You are on page 1of 2

Resumão de Frações

1. Fração 2 4 6 16 20
= = =L= =L= =L
Uma fração sempre representa a divisão de um 5 10 15 40 50
1 2 3 7 10
todo (inteiro) em partes iguais. = = =L= =L= =L
Na fração o número “de baixo” chama-se 3 6 9 21 30
denominador e representa quantas são as partes que
dividiram o inteiro. O número “de cima” chama-se As frações equivalentes podem ser determinadas
numerador e indica quantas da partes feitas devem ser ou obtidas através da multiplicação ou divisão do
consideradas. numerador e do denominador de uma fração por um
Ex: mesmo valor.
4  O denominador 5 indica que o inteiro foi 4. Simplificação
5
dividido em 5 partes iguais e destas, apenas Simplificar uma fração é dividir o numerador e o
4 (numerador) foram consideradas. denominador desta fração por um mesmo valor. Qualquer
valor que seja divisor de ambos pode ser usado nesse
A fração também pode ser considerada como o processo.
quociente ou divisão entre dois números. Neste caso, o Ex:
numerador deve sempre ser dividido pelo denominador. 24 6 1
Ex:  dividir por 4   dividir por 6 
48 12 2
1
= 0,5 pois 1 : 2 = 0,5 45  dividir por 5  9  dividir por 3  3
2 60 12 4
10
= 2 pois 10 : 5 = 2 Todas as frações produzidas nesse processo
5
sempre são equivalentes entre si. A última fração gerada,
2. Números Mistos onde nenhuma simplificação adicional é possível, chama-
Números mistos são valores que misturam um se fração irredutível.
número natural (ou inteiro) e uma fração na mesma Ex: Nos exemplos acima, 1 e 3 são frações
2 4
representação. Um número misto sempre representa mais
irredutíveis pois não podem mais ser simplificadas.
do que um inteiro.
Ex: 5. Comparação
3 Quando duas frações têm o mesmo denominador,
5  Cinco inteiros mais três quartos
4 aquela que tiver o maior numerador é a maior delas por
1 representar uma maior quantidade de partes.
3  Três inteiros mais um meio
2 Ex:
Para transformarmos um número misto em uma
7 é maior do que 5 pois 7 > 5.
12 12
fração basta realizarmos uma soma entre as duas partes ou
aplicar a regrinha prática: repete-se o denominador e Se as frações tiverem o mesmo numerador, a
calcula-se o numerador como sendo o produto da parte maior será aquela que tiver o menor denominador pois,
inteira pelo denominador somado com o numerador. nesse caso, representa partes maiores do que a outra.
Ex: Ex:
5
3
= 5+
3
ou
(5 ⋅ 4) + 3 
23 6 é maior do que 6 pois 8 < 10.
4 4 4 4 8 10
1 1 (3 ⋅ 2) + 1
3 = 3+ ou  7 Finalmente, se os numeradores e denominadores
2 2 2 2 das frações forem diferentes, devemos encontrar uma
fração equivalente para cada uma delas que tenha o mesmo
3. Frações Equivalentes
denominador para, assim, compararmos de acordo com a
Duas frações são denominadas de equivalentes primeira regra.
quantos elas representam uma mesma quantidade em Ex:
relação a um inteiro. Para compararmos 3 com 2 , devemos
Ex: 4 3
encontrar as frações equivalentes a estas duas que tenham
um mesmo denominador e realizar a comparação: 3 = 9
3
2 2 2 2 8
4 12   = ⋅ ⋅ =
 
3 3 3 3 27
2 8
e = . Assim, determinamos que 3 é maior.
3 12 4 Podemos ainda, se quisermos, resolver a
6. Adição e Subtração potenciação da fração elevando o numerador e o
denominador dessa fração pelo expoente da potência.
Quando somamos ou subtraímos duas frações de Ex:
mesmo denominador, basta repetir esse denominador e 3
2 23 8
fazer a conta (+ ou – ) com os numeradores.   = 3 =
Ex: 3 3 27
5 3 5+3 8 10. Radiciação
+ = =
7 7 7 7 Para encontrarmos um radical de um fração basta
12 9 12 − 9 3 resolvermos esse radical para o numerador e para o
− = =
20 20 20 20 denominador separadamente.
Ex:
Somente podemos somar e subtrair duas frações
de mesmo denominador. Assim, se o denominador for 9 9 3 256 4 256 4
= = ou 4 = 4 =
diferente, devemos encontrar frações equivalentes àquelas 16 16 4 81 81 3
das operações que tenham um mesmo denominador e
realizar as operações com estas frações equivalentes. 11. Transformar Número Decimal em Fração
Ex: Para transformarmos um número decimal (com
1 5 3 4 30 9 25 vírgula) em uma fração, basta escrevermos como
+ − = + − = numerador da fração este decimal sem a vírgula e como
6 4 8 24 24 24 24
denominador o número 1 seguido de tantos 0 (zeros)
O denominador comum que irá aparecer nas quantas forem as casas depois da vírgula do decimal.
contas deste tipo de fração é sempre o mesmo que o Ex:
mínimo múltiplo comum dos denominadores. 65 31 1256
Ex: 0,65 = 3,1 = 1,256 =
100 10 1000
m.m.c( 6, 4, 8 ) = 24
7. Multiplicação 12. Dicas
• Devemos sempre simplificar uma fração,
Para multiplicarmos duas ou mais frações basta principalmente se ela for o resultado de uma
multiplicarmos os numeradores e os denominadores destas operação.
frações. • Qualquer operação que envolva um número
Ex: inteiro e uma fração deve ser resolvido através das
3 4 3 ⋅ 4 12 operações das frações. Para fazer isso, transforma-
⋅ = = se o número inteiro em fração atribuindo-lhe 1
5 7 5 ⋅ 7 35
(um) como denominador.
1 6 7 1⋅ 6 ⋅ 7 42 7
⋅ ⋅ = = = • Existe uma regrinha prática para determinarmos
3 5 2 3 ⋅ 5 ⋅ 2 30 5 as frações equivalentes em uma soma ou
8. Divisão subtração: depois de descobrirmos o mmc,
pegamos esse valor e dividimos pelo denominador
Para dividirmos duas frações, sempre invertemos e multiplicamos pelo numerador de cada uma das
a segunda delas, deixando a primeiro como estava, e frações envolvidas nas operações.
transformando a conta em uma multiplicação. • Quando encontrarmos como resultado de uma
Ex: operação uma fração onde o numerador e o
5 3 5 8 40 20 denominador forem iguais, ela representa sempre
: = ⋅ = = um inteiro e podemos trocá-la pelo número 1 na
6 8 6 3 18 9
conta.
3 12 2 24 8
12 : = : = = =8 • Se, no final de um processo de simplificação,
2 1 3 3 1 encontrarmos 1 (um) como denominador de uma
9. Potenciação fração, podemos apagar esse número um e
mantermos somente o numerador como resposta
Para elevarmos uma fração em uma potência da operação.
qualquer, escrevemos essa potência como uma multipli-
cação de vários fatores.
Ex: Prof. Marcos Carrard
www.mcarrard.com.br