You are on page 1of 15

ÍNDICE

Evolução do emprego nos segmentos intensivos em mão-de-obra


1
do setor de bens e serviços

2 Onde está o problema?

3 Recomendações
EVOLUÇÃO DO EMPREGO

Saldo de empregos formais


no setor de comércio entre 2015 e 2018

Total

Material de construção
Atividades com
baixa elasticidade
Veículos e motocicletas, partes e peças renda da
demanda
Outros artigos de uso pessoal e doméstico

Livros, jornais, revistas e papelaria


Equipamentos e materiais para escritório,
Informática e de comunicação
Artigos farmacêuticos, médicos, Ortopédicos, de
perfumaria e cosméticos
Móveis e eletrodomésticos

Tecidos, vestuário e calçados


Supermercados, hipermercados, produtos
alimentícios, bebidas e fumo
Combustíveis e lubrificantes

-50 -45 -40 -35 -30 -25 -20 -15 -10 -5 0 5 10 15


MILHARES

Fonte: Caged. Elaboração IFec RJ.


EVOLUÇÃO DO EMPREGO

Saldo de empregos formais no setor de comércio entre 2015 e


2018 por região
693

Em todas as regiões,
a atividade que
apresentou a maior
queda no emprego
foi a de vestuário e
5.525
calçados

375
1.611

1.634

131
1868
33.968
EVOLUÇÃO DO EMPREGO

Atividades que mais criaram empregos formais no setor de


comércio entre 2015 e 2018 por região
Combustíveis
(43)
Supermercado e
artigos
farmacêuticos
impediram que a
queda no emprego
fosse ainda maior

Supermercado
(174) Supermercado
Artigo (1.085)
farmacêutico
(305)

Artigo
farmacêutico
(464)

Supermercado
(380)

Artigo
Supermercado
farmacêutico
(6.812)
(362)
EVOLUÇÃO DO EMPREGO

Saldo de empregos formais


no setor de serviços entre 2015 e 2018
Total

Outros serviços
Setores com baixa
Armazenagem, serviços auxiliares dos transportes e correio elasticidade
renda da
Transporte aéreo demanda

Transporte aquaviário

Transporte terrestre

Serviços administrativos e complementares

Serviços técnico-profissionais

Serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias

Serviços de tecnologia da informação

Telecomunicações

Outros serviços prestados às famílias

Serviços de alojamento e alimentação

-230 -210 -190 -170 -150 -130 -110 -90 -70 -50 -30 -10
Milhares

Fonte: Caged. Elaboração IFec RJ.


EVOLUÇÃO DO EMPREGO

Saldo de empregos formais no setor de serviços entre 2015 e 2018


por região

344

15.391

2.751
67
3.380

603

5.896
197.704
EVOLUÇÃO DO EMPREGO

Atividades que mais criaram empregos formais no setor de


serviços entre 2015 e 2018 por região Administra
tivos e
Complem
entares
(244)

Administr
ativos e
TI Comple
Outros
mentares
(1715) (133)
(707)

Técnico-
Profissionais
(392)

Técnico-
profissionais
(258)

Não houve Telecomun


atividade icações
com saldo (102)
positivo
Onde está o problema?

Evolução do ICF RJ: 2010-2018

140
131,9
130 131,0 130,9

122,1 121,4
120

110

100

90
82,9
80
72,5
70
61,7
60 60,7

50

2017

2018
2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016
Fonte: CNC. Elaboração IFec RJ.
Onde está o problema?

Variação do volume de vendas do comércio (%) x saldo de


empregos criados no setor: 2008-2018

10 40.017

8 35.000
6
25.802
23.845
4 25.000

2 15.161
13.438 15.000
10.760
0
6.299
-2 2.422 5.000
-4
-5.000
-6
-6.764

-8
-15.000
-10

-12 -22.505 -18.958 -25.000


2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

Fonte: Caged e IBGE. Elaboração IFec RJ. Com base em relatório da CNC.
Onde está o problema?

Variação do volume de vendas dos serviços (%) x saldo de


empregos criados no setor: 2008-2018
6
40.000
32.377
4
17.896 20.000
13.136
2

0
0
-3.485

-20.000
-2

-40.000
-4
-50.578
-6 -60.000

-73.661 -80.000
-8

-10 -97.724 -100.000


2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018
Fonte: Caged e IBGE. Elaboração IFec RJ. Com base em relatório da CNC.
Onde está o problema? Resultado

Variação do PIB fluminense (%) x IBCR-RJ: 2010-2016

-1

-2

-3

-4

-5
2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018
PIB IBCRRJ
Fonte: IBGE e BC. Elaboração IFec RJ.
Onde está o problema? Situação atual

Evolução do ICF RJ: 04/2018-04/2019


100

95

90 89,9 90,1
87,9
87,1
85
82,2
80

75 75,4
73,5 73,6 73,2 73,2
72,3 72,6

70 70,2

65

60
MAI/18

MAR/19
AGO/18
ABR/18

SET/18

DEZ/18

JAN/19

ABR/19
OUT/18

NOV/18
JUN/18

JUL/18

FEV/19
Fonte: CNC. Elaboração IFec RJ.
Recomendações

A crise atual é de escassez de demanda

A reforma fiscal é condição necessária para recuperação.


Não é suficiente

A diminuição da incerteza sobre o futuro é condição


necessária para recuperação da demanda

Desburocratização para ampliar a criação de emprego


Obrigado!

Equipe

João Gomes Marcos Haddad


Economista Chefe marcos.haddad@fecomercio-rj.org.br
Joao.gomes@fecomercio-rj.org.br 21.3138-1466

Ana Luísa Sivero Matheus Pasche


ana.sivero@fecomercio-rj.org.br matheus.pasche@fecomercio-rj.org.br
21.3138-1459

Gabriel Fernandes Pereira Rafael Zanderer


gabriel.pereira@fecomercio-rj.org.br rafael.zanderer@fecomercio-rj.org.br
21.3138-1462 21.3138-1679

Leonardo Lima
leonardo.lima@fecomercio-rj.org.br
21.3138-1810