You are on page 1of 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

CAMPUS PROFA CINOBELINA ELVAS/BOM JESUS-PI


CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO – LEDOC
DISCIPLINA: HISTÓRIA, MEMÓRIA E IDENTIDADE DOS POVOS DO CAMPO
CARGA-HORÁRIA: 60 H
Assuntador: Francisco Helton de Araujo O. Filho
Semestre: 2018.2

Plano de Curso

EMENTA: O Brasil Campesino: a multiplicidade dos sujeitos e da cultura (produção,


modus vivendi) do Campo. O desenvolvimento do campo: colônia, império, república.
Reforma agrária. Resistência no campo: as Ligas Camponesas, as Organizações sociais
de Trabalhadores Rurais. O papel dos movimentos sociais rurais e urbanos no processo
de democratização do Brasil. A importância histórica dos movimentos sociais na luta
pelos direitos sociais: o caráter histórico desses movimentos no século XXI. Histórico das
políticas educacionais para o Campo. Cultura e memória; construções imaginárias e
identidades. Memória, identidade e história de vida.

Objetivo: Explorar os aportes teóricos e metodológicos relacionado à construção de


diferentes trabalhos de memória, envolvendo o protagonismo e experiência dos atores
sociais, por meio de trajetórias, relatos, histórias de vida, testemunhos, biografias e
autobiografias, com ênfase no mundo dos movimentos sociais no campo.

Conteúdo Programático:
Unidade I: O tratamento teórico e metodológico da memória na qualidade de objeto de
reflexão histórica. História e memória. História da memória. Memória coletiva e
individual.
Unidade II: História Oral. Memória e Cultura.
Unidade III: Identidades, história de vida e protagonismo dos camponeses.

Procedimentos didáticos: Leituras, fichamentos, aulas dialogadas, análise e discussão


de textos em grupo.

Avaliação: Assiduidade (75% da carga horária), avaliações escritas, seminários e


artigos.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
ALMEIDA, Maria Geralda. Uma leitura etnográfica do Brasil Sertanejo. In: Espaços
culturais: vivências, imaginações e representações/ Angelo Serpa (org.). Salvador:
EDUFBA, 2008, p. 313.

BOURDIEU, Pierre. A ilusão biográfica. In: Usos e abusos da história oral. Janaina
Amado e Marieta de Moraes F (Coord.). 8 ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006,
p.183.

CATROGA, Fernando. Os passos do homem como restolho do tempo: memória e o fim


do fim da história. Capitlo 1. 2ª ed., Coimbra: Ed. Almedina, 2011.

HALBWACHS, Maurice. Memória Coletiva e Memória Histórica.


IN: Memória Coletiva.São Paulo: Vértice, 1994.

HARTOG, François. Regimes de historicidade: presentismo e experiência do tempo.


Belo Horizonte: Autentica Editora, 2013.

KHOURY, Yara Aun. Narrativas orais na investigação da história social. In: Revista
Projeto História. São Paulo, PUC, n. 22, 2001, p. 79-104.

LE GOFF, Jacques. História e memória. São Paulo: Editora da Unicamp, 1990.

MATTOS, Hebe. Memórias do cativeiro: narrativas e etnotexto. História Oral, v.8, n.1,
p. 43-60, jan.-ju., 2005.

MENESES, Ulpiano de. Os Paradoxos da memória. In: Memória e cultura: a


importância da memória na formação cultural humana. Org. Danilo Santos de
Miranda. São Paulo: Edições SESC SP, 2007, p. 13-32.

NEVES, L. A. Memória, história e sujeito. Substratos da identidade. História Oral, 3,


2000, p. 109-16.

POLLACK, Michel. Memória e Identidade Social. Estudos Históricos. Rio


de Janeiro: Vol. 5 n. 10. 1992.

CANDAU, Joel. Memória e identidade. 1ª ed. São Paulo: Contexto, 2012.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ALVES, G. L.(org). Educação no Campo: recorte no tempo e no espaço. Campinas:


Autores Associados, 2009.

ANTUNES, M. I.; MARTINS, A. A. Educação do Campo: desafios para a formação de


professores. São Paulo: Autentica ebook, 2009.

ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete e MOLINA, Mônica Castagna.


(Orgs). Por uma Educação do Campo. 4 ed. Petrópolis: Vozes, 2009.
BEZERRA NETO, Luiz. Sem Terra aprende e ensina: Um estudo sobre as práticas
educativas e formativas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST –
1979-1998. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Campinas, 1998.

CAMPANHOLA, C.; GRAZIANO DA SILVA, J. (Editores) O novo rural brasileiro:


Políticas Públicas. Editora Hortograf; 2000 - Volume 4.

CASTELLS, M. Sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

FERNANDES, Bernardo Mançano. Préfácio. In: SOUZA, Maria Antônia de. Educação
do Campo: Propostas e Práticas Pedagógicas do MST. Petrópolis: Vozes, 2006.