You are on page 1of 14

Os Benefícios da Aromaterapia

para o Bem-Estar da Mulher

Liane Baccar – CRTH-BR 1117 - ABRATH


Aromaterapia, Naturopatia, Psicanálise Integrativa
Professora no EAD-ABRATH e na Pratique Aromaterapia/RJ
Colunista no Portal Educação
Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

Foto do site http://mamaechef.wixsite.com/mamaechef/single-post/2015/02/13/Mulher-


atarefada.

A maioria de nós, mulheres, está exausta e sobrecarregada. Estamos ansiosas,


irritadas, física e emocionalmente esgotadas. Nossa libido, quase inexistente, reflete
a pouca energia vital que nos resta para cumprirmos nossas tarefas do dia a dia. Além
de cuidar da casa, de dar atenção à família, precisamos dar conta das centenas de
“amigos” virtuais e, claro, nos esforçarmos para manter nosso emprego e sermos
bem-sucedidas nele.

Não bastasse isso ainda acreditamos que deveríamos ser capazes de dar conta de
tudo: devemos ser lindas, dinâmicas, fortes... Perfeitas! Quando não conseguimos ser
perfeitas como sonhamos, vem o sentimento de culpa, a baixa autoestima e
acabamos reprimindo nossos sentimentos de frustração, raiva, medo... afinal não
queremos que também nos chamem de histéricas! Só que, com o passar do tempo,
isso gera stress e fadiga crônica, aumenta a produção de radicais livres, engorda,
envelhece precocemente e pode até causar doenças.

Por outro lado, somos dinâmicas, sensíveis, amorosas, intuitivas, nos adaptamos com
facilidade as mudanças na nossa rotina diária, geramos vidas e cuidamos delas e
temos empatia para reconhecer e reagir às necessidades e humores dos outros. Por
exemplo: conseguimos intuir quando nossos bebes têm fome, quando nossos filhos
estão em perigo ou quando os homens ao nosso redor têm más intenções – isso
desde os tempos das cavernas.

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 1


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

É importante reaprender a perceber nossos sinais corporais e nossas emoções, ou


seja, reaprender a ouvir e seguir nossa intuição feminina, pois quando prestamos
atenção aos nossos sentimentos e aos desconfortos físicos e emocionais, podemos
buscar entrar em harmonia com nosso EU e com nossas emoções, podemos entrar
em sintonia com nosso corpo e com o ambiente onde vivemos, podemos fazer
escolhas conscientes para então começar a trilhar novos caminhos em direção ao
nosso equilíbrio e bem-estar.
Somos como a lua. Temos várias fases e cada uma possui características próprias.
Ao conhecer e compreender todas as fases pelas quais passamos, temos
tranquilidade para aceitar nossos limites e buscar uma existência mais consciente e
tranquila.

Autoestima
Sistema Imunológico
do Cérebro!

Cada pessoa tem um modo único de ser, pensar, sentir, se adaptar e se relacionar
com o meio em que vive. As emoções e pensamentos (positivos e negativos) são
responsáveis por moldar nosso comportamento e direcionar nossas escolhas diárias
influenciando assim nossa qualidade de vida: podendo manter a saúde, prevenir
doenças e gerar desequilíbrios e doenças.
A forma como nos sentimos acerca de nós mesmas é algo que afeta profundamente
todos os aspectos da nossa existência: desde a maneira como agimos com familiares,
colegas de trabalho, no amor e no sexo até o modo como atuamos como pais ou o
sucesso profissional e pessoal que teremos na vida. Nossas reações aos
acontecimentos do cotidiano são determinadas por quem e pelo que pensamos que
somos. Os dramas da nossa vida são, então, reflexos das visões mais íntimas que
temos de nós mesmas.
De todos os julgamentos que fazemos, nenhum é tão importante quanto o que
fazemos sobre nós mesmas: a autoestima pode ser a chave para o sucesso ou para
o fracasso.
Ter uma autoestima elevada é sentir-se confiantemente, competente e merecedora;
ter uma autoestima baixa é sentir-se inadequada à vida; ter uma autoestima média é
flutuar entre sentir-se adequada ou inadequada e manifestar essa inconsistência no
comportamento – às vezes agindo com sabedoria, às vezes como tola – reforçando,
portanto, a incerteza.
A autoestima positiva é requisito importante para uma vida feliz e harmoniosa.

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 2


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

Seus dois componentes são o sentimento:


1. de competência pessoal
2. de valor pessoal.

Em outras palavras, a autoestima é a soma da autoconfiança + o auto-respeito. Ela


reflete o julgamento implícito da nossa capacidade de lidar com os desafios da vida
(entender e dominar os problemas) e o direito de ser feliz (respeitar e defender os
próprios interesses e necessidades).
A capacidade de desenvolver a autoconfiança e o auto-respeito saudáveis é inerente
à nossa natureza, pois a capacidade de pensar é a fonte básica da nossa
competência, e o fato de que estamos vivos é a fonte básica do nosso direito de lutar
pela felicidade. Idealmente falando, todos deveriam desfrutar um alto nível de
autoestima, vivenciando tanto a autoconfiança intelectual como a forte sensação de
que a felicidade é merecida. Entretanto, infelizmente, uma grande quantidade de
pessoas não se sente assim.
Muitas pessoas sofrem com sentimentos de inadequação, insegurança, dúvida, culpa
e medo o que as impede de terem uma participação plena na vida – um sentimento
vago de “eu não sou suficiente” ou “eu não sou merecedora”. Esses sentimentos nem
sempre são reconhecidos e confirmados de imediato, mas eles existem. Assim não é
necessário se odiar antes de aprender a se amar; não é preciso se sentir inferior para
poder se sentir confiante. Não é preciso se sentir miserável para querer expandir sua
capacidade e efetuar mudanças.
Quanto maior a sua autoestima mais:
 Bem equipada você estará para lidar com as adversidades da vida.
 Você irá resistir à pressão de sucumbir ao desespero ou à derrota.
 Maior a sua probabilidade de ser criativa em seu trabalho.
 Maior a sua chance de obter sucesso pessoal e profissional.
 Você buscará vivenciar novas experiências emocionais, criativas e espirituais.
 Saudáveis serão os seus relacionamentos pessoais e profissionais, pois em vez
atrair pessoas ou situações destrutivas, você atrairá pessoas e situações positivas
e que lhe possibilitarão evolução. Assim como o amor atrai o amor, a saúde atrai
a saúde, a vitalidade e a comunicabilidade atraem mais do que o vazio e o
oportunismo
Para refletir com William James (filósofo e psicólogo norte-americano)

“A maior arma contra o estresse é nossa habilidade de escolher um pensamento


ao invés de outro.”

“Quando você precisa tomar uma decisão e não a toma, está tomando a decisão
de não fazer nada.”

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 3


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

Autoconceito:
Quem sou eu?

Autoconceito é o que achamos que somos (tanto no aspecto consciente quanto


inconscientemente); são nossas características físicas e psicológicas, nossos pontos
positivos e negativos e, acima de tudo, nossa autoestima. A autoestima está ligada
ao autoconceito. Nosso autoconceito determina a visão mais profunda de nós
mesmos e influencia todas as nossas escolhas significativas e todas as nossas
decisões e, portanto, determina o tipo de vida que desejamos e criamos para nós.
O livre arbítrio é um ato de escolha que nos permite fazer o uso que queremos da
nossa consciência: somos livres para procurar a expansão ou a contração da
consciência. Podemos tentar ver mais, ou ver menos. Podemos querer ou não querer
saber. Podemos lutar pela clareza ou pela perplexidade. Podemos viver consciente,
semiconsciente (para a maior parte das finalidades básicas) ou inconscientemente.
A nossa felicidade e o nosso bem-estar dependem do uso adequado da consciência
e a extensão com que valorizamos a visão em vez da cegueira é o determinante mais
importante da nossa autoconfiança e do nosso auto-respeito. Não é possível se sentir
competente na vida enquanto andar em círculos (no trabalho, no casamento ou com
os filhos) ou como em um nevoeiro mental autoinduzido. Se trairmos nossos meios
básicos de sobrevivência, tentando existir sem pensar, nosso senso de valor sofrerá
independente da aprovação de outras pessoas ou de nossa própria desaprovação.
Viver conscientemente implica respeitar os fatos da realidade, os fatos do nosso
mundo interior e os do mundo exterior em contraposição a uma atitude que se resume
em: “Se eu não optei por ver e reconhecer isso, isso não existe”.
Viver conscientemente é, portanto, viver de maneira responsável em relação a
realidade. Porem isso não significa que temos de gostar do que vemos, mas que
reconhecemos o que é e o que não é, e que desejos, temores ou negações não
alteram estes fatos. Viver conscientemente vai elevar sua autoestima, sua
autoconfiança e o auto-respeito. Vai permitir aprender novos comportamentos, mudar
hábitos, evoluir.
Para você refletir:
1. Que progressos eu já fiz? Que sonhos eu já realizei?
2. O que ainda não consegui mudar?
3. O que me impede de fazer esta mudança?
4. Como seria a minha vida se eu fizesse as mudanças necessárias?

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 4


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

Autoaceitação

Se a essência do viver conscientemente é o respeito pelos fatos e pela realidade, a


autoaceitação é o teste final. Ela exige que nossa experiência, a vontade de ver, de
saber e de tornar-se consciente, não esteja vinculada aos conceitos de aprovação ou
desaprovação (quer seja aprovação ou desaprovação de nós mesmas, bem como
aprovação ou desaprovação dos que convivem conosco).
A autoaceitação é uma precondição de mudança. Se aceitarmos de fato o que
sentimos e o que somos, a qualquer momento de nossa existência, poderemos nos
permitir ser plenamente conscientes da natureza de nossas escolhas e atos, e nosso
desenvolvimento não será bloqueado. Poderemos recomeçar sempre que
desejarmos.

Você está procurando a pessoa que


vai mudar a sua vida?

Olhe-se no espelho!

Auto-responsabilidade pela própria existência.


Em muitas ocasiões, temos a tendência de atribuir aos outros a culpa pelos nossos
próprios fracassos. Não percebemos que culpar os outros não resolve o problema,
não ameniza a dor, apenas desvia o foco do que poderíamos mudar e perdemos a
chance de aprender e evoluir.
A responsabilidade pela própria existência ou a auto-responsabilidade nos mostra que
não adianta culpar Deus, o governo ou mesmo os nossos pais; não adianta culpar a
falta de oportunidades, o ambiente em que você nasceu ou a educação que teve. É
claro que todos esses fatores influenciam quem você é, mas não devem definir
absolutamente o que você será afinal você é a única pessoa responsável pelo seu
sucesso ou fracasso. Assim, é fundamental a conscientização de que você precisa
assumir a responsabilidade sobre tudo o que acontece na sua vida.

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 5


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

Sua saúde física e emocional é uma busca constante, não se tem alta. É um
compromisso vitalício consigo mesma que se renova diariamente com as escolhas
que você faz.
Pergunte a si mesma?
1. Sou responsável por minhas escolhas e atitudes?
2. Sou consciente de meus pensamentos, sentimentos e ações?
3. Sou responsável pela maneira como estruturo o meu tempo?
4. Sou responsável pelo cuidado, ou pela falta de cuidado, com que trato meu
corpo?
5. Sou responsável pela maneira como trato as outras pessoas e pelas relações
nas quais optei por entrar, pelas relações que mantenho ou pelas que deixei
ir?
6. Sou responsável por minha vida – material, emocional, intelectual e espiritual.
7. O que posso fazer para me tornar mais consciente e mais feliz?
P.S. Quando falo de “ser responsável”, não significa dizer “ser culpada”, mas que
você é o principal agente causador de pensamentos, comportamentos e ações em
sua vida.

Conhecer a si mesma lhe dará liberdade e


responsabilidade para começar a fazer
boas escolhas, transformar, modificar e
reconstruir um novo estilo de vida.

O autoconhecimento vai lhe ajudar a reconhecer o que não está bom em sua vida e
o que precisa e pode ser modificado; vai ajudar a entender porque precisa mudar, vai
lhe dar forças para encontrar os meios de fazer as mudanças necessárias e também
lhe dar a determinação, a força de vontade, a paciência, a segurança e a
autoconfiança para prosseguir.

É importante também perceber que somos responsáveis pela forma que passamos
por uma situação de doença ou conflito e que temos total condição de ser “cientistas”
do nosso mundo interior: investigar, identificar, testar, modificar, adequar, re-significar
e buscar o caminho do equilíbrio.
“Nenhuma circunstância exterior substitui a experiência interna. E só à luz dos
acontecimentos internos que entendo a mim mesmo. São eles que constituem a
singularidade da minha vida.” Carl Jung

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 6


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

O que você pode fazer para ser mais feliz, melhorar sua saúde e prevenir suas
disfunções?

 Desapegar-se de velhos hábitos, crenças, padrões de comportamento


sentimentos.
 Permitir-se viver o novo, mudar seu estilo de vida, seus pensamentos.
 Aceitar que precisa de ajuda e confiar em quem está lhe ajudando; de nada
adiante ir ao médico ou terapeuta se você não seguir suas recomendações e
fizer as mudanças necessárias no melhorar seu estilo de vida.
 Aceitar suas limitações.
 Parar de se culpar, recriminar ou punir porque cometeu um erro. Errou, reflita
sobre o que podia ter feito diferente, aprenda com seu erro e siga em frente.
Você pode recomeçar a cada novo dia, pode escolher fazer diferente a cada
novo despertar.
 Vivenciar e expressar seus sentimentos (tanto de alegria e amor como tristeza,
medo, ansiedade, raiva e dor).
 Não ser perfeita! A vida não é perfeita e tranquila o tempo todo e ninguém
consegue fazer tudo com perfeição. Então não dá para ficar usando isso como
desculpa. Não tem dia certo para começar a mudar os hábitos que lhe
impedem de ter saúde e de ser feliz.

Como a Aromaterapia
pode ajudar?

A Aromaterapia é um sistema terapêutico natural, holístico e integrativo que visa


reestabelecer o equilíbrio e a harmonia do corpo e da mente, através do uso de óleos
essenciais. Ela é um estilo de vida, pois de nada adianta utilizar óleos essências se
não tiver um estilo de vida saudável, ou seja:
 Manter uma dieta equilibrada e nutritiva.
 Praticar exercícios físicos moderados e regulares.
 Manter-se hidratada.
 Ter um sono reparador.
 Controlar o stress e desenvolver sentimentos e pensamentos positivos.

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 7


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

Os óleos essenciais atuam simultaneamente nas áreas fisiológica, psicológica e


energética. O aroma do óleo essencial desencadeia reações no sistema límbico
(responsável pela regulação das emoções) acionando a memória olfativa e permitindo
que emoções e sentimentos do inconsciente sejam trazidos a consciência para que
possam ser conhecidos (promovendo o autoconhecimento) e para que possamos dar-
lhes um novo sentido. Da mesma forma, a frequência e a energia da planta trazida
pelo óleo essencial vai atuar e equilibrar o corpo como um todo (físico, mental e
energético).
OBS: não gostar do aroma de um óleo essencial pode significar que este ele não é
necessário ou que a pessoa não tem condições de acessar o conteúdo que ele pode
trazer à tona, neste momento.
Óleos Essenciais sugeridos para:
Autoestima Bergamota (Citrus bergamia), Gerânio (Perlagonium
graveolens), Sálvia sclareia (Salvia sclarea), Vetiver (Vetiveria
zizaioides), Ylang Ylang (Cananga odorata), Jasmim
(Jasminum officinale) e Rosa (Rosa damascena).
Autoconhecimento Rosa (Rosa damascena), Camomila romana (Anthemis
nobilis), Gerânio (Perlagonium graveolens), Salvia sclareia
(Salvia sclarea), Jasmim (Jasminum officinalis)

Os Óleos essenciais (OEs) atuam nos órgãos e nos sintomas físicos e emocionais
(estimulando ou relaxando). No ciclo feminino, atuam equilibrando os sistemas
emocional e hormonal, aliviando os sintomas de TPM, da cólica menstrual e os
sintomas da Menopausa.
P.S. as indicações de óleos essenciais não se constituem recomendações
terapêuticas já que foram elaboradas para este e-book e são resultado dos estudos,
pesquisas e experiência pessoal da Terapeuta.
Reencontro com o Feminino através dos Óleos Essenciais:
Reencontrar o Feminino significa se conectar com as forças da Mãe Natureza, aceitar
seus ciclos, se conhecer e entender e assim se libertar das emoções reprimidas,
medos e apegos. É amar-se acima de tudo e exatamente do jeito que se é. É sentir-
se especial só pelo fato de ser mulher.
Alguns óleos essenciais para a mulher:
Gerânio (Pelargonium graveolens): considerado o melhor amigo das mulheres por
ser um fito-hormônio (possui componentes químicos que se assemelham ao nosso
hormônio estrogênio). Equilibra o organismo quando existe um desequilíbrio de
estrógeno e progesterona, o que pode causar problemas como dismenorreia
(menstruação excessiva), amenorreia (falta de menstruação), cólicas fortes, TPM,
infertilidade, irritabilidade, insônia, inchaços e seios muito doloridos.

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 8


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

Este óleo essencial é um poderoso tonificante dos órgãos reprodutores e um ótimo


equilibrador hormonal. É considerado um óleo essencial adaptogênico, ou seja, ele
se adapta as necessidades do organismo, agindo para reequilibrar (tanto ativa quanto
seda).
Energeticamente ele nutre a criatividade feminina permitindo o resgate da
imaginação, intuição e vivência de todas as experiências sensoriais e extra-
sensoriais. Ele promove espontaneidade e abre a porta para o resgate da
sensibilidade, doçura, ternura e afeto, sentimentos estes que são intrínsecos da
mulher e as vezes acabam por serem sufocados devido aos sofrimentos vivenciados,
tornando-a “amarga”.
Por restabelecer os desequilíbrios hormonais ele ajuda a tratar as depressões
provenientes destes desequilíbrios que afetam a essência feminina. Neste sentido ele
também auxilia o acesso de memórias passadas que geram medo, insegurança e
frustração, além de permitir superá-las e encará-las como aprendizados da vida. O
óleo essencial de gerânio, cria condições internas de paz, harmonia, bem-estar e
esperança e traz à tona às qualidades: sensualidade, ternura, sensibilidade e
compaixão.
Sálvia sclaréia (Salvia sclarea): do latim salvare = salvar, curar, clarus = claro.
Também é conhecido “olhos claros”, pois simbolicamente permite enxergar
claramente as situações tanto externas quanto internas. É como “olhar para dentro
de si mesma” e enxergar sua verdade interior. Ajuda a equilibrar os aspectos
emocionais extremos de ódio, depressão, vitimização. É um óleo que traz o equilíbrio
mental e emocional principalmente nos momentos de estresse intenso. Assim como
o gerânio, a Sálvia também atua na regulação hormonal, sendo bastante empregada
para equilibrar disfunções como: insônia, TPM, ondas de calor da menopausa, cólicas
e palpitações provenientes das oscilações hormonais.
Este é um óleo aterrador para a mulher, ele ajuda no processo de olhar claramente e
aceitar a verdade, se atentando para o presente. Ele libera as cargas mentais
pesadas, transmutando as formas de pensamento em torno da aura que causam a
confusão mental, a diminuição de energia e a dispersão do foco.
É um óleo que deve ser utilizado em todos os ritos de passagem da mulher: primeira
menstruação, primeira relação sexual, casamento, maternidade, menopausa, perdas
afetivas, enfim, todos os momentos importantes. Ele dá suporte para que a mulher
nunca se perca de si, sempre se lembre de seu poder ancestral e desta forma possa
trilhar os caminhos da vida com coragem e confiança.
Lavanda (Lavandula officinalis): traz paz e harmonia interior. Este óleo diminui a
intensidade emocional das memórias permitindo uma sensação de segurança. Atua
no inconsciente e trabalha as dores mais profundas geradas pelos desequilíbrios
emocionais provenientes de traumas antigos ou recentes.

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 9


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

É um bom auxiliar para a depressão feminina, já que atua nas questões internas mal
resolvidas e padrões emocionais mal assimilados.
A lavanda age como antídoto físico (contra o veneno de picadas de insetos) e
emocional (contra todas as emoções, pensamentos e sentimentos destrutivos que
causam amarguras, tristezas, sofrimento, isolamento e a sensação de “estar
perdida”). É um ótimo ansiolítico, equilibrador interno e adaptogênico. Tem o poder
de despertar o autocontrole e o discernimento para saber a hora certa de falar e de
silenciar e de meditar e extravasar, por exemplo.
A energia da Lavanda assemelha-se a energia da Mãe Natureza que vivencia todas
as estações transmitindo um aprendizado específico em cada uma delas.
 Primavera: durante este período a lavanda transmite a energia da renovação
e do renascimento. É o início de um novo ciclo e o momento propício para se
livrar de tudo que é velho e que causa desconfortos. O óleo essencial de
lavanda faz abraçar o novo, a ter esperança, a mudar, se reinventar.
 Verão: aqui a lavanda traz o aconchego e a iluminação dos sentimentos,
pensamentos, emoções. É a hora de se firmar, tornar-se integra e segura de
si mesma.
 Outono: neste momento, a lavanda entra com sua propriedade calmante e
relaxante, permitindo a interiorização. É o momento de desfrutar toda harmonia
e equilíbrio interno, semeados durante a jornada.
 Inverno: a lavanda acende o fogo interior. Este é o período onde são pesadas
e valorizadas as coisas que realmente são importantes em nossas vidas. É o
preparo para se desligar de vez do que não interessa e se preparar para o
recomeço.
Camomila Alemã ou azul (Matricaria recutita): “janela da paz”. Acalma a mente
consciente superando a necessidade de estar no controle o tempo todo. Ela permite
uma maior receptividade das mensagens intuitivas e da percepção de insights. Tem
o poder de desfazer dores emocionais e fechar as feridas abertas durante a vida atual
ou passada. Ela trabalha aquelas mulheres que vivem em um círculo vicioso de
carência/dependência afetiva e são reprimidas emocionalmente. Ela auxilia a mulher
a buscar dentro de si a sua verdade e ter calma para entender e trabalhar de forma
tranquila e confiante suas cargas emocionais desequilibradas. É o resgate do
feminino interior, é fazer as pazes com os demônios internos e florescer, por mais
difícil que seja.
Rosa (Rosa damascena): é considerada a “Mãe dos Óleos”. O OE de Rosa ajuda as
mulheres que se tornaram reféns emocionais, vítimas de suas próprias emoções e
sentimentos. São mulheres que estão sempre se sentindo amedrontadas, infelizes,
magoadas e incapazes de realizar suas vontades e seus sonhos. Por medo de
sofrerem rejeições se isolam e se fecham, não permitindo vivenciar um contato mais

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 10


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

íntimo com seu parceiro e com qualquer outra pessoa. O óleo de rosa ajuda a
compreender a individualidade unitária permitindo vivenciar a experiência do
verdadeiro amor incondicional.
A energia da Rosa traz suavidade para a mulher que tem uma personalidade áspera
ou espinhosa e uma energia protetora que dissolve os mecanismos de defesa contra
os danos emocionais. É um óleo que conforta e protege o coração minimizando as
dores emocionais. Muito eficiente para trabalhar aquelas mulheres que não se dão
amor por não saberem fazê-lo ou porque não tiveram isso durante a infância e
adolescência ou porque durante sua jornada se machucaram demais.
Este OE também mostra a importância de se cuidar, se valorizar e se aceitar antes
de qualquer coisa, pois só assim poderá cuidar dos outros. É o óleo da transformação
da mulher permitindo que ela entre em contato e resgate sua essência mais íntima.
Ylang Ylang (Cananga odorata): acalma os nervos e integra as emoções. O
relaxamento da mente promove mudanças nas perspectivas. As flores do Ylang ylang
são muito utilizadas na Indonésia para aromatizar e enfeitar a cama do casal na noite
de núpcias, pois eles acreditam que ele tem o poder de aumentar a libido. Este óleo
é muito relaxante, calmante e levemente sedativo. Ele não age diretamente sobre a
libido feminina, mas por seu aroma exótico e sua função relaxante ele permite um
momento de entrega, onde a mente tranquila colabora para que o corpo possa
desfrutar de todos os momentos de prazer sem preocupações.
“Renascer é um processo contínuo. É preciso renascer a todo instante. A vida é um
nascimento contínuo. Morra a todo instante para o passado, não importa como ele
tenha sido, um paraíso ou um inferno. De qualquer forma, morra para ele e renasça
jovem e renovada para o momento presente”. Osho

Reflexões finais:

Somos um ser único com nossas dores, nossos sabores e dissabores, nossas
vontades, nossas crenças, nossos medos de mudança, assim como nossas
possibilidades de mudar, rever, recomeçar.
Aprender a cuidar da própria saúde torna-se uma forma de ser, estar e agir no mundo
que nos cerca. É um exercício diário de escolhas que nos possibilita rever e modificar
hábitos com o objetivo de alcançar uma vida mais saudável e equilibrada. É um estilo
de vida.
Existem várias formas para buscar a felicidade, o equilíbrio e a saúde do corpo e da
mente. Você pode buscá-las através da análise pessoal, da alimentação que equilibra
e nutre o corpo, da meditação, da prática de atividade física regular e moderada,

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 11


Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

aprendendo a controlar o stress, fazendo exames médicos regulares, através das


terapias naturais (florais e aromaterapia, por exemplo), seguindo as recomendações
do médico ou terapeuta ou fazendo várias destas coisas ao mesmo tempo.
Qualquer que seja o caminho que você escolher para buscar e cuidar da sua saúde
física e emocional, o mais importante é não desistir. Mesmo quando for difícil, quando
você escorregar ou quando achar que não tem mais forças para prosseguir, não
desista, acredite em si mesma! Se permita experimentar, errar, reavaliar, recomeçar,
se readaptar, se desapegar do que não lhe serve mais (tanto sentimentos, quanto
desculpas ou alimentos e hábitos que lhe prejudicam a saúde física e emocional).
As pessoas saudáveis e felizes, não vivem buscando a felicidade. Elas simplesmente
vivem a vida e a aproveitam por inteiro. Elas conseguem extrair da vida prazeres e
recompensas que somente elas conseguem ver e sentir. Elas gostam de viver porque
se gostam e aceitam como são, são autênticas, estão em paz consigo mesmas e se
aproximam das outras pessoas de forma honesta e desarmada, sem esperar nada
em troca.
Na minha busca pessoal por saúde aprendi que sempre vale a pena investir em si
mesma. A gente vai se construindo inteira, vai se tornando plena, vai aprendendo que
a vida é movimento, que podemos fazer escolhas, que podemos rever nossos
conceitos, nossas atitudes, que podemos recomeçar, afinal percebemos que não
somos “fixos”, não estamos “prontas”, estamos sendo e nos reconstruindo o tempo
todo.
Afinal, temos que dar sentido a nossa vida a cada minuto, a cada escolha que
fazemos. Assim cada novo dia nos permite rever, reinventar, recomeçar.
Que este e-book tenha possibilitado uma reflexão a respeito dos cuidados com a sua
saúde de forma integral.
Que o seu corpo seja percebido na sua totalidade com suas necessidades de
nutrição, movimento, relaxamento e emoção.
Que os alimentos que nutrem o seu corpo, os sentimentos cultivados e a maneira de
ser e estar no meio em que você vive possibilitem reestabelecer o bem-estar e a
harmonia entre o corpo e a mente.
Que o desejo de se sentir bem e saudável inspire você a fazer as mudanças
necessárias na sua rotina diária e lhe dê mais vitalidade e energia para aproveitar a
vida e tudo que ela tem a lhe oferecer.
Desapegue dos maus hábitos que lhe impedem de ter saúde, de viver plenamente e
de ser feliz! Arrisque mudar o que lhe causa sofrimento! Invista no que lhe deixa feliz!
Todo dia é um novo dia, uma nova chance para recomeçar, uma nova
oportunidade para mudar o seu estilo de vida.

Gratidão! Liane
Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 12
Óleos Essenciais para o Bem-Estar da Mulher

O conteúdo apresentado neste e-book é resultado de estudos e pesquisas da Autora.


Os Óleos essenciais podem causar efeitos colaterais, interagir com medicamentos e
causar intoxicação se utilizados em excesso e sem indicação de um profissional
habilitado. Antes de iniciar qualquer tipo de tratamento você deve consultar o seu
profissional de saúde assistente.

Se quiser entrar em contato:


 E-mail: lianecmb@gmail.com
 Facebook: https://www.facebook.com/lianeterapiaintegrativa/

Se quiser saber mais sobre os Cursos no Ead-Abrath:


Aromaterapia: óleos essenciais na prática integrativa
http://www.ead-abrath.org.br/course/index.php?categoryid=46

Terapêuticas para a Saúde da Mulher


http://www.ead-abrath.org.br/course/index.php?categoryid=102

Terapia Integrativa aplicada a Saúde da Mulher


http://www.ead-abrath.org.br/course/index.php?categoryid=117

Fitoterapia Holística
http://www.ead-abrath.org.br/course/index.php?categoryid=21

Se quiser saber mais sobre o curso de Formação em Aromaterapia na Pratique:


https://www.facebook.com/pratiquearomaterapia/?rc=p

Proibida a reprodução sem autorização por escrito da autora. 13