You are on page 1of 18

{

Ex:
{
M=

[ ] [
M = A | B ~ M e = Ae | B * ]
Onde: e = matriz escalonada
* = matriz modificada
CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS QUANTO AO CONJUNTO SOLUÇÃO

Teorema

RESUMO
i) Se pM e = p Ae = n então o sistema é compatível determinado (solução única)
ii) Se pM e = p Ae < n então o sistema é compatível indeterminado (infinitas soluções)
iii) Se pM e ≠ p Ae então o sistema é incompatível

Observações:
• Sempre que um sistema possuir infinitas soluções deveremos atribuir valores a
algumas variáveis e determinar o valor das outras variáveis em função destas.
• Um sistema homogêneo é sempre compatível, pois admite, pelo menos a solução
trivial (0, 0, ..., 0).
1) Classifique e resolver o sistema por Escalonamento:
2) Classifique e resolver o sistema por Escalonamento:
Conjunto solução:

z = λ; λ ∈ ℜ
41 1 29 13
x=− + λ e y= − λ
2 4 8 8
3) Classifique e resolver o sistema por Escalonamento:
Solução de um sistema por Matriz Inversa
Observação: Um sistema com duas variáveis determina um conjunto de retas (a) e
com três variáveis um conjunto de planos (b). O ponto de interseção é a solução.

z
y

(a) (b)
Solução de um sistema: Regra de Cramer

Se AX = B é um sistema de n equações e n incógnitas, então a solução do sistema


xi é dada por:

det Ai Di
xi = =
det A D
Em que Ai é a matriz que se obtém da matriz A substituindo a coluna i pela coluna
dos termos independentes B , onde: i = 1, L , n ;

 a11 L a1i L a1n   a11 L b1 L a1n 


a L a2 i L a2 n  a L b2 L a2 n 
D = det  21 e Di = det  21
 M L M L M   M L M L M 
   
an1 L ani L ann  an1 L bn L ann 
Ex: Resolva o sistema
Observação:
Podemos converter combinações de vetores tridimensionais em Álgebra Linear.
Se os vetores são v = (1, 2, 3) e w = (1, 3, 4), posicionados nas colunas de uma matriz A.
Para encontrar as combinações dessas colunas, multiplicamos A por um vetor x = (c, d ).

1 1  1  1 
c 
Ax = 2 3   = c 2 + d 3 ⇒
  Combinação linear cv + dw
3 4  d
3 4

Essas combinações preenchem um espaço vetorial. Chamamos este espaço de


espaço-coluna da matriz A (para essa duas colunas, o espaço é um plano).
Para constatar se o vetor b = (2, 5, 7) , se encontra nesse plano, temos que resolver o
sistema:
 c+d =2

 2c + 3d = 5 A solução do sistema é: c = 1; d = 1.
3c + 4d = 7 Logo, o vetor b se encontra nesse plano!

Descrevendo sobre equações lineares Ax = b.
A matriz A possui m linhas e n colunas. A Álgebra Linear aponta diretamente para
n vetores em um espaço de m dimensões. As combinações das colunas (no
espaço-coluna) produz o vetor b.
“A interação entre linhas e colunas é o coração da Álgebra Linear (Gilbert Strang).”