You are on page 1of 4

ECHEVERIA DE VASO

Classificar é separar os produtos em lotes homogêneos quanto ao padrão e qualidade, caracterizados


separadamente. O critério de classificação é o instrumento que unifica a comunicação entre toda a cadeia de
produção. Produtores, atacadistas, varejistas, consumidores precisam seguir os mesmos critérios para determinar a
qualidade do produto. Assim, haverá mais transparência na comercialização, valorização do melhor produto,
maior qualidade e maior consumo.

PADRÃO. São as características mensuráveis do produto. O Padrão é determinado pela uniformidade do lote.
O lote de Echeveria classificado é aquele que possui 90 % de uniformidade quanto à formação da planta e
número de mudas no vaso.

Formação da planta
Refere-se ao aspecto e constituição da planta.

A planta de Echeveria deverá apresentar uma boa formação, com aspecto redondo na sua constituição, sem
falhas, apresentando uma constituição homogênea em toda a sua extensão e devendo preencher o vaso
quando visto de cima para baixo.

Para os produtos comercializados nas Cuias 13, 18 e 21 e Potes 11 e 14 as plantas deverão cobrir cerca de 80 a
90% da superfície do vaso.

A1 A1 A2 A2

Plantas com má formação


Plantas com boa formação

OBS: Plantas estioladas com o aspecto de “árvore” será exceção apenas na variedade da foto que é
característica da mesma, as demais variedades se excederam o limite de tolerância será desclassificado
para A2.

Departamento
Qualidade
1
Quantidade de mudas por vaso
Os potes e cuias de Echeveria não terão número mínimo ou máximo de mudas, desde que as mudas sejam
uniformes e ficando proporcional a constituição do vaso.

Plantas com mais de


uma muda com boa
formação

Plantas com mais de


uma muda com má
formação

OBS: Os potes e cuias de Echeveria deverão apresentar uma quantidade de substrato suficiente para que a
planta fique na altura da superfície do vaso para cima, plantas abaixo da borda do vaso caracterizando
“falta” de substrato serão desclassificadas para A2.

Vaso com pouco


substrato. Planta abaixo
da superfície

Inflorescência
As plantas de Echeveria com flores serão comercializadas como A1 desde que a mesma esteja dentro dos
padrões exigidos pelo critério.

Departamento
Qualidade
2
QUALIDADE. É a ausência de defeitos.
A categoria caracteriza a qualidade do lote, estabelecendo tolerâncias diferentes para os defeitos graves e
leves. O produtor deverá eliminar os defeitos graves antes do embalamento, entretanto alterações que podem
ocorrer no produto durante o processo de comercialização exigem o estabelecimento de tolerâncias aos defeitos
graves que poderão se desenvolver durante o transporte ou depois que o produto já estiver nas mãos de clientes.
Defeitos
(Vasos na Camada)
Defeitos A1 A2
Danos de doenças (botrytis)
 PT 11 0 05
 PT 14 0 03
 Cuia 13 0 03
 Cuia 18 0 02
 Cuia 21 0 01
Danos de pragas
 PT 11 05 10
 PT 14 03 06
 Cuia 13 03 06
 Cuia 18 02 04
 Cuia 21 01 02
Danos mecânicos
 PT 11 05 10
 PT 14 03 06
 Cuia 13 03 06
 Cuia 18 02 04
 Cuia 21 01 02
Plantas amarelas e ou secas
 PT 11 05 10
 PT 14 03 06
 Cuia 13 03 06
 Cuia 18 02 04
 Cuia 21 01 02
Tab.- Tabela para determinação da categoria de qualidade de acordo com a tolerância aos defeitos.

Defeitos
São aqueles que depreciam a aparência e desvalorizam a qualidade do produto, podendo aumentar de
intensidade com o tempo, restringindo ou inviabilizando sua comercialização.

Danos de doenças. Dano de diferentes características causadas pela infecção de agentes patogênicos,
principalmente “mela” no centro da planta;

OBS: As folhas que estiverem melando na base da planta não serão consideradas como doença e sim
como folhas velhas.

Danos de pragas. Danos de diferentes características causadas pela infestação de insetos, ácaros e outros;

Danos mecânicos. Danos causados pelo rompimento ou deformação superficial do tecido da folha provocada
por ação mecânica;

Departamento
Qualidade
3
Plantas amarelas e ou secas. Depreciação da qualidade causada por folhas amarelas ou secas no vaso. Será
desclassificado quando sugerir que o produto terá sua comercialização comprometida ao longo da cadeia.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS.

Deixar um espaço de no mínimo de 10 cm entre a divisória do carrinho e a ponta da flor, para evitar danos
mecânicos;

Os vasos de Echeveria deverão ser entregues limpos, sem “mato” ou qualquer outro material que deprecie o
produto.

COOPERATIVA VEILING HOLAMBRA

Departamento
Qualidade
4