You are on page 1of 3

TEORIA DOS FILAMENTOS DESLIZANTES DA

CONTRAÇÃO MUSCULAR
REPOUSO:

 As pontes cruzadas projetam-se de um miofilamento de


miosina, mas não estão acopladas com um miofilamento de
actina.
 O ATP está preso perto da cabeça da ponte cruzada.
 Tromponina cobre os locais ativos no miofilamento de
actina.
 Íons cálcio estão armazenados no retículo sarcoplasmático.

ACOPLAMENTO:

 A chegada do potencial de ação muscular despolariza o


sacolema e túbulos T.
 Íons cálcio são liberados e reagem com a troponina.
 Alteração no formato do complexo troponina-cálcio
descobre locais ativos na actina.
 Uma ponte cruzada acopla-se com um local ativo adjacente,
ligando miofilamentos de miosina e actina.
CONTRAÇÃO:

 A ligação de uma ponte cruzada e um local ativo dispara


atividade de adenosina trifosfatase (ATPase) da miosina.
 ATP quebra-se em adenosina difosfato (ADP) + PO4 +
energia.
 A reação produz uma flexão transitória da ponte cruzada;
 O miofilamento de actina é tracionado uma curta distância
em relação ao miofilamento de miosina.
 As linhas Z são movidas para mais perto umas das outras

RECARREGANDO:

 A ponte cruzada desacopla-se do local ativo e retrai-se.


 ATP é reposto na ponte cruzada
 Os processos de reacoplamento, flexão, desacoplamento,
retração e recarga são repetidos centenas de vezes por
segundo.
RELAXAMENTO:

 Ocorre a cessação da excitação.


 Íons cálcio são removidos da vizinhança do miofilamento de
actina e são devolvidos aos locais de armazenamento no
retículo sarcoplasmático.
 A troponina retorna à sua forma original, cobrindo os locais
ativos no miofilamento de actina.
 Os miofilamentos de actina e miosina retornam ao estado de
repouso.