You are on page 1of 3

Conteúdo para estudo da Prova de Teontologia – Êxodo 3:1-14

1. E apascentava Moisés o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote em Midiã; e levou o rebanho atrás
do deserto, e chegou ao monte de Deus, a Horebe.
2. E apareceu-lhe /o anjo do Senhor/ em uma /chama de fogo do meio duma sarça/; e olhou, e eis
que a /sarça ardia no fogo/, e a /sarça não se consumia/.
3. E Moisés disse: Agora me virarei para lá, e verei esta grande visão, porque /a sarça não se queima/.
4. /E vendo o Senhor/ que se virava para ver, /bradou Deus/ a ele do /meio da sarça/, e disse:
Moisés, Moisés. Respondeu ele: Eis-me aqui.
5. /E disse/: Não te chegues para cá; tira os sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é
terra santa.
6. /Disse/ mais: /Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó/. E
Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus.
7. E /disse/ o Senhor: /Tenho visto atentamente a aflição do meu povo/, que está no Egito, e /tenho
ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores/, porque conheci as suas dores/.
8. /Portanto desci para livrá-lo da mão dos egípcios/, e para /fazê-lo subir daquela terra/, a uma
terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel; ao lugar do cananeu, e do heteu, e do amorreu,
e do perizeu, e do heveu, e do jebuseu.
9. E agora, eis que /o clamor dos filhos de Israel é vindo a mim/, e também /tenho visto a opressão
com que os egípcios os oprimem. /
10. Vem agora, pois, /e eu te enviarei a Faraó/ para que tires o meu povo (os filhos de Israel) do Egito.
11. Então Moisés disse a Deus: Quem sou eu, que vá a Faraó e tire do Egito os filhos de Israel?
12. /E disse/: Certamente /eu serei contigo/; e isto te será por sinal de que /eu te enviei/: Quando
houveres tirado este povo do Egito, servireis a Deus neste monte.
13. Então disse Moisés a Deus: Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de
vossos pais /me enviou/ a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi?
14. /E disse Deus a Moisés/: /EU SOU O QUE SOU/. /Disse mais/: Assim dirás aos filhos de Israel: /EU
SOU me enviou a vós/.
15. /E Deus disse/ mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: /O Senhor Deus de vossos pais, o
Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós/; este é meu nome
eternamente, e este é meu memorial de geração em geração.Êxodo 3:1-15

Esta passagem bíblica é talvez uma das passagens onde mais se auto revela ´´pessoalmente``.
Nestes 15 versículos encontramos:

A- A expressão Anjo do Senhor: Há referências no Antigo e Novo Testamento sobre anjos, mas
apenas no Antigo testamento é que vemos claramente aparições do Anjo do SENHOR, e de que:

a) Ele identifica-se como Deus;


b) Fala como Deus e
c) Exercita as responsabilidades de Deus.
No Novo Testamento não vemos menção alguma sobre aparições do Anjo do SENHOR.
Obviamente porque Jesus já havia encarnado, isso reforça ainda mais a ideia de que o Anjo do
Senhor era a representação de Jesus nos tempos antes dEle nascer como humano.
Aqui estão alguns textos onde O Anjo do SENHOR aparece: Gênesis 16:7-12; Cap.18; 22:11-
18; Êxodo 3:2-18; Juízes 2:1-7; 6:11-24; 13:3-22; Zacarias 3:1-7.
Em Gênesis 32:24-30 há um relato que não usa a expressão “O Anjo do SENHOR” mas a expressão
“um homem”, que logo no decorrer do texto, o próprio “homem” disse a Jacó com quem este estava
lutando e então Jacó percebeu que era o próprio Deus (O Anjo do SENHOR) manifesto em forma
humana.

B- Uma Teofania: A palavra teofania vem do grego theopháneia, que, mediante a união de dois
vocábulos, theos (Deus) e phaínein (aparecer), se define como “manifestação de Deus”. Essa
definição traz, obviamente, um conceito desconfortavelmente vago; e, infelizmente, ele é. Isso devido
ao fato de que, a rigor, a “manifestação de Deus” pode contemplar uma grande variedade de
fenômenos. Até mesmo a outorga sobrenatural de sonhos proféticos a certo personagem bíblico pode,
neste caso, ser chamada de teofania (Gn 20.3-7). Todavia, estudiosos como R. N. Champlin têm
demonstrado, mediante um criterioso estudo do Antigo Testamento, que as manifestações teofânicas,
em sua forma mais completa, são, geralmente, acompanhadas de certos elementos característicos , de
forma que tipos de manifestações como sonhos ou visões, por exemplo, são, por assim dizer,
revelações parciais ou incompletas.
De modo geral, há textos veterotestamentários que mostram manifestações teofânicas ligadas a
fenômenos naturais, encontrados, por exemplo, em Êxodo 3.2-6 e 20.18. Em outros textos, como nos
de Êxodo 23.20-23 e Isaías 63.9, manifestações teofânicas na forma do personagem Anjo do Senhor
são narradas. A maioria das referências, no entanto, traz em comum um ou alguns dos seguintes
elementos:
Elementos e Explicação das ocorrências
• Temporaneidade: As aparições de Deus serviam a um propósito específico e, tão logo esse
propósito era alcançado, o Senhor se retirava.
• Salvação e julgamento: As aparições de Deus eram frequentemente realizadas para fins de
libertação de seu povo e, às vezes, para fins de julgamento.
• Atribuição de santidade: Os locais em que Deus aparecia tornavam-se, temporariamente,
locais santos.
• Parcialidade das revelações: Os humanos não são capazes de contemplar Deus em sua
totalidade, logo, os vislumbres de Deus e sua glória sempre se mostraram parciais.
• Resposta temerosa: Uma vez que os humanos se davam conta de que presenciavam uma
manifestação de Deus, sua resposta psicológica instantânea era o medo.
• Mutação no ambiente: As manifestações divinas frequentemente promoviam um distúrbio no
ambiente natural em que ocorriam.
• Palavras teofânicas: O único motivo para as aparições de Deus era a transmissão de uma
mensagem; Deus só aparecia por ter a intenção de transmitir uma mensagem específica.

C - No v.14 Deus se revela como ´´EU SOU O QUE SOU`` cujo tetragrama é YHWH e segundo
os estudiosos é um termo polissêmico com muitas possibilidades de significados. Seja qual for a
real significação de Yahweh, é certo que Deus, revelado como YHWH, é de certa forma,
incognoscível; é santo, eterno, autoexistente, criador, que provê a vida e o fôlego a todos os seres
viventes, que quer entrar em relação de aliança com a humanidade em amor e é também o Deus
tanto transcendente, como imanente, que “visita” seu povo, que se manifesta agindo na história
humana.
Nome: ___________________________________________________.1º ANO. /06/2019

Prova de Teontologia - IBQV


1 – O Anjo do Senhor.Qual é o versículo onde aparece o ´´Anjo do Senhor`` no cap.3?

2 – Teofania. Alguns dos elementos teofânicos, citados no texto , aparecem no relato da Sarça? Cite
três.

3- O Deus que tudo vê. Encontre outra passagem em Gênesis onde está escrita que Deus vê ou viu.

4 – O Deus que brada. Cite dois exemplos de Deus ou do Anjo do Senhor bradando em Gênesis.

5 – O Deus que fala que se comunica com os seus. Quantas vezes aparece a expressão ´´Disse``
relacionada a Deus dos versículos 1 ao 15.

6 – O Deus que nos vai sendo apresentado através da conexão a certas pessoas (v.6). Em qual
expressão o autor sagrado revela esta verdade no qual ´´Deus vai se apresentando através da conexão
com pessoas``?

7 – Antropopatismos e Antropomorfimos: A antropopatismo é a atribuição de sentimentos


humanos a Deus e seres que não são humanos. O antropomorfismo confere à Deus e objetos atributos
e atos humanos, é a atribuição de caráter e formas humanas a quem não é humano. No v.7 cite três
manifestações de antropomorfismo de Deus.

8 – A partir do v. 10 o verbo ´´enviar`` é citado algumas vezes ´´revelando o aspecto de Deus


como Aquele que envia``. Quantas vezes o a palavra enviar nas suas diferentes formas aparece entre
o v.10 e o v.15.

9 – ``EU SOU O QUE SOU ``. No v.14 Deus se revela como ´´EU SOU O QUE SOU`` cujo
tetragrama é:
( ) YHWH ( ) WHYV ( ) HILM ( ) GOTT

10 – Ex. 3.1-15. O texto de Êxodo 3.1-15, fala também do Amor de Deus?


( ) Sim ( ) Não