You are on page 1of 24

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Disciplina Fundamentos da Acupuntura


Profa. Lúcia de Fátima Amorim

MOXABUSTÃO
Medicina Tradicional Chinesa

Discentes: Aelton Araújo, Camila Maressa, Isaac Campos, Luana Borges e Vladimir Sabino.
MOXABUSTÃO

Desde 2010 que a acupuntura e a moxabustão estão


classificadas pela UNESCO na lista representativa do Patrimônio
Cultural Imaterial da Humanidade.

A aplicação de Moxabustão libera um cheiro intenso e


elevada temperatura com efeitos penetrantes, a aplicação de
calor pode ser direta ou indireta nos mesmos pontos utilizados
na acupuntura a fim de estimular a circulação energética nos
meridianos (canais de energia) referidos.
DEFINIÇÃO

o Atividade de cura que comporta uma filosofia e referenciais;

o É gestada no âmbito da MTC, sendo como uma “outra versão”


da acupuntura;

o Baseada em um conjunto de conhecimentos que visam a


terapêutica através da restauração do fluxo vital (Qi);

o Diferente da acupuntura (agulhas), utiliza-se o calor, associado


ao uso de ervas.
HISTÓRIA

o Acredita-se que é anterior à acupuntura;

o Tudo surge por um processo histórico com a


fitoterapia, pela descoberta por ancestrais
dos poderes curativos de ervas (aliviar a dor
e curar doenças);

o Ainda, a descoberta de que o fogo


contribui para aliviar e/ou eliminar certos
sintomas de doenças.
HISTÓRIA

Dessa forma, o uso do fogo e da erva com o decorrer do tempo foi


sendo refinado e melhorado dando origem à terapias, tais como:
compressas, emplastos e medicamentosas quentes;

Assim, dizemos que a moxabustão é uma


espécie de acupuntura térmica.
ERVAS

o Mais popular: Artemisia vulgares - cresce de modo selvático na maior


parte do mundo;
o Também pode ser utilizada a erva de são-joão ou a erva “flor-de-
diana”;
o Ainda podem ser usadas, além destas ervas, a arnica e o gengibre.
ERVAS

o Recolhe-se as folhas de Artemísia no Verão, antes de florescer;

o Preparo:
o Secas → moídas e peneiradas → lã ou “embrulhadas” na forma de
um charuto ganhando assim a consistência de um “bastão”.
PROCESSAMENTO DA MOXA
EFEITOS ENERGÉTICOS

Possui duas finalidades básicas:

o Aquecer o Qi e sangue (Xue) para tratamento das doenças


provocadas pelo frio e umidade.

o Evitar a penetração destes quando a energia vital enfraquece,


sendo indicada também para situações de deficiência de
energia em doenças crônicas (déficit de yang).
EFEITOS ENERGÉTICOS

o O efeito do calor se soma a energia do yang, potencializando-o,


podendo inclusive ser conduzido até o seu extremo, ou seja, a
transformação no aspecto oposto da energia (yin).

Ex: na patologia chinesa as doenças reumáticas são classificadas


como doenças do frio, da tristeza e da umidade. O frio patogênico
tem características Yin e consome o Qi (Chi) Yang. Predomina no
inverno assim como as doenças do frio.
TIPOS DE
MOXABUSTÃO

Cones Indireta
o Sem cicatriz o Interposição de

o Com cicatriz gengibre


o Interposição com alho

o Interposição de sal
Bastão
grosso
Agulha Aquecida
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Cones

o Queima a erva diretamente em um ponto do


meridiano por alguns segundos;

o Pode ser amassada e moldada com as mãos


em minúsculos cones firmes;

o Tamanho dos cones: o menor tem o tamanho


de um grão de trigo, o médio tem o tamanho
de meio caroço de tâmara e o maior tem o
tamanho de uma azeitona.
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Cones

SEM CICATRIZ
o A moxa é aplicada até que haja uma sensação de calor quase
intolerável ao paciente;

o Ocorre queima até a quinta parte do cone e aplica-se de três a


cinco cones em um tratamento;

o Deixa a pele apenas avermelhada, e é tolerada pelos pacientes.

Indicações: Trata o vazio e o frio, lombalgia, diarreias, dores abdominais e etc.


TIPOS DE MOXABUSTÃO: Cones

COM CICATRIZ
o Acende-se o cone e vai trocando os cones quando estiverem
totalmente queimados;

o Em geral, em cada tratamento é aplicado de cinco a dez cones;

o É aconselhável orientar o paciente quanto a dor forte, a


produção de exsudato e às cicatrizes deixadas.

Indicações: Asma, edema, úlceras gastroduodenais, manutenção preventiva da saúde.


TIPOS DE MOXABUSTÃO: Cones
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Indireta

INTERPOSIÇÃO DE GENGIBRE
o Rodela de gengibre de 1 cm de espessura perfurada várias vezes
na parte central e, colocando-a no ponto escolhido, sobre ela em
seguida é colocada e acesa o cone de moxa;

o Quando o paciente sentir dor intensa,


retira-se e coloca outro novo até que a
pele fique avermelhada.

Indicações: Tonifica o vazio e expele o frio, diarreia,


ejaculação precoce, abdome dolorido, doenças
reumáticas.
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Indireta

INTERPOSIÇÃO COM ALHO


o Rodela de 1cm de espessura, fazer perfurações
no centro e coloca-se sobre o ponto e em cima
do alho é colocado a moxa.

INTERPOSIÇÃO DE SAL GROSSO


o Cobre-se o local com sal e coloca-se o cone.
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Bastão

Como fazer? Com calor moderado


o Acende-se um extremo do bastão e aproxima-se do
ponto a uma distância de 0,5 a 1 tsun da pele, sem
chegar a queimá-la;
o O tratamento dura de 3 a 5 minutos até que o paciente
sinta um calor suave e a pele fique um pouco
avermelhada;

o Em forma de pistonagem sobre a pele: Aplicar o bastão


com um extremo aceso sobre a pele, movendo-o de
cima para a pele, ou de um lado ao outro, circulando a
área sem se fixar na distância.
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Bastão

PRECAUÇÕES
o Não encostar na pele;

o A erva é enrolada fortemente em papel especial de cerca de 15


cm de comprimento;

o Pode ser adicionado pó de outras plantas, formando-se então os


bastões ou “charutos” que servirão para aquecer os pontos ou
áreas do corpo.
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Agulha Aquecida

Aplica-se a moxa sobre a


agulha e esta conduz o
calor e as substâncias
ativas da erva diretamente
no corpo do paciente.
TIPOS DE MOXABUSTÃO: Agulha Aquecida
INDICAÇÕES

Algias, distúrbios funcionais ou fisiológicos, inclusive as doenças


mentais, artrite, reumatismo, Lesão por Esforço Repetitivo (LER),
bursite, enxaqueca, problemas intestinais, cólicas menstruais.

Possibilita a redução da ansiedade, medo, insônia, e outras.

Depende:
Idade, constituição, porte físico, sexo, sensibilidade e patologia.
CONTRA-INDICAÇÕES

o Refeições copiosas; o Após grandes hemorragias;


o Estados de embriaguez; o Estados de emergências;
o Intoxicação de qualquer o Durante os acessos de cólera
espécie, inclusive por ou estados emocionais
medicamentos; extremos;
o Após esforço físico muito o Depois de banhos muito
grande; quentes ou sauna, bem como
o Em jejum ou praticando jejum durante a gravidez.
regularmente;
REFERÊNCIAS
COSTA, Jorge. Fundamentos e Técnicas da Moxabustão como Terapia. 2016. Disponível em:
<https://www.drjorgecosta.com/2016/07/10/fundamentos-e-tecnicas-da-moxabustao-
como-terapia/>. Acesso em: 20 maio 2019.

LEITE, José Carlos, Et all. A Moxabustão no contexto da medicina tradicional efilosofia da


natureza da China Antiga. Disponível em: <http://www.docstoc.com/docs/21192120/A-
Moxabust%C3%A3o-no-contexto-damedicina-tradicional-e-filosofia> Acesso em: 20 maio
2019.

GURFINKEL, Edson. Efeitos do tratamento por acupuntura e Moxabustão empacientes com


Oligoastenozoospermia. Tese apresentada à Universidade Federalde São Paulo – Escola
Paulista de Medicina, para obtenção do Título de Doutor emMedicina, Programa de Pós-
Graduação em Urologia, São Paulo. 2001. Disponível em:
<http://www.uronline.unifesp.br/teses/edson.pdf> Acesso em: 18 de ago. de 2011.