You are on page 1of 1

LIDERANÇA BASEADA EM PRINCÍPIOS

— E o que acontece quando você tenta delegar poderes às pessoas


quando não existe confiança?
Todos respondem:
— Não funciona. Somos obrigados a voltar à abordagem do tipo
Gerenciamento por Objetivos (MBO) ou a alguma outra abordagem de
controle para manter uma aparência de ordem no ambiente de trabalho.
Pergunto então:
— Por que continuar a dar importância ao treinamento para
gerência? Você dá a ilusão de solucionar o problema quando está apenas
tratando os sintomas, você poderá obter alívio temporário para a dor
aguda, mas não estará tratando o problema crônico.
Pergunto então sobre o nível organizacional:
— Quantos de vocês acham que a grande solução é reformular os
sistemas?
Um terço das pessoas geralmente levanta a mão.
Pergunto então:
— Quais são as conseqüências de trabalhar nesses níveis quando
você ainda não trabalhou os níveis pessoal e interpessoal? A resposta é:
Desastre.
O consenso é que estamos trabalhando com um ecossistema, um
arnbiente total, e se você abordar um problema com qualquer outro
instrumento que não seja a liderança baseada em princípios em todos os
quatro níveis, seus esforços serão "necessários porém insuficientes".
Se os proprietários e gerentes não possuem caráter e competência,
não delegarão poder, lucro e reconhecimento aos outros. E preciso que
utilizem a abordagem de dentro para fora e primeiro trabalhem o caráter
e a competência para criar a confiança de forma a poder chegar à
delegação de poderes. Poderão então solucionar seus problemas em
relação a estruturas e sistemas.
Até que os administradores tenham feito seu trabalho de dentro para
fora, não serão capazes de solucionar os problemas fundamentais de
suas organizações nem serão capazes da verdadeira delegação de
poderes, mesmo que possam fazer uso da linguagem que lhes é peculiar.
Sua perso-