You are on page 1of 21

IMPRESSO EM:

11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS -


UFGD 2015
1) Paciente do sexo masculino, 63 anos, procura serviço médico por fraqueza progressiva há 6 meses. Refere ainda
perda de 8 kg nesse período e diarreia recorrente. Ao exame físico: Pálido ++/4+, Anictérico, emagrecido, PA =
150/80 mmHg, RCR2T, FC 100 bpm, Abdome: Flácido, com massa móvel, dolorosa, palpável em FID. Ausência de
edemas. Seu Hemograma inicial mostra Hb 8,2 g/dl, VCM 70 fl e HCM 21, leucócitos = 6800/mm³ (Eosinófilos 2%,
Segmentados 68%, Linfócitos 22%, Monócitos 8%), Plaquetas 580.000/mm³. Qual dos perfis abaixo é adequado ao
caso?
A) Ferro sérico normal, índice de saturação de transferrina aumentado, ferritina baixa.
B) Ferro sérico baixo, índice de saturação de transferrina aumentado, ferritina baixa.
C) Ferro sérico, índice de saturação de transferrina e ferritina diminuídos.
D) Ferro sérico baixo, índice de saturação de transferrina diminuído e ferritina elevada.
E) Ferro sérico e índice de saturação normais, ferritina elevada.

2) Paciente masculino, 68 anos, sem comorbidades significativas, apresenta achado de exame físico de
esplenomegalia (6 cm abaixo do RCE). Seu hemograma mostra: Hb 14 g%, Leucócitos 78.000/mm³ (Blastos 2%,
promielócitos 3%, mielócitos 7%, meta 8%, bastões 10%, segmentados 45%, eosino 3%, baso 5%, linfo 15%, mono
2%),Plaquetas:850.000/mm³. Qual a conduta adequada ao caso?
A) Solicitar recoleta, pois o quadro clínico não é compatível com o exame.
B) Encaminhar o paciente ao Pronto-Socorro, pois se trata de reação leucemoide.
C) Solicitar pesquisa do gene de fusão BCR abl por PCR em sangue periférico.
D) Solicitar Cariótipo com Banda G de sangue periférico.
E) Indicar tratamento imediato com mesilato de imatinibe.

3) Paciente masculino, 76 anos, procura Serviço de Pronto Atendimento com história de fraqueza progressiva há 15
dias. Há 7 dias, observou equimoses esparsas não relacionadas a traumas. Há 2 dias, iniciou com febre e queda do
estado geral. Antecedente de DM e HAS há 5 anos, usando Metformina e Losartan. O exame físico mostra palidez
+++/4+, Tax = 38,4 C, PA = 90/60 mmHg, FC 120 bpm, ausência de linfonodomegalias, abdome flácido com baço
palpável 3 cm RCE, equimoses grandes esparsas pelo corpo. O Hemograma inicial mostra: Hb 7 g% VCM 90,
Leucócitos 1.700/mm³ (30% neutrófilos, linfócitos 65% e Monócitos 5%), Plaquetas 20.000/mm³. Qual a conduta?
A) Triagem de foco infeccioso, iniciar antibioticoterapia empírica e indicar punção aspirativa de medula óssea.
B) Triagem de foco infeccioso, iniciar antibioticoterapia empírica e solicitar sorologias para hepatites crônicas e
leishmaniose.
C) Triagem de foco infeccioso e indicar antibioticoterapia empírica, aguardar o antibiograma e observar evolução.
D) Iniciar antibioticoterapia empírica imediata e indicar transfusão de concentrado de hemácias e plaquetas.
E) Transfusão de concentrado de hemácias e plaquetas e indicar biópsia de medula óssea.

4) E.A.B., 20 anos, dá entrada em Serviço de Pronto Atendimento queixando-se de fraqueza progressiva nos últimos
15 dias, com sintomas aos pequenos esforços há 2 dias. Ao exame físico, apresenta palidez cutâneo-mucosa =
+++/4+, icterícia = +/4+, PA = 110/60 mm³, FR = 25 mrpm FC = 125 bpm RCR2T MV fisiológico bilateral, abdome:
ponta de baço palpável, ausência de púrpuras e edemas. Seu Hemograma mostra: Hb = 5,0 g/dl VCM = 105 fl,
leucócitos = 12.300 (Segmentados = 80% Linfócitos = 15% e Monócitos = 5%), Plaquetas:405.000/mm³. Qual a
abordagem diagnóstica?
A) Solicitar dosagem de Vitamina B12 e ácido fólico.
B) Indicar punção aspirativa de medula óssea.
C) Solicitar contagem de reticulócitos, LDH e Sorologias para Hepatites.
D) Solicitar contagem de reticulócitos, LDH e Eletroforese de Hemoglobina.
E) Solicitar contagem de Reticulócitos, LDH e Teste de Coombs direto.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

5) Paciente, 29 anos, dá entrada no serviço de emergência devido a quadro convulsivo com características clônico-
tônicas há 30 minutos. Familiares referem história de perda ponderal importante nos últimos meses e há 2 dias perda
de força em membro superior direito. Você solicita entre outros exames o teste rápido para HIV que resulta como
positivo. Qual a melhor conduta nesse caso?
A) Iniciar terapia com manitol e corticoide associado a anticonvulsivantes.
B) Iniciar piremetamina e anfotericina empiricamente até resultado dos exames.
C) Realizar coleta de líquido cefalorraquidiano e iniciar empiricamente sulfadiazina associado à piremetamina.
D) Realizar tomografia computadorizada de crânio após estabilização clínica.
E) Realizar coleta de líquido cefalorraquidiano após estabilização clínica.

6) Paciente com quadro de febre há 2 dias (temperatura máxima 39 graus) associada à intensa mialgia e artralgia.
Associado refere cefaleia e surgimento de exantema macular não pruriginoso. A artralgia é predominante de grandes
e médias articulações sem sinais de artrite. Traz o resultado de hemograma mostrando: Hb: 12,0 g/dl, Leucócitos:
5.300 (Segmentados 55% Linfócitos 40 % e Monócitos 5%), Plaquetas: 285.000/mm³. Qual a hipótese diagnóstica?
A) Febre do Chikungunya.
B) Febre Hemorrágica da Dengue.
C) Doença de Kawasaki.
D) Sífilis secundária.
E) Hepatite viral.

7) Paciente idoso, diabético e hipertenso, portador de insuficiência renal crônica dialítica em regime de hemodiálise
três vezes por semana, inicia quadro de tosse, febre e dispneia. O médico assistente diagnostica pneumonia. Qual a
melhor classificação e conduta?
A) Pneumonia adquirida na comunidade - antibiótico oral e reavaliação diária.
B) Pneumonia hospitalar - antibiótico endovenoso de amplo espectro e internação em UTI.
C) Pneumonia adquirida na comunidade - antibiótico endovenoso e internação em enfermaria.
D) Pneumonia associada a serviço de saúde - antibiótico endovenoso de espectro mais amplo e internação
hospitalar.
E) Pneumonia associada a serviço de saúde - antibiótico oral e tratamento domiciliar.

8) Paciente AP, 50 anos, SIDA, internado com quadro de leishmaniose visceral, em tratamento com Anfotericina B,
com quadro de hipocalemia refratária à reposição endovenosa. Encontra-se clinicamente estável, afebril, sem
náuseas, vômitos ou diarreia. Qual das condutas a seguir deverá ser instituída imediatamente, visto que o paciente
apresenta os seguintes exames: Creatinina 0,5 mg/dl; Ureia: 23 mg/dl; Sódio 142 mEq/dl; potássio: 3,0 mEq/dl; Hb:10;
Ht:31.
A) Troca do esquema anti-retroviral.
B) Dosagem de magnésio.
C) Suspensão da anfotericina.
D) Acesso central e aumentar a concentração de potássio na reposição.
E) Diurético de alça.

9) J.A.S., 63 anos, sexo feminino, portadora de diabetes mellitus, hipertensão arterial, doença renal crônica estágio 3,
comparece para consulta ambulatorial com níveis pressóricos acima da meta e edema de membros inferiores. No
momento, em uso de losartana 50 mg 12/12h. Exames: Hb: 12,2; Ht: 36; Creatinina 1,5 mg/dl; Uréia 40; Sódio: 137
mEq/dl; Potássio: 4,4 mEq/dl; Proteinúria 24: 1800 mg/24h; Hemoglobina glicosilada 6,2%. Com base nesses dados,
qual das seguintes classes de anti-hipertensivos está contraindicada para essa paciente?
A) Diurético tiazídico.
B) Diurético poupador de potássio.
C) Beta bloqueador.
D) Inibidor de enzima de conversão da angiotensina.
E) Bloqueador de canal de cálcio.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

10) J.A.S., 63 anos, sexo feminino, portadora de diabetes mellitus, hipertensão arterial, doença renal crônica estágio
3, comparece para consulta ambulatorial com níveis pressóricos acima da meta e edema de membros inferiores. No
momento, em uso de losartana 50 mg 12/12h. Exames: Hb: 12,2; Ht: 36; Creatinina 1,5 mg/dl; Uréia 40; Sódio: 137
mEq/dl; Potássio: 4,4 mEq/dl; Proteinúria 24: 1800 mg/24h; Hemoglobina glicosilada 6,2%. Com base nesses dados,
qual das seguintes classes de anti-hipertensivos está contraindicada para essa paciente?
A) Lesões mínimas.
B) Glomerulonefrite membrano-proliferativa.
C) Lupus like.
D) Glomerulonefrite por lgA.
E) Glomeruloesclerose segmentar e focal.

11) G.T., 67 anos, sexo masculino, previamente HAS, interna com quadro de pielonefrite, evoluindo com choque
séptico, com necessidade de IOT e doses altas de drogas vasoativas. Gasometria arterial com os seguintes
parâmetros: pH: 7,25; HCO3: 12; PaO2:70; PaCO2: 32; BE-10, em FiO2 de 0,4. Qual dos seguintes distúrbios
acidobásicos é encontrado?
A) Acidose metabólica com alcalose respiratória.
B) Acidose metabólica pura.
C) Acidose metabólica com acidose respiratória.
D) Alcalose metabólica com acidose respiratória.
E) Alcalose respiratória com acidose metabólica.

12) Um homem de 85 anos é trazido por seus familiares à emergência com quadro de perda acentuada de peso há
seis meses, dor abdominal e diarreia sanguinolenta. Há 24 horas, surgiu constipação intestinal, distensão abdominal e
náuseas. Considerando a hipótese diagnóstica, assinale a alternativa que se esperaria encontrar no exame físico:
A) Abdome globoso à custa de ascite com piparote positivo e macicez móvel.
B) Adome globoso à custa de distensão gasosa, hipertimpanismo com massa palpável em flanco e fossa ilíaca direita
de consistência pétrica, RHA aumentados.
C) Abdome escavado com massa palpável em fossa ilíaca esquerda, RHA reduzidos, DB positivo.
D) Abdome escavado com massa palpável em fossa ilíaca esquerda, RHA presentes e normais.
E) Abdome em tábua com RHA abolido, com impossibilidade de palpação pela dor.

13) Adolescente de 15 anos, sexo masculino, procura atendimento por aumento do volume abdominal há 4 meses.
Queixa-se de astenia e anorexia e febre baixa diária. Diz ter emagrecido 9 kg no período. No exame físico, está
descorado 3+/4+, icterícia ++/++++. Assinale a alternativa que apresenta o diagnóstico e o achado no exame físico
abdominal esperado.
A) Leishmaniose visceral, hepatomegalia dolorosa e esplenomegalia volumosa.
B) Linfoma, múltiplas massas abdominais palpáveis.
C) Cirrose com hipertensão portal, piparote positivo e circulação colateral do tipo porta.
D) Câncer de cólon, abdome escavado com massa palpável em hipocôndreo esquedo.
E) Tuberculose com ascite neoplásica, piparote positivo.

14) Mulher, 67 anos, tem antecedente hígido e decide procurar consultório de Clínica Médica para realização de um
chek-up, já que a última procura ao médico faz três anos. É tabagista carga de 70 maços/ano. Exame clínico: PA =
138 x 88 mmHg; FC = 92 bpm; IMC = 28 kg/m², Semiologia cardíaca, pulmonar, abdominal e de membros inferiores
sem alterações. Assinale a alternativa INCORRETA:
A) A paciente preenche critérios de síndrome metabólica.
B) O rastreamento de câncer colorretal pode ser solicitado para essa paciente, sangue oculto nas fezes ou
colonoscopia.
C) A mamografica e a colpocitologia oncótica devem ser solicitadas.
D) Em relação à imunização, recomenda-se a vacinação para pneumococo, influenza ou gripe e a dupla adulta.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

E) Faz parte dos exames de check-up, solicitar a densitometria óssea.

15) Paciente do sexo masculino,16 anos, internado com queixa de "pele vermelha e descamando há quatro
semanas". Há dois meses, relata ter sofrido traumatismo cranioencefálico e por episódios de convulsão foi medicado
com fenitoína. O quadro iniciou com febre acompanhada por rash inicialmente em membros superiores que se
disseminou para tronco e progressivamente para todo o corpo, incluindo face. Ao exame, febre (38,2°C) e edema
periorbitário acompanhados por queda do estado geral e adenopatia inguinal bilateral dolorosa. Exame
cardiovascular, respiratório e abdome sem alterações. Laboratório: Hb: 14, 5 g/dl; HT: 42%; Leucocitose (17.000
leucócitos/mm³); Eosinofilia (21%); TGO = 190 (VN: 12-46); TGP = 140 (VN: 3.0-50); GGT = 90 (VN: 12.5-54); Fosfatase
alcalina = 302 (VN: adultos 65-300). Qual é a hipótese diagnóstica?
A) Sepse;
B) Sífilis;
C) Toxoplasmose;
D) Tuberculose;
E) Síndrome de Dress.

16) Paciente com artrite reumatoide com DAS 28 = 5,33, apesar do uso de terapêutica otimizada com DMARDS
sintéticos. Você opta por iniciar terapêutica biológica com anti-TNF para controle da doença. Quais exames são mais
importantes solicitar antes de iniciar a medicação?
A) Fator reumatoide, RX de mãos, Urina I e enzimas canaliculares.
B) Transaminases, hemograma, sorologia para citomegalovírus e toxoplasmose.
C) Hemograma, transaminases, RX de tórax e PPD.
D) Parasitológico de fezes, creatinina, transaminases e hemograma.
E) Anti-CCP, fator reumatoide e Waaler-Rose.

17) Paciente com artrite reumatoide em uso de metotrexate 25 mg/semana, prednisona 10 mg/dia, leflunomida 20
mg/dia, hidroxicloroquina 400 mg/dia e nimesulida 100 mg 12/12h apresentando quadro de sinovite em punhos,
cotovelos e joelhos, além de PCR 12 e VHS 58. Qual a melhor opção terapêutica para controle da doença?
A) Aumentar a dose da prednisona.
B) Aumentar a dose de metotrexate.
C) Associar sulfassalazina.
D) Iniciar anti-TNF.
E) Iniciar anti-CD20.

18) Paciente masculino, 36 anos, com quadro de dor em joelho D com derrame articular volumoso, limitação
funcional importante associada à eritema e aumento de temperatura local. Você fez o diagnóstico de monoartrite e
decidiu realizar artrocentese para diagnóstico de artrite séptica. Qual a análise abaixo confirmaria o diagnóstico de
artrite séptica?
A) Leucócitos entre 10,000 e 100,000 com predomínio de polimorfonucleares.
B) Leucócitos > 100,000 com predomínio de polimorfonucleares.
C) Leucócitos entre 10,000 e 100,000 com predomínio de polimorfonucleares e glicose normal.
D) Líquido sinovial com aumento de viscosidade e cor amarelo citrino.
E) Leucócitos 10.000 com 75% de polimorfonucleares.

19) Paciente, 72 anos, com queixa de dor em IFP e IFD das mãos, tendo sido encaminhada pela unidade básica de
saúde para avaliação no ambulatório de reumatologia. Trouxe exames solicitados anteriormente, entre os quais: (VER
IMAGEM). Tendo, essas informações, qual a principal hipótese diagnostica?

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

A) Febre reumática, visto ASLO aumentado.


B) Lúpus Eritematoso Sistêmico, visto FAN 1/80 nuclear pontilhado fino.
C) Artrite reumatoide, visto dor em mãos e fator reumatoide positivo.
D) Osteoartrite de mãos, visto quadro clínico e perfil epidemiológico da paciente.
E) Sobreposição de Lúpus Eritematoso Sistêmico e Artrite reumatoide.

20) Paciente, 19 anos, com quadro de poliartralgia e polimialgia há 2 anos, refere sono não restaurador associado ao
quadro clínico. Nega sinais de artrite. Nega febre. Ao exame físico, não apresenta sinais de artrite e o exame físico
sistêmico está inalterado. Com base nessas informações, escolha a alternativa CORRETA:
A) O diagnóstico é Fibromialgia, não é necessário realização de exames complementares e deve-se inciar o
tratamento com antidepressivos, sendo a sertralina a primeira escolha.
B) A principal hipótese diagnóstica é Fibromialgia e deve-se solicitar Hemograma, TSH, provas de atividade
inflamatória para avaliação inicial do caso e exclusão de diagnósticos diferenciais.
C) O exame de FAN é fundamental para análise diagnóstica e sua positividade confirma o diagnóstico de LES.
D) O encontro de resultado de TSH alterado não tem relação causal com o quadro clínico.
E) Deve-se solicitar avaliação da ortopedia, visto a queixa de dor articular.

21) O encontro de velocidade sistólica máxima acima de 1,5 múltiplos da mediana para a idade gestacional, nas
artérias umbilicais indica:
A) anemia fetal grave.
B) hidropsia fetal.
C) centralização hemodinâmica fetal.
D) risco de doença hipertensiva específica da gravidez.
E) nenhuma das anteriores.

22) Para distócia de ombro, não é indicado:


A) pressão abdominal supra púbica.
B) fórcipe de alívio.
C) hiperflexão das coxas sobre o abdome materno.
D) rotação do ombro anterior.
E) liberação do ombro posterior.

23) O polihidrâmnio não se associa com:


A) agenesia renal.
B) atresia de eôfago.
C) diabetes materna.
D) atresia instestinal alta.
E) hidropsia fetal.

24) Feto de gestante isoimunizada mostra padrão sinusoidal à cardiotocografia. Isso indica:
A) ausência de gravidade da doença fetal.
B) falso positivo do método.
C) falso negativo do método.
D) necessidade de titulação do Coombs indireto.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

E) gravidade extrema da doença fetal.

25) Dentre os achados da dopplervelocimetria, aquele que tem associação grave com hipoxia e acidose é:
A) incisura protodiastólica nas artérias uterinas.
B) centralização hemodinâmica fetal.
C) pulsação nas artérias umbilicais.
D) ducto venoso com onda A negativa.
E) cerebral média fetal com resistência aumentada.

26) Não compõe o perfil biofísico fetal clássico de Manning:


A) Cardiotocografia.
B) Dopplervelocimetria.
C) Tônus muscular fetal.
D) Movimentação fetal.
E) Movimentação respiratória fetal

27) Não é causa de hidropsia fetal não imune:


A) Infecção por parvovírus.
B) Sensibilização pelo fator D.
C) Toxoplasmose.
D) Cromossomopatias.
E) Obstruções intestinais.

28) Gestante de 35 anos, com 2 partos prévios, moradora em zona rural, que mostra sorologia para toxoplasmose
com lgG positiva e IgM negativa, deve receber a seguinte conduta:
A) Pesquisa de avidez de IgG.
B) Tratamento imediato com esquema tríplice até o parto.
C) Tratamento imediato com Espiramicina até o parto.
D) Não é necessário nenhum tratamento.
E) Cordocentese ou PCR de líquido amniótico.

29) Na assistência ao parto pélvico, o mais frequente fator de distócia é:


A) distócia de ombro.
B) deflexão da cabeça.
C) cordão curto limitando alça de cordão.
D) extração do pólo pélvico.
E) desprendimento da cintura escapular.

30) A síndrome de transfusão feto-fetal em gestão dupla implica, necessariamente, que seja:
A) Monocoriônica.
B) Biamniótica.
C) Monocoriônica e monoaminiótica.
D) Dicoriônica.
E) Dicoriônica e monoamniótica.

31) Na aplicação do fórcipe de Kielland, em OET, o primeiro ramo a ser locado será:
A) anterior E.
B) anterior D.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

C) posterior D.
D) posterior E.
E) o fócipe de Kielland não é o indicado.

32) As hidropsias fetais imunológicas se associam com:


A) Cardiopatia fetal.
B) Parvovirose.
C) Sensibilização ao fator Kell.
D) Diabetes.
E) Atresia de esôfago.

33) Na detecção de Coombs indireto positivo em gestante, durante o pré-natal deve-se:


A) administrar imunoglobulina anti-D (ex. RhoGam).
B) buscar a identificação do anticorpo detectado.
C) realizar amniocentese.
D) realizar estudo dopplervelocimétrico da artéria umbilical fetal.
E) nenhuma conduta é necessária.

34) A presença de tremores e calafrios após a dequitação indica:


A) fenômeno normal.
B) infecção puerperal.
C) infecção urinária
D) mastite.
E) febre do leite.

35) A avaliação ultrassonográfica fetal até 14 semanas, que mostra risco de aneuplodia detecta:
A) translucência nucal aumentada.
B) osso nasal com dimensão aumentada.
C) comprimento cabeça nádega aumentado.
D) líquido amniótico aumentado.
E) dopplevelocimetria da artéria umbilical com resistência aumentada.

36) O tratamento da gonorreia preconizado pelo Ministério da Saúde no Brasil é:


A) Penicilina Cristalina.
B) Tetraciclina.
C) Clindamicina.
D) Cefitriaxona.
E) Cloranfenicol.

37) A principal via de disseminação do câncer de ovário é:


A) Hematogênica.
B) Linfático.
C) Invasão Paremetrial.
D) Disseminação em Cavidade Celômica.
E) Hematogênica e Linfática.

38) A principal causa de vaginose bacteriana é:


A) Streptococcus;

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

B) Staphylococcus;
C) Anaeróbios;
D) Aeróbios;
E) Clostridium.

39) Dos tumores ovarianos abaixo, qual é o de origem germinativa?


A) Cistoadenocarcinoma Seoso.
B) Cistoadenocarcinoma Mucinoso.
C) Tumor Endometrióide.
D) Tumor de Brener.
E) Coriocarcinoma.

40) O mais frequente tipo Histológico do Carcinoma de Mama é:


A) Carcinoma Lobular.
B) Carcinoma Ductal In-sito.
C) Carcinoma Ductal Invasivo.
D) Carcinoma de Células Claras.
E) Carcinoma Tubular.

41) Lactente com 2 meses de vida, sexo masculino, em consulta puericultura você identifica hérnia inguinal e
hidrocele. Quanto à orientação aos pais, assinale a alternativa CORRETA:
A) Cirurgia de hérnia inguinal deve ser imediatamente ao diagnóstico.
B) A correção de hidrocele comunicante é expectante até 2 anos de idade.
C) Tanto a hérnia inguinal como a hidrocele devem ser corrigidas após 2 anos de idade.
D) Orienta os pais que em recém-nascido prematuro a presença de hidrocele e de hérnia inguinal é comum.
E) A correção de hidrocele não comunicante deve ser corrigida imediatamente.

42) Em consulta ambulatorial de rotina, RN com 15 dias de vida em aleitamento materno exclusivo, apresenta ao
exame físico: lesões microvesiculares claras ou vermelhas localizadas em face, pescoço e tronco. Qual diagnóstico
correto para esse caso e o respectivo tratamento?
A) Intolerância à lactose presente em leite materno - suspende-se o leite materno.
B) Intolerância à lactose presente em leite materno - não se suspende o leite materno.
C) Impetigo bolhoso por estafilococo - iniciar cefalexina VO.
D) Impetigo vesicopustular causado pelo estreptococo beta-hemolítico - iniciar cefalexina VO.
E) A miliária é um problema cutâneo comum nessa faixa etária - iniciar com tratamento tópico.

43) Pré-escolar deu entrada na emergência com cefaleia, febre e vômitos. Ao exame físico, rigidez de nuca e
toxemiado. Após punção liquórica, você faz diagnóstico de meningite meningocócica. A melhor conduta é:
A) Penincilina Cristalina e tratar os comunicantes com rifampicina.
B) Ceftriaxona e tratar os comunicantes em 24h, exceto o caso-índice após alta hospitalar, uma vez que esse
antibiótico erradica a colonização nasofaríngea.
C) Meningococcemia com rigidez de nuca tem pior prognóstico.
D) Penicilina cristalina e não tratar os comunicantes e o caso-índice com rifampicina.
E) Ceftriaxona, iniciar rifampicina aos comunicantes em 24 horas, e o caso-índice após alta hospitalar.

44) Adolescente de 14 anos, sexo masculino, em consulta ambulatorial por atraso puberal e baixa estatura, segundo
informa a mãe. Ao exame físico, encontra-se em G2P2 e com estatura no percentil 50 na curva NCHS (estatura alvo
encontra-se no percentil 75). Qual a conduta mais adequada para esse caso?
A) Solicitar radiografia de idade óssea, tomografia de crânio, dosagens de LH, FSH, testosterona e/ou estradiol.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

B) Solicitar radiografia de idade óssea apenas.


C) Solicitar radiografia de idade óssea, tomografia de crânio, dosagens de LH, FSH, testosterona e/ou estradiol e GH.
D) Solicitar radiografia de idade óssea, tomografia de crânio, dosagens de LH, FSH, testosterona e/ou estradiol e GH
basal e após estímulo com clonidina.
E) Solicitar radiografia de idade óssea, tomografia de crânio, dosagens de LH, FSH, testosterona e/ou estradiol e GH
basal e após exercício físico.

45) Pré-escolar em consulta ambulatorial, segundo a mãe, após férias escolares na praia, apresenta lesões na pele,
localizadas em pés e nádegas. Assinale a alternativa correta que justifica o seu diagnóstico:
A) Lesões serpiginosas em extremidades, causadas pelas larvas de ancilóstomo, confirmam o diagnóstico.
Tiabendazol é a droga de escolha.
B) Lesões papulosas, lineares e migratórias localizadas em nádegas, confirmam o diagnóstico. Tiabendazol é a droga
de primeira escolha.
C) Lesões serpiginosas e papulosas em extremidades e em nádegas, causadas pelas larvas de ancilóstomo, confirmam
o diagnóstico. Tiabendazol é a droga de escolha.
D) Lesões serpiginosas e papulosas em extremidades e em nádegas, causadas pelas larvas de ancilóstomo, confirmam
o diagnóstico. abendazol é a droga de escolha.
E) Lesões papulosas, lineares e migratórias localizadas em nádegas confirmam o diagnóstico. Albendazol é a droga
de primeira escolha.

46) RN, pré-termo, após reanimação neonatal, é encaminhado para a UTI Neo. Dentre os fatores abaixo, assinale
aquele que é fator pós-natal para a Membrana Hialina:
A) Asfixia perinatal.
B) Cesária eletiva.
C) Prematuridade.
D) Diabetes gestacional.
E) Hipoglicemia.

47) RN, pré-termo, (36 semanas de idade gestacional), parto normal sem intercorrências com 12h de vida, evolui com
crise convulsiva e apneia. Transferido para UTI Neonatal. Após dosagem sérica de eletrólitos, verifica-se hipocalcemia.
Dentre as alternativas abaixo, é causa precoce de hipocalcemia:
A) Prematuridade.
B) Hipofosfatenemia.
C) Hipoparatireoidismo.
D) Hiperfosfatenemia.
E) Deficiência de vitamina D.

48) Qual a droga de primeira escolha para tratamento profilático em lactente com história pregressa de ITU de
repetição?
A) Nitrofurantoína.
B) Sulfametaxol + trimetropim.
C) Cefalosporina de primeira geração.
D) Acido nalidixico.
E) Levofloxacina.

49) RN internado na UTI neonatal evoluiu para septicemia. Assinale a alternativa correta:
A) Infecção bacteriana de principal causa de morbidade e mortalidade neonatal. Sendo 40% dos casos por infecção
por Gram-negativos. Ocorre nos primeiros 6 dias de vida, sendo diagnóstico precoce difícil, devido à baixa
sensibilidade de exames de cultura, como exemplo, a hemocultura.
B) Infecção bacteriana de principal causa de morbidade e mortalidade neonatal. Sendo 40% dos casos por infecção

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

por Gram-negativos. Ocorre nos primeiros 6 dias de vida, sendo diagnóstico precoce de suma importância para
sucesso do tratamento. A hemocultura faz o diagnóstico definitivo.
C) Infecção bacteriana de principal causa de morbidade e mortalidade neonatal. Sendo 28% dos casos por infecção
por Gram-negativos. Ocorre nos primeiros 6 dias de vida, sendo diagnóstico precoce difícil, devido à baixa
sensibilidade de exames de cultura, como exemplo, a hemocultura.
D) A sepse neonatal precoce, por sua vez, é relacionada a germe hospitalar.
E) Em parto gemelar, o segundo é mais suscetível à sepse neonatal precoce.

50) O avanço em US fetal tem permitido uma abordagem mais precoce e dessa forma prevenir complicações
causadas por uropatias congênitas. Assinale a alternativa correta quanto à causa mais comum de Hidronefrose fetal:
A) Obstrução de junção ureteropélvica.
B) Refluxo vesicoureteral.
C) Bexiga neurogênica.
D) Valvula de uretra posterior.
E) Rins policísticos.

51) Em consulta de rotina, mãe refere que seu filho está muito pálido e com falta de apetite. Solicita a você exame
de sangue. De acordo com as diretrizes de triagem para anemia ferropriva. Qual é a melhor conduta?
A) Solicitar hemograma e ferretina para todos lactentes independente da idade gestacional.
B) Solicitar hemograma e ferretina apenas aos lactentes pré-termo.
C) Solicitar hemograma e ferretina apenas em lactentes com 1 ano de idade independente da idade gestacional.
D) Solicitar hemograma e ferretina apenas em lactentes com 9 meses de idade independente da idade gestacional.
E) Não solicitar exames.

52) Lactente de 4 meses com cardiopatia congênita (Tetralogia de Fallot), internado na UTI pediátrica por ICC, evolui
com insuficiência renal aguda, realizado diálise peritoneal, com restabelecimento da função renal. De acordo com
critério de Rifle, quais dos critérios abaixo confirmam injúria renal?
A) Creatinina elevada.
B) Débito urinário 1 ml/kg em 12h.
C) Ureia elevada.
D) Débito urinário 0.5 ml/kg em 12h.
E) Débito urinário 0.5 ml/kg em 6h.

53) Adolescente, 16 anos, em consulta ambulatorial, em acompanhamento por lúpus eritematoso sistêmico juvenil,
tem manifestação cardíaca mais comum, que é:
A) miocardite.
B) pericardite.
C) endocardite de Libman-Sacks.
D) arterite coronária.
E) hipertensão pulmonar.

54) No tratamento coreia de sydenham em pacientes com febre reumática, a droga de escolha é o Haloperidol.
Atualmente segundo diretrizes da Sociedade Brasileira de Pediatria, a segunda droga de escolha é:
A) Benzodiazepínicos.
B) Ácido valproico.
C) Carbamazepina.
D) Fenobarbital.
E) Fenitoína.

55) Corresponde à terceira causa principal de morte em pediatria relacionada ao Trauma:

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

A) Queimaduras.
B) Afogamento.
C) Acidente automobilístico.
D) Choque elétrico.
E) Acidentes domésticos.

56) A Sindrome de Prader-Willi é uma causa de obesidade endógena, que tem como diagnóstico diferencial a
Síndrome de Angelsman. Assinale a alternativa correta:
A) Na síndrome de Prader-Willi, a deleção cromossômica ocorre no braço curto do cromossomo 15 paterno.
B) Na síndrome de Angelsman, a delação cromossômica ocorre no braço curto do cromossomo 15 paterno.
C) Na síndrome de Prader-Willi, a deleção cromossômica ocorre no braço longo do cromossomo 15 materno.
D) Na síndrome de Angelsman, a deleção cromossômica ocorre no braço longo do cromossomo 15 paterno.
E) Na síndrome de Angelsman, a deleção cromossômica ocorre no braço longo do cromossomo 18 materno.

57) Lactente de 2 meses dá entrada na emergência pediátrica com parada cardiorrespiratória. Segundo a mãe, após
amamentar ao seio materno, a criança adormeceu como de rotina de bruços. Com relação à Sídrome de Morte
Súbita infantil, qual a provável causa de morte do lactente?
A) Na síndrome de morte súbita infantil, embora seja causa desconhecida, a posição prona ao dormir constitui um
fator que contribui para o óbito.
B) Na síndrome de morte súbita infantil, embora seja causa desconhecida, a posição supina ao dormir constitui um
fator que contribui para o óbito.
C) Na síndrome de morte súbita infantil, a etiologia mais comum é de origem cardíaca.
D) A síndrome de morte súbita ocorre em lactentes menores de 2 meses.
E) A principal suspeita da causa de morte foi broncoaspiração, que é muito comum em lactentes menores de 2
meses.

58) Dentre as alternativas abaixo, assinale a correta: Presença de pápulas de Gottoon em articulações
metacarpofalangeanas está em:
A) Artrite reumatoide juvenil.
B) Dermatomiosite juvenil.
C) Lúpus eritematoso sistêmico.
D) Febre reumática.
E) Doença de Kawasaki.

59) RN a termo, parto sem intercorrência, com 3 meses de vida, em consulta de rotina se observa hipotonia (não
sustenta o pescoço). Segundo a mãe, há duas semanas vem com dificuldade para sugar o seio materno,
hepatomegalia ao exame físico. O médico residente suspeita de erro inato do metabolismo. Qual exame abaixo
confirma o diagnóstico?
A) Gasometria venosa.
B) Cromatografia urinária.
C) Dosar cloro.
D) Dosar amônia.
E) Dosar lactato.

60) Para a confirmação de SRIS, é necessária a presença de dois critérios. Assinale a alternativa correta:
A) Taquicardia e leucocitose.
B) Taquicardia e Taquidispneia.
C) Taquicardia e leucopenia.
D) Hipertermia e leucocitose.
E) Bradicardia e leucopenia.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

61) Em relação à resposta metabólica ao trauma operatório, pode-se afirmar que:


A) o edema traumático participa do espaço extracelular, nas trocas com o mesmo, sendo funcionalmente ativo.
B) a interleucina-6, no processo inflamatório, induz o sono.
C) no período do 5º ao 10º dia do pós-operatório é normal ocorrer neutropenia transitória.
D) o interferon gama aumenta a produção de anticorpos.
E) o fator ativador das plaquetas estimula a agregação plaquetária e vasoconstrição sistêmica.

62) Considerando o equilíbrio hidroeletrolítico, é CORRETO dizer que:


A) a hiponatremia pode ocorrer após traumatismos cranioencefálicos.
B) a acidose metabólica é causa de hipopotassemia.
C) pacientes portadores de fístulas gastrointestinais podem manifestar convulsões e coma.
D) a hipopotassemia causa onda t apiculada e achatamento da onda p.
E) na hipopotassemia temos sinal de Trousseau positivo.

63) Na cicatrização das feridas, é CORRETO afirmar que:


A) o comprometimento da cicatrização no diabético tem mecanismos conhecidos.
B) o afluxo de fibroblastos ocorre na terceira fase da cicatrização.
C) cicatriz, pela morfologia, é a ausência de organização tecidual em relação ao tecido normal.
D) anemia com hematócrito superior a 15% e normovolemia são deletérias à cicatrização.
E) a depleção proteica de 10% do peso corporal é risco para a cicatrização.

64) Com relação à antibioticoprofilaxia, pode-se afirmar que:


A) deve ser usada em todas as cirurgias das vias biliares, fígado e pâncreas.
B) deve ser usada em cirurgias de cabeça e pescoço sem contato com a cavidade oral.
C) cirurgias limpas não requerem o uso de antibióticos.
D) não deve ser usada nas cirurgias para a correção de hérnias incisionais.
E) deve ser usada nas cirurgias colônicas eletivas.

65) Com relação à Endoscopia Digestiva, assinale a alternativa correta:


A) Pacientes portadores de varizes de fundo gástrico são tratados com cianoacrilato.
B) Segundo a classificação de Forrest modificada, FIb corresponde ao vaso visível e deve ser tratado por endoscopia.
C) A mucosectomia endoscópica no tratamento do câncer gástrico precoce pode ser realizada em lesões do tipo IIc
em adenocarcinomas indiferenciados.
D) A colonoscopia é contraindicação absoluta na diverticulite aguda e suboclusão colônica.
E) Erosão esofágica com 6 mm de extensão é considerada grau A na classificação de Los Angeles.

66) Paciente com 40 anos, sexo feminino, apresenta eliminação de secreção purulenta nas vestes. Na inspeção e
exame proctológico nota-se orifício externo localizado a 2,0 cm do orifício anal, com apresentação posterior. O toque
retal apresenta hipotônia do tônus esfincteriano. Nesse caso:
A) A colonoscopia deve ser realizada previamente.
B) A fistulografia é útil na localização do orifício interno.
C) A manometria anorretal pode ajudar no planejamento da cirurgia.
D) A abordagem cirúrgica neste caso é facilitada pela introdução inicial do estilete, devido ao trajeto radiado.
E) Deve ser aplicado o sedenho.

67) Com relação às hérnias da região inguinal assinale a afirmação correta:


A) As hérnias Nyhus 1 são principalmente relacionadas ao esforço físico.
B) Hérnias Nyhus 3 ocorrem devido à persistência do conduto pérvio.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

C) Hérnias inguinais Nyhus 1 são tratadas preferencialmente na vida adulta.


D) Hérnias Nyhus 3c são mais propensas ao estrangulamento.
E) Paciente que já foi operado previamente pode estar propenso ao surgimento de hérnia Nyhus 3c.

68) Nas afecções cirúrgicas pediátricas, pode-se afirmar que o sinal do "alvo" e o sinal do "menisco" são observados
na:
A) fístula retoperineal.
B) estenose hipertrófica do piloro.
C) intussuscepção intestinal.
D) atresia de vias biliares.
E) atresia de esôfago.

69) Com relação ao preparo pré-operatório, assinale a alternativa CORRETA:


A) A suspensão do Clopidogrel 3 dias antes da cirurgia diminui os riscos de hemorragia.
B) Paciente do sexo feminino, com 40 anos, IMC = 30 e em uso de anticoncepcional oral, que será submetida à
videocolecistectomia, deverá como profilaxia de TVP realizar a deambulação precoce apenas.
C) O risco pulmonar pode ser reduzido com a parada do tabagismo por 10 dias antes da cirurgia.
D) O uso de betabloqueadores na prevenção de eventos isquêmicos deve ser feita em pacientes com risco
intermediário.
E) Realizar-se tricotomia de rotina em toda cirurgia abdominal, reduzindo-se assim o risco de infecção do sítio
cirúrgico.

70) Com relação à Hemorragia disgestiva baixa, assinale a alternativa correta:


A) A doença hemorroidária é causa de sangramento baixo maciço.
B) A cintilografia com hemácias marcadas é o padrão ouro no diagnóstico de sangramento proveniente do
divertículo de Meckel.
C) A anemia é o sintoma mais frequente nos casos de adenocarcinoma do cólon esquerdo.
D) O sangramento por varizes colorretais causa hematoquezias e é facilmente controlado por colonoscopia.
E) No sangramento obscuro, a pesquisa de sangue oculto nas fezes é o primeiro exame a ser realizado.

71) Paciente de 68 anos, sexo masculino, chega ictérico, relatando que há 4 meses apresenta dor abdominal do tipo
cólica em hipocôndrio direito e epigástrio, emagrecimento de 4 Kg no período, e que nos últimos 15 dias notou que
os olhos começaram a ficar amarelados associando-se a prurido intenso. Ao exame geral, encontra-se em bom
estado geral, ictérica 2+/4+, afebril, consciente. Cardiovascular sem alterações. Abdome globoso, flácido, indolor,
sem massa palpável. Os exames laboratoriais solicitados revelaram: Hemograma normal, Bilirrubina total = 10 mg/dl,
Bilirrubina direta = 7,4 mg/dl e Bilirrubina indireta = 2,6 mg/dl; ALT e AST discretamente elevadas; Fosfatase Alcalina
400 U/L e Gama-GT = 900 U/L. Na ultrassonografia abdominal, visibilizou-se colelitíase, dilatação das vias biliares
intra-hepáticas, colédoco normal, pâncreas não estudado devido interposição de alças, demais órgãos normais.
Pergunta-se: De acordo com os achados clínicos e laboratoriais, assinale a alternativa CORRETA:
A) O paciente apresenta síndrome ictérica de origem hepática, justificada pela elevação da ALT, AST, FA e GGT.
B) O paciente apresenta síndrome ictérica de origem hepática, de provável etiologia neoplásica.
C) O paciente apresenta síndrome ictérica colestática, não sendo possível firmar corretamente a etiologia apenas
com os dados apresentados.
D) O paciente apresenta síndrome ictérica colestática, tendo como etiologia a coledocolitíse.
E) O paciente apresenta síndrome ictérica de origem hemolítica, sendo necessária complementação com exames
laboratoriais mais específicos.

72) Paciente de 68 anos, sexo masculino, chega ictérico, relatando que há 4 meses apresenta dor abdominal do tipo
cólica em hipocôndrio direito e epigástrio, emagrecimento de 4 Kg no período, e que nos últimos 15 dias notou que
os olhos começaram a ficar amarelados associando-se a prurido intenso. Ao exame geral, encontra-se em bom
estado geral, ictérica 2+/4+, afebril, consciente. Cardiovascular sem alterações. Abdômen globoso, flácido, indolor,

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

sem massa palpável. Os exames laboratoriais solicitados revelaram: Hemograma normal, Bilirrubina total = 10mg/dl,
Bilirrubina direta = 7,4 mg/dl e Bilirrubina indireta = 2,6 mg/dl; ALT e AST discretamente elevadas; Fosfatase Alcalina
400 U/L e Gama-GT = 900 U/L. Na ultrassonografia abdominal, visibilizou-se colelitíase, dilatação das vias biliares
intra-hepáticas, colédoco normal, pâncreas não estudado devido interposição de alças, demais órgãos normais.
Pergunta-se: De acordo com os achados clínicos e laboratoriais, assinale a alternativa correta: Dentre os exames de
imagem, qual estaria indicado para o caso em questão?
A) Tomografia computadorizada.
B) Cintilografia biliar.
C) Colangiopancreatografia endoscópica retrógrada.
D) Colangiografia transparieto-hepática.
E) Colangiorresonância.

73) Com relação às cirurgias preventivas para pacientes com alto risco de desenvolvimento do câncer, assinale a
correta:
A) Para pacientes do sexo feminino com vírus do HPV, indica-se histerectomia total.
B) Para pacientes portadores de PAF, indica-se colectomia total e gastrectomia.
C) Para pacientes portadores de mutação BRCA, indica-se mastectomia radical com linfadenectomia e ooforectomia.
D) Para pacientes portadores de mutação do gene RET, indica-se tireoidectomia.
E) Paciente cujo irmão foi diagnosticado com neoplasia gástrica aos 30 anos deverá ser submetido à gastrectomia
profilática.

74) Com relação às lesões polipóides do cólon, pode-se afirmar que:


A) O adenoma túbuloviloso é a lesão polipoide mais comum.
B) O adenoma viloso tem maior propensão para malignidade, porém são menos frequentes.
C) Haggit´s tipo 2 é de alto risco para metástase linfonodal.
D) Os pólipos coexistem com câncer colorretal em 100% dos casos.
E) Haggit´s tipo 1 deve ser tratado com colectomia segmentar.

75) Paciente submetido à Laparotomia Exploradora por FAF em hipocôndrio direito onde constatou-se laceração
hepática. Foi realizado rafia da lesão e drenagem da cavidade. No 2º dia do pós-operatório, apresenta-se febril,
taquipneico e taquicárdico. Nesse caso, qual a provável complicação pós-operatória apresentada?
A) Hemorragia hepática.
B) Atelectasia pulmonar de base.
C) Infecção ferida operatória.
D) Abscesso subfrênico.
E) Sepse de origem abdominal.

76) Dentre os fatores favoráveis ao fechamento espontâneo da fístula pós-operatória, assinale a alternativa incorreta:
A) Albumina sérica de 3,5 mg/dl.
B) Transferrina sérica de 230 mg/dl.
C) Trajeto fistuloso de 1 cm.
D) Orifício fistuloso menor que 1 cm.
E) Paciente no pós-operatório de apendicectomia por apendicite.

77) Assinale alternativa incorreta com relação ao uso de drenos no pós-operatório:


A) Sempre utilizar dreno nas cirurgias de linfadenectomia com intuito de evitar infecção do sítio cirúrgico.
B) É indicado o uso de dreno de suctor nas herniorrafias incisionais onde existe grande descolamento do subcutâneo.
C) Utiliza-se profilaticamente o dreno pós-gastrectomia total, visto que a taxa de ocorrência de fístula da anastomose
esofagojejunal é de 10%.
D) Utiliza-se profilaticamente o dreno pós-gastrectomia total, visto que a ocorrência de fístula da anastomose
Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

esofagojejunal é facilitada, pois o esôfago não possui serosa.


E) Prefere-se drenar por contra - abertura, prevenindo assim complicações com a ferida operatória como infecção e
deiscência.

78) Com relação às complicações precoces do pós-operatório, assinale alternativa correta:


A) A saída do conteúdo da cavidade abdominal pela ferida operatória é chamada de Eventração cujo tratamento é a
ressutura da parede.
B) O Seroma ocorre principalmente após procedimentos onde se realiza grandes descolamentos, assim para evitá-los
realiza-se a drenagem ativa.
C) Nas peritonites generalizadas, eventualmente existe a necessidade de peritoneostomia, a qual permite a limpeza e
a diminuição da pressão intra-abdominal.
D) O Hematoma na maioria das vezes pode ser evitado, e a forma mais correta para evitá-lo é realizar a drenagem
do sítio cirúrgico.
E) Duas alternativas corretas.

79) A introdução da dieta no pós-operatório é influenciada por inúmeros fatores, o peristaltismo é um dos fatores
avaliados. Assinale a alternativa correta:
A) O peristaltismo colônico surge em torno das primeiras 24h.
B) O estômago é o último a apresentar peristaltismo, por esse motivo indica-se SNG em todos pacientes submetidos
à cirurgia do andar superior do abdômen.
C) A introdução da dieta no pós-operatório não leva em consideração o íleo funcional, e sim a presença de sutura no
trato gastrintestinal.
D) Hiponatremia pode ser a causa de íleo adinâmico, da mesma forma que a fístula anastomótica.
E) A distensão abdominal é decorrente da produção de gás por bactérias anaeróbias e pelas secreções digestivas,
nesses casos, indica-se a SNG.

80) Paciente de 13 anos de idade é por você atendido no PS queixando-se de dor no testículo esquerdo há +/- 2
horas, com início agudo. Nega febre, porém relata episódio semelhante há +/- 2 meses com melhora espontânea.
Qual a hipótese diagnóstica mais provável e exame indicado?
A) Orquiepididimite viral - urina I e urocutura.
B) Torção de testículo - ultrassom dopller colorido do testículo.
C) Epididimite bacteriana - urina I e urocultura.
D) Varicocele - ultrassom da bolsa escrotal.
E) Hérnia encarcerada - ultrassom da bolsa escrotal.

81) No Brasil, a atenção básica à saúde tem como lócus de intervenção as Unidades Básicas de Saúde - UBS,
compostas por equipes de Atenção Básica. Nelas, o profissional médico possui as seguintes atribuições, EXCETO:
A) realizar atenção à saúde aos indivíduos sob sua responsabilidade.
B) realizar consultas clínicas, pequenos procedimentos cirúrgicos, atividades em grupo na UBS e, quando indicado ou
necessário, no domicílio e/ou nos demais espaços comunitários (escolas, associações, etc).
C) realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea.
D) encaminhar, quando necessário, usuários a outros pontos de atenção, respeitando fluxos locais, mantendo sua
responsabilidade pelo acompanhamento do plano terapêutico do usuário.
E) cadastrar todas as pessoas de sua microárea e manter os cadastros atualizados.

82) A PNAB (2011) - Política Nacional de Atenção Básica - considera que a Atenção Básica é caracterizada por um
conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a
prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde,
com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte na situação de saúde e na autonomia das pessoas
e nos determinantes e condicionantes de saúde das coletividades. É desenvolvida por meio do exercício de práticas
de cuidado e gestão, democráticas e participativas, sob forma de trabalho em equipe, dirigidas a populações de

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

territórios definidos, pelas quais assume a responsabilidade sanitária, considerando a dinamicidade existente no
território em que vivem essas populações. Com o objetivo de ampliar a abrangência e o escopo das ações da
atenção básica, bem como sua resolubilidade, tem-se:
A) UPAs - Unidades de Pronto Atendimento.
B) NASF - Núcleos de Apoio à Saúde da Família.
C) CRAS - Centro de Referência da Assistência Social.
D) Conselhos Locais de Saúde.
E) Comissões Intergestores Bipartite.

83) O Decreto nº. 7.508, de 28 de junho de 2011, regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor
sobre a organização do Sistema Único de Saúde (SUS), o planejamento de saúde, a assistência à saúde e a
articulação interfederativa, e dá outras providências. Segundo essa atual legislação, considera-se como Contrato
Organizativo da Ação Pública da Saúde (COAP):
A) os serviços de atendimento inicial à saúde do usuário no SUS.
B) as instâncias de pactuação consensual entre os entes federativos para definição das regras da gestão
compartilhada do SUS.
C) o conjunto de ações e serviços de saúde articulados em níveis de complexidade crescente, com a finalidade de
garantir a integralidade da assistência à saúde.
D) o acordo de colaboração firmado entre entes federativos com a finalidade de organizar e integrar as ações e
serviços de saúde na rede regionalizada e hierarquizada, com definição de responsabilidades, indicadores e metas de
saúde, critérios de avaliação de desempenho, recursos financeiros que serão disponibilizados, forma de controle e
fiscalização de sua execução e demais elementos necessários à implementação integrada das ações e serviços de
saúde.
E) o documento que estabelece: os critérios para o diagnóstico da doença ou do agravo à saúde; o tratamento
preconizado, com os medicamentos e demais produtos apropriados, quando couber; as posologias recomendadas;
os mecanismos de controle clínico; e o acompanhamento e a verificação dos resultados terapêuticos, a serem
seguidos pelos gestores do SUS.

84) Considerando a Política Nacional de Humanização (PNH) e seu marco teórico, assinale a alternativa CORRETA:
A) O fortalecimento do controle social com caráter participativo em todas as instâncias do SUS é um dos princípios
norteadores da PNH.
B) Orientar as ações e serviços de saúde para a população masculina, com integralidade e equidade, primando pela
humanização da atenção é seu objetivo.
C) É uma estratégia de promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno na Atenção Básica, por meio
de revisão e supervisão do processo de trabalho interdisciplinar nas unidades básicas de saúde, apoiada nos
princípios da educação permanente em saúde, respeitando a visão de mundo dos profissionais e considerando as
especificidades locais e regionais.
D) O eixo de gestão da PNH é de caráter normativo e centralizador, coordenado pela área técnica do Ministério da
Saúde, objetivando o controle das ações nos Estados e Municípios.
E) Nas ESF, a responsabilidade pela execução da política é do profissional médico, por ser o membro da equipe de
maior conhecimento teórico e conceitual sobre a PNH.

85) A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e
sustentados de Pressão Arterial - PA (PA ≥ 140x90 mmHg) e é um grave problema de saúde pública no Brasil e no
mundo. O profissional médico da ESF deve estar preparado para lidar com os problemas da sua população adscrita e
atento às recomendações baseadas em evidências para prevenção, vigilância, monitoramento e tratamento das
doenças. Para tanto, considera-se as afirmações abaixo corretas, EXCETO:
A) O médico realiza grande parte do acompanhamento de pessoas com HAS em consulta individual, por isso é
fundamental que saibam identificar os fatores de risco relacionados com a alimentação e realizar orientações básicas
sobre alimentação saudável e seus benefícios para pessoas com PA limítrofe ou com HAS, objetivando um adequado
controle pressórico e prevenção de comorbidades.
B) O Médico objetiva identificar fatores de risco para doenças cardiovasculares, avaliar a presença de Lesões em

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

Órgãos-Alvo (LOA) e considerar a hipótese de hipertensão secundária ou outra situação clínica para
encaminhamento à consulta em outro nível de atenção.
C) O médico deve estabelecer desde a primeira consulta um processo de educação em saúde com a pessoa que está
atendendo.
D) Na primeira consulta, o médico deve investigar a história, realizar o exame físico e solicitar exames laboratoriais,
que contribuirão para o diagnóstico, a avaliação de risco para doenças cardiovasculares e a decisão terapêutica.
E) O médico fará o seguimento das pessoas com hipertensão, não sendo necessário o apoio de outros profissionais
da saúde, uma vez que é de exclusividade do médico estabelecer e monitorar um plano de cuidado ao paciente.

86) O Sistema Único de Saúde (SUS) é constituído pela conjugação das ações e dos serviços de promoção, proteção
e recuperação da saúde executados pelos entes federativos, de forma direta ou indireta, mediante a participação
complementar da iniciativa privada, sendo organizado de forma regionalizada e hierarquizada. No planejamento do
SUS, segundo o Decreto nº. 7508, capítulo III, art. 16, devem ser considerados os serviços e as ações prestados pela
iniciativa privada, de forma complementar ou não ao SUS, para compor:
A) o Plano Plurianual (PPA).
B) o Mapa da Saúde.
C) a Lei Orçamentária Anual (LOA).
D) a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
E) o Plano Diretor de Regionalização (PDR).

87) A afirmação de que "O Conselho de Saúde", em caráter permanente e deliberativo, órgão colegiado composto
por representantes do governo, prestadores de serviço, profissionais de saúde e usuários, atua na formulação de
estratégias e no controle da execução da política de saúde na instância correspondente, inclusive nos aspectos
econômicos e financeiros, cujas decisões serão homologadas pelo chefe do poder legalmente constituído em cada
esfera do governo" está expressa na LEI nº.:
A) 8.080, de 19 de setembro de 1990.
B) 8.142, de 28 de dezembro de 1990.
C) 8.689, de 27 de julho de 1993.
D) 7.508, de 28 de junho de 2011.
E) 399, de 22 de fevereiro de 2006.

88) A transparência e visibilidade sobre a aplicação dos recursos públicos é um direito da sociedade, pois se constitui
como avanço para a gestão pública. Na saúde, a partir das informações sobre recursos alocados no setor, têm-se
subsídios para a discussão sobre o financiamento e o planejamento do SUS. Nesse sentido, em 1993, foi criado um
sistema que disponibilizasse informações sobre receitas e gastos públicos em saúde nas três esferas. Esse sistema é
conhecido como:
A) despesa total em Ações e Serviços Públicos de Saúde (ASPS).
B) Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS).
C) Sistema de Informações de Custos do Governo Federal (SIC).
D) Sistema de Controle Gerencial (SCG).
E) Sistema de Informações Gerenciais da Execução Orçamentária (SIGEO).

89) São conhecidos como princípios doutrinários do Sistema Único de Saúde (SUS):
A) Participação comunitária e o Controle Social.
B) Equidade, Hierarquização e Regionalização.
C) Universalidade, Integralidade e Participação Comunitária.
D) Integralidade, Equidade e Universalidade.
E) Regionalização, Equidade e Universalidade.

90) Segundo o Ministério da Saúde, considera-se que as Comissões que "Têm o objetivo de assegurar a gestão
compartilhada entre os governos municipais, estaduais e federal, para evitar a duplicidade ou a omissão na execução

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

de ações e criar um espaço onde gestores do sistema técnico de saúde possam permanentemente negociar, decidir e
firmar pactos", são as:
A) Comissões de Integração Ensino-Serviço (CIES).
B) Comissões Temáticas dos Conselhos de Saúde.
C) Comissões Intergestores.
D) Comissões de Assuntos Especiais.
E) Comissões de Assuntos Estratégicos.

91) São características sugestivas de HAS secundária, EXCETO:


A) Início súbito da HAS antes dos 30 anos ou após os 50 anos.
B) HAS estágio II e/ou resistente à terapia.
C) Hiperpotassemia sérica espontânea, maior que 5,5 mEq/L (hiperaldosteronismo primário).
D) Exame de urina tipo 1 apresentando proteinúria ou hematúria acentuada.
E) Uso de anti-inflamatórios não hormonais (AINES).

92) São metas de controle glicêmico para as diferentes faixas etárias com DM tipo 1, EXCETO:
A) lactentes e pré-escolares (0 a 6 anos) - glicemia de jejum 100 a 180 mg/dl em jejum, glicemia pós-prandial 110 a
200 mg/dl e Hba1c <8,5%.
B) escolares (6 a 12 anos) - glicemia de jejum 90 a 180 mg/dl, glicemia pós-prandial 100 a 180 mg/dl e Hba1c <8%.
C) adolescentes (13 a 17 anos) - glicemia de jejum 90 a 130 mg/dl em jejum, glicemia pós prandial 90 a 150 mg/dl e
Hba1c <7,5%.
D) adultos jovens (18 a 19) - glicemia de jejum 70 - 130mg/dl em jejum, glicemia pós-prandial 90 a 180mg/dl e Hba1c
<7,0%.
E) adultos (20 anos ou mais) - glicemia de jejum 70 - 130 mg/dl em jejum, glicemia pós-prandial 90 a 180/dl e Hba1c
<7,0%.

93) Segundo a OMS, para se atingir a meta "Mundo Livre do Tabaco" nas próximas décadas, as intervenções
incluem, EXCETO:
A) políticas de preços: aumento de taxas e impostos que incidem sobre o custo para o consumidor.
B) informação e comunicação: limites à publicidade e à promoção, à exposição de produtos e ao marketing e
rotulagem obrigatória.
C) embalagem: tamanho mínimo de maços de cigarro.
D) distribuição: proibição da venda para nascidos a partir de 1998.
E) consumo: proibição de fumar em locais públicos, bares e locais de trabalho.

94) Em relação ao tabagismo e ao diabetes mellitus, assinale a afirmativa INCORRETA:


A) Os efeitos prejudiciais do tabagismo nas complicações diabéticas, particularmente na nefropatia e na morbidade e
mortalidade macrovascular, estão bem estabelecidos, além disso existem diversos estudos correlacionando o
tabagismo como uma das causas do diabetes.
B) Como o diabetes tipo 1 frequentemente ocorre em crianças e adolescentes, nos quais o tabagismo ainda não é
tão usual, não existem estudos estabelecendo essa correlação.
C) O tabagismo parece estar associado a processos metabólicos relacionados com o diabetes, incluindo a
homeostase da glicose, hiperinsulinemia e resistência à insulina.
D) O grau de resistência à insulina parece estar diretamente relacionado ao número de cigarros fumados, embora o
seu mecanismo ainda não esteja claro.
E) O tabagismo é um fator de risco independente para a mortalidade por todas as causas.

95) Com relação à associação entre o consumo e abuso de álcool e as doenças crônicas, assinale a afirmativa
INCORRETA:
A) A partir do consumo diário médio de 30 g de etanol para homens e 15 g para mulheres, há definido e exponencial
Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

aumento da pressão arterial.


B) Em pessoas que já apresentam HAS,o consumo excessivo de álcool pode dificultar o controle da doença e a
diminuição do consumo de álcool reduz discretamente a pressão arterial.
C) Pessoas com doenças crônicas, incluindo o diabetes, não devem tomar álcool em qualquer quantidade, uma vez
que o consumo de álcool pode trazer prejuízos aos tratamentos das doenças crônicas.
D) Usuários que abusam de álcool costumam ter dificuldade para uso regular das medicações para tratamento das
condições crônicas, fato estimulado pela crença de que após o consumo de álcool não se deve fazer uso delas.
E) Episódios de consumo excessivo de álcool podem levar a descompensações agudas das doenças crônicas, sendo
fundamental avaliar nesses casos a pressão arterial e a glicemia desses usuários, pois podem ocorrer alterações
significativas que necessitam de intervenções clínicas.

96) Com relação à Obesidade, assinale a afirmativa INCORRETA:


A) A perda de peso é indicada para todas as pessoas com excesso de peso. A meta deve ser o peso saudável com
IMC abaixo de 24,9 kg/m2, mas a redução de 7% do peso corporal mostra-se capaz de diminuir a resistência à
insulina.
B) A perda de peso acelerada não é indicada porque provoca a perda de massa magra e de líquidos, dificultando
ainda mais o emagrecimento e influenciando negativamente o metabolismo.
C) Pessoas com IMC a partir de 30 kg/m2, especialmente aquelas com obesidade central, deverão ter sua pontuação
de risco cardiovascular, no escore de Framingham, multiplicada por 1,3.
D) A grande maioria dos estudos realizados não conseguiu demonstrar qualquer associação entre o ganho de peso
nas mulheres e os fatores reprodutivos, especialmente entre obesidade e menopausa.
E) O excesso de peso aumenta o risco de cânceres de esôfago, pâncreas, colorretal, mama, vesícula biliar, endométrio
e rins.

97) Com relação à situação de saúde da população brasilera, assinale a afirmativa INCORRETA:
A) As mortes prematuras atribuíveis a doenças cardiovasculares afetam desproporcionalmente a população mais
pobre , ao contrário da noção popular de que essas "doenças de ricos".
B) Principal fator de risco clínico para as doenças cardiovasculares, o diabetes é uma doença comum, de fácil
diagnóstico e cujo tratamento pode prevenir a doença cardiovascular.
C) A mortalidade ajustada por idade para doenças respiratórias crônicas está caindo tanto para Doença Pulmonar
Obstrutiva Crônica (DPOC) como para asma.
D) Trinta por cento dos adultos em estudos brasileiros apresentam transtornos mentais comuns (estados mistos de
depressão e ansiedade) e 5 a 10% apresentam depressão pelos critérios da Classificação Internacional de Doenças e
problemas relacionados à saúde (CID-10).
E) Entre os óbitos e as lesões relacionados ao trânsito, os pedestres, os ocupantes de carros e, mais recentemente, os
motociclistas são as principais vítimas.

98) Com relação ao rastreamento de doenças em pacientes assintomáticos, assinale a afirmativa INCORRETA:
A) Para avaliar se um determinado rastreamento está bem justificado, é preciso examinar características da doença
ou condição que se quer prevenir, do teste que poderá ser utilizado e do tratamento que deverá ser oferecido.
B) Um dos danos possíveis no rastreamento é o risco de resultados falso-positivos com procedimentos subsequentes,
progressivamente mais invasivos, e os custos associados.
C) O rastreamento do câncer de próstata por meio do exame de toque retal ou do antígeno prostático específico
(PSA) permite o diagnóstico de lesões em estágios mais precoces do que as diagnosticadas a partir de manifestações
clínicas.
D) O autoexame regular da mama é efetivo como teste de rastreamento de câncer de mama.
E) Fazer exame de Papanicolau regularmente a partir dos 25 anos de idade reduz a mortalidade associada ao câncer
do colo uterino. Antes dos 25 anos, mesmo para mulheres com vida sexualmente ativa, os otenciais benefícios do
rastreamento não superam os possíveis danos.

99) Com relação à Saúde do Trabalhador, assinale a afirmativa INCORRETA:


A) Trabalhador é todo aquele que exerce atividade para sustento próprio e/ou de seus dependentes, qualquer que
Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

seja sua forma de inserção no mercado de trabalho, nos setores formais ou informais da economia.
B) Os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT), as dermatoses ocupacionais e as pneumoconioses
estão entre as principais doenças relacionadas ao trabalho.
C) A perda auditiva induzida por ruído (PAIR) é uma perda de transmissão, quase sempre unilateral.
D) Ao fornecer o atestado para o abono de faltas trabalhistas, é fundamental registrar em prontuário médico os
dados dos exames e tratamentos realizados de maneira que possa atender as pesquisas de informações dos médicos
peritos das empresas ou dos órgãos públicos da Previdência Social e da Justiça.
E) O sofrimento no trabalho corresponde a um quadro clínico específico, que se agrupa sob o nome de patologias de
sobrecarga sobre o psiquismo, como o burnout, o famoso quadro de exaustão profissional.

100) Com relação à Prática da Medicina Rural, assinale a afirmativa INCORRETA:


A) Ao se conceituar a ruralidade brasileira com base na combinação da densidade demográfica e do tamanho
populacional, 30% de sua população é essencialmente rural.
B) Existe, mundialmente, uma defasagem de profissionais de saúde em zonas rurais e remotas.
C) O trabalho dos profissionais de saúde também apresenta, tecnicamente, características distintas. Entre elas, é
possível destacar o relativo isolamento de outros colegas, com necessidade de maior resolubilidade no nível de
atenção primária à saúde.
D) Pode-se constatar que alguns problemas de saúde e fatores de risco são mais encontrados em zonas rurais do
que em urbanas, como as intoxicações agudas, subagudas e crônicas por agrotóxicos, os acidentes com animais
peçonhentos e plantas tóxicas e os acidentes decorrentes de certos riscos ocupacionais.
E) A prevalência de tabagismo, estável ao longo do tempo, é menor na zona rural, independentemente do gênero.

Prova de concurso nacional de residência médica constante do banco de dados da área acadêmica do MEDGRUPO. Reproduzidas com seu conteúdo original, isto é, exatamente
como foram apresentadas aos candidatos do respectivo concurso. O MEDGRUPO não se responsabiliza por eventuais inexatidões ou incorreções de seu conteúdo, bem como
gabarito proposto pela banca examinadora do concurso.
IMPRESSO EM:
11/03/2016 - ÀS 00:56
UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 2015

1 C 2 C 3 A 4 A 5 D 6 A 7 A 8 B 9 D 10 A 11 C 12 B 13 A 14 A 15 E
16 C 17 D 18 B 19 D 20 B 21 E 22 B 23 A 24 E 25 D 26 B 27 B 28 D 29 B 30 A
31 B 32 C 33 B 34 A 35 A 36 D 37 D 38 C 39 E 40 C 41 A 42 E 43 B 44 B 45 A
46 E 47 A 48 A 49 A 50 A 51 D 52 D 53 B 54 B 55 A 56 A 57 A 58 B 59 B 60 D
61 D 62 C 63 C 64 E 65 A 66 C 67 D 68 C 69 D 70 B 71 C 72 E 73 D 74 B 75 B
76 C 77 A 78 E 79 D 80 B 81 E 82 B 83 D 84 A 85 E 86 B 87 B 88 B 89 D 90 C
91 C 92 D 93 D 94 A 95 C 96 D 97 B 98 D 99 C 100 E

Legenda:
! Questão Anulada