You are on page 1of 1

Universidade Federal do Rio Grande do Sul eθ × eφ = er ;

Instituto de Fı́sica – Departamento de Fı́sica b) e


e Parae coordenads cilindricas:
Mecânica Clássica IB– Área I – Lista 1 eρ × eθ = ez ;
e e
1. Encontre a matriz de transformação que gira o eixo de um eez × eρ = eθ ;
sistema coordenadas retangulares de 45 na direção de X1 em eθ × ez = eeρ ;
◦ e e
torno de X2 . e e e
2. Mostre que: 10. Uma partı́cula se move em uma órbita elı́ptica plana de-
ABC ≡ (A ×B )·C = A ·(B ×C ) = B ·(C ×A) = (C ×A)·B scrita pelo vetor posicão:
^
3. Mostre que:
e e e e e e e e e e e e
X r = 2b sin(ωt)ex + b cos(ωt)ey
a) ǫijk δij = 0 e e e
i,j a) Encontre os vetores velocidade, v , aceleração, a, e v, a
X magnitude da velocidade (também chamada e e
de rapidez) da
b) ǫijk ǫljk = 2δil
partı́cula.
j,k
b)Qual é o ângulo entre o vetor velocidade e o vetor aceleração
X
c) ǫijk ǫijk = 6 em t = π/(2ω)
i,j,k
11. Encontre as componentes do vetor aceleração e do vetor
X velocidade em coordenadas esféricas. Faça o mesmo para co-
d) ǫijk ǫlmk = δil δjm − δim δjl ordenadas cilindricas
k 12. Uma partı́cula se move com v = constante ao longo de uma
X curva r = k(1 + cosθ) (cardióide). Calcule r̈ · e˙r , a e θ̇.
4. Mostre que: ABC = ǫijk Ai Bj Ck e e
^ i,j,k 13. Uma mosca se move em uma trajetória helicoidal dada pela
equação r(t) = b sin(ωt)ex + b cos(ωt)ey + ct2 ez . Mostre que
5. Demonstre que: e
e da mosca, a,eé constante,
a magnitude da aceleração uma vez
a) A × (B × C ) = (A · C )B − (A · B )C que b, e c são constantes.
e e e e e e e e e
14. Uma abelha sai de sua colméia em uma trajetória espiral
b) (A × B ) × (C × D) = (ABD)C − (ABC )D
e e e e ^ e ^ e que, em coordenadas plano polares, é dada por: r = b exp (kt)
6. Considere A como sendo um vetor arbitrário e e como sendo e θ = ct, onde b, k e c são constantes positivas. Mostre que
um vetor unitário e em alguma direção fixa. Demonstre e que: o ângulo entre os vetores v e a permanece constante quando a
abelha se afasta da colméia. e e
r
A = e(A · e) + e × (A × e) 15. Demonstre que: a) ∇(ln r) = re2
e e e e e e e
b) ∇rn = nr(n−2) r
Qual é o significado geométrico de cada um dos dois termos da r df e
expansão? c) ∇f (r) = er dr
2 1
7. Se r, ṙ = v , v̇ = a são funções explı́citas do tempo, demon- d) ∇ (ln r) = r2
stre que:e e e e e 16. Sabendo que f é um escalar mostre que:
d 2 2
a) dt [r × (v × r)] = r a + (r · v )v − (v + r · a)r a)∇ · (f A) = (∇f ) · A + f (∇ · A)
d e e e e e ee
b) dt [r · (v × a)] = r · (v × ȧ)
e ee b)∇ × (feA) = (∇f ) × e A + f (∇e× A)
e e asematrizes
8. Obtenha e λe quee levam c)∇ · (A × B ) = B · (∇e× A) − A · e(∇ × B )
e
d)∇ × (A e ×e B) = e (B · ∇)A − e B (∇e· A) − (Ae· ∇)B + A(∇ · B )
a) eρ + eθ + ez em ex + ey + ez e vice versa. e e e e e e e e ×(∇×B
e e)
e)∇(A ·B ) = (B ·∇)A +B ×(∇×A )+(A ·∇)B +A
b) eer + eeθ + eeφ em eex + eey + eez e vice versa. e e
f)∇ × ∇f = 0 e e e e e e e e
e
9. Mostre e que:e e e e
g)∇ · (∇ × A) = 0
a)Para coordenadas esféricas: h)∇ × (∇ ×eA) = ∇(∇ · A) − ∇2 A
er × eθ = eφ ; e e e
R
eeφ × eer = eeθ ; 17. Avalie a integral A × Ädt
e e e e e