You are on page 1of 14

Thalyta Lopes Santos

Memorial Descritivo

Brasil
Novembro de 2018
1. Edificação
A edificação em questão é composta por:

 Sala de estar: área = 9.90𝑚2 e perímetro = 12.64𝑚


 Sala de jantar: = 7.37𝑚2 e perímetro = 11.67𝑚
 Cozinha: = 4.70𝑚2 e perímetro = 12.64𝑚
 Circulação 1: = 1.45𝑚2 e perímetro = 4.90𝑚
 Circulação 2: = 4.0𝑚2 e perímetro = 10.0𝑚
 Bancada: = 1.78𝑚2 e perímetro = 1.62𝑚
 Quarto: = 9.10𝑚2 e perímetro = 12.20𝑚
 Semi-suíte: = 10.03𝑚2 e perímetro = 14.10𝑚
 WC (SS): = 2.80𝑚2 e perímetro = 6.80𝑚
 WC: = 3.25𝑚2 e perímetro = 7.60𝑚

2. Normas Técnicas
Para este memorial utilizou-se as normas NBR5410 da ABNT e NT.001.EQTL.Normas e Padrões
da concessionária local CEMAR.

3. Levantamento de carga de iluminação

A NBR 5410/04 estabelece que:

 Quantidade mínima de pontos de luz:


Ao menos um ponto de luz por cômodo.
 Potência mínima de iluminação:
Para área inferior ou igual a 6 [m²]: Atribuir um mínimo de 100 [VA].
Para área superior a 6 [m²]: Para os primeiros 6 [m²] – 100 [VA].
Para cada acréscimo de 4 [m²]: inteiros – 60 [VA].
Para áreas externas: decisão entre cliente e projetista.
Desta forma, tem-se:

 Sala de estar: 6𝑚2 + 3.90𝑚2 = 100𝑉𝐴 + 60𝑉𝐴 = 160𝑉𝐴


 Sala de jantar: 6𝑚2 + 1.37𝑚2 = 100𝑉𝐴 + 60𝑉𝐴 = 160𝑉𝐴
 Cozinha: 4.70𝑚2 = 100𝑉𝐴
 Circulação 1: 1.45𝑚2 = 100𝑉𝐴
 Circulação 2: 4.0𝑚2 = 100𝑉𝐴
 Bancada: 1.78𝑚2 = 100𝑉𝐴
 Quarto: 6𝑚2 + 3.10𝑚2 = 100𝑉𝐴 + 60𝑉𝐴 = 160𝑉𝐴
 Semi-suíte: 6𝑚2 + 4.03𝑚2 = 100𝑉𝐴 + 60𝑉𝐴 = 160𝑉𝐴
 WC (SS): 2.80𝑚2 = 100𝑉𝐴
 WC: 3.25𝑚2 = 100𝑉𝐴
Tabela 1 - Previsão de carga de iluminação

Dimensões
Dependência Potência de iluminação (VA)
Área (m2) Perímetro (m)
Sala estar 9,90 12,64 6 + 3,90 160
sala jantar 7,37 11,67 6 + 1,37 160
Cozinha 4,70 8,70 4,7 100

Circ. 2 4,00 10,00 4 100


Bancada 1,78 1,62 1,78 100
Quarto 9,10 12,20 6 + 3,10 100
Circ. 1,45 4,90 1,45 100

Semi-suíte 10,03 14,10 6 + 4,03 160

WC (SS) 2,80 6,80 2,8 100


WC 3,25 7,60 3,25 100
Total 54,38 90,23 - 1180

4. Levantamento de carga de TUG (Tomada de Uso Geral)


A NBR 5410/04 estabelece que:

 Quantidade mínima de pontos de tomada de uso geral (TUGs):


Área igual ou inferior a 6 [m²]: mínimo de um ponto de tomada.
Salas, quartos ou cômodos com mais de 6 [m²]: uma tomada a cada 5 [m] e a fração
restante do perímetro.
Cozinhas, áreas de serviço: uma tomada a cada 3.5 [m] e a fração restante do perímetro.
Banheiro: mínimo de um ponto de tomada a distância de 60 [cm] do boxe.
 Potência mínima de tomada de uso geral (TUGs):
Banheiros, cozinhas, área de serviço: mínimo de 600 [VA] por ponto de tomada, até 3
tomadas e a cada acréscimo de tomada, 100 [VA].
Demais cômodos: atribuir no mínimo 100 [VA] por ponto de tomada.
Desta forma, tem-se

 Sala de estar: 5𝑚 + 5𝑚 + 2.64𝑚 = 3𝑇𝑈𝐺′𝑠


 Sala de jantar: 5𝑚 + 5𝑚 + 1.67𝑚 = 3𝑇𝑈𝐺′𝑠
 Cozinha: 3.5𝑚 + 3.5𝑚 + 1.7𝑚 = 3𝑇𝑈𝐺′𝑠
 Circulação 1: 1.45𝑚2 < 6𝑚2 = 1𝑇𝑈𝐺
 Circulação 2: 4𝑚2 < 6𝑚2 = 1𝑇𝑈𝐺
 Bancada: 1.78𝑚2 < 6𝑚2 = 100𝑉𝐴
 Quarto: 5𝑚 + 5𝑚 + 2.20𝑚 = 3𝑇𝑈𝐺′𝑠
 Semi-suíte: 5𝑚 + 5𝑚 + 4.10𝑚 = 3𝑇𝑈𝐺′𝑠
 WC (SS): 2.80𝑚2 < 6𝑚2 = 1𝑇𝑈𝐺
 WC: 3.25𝑚2 < 6𝑚2 = 1𝑇𝑈𝐺
Tabela 2 - Previsão de carga de tomadas de uso geral

Dimensões TUG's
Dependência
Área (m2) Perímetro (m) Quantd. Pot. (VA)
Sala estar 9,90 12,64 3 300
Sala jantar 7,37 11,67 3 300
Cozinha 4,70 8,70 3 1800
Circ. 2 4,00 10,00 1 100
Bancada 1,78 1,62 1 100
Quarto 9,10 12,20 3 300
Circ. 1,45 4,90 1 100

Semi-suíte 10,03 14,10 3 300

WC (SS) 2,80 6,80 1 600


WC 3,25 7,60 1 600
Total 54,38 90,23 20 4500

5. Levantamento de carga de TUE (Tomada de Uso Específico)


A NBR 5410/04 estabelece que:

 Quantidade mínima de pontos de tomada de uso geral (TUEs): equipamentos fixos que
geram reativo no sistema elétrico, demandado pelo morador ou por estatística de uso.
 Potência mínima de tomada de uso geral (TUEs): atribuir a potência nominal do
equipamento a ser utilizado.
O dimensionamento do condicionador de ar é feito com base em alguns critérios:

 Quantidade de pessoas presentes no ambiente


 Quantidade de equipamentos eletrônicos no ambiente
 Relação do ambiente com a exposição ao sol
Na prática, optou-se por utilizar o aparelho de 10.000BTUs para o quarto e de 12.000BTUs para
a semi-suíte. Assim:

 1 Geladeira (200W);
 1 Máquina de lavar (1000W;)
 1 Aparelho de ar condicionado 10.000 BTUs (1400W);
 1 Aparelho de ar condicionado 12.000 BTUs (1600W);
 1 Computador (300W);
 1 Chuveiro elétrico (5500W).
Tabela 3 - Previsão de carga de tomadas de uso específico

Dimensões TUE's
Dependência
Área (m2) Perímetro (m) Tipo Pot. (W)
Sala estar 9,90 12,64
Sala jantar 7,37 11,67
Geladeira 200
Cozinha 4,70 8,70
Máq. Lavar 1000
Circ. 2 4,00 10,00
Bancada 1,78 1,62
Quarto 9,10 12,20 Ar Cond. 10.000 1400
Circ 1,45 4,90
Ar.Cond. 12.000 1600
Semi-suíte 10,03 14,10
Computador 300
WC (SS) 2,80 6,80
WC 3,25 7,60 Chuveiro 5500
Total 54,38 90,23 6 10000

6. Cálculo da potência instalada

 O fator de potência para iluminação (incandescente) é unitário. Considerando


a Tabela 1, a potência aparente de iluminação é 1180 [VA], dessa forma, a
potência ativa de iluminação do projeto em questão é 1180 [W].
 O fator de potência para TUGs é de 0,8. Considerando a Tabela 2, a potência
aparente de tomadas de uso geral é de 4500 [VA], dessa forma, a potência
ativa de TUGs do projeto em questão é de 3600 [W].

𝑃𝐼𝑁𝑆𝑇𝐴𝐿𝐴𝐷𝐴 = ∑ 𝑃𝐼𝐿𝑈𝑀𝐼𝑁𝐴ÇÃ𝑂 + ∑ 𝑃𝑇𝑈𝐺𝑆 + ∑ 𝑃𝑇𝑈𝐸𝑆

= 1180 + 3600 + 10000 = 14780 𝑊

7. Tipo de fornecimento
O tipo de fornecimento e a tensão de alimentação de uma edificação são determinados à partir da
potência ativa total prevista, conforme tópicos 6.2.2 – Ligação Monofásica e 6.2.4 – Ligação
Trifásica da NT.31.001.04 – Fornecimento de Energia Elétrica em Baixa Tensão da CEMAR:

“A unidade consumidora será atendida através de 01(um) fase e 01(um) neutro – 220 V,
até o limite de 12(doze) kW – CEMAR”

“A unidade consumidora será atendida através de 03 (três) fases e 01 (um) neutro –


380/220 V, até o limite de 75 kW – CEMAR”.

De acordo com o cálculo feito no item anterior, conclui-se que o tipo de fornecimento adotado
será TRIFÁSICO (3 fases + 1 neutro), tensões de 220V e 380V.
8. Divisão em circuitos

A NBR 5410/04 estabelece que:


 Circuitos de iluminação separados dos pontos de tomada de uso geral.
 Circuitos exclusivos para tomadas de uso específico que demandam muita
corrente, acima de 10 [A].
 Os pontos de tomadas da cozinha e área de serviço devem ter circuitos que
alimentam exclusivamente estes locais.
A divisão de circuitos foi feita de forma que a potência das TUGs não ultrapasse o
máximo permitido por norma de 2500 [𝑉𝐴].

A potência total de iluminação corresponde a 1180 [𝑉𝐴] < 1800 [𝑉𝐴], porém, por
questões práticas, neste projeto foi dividido em 2 circuitos de iluminação. Considerando
as tomadas de uso específico, a potência aparente é igual à potência ativa devido ao fator
de potência unitário.

Tabela 4 - Divisão dos circuitos e potência correspondente

Circuito Potência [VA]


Local
N° Tipo Qnt. E Pot Total

1x100
Quarto
1x60

Circ. 1x100

1 Iluminação 1x100
Semi-suíte 620
1x60

WC (SS) 1x100

WC 1x100

Cozinha 1x100

Circ. 2 1x100

Bancada 1x100

2 Iluminação 1x100 620


Estar
1x60

1x100
Jantar
1x60

Quarto 3x100

3 TUG Semi-suíte 3x100 700

Circ. 1x100

Estar 3x100

Jantar 3x100
4 TUG 800
Bancada 1x100

Circ. 2 1x100
5 TUG Cozinha 3x600 1800

6 TUG WC 1x600 600

7 TUG WC (SS) 1x600 600

8 TUE Geladeira 200 200

9 TUE Máq. Lavar 1000 1000

10 TUE Ar Cond. 10000 1400 1400

11 TUE Ar Cond. 12000 1600 1600

12 TUE Computador 300 300

13 TUE Chuveiro 5500 5500

Tabela 5 - Divisão da instalação em circuitos

Circuito
Tensão [V] Potência [VA] Tipo de Sistema
Nº Tipo
1 Ilum. 220 620 Monofásico [F+N]
2 Ilum. 220 620 Monofásico [F+N]
3 TUG 220 700 Monofásico [F+N]
4 TUG 220 800 Monofásico [F+N]
5 TUG 220 1800 Monofásico [F+N]
6 TUG 220 600 Monofásico [F+N]
7 TUG 220 600 Monofásico [F+N]
8 TUE 220 200 Monofásico [F+N]
9 TUE 220 1000 Monofásico [F+N]
10 TUE 220 1400 Monofásico [F+N]
11 TUE 220 1600 Monofásico [F+N]
12 TUE 220 300 Monofásico [F+N]
13 TUE 220 5500 Monofásico [F+N]
QD - 380 15680 Trifásico [3F+N]

9. Cálculo das correntes


9.1. Cálculo da corrente dos circuitos terminais

Para o cálculo das correntes monofásicas dos circuitos terminais foi utilizada a
equação abaixo. A Tabela 6 abaixo mostra os valores de corrente calculados.

𝑺 [𝑽𝑨]
𝑰= (1)
𝑽
Tabela 6 - Corrente por circuito terminal

Circuito Potência [VA] Corrente


Tensão [V] Local
N° Tipo Qnt. E Pot Total [A]
1x100
Quarto
1x60
Circ. 1x100
1 Iluminação 220 1x100 620 2,82
Semi-suíte
1x60
WC (SS) 1x100
WC 1x100
Cozinha 1x100
Circ. 2 1x100
Bancada 1x100
2 Iluminação 220 1x100 620 2,82
Estar
1x60
1x100
Jantar
1x60
Quarto 3x100
3 TUG 220 Semi-suíte 3x100 700 3,18
Circ. 1x100
Estar 3x100
Jantar 3x100
4 TUG 220 800 3,64
Bancada 1x100
Circ. 2 1x100
5 TUG 220 Cozinha 3x600 1800 8,18
6 TUG 220 WC 1x600 600 2,73
7 TUG 220 WC (SS) 1x600 600 2,73
8 TUE 220 Geladeira 200 200 0,91
9 TUE 220 Máq. Lavar 1000 1000 4,55
Ar Cond.
10 TUE 220 1400 1400 6,36
10000
Ar Cond.
11 TUE 220 1600 1600 7,27
12000
12 TUE 220 Computador 300 300 1,36
13 TUE 220 Chuveiro 5500 5500 25,00

9.2. Cálculo da corrente do circuito de distribuição

Para o cálculo da corrente no circuito de distribuição, somam-se os valores das


potências ativas de iluminação e pontos de tomadas de uso geral (PTUGs). 𝑃𝐼𝐿𝑈𝑀𝐼𝑁𝐴ÇÃ𝑂 +
𝑃𝑇𝑈𝐺𝑆 = 1180 + 3600 = 4780 [𝑊]. Multiplica-se o valor calculado pelo fator de demanda
correspondente a esta potência de acordo com a Tabela 7 (retirada de “Instalações
Elétricas Residenciais” – Prysmian, dezembro de 2006, página 91). O fator de demanda
equivale a 0,52. Logo, 𝑷𝟏 = 𝟒𝟕𝟖𝟎 × 𝟎, 𝟓𝟐 = 𝟐𝟒𝟖𝟓, 𝟔 [𝑾].
Utilizem o manual NT.001.EQTL. Normas e Padrões para esta parte, como instruído em
sala de aula.

Tabela 7 - Fator de demanda para iluminação e PTUGs

Potência [W] Fator de Demanda


0 𝑎 1000 0,86
1001 𝑎 2000 0,75
2001 𝑎 3000 0,66
3001 𝑎 4000 0,59
𝟒𝟎𝟎𝟏 𝒂 𝟓𝟎𝟎𝟎 𝟎, 𝟓𝟐
5001 𝑎 6000 0,45
6001 𝑎 7000 0,40
7001 𝑎 8000 0,35
8001 𝑎 9000 0,31
9001 𝑎 10000 0,27
Acima de 10000 0,24
Fonte: Prysmian

O fator de demanda para as PTUEs é obtido em função do número de circuitos de


PTUEs previstos no projeto e de acordo com os valores da Tabela 9 (retirada de
“Instalações Elétricas Residenciais” – Prysmian, dezembro de 2006, página 92).
𝑃𝑇𝑈𝐸𝑆 = 19680 [𝑊]. Multiplica-se o valor das potências das PTUEs pelo fator de
demanda correspondente. Como são seis circuitos de TUEs, tem-se um fator de demanda
de 0,65. Logo, 𝑷𝟐 = 𝟏𝟎𝟎𝟎𝟎 × 𝟎, 𝟔𝟓 = 𝟔𝟓𝟎𝟎 [𝑾].

Tabela 8 - Fator de demanda para PTUEs

Número de circuitos PTUEs Fator de demanda


1 1,00
2 1,00
3 0.84
4 0,76
5 0,70
6 0,65
7 0,60
𝟖 𝟎, 𝟓𝟕
9 0,54
10 0,52

𝑃1 + 𝑃2 = 2485,6 + 6500 = 8985,6 [𝑊]


Para o cálculo da corrente do circuito de distribuição utiliza-se a equação (2).

Aqui o calculo é feito para circuitos trifásicos, no caso de vocês fica apenas 𝑰 =
𝑺[𝑽𝑨]
𝑽

𝑺[𝑽𝑨]
𝑰= (2)
√𝟑.𝑽

Dessa forma,
8985,6
𝐼𝑄𝐷 =
√3 × 380
𝐼𝑄𝐷 = 13,65 [𝐴]

Porém, de acordo com a NBR 5410/04, a corrente 𝐼𝑄𝐷 < 𝐼𝑐𝑖𝑟𝑐𝑢𝑖𝑡𝑜10 = 𝐼𝑐𝑖𝑟𝑐𝑢𝑖𝑡𝑜11 é
incoerente, logo, desconsideraremos o fator de demanda das TUEs. E então, 𝑃1 =
2485,6 [𝑊] e 𝑃2 = 10000 [𝑊]. Logo, 𝑃𝑄𝐷 = 𝑃1 + 𝑃2 = 12485,6 [𝑊] e

12485,6
𝐼𝑄𝐷 =
√3 × 380

𝐼𝑄𝐷 = 18,97 [𝐴]

Tabela 9

Circuito Potência [VA] Corrente


Tensão [V] Local
N° Tipo Qnt. E Pot Total [A]
Quarto 1x100
Circ. 1x100
1x100
1 Ilumincação 220 Semi-suíte 560 2,55
1x60
WC (SS) 1x100
WC 1x100
Cozinha 1x100
Circ. 2 1x100
Bancada 1x100
2 Ilumincação 220 1x100 620 2,82
Estar
1x60
1x100
Jantar
1x60
Quarto 3x100
3 TUG 220 Semi-suíte 3x100 700 3,18
Circ. 1x100
Estar/Jantar 5x100
4 TUG 220 700 3,18
Bancada 1x100
Circ. 2 1x100
5 TUG 220 Cozinha 3x600 1800 8,18
6 TUG 220 WC 1x600 600 2,73
7 TUG 220 WC (SS) 1x600 600 2,73
8 TUE 220 Geladeira 200 200 0,91
9 TUE 220 Máq. Lavar 1000 1000 4,55
10 TUE 220 Ar Cond. 10000 1400 1400 6,36
11 TUE 220 Ar Cond. 12000 1600 1600 7,27
12 TUE 220 Computador 300 300 1,36
13 TUE 220 Chuveiro 5500 5500 25,00
Quadro de
Distribuição 380 8985,6 18,97
distribuição

10. Cálculo do número de circuitos agrupados


Para realizar o cálculo do número de circuitos agrupados, basta analisar a planta baixa da
edificação e verificar o agrupamento de circuitos por eletroduto. Deste modo, tem-se:

11. Dimensionamento da seção dos eletrodutos

O dimensionamento da seção dos eletrodutos pode ser feito de três formas:


 Critério da seção técnica
 Critério da capacidade de condução de corrente
 Critério da queda de tensão.
Para este projeto, serão considerados os dois primeiros critérios, visto que o terceiro
é mais utilizado em aplicações industriais.
O Critério da seção térmica estabelece a seção de 1,5m [m²] para condutores
correspondentes a circuito de Iluminação e seção de 2,5 [mm²] para condutores
correspondentes a circuito de Força. Conforme a Tabela 10.

Tabela 10 - Critério da seção mínima segundo a NBR5410/04

Seção Mínima de Condutores


Tipo de Circuito Seção Mínima [mm²]
Iluminação 1,5
Força 2,5

A Tabela 18 (retirada de “Instalações Elétricas Residenciais” – Prysmian, dezembro


de 2006, página 97) apresenta a definição da seção dos condutoes pelo Critério de
Capacidade de Condução de Corrente, que leva em conta o número de circuitos agrupados
e a Corrente Nominal do Disjuntor.

Tabela 11 - Critério de condução de corrente

Corrente nominal do disjuntor [A]


Seção dos
Condutores 2 circuitos 3 circuitos 4 circuitos
1 circuito por
[mm²] por por por
eletroduto
eletroduto eletroduto eletroduto
1,5 15 10 10 10
2,5 20 15 15 15
4 30 25 20 20
6 40 30 25 25
10 50 40 40 35
16 70 60 50 40
25 100 70 70 60
35 125 100 70 70

A Tabela 12 apresenta os valores adequados para cada circuito considerando cada um dos critérios
supracitados.

Proteção
[mm2]
condu
Agrup
Núme

Seção
Circui
ro de

tores

Tensão Corrente
ados
dos
tos

Local Potência [VA]


[V] [A]
Circuito
nominal [A]
Número de

Corrente
polos
Tipo
N° Tipo Qnt. E Pot Total

Quarto 1x100
Circ. 1x100
1x100 DTM 10
Semi-suíte 1
1 Iluminação 220 1x60 560 2,55 3 1.5 + 25
2
IDR
WC (SS) 1x100
WC 1x100
Cozinha 1x100
Circ. 2 1x100 10
Bancada 1x100 25
DTM
1x100 1
2 Iluminação 220 620 2,82 3 1.5 +
Estar 2
1x60 IDR
1x100
Jantar
1x60
Quarto 3x100 DTM 10
1
3 TUG 220 Semi-suíte 3x100 700 3,18 3 1.5 + 25
2
Circ. 1x100 IDR
Estar/Jantar 5x100 DTM 10
1
4 TUG 220 Bancada 1x100 700 3,18 3 1.5 + 25
2
Circ. 2 1x100 IDR
DTM
1 10
5 TUG 220 Cozinha 3x600 8,18 3 1.5 +
2 25
1800 IDR
DTM
1 10
6 TUG 220 WC 1x600 600 2,73 1 1.5 +
2 25
IDR
DTM
1 10
7 TUG 220 WC (SS) 1x600 600 2,73 2 1.5 +
2 25
IDR
DTM 10
1
8 TUE 220 Geladeira 200 200 0,91 2 1.5 + 25
2
IDR
DTM 10
1
9 TUE 220 Máq. Lavar 1000 1000 4,55 2 1.5 + 25
2
IDR
DTM 10
Ar Cond. 1
10 TUE 220 1400 1400 6,36 1 1.5 + 25
10000 2
IDR
DTM 10
Ar Cond. 1
11 TUE 220 1600 1600 7,27 2 1.5 + 25
12000 2
IDR
DTM 10
1
12 TUE 220 Computador 300 300 1,36 1 1.5 + 25
2
IDR
10
13 TUE 220 Chuveiro 5500 5500 25,00 2 4 DTM 1
20k
Quadro de 8985,6 3
Distribuição 380 18,97 DTM 40
distribuição 3
12. ashkdgka