You are on page 1of 7

Projeto Página 1 de 7

Projeto A

Para conduzir este tutorial, optou-se por um pequeno projeto exemplo que será desenvolvido passo a
passo, desde seu lançamento até a confecção das plantas finais de detalhamento. Este projeto é o de
uma edificação de quatro pavimentos, sendo o térreo formado por garagens, organizado da seguinte
forma:

images\IMG00032.gif

Esquema do projeto exemplo

Como será visto a seguir, o lançamento da estrutura pode ser feito diretamente a partir de plantas
arquitetônicas previamente desenhadas em ambiente CAD. As plantas deste projeto exemplo são
fornecidas juntamente com o programa e estão armazenadas em formato DXF, sendo:

z GARAGEM.DXF: planta baixa do pavimento garagem (baldrame);

z TIPO.DXF: planta baixa dos pavimentos tipo (piso dos três pavimentos);

z COBERTURA.DXF: planta baixa da cobertura (teto do último pavimento).

São fornecidos também arquivos de projeto contendo esta mesma estrutura já lançada, em etapas,
para fins de comparação.

O procedimento contido neste manual será o de criar um novo projeto e informar passo a passo todos
os seus dados.

Criando um novo projeto


O passo inicial para a criação do projeto é a definição da estrutura dos pavimentos, como indicado na
figura abaixo. Pode-se criar cada pavimento à medida que se deseja fazer a entrada de dados, ou criar

file:///C:/Users/User/AppData/Local/Temp/~hh362E.htm 23/03/2016
Projeto Página 2 de 7

inicialmente todos os pavimentos e depois informar os dados de cada um.

Caso seja inserido ou retirado um pavimento após a estrutura ter sido montada, todos os resultados
serão automaticamente apagados, forçando uma nova montagem da estrutura (sobre montagem, veja
o capítulo "Análise da estrutura").

Para criar um projeto novo, deve-se acessar o menu Projeto-Novo ou pressionar o botão na barra
de ferramentas.

Com isso, será aberto um diálogo que permite a definição dos pavimentos do projeto.

Criação de um novo projeto

Para este projeto, é necessário inicialmente, montar a estrutura dos pavimentos e depois entrar com
os dados para cada um. A seqüência de passos a ser seguida é:

z Informe para o primeiro pavimento o nome "Baldrame" e a altura 80 cm;

Lembre-se que este pavimento representa usualmente o nível zero e, neste caso, esta altura
representa a distância entre o nível do pavimento e a cota de assentamento das fundações. Esta altura
pode ser alterada posteriormente para cada fundação inserida no projeto.

z Pressione o botão "Insere acima";

z Informe para o segundo pavimento o nome "Térreo" e a altura 280 cm. Desta vez, a altura
representa a distância entre este pavimento e o pavimento imediatamente abaixo dele (no caso,
o Baldrame);

z Pressione novamente o botão "Insere acima";

z Informe para o próximo pavimento o nome "Tipo" e a altura 280 cm. Na coluna "Repetições",
informe 2;

Isto fará com que o programa crie dois pavimentos vazios, "Tipo 1" e "Tipo 2", com a mesma altura
de 280 cm. É apenas um recurso para facilitar a criação dos pavimentos, não tendo relação com o
lançamento da estrutura. Posteriormente, será necessário lançar um dos pavimentos e copiá-lo
explicitamente para o outro.

file:///C:/Users/User/AppData/Local/Temp/~hh362E.htm 23/03/2016
Projeto Página 3 de 7

z Pressione novamente o botão "Insere acima" e informe o nome "Cobertura" para o último
pavimento, com altura também de 280 cm.

Criação de um novo projeto

Nota-se ainda os seguintes elementos neste diálogo:

z Título: descrição a ser informada para o projeto (apenas uma referência para o próprio
usuário);

z Nível inferior: nível do pavimento inferior (no caso, o Baldrame). Note o nível dos demais
pavimentos é calculado automaticamente a partir da soma das alturas;

z Lance inicial: informar o número do primeiro lance que se inicia a contagem dos lances
(pavimentos).

Pressionando-se o botão "OK", o programa cria um novo projeto com os pavimentos informados,
posicionando-os na Janela de Projeto. (vide item a seguir).

Esta visualização em forma de planilha pode ser acessada após a criação do projeto, a partir da
Janela de Projeto, botão ou no menu Estrutura-Pavimentos, para manipulações posteriores (criar,
excluir, copiar pavimentos, etc).

Gravando um projeto em disco


Para salvar um projeto em disco, deve-se acessar o menu Projeto-Salvar ou pressionar o botão
na barra de ferramentas. Se esta for a primeira vez que você salva o projeto, o programa irá abrir uma
caixa de diálogo padrão, perguntando o nome do arquivo. Salve o arquivo com nome "Tutorial". Nas
próximas vezes, o arquivo será salvo diretamente com o mesmo nome. Será acrescentada
automaticamente a extensão .PRJ ao nome do arquivo informado para o projeto.

Caso o usuário queira salvar o arquivo corrente com um nome diferente (ou em outro diretório, por
exemplo), basta acessar o comando Projeto-Salvar como e informar o nome do novo arquivo.

file:///C:/Users/User/AppData/Local/Temp/~hh362E.htm 23/03/2016
Projeto Página 4 de 7

Abrindo um projeto existente


Para abrir um projeto previamente gravado em disco, deve-se acessar o menu Projeto-Abrir ou
pressionar o botão na barra de ferramentas. Com isto, o programa irá abrir uma caixa de diálogo
padrão, na qual o usuário poderá procurar o arquivo desejado e abri-lo.

Função
Uma das características deste sistema, e do próprio ambiente Windows, é a de que um único
aplicativo pode possuir diversas janelas "filhas", cada uma podendo executar uma função diferente.
Desta forma, é possível abrir simultaneamente janelas de entrada de dados CAD para cada
pavimento, planilhas alfanuméricas de detalhamento dos elementos estruturais, janelas CAD de
detalhamento, pranchas para plotagem e o que mais houver no sistema. Estas mesmas janelas podem
também estar minimizadas e a alternância entre elas pode ser facilmente feita através do menu
Janela.

O gerenciamento destas janelas é feito através de uma principal, chamada Janela de Projeto. Nesta,
pode-se definir o pavimento desejado e acessar sua entrada gráfica, sua arquitetura ou suas tabelas de
dimensionamento (janelas de vigas, lajes e pilares). Este procedimento irá abrir a janela
correspondente, ou trazê-la para a frente, caso já esteja aberta. Caso a janela de projeto seja fechada,
considera-se que o projeto está sendo fechado e, portanto, todas as demais janelas ativas serão
fechadas.

Além disso, a janela de projeto tem a função de gerenciar a estrutura de pavimentos e fornecer rápido
acesso às configurações.

Como acessar
A qualquer instante e a partir de qualquer janela do programa, pode-se tornar ativa a janela de
projeto, simplesmente pressionando-se o botão na barra de ferramentas.

Características
A Janela de Projeto apresenta-se como na figura a seguir:

file:///C:/Users/User/AppData/Local/Temp/~hh362E.htm 23/03/2016
Projeto Página 5 de 7

Janela de projeto

Nota-se os seguintes itens nesta janela:

z Pavimentos: Lista contendo os pavimentos presentes no projeto. Inicialmente, pode-se acessar,


para cada pavimento, a entrada de dados gráfica ("Croqui"), a planta arquitetônica associada
ao pavimento ("Arquitetura") e a planta de forma correspondente (inicialmente vazia). Após o
processamento da estrutura, será possível acessar as tabelas alfanuméricas de
dimensionamento dos elementos estruturais.

file:///C:/Users/User/AppData/Local/Temp/~hh362E.htm 23/03/2016
Projeto Página 6 de 7

Configurações do pavimento

z Arquivos e Pranchas: permite acesso a arquivos gravados externamente (vide capítulo


"Detalhamento final").

Configurações
A seguir, é possível analisar as configurações do projeto, que definem uma série de preferências
informadas ao programa a fim de que este forneça um resultado final adaptado às necessidades de
cada usuário.

As configurações podem ser divididas em três tipos: as configurações de desenho, do projeto e as do


sistema. As duas primeiras são relativas ao projeto corrente e, portanto, são gravadas ao mesmo
tempo que o projeto. São estas as configurações Cad, Corte, Corte esquemático, Cota, Entrada
gráfica, Forma, Níveis de desenho, Níveis padrão, Perfís de níveis, Pranchas e RA, Relatórios,
Ações, Análise, Materiais e durabilidade, Detalhamento, Dimensionamento e Vento. Já as
configurações do sistema são gravadas em arquivo separado e são válidas para todos os projetos ao
mesmo tempo. São essas as configurações Biblioteca de símbolos, Espessuras de linha, Sistema e
Teclas de atalho.

É importante lembrar que todas as configurações são gravadas automaticamente, seja na gravação do
projeto ou na saída do programa (no caso das configurações do sistema). Não é necessário gravar
explicitamente as configurações. Outro ponto importante diz respeito aos projetos novos: a
configuração adotada para estes será igual à última utilizada no sistema.

file:///C:/Users/User/AppData/Local/Temp/~hh362E.htm 23/03/2016
Projeto Página 7 de 7

Modelos de configuração
Apesar de não ser necessário gravar arquivos específicos de configuração neste tutorial, é possível
tanto salvar um arquivo como modelo de configuração quanto importar um modelo de configuração
para um projeto já em elaboração. Para isso, utiliza-se os comandos Configurações-Salvar modelo e
Configurações-Importar modelo. Além disso, também é possível iniciar um novo projeto utilizando
modelos de configuração.

Neste ponto, aceita-se as configurações como estão. Posteriormente, o usuário pode alterá-las e
confirmar a flexibilidade obtida com relação aos detalhamentos apresentados pelo programa.

Uma explicação sobre cada um dos itens de configuração presentes no programa pode ser encontrada
na documentação eletrônica (pressionando-se o botão na barra de ferramentas principal), item
"Configurações".

file:///C:/Users/User/AppData/Local/Temp/~hh362E.htm 23/03/2016