You are on page 1of 27

Manual de

ÍNDICE
Anos e Décadas
Assinaturas/Procedência

Redação
Concordância/Regência
Correções/Esclarecimentos
Crase
Créditos de Fotos
É Isto ou Aquilo
Beta – Atualizado em 28/12/2017. Hífen
Itálicos
Maiúsculas/Minúsculas
Números
Palavras Estrangeiras
Porquês
Pronomes
Siglas
Termos Padronizados
Vírgula
Referências
Anos e décadas
Manual de Redação Assinaturas/procedência

Anos e décadas Assinaturas/Procedência


– Use 1986, 2000, 2023. NOME
e-mail
– A dezena final Procedência/PROCEDÊNCIA (se houver)
não substitui o ano.
Exemplo:
FULANO DE TAL
– Use entre 1980 e 1982; Só assinamos Direto de quando a apuração
fulano.tal@zerohora.com.br
não use entre 1980 e 82. tiver sido feita no Exterior*.
No Brasil, usamos apenas a procedência.
– Quando tiver procedência, ela vem logo
– Quando se referir a décadas, use * Coberturas muito especiais e diferenciadas
abaixo do e-mail.
igualmente o ano completo, sem reduções. no Brasil também podem ter “Direto de”.
– Apenas quando for RBS BRASÍLIA usamos
Exemplo:
Exemplos: negrito e maiúsculas.
FULANO DE TAL, direto de Paris
A marca dos anos 1960 foram os
Exemplo: fulano.tal@zerohora.com.br
movimentos de protesto.
FULANO DE TAL
A década de 1960 foi caracterizada por fulano.tal@gruporbs.com.br Para cidades pouco conhecidas:
protestos. RBS BRASÍLIA
FULANO DE TAL, direto de Cortona (Itália)
– Quando for só a cidade, apenas inicial fulano.tal@zerohora.com.br
Mas: Os anos 60 do século passado.
maiúscula e sem negrito.
Quando o repórter viaja a convite e isso é
– Permite-se o uso resumido de anos em Exemplo: explicado em nota de rodapé, o asterisco
títulos e linhas de apoio. FULANO DE TAL é colocado no nome do jornalista.
fulano.tal@zerohora.com.br Exemplo:
Nova Palma/RS* FULANO DE TAL*
Exemplo:
Inflação de junho foi a maior de 94. fulano.tal@zerohora.com.br
*Cidade + país para locais no Exterior.
Cidade + Estado no Brasil, quando a cidade *Viajou a convite de....
for pouco conhecida.

2
Manual de Redação Concordância

CONCORDÂNCIA/REGÊNCIA
VERBO + SE CORES Por que meninas precisam gostar de roupas
cor-de-rosa?
Verbo transitivo direto + se – As cores podem aparecer na forma de
= verbo concorda com o substantivo adjetivo e flexionam como este, em – Outra forma composta dos nomes de cor
(=sujeito). gênero e número. é a formada por dois adjetivos. Neste caso,
só o segundo elemento flexiona.
Exemplos: camisas amarelas, casacos
Exemplo: amarelos, blusas verdes, sapatos roxos, Exemplos: olhos verde-claros, camisetas
Vendem-se casas. polainas roxas, bandeiras lilases. verde-amarelas, camisas azul-claras, vidros
(Apassivação do sujeito. Casas são azul-escuros, cabelos castanho-claros.
vendidas.) Exceção para marinho, invariável: calças
marinho. – Quando a forma é composta por adjetivo
Verbo transitivo indireto + se e substantivo, ou o inverso, a cor fica
= verbo no singular. – Quando a cor é representada por um invariável.
substantivo, não varia.
Exemplos: olhos verde-garrafa, camisas
Exemplo: Exemplos: carros gelo, paredes cinza, fitas rosa-bebê, boinas verde-oliva.
Precisa-se de operários. creme, blusas vinho.
(Não ocorre apassivação do sujeito.) – A formação de novos nomes de cor
* Apenas três cores têm nome composto geralmente se dá por hifenização, mas a
Verbo + se + oração a partir da locução “cor de”: cor-de-rosa, flexão segue as regras acima.
= verbo no singular. cor de carne e cor de burro quando foge.
Exemplo: cabelos amarelo-hebe, paredes
São invariáveis.
vermelho-chumbo.
Exemplo:
Observação: o substantivo cor-de-rosa é
Pode-se vender casas.
masculino, sem flexão de número.
(O sujeito é a oração “vender casas”, que é o
que “se pode”.) Exemplos:
O entardecer era de um cor-de-rosa
fascinante.

3
Manual de Redação Concordância

EXPRESSÕES Atenção: cuidado com sujeitos distantes Uma dezena de gaúchos morreu afogada
do verbo, com intercalação de adjuntos e no fim de semana.
– Expressões como maioria, parte, um apostos.
Uma centena de pessoas acompanhou a
grande número, uma grande quantidade,
Exemplo: manifestação.
um total de, metade, um terço, mais de
Um grupo de alunos das turmas de terceiro
um: seguidas de verbo no singular*. Metade das pessoas presentes na
ano de todas as escolas do município, que
manifestação agiu de forma pacífica.
Exemplos: se formam neste ano, fez um passeio pelo
A maioria dos cidadãos saiu de casa para interior do Estado.
– Porcentagens: o verbo concorda com o
votar.
substantivo a que se refere a porcentagem,
NÚMEROS
Uma grande quantidade de cédulas foi mesmo que implícito.
encontrada na rua. – Mil, milhão, bilhão, trilhão e quatrilhão Exemplos:
concordam no plural. Quinze por cento dos habitantes foram
* Use verbo no singular também quando o
contaminados pela cólera.
sujeito simples é acompanhado por adjunto Exemplos:
adverbial de companhia (iniciado por Um milhão de alunos voltaram às aulas. Quinze por cento do vilarejo foi
juntamente, com). contaminado pela cólera.
Mil pessoas foram mortas nos bombardeios.
Exemplo: Dos 15% de habitantes doentes, menos de
Cerca de R$ 1 bilhão foram desviados
O presidente, juntamente com os ministros, 5% estão hospitalizados.
do governo. (Porque lemos “um bilhão de
participa da cerimônia.
reais foram...”) De todo o povo da vila, mais de 5% está
hospitalizado.
– Expressões como menos de duas pessoas
– Meia dúzia, uma dezena, uma centena,
(não use!) e um dos que: seguidas de verbo
uma dúzia, uma centena, metade – Números com vírgula entre 0,1 e 1,9:
no plural.
concordam no singular. concordância no singular.
Exemplo:
Exemplos: Exemplos: 1,5 quilo, 1,3 quilômetro,
Ele é um dos políticos que foram citados na
Meia dúzia de telefones não resolve o 1,2 bilhão
Operação Lava-Jato.
problema da repartição.

4
Concordância
Manual de Redação Correções/esclarecimentos

– Frações: o verbo concorda com o número que indica CORREÇÕES/ESCLARECIMENTOS


a fração.
Exemplos: Zero Hora corrige todas as informações CORREÇÃO EM ZH DIGITAL
Mais de um terço da população mundial equivocadas que eventualmente publique.
está conectado à internet. A correção deve ser encaminhada, assim que 1. Corrija a informação na matéria publicada
identificada, ao editor-chefe e ao capista (ou 2. Na tela de edição da matéria no Edit, escreva o
Dois terços da torcida compareceram a quem estiver respondendo pelo “meião”). texto de correção no início da matéria, em itálico.
ao Gre-Nal. Ela será publicada na página do Leitor, no Exemplo:
caso da edição impressa, e junto à matéria no Correção: o corte informado pelo Planalto é de R$
VERBOS caso do site, seguindo os respectivos padrões. 26 bilhões, e não de R$ 26 milhões. A informação
No texto, a informação correta deve ser incorreta permaneceu publicada entre 19h20min e
ATENDER escrita antes, e a errada, depois, para 19h30min.
– Transitivo direto quando se referir a pessoas. relembrar o leitor do que se tratava. Deve Se precisar, acrescente dia, mês, ano em que a
Exemplos: atender o paciente, atender o também indicar a página e a edição em que informação errada esteve publicada.
grupo, atender os alunos, atender a imprensa. o erro foi cometido. 3. Clique em Atualizar e depois em Publicar
– Transitivo indireto quando não se referir a pessoas. Agora.
Exemplos: atender ao telefone, atender ao pedido, O padrão para a correção é:
atender à solicitação. O prefeito de Porto Alegre é Fulano de Tal, e ESCLARECIMENTOS
não Beltrano de Tal como foi publicado na
IMPACTAR página 12 da edição de ontem. (Não usar Se em alguma matéria houver omissão,
– Transitivo direto sempre. vírgula antes do “como”.) imprecisão, construção confusa ou dúbia ou
Exemplo: Fraude impacta o valor da passagem. faltar algum dado fundamental, deve ser
Observações publicado um esclarecimento. O padrão gráfico é
RESPONDER – No caso de haver mais de uma correção, o o mesmo de CORREÇÃO.
– VTD: o objeto direto é a resposta. título deve ser CORREÇÕES.
Exemplo: Respondeu que chegaria cedo. – Erros cometidos em colunas assinadas
– VTI: o objeto indireto é o que/quem pede a resposta. devem ser corrigidos pelo próprio colunista
Exemplo: Respondeu à pergunta/ao questionamento/ em seu espaço. O padrão da Correção não
ao repórter. precisa ser o mesmo usado na página
do Leitor, ficando o formato a critério do
colunista.
5
Manual de Redação Crase

CRASE
Exemplos: Exemplo:
Dar um presente ao pai, à mãe, à filha de O curso é voltado a prefeituras do Estado.
João e à* tua, àquele moço, àquela garota. VOLTO DA, CRASE HÁ.
VOLTO DE, CRASE PRA QUÊ? – Não ocorre crase antes de palavras
* O uso de artigo é obrigatório antes de masculinas, pois não admitem artigo
pronome possessivo substantivo. “a”. O “a” do exemplo é meramente uma
preposição.
No exemplo, a crase antes de “tua” é – Não ocorre crase antes de verbos, pois não
resultado da fusão da preposição que está admitem artigo. Exemplo:
em “dar a” com o artigo de “a tua”, com Ausentou-se devido a estresse
elipse do substantivo “filha” (=para a tua). Exemplo: (por causa de estresse).
Começamos a estudar crase há pouco.
No masculino, ficaria “dar um presente ao
– É facultativo o emprego de crase antes de
filho de João e ao teu”. – Não ocorre crase antes de pronomes nomes próprios de mulher. ZH não usa.
Deve-se dar atenção àquilo? pessoais, demonstrativos, indefinidos
e expressões de tratamento, pois não Exemplos:
de segunda a sexta admitem artigo. Deu o presente à irmã e a Ana.
(ambos os substantivos sem artigo)
Exemplos: Os afagos a Dilma vieram da oposição.
do domingo à quarta-feira Entregou o jornal a ela.
(ambos com artigo) – É facultativo o emprego do acento
Chegando a esta hora? indicativo de crase antes de pronomes
Além de analisar a ocorrência ou não da possessivos no feminino singular. ZH evita.
Dirigiu-se a Sua Excelência.
preposição “a”, deve-se observar se a
Exemplo:
palavra é feminina e se admite o artigo “a”. Ainda não chegou a uma conclusão sobre a
Deu um presente a (para) sua mãe.
pauta.
Dada, por exemplo, a frase “Vou a Brasília”,
Mas: o uso de artigo é obrigatório antes
volte da viagem para saber se tem crase: – Não ocorre crase quando o “a” estiver
de pronome possessivo substantivo (ver
no singular e a palavra feminina seguinte
primeiro exemplo de CRASE).
estiver no plural: o “a” é apenas preposição.

6
Manual de Redação Crase

Locuções com e sem crase

à altura (de) à espera (de) à mão armada a pouca distância às ordens (de)
à baila à espora à máquina à prestação à sorte
à base de à espreita (de) à margem (de) à primeira vista às segundas-feiras
à beça à esquerda à marinheira à procura (de) a sua disposição
à beira (de) a esse(s), a essa(s) à medida que à proporção que a sua escolha
à beira-mar à evidência a meia altura à prova a sua espera
à beira-rio à exaustão a meia distância à prova d’água a sua maneira
à boca pequena à exceção de à meia-noite à prova de fogo a sua saúde
a bomba à falta de à mercê (de) à que (=àquela que) à superfície (de)
à brasileira à fantasia à mesa àquela altura à tarde
à bruta à farta à mesma hora àquela hora à toa
à busca (de) à flor da pele à milanesa àquelas horas à tona (de)
à cabeceira (de) à flor de à minha espera àquele dia à traição
à caça (de) à força (de) à minuta àqueles dias a três por dois
à cata (de) à francesa à moda (de) àquele tempo à última hora
a cerca de à frente (de) à morte à queima-roupa à uma (hora)
a certa distância/altura à fresca à mostra à raiz de à unha
à custa (de) a gasolina à noite à razão (de) a vela
à deriva à gaúcha à noitinha à retaguarda à venda
à direita a grande distância à nossa disposição à revelia (de) à vista (de)
à disparada à imitação de à nossa espera à risca à vista desarmada
à disposição à janela à ocidental à roda (de) à vista disso
a distância a lenha à paisana à saciedade à volta (de)
à distância de à livre escolha à parte à saída à vontade
a eletricidade a longa distância à paulista à semelhança de a vossa disposição
à entrada (de) à Luís XV a pilha a sete chaves a zero
à escolha (de) à luz (de) à ponta de espada às oito (horas) à zero hora (MAS: a ZH)
à escovinha à maneira de à ponta de faca à solta bater à porta
à escuta à mão à porta à sombra (de) beber à saúde de
7
Manual de Redação Crase

Locuções com e sem crase

cara a cara sair à rua Outros exemplos:


cheirar a rosas saltar à vista
condenado à morte terra a terra à la carte (não é crase,
dar à luz (dar à luz a filha) todas as vezes é acento francês)
dar a mão à palmatória uma à outra
dar tratos à bola umas às outras à gaúcha (crase, à moda de)
de fora a fora valer a pena
de uma ponta à outra voltar à carga MAS:
exceção à regra voltar à cena
face a face voltar às boas a la minuta
falar à razão a la louca
faltar à aula a la Pelé
fazer as vezes de a la Hitchcock
graças às
hora a hora
ir à forra
mandar às favas
mãos à obra
marcha a ré
nem tanto ao mar, nem
tanto à terra
para a frente
passar à frente
perante as
pôr à mostra
pôr à prova
pôr fim à vida
quanto às
recorrer à polícia
8
Manual de Redação Créditos de Fotos

Créditos de Fotos
• Nome do Fotógrafo (se for do Grupo RBS) Atenção especial: Casos especiais
• Fotos que compõem artes.
• Nome do Fotógrafo, Banco de Dados, Data • Funcionários do Grupo RBS – Usamos
(data do evento, não a de publicação) somente o nome, como no caso dos
Não é necessário crédito fotógrafos do Grupo.
• Nome do Fotógrafo, Especial nos seguintes casos:
• Fotos de Banco de Dados devem conter a
• Nome do Fotógrafo, Especial, BD, Data • Fotos do Há 30 Anos em ZH. data.
(data do evento, não a de publicação)
• Bonecos do Almanaque Gaúcho • Divulgação: se não tiver o nome do
• Nome do Fotógrafo, Agência (redondos). fotógrafo, deve ser citada a fonte.

• Nome do Fotógrafo, Agência, BD, Data • Fotos pequenas de capa ou as que vão • É frequente fotos internacionais chegarem
(data do evento, não a de publicação) na Arte das chamadas dos cadernos, sem nome do fotógrafo. Se o crédito foi
junto à barra do logotipo. publicado só com o nome da agência, essa é
• Nome do Fotógrafo, Divulgação a explicação.
• Bonequinhos bem pequenos;
• Nome do Fotógrafo, Divulgação, BD, Data 3x4 ou menor.
(data do evento, não a de publicação)
• Vinhetas – Pequenos ícones
• Reprodução (ilustração ou foto) que os cadernos
costumam usar, como aqueles pequenos
• Arquivo Pessoal do Informe Especial.

9
Manual de Redação É Isto ou Aquilo?

É ISTO OU AQUILO?
acerca de = sobre limite = município
a cerca de = distância divisa = Estado
há cerca de = tempo fronteira = país

a fim (de) = para ciúme = sentimento


afim = semelhante ciúmes = flor

à medida que = à proporção que detrás = atrás


na medida em que = uma vez que de trás = oposto de da frente

ao encontro de = a favor em vez de = em lugar de


de encontro a = contra ao invés de = ao contrário de

boêmia = adjetivo (vida boêmia/ pessoa boêmia) momento que/ dia que/ instante que = não funciona
boemia = substantivo (bairro da boemia) como locução adverbial de tempo
Os boêmios vivem na boemia. Ex.: ... o meia também comentou o momento que vivia
no Botafogo e como espera ajudar o Inter.
chamar atenção = atrair atenção (em geral), momento em que/ dia em que/ instante em que =
destacar-se locução adverbial de tempo (em que = quando)
chamar a atenção (de, para) = atrair a atenção Ex.: “O momento em que se concluir a votação é o
(de alguém para si ou para algo/alguém), momento em que vamos olhar esta questão...”
repreender

cidade = apenas a área urbana


município = área urbana + área rural

10
Manual de Redação É Isto ou Aquilo?

É ISTO OU AQUILO?
ofensiva a/ao = que ofende (sempre será taxar = tributar, fixar taxa
adjetivo) tachar = colocar tacha/mancha, acusar
Ex.: ação ofensiva (adj.) à mulher = que ofende
a mulher chuva = sempre no singular, exceto quando resumir pancadas
ofensiva contra = ataque/ combate (pode ser de chuva esparsas/ isoladas, caso em que se pode usar “chuvas
substantivo) esparsas/ isoladas”
Ex.: ação ofensiva (adj.) contra o tráfico = que
ataca/ combate o tráfico vento = sempre no singular
OU ofensiva (subst.) contra o tráfico

por volta de = duração/ tempo


por volta das/ do/ da = horário estimado

protestar por = pedir


protestar contra = criticar

se não = caso não


senão = caso contrário/a não ser

todo/toda = qualquer, cada, todos os


todo o/ toda a = inteiro/inteira

saudade = sentimento (diga que sinto saudade)


saudades = lembranças (diga que mando
saudades)
11
1. não se usa hífen quando o segundo termo pro), liga-se sem hífen ao outro termo: preen-
perdeu o h original: desumano, inábil cher, proposto (exceções: preaquecer, predeter-
Manual de Redação minar, preestabelecer, preexistir)
Hífen
2. usa-se o hífen quando formar com a outra
O uso do hífen muda o Novo palavra um adjetivo ou substantivo ATENÇÃO:
junta-se com hífen junta-se sem hífen Acordo. O quadro abaixo mostra Quando a pronúncia exigir, dobram-se o r e o s
os prefixos em que o hífen deve ou 3. quando a pronúncia for fechada (pos, pre, do segundo termo.
hífen não ser empregado.

Fonte: Abril.com ( http://www.abril.com.br/reforma-ortografica/hifen.shtml )

12
Manual de Redação Hífen

COM HÍFEN vice-rei. SEM HÍFEN


Exceções: preaquecer, preanunciar,
– Nas palavras compostas sem elementos preexistente, precondição, preestabelecer. – Em palavras compostas com elementos de ligação
de ligação. (exceção para espécies animais e botânicas – pág. ao lado).
– Nos compostos que designam espécies
Exemplos: guarda-chuva, para-raios, animais ou botânicas, tenham ou não Exemplos: mão de obra, dia a dia, fim de semana, boca
porta-malas, boa-fé, mesa-redonda, joão- elementos de ligação. de lobo (bueiro).
ninguém
Exceções: mandachuva, paraquedas, Exemplos: bem-te-vi, peixe-espada, – Se o prefixo terminar com letra diferente daquela
paraquedista, paraquedismo. peixe-do-paraíso, mico-leão-dourado, com que se inicia a outra palavra.
andorinha-da-serra, erva-doce, pimenta-
do-reino, peroba-do-campo. Exemplos: autoescola, autoajuda, antiaéreo,
– O prefixo co junta-se sempre com o
superinteressante, semicírculo.
segundo elemento.
– Nas palavras compostas derivadas de
Exemplos: coobrigação, coedição, nomes de lugar e de pontos geográficos que – Dobre o r ou s se o primeiro elemento terminar por
coeducar, cofundador, coabitação, apresentam ou não elementos de ligação. vogal e o segundo começar por r ou s.
coerdeiro, corréu, corresponsável.
Exemplos: Exemplos: minissaia, antirracismo, ultrassom,
Belo Horizonte – belo-horizontino semirreta, autossustentável.
– Use o hífen se o prefixo terminar com
a mesma letra com que se inicia a outra Porto Alegre – porto-alegrense
Mato Grosso do Sul – sul-mato-grossense – Diante do não.
palavra.
Coreia do Norte – norte-coreano Exemplos: pacto de não agressão, não fumantes,
Exemplos: micro-ondas, anti-inflacionário,
países não alinhados.
sub-bibliotecário, inter-regional. – Outros exemplos: país-sede, primo-irmão,
tio-avô, sobrinho-neto, pente-fino, música- – Expressões cujo segundo elemento seja: símbolo,
– Use sempre o hífen com os prefixos ex, tema, operação-padrão, projeto-piloto, modelo, surpresa, membro, relâmpago ou fantasma.
sem, além, aquém, recém, pós, pré, pró,
meia-boca, salário-base, loja-conceito,
vice.
velha-guarda, repórter-fotográfico – Outros exemplos: corda bamba, carta branca,
Exemplos: ex-aluno, sem-terra, além- saia justa, boa nova, braço direito
mar, aquém-mar, recém-casado, pós- – Com nomes próprios, sempre: anti-Sartori,
graduação, pré-vestibular, pró-europeu, anti-Dilma, anti-Globo
13
Manual de Redação Hífen

HÍFEN COM BEM E MAL E RECÉM *Procure a palavra no dicionário. Se o HÍFEN COM CARGOS
adjetivo ou substantivo estiver registrado
Bem e mal (advérbios de modo) e recém com o significado pretendido, use a forma – Escrevem-se com hífen os cargos cujo segundo
(advérbio de tempo) unem-se a particípios dicionarizada. elemento seja substantivo.
para formar adjetivos e substantivos. http://aurelio.rbs.net
Exemplos: editor-chefe, segundo-secretário,
tenente-coronel, diretor-presidente, primeiro-
Como adjetivos, bem e recém ligam-se ao ministro, primeira-dama.
Tira-dúvida
segundo elemento por hífen. E mal recebe
hífen somente antes de vogal, h e l. Atenção: nomes compostos com elemento de
Adjetivo ligação ficam sem hífen. Exemplos: brigadeiro do
Exemplos:
Os irmãos recém-nascidos ar, general de exército, tenente-brigadeiro do ar.
Bem-intencionado, bem-vindo, mal-
tinham um fôlego e tanto.
agradecido, mal-educado, mal-humorado,
mal-lavado, recém-chegado, recém-nascido. – Escrevem-se sem hífen os cargos cujo segundo
Advérbio elemento seja um adjetivo.
Entre um rapaz bem-educado e um mal- Recém nascidos, os irmãos já
educado, que tem sucesso? tinham um fôlego e tanto. Exemplos: professor adjunto, secretária adjunta

Os recém-casados pareceram mal- Substantivo Exceções com os adjetivos “executivo” e “geral”,


agradecidos. Os recém-nascidos tinham um que serão unidos com hífen ao elemento que os
fôlego e tanto. precede sempre que a palavra composta designar
Quando modificam o verbo, esses termos cargo ou órgão/instituição.
funcionam como advérbios, sem se ligarem a
outro termo. Exemplos: diretor-geral, relator-geral, ouvidor-
geral, procurador-geral, secretário-geral, diretor-
Exemplos: executivo, diretoria-executiva, procuradoria-geral.
Mestres têm sido mal remunerados.
Observação: “assembleia geral” não tem hífen
Se o jovem foi bem ou mal educado pelos porque é uma reunião, não um órgão/instituição.
pais, não interessa.

14
Itálico
Manual de Redação Maiúsculas e Minúsculas

ITÁLICO
i
– Com itálico: títulos de livros, poemas, contos, músicas,
MAIÚSCULAS E MINÚSCULAS
– Em títulos de livros, poemas, músicas, discos, DVDs,
A-c
discos, DVDs, shows, filmes, peças de teatro, programas shows, novelas, filmes, peças de teatro, programas Lista de termos padronizados com
de rádio e TV , obras de arte, exposições, trabalhos de rádio e TV, obras de arte, exposições, usar inicial iniciais maiúsculas /minúsculas
acadêmicos.* maiúscula em todas as palavras, exceto em
artigos e preposições. Exemplos: Assembleia Legislativa
Exemplos:
Iniciais maiúsculas (singular e plural).
O autor apresentou seu livro A Primavera da
Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos
Pontuação e cantou Ramilonga.
Lábios (Marçal Aquino) Avenida / Rua
O poema Meus Oito Anos está musicado no álbum Inicial maiúscula ao usar o nome completo
Soneto de Amor Total (Vinicius de Moraes)
Dona Árvore, de Bia Bedran. da avenida ou da rua.
A Noite Estrelada (Van Gogh) Exemplo: Manifestantes bloquearam
*Título com travessão ou dois-pontos – Inicial a Avenida Ipiranga.
maiúscula na primeira palavra após o travessão ou os Agora Falando Sério (Chico Buarque de Hollanda)
dois-pontos.
Bairro
– Após dois-pontos: minúscula.
Inicial minúscula sempre.
– Sem Itálico e com Inicial Maiúscula nas Palavras- Mas: se for citação ou título de obra, manter
Chave: Nomes de Revistas, Jornais, Eventos (ou Séries maiúscula.
Bancada
de Eventos), Projetos Culturais, Concursos, Espaços, Exemplos: Inicial minúscula.
Movimentos Culturais, Cursos, Palestras, Conferências. O aluno trouxe os seguintes materiais: cola, tesoura,
Exemplos: Sarau Elétrico, Segunda Maluca, papel, além dos cadernos de todo dia. Bolsa Família
Série Igrejas da Ospa, Concertos Comunitários, Iniciais maiúsculas quando se tratar do
O aluno falou quase gritando: “Acabaram-se as
Fronteiras do Pensamento, Revista do Globo, programa do governo federal.
folhas de desenho”.
Nouvelle Vague, Jovem Guarda.
Câmara dos Deputados, Câmara de
– Após travessão – Maiúscula.
– Sem itálico: endereços de sites e e-mails. Vereadores, Câmara Municipal
– Nomes próprios abreviados: Osama bin Laden, mas
– Sem itálico e com aspas (só primeira inicial Iniciais maiúsculas (singular e plural).
Bin Laden/ Marcel van Hattem, mas Van Hattem
maiúscula): “Artigos”/”Reportagens”, “Slogans”. – Espécies em latim (em itálico, inicial maiúscula na
– Use itálico nas expressões em latim. primeira palavra): Homo sapiens

15
Manual de Redação Maiúsculas e Minúsculas

C-e
Cargos Centro Curso / Faculdades / Disciplinas
– oficial de Justiça Inicial maiúscula para se referir ao bairro Inicial maiúscula ao se referir a faculdades
– procurador-geral do Estado de Porto Alegre (somente ao bairro de Porto e cursos.
– procurador-geral de Justiça Alegre). Inicial minúscula ao se referir a disciplinas.
– procurador-geral da República
– procurador da União Exemplo: O PT fez uma passeata pelo diretório nacional, estadual e municipal
– presidente da República Centro. (partidos)
– vice-presidente da República Inicial minúscula ao usar “centro de Porto Iniciais minúsculas.
– ministro Alegre” e em todos os demais casos.
– governador Exemplo: Protestos aconteceram no centro dom
– secretário – prefeito de Porto Alegre. Inicial minúscula (exceto para personagens
– vereador – defensor público históricos e literários: D. Pedro I, Dom
Comissão de Constituição e Justiça, Casmurro).
Cargo em comissão (CC ou CCs – plural) Corregedoria, Conselho Político, Conselho
Iniciais minúsculas (somente a sigla é em de Ética... Ensino Fundamental / Ensino Médio /
maiúsculas). Iniciais maiúsculas ao usar o nome Ensino Superior
completo. Iniciais maiúsculas.
Casa Inicial minúscula ao usar somente
Inicial maiúscula ao se referir a “comissão”, “corregedoria”, “conselho” na Estado (singular e plural)
determinado Legislativo. segunda menção. Inicial maiúscula.
Exemplo: A Assembleia Legislativa instalou
Constituição Federal / Estadual Estado democrático de direito
ontem a CPI do Detran. A Casa também
aprovou o projeto. Iniciais maiúsculas.
executiva nacional, estadual e municipal
Corte (partidos)
Capital Iniciais minúsculas.
Inicial maiúscula para se referir à capital do Inicial maiúscula ao se referir a
Rio Grande do Sul (somente). determinado tribunal de Justiça.
Executivo, Legislativo e Judiciário (Poder)
Inicial maiúscula (singular e plural).
16
Manual de Redação Maiúsculas e Minúsculas

E-m
Exército, Marinha e Aeronáutica Justiça oficial da medida provisória.
Inicial maiúscula ao se referir às Forças Inicial maiúscula ao se referir ao Poder
Exemplo: A Medida Provisória 33/08
Armadas do Brasil. Judiciário.
Exemplos: A Justiça anulou a decisão do mesa diretora
Exterior
Congresso. Iniciais minúsculas ao delimitar a mesa.
Inicial maiúscula.
O oficial de Justiça / o mandado da Justiça Exemplo: A mesa diretora do Senado reuniu-
Forças Armadas se ontem à tarde.
Iniciais maiúsculas somente quando forem Iniciais maiúsculas também para Justiça
as do Brasil. Estadual, Justiça Federal e Justiça Eleitoral. Iniciais maiúsculas ao não delimitar a mesa.

Fórum (da Justiça) Exemplo: A Mesa Diretora reuniu-se ontem à


Litoral / litoral
Inicial maiúscula, inclusive Fórum Central. tarde.
Inicial maiúscula ao usar “Litoral” para se
referir ao do Rio Grande do Sul.
governo Ministério
Inicial minúscula. Exemplo: Não haverá segundo turno em Inicial maiúscula ao usar o nome completo.
municípios do Litoral. Exemplo: O Ministério de Minas e Energia
Interior / interior não descarta um apagão em 2015.
Inicial maiúscula ao usar “Interior” para se Inicial minúscula ao usar “litoral do Rio
referir ao do Rio Grande do Sul. Grande do Sul” e em todos os demais casos. Inicial minúscula ao usar somente
Iniciais maiúsculas para Litoral Norte e Litoral “ministério” na segunda menção.
Exemplo: O MST fez várias mobilizações pelo Sul. Exemplo: O ministério não descartou um
Interior.’ Iniciais minúsculas ao usar “litoral norte do apagão em 2015.
Rio Grande do Sul”, “litoral sul do Estado”.
Inicial minúscula ao usar “interior do Rio Inicial minúscula ao falar de vários
Grande do Sul” e em todos os demais casos. medida provisória (MP) ministérios.
Iniciais minúsculas (somente a sigla é em Exemplo: Os ministérios da Justiça, do
maiúsculas). Trabalho e da Previdência encaminharam
Iniciais maiúsculas quando usarmos o nome projeto...

17
Manual de Redação Maiúsculas e Minúsculas

M-p
Ministério Público Estadual / Ministério Orçamento Parques / Praças
Público Federal Inicial minúscula. Inicial maiúscula ao usar o nome completo
Iniciais maiúsculas. do parque ou da praça.
país Inicial minúscula ao usar somente “parque”
organização não governamental (ONG) Inicial minúscula. ou “praça”.
Iniciais minúsculas (somente a sigla é em
maiúsculas – ONG). Palácio / palácio plenário / plenarinho
Inicial maiúscula ao usar o nome completo Inicial minúscula nos dois casos.
Órgão Especial do palácio.
Iniciais minúsculas ao delimitar o “órgão Exemplo: O Palácio Piratini foi fechado para Pleno / pleno
especial”. reformas. Inicial minúscula ao delimitar o “pleno”.
Inicial minúscula ao usar somente “palácio”.
Exemplo: O órgão especial do Tribunal de Exemplo: O pleno do Tribunal de Justiça
Justiça reuniu-se ontem à tarde. reuniu-se ontem à tarde.
Papa/ papa
Escrevemos papa Francisco, com inicial
Inicial maiúscula ao não delimitar o “Órgão Inicial maiúscula ao não delimitar o “Pleno”.
minúscula, mas Papa, quando aparecer
Especial”.
sozinho e se referir ao Francisco. Quando se Exemplo: O Pleno também decidiu aprovar
Exemplo: O Órgão Especial também decidiu estiver falando de forma genérica, escreve- moção de repúdio.
aprovar moção de repúdio. se papa. Vale o mesmo para o uso de
Pontífice/pontífice.
Poder / Poderes / Três Poderes
Operação
Exemplo:O papa Francisco preocupa-se com Inicial minúscula sempre que for usada a
Inicial maiúscula ao usar o nome da
o meio ambiente. Neste ano, ele publicou expressão “três poderes” numa referência
operação.
encíclica sobre o tema. Além disso, o Papa a Executivo, Legislativo e Judiciário (exceto
Exemplos: Operação Condor, Operação escolheu o nome do primeiro ecologista em nomes próprios, como Praça dos Três
Rodin para o seu pontificado. Poderes). Também em “poder” e “poderes”.

Inicial minúscula ao usar somente parlamento Inicial maiúscula para Poder Legislativo,
“operação” na segunda menção. Inicial minúscula. Poder Executivo e Poder Judiciário.

18
Manual de Redação Maiúsculas e Minúsculas

P-u
Ph.D. Santo / Santa Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça...
Inicial maiúscula quando junto do nome Iniciais maiúsculas (singular e plural).
Prefeitura do(a) santo(a).
Inicial minúscula em todas as ocorrências. União (governo federal)
Secretaria Inicial maiúscula.
Exemplo: A prefeitura de Bagé informa que
Inicial maiúscula ao usar o nome completo.
está aberta licitação para concurso.
Inicial minúscula ao usar somente Uvas (tipos)
Não use Prefeitura Municipal de
“secretaria” na segunda menção. Inicial minúscula (chardonnay, riesling,
Bagé.
Inicial minúscula no plural. tannat, sauvignon etc).
Presidência / presidência
século 21 Vila / Viaduto
Inicial maiúscula quando se tratar da
Inicial minúscula. Inicial maiúscula ao usar o nome completo
República do Brasil.
da vila ou do viaduto.
Inicial minúscula para qualquer outra
Teatro / Sala / Salão
presidência, inclusive de outros países.
Inicial maiúscula ao usar o nome completo.
Inicial minúscula ao usar somente “teatro”,
Primeiro Mundo
“sala” ou “salão”.
Iniciais maiúsculas quando se tratar de
países que integram o Primeiro Mundo.
Terceiro Mundo
Iniciais maiúsculas quando se tratar de
raio X
países que integram o Terceiro Mundo.
inicial maiúscula apenas no X.
Tesouro (do Estado e da União)
Rio / rio
Inicial maiúscula.
Inicial maiúscula ao usar o nome completo
do rio.
Inicial minúscula ao usar somente “rio”.

19
Manual de Redação Números

kg C 1
números
Números* Horários
50 km X
De um a nove, por extenso, inclusive Abreviados (13h45min).
ordinais (um, dois, três, nove, primeiro, Números romanos
segundo, terceiro, nono). O restante, em Duração Use somente para denominar papas (Pio XII),
algarismos arábicos (10, 11, 12, 25, 42, 10º, Por extenso. reis (Luís XVI), comandos militares (IV Corpo de
21º). Exército americano, V Distrito Naval, II Comando
Mas: cem, mil, 2 mil, 7 bilhões, 14,3 Exemplo: A reunião durou três horas e 40 Aéreo Regional, o antigo III Exército), I e II
milhões, 7,86 bilhões, 2ª série do Ensino minutos. Guerras Mundiais e continuações de filmes,
Fundamental. conforme o original (Rocky II). Também: Praça XV.
Medidas
*Decisão editorial para exceções Centímetros, metros e quilômetros são Observação: para denominar festivais,
em caso de títulos e destaques. escritos por extenso quando se referem cursos, encontros, conferências, séculos etc.,
a distâncias. Também: litros, metros use algarismos arábicos: 3ª Conferência
Observação: escreva com números arábicos quadrados. Ibero-Americana, 9º Festival de Cinema de
grupos de campeonatos de futebol e Medidas de peso e de extensão são Gramado, 12º Encontro de Artistas Gaúchos,
números de camisetas de jogadores escritas por extenso (gramas, quilos, século 20, século 19, século 5.
(Grupo 1 da Copa do Mundo, camisa 8). hectares).
E expressões como: o número 1 da equipe, Alturas (1m75cm) e marcas esportivas são
o inimigo número 1, caixa 2. Também: escritas de modo abreviado. Também se
Apollo 3 (a nave espacial). E por extenso: abrevia velocidade (km/h).
primeira divisão, segunda divisão.
km 82 da BR-116
Datas
Devem ser escritas em algarismos arábicos.
Exemplos: No dia 6 de abril... / No próximo
dia 2 de julho... / Em 1º de maio passado.
Em datas abreviadas: 2/6/2017 (sem zero à
esquerda).

20
Manual de Redação Palavras estrangeiras

PALAVRAS ESTRANGEIRAS PALAVRAS APORTUGUESADAS


backstage off-line ateliê
checklist online butique
check-in pen drive chope
checkout pitboy contêiner/contêineres
checkup pit stop coquetel
data center premier caubói
drive-thru stand-up champanhe
fanpage startup deque
fair play setlist drinque
fast fashion talk show estresse
fast-food test drive hábitat
food truck vitrine hambúrguer/ hambúrgueres
free shop wi-fi musse (s. f.)
glamourizar suvenir/es
gourmetizar uísque
heavy metal vodca
high tech/ hi-tech xampu
hot dog
jet set
jet ski
know-how
milk-shake
motor home
nobreak

21
Manual de Redação Porquês

PORQUÊS
Por que Porque

– Em frase interrogativa (no início). – Antecedendo explicação ou causa.


Exemplo: Não vieste porque não querias.
Exemplo: Por que não vieste?
– Em frase interrogativa quando se sugere a
– Quando significa razão/motivo pelo qual.
resposta.
É o caso de títulos, geralmente.
Exemplo: Não vieste porque não querias ou
Exemplos: Não disseste por que não virias.
porque não convidaram?
Por que fulano é o craque do
Brasileirão (título)
Porquê
Por quê – É substantivo (também “o/um quê”).

– No final de frase (com ou sem ponto de Exemplos: Não apresentou o porquê


interrogação). (motivo) de sua atitude.
Tinha um quê de razão.
Exemplos: Não vieste por quê?
Não disse o porquê de restar um quê de
Ele não disse por quê. dúvida.

Ele falou o quê?


Disse algo, não se sabe o quê.

22
Pronomes
Manual de Redação Siglas

PRONOMES DEMONSTRATIVOS SIGLAS


Neste/Nesta Este/Esta/Isto CAIXA-ALTA
Ideia de tempo. Apresentam um elemento. Até três letras (todas).
Exemplo: Exemplos: ONU, EJA, PUC, LED.
Este/Esta
Ele não cumpriu sua parte no acordo, isto
Ideia de espaço, apresentação de elemento. Mas: UnB
é, quebrou as regras. A solução é esta:
Exemplos: comprometimento.
Mais de três letras (as que são soletradas,
Neste ano, todas as nossas metas serão
pois não formam palavra pronunciável).
alcançadas. (locução adverbial de tempo) Este/Esta/Isto x Aquele/Aquela/
Mas: Aquilo Exemplos: FGTS, BNDES, PUCRS, DMLU,
Quando dois elementos são retomados, TVCOM.
Este ano será de muitas realizações.
usa-se este para o último elemento citado e
(adjunto adnominal acompanhando Exceções: UFRGS, PROS (partido), PSOL.
aquele para o citado anteriormente.
sujeito)
Exemplo: Caixa-Baixa (mas com inicial
Equívoco comum O Uruguai e o Chile fizeram novo acordo. maiúscula)
Este aceitou a proposta, aquele a fez. Mais de três letras, desde que forme palavra
João viaja periodicamente. Este Observação: evitar este uso, pois é pouco pronunciável.
ano fará uma viagem aos EUA. objetivo e pode confundir o leitor.
(Quem fará a viagem é João, Exemplos: Unisinos, Dnit, Dmae, Inpe,
não o ano, portanto: Neste ano, Smov, Smic, Daer, Amrigs, Iphan.
fará...).
PRONOMES ÁTONOS
Esse/Essa/Isso o, a, os, as – São objeto direto, portanto,
Retomam algo já mencionado no texto. use-os com verbos transitivos diretos.
Exemplo:
Ele não cumpriu sua parte no acordo. Isso é lhe, lhes – São objeto indireto, portanto,
inadmissível. dê-lhes a companhia de verbos transitivos
indiretos.
23
Termos padronizados
Manual de Redação Vírgula

TERMOS PADRONIZADOS VÍRGULA


abdômen NÃO USE b) da conjunção
acordeom Entre sujeito e predicado.
Exemplo: Os cerrados são secos e áridos.
anciãos Exemplo: Estão produzindo, no entanto, altas
Bangcoc Todos os jornalistas1 foram alertados2.  quantidades de alimentos.
1. sujeito 2. predicado
boxe
c) das expressões explicativas ou corretivas
cãibra Entre verbo e objeto.
Exemplo: As indústrias não querem abrir
chacina – a partir de quatro mortos
Exemplo: mão de suas vantagens, isto é, não querem
diabete (a) O trabalho custou1 sacrifício2 aos abrir mão dos lucros altos.
Dia da Criança realizadores.3 
guardiões 1. V.T.D.I. 2. O.D. 3.O.I. Para marcar inversão:
  a) do adjunto adverbial (colocado no início
hidrelétrica
Entre nome e complemento nominal. Entre da oração)
infarto, MAS enfartar nome e adjunto adnominal.
Exemplo: Depois das sete horas, todo
malformação/malformações
Exemplo: A surpreendente1 ação2 do o comércio está de portas fechadas. (se
microrganismo governo3 contra os sonegadores4 despertou for expressão, sendo uma palavra só, é
paraolimpíada reações. facultativa)
porcentagem/percentual 1. adj. adn. 2. nome 3. adj. adn. 4. compl. nom.
b) dos objetos pleonásticos antepostos ao
quatorze
verbo
radioativo USE
Para marcar intercalação: Exemplo: Aos pesquisadores, não lhes
telentrega
destinaram verba alguma.
TV ( e não “tevê”) a) do adjunto adverbial
xucro c) do nome de lugar anteposto às datas: 
Exemplo: O tomate, em razão da sua
abundância, está mais barato. Exemplo: Recife, 15 de maio de 1982.

24
Manual de Redação Vírgula

Para separar entre si elementos Antes de locuções adversativas, como “e Mas, apesar das contradições, falava a
coordenados (dispostos em enumeração): sim”, “e não”. verdade.
Exemplos: Era um garoto de 15 anos, alto, Entretanto, não se deve isolar essas
Vírgula antes do “E”
magro. locuções adversativas com vírgula. Usa-se
Em orações coordenadas com sujeitos
A ventania levou árvores, e telhados, e somente uma, precedendo-as.
diferentes (se a mudança de sujeito estiver
pontes, e animais.
Exemplos: Ele comprou um DVD, e não bem clara, a vírgula é desnecessária).
um CD. Ele não fez as tarefas de que foi
Para marcar elipse (omissão) do verbo: Exemplos: O veículo estava sem seguro, e
incumbido, e sim as que ele quis.
o proprietário não apresentou habilitação.
Exemplo: Nós queremos comer pizza, e
(Vírgula dispensável)
vocês, churrasco. Em frase em que o “e” tenha valor de
Observação: a vírgula depois de “pizza” conectivo adversativo (equivalente a Maria era quem vendia flores, e seus filhos,
também é fundamental, mesmo que “mas”). que a acompanhavam, atraíam fregueses.
a omissão do verbo esteja depois de (Vírgula necessária, para que não se leia que
Exemplo: Amou-a por toda a vida, e jamais
“vocês”. Sem ela, além de ficar incorreta, a Maria vendia flores e os filhos)
foi correspondido.
frase fica ambígua, com “pizza” e “vocês”
 
funcionando como objetos de “queremos Mas: A editora definiu que João cuidasse da
Para separar oração intercalada.
comer”. pauta externa e (que) Ana se dedicasse ao site.
(Dois sujeitos diferentes, mas dentro do
Exemplo: O bandido atacou a empresária
Para isolar o aposto: período que funciona como objeto do verbo
e, embora a vítima não reagisse, feriu-a
principal, caso em que não há vírgula.)
Exemplo: São Paulo, considerada gravemente.
a metrópole brasileira, possui
Vírgula antes de SIM e NÃO
trânsito caótico. Vírgula depois do “MAS”
Quando configurar elipse antecipada de verbo.
Sim, quando houver uma oração intercalada.
Para isolar o vocativo: Ex.: João não trabalhou no feriado. Maria, sim.
Exemplos: Mas, para ludibriar o eleitorado,
Exemplo: Ora, Thiago, não diga bobagem. ele fingiu que tinha condições de governar.
 

25
Manual de Redação Vírgula

EX – Com vírgula
Exemplos:
Não existe vírgula entre o cargo ocupado
anteriormente e o nome do ex-ocupante, O ministro do Exército no governo
desde que mais de uma pessoa o tenha Figueiredo, Walter Pires, morreu ontem.
ocupado. O mesmo vale para funções (Apenas um ministro ocupou esse cargo
exercidas atualmente por mais de um no governo Figueiredo.)
profissional.
O titular da cadeira de patologia da
Exemplos: Faculdade de Medicina da UFRGS, João
da Silva, explicou ontem... (Apenas uma
O ex-ministro do Planejamento João da
pessoa pode ocupar esse cargo.)
Silva disse ontem...
O professor de português da UFRGS João da
Observação
Silva explicou ontem...
O gerente da rede de supermercados ABX Não use “ex” para quem já
José da Silva aposentou-se. morreu. É redundante.

Observação: a inversão da ordem evita Exemplo correto:


confusão. O ministro do Interior no
Exemplo: governo Figueiredo, Mário
Andreazza...
José da Silva, gerente da rede de
supermercados ABX, aposentou-se.

26
Manual de Redação Referências

REFERÊNCIAS

Abril.com: http://www.abril.com.br/reforma-ortografica/hifen.shtml
Manual de Ética Redacional e Estilo; Organização de Zero Hora. Porto Alegre: L&PM, 1994.
Manual de Redação da PUCRS: http://www.pucrs.br/manualred/
Manual de Estilo Editora Abril: como escrever bem em nossas revistas. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.
Novo Manual da Redação. São Paulo: Folha de S. Paulo, 1992.
Dicionário Aurélio: http://aurelio.rbs.net.
Dicionário Houaiss.
Dicionário Prático de Regência Verbal (Celso Luft).
baixe o manual
em seu
smartphone
ou tablet

bit.ly/
zhmanual

27

Related Interests