You are on page 1of 2

universidade federal de pernambuco

centro de ciências exatas e da natureza


departamento de estatística
Primeira lista de exercícios de
probabilidade - Mestrado 2019.1
Professora Maria do Carmo

PARTE 1: INTRODUÇÃO À PROBABILI- ▶Demonstre o seguinte teorema:


DADE 5 Sejam A1 e A2 álgebras de subconjuntos de Ω e
seja A=A1 ∩A1 a coleção de subconjuntos comuns
as duas álgebras. Então, A é uma álgebra.
▶Suponhamos que 10 cartas estejam numeradas
1 de 1 até 10. Das 10 cartas, retira-se uma de cada
6
▶Mostre que existe uma menor (no sentido
de inclusão) álgebra contendo qualquer família
vez, ao acaso e sem reposição, até retirar o primeiro
dada de subconjuntos de Ω.
número par. Conta-se o número de retiradas neces-
sárias. Exiba um bom modelo probabilístico para ▶Demonstre o seguinte teorema: Se A é uma ál-
este experimento. E se for com reposição? 7 gebra de eventos, então
▶O leitor está em um programa de TV. O ∪
n
2 apresentador do programa mostra-lhe três portas Ai ∈ A, i = 1, 2, . . . , n ⇒ Ai ∈ A
iguais. Por trás de uma delas está um maravilhoso i=1
carro. Por trás de cada uma das outras está uma ca-
bra. O objetivo do jogo é que o leitor escolhada uma ▶Utilizando funções indicadoras, determine se
das portas, ganhando o prêmio que ela esconde. As 8 (A − C) ∪ (B − C) = (A ∩ B C ∪ C C ) ∪
regras, no entanto, são as seguintes: o apresentador (A ∩ B ∩ C C ).
C

começa por lhe pedir que escolha uma das três por- ▶Utilizando funções indicadoras, verifique que
tas, coisa que o leitor faz. Independente da esco-
lha do leitor, o apresesentador (que sabe onde está
9 A⊆B ⇔B ⊆A . B C

▶Sejam Ω = ω , ω , . . . , ω um conjunto fi-


o carro) abre uma das duas portas não escolhidas,
revelando uma cabra. Em seguida, pergunta ao lei- 10∑ nito, P ({ω }) = p , ∑em que p ≥ 0, i ≥ 1 e
n
i
1 2
i
n
i
tor se este quer permanecer com a porta ou trocar de i=1 pi = 1 e P (A) = ωi ∈A P ({ωi }).
porta ou é indeferente? Usando seus conhecimentos Verifique que P é uma medida de probabilidade,
de probabilidade condicional responda a pergunta. ou seja, verifique que P satisfaz todos os axiomas de
uma medida de probabilidade.
▶Prove os seguinte fatos
3▷ O número de saltos de uma função de distribui- 11 ▶Demonstre os teoremas a seguir:
ção F , de tamanho maior ou igual a 1/n e menor ▷ Uma expressão exata para a probabilidade de uma
ou igual a n. união não-disjunta é dada por
▷ A função de Cantor é uma função de distribuição.
P (A ∪ B) = P (A) + P (B) − P (A ∩ B)
▶Sejam X1 , X2 , . . . , Xn variáveis aleatórias in-
4 dependentes com distribuição exponencial de pa- ▷ (Probabilidade de partições) Se {Ai } é uma par-
râmetros α1 , α2 , . . . , αn , respectivamente. tição enumerável de Ω feita de conjuntos em A,
então para todo B ∈ A
▷ Qual a função de distribuição acumulada de X =
min{X1 , . . . , Xn }? Qual o nome da distribui- ∑
P (B) = P (B ∩ Ai ).
ção de X?
i
▷ Qual a função de distribuição acumulada de Y =
max{X1 , . . . , Xn }?

1/2
universidade federal de pernambuco
centro de ciências exatas e da natureza
departamento de estatística
Primeira lista de exercícios de
probabilidade - Mestrado 2019.1
Professora Maria do Carmo

▷ (Desigualdade de Boole) Para n eventos arbitrá- cialmente definida por


rios {A1 , . . . , An }, a desigualdade de Boole é
( ) P (a, b) = 0.5, P (b, c) = 0.8, P (a, c) = 0.7,
k+1
P ∪i=1 Ai ≤ P(Ak+1 ) + P(∪ki=1 Ai ).
então complete a especificação de P para todos os
(Dica: Use indução matemática) eventos de A.

▶Professora Maria está tentando calcular a pro- ▶Se Ai for uma partição enumerável de Ω e
12 babilidade p = P(A) do evento A, e determinou 14 P(Ai ) = abi , i ≥ 1, então quais as condições
que ela é uma raiz do seguinte polinômio de grau que a e b devem satisfazer para que P seja uma me-
cinco dida de probabilidade?
√ √
(p − 3)(p − 3 −1)(p + 3 −1)(p + 3)(p − 0.3) = 0. ▶Demonstre: Se A1 , A2 , . . . e B1 , B2 , . . . são
Baseado nessa informação, qual o valor de p? 15 eventos aleatórios do mesmo espaço de probabi-
lidade tais que P(An ) → 1 e P(Bn ) → p, então
▶Se Ω = a, b, c, e a álgebra A é o conjunto das
13 partes de Ω, e a medida de probabilidade P é par-
P(An ∩ Bn ) → p.

2/2