You are on page 1of 3

CENTRO DE FORMAÇÃO

PROFISSIONAL DE VILA REAL

RESUMO

O resumo tem por objectivo dar conta das informações, opiniões e argumentos
contidos numa mensagem:

Apreende o pensamento do autor;


Respeita a ordem pela qual ele apresenta as ideias;
Não comporta nenhum comentário pessoal da parte daquele que resume.

CONTRACÇÃO / RESUMO / SÍNTESE

Não se trata, como é óbvio, da mesma coisa. O que estes três tipos têm em
comum é que os três partem de um texto que nos é dado e que se trata de:

Reduzir, condensar ou contrair, o que significa tornar o texto mais curto,


miniaturizá-lo (CONTRACÇÃO);
Transmitir por palavras nossas, apresentando de modo sucinto,
compacto, os seus pontos mais importantes (RESUMO);
Transmitir à nossa maneira, de modo “mais solto” do que o resumo, de
acordo com o que nos parece mais importante, destacando das ideias do
autor o essencial do texto (SÍNTESE).

Os três tipos de exercício pressupõem um trabalho prévio muito importante: o da


leitura (e releitura) atenta do texto que se trata de contrair, resumir ou sintetizar.

Técnicas para fazer uma síntese

Ler o texto de lápis na mão para:

Sublinhar palavras, frases, ideias-chave a destacar;


Assinalar conectores ou articuladores que ligam frases entre si,
estabelecendo relações de semelhança (como, da mesma maneira...),

Linguagem e Comunicação
CENTRO DE FORMAÇÃO
PROFISSIONAL DE VILA REAL

Contraste/oposição (mas, contudo, no entanto,...), anterioridade


(primeiro, em primeiro lugar, antes,...) ou de posterioridade (a seguir,
seguidamente,...), de causa (porque, dado que,...) etc.;
Registar, à margem, a ideia central de cada parágrafo;
Assinalar as partes do texto e a sua delimitação (Introdução,
desenvolvimento, Conclusão).

Redacção do texto

Utilizar a sua própria linguagem;


Respeitar o pensamento do autor;
Não incluir pormenores desnecessários;
Não copiar frases do texto;
Não usar o discurso directo;
Não é necessário respeitar a ordem das ideias do texto original;
Pode expressar juízos de valor;

A síntese caracteriza-se pela sua brevidade. Tal como o resumo e a contracção, a


síntese toma como referência um texto-base que se traduz sob a forma de uma
apresentação do texto e das ideias do autor ao leitor.
Assim, na SÍNTESE, ao contrário do que se passa na contracção ou no resumo,
não se mantém a forma gramatical do texto-base, mas adopta-se a forma de um texto
dirigido ao leitor. Enquanto no resumo podemos ler: “A televisão vem sendo
ultimamente objecto de discussão a respeito dos eventuais efeitos negativos para a vida
em família...”, numa síntese teríamos: “O autor do texto interroga-se sobre os potenciais
efeitos da televisão sobre a vida em família....”
A SÍNTESE não obedece (ou pode não obedecer) ao plano do texto-base.
Limita-se a referir as suas ideias-chave e o ponto de vista do autor. Torna-se assim um
texto mais “solto” em relação ao texto que lhe serviu de motivo.

Linguagem e Comunicação
CENTRO DE FORMAÇÃO
PROFISSIONAL DE VILA REAL

(Adaptado de Saber Português, Amélia Pinto Pais, Areal Editores)


Para saberes mais:
SERAFINI, Maria Teresa – Como se Faz um Trabalho Escolar, Presença, Lisboa

PARAFRASEAR

Reproduzir as ideias de um texto, dando-lhe redacção pessoal. Traduzir


livremente.

Segundo Michaelis - Moderno Dicionário da Língua Portuguesa: Explicação ou


tradução mais desenvolvida de um texto por meio de palavras diferentes das nele
empregadas.

Segundo o Dicionário Aurélio - Modo diverso de expressar frase ou texto, sem que
se altere o significado da primeira versão. Portanto a sua frase deve ser mais desenvolvida
que a frase apresentada como tema e as palavras devem ser diferentes e não sinónimas.

Linguagem e Comunicação