You are on page 1of 275

Manual de Instruções

NORDBERG HP100,200,300,400,500
BRITADORES CÔNICOS
INTRODUÇÃO
Este Manual de Instruções fornece orientação para as primeiras operações do Britador assim como uma
referência de procedimentos técnicos para o operador experiente.
Leia – estude – e mantenha este manual para futuras referências.

Ilustrações e instruções guiam o operador através de procedimentos corretos para verificação, instalação,
operação e manutenção do Britador e acessórios. Manuais de Instruções suplementares separados fornecem
instruções detalhadas para sistema de lubrificação, hidráulico e acionamento do britador em adição ao Manual
de Instruções principal do Britador Cônico.

As técnicas operacionais esboçadas neste manual são básicas. Características operacionais e técnicas
adicionais serão desenvolvidas assim que o operador ganhar conhecimento sobre o Britador e suas
capacidades.

Avanços e melhorias continuas no projeto do produto podem resultar em mudanças para sua nova máquina que
podem não estar inclusas nesta publicação, entretanto cada publicação é revista e revisada, como requerido,
para atualizar e incluir mudanças apropriadas nas edições posteriores.

As descrições e especificações neste manual correspondem até o momento em que o manual foi aprovado para
impressão. Metso Minerals reserva o direito de descontinuar modelos a qualquer hora e mudar especificações e
projetos, sem notificar e sem incorrer obrigação.

Sempre que uma questão aparecer a respeito de seu Britador, ou sobre esta publicação, por favor consulte seu
representante Metso Minerals para as últimas informações disponíveis.

Este manual é para ser usado como um guia geral a respeito de informações técnicas. Toda informação técnica
requerida para correta instalação de seu britador deve ser obtido dos desenhos de instalação e das
informações técnicas fornecidas para seu Britador em particular.

.................... SEGURANÇA......................
REGRAS BÁSICAS SOBRE SEGURANÇA EM TORNO DE UMA PLANTA DE BRITAGEM SÃO
ESBOÇADAS NA SEÇÃO 0, ENTITULADA “ SEGURANÇA” NO MANUAL DE INSTRUÇÕES
PRINCIPAL DO BRITADOR CÔNICO.

SEGURANÇA DO OPERADOR E SEGURANÇA DE OUTROS DEPENDEM DE RAZOÁLVEL


CUIDADO E BOM SENSO NA OPERAÇÃO DO BRITADOR. UM OPERADOR CUIDADOSO É UM
BOM SEGURO CONTRA UM ACIDENTE.

A MAIORIA DOS ACIDENTES, NÃO IMPORTANDO ONDE ELES OCORREM, SÃO CAUSADOS
POR FALHA AO OBSERVAR E SEGUIR REGRAS FUNDAMENTAIS SIMPLES OU PRECAUÇÕES.
POR ESTA RAZÃO A MAIORIA DOS ACIDENTES PODEM SER PREVINIDOS RECONHECENDO
OS PERIGOS E TOMANDO PRECAUÇÕES PARA EVITÁ-LOS ANTES QUE OCORRAM.

APESAR DO CUIDADO USADO NO PROJETO E CONSTRUÇÃO NESTE TIPO DE


EQUIPAMENTO, HÁ CONDIÇÕES QUE NÃO PODEM SER COMPLETAMENTE PROTEGIDAS
SEM INTERFERIR NA ACESSIBILIDADE E OPERAÇÃO EFICIENTE. ADVERTÊNCIAS SÃO
INCLUSAS NESTE MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA REALÇAR ESTAS CONDIÇÕES.
SUMÁRIO

BRITADORES CÔNICOS HP

SUMÁRIO

SEGURANÇA................................................................................................................................................Seção 0

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE BRITADOR ........................................................................................Seção 1

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO...................................................................................Seção 2

INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO..................................................................................................................Seção 3

PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO.........................................................................................Seção 4

OPERAÇÃO DO BRITADOR......................................................................................................................Seção 5

- CONJUNTOS DO BOJO, REVESTIMENTO DO BOJO E TREMONHA


- CONJUNTOS DA CABEÇA, PLACA DE ALIMENTAÇÃO E MANTA
- CONJUNTO DO SOQUETE
- CONJUNTO DO EXCÊNTRICO
- CONJUNTOS DA CARCAÇA DO CONTRAEIXO,CONTRAEIXO E POLIA
- CONJUNTOS DA CARCAÇA PRINCIPAL,DO ANEL DE AJUSTE E DISPOSIVO DE ALÍVIO
- SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO

SISTEMA HIDRÁULICO.............................................................................................................................Seção 6

PROBLEMAS TÍPICOS DO BRITADOR....................................................................................................Seção 7


Seção 0

SEGURANÇA

0.1 – Segurança do pessoal..................................................0-1

0.1.1 - Geral.........................................................0-1
0.1.2 - Pare o acidente antes que ele pare você!......................0-1
0.1.3 - Você conhece o programa de segurança para seus funcionários?..0-1
0.1.4 - Você está adequadamente capaz para o trabalho?................0-1
0.1.5 - Você entende a sua máquina?...................................0-1
0.1.6 - Você conhece sua área de trabalho?............................0-1
0.1.7 - Você está preparado para emergência?..........................0-2
0.1.8 - Verifique antes de dar partida................................0-2
0.1.9 - Dê a partida com segurança....................................0-2
0.1.10 - Informe em caso de defeito da máquina........................0-3
0.1.11 - Parada segura................................................0-3

0.2 – Conselhos de manutenção segura........................................0-3

0.2.1 – Leia e entenda................................................0-3


0.2.2 – Etiquetas de advertência......................................0-3
0.2.3 – Serviço elétrico de bloqueio..................................0-3
0.2.4 – Roupas- segurança prática.....................................0-3
0.2.5 – Medicação e bebidas alcoólicas...............................0-4
0.2.6 – Área de trabalho..............................................0-4
0.2.7 - Equipamento...................................................0-4
0.2.8 – Perigo de incêndio............................................0-4
0.2.9 – Sistema pressurizado – Hidráulico ou Ar.......................0-5
0.2.10 – Use peças de qualidade.......................................0-5
0.2.11 – Relate os reparos necessários................................0-5

0.3 – Segurança da planta...................................................0-5

0.3.1 – Geral.........................................................0-5
0.3.2 – Proteções do acionamento. ....................................0-5
0.3.3 - Plataforma do operador........................................0-5
0.3.4 – Bloqueio elétrico.............................................0-6
0.3.5 – Guindastes....................................................0-6
0.3.6 – Guindastes móveis.............................................0-6
0.3.7 – Equipamento de soldagem.......................................0-6
0.3.8 – Mecanismo de levantamento.....................................0-7
0.3.9 – Transportador de correias.....................................0-7
0.3.10 – Plantas móveis...............................................0-7
0.3.11 – Ruído da planta de britagem..................................0-7
0.3.12 – Material de encosto epóxi versus zinco.......................0-7
0.3.13 – “Poeira” da planta de britagem ..............................0-8
0.3.14 – Trabalho de manutenção geral.................................0-8
0.3.15 – Procedimentos térmicos.......................................0-9
SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

0.1 Segurança do pessoal PROBLEMAS. E LEMBRE-SE, A SEGURANÇA


DEPENDE DE VOCÊ!!!
0.1.1 Geral
0.1.3 Você conhece o programa de segurança
Esta parte do manual de instruções pretende ilustrar para seus funcionários?
somente os procedimentos básicos de segurança.
Precauções adicionais podem ser necessárias para a Os registros de segurança das empresas mostram que a
operação segura do Britador. maior porcentagem dos acidentes são causados por
As informações contidas neste manual não pretendem desrespeito a simples regras de segurança. Conheça e
substituir as regras e regulamentações dos códigos de observe todo o programa e consulte seu supervisor no
segurança, requerimentos de segurança, leis locais, caso de instruções específicas, quando iniciar um
federais e estaduais. trabalho.

A SEGURANÇA do operador e a manutenção pessoal 0.1.4 Você está adequadamente capaz para o
são dados como interesse primordial. Estes parágrafos trabalho?
estão presentes como um guia de ajuda do pessoal para a
construção de equipamentos, mostrando alguns Você pode precisar de alguns itens especiais de
problemas encontrados diariamente no trabalho. segurança – proteção para cabeça, sapatos, óculos de
segurança, luvas especiais, dispositivos de proteção
É de responsabilidade do operador conhecer quais os auricular, etc. – para sua própria proteção. Descubra
requerimentos específicos, precauções e as áreas de quais itens são requeridos e utilize-os!
riscos do trabalho existentes, discutindo com seu
supervisor. Um comum entendimento deve ser alcançado Roupas frouxas podem agarrar em componentes que
por todo o pessoal, para assegurar uma boa performance estejam em movimentos. Mantenha sua vestimenta
de segurança na operação do equipamento. abotoada e presa, além de utilizar seu equipamento de
segurança especial. Mantenha-se em estado onde não
O operador é a peça chave para a realização de um restrinja seu movimento. Pulseiras, relógios e anéis
trabalho seguro e deve estudar os conselhos dados, para podem ser perigosos. Mantenha seus pertences fora do
estar ciente das precauções de segurança básica, e ajudar alcance da máquina, pois os mesmos podem cair dentro
assim a prevenir futuros prejuízos e danos à máquina. dela.

0.1.2 Pare o acidente antes que ele pare você! 0.1.5 Você entende a sua máquina?
Com o objetivo de alertar você, o operador, e aqueles LEIA O MANUAL fornecido com seu equipamento para
pessoais que estão ligados a operação e manutenção, aprender suas características de operação e manutenção,
algumas operações de perigo são mostrados neste manual capacidades e limitações. Aprenda a localização e função
de instrução com notas de ADVERTÊNCIA. de TODOS os controles, indicadores, dispositivos de
advertência e instruções de precaução. Aprenda a
A máquina mais segura deve ainda ser operada com reconhecer os dispositivos de segurança e de advertência
cuidado e com o conhecimento de sua capacidade de da máquina. Eles alertarão você às condições de BAIXA
performance. O mais compreendido programa de PRESSÃO E ALTA TEMPERATURA eliminando,
segurança deve ainda ser seguido. portanto, o perigo para sua pessoa.
Lembre-se que em qualquer trabalho, VOCÊ é a chave
0.1.6 Você conhece sua área de trabalho?
principal da segurança. Boas práticas de segurança não
somente protegem os homens que estão ao seu redor, mas
Aprenda, de antemão, o máximo possível sobre sua área
elas também protegem sua própria pele. Estude este
de trabalho.
manual e qualquer outro manual do operador de
Seja um elemento organizado, mantenha o chão limpo,
manufatura, relacionado com o seu equipamento
livre de óleo, graxa, panos, cabos, correntes, baldes,
específico.
pedras e outros elementos de riscos. Mantenha as peças
Leia todas as instruções de advertência e cautelas.
soltas, dentro da caixa de ferramentas. Use somente
Pratique a operação segura.
soluções não inflamáveis para efetuar a limpeza.
INSISTA QUE SEU COMPANHEIRO DE
Conheça as limitações de peso para quaisquer pisos sobre
TRABALHO TAMBÉM REALIZE TAL
os quais você irá operar.
SEGURANÇA. ESTEJA ALERTA PARA POSSÍVEIS
PERIGOS ANTES QUE ELES CAUSEM

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-1


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

Conheça os espaços livres da área de trabalho. Um pouco 5. A QUEDA de pressão do fluido hidráulico pode
de tempo gasto verificando os espaços livres superiores e ocasionar sérios problemas de falha hidráulica.
laterais, incluindo as redes elétricas, poderá evitar muitos
problemas posteriores. 6. NUNCA PERMITA que o BRITADOR necessite de
óleo ou graxa, pois isto é um problema que pode
Tenha cuidado com poeira, fumaça ou neblina que causar acidentes.
possam interferir ou prejudicar sua visão.
7. NUNCA ajuste a válvula de alívio de pressão para
0.1.7 Você está preparado para emergência? altas pressões de operação. A pressão recomendada
pelo fabricante possibilita seu uso em uma
Planeje antecipadamente, esteja alerta, opere com performance segura e com a maior vida útil possível.
cuidado, e você evitará causar ou sofrer acidentes
pessoais ou materiais. Se, no entanto, um momento de 8. NUNCA adultere os dispositivos de segurança.
descuido causar uma emergência (acidente), reaja
rapidamente com as ferramentas e o conhecimento que 9. VERIFIQUE o Britador completamente para
tiver em mãos. Conheça a localização e a operação do defeitos visuais, tais como vazamentos, mangueiras
extintor de incêndio e da caixa de primeiros socorros. gastas e componentes frouxos.

Saiba onde conseguir ajuda imediata. 10. INSPECIONE sua máquina de acordo com o manual
do operador e as instruções do supervisor.
Uma emergência exige uma ação rápida.
11. ANTES DE DAR A PARTIDA dê uma volta
NÃO LIMITE SEU PROGRAMA DE SEGURANÇA A completa em sua máquina, verificando que não há
ESTAS REGRAS GERAIS. TENHA IGUALMENTE nada próximo, nem abaixo nem acima da mesma.
CONSCIÊNCIA DE QUE AS CONDIÇÕES Avise todas as pessoas próximas que o equipamento
ESPECIFICAS DE TRABALHO, E SEU TRABALHO começará a operar.
EM PARTICULAR, PODEM EXIGIR PRECAUÇÕES
ADICIONAIS. RELATE QUALQUER DEFEITO PARA SEU
SUPERVISOR.
0.1.8 Verifique antes de dar a partida
0.1.9 Dê a partida com segurança
Equipamentos não adequadamente preparados para a
operação, podem ser considerados inseguros. Realiza 1. VERIFIQUE o equipamento para ver se tem
uma verificação cuidadosa no começo de sua operação. etiquetas de advertência.
Se você encontrar alguma coisa que necessite atenção,
PENSE DUAS vezes antes de continuar com seu 2. SIGA todos os procedimentos recomendados para
trabalho. Qualquer que seja um pequeno defeito partida, como na seção 3, INSTRUÇÕES DE
mecânico, este pode provocar acidentes e prejuízos para OPERAÇÃO.
o pessoal do trabalho.
3. DEPOIS de ter iniciado a operação, verifique se
1. NÃO PERMITA que uma pessoa não autorizada tudo, instrumentos, medidores funcionam
possa operar o Britador! devidamente.
4. DESLIGUE imediatamente a máquina se for
2. ESTEJA CERTO de que todas as proteções e observada qualquer anormalidade.
quaisquer outros dispositivos de segurança estejam
no seu devido lugar, seguros e sem danos. 5. TESTE todos os controles verificando seu
funcionamento correto.
3. VERIFIQUE os sistemas de fluido: Eles estão em
um nível correto e completamente livre de 6. OUÇA se há algum ruído estranho e informe ao seu
vazamentos? supervisor, se houver.

4. VERIFIQUE todos os drenos, válvulas e conexões 7. VERIFIQUE NOVAMENTE os alarmes ou outros


para ter certeza que os mesmos estão em lugares dispositivos de segurança e de advertência.
seguros e apropriados.
8. NÃO PROVOQUE uma parada no anel de ajuste
enquanto o Britador está em operação.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-2


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

9. NÃO ENCOSTE ou coloque suas mãos contra os Antes de realizar um serviço dentro do Britador, esteja
cilindros de alívio de material não-britável ou entre certo de verificar as etiquetas e bloqueios dos controles
o anel de ajuste e a carcaça principal, enquanto o elétricos para que nenhum componente possa iniciar a
Britador está em operação. operação.
Prenda as etiquetas de advertência para prevenir
10. NÃO SE ARRISQUE com sua máquina em acidentes:
condições anormais. INFORME AO SEU
SUPERVISOR. 1. Se o Britador está inseguro para operação.

11. NÃO OLHE dentro da câmara de britagem enquanto 2. Se os controles estão em processo de manutenção.
o Britador está operando sem proteção.
3. Se a máquina está sofrendo um reparo.
0.1.10 Informe em caso de defeito da máquina
0.2.3 Serviço Elétrico de Bloqueio
Inspecione sua máquina diariamente... verifique se há
peças soltas, gastas ou danificadas. Relate ou corrija 1. Sempre bloqueie todos os controles elétricos antes
imediatamente qualquer condição insegura... e não opere da realização de qualquer tipo de trabalho de
a máquina até que os defeitos tenham sido corrigidos. manutenção no Britador.

Mesmo um simples defeito pode se tornar sério... 2. Quando ao proceder a manutenção na unidade de
informe qualquer defeito observado ao seu supervisor. força hidráulica, bloqueie o serviço elétrico para a
unidade de força, através do botão PARAR, que
0.1.11 Parada segura realizará a parada do motor.

Esteja certo de que o Britador se encontra parado antes... 3. Providencie para cada homem da manutenção seu
de iniciar uma limpeza, um serviço, uma lubrificação... próprio cadeado e UMA chave somente.
verificar a tensão da correia... remover as coberturas dos
alojamentos... trabalhar no sistema hidráulico... realizar 0.2.4 Roupas – Segurança Prática
reparos... ou uma tentativa de liberar uma cavidade. NÃO
FAÇA VERIFICAÇÕES, AJUSTES OU REPAROS DE 1. MANTENHA ROUPAS E MÃOS LONGE DE
QUALQUER TIPO ENQUANTO O BRITADOR PEÇAS EM MOVIMENTO. Não utilize roupas que
ESTIVER EM OPERAÇÃO. estão muito soltas, gravatas frouxas, relógios e anéis.

0.2 Conselhos para manutenção segura 2. USE PROTEÇÃO PARA OS OLHOS quando ao
manusear combustível, fluido para limpeza, óleo ou
Realize a manutenção com cuidado. fluido de freio. ESTES MATERIAIS PODEM SER
PREJUDICIAIS.
0.2.1 Leia e Entenda
3. USE UM RESPIRADOR quando requerido.
1. O Manual de instrução fornecidos com o Britador,
especialmente na seção 3, INSTRUÇÕES DE 4. USE ÓCULOS DE SEGURANÇA quando,
OPERAÇÃO. perfurando, retificando ou martelando o metal.

2. Instruções para inspeção e manutenção localizados 5. MANTENHA SEUS PERTENCES longe da


na seção 3, INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO. máquina, os quais podem cair dentro da mesma.

3. Placas de advertência localizadas na máquina. 6. USE SAPATOS DE SEGURANÇA DE SOLADO


DURO, quando requerido.
4. Notas de advertência no manual de instruções.
7. USE LUVAS para proteger suas mãos quando ao
5. Guias de lubrificação para serviço periódico, manusear cabos.
também encontrado na seção 4.
8. UTILIZE ÓCULOS DE SEGURANÇA E ROUPAS
PROTEGIDAS quando manuseando o ar a alta
0.2.2 Etiquetas de Advertências
pressão.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-3


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

9. UTILIZE ÓCULOS DE SEGURANÇA E ROUPAS 2. Mantenha todas as ferramentas e equipamentos


PROTEGIDAS quando manusear metais derretidos; livres de sujeira, óleo e graxa. Não as jogue ou deixe
zinco, chumbo, etc. cair.

10. USE DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO 3. Use guindastes para levantar peças pesadas. Evite
AURICULAR quando requerido ou DIMINUA o forçar sua coluna.
tempo de exposição sem a proteção adequada.
4. Abaixe as peças lentamente, não as deixe cair.
0.2.5 Medicação e Bebidas Alcoólicas
5. Para prevenir escorregamentos, limpe as alavancas e
1. NÃO CONSUMA bebidas alcoólicas antes de vir ao botões de controle, sujos de óleo ou graxa.
trabalho ou durante o seu serviço.
6. Não use polias com seus aros ou raios trincados.
2. TOME CUIDADO com remédios, tranqüilizantes ou
outras drogas que podem deixar você sonolento ou 7. Verifique se há falta, trinca ou se as correias em "V"
perder sua atenção. estão pulando.

0.2.6 Área de Trabalho 8. Verifique se há peças defeituosas, quebradas ou


faltando, e as substitua se necessário. Mantenha o
1. PROMOVA BOAS PESSOAS ORGANIZADAS, equipamento limpo e livre de sujeira e óleo, assim
mantenha o chão limpo e seco, livre de entulhos ou você poderá localizar facilmente as peças soltas ou
ferramentas. Superfícies, degraus e corrimões, defeituosas.
molhados ou cheios de óleo, se tornam bastante
escorregadios. No inverno, elimine a presença de 9. Quando usando cabos para movimentar cargas,
gelo e de neve. Pontos molhados, especialmente esteja certo de que estes dispositivos estão
perto de equipamentos elétricos, são altamente adequados quanto ao tamanho, e substitua-os
perigosos. quando apresentar qualquer desgaste, quebra ou
defeito. Verifique as conexões da extremidade por
2. NÃO DEIXE material se acumular em excesso ao desgastes.
redor do Britador.
0.2.8 Perigo de Incêndios
3. ESTOQUE fluidos perigosos em lugares adequados
– longe das pessoas não autorizadas. NÃO 1. NÃO FUME quando ao reabastecer, ou quando
PERMITA QUE FUMEM NESTE LOCAL! manuseando recipientes com combustível.

4. NUNCA dê a partida em um motor a Diesel ou 2. DESLIGUE o motor quando reabastecer, e utilize


Gasolina dentro de uma área fechada, ao menos que uma cautela extra se o motor estiver quente.
tenham uma ventilação adequada. Os gases
provenientes destes podem matar! 3. QUANDO ao vazar combustível para dentro do
5. Tome precauções adequadas quando estiver tanque, utilize um funil ou um tubo contra o gargalo
cortando por chama ou soldando. Qualquer um do filtro para evitar que ocorra uma faísca elétrica.
desempenhando estes tipos de procedimentos
deveria evitar respirar os gases porque eles podem 4. NÃO utilize a Gasolina nem o Diesel para proceder
apresentar um perigo à saúde. Tais procedimentos uma limpeza dos componentes. Bons solventes
deveriam ser feitos ao ar livre em uma área bem comerciais, não inflamáveis, são preferidos.
ventilada ou com um soprador de ar limpo provido
ao mecânico ou com um exaustor de gases local. Por 5. NÃO FUME quando utilizando os solventes para
favor recorrer às normas apropriadas OSHA ou limpeza.
MSHA.
6. NÃO DEIXE estopas com graxas ou óleos se
0.2.7 Equipamentos acumular dentro de uma área não ventilada. Estoque
essas estopas e outros materiais combustíveis em
1. Use ferramentas próprias; maneje as ferramentas e lugares seguros.
peças pesadas com cuidado.
7. NUNCA utilize fósforos ou isqueiros para verificar
o nível de combustíveis, baterias eletrolíticas,

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-4


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

refrigerantes ou procurar por vazamentos hidráulicos pressão, se aliviado de forma negligente, poderá
em qualquer parte do equipamento. Utilize uma prejudicar qualquer conserto realizado.
lanterna!
Lembre-se que você é encarregado com a operação e
8. CONHEÇA onde se encontram os extintores de manutenção das partes mais valiosas do equipamento.
incêndio, além do seu correto funcionamento e para PORTANTO TRABALHE CORRETAMENTE!
que tipos de incêndios eles funcionam. Verifique
regularmente – pelo menos uma vez por mês – para 0.3 Segurança da planta
ter certeza que eles estão em bom estado de
funcionamento.
0.3.1 Geral
9. No caso de um incêndio, pare a unidade de força
Os procedimentos de segurança mencionados aqui não
hidráulica e o sistema de lubrificação do Britador se
eliminam todos os problemas e perigos encontrados na
isto puder ser feito seguramente.
área da planta de britagem. De qualquer modo, eles são
considerados procedimentos nos quais tem sido
0.2.9 Sistema Pressurizado – Hidráulico ou Ar encontrado ao longo da experiência, para melhorar as
condições de segurança ao redor do Britador e plantas de
1. Alivie TODAS as pressões antes da abertura ou britagem. A METSO prazerosamente poderá dar outras
remoção de qualquer linha de pressão do ar ou sugestões para procedimento de segurança para utilizar
hidráulico, válvulas, conexões, etc. sobre seus Britadores e equipamentos relacionados.
2. Verifique se há mangueiras gastas ou linhas
0.3.2 Proteções do Acionamento
danificadas.
Precauções adequadas de segurança começam com a
3. Alta pressão do óleo pode ser altamente perigoso.
instalação inicial do Britador. Os Britadores são
acionados por correias em “V” ou por acoplamentos
4. A máquina é provida com acumuladores Hidro-
diretos ao motor. HÁ UMA PROTEÇÃO AO REDOR
pneumáticos controlados pelos regulamentos
TANTO DA CORREIA EM “V”, COMO NO
relacionados aos recipientes de pressão do gás,
ACOPLAMENTO.
definido por:
- Decreto do Ministério Francês, datado em
As polias do Britador em particular são projetadas para
24/11/1982 relacionado aos acumuladores Hidro-
máximas velocidades tangenciais. Se estas velocidades
pneumáticos.
são excedidas, pode ser que a polia expluda e cause
muitos prejuízos ou até mesmo mortes.
0.2.10 Use Peças de Qualidade
Sabendo que a velocidade do Britador é completamente
Uma peça de reposição para qualquer item deverá sempre importante para uma operação apropriada, tem-se que a
ser comparada em TAMANHO, TIPO E QUALIDADE proteção do acionamento da correia em “V” geralmente
com a peça que está sendo substituída. tem uma pequena abertura, imediatamente oposta ao
centro do eixo de acionamento do Britador, para que o
0.2.11 Relate os Reparos Necessários tacômetro possa ser inserido e verificar, ocasionalmente,
a velocidade do contraeixo. Esta abertura deve ser
Se sua verificação diária não cobre algum item que coberta com uma porta de acesso ou escotilha.
necessita uma atenção maior no que diz respeito à
reparos, substituições ou ajustes, RELATE-O 0.3.3 Plataforma do Operador
IMEDIATAMENTE AGORA.
Sabendo que inspeções e manutenções periódicas devem
O menor defeito possível pode resultar em o mais sério ser feitas em cada Britador, É IMPORTANTE QUE
problema – SE A MÁQUINA ESTIVER SENDO ALGUNS TIPOS DE PLATAFORMA SEJAM
OPERADA. LEVANTADAS A UM NÍVEL CONVENIENTE AO
Somente realize o trabalho se você está autorizado para OPERADOR DE MANUTENÇAO, O QUAL DEVE
fazê-lo. Não tente fazer algum reparo, se você não INSPECIONAR E TRABALHAR SOBRE A MESMA.
entende nada sobre. Uma boa plataforma do operador construída com uma
placa sólida deve ter corrimões, cordas de apoio ou
Somente trabalhe no equipamento que você domina equipamentos de apoio entre a plataforma e topo da
completamente – um componente carregado a alta grade para prevenir que as ferramentas inclinadas caiam

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-5


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

e acidentem alguém trabalhando embaixo. Não fixe a As talhas de corrente devem ser consideradas somente
plataforma do operador ao anel de ajuste, pois o conjunto como último recurso para montar ou desmontar uma
do mesmo levanta rapidamente quando algum material máquina.
não-britável esteja passando através do Britador. Quando se trata de segurança, deve-se usar o melhor.

0.3.4 Bloqueio Elétrico 0.3.6 Guindastes Móveis


A ENERGIA ELÉTRICA DO EQUIPAMENTO QUANDO UTILIZANDO UM GUINDASTE
DEVERA SER BLOQUEADA TODA VEZ QUE MÓVEL, SEMPRE OPERE DENTRO DA
HOUVER ALGUÉM TRABALHANDO NELE. CAPACIDADE PADRÃO DA MÁQUINA PARA
Cada homem da manutenção que trabalha EVITAR UM AUMENTO DO DECLIVE OU
normalmente no Britador deve estar provido com seu CURVATURA. Os padrões de segurança na operação
próprio cadeado, o qual apresenta somente uma chave. são baseados em um chão firme e nivelado; deve ser
Quando ele estiver trabalhando em qualquer conjunto adequadamente levantados e abaixados sempre que
do Britador, ele deve usar seu cadeado para travar os possível. Evite balanços rápidos, levantamentos ou
controles elétricos presente no mesmo. É muito paradas repentinas; isto pode causar sobrecargas. Não
importante que somente uma chave possa abrir o realize grandes movimentos, quando operando cargas
cadeado, e que esta mesma chave deve estar localizada pesadas em ventos fortes.
com o operador que atua no Britador. Se houver mais
do que um operador trabalhando na máquina, cada um Quando movimentando seu guindaste, verifique as
deve ter seu próprio cadeado e sua própria chave. Uma condições das pontes antes de atravessá-la, estando
partida inicial acidental do equipamento de britagem certo de que elas suportarão o peso da máquina.
com homens presentes em áreas imediatas, podem Verifique também as distâncias laterais das mesmas,
provocar muitos acidentes. fios de eletricidade ou quaisquer outras obstruções.

0.3.5 Guindastes Verifique seus engates, estando certo de que ele não
está solto antes de iniciar o içamento. Garanta que ele
Britadores, como qualquer outro tipo de equipamento possa seguramente prender-se à carga.
mecânico, requerem manutenção periódica normal
para que o operador possa obter o máximo de 0.3.7 Equipamento de Soldagem
rendimento. Uma das violações mais flagrantes contra
as regras de segurança de uma máquina é o uso de Precauções em geral devem ser tomadas quando estiver
equipamento de içamento inadequado e inseguro. cortando com chama ou soldando devido aos perigos à
Embora o Britador não seja um equipamento fácil de saúde causados por muitos metais. Qualquer um
se lidar, tal como um motor automobilístico, os desempenhando estes tipos de procedimentos deveria
componentes internos do mesmo devem ser montados evitar respirar os gases. Tais procedimentos deveriam ser
e desmontados com o auxílio de guindastes, que feitos ao ar livre em uma área bem ventilada ou com um
apresentam a capacidade de vagarosamente levantar e soprador de ar limpo ou com um exaustor de gases local.
abaixar as várias partes que pertencem ao Britador. Por favor recorrer às normas apropriadas OSHA ou
MSHA.
AO USAR UM GUINDASTE, SEMPRE OPERE
DENTRO DA CAPACIDADE NOMINAL. A Um das mais freqüentemente ferramentas utilizadas
SEGURANÇA DA CAPACIDADE NOMINAL no Britador é o corte por chama. Os Britadores que
INCLUI O PESO DO GANCHO, BLOCO E são equipados com componentes hidráulicos devem
QUALQUER DISPOSITIVO DE MANUSEAR apresentá-los na forma despressurizados, e
MATERIAIS TAIS COMO CABOS, ESLINGAS, adequadamente cobertos com material a prova de
BARRAS, ESTICADORES, ETC. SUBTRAIA O fogo, para que as faíscas, respingos de solda, etc., não
PESO DE TODOS ESTES COMPONENTES PARA possam atingir essas áreas. As linhas hidráulicas a alta
DETERMINAR O PESO VERDADEIRO DA pressão rompidas, rapidamente vaporizará o fluido
CARGA QUE PODE SER MANUSEADA COM hidráulico para a atmosfera. Esta vaporização do
SEGURANÇA. fluido pode rapidamente tornar-se uma massa em
chamas, resultando em queimaduras severas para o
pessoal mais próximo desta região. MANTENHA
TODO O PESSOAL QUE NORMALMENTE

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-6


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

UTILIZA OS EQUIPAMENTOS DE CORTE POR Quando viajar em uma rodovia, verifique se todos os
CHAMA, ADVERTIDOS SOBRE A PRESENÇA faróis, setas e luzes traseiras estão funcionando. Use
DE COMPONENTES HIDRÁULICOS EM ÁREA as bandeiras de balizamento e sinais adequados para
PRÓXIMA NA QUAL ELES TRABALHAM. Então rodovia.
certas precauções devem ser realizadas para evitar o
contato destes componentes. As mangueiras da linha 0.3.11 Ruído da Planta de Britagem
pneumática não são imunes aos equipamentos de corte
por chama, sendo que os mesmos são utilizados em É natural que todos os equipamentos de britagem, bem
procedimentos de manutenção normal da planta. como os equipamentos auxiliares que se encontram ao
redor dos mesmos, tais como chutes de descarga,
0.3.8 Mecanismo de levantamento estações de transferência, peneiras e etc, apresentem
certos problemas com o ruído e barulho excessivo.
Todos componentes do britador devem ser suspensos
por equipamentos que permitam movimentos O nível típico de barulho do britador quando está
nivelados e lentos, sempre concordando com as britando varia de 100-130 DBA medidos a 1m ( 3 pés
normas de carga máxima para o equipamento e ) do britador. PROTETORES AURICULARES
lembrar de adicionar os pesos dos acessórios de PODEM SER REQUERIDOS SE OS NÍVEIS DE
içamento como corrente, ganchos, etc ao peso do RUÍDO SÃO MAIORES DO QUE OS PERMITIDOS
britador. PELA LEI. Se estes dispositivos de proteção são
indesejáveis, alguma consideração deve ser dada para
0.3.9 Transportador de Correias reduzir a quantidade de exposição ao ruído de um
operador ou homem da manutenção. Em outras
NÃO UTILIZE O TRANSPORTADOR DE palavras, deve-se ter menos horas de trabalho.
CORREIAS COMO UM MÉTODO PARA SE
LOCOMOVER. Estes transportadores que conduzem Embora uma alteração do equipamento, para mudar as
e recebem materiais para do Britador, devem ser características de seu ruído, possa ser economicamente
providos com um lado preparado para poder se impossível, muitos operadores têm descobertos que a
caminhar. Sempre providencie corrimões ao longo da instalação de uma estação de localização do operador,
plataforma de caminhar do transportador como uma relativamente barato, pode melhorar as condições do
precaução adicional para evitar acidentes. barulho. O operador pode ver o equipamento em
operação e ainda estar protegido dos barulhos através
0.3.10 Plantas Móveis da instalação de um isolamento acústico, janelas
duplas, equipamento de ar condicionado e etc. Estas
Se sua instalação consiste em um equipamento móvel condições de trabalho normalmente resultarão em uma
(montado sobre chassi), sua máquina deverá ficar maior eficiência de operação e reduzirão o potencial
sobre um piso tão sólido e nivelado quanto possível. prejudicado pelo barulho.
Use pranchas de madeira, quando necessário. O chassi
deverá ser elevado, de maneira que suas rodas não Muitos operadores da planta estão descobrindo que,
toquem o chão. Todos os suportes deverão ficar em trabalhando em uma torre levantada com uma
igual distância de cada extremidade. Ajuste cada elevação acima da maioria dos equipamentos,
suporte até que as vibrações sejam reduzidas para um providenciaria uma maior segurança para o operador e
mínimo. NUNCA deixe seu chassi em locais onde as aumentaria a eficiência na operação da planta.
chuvas possam danificar a base. PERIODICAMENTE
VOLTE A VERIFICAR A BASE DO CHASSI 0.3.12 Material de Encosto Epóxi versus Zinco
PARA VER A ESTABILIDADE.
Todos os Britadores requerem algum tipo de materiais
Quando ao movimentar seu chassi, verifique se as de encosto quando ao substituir os membros de
pontes suportarão o peso da máquina antes de realizar britagem. Resinas tais como os Materiais de Encosto
o cruzamento. Verifique os espaços laterais, METSO não apresenta a possibilidade do operador ser
superiores ou quaisquer outras obstruções. acidentalmente queimado se em comparação ao zinco
NUNCA MOVIMENTE COM CARGA MÁXIMA. derretido derramando ou explodindo quando o mesmo
VERIFIQUE AS LEIS LOCAIS, ESPECIALMENTE entra em contato com superfícies molhadas. A
EM QUESTÃO DE LIMITAÇÃO DE PESO. ENORME DIFERENÇA DE QUALIDADE, BEM

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-7


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

COMO O FATOR DE ALTA SEGURANÇA


ENVOLVIDOS QUANDO USANDO AGENTES DE 0.3.14 Trabalho de Manutenção Geral
ENCOSTO DE PLÁSTICO, TEM FEITO O USO DO
ZINCO DERRETIDO PARA MATERIAL DE Uma quantidade certa de trabalho deve ser feita na
REVESTIMENTO DO BRITADOR OBSOLETO! área imediata do Britador durante o curso normal de
operações fundamentais do dia a dia. A seguir alguns
Quando os encostos epóxi são utilizados, deve-se dos itens permitidos ou não dos procedimentos de
tomar o cuidado quando na remoção dos operações normais do Britador.
revestimentos com o corte por chama. A ÁREA
DEVE SER BEM VENTILADA, POIS ÀS 1. NÃO EFETUE a manutenção de componentes em
FUMAÇAS, OCASIONADAS PELO EPÓXI, movimento, ou quando o Britador está operando.
PODEM CAUSAR NÁUSEAS OU POSSÍVEIS Isto inclui alguns itens como a adição de óleo
IRRITAÇÕES DA PELE E DOS OLHOS. lubrificante ou aplicação de graxas.

0.3.13 “Poeira” da planta de britagem 2. NÃO COLOQUE suas mãos ou pés nos cilindros
de alívio de material não-britável, o qual protege
Por sua natureza, equipamentos de britagem e o Britador de sobrecargas de metais, enquanto a
equipamentos auxiliares como chutes de descarga, máquina está em operação.
estação de transferência, telas, etc. criam poeira e se
não contida esta poeira pode escapar para o ar. 3. VERIFIQUE as recomendações do fabricante
RESPIRAR POEIRA PODE SER PERIGOSO Á para procedimentos de manutenção periódica.
SAÚDE DE QUALQUER UM TRABALHANDO Estes procedimentos são projetados não somente
NO,SOBRE OU EM TORNO DO EQUIPAMENTO. para evitar danos ao equipamento, mas também
Em geral, altos níveis de poeira no ar criam um risco para evitar danos maiores aos operadores.
de doenças pulmonares, dependendo da concentração
de poeira, tempo de exposição e tipo de material sendo 4. EVITE o excesso de derramamento de materiais
britado. Metso Minerals recomenda altamente que ao redor do Britador. Os Britadores despejam
dispositivos de proteção de poeira, como um certos pedaços, de tamanhos estranhos, de pedra,
respirador, que seja usado por qualquer um exposto a cascalho ,etc. Os operadores da planta devem
poeira transportada pelo ar para prevenir sua inalação. fazer de um hábito manter a área imediatamente
Dispositivos de proteção de poeira e avisos podem ser adjacente do Britador livre destes tipos de
requeridos pela OSHA, MSHA ou leis locais. É de materiais que poderiam causar a queda do pessoal
responsabilidade do operador determinar a que esteja operando.
necessidade e suficiência de tais dispositivos de
proteção e avisos, fornecê-los e assegurar-se que são 5. NUNCA olhe para dentro da cavidade de
usados e seguidos. britagem quando o Britador estiver em operação
É possível reduzir a quantidade de poeira transportada sem proteção, onde o material possivelmente
pelo ar fazendo alterações no circuito do britador, pode pular e machucá-lo.
como a adição de sistemas de coleta de poeira, ou o
uso de barras de borrifo da água e ou transportador de 6. QUANDO USAR UM GUINDASTE para
descarga. Britagem com nível de choque pode também levantar ou abaixar uma carga manter todo o
reduzir a quantidade de poeira emitida pelo britador. pessoal longe da área.
Como a configuração de cada instalação de britagem
de pedra é diferente, Metso Minerals recomenda que o 7. NUNCA ande, fique em pé, se arraste ou deite
operador consulte a Metso Minerals ou um consultor debaixo de qualquer carga suspensa por um
de poeira sobre possíveis alternativas para reduzi-la. guindaste.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-8


SEÇÃO 0 – SEGURANÇA

0.3.15 Procedimentos térmicos

Siga as precauções de segurança apropriadamente


quando manusear gelo seco, nitrogênio líquido, ou
qualquer outro refrigerante criogênico quando estiver
refrigerando várias partes do britador. Por favor
recorrer às normas apropriadas OSHA e MSHA.
Várias lesões corporais podem ocorrer quando
precauções não são seguidas.

LEMBRE-SE – A SEGURANÇA SÓ DEPENDE


DE VOCÊ!

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 0-9


Seção 1

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O BRITADOR

1.1 INTRODUÇÃO..........................................................1-1

1.2 TAMANHOS DO BRITADOR................................................1-1

1.3 INSPEÇÃO INICIAL....................................................1-1

1.4 INFORMAÇÕES FORNECIDAS..............................................1-1

1.5 PEÇAS DE REPOSIÇÃO..................................................1-1

1.6 TERMINOLOGIA DO BRITADOR............................................1-2

1.7 ESTIMATIVA DA CAPACIDADE DO BRITADOR................................1-3

1.8 ESCOLHA DOS REVESTIMENTOS ADEQUADOS.................................1-4


SEÇÃO 1 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O BRITADOR

1.1 Introdução 3. Desenhos e boletins para os equipamentos


auxiliares não fornecidos pela METSO.
Este manual de instruções foi preparado para auxiliar
o usuário, assim como aqueles confiados na operação 4. Todos os outros desenhos e dados informativos
e manutenção dos Britadores Cônicos HP Nordberg. que possam ser necessários para a sua instalação
específica.
As informações aqui contidas servirão para
familiarizá-lo com a construção do Britador, e como Um Catálogo de Peças contendo os diversos desenhos
um guia na obtenção do conhecimento geral de montagem pertinentes ao seu Britador será enviado
necessário para uma operação e manutenção em separado, posteriormente, em geral, logo após o
eficientes. embarque do Britador. Esse catálogo ilustra e
identifica cada peça usada na montagem da máquina, e
deverá ser usado quando for preparar um pedido de
Cada Britador é completamente montado e testado peças de reposição ou sobressalentes.
antes de deixar a fábrica, entretanto, certas precauções
deverão ser tomadas durante a utilização. Essas 1.5 Peças de reposição
precauções estão descritas nas instruções a seguir, e
ajudarão a evitar os problemas que podem surgir A METSO se esforça no sentido de manter um amplo
devido a uma operação ou manutenção inadequada. estoque a fim de proporcionar pronto e eficiente
atendimento a todos os pedidos de peças de reposição
Recomendamos enfaticamente que as informações e sobressalentes.
contidas neste manual sejam lidas, entendidas e postas
em prática antes da instalação e durante a operação do Para evitar demoras desnecessárias e a possibilidade
Britador.
do envio da peça incorreta, as seguintes informações
deverão ser dadas:
1.2 Tamanho do britador
1. Tamanho do Britador.
Estas instruções, em geral, cobrem todos Britadores
Cônicos Nordberg HP de pequeno porte, que são os
2. O número de série do Britador, que vem
tamanhos 100, 200, 300, 400 e 500.
estampado na plaqueta de identificação, bem
como na capa do seu Catálogo de Peças.
1.3 Inspeção inicial
Recomenda-se que tão logo o Britador tenha sido 3. A quantidade exata de cada peça solicitada.
recebido, uma cuidadosa inspeção seja feita, a fim de
se verificar se há algum possível dano ocorrido 4. Nome completo e número de código da peça
durante o transporte. Deve-se também observar se conforme consta no Catálogo de Peças.
nenhum item foi perdido, contra a nota fiscal ou
manifesto de carga. Se forem constatadas faltas ou 5. Instruções completas para o despacho da
avarias, o fato deverá ser imediatamente levado ao mercadoria. Informe se deseja o frete por
conhecimento da empresa transportadora, de modo
que as necessárias providências possam ser tomadas remessa postal, expressa, rodoviário ou aéreo.
sem atrasos indevidos.
Se seu Catálogo de peças tiver sido perdido,
1.4 Informações fornecidas extraviado ou desaparecido, outro exemplar poderá ser
fornecido, sem ônus, mediante solicitação.
Os seguintes desenhos e dados para o seu Britador
específico, serão encontrados em um volume em Para a operação adequada, somente devem ser
separado, intitulado de DESENHOS DE instaladas peças genuínas, fornecidas pela fábrica.
INSTALAÇÃO: Essas peças são garantidas quanto a sua precisão,
fabricação e material.
1. Desenho de fundação.

2. Desenhos das Tubulações de óleo para o Britador


e Sistema de Lubrificação.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICO 1-1


SEÇÃO 1 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O BRITADOR

1.6 Terminologia do britador ABERTURA DE DESCARGA : A distância entre a


parte inferior dos membros de britagem, medida em
No decorrer de todo o texto deste Manual, certos um ponto onde os dois membros estão mais afastados
termos serão usados na descrição do Britador e de seu um do outro, durante o ciclo. Essa abertura facilita a
funcionamento. Para evitar qualquer possibilidade de descarga do material britado, tornando-a mais rápida.
confusão ou mal-entendido, esses termos serão adiante
definidos segundo sua utilização neste manual. GRANULOMETRIA DO PRODUTO : A
granulometria do material peneirado, depois de ter
ALIMENTAÇÃO : O material bruto a ser britado. sido britado.

REVESTIMENTOS : Os revestimentos do bojo, CAPACIDADE : A produção do Britador, computada


mantas, revestimentos da carcaça principal e em metros cúbicos por hora (m3/h).
revestimentos da base da carcaça principal constituem
os membros de britagem, e são comumente chamados OPERAÇÃO EM CIRCUITO ABERTO : O tipo de
de revestimentos. operação em que uma uniformidade precisa da
granulometria do produto não é considerada como
CAVIDADE : O contorno interno formado pelos dois sendo de grande importância, e a alimentação
membros de britagem. (material a ser britado) passa apenas uma vez através
do Britador.
ZONA PARALELA : Quando os revestimentos estão
em sua posição mais próxima um do outro, durante o OPERAÇÃO EM CIRCUITO FECHADO : O tipo
ciclo giratório, a parte inferior do revestimento do de operação em que a uniformidade precisa da
bojo e da manta ficam aproximadamente paralelas granulometria do produto é importante, e o produto é
entre si por uma certa extensão. Essa região é peneirado enquanto é descarregado, e o material que
não passa na peneira é devolvido ao Britador.
conhecida como a zona paralela.

ABERTURA DE ALIMENTAÇÃO (Lado


Fechado): A menor distância entre o topo dos
membros de britagem, medida quando os dois
membros de britagem estão mais próximos um do
outro, durante o ciclo giratório.

ABERTURA DE ALIMENTAÇÃO (Lado Aberto):


A maior distância entre o topo dos membros de
britagem, medida quando os dois membros estão no
ponto de maior afastamento entre si, durante o ciclo
giratório. A abertura de alimentação (lado aberto)
determina a dimensão máxima da alimentação. Como
norma geral, o tamanho máximo da alimentação não
deverá exceder 80% da abertura de alimentação, lado
aberto.

AJUSTE DE DESCARGA: A distância entre a parte


inferior dos membros de britagem, medida em um
ponto quando os dois membros de britagem estão mais
próximos um do outro durante seu ciclo giratório. Esse
ajuste de descarga regula a granulometria do produto.

AJUSTE MÍNIMO DE DESCARGA : A menor


distância permissível entre a parte inferior dos
membros de britagem, medida quando os dois
membros estão mais próximos um do outro durante o
ciclo giratório.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICO 1-2


SEÇÃO 1 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O BRITADOR

1.7 Estimativa da capacidade do britador 8- Capacidade insuficiente do transportador


de correia.
O Britador é um componente do circuito. Como tal,
sua performance é em parte, dependente na seleção 9- Insuficiência de scalper e peneiras do
correta e operação dos alimentadores, transportadores fechamento de circuito.
de correia, peneiras, estruturas, motores elétricos,
componentes do acionamento e silos de estoque. Onde 10- Área de descarga do Britador
utilizado, a atenção para os fatores seguintes vai insuficiente.
aumentar a capacidade e performance do Britador.
11- Material extremamente duro ou difícil de
1- Seleção apropriada da câmara de britar.
britagem para o material a ser britado.
12- Operar o Britador em rotação menor que
2- Curva granulométrica da alimentação. a recomendada.

3- Capacidade de alimentação controlada. As capacidades e granulometrias mostradas nas


Tabelas são médias, baseadas em resultados obtidos
4- Alimentação distribuída adequadamente em instalações de todo o mundo, britando grande faixa
de minérios, rochas e minerais. Para determinar o
nos 360 graus da câmara de britagem. efeito de uma condição específica, consulte a METSO
MINERALS.
5- Transportador de correia da descarga
deve ser dimensionado para a capacidade
máxima do Britador.

6- Scalper dimensionado adequadamente e


circuito fechado na peneira.

7- Controle com automação.

8- Área de descarga do Britador deve ser


adequada.

Os fatores seguintes diminuem a capacidade e


performance do Britador:

1- Material pegajoso na alimentação.

2- Finos na alimentação (menores que o


ajuste do Britador) excedendo 10% da
capacidade do Britador.

3- Umidade excessiva na alimentação.

4- Segregação da alimentação na câmara de


britagem.

5- Distribuição inadequada da alimentação


nos 360 graus da câmara de britagem.

6- Falta de controle da alimentação.

7- Aplicação inadequada da potência


recomendada.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICO 1-3


SEÇÃO 1 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O BRITADOR

1.8 Escolha adequada dos revestimentos 1. Granulometria da alimentação.

Através de extensas pesquisas e estudos, a METSO 2. Tipo da alimentação.


desenvolveu uma variada linha de membros de
britagem, cobrindo uma ampla faixa de granulometrias 3. Granulometria desejada do produto.
de alimentação e produto. Uma vez que há tantas
condições variáveis e tipos de operação a serem 4. Diagrama do circuito completo com as malhas das
consideradas, seria difícil relacionar cada tipo de peneiras e todos os ajustes dos Britadores.
revestimento que seria melhor apropriado para cada
condição individual, e tipo de operação. 5. Código da manta e do revestimento do bojo em
vigor..
Se, por qualquer razão, se suspeitar que foi obtida uma
vida útil insatisfatória dos revestimentos originais, 6. Potência requerida do britador.
sugere-se que o revestimento do bojo e a manta sejam
cortados longitudinalmente para que seus perfis sejam 7. Capacidade do britador.
traçados em uma folha de papel duro ou papelão e
enviados à METSO, de maneira que a exata 8. Número serial do britador.
concentração do desgaste possa ser determinada, veja
Figura 1-1. 9. Ajuste do britador

Outro revestimento do bojo e outra manta poderão 10. Horas do britador com carga.
então ser recomendados, apresentando um perfil
diferente nesses pontos de desgaste. 11. Rotação ( RPM ) da polia do britador

Para que possamos responder corretamente a qualquer A operação contínua com cavidade de britagem
indagação, é importante que as seguintes informações imprópria para a operação resulta em um desgaste
sejam incluídas: prematuro dos revestimentos, baixa eficiência de
britagem e, em alguns casos, abuso do britador.

Item Designação
Corte com maçarico o revestimento do bojo ou a
1
manta por completo
2 Papelão ou papel duro inserido no corte
Traçado do contorno de desgaste usando
3
marcador de feltro.

Figura 1-1 Obtenção do contorno de desgaste

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICO 1-4


Seção 2

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

2.1 DESENHO DE INSTALAÇÃO...............................................2-1

2.2 LAYOUT..............................................................2-1

2.2.1 Instalando o Britador.......................................2-1

2.2.2 Chumbação...................................................2-1

2.3SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO...............................................2-2

2.4SISTEMA DE DESCARGA..................................................2-3

2.5TIPO DE TRANSMISSÃO..................................................2-4

2.6INSTALAÇÃO INICIAL DAS CORREIAS DE TRANSMISSÃO EM “V”................2-4

2.7TENCIONAMENTO DA CORREIA DE TRANSMISSÃO EM “V”.......................2-6

2.7.1 Método tensão-deflexão......................................2-6

2.7.2 Método alongamento..........................................2-8

2.8 PRECAUÇÕES COM AS CORREIAS EM “V”..................................2-10

2.9 ALINHAMENTO INICIAL DO ACOPLAMENTO FLEXÍVEL........................2-10

2.10 MOTOR DO BRITADOR.................................................2-12

2.11 INFORMAÇÕES SOBRE A TUBULAÇÃO.....................................2-12

2.12 INFORMAÇÃO GERAIS SOBRE MONTAGEM E DESMONTAGEM ...................2-13

2.13 INFORMAÇÕES GERAIS DE MANUTENÇÃO..................................2-13

2.14 LISTA DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO MÍNIMA RECOMENDADA....................2-14

2.15 FERRAMENTAS ESPECIAIS.............................................2-15

2.16 PROTEÇÃO DO BRITADOR CONTRA CORROSÃO..............................2-24


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

2.1 Desenho de instalação casos, ela deverá ser antes do comissionamento. De


fato, a resistência de um chumbador não isolado é
Será sempre fornecido um desenho de instalação apenas um doze avos de um chumbador isolado.
específico para o equipamento. A estrutura de
concreto ou metálica deve ser calculada e A ferramenta de ancoragem não tem participação na
dimensionada conforme as dimensões e cargas resistência da fixação, apenas o isolamento do
indicadas neste desenho. concreto garante a ancoragem.
O projeto e cálculo desta estrutura de concreto ou
metálica deve ser resultado de um estudo prévio, Em geral, a fabricação do concreto deve ser conforme
conforme elasticidade do solo onde será inserida ou o procedimento apropriado e de acordo com as normas
apoiada. regidas no país.

2.2 Layout NOTA : BRITADORES, BRITADORES SOBRE


ESTRUTURAS DE AÇO, DIMENSÕES DE
2.1.1 Instalação da máquina INSTALAÇÃO E PESOS ESTÃO DISPONÍVEIS
NOS DADOS TÉCNICOS DA METSO MINERALS.
Os suportes da carcaça devem ser apoiados em uma
superfície plana horizontal.
Deve ser garantido:
- altura suficiente para desmontagem dos
conjuntos do bojo e da cabeça,
- largura suficiente para desmontagem do
conjunto do contraeixo,
- espaço suficiente para alimentar a
tremonha, chute e qualquer outro
equipamento auxiliar, assim como para a
descarga dos materiais do Britador,
tremonha, transportador de correias,
manutenção do Britador, etc…

2.2.2 Chumbação

Caso o Britador tenha que ser montado sobre uma


base de concreto, ele deverá estar fixado a esta base
por uma determinada quantidade de chumbadores.

Estes chumbadores transmitem a força de tração para


o isolamento de concreto por adesão.

Este isolamento do concreto transmite a força recebida


dos chumbadores para a base do concreto. Esta força
deveria ser transmitida de uma camada a outra de
concreto através das emendas.

Se for necessário uma chave para chumbadores, ela


será apenas um dispositivo para montagem para fixar
o chumbador e a peça ao isolamento até que o
isolamento esteja terminado, por exemplo, quando o
concreto está curado.

O isolamento deve ser feito o mais rápido possível


para construções leves e altas, sujeitas a vento
(exemplo: transportadores de correia) e em todos os

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-1


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

2.3 Sistema de alimentação deve permitir uma fácil remoção desse equipamento
quando tiver que efetuar manutenção no britador. O
A eficiência máxima do britador está diretamente sistema de alimentação, portanto, merece uma atenção
relacionada com o sistema de alimentação. O britador especial em seu planejamento antes de sua construção
somente pode alcançar sua eficiência máxima se o definitiva.
material de britagem for fornecido na quantidade correta
e for uniformemente distribuído em torno de toda a
cavidade de britagem. Ao planejar cuidadosamente,
certas precauções poderão ser tomadas com respeito à
instalação do equipamento de alimentação. A construção

MÉTODO INCORRETO DE ALIMENTAÇÃO MÉTODO CORRETO DE ALIMENTAÇÃO

Aqui, o material da alimentação passa por um só lado Aqui, o material da alimentação cai sobre a placa de
da abertura da alimentação, ocasionando uma alimentação de maneira correta.
distribuição irregular.

Resultados de uma distribuição irregular: Resultados de uma distribuição regular:

1. Capacidade reduzida. 1. Máxima capacidade.


2. Produto com tamanho acima da especificação. 2. Uniformidade do produto.
3. Excessiva ação do anel de ajuste. 3. Mínima ação do anel de ajuste.
4. Máxima pressão nos mancais. 4. Mínima pressão nos mancais.
5. Máximo consumo de energia. 5. Mínimo consumo de energia.

Figura 2-1 Distribuição da alimentação

O Britador deveria ter uma caixa de alimentação para o material a ser britado, de modo que o material
adequadamente construída, montada no topo da bata e caia verticalmente dentro da calha de
plataforma de alimentação proporcionando um anteparo alimentação. O material então cairá sobre a placa de

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-2


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

alimentação de uma maneira mais uniforme. A caixa REDUÇÃO DA VELOCIDADE DA ROCHA,


de alimentação, quando corretamente abastecida, TAIS COMO DEGRAUS NOS CHUTES OU
juntamente com a placa de distribuição da CAIXA DE PEDRA, DIMINUINDO A QUEDA
alimentação, irá ajudar a garantir uma distribuição DO MATERIAL DENTRO DA CÂMARA PARA
uniforme do material, bem misturado em toda a NO MÁXIMO 900MM.
cavidade de britagem. A segregação de material fino e
grosso deve ser mantida em um mínimo, para se obter O método correto e incorreto da alimentação e
uma maior vida útil dos revestimentos. Para melhores construção da caixa de alimentação está mostrado na
resultados, nos Britadores "standard", a alimentação Figura 2-1.
deve ser regulada de maneira que a cavidade de
britagem não fique totalmente cheia. Nos Britadores 2.4 Sistema de descarga
"CABEÇA CURTA", a alimentação deve ser regulada
de maneira que haja um acúmulo de material acima da Uma vez que o sistema de descarga varia em cada
cavidade de britagem (alimentação cheia). Esse nível instalação, um compartimento de descarga ou chute
de material deverá se estender uniformemente por toda não será fornecido junto com o Britador. A construção
a cavidade. Com esse tipo de alimentação, uma maior deve, no entanto, seguir as recomendações conforme
produção poderá ser obtida com um produto de mostrado no desenho de fundação. Pode ser usado
tamanho menor e mais uniforme, além de uma metal ou madeira para o compartimento de descarga.
redução substancial no consumo de energia. A caixa Uma janela de inspeção deve ser instalada no
de alimentação não é fornecida com o Britador, uma compartimento, para que seu interior fique facilmente
vez que o tipo de alimentação é que irá determinar acessível para limpeza ou inspeção. Uma prateleira ou
como a caixa deve ser construída e o material a ser aba deverá ser construída dentro do compartimento de
empregado. descarga, que proporcionará um "leito morto" de
material britado sobre o qual cairá o novo material. A
SEMPRE QUE POSSÍVEL, É ACONSELHÁVEL prateleira absorverá uma boa parte do impacto, antes
INSTALAR UMA PENEIRA ANTES DO do material cair sobre o equipamento transportador,
BRITADOR, PARA REMOVER O MATERIAL aumentando assim, consideravelmente, a vida útil do
FINO OU PEGAJOSO DA ALIMENTAÇÃO, equipamento.
ANTES QUE CHEGUE AO BRITADOR. ISSO
ELIMINARÁ A "COMPACTAÇÃO", A AÇÃO Se for necessário usar uma calha, a inclinação da calha
EXCESSIVA DO ANEL DE AJUSTE E UMA deverá ser maior que 45° da horizontal; e se o material
OPERAÇÃO INEFICIENTE. UM SEPARADOR for muito pegajoso, o ângulo de inclinação deve ser
MAGNÉTICO PODERÁ SER INSTALADO A FIM aumentado.
DE REMOVER OS OBJETOS METÁLICOS
CAPAZES DE OCASIONAR A AÇÃO DO ANEL Deverá haver suficiente espaço livre, conforme
DE AJUSTE. mostrado no desenho de fundação, entre o topo da
carcaça principal e a parte inferior do compartimento
A dimensão do equipamento de alimentação deve ser de descarga e entre a abertura ou chute de descarga e a
adequada, para manter as condições máximas de correia transportadora ou elevador. Um espaço
alimentação para o Britador. adequado nesses pontos evitará que o material obstrua
a área de descarga e ocasione seu acúmulo sob a
É IMPORTANTE CONTROLAR A cabeça e interfira com o funcionamento do Britador.
VELOCIDADE DO MATERIAL ENTRANDO Isso assegurará uma descarga do material britado,
NO BRITADOR. O MATERIAL QUE CAI DE livre de obstruções.
UMA ALTURA MUITO GRANDE DENTRO DO
BRITADOR PODE PASSAR QUASE QUE
TOTALMENTE ATRAVÉS DO LADO ABERTO
DA CÂMARA DE BRITAGEM. O MATERIAL
QUE CAI DIRETAMENTE NO FINAL DA
CÂMARA SEM OCORRER BRITAGEM VAI
CAUSAR BATIMENTO DO ANEL DE AJUSTE.
ISTO RESULTA EM DANOS SEVEROS NO
ASSENTAMENTO DA CARCAÇA. DEVE SER
UTILIZADO ALGUM RECURSO PARA

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-3


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

2.5 Tipo de transmissão A força motriz pode ser fornecida por um motor
elétrico ou um motor diesel.
A recomendação padrão para a transmissão do
Britador é através de correias em "V". A transmissão O Britador pode também ser acionado diretamente, ou
por correias em "V" é particularmente aconselhável, seja, por meio de um acoplamento ligado diretamente
primeiramente porque sua característica evita que as a um motor elétrico ou a combustão interna.
cargas de choque do Britador sejam transmitidas para
o motor do Britador e, em segundo lugar, pela sua Quaisquer problemas relacionados com o acionamento
capacidade de suportar cargas transientes (sobrecargas do Britador deverão ser submetidos á apreciação da
momentâneas), sem uma resultante perda na METSO para suas recomendações específicas.
velocidade do Britador.
2.6 Instalação inicial das correias de
transmissão em “V"
A transmissão por correias em "V" pode consistir de
correias estreitas simples ou multi. Veja a Figura 2-2. Para a instalação inicial ou remontagem da
transmissão por correias em "V", proceda do seguinte
modo:

1. Limpe todo o óleo, graxa ou ferrugem dos


sulcos das polias.

2. Certifique-se de que as polias estão


corretamente alinhadas e que os eixos estão
paralelos.

3. Nunca force as correias para encaixá-las nas


polias. Sempre diminua a distância entre eixos
a fim de poder instalar as correias, sem forçá-
las. Para determinar as tolerâncias mínimas
para a diminuição ou aumento da distância
Item Designação entre eixos, veja a Tabela 2-1.
1 Correia simples
2 Correia dupla Depois de calcular uma distância entre eixos à
partir de um comprimento de passo padrão,
providencie para que os eixos possam ser
Figura 2-2. Seções transversais das correias.
movidos mais perto um do outro a distância
mostrada na Tabela abaixo, a fim de facilitar a
As correias estreitas são projetadas para compacidade
instalação das correias sem estragá-las.
de acionamento, economia de acionamento e cargas
Também os eixos devem ser ajustáveis sobre a
suspensas reduzidas.
distância calculada no valor mostrado na última
Correias multi são correias simples unidas com uma
coluna da Tabela, prevendo as tolerâncias de
cobertura comum para prevenir batidas ou quedas das
fabricação e possível esticamento e desgaste da
mesmas. Elas podem ser utilizadas em todas as polias
correia.
padrão, entretanto, devem ser limitadas ao uso de
somente uma união de 2 ou 4 correias individuais.

Se a polia do motor está localizada diretamente


ABAIXO do contraeixo ou dentro dos 30° da linha
vertical do Britador, a fábrica deve ser informada da
posição do acionamento da polia, para que a bucha
EXTERNA do contraeixo possa ser adequadamente
instalada.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-4


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Item Designação
1 Polia do motor
2 Diminui a distância entre centros para a instalação da correia
3 Polia do motor
4 Aumenta a distância entre centros para esticar a correia
5 Distância entre centros

Figura 2-3 Instalação da correia em V

Tolerância Mínima Abaixo da Distância Entre Eixos Para Instalação das Correias
Seção da Correia em “V” Tolerância
Mínima Acima da
Distância Entre
Comprimento* da Correia em mm 8V Correias Eixos Para
8V SPC
(polegadas) Multi Esticamento e
Desgaste

DE 2000(79) até 2749(108) 40 (1 1/2) 85 (3 3/8) 35 (1 3/8) 40 (1 1/2)


DE 2750(108) até 3499(138) 40 (1 1/2) 85 (3 3/8) 35 (1 3/8) 45 (1 3/4)
DE 3500(138) até 4499(177) 40 (1 1/2) 85 (3 3/8) 35 (1 3/8) 55(2 1/8)
DE 4500(177) até 5499(216) 45 (1 3/4) 90 (3 1/2) 35 (1 3/8) 65(2 1/2)
DE 5500(216) até 6499(256) 45 (1 3/4) 90 (3 1/2) 40 (1 1/2) 85(3 3/8)
DE 6500(256) até 7999(315) 45 (1 3/4) 90 (3 1/2) 40 (1 1/2) 95(3 1/2)
DE 8000(315) até 9999(394) 50 100 45 (1 3/4) 110(4 3/8)
DE acima de 10000(394) 50 100 45 (1 3/4) 140(5 1/2)

*Em cada grupo, a faixa vai até, mas não incluído, o segundo comprimento.

Tabela 2-1. Instalação das correias em “V” e tomadas da compensação.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-5


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

4. Sempre use um jogo completo de correias novas,


da mesma marca e mesmo número de série. Nunca
misture correias usadas com correias novas.

5. Instale as correias nas polias e, em seguida,


estique as correias de modo que fique apenas uma
ligeira flexão ("barriga") no lado frouxo das
correias. Um

Item Designação
1 Polia do britador
2 Lado esticado
3 Polia do motor
4 Lado frouxo das correias em forma de barriga

Figura 2-4. Determinação do Lado frouxo.

2.7 Tencionamento da correia de transmissão método, para proporcionar uma ação de calço entre a
em “V” correia e a polia. Esta ação de calço permite a uma
correia em "V" a capacidade de transmitir a força do
2.7.1 Método Tensão-Deflexão motor para a polia do Britador.

Diversos métodos de tencionamento têm sido


O tencionamento da correia é um termo usado quando
estabelecidos. Dois métodos simplificados serão
uma força é aplicada à correia em "V", por algum
descritos nos parágrafos seguintes; tensão - deflexão e
exemplo de lado esticado e lado frouxo é mostrado na
porcentagem (%) de alongamento. Qualquer um
Figura 2-4. O lado frouxo depende da posição do
desses dois métodos, se seguido com cuidado,
motor.
proporciona uma tensão na correia tal que a

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-6


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

transmissão irá operar satisfatoriamente. Cada um 2. Meça o comprimento do vão.


apresenta determinadas vantagens para um
determinado tipo de correia. 3. Usando uma balança de mola de pescador em
ângulo reto com o centro do comprimento do
Para o tencionamento da correia, usando o método vão, aplique uma força à balança o suficiente
TENSÃO - DEFLEXÃO, proceda do seguinte modo: para desviar uma das correias l,0 mm para cada
l00 mm de comprimento do vão.
1. Coloque uma régua assentada sobre o topo de
ambas as polias. Veja a Figura 2-5.

Item Designação
1 Régua niveladora
2 ½ do comprimento
3 Comprimento total
4 Deflexão de 0,4mm(1/64”)para cada 25mm (1”)do comprimento da correia
5 Puxe
6 Polia do motor
7 Correia
8 Escala de mola
9 Força da Tabela
10 Polia do britador

Figura 2-5 Método Tensão - Deflexão

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-7


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

4. A força deve ser aproximadamente igual as forças 1. Elimine a folga das correias.
dadas na Tabela 2-2 para que a correia fique
adequadamente tencionada. 2. Em seguida, enrole uma trena de aço de 15 m
(50 pés) em volta do perímetro externo da
correia, e meça com uma aproximação de 1
EXEMPLO mm (1/16"). Anote a medida. Veja a Figura 2-
6.
. Seção da Correia = Standard 8V
. Comprimento do vão (dist. entre eixos) = 1575 mm
(62”)
. Força de Deflexão (pela Tabela) = 15-22 Kg (34-50
lbs.)
. Deflexão = 1575 mm (62”)x 0,016 = 25 mm (1”)

Portanto, em uma nova instalação com uma correia de


Seção Standard 8V e um comprimento de vão igual a
1575 (62”), a correia deve desviar-se 25 mm (1”),
usando uma força de 15-22 Kg (34-50 lbs.) na balança
de mola.

5. Ao final de 2 a 4 horas de operação, a correia


de transmissão deverá ser retencionada para a
máxima tensão.

6. Depois de 24 a 48 horas, é bom verificar a Item Designação


correia de transmissão para ver se a mesma 1 Medida da trena
apresenta uma tensão entre o mínimo e o 2 Trena de aço
máximo, mostrada na Tabela 2-2. Tencione 3 Correia
novamente se necessário. Uma tensão
excessivamente alta ou baixa irá afetar a vida
útil e a operação de uma correia em "V". Figura 2-6. Método Porcentagem de alongamento.
QUANDO DEVIDAMENTE TENCIONADA, UMA
CORREIA ESTREITA EM “V” PODE NÃO DAR A
IMPRESSÃO DE ESTAR TÃO APERTADA
QUANTO SE PODERIA ESPERAR, TENDO EM
VISTA A TENSÃO QUE SUPORTAM ESTAS
CORREIAS. PORTANTO, É ACONSELHÁVEL
USAR SEMPRE A BALANÇA DE MOLA
(BALANÇA DE PESCADOR) PARA VERIFICAR
A TENSÃO DE AJUSTE NESSE TIPO DE
CORREIA.

2.7.2 Método alongamento

Para o tencionamento das correias usando o método


PORCENTAGEM (%) DE ALONGAMENTO,
proceda da forma dada a seguir. Este método
específico de tencionamento das correias de
transmissão em "V" foi desenvolvido primariamente
para o tencionamento de correias multi-V.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-8


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Correia Padrão Correias- Multi*


Seção Tensão Mínima kgs Tensão Máxima
da Tensão Mínima Tensão Máxima (Lbs) kgs (Lbs)
Correia kgs (Lbs) kgs (Lbs)
8V 15,4 (34) 22,7 (50) 18,1 (40) 27,2 (60)
SPC 10,4 (23) 15,4 (34) 11,8 (26) 18,1 (40)
* Multiplique esses valores pelo número de correias presentes.

Tabela 2-2. Forças de deflexão.

3. Multiplique este comprimento anotado por um


fator percentual de alongamento, que é
mostrado na Tabela 2-3, e some este número ao
valor obtido na medida inicial.

4. Estique a correia para essa nova dimensão.

EXEMPLO

. Seção da Correia = Standard 8V


. Medição inicial da trena = 3048 mm (120”)
. Fator de alongamento (pela Tabela) = 0,009
(multiplicador) que corresponde a 0,9%.
. Nova leitura de comprimento = 3048 mm (120”) da
leitura inicial x 0,009 do fator de alongamento = 27
mm + 3048 mm da leitura inicial = 3075 mm (121
1/16”).

Seção da Multiplicador Porcentagem (%)


Correia*
8V 0,009 0,9
* Correias Padrão ou Multi.

Tabela 2-3. Fatores de Alongamento.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-9


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Portanto, em uma instalação com uma correia 8V, e uma 4. NÃO DEIXE que o óleo ou graxa venha a entrar em
medição de perímetro externo igual a 3048 mm (120”), a contato com as correias, uma vez que esta
polia do motor deverá ser afastada da polia do Britador contaminação faz a borracha inchar e estragar
até que a trena de aço mostre uma prematuramente.
leitura de 3075 mm (121 1/16”) para a correia
devidamente tencionada. 5. FAÇA AS INSPEÇÕES gerais das correias em "V"
periodicamente. Os seguintes pontos deverão ser
5. Verificações periódicas da tensão das correias verificados em cada inspeção:
deverão ser feitas e, se o tencionamento acima
tornar-se necessário, o mesmo processo deverá A. Perda de velocidade do Britador – Verifique a
ser repetido. tensão.

Deve ser ressaltado que o método preferido para B. Esticamento desigual – Verifique se há
tencionamento de correias em "V" é o MÉTODO rompimentos internos.
TENSÃO - DEFLEXÃO.
C. Alongamento excessivo – Verifique se há
Geralmente, o primeiro indício da necessidade de sobrecarga.
retencionamento é a patinação das correias. Esta
patinação aparecerá como uma perda de potência e de D. Amaciamento ou inchamento da correia –
velocidade da polia do Britador e um elevado índice de Verifique se há contaminação com óleo ou
desgaste das correias e dos sulcos das polias. Essas graxa.
condições serão geralmente acompanhadas por um ruído
("canto") e aquecimento das correias e das polias. Tais E. Endurecimento e trincamento da correia –
condições são facilmente identificadas e podem ser Verifique se há aquecimento excessivo.
detectadas visualmente, por audição e tato.
2.9 Alinhamento inicial do acoplamento
2.8 Precauções com as correias em “V” flexível
Eis algumas recomendações úteis sobre o que se deve ou Para a instalação inicial ou quando para a remontagem do
não fazer para a operação adequada das correias de acoplamento flexível no sistema de acionamento direto, é
transmissão em "V". sempre desejável alinhar os acoplamento com certa
precisão, o quanto possível, para aumentar a vida útil do
1. VERIFIQUE A TENSÃO da correia freqüentemente componente e minimizar a vibração. Depois que as
durante os primeiros dias de amaciamento. Quando metades dos acoplamentos tiverem sido adequadamente
as correias tiverem tido tempo para se assentarem instaladas nos eixos, conduza as duas metades juntas e
corretamente dentro dos sulcos das polias, proceda da seguinte forma para o perfeito alinhamento:
retencione as mesmas. As novas correias apresentam
um certo tencionamento inicial, e precisarão de um 1. Verifique a abertura e o alinhamento angular pela
esticamento adicional. medida da distância entre as metades do
acoplamento, em quatro regiões, distanciadas de
2. NÃO APERTE EXCESSIVAMENTE as correias, 90°, ao redor da circunferência do acoplamento,
uma vez que o excesso de tensão reduz a vida útil como mostrado na Figura 2-7. Para medir o espaço,
delas e dos mancais. Mantenha tensão uniforme. As utilize um calibrador de medida ou um mostrador
correias sem o acionamento deverão dar a impressão com base magnética. As metades dos acoplamentos
de estarem justas, ou apertadas. Em movimento, devem estar alinhadas em todas as quatro dimensões
deverão apresentar um lado frouxo, ou com medidas, NÃO VARIANDO mais do que 0,38mm
"barriga". (0,015”).

3. MANTENHA AS CORREIAS BEM Se qualquer uma destas quatro medidas variar mais
VENTILADAS, uma vez que o aumento da do que 0,38mm (0,015”), indicará a presença de
temperatura acima de 60o C (140oF) causa a redução um excessivo desalinhamento angular.
na vida útil da mesma. As laterais do protetor da
correia deverão ser projetadas de modo a assegurar
uma boa circulação de ar. Uma placa perfurada ou
metal expandido é ideal para esse tipo de aplicação.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-10


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

FOLGA E ALINHAMENTO ANGULAR


CORRETOS ALINHAMENTO PARALELO CORRETO

FOLGA E ALINHAMENTO ANGULAR


INCORRETOS ALINHAMENTO PARALELO INCORRETO

Item Designação Item Designação


1 Folga igual Segure a régua calibradora contra metade
8
2 Use um medidor para verificar a folga do acoplamento neste ponto
Segure o medidor contra o acoplamento Verifique com um calibrador de medida o
3 correto alinhamento paralelo na outra
bem apertado, neste ponto 9
Verifique com um calibrador de medida a metade do acoplamento, neste ponto –
correta folga e alinhamento angular na Verifique em intervalos de 90°
4 10 Folga
outra metade do acoplamento, neste ponto
– verifique em intervalos de 90° 11 Desalinhamento angular
Dirija metade do acoplamento para o Máxima folga e alinhamento angular
5 12
motor 0,38mm ( 0,015”)
Dirija metade do acoplamento( contra eixo Máximo desalinhamento paralelo
6 13
do britador) 0,38mm (0,015”)
7 Régua calibradora
Figura 2-7 Alinhamento dos acoplamentos

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-11


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

2. Verifique o alinhamento paralelo pelo tempo, o momento de flexão devido à tensão das
posicionamento de uma régua plana através do correias e ao peso da polia. O eixo deverá ser de
diâmetro externo das metades dos acoplamentos, comprimento suficiente para acomodar o comprimento
nos quatro lugares, distanciados de 90°, ao redor total da bucha da polia do motor, ou cubo, bem como
da circunferência do mesmo. Veja a Figura 2-7. deixar uma folga entre a carcaça do motor e o aro da
Alinhe de forma que a régua repouse polia.
ajustadamente em ambas as metades. Verifique
com um calibrador de medida ou um mostrador. Com as correias de transmissão em "V", são
O desalinhamento paralelo NÃO deve exceder necessários trilhos de deslizamento sob o motor, a fim
0,38mm (0,015”). de permitir um reajuste da tensão das correias, por
causa do esticamento durante a operação e para a
3. A abertura, o alinhamento paralelo e angular são instalação das correias.
importantes sempre que utilizando um
acoplamento flexível para acionar um Britador. Se for usada a transmissão direta, deve-se ter cuidado,
por ocasião do pedido do motor, para que a extensão
Um colar de assento de segurança deve ser instalado do eixo do motor e os rolamentos sejam corretamente
no contraeixo do Britador para providenciar uma dimensionados para uma correta aplicação da
adequada folga axial ou lateral do contraeixo. transmissão direta. O diâmetro do eixo do motor
deverá ser dimensionado para suportar o pico de
2.10 Motor do britador torque.

O motor elétrico de acionamento deve ser um motor a Todas as especificações de potência mencionadas nos
indução, para operação contínua, com rotor tipo gaiola desenhos de fundação são baseadas em potência
(rotor em circuito fechado); serviço contínuo, torque elétrica. Portanto, quando se usar um motor diesel
de partida normal (aproximadamente 125%) e como unidade motriz, o fabricante do motor deverá ser
momento crítico normal (aproximadamente 200%) consultado, a fim de determinar qual a potência diesel
com ± 10% de variação de tensão aceitável. que é equivalente à potência elétrica na velocidade
(rpm) indicada no desenho de fundação.
Um isolamento resistente a abrasivos e termostatos
para o estator (um dispositivo de proteção interna) é
sugerido. O motor pode ser aberto e à prova de 2.11 Informações sobre a tubulação
respingos ou totalmente blindado e equipado com
ventoinha para refrigeração. O MANUAL DE LUBRIFICAÇÃO, descreve
detalhadamente o tipo adequado de óleo, sua
Para manter um serviço contínuo ao nível de potência temperatura e controle, bem como o equipamento
operacional recomendado mostrado no desenho de usado ou que poderá ser usado no sistema de
fundação, um motor elétrico com um fator de serviço lubrificação do Britador. Deve ser notado que o
igual a 1,15 é necessário. Se for usado um fator de sistema de lubrificação do Britador é projetado para
serviço igual a 1,O, a capacidade de potência uma pressão operacional de 8,6 Bars (125 PSI), NO
constante na plaqueta de identificação do motor MÁXIMO.
deverá ser aproximadamente 15% mais elevada do que
a potência operacional recomendada. No entanto, o Consulte os desenhos de tubulações fornecidos
consumo de potência do Britador deverá ser mantido mostrando os tubos e conexões fornecidos com o
dentro da potência mostrada no desenho de fundação. Britador e outros equipamentos de lubrificação. O
layout da tubulação varia segundo as condições locais.
Se for usada uma transmissão por correias em "V", Dois fatores de influência deverão ser considerados
deve-se ter o cuidado, por ocasião do pedido do motor, para o layout das linhas de alimentação e de dreno; a
de dimensionar adequadamente os rolamentos do tubulação deve ser tão curta e direta quanto possível,
motor de acordo com o peso da polia montada no eixo sem depósitos mortos ou outras obstruções ao fluxo, e
e com a tensão exercida pelas correias. O motor a linha de drenagem deve apresentar uma inclinação
deverá ainda ter uma capacidade de tensão radial de de, no mínimo 25 mm (1”) para cada 305 mm (12”) de
36O°. O diâmetro do eixo do motor deverá ter tubo usado.
capacidade de suportar o pico de torque e, ao mesmo

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-12


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

É necessário que toda a tubulação seja checada quanto Todas as superfícies usinadas e as roscas que tiverem
à limpeza interna, que todos os cavacos e rebarbas sofrido alguma avaria durante o transporte deverão ser
resultantes da abertura de roscas sejam removidos, para restauradas para a condição devida, antes da montagem.
proteger a bomba de óleo e para evitar danos ao mancal Depois de limpar, unte levemente com óleo todas as
do Britador. superfícies de apoio e superfícies usinadas das peças
emparelhadas.
As conexões devem ser instaladas em pontos
apropriados, para facilitar a remoção de qualquer Precauções especiais devem ser seguidas durante a
equipamento de lubrificação; bomba de óleo, filtro, remoção e instalação de certos componentes. Tenha
trocador de calor, etc. certeza de seguir todas as práticas de segurança
aplicáveis em relação aos equipamentos de içamento
Todas as conexões da tubulação deverão ser examinadas incluindo sinais de mão apropriados. Também, tenha
quanto à presença de vazamentos. É muito importante certeza de que todos os equipamentos de içamento e
que a linha de sucção de óleo entre a bomba e o tanque dispositivos associados como cabos, ganchos e peças são
seja absolutamente fechada (à prova de vazamento), uma suficientemente capacitados para suportar os pesos
vez que qualquer entrada de ar nesta linha será refletida envolvidos.
na redução da eficiência da bomba, ou seja, a capacidade
de abastecimento de óleo e pressão do óleo serão As instruções de reparo em várias seções deste manual
consideravelmente mais baixas e poderão colocar em fazem referência as instruções de içamento contidas na
perigo a lubrificação do Britador. Um vazamento na seção. Componentes manuseáveis são mostrados apenas
linha de sucção (entrada de ar) é especialmente perigoso, nas ilustrações da seção. Não use um método alternativo
uma vez que ele não se revela como vazamento de óleo, de manuseio de equipamento sem primeiro consultar a
como ocorreria na linha de pressão. Metso Minerals.

2.12 Informações gerais sobre montagem e Figura 2.10 para os HP400&500 ilustram as
desmontagem ferramentas especiais requeridas para manusear
equipamentos.
Os Britadores Cônicos HP Nordberg são embarcados Veja as Figuras apropriadas listadas em cada seção para
como uma unidade completa ou em subconjuntos, a operação desejada de manuseio de equipamento.
dependendo do tamanho do Britador. Para embarque
dentro do país, os Britadores menores são despachados
como uma unidade completa, prontos para serem
2.13 Informações gerais sobre manutenção
assentados sobre a fundação. Em alguns casos,
entretanto, esses Britadores de tamanho menor serão Quando realizando qualquer trabalho de manutenção no
desmontados em seus subconjuntos para o exterior ou Britador, algumas precauções devem ser tomadas e
para dentro do país, quando as restrições do transporte ou observadas como segue a seguir:
manuseio assim o determinarem. Os Britadores de maior
porte são, na maioria das vezes, desmontados para o 1. Quando ao remover as partes com superfícies
embarque. usinadas ou mesmo as de apoio, os quais podem
apresentar uma certa corrosão, deve-se aplicar
Nas Seções a seguir serão dadas instruções detalhadas camadas de óleo com o intuito de prevenir este
sobre a montagem e desmontagem dos diversos problema, qualquer que seja o período em que eles
componentes do Britador. Começando pela carcaça estejam fora do Britador.
principal, e os componentes restantes serão discutidos na
sua seqüência normal de montagem. Independentemente 2. Utilize um cuidado adicional quando ao manusear
de o Britador ser despachado completamente montado ou qualquer componente que apresente superfícies de
desmontado, o mesmo poderá ser montado, consultando- apoio ou usinadas, as quais possuem tolerâncias bem
se as seções que lhe forem aplicáveis, dependendo de até restritas.
que ponto ele foi desmontado.
3. Quando na desmontagem de quaisquer partes das
Antes de instalar qualquer dessas partes do Britador, superfícies de apoio ou usinadas, proteja estas
verifique se a camada protetora aplicada para o transporte mesmas do contato com o chão, utilizando para
a todas as superfícies usinadas e polidas foi removida, e isso um bloco de madeira.
se todas as peças estão limpas e livres de detritos e
sujeira, especialmente as passagens de óleo e os tubos. 4. Buchas ou Revestimentos de Bronze devem ser
manuseados com extremo cuidado. Golpes ou

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-13


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

batidas excessivas neste material mole, podem designados para aquecimento devem ser
causar empenamento ou retorção de tais usados.
componentes.
e- Se aquecimento por chama deve ser usado
5. Limpe completamente e lubrifique todos os para montar conjunto de engrenagens, evite o
componentes antes de instalá-los no Britador. Não contato direto da chama com as áreas
substitua uma superfície de apoio sem uma prévia temperadas por indução. Aqueça furo e faces.
aplicação de óleo. Deixe o calor fluir para fora.

6. É necessário, quando na montagem de duas partes f- Quando aquecer peças para remoção, aplique
separadas, que se aplique uma leve camada de calor rapidamente e uniformemente. Remova
óleo no contado destes componentes antes de o item sem demora para minimizar a
pressionar ou escorregar tal encaixe. Esta ação transferência térmica para objetos próximos.
prevenirá que haja certa corrosão neste lugar.
g- Não resfrie com líquidos itens aquecidos. Se
7. As buchas da cabeça e do excêntrico que são um resfriamento rápido é indicado, deveria
estocadas em uma posição vertical, se estocadas ser limitado ao movimento do ar ambiente
em qualquer outra posição poderão causar uma (ventilador ou vapor comprimido).
excentricidade. Consequentemente uma grande
dificuldade será encontrada quando ao instalá-las 2.14 Listas de peças de reposição mínima
no Britador. Em alguns casos, a instalação se recomendada
torna impossível.
A seguir encontra-se a lista de peças de reposição os
8. Todas as superfícies rosqueadas do bojo, anel de quais devem estar em mãos todas as vezes que se
ajuste, anel de trava, cabeça e porcas de deseja mínimos tempos de parada.
travamento devem receber uma camada de
bissulfeto de molibdênio e uma de graxa ou óleo. 1. Revestimento do Bojo
Novamente, se a camada de bissulfeto não é 2. Parafusos do Revestimento do Bojo
possível, a aplicação apenas de graxa já é 3. Manta
satisfatória. 4. Anel de Aperto
5. Cone de Alimentação + parafuso
9. Peças podem ser danificadas pelo uso de fracas
técnicas em que procedimentos térmicos são Deve ser entendido de que esta lista contém apenas o
requeridos. Os seguintes cuidados deveriam ser mínimo das partes de reposição, e que se a instalação
seguidos durante procedimentos térmicos. do Britador for realizada em uma localização remota,
ou mesmo que esteja sendo instalado muitos
a- Sempre que possível, o aquecimento Britadores, esta lista pode ser expandida. Entretanto,
deveria ser executado com um banho imerso consulte a fábrica para a sugestão de uma lista das
em óleo ou em um forno com temperatura partes de reposição para sua operação particular.
controlada.
Antes de estocar quaisquer partes de reposição,
b- Temperaturas limites não deveriam ser verifique se a camada de proteção aplicada
excedidas. Danos podem ocorrer nas peças. anteriormente ao embarque ainda está intacta.

c- Cortes com maçarico são inaceitáveis como Finalmente, quando substituindo qualquer bucha,
elementos de aquecimento. O calor mancais ou outras partes principais, e quando ao dar a
concentrado da chama resulta em “ pontos partida inicial do Britador pela primeira vez, é
quentes” que pode distorcer peças e afetar aconselhável colocar às partes em movimento,
adversamente peças temperadas por indução. realizando um amaciamento das mesmas.
Aquecimento localizado também pode criar Refira às informações descritas no parágrafo com o
trincas microscópicas. título INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO no capítulo 3.

d- Equipamentos que utilizam propano ou


acetileno e que são especificamente

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-14


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

2.15 Ferramentas especiais

Somente as ferramentas que não são prontamente


encontradas nas casas comerciais especializadas em
ferramentas é que serão fornecidas com seu Britador.

Essas ferramentas consistem de todos os parafusos –


olhais, necessários para manuseio do equipamento;
uma placa de levantamento da cabeça; ferramenta de
montagem do mancal esférico; parafusos sacadores do
soquete de seu revestimento; pinos de alinhamento do
soquete ao seu revestimento; um manômetro e
conjunto de carregamento do acumulador (opcional);
calços do soquete; uma placa de içamento do
excêntrico; parafuso sacador; arruelas; chave da
carcaça do contraeixo.

Todas as ferramentas são pintadas com a mesma cor


para identificação imediata no Britador e embarcadas
em caixas separadas.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-15


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Item Designação Item Designação


1 Chave de aperto 9 Parafuso sacador
2 Chave do pinhão 10 Parafuso olhal
3 Chave do contraeixo 11 Haste rosqueada
4 Placa de levantamento do excêntrico 12 a 17 Parafuso olhal
5 Placa de levantamento 18 a 23 Arruela
6 Placa de levantamento da cabeça 24 Bloco de segurança
7 Parafuso hexagonal
8 Parafuso hexagonal Figura 2-8 Ferramentas especiais
requeridas para HP100

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-16


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Placa de elevação do excêntrico com 3-M10x50

Ganchos de suspensão na carcaça principal


Ganchos de suspensão no anel de ajuste
Olhais de içamento na tampa de ajuste
Placa de levantamento da cabeça

2 - M10 Parafuso olhal

3 - M10 Parafuso olhal

2 - M12 Parafuso olhal

4 - M12 Parafuso olhal

2 - M16 Parafuso olhal

3 - M16 Parafuso olhal

2 - M20 Parafuso olhal

1 - M30 Parafuso olhal


2 - M6 Parafuso olhal

1 - M8 Parafuso olhal

2 - M8 Parafuso olhal
Itens manuseáveis para HP100

Carcaça principal x
Eixo principal x
Anel de ajuste x
Anel de fixação x
Conjunto do excêntrico( com ECC,
x
Engrenagem, CTWT e Rolamentos)
Excêntrico x
Contrapeso x
Engrenagem x
Proteção do contrapeso x
Bucha do excêntrico x
Mancal de encosto superior x
Mancal de encosto inferior x
Soquete x
Conjunto da cabeça ( com manta,
x
rolamento, parafuso de trava)
Cabeça x
Esférico da cabeça x
Bucha da cabeça x
Parafuso de trava
Conjunto do bojo( com revestimento
x
do bojo e tampa de ajuste)
Bojo x
Anel de acionamento x

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-17


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Item Designação
Conjunto de carregamento e medida
1
do acumulador
2 Parafusos sacadores
Pinos de alinhamento do soquete e do
3
revestimento do soquete
4 Arruelas
5 Parafusos olhais de içamento
6 Anel de içamento do excêntrico
7 Chave da porca de trava com parafuso de retenção
8 Mínimo de 45°
9 Método correto de içamento
10 Placa de içamento da cabeça
11 Adaptador da garrafa de hidrogênio

Figura 2-9 Ferramentas especiais requeridas


para HP200-HP300-HP400-HP500

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-18


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Placa de levantamento da cabeça com 4-M16


Placa de elevação do excêntrico com 3-M10

4-Olhais de içamento na tampa de ajuste

4-Ganchos de suspensão

1 - M10 Parafuso olhal

2 - M10 Parafuso olhal

3 - M10 Parafuso olhal

2 - M12 Parafuso olhal

2 - M14 Parafuso olhal

2 - M16 Parafuso olhal

3 - M16 Parafuso olhal

2 - M20 Parafuso olhal

2 - M24 Parafuso olhal

1 - M30 Parafuso olhal


4- M12 Parafuso olhal
2 - M8 Parafuso olhal
Itens manuseáveis para HP200

Carcaça principal x
Eixo principal x
Anel de ajuste x
Anel de fixação x
Conjunto do excêntrico( com ECC,
Engrenagem,CTWT e Rolamentos)
Excêntrico x x
Contrapeso x
Engrenagem x
Proteção do contrapeso x
Bucha do excêntrico
Mancal de encosto superior
Mancal de encosto inferior
Soquete x
Revestimento do Soquete x
Conjunto da cabeça ( com manta,
x
rolamento, parafuso de trava)
Cabeça x
Esférico da cabeça x
Bucha da cabeça superior
Bucha da cabeça inferior
Parafuso de trava x
Conjunto do bojo( com revestimento
x
do bojo e tampa de ajuste)
Bojo x
Anel adaptador x
Anel de acionamento x

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-19


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Placa de levantamento da cabeça com 4-M16


Placa de elevação do excêntrico com 3-M12

4-Olhais de içamento na tampa de ajuste

4-Ganchos de suspensão

2 - M10 Parafuso olhal

2 - M12 Parafuso olhal

3 - M12 Parafuso olhal

1 - M16 Parafuso olhal

3 - M16 Parafuso olhal

4 - M16 Parafuso olhal

2 - M20 Parafuso olhal

4 - M20 Parafuso olhal

2 - M24 Parafuso olhal

1 - M30 Parafuso olhal


2- M16 Parafuso olhal
2 - M8 Parafuso olhal
Itens manuseáveis para HP300

Carcaça principal x
Eixo principal x
Anel de ajuste x
Anel de fixação x
Conjunto do excêntrico( com ECC,
Engrenagem, CTWT e Rolamentos)
Excêntrico x x
Contrapeso x
Engrenagem x
Proteção do contrapeso x
Bucha do excêntrico x
Mancal de encosto superior x
Mancal de encosto inferior x
Soquete x
Revestimento do Soquete x
Conjunto da cabeça ( com manta,
x
rolamento, parafuso de trava)
Cabeça x
Esférico da cabeça x
Bucha da cabeça superior x
Bucha da cabeça inferior x
Parafuso de trava x
Conjunto do bojo( com revestimento
x
do bojo e tampa de ajuste)
Bojo x
Anel adaptador x
Anel de acionamento

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-20


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Item Designação
1 Parafuso olhal
2 Arruela( se requerido)
3 Placa de içamento da cabeça
4 Anel de içamento do excêntrico
5 Arruela

Figura 2-10 Ferramentas especiais requeridas para


manuseio de componentes HP400/HP500

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-21


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Placa de levantamento da cabeça com 4-M20x80 HHC


Placa de elevação do excêntrico com 3-M20x80 HHC

4-Ganchos de suspensão na carcaça principal


4-Olhais de içamento na tampa de ajuste

1 - M10 Parafuso olhal

2 - M10 Parafuso olhal

3 - M10 Parafuso olhal

4 - M16 Parafuso olhal

2 - M20 Parafuso olhal

3 - M20 Parafuso olhal

1 - M30 Parafuso olhal

2 - M30 Parafuso olhal

3 - M36 Parafuso olhal


1- M20 Parafuso olhal
2 - M8 Parafuso olhal
Itens manuseáveis para HP400

Carcaça principal x
Eixo principal x
Anel de ajuste x
Anel de fixação x
Conjunto do excêntrico( com ECC,
x x
Engrenagem,CTWT e Rolamentos)
Excêntrico x
Contrapeso x
Engrenagem x
Proteção do contrapeso x
Bucha do excêntrico x
Mancal de encosto superior x
Mancal de encosto inferior x
Soquete x
Revestimento do Soquete x
Conjunto da cabeça ( com manta,
x x
rolamento, parafuso de trava)
Cabeça x
Esférico da cabeça x
Bucha da cabeça superior x
Bucha da cabeça inferior x
Parafuso de trava x
Chave do parafuso de trava x
Conjunto do bojo( com revestimento
x
do bojo e tampa de ajuste)
Bojo x
Anel adaptador x
Anel de acionamento x

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-22


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

Placa de levantamento da cabeça com 4-M20x80 HHC


Placa de elevação do excêntrico com 3-M20x80 HHC

4-Ganchos de suspensão na carcaça principal


4-Olhais de içamento na tampa de ajuste

1 - M10 Parafuso olhal

2 - M10 Parafuso olhal

3 - M10 Parafuso olhal

1 - M20 Parafuso olhal

3 - M20 Parafuso olhal

4 - M20 Parafuso olhal

2 - M24 Parafuso olhal

2 - M36 Parafuso olhal

4 - M36 Parafuso olhal

1 - M42 Parafuso olhal


2- M20 Parafuso olhal

2 -M42 Parafuso olhal


2 - M8 Parafuso olhal
Itens manuseáveis para HP500

Carcaça principal x
Eixo principal x
Anel de ajuste x
Anel de fixação x
Conjunto do excêntrico( com ECC,
x x
Engrenagem,CTWT e Rolamentos)
Excêntrico x
Contrapeso x
Engrenagem x
Bucha do excêntrico x
Mancal de encosto superior x
Mancal de encosto inferior x
Soquete x
Revestimento do Soquete x
Conjunto da cabeça ( com manta,
x
rolamento, parafuso de trava) x
Cabeça x
Esférico da cabeça x
Bucha da cabeça superior x
Bucha da cabeça inferior x
Parafuso de trava x
Chave do parafuso de trava x
Conjunto do bojo( com revestimento
x
do bojo e tampa de ajuste)
Bojo x
Anel adaptador x
Anel de acionamento x

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-23


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

2.16 Proteção do Britador contra corrosão coroa e no mancal de encosto superior. Remova a
mangueira de alimentação de óleo do topo da
Para proteger seu Britador contra a corrosão por carcaça do contraeixo. Coloque um funil no furo
ferrugem durante uma temporada de paralisação, ou existente na parte superior da carcaça do
para embarque para o exterior, ou para estocagem do contraeixo e despeje óleo anti-ferrugem na
equipamento ao relento (verão ou inverno), as carcaça do contraeixo, enquanto gira o mesmo.
seguintes providências são recomendadas: Aproximadamente 20 litros (5 galões U.S.) são
requeridos para a área completa da carcaça do
1. Remova o bojo, a placa de alimentação, a cabeça, contraeixo. Algum vazamento ocorrerá na
o conjunto do soquete e o conjunto do excêntrico. extremidade da carcaça, mas isto pode ser
Desconecte a linha de dreno de óleo no fundo da considerado normal.
carcaça principal e a entrada de pressão de óleo,
na parte inferior do eixo principal. Tenha certeza Então, reinstale a mangueira de alimentação de
que toda a tubulação e os orifícios no fundo do óleo à carcaça do contraeixo.
eixo estão vedados com um bujão.
4. Aplique com o pincel uma camada de óleo
2. Usando um pincel de pintura na parte interna da protetor na superfície de apoio do esférico da
carcaça do Britador, aplique uma camada de óleo cabeça e na superfície interna da bucha superior e
protetor anti-ferrugem. inferior da cabeça.

Use um óleo lubrificante que tenha um aditivo 5. Preencha o orifício do eixo principal até que o
anti-ferrugem para a proteção das partes internas mesmo esteja completo de óleo. Então drene na
dos conjuntos fechados, tais como motores, seqüência.
compressores, bombas, conjuntos de engrenagens
e conjuntos hidráulicos. os preventivos contra 6. Aplique uma camada de óleo especial dentro do
ferrugem agem deslocando a água das superfícies esférico da cabeça, nas buchas da cabeça superior
dos metais, formando uma camada forte, resistente e inferior e todas as áreas adjacentes da cabeça às
à água sobre a superfície, e absorvendo a água do vedações.
sistema, formando uma emulsão de água em óleo.
Esses produtos proporcionam até 30 a 40 vezes a 7. Reinstale o conjunto do excêntrico e o conjunto
proteção contra ferrugem que os óleos lubrificantes do soquete. Aplique uma camada de óleo na
de alta qualidade que não foram especialmente superfície de apoio do revestimento do soquete e
formulados para evitar a ferrugem. sobre as superfícies expostas do soquete. Instale o
conjunto da cabeça e então a placa de
Na maioria dos casos, a camada residual deixada alimentação.
por esses produtos não precisa ser removida ou
lavada quando o Britador tiver que ser abastecido 8. Preencha o tanque de óleo da unidade de força
com óleo lubrificante, para ser novamente com um óleo preventivo contra ferrugem similar,
colocado em serviço. tendo uma viscosidade de 150 SSU a 38°C
(1OO°F); 95 litros (25 galões U.S.)são
Geralmente, 208 litros (55 galões U.S.) são necessários para o sistema hidráulico completo.
suficientes para aplicar uma camada no Britador. A Certifique-se de que o óleo é compatível com um
viscosidade do óleo deve ser de 150 a 300 SSU à sistema hidráulico onde são usados materiais tais
38°C (100°F). como neoprene, poliuretano, bronze, níquel,
cromo, aço e ferro.
3. Usando um escova de pintar, aplique um camada
de óleo no mancal de encosto inferior, na O sistema de alívio hidráulico, mecanismo de
superfície externa do eixo principal, e todas as fixação e giro do bojo, devem ser operados para
superfícies expostas do pinhão, para prevenir a assegurar que a unidade de força e todos
corrosão. No conjunto do excêntrico, aplique uma componentes hidráulicos foram completamente
camada de óleo protetor contra ferrugem sobre a protegidos com óleo anticorrosivo.
superfície externa do mancal do excêntrico, sobre
a superfície interna da bucha do excêntrico, na

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-24


SEÇÃO 2 – INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE INSTALAÇÃO

9. Aplique sobre o bojo, anel de ajuste e roscas do As seguintes medidas de proteção adicionais são
anel de trava uma camada de um composto anti- recomendadas nos diversos casos em que um Britador
engripamento apropriado, contendo um aditivo de tiver que ser embarcado ou estocado desmontado e
forte atração à superfície do metal. seus diversos subconjuntos expostos às intempéries:

O aditivo deve ter uma excelente capacidade para 1. Cubra o revestimento do soquete e o lado externo
molhar a superfície de metal na presença de água. do eixo principal com uma folha de polietileno
O solvente deve evaporar rapidamente e deixar um preta. Enrole a cobertura em volta da carcaça do
filme de graxa fino e transparente. O material deve contraeixo e puxe-a por sobre a abertura do anel
ser capaz de realizar um serviço leve e moderado, de trava.
como por exemplo, a proteção da estocagem ao
relento. Ele deve ser aplicado à temperatura de Este revestimento é para proteger o interior do
operação da planta por qualquer meio conveniente Britador após o mesmo estiver protegido como
(escova, rolos, spray) e o filme não precisa ser descrito anteriormente com um óleo
removido quando o Britador estiver no lugar de anticorrosivo. A lona deve estar adequadamente
operação. fixada e esticada.

Então cubra as roscas com uma quantidade de lítio


a base de graxa NLGI No.1 contendo de 5-10% de 2. Borrife ou pincele as superfícies usinadas dos
bissulfeto de molibdênio. diversos subconjuntos: bojo, placa de
alimentação, cabeça, soquete e excêntrico, com
10. Então reinstale o conjunto do bojo dentro do um material asfáltico especialmente processado,
Britador e cubra toda a capa de ajuste e tremonha que tenha sido liqüefeito por meio de um solvente
do bojo com uma folha de 8 mil de polietileno de petróleo. Trata-se de um fluido de cor preta,
PRETO, a fim de evitar que a água se infiltre no meio viscoso, que pode ser aplicado à temperatura
Britador e promova a corrosão das roscas do bojo ambiente por qualquer método conveniente. O
e do anel de ajuste. Esta folha é disponível em solvente se evapora e deixa uma camada seca,
rolos de 20 a 100 pés. A cor preta é recomendada, forte e resistente ao ataque de ácidos. Essa
uma vez que a folha transparente irá deteriorar camada proporciona uma proteção de longo prazo
quatro vezes mais rápido do que a camada preta. para condições severas, tais como estocagem ao
A extremidade da carcaça do contraeixo e o relento sem proteção e a presença de gases
contraeixo também deverão ser revestidos. Fitas corrosivos. Ela é especialmente adequada para as
ou cintas de aço são os métodos ideais para superfícies externas não pintadas. As partes
segurar a cobertura de polietileno no lugar. tratadas irão suportar uma fricção considerável e
um manuseio relativamente brusco, porém
11. Conecte novamente as linhas de entrada e de deverão ser protegidas contra danos físicos
dreno. O óleo aderindo às superfícies metálicas é severos, já que a camada dura e seca não é auto-
tudo o que é necessário para uma proteção restaurável. A camada é um pouco similar a tinta,
apropriada contra ferrugem. e embora seja semi- permanente, pode ser
removida mesmo depois de considerável
SE AS RECOMENDAÇÕES ACIMA FOREM envelhecimento, por meio de fricção vigorosa
SEGUIDAS, UM BRITADOR ESTOCADO EM com estopa molhada em solvente.
AMBIENTE EXTERNO ESTARÁ PROTEGIDO
CONTRA FERRUGEM POR UM PERÍODO DE 6 A PARA AS PEÇAS ESTOCADAS AO RELENTO,
12 MESES. SEM PROTEÇÃO, O CUMPRIMENTO DAS
RECOMENDAÇÕES ACIMA DEVERÁ
Quando for necessário o embarque do Britador ou a PROPORCIONAR 24 MESES DE PROTEÇÃO
sua estocagem desmontado, os diversos subconjuntos CONTRA A FERRUGEM.
deverão ser protegidos mais minuciosamente, uma vez
que os procedimentos descritos são para as superfícies
metálicas QUE NÃO ESTEJAM diretamente expostas
aos elementos: sol, vento, chuva, neve, etc.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 2-25


Seção 3

INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3.1 - LISTA DE INSPEÇÃO PARA DAR PARTIDA NO BRITADOR NOVO.........................3-1

3.2 - PREPARAÇÕES ANTES DA PARTIDA................................................3-4

3.3 - VELOCIDADE DO CONTRAEIXO....................................................3-4

3.4 - ROTAÇÃO DO CONTRAEIXO.......................................................3-5

3.5 - OPERAÇÃO DA UNIDADE DE FORÇA HIDRÁULICA.....................................3-5

3.6 - PROCEDIMENTOS DE PARTIDA INICIAL E DE AMACIAMENTO...........................3-5

3.7 - PROCEDIMENTO DIÁRIO DE PARTIDA E PARADA.....................................3-6


3.7.1 - PARTIDA DIÁRIA.............................................................3-6

3.7.2 - PARADA DIÁRIA..............................................................3-7

3.8 - REGULAGEM DO BRITADOR.......................................................3-7

3.9 - GIRANDO O BOJO..............................................................3-8


3.9.1 - GIRANDO O BOJO USANDO O MECANISMO DE AJUSTE HIDRÁULICO.....................3-8

3.9.2 - GIRANDO O BOJO USANDO UM CABO..............................................3-8

3.9.3 - GIRANDO O BOJO USANDO UM GUINDASTE SUSPENSO................................3-9

3.10 - AJUSTE MÍNIMO.............................................................3-10

3.11 - VERIFICANDO A REGULAGEM DO BRITADOR.......................................3-10


3.11.1 - RECOMENDAÇÕES DE OPERAÇÃO NORMAL DO BRITADOR.............................3-11

3.12 - MOVIMENTO DO ANEL.........................................................3-12

3.13 - DETERMINANDO O DESGASTE DO REVESTIMENTO...................................3-12

3.14 - LUBRIFICAÇÃO DAS ROSCAS...................................................3-18

3.15 - DESGASTE DA ROSCA DO BOJO E DO ANEL DE AJUSTE.............................3-18

3.16 - DIFICULDADES NO GIRO DO BOJO..............................................3-19

3.17 - ESVAZIANDO O BRITADOR.....................................................3-21

3.18 - INSTALAÇÃO E REMOÇÃO DO BOJO..............................................3-23

3.19 - REVISÃO DE FÁBRICA........................................................3-23

3.20 - PERÍODOS DE INSPEÇÃO......................................................3-23


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3.1 Lista de verificação para dar partida no britador novo

ANTES DA PARTIDA REAL DO BRITADOR: Satisfatório Insatisfatório


1. As cunhas de madeira usadas para o transporte foram removidas do local entre
a manta e o revestimento do bojo.

2. A regulagem do britador foi verificada, estando com _________mm ( ” ).

3. Tensão e alinhamento das correias de transmissão em “V”.

4. Relação do sulco de óleo da bucha do contraeixo e localização da


transmissão.

5. Se o conjunto do excêntrico foi embarcado solto, verificar folga de


engrenagem e pinhão.

6. Folga axial do contraeixo 1,0mm (1/32”) a 1,5mm (1/16”). Ver seção 5.

7. Concretagem e fixação do Britador à fundação.

8. O projeto da fundação apresenta ampla área de descarga para o material cair


livremente e evitar acúmulo por baixo.

9. Sistema de lubrificação:

a. Inclinação da linha de dreno é adequada Mínima de 25mm por 305mm (


1” por 12”).

b. Nome comercial correto e tipo do óleo existente no tanque; verifique o


nível de óleo. Especifique o nome e o tipo.
Marca:________________/ Tipo:__________________

c. A tubulação foi instalada de acordo com os desenhos de fábrica.

d. Acessórios tais como filtro, trocador de óleo, aquecedor de imersão,


pressostato, termostato e respirador de ar do contraeixo foram instalados
corretamente.

e. O sistema de alarme ( pressostato, termostato) foi ligado eletricamente de


acordo com o Diagrama de Fiação.

f. A localização da válvula de alívio principal e da tubulação está correta.

g. A bomba está girando no sentido correto.

h. As conexões da tubulação estão corretas na bomba.

i. Os filtros estão abertos para a atmosfera (se fornecidos).

j. Os respiros da carcaça do contraeixo e do tanque de óleo foram instalados


adequadamente.

k. As linhas de alimentação e dreno de óleo foram lavadas para remover


todos os contaminantes.

10. A lubrificação forçada com a graxa recomendada foi aplicada em todas as


graxeiras do anel de ajuste.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-1


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

11. Componentes hidráulicos: Satisfatório Insatisfatório

a. Nome comercial correto e tipo do óleo existente no tanque de óleo da


unidade motriz. Especifique o nome e tipo.
Marca:________________/ Tipo:________________

b. Acumuladores do sistema de alívio devidamente carregados.

c. Todas as mangueiras, entre a unidade de força hidráulica e o Britador,


foram devidamente ligadas.

d. Os circuitos hidráulicos foram sangrados e não apresentam vazamentos.

e. Pelo menos um ajuste foi feito, para assegurar que o mecanismo de ajuste
hidráulico do bojo e os cilindros de travamento estão operando
devidamente.

PARTIDA DA BOMBA DE ÓLEO:

1. A temperatura na linha de dreno de óleo está a pelo menos 16°C (60°F) antes
da partida do Britador.

PARTIDA DA UNIDADE MOTRIZ DO HIDRÁULICO:

PARTIDA EXPERIMENTAL DO BRITADOR:

1. O contraeixo gira no sentido correto.

PARTIDA DO BRITADOR:

1. O Britador foi operado sem carga até que a temperatura da linha de dreno
atingiu pelo menos 27°C (80°F) - mínimo de 2 horas.

2. O contraeixo do Britador está girando a __________ rpm.

3. O Britador foi checado para ver se há vazamentos de óleo por baixo.

4. O consumo de energia funcionando vazio é de__________ ampéres.

5. O sistema de alarme (pressostato, termostato) foi verificado.

6. O Britador foi operado com metade da potência máxima, pelo menos durante
4 horas.

7. A válvula de alívio principal parou de retornar óleo ao tanque a


__________°C.

8. Distribuição de material na cavidade de britagem está correta.

9. Tempo de abaixamento da traseira do Britador foi de _______ segundos.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-2


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

APÓS SEIS HORAS DE OPERAÇÃO INICIAL: Satisfatório Insatisfatório

1. Diferencial de temperatura entre a linha de alimentação de óleo e a linha de


dreno foi de ______°C.

2. O cliente foi avisado sobre quaisquer alterações recomendadas para sua


instalação.

3. O Britador foi operado a 75% da potência total por pelo menos oito horas.

INSTALAÇÕES MÓVEIS:

1. A armação foi instalada corretamente.

2. Se forem usados suportes de borracha, elas deverão ser no máximo de 12mm


(1/2"). O Britador deve estar livre para se mover sem interferência.

COMENTÁRIOS:

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-3


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3.2 Preparativos para antes da partida apertados, e que não há nenhum vazamento
aparente e não existe qualquer outra razão pela
Bons hábitos de inspeção poderão ajudar muito, qual o Britador não deva ser colocado em
garantindo muitos anos de operação bem sucedida do operação.
Britador. Não confie apenas na memória para
controlar a manutenção periódica necessária, 6. Gire o contraeixo manualmente para certificar-se
mantenha um registro acurado por escrito. A execução de que a manta não está encostando-se ao
regular de inspeções de pré-partida e manutenção trará revestimento do bojo, e que não há quaisquer
um retorno seguro, prolongando a vida útil do Britador outras dificuldades mecânicas. Caso a manta esteja
e reduzindo despesas com paralisações. Antes de dar atingindo o revestimento do bojo, consulte as
partida no equipamento, execute as seguintes instruções em GIRANDO O BOJO, mais adiante
operações: nesta Seção.

1. Verifique se está sendo usado o óleo lubrificante 7. Siga a Lista de Inspeção fornecida no início desta
correto e se o sistema de lubrificação foi instalado Seção, item por item, para ter certeza de que todos
conforme descrito no Manual de instrução de os dispositivos no Britador e equipamentos
Lubrificação. auxiliares foram inspecionados e devidamente
preparados.
2. Ligue a bomba de óleo a motor. Remova a janela
de inspeção na tampa do tanque de óleo, e 8. Depois de que todos estes passos foram checados,
verifique a linha de dreno de óleo, dentro do dê a partida ao Britador, como instruído no item
tanque, para ter certeza de que o óleo está PROCEDIMENTOS DE PARTIDA INICIAL E
circulando. Sob condições normais de operação, o DE AMACIAMENTO.
óleo que sai pela linha de dreno deve, pelo menos,
encher metade do diâmetro do cano. 3.3 Velocidade do contraeixo

3. Remova as cunhas de madeira, que são colocadas A velocidade de rotação correta (RPM) é um ponto de
entre os membros de britagem para o transporte. máxima importância para a ação de britagem
adequada. A velocidade para todos os tamanhos de
4. Verifique a folga axial; o contraeixo deve estar Britadores é mostrada na Tabela 3-1. As dimensões
livre para mover-se axialmente para dentro e para das polias recomendadas para o acionamento do
fora 1,0mm (1/32") a 1,5mm (1/16"). Veja em Britador são projetadas para operação a plena carga;
MONTAGEM DA POLIA DO BRITADOR, na portanto, a velocidade do contraeixo será um pouco
Seção 5. mais alta quando estiver operando sem carga.
Experiências têm nos mostrado que operando o
5. Faça uma inspeção final do Britador para ter Britador com a velocidade correta do contraeixo, uma
certeza de que não há qualquer ferramenta ou produção máxima de material será obtida, com
obstruções mecânicas no Britador, que todas as produto de formato uniforme.
junções, parafusos e porcas estão devidamente

TAMANHO DO
HP100 HP200 HP300 HP400 HP500
BRITADOR
Revoluções por
minuto(RPM) 750-1200 750-1200 700-1200 700-1000 700-950
Carga Plena

Tabela 3-1. Velocidade do Contraeixo.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-4


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

A velocidade do contraeixo do Britador determina a


quantidade de material, bem como o número de ADVERTÊNCIA
pancadas, que uma partícula receberá na passagem
através da cavidade do Britador. Se o mesmo não puder Para HP100 e HP200
ser operado a uma RPM correta, então é melhor que o
ele apresente um ligeiro aumento de sua RPM (dentro de SE AS CORREIAS SÃO COLOCADAS E A
10 porcentos (%) da RPM correta). Se a velocidade do ROTAÇÃO ESTIVER NO SENTIDO ANTI-
contraeixo do Britador for reduzida muito abaixo da HORÁRIO, O PARAFUSO DO PINHÃO NO
RPM recomendada, a performance do mesmo poderá ser CONTRAEIXO SERÁ DESPARAFUSADO E
desfavoravelmente afetada pelo choque de material CAUSARÁ DANOS MAIORES AO
sobre a câmara do Britador, causando probabilidades de BRITADOR.
enguiçamento do mesmo.

EXEMPLO: Um contraeixo do Britador, com uma


velocidade recomendada de 1020 RPM, poderá ser
3.5 Operação da unidade de força de
acionado a qualquer velocidade entre 1020 e 1122 RPM hidráulica
(1020 +10%, - 0%) sem afetar a performance de
britagem. A unidade de força hidráulica sempre deve estar
LIGADA quando o Britador estiver operando para
Há certas aplicações onde uma velocidade RPM maior manter a pressão de travamento do bojo e a pressão nos
que a normal é recomendada para melhorar o tamanho cilindros de alívio da cavidade segurando o anel de
da partícula e/ou a forma da mesma, sem perder a ajuste à carcaça principal. Ela deve ser ligada também
eficiência do Britador. Em certas aplicações, consulte a ao operar o circuito de ajuste ou de alívio da cavidade
fábrica para a correta velocidade do contraeixo. antes de dar partida no Britador.

DEVIDO A ALTAS VELOCIDADES DE Refira ao manual de instruções, para uma completa


OPERAÇÃO, O BRITADOR E AS POLIAS DO instrução das operações da unidade de força.
MOTOR DEVEM SER FEITAS A PARTIR DE UM
AÇO DÚCTIL. 3.6 Procedimentos de partida inicial e
amaciamento
3.4 Rotação do contraeixo
Apesar do Britador ser testado e funcionado na fábrica, é
Todos os Britadores Cônicos HP Nordberg são aconselhável depois de iniciar a partida ou depois da
projetados para rotação no sentido HORÁRIO do instalação de novos mancais, permitir que o Britador
contraeixo. O sentido de rotação é estabelecido funcione sem carga alguma ou mesmo com redução de sua
conforme é visto por um observador localizado do lado carga, por algumas horas. Isto permitirá visualizar todo o
da extremidade de transmissão do contraeixo, e não funcionamento geral do Britador, garantindo que todas as
deve ser invertido. O sentido de rotação é importante, suas partes estão trabalhando adequadamente bem como
uma vez que o parafuso de trava de auto-aperto mantém, verificar a completa lubrificação. É advertido também
verificar a temperatura do óleo mais proximamente durante
automaticamente, a manta apertada contra a cabeça, o
este período. Refira ao parágrafo TEMPERATURA DO
que se dá dependendo do sentido correto de rotação do ÓLEO, no manual de instruções de lubrificação.
contraeixo, que proporciona esta característica de auto-
aperto. Os procedimentos para a partida inicial dos Britadores
Cônicos HP, bem como para a partida após a instalação de
NOTA: uma nova cabeça ou bucha do excêntrico são os seguintes:

É MUITO IMPORTANTE VERIFICAR A 1. Antes de operar o Britador, inicie o sistema de


ROTAÇÃO HORÁRIA DO MOTOR ANTES DE lubrificação de óleo.
COLOCAR AS CORREIAS NAS POLIAS. A
ROTAÇÃO É NO SENTIDO ANTI-HORÁRIO. O PARA UMA LUBRIFICAÇÃO ADEQUADA DOS
SENTIDO DA ROTAÇÃO PODE SER VISTA A MANCAIS DO BRITADOR, A TEMPERATURA DO
PARTIR DA EXTREMIDADE DA ÓLEO NA LINHA DE DRENO PRECISA ESTAR A
TRANSMISSÃO. PELO MENOS 16°C (60°F) ANTES DA PARTIDA DO
BRITADOR. SE NECESSÁRIO, UM AQUECEDOR DE
ÓLEO DE IMERSÃO DEVE SER USADO PARA
AQUECER O ÓLEO.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-5


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

2. A unidade de força hidráulica deverá ser ligada


ANTES de operar o Britador. PARA UMA LUBRIFICAÇÃO ADEQUADA DOS
MANCAIS DO BRITADOR, A TEMPERATURA DO
3. Dê partida no Britador e deixe-o operar por um ÓLEO PRECISA ESTAR A PELO MENOS 16°C (60°F)
período de 2 horas SEM material. Esteja certo que NA LINHA DE DRENO DO BRITADOR. SE A
TEMPERATURA DO ÓLEO CAIR ABAIXO DE 16°C
a temperatura do óleo atinge um mínimo de 27°C (60°F) DURANTE O PROCESSO DE PARADA, UM
(80°F). AQUECEDOR DE ÓLEO DE IMERSÃO ELÉTRICO
DEVERÁ SER USADO PARA AQUECER O ÓLEO. AO
4. Após duas horas de funcionamento sem material, OPERAR A TEMPERATURAS AMBIENTES
continue operando o Britador por mais um EXTREMAMENTE BAIXAS, PODE SE TORNAR
período de, no mínimo, 4 horas adicionais, com NECESSÁRIO MANTER O AQUECEDOR DE ÓLEO E
material suficiente para atingir 50% da A BOMBA FUNCIONANDO A TODO O TEMPO,
MESMO QUANDO O BRITADOR NÃO ESTIVER
amperagem especificada no motor.
OPERANDO. A NÃO SER QUE NÃO HAJA
DISPONÍVEIS MEIOS PARA AQUECIMENTO DO
5. Depois de completar seis horas de operação ÓLEO, RECOMENDA-SE USAR ÓLEO DE GRAU DE
(itens 3 e 4 acima), opere o Britador durante 8 VISCOSIDADE ISO 150 DURANTE TODO O ANO.
horas, com material suficiente para atingir 75% da
amperagem especificada. 2. O óleo deve ser circulado por pelo menos um minuto
antes de dar partida no Britador.
6. Depois de completar a seqüência nos itens 3, 4 e
5 acima, o Britador poderá então ser operado a NÃO PERMITA O BRITADOR OPERAR MAIS DO
QUE 15 SEGUNDOS SEM A PRESENÇA DE ÓLEO
plena carga, que é atingida até 100% da
DENTRO DA LINHA DE DRENO DO TANQUE DE
amperagem especificada ou quase levantando o ÓLEO, POIS CAUSARIA SÉRIOS DANOS AO
anel de ajuste. BRITADOR. NORMALMENTE, O FLUXO DE ÓLEO
DENTRO DA LINHA DE DRENO, DEVE POSSUIR UM
7. Tome uma amostra do óleo logo após completar VOLUME SUFICIENTE PARA PREENCHER METADE
o procedimento de partida inicial e envie a DA TUBULAÇÃO. A FALTA DE FLUXO DE ÓLEO
amostra para a fábrica. PODE SER CAUSADA POR CONDIÇÕES SEVERAS;
ÓLEO INSUFICIENTE NO SISTEMA DE
8. Inicie e mantenha um registro diário de operação LUBRIFICAÇÃO, FALHA DA BOMBA DE ÓLEO,
DANOS NA PARTIDA DA BOMBA, OBSTRUÇÕES
de (cada um dos) seu (s) Britador (es) Cônico (s)
NA LINHA DE ALIMENTAÇÃO OU UM INCORRETO
HP, conforme o formulário apropriado incluído AJUSTE DA VÁLVULA DE ALÍVIO. REFIRA AO
no final desta seção. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO, NO MANUAL DE
INSTRUÇÕES.
3.7 Procedimentos diários de partida e
parada 3. A unidade de força hidráulica deve ser LIGADA
antes de operar o Britador. Confira as luzes piloto,
Tão importante quanto adotar um procedimento diário analisando se o botão do controle remoto está na
posição puxada, para ter certeza de que a unidade
de partida é manter um procedimento diário de parada
de força está LIGADA e as pressões do circuito
depois do período de amaciamento.
estão NORMAIS. Se a pressão de liberação da
cavidade estiver anormal, pressurize o circuito
NOTIFIQUE TODO O PESSOAL DE OPERAÇÃO como descrito no manual de instruções do
SOBRE ESSES PROCEDIMENTOS, E EXPONHA- hidráulico.
OS ONDE FIQUEM VISÍVEIS PARA O OPERADOR
DO EQUIPAMENTO. 4. Dê partida no Britador e opere-o sem carga por
cerca de cinco minutos.
3.7.1 Partida diária
1. Antes de dar partida no Britador, ligue o sistema
lubrificante de óleo e esteja certo de que sua
temperatura na linha de dreno esteja a
pelo menos 27°C (80°F).

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-6


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

5. Comece a alimentar o Britador com uma baixa


quantidade e vá aumentando gradualmente a
alimentação até o nível máximo de força (até
atingir 100% da amperagem especificada ou até
quase levantar do anel de ajuste.).

3.7.2 Parada diária

1. Pare a alimentação de material ao Britador e


continue a operá-lo sem material por 2 a 3
minutos.

2. Desligue o Britador e permita que ele encoste


no fundo até parar. O tempo mínimo de encosto
deve ser de 45 segundos.

3. Depois de completar o item 2, o sistema de


lubrificação a óleo pode ser desligado.
(Consulte o item 1 na PARTIDA DIÁRIA
observando a operação contínua do sistema de
aquecimento e/ou circulação do óleo, quando
Item Designação
operando a temperaturas ambientes
1 Revestimento do bojo
extremamente baixas).
2 Anel de ajuste
3 Bojo
4. Desligue a unidade de força hidráulica.
4 Zona paralela
5 Manta
3.8 Ajuste do britador
6 Cabeça
A regulagem do Britador depende da granulometria do
produto desejado. Na maioria dos casos, o bojo deve Figura 3-1 Ajuste do britador
ser ajustado de modo que a abertura entre os membros
de britagem no lado fechado meça um valor Recorrer ao ajuste do britador no Manual de
ligeiramente menor do que o tamanho máximo do Instruções Hidráulicas do HP para ajustar a abertura
produto desejado. Além do reajuste do bojo para do britador.
mudança da granulometria do produto, também é
necessário ajustar o bojo para compensar o desgaste DEPOIS DE FAZER UMA MUDANÇA NO
ocorrido nos membros de britagem. AJUSTE,VERIFIQUE VISUALMENTE SE O
PINHÃO NO MECANISMO DE AJUSTE
O AJUSTE INICIAL COMO DETERMINADO PELO HIDRÁULICO ACOPLA COM O ANEL DE
TAMANHO DO PRODUTO DESEJADO NÃO É UMA ACIONAMENTO NA TAMPA DE AJUSTE. SE O
ABSOLUTA GARANTIA DE QUE É O MELHOR PINHÃO NÃO SE ACOPLAR, O BOJO PODERÁ
AJUSTE PARA A MÁXIMA PRODUÇÃO. ISTO ACIDENTALMENTE GIRAR PARA BAIXO
DEPENDE DAS CARACTERÍSTICAS DO MATERIAL A PARA UM AJUSTE MAIS APERTADO
SER BRITADO, DA AÇÃO DA FORÇA DO MOTOR DO ENQUANTO ESTIVER BRITANDO.
BRITADOR NA MÁQUINA OU NA AÇÃO DO ANEL
DE AJUSTE. Ver Figura 3.9
O ajuste do Britador é mudado pelo levantamento ou
abaixamento do bojo no anel de ajuste, através do giro
do conjunto do bojo no sentido horário para baixar e
anti-horário para levantar. O abaixamento do bojo
diminui o ajuste, enquanto que o levantamento
aumenta o ajuste, como mostrado na Figura 3-1.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-7


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3.9 Girando o bojo

MÉTODO HIDRÁULICO MÉTODO MANUAL

Item Designação Item Designação


1 Pinhão 1 Tampa de ajuste
Conjunto de acionamento (motor) 2 Corrente de ferro
2
hidráulico 3 Cabo de giro
3 Anel de acionamento 4 Orelha de içamento e de giro
4 Anel de ajuste 5 Anel de ajuste
5 Tampa de ajuste

Figura 3-2 Girando o Bojo

3.9.1 Gire o bojo usando o mecanismo de


ajuste hidráulico

Para permitir que o bojo seja virado dentro do anel de


ajuste no ajuste desejado, utilize o mecanismo
hidráulico, referido nas instruções INSTALAÇÃO E
REMOÇÃO DO BOJO, vista mais adiante nesta
seção.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-8


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3.9.2 Gire o bojo usando um cabo 2. Coloque os cabos de içamento apropriados


do guindaste às orelhas de içamento da tampa
Se o equipamento de içamento apropriado não está de ajuste e levante todo o conjunto do bojo,
disponível, um método alternativo, de girar o bojo um pouquinho de cada vez. Pelo içamento do
dentro ou fora do anel de trava e de ajuste, com a bojo de forma constante e vagarosa, o mesmo
ajuda de um cabo de aço, pode ser usado. Para instalar flutuará sobre as roscas do anel de ajuste
ou remover o bojo usando um cabo, proceda como se como mostrada na Figura 3-3 (Posição
segue: Flutuada).

1. Para permitir que o bojo seja girado dentro 3. Com o bojo suspendido na posição flutuada,
do anel de ajuste para um ajuste desejado, duas pessoas podem direcionar o bojo abaixo
DESPRESSURIZE o circuito de trava como ou acima, dentro do anel de ajuste para o
descrito em INSTALAÇÃO E REMOÇÃO ajuste desejado. Com cada um quarto de giro
DO BOJO visto mais adiante nesta seção. do bojo, abaixo ou acima, o conjunto ainda
permanece livre no anel de ajuste.
2. Conecte um cabo de aço de 20mm (3/4") à
uma das orelhas de içamento/giro da tampa
de ajuste. Prenda o cabo no lado adequado da
tampa de ajuste para obter uma rotação
desejada.

3. Faça diversos giros ao redor da tampa de


ajuste com o cabo e enganche a extremidade
livre à parte da frente do carregador, trator,
guincho, caminhão ou outro dispositivo de
remoção apropriado. Esteja certo que o cabo
está sendo puxado em uma direção em linha
paralela. Pode ser necessário enganchar um
arranjo de bloco ou roldana para algumas
estruturas irremovíveis apropriadas a um
nível em linha com o cabo. Item Designação
1 Posição de britagem
4. Puxe cuidadosamente o cabo até que o 2 Posição de alívio ou giro
mesmo tenha se distorcido. Torça novamente 3 Posição de flutuação
o cabo e repita o procedimento quantas vezes 4 Anel
necessário para remover ou instalar o bojo. 5 Bojo

Figura 3-3. Posicionamento da rosca do bojo com o


3.9.3 Gire o bojo usando um guindaste anel de Ajuste.
suspenso

Se o guindaste suspenso ou qualquer outro dispositivo


de içamento está disponível, gire o bojo dentro do anel
de trava e anel de ajuste, requerendo uma certa
habilidade e menos esforço. Para girar o conjunto do
bojo usando um guindaste, proceda como se segue:

1. Para permitir que o bojo seja girado dentro


do anel de ajuste para um ajuste desejado,
DESPRESSURIZE o circuito de trava como
descrito em INSTALAÇÃO E REMOÇÃO
DO BOJO.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-9


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3.10 Ajuste mínimo A TABELA 3-2 MOSTRA O AJUSTE MÍNIMO


RECOMENDADO. ESSES VALORES SÃO
EM NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA O BRITADOR SOMENTE UMA REFERÊNCIA E PODEM SER
DEVE SER AJUSTADO MAIS FINO DO QUE O MAIORES OU MENORES DEPENDENDO DO
AJUSTE MÍNIMO RECOMENDADO PARA MATERIAL QUE ESTEJA SENDO BRITADO. O
AQUELE TAMANHO DE BRITADOR, POIS CASO IMPACTO DO ANEL PODERÁ INVALIDAR A
CONTRÁRIO PODERÁ CAUSAR MOVIMENTO GARANTIA DO PRODUTO.
EXCESSIVO DO ANEL DE AJUSTE (IMPACTO
DO ANEL). O IMPACTO DO ANEL CAUSARÁ
UM ESFORÇO INDEVIDO AO BRITADOR,
RESULTANDO EM EXCESSIVOS DANOS À
CARCAÇA PRINCIPAL.

Tamanho
Ajuste de Descarga
do Tipo de Cavidade
Mínimo recomendada
Britador
Extra fino Fino 4 mm (3/16”)
Médio 6 mm (1/4”)
HP100 Grosso 9 mm (3/8”)
Extra grosso 13 mm (1/2”)
21 mm (13/16”)
Fino 13 mm (1/2”)
HP200 Médio 16 mm (5/8”)
Padrão Grosso 19 mm (3/4”)
Fino 14 mm (9/16”)
HP300 Médio 17 mm (11/16”)
Padrão Grosso 19 mm (3/4”)
Extra grosso 25 mm (1”)
Fino 16 mm (5/8”)
HP400 Médio 22 mm (7/8”)
Padrão Grosso 25 mm (1”)
Fino 16 mm (5/8”)
HP500 Médio 22 mm (7/8”)
Padrão Grosso 30 mm (1-3/16”)
HP200 Fino 5 mm (3/16”)
Cabeça Médio 6 mm (1/4”)
Curta Grosso 10 mm (3/8”)
HP300 Fino 5 mm (3/16”)
Cabeça Médio 6 mm (1/4”)
Curta Grosso 10 mm (3/8”)
HP400 Fino 6 mm (1/4”)
Cabeça Médio 10 mm (3/8”)
Curta Grosso 10 mm (3/8”)
HP500 Fino 6 mm (1/4”)
Cabeça Médio 10 mm (3/8”)
Curta Grosso 10 mm (3/8”)

Tabela 3-2. Ajuste De Descarga Mínimo.

3.11 Verificando o ajuste do britador introduza o chumbo lentamente na cavidade de


britagem, com o Britador operando vazio. Esteja certo
Para verificar o ajuste do Britador, prenda um pedaço de que o chumbo passe
de chumbo na extremidade de um fio forte e flexível, e

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-10


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

através da ZONA PARALELA dos membros de O controle da operação do britador é feito variando a taxa
britagem, como mostrada na Figura 3-1. Num mesmo de material de alimentação que vai para a unidade. Uma
movimento, retire rapidamente o chumbo e meça a taxa de alimentação alta resulta em maior potência
espessura, o que dará o valor do ajuste do Britador. consumida e menor taxa de alimentação resulta em
Quando o britador está funcionando sem alimentação menor potência consumida. O britador deveria ser
na cavidade de britagem, a cabeça irá girar no sentido operado o mais próximo possível da potência de regime
anti-horário até uma rotação de 300 RPM. Assim que máxima aplicável, dependendo do projeto do circuito e
o material a ser britado é introduzido dentro da da habilidade do sistema de controle. Picos de potência
acima de 110%
cavidade de britagem a cabeça irá parar e mudar o
da potência de regime deveria ser evitado. Isso pode
sentido de giro para horário e irá girar a uma rotação
requerer que o ajuste da operação seja reduzido para
de aproximadamente 10 RPM. Para obter uma manter os picos dentro da faixa de segurança.
verificação precisa do ajuste do britador a cabeça deve
estar na mínima rotação possível. Há dois modos de se Em nenhuma circunstância deveria o britador ser operado
fazer isso como segue: com alimentação à uma potência baixa por mais do que
poucos segundos. A potência consumida durante a
1- Verifique o ajuste quando o Britador tiver sido britagem deveria ser mantida 40% acima da potência
iniciado inserindo o chumbo na zona paralela nominal como um mínimo. Durante partidas e paradas
logo que o britador alcançar a velocidade um breve período de baixa potência será experimentado,
máxima do contraeixo, mas antes a rotação da desse modo partida e parada continua da alimentação
cabeça pode aumentar. deveria ser evitado. Se é conhecido que o britador ficará
sem alimentação por mais do que 30 minutos, o britador
2- Com a máquina britando, pare a alimentação. deveria ser desligado e reiniciado quando a alimentação
Então goteje o chumbo na zona paralela logo estiver disponível.
que o material de alimentação deixar a câmara
de britagem. Também, uma vez que a taxa de alimentação excede a
capacidade volumétrica da câmara de britagem, um nível
Não use zinco para verificar o ajuste do Britador, uma estático de material a ser britado irá se formar acima da
câmara de britagem.
vez que o zinco não se comprimirá facilmente. O uso
do zinco fará o anel de ajuste levantar ligeiramente e
Uma alta taxa de alimentação irá aumentar a taxa de
dará uma medição incorreta. elevação do nível da cavidade enquanto uma baixa taxa
de alimentação irá diminuir a taxa de elevação do nível
Para determinar se o ajuste do Britador é o mesmo ao da cavidade e eventualmente ainda em baixas taxas, a
redor de toda a sua cavidade, é sugerido que um taxa de alimentação irá cair abaixo da capacidade
pedaço de chumbo seja introduzido dentro da cavidade volumétrica da câmara de britagem e o nível da cavidade
do Britador em quatro diferentes localidades, começará a diminuir.
distanciados de 90º. Comparando essas quatro
espessuras, pode-se notar, com um golpe de vista, se o A melhor condição de operação do britador é ter um
anel de ajuste está ajustado no topo da carcaça nível de cavidade localizado cerca de 300mm (12”)
principal ou se o anel está inclinado, devido ao acima do topo da placa de alimentação. Esta condição é
desgaste em um lado do Britador causado pela chamada de Câmara cheia. Esta condição irá garantir
distribuição inadequada de alimentação. Veja a uma boa distribuição do material de alimentação em
ilustração ARRANJO DE ALIMENTAÇÃO, Figura torno da câmara de britagem e evitará picos de potência
2-1 para o correto método de alimentação. devido a pequenas mudanças na taxa de alimentação. Um
Transdutor de Nível de Cavidade Ultra-sônico opcional
Operando com o anel de ajuste inclinado, pode-se está disponível para monitorar o nível da cavidade e para
reduzir, consideravelmente, a capacidade de ser usado como uma entrada de sinal para o circuito de
controle da taxa de alimentação do britador.
alimentação do Britador, e causar uma ação excessiva
da mola.
A seleção da cavidade do britador ( projeto da manta e
revestimento do bojo) e ajuste na posição fechada são
3.11.1 Recomendações para operação normal usados para produzir uma condição de operação em que o
do britador britador está com a câmara cheia( o nível da cavidade
cerca de 300mm (12”) acima do topo da placa de

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-11


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

alimentação) com um consumo de potência constante PERMITIR QUE O ANEL SALTE IRÁ ANULAR
entre 75% a 100% da potência nominal. A GARANTIA.

O ajuste do britador pode ser usado para otimizar a


potência consumida do mesmo uma vez que a operação
com câmara cheia é obtida.

Abrindo o ajuste do britador irá reduzir a potência


consumida para um determinado nível de cavidade
enquanto aumentando a taxa de alimentação requerida
para manter o mesmo nível da cavidade. Fechando o
ajuste do britador irá aumentar a potência consumida
para um determinado nível de cavidade mas irá reduzir a
taxa de alimentação requerida para manter o mesmo nível
de cavidade.

É claro, um ajuste menor do britador também significa


que a distribuição do tamanho do produto será mudada
para frações de menores tamanhos.

O sistema de ajuste da cavidade do britador é através do


Motor Hidráulico de ajuste.
Item Designação
O Motor Hidráulico tipo ajuste é projetado para regular o
ajuste do britador com alimentação ou sem. Este sistema 1 Anel de ajuste na posição de içamento
pode ser usado para regular o ajuste do britador e desse 2 Carcaça principal
modo o consumo de potência do mesmo enquanto o
britador está operando com carga. Figura 3-4 Movimento do anel

É recomendado que o controle primário do britador seja


feito com variação da taxa de alimentação e o ajuste do 3.13 Determinando o desgaste do revestimento
britador seja um controle secundário. O ajuste de
abertura é recomendado para produzir um desgaste dos
As informações seguintes serão extremamente úteis ao
revestimentos e manter uma granulometria de produto
constante.
se tentar determinar quando os revestimentos se
desgastaram a um ponto em que sua substituição
torna-se necessária. Um registro preciso deve ser
3.12 Movimento do anel
mantido para mostrar o grau de desgaste do
revestimento sem ter que parar as operações. Para o
O movimento do anel não é permitido exceto para a
passagem de material não britável. Se o movimento do
jogo de revestimentos INICIAL, mantenha um registro
anel de ajuste ocorre de uma forma contínua, é um do desgaste do revestimento da seguinte forma:
indício de que está havendo uma sobrecarga no sistema.
Baixa eficiência da peneira, segregação de material ou 1. Depois que o ajuste do Britador tiver sido
problemas de distribuição podem estar presentes. alcançado, faça uma marca de identificação
Abrindo o ajuste, reduzindo a taxa de alimentação ou no anel de acionamento da tampa de ajuste,
mudando os revestimentos, são métodos para eliminar o no local onde o dente do pinhão no
movimento do anel. mecanismo de ajuste hidráulico faz contato
com os dentes do anel de acionamento. Isso
Benefícios do não movimento do anel: indicará o ajuste INICIAL. Girando o anel de
acionamento para o próximo dente, dar-se-á
• Vida plena dos componentes do Britador um ajuste vertical muito fino do bojo. Veja a
• Produção contínua e constante Figura 3-5.
• Melhor vida do revestimento
• Menor consumo de energia
• Menor custo de manutenção

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-12


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

COMO NÃO HÁ DUAS OPERAÇÕES DE


BRITAGEM IDÊNTICAS E DEVIDO À AMPLA
FAIXA DE ESTILOS E ESPESSURAS
EXISTENTES E VARIAÇÕES DE FUNDIÇÕES,
SERIA IMPOSSÍVEL PREDIZER COM
ANTECEDÊNCIA QUANTOS DENTES DO ANEL
DE ACIONAMENTO UM CONJUNTO DE
REVESTIMENTOS ESPECÍFICO TERÁ QUE
ANDAR ANTES DE SE DESGASTAR.

É ESTIMADO QUE EM CONDIÇÕES NORMAIS


DE OPERAÇÃO, APROXIMADAMENTE 50% DO
PESO DO REVESTIMENTO É CONSUMIDO
QUANDO OS REVESTIMENTOS ESTÃO
GASTOS. ESTE QUADRO PODE VARIAR PARA
MAIS OU MENOS , DE ACORDO COM A
CIRCUNSTÂNCIA DE CADA APLICAÇÃO. NÃO
CONTINUE GIRANDO O BOJO À BAIXO, AO
PONTO DE OCORRER O CONTATO ENTRE A
TAMPA E O ANEL DE AJUSTE, OU TAMPA DE
Item Designação AJUSTE E ANEL DE GIRO.
1 Suporte triangular de giro
2 Dente do anel de acionamento 3. Depois que os revestimentos tiverem se
3 Mecanismo de ajuste hidráulico desgastado, mas antes de mover o bojo
4 Dentes do pinhão dentro do anel de ajuste, anote o número de
5 Ajuste fechado dentes que o anel de acionamento andou e
Marque a posição inicial no anel de pinte um pequeno risco horizontal na lateral
6
acionamento do protetor de pó, logo abaixo da parte
Conte e registre o número de dentes do inferior da capa de ajuste como mostrada na
7 anel de acionamento usados no ajuste Figura 3-6, Figura 3-7, Figura 3-8.
inicial do anel de acionamento
8 Ajuste aberto
9 Tampa de ajuste

Figura 3-5 Posições dos dentes do anel de


acionamento e pinhão

2. Durante uma operação regular, mantenha um


registro preciso do número exato de dentes
usados neste jogo de revestimentos inicial,
começando com a primeira posição e
registrando cada posição subseqüente, até
que os revestimentos sejam gastos.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-13


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Item Designação
1 Anel de ajuste
Marca na proteção da posição da capa de ajuste quando o
2
revestimento está gasta.
3 Dimensão “A” , ver Tabela 3-3
4 Posição da tampa de ajuste com novos revestimentos
5 Tampa de ajuste
6 Protetor de pó
7 Bojo

Figura 3-6 Posição da tampa de ajuste com revestimentos gastos –


Britador HP100

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-14


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Item Designação
1 Anel de ajuste
Marque na posição do protetor de pó no fundo da tampa de
2
ajuste quando os revestimentos estão gastos
3 Dimensão “A” , ver Tabela 3-3
4 Posição da tampa de ajuste com novos revestimentos
5 Tampa de ajuste
6 Protetor de pó
7 Bojo

Figura 3-7 Posição da tampa de ajuste com revestimentos gastos – Britadores


HP200-HP300

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-15


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Item Designação
1 Tampa de ajuste
2 Bojo
3 Posição da tampa de ajuste com novos revestimentos
4 Dimensão “A”, ver Tabela 3-3
Marque na posição do protetor de pó no fundo da tampa de
5
ajuste quando os revestimentos estão gastos
6 Anel de ajuste
7 Protetor de pó

Figura 3-8 Posição da tampa de ajuste com revestimentos gastos –


Britadores HP400 e HP500

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-16


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

4. Instale os novos revestimentos e, mantendo um Como um auxílio para o operador, o número de dentes
registro do número de dentes que o anel de do anel de acionamento disponível para cada
acionamento se moveu, o grau de desgaste do revolução do bojo assim como a mudança no curso
revestimento poderá ser determinado comparando vertical e ajuste do Britador por dente, são mostrados
com o número de dentes que foram necessários na Tabela 3-3.
quando o jogo de revestimentos inicial se
desgastou. A marca pintada no protetor de pó A altura mínima APROXIMADA que a tampa de
também mostrará quando os revestimentos ajuste deve estar do topo do anel de ajuste quando os
estiverem se aproximando do limite de desgaste, revestimentos estiverem gastos é mostrada na Figura
na medida em que a capa de ajuste for abaixando 3-6, Figura 3-7, Figura 3-8 e Tabela 3-3.
com cada alteração no ajuste. Siga este
procedimento várias vezes para estabelecer uma
média razoavelmente precisa, uma vez que um
jogo de revestimentos nunca se desgastará
exatamente igual a outro.

A – altura
Número de mínima
Deslocamento Alteração no
dentes do anel de aproximada da
vertical do Bojo ajuste do ¼ de giro do
acionamento tampa de ajuste
Tamanho do Por dente do Britador por anel, muda o
disponíveis em com
Britador anel de dente do anel ajuste do
uma revolução revestimentos
acionamento de acionamento Britador
completa do Bojo gastos
0,36mm 0,27mm 7,1mm
HP 100 106
(0,014”) (0,009”) (1/4”)
0,28mm 0,18mm 0,54mm
HP 200 138 6,3mm (1/4")
(0,011") (0,007") (2-1/8")
0,33mm 0,23mm 8,73mm 50mm
HP 300 156
(0,013") (0,009") (11/32") (2")
0,29mm 0,20mm 8,9mm 29mm
HP 400 176
(0,011”) (0,008”) (0,352”) (1-1/8”)
0,26mm 0,18mm 8,5mm 27mm
HP 500 192
(0,010”) (0,007”) (0,344”) (1-1/16”)

Tabela 3-3 Informações sobre o deslocamento do bojo e número de dentes do anel de acionamento

3.14 Lubrificação das roscas Graxa deve ser forçada para o interior dos encaixes
quando o bojo está na posição de britagem ou na
Como o bojo é o membro de ajuste do Britador, é posição de alívio. Estabeleça uma agenda de
muito importante fazer a lubrificação da rosca do manutenção regular para introduzir a graxa dentro
mesmo e do anel de ajuste periodicamente, para destes encaixes. Utilize uma graxa a base de lítio
assegurar o movimento livre de si dentro do anel de como por exemplo a NLGI No.1, ou outra equivalente,
ajuste. preferivelmente misturada com 5-10% (de volume) de
bissulfeto de molibdênio em pó. Quando britando
A aplicação de graxa, igualmente distribuída ao redor materiais quentes como escórias, uma graxa resistente
do lado do anel de ajuste, é fornecida para capacitar a a alta temperatura, misturada com o mesmo 5-10% (de
lubrificação das roscas no momento em que o bojo volume) de bissulfeto de molibdênio em pó, deve ser
está em contato com o anel de ajuste. Veja Figura 3-9. usada. Este pó, misturado com o óleo lubrificante
também pode ser satisfatório para aplicações a altas
temperaturas.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-17


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Item Designação
1 Graxeira
2 Anel de ajuste
Item Designação
Figura 3-9 Graxeira 1 Tampa de ajuste
2 Protetor de pó
3 Anel de ajuste
3.15 Desgaste da rosca do anel de ajuste e do 4 Calços
bojo 5 Dimensão “A”
6 Cilindro de travamento
A cada troca de revestimento o desgaste das roscas do
bojo e do anel de ajuste deveria ser verificado. Para Figura 3-10 Anel de ajuste à tampa
determinar o quanto foi desgastado, verifique a
diferença entre a posição vertical fixa e não fixa do Quando o britador é novo o movimento deveria ser
bojo. Meça a distância do topo do anel de ajuste até o 3,57mm ( 0,140” ), a quantidade de folga nas roscas.
fundo da tampa de ajuste ( dimensão A ) quando o Qualquer quantia adicional de movimento indica que
bojo está fixo e quando o bojo não estiver fixo. Veja as roscas estão gastas. Quando o movimento vertical
Figura 3-10. atinge 8 mm ( 0,315” ), significa que as roscas estão
gastas 4,5mm (0,177”).Esta é a quantidade máxima de
movimento permitido antes que uma ação seja
tomada.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-18


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Quando o movimento vertical do bojo atinge 8mm 3.16 Dificuldades de giro do bojo
(0,315”) indicando 4,5mm (0,177”) de desgaste, o
cilindro de travamento e o anel de travamento devem Se alguma dificuldade é encontrada ao girar o bojo,
ser calçados com esta quantidade de desgaste e então isto provavelmente é devido à escoriações ou
haverá curso suficiente nos cilindros de travamento e desgastes das superfícies das roscas tanto do bojo
bojo. Também, os tubos espaçadores, onde os como da anel de ajuste, ou em ambos os dois. Tais
parafusos grandes são apertados, devem ser feitos danificações à rosca ocorrem durante a montagem
4,5mm (0,177”) maiores. Veja Figura 3-11. inicial do bojo no anel de ajuste, quando utilizando
apenas um cabo SIMPLES conectado à tampa de
Os cilindros podem apenas serem calçados um por ajuste para puxar o bojo ao ajuste desejado. O bojo,
vez. Se após os cilindros estiverem calçados e o quando girado desta maneira, é geralmente
movimento vertical nas roscas entre fixo e não fixo rotacionado ao ser puxado pelo cabo conectado a um
alcançar 8mm (0,315”) novamente, as roscas no anel trator, caminhão ou a extremidade dianteira de um
de ajuste ou bojo ou ambos deverão ser retrabalhados. carregador.

Se apenas um cabo SIMPLES for utilizado para girar


o conjunto do bojo dentro do anel de ajuste, o bojo
tende a inclinar nas roscas do anel. Estas inclinações
criam pontos de contato entre as roscas do diâmetro
externo do bojo e as superfícies planas da rosca do
anel de ajuste na direção que o mesmo puxado,
especialmente se não for na direção horizontal.
Quando o bojo é puxado (fora de centro) e ocorrem
tais inclinações, os desgastes ou escoriações das
roscas podem surgir. Este dano é normalmente
limitado para a primeira rosca do bojo e anel de ajuste
e aparece nas superfícies planas das roscas. O metal
cortante criado pelo desgaste das roscas de chumbo
pode danificar as roscas restantes quando o bojo é
rotacionado dentro do anel de ajuste. Similarmente as
roscas podem ser danificas quando na remoção do
bojo desta mesma maneira.

Se ocorreu uma escoriação ou desgaste das roscas, o


Item Designação método alternativo seguinte de instalação e remoção
1 Arruela chata do conjunto do bojo, minimizará os danos causados às
2 Parafuso mesmas.
3 Tubo espaçador
4 Anel de ajuste 1. Gire o bojo, utilizando um guindaste de
5 Anel de travamento suspensão ou algum outro meio de içamento
para suspender o bojo sobre as roscas do anel
Figura 3-11 Tubo espaçador de ajuste como mostrada na Figura 10-4.
Com o bojo suspenso na posição flutuante,
duas pessoas podem direcionar o bojo acima
ou abaixo dentro do anel de ajuste para o
ajuste desejado. Com cada um quarto de giro
do bojo, abaixo ou acima, o conjunto ainda
permanece livre no anel de ajuste. Gire o
conjunto do bojo por pelo menos duas
revoluções completas, usando este método.

- OU -

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-19


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

2. Utilize para puxar e girar o conjunto do bojo


dentro do anel de ajuste um cabo DUPLO.

- OU -

3. Utilize o mecanismo de ajuste hidráulico para


girar o bojo por pelo menos duas revoluções
completas do mesmo.

Depois que o conjunto do bojo foi girado dentro do


anel de ajuste por pelo menos duas revoluções, o cabo
SIMPLES pode ser utilizado para girar o restante do
bojo. Esteja certo de que o conjunto do bojo está
sendo puxado vagarosamente. (Aproximadamente
UMA revolução por minuto). Utilize o procedimento
reverso quando para remover o bojo.

Um Força considerável pode possivelmente ter que ser


exercida em ordem para parar o bojo frouxo no anel
de ajuste. Uma combinação de qualquer uma das
seguintes condições de operações defeituosas poderá
causar a dificuldade do bojo em girar dentro do anel
de ajuste.

1. Britando materiais quentes; escórias, Item Designação


clinkers, etc., usando lubrificantes 1 Tampa de ajuste
inadequados para as roscas. 2 Vedação
3 Bojo
2. A não lubrificação das roscas do bojo e do 4 Anel de trava
anel de ajuste, quando as mesmas são 5 Protetor de pó
recomendadas em intervalos periódicos de 6 Anel de ajuste
tempo.
7 Carcaça principal
3. Desgaste ou instalação incorreta da vedação
Figura 3-12 Vedações do bojo
do colar de pó. Veja Figura 3-12.

4. Operando o Britador no mesmo ajuste por


2. Adicione graxas nos encaixes apropriados,
longos períodos de tempo.
localizados ao redor do lado do anel de
ajuste, no momento em que o bojo está
5. Localizando o Britador onde algumas
posicionado no mesmo. Estabeleça um
elementos do mesmo possa ficar expostos,
programa regular de manutenção preventiva
particularmente às chuvas, sem uma proteção
para as graxeiras. Use uma graxa como a
adequada.
recomendada no parágrafo de
LUBRIFICAÇÃO DA ROSCA encontrado
As sugestões seguintes poderão eliminar a
naquela seção.
possibilidade da dificuldade do giro do bojo ao anel de
ajuste, devido à experiências já vividas.

1. Periodicamente alivie o bojo de sua posição


de britagem e rotacione o mesmo de costas
para frente.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-20


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3. No mesmo tempo da instalação inicial ou Para ajustar o Britador de materiais presos entre o
sempre que o bojo é removido, limpe as roscas revestimento do bojo e manta ou metal não-britável,
e aplique uma camada nas mesmas com o proceda como se segue, sendo que a unidade de força do
lubrificante recomendado em INSTRUÇÕES motor deve estar em posição LIGADO. Veja o manual de
DE MONTAGEM, na seção 5-1, antes da instruções hidráulicas.
remontagem.
1. Gire a chave seletora na estação de controle
4. Verifique se há desgastes ocasionados nas remoto para posição de AJUSTE.
vedações do bojo.
2. Pressione a botoeira de ESVAZIAMENTO e
Se o bojo tornar-se fixo ao anel de ajuste e SEGURE-A até os cilindros de alívio estarem
consequentemente não poder rotacionar por meios completamente EXPANDIDOS. Na maioria dos
normais, proceda como se segue: casos isso permitirá que o material caia através do
britador e esvazie a cavidade. Diminua a pressão
1. Quando o Britador está operando, coloque uma de alívio, a luz piloto vermelha deve estar
quantidade de material de alimentação dentro LIGADA.
do mesmo com o bojo na posição de alívio.
3. Se a cavidade de britagem não está ajustada,
2. Despeje óleo penetrante ou anti-congelante em insira blocos de segurança, entre o anel de ajuste e
toda a circunferência das roscas do bojo, a carcaça principal para manter o anel de ajuste e
forçando esta mesma solução através dos o bojo em posições levantadas no caso de uma
encaixes de graxa no anel de ajuste. O óleo perda de repente da pressão devido a falha da
penetrante ou anti-congelante afrouxará linha hidráulica, da bomba ou do cilindro. Veja
qualquer acúmulo de sujeira que possa ter Figura 3-13.
penetrado dentro das folgas das roscas e
também eliminar qualquer ferrugem que possa ADVERTÊNCIA
ter-se formado.
OS BLOCOS DE SEGURANÇAS DEVEM SER
Tente girar o bojo aplicando a máxima força SEGURAMENTE COLOCADOS ENTRE A
possível. CARCAÇA PRINCIPAL E O ANEL DE AJUSTE
ANTES DE QUALQUER AJUSTE MANUAL DO
Se este procedimento não der resultados INÍCIO DO BRITADOR. ESTE PASSO É UMA
imediatos, deixe o Britador parado por muitas SEGURANÇA FUTURA PARA PROTEGER AS
horas enquanto, e periodicamente aplique óleo MÃOS, BRAÇOS, OU EQUIPAMENTOS, QUE
penetrante ou anti-congelante ao redor das PODEM FICAR PRESOS ENTRE OS MEMBROS
DE BRITAGEM, CASO HAJA UMA FALHA
roscas, repetindo os passos anteriormente
HIDRÁULICA.
vistos.

3.17 Esvaziando o britador ADVERTÊNCIA

Caso o Britador pare com carga, nenhuma tentativa NÃO COLOQUE OS PÉS OU MÃOS NO
deverá ser feita para dar partida no Britador novamente ESPAÇO ENTRE O ANEL DE AJUSTE A
enquanto toda a cavidade de britagem não tiver sido CARCAÇA PRINCIPAL. SEMPRE POSICIONE
desobstruída. A tentativa de acionar o Britador com a OS BLOCOS DE SEGURANÇA ENTRE OS
cavidade cheia de material pode resultar em sérios danos MESMOS QUANDO O ANEL DE AJUSTE ESTÁ
ao Britador e ao motor. NA POSIÇÃO ELEVADA E O FERRO PESADO
ESTÁ SENDO REMOVIDO.
Os motivos para um Britador parar com carga são:
4. Pressione a botoeira de ESVAZIAR para o anel
Parada do motor de acionamento por falta de energia ou de ajuste e o conjunto do bojo começarem
falta de combustível; excesso de material entrando na abaixar imediatamente nos blocos de
cavidade de britagem, causando emperramento do segurança. Mantenha todo o equipamento e
Britador; correia transportadora de descarga parada, pessoal fora do anel de ajuste até que este
permitindo que o material descarregado se acumule e esteja repousando seguramente nos blocos
obstrua o Britador; pedaços grandes de material não-
de segurança.
britável, etc.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-21


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

ADVERTÊNCIA

Não tente remover material bloqueado com as


mãos sem antes inserir os blocos de segurança.
Apesar da força de compressão dos cilindros
de alívio e acumuladores tiver sido eliminada,
ainda haverá a possibilidade remota de uma
falha hidráulica que permitiria que o conjunto
do bojo e anel de ajuste caíssem e causassem
sérios danos corporais.

5. Remova quaisquer metais não- britáveis ou de


alimentação muito largos através da abertura da
cavidade de britagem.

6. Quando a cavidade de britagem estiver


completamente livre de todos os materiais,
mantenha os cilindros de alívio completamente
EXTENDIDOS. Isto levantará o anel de ajuste
e o conjunto do bojo para fora dos blocos de
segurança. Remova então os blocos de
segurança. Tenha certeza que todo
equipamento e pessoal estão afastados do anel
de ajuste, abaixe o anel de ajuste para assentá-
lo na carcaça principal e repressurizar o
sistema.

Verifique para garantir de que o anel de ajuste


Item Designação esteja assentado em um mesmo nível em todo o
1 Carcaça principal seu redor. Se não, levante o anel de ajuste
2 Bloco de segurança novamente e então o abaixe. Deveria o cilindro
3 Pino da carcaça de alívio ser pressurizado se o anel de ajuste
4 Anel de ajuste na posição elevada estiver assentado a um nível o qual poderia
danificar os cilindros de alívio.
Figura 3-13 Bloco de segurança
RETIRE O MATERIAL NÃO-BRITÁVEL
EXCESSIVO. O CILINDRO DE ALÍVIO
FACILMENTE PERMITE A PASSAGEM DE
MATERIAL NÃO-BRITÁVEL.
ENTRETANTO, O MATERIAL NÃO-
BRITÁVEL EXCESSIVO CAUSARÁ
DANOS AO ASSENTAMENTO DA
CARCAÇA PRINCIPAL. SE O MATERIAL
DE ALIMENTAÇÃO CONTÊM MUITO
MATERIAL NÃO-BRITÁVEL, ENTÃO UM
SEPARADOR MAGNÉTICO DEVE SER
INSTALADO. OS DANOS CAUSADOS NA
CARCAÇA PRINCIPAL PELA EXCESSIVA
PRESENÇA DE MATERIAl NÃO-
BRITÁVEL EXCLUI A GARANTIA DO
BRITADOR.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-22


SEÇÃO 3 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

3.18 Instalação e remoção do bojo 3.20 Períodos de inspeção

Para remover o conjunto do bojo para reposição do O melhor método para manter um Britador em boa
revestimento do bojo e da manta, ou para prover um condição de operação depois de montado e estiver
acesso para a remoção de outras partes constituintes, operando satisfatoriamente, é efetuar inspeções
proceda da seguinte forma: periódicas regulares. Recomenda-se que o Britador
seja inspecionado regulamente, os ajustes necessários
1. Destrave o Bojo (Veja o manual de sejam efetuados e as peças gastas trocadas, antes que
instruções hidráulicas). um defeito maior se desenvolva. As inspeções
necessárias e os intervalos para tais inspeções são
2. Gire o bojo no sentido anti-horário, retirando claramente dados na Tabela 10-4. Essas inspeções são
o mesmo do anel de acionamento, ou no indicadas somente para fins de orientação, e algum
sentido horário, colocando-o sobre o anel de critério individual terá que ser empregado para
ajuste, usando um guindaste de suspensão, ou determinar se as inspeções deverão ser executadas em
puxando com um cabo, como descrito intervalos maiores ou menores. O tipo de material
anteriormente nesta seção. trabalhado, o clima e as condições de operação irão
determinar a freqüência das inspeções.
3.19 Revisão de fábrica
Mantenha o Britador limpo e bem pintado. Uma
Facilidades especiais são disponíveis para a máquina limpa, via de regra, recebe melhor cuidado, é
reconstrução completa do Britador ou melhor conservada e não irá depreciar tão depressa
recondicionamento de partes, os quais podem parecer quanto outra que é negligenciada ou mal operada.
um serviço duro e incomum ao ter-se tornado gasto
após longos períodos de operação. Pode ser Os intervalos de tempo das inspeções variarão com as
aconselhável e vantajoso retornar o Britador à fábrica diferentes aplicações e as condições do terreno. Os
para este trabalho. Uma revisão completa em períodos de inspeção são melhores escolhidos quando
determinados períodos é mais econômica do que a maior as experiências de operação.
reposição de algumas partes gastas. Os Britadores são
completamente desmontados, todas as partes são
inspecionadas para determinar seus graus de serviços,
e as partes gastas são repostas com componentes
fabricados na própria empresa para assegurar uma
operação correta do produto.

VERIFIQUE COM A FÁBRICA COM RELAÇÃO A


ESTE SERVIÇO ANTES DE DESCARTAR OS
COMPONENTES GASTOS TAL COMO CABEÇA,
BOJO, ANEL DE AJUSTE E CARCAÇA
PRINCIPAL. Consideráveis probabilidades de salvar
estas partes podem ser possíveis através do
recondicionamento de tais componentes.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 3-23


Seção 4

PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO


Data

Período

Observações
Iniciais do operador

Número de série
Tamanho do Britador
Temp. Ambiente °C (°F)

Entrada
Temp. do óleo °C (°F)

Saída
Pressão do óleo Bar (PSI)

Consumo de energia KW (AMPS)

Ajuste do lado fechado mm ( " )


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

Alarmes verificados
Sim Não

Localidade
Tempo de parada ( segundos )

Nome da Empresa
Luzes pilotos de pressão de

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS


alívio e de trava desligadas
DIÁRIO PARA INSPEÇÃO DO BRITADOR

Verificar se descarga está


livre ( sem acúmulos )
Sim Não Sim Não

Britador
Respiro de ar limpo
Tanque de
óleo

4-1
SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÕES DIÁRIAS.

Lista de
Item Condição Normal
Verificação
1. Verifique o nível do tanque de óleo.
Dentro do medidor do nível de óleo
Entrada:
38°C – 54°C ( 100°F - 130°F )
2. Verifique as temperaturas de entrada do óleo e
linha de dreno.
Temp. entrada do dreno:
+0° a 5° C (0° a 9° F) sem resfriador
+0° a 8° C (0° a 15° F) com resfriador
3. Verifique a pressão de óleo na carcaça do
contraeixo. 1.4 – 2.8 Bars ( 20 –40 PSI)

4. Verifique a pressão diferencial do filtro de óleo. 0,3 – 2,4 Bars ( 5 – 35 PSI)

5. Verifique a pressão da força e o nível da


cavidade.

6. Verifique o juste do lado fechado.

7. Verifique a pressão de alívio da cavidade.


Veja suplemento hidráulico
8. Verifique a pressão de trava.
165 – 193 Bars ( 2400 – 2800 PSI)
9. Verifique a distribuição de alimentação.

10. Verifique se a área de descarga do Britador está


livre. Remova quaisquer sujeiras nos braços.

11. Verifique o revestimento e a cobertura do


contrapeso contra desgaste.

12. Verifique o tempo de encosto inferior.


30 – 60 segundos
13. Verifique a perda de fixação e conexões.

14. Verifique se há barulhos estranhos, indicações de


desgaste ou forças indevidas das partes do
Britador.

15. Quando o revestimento do Britador (Manta e


revestimento do Bojo) aproxima de seus
desgastes limites, verifique a folga, quebra ou
desgastes completo dos revestimentos.

16. Verifique o movimento do anel de ajuste.

17. Verifique o fluxo de óleo e a cesta do filtro.


_____

Tabela 4-1 Períodos de Manutenção e Inspeção

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-2


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÕES SEMANAIS

Lista de
Item Condição Normal
Verificação
1. Limpe a carcaça do contraeixo e os respiros do
tanque de óleo.

2. Verifique se há vazamentos de óleo na tubulação.

3. Verifique a manta e a placa de alimentação do


revestimento do bojo para rigidez e desgastes.

4. Engraxe as roscas do anel de ajuste com o bojo


destravado para então posteriormente engraxar o
bojo travado.

5. Inspecione se há cavacos de metais no filtro de óleo


dentro do tanque.
6. Verifique o movimento do anel de ajuste.

7. Verifique as tensões e alinhamentos das correias em


“V”.

8. Verifique os vazamentos de óleos.

9. Verifique se há quebras das polias e a rigidez do


eixo.

10. Verifique se os parafusos da placa de alimentação


estão apertados.

11. Verifique a operação das luzes piloto na estação de


controle remoto.

12. Verifique o desgaste da carcaça do contraeixo,


proteção dos braços, contrapeso, cabeça e
carcaça principal.

Tabela 4-2 Períodos de manutenção e Inspeção ( Continuação )

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-3


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÕES MENSAIS

Lista de
Item Condição Normal
Verificação
1. Verifique a pressão de pré-carga do acumulador e Veja suplemento hidráulico
adicione nitrogênio se necessário.

2. Verifique o mecanismo de ajuste onde o pinhão


acopla com anel de acionamento.

3. Verifique o motor elétrico e lubrificante por


recomendações da manufatura.

4. Libere o conjunto do bojo da posição de britagem e


rotacione-o de costas para frente.

5. Verifique se há sujeira e impurezas no óleo


lubrificante.
Mude-o se necessário.

6. Analise o óleo para níveis de contaminação. Veja a Norma de Contaminação


do óleo
7. Verifique a Folga Axial.

Tabela 4-3 Períodos de Manutenção e Inspeção (Continuação).

MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÕES ANUAIS

Lista de
Item Condição Normal
Verificação
1. Desmonte completamente o Britador para verificar
os desgastes de todas as superfícies de encosto
(bucha da cabeça, do excêntrico e revestimento
do soquete) e as superfícies da coroa e do pinhão.

2. Inspecione a carcaça principal, cabeça e bojo a


procura de sinais de quebra por fadiga
(especialmente no flange montado na carcaça e a
base de suporte).

3. Verifique a rigidez de todos os prendedores e


conexões das tubulações.

4. Inspecione o desgaste do esférico da cabeça.

5. Inspecione o desgaste dos dentes da coroa e do


pinhão.

6. Verifique o protetor de pó.

7. Troque o lubrificante da engrenagem redutora do


acionamento hidráulico.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-4


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÕES DE MUDANÇA DO REVESTIMENTO

Lista de
Item Condição Normal
Verificação
1. Inspecione as superfícies de assento do
revestimento do bojo e da manta, no bojo e na
cabeça. Afie Quaisquer irregularidades elevadas
ou sulcos, do bojo ou da cabeça.

2. Inspecione o desgaste da bucha da cabeça, do


esférico, do revestimento do soquete, da bucha do
excêntrico e das vedações de pó. Verifique com
um medidor calibrador o encaixe da bucha da
cabeça em seu furo.

3. Verifique o desgaste da manta, porca de trava e


placa de alimentação. Reponha se necessário.

4. Verifique o desgaste dos protetores dos braços,


proteção da carcaça do contraeixo e revestimentos
da carcaça principal.

5. Inspecione a presença de desgaste e escórias nas


roscas do bojo, do anel de ajuste e anel de trava.

6. Inspecione por danos e vazamentos as mangueiras


hidráulicas.

7. Verifique a rigidez das cunhas do revestimento e os


parafusos das cunhas.

8. Verifique a rigidez dos parafusos do contrapeso.

9. Verifique o desgaste dos protetores do contrapeso.

Tabela 4-4. Períodos de Manutenção e Inspeção (Continuação)

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-5


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

8 Horas ( Diário ) 40 Horas ( Semanal ) 200 Horas ( Mensal ) 2000 Horas ( Anual )
1. Verifique o nível de 1. Inspecione as correias 1. Solte o conjunto do 1. Verifique se há desgaste
óleo no tanque de óleo. em “V” quanto à bojo da posição de na cabeça e buchas do
tensão, desgaste ou britagem e gire para excêntrico.
rompimentos. frente e para trás.

2. Verifique a 2. Verifique se há 2. Verifique o óleo 2. Inspecione os dentes da


temperatura do óleo na vazamento de óleo nas lubrificante quanto à coroa e pinhão para ver
entrada e saída do tubulações, presença de sujeira ou se há desgaste e
Britador. mangueiras, conexões, borra. Troque se verifique a folga de raiz.
drenos, etc. necessário.

3. Verifique a pressão de 3. Verifique se a manta e 3. Inspecione o filtro de 3. Verifique o desgaste


óleo na carcaça do o revestimento do bojo óleo dentro do tanque do revestimento da
contraeixo. estão bem apertados. para verificar se há carcaça principal.
lascas de metal ( bronze
). Ocasionalmente
pequenas lascas são
normais. Uma grande
quantidade pode indicar
uma excessiva pressão
nas superfícies dos
mancais ou possíveis
falhas dos mesmos.

4. Verifique o consumo 4. Verifique o ajuste do 4. Verifique o desgaste do 4. Inspecione o desgaste


de energia no motor. Britador. revestimento da manta do esférico da cabeça.
e do bojo.

5. Verifique a pressão do 5. Limpe a carcaça do 5. Verifique o desgaste da 5. Inspecione o desgaste


circuito de contraeixo e respiros placa de alimentação. das roscas do bojo, do
esvaziamento. do tanque de óleo. anel de ajuste e de
trava.

6. Verifique se há 6. Com o bojo na posição 6. Verifique o contrapeso, 6. Procure por vazamentos


parafusos, porcas e de britagem, engraxe as cabeça, carcaça nas vedações , anéis
conexões frouxas. roscas do anel de ajuste principal; e carcaça do tipo “O”, juntas e
e do bojo usando as contraeixo para ver se gaxetas.
graxeiras no anel de há evidência de
ajuste. desgaste ou danos.

7. Verifique se há ruídos 7. Verifique o movimento 7. Verifique o sistema de 7. Verifique o desgaste da


anormais, indícios de do anel de ajuste. alarme ( pressostato, carcaça principal.
desgaste indevido nas termostato, etc.,) está
peças do Britador. funcionando.

8. Quando os membros 8. Verifique as polias 8. Verifique a folga axial. 8. Verifique o desgaste


de britagem se para ver se há acúmulo dos protetores dos
aproximarem do limite de poeira, trincas nos braços e protetor da
de desgaste, verifique- raios e folga no eixo. carcaça do contraeixo.
os diariamente.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-6


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

8 Horas (Diário) 40 Horas ( Semanal) 200 Horas ( Mensal ) 2000 Horas ( Anual )

9. Verifique o fluxo de 9. Verifique se o 9. Verifique o desgaste 9. Verifique se há soldas


óleo de volta ao parafuso da placa de da cobertura e trincadas na carcaça
tanque, proveniente alimentação está revestimento do principal.
do britador e da apertado. contra eixo.
válvula de alívio.
Verifique se há
sujeira incomum na
tela de filtragem, na
linha de retorno de
óleo ao tanque.

10. Certifique-se de que 10. Verifique a operação 10. Verifique a pressão de 10. Troque o óleo do
a alimentação de e ajuste das luzes de pré-carga de gás nos tanque se necessário.
material para o alerta no console acumuladores.
Britador está sendo hidráulico.
uniformemente
distribuída.

11. Verifique se a 11. Verifique o desgaste


descarga do Britador das vedações dos
está livre. protetores e colares
de pó.

12. Verifique quanto


tempo o Britador
leva até parar
totalmente.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-7


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

Granulometria da Alimentação.

- deve ter menos de 10% de material menor do


que o ajuste do lado fechado.

- deve ser da mesma granolometria.

Benefícios: * Redução do consumo de energia


– melhor produção – melhor forma da
partícula – perfil do desgaste do revestimento
igual por inteiro.

Item Designação
1 Percentual do peso do passante acumulado
2 Alimentação de mesma granulometria
20mm – ¾” (Ajuste do lado fechado), 10% da
3
passagem máxima

Figura 4-1 Granulometria da alimentação

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-8


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

Distribuição de Alimentação.
Benefícios: * Redução do consumo de energia
- deve ser igualmente distribuído – maior produção – melhor forma da partícula
completamente por toda a circunferência
da cavidade. – desgaste por igual do revestimento.

Figura 4-2 Distribuição da Alimentação

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-9


SEÇÃO 4 – PERÍODOS DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO

Nível de Cavidade O Ajuste inicial determinado pelo tamanho do


produto desejado não é necessariamente o
É recomendado operar com a cavidade cheia, mas esta melhor ajuste para a máxima produção. Isto
situação nem sempre é possível devido depende às vezes das características dos
ao desenho do revestimento, razão de redução, materiais a serem britados, do consumo de
limitações de força, etc. energia do motor do Britador ou da ação do
anel de ajuste. Você pode ter que mudar o
Os Britadores de cavidade padrão são menos ajuste de forma ligeiramente para encontrar o
susceptíveis ao estrangulamento da alimentação. melhor valor no qual se produz a máxima
quantidade aliada com o máximo lucro.
Ajuste
Consumo de Energia
a. Circuito Aberto
- operar entre 75 e 95% da força
- Selecione o ajuste baseado nas total para materiais duros ou médios SEM
necessidades de seu produto. QUALQUER MOVIMENTO DO ANEL.

b. Circuito Fechado Benefícios:


- HP cônico, 1/8" a 1/4" maior que a
abertura da peneira. Vida Plena dos componentes do Britador
maior produção.

Item Designação
1 Cavalo – vapor ( consumo de energia )

Figura 4-3 Consumo de energia

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 4-10


Seção 5

Operações do Britador

5.1........................................................Conjuntos do bojo, revestimento do bojo e tremonha

5.2........................................................Conjuntos da cabeça, manta e placa de alimentação

5.3........................................................Conjunto do soquete

5.4........................................................Conjunto do excêntrico

5.5........................................................Conjuntos da carcaça do contraeixo, contraeixo e da polia

5.6........................................................Conjuntos da carcaça principal, do anel de ajuste e dispositivo de alívio

5.7...........................................................Sistema de lubrificação
Seção 5-1

Operações do britador

5.1 CONJUNTOS DO BOJO, REVESTIMENTO DO BOJO E TREMONHA...................................................5-1

5.1.1 DESCRIÇÃO.............................................................................................................................................5-1

5.1.2 INSTRUÇÕES DE MONTAGEM............................................................................................................5-1

5.1.3 MANUTENÇÃO.......................................................................................................................................5-2

5.1.3.1 REMOÇÃO DO BOJO...........................................................................................................5-2

5.1.3.2 REMOÇÃO DO REVESTIMENTO DO BOJO.....................................................................5-3

5.1.3.3 INSTALAÇÃO DO REVESTIMENTO DO BOJO...............................................................5-5

5.1.4 TROCA DOS ANÉIS ADAPTADORES DO BOJO( HP200, HP300, HP400, HP500)..........................5-9

5.1.4.1 SUPERFÍCIE DE VEDAÇÃO DO BOJO(VEDAÇÃO DO REVESTIMENTO) ..............5-10


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.1 Conjuntos do bojo, revestimento do bojo e 1. Para descobrir todo o comprimento das roscas do
tremonha bojo, é necessário primeiramente remover a tampa
de ajuste. Remova os parafusos e arruelas de trava
que seguram a tampa de ajuste ao topo do bojo.
5.1.1 Descrição Levante a mesma para fora do bojo através de
cabos ou correntes rígidas às orelhas de içamento.
Esta seção descreve os conjuntos, do bojo, do Veja Figura 5-1.
revestimento do bojo, e da tremonha. O bojo, o qual
possui uma superfície rosqueada em seu diâmetro 2. Limpe completamente as roscas, do bojo, do anel
externo é suspenso dentro do anel de ajuste por de ajuste e do anel de trava, removendo toda a
grandes roscas tipo serviço pesado. O bojo é ajustável, sujeira e prevenindo contra a ferrugem.
acima ou abaixo, pelo giro horário ou anti-horário do
mesmo dentro do anel de ajuste. O ajuste do bojo 3. Esfregue bem todas as superfícies rosqueadas do
controla o tamanho da abertura de alimentação e de bojo, anel de ajuste e anel de trava utilizando um
descarga. pano impregnado de bissulfeto de molibdênio em
pó.
A tampa de ajuste, na qual repousa sobre o topo do (Esse procedimento deixa uma camada de
bojo e entra em contato com uma vedação no topo do lubrificante sobre o metal, permitindo que o bojo
protetor de pó, parafusada no anel de ajuste, somente gire mais livremente. Uma camada inicial de
provém uma cobertura de proteção para o bojo e para o bissulfeto de molibdênio foi aplicada nessas
anel de trava. Uma série de molas carrega os cilindros roscas, na fábrica).
de trava, localizados ao redor do topo do anel de
ajuste, e empurram-no para cima contra o anel de 4. Lubrifique bastante as roscas com uma mistura de
trava, aumentando a abertura do bojo dentro da graxa e 5 - 10% de bissulfeto de molibdênio em
posição de britagem. O bojo gira com a tampa de pó.
ajuste quando a tampa é rotacionada pelo mecanismo
de ajuste do motor hidráulico tipo serviço pesado,
montado sobre o anel de ajuste. PARA BRITAR MATERIAIS QUENTES, TAIS
COMO ESCÓRIAS, UMA GRAXA PARA ALTA
A tremonha de alimentação é montada sobre TEMPERATURA, MISTURADA COM 5% A 10%
prisioneiros presos ao flange no topo do bojo, (EM VOLUME) DE BISSULFETO DE
direcionando a alimentação para a câmara do Britador. MOLIBDÊNIO, DEVERÁ SER USADA. O MESMO
Tiras de vedação vedam a poeira da britagem no topo e PÓ MISTURADO COM ÓLEO LUBRIFICANTE
fundo da tremonha. O fundo da tremonha e a parede TAMBÉM É INDICADO COMO SATISFATÓRIO
vertical formam um degrau onde a alimentação irá PARA TAIS APLICAÇÕES.
acumular, fazendo um leito morto, que protegerá a
superfície da tremonha contra o fluxo constante do
material de alimentação. 5. Monte novamente a tampa de ajuste e os outros
componentes do bojo.
Imediatamente abaixo da tremonha de alimentação e
suspendidos no bojo, estão uma série de cunhas ou 6. Levante o conjunto completo sobre o anel de trava
parafusos que seguram o revestimento, rigidamente utilizando o mesmo procedimento de içamento
fixo ao mesmo. descrito no Passo 1. Os cilindros de trava devem
ser DESPRESSURIZADOS, como descrito em
Uma tremonha de alimentação, fabricada em chapa de INSTALAÇÃO E REMOÇÃO DO BOJO na
aço é montada sobre pinos presos ao flange no topo do seção 3.18, antes que o conjunto do bojo possa ser
bojo. O diâmetro interno na parte inferior da tremonha girado para dentro do anel de trava e do anel de
se estende em torno do perímetro do revestimento do ajuste.
bojo para dirigir o material alimentado para a câmara
de britagem. 7. Gire o bojo para dentro do anel de trava e do anel
de ajuste como descrito em GIRANDO O BOJO
5.1.2 Instruções de montagem na seção 3.9, INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO.

Se os conjuntos do bojo, revestimento, e tremonha


tiverem sido removidos do Britador devido à restrições
de peso ou para fins de transporte, eles deverão ser
limpados, lubrificados e instalados como se segue:

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-1


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Tremonha de alimentação
2 Cabo de içamento
3 Elo de ferro
4 Orelha de içamento da tampa de ajuste
5 Tampa de ajuste
6 Revestimento do bojo
7 Bloco
8 Bojo

Figura 5-1 Içamento do conjunto do bojo

5.1.3 Manutenção 2. Gire o bojo no sentido horário para HP100 e


sentido anti-horário para HP200,HP300,
5.1.3.1 Remoção do Bojo HP400 e HP500 , retirando-o do anel de ajuste,
utilizando o mecanismo de ajuste de motor
Para remover o conjunto do bojo para inspeção e hidráulico, veja Figura 5-2, descrito em
reposição de componentes, proceda como se segue: GIRANDO O BOJO na seção 3.9.

1. Os cilindros de trava devem ser


DESPRESSURIZADOS, como descrito em
INSTALAÇÃO E REMOÇÃO DO BOJO na
seção 3.18, antes que o conjunto do bojo possa
ser girado para fora do Britador.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-2


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

2. Se o bojo se projetar após o revestimento, ele


deve ser suportado por blocos para remover a
carga proveniente da cunha de retenção interna.

3. Limpe completamente as roscas do anel de


ajuste, do anel de trava e do bojo, removendo
todos os traços de sujeira, ferrugem e graxa
velha.

4. Levante a tremonha de alimentação de dentro do


bojo. Este procedimento dará acesso às cunhas
que seguram o revestimento ao bojo. As cunhas
são localizadas no topo do anel adaptador do
bojo, cujo mesmo está preso ao bojo.

5. Remova os contrapinos que prendem as placas


de trava às cunhas, levantando as mesmas para
fora. Isto fará com que as porcas esféricas
fiquem expostas, permitindo que as cunhas
sejam afrouxadas. Veja Figura 5-3.

Item Designação
1 Tampa de ajuste
2 Cobertura da proteção
3 Pinhão
Conjunto de acionamento hidráulico
4
(motor)
5 Anel de acionamento
6 Anel de ajuste
Item Designação
1 Placa de trava
Figura 5-2 Mecanismo de ajuste hidráulico 2 Batente do parafuso
3 Parafuso de cabeça quadrada localizado na
3. Através de um conjunto de cabos e correntes ranhura interna do bojo
rígidas, para as orelhas de içamento na tampa de 4 Parafuso de cabeça quadrada
ajuste, levante o bojo sobre o conjunto da placa 5 Porca esférica especial
de alimentação, e então o abaixe sobre blocos de 6 Cunha
madeira, como mostrado na Figura 5-1. 7 Contrapino

5.1.3.2 Remoção do Revestimento do Bojo Figura 5-3 Conjunto da cunha


Remova o revestimento do bojo como se segue:

1. Remova a tampa de ajuste do bojo conforme


descrito em INSTRUÇÕES DE MONTAGEM
anteriormente nesta seção.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-3


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

6. Usando uma chave de boca comum, desaperte as


porcas esféricas nos parafusos de cabeça Com um martelo e uma talhadeira cega, dirija as
quadrada de 200mm apenas. Estas porcas cunhas para fora o tanto quanto as porcas soltas
seguram as cunhas contra o revestimento do permitirem . Faça isso para todas as cunhas em
bojo. seqüência. Se ainda houver pressão em qualquer
porca da cunha, solte outros 20mm e bata na
7. As cunhas serão firmemente presas entre a cunha novamente.
flange do revestimento e o anel adaptador Repita até não houver pressão residual em
para HP200, HP300, HP400, HP500 e entre a nenhuma porca e então remova todos os
flange do revestimento e superfícies do parafusos, porcas e cunhas. Em alguns casos, o
revestimento do bojo para HP100. batente do parafuso fixado acima do parafuso de
cabeça quadrada terá que ser removido antes que
o parafuso de cabeça quadrada possa ser
removido. Veja Figura 5-4.

Item Designação
1 Batente do parafuso
2 Porca solta 20mm (0,25”)
3 Talhadeira
4 Cunha
5 Revestimento do bojo
6 Material de encosto epóxi ( sem material de encosto no HP100)
7 Porca esférica
8 Parafuso de cabeça quadrada
9 Bojo

Figura 5-4 Desmontagem da cunha

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-4


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

8. Levante o bojo retirando-o do revestimento. 5.1.3.3 Instalação do revestimento do bojo


Ocasionalmente pode o material de encosto, se o
bojo foi preparado indevidamente, travar o Instale o revestimento do bojo com segue:
revestimento, não deixando que o mesmo se
solte. Se o bojo se aderir ao revestimento, bata 1. Coloque o revestimento do bojo sobre blocos de
verticalmente no topo do revestimento para madeira adequados. Certifique-se de que os blocos
separá-lo e afrouxá-lo do material de encosto. de madeira permitem que o bojo se assente
(sem material de encosto no HP100) completamente sobre o revestimento (para
HP200, HP300, HP400, HP500). Aplique uma
9. Retire quaisquer materiais de encosto que podem leve camada de óleo lubrificante para DENTRO
permanecer no bojo. Geralmente o material de DO BOJO, para prevenir que o material de
encosto aderirá ao revestimento, sendo, portanto, encosto epóxi não se adere ao bojo( sem material
necessário realizar um pequeno desbaste ao de encosto no HP100 ).
mesmo.
2. Faça uma marca de giz acima dos pontos altos da
10. Verifique se há saliências na superfície de assento hélice do revestimento do bojo. Veja Figura 5-5.
do revestimento do bojo causadas pelo
revestimento do bojo. Se uma saliência 3. Abaixe o bojo e a tampa de ajuste sobre o
superficial for achada esta deveria ser removida revestimento do bojo e então os blocos de parada
para que toda superfície de assento cônica fique sobre o anel adaptador são centrados na marca de
lisa, continua e livre de saliências. Se a ranhura giz do passo 2.
for profunda, recorrer à superfície de assento do
bojo mais adiante nesta seção. 4. Meça o espaço entre o diâmetro exterior da flange
superior do revestimento do bojo e o diâmetro
Devido ao tamanho da superfície de assento do interior do mesmo em 4 lugares, distanciados em
revestimento do bojo variar de um revestimento 90°, para ter certeza que o revestimento está
para outro, uma saliência no assento do bojo centrado no bojo. Veja Figura 5-6. Um
poderia causar um assento inadequado no revestimento do bojo solto ou levantado pode
mesmo. Isto possivelmente permitiria que o resultar em danos à superfície de assento do
revestimento do bojo ficasse solto durante a revestimento do bojo.
britagem e no giro causar um dano maior a
superfície de assento do bojo.

ADVERTÊNCIA

NÃO TENTE REMOVER AS CUNHAS SEM


SEGUIR O PROCEDIMENTO DE
REMOÇÃO DO REVESTIMENTO DO
BOJO. SE ESTE PROCEDIMENTO NÃO
FOR SEGUIDO, AS CUNHAS PODEM SER
IMPULSIONADAS PARA FORA E CAUSAR
SÉRIOS DANOS CORPORAIS!

ADVERTÊNCIA
QUANDO É NECESSÁRIO UTILIZAR UM Item Designação
MAÇARICO PARA CORTAR E REMOVER 1 Revestimento do bojo
AS PARTES DE ENCOSTO METSO, Marca de giz acima dos pontos altos da
PROVIDENCIE UMA VENTILAÇÃO 2
hélice
ADEQUADA. EVITE INALAR AS 3 Pontos altos da hélice
FUMAÇAS. O PESSOAL QUE REMOVE
ESTAS PARTES DEVE UTILIZAR Figura 5-5 Localizando os pontos altos da hélice
MÁSCARAS COM LINHA DE AR PARA
EVITAR A INALAÇÃO DE FUMAÇA
(QUANDO UTILIZANDO O CORTE POR
MAÇARICO) OU POEIRA (QUANDO
USINANDO OU DESBASTANDO).

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-5


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Pré-monte cada um dos parafusos de cabeça


quadrada e as porcas esféricas. Tenha certeza
que a superfície esférica da porca está contra a
cunha.

6. Coloque cada cunha em contato com o bojo (


para HP100 ), no topo do anel adaptador ( para
HP200, HP300, HP400 e HP500). Empurre-as
para frente até entrarem em contato com o
revestimento do bojo.

NOTA: Tenha certeza de que o ponto central de cada


cunha está liso e livre irregularidades que poderiam
restringir o deslizamento sobre a hélice do
revestimento.

7. Verifique cada ponto de contato da cunha com o


revestimento do bojo para ter certeza de que a
cunha entre em contato com o revestimento do
bojo no ponto central da superfície inclinada da
cunha como mostrado na Figura 5-6. Remova ou
insira calços em baixo da cunha, se requerido,
para obter o ponto correto de contato. Os calços
devem ser soldados no lugar.

8. Coloque os parafusos de cabeça quadrada e as


porcas esféricas atrás das cunhas para ter certeza
de que a cabeça do parafuso está sob o batente
que foi soldado na ranhura do bojo. Veja Figura
5-4.

9. Usando uma chave de boca comum, aperte


alternadamente cada porca em ordem cruzada,
até que todas as cunhas estejam apertadas contra
a hélice do revestimento. As cunhas devem estar
seguramente apertadas e devidamente assentadas
sobre o bojo. Verifique se o revestimento suporta
firmemente o bojo, através do uso de um
calibrador de medida em volta do revestimento
do assento. As folgas não devem ser maiores do
que 0,025mm (0,010"). Qualquer abertura
existente devido ao desgaste nesta área do bojo,
preencha com material patente para fazer com
que o material de encosto não vaze durante o
despejo. Veja Figura 5-7.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-6


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Placa de trava
2 Vista mostrando a placa de trava
3 Batente do parafuso soldado ao bojo
4 Placa de trava
5 Cunha
6 Ponto central inclinado
7 Anel adaptador do bojo ( HP200, HP300, HP400, HP500 )
8 Deve haver uma folga neste ponto
9 Revestimento do bojo
10 Bojo
11 Solde calços nesta superfície se requerido
12 Blocos de parada do anel adaptador do bojo ( HP200, HP300, HP400,
HP500 ) ou bojo ( HP100 )
13 Cunha
14 Vista mostrando os blocos de parada soldados no anel adaptador do bojo (
HP200, HP300, HP400, HP500) ou bojo ( HP100 )
15 Parafuso de cabeça quadrada

Figura 5-6 Instalando o revestimento do Bojo

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-7


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Bojo
2 Isolantes sacos de Aniagem
3 Revestimento do bojo
4 Material de encosto epóxi
5 Bloco
6 Calibrador de medida
7 Máxima folga permitida 0,025mm (0,010”)

Tabela 5-7 Verificando a superfície de assentamento do revestimento

NOTA: NO CASO EM QUE NÃO HAJA O CALÇOS SÃO USADOS, ADICIONE UMA SOLDA
CONTATO TOTAL DA CUNHA NO LADO DO ENTRE ELES E O BOJO. SE MAIS DO QUE 6mm
REVESTIMENTO DO BOJO DEVIDO A GRANDE (0,25”) DE CALÇOS ADICIONAIS SÃO
VARIAÇÃO DE TIPOS DE REVESTIMENTOS REQUERIDOS PARA FORNECER UMA FOLGA
(NARIZ), UM CALÇO DEVE SER COLOCADO ENTRE O NARIZ DA CUNHA E O
DEBAIXO DA CUNHA PARA QUE TODO O REVESTIMENTO DO BOJO, CONSULTE A
CONTATO SEJA FEITO POR TODAS AS PARTES FÁBRICA.
DA CUNHA, COMO MOSTRADA NA FIGURA 5-6.
SE OS

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-8


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

10. Refira a Tabela 7-1, EXIGÊNCIAS PARA O


MATERIAL DE ENCOSTO, na seção 7 para uma 16. Lubrifique as roscas, do bojo, do anel de trava e do
quantidade aproximada de preparo do material de anel de ajuste, seguindo os procedimentos
encosto METSO. Então despeje o composto recomendados em INSTRUÇÕES DE
METSO, preenchendo toda a cavidade inferior do MONTAGEM, anteriormente nesta seção. Isto é
revestimento do bojo. importante para garantir a livre rotação do bojo
dentro do anel de ajuste.

ADVERTÊNCIA 17. Monte novamente os componentes que restaram.

CUIDADOSAMENTE SIGA AS INSTRUÇÕES, 5.1.4 Troca do Anel adaptador do Bojo


BEM COMO AS PRECAUÇÕES QUE SÃO (HP200, HP300, HP400, HP500)
PINTADAS EM CADA UMA DAS LATAS DO
MATERIAL DE ENCOSTO METSO, ANTES DE Devido a grande variação dos tipos de revestimento do
MISTURAR E DESPEJAR O COMPOSTO. O bojo existentes, ou mesmo as diferentes configurações
CONTATO DA PELE, COM ESTE COMPOSTO da cabeça, como curta ou padrão, podem ser que haja a
METSO, PODE CAUSAR SÉRIOS PROBLEMAS necessidade de mudar o tamanho do anel adaptador do
DE DERMATITES. EVITE A INALAÇÃO DO bojo. Todos os revestimentos do bojo requerem alguma
VAPOR. UTILIZE VENTILAÇÃO, forma de adaptador.
PARTICULARMENTE QUANDO AQUECIDO.
PREVINA TODO O CONTATO COM A PELE. SE Desde que o anel adaptador do bojo esteja somente
O CONTATO OCORRER, LAVE preso ao bojo através do prisioneiro, basta levantar o
IMEDIATAMENTE APÓS COM SABÃO E mesmo para que ele sai fora do prisioneiro e que possa
efetuar sua troca, colocando um novo. Este novo anel
ÁGUA.
adaptador do bojo terá um bloco de trava já soldado ao
anel, para que não necessite remover o bloco de trava do
anel adaptador original. Veja Figura 5-8.
11. Verifique novamente todas as cunhas e porcas
esféricas, para ter certeza do correto aperto das
mesmas, depois que o material de encosto foi
endurecido.

12. Instale as placas de trava sobre as porcas esféricas e


prenda as mesmas na cunha, utilizando um
contrapino longo. As placas de trava manterão as
porcas esféricas presas ao revestimento do bojo,
impedindo que as mesmas se afrouxem devido a
vibrações.

13. Se ainda não estiver no lugar, solde um longo bloco


de parada de aço de 12mm x 12mm x 40mm (1/2"
x 1/2" x 1-1/2") ao bojo, perfeitamente acima da
cabeça do parafuso de cabeça quadrada, como
mostrada na Figura 5-6. Esta trava fará com que o
parafuso não escorregue durante a operação do
Britador, o que causaria um afrouxamento do
revestimento do bojo.

14. Coloque novamente o isolante, saco de aniagem,


cobrindo todo o conjunto, da cunha e do Item Designação
revestimento do bojo. Este procedimento mantém a 1 Anel adaptador do bojo
sujeira e a presença de pós do lado de fora da Blocos de parada soldados ao anel
2
mesma, que provavelmente dificultariam, adaptador
futuramente, a remoção do revestimento. 3 Prisioneiro
4 Bojo
15. Instale novamente a tremonha de alimentação sobre
os prisioneiros no topo do bojo. Figura 5-8 Anel adaptador do bojo
NOTA: Nos HP400 e HP500, quando trocar algumas
combinações de revestimento por outras, pode ser
necessário encurtar ou aumentar as duas peças da
tremonha, remova as peças angulares, deslize a tremonha
superior para cima e para baixo para encaixá-la e solde
novamente as peças angulares.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-9


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.1.4.1 Superfície de assentamento do bojo


(assento do revestimento)
Depois de um longo período em serviço, a
superfície de assentamento do revestimento terá
que ser retificada por usinagem ou recondicionado
através de preenchimento com solda e usinagem
final. Se ficar determinado que as superfícies de
assentamento do bojo requerem
recondicionamento, entre em contato com o
Departamento de Serviços da Metso Minerals para
instruções de recondicionamento.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-10


Seção 5-2

Operações do Britador ( Continuação )

5.2 CONJUNTOS DA CABEÇA, MANTA E PLACA DE ALIMENTAÇÃO.................................................5-11

5.2.1 DESCRIÇÃO..............................................................................................................................................5-11

5.2.1.1 HP100..........................................................……...........……………………………………………...5-11

5.2.1.2 HP200/300............................................………………………………….............................................5-11

5.2.1.3 HP400/500.............................................................................................................................................5-11

5.2.2 INSTALAÇÃO DO CONJUNTO DA CABEÇA......................................................................................5-12

5.2.3 MANUTENÇÃO........................................................................................................................................5-15

5.2.3.1 REMOÇÃO DA CABEÇA...................................................................................................................5-15

5.2.3.2 SUBSTITUIÇÃO DA MANTA............................................................................................................5-15

5.2.3.2.1 HP100...............................................................................................................................................5-15

5.2.3.2.2 HP200/300/400/500..........................................................................................................................5-19

5.2.3.3 SUBSTITUIÇÃO DO ANEL DE DESGASTE DA CABEÇA - HP400/500.......................................5-26

5.2.3.4 SUBSTITUIÇÃO DO ESFÉRICO DA CABEÇA................................................................................5-26

5.2.3.5 REMOÇÃO DA BUCHA INFERIOR DA CABEÇA..........................................................................5-28

5.2.3.6 REMOÇÃO DA BUCHA DA CABEÇA HP100.................................................................................5-28

5.2.3.7 OUTRA MANEIRA DE REMOVER A BUCHA DA CABEÇA........................................................5-32

5.2.3.8 INSPEÇÃO DA CAVIDADE DA CABEÇA - INFERIOR E SUPERIOR.........................................5-34

5.2.3.9 INSTALAÇÃO DA BUCHA DA CABEÇA - HP100.........................................................................5-34

5.2.3.10 INSTALAÇÃO DA BUCHA INFERIOR DA CABEÇA - HP200/300.............................................5-36

5.2.3.11 INSTALAÇÃO DA BUCHA INFERIOR DA CABEÇA - HP400/500.............................................5-37

5.2.3.12 REMOÇÃO DA BUCHA SUPERIOR DA CABEÇA - HP200/300/400/500...................................5-39

5.2.3.13 INSTALAÇÃO DA BUCHA SUPERIOR DA CABEÇA - HP200/300/400/500..............................5-39

5.2.3.14 VERIFICAÇÃO DO PARAFUSO DA PLACA DE ALIMENTAÇÃO - HP100/200/300...............5-40

5.2.3.15 INSPEÇÃO DOS PARAFUSOS DA PLACA DE ALIMENTAÇÃO...............................................5-41

5.2.3.16 INSTALAÇÃO DO DA PLACA DE ALIMENTAÇÃO - HP100/200/300.......................................5-41

5.2.3.17 SUBSTITUIÇÃO DAS VEDAÇÕES.................................................................................................5-41


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Um anel de corte é instalado no topo da manta.


5.2 Conjuntos da cabeça, placa de Ambos os componentes são travados e localizados
na cabeça, através de um parafuso de trava
alimentação e manta parafusado dentro da cabeça.

5.2.1 Descrição A placa de alimentação é presa ao parafuso de trava.


A placa de alimentação gira com a cabeça e é
5.2.1.1 HP100 responsável por toda a distribuição uniforme de
material em volta da cavidade do Britador.
Esta seção descreve os conjuntos da cabeça, placa de A parte inferior da cabeça apresenta um rebaixo que
alimentação e manta. A cabeça, juntamente com a é faceada para assentar o esférico da cabeça. O
manta compõem o membro móvel de britagem que, mesmo é parafusado na própria cabeça com as duas
juntamente com o bojo e revestimento do bojo, buchas da cabeça (superior e inferior) que estão
formam a câmara de britagem. localizadas por ajuste de interferência, chavetas e
parafusos.
Um anel de corte é instalado no topo da manta.
Ambos os componentes são travados e localizados O esférico da cabeça assenta na superfície côncava
na cabeça, através de um parafuso. do revestimento do soquete no topo do eixo
principal, e a bucha inferior da cabeça encaixa sobre
A placa de alimentação é presa ao parafuso de o excêntrico. O único contato entre a bucha e o
trava.. A placa de alimentação gira com a cabeça e é excêntrico é o acionamento da cabeça, em seu
responsável por toda a distribuição uniforme de excêntrico ou movimento de giro.
material em volta da cavidade do Britador.
A bucha da cabeça superior fará contato com o
Dentro da cabeça uma superfície cônica é usinada revestimento do soquete durante a operação sem
para alojar o mancal de apoio esférico. Dois orifícios carga, para manter o esférico da cabeça sobre o
são encaixados com o anel da cabeça com um colar revestimento do soquete.
que permite a fixação do anel através de parafusos
na parte inferior da cabeça. As passagens de óleo através do eixo principal
dirigem o óleo para as buchas, superior e inferior da
O esférico de bronze da cabeça assenta na superfície cabeça, e para o revestimento do soquete.
côncava do soquete no topo do eixo principal, e a
bucha da cabeça encaixa sobre o excêntrico e o Um molde não metálico, o selo em "T", preso dentro
único contato entre a bucha e o excêntrico é o de um canal usinado, na parte inferior da cabeça,
acionamento da cabeça, em seu excêntrico ou gira dentro de um selo "U" montado no topo do
movimento de giro. contrapeso, e provém uma vedação tipo labirinto que
previne o vazamento de óleo e protege a coroa,
A bucha superior da cabeça fará contato com o pinhão e as superfícies do mancal de infiltrações de
soquete durante a operação sem carga, para manter o sujeiras. O molde presente no lado inferior da
esférico da cabeça sobre o soquete. cabeça, tipo saia, evita que o óleo borrifado vaze
através das vedações tipo labirinto.
As passagens de óleo através do eixo principal
dirigem o óleo para a bucha superior da cabeça, e 5.2.1.3 HP400/500
para o soquete.
Esta seção descreve os conjuntos da cabeça, placa de
Um selo, preso dentro de um canal usinado, na parte alimentação e manta. A cabeça, juntamente com a
inferior da cabeça, gira dentro de um selo "U" manta compõem o membro móvel de britagem que,
montado no topo do contrapeso, e provém uma juntamente com o bojo e revestimento do bojo,
vedação tipo labirinto que previne o vazamento de formam a câmara de britagem.
óleo e protege a coroa, pinhão e as superfícies do
mancal de infiltrações de sujeiras. O molde presente A manta é firmemente presa no lugar sobre a cabeça
no lado inferior da cabeça, tipo saia, evita que o óleo por um parafuso de trava, rosqueado diretamente na
borrifado vaze através das vedações tipo labirinto. cabeça. O parafuso de trava também fornece suporte
para a placa de alimentação. A placa de alimentação
gira junto com a cabeça e é responsável pela
5.2.1.2 HP200/300 distribuição uniforme da alimentação em torno da
cavidade de britagem.
Esta seção descreve os conjuntos da cabeça, placa de
alimentação e manta. A cabeça, juntamente com a
manta compõem o membro móvel de britagem que,
juntamente com o bojo e revestimento do bojo,
formam a câmara de britagem.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-11


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

A parte inferior da cabeça apresenta um rebaixo que 3. Lubrifique bem a superfície externa do
é faceada para assentar o esférico da cabeça. O excêntrico, a superfície interna da bucha da
mesmo é parafusado na própria cabeça com as duas cabeça, o esférico e a superfície de apoio do
buchas da cabeça (superior e inferior) que estão revestimento do soquete. Use óleo normal de
localizadas por ajuste de interferência, dispositivos lubrificação do Britador.
adicionais.
4. Pegue, na caixa de ferramentas especiais, a placa
O esférico da cabeça assenta na superfície côncava circular de içamento da cabeça e rosqueie o
do revestimento do soquete no topo do eixo parafuso olhal de içamento apropriado no furo
principal, e a bucha inferior da cabeça encaixa sobre roscado descentralizado na placa.
o excêntrico. O único contato entre a bucha e o
excêntrico é o acionamento da cabeça, em seu Parafuse a placa de içamento da cabeça no topo
excêntrico ou movimento de giro. do parafuso de trava. Use os parafusos de
comprimento apropriado, que são encontrados
A bucha da cabeça superior fará contato com o na caixa de ferramentas especiais, para prender
revestimento do soquete durante a operação sem a placa ao parafuso.
carga, para manter o esférico da cabeça sobre o
revestimento do soquete. 5. Com um dispositivo de içamento adequado,
levante a cabeça e centralize o conjunto sobre o
As passagens de óleo através do eixo principal revestimento do soquete. O parafuso olhal
dirigem o óleo para as buchas, superior e inferior da sendo instalado fora de centro ocasionará um
cabeça, e para o revestimento do soquete. desbalanceamento, de maneira que o conjunto
todo ficará suspenso em um determinado
Um molde não metálico, o selo em "T", preso dentro ângulo. Isso é feito propositadamente, para que
de um canal usinado, na parte inferior da cabeça, a cabeça seja suspensa com o mesmo ângulo
gira dentro de um selo "U" montado no topo do que o excêntrico. O lado alto da cabeça (aquele
contrapeso, e provém uma vedação tipo labirinto que que fica mais levantado), deve ser girado para
previne o vazamento de óleo e protege a coroa, que se alinhe com o lado grosso do excêntrico
pinhão e as superfícies do mancal de infiltrações de tanto quanto possível, como mostrado na
sujeiras. O molde presente no lado inferior da Figura 5-9 e na Figura 5-10.
cabeça, tipo saia, evita que o óleo borrifado vaze
através das vedações tipo labirinto. 6. Abaixe cuidadosamente a cabeça sobre o
revestimento do soquete.

5.2.2 Instalação do conjunto da cabeça 7. A borda superior do excêntrico é chanfrada, e


ajudará a centralizar a cabeça sobre o
( Veja Figura 5-9 para HP100) excêntrico. Abaixe cuidadosamente a cabeça
sobre o excêntrico, sacudindo a cabeça de um
( Veja Figura 5-10 para HP200 – HP500) lado para outro, se for necessário, levantando
em vários pontos onde pode estar agarrando.
Se o conjunto da cabeça, manta e placa de Abaixe a cabeça até assentá-la apropriadamente
alimentação tiverem sido removidos por exigências sobre o revestimento do soquete.
de transporte, devido a restrições de peso, o
conjunto todo deverá ser instalado da seguinte 8. Quando a cabeça estiver devidamente assentada,
forma: com o esférico da cabeça apoiado inteiramente
sobre o revestimento do soquete, eleve a cabeça
1. Se a placa de alimentação tiver sido instalada na de 6mm ( 0,25”) para 10mm ( 0,39”) e deixe
cabeça, ela deverá ser removida antes de suspensa nesta posição. Então comece o
instalar a mesma no Britador (Veja em bombeamento do óleo lubrificante e deixe-o
REMOÇÃO DA CABEÇA mais adiante nesta correr durante 10-15 minutos. Isto ajudará a
Seção). descarregar para fora qualquer poeira que tenha
se acumulado no Britador enquanto este estava
2. Limpe completamente o excêntrico, a superfície aberto. Isto também pré-lubrifica os mancais
interna das buchas superior e inferior da ajudando durante a partida. Em seguida
cabeça, o esférico e o revestimento do soquete. desligue a bomba, baixe a cabeça de volta sobre
Confira se todas as superfícies estão lisas. o revestimento do soquete e remova a placa de
Remova quaisquer entalhes ou ranhuras que içamento do parafuso de trava.
perturbem a uniformidade da superfície, além
de lixá-los com uma lixa fina. Examine todas as
passagens de óleo para ter certeza que eles
estarão limpos.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-12


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

9. Parafuse a placa de alimentação no topo do de água no local e corroer as roscas do parafuso e da


parafuso de trava usando um parafuso de grande porca de trava, tornando difícil sua futura remoção.
diâmetro e arruela de trava. Veja Figura 5-11. A selagem pode ser feita com uma calafetagem
usando silicone.
Depois que o parafuso tiver sido APERTADO,
batido com o malho, a área em torno da cabeça
do parafuso e arruela de trava de ser selada para
evitar marejamento.

Item Designação
1 Parafuso olhal
2 Cabo de içamento
3 Placa de içamento
4 Cabeça
5 Soquete
6 Folga igual
7 Parte larga do excêntrico
8 Folga mínima
9 Folga máxima
Removendo o conjunto da cabeça:
1) Levante o conjunto para cima até a bucha da cabeça estar livre do
10
diâmetro externo do excêntrico.
2) Centralize a cabeça no soquete e continue levantando.
Instalando o conjunto da cabeça:
1) Centralize a cabeça no soquete.
11
2) Mova a cabeça em direção ao lado grosso do excêntrico e continue
abaixando.

Figura 5-9 Instalando ou removendo o conjunto da cabeça (HP100)

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-13


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Parafuso olhal
2 Cabo de içamento
3 Placa de içamento da cabeça
4 Cabeça
5 Soquete
6 Folga igual
7 Parte larga do excêntrico
8 Folga mínima
9 Folga máxima
Removendo o conjunto da cabeça:
1) Levante o conjunto para cima até a bucha da cabeça estar livre do
10
diâmetro externo do excêntrico.
2) Centralize a cabeça no soquete e continue levantando.
Instalando o conjunto da cabeça:
1) Centralize a cabeça no soquete.
11
2) Mova a cabeça em direção ao lado grosso do excêntrico e continue
abaixando.

Figura 5-10 Instalando ou removendo o conjunto da cabeça (do HP200 até HP500 )

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-14


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

até que a bucha da cabeça saia fora do excêntrico.


Nesse ponto, vire o dispositivo de içamento, de
maneira que a bucha da cabeça fique centralizada
sobre o revestimento do soquete. Em seguida,
levante verticalmente.

SE ESTE ÚLTIMO PASSO NÃO FOR


EXECUTADO DEVIDAMENTE, O CONJUNTO
DA CABEÇA PODERÁ BALANÇAR E
CAUSAR DANOS À BUCHA DA CABEÇA
INFERIOR.

4. Coloque a cabeça sobre uma estrutura adequada.

5.2.3.2 Substituição da Manta

5.2.3.2.1 HP100
Para remover a manta gasta e instalar uma nova,
proceda da seguinte forma:

Item Designação 1. Remova a placa de içamento da cabeça.


1 Silastic
2 Placa de alimentação 2. Raspe os cordões de soldas entre o parafuso de
trava e o anel de corte , e entre o anel de corte e
3 Parafuso da placa de alimentação a manta.
4 Parafuso de trava

Figura 5-11 Conjunto do parafuso de trava

5.2.3 Manutenção

5.2.3.1 Remoção da Cabeça


Para remover o conjunto da cabeça, para inspeção
ou reposição de componentes, proceda da seguinte
forma:

1. Remova a placa de alimentação do parafuso de


trava.

2. Instale um parafuso olhal no furo descentralizado


da placa de içamento (encontrado na caixa de Item Designação
ferramentas). Coloque a placa sobre o parafuso 1 Parafuso de fixação a chave
de trava, através dos furos na cabeça. O anel de 2 Chave de travamento
içamento deve estar no ponto mais alto da 3 Marreta
cabeça. Use os parafusos de comprimentos 4 Parafuso de travamento
adequados, presentes na caixa de ferramentas,
para prender a placa de içamento da cabeça ao 5 Direção de afrouxar
parafuso de trava. 6 Direção de apertar

2. Com um dispositivo de içamento devidamente Figura 5-12 Remoção do parafuso de travamento


preso à placa de içamento, levante lentamente a (HP100)
cabeça

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-15


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Como a manta tende a expandir durante o processo 3. Parafuse a chave de travamento (fornecido na
de britagem, isto dificultará a remoção do parafuso. caixa de ferramentas) com dois parafusos nos
Se ocorrer tal problema, corte o espaçador entre a furos apropriados do parafuso de travamento.
manta e o parafuso de trava, utilizando um maçarico,
para aliviar a pressão no parafuso (Veja Figura 5- Bata na chave para liberar o parafuso de
13). Quando ao cortar o anel de corte, algumas travamento girando-o no sentido HORÁRIO.
precauções devem ser tomadas para não danificar a Veja Figura 5-12.
cabeça. O maçarico deve estar presente apenas
tangenciando o anel de corte e deve-se
preferivelmente fazer um sulco ao redor de todo o
seu perímetro antes de realizar o corte final. O
parafuso de trava pode ser então girado e extraído.

ADVERTÊNCIA

PROVIDENCIE UMA VENTILAÇÃO


ADEQUADA QUANDO É NECESSÁRIO
UTILIZAR O CORTE POR MAÇARICO
NAS PARTES DE ENCOSTO METSO,
COMO A MANTA. EVITE INALAR A Item Designação
FUMAÇA. O PESSOAL DEVE 1 Seção de um sulco circular
UTILIZAR MÁSCARAS COM LINHA Direção da chama do maçarico para
DE AR PARA EVITAR A INALAÇÃO 2
evitar dano à cabeça
DE FUMAÇA (QUANDO UTILIZANDO
O CORTE POR MAÇARICO) OU Figura 5-14 Cortando um sulco no anel
POEIRA (QUANDO USINANDO OU espaçador
DESBASTANDO).

Item Designação
1 Manta
2 Ganchos de içamento presos à manta
3 Orelhas de içamento soldadas à manta
4 Cabos de içamento

Figura 5-14 Levantando à manta (HP100)

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-16


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

ADVERTÊNCIA

AO LEVANTAR A MANTA USANDO


AS ORELHAS DE IÇAMENTO
SOLDADAS, CERTIFIQUE-SE DE QUE
AS ORELHAS SÃO
SUFICIENTEMENTE FORTES PARA
SUPORTAR A CARGA E DE QUE ESTÁ
SENDO USADO UM ELETRODO DE
SOLDA APROPRIADO PARA AÇO
MANGANÊS.

Construa as orelhas de içamento de acordo


com as dimensões mostradas na Figura 5-
15 e utilize os procedimentos de soldagem
Item Designação a seguir para soldar as orelhas de içamento
1 100 mm (4”) à manta:
2 50 mm (2”)
3 50 mm (2”) diâmetro interno A. Use eletrodos de solda Nicro Mang (Efe Mn-
4 50 mm (2”) R A).
5 Use espessura de 10 mm (3/8”) da
B. NÃO pré-aqueça - a manta deve ser mantida
placa de aço
fria tanto quanto possível.
Figura 5-15 Orelha de içamento C. Limpe completamente a manta na área onde a
orelha de içamento deverá ser soldada
(escova de aço é o mínimo requerido).

D. Recomenda-se fazer um filete de solda de 6


mm (1/4") nos DOIS lados da orelha de
içamento.

E. QUALQUER FALHA OCORRIDA NA


SOLDA DEVE SER PREENCHIDA,
ADICIONANDO SOLDA.

4. Cheque os fios da rosca na cabeça e no parafuso


de travamento. Remova qualquer limalha ou
indentação que possa existir e limpe as roscas
completamente. Revista as roscas com óleo
lubrificante ou graxa.

5. Aplique uma camada leve de óleo lubrificante


no exterior da cabeça e no interior do bojo. Isso
evitará que o material de enchimento epóxi
agarre na cabeça ou no bojo.

6. É importante que a manta esteja adequadamente


assentada, pois uma manta frouxa ou
enjambrada pode resultar em danos ao
assentamento da mesma na cabeça. Instale a
manta como se segue:

A. Antes de abaixar a manta sobre a cabeça,


aplique uma tira de 25mm (1") de graxa
na porção inferior da superfície de
assentamento da cabeça.

B. Abaixe a manta sobre a cabeça.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-17


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

C. Coloque o anel de corte no topo da manta. aberturas com metal patente, para evitar que o
material de encosto escorra enquanto é
D. Se o parafuso não é substituído, verifique se despejado.
ele está corretamente posicionado no anel
de corte. Se não estiver, o parafuso roscado Se apertado excessivamente, o parafuso não se
ou a cabeça poderá quebrar e alinhará corretamente com a manta. O
consequentemente a manta não será prendida espaço entre o parafuso e o anel de corte deve
à cabeça. ser medido como mostra a Figura 5-16.
Corrija, então, a posição da manta através de
E. Rosqueie o parafuso de trava sobre o anel de pancadas no topo ou fundo na mesma.
corte. O espaço entre o parafuso de trava
e o anel de corte deve ser idêntico. Durante a Antes de apertar o parafuso de trava, a
montagem da manta, o parafuso deve ser distância deve estar igual em todo o contorno,
posicionado e alinhado corretamente antes de com uma tolerância mínima de 1 mm (0,040").
ser apertado.

Item Designação
1 Manta
2 Distância igual
3 Parafuso de trava
4 Anel de corte
5 Cabeça

Figura 5 –16 Assentamento adequado da manta

7. Fixe o parafuso de travamento para centrar e 9. Pinte uma linha vertical no parafuso de
posicionar a manta na cabeça. travamento, no anel de corte e na manta

8. Verifique se a manta se apoia firmemente contra


a cabeça, usando um calibrador de lâminas em
torno do assento da manta como mostrado. A
folga não deverá ser maior que 0.25mm
(0.010"). Caso exista alguma abertura devido ao
desgaste nessa área da cabeça, encha essas

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-18


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

10. Gire o parafuso com a chave até que esteja


totalmente apertado. Cheque a marca. A porca Item Designação
de travamento deverá ter girado mais ou menos 1 Parafuso de fixação a chave
de 80mm a 100mm ( de 3’1/8 a 4”). 2 Chave de travamento
3 Marreta
11. Após apertado o parafuso da cabeça, solde 2x3 4 Parafuso de travamento
Ig: cordões de 50mm em um padrão 5 Direção de afrouxar
diametricamente oposto entre a manta e o anel 6 Direção de apertar
de corte e entre o anel de corte e o parafuso de 7 Pinos
trava.
Figura 5-17 Removendo o parafuso de
ADVERTÊNCIA travamento
A SOLDA NÃO DEVE IMPEDIR A
PLACA DE ALIMENTAÇÃO DE SE
APOIAR NO PARAFUSO DE Como a manta tende a expandir durante o processo
TRAVAMENTO. de britagem, isto dificultará a remoção do parafuso.
Se ocorrer tal problema, corte o espaçador entre a
manta e o parafuso de trava, utilizando um maçarico,
para aliviar a pressão no parafuso (Veja Figura 5-
Use uma vareta de solda 18 8 35 SAFINOX ( 312 18). Quando ao cortar o anel de corte, algumas
Stainless ). precauções devem ser tomadas para não danificar a
cabeça. O maçarico deve estar presente apenas
12. Instale a cabeça como instruído anteriormente tangenciando o anel de corte e deve-se
nesta seção sob INSTALAÇÃO DO preferivelmente fazer um sulco ao redor de todo o
CONJUNTO DA CABEÇA. seu perímetro antes de realizar o corte final. O
parafuso de trava pode ser girado e removido.
5.2.3.2.2 HP200/300/400/500
Para remover a manta gasta e instalar uma nova,
proceda da seguinte forma: ADVERTÊNCIA

1. Remova a placa de içamento. PROVIDENCIE UMA VENTILAÇÃO


ADEQUADA QUANDO É NECESSÁRIO
2. Raspe os cordões de solda entre o parafuso de UTILIZAR O CORTE POR MAÇARICO
trava e o anel de corte, e entre o anel de corte e NAS PARTES DE ENCOSTO METSO,
a manta. COMO A MANTA. EVITE INALAR A
FUMAÇA. O PESSOAL DEVE UTILIZAR
MÁSCARAS COM LINHA DE AR PARA
EVITAR A INALAÇÃO DE FUMAÇA
(QUANDO UTILIZANDO O CORTE POR
MAÇARICO) OU POEIRA (QUANDO
USINANDO OU DESBASTANDO).

3. Posicione a chave do parafuso de trava


(fornecido com o kit de travamento) nos furos
do próprio parafuso.

Instale as arruelas L30 e parafusos M30


(HP200/300), uma arruela L42 e um parafuso
M42 (HP400/500),fornecido também com o kit
de travamento, para travar a chave no interior
do parafuso. Bata contra a chave com uma
marreta pesada, girando o parafuso no sentido
horário - Veja a Figura 5-17.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-19


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

.
Item Designação
1 Seção de um sulco circular
2 Direção da chama do maçarico para evitar
danos à cabeça

Figura 5-18 Cortando um sulco no anel de corte

Item Designação
1 Manta
2 Ganchos de içamento presos à manta
3 Orelhas de içamento soldadas à manta
4 Cabos de içamento

Figura 5-19 Levantando a manta

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-20


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

ADVERTÊNCIA
AO LEVANTAR A MANTA USANDO AS
ORELHAS DE IÇAMENTO SOLDADAS,
CERTIFIQUE-SE DE QUE AS ORELHAS SÃO
SUFICIENTEMENTE FORTES PARA
SUPORTAR A CARGA E DE QUE ESTÁ
SENDO USADO UM ELETRODO DE SOLDA
APROPRIADO PARA AÇO MANGANÊS.

Construa as orelhas de içamento de acordo com


as dimensões mostradas na Figura 5-20 e utilize
os procedimentos de soldagem a seguir para
soldar as orelhas de içamento à manta:

A. Use eletrodos de solda Nicro Mang (Efe Mn-


Item Designação A).
1 100 mm (4”)
2 50 mm (2”) B. NÃO pré-aqueça - a manta deve ser mantida
fria tanto quanto possível.
3 50 mm (2”) diâmetro interno
4 50 mm (2”) R C. Limpe completamente a manta na área onde a
Use espessura de 10 mm (3/8”) da placa orelha de içamento deverá ser soldada
5
de aço (escova de aço é o mínimo requerido).
Figura 5-20 Orelha de içamento D. Recomenda-se fazer um filete de solda de 6
mm (1/4") nos DOIS lados da orelha de
içamento.

E. QUALQUER FALHA OCORRIDA NA


SOLDA DEVE SER PREENCHIDA,
ADICIONANDO SOLDA.

4. Raspe qualquer material de encosto que tenha


restado na cabeça. Geralmente o material de
encosto agarra na manta, e muito pouca ou
nenhuma limpeza será necessária na cabeça.

5. Sempre que for instalado um novo jogo de


revestimentos, será necessário o uso de material
de encosto entre a manta e a cabeça e entre o
revestimento do bojo e o bojo. Prepare o
material de encosto como se segue:

O material de encosto epóxi é resistente,


flexível, não-metálico, e é prontamente
disponível em forma de kits em vários
tamanhos. Cada kit contém uma lata grande e
uma pequena do material de encosto epóxi e
uma pequena pá para misturar. O uso do
composto epóxi não exige equipamento,
preparativo ou manuseio especiais.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-21


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

O material de encosto epóxi não pode ser usado duas 7. Aplique uma leve camada de óleo lubrificante
vezes, sendo, portanto, descartado junto com a na superfície externa da cabeça e interna do
manta gasta ou revestimento do bojo. Com o bojo. Isto impedirá que o composto epóxi venha
composto epóxi, o material de encosto pode ser a agarrar na cabeça ou no bojo.
preparado diretamente no local da aplicação, uma
vez que a mistura e a aplicação não requerem
qualquer treinamento especial, sendo as simples 8. É importante que a manta esteja adequadamente
instruções para uso impressas em cada kit. Uma vez assentada, pois uma manta frouxa ou
misturado, o composto epóxi deverá ser aplicado enjambrada pode resultar em danos ao
sem demora. As misturas subseqüentes que se assentamento da mesma na cabeça. Instale a
fizerem necessárias para completar o enchimento da manta como se segue:
cavidade, podem ser aplicadas em qualquer ocasião
posterior.
A. Antes de abaixar a manta sobre a cabeça,
SE ESTIVER MUITO FRIO, O COMPOSTO aplique uma tira de 25mm (1") de graxa
METSO DEMORARÁ MUITO TEMPO PARA na porção inferior da superfície de
ENDURECER E FICARÁ MUITO VISCOSO assentamento da cabeça.
PARA PENETRAR NOS ESPAÇOS MENORES.
SE ESTIVER MUITO QUENTE, HAVERÁ O Verifique se a manta apresenta os furos
RISCO DA MISTURA COMEÇAR A colocados como descrito no Passo 14. Se
ENDURECER ANTES DE PODER SER não, corte duas aberturas de 25mm (1")
TOTALMENTE APLICADA. CASO OCORRA x 40mm (1-1/2"), igualmente espaçados
ESTA SITUAÇÃO, AS LATAS AINDA de 180°, no topo da manta, para aplicar
FECHADAS PODERÃO SER COLOCADAS EM o composto epóxi. Veja Figura 5-22 e
BANHO DE ÁGUA FRIA ANTES DE SE FAZER Figura5-23.
A MISTURA. O COMPOSTO METSO, EM
LATAS FECHADAS, PODE SER ESTOCADO B. Abaixe a manta sobre a cabeça.
COM SEGURANÇA QUASE QUE
INDEFINIDAMENTE. NÃO USE O MATERIAL C. Coloque o anel de corte no topo da manta.
METSO ONDE O MATERIAL A SER BRITADO
ESTIVER A MAIS DE 79 °C (175 °F). D. Se o parafuso não é substituído, verifique
se ele está corretamente posicionado no
anel de corte. Se não estiver, o parafuso
roscado ou a cabeça poderá quebrar e
ADVERTÊNCIA consequentemente a manta não será
prendida à cabeça.
SIGA CUIDADOSAMENTE TODAS AS
INSTRUÇÕES E TODAS AS E. Rosqueie o parafuso de trava sobre o anel
PRECAUÇÕES IMPRESSAS NAS LATAS de corte. O espaço entre o parafuso de
INDIVIDUAIS DE COMPOSTO METSO trava e o anel de corte deve ser idêntico.
Durante a montagem da manta, o
ANTES DE MISTURAR E DESPEJAR. O parafuso deve ser posicionado e
CONTATO DO COMPOSTO COM A PELE alinhado corretamente antes de ser
PODE PROVOCAR INFECÇÕES SÉRIAS apertado.
E PROLONGADAS. EVITE INALAR O
GÁS. USE UMA BOA VENTILAÇÃO, Se apertado excessivamente, o parafuso
PARTICULARMENTE SE ESTIVER não se alinhará corretamente com a
QUENTE. PREVINA QUALQUER manta. O espaço entre o parafuso e o
CONTATO COM A PELE. CASO HAJA O anel de corte deve ser medido como
mostra a Figura 5-21. Corrija, então, a
CONTATO, LAVE-A IMEDIATAMENTE posição da manta através de pancadas no
COM ÁGUA E SABÃO. topo ou fundo na mesma.

Os kits do material de encosto epóxi, e as partes que


requerem o material deverão estar a uma
temperatura antes da aplicação de 16 A 32°C (60 A
90°F).

6. Examine as roscas da cabeça e o parafuso de


trava, e remova quaisquer rebarbas ou entalhes
que possam existir. Limpe as roscas
completamente. Aplique graxa ou óleo
lubrificante nas mesmas.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-22


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Antes de apertar o parafuso de trava, a distância


deve estar igual em todo o contorno, com uma
tolerância mínima de 1 mm (0,040").

Item Designação
1 Manta
2 Distância igual
3 Parafuso de trava
4 Anel de corte
5 Cabeça

Figura 5 –21 Assentamento adequado da manta

9. Escorregue o parafuso de trava abaixo,


apertando ao centro, e posicione a manta na 12. Gire o parafuso com sua chave, até que o
cabeça. mesmo esteja inteiramente apertado. Verifique a
marca. A rosca de trava deverá mover-se
10. Verifique se a manta se apoia firmemente contra aproximadamente 25mm (1").
a cabeça, usando um calibrador de lâminas em
torno do assento da manta, como mostrada 13. Depois de apertar o parafuso de trava na cabeça,
na Figura 5-22 e Figura 5-23. A folga não faça cordões de solda de 2x50mm ( 2
deverá ser maior que 0.25mm (0.010"). Caso polegadas) para HP200/300 e de 4x50mm ( 2
exista alguma abertura devido ao desgaste nessa polegadas) para HP400/500, diametralmente
área da cabeça, encha essas aberturas com metal oposta entre a manta e o anel de corte e entre o
patente, para evitar que o material de encosto anel de corte e o parafuso de trava
escorra enquanto é despejado.
ADVERTÊNCIA
11. Pinte uma linha vertical no parafuso de trava e
no anel de corte. Então, aqueça a parte inferior A SOLDA NÃO DEVE PREVENIR O
da manta (área de assento da cabeça) com um ENCOSTO ENTRE A PLACA DE
maçarico. Aqueça a manta para ALIMENTAÇÃO E O PARAFUSO DE
aproximadamente 55°C (130°F). Você deverá TRAVA.
ser capaz de tocar a manta, mas não segurá-la
com a mão!
Utilize uma haste de solda 18 8 35 SAFINOX
(eletrodo de solda em aço inox 312 ).

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-23


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Vazar através disto
2 Parafuso de trava
3 Manta
4 Folga máxima permitida 0,20mm ( 0,010”)
5 Furos de vazamento
6 Leve camada de óleo lubrificante na superfície
da cabeça
7 Cabeça
8 Medidor

Figura 5-22 Instalando a manta

Item Designação
1 Se não houver furos de vazamento na manta, corte com maçarico fendas
nesta área
2 10mm (3/8”) R mínima abertura
3 Topo da margem da manta
4 25 (1”)
5 40 (1-1/2”)

Figura 5-23 Instalando a manta

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-24


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

14. Depois que a manta se resfriou, preencha toda a 15. Instale a cabeça como instruído anteriormente
cavidade interior da mesma com material de nesta seção na parte INSTALANDO O
encosto epóxi abaixo do topo da cabeça. A CONJUNTO DA CABEÇA.
Tabela 5-1 dá a quantidade aproximada do
composto epóxi necessário para preencher esta
cavidade.

Utilize os furos na própria manta ou faça, duas


aberturas de 25mm (1") x 40mm (1-1/2"),
igualmente espaçados de 180º, no topo da
manta para despejar o material de encosto
epóxi. Veja Figura 5-22 e Figura 5-23.

Faça o despejo utilizando uma chapa plana de


aço ou um papelão pesado, para direcionar o
material de encosto epóxi para dentro da
cavidade. Despeje o composto de epóxi em
várias localidades em volta do topo da cabeça
para aumentar a velocidade de despejo do
material.

Se as aberturas de despejo são utilizadas, elas


deverão ser cobertas com uma chapa de aço de
3mm (1/8") após o vazamento do material.
Solde então as chapas à manta. Este passo é
requerido para reter a poeira e sujeira presente
no vazamento.

Padrão Cabeça Curta ( HP200/300)


Tamanho do Britador Opcional( HP400/500)
HP HP HP HP HP HP HP HP
200 300 400 500 200 300 400 500
Material de encosto requerido
para a Manta. 20 25 30 40 20 25 30 40
• Peso médio (45) (55) (65) (85) (45) (55) (65) (85)
• em Quilogramas (Libras)
Material de encosto requerido
para o revestimento do Bojo. 30 35 50 80 30 35 50 90
• Peso médio (65) (75) (110) (180) (65) (75) (110) (200)
• em Quilogramas (Libras)
Material de Encosto epóxi está disponível em dois tamanhos: Um Kit grande contendo
(depois de mexido) aproximadamente 10 Quilogramas (22 Libras) de material; e um Kit
pequeno contendo aproximadamente 5 Quilogramas (11 Libras).

Tabela 5-1. Material de Encosto METSO requerido.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-25


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Anel de desgaste da cabeça

Figura 5-24 Instalando o anel de desgaste da cabeça

5.2.3.3 Substituindo o anel de desgaste da aproximadamente 205ºC (400ºF), antes de ser


cabeça- HP400/500 desparafusado.

No britador com revestimentos de cabeça curta extra 2. O esférico da cabeça tem um ligeiro ajuste por
fino, o anel de desgaste da cabeça é requerido interferência dentro do rebaixo da parte
apenas abaixo da manta para proteger a cabeça. O inferior da cavidade da cabeça e terá livre
anel de desgaste é construído por segmentos. Instale acionamento como se segue:
a parte inferior do anel de desgaste da cabeça
alinhado com a parte inferior da cabeça e faça A. Coloque um bloco abaixo do esférico da
pontos de solda no topo apenas. Veja Figura 5-24. cabeça de maneira que o esférico não caia
a uma grande distância e possivelmente
5.2.3.4 Substituição do Esférico da Cabeça provoca danos ao orifício da bucha da
cabeça. O bloco, contudo, deverá estar
baixo o suficiente para permitir que o
O esférico da cabeça assenta no revestimento do
soquete e algum pequeno desgaste ocorrido na esférico da cabeça seja retirado do furo
escariado da cabeça.
superfície de assentamento dessa superfície
normalmente não terá importância. Se devido a
uma falha da lubrificação ou óleo lubrificante B. Usando um bloco de madeira de 50mm x
50mm ( 2”x 2”) da placa de fixação da
contaminado, a superfície de apoio do esférico da
cabeça se tornar gasto a ponto do mesmo tiver que cabeça soldada na cavidade da mesma,
force para baixo no esférico da cabeça até
ser substituído veja a Figura 5-24 e proceda como
segue: que o esférico se solte da cabeça.

1. Remova o parafuso que prende o esférico à


cabeça.

Desde que o parafuso seja instalado com Loctite, o


mesmo deve ser aquecido, com um maçarico, para

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-26


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

3. Após o esférico da cabeça, gasto, ser Aproximadamente 23 Kg (50 Lbs) de gelo seco são
removido, gire a cabeça, de ponta cabeça, e requeridos. Meça o diâmetro externo do esférico da
retire a superfície de assentamento do mesmo cabeça e o orifício da cabeça para determinar
da cabeça. quando o esférico está esfriado suficientemente.

4. Preencha o esférico da cabeça substituído,


com gelo seco durante 4 - 6 horas para que o
mesmo encolha e permita que o esférico se
solte da área de assentamento da cabeça.

Item Designação
1 Parafuso e arruela elástica
2 Fita da cabeça
3 Cabeça
4 Pinos
5 Esférico da cabeça
6 Bloco de madeira
7 Bucha inferior da cabeça
8 Bucha superior da cabeça
9 Solda 6 mm (1/4”)

Figura 5-25 Removendo o esférico da cabeça

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-27


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.2.3.5 Remoção da Bucha Inferior da


ADVERTÊNCIA
Cabeça
USE LUVAS GROSSAS, BEM ISOLADAS,
PARA LIDAR COM GELO SECO O (Veja Figura 5-27)
CONTATO DA PELE COM O GELO SECO
PODE CAUSAR SÉRIAS A bucha inferior da cabeça, na qual apresenta um
QUEIMADURAS. encaixe por interferência com a cabeça, é mantida
no lugar por parafusos de fixação, item 6 para
HP200, HP300. As buchas para HP100, HP400
5. Após o esférico ter-se esfriado, conecte-o a e HP500 são mantidas no lugar por parafusos.
um dispositivo de içamento apropriado,
enganchando através do parafuso olhal Se a bucha inferior da cabeça tiver que ser removida
rosqueado dentro do furo de centro, como para substituição, gire a cabeça de ponta cabeça,
mostrado na Figura 5-26 ( Montagem do remova os parafusos de fixação ou os parafusos e
esférico da cabeça) rapidamente abaixe o proceda da seguinte forma:
esférico até a posição de dentro da cabeça,
estando certo que ele esteja completo e 1. Use uma serra circular industrial, tipo serviço
uniformemente assentado contra o fundo do pesado, equipada com uma 1âmina de corte
furo escariado da cabeça. Utilize um apropriada para metal (a bucha inferior é feita
calibrador de medida para verificar que o em bronze) para cortar a parede da bucha em
esférico está assentado contra a cabeça, por pelo menos dois locais. Ajuste a 1âmina da
todo o seu comprimento. Verifique pelo serra de forma que ela não atinja a superfície
menos 4 posições! Esteja certo de que os furos interna da bucha quando a serra estiver apoiada
dos prisioneiros do esférico estão alinhados nessa superfície. Coloque a serra no local
com os pinos prisioneiros da cabeça. aproximado onde será feito o corte e posicione a
serra de modo que o dorso da base da serra
fique rente com a extremidade da bucha, como
mostrada na Figura 5-28.

Item Designação
1 Esférico da cabeça
2 Parafuso olhal

Figura 5-26 Montagem do esférico da cabeça

6. Insira um parafuso de tamanho adequado


através dos furos na tira soldada da cabeça
dentro dos orifícios da cabeça e rosqueie-os
nos furos roscados no esférico. Então aperte o
parafuso.

7. DEPOIS que o esférico da cabeça atingir a


temperatura ambiente, remova os parafusos
anteriormente instalados, limpando a rosca do
mesmo e os furos rosqueados no esférico com
um óleo solvente. Então aplique Loctite 277
nas superfícies roscadas, reinstale o parafuso
usando uma arruela elástica especial e aperte o
parafuso.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-28


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Fita da cabeça
2 Esférico da cabeça
3 Bucha superior da cabeça
4 Cabeça
5 Bucha inferior da cabeça
6 Parafusos de fixação HP200/300
7 Parafusos e flange HP100/400/500
8 Selo – T
9 Chaveta e retentor da chaveta
10 Pinos
11 Parafuso e arruela elástica

Figura 5-27 Instalando as buchas superior e inferior da cabeça

2. Meça a distância desde a parte inferior da base 3. Ajuste a profundidade da lâmina da serra para
da serra, no ponto onde a lâmina se estende, até igualar à distância recomendada no Passo 2.
o diâmetro externo da bucha. Subtraia um
pequeno valor dessa distância para eventuais ADVERTÊNCIA
irregularidades e para ter certeza de que a
lâmina não chegue a cortar a cabeça. SEMPRE USE PROTEÇÃO ADEQUADA
AO CORTAR A BUCHA. UM ESCUDO
DE PROTEÇÃO PARA TODO O ROSTO,
FEITO DE PLÁSTICO DE ALTO
IMPACTO, DEVE SER USADO
DURANTE O PROCEDIMENTO DE
CORTE POR RAZÕES DE SEGURANÇA.

4. Faça um corte de experiência até completar


todo o raio da lâmina da serra e verifique, para
ter certeza, de que a lâmina foi ajustada para a
profundidade correta. Reajuste se necessário.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-29


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Corte a superfície da bucha por todo o seu 6. Repita esse procedimento fazendo o segundo
comprimento. corte em um ponto diametralmente oposto ao
primeiro. A bucha irá ruir após o segundo
corte for feito.

Item Designação
1 Serra circular
2 Bucha inferior da cabeça
3 Base da serra
4 Use uma lâmina de corte de metal apropriada
5 Profundidade da lâmina

Figura 5-28 Removendo a bucha da cabeça com uma serra

5.2.3.6 Remoção da bucha da cabeça para Ajuste a 1âmina da serra de forma que ela não atinja
HP100 a superfície interna da bucha quando a serra estiver
apoiada nessa superfície. Coloque a serra no local
Veja Figura 5-29 aproximado onde será feito o corte e posicione a
serra de modo que o dorso da base da serra fique
A bucha inferior da cabeça, na qual apresenta um rente com a extremidade da bucha, como mostrada
encaixe por interferência com a cabeça, é mantida na Figura 5-30.
no lugar por parafusos na flange da cabeça.

Se a bucha inferior da cabeça tiver que ser removida


para substituição, vire a cabeça para baixo e
proceda da seguinte forma:

1. Use uma serra circular industrial pesada,


equipada com uma 1âmina de corte de metal
apropriada (a bucha da cabeça é feita de uma
liga de bronze e chumbo) para cortar a parede
da bucha em pelo menos dois locais.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-30


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Vedação I
2 Bucha da cabeça
3 Esférico da cabeça
4 Arruela elástica e parafusos
5 Arruela
6 Pino
7 Parafuso

Figura 5-29 Instalação da bucha da cabeça

2. Meça a distância desde a parte inferior da base


da serra, no ponto onde a lâmina se estende, até ADVERTÊNCIA
o diâmetro externo da bucha. Subtraia um
pequeno valor dessa distância para eventuais SEMPRE USE PROTEÇÃO ADEQUADA
irregularidades e para ter certeza de que a AO CORTAR A BUCHA. UM ESCUDO
lâmina não chegue a cortar a cabeça. DE PROTEÇÃO PARA TODO O ROSTO,
FEITO DE PLÁSTICO DE ALTO
3. Ajuste a profundidade da lâmina da serra para IMPACTO, DEVE SER USADO
igualar à distância recomendada no Passo 2. DURANTE O PROCEDIMENTO DE
CORTE POR RAZÕES DE SEGURANÇA.

4. Faça um corte de experiência até completar


todo o raio da lâmina da serra e verifique, para
ter certeza, de que a lâmina foi ajustada para a
profundidade correta. Reajuste se necessário.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-31


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Corte a superfície da bucha por todo o seu


comprimento.
6. Repita esse procedimento fazendo o segundo
corte em um ponto diametralmente oposto ao
primeiro. A bucha irá ruir após o segundo
corte for feito.

Item Designação
1 Serra circular
2 Bucha inferior da cabeça
3 Base da serra
4 Use uma lâmina de corte de metal apropriada
5 Profundidade da lâmina

Figura 5-30 Removendo a bucha da cabeça com uma serra

7. Remova os parafusos da flange da cabeça e


remova as duas metades da bucha velha.

5.2.3.7 Outro modo para remover a cabeça da


bucha 2. Construa uma placa de centralização de aço
conforme mostrado na Figura 5-31.
A bucha inferior da cabeça, que tem ajuste por
interferência com a cabeça, é mantida no lugar 3. Deslize a parte estreita da placa verticalmente
por parafusos de fixação. por dentro da bucha até que a placa fique por
trás da bucha. Gire a placa de centralização em
Nos HP200/300/400/500, a bucha inferior da cabeça 90° de modo que a borda externa da placa se
precisa ser removida para substituir a bucha superior apoie contra a bucha. Veja a Figura 5-32.
da cabeça. Para recuperar e reutilizar a bucha
inferior da cabeça, vire a cabeça, de cabeça para 4. Enquanto segura a placa na posição, instale uma
baixo, e proceda da seguinte forma: haste de 24 ou 27mm (1”) de diâmetro na porca
que se encontra soldada no centro da placa. Essa
1. Remova os parafusos de fixação que prendem a haste deve ser algumas polegadas mais longa do
bucha inferior da cabeça na cabeça. que a bucha e rosqueada em ambos os lados.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-32


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Coloque uma barra de aço de 25mm x 75mm (


1”x 3”) sobre a outra extremidade da haste e
prenda firmemente no lugar com uma porca
sextavada.

6. Coloque blocos de madeira entre a barra de aço


e o cubo da cabeça, conforme mostrado na
Figura 5-33.

7. Encha o diâmetro interno da bucha com gelo


seco para encolher a bucha. O tempo de
esfriamento deve ser de aproximadamente 2
horas.

8. Usando uma haste rosqueada como parafuso


sacador, aperte a porca sextavada até que a Item Designação
bucha seja puxada contra a barra de aço. Como Escorregue a placa de centralização
um método alternativo, macacos hidráulicos 1 através da bucha e gire 90° na
podem ser usados juntamente com os blocos. extremidade da bucha
2 Bucha
9. Desaperte a porca e coloque mais blocos de 3 Placa de centralização
madeira sob a barra e aperte a porca sextavada
até que a bucha seja puxada novamente contra a Figura 5-32 Placa de centralização
barra.

10. Repita este procedimento até que a bucha se


solte.

Item Designação
1 Superfícies planas devem ser menores
que o diâmetro interno da bucha
2 Diâmetro da placa de ser 3mm (1/8”)
menor do que a bucha
3 Placa de centralização
4 25mm (1”)
Solde uma porca sextavada de 24 ou 27
5
mm (1”) à placa

Figura 5-31 Placa de centralização

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-33


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Barra chata – mesmo comprimento ou maior do que o fundo da cabeça
2 Bloco
3 Placa de centragem
4 Bucha inferior da cabeça
5 Haste rosqueada

Figura 5-33 Remoção da bucha inferior da cabeça

5.2.3.8 Inspeção da Cavidade da Bucha – Inferior 5.2.3.9 Instalação da Bucha da Cabeça – HP100
e Superior
(Veja Figura 5-34)
Antes de instalar uma nova bucha da cabeça, vire a
cabeça, de cabeça para baixo e inspecione a Para instalar uma nova bucha da cabeça, proceda da
cavidade para ver se há arranhões ou pontos ásperos, seguinte forma:
que devem ser alisados.
1. Limpe o furo da cabeça bem como o diâmetro
Confira também se a cavidade não teve um desgaste externo da bucha da cabeça usando uma escova
que a tenha feito aumentar de tamanho, ou encolhido de aço.
demais, devido à presença de calor. Meça a cavidade
da cabeça de baixo até o topo. 2. Encha a cavidade da nova bucha com gelo seco
para fazê-la contrair. É necessário
aproximadamente 90 kg (200 Lbs) de gelo seco
para preencher adequadamente o interior da
bucha, tendo em vista que algum tipo de objeto
de enchimento é usado no centro da bucha. Por
exemplo, um bloco de madeira de 100 mm x
100 mm (4" x 4") deixa uma área em torno de si
suficiente para permitir uma quantidade
adequada de gelo seco para fazer encolher a
bucha.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-34


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

NÃO USE ESTE MÉTODO DE INSTALAÇÃO


ADVERTÊNCIA PARA RESOLVER NO CASO DE UMA
CAVIDADE DA CABEÇA QUE TENHA SE
USE LUVAS GROSSAS, BEM ISOLADAS, FECHADO.
PARA LIDAR COM GELO SECO. O
MANUSEIO DE GELO SECO SEM 3. Meça o diâmetro externo da bucha e a cavidade
da cabeça para determinar quando a bucha já
PROTEÇÃO PODE CAUSAR SÉRIAS esfriou o suficiente.
QUEIMADURAS.
4. Instale dois parafusos olhais (encontrados na
Enrole na parte externa da bucha algumas caixa de ferramentas) nos furos rosqueados
camadas de saco de aniagem, para evitar o existentes no lado inferior da bucha.
acúmulo de gelo, que poderá causar
dificuldades para a instalação da bucha na 5. Levante a bucha na posição e centralize-a no
cabeça. Isso também irá ajudar a obter um topo da cavidade. Abaixe rapidamente a bucha
congelamento mais completo. dentro da cabeça.

O tempo de esfriamento deve ser de 6. Empurre a bucha até que ela esteja apoiada na
aproximadamente duas horas. face inferior da cabeça.

ADVERTÊNCIA

TOME CUIDADO PARA QUE OS FUROS


DE MOVIMENTAÇÃO SEJAM
POSICIONADOS CORRETAMENTE NA
CABEÇA.

Item Designação
1 Cabeça
2 Bucha da cabeça
3 Parafuso de fixação da bucha da cabeça
4 Arruela

Figura 5-34 Conjunto da cabeça

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-35


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

7. Instale os parafusos de ajuste nos furos Para instalar uma nova bucha da cabeça, proceda da
rosqueados com Loctite 277, fazendo depois seguinte forma:
uma limpeza dos mesmos e parafusos com um
óleo solvente, como por exemplo o álcool ou 1. Limpe o furo da cabeça bem como o diâmetro
acetona. externo da bucha da cabeça usando uma escova
de aço.
8. Aperte os 8 parafusos M8 x 20.
2. Encha a cavidade da nova bucha com gelo seco
para fazê-la contrair. É necessário
9. Instale a cabeça seguindo as instruções dadas aproximadamente 90 kg (200 Lbs) de gelo seco
em INSTALANDO O CONJUNTO DA para preencher adequadamente o interior da
CABEÇA vista anteriormente nesta seção. bucha, tendo em vista que algum tipo de objeto
Quando reinstalar o cone de alimentação, cubra de enchimento é usado no centro da bucha. Por
a cabeça do parafuso do suporte do cone com exemplo, um bloco de madeira de 100 mm x
uma vedação de silicone. 100 mm (4" x 4") deixa uma área em torno de si
suficiente para permitir uma quantidade
DEPOIS QUE UMA NOVA BUCHA DA adequada de gelo seco para fazer encolher a
CABEÇA FOI INSTALADA, SIGA AO bucha.
PROCEDIMENTO DE AMACIAMENTO
ENCONTRADO NA SEÇÃO 3.6.

5.2.3.10 Instalação da Bucha Inferior da


Cabeça – HP200/300

(Veja Figura 5-35)

Item Designação
1 Cabeça
2 Bucha inferior da cabeça
3 Diâmetro interno da bucha da cabeça
4 “A” veja Tabela 5-2
5 Parafusos de fixação da cabeça do soquete

Figura 5 –35 Instalando os parafusos de fixação da bucha inferior da


cabeça

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-36


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

8. Instale os parafusos de fixação nos furos


rosqueados com Loctite 277, fazendo depois
Tamanho uma limpeza dos mesmos com um óleo
Quantidade
Tamanho do solvente, como por exemplo o álcool ou
de
do Parafuso acetona. Esteja certo que a cabeça dos parafusos
Parafusos “A”
Britador da Cabeça estão RENTE com a cabeça ou levemente
de Fixação
do Soquete abaixo da superfície da mesma.
16,5mm
HP 200 3 M16x40
(0,66")
18,5mm 9. Utilizando uma determinada força, trave os
HP 300 4 M16x40 parafusos de fixação na CABEÇA.
(0,73")

Tabela 5-2. Tamanho, localização e


10. Instale a cabeça seguindo as instruções dadas
quantidade dos parafusos de fixação. em INSTALAÇÃO DO CONJUNTO DA
CABEÇA vista anteriormente nesta seção.
Quando na remontagem da placa de
alimentação, esteja certo do aperto correto do
ADVERTÊNCIA parafuso e arruelas de trava ao redor da cabeça.
Isto é uma importante vedação o qual mantém a
USE LUVAS GROSSAS, BEM ISOLADAS, presença de sujeiras e de águas fora de
PARA LIDAR COM GELO SECO. O infiltrações no parafuso da placa de alimentação
MANUSEIO DE GELO SECO SEM e nas roscas do parafuso de trava.
PROTEÇÃO PODE CAUSAR SÉRIAS
QUEIMADURAS. DEPOIS QUE UMA NOVA BUCHA
INFERIOR DA CABEÇA FOI INSTALADA,
Enrole na parte externa da bucha algumas camadas SIGA AO PROCEDIMENTO
de saco de aniagem, para evitar o acúmulo de gelo, ENCONTRADO NA SEÇÃO 3.6.
que poderá causar dificuldades para a instalação da
bucha na cabeça. Isso também irá ajudar a obter um
congelamento mais completo. 5.2.3.11 Instalação da Bucha Inferior da
Cabeça – HP400/500
O tempo de esfriamento deve ser de
aproximadamente duas horas. (Veja Figura 5 –36)
NÃO USE ESTE MÉTODO DE INSTALAÇÃO Para instalar uma nova bucha da cabeça, proceda da
PARA RESOLVER NO CASO DE UMA seguinte forma:
CAVIDADE DA CABEÇA QUE TENHA SE
FECHADO. 1. Limpe o diâmetro interno da cabeça bem como
a superfície externa da bucha da cabeça usando
3. Meça o diâmetro externo da bucha e a cavidade uma escova de aço. Limpe os furos rosqueados
da cabeça para determinar quando a bucha já no cubo da cabeça.
esfriou o suficiente.
2. Encha a cavidade da nova bucha com gelo seco
4. Instale dois parafusos olhais (encontrados para fazê-la contrair. É necessário
na caixa de ferramentas) nos furos aproximadamente 90 kg (200 Lbs) de gelo seco
rosqueados existentes no lado inferior da para preencher adequadamente o interior da
bucha, tendo em vista que algum tipo de objeto
bucha. de enchimento é usado no centro da bucha. Por
exemplo, um bloco de madeira de 100 mm x
5. Levante a bucha na posição e centralize-a 100 mm (4" x 4") deixa uma área em torno de si
no topo da cavidade. Abaixe rapidamente a suficiente para permitir uma quantidade
bucha para dentro da cabeça. adequada de gelo seco para fazer encolher a
bucha.
6. Instale a bucha da cabeça RENTE com a parte
inferior da cabeça.

7. Depois que a bucha tiver sido instalada na


cabeça, bata contra a mesma e contra a cabeça
também, para garantir o posicionamento correto
dos parafusos de fixação, como mostrado na
Figura 5-35 e Tabela 5-2.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-37


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

NÃO USE ESTE MÉTODO DE INSTALAÇÃO


PARA RESOLVER NO CASO DE UMA
CAVIDADE DA CABEÇA QUE TENHA SE
FECHADO.

3. Meça o diâmetro externo da bucha e a cavidade


da cabeça para determinar quando a bucha já
esfriou o suficiente.

4. Pinte ou risque uma linha ao longo da


superfície externa da bucha em um dos locais
dos furos da flange. Pinte ou risque uma linha
no topo do cubo da cabeça em um dos furos
roscados. Essas linhas deverão ser usadas para
assegurar o devido alinhamento dos furos de
montagem na flange da bucha e na cabeça.

5. Instale dois parafusos olhais (encontrados na


caixa de ferramentas) nos furos rosqueados
existentes no lado inferior da bucha.
Item Designação
1 Cabeça 6. Levante a bucha na posição e centralize-a no
2 Bucha inferior da cabeça topo da cavidade da cabeça. Abaixe
3 Parafuso auto trava rapidamente a bucha resfriada dentro do
4 Loctite 277 diâmetro da cabeça enquanto alinha os furos de
5 Arruela montagem até que a flange descanse na cabeça.

Figura 5-36 Instalação da bucha com flange 7. Imediatamente, certifique-se de que os furos
estão perfeitamente alinhados para que os
parafusos possam ser instalados na cabeça. Se
não estiverem, gire a bucha ligeiramente até que
os parafusos possam ser instalados.

ADVERTÊNCIA 8. Insira os parafusos temporários sem auto-trava


com arruelas lisas nos furos da flange da bucha
USE LUVAS GROSSAS, BEM ISOLADAS, e fixe-os nos furos roscados da cabeça. Então
PARA LIDAR COM GELO SECO. O aperte os parafusos até 50% do torque mostrado
na Tabela 5-3. Use um calibrador de lâminas
MANUSEIO DE GELO SECO SEM para verificar se a flange da bucha está presa
PROTEÇÃO PODE CAUSAR SÉRIAS contra a cabeça, em torno do perímetro do
QUEIMADURAS. cabeça. Verifique pelo menos 4 lugares.
Enrole na parte externa da bucha algumas camadas 9. DEPOIS que a bucha tiver voltado à
de saco de aniagem, para evitar o acúmulo de gelo, temperatura ambiente, remova os parafusos
que poderá causar dificuldades para a instalação da previamente instalados, limpe os novos
bucha na cabeça. Isso também irá ajudar a obter um parafusos com encaixes de auto-trava e os furos
congelamento mais completo. roscados na cabeça com um solvente sem óleo.
Então aplique Loctite 277 nas superfícies
O tempo de esfriamento deve ser de roscadas, instale os parafusos com arruela e
aproximadamente duas horas. aperte-os até o torque FINAL especificado na
Tabela 5-3, usando um método cruzado de
aperto. NUNCA REUTILIZE PARAFUSOS
COM ENCAIXES DE AUTO TRAVA.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-38


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

10. Instale a cabeça seguindo as instruções dadas


em INSTALAÇÃO DO CONJUNTO DA 2. Remova as quatro chavetas que travam a bucha na
CABEÇA vista anteriormente nesta seção. cabeça, desatarraxando os parafusos de cabeça
Quando na remontagem da placa de sextavada, e descartando as velhas placas de trava.
alimentação, esteja certo do aperto correto do
parafuso e arruelas de trava ao redor da cabeça. Desde que os parafusos sejam instalados com
Isto é uma importante vedação o qual mantém a
Loctite, os mesmos devem ser aquecidos com um
presença de sujeiras e de águas fora de
infiltrações no parafuso da placa de alimentação maçarico para aproximadamente 205ºC (400ºF)
e nas roscas do parafuso de trava. antes de serem retirados.

DEPOIS QUE UMA NOVA BUCHA 3. Remova a bucha da cabeça através de uma
INFERIOR DA CABEÇA FOI INSTALADA, serragem.
SIGA AO PROCEDIMENTO
ENCONTRADO NA SEÇÃO 3.6. 4. Inspecione a cavidade da cabeça para determinar
se há escoras, sujeiras ou marcas de rugosidade.
Também verifique se a cavidade não apresenta
Toque, considerável desgaste ou diminuição de seu
Tamanho e
Tamanho newton x tamanho excessivo, devido à presença do calor na
comprimento mesma.
do britador metro (pés x Arruela
do parafuso
libras)
M10 5.2.3.13 Instalação da Bucha Superior da
HP400 M10x 25 60 (44)
Fender Cabeça – HP200/300/400/500
HP500
(Veja Figura 5-17)
Tabela 5-3. Tamanho, localização e
quantidade dos parafusos de fixação. Instale a nova bucha da cabeça, do seguinte modo:

1. Limpe a cavidade da cabeça e o diâmetro externo


5.2.3.12 Remoção da bucha superior da
da bucha da cabeça usando uma escova de aço.
cabeça – HP200/300/400/500
2. Resfrie a bucha utilizando gelo seco durante um
( Veja Figura 5-37) mínimo de 2 horas.

A bucha superior da cabeça, na qual apresenta um 3. Use parafusos olhais para levantar a bucha até a
encaixe por interferência com a cabeça, é presa no posição superior à cavidade da cabeça.
lugar por meio de chavetas.
4. Rapidamente abaixe a bucha sobre a cabeça até
Se a bucha superior da cabeça for removida para que a bucha esteja no fundo da cavidade da
substituição, gire a cabeça de ponta cabeça e mesma, enquanto que ao mesmo tempo, alinhe as
proceda da seguinte forma: ranhuras entre o retentor das chavetas, soldada à
cabeça, e as quatro ranhuras no fundo da bucha.

Nos Britadores HP 200, HP300 e HP500, a bucha 5. Coloque as chavetas em forma de “L” em suas
inferior da cabeça deve ser removida para permitir posições adequadas, usando para isso, as placas de
um espaço para que a bucha superior da cabeça trava bem como os parafusos de cabeça sextavada,
para travar a bucha na cabeça. Instale os parafusos
possa ser levantada e removida da cabeça. Veja
nos furos rosqueados na cabeça com Loctite 277, e
Outro modo para remover a bucha da cabeça,
depois proceda uma limpeza dos furos e roscas
conforme descrito nesta seção. Nos britadores dos parafusos com um solvente sem óleo.
HP400 a bucha inferior da cabeça não tem que ser
removida para remover a bucha superior da cabeça. 6. Depois que as chavetas tiverem sido apertadas
firmemente, dobre as bordas das placas de trava.
1. Leia completamente as instruções REMOÇÃO
DA BUCHA INFERIOR DA CABEÇA Nos HP200,HP300 e HP500, reinstale a bucha
encontrada anteriormente nesta seção antes de inferior da cabeça seguindo as instruções em
proceder, uma vez que muitos dos Instalação da Bucha Inferior da Cabeça como
procedimentos, como <<serrar>> e << esfriar>> destacado anteriormente nesta seção.
, são os mesmos para remoção e instalação da
bucha SUPERIOR da cabeça.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-39


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

DEPOIS QUE UMA NOVA BUCHA SUPERIOR


DA CABEÇA FOI INSTALADA, SIGA O PROCEDIMENTO DE AMACIAMENTO
ENCONTRADO NA SEÇÃO 3.6.

Item Designação
1 Cabeça
2 Retentor da chaveta
3 Chaveta
4 Bucha superior da cabeça
5 Retentor da chaveta soldado ( ambos os lados )
6 Parafuso e placa

Figura 5-37 Instalação das chavetas da bucha superior da cabeça

SÉRIOS DANOS PODEM SER CAUSADOS SE O


5.2.3.14 Verificação do parafuso da Placa de CONE DE DISTRIBUIÇÃO CAIR NO INTERIOR
Alimentação DA CÂMARA DO BRITADOR. VERIFIQUE SE
O PARAFUSO QUE PRENDE O CONE ESTÁ
Verifique o desgaste da placa de alimentação, bem PRESO REGULARMENTE. MUDE O
como do parafuso central e reponha-o quando PARAFUSO SE VOCÊ TIVER ALGUMA
necessário. DÚVIDA SOBRE ESTE DETALHE.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-40


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.2.3.15 Inspeção dos parafusos da placa de 3. Depois de remover a nova vedação da caixa de
alimentação embarque, limpe completamente o fundo do
mesmo, utilizando um papel áspero, por
exemplo uma lixa, para remover a superfície
Verifique a placa de alimentação e os parafusos brilhante antes de colocar a vedação no lugar.
da placa de alimentação para conferir o
desgaste, e substitua se necessário.
Estes anéis de vedação foram cobertos com um
agente liberador de molde o qual permite que a
SE UMA PLACA DE ALIMENTAÇÃO CAIR
vedação seja removida de seus moldes durante
DENTRO DA CAVIDADE DE BRITAGEM a manufatura. Para que a vedação consiga
DURANTE A OPERAÇÃO PODERÁ aderir adequadamente o adesivo, usado para
DANIFICAR O BRITADOR, E SE A PLACA segurar a vedação no sulco na cabeça, este
FICAR ALOJADA NA CÂMARA DE agente liberador deve ser completamente
BRITAGEM, ATRAVESSADA EM TODO O removido. SE O AGENTE LIBERADOR
DIÂMETRO, PODERÁ CAUSAR SÉRIOS NÃO FOR REMOVIDO
DANOS. CONFIRA OS PARAFUSOS DA PLACA COMPLETAMENTE, O ANEL DE
DE ALIMENTAÇÃO PERIODICAMENTE VEDAÇÃO PODERÁ SE SOLTAR
DURANTE A OPERAÇÃO!
DURANTE A OPERAÇÃO PARA TER CERTEZA
DE QUE ESTÃO BEM APERTADOS E NÃO ADVERTÊNCIA
ESTÃO GASTOS. EM CASO DE DÚVIDA FORNEÇA VENTILAÇÃO ADEQUADA
SUBSTITUA-OS. QUANDO USAR PRODUTOS QUÍMICOS
E COLA QUANDO ESTIVER
5.2.3.16 Instalação da placa de alimentação – SUBSTITUINDO AS VEDAÇÕES PARA
PREVENIR A INALAÇÃO DE GASES.
HP100/200/300

Posicione o cone de alimentação no parafuso, insira 4. Aplique uma fina camada do ATIVADOR no
o parafuso (HM20 para HP100 e HM30 para FUNDO DA VEDAÇÃO. Se uma quantidade
HP200/300) e arruela e aperte. O cone possui uma excessiva de ativador for aplicada, pode-se
seção em forma de macho, o qual se encaixa dentro resultar em certos problemas.
da seção fêmea do parafuso de trava. Este encaixe
impede o giro do cone. 5. Aplique ligeiramente ADESIVO no FUNDO
DO SULCO da cabeça. Aplique apenas adesivo
suficiente para assegurar uma presa mínima.
Substituição das Vedações

(Veja Figura 5-38 e Figura 5-39) 6. Posicione o anel no sulco logo que possível
após a aplicação do adesivo. Mantenha uma
O anel de vedação em forma de T( em forma de I força suficiente no fundo de cada vedação para
nos HP100) , instalada ao redor do lado inferior da que haja um contato de pressão entre a vedação
cabeça normalmente não é sujeito ao contato ou e o fundo do sulco. Uma boa aplicação da força
desgaste. Entretanto, se o anel de vedação estiver é alcançada em aproximadamente três minutos.
danificado em qualquer parte, é importante que ele
seja substituído. O anel de vedação previne o
vazamento de óleo e protege a correta precisão da
superfície usinada da coroa, pinhão, e mancais, das
infiltrações de poeira prejudicial a eles. Substitua o
anel de vedação como se segue:

1. Remova o anel danificado e limpe


completamente qualquer resto de adesivo que
tenha ficado no sulco do anel de vedação.
Utilize um instrumento pontudo ou uma faca
rígida para cortar a vedação e retirar o velho
adesivo fora do sulco.

2. Limpe completamente o sulco com um óleo


solvente para permitir a secagem rápida. Utilize
álcool ou acetona.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-41


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação Item Designação


1 Cabeça 1 Cabeça
2 Vedação - I Limpe o fundo da vedação usando uma
Limpe o fundo da vedação usando uma lixa grossa para remover a superfície
lixa grossa para remover a superfície 2 “brilhante” antes de aplicar o ativador
3 “brilhante” antes de aplicar o ativador e o adesivo no fundo do sulco da
e o adesivo no fundo do sulco da cabeça
cabeça 3 Vedação – T
Figura 5-38 Substituição da vedação – HP100 Figura 5-39 Substituição da vedação –
HP200/300/400/500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-42


Seção 5-3

Operações do Britador ( Continuação )

5.3 CONJUNTO DO SOQUETE........................................................................................................................5-43

5.3.1 DESCRIÇÃO............................................................................................................................................5-43

5.3.2 INSTRUÇÕES DE MONTAGEM...........................................................................................................5-43

5.3.2.1 INSTRUÇÕES PARA HP100.............................................................................................................5-43

5.3.2.2 INSTRUÇÕES PARA HP200/300/400/500.......................................................................................5-44

5.3.3 MANUTENÇÃO......................................................................................................................................5-47
5.3 Conjunto do soquete

5.3.1 Descrição

Esta seção descreve todo o conjunto do soquete. O


soquete, junto com o seu revestimento suporta o
conjunto da cabeça e transmite a força de britagem à
carcaça principal. O soquete é montado rigidamente
ao eixo principal por um ajuste de interferência e
uma série de parafusos são instalados em volta de si.

O revestimento do soquete, o qual está fixo ao topo


do soquete, provém a superfície do mancal para o
esférico, parafusado no lado de baixo da cabeça. A
superfície esférica do revestimento do soquete é
completamente lubrificada por um óleo sob pressão,
bombeado através de passagens de óleo existentes
entre o eixo principal e o soquete.

5.3.1 Instruções da montagem

5.3.2.1 Instruções para HP100


(Veja Figura 5-40)

Se o soquete foi removido para permitir a remoção


do excêntrico para fins de embarque, instale
primeiramente o conjunto do excêntrico, e em
seguida proceda da seguinte forma:

1. Pegue, na caixa de ferramentas, os três pinos de


guia e rosqueie-os nos três furos roscados, Item Designação
igualmente espaçados, existentes no topo do eixo 1 Soquete
principal. 2 Parafuso
2. Instale três parafusos olhais no interior do soquete 3 Arruela
e conecte-os a um dispositivo de içamento de 4 Parafuso olhal (3)
capacidade apropriada. 5 Pinos alinhados
6 Eixo principal
3. Aqueça o soquete conforme especificado na
Tabela 5-4, acima da temperatura ambiente, e Figura 5-40 Instalando o soquete (HP100)
instale-o no eixo principal, o mais rápido
possível.

ADVERTÊNCIA

SEMPRE UTILIZE LUVAS, BEM


ISOLADAS, QUANDO MANUSEAR AS
PARTES AQUECIDAS.

4. Abaixe o soquete sobre os pinos de guia, sobre o


eixo. Certifique-se de que o soquete está
firmemente assentado contra o topo do eixo
principal.

5. Remova os pinos de guia e introduza os parafusos


com arruelas de trava no soquete dentro dos furos
roscados do eixo principal. Aperte
alternadamente os parafusos um pouquinho de
cada vez, até que fiquem firmes, conforme
especificado na Tabela 5-4.

NOTA: DEPOIS QUE O CONJUNTO FOR


RESFRIADO, VERIFIQUE NOVAMENTE O
TORQUE APLICADO AOS PARAFUSOS.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-43


Acima da temperatura Ambiente Parafuso do Soquete
Torque de aperto N.m
Centígrado Fahrenheit
Parafuso de Fixação (pés / libras)
(ºC) (ºF)
80 145 M14 x 60mm 179 (132)

Tabela 5-4 Valores de temperatura para fixação do soquete e torque de aperto do


parafuso.

5.3.2.2 Instruções para HP200-HP300- Aperte alternadamente os parafusos um


HP400-HP500 pouquinho de cada vez, até que fiquem firmes,
conforme especificado na Tabela 5-5.
Veja Figura 5-41. NOTA: DEPOIS QUE O CONJUNTO FOR
RESFRIADO, VERIFIQUE NOVAMENTE O
Se o soquete e o seu revestimento tiverem sido TORQUE APLICADO AOS PARAFUSOS.
removidos para permitir a remoção do excêntrico
para fins de embarque, instale primeiramente o b. Instalando o revestimento do soquete
conjunto do excêntrico, conforme descrito na Seção
5, e em seguida proceda da seguinte forma:
1. O novo revestimento do soquete pode ser
instalado através do encolhimento do
a. Instalação do soquete revestimento ou expandindo o soquete.
1. Pegue, na caixa de ferramentas, os três pinos de
guia e rosqueie-os nos três furos roscados, Método de aquecimento: REAQUEÇA o
igualmente espaçados, existentes no topo do soquete, acima da temperatura ambiente, como
eixo principal. especificado antes na instalação do
revestimento do soquete.

2. Instale dois parafusos olhais no interior do Método de esfriamento: ESFRIE o


soquete e conecte-os a um dispositivo de revestimento do soquete, abaixo da temperatura
içamento de capacidade apropriada. ambiente, como especificado antes na
instalação do revestimento do soquete.
3. Aqueça o soquete conforme especificado na
Tabela 5-5, acima da temperatura ambiente, e 2. Instale os parafusos olhais nos furos roscados no
instale-o no eixo principal, o mais rápido diâmetro externo do revestimento do soquete.
possível. Veja Figura 5-43

3. Prenda os parafusos olhais do revestimento do


ADVERTÊNCIA soquete em um dispositivo de içamento
apropriado.
SEMPRE UTILIZE LUVAS, BEM 4. Posicione o revestimento do soquete de forma
ISOLADAS, QUANDO MANUSEAR AS que os furos ou orifícios, localizados no fundo
PARTES AQUECIDAS. do revestimento, fiquem sobre as cabeças dos
parafusos prendedores no soquete. Então abaixe
o revestimento sobre o mesmo.
4. Abaixe o soquete sobre os pinos de guia, sobre o
eixo. Certifique-se de que o soquete está
firmemente assentado contra o topo do eixo
principal. Confira, com um calibrador de lâmina
através dos furos de acesso existentes no
soquete, para ter certeza de que o soquete se
encontra assentado por igual sobre o eixo
principal (sem folgas), como mostrado na Figura
5-42.

5. Remova os pinos de guia e introduza os parafusos


com arruelas de trava no soquete dentro dos furos
roscados do eixo principal.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-44


Item Designação
1 Soquete
2 Parafuso
3 Arruela de trava
4 Pinos alinhados
5 Parafuso olhal
6 Eixo principal

Figura 5-41 Instalação do soquete

Acima da temperatura Parafuso


ambiente do soquete
Tamanho do
Tamanho e Torque newton
britador
Centígrado (°C) Fahrenheit (°F) comprimento metros
( pés libras)
HP200 80° 145° M16x80mm 260(192)
HP300 70° 125° M16x90mm 260(192)
HP400 94° 168° M20x100mm 470(345)
HP500 83° 150° M20x80mm 470(345)

Tabela 5-5 Temperatura de aquecimento do soquete e torque requerido do parafuso do soquete

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-45


Item Designação
1 Apertado
2 Soquete
3 Eixo principal
4 Calibrador de medidas

Figura 5-42 Verificando o contato do soquete

Tamanho do Acima da temperatura


britador ambiente
Item Designação
Centígrado (°C) Fahrenheit (°F)
1 Revestimento do soquete
HP200 45° 80° 2 Eixo principal
HP300 45° 80° 3 Parafuso e arruela de trava
HP400 45° 80° 4 Soquete
HP500 45° 80° 5 Parafuso olhal

Tabela 5-6 Temperatura de reaquecimento do Figura 5-43 Instalando o revestimento do soquete


soquete

Tamanho do Abaixo da temperatura


britador ambiente
Centígrado (°C) Fahrenheit (°F)
HP200 45° 80°
HP300 45° 80°
HP400 45° 80°
HP500 45° 80°

Tabela 5-7 Temperatura de esfriamento do


revestimento do soquete

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-46


5.3.3 Manutenção

5.3.3.1 Substituição do Revestimento do


Soquete
Os sulcos de óleo na superfície esférica do
revestimento do soquete são utilizados para
determinar quando estes revestimentos requerem
determinada reposição. Meça, portanto, a
profundidade do revestimento do soquete como
mostrada na Figura 6-4. Quando a superfície de
apoio localizada no revestimento do soquete estiver
desgastada, obtendo assim uma redução de 2,5mm
(0.098 polegadas) na profundidade do sulco de óleo,
o revestimento deverá ser substituído.

Não há problema algum se o revestimento do


soquete ficar de forma ligeiramente afrouxada no
próprio soquete, pois a presença dos prisioneiros
prevenirão que o mesmo não se movimente.
Substitua o revestimento do soquete da seguinte
forma:

1. Instale três parafusos sacadores (encontrados na


caixa de ferramentas) nos furos roscados dentro
do revestimento do soquete como mostrado na
Figura.

2. Aperte alternadamente os parafusos sacadores


um pouquinho de cada vez. Se necessário, a
parte SUPERIOR do soquete pode ser aquecido
para ajudar na remoção do revestimento.

3. Remova os parafusos sacadores e instale os


parafusos olhais no diâmetro externo do
revestimento do soquete.

4. Prenda um dispositivo de içamento apropriado e


remova o revestimento do soquete desgastado.

5. O novo revestimento do soquete é instalado


através do resfriamento do revestimento do
soquete abaixo da temperatura ambiente como
especificado na tabela 5-7, na qual irá diminuir
o revestimento do soquete o suficiente para
permitir que o revestimento se solte sem
dificuldades.

6. Alinhe os furos no fundo do revestimento do


soquete sobre os prisioneiros localizados no
mesmos e abaixe, posteriormente, o
revestimento até o furo do soquete.

NOTA: ESTEJA CERTO QUE O


REVESTIMENTO ESTÁ COMPLETAMENTE
ASSENTADO NO SOQUETE.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-47


Seção 5-4

Operações do Britador (Continuação)

5.4 CONJUNTO DO EXCÊNTRICO...............................................................................................................................................5-48

5.4.1 DESCRIÇÃO..........................................................................................................................................................................5-48

5.4.2 INSTRUÇÕES DE MONTAGEM.........................................................................................................................................5-49

5.4.2.1 INSTALAÇÃO DO CONJUNTO DO EXCÊNTRICO....................................................................................5-49

5.4.2.2 VERIFICAÇÃO OU AJUSTE DA FOLGA LATERAL E RAIZ DOS DENTES...........................................5-50

5.4.3 MANUTENÇÃO....................................................................................................................................................................5-51

5.4.3.1 REMOÇÃO DO CONJUNTO DO EXCÊNTRICO.........................................................................................5-51

5.4.3.2 CONTRAPESO.................................................................................................................................................5-51

5.4.3.3 MANCAL DE APOIO SUPERIOR..................................................................................................................5-52

5.4.3.4 REPOSIÇÃO DO MANCAL DE ENCOSTO SUPERIOR..............................................................................5-53

5.4.3.5 BUCHA DO EXCÊNTRICO............................................................................................................................5-54

5.4.3.6 REMOÇÃO DA BUCHA DO EXCÊNTRICO................................................................................................5-54

5.4.3.7 INSPEÇÃO DA CAVIDADE DO EXCÊNTRICO..........................................................................................5-55

5.4.3.8 INSPEÇÃO DO EIXO PRINCIPAL.................................................................................................................5-56

5.4.3.9 INSTALAÇÃO DA BUCHA DO EXCÊNTRICO...........................................................................................5-56

5.4.3.10 RECOLOCANDO A TRAVA DA BUCHA...................................................................................................5-58

5.4.3.11 AJUSTANDO A FOLGA DA COROA PARA O DESGASTE...................................................................5-58

5.4.3.12 RECOLOCANDO A COROA............................................................................................................................5-58

5.4.3.13 REMOÇÃO DA COROA E CONTRAPESO.................................................................................................5-58

5.4.3.14 MONTAGEM DA COROA E CONTRAPESO.............................................................................................5-61


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.4 Conjunto do Excêntrico O contrapeso instalado no excêntrico tem um lado


pesado e outro leve, e o mesmo é posicionado com a
5.4.1 Descrição finalidade de reduzir o surgimento de forças não-
balanceadas pelo movimento do britador. Os
Esta Seção descreve o conjunto do excêntrico, segmentos do contrapeso, parafusados ao mesmo,
incluindo o excêntrico, a bucha do excêntrico, coroa e permitem um meio de se fazer um ajuste fino do
contrapeso. O excêntrico possui um furo balanceamento para poder aceitar as várias
descentralizado, provendo o significado por meio do configurações das mantas, se necessário. Protegendo o
qual a cabeça segue uma excentricidade durante o contrapeso de materiais de descarga que cai no
ciclo de cada rotação. Uma bucha do excêntrico mesmo, está o revestimento e a cobertura soldada do
travada dentro do furo excêntrico é provida da contrapeso.
superfície do mancal para o eixo principal. Uma
grande coroa cônica parafusada na parte inferior do As vedações em U e T ao redor da parte superior e
excêntrico é acionada pelo pinhão do contraeixo. O inferior do contrapeso, provém uma vedação tipo
excêntrico gira em torno do eixo principal, o qual se labirinto que previne vazamentos de óleo e protege a
mantém estacionário. O conjunto inteiro é suportado coroa, pinhão e superfícies dos mancais, das
por uma série de mancais de apoio; o mancal de apoio infiltrações de poeira.
superior de bronze é parafusado na parte inferior do
excêntrico e o mancal de apoio inferior, cujo material
é o aço e que se mantém fixo, é parafusada na carcaça
principal. Esta série de mancais de apoio reduz o
desgaste por fricção do conjunto do excêntrico. As
folgas laterais e na raiz entre os dentes da coroa e o
pinhão são mantidos em todo este conjunto pela
adição ou subtração de calços inseridos abaixo dos
mancais de apoio inferior.

Item Designação Item Designação


1 Cabos de içamento 7 Carcaça principal
2 Parafusos olhais 8 Excêntrico
3 Anel de içamento 9 Contrapeso
4 Eixo principal 10 Coroa
5 Mancal de apoio superior 11 Pinhão
6 Mancal de apoio inferior
Figura 5-44 Içamento do conjunto do excêntrico

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-48


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.4.2 Instruções de montagem também encontrados na caixa de ferramentas, no


anel de içamento. Aplique uma leve camada de
óleo no eixo principal, bucha do excêntrico e
5.4.2.1 Instalação do Conjunto do Excêntrico ambos os mancais de apoio.

(Veja Figura 5-44) 4. Amarre os parafusos olhais a um dispositivo de


içamento adequado e abaixe cuidadosamente o
Se o conjunto do excêntrico for removido do Britador, conjunto do excêntrico sobre o eixo principal. A
devido a limitações de pesos por exemplo, as várias borda cônica da bucha do excêntrico ajudará a
partes deste conjunto deverão ser montadas como se centralizar o conjunto. Abaixe o conjunto até que
segue a seguir: o mancal de apoio superior encoste no mancal de
apoio inferior. Pode ser necessário dar um
1. Limpe completamente a superfície externa e pequeno giro no excêntrico para encaixar
superior do eixo principal, a superfície da raiz da totalmente a coroa no pinhão. Certifique-se de
coroa na carcaça principal e o orifício interno da que o excêntrico está apoiado totalmente no
bucha do excêntrico. Remova quaisquer quinas, mancal de apoio inferior.
ranhuras e riscos presentes. Limpe a superfície do
topo do mancal de apoio inferior na carcaça 5. Certifique-se do encaixe apropriado do pinhão
principal e a superfície de baixo do mancal de com a coroa, e suas relações corretas um com o
apoio superior, parafusada na parte inferior do outro. Veja Figura 5-45. A folga lateral e de raiz
excêntrico. devem estar de acordo com as especificações
listadas na Tabela 5-8. Depois que as folgas, tanto
2. Certifique-se de que os parafusos da cabeça do laterais como na raiz estiverem satisfatórias e
soquete e as arruelas elásticas, que seguram os estabilizadas, a chapa e içamento do excêntrico
mancais de apoio superior e inferior, estão pode ser removida.
apertados.

3. Instale o olhal de içamento (encontrada na caixa


de ferramentas) no topo do excêntrico usando os
furos roscados, localizados no topo do conjunto
do excêntrico. Também instale dois parafusos
olhais

Tamanho do Folga lateral Folga mínima na raiz dos dentes


britador Milímetros Polegadas Milímetros Polegadas
HP100 0,560 – 0,710 0,022 – 0,028 1,670 0,066
HP200 0,457 – 0,813 0,018 – 0,032 1,905 0,075
HP300 0,508 – 1, 016 0,020 – 0,040 2,388 0,094
HP400 0,640 – 1,150 0,025 – 0,045 3,454 0,136
HP500 0,890 – 1,400 0,035 – 0,055 3,480 0,137

Tabela 5-8 Folgas laterais e de raiz

Espessura do Mudança aproximada na folga lateral


calço
mm pol. mm pol. mm pol. mm pol. mm pol. mm pol.
3,0 0,1181 1,90 0,075 1,87 0,073
1,7 0,0669 1,03 0,040 1,00 0,039
0,4 0,0157 0,17 0,007 0,15 0,006

Tabela 5-9 Espessura do calço

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-49


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Para checar ou ajustar a folga lateral e na raiz dos


dentes, proceda como se segue:

1. Posicione uma das grandes ranhuras centradas do


contrapeso, diretamente sobre o pinhão. Ou
remova o contrapeso do excêntrico.

2. Puxe o contraeixo na direção da extremidade de


acionamento até que o pinhão esteja apertado
contra a bucha INTERNA do contraeixo como
mostrada em “Conjuntos da caixa do contraeixo,
contraeixo e polia”.

NOTA: AS CORREIAS EM "V" DEVEM ESTAR


SOLTAS ANTES DE PROCEDER COM AS
MEDIÇÕES.

3. Gire ligeiramente o contraeixo, até que um dente


da coroa esteja na posição vertical, conforme
mostrado na Figura 5-45.

4. Remova toda a folga entre a bucha do excêntrico


e o eixo principal, puxando ou forçando com uma
alavanca o lado pesado do conjunto do excêntrico
na direção do eixo principal, de maneira que os
Item Designação dentes da coroa fiquem o mais próximo possível
1 Coroa do pinhão. Segure a coroa nesta posição,
2 Pinhão enquanto estiver tomando as medidas. Utilize
somente uma força suficiente requerida para
3 Folga lateral
deslizar o conjunto do excêntrico na direção da
4 Folga na raiz carcaça principal. Usando uma pressão excessiva
Os dentes da coroa devem estar de forma danificaria todo o conjunto do excêntrico e
5
vertical para prover uma medida acurada consequentemente daria uma leitura incorreta.

Figura 5-45 Verificando a folga lateral e de raiz dos 5. Para verificar a folga lateral dos dentes, gire o
contraeixo até que o dente do pinhão apenas toque
dentes
no dente da coroa. Meça e anote a folga no lado
oposto dos dentes com um medidor calibrador
5.4.2.2 Checagem da Folga lateral e na Raiz localizado como mostrada na Figura 5-45.
dos dentes
6. Em seguida, meça e anote a folga na raiz dos
dentes, como mostrado também.
(Veja Figura 5-45)
7. Se as folgas laterais e na raiz dos dentes
O método apropriado de ajustar um jogo de encontradas estiverem inferiores aos valores
engrenagens em um Britador velho ou novo é tentar especificados na Tabela 5-8, o conjunto do
obter a folga lateral recomendada. Se no processo de excêntrico deverá ser removido e os calços de
abaixar o excêntrico para reduzir a folga lateral, a metal, de espessura adequada, deverão ser
folga de raiz alcança o limite mínimo, então a folga de acrescentados sob o mancal de apoio inferior,
conforme descrito em INSTALAÇÃO DOS
raiz será o fator limitante para assegurar que o dente
CALÇOS E MANCAL DE APOIO INFERIOR.
do pinhão não tenha contato com o fundo do dente da A adição de calços levantará todo o conjunto do
coroa. excêntrico e moverá a coroa em direção ao
pinhão, portanto diminuindo a folga lateral e de
Rebarbas que são encontradas nas extremidades dos raiz dos dentes. Caso as medidas forem superiores
dentes podem ser retiradas sem perder a integridade da as especificadas, os calços de metal de espessura
peça. adequada deverão ser removidos.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-50


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

OBS: QUANDO O BRITADOR DEIXA A Substituindo a proteção do contrapeso nos HP100/200


FÁBRICA, OS CALÇOS LOCALIZADOS ABAIXO e HP300/400 :
DO MANCAL DE APOIO INFERIOR SÃO DA
ESPESSURA REQUERIDA PARA PROVER AS
FOLGAS LATERAIS E DE RAIZ EXCELENTE. 1. Deslize a proteção acima do topo do contrapeso e
ESTES CALCOS, QUANDO LOCALIZADOS NO parafuse-a no lugar.
BRITADOR, INICIALMENTE POSSUEM A
FUNCAO DE AJUSTE DE FOLGAS, PORÉM SÃO 2. Vede em torno de toda parte inferior entre o
UTILIZADOS TAMBÉM COMO contrapeso e o diâmetro interno da proteção. Não
COMPENSADORES DE DESGASTE. REFIRA A vede as duas longas áreas de 130mm ( 5”)
PARTE DE MANUTENÇÃO DESTA SEÇÃO. separadas em 180° diretamente abaixo dos furos
de dreno de água no contrapeso.
5.4.3 Manutenção
Substituindo a proteção do contrapeso no HP500:
5.4.3.1 Remoção do Conjunto do Excêntrico
1. Enrole a proteção firmemente para manter a folga
Para remover o conjunto do excêntrico do Britador, mínima entre a proteção e o contrapeso.
para serviço ou reposição de peças, proceda como se Retifique a circunferência quando necessário.
segue:
2. Chanfre a junta longitudinal em toda espessura da
1. Instale o olhal de içamento (encontrada na caixa proteção e posicione a junta no centro do lado
de ferramentas) no topo do excêntrico usando os pesado do contrapeso. Solde no lugar.
furos roscados, localizados no excêntrico. Também
instale dois parafusos olhais e conecte a um 3. Solde a proteção no contrapeso como mostrado
dispositivo apropriado de içamento como mostrado na Figura 5-46 usando uma haste E11018.
na Figura 5-44.
4. Solde a cobertura na proteção e no contrapeso.
2. Cuidadosamente levante o excêntrico
verticalmente, retirando-o do eixo principal.
A área de descarga do Britador deve ser inspecionada
3. Cuidadosamente levante o conjunto, removendo-o diariamente a fim de assegurar a livre descarga de
do Britador, e desça-o sobre uma estrutura pedras por baixo do Britador. Podem ocorrer
apropriada. acúmulos nessa área, caso raízes ou galhos forem
atravessados nos braços ou chutes de descarga do
Britador. Isso pode levar então a um rápido desgaste
5.4.3.2 Contrapeso do conjunto do contrapeso.

Para proteger o conjunto do contrapeso contra a queda O protetor de desgaste pode ser preparado com
de material, ele é circundado por uma proteção endurecimento superficial, com uma aplicação de um
substituível e uma tampa. Confira se essa proteção e depósito de solda adequada para prolongar sua vida
tampa estão danificadas ou gastas de modo que útil de serviço.
possam causar perda de balanceamento. Veja Figura
5-46. Se estiverem muito gastas elas devem ser Os selos em “U” e “T” no topo e parte inferior do
substituídas para evitar danos ao contrapeso. No contrapeso não estão sujeitos a contato ou desgaste.
HP100/200/300/400, a proteção substituível é Os selos protegem o conjunto de engrenagens, buchas
parafusada no contrapeso. No HP500, a proteção e a e mancais contra a infiltração prejudicial de poeira.
tampa são soldados no contrapeso.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-51


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Cobertura
2 Proteção do contrapeso
3 Vedação

Figura 5-46 Proteção do contrapeso

5.4.3.3 Mancal de Apoio Superior O segundo problema causado pelo desgaste do mancal
de apoio é uma redução na forma e tamanho dos
Em qualquer momento em que o excêntrico esteja fora canais de óleo na superfície de contato do mancal de
do Britador, o mancal de apoio superior deve ser apoio.
inspecionado para verificação de ranhuras e desgastes.
O desgaste dos mancais de apoio causa dois Se o canal de óleo estiver mais estreito do que a
problemas operacionais. largura mínima recomendada, mostrada na Tabela
5-10, o mancal de apoio deverá ser substituído. Em
O primeiro é que o desgaste permite que o conjunto do uma emergência, este canal ou buraco pode ser
excêntrico desça, fazendo com que o dente da coroa se usinado, para poder aumentar a profundidade do
encaixe a uma distância maior do dente do pinhão. mesmo.
Esta condição é corrigida com a adição de calços
embaixo dos mancais de apoio inferior, como descrito
na Seção 5.4.2.2” CHECAGEM OU AJUSTE DA
FOLGA LATERAL E DE RAIZ DOS DENTES”.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-52


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

NOTA: O LIMITE DE DESGASTE ABSOLUTO 5.4.3.4 Reposição do Mancal de Apoio Superior


ESTÁ QUANDO A SUPERFÍCIE DE CONTATO
DO MANCAL DE APOIO SUPERIOR ALCANÇA (Veja Figura 5-48)
O NÍVEL DA CABEÇA DO PARAFUSO.
Para substituir um mancal de apoio superior
danificado ou gasto, proceda como se segue:

1. Para obter acesso ao mancal de apoio, será


necessário primeiramente remover o Bojo,
Cabeça, Soquete e o Conjunto do Excêntrico.
Refira a seção apropriada que segue para
informações na remoção destes componentes.

2. Gire o conjunto do excêntrico de ponta cabeça


para facilitar a retirada do mancal de apoio.

3. Remova o parafuso da cabeça do soquete e as


arruelas elásticas que prendem a mancal de apoio
ao excêntrico.

4. Enrosque um parafuso olhal nos dois furos


roscados no mancal de apoio.

5. Prenda um dispositivo de içamento apropriado ao


parafuso olhal e cuidadosamente levante o
mancal de apoio do excêntrico. Ele deve estar de
Item Designação forma frouxa entre o mancal de apoio e o
1 Mancal de apoio superior excêntrico.
2 Sulcos de óleo
3 Profundidade original da ranhura 6. Verifique a substituição do mancal de apoio para
4 Profundidade mínima da ranhura estar certo de que não há danos ou cantos com
defeitos, os quais causarão problemas com a
Figura 5-47 Limite de desgaste do mancal de apoio montagem no excêntrico, não havendo portanto
superior uma completa superfície de contato com o
mesmo.

Tamanho do Profundidade da ranhura 7. Remova os parafusos olhal do mancal antigo e


Britador Original Mínima instale-os em um novo mancal. Abaixe o mancal
HP100 8mm (5/16”) 6,7mm (17/64”) de apoio fazendo com que a localização de seus
HP200 8mm (5/16”) 6,7mm (17/64”) orifícios fique alinhada aos orifícios do
HP300 10mm (25/64”) 8,7mm (11/32”) excêntrico. Esteja certo que o mancal está
HP400 11mm (7/16”) 9,7mm (3/8”) completamente assentado.
HP500 11mm (7/16”) 9,7mm (3/8”)
8. Coloque novas arruelas elásticas sobre cada
orifício no mancal de apoio, inserindo
Tabela 5-10 Profundidade da ranhura consequentemente cada parafuso nos mesmos.
Então aperte, alternadamente, cada parafuso de
forma cruzada, aplicando o torque especificado
na Tabela 5-11.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-53


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.4.3.5 Bucha do Excêntrico

Sempre que o excêntrico é removido, a bucha do


excêntrico deve ser verificada com relação ao
afrouxamento e desgaste excessivo. Quando a bucha
está de forma afrouxada no excêntrico, siga as
instruções em RECOLOCANDO A TRAVA DA
BUCHA.

NOTA: UMA BUCHA COM UMA UTILIZAÇÃO


NORMAL TENDE A DESGASTAR MAIS NO
LADO MAIS PESADO DO EXCÊNTRICO. ISTO
NÃO É UMA CAUSA INESPERADA JÁ QUE ELA
POSSUI ESSA CONDIÇÃO PREVIAMENTE
CONHECIDA. ESTA BUCHA QUE ESTARÁ
EXCESSIVAMENTE GASTA DE FORMA FINA
OU QUEBRADA, REQUERIRÁ, É CLARO, UMA
SUBSTIUIÇÃO.

5.4.3.6 Remoção da Bucha do Excêntrico

As travas da bucha são encontradas no topo da mesma


e consistem de alojamentos roscados para a trava,
Item Designação
onde são localizadas na própria bucha e no excêntrico,
1 Mancal de apoio superior
o qual são preenchidos com travas para prevenir que
2 Excêntrico
as buchas girem. Se a bucha do excêntrico requer
3 Parafuso substituição, proceda como se segue:
4 Arruela elástica
1. Perfure uma série de furos no material
Figura 5-48 Mancal de apoio superior travante, na metade do bolsão de resina de
trava que fica presente na própria bucha,
como mostrado na Figura 5-49.
Tamanho do Tamanho do Torque do
britador parafuso do parafuso em
mancal de newton x metro
apoio (libras x pés)
HP100 M8x20 45 (34)
HP200 M8x20 45 (34)
HP300 M10x25 90 (66)
HP400 M10x25 90 (66)
HP500 M14x35 250 (185)

Tabela 5-11 Especificações de torque dos parafusos


do mancal de apoio
Item Designação
1 Bolsões
Perfure uma série de orifícios no material de
2
trava nos bolsões
3 Bucha do excêntrico
4 Excêntrico

Figura 5-49 Removendo as travas da bucha

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-54


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

2. Com uma talhadeira, corte as paredes entre os 5. Coloque a placa no lado do fundo da bucha,
furos perfurados na resina e limpe todo o tomando o cuidado para que fique centralizada e
material, de forma que não sobre material algum não se estendendo além do excêntrico.
de travamento que possa perturbar a remoção.
Utilize um viga de madeira de 100mm x 100mm (4” x
3. Vire o excêntrico de cabeça para baixo sobre 4”) para bater contra a chapa até que a bucha esteja
blocos de madeira posicionados de maneira que a completamente fora do excêntrico.
bucha tenha uma passagem livre para ser
abaixada, ao ser retirada do excêntrico, como Sabendo que encontrará certa dificuldade ao tentar
mostrado na Figura 5-50. forçar a bucha para fora do excêntrico através de
batidas na viga de madeira, a mesma poderá ser
4. Corte uma placa de aço circular ligeiramente removida pelo corte de sua superfície (parede da
menor do que o diâmetro externo da bucha, com bucha) com no mínimo duas localizações. Refira as
diâmetro de 25mm (1”). Alise e passe uma fita instruções REMOÇÃO DA BUCHA DA CABEÇA
em volta do perímetro da placa para que não haja para um procedimento correto.
bordas ásperas para arranhar a parede interna do
excêntrico. 5.4.3.7 Inspeção do Furo do Excêntrico

Antes de instalar uma nova bucha do excêntrico,


inspecione primeiramente o furo do excêntrico a busca
de escórias presentes ou rugosidade excessiva, o qual
pode ser solucionado com um simples polimento.

Também, verifique e esteja certo de que o furo não


esteja com um desgaste excessivo ou que apresente
uma diminuição de seu tamanho devido a presença do
calor. Meça o furo do excêntrico do topo ao fundo.

Contate a fábrica com as medições para que eles


possam determinar se o excêntrico está OK.

Ao mesmo tempo verifique se foi perdida a forma


arredondada, virando o micrômetro 90° e 45° em
relação à primeira medida tomada e meça esse
diâmetro.

Se o furo encolheu, ou retorceu devido ao calor, ele


pode ser usinado novamente de volta ao tamanho
Item Designação original. Entretanto, um cuidado extra deve ser
1 Viga de madeira tomado no alinhamento das peças para usinar.
2 Placa de aço
3 Bloco de madeira
4 Bucha do excêntrico
5 Excêntrico

Figura 5-50 Removendo a bucha do excêntrico

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-55


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.4.3.8 Inspeção do eixo principal armazenagem inadequado. Portanto o procedimento a


seguir, utilizando gelo seco, é recomendado.
Quando uma bucha do excêntrico estiver sendo
substituída devido a uma falha do mancal, Para instalar uma bucha do excêntrico substituída,
especialmente se tiver trabalhado no eixo principal, utilize gelo seco e proceda como se segue:
este deverá ser inspecionado. Todo chumbo e bronze
devem ser removidos do eixo usando uma lixa bem 1. Certifique-se de que o composto de travamento
fina. Tome cuidado para mover somente no sentido esteja fora dos bolsões roscados no topo do
horizontal e circunferencial. Consulte a fábrica para excêntrico e que o orifício está limpo e livre de
determinar se a condição do eixo possa requerer uma qualquer superfície rugosa.
troca.
2. Prepare a bucha pela limpeza completa de todas
Se a bucha do excêntrico está emperrada no eixo as superfícies, além da remoção de qualquer
principal ela pode ser removida como a seguir: irregularidade das superfícies.

1. Há uma ranhura longitudinal no diâmetro interno 3. Encha a cavidade da nova bucha com gelo seco
em linha com uma grande cavidade de óleo. Use para fazê-la contrair. Aproximadamente 90 kg
uma serra circular para serviço pesado equipada (200 Lbs) de gelo seco são necessários para
com uma apropriada lâmina de corte de metal ( o encher adequadamente o interior da bucha, tendo
excêntrico da bucha é de bronze com liga de em vista que algum tipo de enchimento é usado
chumbo) para cortar através da parede da bucha. no centro da bucha. Como um exemplo, um
Ajuste a profundidade da serra para 20mm ( 0,75”) bloco de madeira de 100 mm x 100 mm (4" x 4")
mas não deve ultrapassar a profundidade de 25mm deixa em sua volta uma área suficiente para
(1”). permitir uma quantidade adequada de gelo seco
para contrair a bucha.
2. Corte a bucha na localização da ranhura
longitudinal. ADVERTÊNCIA

3. Usando uma alavanca, estique a abertura da bucha USE LUVAS GROSSAS, BEM ISOLADAS,
até a posição de corte colocando a barra no corte e QUANDO AO MANUSEAR O GELO SECO.
alavancando para fora. MANUSEAR GELO SECO SEM
PROTEÇÃO ALGUMA PODE RESULTAR
4. Seja cuidadoso para não riscar o eixo principal com EM GRAVES QUEIMADURAS.
a serra porque um risco poderia afetar
adversamente a performance da nova bucha do
excêntrico. 4. Enrole várias camadas de saco de aniagem na
parte externa da bucha para evitar o acúmulo de
gelo, o que poderia dificultar a instalação da
CUIDADO bucha no excêntrico. Esse procedimento também
ajudará a obter um resfriamento mais completo.
TENHA CUIDADO PARA NÃO FAZER O tempo de resfriamento deve ser de
MARCAS NO EIXO QUANDO ESTIVER aproximadamente duas horas.
RETIRANDO FRAGMENTOS DE CHUMBO
E BRONZE. NOTA: NÃO USE ESSE MÉTODO DE
INSTALAÇÃO PARA RESOLVER O CASO DE
UMA CAVIDADE DO EXCÊNTRICO QUE
5.4.3.9 Instalação da Bucha do Excêntrico TENHA SE FECHADO.

As buchas do excêntrico são usinadas para 5. Meça o diâmetro externo da bucha e a cavidade
providenciar o encaixe metal a metal ou prover uma do excêntrico para determinar quando a bucha já
folga de um décimo de milímetro no orifício. Contudo terá esfriado o suficiente. Instale dois anéis
a mesma pode apresentar uma irregularidade em sua olhais (presentes na caixa de ferramentas) dentro
circularidade, devido ao carregamento ou do topo da bucha do excêntrico.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-56


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

6. Pinte ou desenhe uma linha verticalmente do


lado de fora da bucha em ambos os lados dos
furos para entrada de óleo (ambos os furos de
diâmetro grande ou pequeno) na bucha,
como mostrada na Figura 5-51. Então, faça a
mesma coisa nos furos de entrada de óleo no
excêntrico e na superfície de topo do mesmo.
Estas linhas são usadas para assegurar o
correto alinhamento dos furos para a entrada
de óleo, tanto na bucha como no excêntrico.

7. Usando os anéis olhais e as arruelas


(encontradas na caixa de ferramentas),
levante a bucha até a posição correta, como
mostrada na Figura 5-52, e centralize-a no
topo do furo do excêntrico. Abaixe
rapidamente a bucha resfriada, para dentro da
cavidade do excêntrico, enquanto alinhe
rapidamente os bolsões e os orifícios de
entrada de óleo. Item Designação
Parafusos olhais e arruelas segurarão a
1
bucha
2 Trava da bucha
3 Bucha do excêntrico
4 Excêntrico

Figura 5-52 Colocando a bucha no excêntrico

NOTA: OS FUROS DE PASSAGEM DE


LUBRIFICANTE, NA LATERAL DA BUCHA,
TÊM QUE SE ALINHAR PRECISAMENTE COM O
FURO CORRESPONDENTE EXISTENTE NA
PAREDE DO EXCÊNTRICO. OS BOLSÕES
EXISTENTES NO TOPO DA CIRCUNFERÊNCIA
EXTERNA DA BUCHA DEVEM FICAR
ALINHADOS COM OS BOLSÕES RESPECTIVOS
DO EXCÊNTRICO. ESSES BOLSÕES PODEM
ESTAR LIGEIRAMENTE DESALINHADOS, MAS
A LOCALIZAÇÃO DOS FUROS DE PASSAGEM
Item Designação DE LUBRIFICAÇÃO SERÁ CRÍTICA.
Pinte ou desenhe linhas ao lado dos furos
1
da entrada de óleo
2 Orifício pequeno 8. Quando a bucha está instalada corretamente
3 Bucha do excêntrico no excêntrico, a mesma deverá estar nivelada
4 Orifício grande com o topo do excêntrico.

Figura 5-51 Alinhamento da bucha do excêntrico

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-57


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

9. Misture o composto de travamento de acordo QUANDO O DENTE SE TORNA GASTO A UM


com as instruções que acompanham cada kit e GRAU QUE A MINIMA FOLGA DE RAIZ, COMO
despeje nos bolsões no topo do excêntrico e na MOSTRADA NA Tabela 5-8, NÃO PODE SER MAIS
bucha, enchendo cada bolsão até a boca. MANTIDA COMO CARACTERISTICA DE FOLGA
ADEQUADA, ENTÃO A FIGURA DA FOLGA
LATERAL DEVE SER DESCONDIDERADA.
10. O Excêntrico, bucha e o composto de
travamento devem ser mantidos à temperatura 5.4.3.12 Recolocando a Coroa
ambiente de 16 & 2 )  D  & 2 )
antes de despejar a resina. A coroa cônica, na qual é montada na parte do fundo do
excêntrico, deve ser inspecionada sempre que o
excêntrico for removido para serviço de outras partes
11. Depois do material de travamento estiver relacionadas ou mesmo para verificação de suspeitas de
completamente endurecido, remova o excesso quebra ou desgaste excessivo dos dentes.
de material, para o correto nivelamento. A presença de porosidades e escórias na superfície dos
dentes é um bom indicador de excessivo desgaste. Isto
NOTA: DEPOIS QUE A NOVA BUCHA DO pode se originar a partir de uma quantidade incorreta de
EXCÊNTRICO ESTIVER SIDO INSTALADA, SIGA calços sendo colocados abaixo do mancal de apoio
AO PROCEDIMENTO ENCONTRADO NA SEÇÃO 3. inferior, pela sobrecarga do Britador ou pelo uso
excessivo de óleo sujo. Se for determinado que a coroa
5.4.3.10 Recolocando a Trava da Bucha apresenta certo desgaste, ao ponto da substituição ser
necessária, remova a mesma como se descreve em
A bucha se tornaria livre para girar dentro do excêntrico REMOVENDO O CONTRAPESO E A COROA.
pelo desgaste total da trava da bucha. Portanto faz-se
necessário a reposição destas travas. Retire todo o cavaco 5.4.3.13 Remoção do Contrapeso e Coroa
presente e vaze o material de travamento METSO nos
bolsões, despejando uma quantidade adicional, tomando (Veja Figura 5-55)
cuidado que os orifícios para entrada de óleo entre a
bucha e o excêntrico estão alinhados. Veja Figura 5-51 e Depois que o conjunto do excêntrico estiver sido
Figura 5-49. removido do Britador, utilizando o procedimento de
içamento descrito em INSTALAÇÃO DO CONJUNTO
NOTA: ANTES DE RECOLOCAR QUALQUER DO EXCÊNTRICO, o mesmo pode ser desmontado para
TRAVA, VERIFIQUE SE A BUCHA ESTÁ reposição de partes que estejam desgastadas ou
CORRETAMENTE INSTALADA COMO DESCRITA danificadas, como se segue:
EM INSTALANDO A BUCHA DO EXCÊNTRICO.
1. Coloque todo o conjunto do excêntrico em
5.4.3.11 Ajustando a Folga da Coroa para blocos de madeira. Então remova os parafusos
desgaste do contrapeso, parafusado no mesmo e
presentes na flange do excêntrico. Se os
Quando o desgaste, do mancal de apoio e dos dentes, parafusos foram instalados com Loctite, os
alcançar um ponto onde a característica da folga não mesmos devem ser esquentados a uma
pode mais ser mantida, a mesma deve ser ajustada. Isto é temperatura de aproximadamente 205°C
consumado pela adição ou remoção da combinação (400°F) antes deles serem desparafusados.
correta de calços os quais darão características de folga
como especificadas na Tabela 5-8. A adição de calços 2. Instale quatro parafusos olhais (encontrados na
eleva o conjunto todo, desse modo distanciando ainda caixa de ferramentas) dentro da flange interna
mais o pinhão da coroa, enquanto que com a remoção no contrapeso.
destes calços, abaixa-se o conjunto, trazendo a coroa e o
pinhão mais perto um do outro. Esteja certo da remoção 3. Cuidadosamente levante o contrapeso de forma
correta dos mancais de apoio e dos calços. vertical para liberar o prisioneiro simples o qual
situa-se corretamente no contrapeso no
NOTA: O ABAIXAMENTO DO DENTE DA COROA excêntrico.
DEVERIA SER EVITADO TODO O TEMPO. AS
FOLGAS LATERAIS DEVEM SER PROVIDAS NO
ASSENTAMENTO DOS DENTES QUANDO HÁ A
PRESENÇA DE DENTES GASTOS. PORTANTO,

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-58


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

4. Remova os parafusos que estão inseridos


completamente na flange do excêntrico e 7. Coloque o excêntrico de lado, com as
rosqueie-os nos furos roscados no topo da superfícies usinadas apoiadas sobre blocos de
coroa. Se os parafusos foram instalados com madeira de lei.
Loctite, os mesmos devem ser esquentados a
uma temperatura de aproximadamente 205°C 8. Remova os parafusos da cabeça do soquete e
(400°F) antes deles serem desparafusados. as arruelas elásticas do mancal de apoio
superior, para então removê-lo
5. O furo escariado do topo da coroa tem um posteriormente.
ajuste por interferência sobre o flange do
excêntrico. Instale dois parafusos olhais no 9. Nos Britadores HP100, HP200 e HP300
anel de içamento (ambos encontrados na remova os parafusos fixando o revestimento
caixa de ferramentas) e parafuse o anel ao ao contrapeso com os dois parafusos para
topo do excêntrico. fechamento dos furos de içamento. Fixe dois
parafusos olhais nestes orifícios e remova-o
6. Levante todo o conjunto cerca de 40 mm (1- com um dispositivo de içamento apropriado.
1/2") acima do berço. Aqueça a coroa por Coloque um novo revestimento e fixe-o
igual em seu perímetro com uma chama, até utilizando os parafusos providos, os quais são
que o diâmetro da coroa se expande, montados com uma dura chave roscada.
soltando-se então do excêntrico. Lembre-se para substituir os dois parafusos
para fechamento dos furos de içamento
depois que você removeu os parafuso olhais.

Item Designação Item Designação


1 Eslinga 5 Parafuso olhal
2 Parafuso de fixação do revestimento
3 Revestimento do contrapeso Figura 5-53 Removendo o revestimento do
4 contrapeso contrapeso no HP100

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-59


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Eslinga
2 Parafuso olhal
3 Parafusos de fixação do revestimento
4 Revestimento do contrapeso
5 Conjunto da excêntrico
6 Parafusos para fechamento dos furos de içamento

Figura 5-54 Removendo o revestimento do contrapeso nos HP200 e HP300

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-60


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.4.3.14 Montagem do Contrapeso e Coroa 3. Coloque a coroa em um dispositivo adequado


com seus dentes voltados para baixo, como
Remonte o conjunto do excêntrico como se segue: mostrado na Figura 5-55.

1. Cuidadosamente gire o excêntrico de ponta 4. Gire o excêntrico direto para o lado. Então
cabeça e coloque um bloco adequado. insira dois parafusos olhais no anel de
içamento e prenda o mesmo ao topo do
2. Posicione o mancal de apoio superior no excêntrico.
fundo do excêntrico e esteja certo de que
todos os furos estão corretamente alinhados. 5. Com um dispositivo de içamento apropriado,
Instale e aperte os parafusos de cabeça levante a coroa à cobertura do excêntrico.
soquete com NOVAS arruelas elásticas. Esteja certo de que o excêntrico está centrado
e perpendicular à coroa.

Item Designação Item Designação


1 Parafuso excêntrico-contrapeso 7 Mancal de apoio superior
2 Contrapeso 8 Coroa
3 Excêntrico 9 Prisioneiro alinhamento
4 Bucha do excêntrico 10 Anel de içamento
5 Parafuso coroa-excêntrico
6 Viga de madeira Figura 5- 55 Içamento do contrapeso e excêntrico

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-61


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

6. Uniformemente aqueça a coroa com um maçarico 10. Se a coroa tiver sido substituída, o excêntrico
para aproximadamente 45°C (80°F) acima da deverá ser instalado no Britador sem o conjunto do
temperatura ambiente. contrapeso a fim de permitir acesso para
inspecionar a folga lateral e folga na raiz dos dentes
NOTA: É IMPORTANTE QUE A COROA ESTEJA da coroa e pinhão. Veja as instruções em
AQUECIDA POR IGUAL EM TODAS AS SUAS CONFERINDO E AJUSTANDO A FOLGA
PARTES E QUE O CALOR NÃO FIQUE DE FORMA LATERAL E FOLGA NA RAIZ DOS DENTES,
CONCENTRADA EM UMA DETERMINADA ÁREA, desta Seção.
PARA QUE NÃO HAJA PROBLEMAS DE
AQUECIMENTO EXCESSIVO, O QUAL CAUSARIA 11. Instale quatro parafusos olhais (da caixa de
DESTRUIÇÃO DO TRATAMENTO TÉRMICO DA ferramentas especiais) no flange interno no
COROA. UM DISPOSITIVO, COMO UM PRODUTO contrapeso.
QUÍMICO, O QUAL SE DISSOLVE A UMA
DETERMINADA TEMPERATURA, PODE SER 12. Cuidadosamente, abaixe o contrapeso sobre o
UTILIZADO PARA GARANTIR A UNIFORMIDADE excêntrico, sobre o flange do excêntrico, conforme
DO CALOR NA PEÇA. mostrado na Figura 5-55. Mantenha o furo de guia
existente no contrapeso alinhado com o pino de
7. Meça o diâmetro externo do excêntrico e o furo da guia do excêntrico.
coroa enquanto ela está sendo aquecida para ter
certeza que o furo é ligeiramente maior que o 13. Introduza os parafusos que prendem o contrapeso à
excêntrico. Então, rapidamente abaixe o excêntrico coroa passando pelos furos existentes do excêntrico
na direção da coroa, alinhando os orifícios. Os furos e indo até os furos roscados da coroa.
são igualmente espaçados, portanto não necessita
de um alinhamento especial. Verifique para estar 14. Alternadamente, aperte esses parafusos mais longos
certo de que o excêntrico está apertado e assentado em ordem cruzada até o torque especificado na
sobre a coroa. Tabela 5-12.

8. Limpe os parafusos pequenos e compridos, e os 15. Antes de instalar o conjunto do excêntrico no


orifícios roscados na coroa, utilizando um óleo Britador, gire o contraeixo e confira os dentes do
solvente, como o álcool ou acetona. Então aplique pinhão para ver se há desgaste, ou estão
Loctite 271 para as superfícies rosqueadas. danificados.

9. Insira completamente os parafusos de pequeno 16. Instale o conjunto do excêntrico conforme


comprimento da coroa ao contrapeso nos espaços instruções dadas nesta Seção.
livres do orifícios na flange do excêntrico e dentro
dos furos roscados na coroa. Alternadamente aperte NOTA: OS PARAFUSOS QUE FIXAM À COROA AO
os parafusos de forma cruzada, para o torque EXCÊNTRICO E OS PARAFUSOS QUE FIXAM À
especificado na Tabela 5-12. COROA AO CONTRAPESO DEVERIAM TER SUAS
ESPESSURAS VERIFICADAS A CADA TROCA DE
REVESTIMENTO QUANDO A CABEÇA É REMOVIDA.

Tamanho e Tamanho e Acima da temperatura


Tamanho do Comprimento Comprimento Torque dos ambiente
Britador do parafuso do parafuso Parafusos
que prende o que prende o newton x metro Centígrados Fahrenheit
excêntrico à contrapeso à ( pés x libras ) ( C° ) ( F° )
coroa coroa
HP100 M12x70 M12x70 135(100) 45° 80°
HP200 M14x70 M14x70 167(124) 45° 80°
HP300 M16x70 M16x70 260(192) 45° 80°
HP400 M20x100 M20x120 470(345) 34° 61°
HP500 M24x110 M24x140 810(600) 32° 57°

Tabela 5-12 Especificações de torque e aquecimento dos parafusos da coroa

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-62


Seção 5-5

Operações do britador (Continuação)

5.5 CONJUNTOS DO CONTRAEIXO, DA CARCAÇA DO CONTRAEIXO E DA POLIA.......................................................5-63

5.5.1 DESCRIÇÃO..........................................................................................................................................................................5-63

5.5.1.1 CARCAÇA DO CONTRAEIXO - HP100 HP200..........................................................................................................5-63

5.5.1.2 INSTALAÇÃO DA CARCAÇA DO CONTRAEIXO - BRITADORES HP300,HP400,HP500.................................5-64

5.5.1.3 INSPEÇÃO DA FOLGA AXIAL...................................................................................................................................5-67

5.5.2 MANUTENÇÃO....................................................................................................................................................................5-68

5.5.2.1 DESMONTAGEM DO CONJUNTO DO CONRAEIXO E SUBSTITUIÇÃO DO PINHÃO HP100/200..................5-68

5.5.2.2 DESMONTAGEM DA CARCAÇA DO CONTRAEIXO - HP300,400,500.................................................................5-71

5.5.2.3 SUBSTITUIÇÃO DO PINHÃO - HP300,400,500.........................................................................................................5-71

5.5.2.4 REMOÇÃO DA BUCHA DO CONTRAEIXO..............................................................................................................5-73

5.5.2.5 BUCHA LATERAL DO PINHÃO - HP100 E HP200...................................................................................................5-76

5.5.2.6 REMOÇÃO DA BUCHA DO CONTRAEIXO - BRITADORES HP100/200..............................................................5-76

5.5.2.7 INSTALAÇÃO DA BUCHA DO CONTRAEIXO........................................................................................................5-79

5.5.2.8 INSPEÇÃO ANTES DA INSTALAÇÃO DA BUCHA - HP100.................................................................................5-.82

5.5.2.9 INSPEÇÃO ANTES DA INSTALAÇÃO DA BUCHA - HP200,300,400,500.............................................................5-82

5.5.2.10 MONTAGEM DO CONTRAEIXO - HP100/200........................................................................................................5-82

5.5.2.11 INSTALAÇÃO DA BUCHA DO CONTRAEIXO - HP300,400,500..........................................................................5-84

5.5.2.12 MONTAGEM DA CARCAÇA DO CONTRAEIXO - HP300,400,500......................................................................5-87

5.5.2.13 VAZAMENTO DE ÓLEO NO LADO DO ACIONAMENTO NA CARCAÇA DO CONTRAEIXO.......................5-88

5.5.2.14 INSTALAÇÃO DA POLIA DO BRITADOR - HP100/200........................................................................................5-89

5.5.2.15 REMOÇÃO DA POLIA DO BRITADOR...................................................................................................................5-89


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5 Conjuntos da carcaça do contraeixo, alojamento cobrindo o impulsor de óleo é projetado de


contraeixo e polia modo a permitir que o óleo seja drenado de volta ao
tanque, para reutilização. A carcaça do contraeixo que
é encaixada sob pressão na carcaça principal, é
5.5.1 Descrição firmemente fixada no lugar por meio de parafusos de
alta resistência. Um anel-"O", situado entre o flange
Esta seção descreve os conjuntos do contraeixo, de encaixe da carcaça do contraeixo com a carcaça
carcaça do contraeixo, e polia do britador. A força é principal, estabelece uma vedação à prova de
transmitida da fonte motriz inicial para o contraeixo vazamento de óleo. Um protetor protege a parte da
através de um acionamento por correias em "V" ou carcaça do contraeixo que fica exposta ao desgaste
acionamento direto. O contraeixo, que tem um pinhão pela queda de material britado.
cônico preso prensado a ele, por sua vez, aciona a
coroa no conjunto do excêntrico. O contraeixo é NOTA: Nos HP100 e HP200, a carcaça do contraeixo
apoiado por dois mancais tipo luva ou buchas. Essas é uma parte integrada à carcaça principal.
buchas são fixadas por meio de pinos ou parafusos de
fixação na carcaça do contraeixo ou carcaça principal,
para evitar qualquer possibilidade de rotação dos 5.5.1.1 Carcaça do contraeixo – HP100 e
mancais. Os flanges das buchas do contraeixo HP200
suportam as cargas axiais provenientes do pinhão ou
do impulsor de óleo. O impulsor de óleo, na
extremidade do contraeixo, retira o óleo de dentro da
área do contraeixo por força centrífuga. Um

Item Designação Item Designação


1 Pinhão 5 Espaçador
2 Bucha interna do contraeixo 6 Cubo
3 Bucha externa do contraeixo 7 Polia do britador
4 Placa de trava
Figura 5-56 Carcaça do contraeixo do HP100

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-63


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5.1.2 Instalação da carcaça do contraeixo – 1. Estenda o anel-″O″ de grande diâmetro (o qual


Britadores HP300, HP400, HP500 pode ser encontrado em uma das embalagens)
sobre o diâmetro usinado do flange da carcaça do
Os procedimentos completos para a montagem dos contraeixo, no lado do pinhão. Ver Figura 5-57.
diversos componentes são dados na parte de Este anel "O" evita vazamento de óleo entre a
MANUTENÇÃO desta seção. Se o conjunto da carcaça do contraeixo e a carcaça principal.
carcaça do contraeixo tiver sido removido para o
embarque da unidade, a carcaça do contraeixo poderá
ser instalada da seguinte forma na carcaça principal:

Item Designação
1 Carcaça principal
2 Carcaça do contraeixo
3 Anel de desgaste
4 Anel “O”

Figura 5-57 Vedação da carcaça do contraeixo

2. Há também um flexível e maleável anel, Este anel de desgaste se encontra, primeiramente,


como o anel de desgaste, que é instalado no em forma dividida. Coloque o mesmo no entalhe
entalhe da carcaça do contraeixo. O anel de localizado na extremidade do pinhão da carcaça
desgaste elimina a fricção que pode ocorrer do contraeixo, e segure-o em sua posição de união
entre a carcaça do contraeixo e a carcaça na carcaça do contraeixo. Pode ser que haja uma
principal. pequena abertura no entalhe, ou ainda que a
extremidade do anel pode ser ajustada
corretamente.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-64


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Se não há uma união disponível entre os anéis, 4. Deslize um pedaço de cano comprido encaixando
então obtenha um pedaço de arame com um na extremidade da polia do contraeixo para
diâmetro estreito, e forme uma capa de arame em equilibrar com a extremidade do conjunto onde
volta do anel de desgaste realizando a envoltura fica o pinhão, que é muito mais pesado. Veja
do mesmo. Equipe o anel de desgaste com graxa
limpa e prossiga ao Passo 3. Se o arame for Figura 5-58.
utilizado, remova-o imediatamente depois que o
anel de desgaste for instalado na carcaça do NOTA: SE O ESPAÇO DISPONÍVEL NÃO PERMITIR O
contraeixo da carcaça principal. Veja Figura 5-59 USO DE UM TUBO LONGO PARA
(Passo 1). BALANCEAMENTO, INTRODUZA O CONJUNTO DA
CARCAÇA DO CONTRAEIXO, TANTO QUANTO
3. Preencha a margem do anel da carcaça onde o PUDER, NO FURO DA CARCAÇA PRINCIPAL.
anel tipo “O” é assentado com um filete de DESCANSE TEMPORARIAMENTE O FLANGE
silastic de 12 mm (0,5”) em volta de todo o INTERNO DA EXTREMIDADE DO PINHÃO DA
comprimento para que o anel seja comprimido e CARCAÇA DO CONTRAEIXO SOBRE A PLACA DE
preencha a folga entre o anel da carcaça e a GUIA NA CARCAÇA PRINCIPAL. ABAIXE UMA
carcaça do contraeixo quando este último for ESLINGA (LAÇO), PASSANDO-A POR DENTRO DA
instalado, veja Figura 5 –58. CARCAÇA PRINCIPAL, A FIM DE LEVANTAR A
EXTREMIDADE DO PINHÃO DA CARCAÇA DO
CONTRAEIXO, ENQUANTO A EMPURRA PARA SEU
ENCAIXE INTERNO NA CARCAÇA PRINCIPAL.

Item Designação Item Designação


1 Anel de desgaste 9 Pinhão
2 Anel “O”
3 Carcaça do contraeixo Figura 5-58 Instalando o conjunto do
4 Eslinga contraeixo
5 Cano de contrabalanceamento
Orelha de centragem na carcaça do 5. Com uma ponte rolante ou algum outro
6 dispositivo de içamento apropriado,
contraeixo
7 Placa guia da carcaça principal cuidadosamente, posicione a carcaça do
8 Anel da carcaça contraeixo centrando na placa de guia da carcaça
principal e escorregue o conjunto até onde o
mesmo consegue chegar.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-65


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

6. Instale os três parafusos sacadores especiais 9. Os parafusos sacadores são então removidos
(encontrados na caixa de ferramentas) nos furos do e substituídos pelos parafusos normais de
flange da carcaça do contraeixo, distanciados cabeça sextavada, que irão, finalmente,
12O  XP GR RXWUR H HP VHJXLGD FRORTXHRV QRV segurar a carcaça do contraeixo à carcaça
furos roscados existentes na carcaça principal principal.
como mostrado no Passo 1 e na Figura 5-59.
10. Continue forçando a carcaça do contraeixo
7. A carcaça do contraeixo tem um encaixe de para dentro da carcaça principal, apertando
interferência em ambos os flanges com a carcaça alternadamente os parafusos normais de
fixação, até que a carcaça do contraeixo
principal. Alternadamente aperte cada parafuso esteja justa contra a carcaça principal, no
sacador, um pouco de cada vez, para evitar que ele flange externo, como mostrado no passo 3 e
entre torto, até que eles se encostem ao fundo dos na Figura 5-59.
furos roscados da carcaça principal.
11. Coloque o protetor da carcaça do contraeixo
8. Remova os parafusos sacadores e instale arruelas sobre o mesmo, alinhando as fendas
ou espaçadores entre a cabeça dos parafusos existentes no protetor, com as orelhas de cada
sacadores e a flange como mostrado no passo 2 e lado da carcaça do contraeixo. No HP500 o
protetor é feito em duas peças. Veja Figura
na Figura 5-59. Novamente aperte cada parafuso 5-60.
sacador de modo alternado, um pouco de cada vez
, até que tenham encostado no fundo dos furos
roscados.

PASSO 2 PASSO 3

Item Designação
Item Designação
1 Carcaça principal Parafusos de cabeça sextavada regular da
2 Arruelas espaçadoras 6
carcaça do contraeixo
3 Parafuso sacador 7 Apertado
4 Carcaça do contraeixo
5 Arruela de trava Figura 5-59 Instalando a carcaça do contraeixo
na carcaça principal

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-66


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5.1.3 Inspecionando a Folga Axial

Veja Figura 5-13

Se o britador foi embarcado completamente


montado, a folga já foi ajustada corretamente na
própria indústria; mas como esta folga é uma
importante propriedade de operação, que será
vista mais adiante, há a necessidade da inspeção
novamente da mesma. O contraeixo deve estar
livre para se movimentar para dentro e para fora
como especificado na Tabela 5-13.

Tamanho do Folga Axial


britador (distância)
HP100 0,8mm – 1,2mm (0,047”)
HP200 0,8mm – 1,5mm (0,062”)
HP300 0,8mm – 1,5mm (0,062”)
HP400 0,8mm – 1,5mm (0,062”)
HP500 0,8mm – 1,5mm (0,062”) Item Designação
1 Protetor da carcaça do contraeixo
Tabela 5-13 Folga Axial 2 Carcaça do contraeixo
Orelhas fundidas no lado da carcaça do
3
contraeixo

Figura 5-60 Instalando a proteção da carcaça do


contraeixo

Item Designação Item Designação


1 Pinhão 5 Ver Tabela 5-13
2 Bucha interna do contraeixo 6 Apertado
3 Bucha externa do contraeixo
4 Folga axial Figura 5-61 Folga axial

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-67


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5.2 Manutenção

5.5.2.1 Desmontagem do Conjunto do


Contraeixo e Substituição do Pinhão –
Britadores HP100/HP 200
(Veja Figura 5-62)

Item Designação
1 Pinhão
2 Parafuso de fixação
3 Carcaça principal
4 Gaxeta
5 Contraeixo
6 Juntas de vedações
7 Impulsor de óleo
8 Cobertura do impulsor
9 Bucha externa do contraeixo
10 Bucha interna do contraeixo
11 Parte rosqueada do pinhão e contraeixo
12 Placa de trava

Figura 5-62 Conjunto do contraeixo

Sempre que o conjunto excêntrico está fora do devido ao contato inadequado dos dentes, resultante
britador para fins de inspeção ou troca de peças, é de uma quantidade incorreta de calços sob o mancal
aconselhável inspecionar o pinhão para ver se há de encosto inferior, por sobrecarga no britador, ou
desgaste anormal ou dentes quebrados. Corrosão ou por negligência no uso excessivo de óleos sujos. Um
aspereza na face dos dentes são evidentes indícios de pinhão gasto é mais susceptível à quebra de dentes.
desgaste excessivo. Isso pode ser Além disso, operar com um pinhão gasto pode
provocar danos estruturais em outras peças devido à

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-68


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

vibração. Se o pinhão estiver excessivamente gasto 2. Remova a polia do britador. Para desmontar a
ele deve ser substituído. Para se obter o máximo polia do britador proceda da seguinte forma:
benefício das peças novas é recomendado que a
coroa e o pinhão sejam substituídos ao mesmo a. Remova os parafusos de fixação do cubo.
tempo. Se um pinhão novo for instalado com uma
coroa usada, a folga entre os dentes precisa ser b. Insira os parafusos dentro dos orifícios
checada conforme descrito em VERIFICAÇÃO DA roscados do cubo.
FOLGA LATERAL E NA RAIZ DOS DENTES, na
seção do conjunto do excêntrico.
ADVERTÊNCIA
Desmonte o conjunto do contraeixo para substituição
de buchas, pinhão ou outras partes gastas, proceda A separação da roldana de seu cubo removível
da seguinte forma: poderá causar certa dificuldade, porém, dê um
golpe suave com um martelo enquanto os
1. Remova conjuntos do bojo, da cabeça, do soquete e parafusos presos estiverem com pressão.
excêntrico.

Item Designação
1 Polia
2 Espaçador
3 Cubo
4 Parafuso em posição de montagem
5 Chaveta

Figura 5-63 Conjunto da polia

3. Remova a cobertura do impulsor de óleo e o anel 4. Aqueça o defletor de óleo a aproximadamente


de vedação do impulsor. 27°C ( 50°F) acima da temperatura ambiente.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-69


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Coloque uma alavanca entre o impulsor de óleo 7. Posicione a chave especial de manuseio do
e a carcaça do contraeixo e aplique uma força pinhão (encontrada no jogo de ferramentas),
moderada. Logo que o impulsor começar a se entre o dente do pinhão e a borda esquerda da
mover, segure em cada lado do impulsor e raiz do pinhão na carcaça principal. Veja
puxe-o diretamente para fora do eixo. Figura 5-64.

8. Coloque a grande chave de manuseio do


ADVERTÊNCIA contraeixo (encontrada no jogo de ferramentas),
na extremidade do mesmo. Bata com uma
Use luvas grossas especiais, bem isoladas, marreta nessa chave no sentido anti-horário.
para manusear o impulsor de óleo 9. Instale o parafuso olhal (encontrado também na
aquecido. caixa de ferramentas) no orifício roscado entre
os dentes no pinhão, e prenda-o ao dispositivo
de içamento apropriado. Depois que o eixo
NOTA: No HP100 antes de remover o pinhão, é estiver completamente solto do pinhão, levante
necessário remover o mancal de apoio inferior da o mesmo, retirando-o do britador
carcaça principal.
10. Remova a placa de trava do pinhão depois dos
parafusos serem afrouxados
6. Solte os parafusos que prendem a placa de trava a
frente do pinhão apenas o suficiente para aliviar
a pressão das roscas internas do pinhão. Se os
parafusos são instalados com Loctite, o mesmo
deverá ser esquentado a uma temperatura de
205°C (400°F) antes de ser alojado.

Item Designação
1 Pinhão
2 Chave de trava do pinhão
3 Chaveta
4 Chave do contraeixo
5 contraeixo

Figura 5-64 Remoção do pinhão

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-70


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5.2.2 Desmontagem da Carcaça do 4. Instale os parafusos sacadores especiais, que são


Contraeixo – HP300-HP400-HP500 fornecidos com a máquina, nos três furos
roscados igualmente distanciados no flange
(Veja Figura 5-65) externo da carcaça.

Para desmontar o conjunto da carcaça do contraeixo, 5. Alternadamente, aperte cada parafuso sacador,
e do próprio contraeixo, para troca de buchas, pinhão um pouco de cada vez, para evitar um
ou outras peças de desgaste, proceda da seguinte desalinhamento dentro da carcaça principal.
forma:
NOTA: SE O ENCAIXE ESTIVER
EXCESSIVAMENTE APERTADO, A CARCAÇA
1. Remova toda a tubulação de óleo que venha a PRINCIPAL PODERÁ SER AQUECIDA NO PONTO
interferir com a remoção da carcaça do DE ENCAIXE COM A CARCAÇA DO
contraeixo. Tampe e encape todas as aberturas CONTRAEIXO, PARTE EXTERNA, A FIM DE
encontradas. AJUDAR NA REMOÇÃO. AQUEÇA A CARCAÇA
PRINCIPAL ATÉ APROXIMADAMENTE 55°C
2. Remova a polia do britador neste momento. Isso (100°F) ACIMA DA TEMPERATURA AMBIENTE.
é feito basicamente para evitar avaria ou quebra
da polia durante a remoção da carcaça. 6. Continue apertando os parafusos sacadores até
que a carcaça do contraeixo se solte da carcaça
principal.

7. Encaixe um pedaço de tubo comprido na


extremidade do contraeixo, do lado da polia,
para contrabalançar o peso do conjunto, e
remova o conjunto utilizando uma ponte rolante
ou qualquer outro dispositivo de içamento
apropriado. (Veja Figura 5-58).

8. Remova o alojamento ou a cobertura do impulsor


9. Aqueça o impulsor de óleo até uma temperatura
de aproximadamente 27°C (5O°F) acima da
temperatura ambiente.

ADVERTÊNCIA

USE LUVAS ESPECIAIS, BEM ISOLADAS,


PARA MANUSEAR O IMPULSOR DE
ÓLEO AQUECIDO.

Item Designação
1 Carcaça principal 10. Coloque uma alavanca entre o impulsor e a carcaça
2 Parafusos sacadores do contraeixo e aplique uma força moderada.
3 Alojamento ou cobertura do impulsor Logo que o impulsor começar a se mover, segure
4 Contraeixo em cada lado do mesmo, e puxe-o diretamente
5 Carcaça do contraeixo para fora do eixo.

Figura 5-65 Remoção da carcaça do contraeixo 11. Puxe o conjunto do contraeixo para fora da
carcaça do contraeixo.

3. Remova os parafusos que prendem a carcaça do 5.5.2.3 Substituição do Pinhão – HP 300, 400,
contraeixo à carcaça principal. 500
Sempre que a carcaça do contraeixo está fora do
britador para fins de inspeção ou troca de peças, é
aconselhável inspecionar o pinhão para ver se há
desgaste anormal ou dentes quebrados. Corrosão ou

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-71


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

aspereza na face dos dentes são evidentes indícios de NOTA: SE O PINHÃO SE RESFRIAR ANTES DO
desgaste excessivo. Isso pode ser devido ao contato TEMPO NECESSÁRIO E DIFICULTAR SUA
inadequado dos dentes, resultante de uma quantidade COLOCAÇÃO NO EIXO, REAQUEÇA-O
incorreta de calços sob o mancal de encosto inferior, NOVAMENTE COM UM MAÇARICO NO
por sobrecarga no britador, ou por negligência no uso MOMENTO DAS BATIDAS COM O BLOCO DE
excessivo de óleos sujos. Um pinhão gasto é mais MADEIRA. LEMBRE-SE PARA
susceptível à quebra de dentes. Além disso, operar com CONTINUAMENTE MANTER O MOVIMENTO
um pinhão gasto pode provocar danos estruturais em DA CHAMA AO REDOR, DE FORMA NÃO
outras peças devido à vibração. Se o pinhão estiver CONCENTRADA, DO PINHÃO PARA EVITAR
excessivamente gasto ele deve ser substituído. Para se
obter o máximo benefício das peças novas é
QUALQUER CONCENTRAÇÃO DE CALOR
recomendado que a coroa e o pinhão sejam substituídos EXCESSIVO EM UMA DETERMINADA
ao mesmo tempo. Se um pinhão novo for instalado com REGIÃO LOCALIZADA.
uma coroa usada, a folga entre os dentes precisa ser
checada conforme descrito em VERIFICAÇÃO DA
FOLGA LATERAL na seção do conjunto do
Excêntrico. Para substituir o pinhão, proceda da
seguinte maneira:

1. Remova o conjunto do contraeixo a partir da


carcaça do contraeixo e coloque-a em um bloco de
madeira apropriado.

2. Para remover o pinhão aqueça o pinhão com um


maçarico, ajustado para baixa intensidade de calor,
até aproximadamente 100°C (180°F) acima da
temperatura ambiente. Bata repetidamente contra o
pinhão, com o auxílio de um bloco de madeira
pesada, enquanto que o calor continuamente se
propaga para o ambiente. Logo que o pinhão
começar a se mover, segure em cada lado dele e
puxe-o diretamente para fora do eixo. Tenha
certeza de usar luvas grossas bem isoladas quando
estiver manuseando o pinhão aquecido.
Item Designação
3. Para colocar no lugar o novo pinhão, aqueça o 1 Pinhão
mesmo com um maçarico, acima da temperatura 2 contraeixo
ambiente especificada na Tabela 5-14 ou em um
banho de óleo até aproximadamente 215°C (385°F) A Localização do pinhão
acima da temperatura ambiente. Quando o pinhão
estiver aquecido, até sua temperatura correta, Figura 5-66 Localização do pinhão
rapidamente coloque-o na extremidade do eixo e
empurre-o na direção do mesmo. O eixo sofrerá
um processo de resfriamento, ficando o pinhão
localizado a uma distância correta, e especificada,
como mostra a Tabela 5-14.

Acima da temperatura ambiente


Tamanho do Posicionamento do Centígrado Fahrenheit
Britador Pinhão (C°) (F°)
“A”
HP300 4 mm (5/32”) 100° 180°
HP400 5mm (3/16”) 147° 261°
HP500 FLUSH 133° 240°

Tabela 5-4 Localização do pinhão e condições de aquecimento

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-72


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5.2.4 Remoção das Buchas do Contraeixo remova o contraeixo do britador conforme descrito
em DESMONTAGEM DO CONTRAEIXO E
Em ocasiões que a bucha se tornar gasta, sendo SUBSTITUIÇÃO DO PINHÃO – BRITADORES
necessária sua reposição, a mesma apresentará uma HP100 e HP 200.
determinada folga na carcaça do contraeixo. Em
casos como este, a bucha é simplesmente deslizada 2. Construa uma placa de centralização de aço,
para fora da carcaça sem qualquer dificuldade. conforme mostrado na Figura 5-31.
Devido a limites extremos de tolerâncias de
fabricação, as buchas do contraeixo podem 3. Deslize a parte mais estreita da placa através da
apresentar um ligeiro encaixe por interferência bucha, até a placa ficar por trás da mesma, como
dentro da carcaça do contraeixo. Se for este o caso, a mostrada. Vire a placa de centralização de
remoção será mais difícil. Para trocar as buchas do 90° de modo que a borda externa da placa fique
contraeixo que estiverem com essa interferência, ou apoiada contra a bucha.
que tiverem "engripado" dentro da carcaça por causa
de um aquecimento, ou devido à falha de 4. Segurando a placa na posição, rosqueie uma
lubrificação, ou mesmo por causa de sobrecarga do haste de 25 mm (1") de diâmetro na placa
britador, proceda como se segue: soldada no centro da mesma. A haste deve ter
algumas polegadas de extensão a mais do que a
1. Remova a carcaça do contraeixo da carcaça bucha a ser rosqueada, em ambos os extremos.
principal, e o contraeixo de sua carcaça,
conforme descrito no tópico, DESMONTAGEM
DA CARCAÇA DA CONTRAEIXO.

NOTA: Visto que a carcaça do contraeixo dos


britadores HP100 e HP 200 é parte integrante da
carcaça principal,

Item Designação
5 As superfícies planas devem ser menores do
que o diâmetro interno da bucha
6 Escorregue a placa de centragem através da
bucha e gire 90° para ajustar na extremidade
da mesma

Item Designação Item Designação


1 Placa de centragem As superfícies planas devem ser menores do
2 Bucha do contraeixo 5
que o diâmetro interno da bucha
Diâmetro da placa deve ser maior do que o Escorregue a placa de centragem através da
3
interior da bucha 6 bucha e gire 90° para ajustar na extremidade
Solde uma porca sextavada de 24mm (1”) a da mesma.
4
placa
Figura 5-67 Centralizando a chapa

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-73


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Coloque uma barra de aço de 25 mm x 75 mm x maneira, exceto que a haste e a barra de aço
305 mm (1" x 3" x 12") sobre a outra deverão ser mais longas, coloque blocos de
extremidade da haste e prenda firmemente no madeira entre a barra de aço e o flange da
lugar com uma porca sextavada. carcaça do contraeixo.

6. Introduza um pedaço de madeira ou cano 8. Usando uma haste rosqueada, como um parafuso
comprido através da extremidade oposta da sacador, aperte a porca sextavada até que o
carcaça do contraeixo, e bata contra a placa de flange da bucha seja arrancado contra a barra de
centralização. Veja Figura 5-68. A bucha aço.
continuará apertada dentro da carcaça do
contraeixo. Um método alternativo utilizando 9. Desparafuse a porca, coloque um bloco
um procedimento com aplicação de alguma adicional embaixo da barra e aperte a porca
força é sugerido para remover as buchas, quando sextavada até a bucha ser arrancada contra a
as mesmas estiverem muito difíceis de serem barra.
removidas. Veja Figura 5-69 e proceda como
segue: 10. Se necessário, repita o passo 9 até a bucha estar
livre.
7. Usando o mesmo dispositivo de centralização
anteriormente descrito, e trabalhando da mesma

Item Designação
1 Carcaça do contraeixo Item Designação
2 Placa de centragem 6 Barra chata
3 Madeira 7 Prisioneiro
4 Haste rosqueada
5 Bucha do contraeixo Figura 5-68 Remoção da bucha do contraeixo por
martelada

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-74


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Bucha do contraeixo
2 Bloco
3 Carcaça do contraeixo
4 Placa de centragem
5 Haste rosqueada
6 Barra chata

Figura 5-69 Remoção da bucha do contraeixo por sacador

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-75


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5.2.5 Bucha do lado do pinhão – HP 100 e ou forçada para fora da carcaça do contraeixo da
HP200 carcaça principal. Como o parafuso de fixação foi
instalado com Loctite, esse parafuso deve ser
1. A bucha interna do contraeixo foi instalada na aquecido com um maçarico até aproximadamente
cavidade da carcaça do contraeixo, na qual é 205°C (400°F) antes que possa ser desparafusado.
integralmente moldada dentro da carcaça principal,
com um parafuso de fixação alinhador localizado na 2. Posicione a placa de centralização na extremidade
posição de 12:00 horas. Veja Figura 5-70. Esse da barra de aço. Pressione a placa contra a bucha
parafuso de fixação deve ser removido antes que a interna e bata com uma marreta para retirá-la do
bucha interna do contraeixo possa ser deslizada alojamento.

Item Designação
1 Bucha do contraeixo
2 Placa de centragem
3 Barra
4 Parafuso de fixação da bucha do contraeixo

Figura 5-70 Remoção da bucha do lado do pinhão

casos assim , a bucha é simplesmente deslizada para


5.5.2.6 Remoção da bucha do contraeixo – fora da carcaça sem dificuldade. Entretanto , algumas
Britadores HP100/200 vezes devido a tolerâncias de fabricação, uma
sobrecarga no britador ou um problema de
Quando uma bucha fica gasta e sua substituição é lubrificação, faz com que a bucha fique bloqueada e
necessária, a bucha fica solta na carcaça do emperrada.
contraeixo. Em

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-76


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Isto torna a remoção mais difícil.

Proceda da seguinte forma:

Bucha lateral ( externa ) da polia:

1. Como a carcaça do contraeixo é parte da


carcaça principal no Britador HP100,
remova o contraeixo do britador conforme
descrito na seção, DESMONTAGEM DO
CONJUNTO DO CONTRAEIXO E
SUBSTITUIÇÃO DO PINHÃO
HP100/HP200.

2. Construa uma placa de centralização de


aço, conforme mostrado na Figura 5-31.

3. Deslize a parte mais estreita da placa através


da bucha, até a placa ficar por trás da
mesma, como mostrada. Vire a placa de
centralização de 90° de modo que a borda
externa da placa fique apoiada contra a
bucha.

4. Segurando a placa na posição, rosqueie uma


haste de 25 mm (1") de diâmetro na placa
soldada no centro da mesma. A haste deve
ter algumas polegadas de extensão a mais
do que a bucha a ser rosqueada, em ambos
os extremos.

Item Designação
1 Placa de centragem
2 Bucha do contraeixo
Levemente menor que o diâmetro externo
3
da bucha
Porca sextavada M24 (1”) soldada sobre o
4
centro da placa
Levemente menor do que o diâmetro
5
interno da bucha
Escorregue a placa de centragem através
6 da bucha e gire 90° para ajustar na
extremidade da mesma.

Figura 5-71 Placa de centragem

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-77


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Coloque uma barra de aço de 25 mm x 75 mm x sextavada. Coloque blocos de madeira entre a barra
305 mm (1" x 3" x 12") sobre a outra de aço e a parte vertical da carcaça. Ver Figura 5-72.
extremidade da haste e prenda firmemente no
lugar com uma porca

Item Designação
1 Bucha do contraeixo
2 Placa de centragem
3 Haste rosqueada
4 Barra chata
5 Bloco
6 porca

Figura 5-72 Desmontagem da bucha do contraeixo do lado da polia

6. Usando uma haste rosqueada, como um parafuso 8. Se necessário, repita os passos 6&7 até a bucha
sacador, aperte a porca sextavada até que a soltar-se.
flange da bucha seja arrancada contra a barra de
aço.
Bucha do lado (interna) do pinhão:
7. Desparafuse a porca, coloque um bloco
adicional embaixo da barra e aperte a porca 1. A bucha INTERNA do contraeixo, é instalada
sextavada até a bucha ser arrancada contra a na parte interna da carcaça do contraeixo, o qual
barra. está completamente distanciada da carcaça
principal, sendo o alinhamento do parafuso de
fixação localizado na posição 12: 00 horas.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-78


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Veja Figura 5-70. Este parafuso de fixação deve 1. Remova os dois pinos guia que se encontram na
ser removido antes que a bucha interna do face da flange da carcaça.
contraeixo seja colocada, ou forçada, para a parte
da carcaça do contraeixo da carcaça principal. 2. Introduza duas hastes do mesmo diâmetro que os
Depois da instalação deste parafuso, com Loctite, pinos, nos dois furos dos pinos de guia. Essas
o mesmo deve ser aquecido a uma temperatura hastes deverão ter comprimentos maiores do que
de aproximadamente 205°C (400°F) antes de ser a bucha. Use-as como guias. Veja Figura 5-74.
desparafusado.
3. Quando na instalação da bucha interna do
2. Posicione a placa de centragem na extremidade contraeixo, alinhe os orifícios da bucha com os
da placa de aço. Pressione a placa contra a bucha orifícios dos parafusos na carcaça principal.
interna e use uma marreta para retirá-la do
alojamento.

Item Designação
1 Bucha do contraeixo
Item Designação 2 Haste guia
1 Bucha do contraeixo 3 Carcaça principal
2 Placa de centragem
3 Barra Figura 5-74 Colocando a bucha do contraeixo
4 Parafuso de fixação da bucha do contraeixo

Figura 5-73 Remoção da bucha do lado do pinhão 4. As duas buchas do contraeixo, interna e externa,
são idênticas. Entretanto, suas posições dentro
da cavidade poderão diferir. Determine a correta
5.5.2.7 Instalação das Buchas do localização do sulco de óleo da bucha em
relação à carcaça do contraeixo, da seguinte
Contraeixo forma:
Quando a carcaça tem sido completamente
inspecionada e constatada como satisfatória, as novas
buchas poderão ser instaladas. Caso as buchas
apresentem um encaixe frouxo dentro da carcaça do
contraeixo, simplesmente deslize-as para dentro,
sobre os pinos de guia, tendo cuidado para que o
sulco de óleo na cavidade fique posicionado
conforme descrito no Passo 4. Se houver encaixe por
interferência, utilize o gelo seco para realizar o
encaixe, como escrito no Passo 5, e proceda da
seguinte forma:

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-79


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

A. O sulco de óleo longitudinal, na bucha NOTA: O SULCO DE ÓLEO DA BUCHA


INTERNA do contraeixo fica corretamente EXTERNA DO CONTRAEIXO DEVE ENTÃO SER
localizado no topo do mesmo, como mostra a GIRADO PARA O PONTO CENTRAL SUPERIOR.
Figura 5-75.
Girando a bucha, quando estiver sendo usado
B. A bucha EXTERNA do contraeixo é esse tipo de acionamento, evitará que o
normalmente instalada com o sulco de óleo contraeixo se apoie sobre o sulco de óleo e deste
longitudinal localizado na parte inferior (Veja modo mantendo o fluxo de óleo.
Figura 5-75), entretanto, sua posição será
diferente se a polia do motor estiver localizada
ABAIXO do britador, seja diretamente abaixo da
polia do britador, ou até 45° para um lado ou
outro da linha de centro do mesmo, como mostra
a Figura 5-76.

Item Designação Item Designação


1 Bucha interna do contraeixo Sulco de óleo posicionado na posição
2 Sulco de óleo na posição 12:00 h 6 12:00 h para transmissão vertical com
3 Carcaça principal motor abaixo da polia do britador
4 Bucha externa do contraeixo Sulco de óleo posicionado na posição
5 Sulco de óleo na posição 6:00 h 6:00 h para transmissão vertical ou
7
horizontal com motor acima da polia do
britador

Figura 5-75 Posição das ranhuras de


lubrificação das buchas do contraeixo

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-80


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

ADVERTÊNCIA

USE LUVAS GROSSAS, BEM ISOLADAS,


PARA LIDAR COM O GELO SECO. O
MANUSEIO DE GELO SECO SEM
PROTEÇÃO PODE CAUSAR SÉRIAS
QUEIMADURAS.

NOTA: SE A CARCAÇA PRINCIPAL ESTIVER A


UMA TEMPERATURA DE 24°C (75°F) OU MAIS,
O GELO COMUM PODERÁ SER USADO COMO
SUBSTITUTO DO GELO SECO. MEÇA O
DIAMÊTRO EXTERNO DA BUCHA E O
DIAMÊNTRO INTERNO DA CARCAÇA DO
CONTRAEIXO PARA DETERMINAR SE A
BUCHA FOI RESFRIADA SUFICIENTEMENTE.

6. Deslize rapidamente a bucha para dentro da


carcaça do contraeixo usando as hastes
instaladas na carcaça como guias.

NOTA: Alinhe o orifício da bucha interna do


contraeixo com o parafuso de fixação na carcaça
Item Designação principal. Veja Figura 5-70.
1 Polia do britador
2 Linha de centro vertical do britador NOTA: Tenha certeza de que disposição correta do
3 Polia do motor sulco de óleo no interior da bucha é a posição de 12:00
horas, e o furo escariado no lado de fora da bucha está
Figura 5-76 Posição inferior do acionamento em alinhamento com o orifício roscado do parafuso de
vertical fixação no topo da carcaça principal. NÃO
CONDUZA A HASTE USADA DURANTE A
INSTALAÇÃO DA BUCHA INERNA DO
5. Encha o interior das buchas de reposição com CONTRAEIXO DO HP 100.
gelo seco durante 2 a 3 horas, para contraí-las e
facilitar sua instalação na carcaça do NOTA: Limpe as roscas dos parafusos e orifícios
contraeixo. Aproximadamente 22 Kg (50 lbs) roscados na carcaça utilizando um óleo solvente.
de gelo seco são necessários para as duas Então aplique Loctite 277 para as duas superfícies
buchas do contraeixo. roscadas e instale o parafuso de fixação no orifício
roscado na carcaça. Gire-o, para baixo, até ele estar
NOTA: ENROLE A PARTE EXTERNA DA acomodado novamente na bucha do contraeixo. NÃO
BUCHA COM ALGUMAS CAMADAS DE SACO APERTE MUITO, POIS MUITA FORÇA
DE ANIAGEM, PARA EVITAR O ACÚMULO DE APLICADA PODE DANIFICAR A BUCHA
GELO, QUE PODERÁ CAUSAR DIFICULDADES INTERNA.
PARA A INSTALAÇÃO DA BUCHA NA
CARCAÇA DO CONTRAEIXO. ISSO TAMBÉM 7. Se a instalação não for feita rapidamente e a
IRÁ AJUDAR A OBTER UM CONGELAMENTO bucha voltar a se dilatar, estando somente
MAIS COMPLETO. parcialmente instalada dentro da carcaça do
contraeixo, ou se a instalação por meio de
congelamento não for possível, instale a bucha
no lugar correto com a ajuda de algumas
pancadas utilizando um bloco de madeira
atravessado sobre a face da bucha, para protegê-
la. As hastes de guia ajudarão consideravelmente
neste tipo de montagem.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-81


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

NOTA: NÃO USE FORÇA EXCESSIVA AO NOTA: NOS BRITADORES HP 200, VERIFIQUE
BATER, UMA VEZ QUE A BUCHA PODE FICAR SE A PARTE INTERNA DO CONTRAEIXO É
ENJAMBRADA DENTRO DO FURO E CAUSAR UMA PARTE INTEGRADA DA CARCAÇA
GRANDE DIFICULDADE PARA INSTALAR. PRINCIPAL.

8. Retire as hastes e recoloque os dois pinos de Verifique se o eixo está reto ou com desvio. Com o
guia que foram retirados anteriormente. eixo entre centros, o desvio não poderá exceder a
0,102 mm (0,004") no total. Se houver uma
5.5.2.8 Inspeção antes da Instalação da Bucha excentricidade de mais de 0,102 mm (0,004"), o
– HP100 contraeixo deverá ser substituído.

Como medida de precaução, antes da instalação de A bucha poderá engripar se o diâmetro interno da
uma nova bucha, verifique o diâmetro interno da bucha tiver ficado menor, devido a sua pressão
carcaça do contraeixo. excessiva ao ser pressionada dentro da carcaça do
contraeixo, com um diâmetro interno já pré-
As buchas são usinadas a fim de proporcionar um estabelecido, ou quando for usado um contraeixo
encaixe de 0,00 mm justo até O,057 mm (O,002") empenado.
frouxo. O diâmetro interno do furo e o diâmetro
externo da bucha deverão ser checados, a fim de Caso o eixo esteja com uma torção, ele deverá ser
certificar-se de que se enquadram nessas tolerâncias. refugado e substituído por um outro novo.
Caso o diâmetro da bucha exceda o diâmetro do furo,
a carcaça do contraeixo deverá ser novamente 5.5.2.10 Montagem do Contraeixo –
usinada para que os diâmetros se igualem. Um Britadores HP 100/200
encaixe por interferência excessivo poderá levar a
bucha a deformar-se ou o diâmetro interno da bucha (Veja Figura 5-62)
a se contrair, com isso, diminuindo a folga entre o
contraeixo e a bucha. Se ficar constatado que o A montagem é o procedimento inverso da
diâmetro interno está menor do que a medida de desmontagem, com algumas exceções que são
usinagem original, esta contração do diâmetro mostradas a seguir:
interno poderá ser geralmente atribuída a um
aquecimento excessivo da mesma. 1. Prenda a placa de trava na face do pinhão. Limpe o
parafuso e os orifícios roscados no mesmo com um
Verifique a parte interna do contraeixo na qual é uma óleo solvente. Então aplique Loctite 242 em ambas
parte integrada da carcaça principal. as superfícies e instale o parafuso de fixação no
orifício roscado do pinhão. Aperte firmemente.
5.5.2.9 Inspeção antes da instalação da bucha –
HP200, HP300, HP400, HP500 Para HP100, M12 torque 140N.m

Como medida de precaução, antes da instalação de Para HP200, torque 180N.m


uma nova bucha, verifique o diâmetro interno da
carcaça do contraeixo. 2. Instale um parafuso olhal no orifício roscado entre
os dentes do pinhão e o pinhão mais baixo na
As buchas são usinadas a fim de proporcionar um posição da carcaça, ficando o mesmo então na
encaixe de 0,03 mm (0,001") justo, à O,065 mm posição horizontal e em alinhamento com a bucha
(O,002") frouxo. O diâmetro interno do furo e o interna.
diâmetro externo da bucha deverão ser checados, a
fim de certificar-se de que se enquadram nessas 3. Usando um dispositivo apropriado de içamento,
tolerâncias. Caso o diâmetro da bucha exceda o escorregue a extremidade rosqueada do contraeixo
diâmetro do furo, a carcaça do contraeixo deverá ser através de ambas as buchas do contraeixo em
novamente usinada para que os diâmetros se direção ao Britador.
igualem, ou o furo fique maior, não excedendo a
tolerância de O,065 mm (O,002") especificada. Um 4. Na direção do sentido horário, vagarosamente gire
encaixe por interferência excessivo poderá levar a o contraeixo até o encontro do pinhão. Segure o
bucha a deformar-se ou o diâmetro interno da bucha pinhão com uma chave de pinhão especial e gire o
a se contrair, com isso, diminuindo a folga entre o contraeixo com uma chave de contraeixo também.
contraeixo e a bucha. Se ficar constatado que o Veja Figura 5-64.
diâmetro interno está menor do que a medida de
usinagem original, esta contração do diâmetro
interno poderá ser geralmente atribuída a um
aquecimento excessivo da mesma.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-82


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Continue girando o contraeixo até a - para HP100 de 0,8mm (0,031”) até 1,2mm
extremidade do eixo, fazendo contato com o (0,047”) e para HP200 de 0,8mm (0,031”) até
parafuso da placa de trava do pinhão. 1,6mm (0,062”), com o marcador de medida
Normalmente o contraeixo pode ser girado colocado contra a face da bucha externa do
sem o uso de um martelo ou marreta. contraeixo.

6. Depois do contato realizado entre o 9. Depois do impulsor de óleo ser resfriado, para
contraeixo e a placa de trava, bata a chave temperatura ambiente, remova a marcação da
com um martelo ou marreta para ter certeza medida, encaixe o retentor.
do inteiro contato entre as duas partes.
10. Usando uma vedação, Silastic RTV732,
7. Aqueça o impulsor de óleo até uma aplique-o na face da carcaça do contraeixo
temperatura de aproximadamente 27°C antes de parafusar o impulsor na cobertura do
(50°F) acima da temperatura ambiente, e mesmo. Insira os parafusos de fixação através
instale-o no contraeixo o mais rápido dos orifícios e rosqueie-os nos orifícios
possível. roscados na carcaça do contraeixo.

8. Se alguma resistência é encontrada, coloque Centralize a cobertura para que haja uma folga
um bloco de madeira atravessando a face do igual entre o largo orifício da cobertura e o
impulsor e force o mesmo contra o eixo contraeixo. Então aperte os parafusos (70N.m –
através de batidas contra a madeira. O 500pés libras) usando o padrão alternado-cruzado.
impulsor é corretamente instalado quando o
mesmo está preso:

Item Designação Item Designação


1 Carcaça principal 6 Retentor
2 Vedação
3 Cobertura do impulsor Figura 5-77 Impulsor de óleo
4 Impulsor de óleo
5 contraeixo

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-83


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.5.2.11 Instalação da bucha do contraeixo – 2. Introduza duas hastes do mesmo diâmetro que os
HP300, HP400, HP500 pinos, nos dois furos dos pinos de guia. Essas
hastes deverão ter comprimentos maiores do que
Quando o contraeixo e a carcaça do contraeixo a bucha.
tiverem sido completamente inspecionados e
constatados como satisfatórios, as novas buchas Veja Figura 5-78. Essas hastes de guia servem
poderão ser instaladas. Caso as buchas apresentem para garantir que os furos na flange da bucha
um encaixe frouxo dentro da carcaça do contraeixo, fiquem alinhados com os pinos na carcaça do
simplesmente deslize-as para dentro, sobre os pinos contraeixo.
de guia, tendo cuidado para que o sulco de óleo na
cavidade fique posicionado conforme descrito no
Passo 3. Se houver encaixe por interferência, utilize NOTA: PARA OS BRITADORES HP100 E HP200,
o gelo seco para realizar o encaixe, como escrito no QUANDO ESTIVER ESTALANDO A BUCHA
Passo 4, e proceda da seguinte forma: INTERNA DO CONTRAEIXO, ALINHE OS FUROS
DA BUCHA COM OS FUROS DOS PARAFUSOS
1. Remova os dois pinos de guia que se encontram FIXADORES NA CARCAÇA PRINCIPAL.
na face do flange da carcaça.

Item Designação
1 Carcaça do contraeixo
2 Hastes de aço guia
3 Bucha do contraeixo

Figura 5-78 Instalação da bucha do contraeixo

3. As duas buchas do contraeixo, interna e externa, posição do sulco de óleo da bucha em relação à
são idênticas. Entretanto, suas posições dentro da carcaça do contraeixo, da seguinte forma:
cavidade poderão diferir. Determine a correta

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-84


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

A. O sulco de óleo longitudinal, na bucha INTERNA ABAIXO do britador, seja diretamente abaixo da
do contraeixo fica corretamente localizado no topo polia do britador, ou até 45° para um lado ou outro
do mesmo, como mostra a Figura 5-80. da linha de centro do mesmo, como mostra a
Figura 5-79. A BUCHA EXTERNA DO
B. A bucha EXTERNA do contraeixo é normalmente CONTRAEIXO DEVE ENTÃO SER GIRADO
instalada com o sulco de óleo longitudinal PARA O PONTO CENTRAL SUPERIOR.
localizado na parte inferior (Veja Figura 5-80), Girando a bucha, quando estiver sendo usado esse
entretanto, sua posição será diferente se a polia do tipo de acionamento, evitará que o contraeixo se
motor estiver localizada apoie sobre o sulco de óleo.

Item Designação
1 Linha de centro vertical do britador
2 Polia do motor
3 Polia do britador

Figura 5-79 Posição inferior do acionamento vertical

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-85


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Carcaça do contraeixo
2 Bucha externa do contraeixo
3 Posição normal 6:00 h da bucha externa do contraeixo para acionamento
horizontal ou vertical dirigindo para cima
4 Entalhe do óleo
5 Posição 12 h da bucha externa do contraeixo para acionamento vertical
dirigindo para baixo
6 Entalhe do óleo na posição de 12h da bucha interna do contraeixo
7 Bucha interna do contraeixo

Figura 5-80 Localização do sulco de óleo interno da bucha do contraeixo

4. Encha o interior das buchas novas com gelo seco Aproximadamente 22 kg ( 50 libras) de gelo seco
durante 2 a 3 horas para contrair as buchas e serão necessários para as duas buchas do contraeixo.
facilitar sua instalação na carcaça do contraeixo.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-86


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

NOTA: ENROLE A PARTE EXTERNA DA 6. Se a instalação não for feita rapidamente e a


BUCHA COM ALGUMAS CAMADAS DE SACO bucha voltar a se dilatar, estando somente
DE ANIAGEM, PARA EVITAR O ACÚMULO DE parcialmente instalada dentro da carcaça do
GELO, QUE PODERÁ CAUSAR DIFICULDADES contraeixo, ou se a instalação por meio de
PARA A INSTALAÇÃO DA BUCHA NA congelamento não for possível, instale a bucha
CARCAÇA DO CONTRAEIXO. ISSO TAMBÉM no lugar correto com a ajuda de algumas
IRÁ AJUDAR A OBTER UM CONGELAMENTO pancadas utilizando um bloco de madeira
MAIS COMPLETO. atravessado sobre a face da bucha, para protegê-
la. As hastes de guia ajudarão
consideravelmente neste tipo de montagem.
ADVERTÊNCIA
NOTA: NÃO USE FORÇA EXCESSIVA AO
USE LUVAS GROSSAS, BEM ISOLADAS, BATER, UMA VEZ QUE A BUCHA PODE FICAR
PARA LIDAR COM O GELO SECO. O ENJAMBRADA DENTRO DO FURO E CAUSAR
MANUSEIO DE GELO SECO SEM GRANDE DIFICULDADE DE REMOÇÃO.
PROTEÇÃO PODE CAUSAR SÉRIAS 7. Retire as hastes e recoloque os dois pinos de guia
QUEIMADURAS. que foram retirados anteriormente.

5.5.2.12 Montagem da Carcaça do Contraeixo


NOTA: SE A CARCAÇA DO CONTRAEIXO OU A – Britadores HP 300, HP400, HP500
CARCAÇA PRINCIPAL DO HP 200 ESTIVER A
UMA TEMPERATURA DE 24°C (75°F) OU MAIS, (Veja Figura 5-57)
O GELO COMUM PODERÁ SER USADO COMO
SUBSTITUTO DO GELO SECO. MEÇA O Quando o conjunto da carcaça do contraeixo é
DIAMÊTRO EXTERNO DA BUCHA E O removido para inspeção ou reposição de algumas
DIAMÊNTRO INTERNO DA CARCAÇA DO partes, é aconselhável substituir o anel “O” no flange
CONTRAEIXO PARA DETERMINAR SE A interno entre a carcaça do contraeixo e a carcaça
BUCHA FOI RESFRIADA SUFICIENTEMENTE. principal, e as vedações, entre o alojamento do
impulsor e a carcaça principal, e entre a cobertura do
impulsor e carcaça principal também.
5. Deslize rapidamente a bucha para dentro da
carcaça do contraeixo usando as hastes instaladas Estes equipamentos, ou componentes dos britadores,
na carcaça como guias. podem possuir vidas permanentes no decorrer dos
anos, se uma efetiva vedação for realizada. O anel
NOTA: Nos Britadores HP100 e HP 200, a bucha “O”, juntas e vedações são considerados baratos se
INTERNA do contraeixo é instalada internamente à comparados com danos causados por inesperados
carcaça do contraeixo o qual está completamente vazamentos de óleo.
distanciada da carcaça principal. Veja Figura 5-62. A
disposição correta do sulco de óleo no interior da A montagem é o procedimento inverso da
bucha é a posição de 12:00 horas, e o furo escariado desmontagem, com exceção de alguns passos dado a
no lado de fora da bucha está em alinhamento com o seguir:
orifício roscado do parafuso de fixação no topo da
carcaça principal. NÃO CONDUZA A HASTE 1. Introduza o conjunto do contraeixo na carcaça do
USADA DURANTE A INSTALAÇÃO DA BUCHA contraeixo.
INTERNA DO CONTRAEIXO DOHP100 ou HP
200. 2. Para prender o contraeixo, use um grampo "C"
grande, de modo que o pinhão fique preso no
Limpe os parafusos e orifícios roscados na carcaça flange da carcaça do contraeixo como mostrado
utilizando um óleo solvente. Então aplique Loctite 277 na Figura 5-81. Um método alternativo para
para as duas superfícies roscadas e instale o parafuso segurar o contraeixo seria colocar o pinhão contra
de fixação no orifício roscado na carcaça. Gire-o, para uma parede de apoio firme ou outro apoio
baixo, até ele estar acomodado novamente na bucha do similar.
contraeixo. NÃO APERTE MUITO, POIS MUITA
FORÇA APLICADA PODE DANIFICAR A BUCHA
INTERNA.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-87


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

7. Verifique a cavidade interna da cobertura antes


de montá-la na carcaça do contraeixo, esta
cavidade interna deve estar LISA! Se alguma
ranhura estiver COMEÇANDO a se formar na
cavidade da cobertura do anel de pistão, esta
deve ser usinada. Uma ranhura gasta na cobertura
pode causar o travamento do anel de pistão na
cobertura e tornar uma futura remoção da
cobertura extremamente difícil, se não
impossível, sem danificar alguma peça desta
extremidade do conjunto da carcaça do
contraeixo. Substitua a cobertura se uma ranhura
estiver muito profunda.

8. Usando uma vedação, Silastic RTV732, aplique-a


na face da carcaça do contraeixo antes de
parafusar a cobertura do impulsor no mesmo.
Coloque os parafusos através dos orifícios na
Item Designação cobertura e rosqueie-os no interior dos orifícios
1 Carcaça do contraeixo roscados na carcaça do contraeixo.
2 Grampo – C
3 Pinhão 9. Centralize a cobertura para que haja uma folga
igual entre o grande orifício da cobertura e o
contraeixo. Então aperte o parafuso usando o
Figura 5-81Fixação do conjunto do contraeixo padrão de aperto, alternado-cruzado.

5.5.2.13 Vazamento de óleo na extremidade do


3. Aqueça o impulsor de óleo a uma temperatura de acionamento da carcaça do contraeixo
aproximadamente 27°C (5O°F) acima da
temperatura ambiente e instale-o no contraeixo o Caso comece a vazar óleo do alojamento do impulsor
mais rápido possível. de óleo, na extremidade de transmissão da carcaça do
contraeixo, a solução seria a substituição da junta em
4. Se encontrada alguma resistência, coloque um bloco ambos os lados do alojamento do impulsor devido aos
de madeira cruzando a face do impulsor e force o danos ou gastos causados nos mesmos. Veja Figura
mesmo ao eixo pelo golpeamento repetido contra a 5-77.
madeira. O impulsor é instalado corretamente
quando ele é apertado até uma especificação da Verifique se há sujeira acumulada no orifício centrado
marcação de medida, localizada na face externa da na carcaça do contraeixo, exatamente abaixo do
bucha do contraeixo. Veja Figura 5-13 e a Tabela contraeixo. Desta maneira esta sujeira restringirá o
5-13 para a correta marcação da medida ou folga fluxo de óleo do impulsor da carcaça do contraeixo.
axial.
Também é possível que a causa do vazamento de óleo
5. Após o resfriamento do impulsor de óleo à seja a incapacidade do óleo de ser drenado
temperatura ambiente, remova a marcação de suficientemente rápido do alojamento do impulsor de
medida previamente colocada. óleo, especialmente quando o óleo está frio. A
inclinação mínima deve ser 25 mm (1") para cada 305
6. O impulsor de óleo é equipado com um anel de mm (12") de tubo de dreno utilizado.
pistão para fornecer uma vedação entre o impulsor
e o alojamento do mesmo. Verifique se o anel de
pistão pode ser girado livremente na ranhura
usinada do impulsor. Cuidadosamente lime
qualquer entalhe ou rebarba que tenha se formando
no anel de pistão, para que ele possa se unir ao
impulsor. Substitua o anel de pistão se necessário.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-88


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Verificar também o lado interno da linha do dreno 9. Aperte igualmente cada parafuso um por vez. Eles
principal ou algum cano obstruído, do mesmo modo, devem ser apertados até que estejam presos com o
verificando se há acúmulo de sujeira, que pode torque requerido.
restringir o fluxo de óleo também.

Quaisquer destes itens descrevem apenas causas Torque de trava a ser a ser aplicado nos parafusos de
possíveis do retorno de óleo e vazamento na região aperto do cubo:
do impulsor de óleo.
Polia Torque N.m Torque N.m
A maioria dos vazamentos de óleo na extremidade do Cubo magic lock Cubo veco
acionamento da carcaça do contraeixo tem ocorrido bloc
nos conjuntos móveis em que as linhas de dreno não 500 – 6 SPC 195 275
tem espaçamento suficiente devido à limitações de 500 – 6/8V 270 360
espaço em tais instalações.
Tabela 5-15 torque HP100
5.5.2.14 Montagem da polia do britador
Polia Torque N.m
(Veja Figura 5-82) 630 – 8 SPC 360
630 – 6/8V 360
Para montar a polia do britador com uma bucha
removível, proceda como se segue: Tabela 5-16 Torque HP200

1. Refira ao desenho da tubulação de óleo e instale- 10. Se há qualquer risco de oxidação, preencher os
a. orifícios com graxa.

2. Remova o cubo da roldana removível afrouxando


os parafusos de aperto. 5.5.2.15 Remoção da polia do britador
3. Limpe o eixo, o entalhe, as superfícies externas (Veja Figura 5-82)
da polia do cubo, junto com o furo cônico da
roldana na qual ela está montada. Remova os Para desmontar a polia do britador, proceda como
cavacos e as marcas de tintas e vernizes. segue:
4. Puxe o contraeixo na direção da extremidade do 1. Primeiramente remova os parafusos de fixação
britador, até que o pinhão esteja justo contra a do cubo.
bucha interna da carcaça do contraeixo. Observe
a folga axial do contraeixo, na qual a mesma 2. Insira os parafusos dentro dos orifícios roscados
deve ser de 1,2mm a 0,8mm. do cubo.

5. Coloque o espaçador no eixo e o cubo removível


no furo cônico da polia, assegurando-se que os ADVERTÊNCIA
semi furos lisos estão colocados opostos aos
semi furos rosqueados. A separação da roldana de seus cubos
removíveis poderá causar certa dificuldade,
6. Aplique óleo nos fios e nas extremidades dos porém, dê um golpe suave com um martelo
parafusos (ou na parte inferior da cabeça, para enquanto os parafusos presos estiverem com
parafusos com cabeça). pressão.
7. Coloque os parafusos nos furos usinados da
roldana sem apertá-los. O cubo então estará
livre em sua borda.

8. Deslize o conjunto do eixo até que uma posição


requerida é alcançada. Não se esqueça da
chaveta.

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-89


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Polia
2 Parafusos
3 Chaveta
4 Espaçador
5 Cubo
6 Rosca no cubo para desmontagem
7 Rosca na polia para montagem

Figura 5-82 Conjunto da polia

HP100/200/300/400/500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS 5-90


Seção 5-6

Operações do Britador (Continuação)


5.6 CONJUNTOS DA CARCAÇA PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE E ALÍVIO...............................................................5-91

5.6.1 DESCRIÇÃO...............................................................................................................................................................5-91

5.6.2 INSTRUÇÕES DE MONTAGEM..............................................................................................................................5-91

5.6.2.1 GERAL..................................................................................................................................................................5-91

5.6.2.2 INSTALAÇÃO DO BRITADOR..........................................................................................................................5-92

5.6.3 MANUTENÇÃO.........................................................................................................................................................5-96

5.6.3.1 REVESTIMENTO DA CARCAÇA PRINCIPAL E PROTETORES DOS BRAÇOS........................................5-96

5.6.3.2 SUBSTITUIÇÃO DO EIXO PRINCIPAL...........................................................................................................5-97

5.6.3.3 SUBSTITUIÇÃO DO MANCAL DE APOIO INFERIOR E SEUS CALÇOS...................................................5-97

5.6.3.4 SUBSTITUIÇÃO DO SELO DE VEDAÇÃO – BRITADOR HP100.................................................................5-97

5.6.3.5 SUBSTITUIÇÃO DO SELO DE VEDAÇÃO – BRITADORES HP200/300/400/500.......................................5-98

5.6.3.6 SUBSTITUIÇÃO DO PINO DA CARCAÇA PRINCIPAL – BRITADOR HP100............................................5-99

5.6.3.7 SUBSTITUIÇÃO DO PINO DA CARCAÇA PRINCIPAL – BRITADORES HP200/300..............................5-100

5.6.3.8 SUBSTITUIÇÃO DO PINO DA CARCAÇA PRINCIPAL – BRITADORES HP400/500..............................5-101

5.6.3.9 SUBSTITUIÇÃO DA BUCHA DO PINO DA CARCAÇA PRINCIPAL – BRITADOR HP100....................5-102

5.6.3.10 SUBSTITUIÇÃO DA BUCHA DO PINO DA CARCAÇA PRINCIPAL – BRITADORES HP200/300......5-104

5.6.3.11 SUBSTITUIÇÃO DA BUCHA DO PINO DA CARCAÇA PRINCIPAL – BRITADORES HP400/500......5-106

5.6.3.12 ASSENTAMENTO DA CARCAÇA PRINCIPAL..........................................................................................5-107

5.6.3.12.1 INFORMAÇÕES GERAIS........................................................................................................................5-107

5.6.3.12.2 DESGASTE DO ANEL DE AJUSTE........................................................................................................5-109

5.6.3.12.3 INSTALAÇÃO DO REVESTIMENTO E BARRA DE APOIO...............................................................5-111

5.6.3.13 REMOÇÃO DO CILINDRO DE ALÍVIO – BRITADORES HP100...............................................................5-112

5.6.3.14 CONJUNTO DO CILINDRO DE ALÍVIO – BRITADORES HP100..............................................................5-112

5.6.3.15 REMOÇÃO DO CILINDRO DE ALÍVIO – BRITADORES HP200/300/400/500..........................................5-114

5.6.3.16 INSTALAÇÃO DO CILINDRO DE ALÍVIO – BRITADORES HP200/300/400/500....................................5-116

5.6.3.17 SUBSTITUIÇÃO DO ACUMULADOR – BRITADORES HP100/200/300....................................................5-117

5.6.3.18 SUBSTITUIÇÃO DO ACUMULADOR – BRITADORES HP400/500...........................................................5-119

5.6.3.19 REMOÇÃO DO ANEL DE TRAVA.................................................................................................................5-121

5.6.3.20 INSTALAÇÃO DO ANEL DE TRAVA – BRITADORES HP100..................................................................5-122

5.6.3.21 INSTALAÇÃO DO ANEL DE TRAVA – BRITADORES HP200/300/400/500.............................................5-125

5.6.3.22 SUBSTIUIÇÃO DO ANEL DE DESGASTE DA CARCAÇA PRINCIPAL – BRITADORES HP300/400/500......5-129


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6 Conjuntos da carcaça principal, anel de Alguns pinos presos à parte superior da carcaça
principal ou abaixo do anel de ajuste, dependendo do
ajuste e de alívio contra material não britável tamanho do britador, evita que o anel de ajuste gire e
serve como guia para retornar o anel à sua posição
5.6.1 Descrição original quando é levantado ou vibra (batimento do
anel)
Esta Seção descreve a carcaça principal, anel de ajuste,
e conjuntos de alívio contra material não-britável. Um mancal de encosto parafusado à carcaça principal,
em volta da base do eixo principal, assume o desgaste
A carcaça principal, que é firmemente parafusada a proveniente da rotação do excêntrico. Calços inseridos
uma fundação, proporciona um apoio rígido para os sob o mancal de encosto determinam a folga lateral e a
demais componentes do britador. folga na raiz dos dentes entre o pinhão e a coroa.
Um revestimento da carcaça principal, soldado à parte Nos britadores HP100 e HP200, uma gaxeta dupla,
interna da carcaça, assim como protetores dos braços, tipo labirinto, ( uma na parte da carcaça e outra no
são substituíveis e protegem o interior da carcaça excêntrico, trabalham junto com o excêntrico)
contra desgaste. Há um revestimento substituível, o evitando perda de óleo e protegendo contra poeira a
qual é fixado no diâmetro externo do contrapeso, coroa dentada, o pinhão e as superfícies de apoio. As
protegendo o mesmo contra desgaste excessivo juntas da carcaça são fabricadas com plástico especial
durante operação. e são instaladas nas canaletas da carcaça em torno do
contrapeso.
Um anel de ajuste, que se assenta sobre uma superfície
cônica usinada, no topo da carcaça principal, é Duas buchas de bronze suportam o contraeixo
rosqueado em seu perímetro interno a fim de
proporcionar um meio de ajuste do conjunto do bojo. Nos britadores HP300, HP400, e HP500, um selo
Um anel de trava, no topo do anel de ajuste é forçado moldado, não-metálico, colado a um canal anular
para cima por uma série de cilindros de trava, situado em torno do perímetro do poço da
posicionados entre o anel de trava e o anel de ajuste. O engrenagem, envolve uma tira presa ao excêntrico,
anel de trava segura o bojo firmemente contra o lado proporcionando um selo tipo labirinto, que evita o
inclinado das roscas do anel de ajuste, evitando que o vazamento de óleo e protege a coroa, pinhão e
bojo se mova ou gire durante o processo de britagem. superfícies dos mancais contra a infiltração de pó.
Um protetor de pó, preso ao anel de ajuste protege os O eixo principal fixo, montado no cubo central da
cilindros de trava e as roscas do bojo contra carcaça principal, serve de apoio para o soquete e da
contaminantes externos. haste em torno da qual gira o excêntrico.
Os cilindros hidráulicos, conectados à carcaça 5.6.2 Instruções de montagem
principal e ao anel de ajuste, prendem o anel de ajuste
firmemente à carcaça principal, contra forças normais
de britagem. Forças excessivas criadas por uma
5.6.2.1 Generalidades
operação inadequada ou pela passagem de um material
não-britável acionarão o cilindro para cima. O óleo Na maioria dos casos, a carcaça principal, o anel de
será deslocado da câmara do cilindro superior para ajuste e os componentes de alívio contra material não-
dentro dos acumuladores, comprimindo em seguida o britável, serão embarcados já montados. No entanto,
gás nitrogênio existente no acumulador. Uma vez em casos raros, restrições de embarque ou limitações
passada a sobrecarga, e assim que as forças de de espaço exigem que a unidade seja desmontada. Se
britagem tenham-se normalizado, o nitrogênio for necessária a montagem dos componentes da
comprimido retornará o óleo para o cilindro; as hastes carcaça principal, siga os procedimentos descritos na
dos cilindros retrairão, e o anel de ajuste voltará a se parte de MANUTENÇÃO desta Seção.
assentar na carcaça principal.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-91


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6.2.2 Instalação do britador Os preparativos, as propriedades do concreto e o


. equipamento envolvido, na maioria dos casos tornam o
Se o conjunto da carcaça principal ou o britador epóxi o material preferido.
completo tiver que ser montado sobre uma fundação
de concreto, a carcaça principal deverá ser concretada Epóxi é um material de resina epóxi tenaz, flexível e
no lugar. Há dois tipos de material em uso atualmente; resistente à vibração, que é prontamente disponível em
são eles o concreto, propriamente dito, e o epóxi. O forma de Kits, em diversas quantidades. Cada kit
concreto foi usado quase que exclusivamente como consiste de uma lata de resina epóxi e um endurecedor,
material de fixação no passado, porém, mais que são misturados diretamente no local da aplicação;
recentemente, o concreto tem sido substituído por as instruções são encontradas nos rótulos em cada kit.
epóxi, na maioria das instalações de britadores. O uso do epóxi não requer equipamento, preparações
ou manuseio especiais. Uma vez misturado, o epóxi
deve ser despejado sem demora, porém, as misturas
subseqüentes podem ser aplicadas em qualquer ocasião
conveniente.

Item Designação
1 Contorno do britador
2 Fundação
3 Material de apoio epóxi depois da retirada das formas de madeira
4 Chumbador
5 Formas de madeira

Figura 5-83 Montagem do britador

Para instalar o conjunto da carcaça principal ou o britador ADVERTÊNCIA


completo sobre uma fundação de concreto, ou para
concretar uma estrutura de aço sobre uma base de
concreto, veja Figura 5-83 e proceda do seguinte modo:
NÃO USE OS GANCHOS DE IÇAMENTO
DA TAMPA DE AJUSTE PARA LEVANTAR
1. Corte com maçarico quatro arruelas de grande O EQUIPAMENTO COMPLETO. ESSES
diâmetro em uma chapa de 10 mm (3/8"), e GANCHOS NÃO SÃO SUFICIENTEMENTE
coloque-as sobre os chumbadores. Prenda um FORTES PARA SUPORTAR TODO O PESO
ou vários cabos adequados aos ganchos de DO BRITADOR, PODENDO RESULTAR EM
elevação próximos ao fundo da carcaça SÉRIOS DANOS PESSOAIS E MATERIAIS.
principal. Veja Figura 5-84.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-92


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

OS BLOCOS DE MADEIRA DEVERÃO APOIAR A


CARCAÇA PRINCIPAL CERCA DE 50 A 60 mm (2"
A 2-1/2") ACIMA DO TOPO DA FUNDAÇÃO,
PARA PERMITIR A COLOCAÇÃO DA
ESPESSURA CORRETA DE CONCRETO. A
SUPERFÍCIE DA FUNDAÇÃO ONDE A
ARGAMASSA DE CONCRETO SERÁ LANÇADA
DEVE SER DEIXADA ÁSPERA, E SER
CUIDADOSAMENTE LIMPA ANTES DA
CONCRETAGEM. ESTA SUPERFÍCIE TAMBÉM
DEVERÁ SER COMPLETAMENTE SATURADA
COM ÁGUA E MANTIDA ÚMIDA PARA EVITAR
UMA RÁPIDA ABSORÇÃO DE ÁGUA PELA
ARGAMASSA. ENTRETANTO, QUALQUER
EXCESSO DE ÁGUA DEVERÁ SER REMOVIDO
DO TOPO DA FUNDAÇÃO IMEDIATAMENTE
ANTES DA CONCRETAGEM. USE UMA
ARGAMASSA DE CONCRETAGEM QUE
CONTENHA UM ADITIVO ANTI-CONTRAÇÃO, A
FIM DE MINIMIZAR A CONTRAÇÃO.

4. Nivele o britador, introduzindo calços em


formato de "C" em torno dos chumbadores,
no topo das arruelas de aço. Isso dará uma
Item Designação área de concretagem de aproximadamente 13
1 Anel de ajuste mm a 19 mm (1/2" a 3/4") entre a carcaça
principal e a fundação, que é a espessura
2 Cabos de içamento
desejada para o epóxi
3 Carcaça principal
4 Ganchos de içamento da carcaça principal
5. Em seguida, construa uma forma em volta da
Figura 5-84 Içamento do britador borda interna e externa do flange da carcaça
principal a fim de conter o EPÓXI durante a
concretagem. Use sarrafos de madeira de 25 x
2. Cuidadosamente, levante a carcaça principal, 50 mm para fazer as formas. Prenda o sarrafo
e unte levemente o lado inferior do flange a 13 mm (1/2") da parte externa do flange do
com graxa, para evitar a aderência de epóxi britador; no lado interno, coloque as formas
ao britador. contra o lado da fundação e a parte inferior do
flange da carcaça principal. Veja Figura 5-83.
3. Coloque a carcaça principal no lugar sobre a
fundação, sobre as arruelas de 10 mm (3/8″) Todas as formas devem ser bem enceradas
de espessura. com 3 camadas de cera comum. Isso evitará
que os sarrafos de madeira se agarrem na
NOTA: AO USAR ARGAMASSA DE CONCRETO, argamassa. Todas as juntas e costuras deverão
COLOQUE A CARCAÇA PRINCIPAL SOBRE ser bem vedadas com um composto de
BLOCOS DE MADEIRA, POSICIONADOS SOB vedação apropriado, para evitar vazamento do
CADA UM DOS QUATRO CANTOS DA epóxi durante a aplicação.
CARCAÇA, AO INVÉS DE USAR AS ARRUELAS
DE AÇO. A MADEIRA É USADA NESTE CASO,
UMA VEZ QUE O CONCRETO SE CONTRAI 6. Misture e despeje o epóxi, seguindo as
QUANDO OCORRE A CURA, E A MADEIRA instruções gravadas nas latas. Quando houver
CONTRAIRÁ COM O CONCRETO. predominância de baixas temperaturas,
aqueça o epóxi e o flange do britador até a
faixa de 18 a 27°C. (65 a 80°F.). Para
melhores resultados, as latas de epóxi devem
ser estocadas em um local com temperatura
acima da ambiente antes de misturar. Para
evitar a retenção de ar debaixo do ritador,
aplique o EPÓXI em um local de cada vez,

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-93


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

deixando a argamassa cobrir uma área de Para instalar o britador sobre uma estrutura de aço,
aproximadamente 600 mm para cada lado do proceder conforme segue:
ponto de derramamento. Em seguida, passe
para uma posição onde a aplicação anterior 1. Remova todas as escórias de solda ou
respingos do topo da face da estrutura, a qual
parou, e comece a despejar novamente. estará sob a face do flange da carcaça do
Continue com este procedimento até que toda britador. Esmerilhar todas as soldas
a aplicação esteja completa. protuberantes, que estejam acima da face
plana de montagem da carcaça.
NOTA: NÃO APLIQUE O EPÓXI EM MAIS DE
UMA ÁREA DE CADA VEZ. 2. Fixar um cabo de aço nos ganchos de
içamento da carcaça principal. Veja Figura
Para um número médio de quilogramas ( libras) 5-84.
requerido para montar o britador com ou 12mm
ou 20mm de espessura da argamassa recorrer a
Tabela 5-17. ADVERTÊNCIA
7. O epóxi endurece suficientemente em 6 horas NÃO UTILIZE OS GUANCHOS DE
ao ponto de permitir a operação, se a
fundação, o britador e o EPÓXI estiverem IÇAMENTO DA CAPA DE AJUSTE PARA
com uma temperatura de 21°C. (70°F.) no LEVANTAR O BRITADOR COMPLETO.
momento da aplicação. ESTES GUANCHOS NÃO SÃO FORTES O
SUFICIENTE PARA LEVANTAR O
8. Depois que a argamassa tiver endurecido, BRITADOR COMPLETO. PODERIA
fixe o britador firmemente na fundação. RESULTAR EM ACIDENTE COM DANOS
SÉRIOS AO PESSOAL OU AO
EQUIPAMENTO.
Kilogramas de epóxi*
Tamanho do requerido para:
britador 12 mm (1/2”) 20 mm (3/4”) 3. Corte com maçarico quatro espaçadores,
argamassa argamassa com a mesma forma ou contorno, como os
HP100 35 (77) 55 (121) coxins de apoio usinados da carcaça
HP200 45 (99) 65 (143) principal. Os espaçadores devem ter 6mm
HP300 45 (99) 65 (143) (0,25”) de espessura com um furo para
HP400 45 (99) 65 (143) retirar as cavilhas de fixação do britador.
HP500 85 (187) 130 (286) Então coloque os espaçadores sobre as
cavilhas de fixação e na estrutura de aço.
*Todos os valores incluem quantidades suficientes de
argamassa para uma superfície extra de 12mm (1/2”) 4. Levante a carcaça cuidadosamente e
entre as formas e a flange da carcaça. Se a fundação é coloque-a sobre os quatro calços.
irregular, aumente a quantidade em 10%.
5. Nivele o britador inserindo calços, com a
Tabela 5-17 Argamassa epóxi requerida mesma forma dos espaçadores do passo 3,
com fendas em forma de U para retirar as
Se o britador for fixado sobre uma estrutura de aço ou cavilhas de fixação que são inseridas no
um chassi móvel, a carcaça principal deverá ser lugar. Calços parciais podem ser usados para
calçada devido a empenamentos ou irregularidades da fornecer um suporte mais uniforme em toda
estrutura ou carcaça. superfície usinada da base da carcaça
principal. Use o topo do eixo principal para
nivelar o britador em ambas direções.

6. Quando os calços estiverem posicionados


adequadamente sob os apoios usinados da
carcaça, solde os calços e espaçadores na
estrutura de aço para que eles não se soltem
com a vibração.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-94


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

7. Após o britador estar nivelado, medir a folga 9. Aperte firmemente o Britador à estrutura. As
existente entre o britador e a estrutura em cavilhas de fixação devem ser de tamanho
três áreas conforme mostrado na Figura 5- suficiente para atravessar toda profundidade
85. Estas áreas devem ser calçadas para do suporte das vigas (18” de comprimento
proporcionar fixação adicional entre o livre ou maior).
britador e a estrutura. Os calços que devem
ter espessuras variadas, largura aproximada 10. Após fixar o britador firmemente sobre a
da flange da carcaça e comprimento entre estrutura, verifique se o mesmo está
400mm e 915mm (16” e 36”), dependendo nivelado.
do tamanho do britador. Geralmente os
calços longos de 915mm (36”) são usados 11. As cavilhas de fixação deveriam ter sua
nos britadores HP400 e HP500. espessura verificada e serem reapertadas nos
seguintes intervalos: uma semana, um mês,
8. Quando os calços tiverem sido posicionados seis meses e um ano.
corretamente sob a flange do britador, solde
os calços na estrutura de aço para que não se
soltem com a vibração.

Item Designação
1 Espaçador quadrado
2 Calços
3 Flange da carcaça principal do britador
4 Chassi ou estrutura de aço
5 Orifícios para montagem do parafuso do Britador

Figura 5-85 Localizações dos calços

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-95


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6.3 Manutenção O revestimento da carcaça principal de reposição


geralmente é embarcado em seções, tornando a
5.6.3.1 Revestimento da Carcaça principal e instalação do revestimento um tanto mais fácil. Caso
Protetores dos Braços um revestimento seja recebido em um só peça, as
extremidades do revestimento devem ficar
(Veja Figura 5-86) trespassadas até que o revestimento esteja menor em
diâmetro do que as roscas do anel de ajuste. Prenda as
Quando o Britador estiver parado para troca de extremidades trespassadas firmemente juntas com
revestimentos, inspecione o revestimento da carcaça grampos “C” serviço pesado, abaixe o revestimento
principal e os protetores dos braços para ver se há no lugar na carcaça e remova os grampos, deixando o
desgaste. Os protetores dos braços de reposição são revestimento retornar a sua forma original. A altura na
feitos em aço fundido resistente ao desgaste. qual o revestimento deverá ser soldado dentro da
carcaça é facilmente notada pelo rastro de solda
Com a cabeça removida do britador, abaixe os deixado pelo revestimento velho. Soldar o
protetores dos braços sobre os braços da carcaça. O revestimento apenas na face superior.
protetor do braço pode ser posicionado por debaixo do
britador mesmo com a cabeça montada, porém com
grande dificuldade.

Item Designação
1 Carcaça principal
2 Solda
3 Revestimento da carcaça principal
4 Protetor do braço

Figura 5-86 Revestimento da carcaça principal e protetores dos braços

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-96


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6.3.2 Remoção e Instalação do Eixo mancal de apoio tiver que ser instalado,
Principal remova o parafuso olhal do velho mancal, e
instale-o no novo mancal. Abaixe o mancal
A necessidade de se remover um eixo principal deverá de apoio no lugar, certificando-se de que
ser extremamente rara. Devido à importância de se todos os furos estão devidamente alinhados,
obter um ajuste apropriado entre o eixo principal e o e que o mancal se encontra assentado,
cubo da carcaça principal, nós recomendamos que a nivelado e por igual sobre os calços.
remoção e a instalação do eixo principal seja
executada somente pela fábrica, que possui a técnica e 7. Coloque uma nova arruela de pressão sobre
os equipamentos apropriados. cada furo do mancal de apoio. Introduza os
parafusos através das arruelas de pressão,
5.6.3.3 Substituição do Mancal de Apoio mancal de apoio superior e calços, indo até
Inferior e Seus Calços os furos roscados na carcaça. Então,
alternadamente, aperte cada parafuso um
(Veja Figura 5-87) pouquinho de cada vez, até que todos fiquem
apertados.
Para substituir um mancal de apoio inferior danificado
ou gasto, ou para acrescentar calços para restaurar a
folga apropriada entre os dentes da coroa e pinhão,
proceda da seguinte forma:

1. Para ter acesso ao mancal de apoio, será


necessário remover o bojo, cabeça, soquete e
conjunto do excêntrico. Refira-se às seções
apropriadas para informações quanto à
remoção destes conjuntos.

2. Remova os parafusos cabeça soquete e


arruelas de pressão que fixam o mancal de
apoio à carcaça principal.

Item Designação
3. Rosquear olhais de içamento dentro dos dois 1 Mancal de apoio inferior
furos no mancal de apoio. 2 Parafuso cabeça soquete
3 Arruela elástica
4 Calço
4. Prenda um dispositivo de içamento adequado
aos olhais e, cuidadosamente, levante o Figura 5-87 Montagem do mancal de apoio inferior
mancal de apoio acima do eixo principal.
5.6.3.4 Substituição do Selo de Vedação – Britador
HP100
5. Inspecione o novo mancal de apoio ou os
calços do mancal de apoio a serem (Veja Figura 5-88)
adicionados, para ter certeza de que não
apresentam rebarbas ou bordas salientes, que O selo de vedação não-metálico instalado em volta da
possam impedir que o mancal de apoio ou os engrenagem na carcaça principal normalmente não é
calços descansem por igual em pleno contato sujeito a contato ou desgaste. Se esse selo for
com a superfície. acidentalmente danificado por qualquer motivo, é
importante que ele seja substituído. O selo evita o
vazamento de óleo e protege as superfícies usinadas
6. Veja a seção do conjunto do excêntrico, de precisão da coroa, pinhão, e mancais contra a
“VERIFICANDO A FOLGA LATERAL E infiltração nociva de poeira. O selo novo é instalado
DE RAÍZ para determinar a quantidade da seguinte forma:
correta de calços a serem instalados.
Quaisquer calços adicionais a serem 1. Remova o selo de vedação danificado e
acrescentados deverão ser colocados no topo raspe qualquer camada de adesivo
da pilha de calços já existentes. Se um novo remanescente no rebaixo do selo. Use uma

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-97


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

espátula fina ou cinzel para cortar a vedação 5.6.3.5 Substituição do selo de vedação –
e retirar o adesivo velho da canaleta. HP200, HP300, HP400, HP500
2. Limpe completamente o rebaixo do selo de Veja Figura 5-88
vedação com um removedor que não
contenha óleo, e que seja de secagem rápida. O selo em forma de U instalado em volta da
Use álcool ou acetona. engrenagem na carcaça principal normalmente não é
sujeito a contato ou desgaste. Se este selo for
3. As juntas de reposição têm diâmetro similar acidentalmente danificado por qualquer motivo, é
ou ligeiramente maior que o necessário. importante que ele seja substituído. O selo evita o
Insira o soquete na canaleta sem cola e vazamento de óleo e protege as superfícies usinadas de
marque a porção que deve ser cortada. Retire precisão da coroa, pinhão, e mancais contra a
o soquete da canaleta e corte a quantidade infiltração nociva de poeira. O selo novo é instalado da
excedente, deixando-a no comprimento seguinte forma:
exato. As juntas devem entrar nas canaletas
sem forçar. 1. Remova o selo de vedação danificado e
raspe qualquer camada de adesivo
4. Instruções para colagem das juntas. remanescente no rebaixo do selo. Use um
cinzel ou espátula fina para cortar o anel e
a- Aplique o ATIVADOR em uma raspar adesivo velho do canal.
película bem fina no FUNDO DA
CANALETA. Deixe secar. Se o 2. Limpe completamente o canal com um
ativador for aplicado em quantidade solvente que não contenha óleo e deixe
excessiva, a película ficará parcialmente secar. Use álcool e acetona.
curada.
3. Após retirar o novo anel “moldado no
b- Aplique o ADESIVO em pontos tamanho correto” da embalagem, limpe
diversos no FUNDO DA CANALETA cuidadosamente a parte inferior do anel
(12 pontos de aproximadamente 5 a 10 usando uma lixa grossa para remover o
mm de comprimento cada um ) da “brilho” superficial antes de colar o anel no
carcaça principal. Aplique uma lugar.
quantidade tal que, o mínimo de adesivo
venha a derramar para fora da canaleta. Esses anéis receberam uma camada de agente
especial isolante para permitir que fossem
c- Coloque o soquete e pressione o retirados do molde durante a fabricação. Para que
suficiente para que as duas faces o anel possa aderir devidamente ao produto
permaneçam em contato por cerca de 3 adesivo usado para prender o anel no canal da
minutos. carcaça principal, esse agente especial terá que
ser completamente removido.

NOTA : SE O PRODUTO ISOLANTE NÃO


FOR COMPLETAMENTE REMOVIDO, O
ANEL PODERÁ SE SOLTAR DURANTE A
OPERAÇÃO.

4. Aplique uma película bem fina de


ATIVADOR no FUNDO DO ANEL. Se for
aplicada uma camada excessiva de ativador,
a cura poderá ser apenas parcial.

5. Aplique uma fina camada de ADESIVO na


PARTE INFERIOR DO CANAL na carcaça
principal. Aplique somente o suficiente para
assegurar a aderência mínima necessária.
Item Designação
1 Juntas de vedação

Figura 5-88 Substituição da junta de vedação

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-98


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

6. Posicione o selo no rebaixo, logo que


possível, após a aplicação do adesivo.
Mantenha uma força suficiente em cada selo
de modo que haja uma pressão de contato
entre o selo e o fundo do rebaixo. A pressão
manual é necessária por aproximadamente
três minutos.

Item Designação
1 Carcaça principal
2 Anel de ajuste
3 Pino da carcaça
4 Parafuso de ligação
Figura 5-89 Substituição do selo de vedação
Figura 5-90 Substituição do pino da carcaça
principal (HP100)

5.6.3.6 Substituição dos pinos da Carcaça O desgaste pode ser observado verificando-se os
pinos da carcaça principal no lado inferior do anel de
Principal ajuste e o topo e parte inferior das buchas na carcaça
principal. Devido à rotação da cabeça em relação ao
(Veja Figura 5-90) bojo, o anel de ajuste tenderá a girar no sentido da
rotação do contraeixo. Como essa força estará agindo
Os pinos da carcaça principal evitam que o anel de no anel de ajuste em apenas um sentido, os pinos da
ajuste gire em relação à carcaça principal, e também carcaça principal e os furos das buchas dos pinos
guia o anel de ajuste de volta a sua posição original terão uma tendência de desgastar em apenas um lado.
quando o anel é levantado devido à passagem de um
material não-britável, ou material compactado, na Substitua os pinos gastos da seguinte forma:
cavidade de britagem. O levantamento repetido do
anel de ajuste não é normal e pode geralmente ser 1. Remova do anel de ajuste o pino da carcaça.
corrigido com uma distribuição de alimentação
adequada e ajustes corretos do britador. A operação 2. Martele o pino gasto até que desprenda do anel
incorreta com excesso de movimento do anel de de ajuste. Talvez seja necessário aquecer com
ajuste pode resultar em desgaste dos pinos da carcaça maçarico o suporte do pino. Despressurize os
principal e deformação dos furos das buchas dos cilindros de alívio e acumuladores antes de
pinos da carcaça principal.
realizar este procedimento.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-99


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

3. Martele os novos pinos de baixo para cima, a


partir da carcaça, ou aqueça o suporte do pino,
ou resfrie o pino para inserção.

4. Os pinos devem tocar o fundo do furo.

5. Fixe cada pino com um parafuso recoberto


com adesivo comum.

6. Repressurize os cilindros de alívio.

5.6.3.7 Substituição do pino da carcaça


principal – Britadores HP200 HP300

Os pinos da carcaça principal evitam que o anel de


ajuste gire em relação à carcaça principal, e
também guia o anel de ajuste de volta a sua posição
original quando o anel é levantado devido à
passagem de um material não-britável, ou material
compactado, na cavidade de britagem. O
levantamento repetido do anel de ajuste não é
normal e pode geralmente ser corrigido com uma
distribuição de alimentação adequada e ajustes
corretos do britador. A operação incorreta com
excesso de movimento do anel de ajuste pode
resultar em desgaste dos pinos da carcaça principal
e elongação dos furos no anel de ajuste ou nas
buchas dos pinos da carcaça principal.
O desgaste pode ser observado verificando-se os
pinos da carcaça principal no lado inferior do anel
de ajuste e o topo e parte inferior das buchas na Item Designação
carcaça principal. Devido à rotação da cabeça em 1 Cobertura do pino
relação ao bojo, o anel de ajuste tenderá a girar no 2 Anel de ajuste
sentido da rotação do contraeixo. Como essa força 3 Pino da carcaça principal
estará agindo no anel de ajuste em apenas um 4 Retentor do pino
sentido, os pinos da carcaça principal e os furos das 5 Parafuso e arruela de trava
buchas dos pinos terão uma tendência de desgastar 6 Carcaça principal
em apenas um lado. Substitua os pinos gastos da
seguinte forma: Figura 5-91 Substituição do pino da carcaça
principal ( HP200-HP300)
1. Despressurize os cilindros de alívio.. Esteja 3. Remova os parafusos, arruelas de trava e pinos
seguro de que o manômetro no circuito de retentores a partir do lado inferior de cada pino
PRESSURIZAÇÃO DE ALÍVIO DA da carcaça principal para ser substituído.
CAVIDADE indica pressão zero (0).

2. Com um guincho ou outro equipamento 4. Force a saída dos pinos através do topo da
compatível, levante levemente o anel de ajuste carcaça principal usando um macaco hidráulico
da carcaça principal. Então gire o anel para centralizado debaixo dos pinos. Pode ser
centralizar os pinos da carcaça com os seus necessário o aquecimento da carcaça. Durante
furo. este procedimento pode ser necessário também
a remoção dos cilindros de alívio e
acumuladores.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-100


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5. Aqueça a região dos furos dos pinos para 2. Desaperte a porca esférica que está no topo do
facilitar a instalação. Instale os novos pinos na anel de ajuste a partir da haste do pistão do
carcaça batendo-os com um malho. Os pinos cilindro de alívio. Como a porca foi instalada
devem ficar encostados contra o fundo do furo. com loctite, esta deve ser aquecida para
aproximadamente 205°C (400°F) antes que a
6. Prenda cada pino no lugar instalando uma porca possa ser desapertada.
arruela plana, arruela de trava e parafuso sob
cada pino. 3. Prenda todos os cilindros de alívio ao diâmetro
externo da carcaça principal.
7. Pressurize o sistema de alívio.
4. Com um guindaste ou outro equipamento de
8. Após a instalação dos novos pinos da carcaça içamento adequado, levante o conjunto do anel
principal, cobrir os furos no anel de ajuste com de ajuste incluindo o anel de trava e o os
uma borracha e adesivo. cilindros de travamento para fora da carcaça
principal.
5.6.3.8 Substituição dos pinos da carcaça
principal – Britadores HP400 HP500 5. Remova o retentor do pino do topo de cada pino
a ser removido.
Os pinos da carcaça principal evitam que o anel de
ajuste gire em relação à carcaça principal, e 6. Aqueça o pino chefe do anel de ajuste com um
também guia o anel de ajuste de volta a sua posição maçarico enquanto retira o pino gasto através da
original quando o anel é levantado devido à parte inferior do anel de ajuste com o auxílio de
passagem de um material não-britável, ou material uma marreta. Como uma alternativa, trespasse o
compactado, na cavidade de britagem. O centro do pino antes de aquecer o pino chefe e
levantamento repetido do anel de ajuste não é retirá-lo do anel de ajuste.
normal e pode geralmente ser corrigido com uma
distribuição de alimentação adequada e ajustes 7. Antes de instalar os pinos de substituição da
corretos do britador. A operação incorreta com carcaça principal, eles devem ser colocados em
excesso de movimento do anel de ajuste pode gelo seco por aproximadamente 2 horas.
resultar em desgaste dos pinos da carcaça principal
e deformação dos furos das buchas dos pinos da
carcaça principal. O desgaste pode ser observado ADVERTÊNCIA
verificando-se os pinos da carcaça principal no
lado inferior do anel de ajuste e o topo e parte USE LUVAS BEM GROSSAS QUANDO
inferior das buchas na carcaça principal. Devido à MANUSEAR O GELO SECO. O
rotação da cabeça em relação ao bojo, o anel de MANUSEIO DE GELO SECO SEM
ajuste tenderá a girar no sentido da rotação do PROTEÇÃO PODERÁ RESULTAR EM
contraeixo. Como essa força estará agindo no anel SEVERAS QUEIMADURAS.
de ajuste em apenas um sentido, os pinos da
carcaça principal e os furos das buchas dos pinos
terão uma tendência de desgastar em apenas um 8. Logo antes de instalar o pino, aqueça o anel de
lado. Substitua os pinos gastos da seguinte forma: ajuste com um maçarico por aproximadamente
10 minutos. Então rapidamente insira o pino
1. Despressurize os cilindros de alívio contra resfriado no anel de ajuste e marrete até que o
material não-britável. Certifique-se que o pino se assente contra o topo do furo roscado.
manômetro no circuito de PRESSURIZAÇÃO Reinstale os retentores do pino.
DE ALÍVIO DA CAVIDADE indica pressão
zero (0). 9. Instale o conjunto do anel de ajuste na carcaça
principal. A base do anel de ajuste é para ser
guarnecida com graxa, base de lítio NLG1 N°1
com 3% de bissulfeto de molibdênio.

10. Reinstale as porcas esféricas do cilindro de


alívio conforme descrito em instalação do
cilindro de alívio da cavidade visto mais adiante
nesta seção.

11. Repressurize os cilindros de alívio da cavidade


contra materiais não britáveis.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-101


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

2. Levante o anel de ajuste até que o sistema de


alívio esteja totalmente ESTENDIDO conforme
descrito nos parágrafos ESVAZIAMENTO DO
BRITADOR. Quando o anel tiver sido
completamente levantado, coloque os TRÊS
blocos de segurança que são fornecidos com o
britador entre a carcaça principal e o anel de
ajuste nos três locais, igualmente espaçados, dos
pinos da carcaça principal. Então abaixe o anel
apoiando-o sobre os blocos de segurança.

ADVERTÊNCIA

NÃO TENTE REMOVER AS BUCHAS


DOS PINOS DA CARCAÇA SEM INSERIR
OS BLOCOS DE SEGURANÇA. APESAR
DA FORÇA DE COMPRESSÃO DOS
CILINDROS DE ALÍVIO TER SIDO
ELIMINADA, AINDA EXISTE A
POSSIBILIDADE REMOTA DE UMA
FALHA HIDRÁULICA QUE PODERIA
PERMITIR O PESO DO CONJUNTO DO
ANEL DE AJUSTE E BOJO CAIR E
PROVOCAR SÉRIOS DANOS PESSOAIS.

Item Designação 3. O primeiro passo é remover os pinos da carcaça.


1 Pino da carcaça principal (Ver procedimento neste capítulo).
2 Anel de ajuste
3 Bucha do pino da carcaça principal 4. Para remoção das buchas, construa um suporte
4 Anel retentor extrator com uma arruela chata. Ver Figura 5-
Pino retentor, parafuso e arruela de 93.
5
trava
5. Coloque o suporte entre a carcaça e o anel de
Figura 5-92 Substituição do pino da carcaça ajuste.
principal ( HP400-HP500)
6. Coloque a arruela contra a parte mais baixa da
bucha da carcaça.
5.6.3.9 Substituição da Bucha do Pino da
Carcaça – Britadores HP100
(Veja Figura 5-93)

Para substituir as buchas dos pinos da carcaça,


proceda conforme segue:

1. Coloque um calço de 15mm em forma de U em


torno dos cilindros de alívio entre o lado inferior
do anel de ajuste e a porca do cilindro.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-102


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação Item Designação


1 Arruela chata, Dia. 80mm 9 Porca M20 soldada
2 Anel de ajuste 10 Desmontagem
3 Suporte 11 Montagem
4 Parafuso M20
5 Bucha do pino Figura 5-93 Substituição da bucha do pino da
6 Carcaça carcaça principal
7 Arruela sobreposta
8 Blocos de segurança
7. Insira o parafuso M20 na arruela chata e o
aparafuse na direção do suporte extrator, até que
a bucha tenha sido extraída.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-103


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

2. Separe os cilindros de alívio do anel de ajuste.


8. Antes de colocar a bucha nova, ela deve ser
deixada em gelo seco, por um período de 2 3. Com um guindaste ou outro equipamento de
horas. carga apropriado, suavemente retire o anel de
ajuste da carcaça principal.

ADVERTÊNCIA 4. Substitua os pinos ( Veja seção de Substituição


dos pinos, neste capítulo).
QUANDO MANUSEAR PEÇAS EM GELO
SECO, USE LUVAS DE PROTEÇÃO 5. Substitua a bucha dos pinos ( Veja seção de
APROPRIADAS. O MANUSEIO SEM substituição dos pinos, neste capítulo).
PROTEÇÃO PODE CAUSAR SÉRIAS
QUEIMADURAS. 6. Abaixe o anel de ajuste sobre a carcaça,
centrando os pinos nos furos de encaixe da
carcaça.

9. Utilize de arruela sobreposta para a montagem 7. Reinstale os cilindros de alívio ( Veja o capítulo
(Figura 5-93). de Montagem do cilindro de alívio).

10. Faça uma arruela chata de diâmetro de 80mm 8. Restaure a normalidade a pressão nos cilindros
colocando-a sobre a carcaça, na parte oposta à de alívio.
arruela sobreposta. (Ver Figura 5-93).

11. Insira um parafuso M20 na arruela chata e o 5.6.3.10 Substituição da bucha do pino da
aparafuse contra a arruela sobreposta. carcaça principal – Britadores HP200 HP300
12. Aparafuse até que o fundo da bucha surja na 1. Levante o anel de ajuste até que o sistema de
superfície do seu encaixe. alívio esteja totalmente ESTENDIDO.. Quando
o anel tiver sido completamente levantado,
13. Pode-se utilizar de equipamento hidráulico. coloque os TRÊS blocos de segurança que são
Neste caso insira a bucha até aproximadamente fornecidos com o britador entre a carcaça
10mm (proceda em série de duas a duas, principal e o anel de ajuste nos três locais,
diametralmente opostas). igualmente espaçados, dos pinos da carcaça
principal. Então abaixe o anel apoiando-o sobre
14. Coloque uma chapa fina de 20mm sobre as os blocos de segurança.
buchas e abaixe o anel até penetrarem
inteiramente no encaixe. Continue para todas as
buchas, uma de cada vez, depois que reinstalar ADVERTÊNCIA
os blocos de segurança.

15. Recoloque os pinos ( Veja a seção Colocação de NÃO TENTE REMOVER AS BUCHAS
pinos neste capítulo) após reinstalar os blocos DOS PINOS DA CARCAÇA SEM INSERIR
de segurança. OS BLOCOS DE SEGURANÇA. APESAR
DA FORÇA DE COMPRESSÃO DOS
16. Levante o anel de ajuste e remova os blocos de CILINDROS DE ALÍVIO TER SIDO
segurança. ELIMINADA, AINDA EXISTE A
POSSIBILIDADE REMOTA DE UMA
17. Abaixe novamente o anel de ajuste contra a
FALHA HIDRÁULICA QUE PODERIA
carcaça e pressurize os cilindros de alívio até
atingir a pressão normal. PERMITIR O PESO DO CONJUNTO DO
ANEL DE AJUSTE E BOJO CAIR E
18. Remova os calços de chapa U, colocados em PROVOCAR SÉRIOS DANOS PESSOAIS.
volta do suporte da haste do cilindro de alívio.

Sempre substitua os pinos e as buchas na mesma


época. Isto significa a remoção do anel de ajuste.

1. Despressurize os cilindros de alívio. Verifique


se a pressão no sistema hidráulico de alívio caiu
para zero (0).

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-104


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

4. Cortar 3 pedaços de tubo 76mm x 6mm de


parede conforme a medida do passo 3, acima.
Então cortar os tubos na metade no sentido da
distância conforme mostrado na Figura 5-95.

5. Colocar os meio tubos em volta dos pinos


conforme mostrado. Enrolar fita adesiva ou
isolante em volta dos tubos para mantê-los
juntos.

6. Levantar o anel de ajuste para livrar e remover


os blocos de segurança.

7. Pressurizar os cilindros de alívio para


ABAIXAR o anel de ajuste sobre os tubos.
Manter pressão nos cilindros de alívio até que as
buchas sejam retiradas pelos tubos. Agora as
buchas podem ser retiradas manualmente.

Item Designação
1 Anel de ajuste
2 Bucha do pino da carcaça principal
3 Pino da carcaça principal
4 Parafuso de fixação do soquete
5 Bloco de segurança
6 Pino retentor
7 Parafuso e arruela de fixação
8 Carcaça principal

Figura 5-94 Bloco de segurança

2. Retire os seis parafusos em volta do anel de


ajuste, os quais fixam as buchas dos pinos e
remova as tampas dos pinos.

3. Medir a distância do fundo da bucha do pino até Item Designação


o topo do furo na carcaça. Ver Figura 5-95. 1 Área de encaixe
2 Meça esta distância
3 Divisão do tubo ( metade do tubo )

Figura 5-95 Remoção da bucha do pino da


carcaça principal

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-105


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

8. Quando o anel de ajuste alcançar a face de 5.6.3.11 Substituição da bucha do pino da


assentamento na carcaça principal, levantar o carcaça principal – Britadores HP400 HP500
anel novamente para a altura máxima e colocar
os blocos de segurança onde as buchas já foram Ver Figura 5-90.
removidas. Isto permitirá que as outras buchas
sejam removidas. Para substituir as buchas da carcaça principal,
proceda como a seguir:
9. Remover as buchas restantes repetindo os
passos 5, 6 e 7. 1. Despressurize os cilindros de alívio contra
material não-britável. Certifique-se que o
10. Novamente, levante o anel de ajuste para a manômetro no circuito de pressurização de
posição mais alta e insira novamente três blocos alívio da cavidade indica pressão zero (0).
espaçados igualmente.
2. Desaperte a porca esférica da haste do pistão do
11. As buchas novas deverão ser colocadas em gelo cilindro de alívio que está no topo do anel de
seco por aproximadamente 2 horas antes de ajuste. Como a porca foi instalada com loctite,
serem montadas. esta deve ser aquecida até aproximadamente
205°C (400°F) antes de ser removida.
ADVERTÊNCIA 3. Prenda todos os cilindros de alívio no diâmetro
externo da carcaça principal.
USE LUVAS PESADAS, BEM ISOLADAS
QUANDO MANUSEAR O GELO SECO. 4. Com um guindaste ou outro equipamento de
MANUSEAR O GELO SECO SEM içamento apropriado, levante o conjunto do anel
PROTEÇÃO PODE RESULTAR EM de ajuste incluindo o anel de trava e os cilindros
QUEIMADURAS SEVERAS. de travamento retirando-os da carcaça principal.

5. Remova os anéis retentores das ranhuras nas


buchas do pino.
12. Antes de instalar as buchas, aqueça os furos do
anel de ajuste com uma tocha por 6. Aqueça o pino da carcaça com um maçarico
aproximadamente 10 minutos. Então, coloque a enquanto retira as buchas gastas do pino com o
bucha congelada rapidamente dentro dos furos auxílio de uma marreta.
até que esteja faceando o fundo do anel de
ajuste. Enquanto estiver segurando a bucha no 7. Antes de instalar as novas buchas do pino, elas
fundo do anel de ajuste, aperte os parafusos no devem ser colocadas em gelo seco por
lado do anel para fixar as buchas na posição. aproximadamente 2 horas.

13. Levante o anel de ajuste para a posição mais


alta para soltar os blocos de segurança e ADVERTÊNCIA
posicione estes blocos onde os pinos já foram
instalados. Abaixe o anel de ajuste sobre os USE LUVAS PESADAS, BEM ISOLADAS
blocos. QUANDO MANUSEAR O GELO SECO.
MANUSEAR O GELO SECO SEM
14. Instale as 3 buchas restantes conforme descrito PROTEÇÃO PODE RESULTAR EM
no passo 12. QUEIMADURAS SEVERAS.
15. Após instalar pinos novos, cobrir os furos no
anel de ajuste com tampas novas. 8. Imediatamente antes de instalar as buchas do
pino, aqueça os ressaltos da carcaça com um
16. Levante o anel de ajuste para retirar os blocos maçarico por aproximadamente 10 minutos. Em
de segurança. Então abaixe o anel sobre o apoio seguida coloque rapidamente a bucha congelada
da carcaça principal, pressurizando o cilindro de dentro do furo. A flange da bucha deve estar em
alívio até a pressão normal de operação. contato com o pino.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-106


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

9. Instale o anel retentor no fundo da bucha.

10. Instale o conjunto do anel de ajuste sobre a


carcaça principal. A base do anel de ajuste deve
ser guarnecida com graxa, base de lítio NLG1
com 3% de bissulfeto de molibdênio.

11. Reinstale as porcas esféricas do cilindro de


alívio como descrito em instalação do Cilindro
de Alívio da Cavidade visto mais adiante nesta
seção.

5.6.3.12 Assentamento da Carcaça Principal


5.6.3.12.1 Informações gerais
Periodicamente, a base da carcaça principal deveria
ser inspecionada para verificar o desgaste. Após a
remoção do cilindro de alívio, o anel de ajuste pode
ser levantado da carcaça principal para inspeção do
desgaste do assentamento. Devido a irregularidades
da alimentação no britador e atrito entre o anel de
ajuste e assentamento da carcaça, existe um
desgaste. Se existir um movimento excessivo do
anel de ajuste, este desgaste pode ser aumentado.

Como equipamento padrão nos BRITADORES


CÔNICOS HP, um revestimento de bronze da base
da carcaça principal é soldada à carcaça como
mostrado na Figura 5-96. Item Designação
1 Barra de apoio
O uso de uma liga de bronze, a qual forma uma 2 Revestimento de assentamento
superfície de apoio do anel de ajuste destas 3 superfície de assentamento
máquinas, permite uma face de desgaste substituível. 4 carcaça principal
O bronze é um metal mais macio que o material da
carcaça e anel de ajuste, os quais não sofrem Figura 5-96 Superfícies de assentamento da
desgaste neste caso. carcaça principal

Foi acrescentada uma barra de apoio de aço no topo 2. Meça a distância entre o anel de ajuste e o
da flange da carcaça em conjunto com o pino da carcaça principal como mostrado na
revestimento de bronze. Figura 5-97. Anote estas medidas.

A barra de apoio é muito importante, pois permite 3. Em intervalos, sucessivos reavalie estes
que o anel de ajuste incline e volte sempre à posição pontos e os compare com as medidas
central após a passagem de um material não britável originais. Comparando as medições obtidas
pela cavidade. em dois setores, temos uma visão da
profundidade do desgaste e da extensão pela
Para determinar a quantidade exata de desgaste superfície em volta do Britador. Este é o
ocorrida no revestimento de bronze, proceda método mais preciso para se determinar o
conforme segue: desgaste no revestimento.

1. Começando pelo primeiro pino da carcaça 4. Quando qualquer uma das medidas
principal, à esquerda da caixa do contra- verificadas estiver abaixo do registrado
eixo, pinte ou estampe na parte externa do inicialmente na proporção mostrada na
anel de ajuste ou na calota do pino da Tabela 5-18, o apoio de bronze e a barra de
carcaça principal, na direção horária, os apoio devem ser substituídos. Este desgaste
números 1, 2, 3, 4, 5 e 6 ou 1, 2, 3 e 4 vertical indica que apenas 1,5mm de material
dependendo da quantidade de pinos na foi desgastado no apoio de bronze.
carcaça principal.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-107


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Medida obtida pela


Medida original
Tamanho do Britador inspeção dimensional Diferença
obtida
periódica
HP100 15mm (19/32”) 7mm ( 9/32”) 8mm (5/16”)
HP200 20mm ( ¾”) 12mm ( ½”) 8mm (5/16”)
HP300 35mm (1-3/8”) 27mm (1-1/16”) 8mm (5/16”)
HP400 40mm ( 1-9/16”) 32mm (1-1/4”) 8mm (5/16”)
HP500 40mm ( 1-9/16”) 32mm (1-1/4”) 8mm (5/16”)

Tabela 5-18 Desgaste do revestimento de assentamento

A diferença de 8 mm (5/16 da polegada) entre as


duas medições indica que existe um processo de
desgaste na superfície de apoio e de acordo com a
Tabela tanto o revestimento quanto a barra de
apoio (caso esteja equipado) devem ser
substituídas.

Quando durante um período de inspeção,


descobre-se que ao deduzir da medida original as
medições obtidas no período, surge uma diferença
que varia de um mínimo de 6 mm (¼ da polegada)
entre dois pontos distintos de desgaste sobre o
apoio, isto significa que o anel de ajuste está
apoiando de forma irregular sobre a carcaça
principal. Este selamento do apoio é causado pela
concentração de matéria prima em um único lugar
dentro da cavidade do Britador, em vez de estar
homogeneamente distribuída por toda área interna.
Esta desigual distribuição de material, força o anel
de ajuste a trabalhar na britagem, apoiado sobre
aquela área de maior concentração,
Item Designação consequentemente aumentando excessivamente o
1 Cobertura do pino desgaste do apoio naquela área. Caso a diferença
2 Pino da carcaça principal na inspeção entre dois setores variar de 6 mm (1/4
3 Meça esta distância da polegada) à 10 mm (3/8 da polegada) substitua
Pinte ou estampe os números ambos os revestimentos, de bronze e de aço.
4
1,2,3...aqui
5 Pino retentor Para se corrigir o problema, a distribuição do
6 Parafusos e arruelas de travas material dentro do Britador deve ser sempre
7 Revestimento do assento homogênea em toda a superfície interna da
8 Barra de apoio cavidade, como descrito na SEÇÃO 02.
9 Folga de barra de apoio
Sempre que substituir o apoio de bronze, a barra de
apoio também deverá ser substituída. O
Figura 5-97 Marcando os ressaltos dos pinos
procedimento para soldagem e instalação está
para determinar o desgaste da superfície de
descrito em da Carcaça principal e barra de apoio
assentamento
visto mais adiante nesta seção.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-108


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

O método descrito pode também ser usado para


determinar quanto de desgaste está ocorrendo entre o
anel de ajuste e a carcaça principal se o Britador
NÃO está equipado revestimento de assentamento.

Se, quando estiver inspecionando a face de apoio da


carcaça principal e anel de ajuste, for encontrado
desgaste, os desenhos para reusinagem e instalação
bem como soldagem poderão ser fornecidos.

NOTA: O ANEL DE AJUSTE E CARCAÇA


RPINCIPAL DEVERÃO SER RECUPERADOS
PARA AS DIMENSÕES ORIGINAIS ANTES DO
APOIO DE BRONZE SER INSTALADO EM UM
BRITADOR ANTIGO QUE NÃO POSSUIA O
MESMO.

5.6.3.12.2 Desgaste do anel de ajuste


Existe uma folga entre a barra de apoio e a face
inferior do anel de ajuste que deverá ser mantida
quando substituir o apoio de bronze e a barra de
apoio. Após um período de tempo, a face do anel de
ajuste também vai apresentar desgaste, mesmo
apoiando sobre a chapa de bronze. Se ocorrer muito
desgaste do anel de ajuste, a folga requerida com a
barra de apoio não será obtida mesmo com peças Item Designação
novas instaladas. 1 Anel de ajuste
2 Pino da carcaça principal
NOTA: É MUITO IMPORTANTE QUE ESTA 3 Meça esta distância
FOLGA SEJA MANTIDA QUANDO OS APOIOS 4 Carcaça principal
DE BRONZE NOVOS FOREM INSTALADOS, 5 Revestimento do assentamento
PARA QUE O ANEL DE AJUSTE TENHA APOIO 6 Barra de apoio
APROPRIADO NA CHAPA DE BRONZE, E NÃO
1mm (1/32”) até 4mm (5/32”) de
NA BARRA DE APOIO.
7 folga requerida após novos
revestimentos de assentamento.
SE FOR PERMITIDO QUE O ANEL DE AJUSTE
FIQUE APOIADO SOBRE A BARRA DE APOIO,
E NÃO NA CHAPA DE BRONZE, PODERÃO Figura 5-98 Determinando o desgaste do
OCORRER FALHAS MAIORES NO ANEL DE revestimento de assentamento
AJUSTE.
Para determinar se a folga entre o topo da barra de
apoio e o lado inferior do anel de ajuste está
correta, depois de substituir a barra e os
revestimentos, faça como a seguir:

1. Coloque bolas de argila ou de massa plástica


no topo da barra de apoio ou na carcaça
principal.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-109


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

2. Então abaixe o anel de ajuste sobre a carcaça


principal. Quando o anel de ajuste estiver
posicionado corretamente, ele vai pressionar a
massa ou argila, mostrando a quantidade exata
da folga entre o anel e a barra de apoio.

3. Levante o anel de ajuste para fora da carcaça


principal e meça a espessura da massa ou
argila.

A- Se a espessura da massa ou argila


estiver menor que 1mm, a menor
distância mostrada na Figura 5-98,
então a face de apoio do anel de ajuste
deve ser usinada para obter o mínimo de
folga necessária, veja Figura 5-99.

B- Se a espessura da massa ou argila


estiver maior que 4mm, a folga máxima,
então a face de apoio do anel de ajuste,
mostrada na Figura 3-13, deverá ser
recuperada com solda e reusinada para Item Designação
obter a folga mínima. Se for necessário 1 Anel de ajuste
recuperar com solda, contatar a fábrica 2 Superfície de apoio
para certificar das dimensões,
procedimentos de soldagem e usinagem. Figura 5-99 Superfície de apoio do anel de ajuste

EXEMPLO: 4. Se for encontrada uma DIFERENÇA de 6mm


de espessura ou mais entre os pontos medidos,
Folga mínima necessária entre então o anel de ajuste desgastou em excesso de
1,0mm um lado. Isto causará assentamento inclinado
barra de apoio da carcaça nova e
(1/32”) do anel de ajuste sobre a carcaça principal. O
face do anel de ajuste. apoio de bronze e barra de apoio novos não
conseguirão corrigir este problema. O desgaste
0,2mm Espessura das bolas de argila ou excessivo em um dos lados do anel de ajuste é
(0,008”) massa plástica causado devido à alimentação do britador estar
A quantidade de material a ser localizada de um só lado, e não distribuída
0,8mm usinada da face de apoio do anel igualmente em todo o contorno da câmara. Esta
(1/32”) de ajuste para obter a distância distribuição não uniforme vai provocar o
mínima. batimento do anel de ajuste de maneira
excessiva sobre a carcaça principal no lado em
que o esforço de britagem estiver elevado, e
causando o desgaste localizado da face de
apoio do anel de ajuste. Para corrigir este
problema, a face de apoio do anel de ajuste
deverá ser soldada e usinada para
recondicionamento. Contatar a fábrica para os
procedimentos de soldagem e usinagem da face
do anel de ajuste.

Para corrigir o desgaste anormal do anel de ajuste, o


arranjo da alimentação deverá ser ajustado de forma
que a alimentação seja introduzida de forma
distribuída em todo o contorno da cavidade
conforme descrito na seção Informações gerais sobre
instalação.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-110


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6.3.12.3. Instalação do revestimento de 6. Solde os revestimentos ao assento da carcaça em


assentamento da carcaça principal e da segmentos individuais. Não encabeçar as juntas
barra de apoio verticais. Faça pontos de solda ao longo do topo
e solde continuamente nos encaixes e juntas
O procedimento de instalação dos revestimentos de verticais (ver Figura 5-100). Os revestimentos de
assentamento e da barra de apoio é descrito a seguir: assentamento e os locais na carcaça principal que
receberão solda devem ser pré-aquecidos entre
1. Despressurize os cilindros de alívio contra 20°C (70°F) e 40°C (100°F). Isso é para ter
material não-britável, como descrito no parágrafo certeza de que todos traços de umidade serão
Despressurizando no suplemento hidráulico. removidos para se obter uma penetração de solda
adequada. Use uma vareta de solda AMPCO
2. Desaperte a porca esférica da haste do pistão do TRODE 10.
cilindro de alívio que está no topo do anel de
ajuste. Como a porca foi instalada com loctite, Solde a barra de apoio ao topo da carcaça principal
esta deve ser aquecida até aproximadamente em segmentos individuais (Veja Figura 5-100).
205°C (400°F) antes de ser removida.
Após verificar a folga entre a barra de apoio e o lado
3. Prenda todos os cilindros de alívio no diâmetro inferior do anel de ajuste como descrito em
externo da carcaça principal. desgaste do anel de ajuste visto anteriormente
nesta seção, instale o conjunto do anel de ajuste
4. Com um guindaste ou outro equipamento de sobre a carcaça principal. O anel de ajuste é para
içamento apropriado, levante o conjunto do anel ser guarnecido com graxa, base de lítio com 3%
de ajuste incluindo o anel de trava e os cilindros de bissulfeto de molibdênio.
de travamento retirando-os da carcaça principal.
Reinstale as porcas esféricas do cilindro de alívio
5. Remova os revestimentos velhos e a barra de como descrito em Instalação do cilindro de alívio
apoio. que será visto mais adiante nesta seção.

Figura 5-100 Soldas

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-111


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6.3.13 Remoção do Cilindro de Alívio – 5. Remova os contrapinos de ambas as


Britadores HP100 extremidades do pino de trava, na extremidade
da base do cilindro.
Veja Figura 5-101
6. Os pinos de trava do cilindro têm uma ligeira
Um cilindro com vazamento requer atenção interferência no garfo, no fundo do cilindro.
imediata. Um cilindro vazando, seja externamente, Solte os pinos de trava batendo com um malho,
em volta da haste do pistão ou pelos anéis da tampa do lado mais conveniente. Encoste a cabeça de
da extremidade, ou internamente, passando pelo uma marreta ou uma barra pesada em esquadro
pistão e entrando no lado oposto do cilindro, contra a face do pino, e então, bata contra a
resultará em movimento excessivo do anel de marreta até que o pino se solte.
ajuste. Um vazamento externo evidente pela
presença de óleo marejando em torno da área da 7. Retire a haste do cilindro do anel de ajuste
haste do cilindro no topo do cilindro ou na junção tomando cuidado para não danificar qualquer
entre o tubo do cilindro e as tampas das mangueira ou conexão.
extremidades. Qualquer uma dessas condições:
vazamento externo ou interno, será mostrada no 8. Veja a seção “Sistemas hidráulicos” para
manômetro do sistema de alívio. Se o sistema reconectar os circuitos.
estiver perdendo pressão e estiver exigindo
recarregamento freqüente, deve-se suspeitar de um
vazamento de óleo. Para remover um cilindro com 5.6.3.14 Montagem do cilindro de alívio –
vazamento para substituição ou reparo, proceda Britadores HP100
como se segue:
Ver Figura 5-101.
1. DESLIGUE a unidade de força do
motor. Então siga os parágrafos em Instale um novo ou reparado cilindro como a seguir:
DESPRESSURIZAÇÃO no “manual
hidráulico”. Verifique se o manômetro 1. Empurre a haste do pistão para baixo até o
atinge o zero (0). fundo do cilindro no lado da culatra.

2. Aperte uma porca sextavada regular até o


ADVERTÊNCIA fundo das roscas na haste.

NUNCA, EM CIRCUNSTÂNCIA 3. Conecte um dispositivo de içamento ao


ALGUMA, TENTE DESCONECTAR cilindro para que este possa ser suspenso
QUALQUER UMA DAS CONEXÕES SEM verticalmente com a extremidade da haste
PRIMEIRO SE ASSEGURAR DE QUE O do pistão dirigida para cima. Eleve o
SISTEMA FOI DESPRESSURIZADO. É cilindro enquanto deslizar a haste para cima
MUITO PERIGOSO DESCONECTAR através do orifício no anel de ajuste e
UMA CONEXÃO ENQUANTO ELA encaixe a haste lisa e o pino.
ESTIVER SOB ALTA PRESSÃO DEVIDO
À GRANDE VELOCIDADE DO ÓLEO 4. Coloque cunhas em baixo do cilindro para
QUE ESCAPA E DEVIDO À compensar a folga na culatra: marque a
POSSIBILIDADE DE VOCÊ SER haste no ponto em que ela sai do cilindro.
ATINGIDO PELA EXTREMIDADE LIVRE
DA MANGUEIRA, QUE AGIRÁ COMO 5. Gire a porca esférica especial até que a que
UM CHICOTE. a extremidade da haste do pistão esteja
nivelada com a face superior da porca;
meça a extensão da haste vs. a marca que
2. Desconecte a conexão da mangueira do foi feita antes. O ajuste mínimo deve ser
circuito de alívio, no topo do cilindro de 10mm (3/8”). Gire a porca até que esta
alívio contra material não-britável e a distância seja obtida.
conexão da mangueira do circuito de
esvaziamento, na parte inferior do 6. Remova a porca esférica e encaixe-a
cilindro. novamente com loctite.

3. Amarre um cabo em volta do cilindro e 7. Aplique loctite nas roscas da haste ao longo
a um dispositivo de içamento adequado. de um comprimento de 15mm (9/16”) até
55mm (2 1/8”) abaixo do lado inferior do
4. Remova a porca esférica que está no anel de ajuste.
topo do anel de ajuste da haste do
pistão. Como a porca foi instalada com 8. Aperte a porca até que uma distância de
loctite, esta deve ser aquecida até 15mm (9/16”) seja obtida entre o topo da
aproximadamente 205C (400F) antes porca e o anel de ajuste.
de ser removida.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-112


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

9. Conecte todos os circuitos hidráulicos e as 11. Antes de operar o sistema de alívio e


mangueiras dos acumuladores. depois de manutenção, sangre todo ar do
circuito, desaperte os suspiros do cilindro e
10. Todos os componentes do sistema de alívio acumulador ( pressão de sangria
operam com 20,7Mpa ( 207 bars-3000 aproximadamente 20bars – 290PSI).
PSI).
12. Após reencaixar e sangrar, teste o circuito
com 20,7Mpa (207bars – 3000PSI).

13. Antes da montagem, verificar a pressão de


inflação da bexiga do acumulador em
83bars (1200PSI).

Item Designação
1 Anel de ajuste
2 Circuito de esvaziamento
3 Circuito de alívio
4 Pino manilha
5 Porca esférica
6 Porca
7 Cilindro de alívio
8 Orelha na carcaça
9 Acumulador
10 Haste do pistão

Figura 5-101 Conjunto do cilindro de alívio – Britador HP100

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-113


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6.3.15 Remoção do cilindro de alívio contra 3. Amarre um cabo em volta do cilindro e a um


material não-britável ou de esvaziamento da dispositivo de içamento adequado.
cavidade de britagem.
4. Remova a porca esférica que está no topo do
Ver Figura 102 e Figura 103. anel de ajuste da haste do pistão. Como a
porca foi instalada com loctite, esta deve ser
aquecida até aproximadamente 205C
Um cilindro com vazamento requer atenção
(400F) antes de ser removida..
imediata. Um cilindro vazando, seja externamente,
em volta da haste do pistão ou pelos anéis da tampa
5. Remova os contrapinos de ambas as
da extremidade, ou internamente, passando pelo
extremidades do pino de trava, na
pistão e entrando no lado oposto do cilindro,
extremidade da base do cilindro.
resultará em movimento excessivo do anel de
ajuste. Um vazamento externo evidente pela
6. Os pinos de trava do cilindro têm uma ligeira
presença de óleo marejando em torno da área da
interferência no garfo, no fundo do cilindro.
haste do cilindro no topo do cilindro ou na junção
Solte os pinos de trava batendo com um
entre o tubo do cilindro e as tampas das
malho, do lado mais conveniente. Não atinja
extremidades. Qualquer uma dessas condições:
diretamente o pino para não danificar o
vazamento externo ou interno, será mostrada no
material na extremidade do pino, o que
manômetro do sistema de alívio. Se o sistema
tornaria impossível a remoção sem restaurar a
estiver perdendo pressão e estiver exigindo
extremidade do pino. Encoste a cabeça de
recarregamento freqüente, deve-se suspeitar de um
uma marreta ou uma barra pesada em
vazamento de óleo. Para remover um cilindro com
esquadro contra a face do pino, e então, bata
vazamento para substituição ou reparo, proceda
contra a marreta até que o pino se solte.
como se segue:
7. Levante o cilindro e acumulador, retirando-o
1. DESLIGUE a energia para o motor da
do britador, enquanto desliza a haste para
unidade de força e TRAVE o motor. Em
baixo através do furo no anel de ajuste. Tome
seguida siga os parágrafos sobre
cuidado para não danificar nenhuma das
DESPRESSURIZAÇÃO no “manual
mangueiras ou conexões.
hidráulico”. Isso fará sangrar o óleo
pressurizado no lado do acumulador
8. Afrouxe os parafusos de segmento do grampo
dos cilindros de volta ao tanque.
do acumulador o bastante para permitir que o
Certifique-se de que o manômetro de
acumulador se mova livremente no suporte
carga no circuito de PRESSURIZAÇÃO
de apoio.
DE ALÍVIO DA CAVIDADE vai a zero
(0).
9. Remova o acumulador desparafusando a
junção de tubo e deslizando o acumulador
para baixo e para fora do grampo de suporte.
ADVERTÊNCIA Veja em substituição do acumulador mais
adiante nesta seção.
NUNCA, EM CIRCUNSTÂNCIA
ALGUMA, TENTE DESCONECTAR 10. Veja “manual hidráulico” para instruções de
QUALQUER UMA DAS CONEXÕES SEM recuperação dos cilindros de esvaziamento
PRIMEIRO SE ASSEGURAR DE QUE O da cavidade e de alívio contra material não-
SISTEMA FOI DESPRESSURIZADO. É britável.
MUITO PERIGOSO DESCONECTAR
UMA CONEXÃO ENQUANTO ELA
ESTIVER SOB ALTA PRESSÃO DEVIDO
À GRANDE VELOCIDADE DO ÓLEO
QUE ESCAPA E DEVIDO À
POSSIBILIDADE DE VOCÊ SER
ATINGIDO PELA EXTREMIDADE LIVRE
DA MANGUEIRA, QUE AGIRÁ COMO
UM CHICOTE.

2. Desconecte a conexão da mangueira do


circuito de alívio, no topo do cilindro de
alívio contra material não-britável e a
conexão da mangueira do circuito de
esvaziamento, na parte inferior do
cilindro. Cubra com porca cega ou vede
todas as conexões, mangueiras, etc.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-114


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Anel de ajuste
2 Porca esférica
3 Porca sextavada
4 Cilindro de alívio
5 União
6 Acumulador
7 Viga da carcaça principal
8 Pio do garfo
9 Circuito de liberação
10 Circuito de liberação de pressão

Figura 5-102 Montagem do cilindro de alívio – Britadores


HP200/300/400/500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-115


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Haste do pistão
2 Anel de ajuste
3 Porca esférica especial
4 Cilindro de alívio
5 Porca sextavada regular
6 Acumulador

Figura 5-103 Conexão da extremidade da haste


do cilindro – Britadores HP200/300/400/500

5.6.3.16 Instalação do Cilindro de Alívio


contra material Não-Britável e
esvaziamento da cavidade
Ver Figuras 5-102 e Figura5-103.

Para instalar um cilindro novo ou recondicionado,


proceda como se segue:

1. Remonte o acumulador na lateral do


cilindro.

2. Empurre a haste do cilindro para baixo,


até encostar o êmbolo no fundo do
cilindro.

3. Se ainda não estiver no lugar, gire a porca


sextavada para baixo até o final das
roscas da haste do cilindro.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-116


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

4. Prenda um dispositivo de içamento ao 10. Gire a porca esférica na haste até que a mesma
cilindro, de maneira que ele possa ser encoste no anel de ajuste. INSTALE A
suspenso verticalmente, com a PORCA ESFÉRICA COM A SUPREFÍCIE
extremidade da haste para cima. Levante VOLTADA PARA O TOPO DO ANEL DE
o cilindro enquanto desliza a haste para AJUSTE.
cima, através do furo no anel de ajuste, e
em seguida, posicione a extremidade da 11. Confira novamente a distância do topo do anel
base do cilindro, de forma que os seus de ajuste até o topo da haste. A medida deve
furos envolvam o furo da nervura da ser a distância encontrada nos passos 7 e 8.
carcaça principal.
12. Limpe as roscas da haste do cilindro abaixo do
5. Inspecione o pino de trava e remova anel de ajuste usando um óleo sem solvente.
quaisquer rebarbas ou projeções de metal Depois que as roscas estiverem limpas, aplique
que possam existir acima do diâmetro loctite 242 nessas roscas, desde a parte inferior
usinado. do anel de ajuste até o topo da porca sextavada
inferior anteriormente instalada. Em seguida
6. Alinhe os furos do cilindro com o furo na gire a porca sextavada para cima na haste até
carcaça principal. Passe uma camada de que haja uma folga de 20mm (3/4”) entre o
óleo no pino e, em seguida, passe o pino topo da porca sextavada e o lado inferior do
através dos furos de montagem e carcaça anel de ajuste.
principal, batendo levemente com um
malho macio. Instale contrapinos em cada 13. Conecte todas as mangueiras do hidráulico e
extremidade do pino de trava. acumulador.

7. Certifique-se de que a haste do cilindro 14. Depois que o cilindro estiver instalado e todas
está completamente para baixo e no fundo as conexões estiverem completadas, o sistema
do cilindro. Meça a distância entre o topo precisa ser sangrado para remover todo o ar
do anel de ajuste e o topo da haste do aprisionado. Em seguida pressurize o sistema e
cilindro. inspecione para ver se há vazamentos. Veja o
manual hidráulico para instruções sobre
8. Gire a porca esférica na haste trazendo a sangria, carga e inspeção do sistema.
mesma para fora do cilindro conforme
distância mostrada na Tabela 5-19 Depois 15. Estando o circuito de alívio contra material
que a haste do cilindro tiver sido puxada não-britável pressurizado, verifique a distância
para fora do cilindro à distância entre o topo da porca sextavada e a parte
necessária, remova a porca esférica da inferior do anel de ajuste, conforme descrito no
haste. Passo 12. Se a distância não estiver correta,
despressurize o circuito e reajuste a porca
9. Limpe os 100mm (4”) superiores da esférica a fim de obter a regulagem correta.
parte rosqueada da haste do cilindro com Verifique novamente a distância com o circuito
um óleo sem solvente. Use álcool ou pressurizado, e reajuste se necessário.
acetona. Em seguida, usando uma escova
LIMPA, aplique loctite242 nas roscas. 5.6.3.17 Substituição do Acumulador -
Britadores HP100 HP200 HP300
Tamanho do Ver Figura 5-104
Ajuste
Britador
HP200 12mm (1/2”) Um acumulador defeituoso, tanto com gás
HP300 23mm (1”) nitrogênio escapando para a atmosfera quanto com
HP400 25mm (1”) um vazamento na bexiga interna, é uma condição
HP500 25mm (1”) séria que requer atenção imediata. Em qualquer
desses casos o acumulador se encherá
Tabela 5-19 Distância de tração da haste completamente de óleo. Uma vez escapado o gás,
não haverá possibilidade de compressão, e aquela
parte do sistema ficará sólida. O óleo que
normalmente é deslocado do cilindro de alívio para
o acumulador quando passa um material não
britável ou ocorre sobrecarga, não poderá
comprimir o nitrogênio na bexiga do acumulador,
criando assim forças excessivas sobre os
componentes do britador.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-117


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

A pressão de pré-carga dos acumuladores deverá


ser verificada a cada 200 horas (um mês). Se a
pressão do gás do acumulador não estiver em nível
normal, ou não é capaz de manter a pressão normal
de operação, o acumulador deverá ser removido e
substituído. Substituir o acumulador defeituoso
conforme segue:

1. DESLIGUE a energia para o motor da


unidade de força e TRAVE o motor. Em
seguida siga os parágrafos sobre
DESPRESSURIZAÇÃO no “manual
hidráulico”. Isso fará sangrar o óleo
pressurizado no lado do acumulador dos
cilindros de volta ao tanque. Certifique-se de
que o manômetro de carga no circuito de
PRESSURIZAÇÃO DE ALÍVIO DA
CAVIDADE vai a zero (0).

ADVERTÊNCIA

NUNCA, EM CIRCUNSTÂNCIA
ALGUMA, TENTE DESCONECTAR
QUALQUER UMA DAS CONEXÕES SEM
PRIMEIRO SE ASSEGURAR DE QUE O
SISTEMA FOI DESPRESSURIZADO. É
MUITO PERIGOSO DESCONECTAR
UMA CONEXÃO ENQUANTO ELA
ESTIVER SOB ALTA PRESSÃO DEVIDO
À GRANDE VELOCIDADE DO ÓLEO Item Designação
QUE ESCAPA E DEVIDO À 1 Cilindro de alívio
POSSIBILIDADE DE VOCÊ SER Suporte da trava do acumulador preso
ATINGIDO PELA EXTREMIDADE LIVRE 2
ao cilindro de alívio
DA MANGUEIRA, QUE AGIRÁ COMO 3 Acumulador
UM CHICOTE. 4 Segmento de trava do acumulador

Figura 5-104 Substituição do acumulador

2. Remova o plug de proteção da válvula no topo


do acumulador. Pegue o conjunto de
carregamento e teste para conectar e esteja
seguro que a base da conexão seja compatível
com a válvula do acumulador. Desenrosque
totalmente o registro do carregador e esteja certo
de que o plug de dreno fique fechado. Conectar o
carregador no acumulador usando a parte roscada
mais baixa do mesmo.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-118


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Aperte o registro do carregador. Coloque o plug 3. Remova as porcas sextavadas, arruelas de trava
de proteção da válvula de volta e abra o parafuso e parafusos da abraçadeira, localizada em volta
de sangria, até esvaziar o nitrogênio (o do corpo do acumulador e remova os parafusos
manômetro marcará zero). Remover o que prendem a abraçadeira aos suportes do
carregador. cilindro. Passe uma eslinga ( laço ) em volta do
acumulador e amarre em um dispositivo de
içamento apropriado.

4. Posicione um pedaço de cano grande ou chave


regulável em volta das partes planas na
extremidade inferior do acumulador e gire o
acumulador, retirando-o da conexão rosqueada.

5. Lubrifique bem as roscas do niple de junção e


as roscas internas do acumulador novo ou
recondicionado com um composto adequado
para roscas de canos. Então, coloque a união
dentro do acumulador.

6. Cuidadosamente, posicione o novo acumulador


no niple e gire o acumulador na direção das
roscas do niple, tomando cuidado para que ele
siga em linha reta, sem enjambrar. Aperte
completamente.

7. Instale as abraçadeiras e prenda aos suportes do


cilindro de alívio.

8. Pré-carregue o novo acumulador de acordo


com as instruções do “manual hidráulico”. O
acumulador poderá ser danificado se a pressão
de óleo for aplicada antes da pré-carga correta
com nitrogênio.

9. Sangre o sistema para remover qualquer ar


aprisionado. Carregue o sistema, e verifique se
há vazamentos.

Item Designação 5.6.3.18 Substituição do Acumulador -


1 Manivela T Britadores HP400 HP500
2 Proteção da conexão
3 Porca Ver Figura 5-106
4 Para o reservatório de nitrogênio
5 Acumulador Um acumulador defeituoso, tanto com gás
6 Proteção da válvula nitrogênio escapando para a atmosfera quanto com
7 Válvula da bexiga um vazamento na bexiga interna, é uma condição
séria que requer atenção imediata. Em qualquer
desses casos o acumulador se encherá
Figura 5-105 Despressurizando a bexiga do completamente de óleo. Uma vez escapado o gás,
acumulador não haverá possibilidade de compressão, e aquela
parte do sistema ficará sólida. O óleo que
normalmente é deslocado do cilindro de alívio para
o acumulador quando passa um material não
britável ou ocorre sobrecarga, não poderá
comprimir o nitrogênio na bexiga do acumulador,
criando assim forças excessivas sobre os
componentes do britador.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-119


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

A pressão de pré-carga dos acumuladores deverá NOTA: NÃO APERTE DEMAIS A


ser verificada a cada 200 horas (um mês). Se a ARTICULAÇÃO. O EXCESSO DE TORQUE
pressão do gás do acumulador não estiver em nível PODE TORCER A HASTE DA VÁLVULA E/OU
normal, ou não é capaz de manter a pressão normal ENTORTAR O ANEL DE VEDAÇÃO DA
de operação, o acumulador deverá ser removido e ARTICULAÇÃO, CAUSANDO VAZAMENTO.
substituído. Substituir o acumulador defeituoso
conforme segue: Gire a alavanca T do bocal de carregamento
PARA CIMA até que o eixo dentro do bocal
1. DESLIGUE a energia para o motor da solte completamente o núcleo da válvula, na
unidade de força e TRAVE o motor. Em haste da válvula de gás no acumulador. Em
seguida siga os parágrafos sobre seguida ABRA lentamente o parafuso no topo
DESPRESSURIZAÇÃO no “manual da válvula de sangria até que o gás nitrogênio
hidráulico”. Isso fará sangrar o óleo comece a escapar da abertura rosqueada na
pressurizado no lado do acumulador dos lateral da válvula de carga de gás. Deixe
cilindros de volta ao tanque. Certifique-se de escapar todo o gás para a atmosfera. Quando o
que o manômetro de carga no circuito de manômetro na parte inferior da válvula de
PRESSURIZAÇÃO DE ALÍVIO DA carga de gás indicar pressão “zero”, o
CAVIDADE vai a zero (0). acumulador é considerado vazio. Remova o
conjunto de manômetro do acumulador e
prossiga para o passo 3.
ADVERTÊNCIA
3. Remova as porcas sextavadas, arruelas de trava
NUNCA, EM CIRCUNSTÂNCIA e parafusos da abraçadeira, localizada em volta
ALGUMA, TENTE DESCONECTAR do corpo do acumulador e remova os parafusos
QUALQUER UMA DAS CONEXÕES SEM que prendem a abraçadeira aos suportes do
PRIMEIRO SE ASSEGURAR DE QUE O cilindro. Passe uma eslinga ( laço ) em volta do
acumulador e amarre em um dispositivo de
SISTEMA FOI DESPRESSURIZADO. É içamento apropriado.
MUITO PERIGOSO DESCONECTAR
UMA CONEXÃO ENQUANTO ELA
ESTIVER SOB ALTA PRESSÃO DEVIDO
À GRANDE VELOCIDADE DO ÓLEO
QUE ESCAPA E DEVIDO À
POSSIBILIDADE DE VOCÊ SER
ATINGIDO PELA EXTREMIDADE LIVRE
DA MANGUEIRA, QUE AGIRÁ COMO
UM CHICOTE.

2. Remova o protetor da válvula do fundo do


acumulador e em seguida a tampa da válvula e
arruela da haste da válvula de gás, conforme
mostrado na Figura 5-106. Usando o conjunto
de carga e monitoração ( manômetro )
fornecido com as ferramentas, monte o
conjunto de monitoração (manômetro) com a
mangueira de 3 metros (10 pés) removida , ao
acumulador. Primeiramente, gire a alavanca
em “T” do bocal de carregamento de ar para
ABRIR, até que a alavanca não possa ser mais
girada. O parafuso no topo da válvula de
sangria deve estar FECHADA. Em seguida
atarraxe a parte articulada do bocal de
carregamento de ar na haste da válvula de gás
do acumulador. Aperte a articulação com a
força mão apenas e em seguida aperte mais um
quarto de volta para comprimir a arruela de
vedação na articulação, para evitar vazamento
de gás.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-120


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

4. Posicione um pedaço de cano grande ou chave


regulável em volta das partes planas na
extremidade inferior do acumulador e gire o
acumulador, retirando-o da conexão rosqueada.

5. Lubrifique bem as roscas do niple de junção e


as roscas internas do acumulador novo ou
recondicionado com um composto adequado
para roscas de canos. Então, coloque a união
dentro do acumulador.

6. Cuidadosamente, posicione o novo acumulador


no niple e gire o acumulador na direção das
roscas do niple, tomando cuidado para que ele
siga em linha reta, sem enjambrar. Aperte
completamente.

7. Instale as abraçadeiras e prenda aos suportes do


cilindro de alívio.
Item Designação
1 Parafuso 8. Pré-carregue o novo acumulador de acordo
2 Válvula da bexiga com as instruções do “manual hidráulico”. O
acumulador poderá ser danificado se a pressão
3 Válvula de carregamento de gás de óleo for aplicada antes da pré-carga correta
4 Medidor de pressão com nitrogênio.
5 Manivela T
6 Reservatório de ar 9. Depois que o acumulador estiver instalado, e
7 Porca todas as conexões completadas, sangre o
8 Rosca da válvula de gás sistema para remover qualquer ar aprisionado.
9 Acumulador Pressurize o sistema e verifique se há
vazamentos. Veja o manual hidráulico para
instruções sobre sangria e teste de pressão do
sistema hidráulico.

5. 6.3.19 Remoção do anel de trava


Para remover os componentes do anel de retenção
para reparo ou substituição, proceda como se
segue:

1. Remova o conjunto do bojo, conforme


descrito na seção REMOÇÃO DO BOJO.

2. Remover os parafusos de cabeça sextavada e


porcas de fixação montadas no anel de trava
sobre o anel de ajuste. Estes parafusos de
cabeça sextavada usados para prender o anel
Item Designação de retenção e evitar que gire durante a
remoção do conjunto do bojo ou enquanto são
1 Acumulador feitos os ajustes do bojo e ainda evitar danos
2 Rosca da válvula de gás nos cilindros de travamento caso estejam
3 Tampa da válvula pressurizados quando o conjunto do bojo não
4 Proteção da válvula estiver instalado.
5 Porca da rosca da válvula

Figura 5-106 Despressurizando a bexiga do


acumulador

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-121


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

3. Certifique-se de que o circuito de retenção Envolva o conjunto com plástico ( alças Colson) e
está despressurizado, então desconecte a retorne o conjunto do anel de trava na posição
mangueira que se estende entre o primeiro normal .
cilindro, no circuito de retenção, e o cotovelo,
na superfície superior do anel de ajuste. - Aperto das válvulas:

4. Colocar olhais de içamento no topo do anel de Parafuse a porca plana na válvula e comprima
trava e levante o anel retirando-o com os a mola até 21mm (0,83”) de tamanho.
cilindros de travamento utilizando
equipamento de içamento adequado. Parafuse a porca plana de trava.

5. Qualquer um ou todos os cilindros podem Repita a mesma operação na segunda válvula.


então ser removidos do anel de retenção, Ver Figura 5-107.
desconectando-se as mangueiras em ambos os
lados dos cilindros e afastando os parafusos 3. Retorne a flange e rosqueie os parafusos para
de fixação existentes no perímetro do anel de elevação. Una por cabos os parafusos para
retenção nas localizações do cilindro. elevação ao dispositivo de elevação
conveniente e então transporte a flange para o
anel de ajuste conforme mostra a Figura5-107.
5.6.3.20 Instalação do anel de trava –
Britadores HP100 4. Gire o anel de trava até que os furos-guia de
alinhamento através da flange, estejam
Instale o anel de trava no anel de ajuste como segue: sobrepostos ao furo-guia no anel de ajuste.
Posição do furo-guia sobre o contraeixo.
1. Limpe inteiramente as ranhuras de apoio do
anel de trava e também da carcaça e do anel NOTA: SE OS FUROS-GUIAS NÃO
de ajuste. Os furos na flange para a câmara de ESTIVEREM BEM DIRECIONADOS, A
óleo , também devem ser limpos e isentos de SUPERFÍCIE RANHURADA NO ANEL DE
qualquer rebarba. Unte, com um pincel, o TRAVA NÃO COINCIDIRÁ COM AS ROSCAS
alojamento do anel de trava com graxa ISO NO ANEL DE AJUSTE, TORNANDO DIFÍCIL E
XM2. ÀS VEZES IMPOSSÍVEL QUE O BOJO GIRE NO
ANEL DE AJUSTE. O POSICIONAMENTO
2. Com o anel de trava de cabeça para baixo, PRECISO DO ANEL DE TRAVA SOBRE O
coloque as duas válvulas através do anel. ANEL DE AJUSTE É EXTREMAMENTE
Coloque em uma posição plana a câmara de IMPORTANTE!
óleo no alojamento.

- Posição das válvulas:

Empurre a válvula através do anel de trava


para mante-la na posição, coloque a mola
e aperte com a mão o parafuso.

Repita esta operação na segunda válvula.

- Posição do calço de Poliuretano:

Unte, com um pincel a câmara de óleo


plana.

Coloque o calço de poliuretano na câmara


plana no alojamento.

Não coloque chanfros, arestas do calço


com uma válvula.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-122


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Anel de trava
2 Eslingas
3 Furo-guia na flange
4 Braçadeira
5 Calço de poliuretano
6 Câmara de óleo
7 Tubo
8 Furo-guia no anel de ajuste

Figura 5-107 Alinhamento dos furos-guia e colocação da câmara de óleo

5. Lentamente abaixe a flange sobre o anel NOTA: Dimensão A= 9mm (0,35”) +/- 0,5mm (Ver
de ajuste. Não se esqueça do tubo sobre o Figura 5-108 entre a porca e anel de trava em todas
anel de ajuste. as seis cavilhas roscadas.

6. Recoloque os pinos rosqueados através da 7. Reconecte a mangueira entre a câmara de


flange e que aparafusam no anel de ajuste. óleo e o tubo ranhurado que atravessa a
flange e está localizado sobre o anel de
ajuste. Esta mangueira liga a câmara de
óleo ao suprimento hidráulico através do
furo no anel de ajuste. Veja Figura 5-108.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-123


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Anel de ajuste
2 Câmara de óleo
3 Calço de poliuretano
4 Anel de trava
5 Mangueira
6 Tubo
7 Porca e porca de trava
8 Mangueira de conexão entre a câmara de óleo e o suprimento hidráulico
9 Cavilha roscada
10 Dimensão “A”

Figura 5-108 Mangueiras de conexão à câmara de óleo

Preencha a câmara de óleo com a unidade de força


hidráulica. Para fazer isso, ative a unidade de força
(com a válvula de travamento ABERTA). Execute
uma operação de travamento e uma vez que o óleo
fluir limpo e sem esguichamento na válvula,
desligue a unidade de força. Feche o circuito com o
tampão.

Instale a proteção contra poeira.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-124


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

8. Esfregue as superfícies ranhuradas da


flange, da carcaça e do anel de ajuste com
pano impregnado com dissulfato de
molibdênio em pó. Tal procedimento
deposita uma película lubrificante ao
metal permitindo que o bojo gire mais
livremente. Um revestimento inicial de
dissulfato de molibdênio foi aplicada
nestas roscas, ainda na fábrica.

9. Deliberadamente cubra as roscas com


uma mistura de graxa de lítio com 5 – 10
% ( em volume) de dissulfato de
molibdênio em pó.

NOTA: QUANDO FOR BRITAR MATERIAL


QUENTE COM ESCÓRIA DE AÇO OU ESCÓRIA
DE FERRO FUNDIDO, UMA GRAXA PARA
ALTA TEMPERATURA MISTURADA COM 5 –
10% DE DISSULFATO DE MOLIBDÊNIO EM PÓ
DE SER APLICADA.

10. Instale a carcaça no Britador conforme


descrito na seção 5. A câmara de óleo
deve ser primeiramente despressurizada e
liberada da braçadeira com descrito no Item Designação
manual hidráulico. 1 Cilindro de travamento
2 Anel de trava
3 Anel de ajuste
5.6.3.21 Instalação do Anel de Trava - 4 Parafuso de fixação do soquete
Britadores HP200 HP300 HP400 HP500
Figura 5-109 Instalação do cilindro de
Instale o anel de trava no anel de ajuste conforme travamento
segue:

1. Limpe totalmente as roscas no anel de 3. Coloque os olhais de içamento nos furos


trava e também as roscas no bojo e anel de cegos do topo do anel de trava. Passe o
ajuste. Todos os furos de montagem dos cabo de içamento e com um dispositivo
cilindros no anel de trava deverão também adequado, levante o anel de trava sobre o
ser limpos e as rebarbas deverão ser anel de ajuste como mostrado na Figura 5-
removidas. 110.

2. Instale os cilindros de travamento dentro 4. Gire o anel de trava até que o furo de
dos furos do anel de trava conforme alinhamento através do anel de trava fique
mostrado na Figura 5-109. Os cilindros alinhado com a marca de emparelhamento
devem ser posicionados de forma que as correspondente no anel de ajuste. Ver
conexões de entrada nos lados dos Tabela 5-20.
cilindros permitam a instalação das
mangueiras hidráulicas. Então trave os
cilindros no anel de trava com os
parafusos soquete e instale as mangueiras.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-125


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação NOTA: SE OS FUROS DE MONTAGEM


1 Anel de trava CORRESPONDENTES NÃO ESTIVEREM
2 Marca do orifício no anel de travamento ALINHADOS ENTRE ELES, OS FILETES DE
3 Cabos de içamento ROSCAS DO ANEL DE TRAVA ESTARÃO
4 Marcas do orifício no anel de ajuste FORA DE ALINHAMENTO COM O ANEL DE
5 Anel de ajuste AJUSTE, SENDO DIFICIL OU MESMO
6 Orifícios do cilindro de trava IMPOSSÍVEL GIRAR O BOJO DENTRO DO
7 Tubo espaçador ANEL DE AJUSTE. A LOCALIZAÇÃO
8 Parafusos de cabeça sextavada CORRETA DO ANEL DE TRAVA SOBRE O
ANEL DE AJUSTE É EXTREMAMENTE
9 Cilindros de travamento
IMPORTANTE.
10 Parafusos olhais

Figura 5-110 Marcando os orifícios de 5. Abaixe o anel de trava lentamente sobre o


alinhamento anel de ajuste. Assegure que os cilindros
de trava estejam DESPRESSURIZADOS.

6. Inserte os parafusos de cabeça sextavada


nos furos do anel de ajuste e porcas de
trava antes de fixá-los no anel de ajuste.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-126


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

O parafuso é apertado sobre o topo do espaçador 7. Conectar a mangueira solta do cilindro número
para dar a devida folga entre as cabeças dos um ao cotovelo na face superior do anel de
parafusos e o topo do anel de trava, veja Figura ajuste. Esta mangueira conecta todos os
5-111. cilindros através de um furo no anel de ajuste
até a unidade hidráulica. Veja Figura 5-112.
A folga entre as cabeças dos parafusos e a face
superior do anel de trava é necessária para permitir Após montagem dos cilindros e conexões da
ao anel de trava mover verticalmente quando os mangueira, mas antes de instalar o bojo na
cilindros de trava estiverem pressurizados. máquina, pressurize o sistema até um máximo
de 172 bars (2500 PSI) para Britadores HP200
e HP300, para britadores HP400 e HP500
pressurize o sistema com 193 bars (2800 PSI).
Mantenha por 10 minutos para conferir os
cilindros de trava e conexões de mangueiras
para conferir se há vazamentos.

8. Lubrifique as roscas do anel de ajuste, anel de


trava e bojo com dissulfato de molibdêncio em
pó. Este procedimento agrega um filme
lubrificante ao metal, permitindo ao bojo girar
livremente. Uma camada inicial de dissulfato
de molibdênio é aplicada nas roscas ainda na
fábrica.

9. Lubrifique as roscas totalmente com uma


mistura de graxa e 5 a 10% (em volume) com
dissulfato de molibdênio em pó.

NOTA: QUANDO BRITAR MATERIAL


QUENTE ASSIM COMO, CLINKERS OU
ESCÓRIA, DEVERÁ SER USADO UMA GRAXA
MISTURADA COM 5 A 10% DE DISULFETO
DE MOLIBDÊNIO EM PÓ. ESTE MESMO PÓ,
MISTURADO COM ÓLEO LUBRIFICANTE
TAMBÉM É SATISFATÓRIO PARA ESTE TIPO
DE APLICAÇÃO.

10. Instale o bojo no britador conforme descrito na


Item Designação seção remoção do bojo. Os cilindros de trava
1 Anel de trava deverão ser DESPRESSURIZADOS primeiro
2 Parafuso (DESTRAVADOS).
10mm (3/8” quando despressurizado-
3
HP200/HP300)
4 Tubo espaçador
5 Anel de ajuste

Figura 5 –111 Instalando o parafuso de fixação

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-127


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Tamanho do Localização do furo de


Diâmetro do furo de alinhamento
Britador emparelhamento do anel de ajuste
HP200 Acima da carcaça do contraeixo 10mm (3/8”)
15° à direita da carcaça do
HP300 12mm (1/2”)
contraeixo
15° à direita da carcaça do
HP400 10mm (3/8”)
contraeixo
15° à esquerda da carcaça do
HP500 10mm (3/8”)
contraeixo

Tabela 5-20 Localização da marca de emparelhamento e diâmetro do furo de alinhamento

Item Designação
1 Cilindros de travamento
2 Capa
3 Cotovelo 90°
Orifício no anel de ajuste para conectar o cilindro de trava com a
4
unidade de força
5 Cilindro N° 1
6 Mangueira
7 Anel de ajuste

Figura 5-112 Conexões das mangueiras dos cilindros de trava

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-128


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.6.3.22 Substituição do anel de desgaste da


carcaça principal – britadores
HP300/400/500
Veja Figura 5-113.

Os britadores são equipados com anéis de desgaste


dentro do furo da carcaça principal, onde a
extremidade do contraeixo no lado do pinhão será
inserida. Este anel é projetado para absorver os
mínimos movimentos da carcaça do contraeixo, que
pode ocorrer, em relação ao furo da carcaça
principal. Este movimento pode causar atrito e
desgaste.

A necessidade de substituir o anel da carcaça deverá


ser extremamente rara. A remoção e instalação de
um anel novo deverá ser realizada apenas na fábrica
ou representante que obteve o treinamento e
ferramentas adequados devido à importância de se
obter a interferência adequada entre o anel e o furo
da carcaça. Um anel de carcaça deve ser substituído
como a seguir:

1. Remova o conjunto da carcaça do contraeixo.


Item Designação
2. Como o anel da carcaça foi instalado com 1 Carcaça principal
loctite, este anel deve ser aquecido até 205°C 2 Anel da carcaça
(400°F) antes de ser removido. 3 Anel tipo “O”
4 Carcaça do contraeixo
3. Marrete o anel da carcaça para fora do 5 Anel de desgaste
orifício.
Figura 5-113 Anel de desgaste da carcaça
4. Remova toda loctite remanescente e limpe o principal
orifício da carcaça e o diâmetro externo do
novo anel com um solvente sem óleo e deixe
secar.

5. Aplique loctite no diâmetro externo do anel e


deixe secar durante 3-5 minutos.

6. Resfrie o anel a uma temperatura de pelo


menos 10°C (18°F) de diferença entre o anel
e a carcaça.

7. Aplique loctite 680 com um pincel em toda


área do orifício da carcaça.

8. Instale o anel na carcaça. Aplique loctite para


curar durante 6 horas antes de instalar a
carcaça do contraeixo na carcaça principal.

9. Instale a carcaça do contraeixo como descrito


na seção do Contraeixo.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-129


Seção 5-7

Operações do Britador (Continuação)


5.7 SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO...................................................................................................................................5-130

5.7.1 DESCRIÇÃO............................................................................................................................................................5-130

5.7.2 INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO................................................................................................5-131

5.7.3 ESPECIFICAÇÕES DO ÓLEO LUBRIFICANTE.................................................................................................5-131

5.7.4 CONTAMINAÇÃO DO ÓLEO...............................................................................................................................5-134

5.7.5 RESPIRO DE AR DO BRITADOR – CABEÇA CURTA HP400 E HP500..........................................................5-134

5.7.6 SOPRADOR E RESPIRO DO BRITADOR HP500 PADRÃO..............................................................................5-135

5.7.6.1 ARMAZENAGEM LONGA DO SOPRADOR................................................................................................5-135

5.7.6.2 MANUSEANDO O SOPRADOR.....................................................................................................................5-135

5.7.6.3 INSTALAÇÃO DO SOPRADOR.....................................................................................................................5-136

5.7.6.4 PROCEDIMENTO DE MONTAGEM E AJUSTE DO BRITADOR..............................................................5-136

5.7.6.5 ANTES DO INÍCIO DO BRITADOR..............................................................................................................5-137

5.7.6.6 INÍCIO DO BRITADOR...................................................................................................................................5-138

5.7.6.7 MANUTENÇÃO GERAL.................................................................................................................................5-138

5.7.6.8 MANUTENÇÃO DO MANCAL DO VENTILADOR....................................................................................5-138

5.7.6.9 MANUTENÇÃO DO MOTOR.........................................................................................................................5-138

5.7.6.10 MANUTENÇÃO DA CORREIA DE ACIONAMENTO EM “V”................................................................5-139

5.7.6.11 PROBLEMAS E SOLUÇÕES........................................................................................................................5-139

5.7.6.12 RESPIRADOR DE AR....................................................................................................................................5-140


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.7 Sistema de Lubrificação

5.7.1 Descrição

Neste sistema, o óleo é apanhado do tanque, indo


para o lado de sucção da bomba de óleo. A bomba
força o óleo sobre pressão através do filtro de óleo.
Uma válvula de alívio com derivação (bypass)
controla o fluxo de óleo para o filtro e desvia o óleo
do filtro, caso este esteja obstruído. Um manômetro,
ligado na entrada e saída do filtro, proporciona uma
indicação visual de queda de pressão através de
filtro, determinando quando há a necessidade de
limpeza do mesmo. Recorra ao manual suplemento
de instruções de lubrificação para detalhada
informação sobre o filtro.

Figura 5-114 Fluxo interno de óleo

O óleo é então enviado a um trocador de calor ou Termômetros, instalados na entrada e saída do


radiador, onde é resfriado por meio de água em trocador ou radiador, proporcionam uma indicação
circulação ou ventilador de ar. Uma válvula de alívio visual da temperatura do óleo.
desvia o óleo do trocador ou radiador, quando ele
estiver frio, causando um aumento de pressão,
devido a sua maior viscosidade.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-130


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

A válvula de alívio, localizada no Britador ou Este lubrificante deve apresentar propriedades de


internamente a bomba, evita a entrada de óleo sob extrema pressão (E.P) devido ao enxofre e fósforo,
excessiva pressão no Britador. Isso também protege naftaleno de chumbo ou outros agentes anti-
a bomba e outros componentes de lubrificação. aderência, que são compatíveis com os metais que
são usados nos britadores (bronze, metal patente,
O óleo sobre pressão é então forçado à parte superior ferro fundido e aço). Além disso, o lubrificante deve
do Britador, onde é forçado através de passagens possuir elevado índice de viscosidade, rápida
interligadas no eixo principal, para as superfícies dos segregação de água, resistência à formação de
mancais das buchas do excêntrico, excêntrico e espuma, alguma proteção contra ferrugem e
buchas da cabeça. Então o mesmo através do soquete corrosão, resistência à oxidação, e possuir aditivos
chega às superfícies do mancal do revestimento do anit-desgaste. Os lubrificantes E.P. também possuem
soquete. baixos pontos de vazamento se comparados com os
óleos industriais, e portanto seu valor possui um
O fluxo de óleo do revestimento do soquete e do custo ligeiramente maior.
topo da cabeça e da bucha do excêntrico flui através
dos orifícios na cabeça e então através das largas - O óleo adequado para o uso é o óleo ISO 150.
cavidades no contrapeso e é coletado na carcaça
principal abaixo da coroa do excêntrico. - O lubrificante deve ter uma viscosidade de

O óleo também flui do fundo da bucha da cabeça e - 135 a 165 cSt (Centistokes) a 40°C
da bucha do excêntrico e então através de largas - 13 cSt ou mais a 100°C,
cavidades no contrapeso e é coletado na carcaça ou
principal abaixo da coroa do excêntrico. O fluxo de - 680 a 850 SUS (Saybolt, Universal
óleo do fundo da bucha do excêntrico primeiro tem Seconds) a 100°F,
que passar através dos mancais de apoio localizados - 70 SUS ou maior a 210°F
abaixo do excêntrico antes de ser coletado na
carcaça. O óleo é coletado na carcaça principal, flui O óleo também precisa ter um índice de viscosidade
em torno desta e é derramado sobre os dentes da de 90° ou maior.
coroa e do pinhão. Uma linha separada, se junta a
linha de alimentação que conecta ao eixo principal, Consulte a fábrica (fornecendo informações e dados
simultaneamente força o óleo através dos mancais da completos) no tocante a toda informação especial,
carcaça do contraeixo. Todo óleo é finalmente quando realizar o funcionamento do equipamento em
coletado reservatório abaixo do pinhão e é retornado climas ou condições atmosféricas extremas onde não
pela gravidade através da tubulação do tanque de haja disponibilidade de sistemas de refrigeração ou
óleo. aquecimento.

5.7.2 Instalação, operação e manutenção Os lubrificantes que satisfazem as especificações


são indispensáveis para conservação das peças do
O restante desta seção é caracterizada por britador. Os lubrificantes que não atendem as
informações importantes relativas ao sistema de especificações podem prejudicar as peças e o
lubrificação. Antes de tentar a instalação ou funcionamento do britador, além de eliminar a
operação de uma nova planta de britagem, as garantia de peças e da máquina.
informações seguintes devem ser lidas
cuidadosamente, bem como todas as informações Todos os principais fabricantes de óleo têm um
especificadas na seqüência. Refira ao manual de produto compatível com estas especificações. Caso o
instruções de lubrificação do HP para informações fornecedor local não possa recomendar um produto
detalhadas pertencentes a estes componentes. baseado nas propriedades acima, consulte a Metso
Minerals para assistência.
5.7.3 Especificações do óleo lubrificante

Use um óleo industrial a base de parafina (não de


naftaleno), de viscosidade especificada, com alta
resistência de película, alta afinidade e aderência às
superfícies metálicas, possuindo ainda propriedades
químicas e físicas estáveis.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-131


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Taxa do fluxo de óleo


Tamanho do
Litros por minuto
Britador
(Galões U.S. por minuto)
72/83
HP100
(19/22)
103/114
HP200
(27/30)
121/132
HP300
(32/35)
190/210
HP400
(50/55)
227/246
HP500
(60-65)

Tabela 5-21 Taxa de fluxo de óleo do Britador

Item Designação
1 Britador
2 Distância mínima de 1,3m (4’), mais 25mm (1”) para cada
0,3m (1 pé) de distância horizontal do tanque
3 Tanque de óleo

Figura 5-115 Localização do tanque de óleo

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-132


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

NOTA: SE UMALINHA DE DRENO VERTICAL NOTA: POEIRA ATRAVÉS DAS VEDAÇÕES


É INEVITÁVEL, UM SIFÃO DEVE SER DO BRITADOR CONTAMINA O ÓLEO
INSTALADO SE A QUEDA VERTICAL FOR LUBRIFICANTE E CAUSA DESGASTE
MAIOR QUE 1220 mm (48”). O TOPO DO SIFÃO INTERNO EXCESSIVO E POSSIBILITA UMA
DEVERIA SER LOCALIZADO EM PELO FALHA NOS MANCAIS. VEJA Figura 5-116
MENOS 305mm (12”) ABAIXO DA LINHA DE PARA INSTALAÇÃO DO SIFÃO DE DRENO SE
DRENO DO BRITADOR PARA PROMOVER UM REQUERIDO.
FLUXO ADEQUADO, MAS UMA QUEDA
VERTICAL ADICIONAL ACIMA DO SIFÃO
DEVERIA SER EVITADO.

Item Designação
Respiro de ar – Coloque o respiro de ar em uma localização
1
relativamente livre de poeira e onde possa ser facilmente mantido
2 50mm (2”) mínimo de mangueira para ser fornecido ao cliente
3 Máximo 1220mm (48”)
4 Mínimo 305mm (12”)
5 Linha de alimentação de óleo para o Britador
6 Linha de dreno do óleo lubrificante do Britador
7 Porta de esvaziamento do sifão

Figura 5-116 Linha de dreno de óleo do sifão

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-133


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.7.4 Contaminação do óleo Se, em um período entre 2 a 4 semanas, constatas um


aumento desproporcional de quaisquer dos
compostos que são relacionados no quadro “Normas
Não hesite em trocar o óleo. Evite a operação com para análise de contaminação do óleo”, deverá ser
um óleo que esteja sujo ou arenoso, ou que tenha inspecionado o Britador para estabelecer as causas
perdido suas propriedades. prováveis (a indicação da contaminação de ferrosos
ou não ferrosos poderá indicar se a causa é contato
Metso Minerals recomenda uma análise de amostra interno entre as peças metálicas ou contaminação de
regular de óleo, especialmente após os primeiros pó).
meses da instalação e partida do Britador.
Em todo Britador que tenha constatado desgaste
elevado das buchas, revestimento do soquete, ou das
vedações, a análise de óleo ajudará a indicar a
origem de desgaste ou contaminação (ferrosos,
metálico e não metálicos).

ACEITÁVEL ALTA

Cobre (Cu) Menos de 100 PPM Mais de 210 PPM


Alumínio (Al) Menos de 5 PPM Mais de 10 PPM
Ferro (Fe) Menos de 20 PPM Mais de 50 PPM
*Silício (Si) (C/ Impurezas) Menos de 25 PPM Mais de 65 PPM
Cromo (Cr) Menos de 0,5 PPM Mais de 1,5 PPM
Chumbo (Pb) Menos de 70 PPM Mais de 190 PPM
Nível de contaminação (total de sólido) Menos de 0,1% PPM Mais de 0,2% PPM
Água Menos de 0,1% PPM Mais de 1,0% PPM
* Os limites de silício devem ser interpretados com relação aos níveis de cobre e ferro. Se houver uma
presença alta de silício e cobre, ou silício e ferro, o óleo pode ser considerado abrasivo e o mesmo estará
em uma taxa insatisfatória.

Tabela 5-22 Normas de contaminação de óleo

5.7.5 Respiro de Ar do Britador – HP400 e O papel deverá ser puxado para dentro bem
HP500 cabeça curta lentamente. Isso indica que o Britador está
corretamente ventilado. Se o papel for soprado para
O respiro deve ser conectado ao alojamento do fora da conexão, é sinal de que há algum problema
impulsor de óleo, na extremidade da polia da de ventilação dentro do Britador. Se o respiro deixar
carcaça do contraeixo, conforme mostrado na de funcionar, é possível que a longa passagem dentro
Figura 5-117. Este respiro mantém a pressão da carcaça do contraeixo, que leva ao respiro, esteja
atmosférica dentro do Britador, para assegurar a
livre drenagem do óleo lubrificante de volta ao obstruída com impurezas. Normalmente não é
tanque. Instale o respiro afastado da polia do necessário remover a carcaça do contraeixo para
Britador ou de descarga de material, numa região retirar qualquer acúmulo de impurezas de dentro
mais protegida contra poeira, usando tubo ou dessa passagem.
mangueira flexível. Esse arranjo é sugerido, pois a
turbulência do pó causada pela polia reduziria a
eficiência do filtro, obstruindo-o.

Para conferir se o Britador está sendo devidamente


ventilado, remova o respiro completamente de sua
tubulação e coloque um pedaço de papel fino sobre a
conexão onde estava instalado o respiro.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-134


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Polia do Britador
2 Carcaça do contraeixo ou alojamento do impulsor
3 Mangueira
4 Respiro de ar

Figura 5-117 Instalação do respiro de ar do Britador

5.7.6 Respiro e soprador dos Britadores 5.7.6.1 Armazenagem longa do soprador


HP500 padrão
Unidades embarcadas para cliente e em que será
O propósito do soprador e respiro de ar é introduzir mantida em depósito durante um período maior que
ar dentro da cavidade do Britador para manter a dois anos deveriam ter cuidados especiais para que a
poeira, a qual pode passar pelas vedações, fora dos facilidade de operação possa ser mantida. Motores
mancais e do óleo para minimizar o desgaste dos deveriam ser equipados com aquecedores internos
mancais. continuamente. As unidades deveriam ser engradado
e coberto com filme de polietileno. Em adição, os
O respiro de ar, soprador e todas as partes requeridas impulsores deveriam ser rotacionados com a mão
para conectar o soprador e respiro ao Britador tais uma vez por mês. Para melhores resultados,
como mangueiras, travas das mangueiras e conexões, mantenha as unidades abrigados em um local fresco
são embarcadas soltas. Estas partes são conectadas e seco.
no lado direito da carcaça do contraeixo como é visto
na polia do Britador. Veja Figura 5-118. 5.7.6.2 Manuseio do soprador
NOTA: O MOTOR DO RESPIRO DE AR É PARA Unidades de pequenas deveriam ser manuseadas
SER ATIVADO QUANDO O cuidadosamente e levantadas apenas pela base,
TRANSPORTADOR DE DESCARGA DO nunca pelo eixo, acoplamento, motor ou alojamento.
BRITADOR ESTIVER LIGADO. Unidades maiores deveriam também ser levantadas

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-135


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

pela base ou através de olhais de içamento, se uma dobra no eixo, acoplamento, motor e/ou
fornecido. Precauções deveriam ser tomadas para desalinhamento do mancal resultante de altos
evitar quedas ou equipamentos vibratórios que níveis de vibração e falha prematura dos
podem danificar o eixo ou volante que não é componentes de acionamento.
visivelmente perceptível, mas pode causar problemas
vibratórios. 3. Após o calçamento estiver feito, cada parafuso
de fixação da carcaça deveria ser acomodado.
5.7.6.3 Instalação do soprador Então vá de parafuso por parafuso,
progressivamente aperte cada um com uma
O soprador deveria ser colocado não mais do que chave de torque até que o valor de torque
3,6m (12 pés) do Britador. O respiro pode ser apropriado seja alcançado para o tamanho do
montado diretamente sobre o soprador como parafuso da fundação que está sendo usado.
mostrado na Figura 5-118, se o respiro e o soprador,
na distância de montagem especificada acima, 4. Depois que a unidade estiver completamente
estarão em alguma área livre de poeira. Se o apertada à fundação, o alinhamento do
soprador não puder ser colocado em uma área livre acoplamento deveria ser verificado novamente.
de poeira, então monte o respiro em uma área Se o acoplamento estiver desalinhado, desaperte
relativamente livre de poeira onde possa ser os parafusos da fundação e verifique novamente
facilmente acessado para manutenção. Então conecte o alinhamento do acoplamento. Se após
uma mangueira de diâmetro grande [ 100mm (4”) até desapertar os parafusos da fundação, o
150mm (6”)] do respiro para a entrada de sucção do acoplamento estiver alinhado, então uma
soprador. curvatura foi introduzida durante os
procedimentos de fixação. Será então necessário
Ventiladores e motores deveriam ser montados sobre calçar novamente para eliminar a curvatura.
fundações estruturalmente rígidas. Concreto é o
melhor, entretanto, outros tipos adequadamente 5. Uma vez que a unidade estiver fixada à
desenvolvidos são aceitáveis. O equipamento deveria fundação e o alinhamento do acoplamento for
ser nivelado sobre a fundação e calçado ou mantido, substitua as proteções e verifique o
cimentado no lugar. Isso prevenirá a colocação da funcionamento do canal, etc. A unidade agora
estrutura do ventilador em uma curvatura fixando-a está pronta para a partida.
em uma superfície desigual.
6. Funcione o motor para certificar-se que a
Como uma regra geral, se isoladores de vibração são unidade está rotacionando na direção
usados, o ventilador deveria primeiramente ser apropriada. Se estiver, aumente a velocidade e
fixado à base da estrutura de aço e o isolamento verifique a amperagem de motor para certificar-
colocado entre a base da estrutura de aço e a se que pressão estática suficiente está presente
fundação. Isso preveni a base do ventilador de no Sistema para prevenir o motor contra
flutuar devido à uma distribuição de peso desigual sobrecarga.
e/ou forças de acionamento quando montado
diretamente aos isoladores de vibração. 7. Níveis de vibração deveriam ser verificados e se
estiverem acima de 1,0MIL @ 3600 RPM ou
5.7.6.4 Procedimento de montagem e ajuste 1,5 MILS @ 1800 RPM, um balanceamento
do soprador técnico qualificado deveria reduzir o balanço da
unidade para alcançar estes níveis.
1. Motor e acoplamento deveria ser montado com
o soprador repousando em uma nivelada, plana
superfície, mas não fixado à superfície.

2. Após o soprador estiver situado na sua posição


final de montagem, medidores de nível
deveriam ser usados os pés de montagem do
soprador e a superfície de montagem em cada
localização de furo de fixação para determinar a
espessura de calços requerida. Como a base do
soprador é soldada esta será curvada em alguns
graus. Se a base do soprador não for calçada à
fundação adequadamente quando fixada, uma
curvatura na carcaça resultará. Isso pode causar

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-136


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Item Designação
1 Respiro de ar
2 Soprador de ar
3 Carcaça do contraeixo
4 Polia do britador

Figura 5-118 Respiro de soprador de ar

5.7.6.5 Antes da partida inicial 4. Motor – Verifique a ligação para o motor. As


características de suprimento da linha devem
1. Fixadores – Todos os parafusos da fundação, estar de acordo o valor especificado na placa
parafusos de fixação do cubo do volante, identificadora. O motor deveria ser ligado e
parafusos de trava do volante braçadeiras de protegido com fusível de acordo com o Código
trava do mancal devem estar apertados. Nacional Elétrico ou códigos locais.

2. Mancais – Verifique o alinhamento dos mancais 5. A correia de acionamento em “V” deve estar
e tenha certeza de que estão devidamente alinhada com as correias com a tensão
lubrificados. apropriada.

3. Roda de vento – gire, rotacionando o conjunto 6. As conexões dos canais do ventilador para os
com a mão para ver se funciona livre e não canais de trabalho não devem estar distorcidos.
curve ou bata no alojamento do ventilador. Se o Os canais nunca deveriam estar suportados pelo
volante bater no alojamento, o volante pode ter ventilador. Juntas de expansão entre as conexões
se movido sobre o eixo ou os blocos de apoio dos canais deveriam ser usadas onde a expansão
dos mancais moveram-se e os calços se é apropriada para ocorrer ou onde o ventilador é
deslocaram. montado sobre os isoladores de vibração. Todas
juntas de canais deveriam ser seladas para
prevenir vazamento de ar. Todo os detritos
deveriam ser removidos dos canais de trabalho e
do ventilador.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-137


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

5.7.6.6 Partida inicial 7. Volante – Inspecione as palhetas do volante para


verificar se há acúmulo de poeira e sujeira.
1. Funcione o motor para verificar a rotação Limpe completamente com um jato de água, ar
apropriada do volante. O motor deveria ser comprimido ou uma escova de arame. Isso
ligado de acordo com as especificações do ajudará a prevenir uma condição de
fabricante. Setas no ventilador indicam a direção desequilíbrio. Se as palhetas são de alumínio,
apropriada da rotação e fluxo de ar. tenha cuidado para não danificá-las. Proteja os
mancais para que água não entre nos blocos de
2. O ventilador pode ter agora a velocidade apoio. O volante deveria ser centralizado para
aumentada. Observe se algo não usual tais prevenir que as palhetas bata no alojamento.
como vibrações, superaquecimento dos mancais Certifique-se que a rotação do volante está na
e motor, etc. Verifique a velocidade do direção correta. Nunca funcione o ventilador a
ventilador na unidade acionada pela correia em uma velocidade maior que a designada a menos
“V” e ajuste a polia do motor ( no acionamento que você verifique com a fábrica primeiro.
ajustável) para alcançar a rotação desejada.
5.7.6.8 Manutenção do mancal do ventilador
3. Verifique a amperagem do motor com a
amperagem descrita na placa identificadora para
certificar-se que o motor não irá se Para a maioria das aplicações, uma graxa de base de
superaquecer. lítio de acordo com a consistência NLGI grau 2
deveria ser usada. Este tipo de graxa inibi a
5.7.6.7 Manutenção Geral corrosão, é resistente a água, e tem uma faixa de
temperatura de trabalho entre -30°F (-34°C) até
1. Deveria ser estabelecido um período para 200°F (93°C) com picos periódicos de 250°F
inspeção de todas as partes e acessórios de (121°C).
rotação. A freqüência de inspeção depende da
severidade da operação e da localidade. As Quando engraxar os mancais, é importante não
inspeções deveriam ser semanais primeiramente colocar muita graxa. Isso é especialmente verdade se
para começar o programa. os mancais são equipados com linhas extensas de
graxa e os mancais não são visíveis. Neste caso, mais
2. Alinhamento – O eixo não deve estar levantado falhas podem ocorrer devido ao excesso de graxa do
nos mancais. Desalinhamento pode causar que pela falta dela. O melhor é fornecer aos mancais
superaquecimento, desgaste das vedações contra apenas um tiro de graxa periodicamente, quando os
poeira e falha ou desequilíbrio dos mancais. mancais não são vistos. Quando os mancais são
visíveis, bombeie graxa até uma pequeno filete se
3. Acessórios – Verifique a espessura de todos forme em torno das vedações dos mancais. É
parafusos e parafusos fixadores. importante que o engraxamento do mancal do
ventilador ocorra quando o ventilador estiver
4. Lubrificação – Verifique os mancais do funcionado. Precauções deveriam ser tomadas
ventilador do motor e adicione lubrificante se durante o funcionamento e perto de equipamentos
necessário. em rotação para evitar que o pessoal se machuque.

5. Fluxo de ar – tenha certeza de que não há 5.7.6.9 Manutenção do motor


obstruções para a entrada e saída de fluxo de ar
nos canais de trabalho. Lubrifique os mancais do motor de acordo com as
especificações do fabricante.
6. Mancais em ventiladores de alta velocidade
tende a aquecerem-se. Por essa razão, não As recomendações são impressas em etiquetas que
substitua o mancal por estar quente ao tocá-lo. estão presas ao motor. Caso estas etiquetas foram
Coloque um pirômetro ou um termômetro de perdidas, deverá ser aplicado o seguinte:
contato contra o bloco de apoio e verifique a
temperatura. Os blocos de apoio podem ter uma Motores que possuem graxeiras ou bujões deveriam
temperatura de 165°F (74 °C) antes que a causa ser lubrificados enquanto então quentes e parados.
do superaquecimento possa ser investigada.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-138


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

Em baixa pressão, engraxe, funcione e lubrifique até 5.7.6.10 Manutenção da correia de


a nova graxa apareça na descarga de graxa. Permita acionamento em “V”
que o motor funcione por 10 minutos para expelir o
excesso de graxa. Substitua os bujões. Motores que Se as correias fazerem um barulho agudo no partida
não possuem bujões ou graxeiras podem ser inicial, elas estão muito soltas e deveriam ser apertadas.
lubrificados removendo a extremidade das Periodicamente verifique o desgaste da correia e polia,
proteções, esvaziando a cavidade de graxa e alinhamento e tensão. Quando as correias estiverem
preenchendo novamente 3 / 4 da circunferência da gastas, substitua todas de uma vez por um novo jogo de
cavidade. Veja Tabela 5-23 para intervalos correias. As novas correias não irão trabalhar
recomendados de lubrificação. adequadamente em conjunto com as correias usadas
devido a diferença de tamanho. Correias e polias
As seguintes graxas para mancais ou equivalentes deveriam estar limpas e livres de graxa. Após instalar
são satisfatórios para ambientes de –26°C (-15°F) as novas correias, verifique a tensão entre as polias. As
para motores: correias deveriam defletir cerca de 1/64” por polegada
de envergadura do comprimento com aproximadamente
- Mobilplex EP#1 – Companhia de óleo Mobil 20 libras força. Permita que a unidade funcione por
Socony aproximadamente 4-6 horas, então será necessário
apertar novamente as correias porque correias novas
tendem a se esticar inicialmente.
- Graxa Alvania #2 – Companhia de óleo Shell

- Graxa Andox B – Companhia de óleo Esso

- Graxa Prestige #42 – Companhia de óleo Sun

Serviço severo Serviço extremo


Serviço padrão
Faixa H.P. 24 horas/dia Muito sujo
8 horas/dia
Sujo/empoeirado Ambientes altos
1.5 – 7.5 5 anos 3 anos 9 meses
10 – 40 3 anos 1 ano 4 meses
50 - 150 1 ano 9 meses 4 meses

Tabela 5-23 Intervalos recomendados de lubrificação ( Guia geral apenas)

5.7.6.11 Problemas a serem eliminados h. Volante montado em sentido contrário no


eixo.
No caso de um problema ocorrer no campo, abaixo
estão listados os mais comuns relacionados ao 2. Problemas com vibrações e barulhos:
ventilador. Estes pontos deveriam ser verificados para
prevenir o desnecessário retardamento e o gasto do a. Desalinhamento dos mancais, acoplamentos,
departamento de serviços volante ou correia de acionamento em “V”.
1. Problemas de capacidade ou taxa de pressão: b. Fundação estável. Ventilador fixado em uma
fundação desnivelada, sem calços ou presa.
a. Resistência total do sistema maior que a
esperada. c. Material estranho causando desequilíbrio no
ventilador.
b. Rotação muito baixa.
d. Mancais gastos.
c. Amortecedores ou entrada variável das
palhetas não ajustados adequadamente. e. Volante ou motor danificados.
d. Condições fracas da entrada e saída do f. Parafusos e parafusos de fixação soltos ou
ventilador. quebrados.
e. Vazamento de ar no sistema.
g. Eixo flexionado.
f. Volante danificado.
h. Acoplamento gasto.
g. Direção de rotação incorreta.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-139


SEÇÃO 5 – OPERAÇÕES DO BRITADOR

i. Acionador ou volante do ventilador


desbalanceado.

j. Zunido de ciclo magnético 120 devido a


entrada elétrica. Verifique por alta ou
desequilibrada voltagem.

k. Ventilador fornecendo uma capacidade


maior do que a designada.

l. Amortecedores ou entradas variáveis das


palhetas soltas.

m. Rotação muito alta ou direção errada de


rotação.

n. Vibração transmitida ao ventilador de


alguma outra fonte.

3. Problemas com superaquecimento dos mancais:

a. Muita graxa.

b. Alinhamento insatisfatório.

c. Acionador ou volante danificados.

d. Eixo flexionado.

e. Apoio da extremidade anormal.

f. Sujeira nos mancais.

g. Tensão excessiva na correia.

5.7.6.12 Respiro de ar

O respiro que é conectado ao soprador, tem o


cartucho do filtro substituível. Nos respiros e
sopradores do HP 500 padrão, não há indicador
então a freqüência de substituição do cartucho será
ditado pela atmosfera que trabalham. É importante
trocar o cartucho para prevenir que poeira entre no
britador o que causaria desgaste excessivo e/ou falha
prematura dos mancais.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 5-140


Seção 6

Sistemas Hidráulicos

6.1 SISTEMAS HIDRÁULICOS DOS BRITADORES HP100..................................................................................................................6-1

6.1.1 DESCRIÇÃO......................................................................................................................................................................................6-1

6.1.2 OPERAÇÃO DA UNIDADE DE FORÇA........................................................................................................................................6-1

6.1.3 ESPECIFICAÇÕES DO ÓLEO HIDRÁULICO...............................................................................................................................6-1

6.1.4 CONJUNTO DA CÂMARA DE ÓLEO............................................................................................................................................6-2

6.1.5 CONJUNTO DO CILINDRO DE ALÍVIO DA CAVIDADE...........................................................................................................6-2

6.1.6 CONJUNTO DO MECANISMO DE AJUSTE HIDRÁULICO.......................................................................................................6-3

6.1.6.1 GERAL...........................................................................................................................................................................................6-3
6.1.6.2 CONJUNTO DE ACIONAMENTO HIDRÁULICO....................................................................................................................6-7

6.1.7 MANGUEIRAS DE CONEXÃO HIDRÁULICA DO BRITADOR.................................................................................................6-7

6.1.8 VERIFICANDO A PRESSÃO DE PRÉ-CARGA E CARREGANDO OS ACUMULADORES....................................................6-9

6.1.9 TESTANDO A SANGRIA E A PRESSÃO DO SISTEMA HIDRÁULICO..................................................................................6-10

6.1.9.1 CIRCUITO DO CILINDRO DE TRAVAMENTO.................................................................................................................... 6-10


6.1.9.2 CIRCUITO DE ESVAZIAMENTO DA CAVIDADE................................................................................................................6-10
6.1.9.3 CIRCUITO PRESSURIZADO DE ALÍVIO DA CAVIDADE...................................................................................................6-11

6.1.10 PRESSURIZANDO O CIRCUITO DE ALÍVIO DA CAVIDADE .............................................................................................6-13

6.1.11 MANUTENÇÃO............................................................................................................................................................................6-12

6.1.11.1 DESPRESSURIZAÇÃO............................................................................................................................................................6-12
6.1.11.2 RECONSTRUÇÃO DO CILINDRO DE ALÍVIO DA CAVIDADE.......................................................................................6-12

6.1.12 REPARO DO ACUMULADOR....................................................................................................................................................6-14

6.1.13 SUBSTITUIÇÃO DA CÂMARA DE ÓLEO DE TRAVAMENTO.............................................................................................6-14

6.2 SISTEMAS HIDRÁULICOS DOS BRITADORES HP200/300/400/500..........................................................................................6-15

6.2.1 DESCRIÇÃO....................................................................................................................................................................................6-15

6.2.1.1 OPERAÇÃO DA UNIDADE DE FORÇA..................................................................................................................................6-15


6.2.1.2 ESPECIFICAÇÕES DO ÓLEO HIDRÁULICO.........................................................................................................................6-15
6.2.1.3 CONJUNTO DO CILINDRO DE TRAVAMENTO...................................................................................................................6-16
6.2.1.4 CONJUNTO DO MECANISMO DE AJUSTE HIDRÁULICO.................................................................................................6-17

6.2.1.4.1 GERAL.....................................................................................................................................................................................6-17
6.2.1.4.2 CONJUNTO DE ACIONAMENTO HIDRÁULICO..............................................................................................................6-22

6.2.1.5 MANGUEIRAS DE CONEXÃO HIDRÁULICA DO BRITADOR...........................................................................................6-23


6.2.1.6 VERIFICANDO A PRESSÃO DE PRÉ-CARGA E CARREGANDO OS ACUMULADORES..............................................6-23
6.2.1.7 TESTANDO A SANGRIA E A PRESSÃO DO SISTEMA HIDRÁULICO..............................................................................6-25

6.2.1.7.1 CIRCUITO DO CILINDRO DE TRAVAMENTO.................................................................................................................6-25


6.2.1.7.2 CIRCUITO DE ESVAZIAMENTO DA CAVIDADE............................................................................................................6-25
6.2.1.7.3 CIRCUITO PRESSURIZADO DE ALÍVIO DA CAVIDADE...............................................................................................6-26
6.2.1.7.4 CIRCUITO DE ALÍVIO DO FREIO.......................................................................................................................................6-26

6.2.1.8 PRESSURIZANDO O CIRCUITO DE ALÍVIO DA CAVIDADE ...........................................................................................6-26

6.2.2 MANUTENÇÃO..............................................................................................................................................................................6-27

6.2.2.1 DESPRESSURIZAÇÃO..............................................................................................................................................................6-27
6.2.2.2 RECONSTRUÇÃO DO CILINDRO DE ALÍVIO DA CAVIDADE.........................................................................................6-27
6.2.2.3 REPARO DO ACUMULADOR..................................................................................................................................................6-30
6.2.2.4 RECONSTRUÇÃO DA CÂMARA DE ÓLEO DE TRAVAMENTO.......................................................................................6-32
SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.1 Sistema hidráulico dos Britadores HP 100 Refira ao manual de instruções hidráulicas,
INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO para o AJUSTE E
ESVAZIAMENTO DO BRITADOR, e
6.1.1 Descrição INSTALAÇÃO E REMOÇÃO DO BOJO.
O HP100 é equipado com dispositivo de alívio e
esvaziamento hidráulicos da cavidade de britagem.
6.1.3 Especificações do óleo hidráulico
Cilindros hidráulicos conectados ao lado inferior da
Para o mecanismo de ajuste , travamento e alívio
carcaça principal e parafusados ao anel de ajuste,
hidráulico, utilize um óleo à base industrial de alto
prendem firmemente o anel de ajuste à carcaça
principal contra as forças normais de britagem. As grau de parafina (não naftaleno), de viscosidade
especificada, tendo uma alta resistência de filme, alta
forças em excesso, criadas por uma operação
inadequada ou pela passagem de um material não- aderência às superfícies dos metais, e propriedades de
boa estabilidade química e física. Tais lubrificantes
britável (metal pesado), causarão o levantamento do
devem ter alto índice de viscosidade, propriedade de
anel de ajuste, o qual puxará a haste do cilindro de
rápida separação de água, resistência a formação de
alívio para cima. Haverá um deslocamento de óleo da
espuma, oferecer alguma proteção contra corrosão e
câmara superior do cilindro para os acumuladores,
sujeiras, resistência a oxidação, além de aditivos anti-
comprimindo em seguida o gás nitrogênio dentro dos
mesmos. Uma vez passada a sobrecarga e as forças de desgastes.
britagem tenham se normalizado, o nitrogênio
comprimido retornará o óleo para o cilindro, as hastes O óleo adequado para usar é o ISO grau 32.
dos cilindros irão se retrair e o anel de ajuste se
assentará novamente na carcaça principal. Para
esvaziar o Britador, a câmara inferior do cilindro é O lubrificante deve ter uma viscosidade de:
pressurizada, empurrando a haste do cilindro para
cima, levantando o anel de ajuste para fora da carcaça 20 a 40 cSt a 40°C, 6 cSt ou maior à 100°C
principal.
ou
Além do alívio e esvaziamento hidráulicos, os
Britadores também são equipados com travamento e 135 a 165 SUS a 100°F, 45 SUS ou maior a 210°F
ajuste hidráulicos do bojo. Um anel de trava, o qual é
suportado acima do anel de ajuste por um conjunto de Em adição, o óleo deve ter um índice de viscosidade
cilindros de trava, posicionados entre o anel de trava e de 140 ou maior.
de ajuste, segura o bojo na posição de britagem
quando os cilindros são pressurizados. Quando a As corretas especificações acima, para os
pressão no cilindro de trava é reduzida e o motor lubrificantes, são essenciais para a proteção dos
hidráulico montado sobre o anel de ajuste é ativado, o componentes de trabalho do Britador. Estas
pinhão faz girar o anel de acionamento, preso a tampa especificações são disponíveis para todos os principais
de ajuste, o qual também faz girar o conjunto do bojo, fabricantes de óleos. Lubrificantes inadequados
fechando ou abrindo o ajuste do Britador podem destruir o Britador e, consequentemente
automaticamente. suspenderá qualquer tipo de garantia pertinente à
máquina.
O HP100 é equipado com uma unidade de força
hidráulica que controla todas as funções hidráulicas do NOTA: NÃO USE FLUIDOS HIDRÁULICOS
Britador. RESISTENTES AO FOGO, POIS ESSES
SISTEMAS NÃO SÃO PROJETADOS PARA O
6.1.2 Operação da unidade de força USO DE TAIS FLUIDOS.

A unidade de força deve ser LIGADA todas as vezes NOTA: OS FLUIDOS HIDRÁULICOS
que o Britador estiver sendo operado para manter a RESISTENTES AO FOGO PODEM NÃO SER
pressão de travamento do bojo e a pressão nos COMPATÍVEIS COM AS GAXETAS, VEDAÇÕES,
cilindros de alívio da cavidade segurando o anel de BEXIGAS DOS ACUMULADORES,
ajuste à carcaça principal. MANGUEIRAS E OUTROS COMPONENTES NO
SISTEMA HIDRÁULICO. A VIDA ÚTIL DA
BOMBA PODERÁ SER REDUZIDA, E O FLUIDO
PODERÁ AMOLECER E REMOVER ALGUMA
TINTA EXISTENTE NO INTERIOR DO TANQUE.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-1


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

NOTA: DURANTE O ABASTECIMENTO INICIAL 6.1.4 Conjunto da câmara de óleo


E SANGRIA DOS CILINDROS E LINHAS
HIDRÁULICAS, O ÓLEO NO RESERVATÓRIO Para instalar a câmara de óleo veja as instruções para
DA UNIDADE DE FORÇA SERÁ BOMBEADO “INSTALAÇÃO DO ANEL DE TRAVA-
PARA FORA. ADICIONE ÓLEO CONFORME BRITADORES HP100” e “CARCAÇA PRINCIPAL,
NECESSÁRIO A FIM DE MANTER O NÍVEL ANEL DE AJUSTE E CONJUNTOS DE SISTEMA
VISÍVEL NO VISOR DE ÓLEO. DEPOIS QUE O DE ALÍVIO” na Seção 5 e Figura 6-1
SISTEMA FOR ABASTECIDO, SANGRADO, E O
SISTEMA DE ALÍVIO FOR PRESSURIZADO,
MANTENHA O NÍVEL DE ÓLEO NA METADE 6.1.5 Conjunto do cilindro de alívio da
DO VISOR DO MANÔMETRO. cavidade

Aproximadamente 100 litros (27 galões U.S.) serão Para instalar o cilindro de alívio da cavidade refira às
requeridos para abastecer o reservatório da unidade de instruções INSTALAÇÃO DO CILINDRO DE
força, cilindros de alívio, acumuladores, cilindros de ALÍVIO DA CAVIDADE na seção 5, CONJUNTOS
travamento e mangueiras de conexão. DA CARCAÇA PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE E
DE ALÍVIO, e Figura 5-113.

Item Designação Item Designação


1 Anel de ajuste 6 Orifício para conectar a câmara de óleo à
2 Câmara de óleo unidade de força
3 Anel de travamento
4 Mangueira
5 Tubo
Figura 6-1 Mangueiras de conexão da câmara de
óleo de travamento

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-2


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.1.6 Conjunto do mecanismo de ajuste em alguns casos raros, restrições de embarcações ou


hidráulico limitações de espaços físicos podem requerer que a
unidade seja desmontada ao se embarcar.
(Veja Figura 6-2)

6.1.6.1 Geral
Na maioria das vezes o mecanismo de ajuste
hidráulico (bojo girado no arranjo) já é embarcado
instalado no anel de ajuste do Britador. Entretanto,

Item Designação
1 Anel de acionamento
2 Tampa de ajuste
3 Anel de ajuste
4 Conjunto de acionamento ( motor ) hidráulico
5 Pinhão

Figura 6-2 Mecanismo de ajuste hidráulico

Se desmontada ao se despachar, proceda como segue: mostrado também no Mecanismo e Anel de ajuste.
O desenho do conjunto é fornecido. Esteja certo de
1. Posicione a base de montagem sobre os dois pinos que a base de montagem está nivelada e
localizados no anel de ajuste conforme mostrado enquadrada no anel de ajuste ANTES de apertar os
na Figura6-3 . Solde a base ao anel de ajuste como parafusos.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-3


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

2. Coloque o suporte SOLDADO no topo da BASE


de montagem. Instale os PARAFUSOS DE
TRAVA, arruelas chatas, arruelas de trava e
porcas sextavadas ao mesmo tempo, mas ainda
NÃO APERTE!

3. Monte o conjunto de acionamento hidráulico na


parte superior do suporte soldado como mostrado
Figura 6-3. Isto providenciará a correta
localidade da mangueira de conexões do motor
hidráulico. Veja a Figura 6-4. Aperte firmemente
os parafusos.

4. Aperte os conjuntos do came seguidor aos


mancais de apoio e solde os mancais, veja seção
C-C, ao lado externo do anel de ajuste, na posição
mostrada nos desenhos do Conjunto do Anel e do
Mecanismo de Ajuste. Veja Tabela 11-1, para a
correta altura dos cilindros do came.

5. Coloque o anel de acionamento sobre as barras de


alinhamento da tampa de ajuste, para que o anel
descanse no topo dos cilindros do came.

6. Instale o pinhão no eixo de acionamento do


conjunto de acionamento hidráulico, conforme
mostrado na seção A-A usando arruelas de trava e
parafusos de cabeça sextavada.

7. Visualmente centralize o anel de acionamento à


tampa de ajuste.

8. Usando os parafusos sacadores no suporte


soldado, posicione o pinhão com relação aos
dentes do anel de acionamento, para que haja,
aproximadamente, um contato de três quartos dos
dentes. Então aperte os parafusos de trava
adjacentes

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-4


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação Item Designação


1 Proteção da cobertura 11 Anel de ajuste
2 Parafuso de trava 12 Came seguidor
3 Arruela de trava 13
4 Suporte soldado 14 Parafuso sacador
5 Pino 15 Porca de trava
6 Parafuso 16 Arruela + Parafusos
7 Suporte de giro 17 Pinhão
8 Anel de acionamento 18 Motor Hidráulico
9 Porca e arruela de trava 19 Coroa redutora
10 Suporte de apoio
Figura 6-3 Montagem do mecanismo de ajuste
hidráulico no anel de ajuste

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-5


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação
1 Cilindro de alívio da cavidade
2 Anel de ajuste
3 Conjunto de acionamento hidráulico
4 Acumulador
5 Mangueira do circuito de esvaziamento da cavidade
6 Mangueira do circuito pressurizado de alívio da cavidade
7 Mangueira de ajuste aberto
8 Mangueira de ajuste fechado
9 Mangueira do circuito do cilindro de trava

Figura 6-4 Conexões das mangueiras hidráulicas

9. Conecte as mangueiras hidráulicas da unidade de em MANGUEIRAS DE CONEXÃO HIDRÁULICA


força ao conjunto de acionamento hidráulico. Veja DO BRITADOR, mais adiante nesta seção.

10. As coroas redutoras e do freio, do mecanismo de


ajuste hidráulico, são preenchidas com (óleo)
lubrificante na própria fábrica, mas antes de
MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-6
SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

efetuar sua operação verifique o nível deste 14. Prenda os suportes de giros ao topo do anel de
elemento como se segue: acionamento na área mostrada na Figura 6-3,
usando arruelas de trava e parafusos de cabeça
a. Com a coroa redutora na posição vertical, remova sextavada e arruelas de travamento fornecidos.
o bujão de preenchimento do óleo. O nível de
óleo deve estar no fundo do orifício. Se não, 6.1.6.2 Conjunto de Acionamento Hidráulico
preencha como descrito na Tabela 6-1 e no
parágrafo C. A necessidade em realizar serviços no conjunto de
acionamento hidráulico deve ser extremamente rara.
Devido a complexidade dos componentes internos do
Engrenagem Redutora conjunto, somente um representante de fábrica, o qual
Tipo de ISO VG 150 possui treinamento adequado além de equipamentos
Óleo corretos, pode efetuar qualquer desmontagem,
substituição de partes, e ajuste e remontagens da
Quantidade 2,7 litros (0,7 gal) na posição
unidade.
vertical

Tabela 6-1. Especificações do Óleo do 6.1.7 Ligando mangueira hidráulica ao


Conjunto de Acionamento Hidráulico. Britador
(Veja Figura 6-4)
b. O nível do lubrificante do freio não precisa ser
verificado. Uma vez que a unidade de força está em posição, e o
mecanismo de ajuste hidráulico tem sido instalado no
c. Verifique o nível de lubrificante (na coroa Britador, conecte as mangueiras ao motor hidráulico,
redutora) sempre a cada 1.000 horas de operação cilindros de alívio e de travamento, ao Britador como
do BRITADOR. Adicione lubrificante se se segue:
necessário. O nível correto de óleo para o redutor
na posição de operação é o nível do conector da As CINCO mangueiras da unidade de força do
entrada de ar. Se necessário preencher por este Britador possuem as mesmas características.
mesmo furo.
Todas as portas e conexões das mangueiras são
11. Funcione o mecanismo de ajuste hidráulico para claramente demarcadas na própria fábrica para
provocar o giro do bojo e do anel de acionamento auxiliar na conexão das mesmas à unidade de força,
de 360°, para ter certeza de que o engate entre os Britador e motor hidráulico.
dentes do pinhão e anel de acionamento é mantido
a todo o tempo, sem escorregar ou emperrar. 1. Conecte a mangueira de AJUSTE FECHADO à
Ajuste o conjunto de acionamento hidráulico para conexão na porta dianteira direita no motor
dentro ou para fora conforme necessário. A hidráulico.
FOLGA, veja na seção A-A, entre o suporte
soldado e a base de montagem deve ser a mesma NOTA: É MUITO IMPORTANTE QUE DURANTE
em ambos os lados. Repita este passo, se O TODO O PROCEDIMENTO DA CONEXÃO,
necessário! TODA A SUJEIRA POSSA SER MANTIDA FORA
DE TODAS AS MANGUEIRAS E CONEXÕES
12. Quando o anel de acionamento está posicionado PRESENTES.
corretamente, aperte os grandes parafusos de
trava em ambos os lados do suporte soldado. 2. Conecte a mangueira de AJUSTE FECHADO a
conexão na porta dianteira esquerda no motor
13. Instale a proteção da cobertura no suporte soldado hidráulico.
para prevenir a presença das pedras provenientes
do esmagamento, entre os dentes do anel de 3. VERIFIQUE A POSIÇÃO DAS LINHAS
acionamento e os dentes do pinhão. HIDRÁULICAS PARA O MOTOR
HIDRÁULICO, PARA QUE NÃO OCORRA
QUALQUER INVERSÀO.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-7


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

4. Conecte a mangueira do CILINDRO DE 6. Conecte a mangueira do CIRCUITO DE


TRAVAMENTO aos furos roscados no lado do DESCARGA ao distribuidor localizado na base
anel de ajuste. de um conector que interliga todas as câmaras
de óleo aos cilindros de segurança. Veja
5. Conecte a mangueira do CIRCUITO DE Figura 6-5
ESVAZIAMENTO à conexão “T” na mangueira
do CIRCUITO DE ESVAZIAMENTO no
Britador, que conecta abaixo ou na
EXTREMIDADE DA TAMPA do cilindro de
alívio.

Item Designação
1 Circuito pressurizado de alívio da cavidade
2 Circuito de esvaziamento da cavidade
3 Distribuidor
4 Cilindro de alívio da cavidade
5 Acumulador

Figura 6-5 Conexões do cilindro de alívio da cavidade

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-8


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.1.8 Verificando a pressão de pré-carga e 3. Obtenha o conjunto de carregamento e de medida


carregando os acumuladores a partir da caixa de ferramentas do Britador
(opcional).
(Sistema de Alívio da Cavidade)
O conjunto de carregamento é requerido para
A cada 200 horas (mensalmente) a pressão de pré- conectar o conjunto de medida à garrafa de
carga do acumulador deve ser verificada. Os nitrogênio em ordem para aumentar a pré-carga
acumuladores são pré-carregados com nitrogênio e, do acumulador para a pressão adequada. Isto
anterior a todas essas intervenções monitoradas, a consiste de um comprimento de 3 metros (10
pressão no circuito de alívio deve ser igual a zero. pés) de mangueira fixa à um conector articulado
Para este fim, abra a válvula correspondente na em uma extremidade, e uma porca de guarnição
unidade de força hidráulica. Quando monitorando, (rosca esquerda), a guarnição e o acoplamento,
garanta que o acumulador não esteja exposto ao sol e na outra extremidade.
que o mesmo apresente uma temperatura externa em
todo seu redor de 20°C. Proceda como se segue para O conjunto de medida consiste de uma válvula
conectar o dispositivo de monitoramento e verificar a de pressão, válvula de sangria, e um pressostato
pressão de pré-carga dos acumuladores: montados com um parafuso e fixados a uma
unidade diretamente ao suporte da válvula de gás
1. O sistema de alívio da cavidade e os no acumulador. O conjunto de carregamento é
acumuladores devem estar esgotados, veja o usado somente quando ao carregar o acumulador;
manual de instruções hidráulicas. leituras de pressão podem ser tomadas, mas a
excessiva pressão na sangria desliga o conjunto
2. Veja a Figura 6-6 e remova a proteção da válvula de medida.
no topo do acumulador e, então a tampa da
válvula do suporte da válvula de gás.. 4. Desparafuse completamente o botão recartilhado
no conjunto do carregador e esteja certo que o
bujão do dreno está fechado.

5. Parafuse o conjunto do carregador sobre o


acumulador usando o botão recartilhado na parte
inferior do mesmo.

6. Conecte o conjunto do carregador na garrafa de


nitrogênio.

7. Parafuse o botão recartilhado sobre o conjunto do


carregador. O valor da pressão é mostrado no
manômetro.

8. A pressão é maior do que o especificado,


Item Designação desparafuse o pino do dreno até que a pressão
1 Suporte da válvula de gás requerida é obtida.
2 Acumulador
3 Tampa da válvula 9. A pressão é menor do que o especificado, abra a
4 Proteção da válvula válvula da garrafa de nitrogênio e ajuste a pressão
5 Arruela para a quantidade requerida.

10. Feche a garrafa de nitrogênio e desconecte-a.


Figura 6-6 Válvula do acumulador
11. Desparafuse o botão recartilhado na parte superior
do conjunto do carregador.

12. Desmonte o conjunto do carregador do


acumulador

13. Monitore a pressão da válvula com água e sabão.


. Se a válvula vazar, repita a operação verificando a
pressão. Se o vazamento persistir, altere a válvula.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-9


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

14. Recoloque a proteção da válvula NOTA: NÃO BOMBEIE ÓLEO NO CIRCUITO DE


ALÍVIO DA CAVIDADE ANTES QUE OS
15. Realize a mesma operação aos outros ACUMULADORES TENHAM SIDO PRÉ-
acumuladores. CARREGADOS COM NITROGÊNIO. ISSO
PODERIA DANIFICAR A BEXIGA E TORNARIA
16. Feche a válvula da unidade de força hidráulica. NECESSÁRIA UMA SUBSTITUIÇÃO DO
ACUMULADOR.
17. Pressurize o circuito de alívio.
6.1.9.1 Circuito do Cilindro de Travamento
Para sangrar e efetuar o teste de pressão do circuito de
ADVERTÊNCIA travamento, proceda da seguinte forma:

USE SOMENTE NITROGÊNIO PARA 1. Ligue a unidade de força. Veja no manual de


CARREGAR OS ACUMULADORES. instruções hidráulicas.
QUALQUER OUTRO GÁS COMPRIMIDO
PODE SER EXPLOSIVO SE MISTURADO 2. A pressão do circuito do cilindro de travamento
AO SISTEMA. NÃO UTILIZE OXIGÊNIO!!! deve ser igual a zero. Veja o manual de instruções
hidráulicas.

6.1.9 Testando a sangria e a pressão do


sistema hidráulico ADVERTÊNCIA
Após a ligação inicial, ou sempre que o circuito tiver NUNCA TENTE, EM CIRCUNSTÂNCIA
sido aberto para substituição ou reparo de
componentes, esse circuito em particular, que foi ALGUMA, SANGRAR QUALQUER
aberto para a atmosfera, deverá ser sangrado para CIRCUITO QUE ESTEJA
remover o ar que provavelmente terá entrado no COMPLETAMENTE PRESSURIZADO.
circuito hidráulico ou nos aparelhos do circuito. Não é UMA CONEXÃO QUE SE SOLTAR, OU
necessário retirar absolutamente todo o ar, uma vez MESMO O ÓLEO EM ALTA PRESSÃO AO
que um pouco de ar no sistema não afetará a operação. ESCAPAR, PODERÁ CAUSAR SÉRIOS
Se o Britador estiver sendo colocado em operação pela FERIMENTOS. SEMPRE USE UMA
primeira vez, todos os circuitos individualmente terão PROTEÇÃO ADEQUADA PARA OS
que ser sangrados antes de serem pressurizados.
OLHOS AO SANGRAR OS CIRCUITOS.
NOTA: DURANTE O ABASTECIMENTO INICIAL
E SANGRIA DOS CILINDROS E LINHAS
HIDRÁULICAS, O ÓLEO NO RESERVATÓRIO 3. Posicione a mangueira do circuito de travamento
DA UNIDADE DE FORÇA SERÁ BOMBEADO até a conexão que fica rosqueada no furo existente
PARA FORA. ADICIONE ÓLEO CONFORME na LATERAL DO ANEL DE AJUSTE. Abra
NECESSÁRIO, PARA MANTER O NÍVEL essa conexão apenas o suficiente para permitir
VISÍVEL NO VISOR DO MANÔMETRO. DEPOIS que o óleo escape. Quando o óleo estiver
QUE O SISTEMA FOI ABASTECIDO, correndo limpo, sem bolhas ou evidência de
SANGRADO, E O SISTEMA DE ALÍVIO FOI espirros, aperte a conexão.
PRESSURIZADO, MANTENHA O NÍVEL DE
ÓLEO NA METADE DO VISOR DO 4. Acumule uma pressão de travamento. Veja o
MANÔMETRO. manual de instruções hidráulicas.

PARTIDA DA UNIDADE DE FORÇA. Antes de 6.1.9.2 Circuito de Esvaziamento da Cavidade


sangrar o sistema por inteiro, ou um circuito
individual, primeiramente será necessário ter um fluxo O circuito de ESVAZIAMENTO consiste de seis
de óleo para forçar a saída do ar na conexão escolhida cilindros de alívio da cavidade e acumuladores, os
para a sangria. Para dar partida na unidade de força, quais envolvem o exterior da carcaça principal e são
em preparação para sangria ou teste de pressão, veja o interconectados por mangueiras. Veja Figura 6-4.
manual de instruções hidráulicas.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-10


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

O lado de esvaziamento dos cilindros e os 2. Obtenha uma pressão de 14 bar (200PSI). Veja o
revestimentos das mangueiras são sangrados para manual de instruções hidráulicas.
retirar o ar aprisionado em cada cilindro, da seguinte
forma: 3. Em cada cilindro, afrouxe a conexão articulada, que
se encontra rosqueada no "T", na parte superior ou
1. Ligue a unidade de força. Veja no manual de extremidade da haste do cilindro de alívio, somente
instruções hidráulicas. o suficiente para permitir que o ar e o óleo escapem.
Quando todo o ar tiver sido sangrado, conforme
2. Leve a pressão para 14 bar (200PSI). Veja o evidenciado pelo óleo correndo limpo, sem bolhas
ou evidências de espirros, aperte a conexão
manual de instrução hidráulica. articulada.
3. Desparafuse a tampa de sangramento até que o 4. Repita o processo acima, nos cilindros e
óleo escorra. Reaperte a tampa assim que o óleo acumuladores restantes.
estiver claro, sem bolhas ou evaporação. Repita o
mesmo processo para os outros cilindros. 5. Pressurize o sistema seguindo o procedimento que
vem logo após estes parágrafos, em
4. Coloque o anel de ajuste até alcançar seu máximo PRESSURIZAÇÃO DO CIRCUITO DE ALÍVIO
levantamento e a pressão chegar também à um DA CAVIDADE. Verifique se há vazamentos de
máximo de 210 bar (3000 PSI). Inspecione as óleo em todas as mangueiras e conexões de
conexões das mangueiras e tubulação para ter tubulações. Aperte toda conexão que esteja frouxa.
certeza de que não há vazamentos de óleo. Aperte
toda conexão que estiver frouxa. 6. A unidade de força conectada ao Britador deve estar
rodando completamente com os DOIS CICLOS
PRESSURIZADOS de alívio e ESVAZIAMENTO
da cavidade, para retirar qualquer ar aprisionado
ADVERTÊNCIA restante no sistema traseiro do reservatório de óleo.

ENQUANTO O ANEL DE AJUSTE 6.1.10 Pressurizando o circuito de alívio da


ESTIVER NA POSIÇÃO LEVANTADA, cavidade
MANTENHA TODO O PESSOAL E
EQUIPAMENTO AFASTADOS DO LOCAL Depois que todas as conexões tiverem sido feitas, os
PARA EVITAR DANOS PESSOAIS OU diversos sistemas tiverem sido sangrados do ar
MATERIAIS DEVIDO A UM POSSÍVEL aprisionado e todos os vazamentos eliminados, o
ACIDENTE NO CASO DO ANEL ABAIXAR CIRCUITO DE ALÍVIO DA CAVIDADE é
pressurizado como preparação para a partida inicial. O
SUBITAMENTE. SEGURE A BOTOEIRA circuito de alívio da cavidade deve ser mantido no nível
DE ESVAZIAR, ENQUANTO INSPECIONA recomendado para providenciar uma proteção adequada e
E CORRIGE OS VAZAMENTOS. O ANEL segura contra sobrecarga. A pressão do circuito deve ser
MOVER-SE-Á PARA BAIXO QUANDO mantida entre o MÍNIMO e o MÁXIMO conforme
VOCÊ SOLTAR A BOTOEIRA DE mostrado na Tabela 11-3. Se a pressão do circuito estiver
ESVAZIAMENTO. acima dos limites recomendados, consulte o
procedimento descrito em DESPRESSURIZAÇÃO, na
parte de manutenção desta seção. Se o circuito tiver que
ser pressurizado após a instalação inicial, depois de
5. Assente o anel de ajuste na carcaça principal ao reparos feitos, ou se a pressão do circuito estiver baixa,
redor de todo o Britador. proceda da seguinte forma:

6.1.9.3 Circuito Pressurizado de Alívio da 1. Confira o reservatório para ver se o suprimento de


Cavidade óleo está adequado.

O circuito PRESSURIZADO consiste de seis cilindros


de alívio da cavidade e acumuladores, os quais NOTA: NÃO BOMBEIE ÓLEO NO CIRCUITO DE
envolvem o exterior da carcaça principal e são ALÍVIO DA CAVIDADE ANTES QUE OS
interconectados por mangueiras. ACUMULADORES ESTEJAM PRÉ-
CARREGADOS COM NITROGÊNIO. ISSO
Os cilindros e acumuladores são sangrados do ar PODERIA CAUSAR DANOS À BEXIGA E EXIGIR
aprisionado, da seguinte forma: UM REPARO OU MESMO UMA SUBSTITUIÇÃO
DO ACUMULADOR.
1. Ligue a unidade de força hidráulica. Veja o
manual de instruções hidráulicas.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-11


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

2. Verifique a pressão de pré-carga do acumulador e Caso não exista uma completa pressão de travamento,
carregue-o se necessário. Veja as instruções em o vazamento do cilindro de trava se tornará em estado
VERIFICANDO A PRESSÃO DE PRÉ-CARGA crítico, e a área de assentamento do anel de ajuste a da
e CARREGANDO OS ACUMULADORES. carcaça serão danificadas.

3. Pressurize o circuito de alívio da cavidade. Veja o Quando ao realizar um reparo do cilindro, é


manual de instruções hidráulicas. recomendado que todas as vedações sejam
substituídas para evitar que ocorra um segundo
O Britador não deve dar a partida inicial se a pressão vazamento de óleo. Todas as vedações de
estiver muito baixa, porque o anel de ajuste poderá substituições necessárias para uma completa
sofrer impactos e danificar o assento da carcaça reconstrução do cilindro, são disponíveis em
principal. Para ajustar novamente para a pressão convenientes formas de kits.
correta, veja o manual de instruções hidráulicas.
Esteja certo que uma quantidade suficiente de hastes
6.1.11 Manutenção raspadoras ou protetores das vedações, anéis tipo “O”
e de vedação, estejam em mãos antes do início da
6.1.11.1 Despressurização reconstrução dos cilindros. Durante o processo
completo de reconstrução, é importante que o trabalho
Qualquer serviço de manutenção nos componentes do seja feito em uma superfície limpa e em uma
sistema hidráulico tem que ser feito depois de atmosfera livre de poeira. Para desmontar,
despressurizar o circuito onde se for trabalhar. Isso é inspecionar, reconstruir, e remontar os cilindros de
de importância vital para a segurança do mecânico que alívio, proceda conforme se segue:
estiver trabalhando na máquina. Muitos dos circuitos
permanecem normalmente despressurizados durante a 1. Desparafuse os 8 parafusos CHC que prendem a
britagem, sendo pressurizados somente quando sua cabeça do cilindro contra a garrafa.
função é exigida. Entretanto, como prática geral de
segurança, o pressostato do circuito deve ser conferido 2. Cuidadosamente puxe na extremidade rosqueada
antes de se trabalhar no circuito para ter certeza de que da haste, para escorregar para fora do cilindro,
não resta pressão residual. O CIRCUITO todo o conjunto do pistão, haste e guarnição.
PRESSURIZADO DE ALÍVIO DA CAVIDADE, no
entanto, permanece pressurizado pelos acumuladores 3. Para remover o pistão da haste, desparafuse-o da
depois que a bomba é desligada por um certo período. mesma e puxe-a completamente do furo da
Antes de trabalhar em qualquer sistema hidráulico, guarnição.
veja o manual de instruções hidráulicas.
4. Remova todas as vedações (haste raspadora ou
protetores da vedação, vedações Poly-Pak,
6.1.11.2 Reconstrução do Cilindro de Alívio da anéis tipo “O” e de vedação) do
Cavidade pistão e da guarnição. É SUGERIDO QUE
SEJAM FEITAS ALGUMAS DEMARCAÇÕES
(Veja Figura 6-7) MOSTRANDO EXATAMENTE COMO AS
VEDAÇÕES SÃO POSICIONADAS NO
Consulte a Seção 5, CONJUNTOS DA CARCAÇA PISTÃO E NA GUARNIÇÃO, PARA QUE AS
PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE e DE ALÍVIO
NOVAS VEDAÇÕES SUBSTITUÍDAS
CONTRA MATERIAL NÃO-BRITÁVEL, para os
procedimentos adequados sobre a remoção e instalação POSSAM SER REINSTALADAS
de um cilindro de alívio da cavidade. Veja os parágrafos CORRETAMENTE.
INSTALAÇÃO E REMOÇÃO DO CILINDRO DE
ALÍVIO DA CAVIDADE.

Os componentes do cilindro que necessitam substituição


no andamento de seu uso normal são a haste raspadora ou
proteção da vedação, as vedações da haste e do pistão, e
os anéis de vedações. É recomendado que quaisquer
anéis tipo “O” que são removidos com outros
componentes durante a desmontagem sejam substituídos.

O vazamento do cilindro de trava é detectado pela


infiltração de óleo da extremidade da haste do cilindro ou
pela incapacidade para manter a pressão de trava.
Quando um cilindro se encontra com um vazamento, é
necessário realizar a substituição do mesmo
imediatamente.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-12


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação
1 Pistão
2 Jogo de vedações
3 Guarnição
4 Haste raspadora
5 Haste do cilindro
6 Parafuso de união da cabeça do cilindro
7 Anel de vedação tipo “O”
8 Anel de parada
9 Sub-conjunto do cilindro

Figura 6-7 Cilindro de alívio da cavidade

5. Limpe completamente a haste, o pistão, a 6. Usando as demarcações feitas no Passo 4, instale


guarnição e o tubo do cilindro. Todas as as novas vedações tanto no pistão como na
superfícies de todo o conjunto do cilindro e seus guarnição. Então deslize a haste completamente
componentes constituintes devem estar limpas e na guarnição usando um movimento circular e
livres de poeiras. Examine detalhadamente o furo reinstale o pistão na haste.
interno do tubo do cilindro a procura de sujeira e
superfícies riscadas. Qualquer escória ou riscos 7. Lubrifique as superfícies da haste, pistão,
mais profundos causará um vazamento do guarnição, vedações e furo do cilindro com uma
cilindro, e o mesmo deverá ser substituído. leve camada de óleo. Cuidadosamente coloque o
conjunto do pistão, haste e guarnição dentro do
tubo do cilindro enquanto que ao mesmo tempo
proceda uma rotação da haste e do pistão para
frente e para trás em um movimento circular,
exercendo uma ligeira pressão na direção
descendente.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-13


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

8. Parafuse a bucha na extremidade da haste do tubo


do cilindro e aperte-a seguramente. Item Designação
1 Proteção da válvula
9. O cilindro de alívio de cavidade agora está pronto 2 Suporte da válvula de gás
para ser remontado no Britador. 3 Conjunto da válvula de gás e bexiga
4 Gatilho
6.1.12 Reparo do Acumulador 5 Anel anti-extrusão
6 Espaçador
(Veja Figura 6-8 ) 7 Porca de trava
8 Parafuso de sangria
Consulte a Seção 5, CONJUNTOS DA CARCAÇA 9 Pistão
PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE e DE ALÍVIO 10 Anel de vedação
CONTRA MATERIAL NÃO-BRITÁVEL, para 11 Anel tipo “O”
informações mais completas sobre a remoção e 12 Arruela
instalação de um acumulador. Veja os parágrafos
13 Mola
SUBSTITUIÇÃO DO ACUMULADOR. Se já for
necessário a desmontagem do acumulador para 14 Acumulador
substituição da BEXIGA ou inspeção de alguns 15 Porca da válvula de gás
componentes, contate a fábrica para instruções dos
procedimentos adequados para remontagem do Figura 6-8 Conjunto do acumulador
mesmo.
6.1.13 Recolocação do bloqueio da câmara de
óleo

Recorra à seção 5, CONJUNTOS DA CARCAÇA


PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE E CILINDRO DE
ALÍVIO para completa informação sobre remoção e
instalação de uma câmara de óleo. Veja os parágrafos
INSTALAÇÃO DO ANEL DE TRAVA.

O vazamento no cilindro de alívio pode ser detectado


por infiltração de óleo do final da haste do cilindro ou
por incapacidade em manter a pressão de travamento.
Quando o cilindro apresenta vazamento deve ser
substituído imediatamente.

Um cilindro vazando é crítico porque sem a pressão


total de travamento, pode danificar as roscas do anel
de ajuste e da carcaça.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-14


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.2 Sistemas hidráulicos dos britadores 6.2.1.2 Especificações do óleo hidráulico


HP200/300/400/500
Para o mecanismo de ajuste e travamento hidráulico,
utilize um óleo à base industrial de alto grau de
6.2.1 Descrição parafina (não naftaleno), de viscosidade especificada,
tendo uma alta resistência de filme, alta aderência às
Todos os Britadores Cônicos HP são equipados com superfícies dos metais, e propriedades de boa
alívio e esvaziamento hidráulicos da cavidade de estabilidade química e física. Tais lubrificantes devem
britagem. Cilindros hidráulicos conectados ao lado ter alto índice de viscosidade, propriedade de rápida
inferior da carcaça principal e parafusados ao anel de separação de água, resistência a formação de espuma,
ajuste, prendem firmemente o anel de ajuste à carcaça oferecer alguma proteção contra corrosão e sujeiras,
principal contra as forças normais de britagem. As resistência a oxidação, além de aditivos anti-desgaste.
forças em excesso, criadas por uma operação
inadequada ou pela passagem de um material não- O óleo adequado para usar é o ISO grau 32.
britável (metal pesado), causarão o levantamento do
anel de ajuste, o qual puxará a haste do cilindro de
alívio para cima. Haverá um deslocamento de óleo da O lubrificante deve ter uma viscosidade de:
câmara superior do cilindro para os acumuladores,
comprimindo em seguida o gás nitrogênio dentro dos
mesmos. Uma vez passada a sobrecarga e as forças de 20 a 40 cSt a 40°C, 6 cSt ou maior à 100°C
britagem tenham se normalizado, o nitrogênio
comprimido retornará o óleo para o cilindro, as hastes ou
dos cilindros irão se retrair e o anel de ajuste se
assentará novamente na carcaça principal. Para 135 a 165 SUS a 100°F, 45 SUS ou maior a 210°F
esvaziar o Britador, a câmara inferior do cilindro é
pressurizada, empurrando a haste do cilindro para Em adição, o óleo deve ter um índice de viscosidade
cima, levantando o anel de ajuste para fora da carcaça de 140 ou maior.
principal.
As corretas especificações acima, para os
Além do alívio e esvaziamento hidráulicos, os lubrificantes, são essenciais para a proteção dos
Britadores também são equipados com travamento e componentes de trabalho do Britador. Estas
ajuste hidráulicos do bojo. Um anel de trava, o qual é especificações são disponíveis para todos os principais
suportado acima do anel de ajuste por um conjunto de fabricantes de óleos. Lubrificantes inadequados
cilindros de trava, posicionados entre o anel de trava e podem destruir o Britador e, consequentemente
de ajuste, segura o bojo na posição de britagem suspenderá qualquer tipo de garantia pertinente à
quando os cilindros são pressurizados. Quando a máquina.
pressão no cilindro de trava é reduzida e o motor
hidráulico montado sobre o anel de ajuste é ativado, o NOTA: NÃO USE FLUIDOS HIDRÁULICOS
pinhão faz girar o anel de acionamento, preso a tampa RESISTENTES AO FOGO, POIS ESSES
de ajuste, o qual também faz girar o conjunto do bojo, SISTEMAS NÃO SÃO PROJETADOS PARA O
fechando ou abrindo o ajuste do Britador USO DE TAIS FLUIDOS.
automaticamente.
NOTA: OS FLUIDOS HIDRÁULICOS
Todos os Britadores HP são equipados com uma RESISTENTES AO FOGO PODEM NÃO SER
unidade de força hidráulica que controla todas as COMPATÍVEIS COM AS GAXETAS, VEDAÇÕES,
funções hidráulicas do Britador. BEXIGAS DOS ACUMULADORES,
MANGUEIRAS E OUTROS COMPONENTES NO
6.2.1.1 Operação da unidade de força SISTEMA HIDRÁULICO. A VIDA ÚTIL DA
BOMBA PODERÁ SER REDUZIDA, E O FLUIDO
A unidade de força deve ser LIGADA todas as vezes PODERÁ AMOLECER E REMOVER ALGUMA
que o Britador estiver sendo operado para manter a TINTA EXISTENTE NO INTERIOR DO TANQUE.
pressão de travamento do bojo e a pressão nos
cilindros de alívio da cavidade segurando o anel de
ajuste à carcaça principal.
Refira ao manual de instruções hidráulicas e à seção 7,
INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO para o AJUSTE E
ESVAZIAMENTO DO BRITADOR, e
INSTALAÇÃO E REMOÇÃO DO BOJO.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-15


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

NOTA: DURANTE O ABASTECIMENTO INICIAL


E SANGRIA DOS CILINDROS E LINHAS Aproximadamente 208 litros (55 galões U.S.) serão
HIDRÁULICAS, O ÓLEO NO RESERVATÓRIO requeridos para abastecer o reservatório da unidade de
DA UNIDADE DE FORÇA SERÁ BOMBEADO força, cilindros de alívio, acumuladores, cilindros de
PARA FORA. ADICIONE ÓLEO CONFORME travamento e mangueiras de conexão.
NECESSÁRIO A FIM DE MANTER O NÍVEL
VISÍVEL NO VISOR DE ÓLEO. DEPOIS QUE O 6.2.1.3 Conjunto do cilindro de travamento
SISTEMA FOR ABASTECIDO, SANGRADO, E O
SISTEMA DE ALÍVIO FOR PRESSURIZADO, Para instalar os cilindros de travamento refira as
MANTENHA O NÍVEL DE ÓLEO NA METADE “instruções de INSTALAÇÃO DO ANEL DE
DO VISOR DO MANÔMETRO. TRAVAMENTO dos Britadores – HP200 HP300
HP400 HP500” na seção 5, “CONJUNTOS DA
CARCAÇA PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE E DE
ALÍVIO”, e Figuras 6-9 e 6-10.

Item Designação Item Designação


1 Parafuso do soquete 1 Cilindros de travamento
2 Cilindro de travamento 2 Tampa
3 Anel de trava 3 Cotovelo 90°
4 Anel de ajuste 4 Anel de ajuste
5 Mangueira
Figura 6-9 Instalação do cilindro de travamento 6 Cilindro N° 1
Orifício no anel de ajuste para conexão
7 dos cilindros de travamento à unidade
de força

Figura 6-10 Mangueiras de conexões dos cilindros


de travamento

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-16


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.2.1.4 Conjunto do mecanismo de ajuste


hidráulico
(Veja Figura 6-2)

6.2.1.4.1 Geral
Na maioria das vezes o mecanismo de ajuste
hidráulico (bojo girado no arranjo) já é embarcado
instalado no anel de ajuste do Britador. Entretanto, em
alguns casos raros, restrições de embarcações ou
limitações de espaços físicos podem requerer que a
unidade seja desmontada ao se embarcar.

1. Posicione a base de montagem sobre os dois pinos


localizados no anel de ajuste conforme mostrado
na Figura 6-12 para HP200/HP300 e Figura 6-3,
Figura 6-15 para HP400/HP500. Solde a base ao
anel de ajuste como mostrado também no
Mecanismo e Anel de ajuste.
O desenho do conjunto é fornecido. Esteja certo
de que a base de montagem está nivelada e
enquadrada no anel de ajuste ANTES de realizar a
solda.

2. Coloque o suporte SOLDADO no topo da BASE


de montagem. Instale os PARAFUSOS DE
TRAVA, arruelas chatas, arruelas de trava e
porcas sextavadas ao mesmo tempo, mas ainda
NÃO APERTE!

3. Monte o conjunto de acionamento hidráulico na Item Designação


parte inferior do suporte soldado como mostrado 1 Tampa de ajuste
na Figura 6-2 para HP100/HP200 e na seção A- 2 Anel de acionamento
A e B-B da Figura 6-15 para HP400/HP500. Isto 3 Pinhão
providenciará a correta localidade das conexões 4 Conjunto de acionamento ( motor )
das mangueiras do motor hidráulico e do freio. hidráulico
Veja Figura 6-13 para HP200/HP300. Aperte os 5 Anel de ajuste
parafusos firmemente. 6 Suporte de apoio
4. Aperte os conjuntos do came seguidor aos
mancais de apoio e solde os mancais, veja seção Figura 6-11 Mecanismo de ajuste hidráulico
C-C na Figura 6-3 para HP400/HP500, ao lado
externo do anel de ajuste, na posição mostrada
nos desenhos do Conjunto do Anel e do
Mecanismo de Ajuste. Veja Tabela 6-2, para a Tamanho do Distância do topo do cilindro do
correta altura dos cilindros do came. Britador came seguidor ao topo do anel
de ajuste
5. Coloque o anel de acionamento sobre as barras de HP 200 200mm (7-7/8”)
alinhamento da tampa de ajuste, para que o anel HP 300 152mm (6”)
descanse no topo dos cilindros do came. HP 400 231mm (9-1/8”)
HP 500 240mm (9-1/2”)

Tabela 6-2. Localização do Came Seguidor.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-17


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação Item Designação


1 Proteção da cobertura 13 Came seguidor
2 Parafuso de trava 14 Porca e arruela de trava
3 Arruela 15 Suporte de apoio
4 Suporte soldado 16 Coroa redutora
5 Suporte adaptador 17 Motor hidráulico
6 Pinos 18 Pinhão
7 Parafuso de trava 19 Arruela + parafusos
8 Parafuso 20 Porca de trava
9 Arruela 21 Parafuso sacador
10 Suporte de giro
11 Anel de acionamento Figura 6-12 Montagem do mecanismo de ajuste
12 Anel de ajuste hidráulico no anel de ajuste – Britadores HP200,
HP300

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-18


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação
1 Conjunto de acionamento hidráulico
2 Freio
3 Motor hidráulico
4 Cilindro de alívio da cavidade
5 Mangueira de alívio do freio
6 Mangueira do circuito do cilindro de trava
7 Mangueira do ajuste aberto
8 Mangueira do ajuste fechado
9 Mangueira do circuito de esvaziamento da cavidade
Mangueira do circuito Pressurizado de alívio da
10
cavidade
11 Acumulador
12 Anel de ajuste

Figura 6-13 Conexões das mangueiras hidráulicas

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-19


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação Item Designação


Localizações do suporte de apoio e do 1 Tampa de ajuste
1
came seguidor 2 Suporte de giro
2 Localizações dos suportes de giro 3 Anel de acionamento
4 Conexão com graxa
5 Arruela de trava
6 Came seguidor
7 Suporte de apoio
8 Anel de ajuste
9 Ver Tabela 6-2
10 Topo do came seguidor

Figura 6-14 Montagem do mecanismo de ajuste hidráulico no anel de


ajuste

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-20


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação Item Designação


1 Proteção da cobertura 1 Cavilha do filtro de óleo da coroa
2 Parafusos e arruelas de trava redutora
3 Cobertura do pinhão 2 Coroa redutora
4 Pinhão “Parafuso de trava”, arruelas chatas,
Parafusos, arruelas de trava e porcas 3
5 arruelas de trava e porcas sextavadas
sextavadas 4 Parafusos sacadores
6 Suporte soldado Parafusos de trava, porcas sextavadas e
7 Folga 5
arruelas chatas
8 Conjunto de acionamento hidráulico 6 Motor hidráulico
9 Anel de ajuste 7 Freio
10 Localização dos pinos Cavilha de dreno do óleo da coroa
11 Suporte adaptador 8
redutora
12 Anel de acionamento

Figura 6-15 Montagem do mecanismo de ajuste hidráulico no anel de ajuste


(continuação)

6. Instale o pinhão no eixo de acionamento do 7. Visualmente centralize o anel de acionamento à


conjunto de acionamento hidráulico, conforme tampa de ajuste.
mostrado na seção A-A usando arruelas de trava e
parafusos de cabeça sextavada. 8. Usando os parafusos sacadores no suporte
soldado, posicione o pinhão com relação aos
dentes do anel de acionamento, para que haja,
aproximadamente, um contato de três quartos dos
dentes. Então aperte os parafusos de trava
adjacentes.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-21


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

9. Conecte as mangueiras hidráulicas da unidade de Tipo de óleo Quantidade


força ao conjunto de acionamento hidráulico. automotivo
Veja em MANGUEIRAS DE CONEXÃO Engrenagem Óleo de 2,0 litros (4,25
HIDRÁULICA DO BRITADOR no manual redutora engrenagem U.S pints) na
hidráulico. IEP 80W90 posição vertical
10. Britadores HP200/300. As coroas redutoras e do Tabela 6-4 Especificações do óleo do conjunto de
freio, do mecanismo de ajuste hidráulico, são acionamento hidráulico – Britadores HP400/HP500
preenchidas com (óleo) lubrificante na própria
fábrica, mas antes de efetuar sua operação 12. Funcione o mecanismo de ajuste hidráulico para
verifique o nível deste elemento como se segue: provocar o giro do bojo e do anel de acionamento
de 360°, para ter certeza de que o engate entre os
a. Com a coroa redutora na posição vertical, dentes do pinhão e anel de acionamento é mantido
remova o bujão de preenchimento do óleo. O a todo o tempo, sem escorregar ou emperrar.
nível de óleo deve estar no fundo do orifício. Ajuste o conjunto de acionamento hidráulico para
Se não, preencha como descrito na Tabela 6- dentro ou para fora conforme necessário. A
3 e no parágrafo C. FOLGA, entre o suporte soldado e a base de
montagem deve ser a mesma em ambos os lados.
Repita este passo, se necessário!
Tipo de óleo Quantidade
Engrenagem ISO CC 150 1,6 litros na 13. Quando o anel de acionamento está posicionado
redutora posição vertical corretamente, aperte os grandes parafusos de
Freio ISO CC 150 O,65 litros trava em ambos os lados do suporte soldado.

Tabela 6-3. Especificações do Óleo


do Conjunto de Acionamento Hidráulico – 14. Instale a proteção da cobertura no suporte
Britadores HP200/HP300 soldado para prevenir a presença das pedras
provenientes do esmagamento, entre os dentes do
anel de acionamento e os dentes do pinhão.

15. Prenda os suportes de giros ao topo do anel de


b. O nível do lubrificante do freio não precisa acionamento usando arruelas de trava e parafusos
ser verificado. de cabeça sextavada fornecidos.

c. Verifique o nível de lubrificante (na coroa


redutora) sempre a cada 1.000 horas de 6.2.1.4.2 Conjunto de Acionamento Hidráulico
operação do BRITADOR. Adicione
lubrificante se necessário. O nível correto de A necessidade em realizar serviços no conjunto de
óleo para o redutor na posição de operação é acionamento hidráulico deve ser extremamente rara.
o nível do conector de respiro de ar. Se Devido a complexidade dos componentes internos do
necessário preencher através do mesmo furo. conjunto, somente um representante de fábrica, o qual
possui treinamento adequado além de equipamentos
11. Britadores HP400/HP500. A coroa redutora do corretos, pode efetuar qualquer desmontagem,
mecanismo de ajuste hidráulico é preenchida com substituição de partes, e ajuste e remontagens da
(óleo) lubrificante na própria fábrica, mas antes unidade.
de efetuar sua operação, remova o bujão de
preenchimento de óleo e verifique se o nível de
óleo está no topo ou perto do topo. O freio não
requer nenhum lubrificante. Troque o lubrificante
da engrenagem redutora depois dos primeiros
seis meses e mais uma vez um ano depois da
primeira troca. Para trocar o lubrificante, remova
o bujão de dreno do fundo do redutor e deixe todo
o óleo escoar. Remova o bujão de preenchimento
de óleo do redutor e preencha-o até o topo –
aproximadamente 2,0 litros ( 4,25 U.S pints).

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-22


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.2.1.5 Conectando as mangueiras hidráulicas 6. Conecte a mangueira do CIRCUITO


ao Britador PRESSURIZADO à conexão “T” na mangueira
do CIRCUITO PRESSURIZADO no Britador,
(Veja Figura 6-13) que conecta acima ou na EXTREMIDADE DA
HASTE do cilindro de alívio. Veja Figura 6-5.
Uma vez que a unidade de força está em posição, e o
mecanismo de ajuste hidráulico tem sido instalado no
Britador, conecte as mangueiras ao motor hidráulico,
cilindros de alívio e de travamento, ao Britador como
se segue:

• As seis mangueiras da unidade de força do


Britador possuem as mesmas características.

• Todas as portas e conexões das mangueiras são


claramente demarcadas na própria fábrica para
auxiliar na conexão das mesmas à unidade de
força, Britador e motor hidráulico. Números
1,2,3,4,5 e 6 estão estampadas em várias
localidades.

1. Conecte a mangueira de AJUSTE FECHADO à


conexão na porta dianteira direita no motor
hidráulico.

NOTA: É MUITO IMPORTANTE QUE DURANTE


O TODO O PROCEDIMENTO DA CONEXÃO, Item Designação
TODA A SUJEIRA POSSA SER MANTIDA FORA 1 Cilindros de alívio da cavidade
DE TODAS AS MANGUEIRAS E CONEXÕES 2 Conexão “T”
PRESENTES. Circuito pressurizado da cavidade de
3
alívio
2. Conecte a mangueira de AJUSTE ABERTO à 4 Circuito de esvaziamento da cavidade
conexão na porta dianteira esquerda no motor
hidráulico. 5 Acumulador

3. Conecte a mangueira de ALÍVIO DO FREIO a Figura 6-16 Conexões do cilindro de alívio da


partir de sua conexão na unidade de força até a cavidade
conexão na porta do freio, o qual está exatamente
acima do motor hidráulico.
6.2.1.6 Verificando a pressão de pré-carga e
carregando os acumuladores
NOTA: VERIFIQUE A POSIÇÃO DAS LINHAS
HIDRÁULICAS PARA O MOTOR HIDRÁULICO E (Sistema de Alívio da Cavidade)
FREIO, PARA QUE ELES NÃO INTERFIRAM
COM QUALQUER MOVIMENTO DOS A cada 200 horas (mensalmente), a pressão de pré-
COMPONENTES. carga do acumulador deveria ser verificada. Os
acumuladores são pré-carregados com nitrogênio e,
4. Conecte a mangueira do CILINDRO DE anterior a todas essas intervenções monitoradas, a
TRAVAMENTO aos furos roscados no lado do pressão no circuito de alívio deve ser igual a zero.
anel de ajuste. Para este fim, abra a válvula correspondente na
unidade de força hidráulica. Quando monitorando,
5. Conecte a mangueira do CIRCUITO DE garanta que o acumulador não esteja exposto ao sol e
ESVAZIAMENTO à conexão “T” na mangueira que o mesmo apresente uma temperatura externa em
do CIRCUITO DE ESVAZIAMENTO no todo seu redor de 20°C. Proceda como se segue para
Britador, que conecta abaixo ou na conectar o dispositivo de monitoramento e verificar a
EXTREMIDADE DA TAMPA do cilindro de pressão de pré-carga dos acumuladores:
alívio.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-23


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

1. O sistema de alívio da cavidade e os O conjunto de medida consiste de uma válvula de


acumuladores devem estar esgotados, veja o pressão, válvula de sangria, e um pressostato
manual de instruções hidráulicas. montados com um parafuso e fixados a uma unidade
diretamente ao suporte da válvula de gás no
2. Veja a Figura 6-6 e remova a proteção da válvula acumulador. O conjunto de carregamento é usado
do fundo do acumulador e, então a tampa da somente quando ao carregar o acumulador; leituras de
válvula do suporte da válvula de gás. Remova a pressão podem ser tomadas, mas a excessiva pressão
arruela localizada abaixo da tampa da válvula. na sangria desliga o conjunto de medida.

4. Desparafuse completamente o botão recartilhado


no conjunto do carregador e esteja certo que o
bujão do dreno está fechado.

5. Parafuse o conjunto do carregador sobre o


acumulador usando o botão recartilhado na parte
inferior do mesmo.

6. Conecte o conjunto do carregador na garrafa de


nitrogênio.

7. Parafuse o botão recartilhado sobre o conjunto do


carregador. O valor da pressão é mostrado no
Item Designação manômetro.
1 Suporte da válvula de gás
2 Acumulador 8. A pressão é maior do que o especificado,
3 Tampa da válvula desparafuse o pino do dreno até que a pressão
4 Proteção da válvula requerida é obtida.
5 Arruela
9. A pressão é menor do que o especificado, abra a
Figura 6-17 Válvula do acumulador válvula da garrafa de nitrogênio e ajuste a pressão
para a quantidade requerida.
3. Obtenha o conjunto de carregamento e de medida
a partir da caixa de ferramentas do Britador. 10. Feche a garrafa de nitrogênio e desconecte-a.

O conjunto de carregamento é requerido para 11. Desparafuse o botão recartilhado na parte superior
conectar o conjunto de medida à garrafa de do conjunto do carregador.
nitrogênio em ordem para aumentar a pré-carga
do acumulador para a pressão adequada. Isto 12. Desmonte o conjunto do carregador do
consiste de um comprimento de 3 metros (10 acumulador
pés) de mangueira fixa a um conector articulado
em uma extremidade, e uma porca de guarnição 13. Monitore a pressão da válvula com água e sabão.
(rosca esquerda), a guarnição e o acoplamento, Se a válvula vazar, repita a operação verificando a
na outra extremidade. pressão. Se o vazamento persistir, altere a válvula.

14. Coloque para trás o bujão de proteção da válvula.

15. Realize a mesma operação aos outros


acumuladores.

16. Feche a válvula da unidade de força hidráulica.

17. Pressurize o circuito de alívio.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-24


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.2.1.7.1 Circuito do Cilindro de Travamento


ADVERTÊNCIA
Para sangrar e efetuar o teste de pressão do circuito de
USE SOMENTE NITROGÊNIO PARA travamento, proceda da seguinte forma:
CARREGAR OS ACUMULADORES.
QUALQUER OUTRO GÁS COMPRIMIDO 1. Ligue a unidade de força. Veja no manual de
PODE SER EXPLOSIVO SE MISTURADO instruções hidráulicas.
AO SISTEMA. NÃO UTILIZE OXIGÊNIO!!!
2. A pressão do circuito do cilindro de travamento
deve ser igual a zero. Veja o manual de instruções
hidráulicas.
6.2.1.7 Testando a sangria e pressão do
sistema hidráulico
ADVERTÊNCIA
Após a ligação inicial, ou sempre que o circuito tiver
sido aberto para substituição ou reparo de NUNCA TENTE, EM CIRCUNSTÂNCIA
componentes, esse circuito em particular, que foi ALGUMA, SANGRAR QUALQUER
aberto para a atmosfera, deverá ser sangrado para CIRCUITO QUE ESTEJA
remover o ar que provavelmente terá entrado no COMPLETAMENTE PRESSURIZADO.
circuito hidráulico ou nos aparelhos do circuito. Não é
UMA CONEXÃO QUE SE SOLTAR, OU
necessário retirar absolutamente todo o ar, uma vez
que um pouco de ar no sistema não afetará a operação. MESMO O ÓLEO EM ALTA PRESSÃO AO
Se o Britador estiver sendo colocado em operação pela ESCAPAR, PODERÁ CAUSAR SÉRIOS
primeira vez, todos os circuitos individualmente terão FERIMENTOS. SEMPRE USE UMA
que ser sangrados antes de serem pressurizados. PROTEÇÃO ADEQUADA PARA OS
OLHOS AO SANGRAR OS CIRCUITOS.
NOTA: DURANTE O ABASTECIMENTO INICIAL
E SANGRIA DOS CILINDROS E LINHAS
HIDRÁULICAS, O ÓLEO NO RESERVATÓRIO 3. Posicione a mangueira do circuito de travamento
DA UNIDADE DE FORÇA SERÁ BOMBEADO até a conexão que fica rosqueada no furo existente
PARA FORA. ADICIONE ÓLEO CONFORME na LATERAL DO ANEL DE AJUSTE. Abra
NECESSÁRIO, PARA MANTER O NÍVEL essa conexão apenas o suficiente para permitir
VISÍVEL NO VISOR DO MANÔMETRO. DEPOIS que o óleo escape. Quando o óleo estiver
QUE O SISTEMA FOI ABASTECIDO, correndo limpo, sem bolhas ou evidência de
SANGRADO, E O SISTEMA DE ALÍVIO FOI espirros, aperte a conexão.
PRESSURIZADO, MANTENHA O NÍVEL DE
ÓLEO NA METADE DO VISOR DO 4. Acumule uma pressão de travamento. Veja o
MANÔMETRO. manual de instruções hidráulicas.
PARTIDA DA UNIDADE DE FORÇA. Antes de 6.2.1.7.2 Circuito de Esvaziamento da
sangrar o sistema por inteiro, ou um circuito
individual, primeiramente será necessário ter um fluxo Cavidade
de óleo para forçar a saída do ar na conexão escolhida
para a sangria. Para dar partida na unidade de força, O circuito de ESVAZIAMENTO consiste de seis
em preparação para sangria ou teste de pressão, veja o cilindros de alívio da cavidade e acumuladores, os
manual de instruções hidráulicas. quais envolvem o exterior da carcaça principal e são
interconectados por mangueiras.
NOTA: NÃO BOMBEIE ÓLEO NO CIRCUITO DE
ALÍVIO DA CAVIDADE ANTES QUE OS O lado de esvaziamento dos cilindros e os
ACUMULADORES TENHAM SIDO PRÉ- revestimentos das mangueiras são sangrados para
CARREGADOS COM NITROGÊNIO. ISSO retirar o ar aprisionado em cada cilindro, da seguinte
PODERIA DANIFICAR A BEXIGA E TORNARIA forma:
NECESSÁRIA UMA SUBSTITUIÇÃO DO
ACUMULADOR. 1. Ligue a unidade de força. Veja no manual de
instruções hidráulicas.

2. Obtenha 14 bar ( 2000 PSI ) de pressão. Veja o


Manual de instruções hidráulicas.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-25


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

3. As conexões de mangueiras de esvaziamento que sangrado, conforme evidenciado pelo óleo


são ligadas à extremidade inferior ou da tampa, correndo limpo, sem bolhas ou evidências de
dos cilindros de alívio são afrouxadas espirros, aperte a conexão articulada.
aproximadamente 1-1/2 voltas. Quando o óleo
for visto correndo limpo, sem bolhas ou 4. Repita o processo acima, nos cilindros e
evidências de espirros em um dos cilindros, acumuladores restantes.
aperte a conexão. Continue este procedimento
até que todas as conexões estejam apertadas. 5. Pressurize o sistema seguindo o procedimento que
vem logo após estes parágrafos, em
4. Segure a botoeira de esvaziar para elevar o anel PRESSURIZAÇÃO DO CIRCUITO DE ALÍVIO
de ajuste até alcançar seu levantamento máximo e DA CAVIDADE. Verifique se há vazamentos de
a pressão chegar também à um máximo de 210 óleo em todas as mangueiras e conexões de
bar( 3000 PSI). Inspecione as conexões das tubulações. Aperte toda conexão que esteja
mangueiras e tubulação para ter certeza de que frouxa.
não há vazamentos de óleo. Aperte toda conexão
que estiver frouxa 6. A unidade de força conectada ao Britador deve
estar rodando completamente com os DOIS
CICLOS PRESSURIZADOS de alívio e
ADVERTÊNCIA ESVAZIAMENTO da cavidade, para retirar
qualquer ar aprisionado restante no sistema
ENQUANTO O ANEL DE AJUSTE traseiro do reservatório de óleo.
ESTIVER NA POSIÇÃO LEVANTADA,
MANTENHA TODO O PESSOAL E 6.2.1.7.4 Circuito de Alívio do Freio
EQUIPAMENTO AFASTADOS DO LOCAL
PARA EVITAR DANOS PESSOAIS OU O circuito de alívio do freio é inter-relacionado com a
MATERIAIS DEVIDO A UM POSSÍVEL operação do CIRCUITO DE AJUSTE ABERTO E
ACIDENTE NO CASO DO ANEL ABAIXAR FECHADO. Entretanto, sangre o circuito de alívio do
SUBITAMENTE. SEGURE A BOTOEIRA freio da seguinte forma:
DE ESVAZIAR, ENQUANTO INSPECIONA
E CORRIGE OS VAZAMENTOS. O ANEL 1. Conecte a mangueira do circuito de alívio do freio
MOVER-SE-Á PARA BAIXO QUANDO à porta, no lado do freio, que faz parte do
VOCÊ SOLTAR A BOTOEIRA DE conjunto de acionamento hidráulico montado no
ESVAZIAMENTO. anel de ajuste. Faça uma abertura nesta conexão
apenas o suficiente para permitir que o óleo
escape. Quando o óleo estiver correndo limpo,
sem bolhas ou evidência de espirros, aperte a
5. Assente o anel de ajuste na carcaça principal ao conexão.
redor de todo o Britador.
6.2.1.8 Pressurizando o circuito de alívio da
6.2.1.7.3 Circuito Pressurizado de Alívio da cavidade
Cavidade
Depois que todas as conexões tiverem sido feitas, os
O circuito PRESSURIZADO consiste de seis cilindros diversos sistemas tiverem sido sangrados do ar
de alívio da cavidade e acumuladores, os quais aprisionado e todos os vazamentos eliminados, o
envolvem o exterior da carcaça principal e são CIRCUITO DE ALÍVIO DA CAVIDADE é
interconectados por mangueiras. pressurizado como preparação para a partida inicial. O
circuito de alívio da cavidade deve ser mantido no
Os cilindros e acumuladores são sangrados do ar nível recomendado para providenciar uma proteção
aprisionado, da seguinte forma: adequada e segura contra sobrecarga. A pressão do
circuito deve ser mantida entre o MÍNIMO e o
1. Ligue a unidade de força hidráulica. Veja o MÁXIMO conforme mostrado na Tabela 11-3. Se a
manual de instruções hidráulicas. pressão do circuito estiver acima dos limites
recomendados, consulte o procedimento descrito em
2. Obtenha uma pressão de 14 bar (200PSI). Veja o DESPRESSURIZAÇÃO, na parte de manutenção
manual de instruções hidráulicas. desta seção. Se o circuito tiver que ser pressurizado
após a instalação inicial, depois de reparos feitos, ou
3. Em cada cilindro, afrouxe a conexão articulada, se a pressão do circuito estiver baixa, proceda da
que se encontra rosqueada no "T", na parte seguinte forma:
superior ou extremidade da haste do cilindro de
alívio, somente o suficiente para permitir que o ar
e o óleo escapem. Quando todo o ar tiver sido
MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-26
SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

1. Confira o reservatório para ver se o suprimento de 6.2.2.2 Reconstrução do Cilindro de Alívio da


óleo está adequado. Cavidade
NOTA: NÃO BOMBEIE ÓLEO NO CIRCUITO DE (Veja Figura 6-18 e Figura 6-19)
ALÍVIO DA CAVIDADE ANTES QUE OS
ACUMULADORES ESTEJAM PRÉ- Consulte a Seção 5, CONJUNTOS DA CARCAÇA
CARREGADOS COM NITROGÊNIO. ISSO PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE e DE ALÍVIO
PODERIA CAUSAR DANOS À BEXIGA E EXIGIR CONTRA MATERIAL NÃO-BRITÁVEL, para os
UM REPARO OU MESMO UMA SUBSTITUIÇÃO procedimentos adequados sobre a remoção e
DO ACUMULADOR. instalação de um cilindro de alívio da cavidade. Veja
os parágrafos INSTALAÇÃO E REMOÇÃO DO
2. Verifique a pressão de pré-carga do acumulador e CILINDRO DE ALÍVIO DA CAVIDADE.
carregue-o se necessário. Veja as instruções em
VERIFICANDO A PRESSÃO DE PRÉ-CARGA Os componentes do cilindro que necessitam
e CARREGANDO OS ACUMULADORES. substituição no andamento de seu uso normal são a
haste raspadora ou proteção da vedação, as vedações
3. Pressurize o circuito de alívio da cavidade. Veja o da haste e do pistão, e os anéis de vedações. É
manual de instruções hidráulicas. recomendado que quaisquer anéis tipo “O” que são
removidos com outros componentes durante a
O Britador não deve dar a partida inicial se a pressão desmontagem sejam substituídos.
estiver muito baixa, porque o anel de ajuste poderá
sofrer impactos e danificar o assento da carcaça O vazamento do cilindro de trava é detectado pela
principal. Para ajustar novamente para a pressão infiltração de óleo da extremidade da haste do cilindro
correta, veja o manual de instruções hidráulicas. ou pela incapacidade para manter a pressão de trava.
Quando um cilindro se encontra com um vazamento, é
6.2.2 Manutenção necessário realizar a substituição do mesmo
imediatamente.
6.2.2.1 Despressurização
Caso não exista uma completa pressão de travamento,
Qualquer serviço de manutenção nos componentes do o vazamento do cilindro de trava se tornará em estado
sistema hidráulico tem que ser feito depois de crítico, e a área de assentamento do anel de ajuste a da
despressurizar o circuito onde se for trabalhar. Isso é carcaça serão danificadas.
de importância vital para a segurança do mecânico que
estiver trabalhando na máquina. Muitos dos circuitos Quando ao realizar um reparo do cilindro, é
permanecem normalmente despressurizados durante a recomendado que todas as vedações sejam
britagem, sendo pressurizados somente quando sua substituídas para evitar que ocorra um segundo
função é exigida. Entretanto, como prática geral de vazamento de óleo. Todas as vedações de
segurança, o pressostato do circuito deve ser conferido substituições necessárias para uma completa
antes de se trabalhar no circuito para ter certeza de que reconstrução do cilindro, são disponíveis em
não resta pressão residual. O CIRCUITO convenientes formas de kits.
PRESSURIZADO DE ALÍVIO DA CAVIDADE, no
entanto, permanece pressurizado pelos acumuladores
depois que a bomba é desligada por um certo período.
Antes de trabalhar em qualquer sistema hidráulico,
veja o manual de instruções hidráulicas.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-27


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação
1 Conjunto da haste
2 Haste raspadora
3 Guarnição
4 Anel tipo “O” e anel de vedação
5 Vedação
6 Anel de vedação
7 Sub-conjunto do cilindro
8 Anel de desgaste do pistão
9 Tubo de parada
10 Anel de desgaste da haste
11 Vedação da haste
12 Anel de vedação da haste

Figura 6-18 Cilindro de alívio da cavidade

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-28


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação
9 Anel tipo “O”
10 Anel de vedação
11 Vedação
12 Anel tipo “O”
13 Anel de vedação
14 Guarnição

Figura 6-19 Cilindro de alívio da cavidade –


(Britadores HP400/HP500)

Esteja certo que uma quantidade suficiente de hastes


raspadoras ou protetores das vedações, vedações Poly-
Pak, anéis tipo “O” e anéis de encosto, estejam em
mãos antes do início da reconstrução dos cilindros.
Durante o processo completo de reconstrução, é
importante que o trabalho seja feito em uma superfície
limpa e em uma atmosfera livre de poeira. Para
desmontar, inspecionar, reconstruir, e remontar os
cilindros de alívio, proceda conforme se segue:

1. Desparafuse a guarnição do tubo do cilindro.


Utilize uma chave de parafuso nos entalhes no
diâmetro externo da guarnição, para girar a
mesma para fora do tubo.

2. Cuidadosamente puxe na extremidade rosqueada


da haste, para escorregar para fora do cilindro,
todo o conjunto do pistão, haste e guarnição.

3. Para remover o pistão da haste, desparafuse-o da


mesma e puxe-a completamente do furo da
Item Designação guarnição.
1 Conjunto da haste
2 Anel de desgaste da haste 4. Remova todas as vedações (haste raspadora ou
3 Anel de desgaste do pistão protetores da vedação, vedações Poly-Pak, anéis
4 Sub-conjunto do cilindro tipo “O” e de vedação) do pistão e da guarnição.
5 Vedação É SUGERIDO QUE SEJAM FEITAS
6 Anel de vedação ALGUMAS DEMARCAÇÕES MOSTRANDO
7 Raspador da haste EXATAMENTE COMO AS VEDAÇÕES SÃO
8 Tubo de parada POSICIONADAS NO PISTÃO E NA
GUARNIÇÃO, PARA QUE AS NOVAS
VEDAÇÕES SUBSTITUÍDAS POSSAM SER
REINSTALADAS CORRETAMENTE.

5. Limpe completamente a haste, o pistão, a


guarnição e o tubo do cilindro. Todas as
superfícies de todo o conjunto do cilindro e seus
componentes constituintes devem estar limpas e
livres de poeiras. Examine detalhadamente o furo
interno do tubo do cilindro a procura de sujeira e
superfícies riscadas. Qualquer escória ou riscos
mais profundos causará um vazamento do
cilindro, e o mesmo deverá ser substituído.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-29


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6. Usando as demarcações feitas no Passo 4, instale


as novas vedações tanto no pistão como na
guarnição. Então deslize a haste completamente
na guarnição usando um movimento circular e
reinstale o pistão na haste.

7. Lubrifique as superfícies da haste, pistão,


guarnição, vedações e furo do cilindro com uma
leve camada de óleo. Cuidadosamente coloque o
conjunto do pistão, haste e guarnição dentro do
tubo do cilindro enquanto que ao mesmo tempo
proceda uma rotação da haste e do pistão para
frente e para trás em um movimento circular,
exercendo uma ligeira pressão na direção
descendente.

8. Parafuse a guarnição dentro da extremidade da


haste do tubo do cilindro e aperte-a seguramente.

9. O cilindro de alívio de cavidade agora está pronto


para ser remontado no Britador.

6.2.2.3 Reparo do Acumulador


Veja Figura 6-8.

Consulte a Seção 5, CONJUNTOS DA CARCAÇA


PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE e DE ALÍVIO
CONTRA MATERIAL NÃO-BRITÁVEL, para
informações mais completas sobre a remoção e
instalação de um acumulador. Veja os parágrafos
SUBSTITUIÇÃO DO ACUMULADOR –
BRITADORES HP100 HP200 HP300 HP400 HP500.
Se já for necessário a desmontagem do acumulador
para substituição da BEXIGA ou inspeção de alguns
componentes, contate a fábrica para instruções dos
procedimentos adequados para remontagem do
mesmo.

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-30


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

Item Designação Item Designação


1 Proteção da válvula 11 Porca de parada
2 Suporte da válvula de gás 12 Pistão
3 Vedação dina 13 Anel de vedação
4 Conjunto da válvula de gás e bexiga 14 Anel tipo “O”
5 Gatilho 15 Arruela
6 Anel anti-extrusão 16 Mola
7 Espaçador 17 Acumulador
8 Porca de trava 18 Porca da válvula de gás
9 Parafuso de sangria
10 Bujão usinado Figura 6-20 Conjunto do acumulador

MANUAL DE INSTRUÇÕES DOS BRITADORES CÔNICOS HP100/200/300/400/500 6-31


SEÇÃO 6 – SISTEMAS HIDRÁULICOS

6.2.2.4 Reconstrução do Cilindro de O vazamento do cilindro de trava é detectado pela


Travamento infiltração de óleo abaixo do protetor de pó ou pela
incapacidade em manter a pressão de trava. Quando
(Veja Figura 6-21). um cilindro estiver vazando, deve ser substituído
imediatamente.
Consulte a Seção 5, CONJUNTOS DA CARCAÇA
PRINCIPAL, ANEL DE AJUSTE e DE ALÍVIO Caso não exista uma completa pressão de travamento,
CONTRA MATERIAL NÃO-BRITÁVEL, para o vazamento do cilindro de trava se tornará em estado
informações mais completas sobre a remoção, crítico, e as roscas do anel de ajuste e do bojo serão
remontagem e instalação de um cilindro de danificadas. Quando ao realizar um reparo ao cilindro,
travamento. Veja os parágrafos INSTALAÇÃO DO é recomendado que todas as vedações sejam
ANEL DE TRAVA – BRITADORES HP200 HP300 substituídas para evitar que ocorra um segundo
vazamento de óleo. Todas as vedações de
substituições necessárias para uma completa
reconstrução do cilindro, são disponíveis em
convenientes formas de kits. Para substituir as
vedações, proceda como se segue:

1. Soltar as conexões das mangueiras que estão


fixadas nos cilindros defeituosos. Retire os
parafusos do soquete que seguram os cilindros e
anel de travamento. O cilindro agora está