You are on page 1of 4

Relatório de Avaliação Psicológica

1. Identificação

- Autor/Relator – João Luiz Andreta


- Interessados– Prof. Katia Carrasco
- Finalidade – Aprendizado para aplicação do Teste de Inteligência WISC-IV

2. Procedimento

Foram realizadas seis aulas/sessões, nos meses de Setembro e Outubro de 2018, na União
das Faculdades dos Grandes Lagos – Unilago em São José do Rio Preto/SP, nos horários letivos –
duas horas aulas. As cinco primeiras aulas/sessões se destinaram a aplicação do Teste Escala
Wechsler de Inteligência para Crianças – 4ª Edição, ora atuando como aplicador do teste, ora como
realizador. A última aula/sessão foi designada para cálculo dos pontos brutos, ponderados e
compostos.

3. Dados da Escala Wechsler de Inteligência para Crianças – 4ª Edição

Soma
Pontos Ponto
Escalas Subtestes Abreviação Pontos
Ponderados Composto
Ponderados
Semelhanças SM 11
Índice de Compreensão
Vocabulário VC 16 34 108
Verbal
Compreensão CO 7
Cubos CB 12
Conceitos
Índice de Organização CN 15
Figurativos 39 118
Perceptual
Raciocínio
RM 12
Matricial
Dígitos DG 5
Índice Memória Seq. de 16 88
Operacional Números SNL 11
e Letras
Código CD 1
Índice de Velocidade
Procurar 8 64
de Processamento PS 7
Símbolos
QI TOTAL 98

1
2
4. Avaliação

4.1 QI Total: Nível geral do funcionamento intelectual.

O nível de QI Total, demonstrou que seu funcionamento intelectual, suas habilidades


cognitivas ligadas à capacidade de identificar e encontrar soluções para novos problemas
encontram-se dentro da média populacional, ou seja, sua capacidade conjunta ou global de pensar
racionalmente, de agir com finalidade e de lidar efetivamente com seu meio ambiente estão
adequadas à idade.

4.2. Avaliação dos Índices

4.2.1 Índice de Compreensão Verbal (ICV)


Este subteste procura verificar as habilidades verbais através do raciocínio, da compreensão
e da conceituação. Os subtestes Compreensão, Semelhanças e Vocabulário utilizados para avaliação
do o Índice de Compreensão Verbal indicaram que o cliente apresenta-se dentro média
populacional. De modo geral, apresentou-se dentro da normalidade em relação à capacidade de
raciocínio verbal e conceituação, de expressão e compreensão verbal, da capacidade de juízo social,
de maturidade, de bom senso, de habilidades para utilizar-se de experiências anteriores, de
transmissão de informações, de compreensão das normas sociais, de distinção do essencial do não
essencial e da memória de longo prazo. Portanto, suas capacidades em relação à escutar uma
pergunta, entender a instrução formal e informal, fazer relação com uma resposta e expressar seus
pensamentos, demonstram que o conhecimento verbal adquirido e o respectivo processo cognitivo
para responder aos enunciados são adequados à sua faixa etária.

4.2.2 Índice de Organização Perceptual (IOP)


O resultado do testes de Organização perceptual demonstrou que o paciente encontra-se
dentro da média superior, tendo alto desempenho na capacidade de análise e síntese de estímulos
visuais abstratos, na coordenação visual e espacial, na perceptual visual e organização, na criação de
conceitos não verbais, na habilidade fluída e de planejamento, previsão, atenção e concentração.
Portanto, apresentou habilidade acima da média na capacidade de organizar elementos quando
relacionados com um todo complexo, de perceber relações e sequências espaciais, na capacidade de
solucionar problemas, na capacidade de integrar estímulos perceptuais e respostas motoras e de
avaliar informações visuoespaciais.

4.2.3 Índice de Memória Operacional (IMO)


Em relação à Memória Operacional, o resultado revelou que a capacidade de retenção da
memória de trabalho, atenção, concentração e sequenciamento está abaixo da média, apresentando
diminuição de concentração, dificuldades na memorização de informações novas, de mantê-la na
memória de curto prazo, na manipulação dessas informações e na produção de algum resultado.
Também apresentou baixa flexibilidade cognitiva e baixa habilidade para organização sequencial.

4.2.4 Índice de Velocidade de Processamento


De acordo com os dados obtidos nos testes para avaliação de Velocidade de Processamento,
a criança apresenta velocidade de processamento, flexibilidade cognitiva, atenção seletiva e
concentrada, motivação, percepção visual, amplitude visual, coordenação visual e motora
extremamente baixa, isto é, os processos de atenção, memória e concentração para processar, de
forma imediata, a informação visual, a capacidade de focalizar sua atenção em estímulos distintos,
discriminá-los e sustentá-los por certo período estão prejudicadas.

3
4