Mídias na educação

Introdução

Com a leitura deste texto, quem o faz tem grande chance de identificar, na sua educação, o mau uso de mídias e outras tecnologias. Mas verá tembem que não é um problemas insolucionavel. Aqui são mostradas algumas propostas que podem trazer uma esperança do uso produtivo das mídias na educação. O uso de mídias na educação está inserido em um grupo maior chamado tecnologia na educação. Este será discutido também a fim de contrxtualizar o tema mídias na educação. Na nossa constituição há muito pouco sobre o uso de mídias na educação. Assim alguns programas surgiram para se viabilizar o seu uso na educação. O uso de mídias na educação é muito importante pois os alunos convivem diariamente com a TV, rádio e internet. Estes poderiam passar a ter uma utilidade na educação pois já fazem parte do cotidiano da maioria dos estudantes.

Aspectos legais
Procurando sobre tecnologia e mídias na LDB o que se encontra de mais relevante são os artigos que falam sobre os cursos a distância como o Art. 62 que coloca sobre a capacitação do professor no uso de tecnologias para viabilizar um curso a distância pela lei 12.056de 13 de outubro de 2009 e o Atr. 80 no 4o parágrafo inciso I para diminuir os custos na utilização de audio e vídeo se limitando a educação a distância. No PNE também se coloca as tecnologias em função da educação mas se aprofunda maisn no assunto da educação a distância. Lá se fala sobre a impotância da TV Escola e que naquele momento o treinamento dos professores estava em fase inicial. O leitor deve estar pensando: "Pelo que eu tive nos meus estudos esse treinamento não saiu da fase inicial". Nesse treinamento se incluia o uso de: televisão, vídeo, rádio e computador. A utilização de mídias é a forma mais viável para o ensino a distância, por isso eles estão tão ligados. O PNE destaca também a importância de se capacitar, para o uso das tecnologias, os futuros professores frisando que essa modalidade deve servir como auxílio mas não deve substituir as relações e relações entre o professor e o aluno. Dentre as metas do PNE algumas questões sobre tecnologia aparecem. Assegurar acessoa a TV educativa e outras redes de programação educativocultural às escolas públicas. A instalação de quantidades utópicas e capacitação de professores. Utópicas porque estamos falando de investimento em educação, área onde o descaso é grande.

Problemas

amigos e a quase mais poderosa: TV). dinamismo. uma realidade muito diferente da estagnada educação atual. Quando o aluno vê um vídeo educacional vai ser totalmente diferente do que ele estava acostumado. não atinge bem o seu objetivo. Elas têm uma natureza muito distante atualmente e precisam ser trabalhadas para que a educação também se insira nesses aparelhos (TV. A educação. O professor teme que o aluno saiba mais que ele e acaba não abrindo muito espaço para essas novas tecnologias. desenvolvimentos nessa área realmente acontecem. do que são essas mudanças. quando ele acontece. para o professos. Mas por outro lado há a vida do aluno repleta de ambientes interativos onde é muito fácil se comunicar e é tudo muito dinâmico. ocorre da mesma forma que quando não se usa novas tecnologias só que outras ferramentas. O fascinante das novas tecnologias (interação. A grande dificudade está na distãincia que existe do que representa essas mídias e o que representa a educação. computador. Algumas iniciativas para resolver o problema do uso incorreto de mídias já foi tomado. a de que aluno é traiçoeiro (se aproxima só pra conseguir nota). Integrando à educação o que já foi criado pelas empresas de filmes ou redes comerciais de TV é um caminho muito mais tangivel que diretamente passar vídeos educativos. Com a insegurança dos professores no uso das nocas tecnologias. Normalmente o aluno está mais preparado que os professores para o uso de tecnologias. Um problema enfrentado para o uso da tecnologia na educação é a estaganção em que se encontra o método de educação. A TV Escola tem uma série de vídeos chamada "Tecnologia e educação" que tem o intuito de treinar os professores para o uso produtívo de . Há vinte anos o que o aluno tinha que fazer era ir ao colégio. Até mesmo na criação de materiais é importante levar em consideração o que se está acostumado a ver nas mídias (recriando e fazendo releitusa por exemplo). E o pior é que normalmente as instituições compram os aparelhos mas não dão o treinamento adequadoaos qe o usarão. Esse trabalho pode ser feito usando o que foi mostrado de incoerente pelo vídeo relacionando a matéria estudada coim a possibilidade inclusive de interdissiplinariedade. tem a relação entre aluno e professor que ainda ocorre a idéia professor intocavel e todo poderoso e. ler e escrever coisas em seu caderno e além disso. Propostas de resolução Antes de chegar a escola.A utilização de nocas tecnologias trás muita comodidade e hagilidade em muitos casos. o estudante já passou por várias formas de educação (pelos pais. iteratividade) acaba não sendo utilizado. E toda essa educação que já acontece tem muita importância e deve ser aproveitada. neste caso. O uso atual da TV e da Internet é mais vista como forma de entertenimento (inclusive no jornalismo) e para usar estas e outras mídias na educacão oimportante ter conhecimento desta grande mudança. vídeo) como mídias viáveis. Quando se passa diretamente um vídeo educativo os alunoscostumam pensar: "A TV era legal e a escola estragou". escutar os professores. Mas não devemos ser tão pessimistas.

midiaeducacao.html.br/ que as pessoas que já trabalham com mídias em escolas compartilham sua experiências e tem espaço aberto para discussoẽs.org.ufrgs.br/prof/moran/vidsal.htm.tecnologias na educação (estes vídeo estão em domínio público). Há uma documentação de uma forma de se trabalhar o uso de vídeo em aulas em http://www.br/MidiasEducCicloAvancado/informacoes. Existe também o portal http://www.eca. . E um curso para a capacitação de professores em http://penta3.usp.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful