativida- cipio. Esta quinta-feira decorrem descobrir novos talentos mu- vieshopping.pt, após consulta
o torneio de basquetebol “Cidade de mensal “Museu à Noite”, pelas as comemorações formais, a sicais através de um concurso. do regulamento disponível no
da Guarda”. 21 horas, que terá como tema “A partir das 10 horas, com o haste- A iniciativa intitulada “Mostra site e página de Facebook da
conquista da Liberdade vista e ar da bandeira. O momento será O Que Vales” pretende englo- organização.
Seia sentida pelas Mulheres”. acompanhado por uma Ensemble bar diferentes áreas, sendo A primeira fase de seleção
A Câmara de Seia promoveu da Academia de Música e Dança a primeira variante “Damos será, assim, feita através de
concertos com entrada livre na Covilhã do Fundão, abrindo caminho às Voz ao Teu Talento”, dedicada casting, de onde serão esco-
véspera do Dia da Liberdade. No A “cidade neve” inicia as sessões solenes que se seguirão. à interpretação musical. O lhidos 24 talentos que serão
Cineteatro da Casa Municipal comemorações do Dia da Li- centro comercial afirma que dividos em duas atuações
da Cultura o tributo intitulado berdade na noite de 24 de abril, Belmonte pretende valorizar as capaci- separadas, nas semi-finais. Os
“Canções de abril” será levado a com uma arruada entre o Jardim No munícipio de Belmonte dades dos jovens guardenses, candidatos serão selecionados
cabo pelos músicos Célia Oliveira Público e a Praça do Município, ao as comemorações do 25 de abril abrindo as inscrições a idades em todas as fases por um júri
e Hugo Passeira, Maximino Trio e som de “Grândola Vila Morena”, integram-se no programa das que vão dos 10 aos 21 anos. composto por 3 elementos,
ainda pela orquestra da EPSE FT. tocada pela Banda da Covilhã. Festas do Concelho. As comemo- As candidaturas encontram- que irá, após as semi-finais, se-
Matriz. Esta quinta-feira, pelas Esta arruada marca o início das rações oficiais, com a participação se a decorrer desde 15 de lecionar um total de 6 finalistas.
10 horas, o auditório da Casa comemorações que prosseguem das coletividades locais antecem o abril e encontram-se abertas O grande vencedor será eleito
Municipal da Cultura irá acolher com concertos e culminam com momento cultural “Cantar e Dizer até 2 de maio, podendo ser na final, dia 29 de Junho no La
uma sessão solene, que prestará o fogo de artifício, à meia-noite, Abril”, que decorrerá às 15 horas formalizadas através do envio Vie, sendo atribídos prémios no
homenagem à icónica revolução na Praça do Município. no Auditório do Museu Judaico. de uma gravação para e-mail valor total de 1450€, nesta data.
que libertou Portugal. O dia da Revolução fica mar- Às 00h00 terá lugar no Largo do
cado por mais uma arruada, desta Castelo o já tradicional Fogo-de-
Pinhel vez com a presença da banda Fi- Artifício Piromusical, que precede Contacte-nos!
No munícipio de Pinhel a larmónica Recreativa Carvalhense. o concerto do Giga DJ, à meia noite Tel: 271212153 • Tlm: 964246491
conquista da liberdade celebra-se Seguem-se as comemorações ofi- e meia.
Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • •9

Petição quer Combustíveis

Situação normalizada
equidade de na região após três
dias de greve
representação DR

dos territórios
do Interior no
Parlamento
Proponentes defendem a inclusão da dimensão do território
abrangido e não apenas o número de eleitores para determinar
os mandatos por cada distrito
DR

Vários postos de abaste- Nuno Santos, ministro do Pla-


cimento de combustível da neamento e Infraestruturas,
Guarda e da região ficaram sem adiantou que «a normalização»
gasóleo ou gasolina simples na do abastecimento será gradual.
semana passada por causa da No caso da Guarda, a si-
greve de três dias dos moto- tuação foi resolvida durante
ristas de matérias perigosas. o fim de semana da Páscoa e
A paralisação teve início à na segunda-feira já não havia
meia noite de dia 15 e termi- registo de postos sem qual-
nou na quinta-feira com o acor- quer um dos combustíveis.
do alcançado entre o Sindicato Pedro Pardal Henriques, ad-
Nacional de Motoristas de vogado, falou também em
Nas legislativas de outubro Viseu e Guarda vão perder um deputado cada para Lisboa e Porto Matérias Perigosas (SNMMP) representação do sindicato dos
e a Associação Nacional de motoristas de matérias peri-
Encontra-se a decorrer uma de deputados por cada círculo ritório nacional», lê-se no docu- Transportadores Rodoviários gosas, congratulou-se com a
petição que pretende contrariar plurinominal do território nacio- mento. Por isso, a proposta, que de Mercadorias (ANTRAM). conclusão da greve. «Foram 72
a perda de deputados que repre- nal, exceptuando o círculo nacio- se destina a contrariar o «ciclo Pelo meio houve filas de au- horas duras», admitiu, acres-
sentam distritos do interior e com nal, quando exista, é proporcional vicioso de despovoamento» em tomobilistas para abastecer e centando que o facto de se ter
menor densidade populacional na ao número de cidadãos eleitores que se encontram estas regiões, bombas de gasolina encerra- chegado a uma solução de forma
Assembleia da Républica. nele inscritos”». Tendo em conta propõe que no referido artigo das por falta de combustível rápida foi «um feito histórico». O
O objectivo é incluir na lei a a atual situação de desigualdade seja incluída a dimensão do ter- em diversos pontos das Beiras responsável explicou que terão
dimensão do território, de forma demográfica no país, de acordo ritório abrangido e não apenas o e Serra da Estrela. A greve por agora início as negociações
a que as zonas de baixa densidade com o referido na petição, esta número de eleitores. Assim numa tempo indeterminado tinha com a ANTRAM sob supervisão
não percam mais deputados no regulação aumenta ainda mais próxima revisão constitucional, sido convocada pelo SNMMP do governo e que o objetivo é
Parlamento – como vai acon- a situação já desfavorecida dos a petição defende que o artigo para reivindicar o reconheci- fechar um acordo coletivo de
tecer com Viseu e Guarda, que distritos de Vila Real, Bragança, seja alterado para o seguinte: «O mento da categoria profissio- trabalho até ao final do ano. Já
vão perder um deputado cada nas Viseu, Guarda, Castelo Branco, número de deputados por cada nal específica. Na quinta-feira, a greve foi desconvocada por
legislativas de outubro para Lis- Portalegre, Évora e Beja, que so- círculo plurinominal do território com o país em pânico, as partes dois motivos: a garantia de AN-
boa e Porto (atualmente a Guarda mam uma área que corresponde nacional, exceptuando o círculo acordaram sentar-se à mesa TRAM e Governo de dar início à
elege quatro parlamentares). A a 56,27 por cento da área total do nacional, quando exista, deverá na próxima segunda-feira e negociação do contrato coletivo
representatividade dos distritos país.  Apesar da área geográfica ser proporcional ao número de iniciarem o processo negocial de trabalho e também o facto de
do país no hemiciclo está relacio- ocupada corresponder a mais de cidadãos eleitores nele inscritos até ao fim do ano. Numa de- ter sido prometido pelas partes
nada com o número de eleitores metade do total do país, a perda e ao território por ele abran- claração aos jornalistas, Pedro um desfecho até ao final do ano.
em cada área. Isto significa que de eleitores nestes distritos leva a gido, devendo as respetivas leis
a situação de crescente deserti- que apenas «31 deputados em 230 eleitorais estabelecer a ponde-
ficação das zonas rurais e do sejam eleitos em representação de- ração entre os dois critérios». A Guarda
interior do país, devido ao êxodo stas regiões na próxima legislatura, petição está disponível no link: Homem afoga-se no rio Mondego
da população para os grandes o que corresponde apenas a 13,47 https://peticaopublica.com/
Um homem, com cerca 60 Guarda, uma equipa da Via-
centros urbanos, traduz-se numa por cento do total dos deputados na pview.aspx?pi=PT92625. Até
anos, morreu no domingo no tura Médica de Emergência e
diminuição da representatividade Assembleia da República», referem à hora de fecho desta edição a
rio Mondego, junto à localidade Reanimação (VMER) e a GNR.
destas áreas no Parlamento, o os proponentes da petição. petição contava 291 assinaturas.
de Faia, no concelho da Guarda. O homem foi retirado do rio
que contribui para um desfavo- «Urge, por isso, criar me- De acordo com a legisla-
Segundo o Comando Dis- pelos operacionais e sujeito a
recimento das regiões junto do canismos nas leis eleitorais que ção, para que seja publicada em
trital de Operações de Socorro manobras de reanimação, mas
conselho político nacional. permitam corrigir esta verda- “Diário da Assembleia”, a petição
(CDOS), o alerta para um «corpo «não tiveram sucesso», tendo o
De acordo com a referida deira injustiça que se traduz a tem de ter, no mínimo, 1.000 as-
a boiar» no rio foi dado às 15h22 óbito sido declarado no local. As
petição: «O nº 2 do artigo 149º da cada dia que passa num maior sinaturas e para ser apreciada
e para o local deslocaram-se autoridades estão a investigar as
Constituição da República Portu- abandono e esquecimento por em plenário da Assembleia da
elementos dos bombeiros da causas da morte.
guesa estabelece que “o número parte do Estado à maioria do ter- República são necessárias 4.000.
10 • • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

Ambiente Almeida

Resiestrela investe em novo parque


de tratamento de resíduos
Feira medieval em Castelo
A Resiestrela, empresa de
tratamento de resíduos sólidos
urbanos que opera na região,
maturação existente no Centro
de Tratamento de Resíduos
Sólidos Urbanos do Fundão, o
Mendo DR

concretizou um investimento de que, de acordo com a empre-


mais de 1,1 milhões de euros na sa, irá garantir o «tratamento
implementação de um novo par- adicional de 10 mil toneladas
que de Maturação de Resíduos de RUB, com vista à obtenção
Urbanos (RUB). de um composto orgânico de
O objetivo desta área é qualidade e em cumprimento da
aumentar a capacidade «de legislação inerente às matérias
tratamento mecânico e bioló- fertilizantes». Com este trata-
gico» destes resíduos, de forma mento, evitar-se-á que parte
a possibilitar «a redução da da matéria orgânica presente
deposição de RUB em aterro», o nos resíduos acabe em aterros
que permitirá cumprir as metas sanitários. Este investimento faz
estabelecidas pelo Plano Estra- parte de uma candidatura apro-
tégico para os Resíduos Urbanos vada pelo POSEUR - Programa
2020, elaborado pela Agência Operacional Sustentabilidade e
Portuguesa do Ambiente. Eficiência no Uso de Recursos,
O investimento agora anun- que é financiada em 85 por
ciado permite ampliar a área de cento.

A Aldeia Histórica de Castelo as 15h30 de sábado pelas ruas do ainda tasquinhas e tabernas gastro-
Pinhel cumpriu Via Sacra LM
Mendo vai novamente recriar burgo e dará início às festividades. nómicas, animação infantil, bancas
os tempos medievais, com a re- Este ano há visitas às tendas dos de artesanato e mercado medieval
alização desta feira temática no mercadores, acolhimento de uma durante os dois dias da feira. A ini-
próximo fim de semana. embaixada de mouros e um en- ciativa, organizada pela autarquia
Durante dois dias, a freguesia contro de trovadores. Neste pri- de Almeida com o apoio da União
será palco do festival que recria o meiro dia os folguedos terminam de Freguesias de Castelo Mendo,
período histórico compreendido às 23 horas, após a ceia medieval Ade, Monteperobolso e Mesquitela,
entre 1229 e 1855, de acordo com e ao espetáculo de teatro de fogo. pretende envolver a comunidade
a organização. O evento procura No domingo volta a haver local num evento que é já uma re-
retratar os costumes e vivências várias representações da Idade ferência do género na região.
da época, através de atividades Média, que incluem arruadas, Castelo Mendo recebeu foral
que incluem a representação de cortejos e leituras de tratados, de D. Sancho II, a 15 de março de
intervenientes históricos. Um dos sempre com a monarquia repre- 1229, e ainda hoje continua den-
retratados é El Rei D. Dinis, que vai sentada teatralmente. Além do tro das suas muralhas ancestrais,
abrir um cortejo agendado para programa formal, o evento terá sobranceira ao rio Côa.
Pinhel recriou na sexta-feira recriação. A organização esteve
a Via Sacra sob o tema “Tome a a cargo do município, da paró- Seia
sua cruz todos os dias e siga-me”. quia local e do Grupo de Jovens
A encenação das últimas
horas de Jesus Cristo teve início
Falcões da Paz. A encenação,
apoiada por som e iluminação
Câmara isenta esplanadas do pagamento de taxas
no Largo dos Combatentes e cénica, músicos e artistas do A Câmara de Seia anunciou o objetivo de captar clientes e mentos gratuitamente», adianta
percorreu as ruas do centro concelho, envolveu dezenas de que volta a isentar os comercian- promover a atratividade do con- a autarquia em comunicado. No
histórico rumo ao castelo, onde atores amadores, alguns grupos tes do concelho pelo pagamento celho, a medida, que surge como entanto, a ocupação do espaço
foi encenada a morte e a res- de “Encomendação das Almas” e de taxas devido à colocação de um incentivo à dinamização do público com esplanadas deve
surreição de Jesus. Mais de um de várias instituições da comu- esplanadas no espaço público. setor, autoriza os comerciantes ser previamente requerida pelos
milhar de pessoas assistiu a esta nidade pinhelense. «Numa época que propicia a instalarem as suas esplanadas comerciantes no Balcão Único
a colocação de esplanadas com frente aos respetivos estabeleci- do município.

PUB

Assine O INTERIOR Preencha o Cupão de Assinatura na página 17


Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • • 11

A arte de trabalhar a
Figueira de Castelo
Rodrigo
Sessão gratuita de
comunicação de
astronomia na Casa
da Cultura
Investigadores do Instituto
madeira que resiste à
passagem do tempo
de Astrofísica e Ciências do Es-
paço (IA) vão dar a conhecer
temas atuais da investigação
neste campo científico durante
uma sessão gratuita na Casa da
Cultura a 4 de maio (21h30).
A iniciativa, denominada SC
Sofia Craveiro
Ignite IAstro, mostra, em for-
mato compacto, uma variedade
de temas estudados pelo IA,
onde cada investigador realiza José Galvão trabalha
a sua exposição em cerca de a madeira à mão,
cinco minutos. Em menos de criando peças
uma hora serão abordadas tradicionais para
temáticas como tempestades o gado e utensílios
em Júpiter, mensagens das de cozinha.
estrelas, buracos negros ou as Usando navalhas
missões espaciais da Agência e instrumentos
Espacial Europeia. A sessão de manuais, o artesão
cariz científico pretende captar de Unhais da Serra
atenção do público para temas fabrica colheres
relacionados com o Sistema de pau, “tasgas”,
Solar e o Universo, através e badalos para
de uma digressão que leva a os chocalhos dos
comunicação científica de As- animais, dando
trofísica e Ciências do espaço a origem a peças
localidades mais afastadas dos utilitárias únicas.
grandes centros urbanos.
O processo começa com
um pedaço de madeira, encon-
Pinhel trado na mata ou abandonado
Cidade acolhe por desperdício de alguém.
Depois de cortada e alisada a
Encontro de superfície, a navalha, já gasta,
Marketing e começa a dar forma a peças «Já não conheço ninguém que continue a fazer isto, o que é uma pena», afirma José Galvão

Comunicação tradicionais e simples que vão


ganhando ornamentos, grava-
ferro, que dá entrada para a atualmente. A primeira vez que que lhe fez ganhar interesse
oficina improvisada de tecto contei tinha 400, mas já foi há nesta arte. «Andava com as
Autárquica dos à medida por José Pereira supreendentemente baixo, são algum tempo. Penso que agora cabras do meu pai e vi as
Pinhel vai acolher, a 17 e Galvão, de Unhais da Serra visíveis centenas de colheres, devo ter aqui mais de 2.000, tasgas que tinham na coleira.
18 de maio, o 28º Encontro (Covilhã), que fabrica manual- facas e “tasgas” penduradas que fui fazendo e pendurando Achei que se tentasse havia de
de Marketing e Comunicação mente peças em madeira. nas paredes deste cubículo que para quando fosse preciso», conseguir fazê-las eu mesmo,
Autárquica, promovido pela Com o recurso a navalhas também serve de armazém. revela o artesão. Desde novo e assim fiz», recorda.
ATAM - Associação dos Tra- de vários tamanhos, o artesão «Nem sei muito bem a quan- que começou o trabalho na Depois desse trabalho mui-
balhadores da Administração raspa e molda colheres de pau tidade de peças que tenho pecuária com o pai, atividade tos se seguiram. Entre várias
Local, em parceria com o mu- e “tasgas” para as coleiras do atividades, José Galvão trabal-
nicípio pinhelense.
Segundo a autarquia, a
gado (nome tradicional dado
a pequenas peças de madeira,
A Arte que ninguém quer aprender hou nas Minas da Panasqueira
e na manutenção da fábrica
iniciativa, que vai ter lugar no semelhantes a colheres, que de lanifícios A Penteadora, em
Cerejeira, oliveira, medronho e castanheiro são as maté-
auditório da Câmara, constitui encaixam lateralmente no cou- Unhais. Reformou-se em 1982,
rias-primas de eleição para trabalhar à mão, dando origem a
«uma oportunidade de análise ro das coleiras dos animais). altura em que se dedicou mais
peças para chocalhos que permanecem décadas penduradas no
e debate em torno das ques- «Começo com um pedaço de arduamente ao fabrico arte-
pescoço dos bovinos. Além de esculpir a peça interior do cho-
tões ligadas à comunicação madeira que vou raspando até sanal destes utensílios. Viúvo há
calho, José Galvão também a prende no interior da campainha,
autárquica e aos desafios que obter a forma que quero, de- quatro anos, passou das peças
um processo intrincado que só os melhores conseguem fazer
surgem a cada dia nesta área». pois aperfeiçoo e cravo peque- para o gado aos utensílios de
durar, afiança. «O chocalho, e o tempo que o badalo se aguenta
Durante os trabalhos serão nos desenhos com a navalha, cozinha por necessidade da
preso na campainha, dependem das mãos do artesão. Fiz um
proferidas intervenções sobre conforme me apetece», refere. esposa. «Já fazia as peças para
que durou 15 anos preso na coleira de uma vaca. O dono veio
temas como “Instituto Politéc- Além disso esculpe também as coleiras de gado há algum
cá para que o substituísse, pois nunca chegou a cair», diz, com
nico da Guarda: Formação, In- facas artesanais e badalos, que tempo quando a minha mulher
orgulho. José Galvão acredita ser já o único da região que ainda
teração e Comunicação com os incorpora nos tradicionais cho- disse que precisava de colheres
se dedica a esta arte. «Já não conheço ninguém que continue
Agentes Económicos e Sociais calhos. Nascido em 1942, José de pau para cozinhar. Na altura
a fazer isto, o que é uma pena», lamenta.
da Região” (Joaquim Brigas), Galvão vive na vila serrana há tinha um bocado de madeira de
Apesar disso, aos 77 anos, o artesão afirma que já não faz
“Comunicar com o munícipe na 51 anos. Natural de Alvoco da pinheiro disponível e pensei que
tenções de continuar este trabalho por muitos mais anos. «Já
era digital: que futuro para os Serra, do outro lado da Serra da poderia fazer as colheres a par-
me vão faltando as forças. Gostava muito de poder ensinar
boletins municipais?” (Carlos Estrela, no concelho Seia, o já tir dali. A minha mulher fez um
alguém a fazer isto, mas nunca encontrei ninguém que qui-
Alberto Cardoso), “Da proxi- reformado trabalhador fabril, desenho de como gostaria que
sesse aprender», acrescenta, revelando que, apesar da idade, a
midade local ao todo nacional” mudou-se para esta freguesia ficassem e assim as fiz», adianta
vontade de experimentar perdura. A última peça que produziu,
(Sérgio Soares), “Aumentar a no concelho da Covilhã após o o artesão. A perícia que adquiriu
uma espécie de espátula quadrada de madeira com a ponta
pegada digital das autarquias, casamento, em 1968. permite-lhe fabricar quatro ou
achatada, foi criada para «se poder virar o peixe na frigideira»,
através do SEO - Search Engine A pequena oficina onde cinco colheres de madeira num
explica José Galvão. Apesar do cansaço e da idade que vai
Optimization” (Pedro Pinto) e trabalha a sua arte mostra o dia, «isto se já tiver a madeira
avançando, o engenho deste criador insiste em mostrar novas
“A cultura como ativo na pro- acumular de uma paixão que pronta, claro, caso contrário
possibilidades para utensílios feitos em madeira, continuando
moção dos territórios” (Tiago preenche os seus dias. Ao perco mais tempo a traçar e
a perpetuar a sua obra na parede da pequena oficina.
Sigorelho). passar a pequena porta de talhar cada pedaço».
12 • • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

Jogos tradicionais
Associação da Guarda no Festival
de Aranda de Duero
21 doces do
distrito da Guarda
A Associação de Jogos Tra- mo tema e no qual vai intervir a
dicionais da Guarda (AJTG) vai associação guardense. O fim de
participar no Festival Interna- semana contará também com
cional de Jogos Tradicionais de momentos musicais, sendo a

concorrem às “7
Aranda de Duero (Espanha), cidade mais alta representada
entre sexta-feira e domingo. pelo Grupo de Cavaquinhos
A atividade é organizada do Centro Social da Póvoa do
pela coletividade local Asociaci- Mileu. O festival contará com

Maravilhas”
ón Cultural La Tanguilla, sendo a participarão delegações de
que o tema deste ano é “A Mu- toda a Espanha, bem como de
lher e o Jogo”. Durante o festival Portugal, França, Croácia, Mar-
terão lugar provas/ exibições de rocos e Tunísia. Na ocasião será
corrida de cântaros e de jogos ainda assinado um protocolo DR

como as pedrinhas, o lencinho, de colaboração entre a Câmara


o cântaro em roda, a cantarinha, da Guarda, o Ayuntamiento de
entre outros, protagonizados Aranda de Duero, a AJTG e a
eminentemente por mulheres Associación La Tanguilla com
e/ou crianças. Em simultâneo o objetivo de desenvolver ini-
decorrerá um congresso inter- ciativas baseadas nas tradições
nacional subordinado ao mes- lúdico-festivas das duas regiões.

Vila Nova de Foz Côa


Jornadas de arqueologia no Museu do Côa
“Arqueologia, Museus e é pensar a Arqueologia e a Mu-
Comunidades” é o tema das seologia através de uma abor-
jornadas que a Ribacvdana – dagem co-criativa e que dê voz
Associação de Fronteira para o e seja recetiva às necessidades
Desenvolvimento Comunitário e interesses dos membros das
organiza na sexta e sábado no comunidades locais. Os temas
auditório do Museu do Côa. em debate são “Arqueologia
Participam investigadores Pública e Comunitária”, “Fazer
e instituições que desenvol- com Todos. Por uma Arqueolo-
vem projetos de arqueologia gia socialmente comprometida”,
e museologia com o objetivo “Museus e Comunidades” e “A
de promover o debate entre Participação das Comunidades D. Sancho é o Doce de Inovação levado a concurso pela Guarda
especialistas e comunidades. na Arqueologia e Museus”. A
Outra intenção dos promotores entrada é livre.
Já são conhecidos Território; o Bolo de Noz, Que- e Nevão de Cherovia, todos
os candidatos ao que de Requeijão e Pastel de incluídos na classe de bolos de
concurso que vai Nata de Requeijão encontram- pastelaria. O Fundão concorreu
Pesca eleger os 7 melhores se a concurso como Bolos de com o Folar de Cereja de Ouro e
Prova do Nacional de pesca à pluma doces de Portugal. Pastelaria; e as Filhós à Moda de o Folar de Enchidos, que estão
Num total de 907 Loriga, concorrem como Doce classificados como doces de
na ribeira do Paul candidaturas a nível Festivo. De Seia foram também inovação.
A ribeira do Paul (Covilhã) um dos ex-líbris da vila – a sua nacional foram apurados os doces Ouriço de Após esta seleção, a segun-
acolhe este fim de semana, pelo ribeira, que tem sido objeto de selecionados 420 Castanha (Doces de Inovação), o da fase de votação do painel
segundo ano consecutivo, uma requalificação». Este ano, além doces, dos quais 21 doce Peles de Leitão (Biscoitos e de especialistas irá resultar na
prova do Campeonato Nacional das condições ímpares para a pertencem ao distrito Bolos Secos) e ainda o requeijão escolha de 140 doces, revela-
de pesca à pluma, sem morte. modalidade, o Paul será repre- da Guarda e outros 20 com doce de abóbora, inserido dos a 7 de maio pela RTP. Este
A competição é organizada sentado pelo pescador André a Castelo Branco. em Doces de fruta e mel. painel é constituído por 140
pela Federação Portuguesa de Gomes, filiado na ACPP. Figueira de Castelo Rodrigo personalidades, sete de cada
Pesca Desportiva (FPPD), com o A ribeira do Paul é um dos O concurso “7 Maravilhas candidatou seis iguarias, caso distrito e regiões autónomas.
apoio da Associação de Caçado- quatro locais que integram o Doces de Portugal”, que teve das Amêndoas Agridoces (Doces Os doces selcionados serão de-
res e Pescadores do Paul (ACPP) calendário nacional da moda- uma afluência de candidaturas de Inovação), das Amêndoas Do- pois votados pelos portugueses
e Junta de Freguesia local. Os lidade, a par do Rio Vez (Arcos sem precedentes, de acordo ces (Doces de Fruta e Mel), dos nas eliminatórias distritais. «A
promotores esperam que a de Valdevez), do lago do Vale com a organização, já revelou Biscoitos de Escalhão e Bolinhos nossa doçaria é riquíssima e
prova faça «emergir as poten- Rossim (Gouveia), do Rio Olo quais os doces selecionados de Figo (ambos na categoria esta eleição comprova-o, com
cialidades tantas vezes propa- (Mondim Basto) e do Rio Alva para serem votados pelo painel Biscoitos e Bolos Secos), da Flor os dois pilares do projeto bem
ladas e pouco reconhecidas de (Penacova). de especialistas. de Escalhão (Doces Festivos) e representados, tanto na tradição
O concelho da Guarda con- da Tarte de Amêndoa (Doce de como na inovação. O papel dos
Gouveia corre na categoria Doce de Colher e Doce à Fatia). Na cate- especialistas é garantir a ido-
Inovação com o D. Sancho, um goria Doce de Território entra neidade do processo, fazendo
Museu Internacional do Livro Sagrado doce de massa folhada de cen- na corrida a Sardinha Doce de uma pré-seleção daquilo que os
apresentado em colóquio teio recheado de ovos moles Trancoso. O distrito da Guarda portugueses vão votar. A lista
e queijo da serra. De Pinhel está ainda representado pelos de 140 doces que revelamos
Gouveia recebe esta quinta- Pinto e Herculano Alves, entre
foram selecionadas as Cavacas, Doces de Amêndoa, de Vila Nova a 7 de maio vai ser a cereja no
feira um colóquio de apresen- outros oradores. Com o projeto do
na categoria Doce de Territó- de Foz Côa, inseridos em Doces topo do bolo desde processo»,
tação do projeto do Museu museu, a autarquia pretende criar
rio, e o Doce Extra de Ginja, na Festivos. declara em comunicado o pre-
Internacional do Livro Sagrado «uma nova centralidade de cultu-
classe Doces de Fruta e Mel. O sidente das “7 Maravilhas”, Luis
e de anúncio de um congresso ra e de ciência que se torne uma
científico sobre “A Bíblia na referência no interior do país, município de Seia tem o maior Covilhã concorre com Segadães.
cultura ocidental”. procurando, assim, contribuir número de doces selecionados quatro doces típicos O concurso “7 Maravilhas
nesta competição gastronómica Doces de Portugal” termina
A sessão tem início pelas para combater a desertificação
com 10 especialidades. São eles Da Covilhã estão a concurso com uma gala agendada para 7
15h30 e conta com a partici- das regiões de Portugal distantes
a Alquimia de Queijo da Serra e quatro doces típicos, que con- de setembro. Dos 14 finalistas
pação de personalidades da do litoral com a edificação de um
o Pudim de Bolo Negro, ambos correm em duas categorias: as que serão selecionados para
cultura e da ciência, como Carlos grande polo de interesse para o
inseridos na categoria Doce de Cavacas, na secção dos biscoitos esta final, sete serão os grandes
Fiolhais, José António Falcão, José turismo cultural e religioso de
Colher e Doce à Fatia; o Bolo e bolos secos, e os Doces Fidalgo vencedores por votação dos
Eduardo Franco, Paulo Mendes amplitude internacional».
Negro de Loriga, nos Doces de de Cherovia, Garganta de Freira portugueses.
Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • • 13

Opinião Música

Sérgio Godinho canta


Ovo de Colombo

Sarah Vaughan
DR
impressionante para o ouvinte. Há
como que uma elasticidade infinita
na sua voz, que tanto é enorme
“Nação Valente” em Gouveia DR

e opulenta como no momento


seguinte se modifica para criar
uma delicadeza surpreendente.
Momentos de grande massa
sonora são assim intercalados
com pianíssimos súbitos e per-
feitos, sem nunca ser perdida a
intensidade interpretativa. Tudo
isto é conseguido devido a um
controlo do aparelho vocal que é
Joana C. Pereira absolutamente exímio.
Para além do seu tão elevado
Inevitavelmente um dos maio- nível artístico, a sua personalidade
res ícones do jazz de sempre, Sa- graciosa, extrovertida e risonha ga-
rah Vaughan teve um impacto tão rantia performances maravilhosas
importante que deixou uma marca e contribuía para que todos os seus
permanente no mundo da música. espetáculos fossem imperdíveis.
A voz intensa, um contralto Fizeram-lhe toda a justiça, a meu
de uma qualidade rara, produz um ver, os seus fãs, que com reverên-
som inconfundível e, de cada vez, cia a apelidaram de A Divina. Sérgio Godinho está de uma parte significativa da sua “Liberdade”. Em 2015 esteve em
regresso a Gouveia esta quinta- vivência, do seu quotidiano, do digressão com Jorge Palma, uma
feira para um concerto no Teatro amor, das lutas, das perdas e parceria que resultou no álbum
Livros Cine (21h30). das alegrias. Além dos temas de “Juntos Ao Vivo No Theatro Circo”.
Carlos Duarte publica romance histórico O cantautor está em di- “Nação Valente”, cada concerto Sérgio Godinho tem uma longa
Trata-se de um romance gressão para apresentar “Nação de Sério Godinho é uma opor- carreira, quase 47 anos, e muito
histórico baseado em factos re- Valente”, o seu 18º álbum de tunidade para revisitar canções, pouca gente não terá ouvido
ais, que foram ficcionados pelo originais editado no início do mais e menos conhecidas canções como “O primeiro dia”,
autor para contar a história mais ano, que conta com colabora- “Nação Valente” é o primeiro “A Noite passada”, “Arranja-me um
recente de Portugal «através ções inéditas e até inesperadas álbum de novo material em seis Emprego”, “Com um brilhozinho
duma família que a narrativa na escrita de David Fonseca, anos e sucede a “Mútuo Consen- nos olhos”, “Liberdade” ou “É
acompanha durante quase 90 Filipe Raposo, Hélder Gonçalves, timento”, lançado em 2011. No terça-feira”. Nascido em 1945 no
anos (1905/1995), e que vive na Pedro da Silva Martins e José entanto, nesse período Sérgio Porto, o músico é um dos grandes
Beira Alta. A “Guerra do Ultramar” Mário Branco. Sérgio Godinho Godinho nunca esteve em silên- nomes da música portuguesa.
atingiu-a como a quase todas as é uma voz que nos conforta cio. Em 2013 editou “Caríssimas Além de autor, compositor e
famílias portuguesas nos anos 60 e inquieta desde a década de Canções”, um conjunto de versões cantor é, um pouco à imagem
e inícios de 70. Neste caso, duma 70 do século passado e cuja a partir de crónicas escritas para do personagem da sua música
forma especial, diríamos insólita». obra permite à grande maioria o “Expresso”, e no ano seguinte “O Homem dos 7 Instrumentos”,
O livro foi aceite pelo Programa dos portugueses redescobrir apresentou ao disco ao vivo artisticamente multifacetado.
Fim do Império que existe desde
Carlos Duarte, ligado a Aldeia 2009, em resultado de uma parce- Fundão
Viçosa (Guarda), editou recen- ria entre a Liga dos Combatentes,
temente o livro “Moçambique, a Comissão Portuguesa de Histó- Cinema independente em destaque n’A Moagem
Aquartelamento AK-47. Uma His- ria Militar e a Câmara Municipal
A Moagem, no Fundão, re- grupo heterogéneo de cineastas, dores Hiroatsu Suzuki, Rossana
tória Singular” (Âncora Editores). de Oeiras.
cebe mais uma edição dos En- críticos, programadores, acadé- Torres, Mieriën Coppens, Billy
contros Cinematográficos, entre micos, estudantes e cinéfilos. Do Woodberry, Sílvia das Fadas, Peter
TMG sexta-feira e domingo. cartaz desta nona edição constam Nestler, os escritores Manuel da
Fadista Katia Guerreiro no 14º aniversário DR
Uma retrospetiva quase inte-
gral de Billy Woodberry, um dos
os filmes “Terra”, de Hiroatsu Su-
zuki e Rossana Torres; “And when
Silva Ramos, Rui Pelejão, H.M.S.
Pereira e Rinaldo Censi e críticos
Katia Guerreiro, uma das grandes realizadores afro-ameri- I die, i won´t stay dead”, de Bob e programadores como Andy
grandes vozes do fado contempo- canos e um dos nomes maiores do Kaufman, bem como produções Rector, Maria João Madeira, Inês
râneo, apresenta-se esta quinta- “L.A. Rebellion”, um movimento de Mieriën Coppens, Sílvia das Sapeta Dias, José Oliveira, Stefan
feira (21h30) pela primeira vez de cinema libertário, política e Fadas, Peter Nestler ou Robert Be- Ramstedt, Rita Bernardes e Pedro
na Guarda por ocasião do 14º poeticamente empenhado, é o avers. Será também apresentado de Llano. A iniciativa é organiza-
aniversário do TMG. principal destaque da programa- um projeto coletivo em que vários da pelo município do Fundão e
Com uma notável carreira ção deste ano. Além de sessões realizadores portugueses filmam pela Associação Luzlinar, com a
de quase 20 anos em palcos na- de cinema independente, de com o que têm à mão. colaboração da Cinemateca Por-
cionais e internacionais, a fadista workshops, de conferências e ter- Durante estes três dias está tuguesa, do Goethe Institute e da
editou em setembro do ano pas- túlias, os Encontros reúnem um garantida a presença dos realiza- revista “Walden”. A entrada é livre.
sado o seu trabalho mais recente,
“Sempre”, que resultou de uma
parceria com o compositor José Música
Mário Branco. Este décimo álbum
segue a corrente tradicionalista S. Pedro no “Sons à Sexta”
típica do fado de Katia Guerrei- uma invulgar capacidade vocal. O ciclo “Sons à Sexta” está inteligente, afinada e ambicio- rarem. Assim nasceu “O Fim”, «uma
ro, que nasceu na África do Sul, Foi também condecorada com a de volta à Moagem, no Fundão, sa». Com muitas ideias soltas no coleção de canções de histórias
cresceu nos Açores e descobriu-se Comenda da Ordem do Infante D. amanhã (22h30) com o concerto computador e no telemóvel que quotidianas, letras que nos fazem
fadista em Lisboa, onde se formou Henrique pela Presidência da Re- de S. Pedro, o alter ego musical de tinham de ser gravadas, o músico sorrir e versos que ficam a resso-
em Medicina. Pela excelência do pública e com a Ordem das Artes e Pedro Pode. construiu um estúdio analógico, ar», adianta a produção. Os “Sons à
seu trabalho recebeu, em 2006, o Letras pelo governo francês. Será O ex-homem forte dos Dois- uma oficina de artesão, e foi Sexta” é uma iniciativa da Câmara
Prémio Personalidade Feminina acompanhada por Pedro Cas- mileoito faz agora a sua estreia a gravando, com tempo, em fita do Fundão, em parceria com a rádio
2005, atribuído pelo público que tro 8guitarra portuguesa), Luís solo, apresentando “O Fim”, uma magnética, aperfeiçoando arran- Antena 3, dedicada às bandas mais
a elegeu «uma das mais bonitas Guerreiro (guitarra portuguesa) coleção de «canções de métrica jos, acrescentando instrumentos tocadas e em destaque no atual
vozes da atualidade, aliada a e Francisco Gaspar (baixo). redonda e recorte clássico, pop e convidando amigos para colabo- panorama musical português.
14 • • Quinta-feira • 25 de abril de 2019 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
ADVANCECARE, SAMS CENTRO, SAMS QUADROS, SS CGD, CHEQUE DENTISTA, ZURICH, POPULAR SEGUROS, SANTANDER TOTTA
SEGUROS, UNA SEGUROS, GENERALLI, TRANQUILIDADE, MGEN, AÇOREANA, LUSITÂNIA, ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


Garcia Pires L. Taborda Barata
Neurologista
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
ORTOPEDIA Exames: Electromiografia
e Potenciais Evocados
Asma e Doenças Alérgicas
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral - Tel: 275334876
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda Tel: 271211905

UNIDADE DE OTORRINOLARINGOLOGIA
Prof. Celso Pereira DA BEIRA INTERIOR
Alameda Pêro da Covilhã,

Imuno-Alergologia 29, r/c Esq – COVILHÃ


Telf: 275 324 236 www.uobi.pt
(Doenças Alérgicas) 2ª a 6ª feira 10-13h e 14-19h
Ass Graduado HU Coimbra / Consultas de Otorrinolaringologia
Fac Medicina UC (Ouvidos, Nariz e Garganta)
- Dra. Rafaela Teles Consultas todos os dias
- Prof. Dr. Rui Cerejeira Atendimento URGENTE
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela Consultas de Pneumologia/Doenças Alérgicas
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455 - Dr. Nuno Sousa
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda Terapia da Fala/Voz
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 - Terap. Ana Rita Fonseca
Fisioterapia Respiratória / Reabilitação Vestibular
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560
- Terap. Tânia Churro
EXAMES: Audiograma; Timpanograma; Reflexos
ADVOGADOS ADVOGADOS Estapédicos; Estudo do Sono; Provas funcionais
respiratórias; Testes Cutâneos de Alergia

Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo


& Associados Médico
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL
Diogo Cabrita
Telefone: 271 086 518 Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765 Cirurgião geral
e_mails:
e_mails: antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com tratamento de varizes e suas complicações, pequenas
cirurgias, hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2 Marcações : (Clínica Cembi)
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO) Telef.: 271213445
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda Protocolo com a Médis

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda •
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio. • Conselho Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira.
Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana C. Pereira,
Joana Dente, João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel, José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento, Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto Gonçalves, Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e
Víctor Afonso. Desporto: António Silva, Arlindo Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins • Impressão:
FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone 239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. • Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito
Legal:146398/00 • Tiragem desta edição: 7.200 exemplares • Periodicidade: Semanário • Edição Internet: O Interior • Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.
Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ • Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt

Classificados
Imobiliário Vende-se/Arrenda-se/Diversos Emprego Diversos
Férias. Praia da Oura - Albu- Sta Cruz, Guarda: 5,69 ha - Cul- Procuro trabalho como Oferece-se Senhora desem- Executam-se trabalhos de con- Se tem problemas com o divórcio,
feira. T2. A 200 metros da praia. tura - Água - Lameiro - Pastagem. limpezas, passar a ferro, con- pregada cuida de senhora idosa strução civil, pinturas, aplicação nós apoiamos-te. Acolher. Con-
Telef.289367024 Vendo. Tlm. 964278087 domínios, umas horas na res- e trabalhos domésticos. Zona da de pladur, azulejos/mosaicos, en- tacto: 919568551
tauração, cuidar de idosos ou Guarda ou Covilhã. Tlm. 911996779 tre outros. Contacto: 960136446
Vende-se Casa c/ terreno, água Arrendamento parcial, crianças, etc. Contacto móvel: Cavalheiro viúvo, com boa
e árvores de fruto. Mizarela. Bons Apartamento Mobilado na Guar- 969497622 Cavalheiro solteiro, reformado, Senhora procura cavalheiro, situação, procura senhora até aos
acessos. Tlm. 965199646 da-Gare. Tlm.: 968362728 sem filhos, deseja encontrar compa- dos 50 aos 50 anos. Assunto 65 anos. Assunto sério e respeito.
Senhora precisa urgente de tra- nheira dos 50 aos 55 anos. Escrever sério. Tlm.: 965210062 Informa tlm: 916497810
Vende-se Apart. Duplex c/ cobe- balho na Guarda. Tlm. 912216331 para Luís Duarte Rato, Travessa das
rtura, 4 quartos, 3 WC, terraço, Moitinhas nº8, 6200-684 Teixoso Cavalheiro reformado com Cavalheiro reformado, não
garagem, 230m2, acab. de luxo. Precisa-se Funcionário(a) para boa situação e casa própria, fumador e respeitador, com boa
Centro de Viseu. Telm. 910491439 Atendimento e Distribuição. Banda Mega Star - Grandes assunto muito sério, procura se- situação, procura senhora hon-
Tel. 934272248 Músicas - João Marques Almeida. nhora ate aos 70 anos. Informa esta entre os 60 e os 70 anos para
Tlm. 914889442/919546447 (24h) telemóvel 911017067 companheira. Relação séria. Enviar
carta a este jornal ao nº 1006
Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • • 15

Sp. Covilhã regressa


às vitórias
O Sp. Covilhã regressou às
Serranos estiveram a perder e deram a volta ao resultado no
segundo tempo perante um Porto B reduzido a nove jogadores
Filipe Pinto - Foto Académica
Ficha de Jogo
vitórias na sexta-feira, frente ao Árbitro: João Pinho (A.F. Aveiro)
FC Porto B, após duas derrotas Árbitros assistentes: Jorge Oliveira e
e um empate nos últimos três Carlos Campos
jogos. Na 30ª jornada da IIª Liga, E. Santos Pinto,
os comandados de Filó deram a
Covilhã
volta ao jogo e venceram por 2-1
permanecendo num tranquilo Sp. Covilhã.................. 2
oitavo lugar, com 41 pontos. São Bento, Tiago Moreira, Zarabi,
Os “dragões” entraram mais Rafael Vieira, Henrique Gomes,
fortes e logo aos 7’ deixaram um Gilberto, Guilherme Rodrigues, Mica
Silva, Adriano (Zé Pedro, 90’), Diego
aviso, com o remate de Madi a
Medeiros (Bonani, 79’) e Kukula
sair ao lado. A pressão da forma- (Deivison, 75’)
ção orientada por Rui Barros re- Treinador: Filó
sultou no minuto seguinte com
o primeiro golo da partida após FC Porto B.................. 1
Vítor São Bento ceder um canto Ricardo, Diogo Queirós, Bidi, Oleg,
Rui Pires, Yahaya, Bessa, Romário
quando tentava agarrar uma
(João Mário, 68’), Luizão, Madi, Rui
bola que ia para fora. Na sequên- Costa (Gleison, 82’)
cia, Rui Costa acertou no poste Treinador: Rui Barros
e, na recarga, Diogo Queirós
inaugurou o marcador. O Porto Golos: Diogo Queirós (8’), Kukula
Kukula, aqui pressionado por vários adversários, voltou a marcar pelo Coivlhã (59’) e Gilberto (89’)
B estava dominador, ganhava
com facilidade bolas divididas tistas, que alegaram existir fora isolava. Na conversão do livre, o Este sábado, os covilhanen- Ação disciplinar: Cartão amarelo
e aos 12’ podia ter aumentado de jogo na origem da jogada. Os capitão Gilberto selou a vitória ses viajam até Braga para defron- para Yahaya (52’ e 76’) e Luizão (59’).
a contagem, quando um mau locais continuaram a pressionar dos locais, num jogo que termi- tar a equipa B do clube minhoto, Cartão vermelho por acumulação
passe de Zarabi permitiu aos e a rematar mais e volvidos dez nou com o Porto B reduzido a que está em risco de despromo- para Yahaya (76’). Cartão vermelho
direto para Diogo Queirós (87’)
visitantes intercetarem a bola, minutos tiveram uma ocasião nove elementos. ção, em encontro da 31ª jornada.
mas Madi atirou ao poste. Aos soberana para dar a volta ao
Publicidade
23’, o Covilhã deu sinal de vida resultado, mas Ricardo fez uma PUB
e protagonizou a melhor ocasião defesa vistosa para travar um
do primeiro tempo, só que o remate de Mica e, na recarga,
“chapéu” de Diego Medeiros, negou outra vez o golo a Kukula.
que estava isolado, a Ricardo fez Aos 76’ os portistas ficaram com
a bola sair por cima da barra da a tarefa mais complicada depois
baliza portista. de Yahaya ver o segundo amare-
No segundo tempo, os ser- lo e ser expulso. E pior ficaram
ranos surgiram transfigurados e aos 89’, com nova expulsão, de
empataram aos 59’, por Kukula, Diogo Queirós, admoestado
assistido por Adriano, num lan- com vermelho direto por puxar
ce muito contestado pelos por- Deivison quando o brasileiro se

Futebol
Pequenos futebolistas deram
nas vistas no Sabugal DR

Cerca de 200 pequenos periências foram ponto de hon-


futebolistas participaram no ra. Participaram as equipas de
sábado no torneio “Sabugal petizes, traquinas e benjamins
Páscoa Cup”, que decorreu no do Sp. Sabugal, Serviços Sociais
estádio municipal da cidade do município do Sabugal, AD Es-
raiana. tação (Covilhã), NDS (Guarda),
A vitória final foi o que me- Guarda Unida Desportiva, AD
nos importou nesta competição Fornos de Algodres, CCR Vila
organizada pela autarquia onde Cortês do Mondego e Ginásio
o convívio e a partilha de ex- Figueirense.
16 • • Quinta-feira • 25 de abril de 2019 Publicidade

Ambiente e Transição Energética


Direção-Geral de Energia e Geologia
BANDARRA Aviso
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda Lic. Nº 2890 – AMI
Cooperativa Agrícola do Concelho de Trancoso, Crl Faz-se público, nos termos e para efeitos do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º
Rua do Campo,
Telefone: 5 – 1º Dto --6300-672
271211730 Guarda
967543140 Lic. Nº 2890 – AMI
www.predialdaguarda.pt 88/90, de 16 de março, que a Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd., requereu
Telefone: 271211730 - 964126775 www.predialdaguarda.pt CONVOCATÓRIA a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata,
chumbo, zinco cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos
VENDE
Nos termos do n.º 2 do art.º 23.º e art.º 25.º dos Estatutos, convoco os Cooperadores e minerais metálicos associados, numa área denominada “Antas”, localizado nos
ID:1220 V3 Guarda Vivenda isolada, no centro de aldeia, arrumos….. ..27.000€
da Bandarra Cooperativa Agrícola do Concelho de Trancoso, Crl para uma concelhos de Guarda, Pinhel e Celorico da Beira, delimitada pela poligonal cujos
ID:0000 Casa Rústica Para remodelação no centro histórico………. ….34.000€
Assembleia Geral Extraordinária, a realizar no dia 12 de Maio de 2019, pelas vértices, se indicam seguidamente, em coordenadas no sistema PT-TM06/ETRS89:
D:1003 T2 Guarda Bem localizado,1 wc, sala e um grande terraço……45.000€
ID:1158BT4Centro Bem localizado, necessitar obras de remodelação...52.000€ treze horas e trinta minutos, na sede social da mesma, com a seguinte de Ordem Área total do pedido: 262,681 Km2
ID:1235 V2 Centro Sala e coz. comum,2 quartos, anexos, logradouro.. 55.000€ de Trabalhos: Vértice X (m) Y (m)
ID:1119 T3 Centro Boa localização,3 quartos, 2 wc, 2 varandas,sótão. .60.000€ 1. Discussão e aprovação de remuneração e/ou senhas de presença aos Corpos 1 78662 103232
ID:1252 T2 Centro Lareira na sala, roupeiros, sótão,lugar de garagem. 70.000€ Sociais 2 71371 105632
ID:1158 T4 Centro Todo remodelado, 2 wc´s, lavandaria, 4quartos.… ..80.000€
2. Eleição dos Órgãos Sociais para o Iriénio de 2019/2022. 3 71327 110196
4 75556 110234
2
ID:1237 Lote Com 480 m ,p/ construção de uma moradia isolada ……..85.000€
ID:0971 T3 Centro Remodelado, roupeiros, sótão, lugar de garagem.. ..95.000€
Trancoso, 16 de Abril de 2019 5 75519 113936
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€
6 91015 114110
ID:1253 T3 Guarda Coz. mobilada, recuperador de calor, 2wc, sótão …95.000€
O PRESIDENTE DA MESA DA ASSEMBLEIA 7 91106 106707
ID:1254 T3 Guarda Lareira na cozinha, despensa, sótão, garagem.…...95.000€
2
ID:1105 Casas Rústicas Em pedra c/ 710m de terreno envolvente….100.000€
8 87635 106462
ID:1246 T2 Centro Completamente mobilado e equipado, wc, sótão…110.000€ 9 86874 105749
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal…… 115.000€ 10 88293 104204
ID:1239 T3 Guarda Aquec. central a lenha e a gás, sótão, garagem… 125.000€ (CORONEL VITOR MANUEL ALMEIDA RODRIGUES SILVA) 11 88439 104204
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal.. .150.000€
O Interior, nº 1007 de 25/04/2019 12 88439 93717
ID:0000 V5 Guarda Coz. c/ lavandaria, garagem, sótão, logradouro....150.000€ 13 82783 93655
ID:1236 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros. 185.000€
14 77487 96041
ID:1230 V4 Guarda Painéis solares,3wc´s, garagem,sótão,logradouro240.000€
ID:1251 V4 Quinta C/ 3ha, várias arvores de fruto, toda murada… …..245.000€
Ambiente e Transição Energética Atendendo ao Decreto-Lei n.º 88/90, de 16 de março, convidam-se todos os
Direção-Geral de Energia e Geologia interessados, no prazo de 30 dias a contar da data da publicação do presente, a
apresentar por escrito:
ARRENDA Aviso
ID:0972C Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€ a) Ao abrigo do n.º 1 do artigo 6.º, reclamações fundamentadas.
IID:1050 Loja Guarda Espaço amplo, 2 wc´s, e um armazém…………… ...220€ Faz-se público, nos termos e para efeitos do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º b) Ao abrigo do n.º 1 e do n.º 3 do artigo 5.º, propostas contratuais.
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...225€ 88/90, de 16 de março, que a Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd., requereu O pedido está patente para consulta, dentro das horas de expediente, na Direção de
ID:1094 T2 Centro Com os quartos mobilados, 1 wc ,2 varandas, sótão.. ..250€ a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata, Serviços de Minas e Pedreiras da Direção-Geral de Energia e Geologia, sita na Av.ª 5
ID:1238 T2 Pinhel Coz. c/ lareira, 2 quartos, 1wc, garagem, logradouro… .250€ chumbo, zinco cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos de Outubro, n.º 208 (Ed. Santa Maria), 1069-203 LISBOA, entidade para quem devem
ID:0017 T2 Guarda Totalmente mobilado e equipado, 1 wc, varanda……...260€ e minerais metálicos associados, numa área denominada “Nave”, localizado nos ser remetidas as reclamações. O presente aviso, planta de localização e a publicitação
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc. .275€ concelhos de Guarda, Almeida e Sabugal, delimitada pela poligonal cujos vértices, se do pedido estão também disponíveis na página eletrónica desta Direção-Geral.
ID:1212C T3 Guarda Coz. c/lareira, 3 quartos,1 wc´s, sótão, terraço….. .. ..300€
indicam seguidamente, em coordenadas no sistema PT-TM06/ETRS89:
ID:1095 T3 Guarda Coz. c/ lareira, 3 quartos, 2wc´s, roupeiros embutidos. 310€ 20 de fevereiro de 2019 - A Subdiretora-Geral, Cristina Lourenço.
Área total do pedido: 308,566 Km2
ID:1005B T3 Guarda Coz. c/marquise, 3 quartos,2 wc´s, sótão e garagem. 330€ O Interior, nº 1007 de 25/04/2019
ID:0000 T2 Centro Lareira na sala, roupeiro,2wc´s, garagem individual…..340€
Vértice X (m) Y (m)
2
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas ..….350€ 1 96335 87550
IID:1069 Loja Guarda Licença p/ comércio, 2 pisos, escritório,4 wc´s….. ...400€ 2 82783 93655 Ambiente e Transição Energética
IID:0969 Café Bar Com boa localização, totalmente equipado, 2 wc´s….....450€ 3 88439 93717
Direção-Geral de Energia e Geologia
4 88439 97419
5 106751 97658 Aviso
6 106350 96850 Faz-se público, nos termos e para efeitos do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º
7 106349 94956 88/90, de 16 de março, que a Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd., requereu
8 105388 94946 a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata,
9 105388 89966 chumbo, zinco cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos
10 106557 89964 e minerais metálicos associados, numa área denominada “Cabecinha”, localizado nos
11 106529 87815 concelhos de Sátão, Sernancelhe, Mêda, Pinhel, Figueira de Castelo Rodrigo, Trancoso,
12 106787 87818 Aguiar da Beira, Penalva do Castelo e fornos de Algodres, delimitada pela poligonal cujos
13 107068 75449 vértices, se indicam seguidamente, em coordenadas no sistema PT-TM06/ETRS89:
14 93184 76072 Área total do pedido: 421,098 Km2
15 93184 79998 Vértice X (m) Y (m)
16 97355 83871 1 40328 109834
Atendendo ao Decreto-Lei n.º 88/90, de 16 de março, convidam-se todos os 2 40185 115741
interessados, no prazo de 30 dias a contar da data da publicação do presente, a 3 41427 115745
apresentar por escrito: 4 44075 116798
a) Ao abrigo do n.º 1 do artigo 6.º, reclamações fundamentadas. 5 46668 118424
b) Ao abrigo do n.º 1 e do n.º 3 do artigo 5.º, propostas contratuais. 6 47713 119134
O pedido está patente para consulta, dentro das horas de expediente, na Direção 7 47531 120738
de Serviços de Minas e Pedreiras da Direção-Geral de Energia e Geologia, sita 8 46443 121406
Empresa de transportes admite: na Av.ª 5 de Outubro, n.º 208 (Ed. Santa Maria), 1069-203 LISBOA, entidade para 9 47948 123609
quem devem ser remetidas as reclamações. O presente aviso, planta de localização 10 47027 124600
COMERCIAL e a publicitação do pedido estão também disponíveis na página eletrónica desta 11 44683 122476
Procuramos profissional com o seguinte perfil: Direção-Geral. 12 41645 124774
20 de fevereiro de 2019 - A Subdiretora-Geral, Cristina Lourenço. 13 43605 125376
• Fluente na língua francesa (imprescindível);
O Interior, nº 1007 de 25/04/2019 14 44915 128200
• Conhecimentos de língua inglesa; 15 44114 129107
• Informática na ótica do utilizador; 16 44257 129225
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais Ambiente e Transição Energética 17 48647 132750
no setor de transportes; Direção-Geral de Energia e Geologia 18 49647 132749
Aviso 19 49648 133958
Oferecemos: 20 54237 134110
• Formação; Faz-se público, nos termos e para efeitos do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 21 85516 134404
• Disponibilização de computador portátil; 88/90, de 16 de março, que a Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd., requereu 22 76862 130345
a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata, 23 64191 120351
• Trabalho a partir de casa; chumbo, zinco cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos e 24 64152 124936
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA minerais metálicos associados, numa área denominada “Silva”, localizado nos concelhos 25 51491 124837
de Aguiar da Beira, Trancoso, Pinhel, Guarda, Celorico da Beira e Fornos de Algodres, 26 51593 109623
delimitada pela poligonal cujos vértices, se indicam seguidamente, em coordenadas Atendendo ao Decreto-Lei n.º 88/90, de 16 de março, convidam-se todos os interessados,
PUB
no sistema PT-TM06/ETRS89: no prazo de 30 dias a contar da data da publicação do presente, a apresentar por escrito:
Área total do pedido: 435,904 Km2 a) Ao abrigo do n.º 1 do artigo 6.º, reclamações fundamentadas.
Vértice X (m) Y (m) b) Ao abrigo do n.º 1 e do n.º 3 do artigo 5.º, propostas contratuais.
1 51491 124837 O pedido está patente para consulta, dentro das horas de expediente, na Direção de
2 64152 124936 Serviços de Minas e Pedreiras da Direção-Geral de Energia e Geologia, sita na Av.ª 5
3 64191 120351 de Outubro, n.º 208 (Ed. Santa Maria), 1069-203 LISBOA, entidade para quem devem
4 63364 119699 ser remetidas as reclamações. O presente aviso, planta de localização e a publicitação
5 65383 116299 do pedido estão também disponíveis na página eletrónica desta Direção-Geral.
6 79835 121941
7 89675 123871 20 de fevereiro de 2019 - A Subdiretora-Geral, Cristina Lourenço.
8 91015 114110 O Interior, nº 1007 de 25/04/2019
9 75519 113936
10 75556 110234
11
12
71327
71371
110196
105632 António Gil Advogado
13 59709 109471 Tel. / Fax 271 238 344
14 51593 109623
Atendendo ao Decreto-Lei n.º 88/90, de 16 de março, convidam-se todos os R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
interessados, no prazo de 30 dias a contar da data da publicação do presente, a
Filipe Pinto apresentar por escrito:
a) Ao abrigo do n.º 1 do artigo 6.º, reclamações fundamentadas.
antonio.gil-5388C@adv.oa.pt
Fotojornalista b) Ao abrigo do n.º 1 e do n.º 3 do artigo 5.º, propostas contratuais.

Vende-se
O pedido está patente para consulta, dentro das horas de expediente, na Direção
de Serviços de Minas e Pedreiras da Direção-Geral de Energia e Geologia, sita
na Av.ª 5 de Outubro, n.º 208 (Ed. Santa Maria), 1069-203 LISBOA, entidade para
quem devem ser remetidas as reclamações. O presente aviso, planta de localização Quinta com Casa, cerca de 12 ha
Rua Combatentes da Grande Guerra, nº41 • 6200-076 COVILHÃ e a publicitação do pedido estão também disponíveis na página eletrónica desta
à beira do rio Mondego, perto das rotundas
Direção-Geral.
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950 da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego
20 de fevereiro de 2019 - A Subdiretora-Geral, Cristina Lourenço.
E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com O Interior, nº 1007 de 25/04/2019 Contactos: 966473371 • 271926638
Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • • 17

Desporto universitário Futebol distrital


UBI e Câmaras da Covilhã e Fundão Vila Franca das Naves campeão
da IIª Divisão na última jornada
querem organizar Nacionais de 2020 DR
O Vila Franca das Naves
sagrou-se campeão distrital
classificado, e o Paços da Ser-
ra terminou em terceiro ao
A Universidade da Beira da IIª Divisão da AF Guarda na vencer em casa a ADC Castelos
Interior (UBI), Associação Aca- última jornada do campeonato, por 4-3. Finalmente, a Guarda
démica (AAUBI) e as autarquias disputada no sábado. Desportiva ganhou o dérbi do
da Covilhã e Fundão candidata- A equipa do concelho de concelho com o “lanterna ver-
ram-se à organização da fase fi- Trancoso recebeu e venceu o melha” Casal de Cinza por 3-2.
nal dos Campeonatos Nacionais Nespereira por 3-0 e aprovei- Na Iª Divisão, a compe-
Universitários (CNU’s) de 2020. tou o facto do líder Foz Côa tição regressa este domingo
A proposta foi entregue folgar para conquistar o título para a 25ª e penúltima jorna-
ao presidente da Federação com um ponto de vantagem da. Vão jogar Sabugal-Soito,
Académica do Desporto Uni- sobre os fozcoenses. As duas Figueirense-Vilar Formoso
versitário (FADU), Daniel Mon- formações já tinham garantido e Almeida-Manteigas, além
teiro, no passado dia 17. A UBI a promoção à Iª Divisão na do São Romão-Celoricense,
já acolheu estes campeonatos próxima época. Nos restantes Gouveia-Fornos, Aguiar da
em 1992, 1997 e 2013. «Com a jogos, o Pala foi ganhar 2-0 Beira-Vilanovenses e Vila Cor-
colaboração dos municípios, a a Freixo de Numão, quarto tês-Trancoso.
universidade e a sua Associação
Académica ficam asseguradas
as condições para que a orga- Atletismo
nização destes campeonatos
sejam um sucesso e que as
«Não esquecendo a zona onde
estamos inseridos, integrámos
formação académica ou o futuro
depois de terminada a carreira.
Corrida da Liberdade em Trancoso
competições decorram dentro no programa social desta can- Uma mais-valia da candi- esta quinta-feira
dos mais elevados padrões», didatura a plantação de uma datura é a parceria estabeleci- No âmbito das comemo- sentação individual ou coleti-
afirmou o reitor António Fi- árvore por cada participante da com os dois municípios da rações do 25 de Abril decorre va. Há prémios monetários, de
dalgo. Afonso Gomes, presidente no evento, contribuindo para Cova da Beira, enquanto Daniel esta quinta-feira, em Trancoso, 10 a 140 euros, para os cinco
da AAUBI, destacou a existência a reflorestação da área afetada Monteiro, presidente da FADU, a Corrida da Liberdade. melhores classificados das
de nove instalações desportivas pelos incêndios dos últimos reconheceu a Covilhã e a UBI As provas têm início pelas categorias absolutos (mascu-
nos dois concelhos, 14 unidades verões», acrescentou o diri- «têm sido excelentes anfitriões 10h30, com uma corrida lúdica linos e femininos) e veteranos.
hoteleiras disponíveis para gente, que propõe a realização de organizações nacionais da dedicada à família, no largo D. A organização é da autarquia
receber os participantes e in- de um fórum para debater temas Federação ao longo das mais Dinis. Seguem-se, ao longo da de Trancoso, em colaboração
fraestruturas para as refeições. como carreiras desportivas e diversas épocas desportivas». manhã, as competições dos com a União de Freguesias
diferentes escalões etários. A de Trancoso e Souto Maior e
Rali participação é gratuita e está Grupo Desportivo de Trancoso,
aberta a atletas federados e com o apoio da Associação de
Racing Trophy das Beiras arranca no Paul DR
não federados, seja em repre- Atletismo da Guarda.
O Guarda Unida Desportiva,
em colaboração com a Casa Futebol
do Povo do Paul, organiza este
domingo o Rali Regularidade Torneio de veteranos em Almeida
Sport do Paul (Covilhã), uma Óbidos, Amarante, Vila pela autarquia e vai envolver
competição destinada a au- Nova de Gaia e Almeida par- cerca de 100 participantes,
tomóveis clássicos e desportivos ticipam este fim de semana no sendo que os jogos serão dispu-
e que será a primeira do Racing Almeida Cup de Futebol em Ve- tados nos campos do Vilar For-
Thropy das Beiras (RTB). teranos. O torneio é promovido moso e do Estrela de Almeida.
Este troféu é constituído
por cinco provas a realizar em
Castelo Novo (Fundão), Sobral Ténis
da Serra (Guarda), Longroiva Open da Liberdade em Trancoso
(Mêda) e Barragem do Calde-
Para comemorar o Dia da sendo a inscrição gratuita, mas
irão (Guarda), além do Paul,
Revolução, o munícipio de Tran- obrigatória, e pode ser feita até
que já vai na quinta edição. A
coso propõe um torneio de ténis. às 14 horas desta quinta-feira
organização espera a participa-
A quarta edição do Open através do link https://forms.
ção de dezenas de pilotos, que
da Liberdade está incluída no gle/SSSJyoQ99zALQkrM7. O
vão lutar contra o cronómetro
programa de atividades da torneio é pontuável para o Cir-
numa subida entre as escadas
efeméride e realiza-se no com- cuito Distrital de Ténis Amador
do Santuário da Nossa Senhora
plexo das piscinas municipais. A Guarda 2019, estando a hora de
das Dores e o Cruzeiro do Paul. terá lugar uma passagem de à obtenção do melhor tempo.
competição é aberta a tenistas início das partidas dependente
Este ano o traçado sinuoso foi treino livre e outra de referên- O regulamento da prova está
amadores, masculinos e femini- do número de inscritos, de acor-
aumentado para cerca de três cia para a prova da tarde, que aprovado pela Federação Por-
nos, federados ou não federados, do com a organização. 
quilómetros. Durante a manhã inclui três passagens com vista tuguesa e Automóvel e Karting.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

sinais do tempo
opinião
opinião
Santinho Pacheco *
João Santiago Correia
joao.correia.10@netvisao.pt O Ovo no folar da Páscoa
A comemoração da Páscoa, embora com data variável no esposo o lavrador de nome Amaro.

Território e calendário gregoriano, confunde-se com o início da Primavera e


é determinada em função da primeira lua cheia, após o dia 21 de
Mas a lenda não termina com o triunfo de Amaro, pois
corriam rumores, que o casamento marcado para o Domingo
março. Com base neste dia surgem os domingos da Quaresma. de Páscoa podia ser alvo da vingança do fidalgo, cujo nome não
Liberdade A Páscoa é um símbolo católico de esperança, mas contem
intrinsecamente no pensamento cristão um sentimento de rotura
é referido na lenda, tornando-se num banho de sangue e numa
tragédia. Mariana, mais uma vez, sem querer abusar, pede a
1. O Parlamento acaba de aprovar o com as injustiças. A ressurreição é igualmente o renascimento e intervenção da santa, colocando flores na sua imagem, ficando
texto final de um diploma que consagra os o reinício de um novo ciclo de vida. convencida que tudo ia correr bem porque a imagem lhe sorriu.
estatutos de uma “nova” Casa do Douro. É Recordo-me do ramo cheio de simbolismo, que era presente Ao chegar a casa encontrou na mesa um bolo coberto de ovos
uma lei que resulta da soma de propostas do ao sacerdote no domingo anterior e era benzido, com a carga inteiros rodeado das mesmas flores e constatou que o bolo tinha
PS, BE e PCP, mas que vai muito para lá de emocional e as leituras ou sentidos que lhe quisermos dar. Na sido também entregue a Amaro e ao fidalgo sem nome. Este
uma visão estritamente partidária. realidade, o Domingo de Ramos celebra a entrada de Jesus em bolo, denominado folar, ficou associado à paz e união e como
É um texto fundado nos contributos da Jerusalém, recebido com ramos de oliveira. O ramo deve conter a tem ovos inteiros, foi também associado ao amor, fertilidade e
Comunidade Intermunicipal do Douro que oliveira que associamos à paz e alecrim associado à alegria. Tenho renascimento, e como o casamento se consumou sem tragédia
integra autarcas do PSD e PS, mas também a ideia que lhe juntávamos algumas flores silvestres, acabadas no dia de Páscoa mais se entende a ligação.
tem propostas da CAP, da CNA ou da Asso- de brotar, que roubávamos à colorida paisagem. As estórias, mas principalmente as lendas, perdem no rigor
ciação de Exportadores. A este esforço de E onde se insere o ovo neste espírito, tenho-me perguntado. histórico o que ganham em beleza com um final feliz.
consenso há que acrescentar duas exigências Fui investigar com ajuda da Wikipedia e pude concluir que Ēostre O folar é um bolo rico, contendo farinha de trigo, ovos e
decisivas: o respeito pela Constituição e a ou Ostera é a deusa da fertilidade, amor e do renascimento na açúcar, somando-lhe os ovos inteiros, recobrindo a superfície
total observância das regras comunitárias. mitologia anglo-saxónica e nórdica. Na Primavera as lebres e bem no centro. Ao folar associa-se o padrinho. A importância
Faz todo o sentido consagrar, no Douro, os ovos coloridos eram os símbolos da fertilidade e renovação. de quem recebe o folar, mas também a capacidade financeira de
uma associação de produtores de inscrição Posteriormente, a Igreja católica acabou por substituir as festi- quem oferece, é medida pela dimensão do bolo e pelo número
obrigatória porque existe a singularidade do vidades pagãs de Ostera pela Páscoa, não sem absorver muitos de ovos.
“benefício”. O Douro é mesmo, também por de seus costumes, inclusive os ovos e o coelhinho. Amaro recebeu um folar de muitos ovos por certo, é um
isso, uma região demarcada única no mundo. O outro símbolo inerente á Páscoa é o folar, com ou sem homem de sorte ou que faz por a ter rodeado ao longo da vida
2. Foram identificadas no Centro-Norte ovos. Na pesquisa fui encontrar uma lenda portuguesa, em que de padrinhos e afilhados, por certo formaram um casal feliz para
do país várias zonas com potencial para a uma jovem de nome Mariana tinha o desejo de casar cedo, por todo o sempre.
prospeção de lítio e o distrito da Guarda isso muito rezou a Santa Catarina e logo lhe surgiram dois pre- Coincidência ou não, foi próximo da Páscoa que Amaro, o
aparece como a mais promissora. Usado em tendentes, sendo um fidalgo rico e um lavrador pobre, de seu outro, se fez anunciar a candidato à Câmara e próximo da Páscoa,
várias indústrias, nomeadamente na da cerâ- nome Amaro, ambos jovens e belos. Depositou a escolha numa seis anos depois, suspendeu o mandato para voar para Bruxelas
mica e do vidro, o lítio ganhou recentemente ladainha a pedir ajuda de novo à Santa e os pretendentes marca- e Estrasburgo. A Ribeirinha, que aqui entra por uma questão de
maior importância com o desenvolvimento de ram o Domingo de Ramos como data limite para que elegesse o cruzamento de lendas, ficará triste, olhando as rotundas, já com
novos componentes dos telemóveis e auto- preferido, porque na lenda até o amor tem um limite temporal. saudade das festas, esperando que, tal como D. Sebastião, tam-
móveis elétricos. Até 2018, os interessados Nesse dia Mariana foi avisada que os pretendentes travavam bém roubado a outra lenda, ele volte numa manhã de nevoeiro,
na pesquisa e na prospeção do lítio tinham uma luta de morte e correu para junto deles, sempre rezando para cumprir as outras promessas que fez um dia... A esperança
apenas de solicitar a respetiva licença. e pedindo ajuda a Santa Catarina, acabou escolhendo para seu e o renascimento são, sem dúvida, a alma da Páscoa.
A partir de agora tudo vai mudar,
observando-se outros níveis de exigência
e rigor, obrigando a concursos públicos
que estão a ser lançados pelo Ministério
do Ambiente e Transição Energética. Há
quem queira investir centenas de milhares

A inutilidade das coisas


de euros na exploração e processamento de
opinião
compostos de lítio, com início de produção
Maria Afonso
previsto para 2021. O lítio pode assim dar
um enorme impulso à economia da região Um bairro inteiro a demolir. Casas. Homens desmembrados a demolir. Os habitantes foram permitindo fotografias. Películas
da Guarda, criar postos de trabalho e fixar como pedaços de blocos maciços de betão. Paredes de cores a preto e branco que terminaram expostas. Com elas o entendi-
população. Mas antes é preciso esclarecer: fortes a empalidecer. Quando cai uma casa é como se resvalasse mento possível de um mundo acima do norte. Os que viveram
há ou não riscos ambientais associados a um espelho duplo sob o rosto das palavras. Ninho. Lar. Cama. não conseguiram disfarçar os vincos na pele. Pressente-se brilho
esta atividade mineira? Café. Nos quadros que as paredes ostentavam oculta-se agora e uma apressada elegância na atitude de quem se olha, quase
um retoque de céu. Um olhar de mar. Se os quisermos observar desnudado, num obturador.
P.S.: Este período de pré-campanha para teremos que os procurar como se fossem livros de lombada Fragmentos de alvenaria alinhados, encaixados, encaixilha-
as eleições europeias é marcado por um oca. Aparentes obras anónimas que cortinas em organza de seda dos. Um som de hip-hop a esvaziar palavras duras. Como se
conjunto de celebrações de inegável interesse deixam transparecer. Ao fundo, encostadas a uma parede, as fossem cuspidas. E os gestos arrebatados de quem sabe a que
político-cultural da nossa história recente. estantes roubadas de uma biblioteca. Quase não se dá por elas. assistem as mãos. Transeuntes esporádicos não resistem a olhar
Numa só semana, a evocação dos 50 Só as sombras sujas talham os seus limites. de perto. Experimentam a insensatez de serem casas. Reinventam
anos da crise académica de Coimbra (17 de Os blocos de betão rosa amontoam-se como ossadas de monólogos ciciados e vêem-se a entabular estranhos diálogos
abril de 1969), os 46 anos da fundação do PS, um cemitério que se abriu. Um dicionário de pintura abstracta como peixes fora de água. Rareia o ar. Balbuciam-se as palavras.
com o simbolismo desse dia 20 de abril de suspenso nos andaimes de ferro olha-nos por dentro. Sente-se O lugar deixou de existir.
1973 ter acontecido na Alemanha, como que o vôo enlouquecido das gaivotas. Atiram-se descontroladas Sobeja uma escadaria de madeira gasta. É por ela que se
a prenunciar o decisivo comício do Porto – “A contra os molhes. Procuram na cabeça das mulheres o cheiro alcança a janela com os olhos azul do mar. Semicerrando as
Europa Connosco” – e o pedido de adesão à dos colares de peixe seco. As mulheres do mar costuram velas pálpebras vislumbraremos o homem majestoso, água quase, no
CEE feito por Mário Soares e, obviamente, o que pintam nos sonhos. Os homens seguram búzios. Temem topo da sala. Somos a casa. O bairro inteiro. O betão e as cores
25 de Abril, o dia da Liberdade. fechar a porta ao sussurro das vagas. de todas as paredes. Erguemos uma praça ampla, sem andaimes.
É neste contexto que temos a responsa- Com o mar ali tão perto dir-se-ia que eram casas de férias. Espalhamos as folhas do dicionário de pintura abstracta. Embru-
bilidade de defender e alargar o modelo social Vestígios de revistas quase desfeitas libertam palavras onde lhamos nas cortinas o vento e deixamos de esconder as mãos.
europeu, exemplo para o mundo inteiro. se pode pousar os cotovelos. Ao longe, um bote remado por Agora, o que se observa, já distante, está contaminado. É
O populismo tem muitos rostos e um homem-pássaro alerta para a veracidade dos mistérios que uma lâmina emprestada ao tempo. Uma ilusão perversa que
muitas manhas subtis. Este é o tempo da prende o azul. O casaco impermeável, amarelo forte, continua hesita permanecer como um fardo puído. Há, porém, um barco
Europa se voltar a unir pela Liberdade e pela pendurado no bengaleiro improvisado. Dois capacetes disputam, misterioso, uma rota indecifrável à beira das palavras. O que
Democracia. inertes, a sua utilidade. Lado a lado aguardam as horas. O tempo prevalece é irremediável e fiel. Uma dobra quase volátil, cativa
foi danificando as casas e abrindo chagas nas mãos dos homens. e inesperada. Uma sombra que sobra para ser discreta. Se não
* Deputado do PS na Assembleia da A dúvida desfaz-se no olhar triste do cão que nada prevê. fosse o golpe na mão e o sangue que persiste até à cicatriz.
República eleito pelo círculo da Guarda e Tarda-lhe o silêncio na derradeira vigilância das estações do ano.
antigo Governador Civil da Guarda Não consta que alguma vez tenha havido férias no bairro pronto * A autora escreve de acordo com a antiga ortografia
Quinta-feira • 25 de abril de 2019 • • 19

FIO
de
opinião
David Santiago Geringonças opinião
Acácio Pereira PRUMO
A expressão geringonça veio para ficar Sánchez e, aparentemente, está a produzir
no léxico ibérico. Em Espanha, a designação
escolhida para caracterizar a aliança de poder
resultados, como mostra o progressivo
reforço do PSOE nas intenções de voto.
Um porto seco para a Guarda
que derrubou Rajoy, e nunca antes experimen- No entanto, Sánchez ficará distante da «Não cruzarás o mesmo rio duas ve- mental para a implementação dos portos
tada, foi “Frankenstein”, mas vai dar tudo ao maioria absoluta, mesmo que em coligação zes, pois outras são as águas que correm secos. Como a beneficiação da Linha da
mesmo. Em ambos os casos deu-se nome a com o Unidos Podemos. Portanto para go- nele», disse Heráclito de Éfeso. Não se Beira Baixa pode libertar canais horários
fórmulas governativas inéditas que alargaram vernar restam-lhe duas hipóteses: voltar a tem a mesma oportunidade duas vezes. ferroviários entre Coimbra e Entronca-
as possibilidades de formação de governos procurar o apoio dos partidos soberanistas «Tudo flui», acrescentou ele. mento na sobrecarregada Linha do Norte,
com base na mesma aritmética parlamentar. que o derrubaram ao não aprovarem o or- A publicação, na semana passada, essa será mais uma razão a favorecer a
As sondagens mostram que tanto em çamento espanhol de 2019, arriscando nova no “Diário da República” do Decreto- localização de uma infraestrutura des-
Espanha como em Portugal é bem provável legislatura instável e ao sabor dos ímpetos Lei que estabelece o conceito legal de te tipo na Beira Alta. Outra razão é a
voltar a haver geringonças na sequência nacionalistas e, com isso, gerar desconten- Porto Seco – definindo as regras, os proximidade de Espanha e da sua rede
dos próximos atos eleitorais. As eleições tamento no amplo eleitorado unionista; ou procedimentos e a desmaterialização ferroviária.
espanholas deste domingo deverão obrigar juntar-se ao Cidadãos, isto se Albert Rivera necessários para a sua implementação O potencial de um porto seco é fa-
à formação de nova geringonça ou, no limite, esquecer o “não” a qualquer aliança com o – é uma oportunidade para a Guarda se cilitar as transferências de mercadorias
à reedição do “Frankenstein” cuja implosão PSOE enquanto os socialistas forem lidera- afirmar como centro logístico que já é. entre armazéns de depósito temporário,
provocou a terceira eleição geral em pouco dos por Sánchez, o que parece difícil dada a Os portos secos são elementos facilitar e simplificar o processo adua-
mais de três anos. guinada rumo à direita. fulcrais nas redes logísticas, atuando neiro e servir de elo de agregação com
Mas se as duas últimas eleições eviden- O bloco de direita (ou as três direitas como nós interiores para a concen- os portos marítimos, dinamizando as
ciaram quão difícil é formar governo a partir como ironiza o líder socialista) formar gover- tração de mercadorias, depósitos de empresas e a economia das regiões onde
de um parlamento tão polarizado – onde o no representaria desde logo uma nunca vista contentores vazios e outros serviços se instalam. Permitem também uma mais
histórico bipolarismo PSOE-PP deu lugar a geringonça (pelo menos ao nível nacional), logísticos. Permitem por isso a con- fácil exportação dos bens produzidos no
um espectro partidário dominado por quatro porém é necessária uma inflexão na tendên- centração dos volumes necessários seu território, com redução de custos e
forças –, a emergência da extrema-direita cia das sondagens para alcançar a almejada para ligações intermodais frequentes acesso facilitado.
(Vox) veio adensar ainda mais a nebulosa maioria absoluta, isto porque nesta fase PP, diretas com portos e outros terminais Por tudo isto, a afirmação da Guarda
da incerteza política. E esta “pentocracia” Cidadãos e Vox continuam aquém dos 50%. intermodais, nomeadamente rodoviá- como centro logístico é uma oportunida-
em que o Vox se junta a PSOE, PP, Unidos Por cá, o barómetro da Aximage confir- rios e ferroviários. de de viragem para a região. Sobretudo
Podemos e Cidadãos já provocou uma se- ma a estabilidade do sistema político portu- Ora, a região da Guarda reúne ótimas os empresários, mas também a Câmara
paração de águas inesperada. guês, com os campos da esquerda e direita condições para a localização de uma Municipal da Guarda – agora com novo
Liderado pelo herdeiro de Aznar, Pablo bem definidos e praticamente inalterados grande estrutura deste tipo: situa-se na presidente, Carlos Chaves Monteiro – e
Casado, o PP deslocou-se para a direita e aban- face aos resultados das últimas eleições confluência de dois canais rodoviários a Comunidade Intermunicipal, têm à sua
donou o centro-direita. O Cidadãos, que até legislativas. A última sondagem dá a vitória a estruturantes, a A23 e a A25, e na con- disposição um poderoso instrumento
aqui sempre quisera colocar-se entre o PSOE um PS incapaz de se reaproximar da maioria cordância de duas linhas ferroviárias – a para atrair investimento, criar emprego
e o PP, optou (definitivamente?) por também absoluta e o PSD a crescer para aproximar a Linha da Beira Alta e a Linha da Beira e fixar atividade económica e riqueza na
se afirmar à direita. O centro-direita ficou órfão. direita do resultado da PàF em 2015. Baixa, cuja eletrificação está em curso. A região.
Estas deslocações permitiram ao PSOE Isto significa que António Costa vence, Guarda tem, por estas vias, uma ligação As oportunidades só surgem uma
alargar o espaço de influência e afirmar-se mas também que precisará da esquerda privilegiada aos portos de Aveiro, de vez. Se não a agarrarem, outros o farão.
como o partido fiel de uma balança amea- (Bloco e, ou CDU, ou na ordem inversa) para Leixões e de Lisboa.
çada por radicalismos. É essa a estratégia evitar o regresso da direita (PSD e CDS) ao O transporte por ferrovia é funda- * Dirigente sindical
do primeiro-ministro em funções Pedro poder. Bem-vindo à Ibéria das geringonças!

mitocôndrias e quasares
opinião
António Costa
antoniomanuelcosta@gmail.com
A atividade científica
Existe um grade número de definições mento compreende dois aspetos: o método Uma ciência que relega para segundo doente até ela ficar com melhor aspeto, ou
das ciências, podendo distinguir-se três e os saberes. O método corresponde a um plano o seu papel descritivo e começa a modificar a quantidade de açúcar ou de
níveis. Num primeiro nível, muito geral, conjunto de ações: procurar semelhanças, enunciar leis explicativas que podem ser manteiga de uma receita de bolo até que
as ciências designam conjuntos organi- observar, emitir hipóteses, resolver pro- verificadas de uma maneira experimental o sabor nos satisfaça, são exemplos de
zados de conhecimentos relativos a certas blemas. Os saberes são o resultado da atingiu uma certa maturidade. experimentação controlada.
categorias de enunciados de observações aplicação deste método: os enunciados Chegada a uma fase de desenvolvi- É preciso admitir, contudo, que as
ou de fenómeno. Trata-se nesta altura de de observações, os conceitos, as leis, as mento relativamente avançada, a ciência ciências exigem um esforço intelectual
ciências biológicas, de ciências sociais, teorias e os modelos. pode nessa altura predizer determinados especial. Além do facto que recorrem a
de ciências políticas, de ciência físicas, de Todas as ciências apresentam de- acontecimentos e fenómenos. Uma ex- um linguagem científica simbólica e mate-
ciências da educação, etc. terminadas características comuns. As celente maneira de verificar o valor de mática, as ciências implicam muitas vezes
No segundo nível as ciências desig- ciências procuram primeiro descrever uma lei científica consiste em utilizá-la uma profunda modificação das maneiras
nam, além do que procede, um método com fidelidade, de uma maneira sistemá- para formular uma predição. A predição de encarar o mundo. Qualquer pessoa que
racional e rigoroso que permite alcançar tica, corpos, organismos ou fenómenos. da descoberta do planeta Neptuno ou a estude as ciências deve questionar as suas
determinados saberes a respeito de enun- Durante o seu desenvolvimento qualquer predição do desvio da luz de uma estrela conceções habituais e reconstruir, pouco
ciados de observações e de fenómenos. ciência conhece geralmente uma primeira pelo Sol são exemplos célebres. a pouco, conceitos mais abstratos e mais
Este método atribui um papel de primeiro fase durante a qual a descrição ocupa um Associamos muitas vezes as ciên- complexos. Por exemplo, se deixarmos
plano à experimentação. lugar preponderante. Nos séculos XVI e cias a uma atividade de especialista, que cair ao mesmo tempo uma grande rocha
Num terceiro nível, o mais pertinente XVII, por exemplo, a botânica e a biologia decorre em laboratório. Acontece-nos a e uma pequena rocha elas chegam ao chão
quando se trata de ciências físicas, bioló- consistiam, sobretudo, em descrever e todos, contudo, como o Sr. João em “O ao mesmo tempo.
gicas, da Terra e do Espaço, as ciências classificar as plantas e os animais. Burguês Fidalgo”, que fazia prosa sem o Além disso, alguns objetos muito
designam o método experimental e os As ciências pretendem em seguida saber, encontrar respostas para as nossas pesados flutuam, enquanto outros, muito
saberes que esse método permite adquirir, explicar, ao estabelecer leis gerais a partir perguntas de uma maneira científica. Fazer leves, vão ao fundo. A observação de fe-
nos domínios do universo material e do dos fenómenos observados. Essas leis são variar alternadamente as quantidades de nómenos com estes pode conduzir a pôr
universo vivo. Esta última linha de pensa- verificadas por experiências controladas. água, de luz e de adubo dadas a uma planta em questão certas conceções.
opinião
Observatório de Ornitorrincos
20 • • Quinta-feira • 25 de abril de 2019

opinião
rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda
Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt Nuno Amaral Jerónimo
extremo.acidental@gmail.com

Guarda
Nunca joguei Fortnite
CDS-PP questiona Governo Como os leitores bem sabem, o non sequitur é um recurso

sobre obras no Pavilhão 5


literário – há também uma falácia filosófica com o mesmo nome,
mas agora o tempo já está a melhorar. No entanto, nestes tempos
de pós modernos (com e sem hífen) torna-se necessário distinguir
os verdadeiros non sequitur dos falsos.

do hospital DR
Um exemplo real de non sequitur pode ser assim:
Criança – Pai, o índice Dow Jones voltou a descer.
Adulto – Esta sopa está fria.
Já um falso poderá ter esta forma:
Amigo – O Danilo Gentili foi condenado a seis anos de prisão
por fazer piadas com uma deputada.
Eu – Esta semana não estou com grande inspiração para
escrever os Ornitorrincos.
Embora pareça um non sequitur, na minha mente esta situação
é um non non sequitur. No fundo, é um verdadeiro sequitur. Porque
segue a lógica do ditado popular “quem tem cu, tem medo”. Que
é um ditado popular bem redutor. Eu não tenho apenas medo por
causa de ter um rabo. Mantendo a prosa no estilo gingão do bom
povo, o meu receio não é apenas apanhar vergastadas nas nalgas.
Também temo levar sopapos nas trombas, traulitadas nos cornos,
um enxerto no lombo, porrada de criar bicho, e outras sevícias nas
quais o meu corpo não está interessado.
Se a moda pega por cá e fazer piadas com políticos der direito
a cadeia – ou a ser defendido por esse amante da liberdade que
é Jair Bolsonaro (amante no sentido em que a visita uma vez por
outra, quando tem vontade de dar umas cambalhotas) – contem
comigo para continuar neste espaço a escrever com toda a minha
energia sobre arroz de cabidela, hortênsias, ou livros de estran-
geiros mortos. E nem sequer será para os criticar.

Vinhos
Vinal junta 15 produtores em Vila Nova
Os deputados do CDS-PP izar a segunda fase das obras de «como o valor de investimento de Tazem
João Rebelo e Ana Rita Bessa reconversão e reconstrução do previsto foi substancialmente A Adega Cooperativa de que irá decorrer nos dias 17, 18
questionaram o Governo sobre Hospital Sousa Martins, e quan- alterado, tornou-se necessário Vila Nova de Tazem (Gouveia) e 19 de maio. No evento, onde
as obras de recuperação do do». Na resposta, com data de 13 instruir novamente o processo vai acolher em maio o evento vão também participar cinco
Pavilhão 5 do Hospital Sousa de abril de 2018, o gabinete do de autorização». vínico Vinal - Vinhas de Altitude produtores de outros produtos
Martins da Guarda. ministro Adalberto Campos Fer- Passados estes meses, João - 3º Grande Prova de Vinhas de da Serra da Estrela do ramo
Numa pergunta enviada à nandes afirmou que a Unidade Rebelo e Ana Rita Bessa ref- Altitude, que reunirá cerca de 15 alimentar e dois espaços de
ministra da Saúde através da Local de Saúde (ULS) da Guarda erem que «depois de concluída produtores. restauração, irá proporcionar
Assembleia da República, os apresentou, a 31 de outubro de a primeira fase da empreitada Segundo a autarquia de aos visitantes provas livres,
parlamentares querem saber 2016, uma candidatura no âm- das obras de remodelação e Gouveia, trata-se de um «grande “showcooking” com harmoniza-
se «vai, ou não, o Governo con- bito do projeto “Requalificação reconstrução do Hospital Sousa evento vínico do concelho de ções gastronómicas e animação,
cretizar as obras de reconversão do Edifício 5 para instalação do Martins, na Guarda, inaugurado Gouveia e da Serra da Estrela», entre outras atividades.
e reconstrução do Hospital Departamento da Criança e da na anterior legislatura, a se-
Sousa Martins, nomeadamente Mulher”. gunda fase da intervenção, que
do Pavilhão 5». No documento, A missiva acrescentava que contempla a remodelação, entre O INTERIOR
os deputados perguntam ainda
quando serão realizadas as ob-
o investimento encontrava-se
«contemplado na 1ª fase do
outros, do Pavilhão 5, não teve
ainda concretização».
Cravos pelo 25 de Abril
ras no edifício do hospital da Programa Operacional Regional «Em junho de 2017, esta
Guarda – conhecido localmente CENTRO 2020 para os cuida- requalificação foi adiada, decor-
por Pavilhão 5 –, onde funciona- dos hospitalares (CENTRO-05- rendo do indeferimento da can-
ram as urgências até à abertura 4842-FEDER-000034)», sendo didatura da obra por parte da
do novo bloco, em 2014. a estimativa para a intervenção Comissão Diretiva do Programa
Os centristas recordam que de 2.460.000,00 euros mais IVA. Operacional do Centro», susten-
no dia 11 de abril de 2018 o par- A informação do Governo adian- tam. Para o partido, o adiamento
tido dirigiu ao então ministro da tava ainda que «ao processo de das obras «prejudica o acesso dos
Saúde uma pergunta sobre a se- candidatura ficou a faltar o pro- utentes a melhores comodidades
gunda fase das obras do Hospital jeto de execução (arquitetura e e atendimento, bem como a mel-
Sousa Martins, questionando o especialidades) que se encon- horia das condições de trabalho
Governo «se tencionava concret- trava em fase de concurso» e dos próprios profissionais».

Cadafaz
Taça de Portugal de Enduro BTT no fim de semana
A Associação de Solidarie- uma etapa da Taça de Portugal de e alguns espanhóis. No sábado
dade do Cadafaz (Celorico da Enduro BTT. realizam-se os treinos livres e no Por ocasião dos 45 anos do 2013 e 2014. É a nossa home-
Beira) e a Federação Portuguesa A prova integra o calendário domingo terá lugar a competição, 25 de Abril, O INTERIOR volta nagem simbólica ao Dia da
de Ciclismo, em parceria com a nacional de provas oficiais da com início pelas 9 horas. A prova a oferecer cravos aos primei- Liberdade e um gesto simples
União de Juntas de Freguesia de Federação, estando previsto a é constituída por cinco percursos ros leitores que adquirirem para evocar a Revolução dos
Rapa e Cadafaz e o município lo- participação de cerca de 200 atle- cronometrados (Galileu, Gandhi, o jornal nalgumas bancas da Cravos que mudou o país da
cal, organizam este fim de semana tas provenientes de todo o país Bolt, Mandela e Vertical). Guarda – tal como fizemos em noite para o dia.