You are on page 1of 136

Diário Oficial de Contas

Tribunal de Contas de Mato Grosso


Ano 8 Nº 1604 – Página 1
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

ÍNDICE

SECRETARIA EXECUTIVA DE ADMINISTRAÇÃO.................................................................2


EXTRATOS...................................................................................................................... 2
SECRETARIA EXECUTIVA DE GESTÃO DE PESSOAS........................................................3
ATOS................................................................................................................................ 3
SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO.............................................................3
TERMO DE ALERTA........................................................................................................ 3
SECRETARIA-GERAL DO TRIBUNAL PLENO.......................................................................4
PAUTA DE JULGAMENTOS............................................................................................ 4
RELAÇÃO DE DELIBERAÇÃO PLENÁRIA....................................................................10
CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA (Portaria nº 122/2017).........................10
JULGAMENTOS SINGULARES..................................................................................... 11
EDITAL DE NOTIFICAÇÃO............................................................................................ 15
CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF................................................................. 16
DECISÕES..................................................................................................................... 16
CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA (Portaria nº 124/2017).................16
JULGAMENTO SINGULAR............................................................................................ 16
CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO (Portaria nº 127/2017)................17
JULGAMENTOS SINGULARES..................................................................................... 17
TRIBUNAL PLENO DECISÕES..................................................................................................................... 17
MINISTÉRIO PUBLICO DE CONTAS.................................................................................... 18
EXTRATO....................................................................................................................... 18
CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO GARÇAS................................................................. 18
PORTARIA..................................................................................................................... 18
CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO VERDE.......................................................................... 18
Presidente Conselheiro Domingos Neto LICITAÇÃO.................................................................................................................... 18
CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ....................................................................................... 19
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 19
Conselheiro Interino Luiz Henrique Lima - Vice-Presidente CÂMARA MUNICIPAL DE GUARANTÃ DO NORTE............................................................. 21
Conselheiro Interino Isaias Lopes da Cunha - Corregedor-Geral ATO................................................................................................................................ 21
CÂMARA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO NORTE................................................................21
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 21
Conselheiro Guilherme Antonio Maluf CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP.......................................................................................... 22
Conselheiro Interino João Batista Camargo PORTARIAS................................................................................................................... 22
Conselheira Interina Jaqueline Jacobsen Marques CÂMARA MUNICIPAL DE SORRISO.................................................................................... 22
Conselheiro Interino Moises Maciel CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚE DA REGIÃO NORTE MATOGROSSENSE......23
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 23
CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO VALE DO PEIXOTO................................23
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS....................................................................... 23
Conselheiro Substituto Luiz Carlos Pereira DEPARTAMENTO DA ÁGUA E ESGOTO SANITÁRIO DE JUÍNA........................................30
Conselheiro Substituto Ronaldo Ribeiro ATOS.............................................................................................................................. 30
PORTARIAS................................................................................................................... 32
Secretária-geral do Tribunal Pleno Ligia Maria Gahyva Daoud Abdallah EMPRESA CUIABANA DE SAÚDE PÚBLICA......................................................................32
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 32
FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE ALTO ARAGUAIA............................................33
PORTARIA..................................................................................................................... 33
PRIMEIRA CÂMARA FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE GUARANTÃ DO NORTE...................33
FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DE CUIABÁ............33
FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE
NOVA NAZARÉ...................................................................................................................... 34
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 34
INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SINOP............................................................................ 34
PORTARIA..................................................................................................................... 34
Conselheira Interina Jaqueline Jacobsen Marques - Presidente PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 35
Conselheiro Interino Luiz Henrique Lima INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GUIRATINGA.............................................35
Conselheiro Guilherme Antonio Maluf PORTARIA..................................................................................................................... 35
Conselheiro Substituto Luiz Carlos Pereira PREFEITURA MUNICIPAL DE ÁGUA BOA........................................................................... 35
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 35
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA................................................................. 35
ATOS.............................................................................................................................. 35
Secretária da Primeira Câmara Elizabet Teixeira Sant'Anna Padilha LEGISLAÇÃO................................................................................................................. 35
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 36
PORTARIAS................................................................................................................... 36
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS....................................................................... 38
SEGUNDA CÂMARA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA................................................................. 38
ATOS.............................................................................................................................. 38
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 38
PORTARIA..................................................................................................................... 39
Conselheiro Interino João Batista Camargo - Presidente PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS.................................................................... 39
Conselheiro Interino Isaias Lopes da Cunha LICITAÇÃO.................................................................................................................... 39
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI.................................................................... 39
Conselheiro Interino Moises Maciel PREFEITURA MUNICIPAL DE ARENÁPOLIS....................................................................... 39
PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO GARÇAS..........................................................39
PORTARIAS................................................................................................................... 39
Secretária da Segunda Câmara Renata Arruda Rosas PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 42
PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DO ARAGUAIA...............................................42
ATO................................................................................................................................ 42
PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASNORTE....................................................................... 42
MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS PROCESSOS SELETIVOS............................................................................................ 42
PREFEITURA MUNICIPAL DE CÁCERES............................................................................ 43
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 43
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO VERDE...................................................................43
ATOS.............................................................................................................................. 43
Procurador-geral de Contas Alisson Carvalho de Alencar
PORTARIAS................................................................................................................... 44
PREFEITURA MUNICIPAL DE CLÁUDIA.............................................................................. 44
ATO................................................................................................................................ 44
Procurador-geral de Contas Substituto William de Almeida Brito Junior PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA.............................................................................. 45
Procurador de Contas Gustavo Deschamps LICITAÇÕES.................................................................................................................. 45
Procurador de Contas Getúlio Moreira Filho PREFEITURA MUNICIPAL DE COMODORO........................................................................45
PORTARIAS................................................................................................................... 45
PREFEITURA MUNICIPAL DE COTRIGUAÇU......................................................................59
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 59

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 2
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS....................................................................... 59 PROCESSO SELETIVO............................................................................................... 115


PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ................................................................................ 60 PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE............................................................. 130
LEGISLAÇÕES.............................................................................................................. 60 ATOS............................................................................................................................ 130
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 64 LICITAÇÕES................................................................................................................ 131
PORTARIAS................................................................................................................... 64 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO.......................................................................... 131
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS....................................................................... 65 PREFEITURA MUNICIPAL DE VERA.................................................................................. 131
PREFEITURA MUNICIPAL DE DOM AQUINO...................................................................... 65 PORTARIAS................................................................................................................. 131
ATOS.............................................................................................................................. 65 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO.......................................................................... 133
LEGISLAÇÕES.............................................................................................................. 66 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE IPIRANGA DO NORTE........................133
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 66 ATO.............................................................................................................................. 133
PREFEITURA MUNICIPAL DE FELIZ NATAL....................................................................... 67 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE NOVA MUTUM....................................135
PREFEITURA MUNICIPAL DE FIGUEIRÓPOLIS D'OESTE..................................................67 LICITAÇÃO................................................................................................................... 135
PORTARIA..................................................................................................................... 67 SERVIÇO DE SANEAMENTO AMBIENTAL DE ÁGUAS DO PANTANAL..........................136
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS....................................................................... 67 ATO.............................................................................................................................. 136
PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARANTÃ DO NORTE......................................................68
PREFEITURA MUNICIPAL DE GUIRATINGA........................................................................ 68
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 68
PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO NORTE.........................................................69 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO
PROCESSOS SELETIVOS............................................................................................ 69
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAÚBA................................................................................. 72
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS....................................................................... 72
PREFEITURA MUNICIPAL DE JACIARA.............................................................................. 75 SECRETARIA EXECUTIVA DE ADMINISTRAÇÃO
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 75
PREFEITURA MUNICIPAL DE JUÍNA................................................................................... 75
ATOS.............................................................................................................................. 75
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 86 EXTRATOS
PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE.......................................................86
ATOS.............................................................................................................................. 86
LEGISLAÇÕES.............................................................................................................. 86 EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 05/2018
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 87
PORTARIA..................................................................................................................... 87 PARTES: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso e a empresa Medeiros & Curvo Ltda.
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 88 SIGNATÁRIOS: O Conselheiro Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso -
PREFEITURA MUNICIPAL DE MATUPÁ............................................................................... 89 Gonçalo Domingos de Campos Neto e Maria Aparecida Curvo – Representante Legal da empresa
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 89 Medeiros & Curvo Ltda.
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 89 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 13.864-9/2017
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOSSA SENHORA DO LIVRAMENTO................................89 OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação por mais 12 (doze) meses do
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 89 Contrato 05/2018, contados a partir de 02.04.2019.
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 90 DOTAÇÃO: Unidade Gestora: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso; Projeto/Atividade:
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BRASILÂNDIA........................................................... 90 2007; Fonte: 100; Grupo de Despesa: 3; Elemento de Despesa: 3.3.90.37.
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA CANAÃ DO NORTE...................................................90 VALOR: O valor total deste termo aditivo, para cobrir as despesas relativas à prorrogação do
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM...................................................................... 90 contrato, pelo período de 12 (doze) meses, é de R$ 3.726.378,12 (três milhões, setecentos e vinte
ATO................................................................................................................................ 90 e seis mil, trezentos e setenta e oito reais e doze centavos).
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 90 DATA DA ASSINATURA: 02.04.2019
PORTARIA..................................................................................................................... 91 FORO: Cuiabá-MT.
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO MUNDO..................................................................... 91
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 91
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SANTO ANTÔNIO.....................................................91 EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 06/2018
ATOS.............................................................................................................................. 91
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM.........................................................92 PARTES: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso e a empresa DSS Serviços de Tecnologia
LEGISLAÇÕES.............................................................................................................. 92 da Informação Ltda.
PORTARIAS................................................................................................................... 93 SIGNATÁRIOS: O Conselheiro Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso -
PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANAÍTA......................................................................... 94 Gonçalo Domingos de Campos Neto e Airton Soares da Silva – Representante Legal da empresa
ATOS.............................................................................................................................. 94 DSS Serviços de Tecnologia da Informação Ltda.
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 95 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 13.864-9/2017
PROCESSO SELETIVO................................................................................................. 97 OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação por mais 12 (doze) meses do
PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANATINGA.................................................................... 97 Contrato 06/2018, contados a partir de 02.04.2019.
LICITAÇÃO.................................................................................................................... 97 DOTAÇÃO: Unidade Gestora: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso; Projeto/Atividade:
PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO......................................................97 2007; Fonte: 100; Grupo de Despesa: 3; Elemento de Despesa: 3.3.90.37.
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO............................................................................ 97 VALOR: O valor total deste termo aditivo, para cobrir as despesas relativas à prorrogação do
PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO DA SERRA.......................................................97 contrato, pelo período de 12 (doze) meses, é de R$ 1.748.239,32 (um milhão, setecentos e
ATO................................................................................................................................ 97 quarenta e oito mil, duzentos e trinta e nove reais e trinta e dois centavos).
PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTES E LACERDA..........................................................98 DATA DA ASSINATURA: 02.04.2019
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 98 FORO: Cuiabá-MT.
PORTARIA..................................................................................................................... 98
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DO NORTE..............................................98
LICITAÇÕES.................................................................................................................. 98 EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 07/2018
PORTARIA..................................................................................................................... 99
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO DOS GAÚCHOS......................................................99 PARTES: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso e a empresa DSS Serviços de Tecnologia
LEGISLAÇÕES.............................................................................................................. 99 da Informação Ltda.
PORTARIA................................................................................................................... 100 SIGNATÁRIOS: O Conselheiro Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso -
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ESPERIDIÃO........................................................100 Gonçalo Domingos de Campos Neto e Airton Soares da Silva – Representante Legal da empresa
LICITAÇÃO................................................................................................................... 100 DSS Serviços de Tecnologia da Informação Ltda.
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS.....................................................................101 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 13.864-9/2017
PREFEITURA MUNICIPAL DE POXORÉU.......................................................................... 101 OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação por mais 12 (doze) meses do
LICITAÇÕES................................................................................................................ 101 Contrato 07/2018, contados a partir de 02.04.2019.
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS.....................................................................101 DOTAÇÃO: Unidade Gestora: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso; Projeto/Atividade:
PREFEITURA MUNICIPAL DE QUERÊNCIA......................................................................102 2007; Fonte: 100; Grupo de Despesa: 3; Elemento de Despesa: 3.3.90.37.
PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO CASCALHEIRA................................................102 VALOR: O valor total deste termo aditivo, para cobrir as despesas relativas à prorrogação do
ATO.............................................................................................................................. 102 contrato, pelo período de 12 (doze) meses, é de R$ 898.954,32 (oitocentos e noventa e oito mil,
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS.....................................................................102 novecentos e cinquenta e quatro reais e trinta e dois centavos).
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA...............................................103 DATA DA ASSINATURA: 02.04.2019
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS QUATRO MARCOS................................104 FORO: Cuiabá-MT.
LICITAÇÃO................................................................................................................... 104
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO.......................................................................... 104
PREFEITURA MUNICIPAL DE SAPEZAL........................................................................... 104 EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 08/2018
LICITAÇÃO................................................................................................................... 104
PORTARIAS................................................................................................................. 104 PARTES: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso e a empresa Medeiros & Curvo Ltda.
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS..................................................................... 112 SIGNATÁRIOS: O Conselheiro Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso -
PREFEITURA MUNICIPAL DE SINOP................................................................................. 112 Gonçalo Domingos de Campos Neto e Maria Aparecida Curvo – Representante Legal da empresa
ATOS............................................................................................................................ 112 Medeiros & Curvo Ltda.
LICITAÇÕES................................................................................................................ 113 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 13.864-9/2017
PREFEITURA MUNICIPAL DE SORRISO............................................................................ 113 OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação por mais 12 (doze) meses do
ATOS............................................................................................................................ 113 Contrato 08/2018, contados a partir de 02.04.2019.
LICITAÇÃO................................................................................................................... 114 DOTAÇÃO: Unidade Gestora: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso; Projeto/Atividade:
PORTARIAS................................................................................................................. 114 2007; Fonte: 100; Grupo de Despesa: 3; Elemento de Despesa: 3.3.90.37.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 3
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

VALOR: O valor total deste termo aditivo, para cobrir as despesas relativas à prorrogação do ATO Nº 121/2019
contrato, pelo período de 12 (doze) meses, é de R$ 108.199,92 (cento e oito mil, cento e noventa e
nove reais e noventa e dois centavos). O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO
DATA DA ASSINATURA: 02.04.2019 GROSSO, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas em Lei de acordo com o disposto no
FORO: Cuiabá-MT. inciso XXII do artigo 21 do Regimento Interno – Resolução nº 14/2007,

RESOLVE:
EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 09/2018
EXONERAR LUIZ FELLIPE MACEDO DE BARRIOS do cargo em
PARTES: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso e a empresa Prestaserv Prestadora de comissão de Assistente Técnico de Gabinete, Nível TCDGAS-4, do Gabinete do Conselheiro
Serviços Ltda - ME. Substituto Moises Maciel, a partir de 24 de abril de 2019.
SIGNATÁRIOS: O Conselheiro Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso -
Gonçalo Domingos de Campos Neto e Fábio José de Andrade Assis – Representante Legal da Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
empresa Prestaserv Prestadora de Serviços Ltda - ME.
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 13.864-9/2017 Gabinete da Presidência do Tribunal de Contas, em Cuiabá, 24 de abril
OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação por mais 12 (doze) meses do de 2019.
Contrato 09/2018, contados a partir de 02.04.2019.
DOTAÇÃO: Unidade Gestora: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso; Projeto/Atividade:
2007; Fonte: 100; Grupo de Despesa: 3; Elemento de Despesa: 3.3.90.37. Conselheiro DOMINGOS NETO
VALOR: O valor total deste termo aditivo, para cobrir as despesas relativas à prorrogação do Presidente
contrato, pelo período de 12 (doze) meses, é de R$ 12.000,00 (doze mil reais).
DATA DA ASSINATURA: 02.04.2019
FORO: Cuiabá-MT. ATO Nº 122/2019

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO


EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 10/2018 GROSSO, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas em Lei de acordo com o disposto no
inciso XXII do artigo 21 do Regimento Interno – Resolução nº 14/2007,
PARTES: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso e a empresa Prestaserv Prestadora de
Serviços Ltda - ME. RESOLVE:
SIGNATÁRIOS: O Conselheiro Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso -
Gonçalo Domingos de Campos Neto e Fábio José de Andrade Assis – Representante Legal da NOMEAR IGOR MARCELLO DA SILVA FERREIRA para exercer o
empresa Prestaserv Prestadora de Serviços Ltda - ME. cargo em comissão de Assistente Técnico de Gabinete, Nível TCDGAS-4, do Gabinete do
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 13.864-9/2017 Conselheiro Substituto Moises Maciel, a partir de 24 de abril de 2019.
OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação por mais 12 (doze) meses do
Contrato 10/2018, contados a partir de 02.04.2019. Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
DOTAÇÃO: Unidade Gestora: Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso; Projeto/Atividade:
2007; Fonte: 100; Grupo de Despesa: 3; Elemento de Despesa: 3.3.90.37. Gabinete da Presidência do Tribunal de Contas, em Cuiabá, 24 de abril
VALOR: O valor total deste termo aditivo, para cobrir as despesas relativas à prorrogação do de 2019.
contrato, pelo período de 12 (doze) meses, é de R$ 15.200,00 (quinze mil e duzentos reais).
DATA DA ASSINATURA: 02.04.2019
FORO: Cuiabá-MT. Conselheiro DOMINGOS NETO
Presidente

SECRETARIA EXECUTIVA DE GESTÃO DE PESSOAS


SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
ATOS
TERMO DE ALERTA

ATO Nº 119/2019
TERMO DE ALERTA Nº 13 / 1º BIMESTRE / 2019 / MOISES MACIEL / PROCESSO Nº
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO 88331/2019
GROSSO, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas em Lei de acordo com o disposto no
inciso XXII do artigo 21 do Regimento Interno – Resolução nº 14/2007, FISCALIZADO: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAUBA/1117779
GESTOR: VALCIR DONATO
RESOLVE:

EXONERAR WALTER AGUIAR MARTINS JÚNIOR do cargo em


comissão de Assistente de Gabinete, Nível TCDGA-5, do Gabinete do Conselheiro Interino Moises RELATÓRIO
Maciel, a partir de 24 de abril de 2019.
Em atenção ao disposto nos arts. 59, §1º, da Lei Complementar nº
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. 101/2000 e 158 da Resolução Normativa TCE-MT nº 14/2007 (Regimento Interno), com base nas
informações encaminhadas pelo fiscalizado ao sistema APLIC, o TCE-MT, nos termos do art. 160,
Gabinete da Presidência do Tribunal de Contas, em Cuiabá, 24 de abril inciso I, do Regimento Interno, ALERTA o chefe do Poder Executivo do Município/Poder Legislativo
de 2019. Municipal de ITAUBA, que foi constatado o seguinte ponto para emissão de alerta:

Publicação do Relatório Resumido da Execução Orçamentária - RREO (Art. 52 da LRF)


Conselheiro DOMINGOS NETO Meio Data
Presidente Local Bimestre Prazo Legal Situação
Divulgação Publicação
DIÁRIO DIÁRIO Publicação
OFICIAL DE OFICIAL DE 1 02/04/2019 30/03/2019 informada fora do
ATO Nº 120/2019 CONTAS CONTAS prazo

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO


GROSSO, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas em Lei de acordo com o disposto no
inciso XXII do artigo 21 do Regimento Interno – Resolução nº 14/2007, O Poder Executivo do Município de ITAUBA encaminhou, a este Tribunal
de Contas, fora do prazo estabelecido a comprovação da publicação do Relatório Resumido da
RESOLVE: Execução Orçamentária do 1º bimestre do exercício de 2019.

NOMEAR WALTER AGUIAR MARTINS JÚNIOR para exercer o cargo Face ao exposto e tendo em vista o disposto no §1º, do art. 59, da Lei
em comissão de Assistente Técnico de Gabinete, Nível TCDGAS-4, do Gabinete do Conselheiro Complementar nº 101/2000 e, ainda, nos termos do art. 158 da Resolução Normativa TCE-MT nº
Interino Moises Maciel, a partir de 24 de abril de 2019. 14/2007 (Regimento Interno), EMITO ALERTA ao Chefe do Poder Executivo Municipal de ITAUBA
para que adote medidas voltadas à correção imediata da deficiência detectada, ficando ciente de
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. que estará sujeito às sanções legais caso a deficiência permaneça.

Gabinete da Presidência do Tribunal de Contas, em Cuiabá, 24 de abril Cuiabá/MT, 24 de abril de 2019


de 2019.
Relator Conselheiro MOISES MACIEL

Conselheiro DOMINGOS NETO Esta publicação substitui todas as publicações anteriores, referente ao
Presidente período de apuração deste termo de alerta.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 4
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

SECRETARIA-GERAL DO TRIBUNAL PLENO PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DE JÚLIO


JOSE ODIL DA SILVA - Prefeito Municipal
VIVIENE BARBOSA SILVA - Assessora Jurídico/Parecerista
PREFEITURA MUNICIPAL DE DOM AQUINO
PAUTA DE JULGAMENTOS VALDECIO LUIZ DA COSTA - Prefeito Municipal
LUCIANO PORTUGUES - Assessor Jurídico/Parecerista
PREFEITURA MUNICIPAL DE JAURU
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO PEDRO FERREIRA DE SOUZA - Prefeito Municipal
CONSELHEIRO PRESIDENTE DOMINGOS NETO LEONCIO PINHEIRO DA SILVA NETO - Assessor Jurídico/Parecerista
PREFEITURA MUNICIPAL DE JURUENA
TRIBUNAL PLENO SANDRA JOSY LOPES DE SOUZA - Prefeita Municipal
GLAUCIO ANDRÉ LUIZ DO CARMO PINTO - Assessor
PAUTA DE JULGAMENTOS Nº 10/2019 (*)(**)(***) Jurídico/Parecerista
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM
Julgamentos designados para a Sessão Ordinária do Tribunal Pleno do dia 30 de abril de 2019 – ANTÔNIO AUGUSTO JORDÃO - Prefeito Municipal
terça-feira, com início às 08h30m horas (oito horas e trinta minutos), no Plenário “Conselheiro LEANDRO DE OLIVEIRA DOLZAN - Assessor Jurídico/Parecerista
BENEDICTO VAZ DE FIGUEIREDO”. PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ESTRELA
EUGÊNIO PELACHIM - Prefeito Municipal
01 - Processos nº. 32.990-8/2018 MAXSUEL PEREIRA DA CRUZ - Assessor Jurídico/Parecerista
Interessados(as) AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA RITA DO TRIVELATO
CENTRO-OESTE – ADESCO EGON HOEPERS - Prefeito Municipal
DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO FERNANDO MANICA GOBBI - Assessor Jurídico/Parecerista
DONIZETE DA SILVA - Presidente da ADESCO PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA RICA
JAQUELINE ALESSANDRA NERI RISSATTO - ex-Presidente da ABMAEL BORGES DA SILVEIRA - Prefeito Municipal
ADESCO SÉRGIO ROBERTO JUNQUEIRA ZACCOLI FILHO - Assessor
LAUCIR RISSATTO - ex-Presidente da ADESCO Jurídico/Parecerista
EDER RICHARDSON DA SILVA - Conselheiro de Gestão da ADESCO SAGA COMÉRCIO SERVIÇO TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA. -
PABLO HENRIQUE SOARES DA MOTA - Conselheiro Fiscal da ME
ADESCO ELEIDE MARIA CORREA – Sócio Administrador da empresa Saga
TIAGO GUIMARÃES MOREIRA - Conselheiro Fiscal da ADESCO Comércio Serviço Tecnologia e Informática Ltda. - ME
HANDRIO SA SILVA - Conselheiro Fiscal da ADESCO WALDEMAR GIL CORREA BARROS – Sócio Administrador da empresa
SITONIA CLARICE WEDDIGEN - Conselheira Fiscal da ADESCO Saga Comércio Serviço Tecnologia e Informática Ltda. - ME
KÉSIA DE SOUZA ROSA – Analista do Serviço de Trânsito (UNISECI- MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS – Representante (Representação
DETRAN) de Natureza Interna – Processo 9.697-0/2019 - apenso)
GUSTAVO REIS LOBO DE VASCONCELOS – Presidente do DETRAN WILLIAM DE ALMEIDA BRITO JÚNIOR – Procurador-Geral de Contas
PREFEITURA MUNICIPAL DE SINOP Substituto
ROSANA TEREZA MARTINELLI – Prefeita Municipal de Sinop Assunto Homologação de Medida Cautelar adotada singularmente nos autos da
GERSON DANZER – Secretário de Saúde de Sinop Representações de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades
PREFEITURA MUNICIPAL DE LAMBARI D'OESTE nos contratos firmados a partir de inexigibilidades de licitações, para o
EDVALDO ALVES DOS SANTOS – Prefeito Municipal de Lambari gerenciamento de frotas de veículos, por meio de sistemas com
D'Oeste módulos para controle de consumo de combustível, monitoramento e
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARCELÂNDIA localização via satélite, bem como serviços de fiscalização e
ARNOBIO VIEIRA DE ANDRADE – Prefeito Municipal de Marcelândia intermediação na manutenção de veículos e aquisição de peças.
NIOVAN DALL AGNOL – Controlador Interno Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO
PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANAÍTA
ANTÔNIO DOMINGOS RUFATTO - Prefeito Municipal de Paranaíta 03 - Processos nº. 9.539-7/2019
EAGLE BANK SERVIÇOS DE COBRANÇA, CRÉDITO E DE Interessados(as) SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE CUIABÁ
CADASTRO LTDA. ALEX VIEIRA PASSOS – Secretário Municipal de Educação
EDEMAR WAYHS – Sócio da Empresa Eagle Bank Serviços de IVAN SALLES GARCIA - Diretor de Infraestrutura
Cobrança, Crédito e de Cadastro Ltda. AGMAR DIVINO LARA DE SIQUEIRA – Diretor Especial de Licitações
CLAICI WAYHS SEGOVI – Sócia da Empresa Eagle Bank Serviços de MAGDA ROSSI – Pregoeira
Cobrança, Crédito e de Cadastro Ltda. MARCUS ANTÔNIO DE SOUZA BRITO – Controlador Geral
H.D. CONSTRUÇÃO E TERRAPLANAGEM LTDA. RELUMAT CONSTRUÇÕES LTDA.
HANDRIO DA SILVA – Sócio da Empresa H.D. Construção e AROEIRA CONSTRUÇÕES E INCORPORAÇÕES E VENDAS LTDA.
Terraplanagem Ltda. RODRIGO FERNANDO SGUAREZI - Sócio das Empresas Aroeira
DONIZETE DA SILVA – Sócio da Empresa H.D. Construção e Construções e Incorporações e Vendas Ltda. e Relumat Construções
Terraplanagem Ltda. Ltda.
CLS CONSULTORIA E ASSESSORIA LTDA. Procurador(a) LUIZ MÁRIO DE BARROS – Procurador do Sr. Alex Vieira Passos
CLÁUDIO ROBERTO SCHOMMER – Sócio da Empresa CLS Advogado(a) DEJANGO RIBER OLIVEIRA CAMPOS
Consultoria e Assessoria Ltda. Assunto Homologação de Medida Cautelar adotada singularmente nos autos da
DINIZ NETO CONSTRUÇÃO CIVIL E TERRAPLANAGEM LTDA. - ME Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades
EDEMAR WAYHS – Sócio da Empresa Diniz Neto Construção Civil e apuradas no Pregão Eletrônico nº 007/2019 e na Ata de Registro de
Terraplanagem Ltda. - ME Preços n.º 004/2019.
CLAICI WAYHS SEGOVIA – Sócia da Empresa Diniz Neto Construção Relator CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL (COM VISTA AO
Civil e Terraplanagem Ltda. - ME PROCURADOR ALISSON CARVALHO DE ALENCAR)
ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL REUNIDOS S/S LTDA.
EDEMAR WAYHS – Sócio da Empresa Organização Contábil Reunidos 04 - Processos nº. 10.434-5/2019
S/S Ltda. Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE
VALMIR EDSON WAYHS – Sócio da Empresa Organização Contábil LUCIMAR SACRE DE CAMPOS - Prefeita Municipal
Reunidos S/S Ltda. DIÓGENES MARCONDES - Secretário Municipal de Saúde
ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL ALIANÇA LTDA. PABLO GUSTAVO MORAES PEREIRA – Secretário Municipal de
EDEMAR WAYHS – Sócio da Empresa Organização Contábil Aliança Administração
Ltda. KLEBER FERREIRA RIBEIRO – Controlador Geral
VALMIR EDSON WAYHS – Sócio da Empresa Organização Contábil ALINE ARANTES CÔRREA - Presidente da Comissão de Licitação
Aliança Ltda. CONSTRUTORA SÃO VALETIN LTDA. - EPP - Representante
REAL CONSULTORIA EIRELLI – ME FERNANDA MARIA – Administradora da empresa Construtora São
EDSON VILMAR WEDDIGEN – Sócio da Empresa Real consultoria Valetin Ltda. - EPP
Eirelli – ME ODILA RAVANELLI – Sócia Cotista da empresa Construtora São Valetin
LENICE DA SILVA SOUZA – MEI Ltda. - EPP
LENICE DA SILVA SOUZA – Representante da Empresa Lenice da Silva Procurador(a) IOLMAR RAVANELLI – Procurador da empresa Construtora São Valetin
Souza – MEI Ltda. - EPP
LC LAUER – ALFA CONTABILIDADE EIRELLI Assunto Homologação de Medida Cautelar adotada singularmente nos autos da
LUIS CARLOS LAUER – Sócio da Empresa LC Lauer – Alfa Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades
Contabilidade Eirelli na decisão que desclassificou a proposta de preço da Representante, na
Assunto Homologação de Medida Cautelar adotada singularmente nos autos da Concorrência Pública 18/2018.
Auditoria, acerca de supostas irregularidades constatadas na execução Relatora CONSELHEIRA SUBSTITUTA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES
do Termo de Parceria nº 001/2014 celebrado com o Município de
Sinop/MT 05 - Processos nº. 11.672-6/2019
Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA (COM VISTA Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE SINOP
AO PROCURADOR ALISSON CARVALHO DE ALENCAR) ROSANA TEREZA MARTINELLI - Prefeita Municipal
ADRIANO DOS SANTOS - Pregoeiro
02 - Processos nº. 11.139-2/2019 (9.697-0/2019 - apenso) MB TERCEIRIZAÇÃO E SERVIÇOS LTDA.
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI ENILSON DIVINO DE MOURA – Sócio Administrador da empresa MB
FABIO MAURI GARBUGIO – Prefeito Municipal Terceirização e Serviços Ltda.
IRAN NEGRÃO FERREIRA – Assessor Jurídico/Parecerista

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 5
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Procurador(a) RONY DE ABREU MUNHOZ – OAB/MT n° 11.972, SEONIR ANTÔNIO ACPI-ASSESSORIA, CONSULTORIA, PLANEJAMENTO E
JORGE – OAB/MT n° 23.002, ANDRESSA SANTANA DA SILVA INFORMÁTICA LTDA.
MUNHOZ – OAB/MT n° 21.788 e MICHAEL CÉSAR BARBOSA COSTA OSVALDO PEREIRA LEITE - Representante Legal da Empresa ACPI-
– OAB/MT n° 19.131/E – Procuradores da Sra. Rosana Tereza Matinelli Assessoria, Consultoria, Planejamento e Informática Ltda.
Assunto Homologação de Medida Cautelar adotada singularmente nos autos da Assunto Contas Anuais de Gestão do exercício de 2017.
Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades Relatora CONSELHEIRA SUBSTITUTA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES
no Pregão Presencial nº 18/2019, na modalidade de Registro de Preços.
Relator: CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA 09 - Processos nº. 21.554-6/2017
Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE TANGARÁ DA SERRA
06 - Processos nº. 36.750-8/2018 HÉLIO JOSÉ SCHWAAB – Presidente da Câmara
Interessados(as) GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SILVIO JOSÉ SOMMAVILLA - ex-Presidente da Câmara
SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento das
EMPRESA MATO-GROSSENSE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO determinações contidas no do Termo de Ajustamento de Gestão nº
(MTI) 05/2016/LAI, homologado por meio do Acórdão 239/2016 – TP, bem
MAURO MENDES FERREIRA - Governador do Estado como avaliar a conformidade do Portal Transparência.
FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA LOPES - Procurador-Geral do Estado Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ HENRIQUE LIMA
LUIS OTÁVIO TROVO MARQUES DE SOUZA - Procurador-Geral do
Estado em Substituição lEGAL 10 - Processos nº. 32.200-8/2018
EMERSON HIDEKI HAYASHIDA - Controlador Geral do Estado Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE TANGARÁ DA SERRA
KLÉBER GERALDINO RAMOS DOS SANTOS - Diretor-Presidente da FÁBIO MARTINS JUNQUEIRA – Prefeito Municipal
MTI/Membro do Conselho de Administração da MTI MARCOS ROBERTO DA SILVA – Controlador Interno
EVARISTO GEORGIO FAVA - ex-Diretor da MTI/ex-Membro do Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no
Conselho de Administração da MTI Acórdão nº 342/2017-TP (Processo nº 14.942-0/2017).
GUILHERME FREDERICO DE MOURA MULLER - ex-Secretário de Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA
Estado de Planejamento/Membro do Conselho de Administração da MTI
ANILDO CESÁRIO CORREA - Secretário de Estado Adjunto de 11 - Processos nº. 32.139-7/2018
Planejamento e Gestão/Membro do Conselho de Administração da MTI Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAGUAINHA
ROGÉRIO LUIZ GALLO - Secretário de Estado de Fazenda/Membro do SÍLVIO JOSÉ DE MORAIS FILHO – Prefeito Municipal
Conselho de Administração da MTI SULENE GONÇALVES RAMOS – Controladora Interna
RUY CARLOS CASTRILLON DA FONSECA - ex-Secretário de Estado Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no
de Gestão/ex-Membro do Conselho de Administração da MTI Acórdão nº 342/2017-TP (Processo nº 14.942-0/2017).
Procuradores(as) ANA ROSA DE ARRUDA FIGUEIREDO – Assessor Jurídico I – OAB/MT Relator CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF
nº 14.611, ALAN LONGO TORRES – OAB/MT nº 13.922, FERNANDO
PEREIRA SANTOS – OAB/MT nº 18.948-B, JÉSSICA CAROLINA 12 - Processos nº. 13.494-5/2018
OLIVEIRA LOPES ARGUELLO – OAB/MT nº 15.330 e VICENTE Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE SORRISO
DIOCLES ROCHA BOTELHO DE FIGUEIREDO – OAB/MT nº 14.229 ARI GENÉZIO LAFIN – Prefeito Municipal
Assunto Homologação da Medida Cautelar adotada singularmente nos autos do Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto nos
Levantamento realizado com objetivo alcançar as informações Acórdãos nºs 221/2017-TP e 301/2017-TP (Processos nºs 17.010-
necessárias à avaliação dos riscos financeiros e orçamentários advindos 0/2016 e 8.655-0/2017).
do Plano de Demissão Voluntária da MTI e Recurso de Agravo Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO
interposto em face da decisão proferida por meio do Julgamento
Singular nº 371/JJM/2019, que concedeu a Medida Cautelar. 13 - Processos nº. 28.122-0/2017
Relatora CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE SINOP
ROSANA TEREZA MARTINELLI - Prefeita Municipal
07 - Processos nº. 7.810-7/2016 (3.963-2/2016, 36.067-8/2017 e 887-7/2016 - apensos) Procuradores RONY DE ABREU MUNHOZ – OAB/MT n° 11.972, IVAN SCHNEIDER –
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDRA PRETA OAB/MT n° 15.345, SEONIR ANTÔNIO JORGE – OAB/MT n° 23.002,
JUVENAL PEREIRA BRITO - Prefeito Municipal LEANDRO BORGES DE SOUZA SÁ – OAB/MT n° 20.901, JESSIKA
MARILEDI ARAÚJO COELHO PHILIPPI - ex-Prefeita Municipal CHRISTYE SAN MARTIN MACIEL – OAB/MT n° 21.562 e MICHAEL
JOSÉ CARLOS OLIVEIRA SANTOS - Contador CESAR BARBOSA COSTA – OAB/MT n° 19.131/E - Procuradores do
Procuradores(as) RAFAEL SANTOS DE OLIVEIRA – OAB/MT nº 14.885 e ANTONIO município de Sinop.
AGNALDO DA SILVA – OAB/MT nº 25.702/O – Procuradores do Sr. Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no
Mariledi Araújo Coelho Philippi Julgamento Singular n. 294/JCN/2017 (Processo nº 181-3/2016).
LUIZ MÁRIO DE BARROS - Procurador do Sr. José Carlos Oliveira Relatora CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES
Santos
Assunto Contas Anuais de Governo do exercícios de 2016. 14 - Processos nº. 24.135-0/2018
Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO (COM VISTA Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, ESPORTE E LAZER -
AO PROCURADOR ALISSON CARVALHO DE ALENCAR) SEDUC
MARIONEIDE ANGELICA KLIEMASCHEWSK – Secretária de Estado
08 - Processos nº. 14.760-5/2018 de Educação, Esporte e Lazer
Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE SAL ALUGUEL DE CARROS LTDA.
BENEDITO FRANCISCO CURVO – Presidente da Câmara ZEDINEY HONÓRIO DE JESUS – Representante da empresa Sal
JOÃO TERTULIANO DE BARROS FILHO - 1º Secretário da Câmara Aluguel de Carros Ltda.
WELLITON PINTO DE SOUZA - Diretor Geral Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no
MARINA SILVA LAGO - Controladora Interna Julgamento Singular n° 193/LCP/2017 (processo nº 19.133-7/2016).
ZELITO OLIVEIRA RIBEIRO - Controlador Interno Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA
CLAIDO CELESTINO BATISTA – Vereador
NILO NASCIMENTO DE CAMPOS – Vereador 15 - Processo nº. 17.749-0/2018
MIGUEL ANGEL CLAROS PAZ – Vereador Interessados(as) CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DA REGIÃO CENTRO
NIRLEY DA SILVA CAVALCANTI OLIVEIRA - Presidente da Comissão NORTE DO ESTADO
de Patrimônio JUVIANO LINCOLN - ex-Presidente do Consórcio
CARLOS ALBERTO BULHÕES - Membro da Comissão de Patrimônio INSTITUTO ASSISTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO – IAD
ALINOR ALVES DO NASCIMENTO - Membro da Comissão de ALEXANDRO VEIGA RODRIGUES - Presidente do Instituto Assistencial
Patrimônio e Suplente Fiscal de Desenvolvimento – IAD
GILSON SILVA LEITE - Diretor Administrativo Financeiro Procuradores(as) KADD HAEG MACIEL – OAB/MT nº 9766 e CARLOS EDUARDO
CONCEIÇÃO ALVES DA SILVA OLIVEIRA - Analista Legislativo e DUARTE TEIXEIRA – OAB/MT nº 11.383 – Procuradores do Sr. Juviano
Contadora Lincoln
JOELMA MARIA VIEIRA DOS SANTOS - Gerente de Divisão de Assunto Auditoria de Conformidade realizada com objetivo de fiscalizar o Termo
Contabilidade e Orçamento de Parceria nº 21/2013.
DOUGLAS NUNES PACÓ - Fiscal de Contrato Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA
ADRIANA BORGES SOUZA DA MATTA - Fiscal da Ata de Registro de
Preço 16 - Processo nº. 10.578-3/2016
PAULINO PEREIRA DE BARROS NETO - Gerente de Almoxarifado Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE
MARIA ANTÔNIA DE ALMEIDA - Suplente de Fiscal da Ata de Registro CALISTRO LEMES DO NASCIMENTO – ex-Presidente da Câmara
de Preços Municipal
FRANCIONE MARIA ALMEIDA SAMPAIO COELHO - Chefe da Divisão GEZIEL LIMA RODRIGUES – Diretor Administrativo Financeiro à época
de Patrimônio ZELITO OLIVEIRA RIBEIRO – Controlador Interno
LEONIR FÁTIMA DA SILVA - Gerente de Divisão de Recursos Humanos Procuradores(as) MARCELLE RAMIRES PINTO COELHO – OAB/MT nº 9.944 e LUCIA
ALINE PASCOIN DE CAMPOS – OAB/MT n° 12.165 – Procuradora da PEREIRA DOS SANTOS – OAB/MT nº 10.948 – Procuradores dos Srs.
Câmara Calistro Lemes do Nascimento e Geziel Lima Rodrigues
KARINY ALMEIDA PEREIRA DA SILVA – OAB/MT n° 20.789-O – Assunto Auditoria de Conformidade realizada com objetivo de fiscalizar a folha de
Assessora Jurídica pagamento da Câmara.
EXCELÊNCIA CONTABILIDADE E GESTÃO PÚBLICA Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO JOÃO BATISTA CAMARGO (COM
TITO CARLOS BUENO VERA - Representante legal da Empresa VISTA AO CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA)
Excelência Contabilidade e Gestão Pública
17 - Processos nº. 27.542-5/2017

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 6
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Interessados(as) TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no
GONÇALO DOMINGOS DE CAMPOS NETO - Presidente do Tribunal Acórdão n° 281/2017-TP (processo nº 15.303-6/2016).
de Contas Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA
Assunto Levantamento de Conformidade realizado com foco nos contratos de
terceirização. 28 - Processos nº. 36.497-5/2017
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDRA PRETA
JUVENAL PEREIRA BRITO – Prefeito Municipal
18 - Processos nº. 27.358-9/2017 CONSTRUTORA TRIPOLO LTDA.
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE CAMILO RODRIGUES COSTA – Engenheiro Responsável Técnico da
LUCIMAR SACRE DE CAMPOS - Prefeita Municipal Construtora Tripolo Ltda.
DIÓGENES MARCONDES - Secretário Municipal de Saúde Procurador(a) LUIZ MÁRIO DE BARROS – Procurador do Sr. Juvenal Pereira Brito
Assunto Monitoramento do disposto na decisão que julgou as Auditorias Assunto Termo de Ajustamento de Gestão firmado com objetivo de possibilitar o
Operacionais na atenção básica, assistência farmacêutica e regulação pagamento de serviço de recuperação de pavimento realizado, a maior,
assistencial. pela empresa Construtora Tripolo Ltda., executados em razão do
Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO Instrumento Contratual 41/2015 oriundo da concorrência 001/2015.
Relator CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL
19 - Processos nº. 32.520-1/2018
Interessados(as) GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO 29 – Processo nº. 16.941-2/2018
MAURO MENDES FERREIRA - Governador do Estado Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE JAURU
SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO PEDRO FERREIRA DE SOUZA – Prefeito Municipal
SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO INA DUARTE DA SILVA – Pregoeira
ELIANE ROSA FERNANDES DE ALBUQUERQUE – Secretária de PRIME CONSULTORIA E ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA. - EPP –
Planejamento e Gestão Representante
EMPRESA MATO-GROSSENSE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO RODRIGO MANTOVANI - Sócio da empresa Prime Consultoria e
– MTI Assessoria Empresarial Ltda.
KLEBER GERALDINO RAMOS DOS SANTOS – Gestor da MTI JOÃO MARCIO OLIVEIRA FERREIRA – Sócio da empresa Prime
Assunto Levantamento de Conformidade com o objetivo de promover diagnóstico Consultoria e Assessoria Empresarial Ltda.
do ambiente de tecnologia da Informação no âmbito do Governo do Procurador(a) ANSELMO DA SILVA RIBAS – Procurador da empresa Prime
Estado de Mato Grosso. Consultoria e Assessoria Empresarial Ltda.
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA Assunto Representação de Natureza Externa acerca de possíveis irregularidades
no Pregão Presencial nº 009/2018/PMJ/MT.
20 - Processos nº. 13.482-1/2018 Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE SORRISO
ARI GENÉZIO LAFIN - Prefeito Municipal 30 - Processos nº. 15.039-8/2017
Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO BUGRES
Acórdão nº 361/2017-TP (Processo nº 10.129-0/2017). RAIMUNDO NONATO ABREU - Prefeito Municipal
Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO ALIANDRO PIOVEZAN GOMES – Controlador Interno/Representante
Assunto Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades
21 - Processos nº. 29.443-8/2018 na admissão de servidores em cargos comissionados ou função de
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA confiança para o exercício de atribuições não relacionadas à direção,
ASIEL BEZERRA DE ARAUJO – Prefeito Municipal chefia e assessoramento, em cargos de Advogado Assessor e
VERONICA BRUNKHROST BORTOLASSI – OAB/MT n° 14.899/B – Procurador Geral do Município.
Auditora Pública Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA
Procuradores RONY DE ABREU MUNHOZ – OAB/MT n° 11.972, IVAN SCHNEIDER –
OAB/MT n° 15.345, SEONIR ANTÔNIO JORGE – OAB/GO n° 38.641 e 31 - Processos nº. 28.502-1/2017
LEANDRO BORGES DE SOUZA SÁ – OAB/MT n° 20.901 – Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCACÃO, ESPORTE E LAZER
Procuradores do Sr. Asiel Bezerra de Araújo MARCO AURÉLIO MARRAFON – ex-Secretário de Estado de
Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no Educação, Esporte e Lazer
Acórdão nº 281/2017-TP (processo nº 15.303-2/2016). JUCELINA NOGUEIRA RIBEIRO MACHADO SILVA - Analista de
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA (COM VISTA Desenvolvimento Econômico e Social à época
AO CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO) EDIULEN JESUS DE ARRUDA LEITE – Secretário Adjunto de Políticas
de Gestão de Pessoas de Educação à época
22 - Processos nº. 29.373-3/2018 Assunto Representação de Natureza Interna acerca de suposta ocorrência de
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA nepotismo na contratação de servidora.
CELSO LEITE GARCIA – Prefeito Municipal Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO
Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no
Acórdão nº 281/2017 – TP (processo nº 15.303-6/2016). 32 - Processos nº. 24.483-0/2018
Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CUIABÁ
23 - Processos nº. 29.374-1/2018 EMANUEL PINHEIRO - Prefeito Municipal
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLINDA HUARK DOUGLAS CORRÊA - ex-Secretário Municipal de Saúde
CARMELINDA LEAL MARTINES COELHO – Prefeita Municipal FLÁVIO ALEXANDRE TAQUES SILVA - Secretário Adjunto de Gestão
PAMELA RAFAELA EGER - Controladora Interna Municipal de Saúde à época
Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no MV SISTEMAS LTDA.
Acórdão nº 281/2017-TP (Processo nº 15.303-6/2016). VLADIMIR DIAS DA ROCHA - Representante da Empresa MV Sistemas
Relator CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF Ltda.
PAULO LUIZ ALVEZ MAGNUS - Representante da Empresa MV
24 - Processos nº. 29.368-7/2018 Sistemas Ltda.
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE SORRISO Procuradores(as) LUIZ MÁRIO DE BARROS – Procurador do Sr. Emanuel Pinheiro
ARI GENÉZIO LAFIN - Prefeito Municipal ARMANDO JOSÉ PEREIRA DE BARROS JÚNIOR – OAB/PE nº
LAÉRCIO COSTA GARCIA – Controlador Interno 26.701-D, RAFAEL AGUIAR MENDES DE HOLANDA – OAB/PE nº
Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no 25.395-D, URBANO VITALINO DE MELO NETO – OAB/PE nº 17.700,
Acórdão nº 281/2017-TP (Processo nº 15.303-6/2016). ALEXANDRE GOIS DE VICTOR – OAB/PE nº 16.379, LUÍS JOSÉ
Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO MARANHÃO NETO – OAB/PE nº 26.333, ANTÔNIO CABRAL DA SILVA
JÚNIOR – OAB/PE nº 21.020, CARLA ELISÂNGELA FERREIRA ALVES
25 - Processos nº. 29.353-9/2018 TEIXEIRA – OAB/PE nº 18.855, LORENA DE ALBUQUERQUE
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANATINGA TAVARES – OAB/PE nº 24.585, ANDRÉ GRANJA FERREIRA – OAB/PE
JOSIMAR MARQUES BARBOSA – Prefeito Municipal nº 15.660, ROBERTA MARÓJA MEDEIROS SABINO PINHO – OAB/PE
EDSON PAULO DOS SANTOS - Controlador Interno nº 23.348, BRUNO LEONARDO PIRES RÉGIS DE CARVALHO –
Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no OAB/PE nº 25.254, RENATO SAEGER MAGALHÃES COSTA – OAB/PE
Acórdão nº 281/2017-TP (Processo nº 15.303-6/2016). nº 39.635, HERMES DE ASSIS SILVA FILHO – OAB/PE nº 24.540,
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA DELMAR CUNHA SIQUEIRA – OAB/PE nº 21.046 e BRUNO SANTOS
CUNHA – OAB/PE nº 1.033-B (URBANO VITALINO ADVOGADOS –
26 - Processos nº. 29.400-4/2018 OAB/PE nº 313) - Procuradores da Empresa MV Sistemas Ltda.
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE TESOURO Assunto Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades
ANTONIO LEITE BARBOSA – Prefeito Municipal no Contrato de Adesão 434/2016 e na Ata de Registro de Preços
MELCHIADES FERREIRA LIMA NETO – Controlador Interno 082/2015, oriunda do Pregão Presencial/Registro de Preços n°.
Assunto Monitoramento realizado para verificar o cumprimento do disposto no 071/2015/Prefeitura Municipal de São José de Ribamar/MA.
Acórdão nº 281/2017-TP (Processo nº 15.303-6/2016). Relatora CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES (COM
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA VISTA AO CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL)

27 - Processos nº. 29.417-9/2018 33 - Processos nº. 34.801-5/2017


Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA MONTE VERDE Interessados(as) SERVIÇO DE SANEAMENTO AMBIENTAL DE ÁGUAS DO PANTANAL
BEATRIZ DE FATIMA SUECK LEMES – Prefeita Municipal PAULO DONIZETE DA COSTA – Diretor Executivo
ELAINA CRISTINA ALBANO – Controladora Interna

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 7
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

MARCOS DE BARROS PACHECO – Diretor Executivo em Substituição Procuradores(as) EDMILSON VASCONCELOS DE MORAES – OAB/MT nº 8.548,
Legal LUCIANE ROSA DE SOUZA – OAB/MT nº 15.779, RAFAEL SOUZA
Procurador(a) LINNET MENDES DANTAS – OAB/MT n° 18.292 – Procuradora do Sr. NUNES – OAB/MT nº 14.676 e JOSÉ ORLANDO DO NASCIMENTO
Paulo Donizete da Costa FILHO – OAB/MT nº 17.034/E – Procuradores do Sr. Rosimar Alves
Assunto Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidade Pereira.
na nomeação de servidor não-efetivo para o cargo de Coordenador EDMILSON VASCONCELOS DE MORAES – OAB/MT nº 8.548,
Contábil. CASSIA COELHO SANTEIRO – OAB/GO nº 40.607 e JOSÉ ORLANDO
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO MOISES MACIEL DO NASCIMENTO FILHO – OAB/MT nº 17.034/E – Procuradores do
município de Planalto da Serra
34 - Processos nº. 4.461-0/2017 Assunto Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA CANAÃ DO NORTE na utilização dos veículos de propriedade da prefeitura.
RUBENS ROBERTO ROSA – Prefeito Municipal/Representante Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA
MAYCON MARCELO MONTEIRO – Controlador Interno/Representante
VICENTE GEROTTO DE MEDEIROS – ex-Prefeito Municipal 39 – Processo nº. 18.090-4/2018
JANDIR SVIERK – Engenheiro Civil/Fiscal de Obra Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE
ALEX OSCAR DE SOUZA – Engenheiro Civil/Autor do Projeto Básico LUCIMAR SACRE DE CAMPOS – Prefeita Municipal
GENEZIO F. DE SOUZA & CIA LTDA. – ME DIÓGENES MARCONDES – Secretário Municipal de Saúde
GENEZIO FERREIRA DE SOUZA – Sócio da empresa Genezio F. De LUIZ ANTÔNIO VITÓRIO SOARES - ex-Secretário Municipal de Saúde
Souza & Cia Ltda.-ME CÁSSIUS CLAY SCOFONI FALEIROS AZEVEDO - ex-Secretário
CLEBER FERREIRA SAITO DE SOUZA – Sócio da empresa Genezio F. Municipal de Saúde
De Souza & Cia Ltda.-ME KLEBER FERREIRA RIBEIRO – Controlador Geral do Município
Procuradores(as) ROGÉRIO LAVEZZO – OAB/MT n° 5.709 e DIEGO CHAVES FREIRA – Assunto Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades
OAB/MT n° 23.165 – Procuradores da empresa Genézio F. De Souza & na estocagem e validade de medicamentos no Centro de
Cia Ltda.-ME Armazenamento e Distribuição de Medicamentos da Prefeitura Municipal
JOÃO CARLOS VIDIGAL SANTOS – OAB/MT n° 21.105/O – Procurador de Várzea Grande – CADIM.
do Sr. Jandir Svierk Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA
Assunto Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades
na realização da obra de “Ampliação e Reforma da Escola Municipal 40 - Processos nº. 23.947-0/2018
Edson Ferreira de Cavalho.” Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE CÁCERES
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA FRANCIS MARIS CRUZ – Prefeito Municipal
ANTÔNIA ELIENE LIBERATO DIAS – Secretária Municipal de Educação
35 - Processos nº. 21.172-9/2018 BRUNO CORDOVA FRANÇA – OAB/MT n° 19.999/B – Procurador Geral
Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA do Município
ALEXANDRE BUSTAMANTE DOS SANTOS - Secretário de Estado de ASSOCIAÇÃO OBSERVATÓRIO DE CÁCERES – Representante
Segurança Pública EXPEDITO MAURÍCIO PEREIRA – Presidente da Associação
GUSTAVO GARCIA FRANCISCO – ex-Secretário de Estado de Observatório de Cáceres
Segurança Pública HÉLIO RIBEIRO DE ABREU – Vice-Presidente Administrativo e
LUIZ GUSTAVO TARRAF CARAN – Secretário Executivo de Segurança Financeiro da Associação Observatório de Cáceres
Pública Assunto Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades
CELIANE FARIA DA SILVA – Pregoeira Oficial no Pregão Presencial n° 45/2018.
YVAN JACKSON DE OLIVEIRA PAIVA - Contador Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO (COM VISTA
WM SERVIÇOS AMBIENTAIS LTDA. - Representante AO CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA)
NEANY SANTOS DA SILVA – Sócia proprietária da empresa WM
Serviços Ambientais Ltda. 41 - Processos nº. 11.385-9/2016
MÁXIMA AMBIENTAL SERVIÇOS GERAIS E PATRICIPAÇÕES LTDA. - Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM
EPP ADRIANO XAVIER PIVETTA - Prefeito Municipal
SEBASTIÃO BATISTA DE MACEDO - Sócio da Empresa Máxima LÍRIO LAUTENSCHLAGER - ex-Prefeito
Ambiental Serviços Gerais e Participações Ltda. - EPP RENATO KREMER - Secretario de Indústria e Comércio
MIRELA MARIA MACEDO - Sócia da Empresa Máxima Ambiental Advogado RONAN DE OLIVEIRA SOUZA – OAB/MT nº 4.099
Serviços Gerais e Participações Ltda. - EPP Assunto Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades
Procurador(a) RONY DE ABREU MUNHOZ – OAB/MT n° 11.972, SEONIR ANTÔNIO na doação/cessão de imóvel público à empresa Márcio José e Stefani
JORGE – OAB/MT n° 23.002, ANDRESSA SANTANA DA SILVA Ltda-ME (Lava Jato MB), materializada nos anos de 2011 e 2012.
MUNHOZ – OAB/MT n° 21.788 e MICHAEL CÉSAR BARBOSA COSTA Relator CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL
– OAB/MT n° 19.131/E – Procuradores da Empresa Máxima Ambiental
Serviços Gerais e Participações Ltda. - EPP 42 - Processos nº. 17.576-5/2018
Assunto Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDOLÂNDIA
no Pregão Eletrônico n° 105/2017. AGNALDO RODRIGUES DE CARVALHO - Prefeito Municipal
Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA RAFAEL CHAMA DE QUEIROZ – Controlador Geral/Representante
Procuradores(as) DÉBORA SIMONE ROCHA FARIA – OAB/MT n° 4.178, ELAINE
36 - Processos nº. 35.681-6/2017 MOREIRA DO CARMO – OAB/MT n° 8.946, MARCIA FIGUEIREDO DE
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE SORRISO SÁ – OAB/MT n° 9.917, BRUNA DA SILVA TAQUES – OAB/MT n°
DILCEU ROSSATO – ex-Prefeito Municipal 20.770 e AMANDA TONDORF NASCIMENTO – OAB/MT n° 23.266 –
Procurador(a) CAMILLA DE ARAÚJO BALDUINO MEDEIROS – OAB/MT n° 9.519 – Procuradores do Município de Rondolândia
Procuradora do Sr. Dilceu Rossato Assunto Representação de Natureza Externa acerca de possíveis irregularidades
Assunto Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades no Pregão Presencial n° 41/2017.
no Contrato nº 127/2016. Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA
Relator CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO
43 - Processo nº. 26.913-1/2018
37 - Processos nº. 29.089-0/2018 Interessado(a) FUNDO ESTADUAL DE SAÚDE
Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE Assunto Pedido de Rescisão proposto em face da decisão proferida por meio do
BENEDITO FRANCISCO CURVO – ex-Presidente da Câmara Acórdão nº 6.005/2013-TP (processo nº 12.361-7/2012), que julgou
PAULINO PEREIRA DE BARROS NETO - Presidente da Comissão de irregulares as contas anuais do exercício de 2012, com determinações
Licitação à época atual gestor, restituição de valores aos cofres públicos, aplicação de
MARINA SILVA LAGO - Controladora Interna multas entre outras providências.
FRANCIONE MARIA ALMEIDA SAMPAIO COELHO - Fiscal de Contrato Proponente JOSÉ CARLOS RIZOLI - Presidente do Instituto Nacional de
TARCILA ADRIANA FARIAS DE OLIVEIRA-ME Desenvolvimento Social e Humano
TARCILA ADRIANA FARIAS DE OLIVEIRA - Representante legal da Procuradores(as) NAÍRIO APARECIDO AUGUSTO PEREIRA DOS SANTOS – OAB/RS nº
empresa Tarcila Adriana Farias de Oliveira-ME 58.401 e OAB/SP nº 125.253, HENRIQUE PRADO RAULICKIS –
ALINE PASCOIN DE CAMPOS – OAB/MT n° 12.165 – Procuradora da OAB/SP nº 282.117, ALINNE SANTOS MALHADO – OAB/MT nº 15.140
Câmara (NAÍRIO AUGUSTO E SANTOS SOCIEDADE DE ADVOGADOS
Assunto Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades OAB/SP nº 23.223), JOSENIR TEIXEIRA – OAB/SP nº 125.253 E
ocorridas no Processo Licitatório realizado na modalidade de Carta RICARDO GOMES DE ALMEIDA – OAB/MT nº 5.985
Convite nº 03/2018, que resultou na assinatura do Contrato nº 06/2018. Relator Originário CONSELHEIRO WALDIR JÚLIO TEIS
Relatora CONSELHEIRA SUBSTITUTA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES Relator Pedido Rescisão CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA

38 - Processos nº. 32.670-4/2017 44 - Processo nº. 22.229-1/2017


Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO DA SERRA Interessado(a) PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINÁPOLIS
ROSIMAR ALVES PEREIRA – Prefeito Municipal Assunto Requerimento (autuado como Pedido de Rescisão) proposto em face do
FLÁVIA DE SOUZA PEREIRA – Controladora Interna à época Acórdão 6.007/2013-TP, que julgou irregulares com determinações
ZENIU APOLONIO DA SILVA – Vereador/Representante legais, aplicação de multas, entre outras providências, as contas anuais
MARIA DA CONCEICÃO ALVES DE SOUSA – de gestão relativas ao período 03/02/2012 a 31/12/2012.
Vereadora/Representante Proponente LEIDIANE LOPES DA SILVA – Pregoeira à época – OAB/MT nº 25.521
NATAL ALVES DE ASSIS SOBRINHO – Vereador/Representante Relator CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF
DELMA ALVES DE FREITAS – Vereadora/Representante
45 - Processos nº. 28.758-0/2018

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 8
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSE DO POVO 50 - Processos nº. 9.216-9/2018


ELIZEU VIANA CARDOSO FILHO – ex-Presidente da Câmara Municipal Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Assunto Pedido de Rescisão proposto em face do Julgamento Singular nº Assunto Recursos Ordinários interpostos em face do Acórdão nº 77/2018-SC,
479/ILC/2018 (processo 28.468-8/2017), que julgou procedente a que julgou Procedente a Auditoria de Conformidade com aplicação de
Representação de Natureza Interna, com aplicação de multa e multa, determinação e recomendação à atual gestão.
determinação à atual gestão. Recorrentes CARLOS AVALONE JÚNIOR – ex-Secretário de Estado de
Recorrente PAULO ALVES DE PAULA - ex-Presidente da Câmara Municipal Desenvolvimento Econômico
Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA RICARDO TOMCZYK – ex-Secretário de Estado de Desenvolvimento
Relatora Rescisão CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES Econômico
Relator Originário CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL
46 - Processos nº. 19.886-2/2013 (21.386-1/2014 e 7.182-0/2013 - apensos) Relatora Recursal CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES
Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA
SECRETARIA DE ESTADO TRANSPORTE E PAVIMENTAÇÃO 51 - Processo nº. 7.522-1/2013 (7.662-7/2012, 11.297-6/2012, 14.422-3/2012 e 8.948-
URBANA 6/2012 - apensos)
SILVAL DA CUNHA BARBOSA - ex-Governador do Estado de Mato Interessados(as) DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
Grosso ANDRÉ LUIZ PRIETO – ex-Defensor Público Geral do Estado
MARCELO DUARTE MONTEIRO - ex-Secretário de Estado de DJALMA SABO MENDES JÚNIOR – ex-Defensor Público Geral do
Infraestrutura e Logística Estado
MARCEL SOUZA DE CURSI - ex-Secretário de Estado de Fazenda de GÉRCIO MARCELINO MENDONÇA JÚNIOR – Representante legal da
Mato Grosso empresa Comercial Amazônia de Petróleo LTDA.
MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS – Representante Assunto Embargos de Declaração opostos em face da decisão proferida por
WILLIAM DE ALMEIDA BRITO JÚNIOR – Procurador de Contas meio do Acórdão nº 210/2018-TP, que julgou irregulares as contas objeto
GETÚLIO VELASCO MOREIRA FILHO – Procurador-Geral de Contas da de Contas Ordinária, com restituição de valores aos cofres públicos,
CONSTRUTORA GOMES LOURENÇO S.A. aplicação de multa e determinação e recomendação à atual gestão entre
OSWALDO LUIZ GARCIA ÁLVARES – Representante legal da outras providências.
Construtora Gomes Lourenço S.A. Embargantes COMERCIAL AMAZÔNIA DE PETRÓLEO LTDA.
Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Acórdão n° 566/2018-TP, MUNDIAL VIAGENS E TURISMO LTDA.
que julgou procedente a Representação de Natureza Interna, com LUCIOMAR ARAÚJO BASTOS - Proprietário da empresa Mundial
aplicação de multa dentre outras providências. Viagens e Turismo Ltda
Embargante CINÉSIO NUNES DE OLIVEIRA - ex-Secretário de Estado de Procuradores(as) DARLÃ MARTINS VARGAS – OAB/MT Nº 5.300-B, MURILLO BARROS
Transporte e Pavimentação Urbana DA SILVA FREIRE – OAB/MT Nº 8.942 e CAROLLINE QUANI
Procuradores(as) MAURÍCIO MAGALHÃES FARIA NETO – OAB/MT n° 15.436 RODRIGUES – OAB/MT nº 17.409-E (SILVA FREIRE & VARGAS
(MAURÍCIO MAGALHÃES FARIA JÚNIOR ADVOCACIA S/S – OAB/MT ASSESSORIA E ADVOCACIA) - Procuradores da empresa Comercial
n° 392) – Procurador do Sr. Cinésio Nunes de Oliveira Amazônia de Petróleo Ltda.
Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA Advogados ALINNE SANTOS MALHADO – OAB/MT nº 15.140, BRUNO DE MELO
MIOTTO – OAB/MT 19.512, RICARDO GOMES DE ALMEIDA –
47 - Processos nº. 21.662-3/2018 OAB/MT 5.895, ALINNE SANTOS MALHADO – OAB/MT nº 15.140,
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA MARINGÁ LUIZ ALBERTO DERZE VILLALBA CARNEIRO – OAB/MT nº 15.074 e
Assunto Recurso de Agravo interposto em face da decisão proferida por meio do FERNANDA CARVALHO BAUNGART – OAB/MT nº 15.730.
Julgamento Singular nº 1227/ILC/2018, que julgou parcialmente Relator CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL
procedente a Representação de Natureza Interna, com aplicação de
multa e determinação à atual gestão. 52 - Processos nº. 8.645-2/2016
Recorrente JOÃO BRAGA NETO – Prefeito Municipal Interessados(as) FUNDO ÚNICO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE CUIABÁ
Procuradores RONY DE ABREU MUNHOZ – OAB/MT n° 11.972, IVAN SCHNEIDER – Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Acórdão n° 320/2018-TP,
OAB/MT n° 15.345, SEONIR ANTÔNIO JORGE – OAB/MT n° 23.002, que não conheceu o Pedido de Rescisão proposto em face da decisão
LEANDRO BORGES DE SOUZA SÁ – OAB/MT n° 20.901 e MICHELLE proferida por meio do Julgamento Singular nº 831/LHL/2014, que julgou
BARBOSA FARIA JORGE – OAB/MT n° 18.879/E – Procuradores do Sr. procedente a Representação de Natureza Interna (processo nº 12.485-
João Braga Neto 0/2012), com aplicação de multa e determinação à atual gestão, cuja
Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA decisão foi homologada pelo Acórdão nº 06/2015-SC, para constituição
de título executivo.
48 - Processos nº. 28.500-5/2018 Embargante PERMÍNIO PINTO FILHO
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS Procuradores MARCELO ALEXANDRE OLIVEIRA DA SILVA – OAB/MT N° 14.039 e
GRÁFICA PRINT INDÚSTRIA E EDITORA LTDA. - Representante PERMÍNIO PINTO NETO – OAB/MT nº 20.829 – Procuradores do Sr.
DALMI FERNANDES DEFANTI JUNIOR – Sócio Representante da Permínio Pinto Filho
empresa Gráfica Print Indústria e Editora Ltda Relator Originário CONSELHEIRO LUIZ HENRIQUE LIMA
EDNEIA MARIA DE OLIVEIRA ANDRADE GRÁFICA ELISA EPP Relator Resc./Embargos CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA (COM VISTA
EDNEIA MARIA DE OLIVEIRA ANDRADE - Representante da empresa AO CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF)
Edneia Maria de Oliveira Andrade Gráfica Elisa Epp
CRIATIVA COMÉRCIO DE BRINDES LTDA. 53 - Processos nº. 2.094-0/2015 (2.076-1/2016, 3.334/2016, 27.140-3/2015, 25.411-8/2015,
DECLIS TIMOTEO DE SOUZA JANUÁRIO – Representante da empresa 23.197-5/2015, 20.862-0/2015, 16.212-4/2015, 13.865-4/2015, 11.416-
Criativa Comércio de Brindes Ltda. 2/2015, 9.117-0/2015, 6.059-3/2015 e 19.181-7/2015 - apensos)
CLEIDIANE RODRIGUES DA SILVA – Representante da empresa Interessados(as) COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE RONDONÓPOLIS -
Criativa Comércio de Brindes Ltda. CODER
ELAINE NADALIN – ME JOSÉ SEVERINO DA SILVA NETO – Diretor Presidente
ELAINE NADALIN Sócia Administradora da Elaine Nadalin - ME KÉSIA CRISTINA NUNIS DE CASTRO BARRETO – Sócia-
GRÁFICA GRÊMIO (ELIAS SILVA DE ANDRADE – ME) Administradora da empresa KA Assessoria, Consultoria e Contabilidade
ELIAS SILVA DE ANDRADE – Sócio Administrador da empresa Gráfica e Entidades Públicas S/S Ltda.-Me
Grêmio Assunto Recurso Ordinário (e recurso adesivo) interposto em face da decisão
Procuradores(as) PRISCILA CONSANI DAS MERCÊS OLIVEIRA – OAB/MT n° 18.569/B e proferida por meio do Acórdão nº 648/2016-TP, que julgou as Contas
PISCILA ANALU DA SILVA PREVIATO – OAB/MT n° 18.475/B – Anuais de Gestão do exercício de 2015, regulares, com recomendações,
Procuradoras da empresa Gráfica Print Industria e Editora Ltda. determinações legais, aplicação de multas, entre outras providências.
PAULO CASTRO DA SILVA – OAB/MT n° 18.158 – Procurador da Recorrentes COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE RONDONÓPOLIS –
Empresa Edneia Maria de Oliveira Andrade Gráfica Elisa Epp CODER
Recorrentes JOSÉ CARLOS JUNQUEIRA DE ARAÚJO – Prefeito Municipal ASPLAM ASSESSORIA E CONTABILIDADE A ENTIDADES PÚBLICAS
JOSÉ EDUARDO DE SOUZA SIQUEIRA - Pregoeiro SS/LTDA.ME
Assunto Recurso de Agravo interposto em face da decisão proferida por meio do KA ASSESSORIA, CONSULTORIA E CONTABILIDADE E ENTIDADES
Julgamento Singular nº 150/LCP/2019, que concedeu parcialmente PÚBLICAS S/S LTDA.-ME
cautelar pleiteada. JOSÉ CARLOS OLIVEIRA SANTOS – sócio-proprietário e
Relator CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF corresponsável técnico das empresas Asplam Assessoria e
Contabilidade a Entidades Públicas S/S Ltda.Me e KA Assessoria,
49 - Processo nº. 1.425-7/2014 (10.925-8/2014 - apenso) Consultoria e Contabilidade e Entidades Públicas S/S Ltda.-Me
Interessado(a) PREFEITURA MUNICIPAL DE CONFRESA Procurador(a) KELLEN MÁRCIA NUNIS DE CASTRO – OAB/MT n° 14.267-A –
Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do Procuradora do Sr. José Carlos Oliveira Santos; ASPLAM - Assessoria e
Acórdão nº 179/2018-TP, que deu provimento ao Recurso Ordinário Contabilidade a Entidades Públicas SS/LTDA ME; e da KA Assessoria,
interposto pelo Ministério Publico de Contas em face da decisão Consultoria e Contabilidade e Entidades Públicas S/S Ltda Me.
proferida por meio do Acórdão nº 284/2015-PC, que julgou regulares, LINDALVA VARELA DA SILVA – OAB/MT nº 20.260-B – Procuradora da
com determinações legais as contas anuais de gestão do exercício de CODER
2014, com restituição de valores aos cofres públicos e aplicação de Relatora Originária CONSELHEIRA SUBSTITUTA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES
multas. Relator Recurso CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA
Recorrentes GASPAR DOMINGOS LAZARI
MARISANGELA JUNKER JARDIM BELLE 54 - Processos nº. 26.888-7/2015 (22.529-0/2016 - apenso)
Relator Originário CONSELHEIRO DOMINGOS NETO Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE INDIAVAÍ
Relator do Recurso CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA Recorrente JOSÉ DE SOUZA – ex-Prefeito Municipal
Relator do Recurso CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO Procurador(a) PAULO CEZAR REBULI -OAB/MT n° 7.565– Procurador do Sr. José de
Souza

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 9
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Acórdão n.º 414/2018-TP,
Acórdão 70/2018-SC, que julgou irregulares as contas referentes à que julgou improcedente o Pedido de Rescisão proposto em face da
Tomada de Contas Especial com restituição de valores aos cofres decisão proferida por meio do Acórdão nº 93/2015-TP, que julgou
públicos e aplicação de multa. parcialmente procedente a Representação de Natureza Externa
Relator Originário CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR (processo nº 15.286-2/2015), com determinação à atual gestão,
Relatora do Recurso CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES restituição de valores aos cofres públicos e aplicação de multa.
Embargante GONÇALO SÁVIO DE BARROS
55 - Processos nº. 34.329-3/2017 Procuradores(as) GARCEZ TOLEDO PIZZA – OAB/MT n° 8.675 e JOHNAN AMARAL
Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP TOLEDO – OAB/MT n° 9.206 (TOLEDO & PIZZA ADVOGADOS
LEDOCIR ANHOLETO – OAB/MT nº 7.502-B – Procurador Jurídico ASSOCIADOS – OAB/MT n° 365) – Procuradores do Sr. Gonçalo Sávio
Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do de Barros
Acordão 99/2018-SC, que julgou Procedente a Auditoria de Relator Originário CONSELHEIRO VALTER ALBANO
Conformidade, com aplicação de multa, Determinação e Relator Rescisão/Embargos CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA
Recomendações à atual gestão.
Recorrente ADMIR ANTÔNIO BORTOLI - Presidente da Câmara Municipal 61 - Processos nº. 2.192-0/2014 (10.947-9/2014 - apenso)
Relator Originário CONSELHEIRO SUBSTITUTO JOÃO BATISTA CAMARGO Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ
Relator do Recurso CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL DANIEL DOUGLAS BADRE TEIXEIRA – OAB/MT n° 8.888 – Procurador
Legislativo
56 - Processo nº. 24.529-1/2015 TALITA ALESSANDRA MORI COIMBRA – OAB/MT n° 14.194 –
Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA Procuradora Legislativa
LEANDRO FALLEROS RODRIGUES CARVALHO – ex-Secretário de GISELY CAROLINA LACERDA PINHEIRO - Inventariante no Espólio do
Estado de Cultura Sr. Júlio César Pinheiro
THIAGO DOS SANTOS CARVALHO FERREIRA – Representante da Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do
Associação dos Artistas à época Acórdão nº 3.715/2015-TP, que julgou regulares, com determinações
Procuradores(as) EDILSON LIMA FAGUNDES – OAB/MT nº 5.994, MAURO BASTIAN legais, as contas anuais de gestão no exercício de 2014, com restituição
FAGUNDES – OAB/MT nº 8.907, LUCILENE LINS FAGUNDES – de valores e aplicação de multas.
OAB/MT nº 14.970, BRUNO MACIEL ALVES FERRAZ – OAB/MT nº Recorrente JÚLIO CÉSAR PINHEIRO (falecido)
19.463/O e WESLLEY RODRIGUES NEMER SILVA – Procuradores da Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA
FEDART
Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Acórdão n° 80/2018-PC, 62 - Processo nº. 15.114-9/2017 (12.704-3/2017 - apenso)
que julgou irregulares a Tomada de Contas Especial, com restituição de Interessado(a) PREFEITURA MUNICIPAL DE CÁCERES
valores aos cofres públicos e aplicação de multa. Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do
Embargante ASSOCIAÇÃO DOS ARTISTAS E PRODUTORES DO ESTADO DE Acordão 174/2018-TP, que julgou Procedente a Representação de
MATO GROSSO - FEDART Natureza Interna, com aplicação de multa e determinação à atual
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA gestão.
Recorrente FRANCIS MARIS CRUZ
57 - Processos nº. 37.213-7/2018 Procurador(a) JOSÉ RENATO DE OLIVEIRA SILVA - OAB/MT nº 6.557- Procurador do
Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DE MATO GROSSO Sr. Francis Maris Cruz
GILBERTO FIGUEIREDO – Secretário de Estado de Saúde Relator Originário CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO
LUIZ ANTÔNIO VITÓRIO SOARES – ex-Secretário de Estado de Saúde Relatora CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES (COM
KELLY FERNANDA GONÇALVES – Pregoeira Oficial VISTA AO PROCURADOR ALISSON CARVALHO DE ALENCAR)
KELLUBY OLIVEIRA – Assessora Jurídica
NEOMED ATENDIMENTO HOSPITALAR EIRELI ME – Representante 63 - Processos nº. 22.894-0/2018
CESAR AUGUSTO ANDROLAGE DE ALMEIDA FILHO – Proprietário da Interessados(as) AGÊNCIA MUNICIPAL DE REGULAÇÃO DE SERVIÇOS PUBLICOS
empresa Neomed Atendimento Hospitalar Eireli ME DELEGADOS DE CUIABÁ – ARSEC
PRÓ-ATIVO GESTÃO DE SAÚDE E CLÍNICA MÉDICA LTDA. – ME Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Julgamento Singular
SANDRO CRISTIANO KOWALSKI – Sócio Administrador da empresa 108/2019, que julgou procedente a Representação de Natureza Interna,
Pró-Ativo Gestão de Saúde e Clínica Médica Ltda. – ME com aplicação de multa e recomendação à atual gestão.
Procuradores(as) PRISCILA GONÇALVES DE ARRUDA – OAB/MT 20.310, MAYARA Embargante ALEXANDRE BUSTAMANTE DOS SANTOS
RONDON DE SOUZA – OAB/MT nº 23.441/O e ELISANDRA MARIAMA Procurador(a) FÁBIO CURVO DORNELA – Procurador do Sr. Alexandre Bustamante
DE ALMEIDA – OAB/MT nº 13.769 – Procuradores da empresa Neomed dos Santos
Atendimento Hospitalar Eireli ME Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA
JOSÉ EDUARDO MIRANDA – OAB/MT nº 5023 e LARA B. QUEIROZ
OLIVEIRA – OAB/MT nº 8.126 – Procuradores da empresa Pró-Ativo 64 - Processo nº. 18.348-2/2018
Gestão de Saúde e Clínica Médica Ltda. – ME Interessados(as) GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO
Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Acórdão n° 94/2019-TP, SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO
que homologou Parcialmente a Decisão Singular nº 002/MM/2019. ROGERIO LUIZ GALLO – Secretário de Estado de Fazenda
Embargante ESTADO DE MATO GROSSO SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DA ÁREA INSTRUMENTAL DO
FELIPE TOMAZ BORGES – Procurador do Estado GOVERNO – SINPAIG/MT
FELIPE DA ROCHA FLORÊNCIO – Subprocurador-Geral de Aquisições EDMUNDO CÉSAR CÍCERO LEITE – Presidente do SINPAIG/MT
e Contratos SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA SAÚDE DO ESTADO
Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA DE MATO GROSSO – SISMA/MT
OSCARLINO ALVES DE ARRUDA JUNIOR - Presidente do SISMA/MT
58 - Processos nº. 22.880-0/2018 SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DE TRIBUTAÇÃO,
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DO ARAGUAIA ARRECADAÇÃO E FISCALIZAÇÃO ESTADUAL DE MATO GROSSO
Assunto Recurso de Agravo interposto em face da decisão proferida por meio do LEOVALDO ANTONIO APARECIDO DUARTE - Presidente do Sindicato
Julgamento Singular nº 1094/JJM/2018, que julgou parcialmente dos Profissionais de Tributação, Arrecadação e Fiscalização
procedente a Representação de Natureza Interna, com aplicação de Procuradores(as) CAMILA RAMOS COELHO – OAB/MT nº 16.745, ANA LIGIA LEITE DOS
multa e recomendação à atual gestão. REIS – OAB/MT nº 18.532, DIOGO IBRAHIM CAMPOS – OAB/MT nº
Recorrente JOEL FERREIRA – ex-Prefeito Municipal 13.296 e JAFFER BARBOSA SCHAPHAUSER – OAB/MT nº 20.549 –
Relatora CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES Procuradores do SINPAIG/MT
FERNANDA VAUCHER DE OLIVEIRA KLEIM – OAB/MT nº 12.066,
59 - Processo nº. 7.147-1/2013 JOÃO RICARDO VAUCHER DE OLIVEIRA – OAB/MT nº 14.490 e
Interessado(a) FUNDO ESTADUAL DE SAÚDE BRUNO COSTA ÁLVARES SILVA – OAB/MT nº 15.127 (VAUCHER E
Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do ÁLVARES SOCIEDADE DE ADVOGADOS – OAB/MT nº 669) –
Acórdão nº 2.851/2014-TP, que julgou regulares, com determinações Procuradores do SISMA/MT
legais, as contas anuais de gestão do exercício de 2013, com Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Acórdão nº 539/2018 - TP,
restituições de valores aos cofres públicos e aplicação de multas, bem que julgou procedente a Representação de Natureza Interna com
como do Acórdão nº 111/2016-TP que deu provimento aos Embargos de determinações.
Declaração. Embargante MAURO MENDES FERREIRA - Governador do Estado
Recorrentes WELLINGTON RANDALL ARANTES JOSÉ PEDRO GONÇALVES TAQUES - ex-Governador do Estado
JORGE ARAÚJO LAFETÁ NETO Relator CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA
VANDER FERNANDES
Procuradores(as) MAURÍCIO MAGALHÃES FARIA JÚNIOR – OAB/MT nº 15.436, 65 - Processos nº. 26.307-9/2017
EDMILSON PARANHOS DE MAGALHÃES FILHO – OAB/PE nº 7.809, Interessados(as) SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO
MARIZA MAIA FERREIRA TAVARES – OAB/PE nº 14.962, ALANA SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
COELHO PEDROSA – OAB/PE nº 30.195 E MAGDALA CABRAL Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do
GOMES – OAB/PE nº 18.495 – Procuradores dos Srs. Wellington Acórdão nº 71/2018-TP, que conheceu do levantamento com
Randall Arantes, Jorge Araújo Lafetá Neto e Vander Fernandes determinação à atual gestão.
Relator Originário CONSELHEIRO DOMINGOS NETO Recorrentes CORONEL PM MARCOS VIEIRA DA CUNHA - Comandante Geral da
Relator dos Embargos CONSELHEIRO SUBSTITUTO ISAIAS LOPES DA CUNHA Polícia Militar
Relator do Recurso CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL CORONEL BM ALESSANDRO BORGES FERREIRA - Comandante
Geral do Corpo de Bombeiros Militar
60 - Processos nº. 24.296-9/2017 GUSTAVO GARCIA FRANCISCO – Secretário de Estado de Segurança
Interessado(a) PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE Pública

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 10
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

LUIZ GUSTAVO TARRAF CARAN – Secretário Executivo de Segurança Relator CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA
Pública
Relator Originário CONSELHEIRO INTERINO MOISES MACIEL
Relatora Recurso CONSELHEIRA INTERINA JAQUELINE JACOBSEN MARQUES (*) A pauta de julgamentos disponibilizada no site do Tribunal de Contas poderá conter outros
processos que não necessitam de publicação no Diário Oficial de Contas (Artigo 43 da Resolução
66 - Processos nº. 1.416-8/2016 nº 14/2007 – Regimento Interno do TCE/MT).
Interessados(as) CÂMARA MUNICIPAL DE MIRASSOL D'OESTE (**) Foram incluídos nesta pauta os processos nºs 14.760-5/2018, 10.578-3/2016, 29.400-4/2018,
LAÉRCIO ALVES PEREIRA – ex-Presidente da Câmara 29.373-3/2018, 29.374-1/2018 29.417-9/2018, 16.941-2/2018, 4.461-0/2017, 17.576-5/2018,
ANILDO JOSÉ DE MIRANDA E SILVA – Presidente da ACPI 24.529-1/2015, 32.139-7/2018 , 17.749-0/2018, 21.662-3/2018, 22.880-0 e 6.237-5/2016 de
Assunto Embargos de Declaração opostos em face do Acórdão nº 91/2018-PC, competência de Câmaras Julgadoras, com fundamento no §1º do artigo 30-E da Resolução nº
que julgou irregulares as contas apresentadas nos autos da Tomada de 14/2007 – Regimento Interno do TCE/MT.
Contas Ordinária, com restituição de valores aos cofres públicos e (***) O Presidente do TCE/MT poderá convocar Sessão Extraordinária para apreciação dos
aplicação de multa. processos que não puderem ser julgados nesta sessão, dispensada a publicação, nos termos do
Embargante ACPI - ASSESSORIA CONSULTORIA PLANEJAMENTO E artigo 34, § 6º do Regimento Interno do TCE/MT.
INFORMÁTICA LTDA.
Procuradores(as) HUGO DOS SANTOS SILVA – Procurador dos Srs. Anildo José de
Miranda e Silva e Laércio Alves Pereira
RELAÇÃO DE DELIBERAÇÃO PLENÁRIA
RICARDO GOMES DE ALMEIDA – OAB/MT n° 5.985, CHRISTIAN
EDUARDO GOMES DE ALMEIDA – OAB/MT n° 8.303, LUIZ ALBERTO
DERZE V. CARNEIRO – OAB/MT n° 15.074, ALINNE SANTOS
MALHADO – OAB/MT n° 15.140, FERNANDA CARVALHO BAUNGART RELAÇÃO DE MATÉRIA PARA PUBLICAÇÃO Nº 10/2019 – PLENÁRIO VIRTUAL
– OAB/MT n° 15.370 e BRUNO DE MELO MIOTTO – OAB/MT n° 15.658 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO – TRIBUNAL PLENO
– Procuradores da ACPI
Relator CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA Sessão do Tribunal Pleno – Plenário Virtual
Período de 1 a 5 de abril 2019
67 - Processos nº. 3.500-9/2016
Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ ___________________________________
SECRETARIA DE SERVIÇOS URBANOS DE CUIABÁ
SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO DE CUIABÁ ACÓRDÃO
EMANUEL PINHEIRO - Prefeito Municipal ___________________________________
MAURO MENDES FERREIRA – ex-Prefeito Municipal
JOSÉ ROBERTO STOPA – Secretário Municipal de Serviços Urbanos Processo n° 18.890-5/2017 e outros
OZENIRA FÉLIX SOARES DE SOUZA – Secretária municipal de Gestão Assunto Benefícios Previdenciários
RAFAEL DE OLIVEIRA COTRIM DIAS - ex-Secretário Municipal de Relator Conselheiro Interino LUIZ HENRIQUE LIMA
Gestão Sessão de Julgamento 1º a 5-4-2019 – Tribunal Pleno (Plenário Virtual)
EROALDO DE OLIVEIRA - ex-Secretário Municipal de Gestão
ANA PAULA VILLAÇA DE LOURENÇO – ex-Secretária Municipal de ACÓRDÃO N° 114/2019 – TP (Plenário Virtual)
Gestão
JULIETTE CALDAS MIGUÉIS - Procuradora – Geral Adjunta do Resumo: ATOS DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS. REGISTRAR.
Município de Cuiabá LEGALIDADE DOS ATOS E DOS CÁLCULOS DOS BENEFÍCIOS,
GEORGIA FAJURI GEBARA - Procuradora do Município de Cuiabá CONFORME LEGISLAÇÃO PERTINENTE.
ROGÉRIO LUIZ GALLO – ex-Procurador-geral do Municipal
EVANDRO MARCUS PAIVA MACHADO – Procurador de Contratos e Vistos, relatados e discutidos os referidos processos.
Patrimônio à época
RONILSON RONDON BARBOSA – Procurador Judicial à época ACORDAM os Senhores Conselheiros do Tribunal de Contas, por
ROMEU DONIZETE RUFINO - Diretor Geral da Agência Nacional de unanimidade, acompanhando o voto do Relator e de acordo com os pareceres do Ministério
Energia Elétrica à época Público de Contas, com base no artigo 43, II, da Lei Complementar n° 269/2007 (Lei Orgânica do
GLOBAL LIGHT CONSTRUÇÕES LTDA. - representante Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso), c/c o artigo 29, XXIV, da Resolução n° 14/2007
PAULO HENRIQUE CAMPOS SGUAREZZI – sócio da empresa Global (Regimento Interno do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso), em REGISTRAR o(s) ato(s)
Light Construções Ltda. de benefícios previdenciários, bem como as respectivas planilhas de proventos de acordo com a
ENGELUZ ILUMINAÇÃO E ELETRICIDADE LTDA. fundamentação legal dos seguintes processos:
RODSON LUIZ LOPES – Diretor Presidente da empresa Engeluz
Iluminação e Eletricidade Ltda. ORDEM DA PAUTA PROCESSOS INTERESSADOS(AS)
CONSÓRCIO CUIABÁ LUZ S.A. N°S
MARCELO SOUZA DE CAMARGO RODRIGUES – representante do
Consórcio Cuiabá Luz S.A 2 18.890-5/2017 DALILA SCHUCH WEBER
ENERGISA MATO GROSSO – DISTRIBUIDORA DE ENERGIA S.A.
Procuradores(as) MURILLO BARROS DA SILVA FREIRE - OAB/MT nº 8.942, DARLÃ 3 25.403-7/2018 JOANA MARTINS DEUSDARÁ
MARTINS VARGAS - OAB/MT nº 5.300-B e CARLA SALVADOR -
OAB/MT nº 15.785 – procuradores da empresa Global Light 5 616-5/2019 MANOEL MENDES DOS SANTOS / JOÃO LÚCIO
Construções Ltda. ALVES SANTOS
MAURÍCIO MAGALHÃES FARIA JÚNIOR – OAB/MT nº 9.839, 6 30.907-9/2018 ALEDES DE SOUZA GAMA / MAURILIA DOS
MAURÍCIO MAGALHÃES FARIA NETO – OAB/MT nº 15.436, JOÃO SANTOS GAMA
VÍTOR SCEDRYZK BRAGA – OAB/MT nº 15.429, NÁDIA RIBEIRO DE
FREITAS – OAB/MT nº 18.069 e ANDREY ARANTES ABDALA 7 3.887-3/2019 MARIA HELENA DA SILVA / ALINE DA SILVA / JOSÉ
AZEVEDO (MAURÍCIO MAGALHÃES FARIA JÚNIOR ADVOCACIA S/S LUIS FERNANDES
– OAB/MT Nº 392) – procuradores do Consórcio Cuiabá Luz S.A
ELBER RIBEIRO – OAB/MT nº 15.020-B – Procurador da Energisa
Assunto Recurso Ordinário interposto em face da decisão proferida por meio do
Acordão 568/2016-TP, que julgou Improcedente a Representação de Após as anotações de praxe, arquivem-se os autos, com exceção dos
Natureza Externa com determinação à atual gestão e Requerimentos processos físicos que deverão ser devolvidos ao órgão de origem.
de aplicação de sanção ao gestor por ter descumprido a decisão do
TCE/MT por meio do Decreto nº 6.286/17 e ter assinado Termo Aditivo, e Relatou a presente decisão o Conselheiro Interino LUIZ HENRIQUE
de suspensão imediata da Concorrência nº 10/2018, nos autos da LIMA (Portaria nº 122/2017).
Representação de Natureza Externa acerca de supostas irregularidades
no Edital nº 01/2016, da Concorrência para Concessão, por meio de Participaram do julgamento o Conselheiro Interino ISAIAS LOPES DA
Parceira Público Privada – PPP, na modalidade de Concessão CUNHA (Portaria nº 124/2017), o Conselheiro GUILHERME ANTONIO MALUF e os Conselheiros
Administrativa, para modernização, otimização, expansão, operação e Interinos JOÃO BATISTA CAMARGO (Portaria nº 127/2017), JAQUELINE JACOBSEN MARQUES
manutenção da infraestrutura de iluminação pública do município de (Portaria nº 125/2017) e MOISES MACIEL (Portaria nº 126/2017).
Cuiabá.
Recorrentes MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS
GETÚLIO VELASCO MOREIRA FILHO Publique-se.
Relator Originário CONSELHEIRO SÉRGIO RICARDO
Relator do Recurso CONSELHEIRO SUBSTITUTO LUIZ CARLOS PEREIRA (COM VISTA
AO CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF) Sala das Sessões, 5 de abril de 2019.

68 - Processos nº. 6.237-5/2016 (6.501-3/2016 - apenso)


Interessados(as) PREFEITURA MUNICIPAL DE JUARA (assinaturas digitais disponíveis no endereço eletrônico: www.tce.mt.gov.br)
EDSON MIGUEL PIOVESAN – ex-Prefeito Municipal ___________________________________
NAIR DE FÁTIMA GOUVEIA GOMES – Controladora Interna
Procuradores(as) ELCIO LIMA DO PRADO – OAB/MT n° 475 e SILVIO LUIZ DE
OLIVEIRA – OAB/MT n° 3.546-A – Procuradores do Sr. Edson Miguel
Piovesan CONSELHEIRO INTERINO LUIZ HENRIQUE LIMA (Portaria nº
Assunto Concurso Público nº 001/2016, realizado para o provimento de cargos 122/2017)
efetivos no quadro de pessoal.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 11
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

JULGAMENTOS SINGULARES

JULGAMENTO SINGULAR Nº 466/LHL/2019

PROCESSO Nº: 21.722-0/2016


PRINCIPAL: PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA
RESPONSÁVEL: ASIEL BEZERRA DE ARAÚJO
ADVOGADOS: IVAN SCHNEIDER
RONY DE ABREU MUNHOZ
ASSUNTO: REPRESENTAÇÃO DE NATUREZA INTERNA

Trata-se de Representação de Natureza Interna instaurada pela


Secretaria de Controle Externo de Atos de Pessoal e RPPS, com o objetivo de apurar possíveis
irregularidades na contratação de servidores temporários, sem atender à necessidade temporária
de excepcional interesse público, ocupando vagas de servidores efetivos e sem realizar concurso
público, sob a gestão do Sr. Asiel Bezerra de Araújo, Prefeito Municipal de Alta Floresta.

A unidade de instrução verificou que foram contratados temporariamente


616 (seiscentos e dezesseis) pessoas para ocuparem cargos de funções rotineiras (secretárias,
telefonistas, auxiliares administrativos, etc.); cargos técnico-profissionais (dentistas, médicos,
engenheiros, etc.) e cargos de mero expediente (motorista, zelador, contínuo, etc.).

Diante de tais fatos, a unidade instrutória esclareceu que não podem ser
considerados como regra para contratações temporárias e nem de caráter emergencial e
excepcional interesse público, tendo em vista as contratações temporárias são reiteradas e para
preenchimento de cargos efetivos1.

Destacou também que as contratações temporárias praticadas pelo


gestor no lugar de concurso público são irregularidades e recorrentes; por conseguinte, o gestor foi
alertado diversas vezes, conforme processos autuados nesta Corte de Contas 2, sobre a
necessidade de realizar concurso público para preencher os cargos efetivos1.

Informou ainda que, para suprir a falta de servidores a Prefeitura


Municipal de Alta Floresta realizou apenas 02 (dois) Concursos Públicos nº 001/2012 e nº
001/20143 e 01 (um) Processo Seletivo Simplificado nº 001/20124.

A Secex elaborou Relatório Técnico Preliminar apontando a seguinte


irregularidade:

Responsável: Asiel Bezerra de Araújo – Prefeito


KB 01. Pessoal_Grave_01. Contratação de pessoal por tempo
determinado sem atender a necessidade temporária de excepcional
interesse público, burlando a exigência de realização de concurso
público (art. 37, II e IX, da Constituição Federal).
A Prefeitura Municipal de Alta Floresta - MT, vem contratando servidores
temporários, sem atender à necessidade temporária de excepcional
interesse público, ocupando vagas de servidores efetivos e sem deflagar
concurso público, para os seguintes cargos/funções: Agente ambiental,
Agente comunitário de saúde, Agente de combates as endemias, Agente
de estação de trabalho, Agente de saúde, Apoio adm. educacional
(eletricista, limpeza, nutrição, vigia), Arquiteto, Assessor jurídico,
Assistente administrativo, Assistente de administração, Assistente social,
Auxiliar administrativo, Auxiliar de administração, Auxiliar de serviços
gerais, Bombeiro do aeródromo, Borracheiro, Coveiro, Cozinheiro,
Educador social, Eletricista, Eletricista de veículos, Enfermeiro,
Engenheiro civil, Farmacêutico e bioquímico, Fisioterapeuta, Gerente de
conservação, Gerente gestor de segurança, Jornalista, Mecânico,
Médicos, Motorista, Odontólogo, Operador de máquina (agrícola ou
pesada), Operador de pá carregadeira, Pedreiro, Professor, Psicólogo,
Técnico administrativo educacional, Técnico de (arquivo,
desenvolvimento educação infantil, higiene dentária, laboratório) Técnico
em (comunicação ou enfermagem) Técnico esportivo, Terapeuta
educacional e Vigia.

Com o intuito de evidenciar a situação mencionada, a Secex apresentou


um comparativo entre o total de servidores contratados em relação às leis de criação dos cargos e
o quantitativo de servidores efetivos, tendo como parâmetro o lotacionograma da Prefeitura
Municipal de Alta Floresta, datado de 30/09/2016, conforme tabela:

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 12
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Fonte: Relatório Técnico Preliminar

Após o exame de admissibilidade, foi promovida a citação do Sr. Asiel


Bezerra de Araújo, Prefeito; oportunidade em que apresentou sua manifestação nos autos.

Na manifestação acerca do Relatório Técnico Preliminar, o defendente


alegou a existência de impedimento legal para realização de concurso público, pois, desde o
momento em que tomou posse como Prefeito Municipal, os limites de despesas com pessoal
previstos no art. 22 da Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF estavam extrapolados.

Frisou, ainda, que no exercício de 2013 o percentual atingido foi de


54,52% (cinquenta e quatro inteiros e cinquenta e dois centésimos), e em 2014 foi de 52,75%
(cinquenta e dois inteiros e setenta e cinco centésimos), com emissão de Parecer Prévio Contrário
à aprovação das Contas de Governo de 2013.

Ressaltou também que foi “impedido de realizar concurso público no


Município de Alta Floresta/MT, em razão das disposições contidas na Lei de Responsabilidade
Fiscal”. Ademais, acrescentou que “eventual realização de certame para a efetivação de servidores
públicos municipais seria, também pelas disposições da Lei de Responsabilidade Fiscal,
considerada nula”, em observância aos artigos 21 e 22 da LRF.

Explicou que as nomeações foram realizadas para atendimento do


interesse público municipal, e, por tal razão, este Tribunal não poderia lhe atribuir a
responsabilidade por esta irregularidade, pois eram advindas ou surgidas em situação excepcional.

Informou ainda que os atos praticados não trouxeram prejuízo ao erário,


benefícios a terceiros, nem foram praticados com indícios de dolo ou má-fé.

Por fim, requereu a improcedência da presente Representação.

Após a análise das manifestações, a Secex de Atos de Pessoal e RPPS,


por meio de Relatório Conclusivo, ressaltou que as referidas contratações, ainda que de forma
temporária, têm o condão de onerar a folha de pagamento, da mesma forma que as admissões
decorrentes de concurso públicos o fariam.

Destacou ainda que são computados na apuração do limite para gastos


com pessoal referente a quaisquer espécies remuneratórias de servidores em atividade, sejam eles
ocupantes de cargo, função ou emprego, sem distinção quanto à natureza do vínculo, permanente
ou transitório, estatutário ou celetista, de acordo com o disposto no art. 18 da Lei Complementar nº
101/2000.
Diante disso, registrou que, se a Prefeitura Municipal de Alta Floresta
tinha limites para realizar contratações temporárias, teria também limites para realizar concurso
público para admissão de servidores efetivos em substituição a essas contratações.

A unidade de instrução informou também que o gestor poderia ter


realizado o certame nos meses ou anos anteriores ao término do seu mandato; não merecendo

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 13
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

prosperar a alegação de que não poderia ter sido realizado concurso público nos 180 (cento e Vale colacionar a lição do doutrinador Hely Lopes Meirelles:
oitenta) dias que antecedem o final do mandato eleitoral do prefeito.
“O concurso é o meio técnico posto à disposição da Administração
Frisou que, ao total, foram 04 (quatro) anos para que o gestor pudesse Pública para obter-se moralidade, eficiência e aperfeiçoamento do
realizar concurso público e preencher as vagas do quadro permanente da Prefeitura Municipal, que serviço público e, ao mesmo tempo, propiciar igual oportunidade a todos
foram reiteradamente preenchidas por meio de contratações temporárias. os interessados que atendam aos requisitos da lei, fixados de acordo
com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, consoante
Destarte, concluiu pela caracterização da irregularidade, pela determina o art. 37, II, da CF5.”
procedência da presente Representação e, ainda, pela expedição de determinação à atual gestão.
As contratações temporárias no serviço público apenas serão
O Ministério Público de Contas, por meio do Parecer nº 5.653/2016, da autorizadas para atender às necessidades temporárias de excepcional interesse público, previstas
lavra do Procurador de Contas Alisson Carvalho de Alencar, opinou: em lei, conforme disciplina o artigo 37, IX:

a) pelo conhecimento da presente, uma vez preenchidos os requisitos “IX - a lei estabelecerá os casos de contratação por tempo determinado
de admissibilidade, nos termos dos arts. 224, II, “a”, e 225 do RITCE/MT; para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público;”
b) pela procedência da Representação de Natureza Interna, tendo em
vista a ausência de concurso público para provimento de cargos e irregularidade na contratação de Destarte, a contratação temporária é uma forma excepcional de
servidores temporários em desacordo com o art. 37, II e IX, da CR; admissão de pessoal pela Administração, visando atender aos casos de urgência, nos quais a
c) pela aplicação de multa ao gestor, Sr. Asiel Bezerra de Araújo, nos duração do procedimento do concurso público é incompatível com a necessidade imediata da
termos do art. 289, II do RITCE/MT e no art. 3º, II, “a” da Resolução Normativa nº 17/2016, em consecução do interesse público.
razão da não realização de concurso público para provimento dos cargos ocupados por servidores
temporários contratados fora dos parâmetros definidos na Constituição da República e Resolução A contratação por tempo determinado não deve ser utilizada de maneira
de Consulta TCE/MT nº 14/2010; arbitrária pela Administração, uma vez que a regra constitucional é a de provimento de cargos e
d) ela expedição de determinação legal, nos termos do art. 22, § 2º da empregos públicos por meio de concurso público.
Lei Orgânica do TCE/MT, à gestão para que:
d.1) realize, no prazo de 120 (cento e vinte) dias, concurso público Dessa forma, a urgência deve estar devidamente justificada, para que
para provimento dos cargos preenchidos precariamente por meio de contratações temporárias, fique comprovada, de maneira evidente, a necessidade desta espécie anômala de contratação.
proceda a respectiva nomeação, respeitando-se o limite de despesas com pessoal, bem como o Neste sentido, esta Corte de Contas editou as seguintes Resoluções de
empossamento dos candidatos aprovados, nos termos do art. 37, II, da CR, após comprove a este Consulta:
Tribunal de Contas o cumprimento dessa determinação; Resolução de Consulta nº 14/2010 (DOE, 07/04/2010). Pessoal.
d.2) abstenha-se de realizar contratação de servidores temporários fora Admissão. Concurso Público. Exceção nos casos de contratação
dos parâmetros definidos na Constituição da República e na Resolução de Consulta TCE/MT nº temporária de excepcional interesse público, desde que realizado
14/2010, no sentido de que a lei, que regulamente a contratação por tempo determinado para processo seletivo simplificado com critérios objetivos.
atender necessidade temporária de excepcional interesse público, não preveja hipóteses 1. A ordem constitucional de ingresso nos quadros dos entes públicos é
abrangentes e genéricas de contratações temporárias sem concurso público, e que, sobretudo, mediante concurso público (art. 37, II, da Constituição Federal).
especifique a contingência fática que caracteriza a situação de emergência. 2. Sendo exceção à regra, os casos de contratação por necessidade
temporária de excepcional interesse público (art. 37, IX, da Constituição
É o relatório. Federal) devem ser realizados por processo seletivo simplificado, nos
termos da lei própria de cada ente, contendo os seguintes critérios
Decido. objetivos:
a) o processo seletivo deverá obedecer aos princípios constitucionais –
A matéria que passo a examinar comporta Julgamento Singular, nos mormente os da publicidade, impessoalidade e razoabilidade;
termos do artigo 90, II da Resolução Normativa nº 14/2007 – RITCE/MT. b) é vedado realizar contrato temporário quando não houver excepcional
interesse público; e,
Destaco que a presente Representação de Natureza Interna preenche c) a forma de avaliação do processo seletivo simplificado se perfaz com
os requisitos de admissibilidade previstos na Lei Orgânica e no Regimento Interno deste Tribunal critérios mínimos e objetivos que atendam a exigência da função a ser
de Contas, bem como está com a instrução completa e com o parecer ministerial, motivo pelo qual desempenhada, sendo realizada por meio de provas e,
a conheço e passo a apreciar seu mérito. excepcionalmente, por análise curricular, entrevista, seleção psicológica,
dentre outros, desde que tenham como base o grau de escolaridade e o
Irregularidade KB 01 – Pessoal Grave tempo de experiência, nos casos de emergência comprovada que
impeça o teste seletivo.
Responsável: Asiel Bezerra de Araújo – Prefeito 3. Todos os documentos relativos ao processo seletivo realizado pela
KB KB 01. Pessoal_Grave_01. Contratação de pessoal por tempo determinado sem atender a Administração Pública Estadual e Municipal deverão ser encaminhados
necessidade temporária de excepcional interesse público, burlando a exigência de realização ao Tribunal de Contas, conforme Manual de Orientação para remessa
de concurso público (art. 37, II e IX, da Constituição Federal). de documentos ao Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso.
A Prefeitura Municipal de Alta Floresta - MT, vem contratando servidores temporários,
sem atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, ocupando Resolução de Consulta nº 51/2011 Pessoal. Admissão. Contratação
vagas de servidores efetivos e sem deflagar concurso público, para os seguintes temporária. Inaplicabilidade da Lei Federal nº 8.745/1993 ao Estado
cargos/funções: Agente ambiental, Agente comunitário de saúde, Agente de combates e aos Municípios. Possibilidade d contratação para atividades
as endemias, Agente de estação de trabalho, Agente de saúde, Apoio adm. educacional temporárias e permanentes. Substituição temporária de servidores
(eletricista, limpeza, nutrição, vigia), Arquiteto, Assessor jurídico, Assistente efetivos. Possibilidade. Casos de necessidade temporária de
administrativo, Assistente de administração, Assistente social, Auxiliar administrativo, excepcional interesse público definido por lei própria de cada ente
Auxiliar de administração, Auxiliar de serviços gerais, Bombeiro do aeródromo, federativo.
Borracheiro, Coveiro, Cozinheiro, Educador social, Eletricista, Eletricista de veículos, Os casos de contratações temporárias deverão ser previstos em lei
Enfermeiro, Engenheiro civil, Farmacêutico e bioquímico, Fisioterapeuta, Gerente de própria de cada ente da federação, observados, além dos princípios da
conservação, Gerente gestor de segurança, Jornalista, Mecânico, Médicos, Motorista, Administração Pública, os requisitos de excepcional interesse público da
Odontólogo, Operador de máquina (agrícola ou pesada), Operador de pá carregadeira, atividade e a necessidade temporária, nos termos do art. 37, inciso IX,
Pedreiro, Professor, Psicólogo, Técnico administrativo educacional, Técnico de da CF/88, devendo tais leis preverem, ainda, os critérios e
(arquivo, desenvolvimento educação infantil, higiene dentária, laboratório) Técnico em procedimentos atinentes à seleção e divulgação, vedações,
(comunicação ou enfermagem) Técnico esportivo, Terapeuta educacional e Vigia. remuneração, jornada de trabalho, duração dos contratos, direitos e
obrigações, sanções, dentre outros.
A Lei Federal nº 8.745/1993 não se aplica aos Estados e Municípios,
exceto quando adotada de forma subsidiária.
Extrai-se do Relatório Técnico Preliminar que a Prefeitura Municipal de
Há possibilidade de contratações temporárias para suprir ausência de
Alta Floresta praticou possíveis irregularidades na contratação de servidores temporários, sem
pessoal efetivo, desde que presentes os requisitos de necessidade
atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, ocupando vagas de servidores
temporária e excepcional interesse público, independente da atividade
efetivos, e sem realizar concurso público.
ser eventual ou permanente.
Contudo, no caso de contratações para atender a necessidade
É sabido que a regra constitucional para admissão de servidores e
temporária de atividades permanentes, a admissão de pessoal tem sua
empregados públicos é o concurso público para os cargos e empregos em geral, e previsto
val idade adstrita ao período de ausência do servidor efetivo, que deve
processo seletivo nos casos do inciso IX, do art. 37 da CF. A própria Constituição da República
ser comprovado. Se a atividade e a necessidade dos serviços forem
previu duas ressalvas a esta regra, quais sejam, cargos em comissão e exercício de função
permanentes, afasta-se a exceção trazida pelo art. 37, inciso IX da CF,
temporária de excepcional interesse público.
incidindo a regra geral do concurso público (art. 37, inciso II, CF).
Caracterizam-se como de excepcional interesse público aquelas funções
“Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos
públicas que são indispensáveis à prestação de serviços públicos
Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios
finalísticos, como por exemplo serviços de saúde, educação e
obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade,
assistência social, e cuja interrupção ou descontinuidade possa causar
publicidade e eficiência e, também, ao seguinte:
prejuízos irremediáveis à população e/ou ao patrimônio público.
(...)
A dispensa da realização de concurso público não exime o gestor de
II - a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação
realizar processo seletivo com obediência aos ditames da legalidade,
prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo
impessoalidade, moralidade e publicidade. (destacado)
com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma
Adicionalmente, com a finalidade de orientar seus jurisdicionados, este
prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão
Tribunal também editou uma “Cartilha de orientação para contratação
declarado em lei de livre nomeação e exoneração;”
por tempo determinado para atender à necessidade temporária de
excepcional interesse público”.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 14
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Com efeito, destacam-se os seguintes pontos: “Não há como admitir-se a excepcionalidade e a temporariedade de tais
“1.1. Requisitos para Contratação Temporária contratações que se prorrogam repetidas vezes há vários anos neste
A regra constitucional para admissão de servidores e empregados município e configuram evidente forma de burlar a obrigatoriedade da
públicos é o concurso público, para os cargos e empregos em geral (art. realização de concurso público para provimento dos cargos públicos de
37, II), e o processo seletivo público para a admissão dos agentes caráter definitivo” destacou a promotora de justiça.”
comunitários de saúde e agentes de combate às endemias (art. 198, §
4º). Nesse sentido, entendo que a situação apresentada nestes autos, com
A Constituição Federal ressalva apenas a nomeação para cargo em relação às recorrentes contratações temporárias na Administração Pública, burla a regra do
comissão (art. 37, II e V) e a contratação por tempo determinado, para concurso público, bem como não pode ser o instituto utilizado para a satisfação de necessidades
atender à necessidade temporária de excepcional interesse público (art. permanentes do serviço público.
37, IX), sendo que a presente cartilha restringe-se a esta última hipótese
de admissão de servidores públicos a título precário. Cumpre assinalar que, ao realizar a contratação de pessoal por tempo
As contratações temporárias no serviço público só serão autorizadas determinado sem a realização de concurso público e sem atender à necessidade temporária de
para atender às necessidades temporárias de excepcional interesse excepcional interesse público, o gestor não cumpriu com as regras que norteiam a contratação via
público, previstas em lei, conforme disciplinado pelo artigo 37, IX, da concurso público, em observância ao artigo 37, II da Constituição Federal, fato esse que
Constituição Federal, verbis: caracteriza a irregularidade.
(...)
Dessa forma, a licitude da contratação temporária está condicionada ao Como bem ponderado pelo Parquet de Contas, que “o representado não
preenchimento dos seguintes requisitos constitucionais: se preocupou em trazer aos autos qualquer comprovação sobre a transitoriedade, tampouco sobre
1. previsão legal das hipóteses de contratação temporária; o excepcional interesse público que justificassem as contratações de servidores temporários, na
2. realização de processo seletivo simplificado; medida em que meras alegações de atendimento ao interesse público municipal, e ainda sobre os
3. contratação por tempo determinado; índices de apuração da despesa total com pessoal não são suficientes a afastar a irregularidade.”
4. atender necessidade temporária; e
5. presença de excepcional interesse público. Não preenchido qualquer No âmbito da Administração Pública, a exigência de contratação dos
requisito necessário à contratação temporária, a Administração Pública servidores mediante concurso público está estabelecida no art. 37, II da Constituição Federal de
não utiliza esta modalidade de contratação, sob pena de ofensa à 1988. Por isso, entendo caracterizada a irregularidade.
obrigatoriedade do concurso público, tornando o ato nulo, consoante §
2º do artigo 37 da Constituição Federal, que assim dispõe: De outro norte, refuto a tese apresentada pela defesa de que realizou o
Art. 37. [...] processo seletivo em razão da extrapolação dos limites com gastos de pessoal previstos na Lei de
§ 2º -A não observância do disposto nos incisos II e III implicará a Responsabilidade Fiscal - LRF. Como bem asseverou a unidade de instrução, os gastos com
nulidade do ato e a punição da autoridade responsável, nos termos da lei. (grifo nosso) pessoal englobam quaisquer espécies remuneratórias de servidores em atividade, não havendo
Assim, por expressa determinação constitucional, o ente político distinção quanto à natureza do vínculo, conforme dispõe art. 18 LRF 8.
interessado em se valer do instituto deve regulamentar, por meio de lei,
os casos de contratação temporária de pessoal, estabelecendo as Nessa vertente, em consonância com a unidade de instrução e com o
hipóteses e situações que poderão justificar a sua realização, Ministério Público de Contas, entendo pela caracterização da irregularidade classificada como
observando os requisitos elencados acima e devendo ter como norte os KB01 imputada ao gestor.
princípios da razoabilidade e da moralidade. Destarte, concluo pela procedência da Representação e pela imputação
1.5.2. Necessidade temporária de atividades permanentes de responsabilidade ao Sr. Asiel Bezerra de Araújo, Prefeito, e nos termos do artigo 75, IV, da Lei
Nessa segunda hipótese, a atividade ou função a ser desempenhada é Orgânica nº 269/2007 c/c o artigo 289, III, da Resolução nº 14/2007, com gradação dada pelo
permanente, mas a necessidade de utilização da forma especial de artigo 3º, II, “a” da Resolução nº 17/2016, concluo pela aplicação de multa ao responsável.
contratação, com base no art. 37, IX, da CF, é temporária.
Dentro deste grupo, podem ocorrer ainda duas situações distintas: Quanto à dosimetria da multa, há que considerar que a irregularidade
a. aquelas situações em que a atividade é permanente, o quantitativo de vem sendo reiteradamente praticada há muitos anos e atingiu centenas de atos de contratação
cargos/empregos previstos é suficiente para atender a demanda, mas a temporária irregular. Seria um despropósito aplicar uma sanção de montante irrisório, no mesmo
falta de pessoal é temporária, a exemplo do que ocorre com a valor da hipótese de uma única contratação.
contratação para substituição de servidor, em gozo de licenças ou
afastamentos legais, cuja contratação se justifica, tão somente, durante Assim, considerando que foi demonstrada a existência de 764
o período de afastamento (Acórdão nº 1.743/05). (setecentos e sessenta e quatro) contratos temporários para cargos existentes no Plano de Cargos
b. aquelas situações em que a atividade é permanente, há deficiência e Salários, entendo razoável aplicar a sanção no valor equivalente a 0,1 (zero vírgula uma) para
de pessoal para atendimento da demanda ordinária do serviço, cada uma dessas contratações indevidas, totalizando 76,4 (setenta e seis vírgula quatro) UPFs/MT.
justificando-se a contratação temporária tão somente até a
realização de concurso público, que tão logo deverá ser Por fim, determinar à atual gestão para que, em obediência ao disposto
organizado e realizado. (destacado) no artigo 37, II da Constituição Federal, realize, no prazo de 150 (cento e cinquenta) dias, concurso
(...) público para o provimento dos cargos preenchidos precariamente por meio de contratações
1.8.2. Necessidade temporária em razão da falta de interessados ou temporárias, proceda à respectiva nomeação, respeitando-se o limite de despesas com pessoal,
aprovados em concurso público bem como ao empossamento dos candidatos aprovados; e, após, comprove a este Tribunal o
Conforme descrito no item 1.5.2, naquelas situações em que a atividade cumprimento dessa determinação.
é permanente, mas há insuficiência de pessoal para atendimento da
demanda ordinária do serviço, justifica-se a contratação temporária tão Determino ainda que a Prefeitura Municipal de Alta Floresta abstenha-se
somente até a realização de concurso público, que tão logo deverá ser de contratar servidores temporários fora dos parâmetros definidos na Constituição da República e
organizado e realizado. na Resolução de Consulta TCE/MT nº 14/2010, no sentido de que a lei que regulamente a
contratação por tempo determinado para atender necessidade temporária de excepcional interesse
Nesse sentido, o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso tem público, não prevê hipóteses abrangentes e genéricas de contratações temporárias sem concurso
entendido legítima as contratações temporárias quando não há interessados ou aprovados em público e também, que a Prefeitura especifique a contingência fática que caracteriza a situação de
concurso anterior, devidamente justificadas pelo gestor, e desde que em atividades essenciais emergência.
(Acórdão nº 260/2012). Nessas situações, esses contratos temporários só permanecem legais se
observado o prazo estritamente necessário à realização de novo concurso. (...).” DISPOSITIVO
Conforme demonstrado pela unidade instrutória, contatei que está
disponibilizada, no Portal Transparência da Prefeitura Municipal, a abertura do Concurso Público nº Diante do exposto e, nos termos do artigo 1º, inciso XIV, da Lei
002/2012 e do Processo Seletivo Simplificado nº 001/2012, bem como a homologação do Complementar nº 269/2007 e do artigo 90, inciso II da Resolução nº 14/2007, acolho parcialmente
Concurso nº 001/2014. o Parecer Ministerial nº 5.653/2016, da lavra do Procurador Alisson Carvalho de Alencar, para:

Oportuno mencionar que esta relatoria solicitou à Controladora Interna I) conhecer da presente Representação de Natureza Interna, formulada
da Prefeitura informações referentes aos cargos/funções, e esta informou que recentemente foi pela Secretaria de Controle Externo de Atos de Pessoal e RPPS, em desfavor da Prefeitura
publicado Edital de processo de seleção para contratação de profissionais para a Secretaria de Municipal de Alta Floresta, sob a gestão do Sr. Asiel Bezerra de Araújo, Prefeito;
Educação, o qual está em fase de atribuição das aulas.6
II) no mérito, julgá-la procedente, em razão da caracterização da
Por outro lado, observo ainda que, conforme notícia divulgada pela irregularidade classificada como KB 01. Pessoal Grave 01;
imprensa7, em 19/10/2018, o Poder Judiciário, a pedido do Ministério Público Estadual, suspendeu
o Processo Seletivo nº 002/2018, da Prefeitura Municipal de Alta Floresta. Destaco que também foi III) aplicar multa ao Sr. Asiel Bezerra de Araújo, nos termos do artigo 75,
informado a esta relatoria, pela Prefeitura, a decisão referente à suspensão do Processo Seletivo, inciso IV da Lei Complementar nº 269/2007 c/c o artigo 289, inciso III da Resolução nº 14/2007 e
tendo sido interposto Agravo de Instrumento pela Prefeitura, ainda pendente de julgamento. Resoluções nos17/2010 e 17/2016 TCE, com gradação dada pelo artigo 3º, II, “a” da Resolução nº
17/2016, no valor total equivalente a 76,4 (setenta e seis vírgula quatro) UPFs/MT, em razão da
Naqueles autos, em relação a matéria divulgada, o Ministério Público reiterada contratação de servidores por intermédio de processo seletivo simplicado, evidenciando
manifestou, a saber: desobediência ao artigo 37, II da Constituição Federal (irregularidade KB 01 Pessoal Grave 01);

“(...) A promotora de justiça Carina Sfredo Dalmolin destaca que os IV) determinar à atual gestão da Prefeitura de Alta Floresta que:
cargos contemplados no processo seletivo, suspenso por determinação
judicial, não configuram hipótese de contratações para atendimento de a) em obediência ao disposto no artigo 37, II da Constituição Federal,
necessidade temporária de excepcional interesse público. As vagas realize, no prazo de 150 (cento e cinquenta) dias, concurso público para o provimento dos cargos
disponibilizadas para seleção são para assistentes sociais, preenchidos precariamente por meio de contratações temporárias, proceda à respectiva
fonoaudiólogo, médicos, psicólogos, agentes de combate a endemias, nomeação, respeitando-se o limite de despesas com pessoal, bem como o empossamento dos
contador, técnico em higiene dental e auxiliar de consultório candidatos aprovados; e, após, comprove a este Tribunal o cumprimento dessa determinação; e
odontológico.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 15
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

b) abstenha-se de realizar contratação de servidores temporários fora 11.É o relatório.


dos parâmetros definidos na Constituição da República e na Resolução de Consulta TCE/MT nº
14/2010, no sentido de que a lei que regulamente a contratação por tempo determinado para 12.Decido.
atender necessidade temporária de excepcional interesse público não prevê hipóteses abrangentes
e genéricas de contratações temporárias sem concurso público e também, que a Prefeitura 13.A matéria que passo a examinar comporta Julgamento Singular, nos
especifique a contingência fática que caracteriza a situação de emergência. termos do artigo 90, inciso II da Resolução nº 14/2007 – Regimento Interno do TCE-MT.

É como decido. 14.Preliminarmente, é indispensável consignar que o artigo 8º da Lei nº


11.107/2005, estabelece que os entes consorciados somente entregarão recursos ao consórcio
Publique-se. público mediante contrato de rateio:

______________________ Art. 8o Os entes consorciados somente entregarão recursos ao consórcio


¹ Relação de servidores originária do Extrato Mensal da Folha de 02/2016 – seleção temporária. público mediante contrato de rateio.
² Processo nº 60208/2013 - Comunicação de Irregularidade – arquivamento; Processo nº 155470/2013 -
Comunicação de Irregularidade – arquivamento; Processo nº 196355/2013 - Comunicação de Irregularidade – § 1o O contrato de rateio será formalizado em cada exercício financeiro e seu
arquivamento; Processo nº 295485/2013 - Comunicação de Irregularidade – arquivamento; Processo nº prazo de vigência não será superior ao das dotações que o suportam, com exceção dos contratos
27456/2014 - Comunicação de Irregularidade – arquivamento; Processo nº 235083/2015 - Comunicação de que tenham por objeto exclusivamente projetos consistentes em programas e ações contemplados
Irregularidade – arquivamento; Processo nº 256900/2015 - Comunicação de Irregularidade – arquivamento; em plano plurianual ou a gestão associada de serviços públicos custeados por tarifas ou outros
Processo nº 110612/2016 - Comunicação de Irregularidade – arquivamento; Processo nº 130338/2016 - preços públicos.
Comunicação de Irregularidade – arquivamento.
³ Concurso público nº 001/2012 (Processo nº 88757/2012) e Concurso público nº 001/2014 (Processo nº
199591/2015) 15.No caso concreto, ao analisar a documentação acostada pelo Presidente
4
Processo Seletivo Simplificado nº 001/2012 do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável “Portal da Amazônia”, verifiquei no
5
MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo Brasileiro. 26ª ed. São Paulo: Malheiros. 2001. Relatório dos Contratos de Rateio de 2017, que apenas os Municípios de Guarantã do Norte,
6
Disponível em: < https://funrio.selecao.net.br/informacoes/19/>. Acessado em: 25 mar. 2019 Itaúba, Nova Santa Helena e Peixoto de Azevedo assinaram os respectivos contratos e fizeram os
7
Disponível em: <https://www.rdnews.com.br/judiciario/conteudos/106834>. Acessado em: 06 mar. 2019
8
Art. 18 LRF: “Para os efeitos desta Lei Complementar, entende-se como despesa total com pessoal: o repasses regularmente. Os demais entes não assinaram os contratos de rateio e não efetuaram as
somatório dos gastos do ente da Federação com os ativos, os inativos e os pensionistas, relativos a mandatos transferências:
eletivos, cargos, funções ou empregos, civis, militares e de membros de Poder, com quaisquer espécies
remuneratórias, tais como vencimentos e vantagens, fixas e variáveis, subsídios, proventos da aposentadoria, 16.Ou seja, dos 11 (onze) Municípios integrantes do Consórcio Intermunicipal
reformas e pensões, inclusive adicionais, gratificações, horas extras e vantagens pessoais de qualquer de Desenvolvimento Sustentável “Portal da Amazônia, apenas 04 (quatro) realizaram a assinatura
natureza, bem como encargos sociais e contribuições recolhidas pelo ente às entidades de previdência. (...)”
do Contrato de Rateio e fizeram os devidos pagamentos.

17.Com efeito, observo que a ausência de recursos financeiros do Consórcio


JULGAMENTO SINGULAR Nº 474/LHL/2019 Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável “Portal da Amazônia” advém de uma gestão
deficiente que não atuou no sentido de coletar as assinaturas dos entes consorciados nos
PROCESSO Nº: 31.054-9/2017 Contratos de Rateio para, assim, legitimar as cobranças das transferências.
REPRESENTANTE: VALÉRIA APARECIDA CASTILHO - V.A. CASTILHO DE OLIVEIRA
ASSESSORIA 18.Neste ponto, cabe destacar que esta Corte de Contas já assentou
REPRESENTADO: CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO entendimento no sentido de que os recursos repassados pelos entes consorciados devem estar
SUSTENTÁVEL PORTAL DA AMAZÔNIA previstos no contrato de rateio de cada ente participante:
GESTOR: MAURICIO FERREIRA DE SOUZA
ASSUNTO: REPRESENTAÇÃO DE NATUREZA EXTERNA “Acórdão n° 960/2007 (DOE, 15/05/2007). Consórcio Público. Repasse.
RELATOR: CONSELHEIRO LUIZ HENRIQUE LIMA Despesas no ente consorciado. Necessidade de autorização em lei orçamentária e previsão no
contrato de rateio.
1. Trata-se de Representação de Natureza Externa proposta pela empresa V.
A. Castilho de Oliveira Assessoria, representada por sua sócia-proprietária Valéria Aparecida Os recursos recebidos pelo Município para aplicação em ações e serviços
Castilho em desfavor do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável “Portal da públicos de saúde são contabilizados como receitas do Município. Os recursos repassados pelos
Amazônia”. entes consorciados para o consórcio público são despesas do ente repassador e devem estar
previstos no contrato de rateio e na lei orçamentária ou em créditos adicionais de cada ente
2.A representante alegou que foi contratada pelo Consórcio para a prestação participante.”
de serviços de cobrança judicial e extrajudicial, e que o representado não adimpliu parte dos
valores avençados. “Resolução de Consulta nº 09/2009 (DOE, 27/03/2009). Consórcio público.
Convênio. Transferências. Regras. Débito automático.
3.Instado a se manifestar quanto ao preenchimento dos requisitos de
admissibilidade, o Ministério Público de Contas, por meio do Parecer nº 5.130/2017, da lavra do 1. É permitida a transferência de recurso ao consórcio público, por meio de
Procurador de Contas William de Almeida Brito Júnior, opinou pelo conhecimento parcial da débito automático em conta bancária do município, desde que atendidas cumulativamente as
representação, apenas no tocante à situação de inadimplência dos entes associados e eventual seguintes condições:
omissão dos gestores do Consórcio em cobrar os valores devidos. a) que a finalidade do consórcio se destine exclusivamente a ações e serviços
públicos de saúde;
4.Em relação à ausência de pagamento dos honorários advocatícios, o b) que todos os repasses ao consórcio estejam previstos nas peças
Parquet de Contas entendeu que não é da competência do Tribunal de Contas determinar ao orçamentárias municipais (PPA, LDO e LOA), bem como no contrato de rateio. Apenas em tais
gestor público o pagamento dos valores inadimplidos junto a terceiros, sob pena de se invadir a hipóteses admite-se que os pagamentos previstos no contrato de rateio, classificados como
competência do Poder Judiciário na tutela de interesses privados. transferências intergovernamentais, sejam efetivados mediante débito automático, com crédito
diretamente à conta bancária do Consórcio Intermunicipal. O débito automático somente poderá
5.Em sintonia com o entendimento ministerial, proferi juízo parcial de ser processado por instituição financeira oficial e dependerá de autorização legislativa que
admissibilidade da Representação de Natureza Externa para apurar possível irregularidade quanto especificará, entre outras condições, limites de prazos e valores.
à inadimplência dos Municípios junto ao Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável
“Portal da Amazônia”. 2. A vinculação de receita oriunda de impostos para pagamento de despesas
é inconstitucional, estando as exceções a tal regra previstas no próprio corpo da Constituição da
6.Na sequência, a unidade de instrução sugeriu a citação do atual Presidente República. É possível que o município destine parte da receita vinculada aos serviços de saúde
do Consórcio, Sr. Maurício Ferreira de Souza, para informar quais municípios estão inadimplentes prestados através de Consórcios, nos termos do convênio firmado entre os consorciados.”
com o consórcio, valor mensal e total da dívida de cada consorciado, e quais as providências
tomadas pelo gestor para cobrar os valores devidos pelos municípios participantes do rateio. 19.Desta feita, comprovada a falha da gestão que ocasionou a ausência de
recursos financeiros do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável “Portal da
7.Devidamente citado, o gestor apresentou manifestação e documentos cuja Amazônia”, acolho os entendimentos da Secex de Administração Municipal e do Ministério Público
análise pela unidade técnica concluiu que os municípios partícipes não estão realizando as de Contas no sentido da improcedência da vertente Representação de Natureza Externa, posto
transferências de recursos ao Consórcio, na forma determinada nos contratos de rateio. que a ausência das assinaturas dos Contratos de Rateio, impossibilita a cobrança dos recursos
conforme a expressa previsão do artigo 8º da Lei nº 11.107/2005.
8.O Ministério Público de Contas, por meio do Parecer nº 380/2019, da lavra
do Procurador de Contas Alisson Carvalho de Alencar, opinou pela improcedência da 20.Diante do exposto, nos termos do artigo 1º, inciso XV, da Lei
Representação de Natureza Externa posto que, conforme a documentação apresentada pelo Complementar nº 269/2007, c/c artigo 90, inciso II, da Resolução Normativa nº 14/2007-RITCE/MT,
Presidente do Consórcio Intermunicipal, a falta de recursos financeiros é decorrente da ausência acolho o Parecer nº 380/2019 do Ministério Público de Contas, da lavra do Procurador de Contas
das assinaturas dos Contratos de Rateio pelos Municípios participantes, o que inviabiliza a entrega Alisson Carvalho de Alencar para conhecer e, no mérito, julgar improcedente a vertente
de recursos ao consórcio públicos, nos termos do artigo 8º da Lei nº 11.107/2005. Representação de Natureza Externa.
9.O Parquet de Contas reforçou que, embora a responsabilidade pela 21. Publique-se.
deficiência na gestão financeira possa ser atribuída ao Presidente do Consórcio, que não
assegurou a assinatura dos contratos de rateio, aqueles municípios que assinaram, cumpriram 22. Não havendo interposição de recurso, arquive-se.
com seus repasses e, portanto, não há que se falar em sua inadimplência.

10.Em análise conclusiva, a Secretaria de Controle Externo de Administração


Municipal concordou com o posicionamento do Ministério Público de Contas e concluiu pela EDITAL DE NOTIFICAÇÃO
improcedência da presente Representação de Natureza Externa, sob o argumento de que a
ausência das assinaturas no Contrato de Rateio implica na não a obrigatoriedade dos Municípios
em fazer o repasse, e assim não há se falar em inadimplência de pagamento; portanto não se EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº 274/LHL/2019.
mantém o apontamento inicial.
PROCESSO Nº: 35.037-0/2017

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 16
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

PRINCIPAL: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITIQUIRA


ASSUNTO: TOMADA DE CONTAS ESPECIAL PROTOCOLO Nº: 12.642-0/2019
INTERESSADO: DENILSON DE OLIVEIRA GRACIANO – Representante Legal da REQUERENTE: RAIMUNDO NONATO DE ABREU SOBRINHO
Empresa Produtiva Construção Ltda. ADVOGADOS: LEANDRO BORGES DE SOUZA SÁ (OAB/MT 20.901)
CONSELHEIRO: LUIZ HENRIQUE LIMA SEONIR ANTONIO JORGE (OAB/MT 23.002/B)
ASSUNTO: REQUERIMENTO – PEDIDO DE REVISÃO DE PARECER PRÉVIO
Considerando que as tentativas de citação realizadas por meio dos RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA
s
ofícios nº 136/2019¹ e 454/2019², apesar de encaminhadas ao endereço indicado, não foram
recebidas pessoalmente pelo destinatário, determino à Gerência de Registro e Publicação – I – Relatório
GRP deste Tribunal que proceda à citação, via edital, do Sr. Denilson de Oliveira Graciano,
representante legal da empresa Produtiva Construções Ltda., publicando, por uma só vez, a Trata-se de Requerimento de Revisão proposto pelo Sr. Raimundo
seguinte citação: Nonato de Abreu Sobrinho, representado por meio dos seus advogados devidamente constituídos,
a fim de rever o Parecer Prévio nº 137/2018 - TP, que opinou pela emissão de parecer contrário à
Nos termos dos artigos art. 6º; 59, I e III, 60; e 61, II, § 2º, da Lei aprovação das contas anuais de governo do exercício de 2017 da Prefeitura Municipal de Barra
Complementar nº 269/2007 -TCE, combinados com os artigos 89, inciso VIII; 140; 256, § 1º; 257, dos Bugres, devido à permanência de irregularidade de natureza gravíssima, que retrata gasto com
IV; 264, III, § 2º da Resolução nº 14/2007 - TCE, fica Vossa Senhoria CITADO para, no prazo de 15 pessoal do Poder Executivo acima do limite legal de 54% imposto na Lei de Responsabilidade
(quinze) dias, a contar do recebimento deste, apresentar alegações de defesa acerca das Fiscal.
irregularidades apontadas do Relatório Técnico Preliminar da Secretaria de Controle Externo de
Obras e Infraestrutura. 2.O requerente sustentou, em síntese, que houve erro no cálculo da
despesa total com pessoal, pois não teria sido considerado na Receita Corrente Líquida do
Informo-lhe que o referido Relatório Técnico encontra-se à disposição no exercício a quantia de R$ 6.075.120,70 (seis milhões e setenta e cinco mil e cento e vinte e cinco
Gabinete do Conselheiro Interino Luiz Henrique Lima. reais e setenta centavos), relativo às receitas de aplicação financeira do RPPS, nos moldes
aprovados pela Resolução de Consulta nº 17/2017, cujos efeitos foram modulados para análise
Publique-se. das Contas Anuais de Governo do Exercício de 2018.

__________________________ 3.Acrescentou que houve a contabilização da COSIP – Contribuição


¹ Documento digital n.º 20872/2019 para o Custeio da Iluminação Pública dos Municípios, de maneira equivocada, cuja correção
² Documento digital n.º 72454/2019 representará acréscimo de R$ 541.081,26 (quinhentos e quarenta e um mil e oitenta e um real e
vinte e seis centavos), na Receita Corrente Liquida do exercício analisado.

CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF 4.Pontuou ainda que não foram excluídos do cálculo as despesas
consideradas indenizatórias decorrente de rescisões trabalhistas no encerramento do vínculo de
trabalho, no valor de R$ 1.016.556,18 (um milhão e dezesseis mil e quinhentos e cinquenta e seis
reais e dezoito centavos).
DECISÕES
5.Rebateu a inclusão no cálculo da despesa total com pessoal o valor
relativo às despesas com OSCIP para área de saúde no valor de R$ 2.499.526,61 (dois milhões e
DECISÃO Nº 491/GAM/2019 quatrocentos e noventa e nove mil e quinhentos e vinte e seis reais e sessenta e um centavo) , pois
além de contrariar entendimentos da Corte de Contas em julgamentos de casos análogos, não
PROTOCOLO N.º: 12.871-6/2019 houve nos autos comprovação de que os valores pagos para a contratada são substituição de
REQUERENTE: LEIDIANE LOPES DA SILVA – OAB/MT 25.521 mão-de-obra, preenchidos de maneira irregular, vagos, e/ou não haviam sido colocados em
ASSUNTO: REQUERIMENTO extinção.
RELATOR: CONSELHEIRO GUILHERME ANTONIO MALUF
6.Por fim, entende que o Parecer Prévio nº 137/2018-TP, merece ser
Em atenção ao requerimento formulado pela Sra. Leidiane Lopes da revisado, visto que contém erro de cálculo no valor da Receita Corrente Líquida e na Despesa Total
Silva (OAB/MT nº 25.521), DEFIRO o pedido de cópia integral dos autos do Processo nº 2.229- com Pessoal, cuja reanálise reduziria as despesas com pessoal à quantia de R$ 40.821.992,85
1/2017, a qual estará disponível no setor de Coordenadoria de Expediente para obtenção, (quarenta milhões e oitocentos e vinte e um mil e novecentos e noventa e dois reais e oitenta e
mediante pagamento ou gravação do conteúdo em meio magnético, em virtude do tamanho do cinco centavos), o que equivale ao percentual de 53,75%, estando, portanto, dentro do limite
arquivo digital. permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Publique-se. É o relatório.

II – Fundamentação
DECISÃO Nº 496/GAM/2019
7.A Revisão de Parecer Prévio está prevista no artigo 283-A do
PROCESSO Nº: 17.394-0/2017 Regimento Interno e poderá ser efetuada de ofício pelo Relator ou mediante provocação da parte,
PRINCIPAL: PREFEITURA MUNICIPAL DE ACORIZAL no prazo de 60 (sessenta dias), contados do recebimento do Parecer Prévio pelo Poder Legislativo
REQUERENTE: CLODOALDO MONTEIRO DA SILVA ou antes que este promova o julgamento das contas.
ADVOGADOS: SEONIR ANTÔNIO JORGE (OAB/MT 23.008/B)
LEANDRO BORGES DE SOUZA SÁ (OAB/MT 20.901) 8.De acordo com os incisos do artigo 283-B, do Regimento Interno, o
ASSUNTO: REQUERIMENTO REVISÃO PARECER PRÉVIO 108/2018 pedido deverá observar os seguintes requisitos de admissibilidade: i) interposição por escrito; ii)
apresentação dentro do prazo; iii) qualificação indispensável à identificação do interessado; iv)
Trata-se de Requerimento de Revisão (Doc. Digital nº 41028/2019) assinatura de quem tenha legitimidade para fazê-lo; v) erro material ou de cálculo que se pretende
proposto pelo Sr. Clodoaldo Monteiro da Silva, representado por seus advogados, em face do corrigir.
Parecer Prévio nº 108/2018, contrário à aprovação das contas anuais de governo do exercício de
2017 da Prefeitura Municipal de Acorizal, com determinação de instauração de Tomada de Contas 9.No caso em tela, verifico que o requerimento foi interposto pela parte,
Ordinária, para apurar a situação contábil, orçamentária, financeira, operacional e patrimonial do devidamente qualificada e representada, por escrito e dentro do prazo de 60 dias, uma vez que as
ente municipal, em virtude da omissão na prestação de contas. contas foram remetidas em 01/03/2019 ao Poder Legislativo e ainda encontram-se pendentes de
julgamento. Ademais, foi apontado com clareza os supostos erros material e de cálculo.
Após a minha posse como Conselheiro titular desta Corte, tomei ciência
do presente Requerimento e, por cautela, devido ao lapso temporal, notifiquei a Câmara Municipal 10.Diante disso, concluo no sentido de que o requerimento preenche os
de Acorizal para ciência. requisitos para a sua admissão.

Compulsando detidamente os autos, bem como assistindo o vídeo da III – Dispositivo


sessão Plenário de julgamento de 11/12/2018, verifico que o voto revisor do Conselheiro Interino
Luiz Henrique Lima foi aprovado por maioria, restando vencido o Conselheiro Substituto Luiz 11.Posto isso, com fundamento nos artigos 283-A, 283-B e 283-C, do
Carlos Pereira, que à época respondia interinamente por esta Relatoria. Regimento Interno, DECIDO no sentido de:
a) admitir o requerimento de Revisão do Parecer Prévio nº 137/2018-TP
Diante do exposto, DECLINO DA COMPETÊNCIA para atuar nos proposto pelo Sr. Raimundo Nonato de Abreu Sobrinho;
presentes autos em favor do Conselheiro Interino Luiz Henrique Lima e determino a remessa ao b) determinar à expedição de ofício ao Presidente da Câmara Municipal
seu gabinete, juntamente com o Protocolo nº 12.130-4/2019. de Barra dos Bugres, informando que as contas anuais de governo do exercício de 2017 do Poder
Executivo estão sendo alvo de reanálise, em virtude de suposta ocorrência de erro material e
Publique-se. cálculo.

Publique-se.
CONSELHEIRO INTERINO ISAIAS LOPES DA CUNHA (Portaria nº Após, com base no caput, do artigo 283-C, do Regimento Interno,
124/2017) encaminhe-se à Gerência de Controle de Processos Diligenciados, para efetuar juntar do presente
documento ao processo nº 7.521-3/2017.

Em seguida, com fulcro no §2º, do artigo 283-C, do Regimento Interno,


JULGAMENTO SINGULAR remeta-se à Secretaria de Controle Externo de Receita e Governo, para manifestação técnica e,
por fim, ao Ministério Público de Contas, para emissão de parecer.

JULGAMENTO SINGULAR Nº 467/ILC/2019

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 17
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA CAMARGO (Portaria nº Sendo assim, com fundamento no art. 6º, parágrafo único, da Lei
Complementar nº 269/2007 c/c o art. 140, parágrafo 1º, da Resolução Normativa TCE/MT nº
127/2017) 14/2017, declaro a REVELIA do Sr. WELTON MAGNONE OLIVEIRA DOS SANTOS, Controlador
Interno.

JULGAMENTOS SINGULARES Publique-se.

Após, retornem os autos a este Gabinete para sequência processual.


JULGAMENTO SINGULAR N° 468/JBC/2019

PROCESSO Nº: 25.487-8/2015 JULGAMENTO SINGULAR N° 472/JBC/2019


INTERESSADA: PREFEITURA MUNICIPAL DE SINOP
RESPONSÁVEL: WILSON TERUMASSA KUBOTA PROCESSO Nº: 33.129-5/2017
ASSUNTO: PEDIDO DE RESCISÃO ÓRGÃO: FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO
RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR INTERESSADO: MARCOS PAULO DE MESQUITA
ASSUNTO: AUDITORIA DE CONFORMIDADE REALIZADA NO EXERCÍCIO DE
1. Informa-se, inicialmente, que o presente Processo refere-se a Pedido 2017
de Rescisão proposto pelo Sr. Juarez Alves da Costa, em face da decisão proferida por meio do RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR
Acórdão nº 5.962/2013-TP (Processo n° 13.081-8/2012).
Trata o processo de Auditoria de Conformidade realizada na Fundação
2. Verifica-se, que por meio do Acórdão nº 402/2016-TP, publicado em Universidade do Estado de Mato Grosso, referente aos processos de concessão de afastamentos
11/08/2016, o presente Pedido de Rescisão foi julgado PARCIALMENTE PROCEDENTE, para remunerados para qualificação dos servidores da Unemat, entre 2012 e 2017, totalizando um
incluir como devedor solidário o Sr. WILSON TERUMASSA KUBOTA, engenheiro civil, inscrito no montante fiscalizado de R$ 54.811.081,07.
CPF nº 204.732.499-87, conforme consta no voto do Relator.
Em consonância com o art. 259 do Regimento Interno deste Tribunal
3. Ocorre que houve interposição de Recurso Ordinário pelo Sr. Juarez (RI-TCE/MT), o Sr. Marcos Paulo de Mesquita foi devidamente citado, por meio dos O fícios nº
Alves da Costa, protocolo n° 16.140-3/2016 (documento digital n° 146400/2016), o qual por meio 515/2018/GAB/JBC/TCE e 1505/2018/GAB/JBC/TCE, não havendo, porém, nenhuma
do Acórdão nº 18/2017–TP, publicado em 17/02/2017, este Tribunal decidiu dar PROVIMENTO ao apresentação/manifestação de defesa.
citado Recurso Ordinário, no sentido de julgar PROCEDENTE o Pedido de Rescisão em face do
Acórdão nº 5.962/2013-TP, de modo a excluir a responsabilidade do Sr. JUAREZ ALVES DA É o relato necessário.
COSTA, e atribuí-la exclusivamente ao Sr. WILSON TERUMASSA KUBOTA – engenheiro civil,
inscrito no CPF nº 204.732.499-87, no que diz respeito à restituição do valor de R$3.700,00, em Decido.
decorrência da irregularidade classificada como JB 03 (Processo nº 22.151-1/2012).
Em que pese o interessado ter sido regularmente citado, permaneceu
4. Em consonância com o art. 259 do Regimento Interno deste Tribunal silente, deixando transcorrer in albis o prazo para defender-se nos presentes autos, fato este
(RI-TCE/MT), foram realizadas tentativas de Citação do Sr. Wilson Terumassa Kubota, conforme suficiente autorizar a incidência dos efeitos da revelia, segundo a dicção do parágrafo único do art.
envio dos Ofícios n.º 1351/2018/GAB/JBC e 125/2019/GAB/JBC. 6º da Lei Complementar nº 269/2007 c/c parágrafo 1º do art. 140 do RITCE/MT.

5. Além de tais tentativas de Citação via Correios com retorno de A.R; o Sendo assim, com fundamento no art. 6º, parágrafo único, da Lei
Sr. Wilson Terumassa Kubota foi também citado por meio do Edital de Citação nº 213/JBC/2019, Complementar nº 269/2007 c/c o art. 140, parágrafo 1º, da Resolução Normativa TCE/MT nº
divulgado no Diário Oficial de Contas – DOC do dia 29-03-2019, sendo considerada como data da 14/2017, declaro a REVELIA do Sr. Marcos Paulo de Mesquita.
publicação o dia 1/04/2019, edição nº 1586, não havendo, porém, manifestação, conforme
certificado pela Gerência de Controle de Processos Diligenciados (Documentos Digitais n.º Publique-se.
80181/2019).
Após, retornem os autos à Secretaria de Controle Externo de
É o relato necessário. Passo a decidir. Educação e Segurança para sequência processual.

6. Em que pese o interessado ter sido regularmente citado via edital,


permaneceu silente, deixando transcorrer in albis o prazo para defender-se nos presentes autos, JULGAMENTO SINGULAR N° 473/JBC/2019
fato suficiente para autorizar a incidência dos efeitos da revelia, segundo a dicção do parágrafo
único do art. 6º da Lei Complementar n.º 269/2007 c/c parágrafo 1º do art. 140 do RI-TCE/MT. PROCESSO Nº: 33.129-5/2017
ÓRGÃO: FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO
7. Sendo assim, com fundamento no art. 6º, parágrafo único, da Lei INTERESSADO: FRANCISMAR PETINI
Complementar n.º 269/2007 c/c o art. 140, parágrafo 1º, da Resolução Normativa TCE/MT n.º ASSUNTO: AUDITORIA DE CONFORMIDADE REALIZADA NO EXERCÍCIO DE
14/2017, declaro a REVELIA do Sr. Wilson Terumassa Kubota. 2017
RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR
Publique-se.
Trata o processo de Auditoria de Conformidade realizada na Fundação
Após, à Secretaria de Controle Externo de Obras e Infraestrutura para Universidade do Estado de Mato Grosso, referente aos processos de concessão de afastamentos
sequência processual. remunerado para qualificação dos servidores da Unemat, entre 2012 e 2017, totalizando um
montante fiscalizado de R$ 54.811.081,07.

JULGAMENTO SINGULAR N°.469/JBC/2019 Em consonância com o art. 259 do Regimento Interno deste Tribunal
(RI-TCE/MT), o Senhor Francismar Petini foi devidamente citado, por meio dos O fícios nº
PROCESSO Nº: 32.133-8/2018 506/2018/GAB/JBC/TCE, 1507/2019/GAB/JBC/TCE e 147/2019/GAB-JBC, não havendo, porém,
ÓRGÃO: PREFEITURA DE NOVA XAVANTINA nenhuma apresentação/manifestação de defesa.
INTERESSADO: WELTON MAGNONE OLIVEIRA DOS SANTOS
ASSUNTO: MONITORAMENTO É o relato necessário.
RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR
Decido.
Trata-se de Processo de Monitoramento instaurado pela Secretaria de
Controle Externo de Segurança Pública, em desfavor da Prefeitura Municipal de Nova Xavantina, Em que pese o interessado ter sido regularmente citado, permaneceu
sob a responsabilidade do Sr. WELTON MAGNONE OLIVEIRA DOS SANTOS, Controlador silente, deixando transcorrer in albis o prazo para defender-se nos presentes autos, fato este
Interno, pelo descumprimento do prazo de envio de documentos. suficiente autorizar a incidência dos efeitos da revelia, segundo a dicção do parágrafo único do art.
6º da Lei Complementar nº 269/2007 c/c parágrafo 1º do art. 140 do RITCE/MT.
Em consonância com o art. 259 do Regimento Interno deste Tribunal
(RI-TCE/MT), foram realizadas tentativas de citação, conforme demonstram os Ofícios nº Sendo assim, com fundamento no art. 6º, parágrafo único, da Lei
38/2019/GAB/JBC/TCE e 360/2019/GAB/JBC/TCE, documentos eletrônicos nº 14912/2019 e Complementar nº 269/2007 c/c o art. 140, parágrafo 1º, da Resolução Normativa TCE/MT nº
64771/2019, respectivamente. Ademais, houve nova tentativa de Citação via encaminhamento de 14/2017, declaro a REVELIA do Sr. Francismar Petini.
e-mail (weltonnx@hotmail.com) em 29/3/2019, e em que pese a confirmação de recebimento do
aludido email, não houve, porém, apresentação de qualquer manifestação, conforme restou Publique-se.
certificado pela Gerência de Controle de Processos Diligenciados (documento eletrônico nº
39951/2019 e 78834/2019). Após, retornem os autos à Secretaria de Controle Externo de Educação
e Segurança para sequência processual.
É o relato necessário.

Decido. DECISÕES
Em que pese o interessado ter sido regularmente citado, permaneceu
silente, deixando transcorrer in albis o prazo para defender-se nos presentes autos, fato este DECISÃO N° 492/JBC/2019
suficiente autorizar a incidência dos efeitos da revelia, segundo a dicção do parágrafo único do art.
6º da Lei Complementar nº 269/2007 c/c parágrafo 1º do art. 140 do RITCE/MT. PROTOCOLO Nº: 13.229-2/2019
PRINCIPAL: 16.503-4/2016
ÓRGÃO: FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE COLIDER

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 18
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

ASSUNTO: REQUERIMENTO
REQUERENTE: MARIZA BERNARDES DA SILVA I. Encaminhe-se à Gerência de Processos Diligenciados para proceder à
RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR juntada da presente documentação aos autos do Processo n.º 7.788-7/2014;

Em atenção ao requerimento formulado pela Sra. Mariza Bernardes da II. Defiro o pedido de cópia na íntegra, após encaminhe-se ao Núcleo de
Silva, DEFIRO o pedido, concedendo 15 (quinze) dias para manifestação nos autos do Processo nº Expediente para providências e;
16.503-4/2016 (aposentadoria), com amparo nos princípios constitucionais do contraditório e da
ampla defesa. III. Após, retorne à Gerência de Processos Diligenciados aguardar o
prazo.
A contagem do novo prazo dar-se-á a partir do dia útil imediatamente
seguinte ao término daquele inicialmente concedido, de acordo com o art. 267, parágrafo único, da
Resolução Normativa nº 14/2007 (RI-TCE/MT).
MINISTÉRIO PUBLICO DE CONTAS
Publique-se.

I. Encaminhe-se à Gerência de Processos Diligenciados para proceder à EXTRATO


juntada da presente documentação aos autos do Processo n.º 16.503-4/2016;

II. Após, aguardar o prazo. EXTRATO DO QUARTO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº


03/2016/MPC

DECISÃO N° 493/JBC/2019 PARTES


Ministério Público de Contas do Estado de Mato Grosso (MPC-MT);
PROTOCOLO Nº: 13.082-6/2019 Associação IEL – Instituto Euvaldo Lodi – Núcleo Regional de Mato
PRINCIPAL: 27.666-9/2015 Grosso;
ÓRGÃO: FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 6.646-0/2016
DE JACIARA OBJETO: Prorrogação do Contrato nº 03/2016/MPC pelo período de 12
ASSUNTO: REQUERIMENTO (doze) meses e o reajuste pelo índice de 1,0394028 (INPC IBGE) sobre o valor previsto na
REQUERENTE: MENAH REMBERG G. DA SILVA cláusula sétima do contrato, compreendendo a prestação de serviços especializados de
RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR operacionalização e administração do programa de Estágio no âmbito do Ministério Público de
Contas.
Em atenção ao requerimento formulado pela Sra. Menah Remberg G. da VIGÊNCIA: 12 (doze) meses
Silva, DEFIRO o pedido, concedendo 15 (quinze) dias para manifestação nos autos do Processo nº VALOR TOTAL: O valor estimado do contrato passa a ser de R$
27.666-9/2015 (pensão), com amparo nos princípios constitucionais do contraditório e da ampla 7.176,60 (sete mil, cento e setenta e seis reais e sessenta centavos)
defesa. DATA DA ASSINATURA: 22 de abril de 2019
FORO: Cuiabá/MT
A contagem do novo prazo dar-se-á a partir do dia útil imediatamente
seguinte ao término daquele inicialmente concedido, de acordo com o art. 267, parágrafo único, da
Resolução Normativa nº 14/2007 (RI-TCE/MT).
FISCALIZADOS
Publique-se.

I. Encaminhe-se à Gerência de Processos Diligenciados para proceder à


juntada da presente documentação aos autos do Processo n.º 27.666-9/2015; CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO GARÇAS
II. Após, aguardar o prazo.

PORTARIA
DECISÃO N° 494/JBC/2019

PROTOCOLO Nº: 13.044-3/2019 PORTARIA Nº 90, DE 23 DE ABRIL DE 2.019


PRINCIPAL: 26.510-1/2017
ÓRGÃO: MATO GROSSO PREVIDÊNCIA “Concede e converte em espécie licença premio ao servidor que
ASSUNTO: REQUERIMENTO menciona e dá outras providencias”.
REQUERENTE: ELLITON OLIVEIRA DE SOUZA
RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR Dr. JOÃO RODRIGUES DE SOUZA, Presidente da Câmara Municipal
de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, no uso das atribuições legais, e com fundamento na
Em atenção ao requerimento formulado pela Sr. Elliton Oliveira de Lei Orgânica do Município........................................................
Souza, DEFIRO o pedido, concedendo 15 (quinze) dias para manifestação nos autos do Processo
nº 26.510-1/2017 (aposentadoria), com amparo nos princípios constitucionais do contraditório e da Considerando requerimento formulado em 13 de março do corrente
ampla defesa. ano, do servidor DIVINO FERREIRA LEAL, solicitando conversão em abono pecuniário de Licença
Premio;
A contagem do novo prazo dar-se-á a partir do dia útil imediatamente
seguinte ao término daquele inicialmente concedido, de acordo com o art. 267, parágrafo único, da RESOLVE:
Resolução Normativa nº 14/2007 (RI-TCE/MT).
I - Fica concedido e convertido em pecúnia a Licença Premio ao servidor
Publique-se. DIVINO FERREIRA LEAL, matricula 211 lotado no cargo de Contador, referente ao período
aquisitivo/qüinqüênio 2012 a 2017.
I. Encaminhe-se à Gerência de Processos Diligenciados para proceder à II- O pagamento da referida licença será em parcelas mensais, de
juntada da presente documentação aos autos do Processo n.º 26.510-1/2017; acordo com a disponibilidade financeira.
II – As despesas decorrentes da execução da presente Portaria correrão
II. Após, aguardar o prazo. por conta de recursos orçamentários próprios da Câmara Municipal.
IV – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
V – Revogam-se as disposições em contrario.
DECISÃO N° 495/JBC/2019
Registre-se, Publique, Cumpra-se.
PROTOCOLO Nº: 13.121-0/2019
Ao Setor de Recursos Humanos para os devidos assentamentos na
PRINCIPAL: 7.788-7/2014
ficha funcional e demais providencias cabível.
ÓRGÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE TERRA NOVA DO NORTE
ASSUNTO: REQUERIMENTO
Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Barra do Garças- MT,
REQUERENTE: MILTON JOSÉ TONIAZZO
23 de abril de 2.019.
ADVOGADO: RONY DE ABREU MUNHOZ
RELATOR: CONSELHEIRO INTERINO JOÃO BATISTA DE CAMARGO JÚNIOR
Dr. JOÃO RODRIGUES DE SOUZA
Em atenção ao requerimento formulado pelo Sr. Rony de Abreu Munhoz,
Presidente
inscrito na OAB/MT n.º 11972, procurador do Sr. Milton José Toniazzo, DEFIRO o pedido,
concedendo 15 (quinze) dias para manifestação nos autos do Processo nº 7.788-7/2014 (Concurso
Público), com amparo nos princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa.
CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO VERDE
A contagem do novo prazo dar-se-á a partir do dia útil imediatamente
seguinte ao término daquele inicialmente concedido, de acordo com o art. 267, parágrafo único, da
Resolução Normativa nº 14/2007 (RI-TCE/MT).
LICITAÇÃO
Publique-se.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 19
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

9) SGP – sistema de gestão de pessoal, 10) SC- sistema de comunicação, 11) SJU – sistema
EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº jurídico e 12) SGI – sistema de gestão institucional;
001/2019
3.5 UNIDADES RESPONSÁVEIS/SETORES ENVOLVIDOS: Setor
A comissão de licitação da Câmara Municipal de Campo Verde-MT, no responsável pela elaboração dos planos de providências, qual seja, setores onde ocorreram os
uso de suas atribuições legais, torna pública a HOMOLOGAÇÃO processo Licitatório na riscos, apontamentos e recomendações dos órgãos de controle interno e externo conjuntamente
modalidade PREGÃO PRESENCIAL nº 001/2019, para CONTRATAÇÃO DE ESPAÇO PARA com todos os setores que devem acompanhar essas atividades, com apresentação de dados,
PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO RÁDIO - FM - PARA informações e rotinas de trabalho;
PUBLICAÇÕES DE CAMPANHAS E PUBLICIDADES INSTITUCIONAIS DO PODER IV. BASE LEGAL
LEGISLATIVO DO MUNICÍPIO DE CAMPO VERDE – MT EM VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO
RÁDIO. VEICULAÇÃO DE 15 (QUINZE) MINUTOS SOBRE AS AÇÕES DO LEGISLATIVO, UMA 4.1 Constituição Federal em geral e especificamente os art. 70 e 74, que
VEZ POR SEMANA (SÁBADOS ENTRE 8:00 HORAS ÀS 8:15 HORAS), E VEICULAÇÃO DE 36 discorre acerca do controle a ser exercido na administração pública, e o art. 59 da Lei
(TRINTA E SEIS) INSERÇÕES/MENSAIS DE 30 (TRINTA) SEGUNDOS OU 72 SPOTS Complementar 101/2000, que discorre sobre as responsabilidades do Poder Legislativo, bem como
INSTITUCIONAIS MENSAIS, DE 15” (SEGUNDOS) EM EMISSORA DE RÁDIO, A SEREM os artigos 37 sobre a Administração Pública;
VEICULADOS DURANTE A PROGRAMAÇÃO SEMANAL, EM HORÁRIO NOBRE, 4.2 Resolução Normativa Nº 19/2018-TP-TCE/MT publicada em 23 de
COMPREENDIDO ENTRE 07:30 ÀS 18:00 HORAS, COM ABRANGÊNCIA E AUDIÊNCIA NO novembro de 2018, onde define a responsabilidade pela implementação, efetivação e avaliação
MÍNIMO EM TODO TERRITÓRIO DO MUNICÍPIO DE CAMPO VERDE, que teve como vencedora dos controles internos, bem como critérios para a elaboração e o monitoramento de Plano de Ação;
a Empresa: RÁDIO CIDADE BELA LTDA - EPP, inscrita no CNPJ: N.º 01.869.166/0001-01, V. RESPONSABILIDADES
Inscrição Estadual n.º 13.175.219-7, localizada à Avenida Porto Alegre, n.º 477, Centro de Campo
Verde/MT, CEP:78.840-000, com o valor de R$ 62.100,00 (sessenta e dois mil e cem reais) e prazo 5.1 Cabe a cada Secretaria, Coordenadoria, Núcleo ou Setor deverá
de 09 (nove) meses. elaborar o PPCI com acompanhamento da Unidade de Controle Interno (Secretaria de
Transparência e Controle Interno) e submeter ao presidente para homologação;
Campo Verde/MT, 24 de abril de 2019. 5.2 Cabe à Unidade de Controle Interno da Câmara (Secretaria de
Transparência e Controle Interno) acompanhar os prazos das implementações constantes nos
PPCI, conforme § 3º do artigo 5º da Resolução Normativa nº 19/2018 –TP do TCE/MT: “ a UCI
MARLENE VIEIRA DE JESUS SOUSA deverá monitorar a execução do Plano de Ação e analisar as providências adotadas pela gestão
Pregoeira em um relatório específico de monitoramento do Plano de Ação, a ser encaminhado
periodicamente nos termos do art. 2º, § 1º, I e II, da Resolução Normativa 33/2012”;

SOLIVAN COSTA FONSECA 5.3 Cabe ao Gestor, a responsabilização conforme artigo 6º da


Presidente da Câmara Municipal de Campo Verde/MT. Resolução Normativa nº 19/2018 – TP do TCE/MT : “a responsabilização em face das deficiências
detectadas nos controles internos em nível de entidade deve ser atribuída à autoridade máxima do
órgão ou entidade e, quando cabível, a outros membros da alta administração, observando-se as
competências destes agentes públicos”;
CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ VI. QUANDO DEVEM SER ELABORADOS OS PLANOS DE
PROVIDÊNCIAS
6.1 Nas ocorrências de Auditorias realizadas pela Unidade de Controle
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Interno, após a emissão de Parecer Conclusivo;

6.2 Nas ocorrências de Orientações Técnicas emitidas pela Unidade de


Controle Interno, Corregedoria e Consultoria Jurídica;
INSTRUÇÃO NORMATIVA SCI 007/2019
6.3 Nas ocorrências de apontamentos e/ou recomendações do TCE/MT
Unidade Executora: Sistemas Administrativos
ou outros órgãos de controle externo;
Unidade Responsável /Setores envolvidos: Secretaria de
Transparência e Controle Interno
VII. QUAIS AS CAUSAS APONTADAS
Data de Aprovação: 10/04/2019
7.1 Na planilha do PPCI, folha 1, há uma coluna denominada de
Dispõe sobre as rotinas e procedimentos na elaboração dos Planos de
possíveis causas apontadas na auditoria (por quê aconteceu), onde devem ser inseridas
Providências de Controle Interno – PPCI, no âmbito da Câmara Municipal de Cuiabá, em
informações dos responsáveis pela auditoria das possíveis razões que ensejaram os riscos, qual
atendimento aos apontamentos constantes em documentos emitidos pelo TCE-MT – Tribunal de
sejam são atos, fatos, comportamentos, omissões ou vulnerabilidades;
Contas do Estado de Mato Grosso e demais órgãos de controle interno e externo.
VIII. MODO DE NUMERAÇÃO DOS PLANOS DE PROVIDÊNCIAS
I. FINALIDADE
8.1 A numeração deverá ser única e sequencial para cada sistema
1.1 Orientar os Sistemas de Controle da Câmara Municipal de Cuiabá
Administrativo, como a identificação da sigla do sistema de controle interno antes do número e
acerca de rotinas e procedimentos na elaboração (implementação, efetivação e conclusão) dos
aposição do ano de sua expedição. Formato: PLANO DE PROVIDÊNCIA Nº ...../2..... acrescido da
PLANOS DE PROVIDÊNCIAS DE CONTROLE INTERNO - PPCI;
modalidade EM IMPLEMENTAÇÃO OU IMPLEMENTADO, com referência ao documento de
auditoria, denúncia a que teve seu início;
1.2 Atender às recomendações e apontamentos do Tribunal de Contas
do Estado, e demais órgãos de controle interno externo, nos prazos estabelecidos;
IX. QUEM DEVE PREENCHER CADA CAMPO ABAIXO E COMO
DEVEM SER PREENCHIDOS OS PLANOS DE PROVIDÊNCIAS
II. ABRANGÊNCIA
9.1 AVALIAÇÃO: O(s) Responsável(is) pela auditoria lotado(s) na
2.1 Abrange todos os Sistemas Administrativos utilizados nas unidades
Unidade de Controle Interno deve(m) inserir a sigla do Sistema de Controle auditado antes do
da estrutura organizacional da Câmara Municipal de Cuiabá;
número e aposição do ano de sua realização;
2.2 Cada unidade executora deverá elaborar seu PLANO DE
9.2 SISTEMA DE CONTROLE AVALIADO: O(s) Responsável(is) pela
PROVIDÊNCIAS em conjunto com a Unidade de Controle Interno da Câmara Municipal de Cuiabá,
auditoria lotado(s) na Unidade de Controle Interno deve(m) inserir o nome do Sistema de Controle
a Secretaria de Transparência e Controle Interno;
auditado;
III. CONCEITOS
9.3 AÇÃO: O(s) Responsável(is) pela auditoria lotado(s) na Unidade de
Controle Interno deve(m) inserir o evento de análise tais como exemplos: folha de pagamento
3.1 PLANO DE PROVIDÊNCIAS DE CONTROLE INTERNO: O Plano
complementar, contratação temporária, rescisão, dispensas de licitação, controle de consumo de
de Providências de Controle Interno (PPCI) é um instrumento de gestão da administração pública
combustíveis, dentre outras denominações que melhor caracterizem a ação de auditoria;
elaborado com ações de correção de elementos que apresentem irregularidades, riscos ou mesmo
ilegalidades referentes a atos administrativos que possam gerar danos, com a meta de
9.4 UNIDADE RESPONSÁVEL/EXECUTORA: O(s) Responsável(is)
monitoramento de apontamentos constantes em documentos emitidos pelo TCE-MT - Tribunal de
pela auditoria lotado(s) na Unidade de Controle Interno deve(m) inserir o nome do setor
Contas do Estado de Mato Grosso e demais órgãos de controle interno e externo;
responsável pela implementação, que é o mesmo setor onde ocorreram os riscos, apontamentos e
3.2 PLANO DE PROVIDÊNCIAS EM IMPLEMENTAÇÃO : é quando o
recomendações dos órgãos de controle interno e externo;
plano de providência consta com medidas a serem tomadas, indicando o prazo para a sua
conclusão e o responsável pela implementação;
9.5 RISCOS DETECTADOS: O(s) Responsável(is) pela auditoria
lotado(s) na Unidade de Controle Interno deve(m) inserir riscos com denominações e
3.3 PLANO DE PROVIDÊNCIAS IMPLEMENTADO : é quando o plano
especificidades que denominem possíveis apontamentos e recomendações dos órgãos de controle
de providência consta com quais medidas foram tomadas para solucionar os apontamentos,
interno e externo, fundamentados;
indicando o responsável e a data que as medidas foram realizadas, com a comprovação das
mesmas;
9.6 OCORRÊNCIAS ENCONTRADAS NAS AMOSTRAGENS
(DETECTADO ONDE): O(s) Responsável(is) pela auditoria lotado(s) na Unidade de Controle
3.4 UNIDADES EXECUTORAS: Diversas unidades da estrutura
Interno deve(m) inserir onde foram localizados os riscos da auditoria;
organizacional sujeitas às rotinas de trabalho e aos procedimentos de controle estabelecidos nas
Instruções Normativas, são os sistemas de controle administrativos subdivididos em 1) SAL –
9.7 DESCRIÇÃO DAS OCORRÊNCIAS (O QUE OCORREU) O(s)
sistema de apoio legislativo, 2) STCI – sistema de transparência e controle interno, 3) SPM –
Responsável(is) pela auditoria lotado(s) na Unidade de Controle Interno deve(m) inserir detalhes
sistema de patrimônio e manutenção, 4) SCA – sistema de controle de almoxarifado, 5) SSG –
das ocorrências que especifiquem ou pormenorizem onde e como são os riscos levantados ;
sistema de serviços gerais, 6) STI – sistema de tecnologia de informação, 7) SCL – sistema de
9.8 POSSÍVEIS CAUSAS DAS OCORRÊNCIAS (POR QUÊ
compras, licitações e contratos, 8) SGOF – sistema de gestão financeira orçamentária e financeira,
ACONTECEU): O(s) Responsável(is) pela auditoria lotado(s) na Unidade de Controle Interno

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 20
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

deve(m) inserir a origem das irregularidades, na opinião da UCI da Câmara Municipal de Cuiabá, xx/ano
com apontamentos e fundamentação relatados no produto da auditoria;
AVALIAÇÃO Nº: mês/ano
9.9 BASE LEGAL ( POR QUÊ FAZER): O(s) Responsável(is) pela
auditoria lotado(s) na Unidade de Controle Interno deve(m) inserir base legal, fundamentação de
atendimento à regramentos, normativas ou Leis; SISTEMA DE CONTROLE AVALIADO:

9.10 POSSÍVEIS APONTAMENTOS (CONSEQUÊNCIA) O(s) AÇÃO:


Responsável(is) pela auditoria lotado(s) na Unidade de Controle Interno deve(m) inserir os
apontamentos (irregularidades) que podem ser correlacionados com as irregularidades/riscos UNIDADE RESPONSÁVEL/EXECUTORA:
analisados;

9.11 PROVIDÊNCIAS (O QUE FAZER) O(s) Responsável(is) pela


auditoria lotado(s) na Unidade de Controle Interno deve(m) inserir apontamentos, determinações e OCORRÊ DESCRIÇÃ POSSÍVEIS BASE LEGAL POSSÍVEIS
recomendações contidas nos produtos de auditoria sejam da UCI – Unidade de Controle Interno da NCIAS O DAS CAUSAS APONTAMENTO
Câmara Municipal de Cuiabá, bem como provenientes do egrégio órgão de controle externo; RISCOS ENCONTR OCORRÊN APONTADA S
I ADAS CIAS S NA
DETECTAD
9.12 RESPONSÁVEIS (QUEM FAZER): Devem ser inseridos os nomes T NAS AUDITORIA
OS
de todos os responsáveis pela elaboração do PPCI, sejam os que deram causa e/ou sanaram a E AMOSTR
(Qual o
irregularidade; M AGENS
risco)
9.13 PROCEDIMENTOS (COMO FAZER): O(s) setor(es)
responsável(is) pela implementação, que é(são) o(s) mesmo(s) setor(es) onde ocorreram os riscos, (Detectad (O que (Por quê (Por quê fazer) (Consequência)
apontamentos e recomendações dos órgãos de controle interno e externo deve(m) procedimentos o onde) ocorreu ) aconteceu)
que devem ser implantados para corrigir os riscos/ocorrências levantados na auditoria; 1 RISCO 1 - OCORRÊ OCORRÊN
NCIA 1 - CIA 1 -
9.14 PRAZOS (QUANDO FAZER): O(s) setor(es) responsável(is) pela OCORRÊ OCORRÊN
implementação, que é o mesmo setor onde ocorreram os riscos, apontamentos e recomendações NCIA 2 - CIA 2 -
dos órgãos de controle interno e externo deve(m) inserir prazo previsto paro o início e o término da OCORRÊ OCORRÊN
implementação, prazo este compatível e fundamentado com a ocorrência dos riscos. O prazo de NCIA 3 - CIA 3 -
30(trinta) dias constante no Fluxograma anexo se refere ao prazo de tramitação do PPCI desde o
início, pela UCI até a homologação pelo presidente da Câmara; 2 RISCO 2 - OCORRÊ OCORRÊN
NCIA 1 - CIA 1 -
9.15 CARIMBOS E ASSINATURAS – Devem ser preenchidos por todos OCORRÊ OCORRÊN
os responsáveis pela elaboração ou pelos que deram causa e/ou sanaram a irregularidade, e pelos NCIA 2 - CIA 2 -
responsáveis pela auditoria, com também pelo titular da Unidade de Controle Interno e por fim pelo OCORRÊ OCORRÊN
presidente da Câmara Municipal de Cuiabá; NCIA 3 - CIA 3 -

X. CLASSIFICAÇÃO DO PLANO DE PROVIDÊNCIA 3 RISCO 3 - OCORRÊ OCORRÊN


NCIA 1 - CIA 1 -
10.1 Os Planos de Providências são classificados conforme o estágio a OCORRÊ OCORRÊN
qual se encontra o risco apresentado, em implementação ou implementados, sendo portanto NCIA 2 - CIA 2 -
classificado como PLANO DE PROVIDÊNCIAS EM IMPLEMENTAÇÃO quando o plano de OCORRÊ OCORRÊN
providência consta com medidas a serem tomadas, indicando o prazo para a sua conclusão e o NCIA 3 - CIA 3 -
responsável pela implementação, sendo analisado o prazo pela Unidade de Controle Interno e
PLANO DE PROVIDÊNCIAS IMPLEMENTADO quando o plano de providência consta com quais Período de Análise: Eu, Presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, no uso de
medidas foram tomadas para solucionar os apontamentos, indicando o responsável e a data que minhas atribuições homologo o seguinte PPCI:
as medidas foram realizadas, com a comprovação das mesmas, sendo arquivado após análise da
Unidade de Controle Interno;
Responsáveis pelo
XI. IDENTIFICAÇÃO DOS RESPONSÁVEIS PELOS PLANOS DE Sistema: Carimbo e assinatura
PROVIDÊNCIAS
Eu, (Nome do Servidor da UCI responsável pela auditoria)
11.1 Cada Plano de Providência deverá conter o(s) nome(s) do(s)
apresento o presente PPCI para implementação:
responsáveis, obrigatoriamente com o nome completo e com o cargo que ocupa;

XII. DOS PRAZOS E PROCEDIMENTOS PARA IMPLEMENTAÇÃO E


CONCLUSÃO DO PPCI
12.1 Cada Secretaria, Coordenadoria, Núcleo ou Setor responsáveis Carimbo e assinatura
pelos seus sistemas, de controle e interno devem obrigatoriamente observar os prazos de
Eu, Secretário de Transparência e Controle Interno) ratifico o
implementação, até o máximo de 30 (trinta) dias;
presente PPCI:
XIII. CONSIDERAÇÕES FINAIS
Carimbo e assinatura
13.1 As unidades administrativas deverão manter, em seus arquivos, os
documentos relativos aos planos de providências elaborados, para fins de exame in loco ou Carimbo e assinatura
requisição pela Secretaria de Transparência e Controle Interno ou órgãos de controle externo;
13.2 Nenhum processo, documento ou informação poderão ser Observações: (O documento deve ser assinado por todos os responsáveis por sua elaboração
sonegados ao responsável pela auditoria ou inspeção, sob qualquer pretexto; ou pelos que deram causa e/ou que sanaram a irregularidade).
13.2.1 Em caso de recusa ou sonegação, o responsável pela auditoria
ou inspeção deverá comunicar o fato ao Secretário de Transparência e Controle Interno, que
comunicará ao Presidente;

13.2.2 Os esclarecimentos adicionais a respeito destes documentos TABELA 2


poderão ser obtidos junto à Unidade de Controle Interno que, por sua vez, através de
procedimentos de auditoria interna, aferirá a fiel observância de seus dispositivos por parte das UNIDADE DE CONTROLE INTERNO - UCI
diversas unidades da estrutura organizacional;
PLANO DE PROVIDÊNCIA DE CONTROLE INTERNO - PPCI EM IMPLEMENTAÇÃO Nº
Cuiabá, 10 de abril de 2019. xx/ano

AVALIAÇÃO Nº: mês/ano


Ver. Misael Oliveira Galvão – PSB SISTEMA DE CONTROLE AVALIADO:
Presidente da Câmara Municipal de Cuiabá
AÇÃO:
Jônatas Jovino Pulquério UNIDADE RESPONSÁVEL/EXECUTORA:
Secretário de Transparência e Controle Interno

ANEXOS
IT RISCOS PROVIDÊNCI RESPONSÁ PROCEDIME PRAZOS SITUAÇÃO
E DETECTA AS VEIS NTOS
M DOS
TABELA 1
(Qual o
risco)
UNIDADE DE CONTROLE INTERNO - UCI

PLANO DE PROVIDÊNCIA DE CONTROLE INTERNO - PPCI EM IMPLEMENTAÇÃO Nº

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 21
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

(O que fazer) (Quem fazer) (Como fazer) (Quando (Não m) Certidão de nascimento dos filhos menores de 14 anos, ou
fazer) iniciada, em maiores se forem dependentes;
andamento, n) Carteira de vacinação dos filhos menores de 06 anos;
atrasada ou o) Declaração de matricula escolar dos filhos em idade escolar;
finalizada) p) Certidão judicial (cível e criminal);
q) Declaração de que não responde a inquérito policial e processo
1 RISCO 1 - administrativo disciplinar;
r) Declaração de bens e valores patrimoniais;
s) Declaração de não ocupação de cargo público, exceto os
2 RISCO 2 - acúmulos permitidos pela Lei;
t) Declaração de horário de trabalho, no caso de possuir outro
3 RISCO 3 - vínculo empregatício, para demonstração de compatibilidade com o horário;
u) CPF/ RG do pai e da mãe, ou declaração de falecimento.
Período de Análise: Eu, Presidente da Câmara Municipal de
2ª Fase – Aptidão física e mental, a ser apresentado após a verificação
Cuiabá, no uso de minhas atribuições
da primeira fase.
homologo o seguinte PPCI:
v) Apresentação de atestado médico, firmado por profissional
Responsáveis pelo Sistema: Carimbo e assinatura capacitado em medicina do trabalho, para fins de comprovação de capacidade física e
mental do candidato aprovado no concurso.

Artigo 2° Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.


Eu, (Nome do Servidor da UCI responsável
pela auditoria) apresento o presente PPCI Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Guarantã do Norte
para implementação: MT, aos vinte e quatro dias do mês abril de 2019.
Carimbo e assinatura
VALTER NEVES DE MOURA
Presidente
Eu, Secretário de Transparência e Controle
Carimbos e assinaturas Interno) ratifico o presente PPCI:
Registrada nesta Secretaria Geral
Carimbo e assinatura Publicada por afixação no local de costume e
Publicado no site da Câmara Municipal em 24/04/2019.
Cleberson Antônio Brandão
Observações: (O documento deve ser assinado por todos os responsáveis por sua elaboração Secretário Geral
ou pelos que deram causa e/ou que sanaram a irregularidade).
ANEXO I

Deverá apresentar-se ás dependências da Câmara Municipal de


Guarantã do Norte -MT, os CANDITADOS abaixo relacionado, das 07:00 ás 13:00 horas, para
CÂMARA MUNICIPAL DE GUARANTÃ DO NORTE nomeação/posse:

ATO
Jornada de
Requisitos
Cargo trabalho Candidato Venc. (R$)
Mínimos
PORTARIA Nº 051/2019 – 24/04/2019. (semanal)

“DISPÕE SOBRE A CONVOCAÇÃO DE CANDIDATO APROVADO NO


CONCURSO PÚBLICO N° 001/2018, DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUARANTÃ DO NORTE – Agente Legislativo
MT.” de Administração SÉSSENY LANA Ensino médio
40 horas 2.096,94
FERNANDES DA SILVA completo.
CONSIDERANDO, o Resultado Final do Concurso Público nº 001/2018
da Câmara Municipal de Guarantã do Norte/MT, conforme publicado no Diário Oficial de Contas
TCE/MT, no Sitio Oficial da Câmara Municipal e no Sitio da empresa organizadora;

CONSIDERANDO, que foram respeitados e praticados todos os atos,


afim de garantir a legalidade e o bom andamento do concurso público nº 001/2018 da Câmara CÂMARA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO NORTE
Municipal de Guarantã do Norte/MT;

CONSIDERANDO, o Decreto Legislativo nº 004/2019, de 12 de março PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO


de 2019, o qual homologa o resultado final do Concurso Público nº 001/2018 da Câmara Municipal
de Guarantã do Norte/MT.

VALTER NEVES DE MOURA, Presidente da Câmara Municipal de JULGAMENTO DE RECURSO NO PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º
Guarantã do Norte, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais e regimentais que 008/2019 – TOMADA DE PREÇOS 001/2019.
lhe são conferidas.
Requerentes: i7 Soluções em Gestão Pública LTDA e Ágili Software
RESOLVE: Brasil.

Art. 1º - CONVOCAR o candidato aprovado no Concurso Público no Em cumprimento aos princípios da administração pública, em particular
001/2018, conforme Anexo I, para comparecerem na Diretoria de Administração desta Câmara o do contraditório e da ampla defesa, a comissão permanente de licitação recebeu e analisou, em
Municipal, no horário das 07:00 às 13:00 horas, no prazo de 30 (trinta) dias corridos, a contar do conjunto com a área técnica responsável, a razão do recurso da empresa i7 Soluções em Gestão
primeiro dia útil seguinte à publicação da presente portaria, para admissão e posse no serviço Pública LTDA, além das contrarrazões ao recurso, oferecido pela licitante da Ágili Software Brasil,
público, munidos dos seguintes documentos: na fase de abertura das propostas da Tomada de Preços nº 001/2019.
1ª Fase – Habilitação para o cargo, apresentando os seguintes
documentos (os documentos deverão ser apresentados em cópias autenticadas ou cópia e original Precipuamente, atestamos a tempestividade do recurso apresentado,
para autenticação no local): bem como das contrarrazões juntadas aos autos.
a) Carteira de Identidade - RG;
b) Título de Eleitor e certidão de regularidade expedida pelo TRE; O recurso Administrativo interposto pela empresa i7 Soluções em
c) CPF; Gestão Pública LTDA requer a seguinte consideração, resumidamente:
d) Comprovante de endereço atualizado;
e) Certidão de nascimento ou Casamento; 1. A reforma da decisão que declarou a licitante Ágili Software Brasil
f) Carteira de Trabalho e Previdência Social; vencedora do certame, uma vez que, segundo seu entendimento, a proposta ofertada pela
g) Certificado de reservista ou documento equivalente, ou ainda concorrente é inexequível diante dos preços praticados no mercado.
dispensa de incorporação (candidatos do sexo masculino);
h) Carteira nacional de habilitação, caso possua; Já a impugnação ao Recurso Administrativo, solicita, sinteticamente:
i) Carteira profissional, para os cargos exigidos;
j) Duas fotografias 3x4, dos últimos seis meses, colorida; 1. O desprovimento do reclamo, argumentando pela exequibilidade da
k) Documentos que comprovem a escolaridade exigida para o proposta vencedora, discorrendo acerca da titularidade de desenvolvimento e fornecimento do
cargo/categoria profissional/especialidade reconhecida pelo conselho competente, conforme Software, bem como citando excertos da doutrina e da jurisprudência como embasamento.
exigido no edital;
l) Diploma ou certificado de curso exigido para o cargo; Examinando cada ponto discorrido na peça recursal e em confronto com
as contrarrazões, com a legislação e com entendimentos doutrinários e jurisprudenciais correlatos,

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 22
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

expomos abaixo as medidas adotadas e as ponderações formuladas que fundamentam a decisão


final. 3. DA CONCLUSÃO

1. DA TEMPESTIVIDADE: Por todo o exposto, após conhecer das razões recursais e de sua
impugnação, embasado na legislação vigente, entendimentos jurisprudenciais e doutrinários,
A contagem do prazo de 05 dias úteis para apresentação das razões de entende-se no mérito pelo não provimento do recurso protocolado pela recorrente i7 Soluções em
recurso e suas respectivas contrarrazões, passam a correr a partir da lavratura da ata Gestão Pública LTDA, por não encontrar motivação para a postulada revisão do respectivo ato
(09/04/2019), conforme art. 109, inciso I, e art. 110, ambos da Lei 8.666/93. administrativo, MANTENDO a decisão da classificação da licitante Agili Software Brasil, e
consequentemente, declarando-a vencedora do certame.
Dessa forma, o prazo de apresentação e protocolo das razões recursais
expirou em 16/04/2019, tendo a empresa empresa i7 Soluções em Gestão Pública LTDA Desta forma, nada mais havendo a relatar, submetemos à Autoridade
protocolado naquela data. Administrativa Superior para apreciação e decisão, tendo em vista o princípio do duplo grau de
Por conseguinte, o prazo para o recebimento tempestivo das jurisdição e conforme preceitua o art. 109, § 4º da Lei 8.666/1993, para conhecimento, apreciação
contrarrazões recursais venceu em 25/04/2019, levando-se em consideração o feriado nacional de e deliberação quanto à decisão, devendo, caso concorde com a decisão, adjudicar ao vencedor e
19/04/2019, bem como a Portaria nº 18/2019, tendo a empresa Agili Software Brasil protocolado no homologar a Tomada de Preços nº 001/2019.
dia 23/04/2019.
Ipiranga do Norte-MT, 24 de abril de 2019.
Assim sendo, todos os protocolos realizados nesta fase foram
cumpridos, sendo os mesmo tempestivos.
Rosangela Grisa Grabovski Graciele Angelica Ferreira dos Santos
2. DO JULGAMENTO DO MÉRITO: Presidente Secretária

Da análise das razões recursais da licitante, bem como da impugnação


apresentada, cumpre-nos trazer a seguinte decisão: Karynne Patricia Fernandes da Silva Grabovski
Membro
Em que pese o reclamo apresentado pela licitante i7 Soluções em
Gestão Pública LTDA, os argumentos não se sustentam, notadamente diante das justificativas
ofertadas na impugnação recursal, como forma de comprovar a exequibilidade do preço ofertado,
eis que a recorrida Agili Software Brasil atestou que possui condições suficientes para a prestação CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP
do serviço, objeto da licitação em comento, conforme anteriormente decidido.

Pontua-se que a Comissão de Licitação notificou a licitante Agili PORTARIAS


Software Brasil e abriu oportunidade de apresentação de planilha de custos, no intuito de se
demonstrar a exequibilidade da proposta oferecida. Contudo, a empresa não trouxe o referido
documento em sua impugnação, sob a justificativa de que já havia sido declarada vencedora do CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP
certame, e não havia razão de fazê-lo. Não obstante, mesmo entendendo que o documento ESTADO DE MATO GROSSO
poderia ter sido juntado ao processo, devido a suspenção da decisão pelo recurso interposto, os
argumentos lançados pela recorrida e os demais documentos acostados na peça, tem o condão de PORTARIA Nº 082/2019
amparar a manutenção da decisão que a declarou vencedora.
Exonera o servidor Gilson Barbosa dos Santos, do cargo em comissão
Isso porque, a empresa argumentou que é desenvolvedora e legítima de Chefe do Departamento de Comunicação, referência CC-07.
titular dos direitos patrimoniais referente ao Software objeto da licitação, o que lhe traz maior
margem de negociação valorativa, juntando para tanto, Certificados de Registro de Programa de O Presidente da Câmara Municipal de Sinop, no uso de suas atribuições
Computador. legais;
Soma-se que, a recorrida durante a fase de habilitação, nos documentos RESOLVE:
de qualificação econômico-financeira, demonstrou dispor de recursos financeiros necessários para
assumir a execução dos serviços decorrentes do procedimento licitatório. Art. 1º Exonerar, a partir desta data, o servidor Gilson Barbosa dos
Santos, do cargo em comissão de Chefe do Departamento de Comunicação, referência CC-07.
Nesse sentido, é o entendimento defendido por Marçal Justem Filho, in
Comentários à Lei de Licitações e Contratos Administrativos, 9ª edição, Editora Dialética, páginas Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
431/432, e referendado pelo TCU, in verbis:
Art. 3º Ficam revogadas as disposições em contrário.
“Discorda-se do entendimento de que todas as hipóteses de
inexequibilidade comportam tratamento jurídico idêntico. Ao contrário, deve impor-se uma CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP
diferenciação fundamental, destinada a averiguar se a proposta pode ou não ser executada pelo ESTADO DE MATO GROSSO
licitante, ainda que seu valor seja deficitário. A questão fundamental não reside no valor da Em, 22 de abril de 2019
proposta, por mais ínfimo que seja – o problema é a impossibilidade de o licitante executar
aquilo que ofertou. A formulação desse juízo envolve uma avaliação da capacidade
patrimonial do licitante. Se ele dispuser de recursos suficientes e resolver incorrer em Remídio Kuntz
prejuízo, essa é uma decisão empresarial privada. Sob esse ângulo, chega a ser paradoxal a Presidente
recusa da Administração em receber proposta excessivamente vantajosa.”(g.n)

É por esse motivo, inclusive, que não cabe a Administração a


desclassificação de uma empresa que participou do certame, preencheu os requisitos de CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP
habilitação e que, apresentou a proposta com menor preço entre as licitantes, restando classificada ESTADO DE MATO GROSSO
em primeiro lugar, apenas por se dispor a cobrar um preço consideravelmente inferior ao estimado,
entretanto, aparentemente compatível com os preços hoje ofertados em outras licitações. Não PORTARIA Nº 083/2019
seria, portanto, razoável a desclassificação dessa empresa após o cumprimento de todas as
exigências editalícias, sob pena de ferir o princípio da economicidade e da obtenção da proposta Nomeia o Sr. Gilson Barbosa dos Santos para exercer o cargo em
mais vantajosa para a Administração. comissão de Chefe do Departamento de Jornalismo, referência CC-07.

Sob tais argumentos, o que cabe a Administração, diante da situação O Presidente da Câmara Municipal de Sinop, no uso de suas atribuições
apresentada, é a observância ao fiel cumprimento das obrigações contratuais por parte da legais;
contratada, como forma de assegurar que os serviços serão prestados de acordo com as
exigências, passível de aplicação das penalidades previstas em contrato, ou ainda, a rescisão RESOLVE:
contratual, para os casos em que for comprovado o descumprimento das obrigações assumidas.
Art. 1º Nomear, a partir desta data, o Sr. Gilson Barbosa dos Santos,
Por conseguinte, se fortalece o entendimento de que a empresa se para exercer o cargo em comissão de Chefe do Departamento de Jornalismo, referência CC-07.
compromete fielmente na execução do objeto da licitação pela proposta ofertada, tendo em vista
que eventual rescisão e aplicação de penalidade lhe traria grandes prejuízos, notadamente diante Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
de ser fornecedora desse tipo de serviço na Administração Pública da região, tendo outros
contratos firmados. Art. 3º Ficam revogadas as disposições em contrário.

Por oportuno, durante a condução do processo licitatório a CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP


Administração sempre prezou pelo tratamento isonômico e impessoal dos participantes, abrindo ESTADO DE MATO GROSSO
espaço para o contraditório e ampla defesa, sempre em busca da proposta mais vantajosa e, para Em, 23 de abril de 2019.
tanto, a participação do maior número de interessados em todas as fases, sem submissão ao rigor
formal exacerbado.
Remídio Kuntz
Todo o procedimento pode ser obtido junto ao Portal da Transparência, Presidente
no site oficial da Câmara Municipal, bem como os contratos em andamento, de modo que qualquer
suposição questionando a credibilidade e honestidade dos membros na condução do certame não
se sustenta, os quais, repita-se, se pautaram e decidiram conforme os princípios da Administração CÂMARA MUNICIPAL DE SORRISO
Pública.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 23
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Acessórios Automóveis que não sejam mera


15 anos 20%
reposição
PORTARIA Nº 049/2019 Máquinas, Ferramentas e Utensílios de Oficina 10 anos 20%
Data: 18 de abril de 2019
Aparelhos e Equipamentos de Comunição 5 anos 20%
Concede Progressão de Carreira para servidor lotado no Quadro de Computadores, Equip. de Armazenamento & Rede 5 anos 20%
Cargos em Provimento Efetivo e dá outras providências.
Impressoras e Demais Periféricos 5 anos 20%
O Excelentíssimo Senhor CLAUDIO OLIVEIRA, Presidente da Câmara
Municipal de Sorriso, Estado de Mato Grosso, no uso das atribuições que lhe são conferidas por
Lei e,
Considerando o disposto no Artigo 22 § 1º da Lei Complementar nº
270/2017; CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚE DA REGIÃO NORTE
Considerando o Parecer da Comissão de Avaliação, MATOGROSSENSE
RESOLVE:

Art. 1º Conceder Progressão na Carreira em linha vertical a servidora LICITAÇÕES


aprovada no processo de avaliação da seguinte forma:

Servidora: Veralucia Biazin AVISO DE LICITAÇÃO – PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/2019 - SRP


Cargo: Auxiliar de Serviços Gerais
Referência Salarial: CE-01 O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Norte Matogrossense -
Pontos: 54 CISRNM, através de seu Pregoeiro, torna público, para conhecimento dos interessados, que fará
Classe – Nível Anterior: D-13 realizar licitação na modalidade de PREGÃO PRESENCIAL, com data de abertura prevista para o
Classe – Nível Atual: D-14 dia 13 de maio de 2019, ás 08:00 horas (Horário de Mato Grosso), na sala de licitações do
Consórcio Intermunicipal de Saúde, tendo como objeto o registro de preços para futura e
Art. 2º Os efeitos financeiros desta Portaria são válidos a partir da folha eventual contratação de empresa especializada nas áreas de cardiologia, psicologia,
de pagamento do mês de abril de 2019. mastologia, pneumologia e psiquiatria para prestar serviços de realização de consultas,
procedimentos e exames para atender as necessidades e demandas dos pacientes
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data da sua publicação. encaminhados pelos municípios que compõe o Consórcio Intermunicipal de Saúde da
Região Norte Matogrossense. O Edital completo está à disposição dos interessados,
Câmara Municipal de Sorriso, Estado de Mato Grosso, em 18 de abril de gratuitamente, no Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Norte Matogrossense - CISRNM,
2019. localizado na Rua Machado de Assis, nº 731, Setor Norte, Bairro Nossa Senhora da Guia - Colider-
MT e no site www.colider.mt.gov.br (Ícone: Portal Transparência).

CLAUDIO OLIVEIRA Colider/MT, 24 de abril de 2019


Presidente
REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE, CUMPRA-SE.
ERIVALDO EVARISTO DE LIMA
Pregoeiro Oficial
PORTARIA Nº 51/2019
Publique-se
Data: 23 de abril de 2019.

Estabelece padronização de vida útil e percentual de valores residuais AVISO DE LICITAÇÃO – PREGÃO PRESENCIAL Nº 002/2019
dos bens móveis e imóveis da Câmara Municipal de Sorriso e dá outras providências.
O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Norte Matogrossense -
O Excelentíssimo Senhor Claudio Oliveira, Presidente da Câmara CISRNM, através de seu Pregoeiro, torna público, para conhecimento dos interessados, que fará
Municipal de Sorriso, Estado de Mato Grosso, no uso das atribuições que lhe são conferidas por realizar licitação na modalidade de PREGÃO PRESENCIAL, com data de abertura prevista para o
Lei e, dia 13 de maio de 2019, ás 15:00 horas (Horário de Mato Grosso), na sala de licitações do
Consórcio Intermunicipal de Saúde, tendo como objeto a Contratação de empresa especializada
Considerando a Portaria 146/2018, que homologa a Instrução Normativa do ramo de tecnologia da informação para realizar Migração/Conversão, implantação,
04/2018, sobre Sistema de Controle de Patrimônio; e treinamento e fornecimento de licenças de uso de softwares com referida manutenção e
consultoria técnica para os setores de contabilidade pública, tesouraria, orçamento,
Considerando o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público; recursos humanos e folha de pagamento, compras, licitação, patrimônio, almoxarifado,
protocolo e portal da transparência para atender as necessidades do Consórcio
RESOLVE: Intermunicipal de Saúde da Região Norte Matogrossense – CISRNM. O Edital completo está à
disposição dos interessados, gratuitamente, no Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região
Art. 1º O registro mensal da Depreciação será feito pelo Método das Norte Matogrossense - CISRNM, localizado na Rua Machado de Assis, nº 731, Setor Norte, Bairro
Cotas Constantes, que se utiliza de taxa de depreciação constante durante a vida útil do ativo, Nossa Senhora da Guia - Colider-MT e no site www.colider.mt.gov.br (Ícone: Portal Transparência).
caso o seu valor residual não se altere.
Colider/MT, 24 de abril de 2019
Art. 2º O tempo de vida útil e o percentual dos valores residuais de cada
grupo de bens a serem aplicados estão discriminados no Anexo I.
ERIVALDO EVARISTO DE LIMA
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data da sua publicação. Pregoeiro Oficial

Câmara Municipal de Sorriso, Estado de Mato Grosso, em 23 de abril de Publique-se


2019.

CLAUDIO OLIVEIRA CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO VALE DO PEIXOTO


Presidente

ANEXO I PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS


Tabela de Vida Útil e Valores Residuais
ATA DE REGISTRO DE PREÇOS
Valores Residuais PREGÃO PRESENCIAL N° 004/2019
Bens Vida Útil
(%) ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N° 003/2019
Edificações 25 anos 30%
Pelo presente instrumento o CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE
Veículos em Geral 15 anos 30% SAÚDE DA REGIÃO DO VALE DO PEIXOTO, inscrito no CNPJ/MF n.º 02.997.711/0001-08, com
Equipamentos para Áudio, Vídeo e Foto 5 anos 20% sede administrativa a Travesso Bartolomeu Dias, nº 269, Bairro Alvorada, cidade de Peixoto de
Azevedo/MT, doravante denominado Órgão Gestor, neste ato representado pela sua autoridade
Material Bibliográfico e Coleções 5 anos 20%
competente Sr. Mauricio Ferreira de Souza, RESOLVE registrar os preços das empresas:
Bandeiras, Flâmulas, Emblemas e Outros Símbolos 5 anos 20%
Utensílios em Geral 10 anos 20% SUELLEN G NOGUEIRA ME, inscrita no CNPJ/MF nº 10.745.645/0001-
07, Inscrição Estadual nº 13.369.596-4, com sua sede à Rua Thiago Magalhães Nunes, n° 403,
Mobiliário em Geral 10 anos 20% Bairro Centro, CEP 78.530-000, na cidade de Peixoto De Azevedo-MT, telefone: (66) 3575-1500 /
Maquinas e Utensílios de Escritório 10 anos 20% 9-9643-7933, e-mail: graficareal_pxto@hotmail.com, neste ato representado pela sua Proprietária
SUELLEN GALIANA NOGUEIRA, brasileira, farmacêutica, portador da Cédula de Identidade RG nº
Aparelhos e Utensílios Domésticos 10 anos 20%

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 24
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

1525014-8 e do CPF nº 024.628.061-13, residente na Rua Thiago Magalhães Nunes, n° 403,


Bairro Centro, CEP 78.530-000 na cidade de Peixoto De Azevedo-MT.
2.2.1 FORNECEDOR REGISTRADO:
E. DE S. BRANDAO - GRAFICA EDITORA EXATA - ME, inscrita no
CNPJ/MF nº 29.115.096/0001-15, Inscrição Estadual nº 13.705.266-9, com sua sede à Rodovia EMPRESA: E. DE S. BRANDAO - GRAFICA EDITORA EXATA - ME
Palmiro Paes De Barros – ant. Rua, n° 325, Bairro Parque Geórgia, CEP 78.085-417, na cidade de
Cuiabá-MT telefone: (65) 3044-6000 / 9-9810-3048, e-mail: graficaexatacba@hotmail.com, neste CNPJ N°: 29.115.096/0001-15 I.E. N°: 13.705.266-9
ato representado pelo seu Procurador EVANDRO JOSÉ RODRIGUES, brasileiro, casado,
ENDEREÇO: RODOVIA PALMIRO
empresário, portador da Cédula de Identidade Nacional de Habilitação (DETRAN-MT) nº
PAES DE BARROS – ANT. RUA N°: 325 BAIRRO: PARQUE GEÓRGIA
00143471850, Cédula de Identidade RG nº 900582 SSP/MT e do CPF nº 654.961.911-49,
residente na Rua A, Qd. 03 n° 325, Bairro Jardim Pinheiros, na cidade de Cuiabá-MT.
CIDADE: CUIABÁ-MT CEP: 78.085-417
De acordo com a classificação por ela alcançada no certame em TELEFONE: (65) 3044-6000 / 9-9810-
epígrafe, visando o FORNECIMENTO DE MATERIAIS GRÁFICOS, A SEREM ENTREGUES NO 3048 E-MAIL: GRAFICAEXATACBA@HOTMAIL.COM
HOSPITAL REGIONAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO - MT, LOCALIZADA NA TRAVESSA
BARTOLOMEU DIAS Nº269, BAIRRO ALVORADA PEIXOTO DE AZEVEDO - MT conforme REPRESENTANTE LEGAL: SUELLEN GALIANA NOGUEIRA
quantidades estimadas e valores constantes da presente ARP, atendendo as condições previstas
no Edital do PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 004/2019, sujeitando-se
as partes às normas constantes da Lei Federal n.º 10.520 de 17/07/2002, pelo Decreto Federal n.º
3.555/2000; Decreto Federal n.º 7.892/2013 e, ainda, pela Lei nº 8.666 de 21/06/1993, bem como VALOR VALOR
ITEM DESCRIÇÃO QTD
as demais normas legais aplicáveis, e em conformidade com as disposições a seguir: UNITÁRIO TOTAL
BLOCO ATESTADO DO TRABALHO
2248 120 R$ 2,50 R$ 300,00
1. DO OBJETO C/ 50 FOLHAS
1.1. REGISTRO DE PREÇOS para futura e eventual contratação de BLOCO ATESTADO CID C/ 50
empresa especializada no fornecimento de MATERIAL DE CONSUMO para atender as 2250 100 R$ 2,00 R$ 200,00
FOLHAS
necessidades do Consórcio de Saúde, conforme especificações detalhadas e descritas pelo item 2 BLOCO RECEITUÁRIO SIMPLES C/
abaixo. 2251 3.000 R$ 1,30 R$ 3.900,00
50 FOLHAS
1.2. As quantidades a serem fornecidas constantes do Termo de FICHA ASSISTÊNCIA MÉDICA
Referência que acompanhou o Edital da licitação são estimadas. 2254 8.000 R$ 0,18 R$ 1.440,00
(CARTOLINA 180 G) TAM. 22 X 44
2. DA VENCEDORA, ESPECIFICAÇÃO, QUANTIDADE E PREÇO. BLOCO RISCO CIRÚRGICO C/ 50
2260 200 R$ 2,40 R$ 480,00
2.1. A licitante vencedora, o objeto, o quantitativo, as especificações e os FOLHAS
preços registrados, seguem relacionados abaixo: BLOCO TERMO
2264 RESPONSABILIDADE PERTENCES 300 R$ 2,00 R$ 600,00
2.2. FORNECEDOR REGISTRADO: PESSOAIS C/ 50 FOLHAS
BLOCO RESULTADO DE ALTA C/
2266 300 R$ 1,80 R$ 540,00
EMPRESA: SUELLEN G NOGUEIRA ME 50 FOLHAS
BLOCO FICHA DE ATENDIMENTO
2268 3.000 R$ 1,30 R$ 3.900,00
CNPJ N°: 10.745.645/0001-07 I.E. N°: 13.369.596-4 C/ 50 FOLHAS
ENDEREÇO: RUA THIAGO N°: N° BLOCO PRESCRIÇÃO MÉDICA C/
2269 500 R$ 1,80 R$ 900,00
MAGALHÃES NUNES 403 BAIRRO: CENTRO 50 FOLHAS
BLOCO SERVIÇO DE
2939 ENFERMAGEM C/ 50 FOLHAS, 4.000 R$ 2,00 R$ 8.000,00
CIDADE: PEIXOTO DE AZEVEDO-MT CEP: 78.530-000
FRENTE E VERSO
TELEFONE: (66) 3575-1500 / 9-9643- BLOCO DE CONTROLE DE
7933 E-MAIL: GRAFICAREAL_PXTO@HOTMAIL.COM 2943 ENFERMAGEM C/ 50 FOLHAS 1.000 R$ 1,30 R$ 1.300,00
TAM. A4
REPRESENTANTE LEGAL: SUELLEN GALIANA NOGUEIRA BLOCO DE RÓTULO DE SORO C/ 10.00
2945 R$ 0,20 R$ 2.000,00
50 FOLHAS 0
BLOCO FICHA OBSTÉTRICA C/ 50
2976 300 R$ 1,60 R$ 480,00
QT VALOR VALOR FOLHAS
ITEM DESCRIÇÃO
D UNITÁRIO TOTAL
VALOR TOTAL R$ 24.040,00
BLOCO DÉBITO CENTRO CIRÚRGICO
1756 300 R$ 5,00 R$ 1.500,00
C/ 50 FOLHAS
BLOCO DE NOTIFICAÇÃO RECEITA B C/ Valor total da ATA de Registro de Preços R$ 43.432,00 (QUARENTA E
2246 20 R$ 2,70 R$ 54,00
50 FOLHAS TRÊS MIL QUATROCENTOS E TRINTA E DOIS REAIS)
BLOCO DE NOTIFICAÇÃO RECEITA B-2
2247 20 R$ 2,70 R$ 54,00
C/ 50 FOLHAS 2.3. Em observância ao art. 11, inciso II e § 4º do Decreto n° 7.892/2013,
BLOCO ATESTADO CONSULTA MÉDICA para fins de cadastro de reserva no caso de impossibilidade de atendimento pelo primeiro colocado
2249 100 R$ 2,40 R$ 240,00 da Ata, ficam registrados em forma de Anexo I, comprometendo-se a fornecer o objeto nas
C/ 50 FOLHAS
BLOCO CONTROLE ESPECIAL COM 2 1.6 mesmas condições, características e preços inicialmente registrados;
2252 R$ 4,10 R$ 6.560,00
VIAS CARBONADO 00
3. DO VALOR
BLOCO RESULTADO DE EXAME C/ 50
2253 200 R$ 2,25 R$ 450,00 3.1. O preço unitário registrado para a empresa signatária deste
FOLHAS instrumento é aquele constante na Planilha Demonstrativa de Preços e Classificação.
FICHA DE DIAGNÓSTICO (CARTOLINA 8.0 3.2. Em cada fornecimento, o preço total será o valor unitário
2255 R$ 0,13 R$ 1.040,0
180 GR.) TAM. 22 X 32 00 multiplicado pela quantidade de que se deseja do MATERIAL;
BLOCO DESCRIÇÃO CIRURGIA C/ 50 3.3. É vedado qualquer reajuste de preços fora das hipóteses legais
2256 200 R$ 3,30 R$ 660,00
FOLHAS previstas;
BLOCO CONTROLE DE AIDS/SÍFILIS C/ 3.4. Caso reste frustrada também a negociação com as demais
2257 20 R$ 4,10 R$ 82,00 empresas, o Órgão Gerenciador cancelará total ou parcialmente esta Ata adotando as medidas
50 FOLHAS
BLOCO SOLICITAÇÃO DE EXAME cabíveis para a nova aquisição desejada;
2258 30 R$ 5,70 R$ 171,00 3.5. Visando subsidiar eventuais revisões, o Órgão Gerenciador
ANATOMOPATOLÓGICO
ordenará a realização de nova pesquisa de preços;
2259 BLOCO RN C/ 50 FOLHAS 20 R$ 6,80 R$ 136,00 3.6. Nos preços unitários registrados estão incluídas todas as despesas
e taxas de qualquer espécie relativas ao objeto registrado (encargos sociais etc.).
BLOCO AVALIAÇÃO CARDIOVASCULAR
2262 200 R$ 6,80 R$ 400,00
PRÉ-OPERATÓRIO C/ 50 FOLHAS 4. DA VALIDADE
1.0 4.1. A presente Ata terá validade pelo prazo de 12 (doze) meses
2263 BLOCO FICHA PACIENTE C/ 50 FOLHAS R$ 4,20 R$ 4.200,00
00 contados a partir da data da sua assinatura, improrrogáveis.
BLOCO TERMO DE 4.2. Durante o prazo de validade da Ata de Registro de Preços, o
2265 300 R$ 2,00 R$ 600,00
RESPONSABILIDADE C/ 50 FOLHAS Órgão Gerenciador ou Aderente não ficará obrigado a adquirir o objeto exclusivamente da
BLOCO LAUDO P/ SOLICITAÇÃO DE Fornecedora registrada, podendo realizar nova licitação quando julgar oportuno e conveniente, ou
2270 AUTORIZAÇÃO INTERNAÇÃO 150 R$ 1,90 R$ 285,00 mesmo proceder às aquisições por dispensa ou inexigibilidade, se for o caso, não cabendo
HOSPITALAR qualquer tipo de recurso ou indenização à empresa signatária, observado em todo caso as
CAPA DE PROCESSO CARTOLINA 5.0 condições de preferência;
2271 R$ 0,28 R$ 1.400,00
180GR. TAM. 33 X 44 00 4.3. A partir da vigência da Ata de Registro de Preços, o fornecedor se
BLOCO DE SOLICITAÇÃO/ PARECER C/ obriga a cumprir, na íntegra, todas as condições estabelecidas, ficando sujeito, inclusive, às
2940 200 R$ 5,30 R$ 1.060,00 penalidades pelo descumprimento de qualquer de suas cláusulas.
50 FOLHAS TAM. A4
BLOCO DE DIÁRIA DE ACOMPANAHETE
2942 100 R$ 5,00 R$ 500,00 5. DA ADMINISTRAÇÃO DA ARP
C/ 50 FOLHAS TAM. A4
5.1. A gerência da Ata de Registro de Preços ficará a cargo do
VALOR TOTAL R$ 19.392,00 Consórcio Intermunicipal de Saúde;

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 25
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

5.2. A Ata de Registro de Preços oriunda deste certame, durante sua 10.2.4.1. Caberá ao órgão aderente à aplicação de penalidade ao
vigência, poderá a critério do Órgão Gerenciador, ser utilizada por órgãos e entidades fornecedor em caso de descumprimento das cláusulas desta ata, devendo ser encaminhada cópia
interessadas, desde que previamente autorizado; para conhecimento da decisão de aplicação de penalidade ao fiscal da ARP.
5.3. Os órgãos ou entidades interessados na utilização da Ata de 10.2.5. Cancelar, parcial ou totalmente, a ARP.
Registro de Preços deverão encaminhar solicitação prévia ao Consórcio; 10.2.6 Oferecer todas as informações necessárias para que a licitante
5.4. A utilização desta Ata por outro órgão ou entidade fica condicionada vencedora possa executar o objeto dentro das especificações.
aos seguintes pressupostos: 10.2.7. Efetuar os pagamentos nas condições e prazos estipulados.
a) Não-comprometimento da capacidade operacional do 10.2.8. Acompanhar a execução e fiscalização do fornecimento durante
fornecedor; toda a vigência da Ata de Registro de Preços.
b) Anuência expressa do fornecedor. 10.2.9. Notificar, por escrito, à Fornecedora, a ocorrência de eventuais
5.5. O quantitativo decorrente das adesões à Ata de registro de preços imperfeições no curso do fornecimento, sendo estabelecido o prazo para reposição.
não poderá exceder, na totalidade, ao quíntuplo do quantitativo de cada item registrado; 10.2.10. Acompanhar o fornecimento, podendo intervir durante a sua
execução, para fins de ajuste ou suspensão da entrega; inclusive rejeitando, no todo ou em parte,
6. DA VINCULAÇÃO LEGAL os materiais entregues com imperfeição.
6.1. Para a presente contratação foi instaurado procedimento licitatório
com fundamento nas Leis nº 10.520/02 e 8.666/93 e nos Decreto nº 7.892/2013 publicado no 11. DO REAJUSTAMENTO DE PREÇOS
Diário Oficial da União de 24 de janeiro de 2013 e 3.555/00, bem como as suas alterações. 11.1. Considerando o prazo de validade estabelecido no item 4 da ata e,
em atendimento ao Art. 19 da lei federal n° 7.892/2013, é vedado qualquer reajustamento de
7. DA FISCALIZAÇÃO preços, até que seja completado o período de 12 (doze) meses contados a partir da data de sua
7.1. O Órgão Gerenciador ou Aderente fiscalizará o exato cumprimento assinatura.
das cláusulas e condições estabelecidas no presente instrumento, cada qual na sua respectiva 11.2. - Nas revisões de preços registrados deverão ser observados os
competência; artigos 18,19, 20 e 21 do Decreto nº 7.892/13, conforme segue:
7.1.1. A omissão, total ou parcial, da fiscalização não eximirá o 11.2.1 - Quando o preço registrado tornar-se superior ao preço praticado
Fornecedor da integral responsabilidade pelos encargos que são de sua competência. no mercado por motivo superveniente, o órgão gerenciador convocará os fornecedores para
negociarem a redução dos preços aos valores praticados pelo mercado.
8. DO LOCAL E PRAZO DE ENTREGA 11.2.1.1 - Os fornecedores que não aceitarem reduzir seus preços aos
8.1. Será entregue a Fornecedora a respectiva Autorização de valores praticados pelo mercado serão liberados do compromisso assumido, sem aplicação de
Fornecimento, indicando o local de entrega, objeto e quantitativo requisitado; penalidade.
8.1.1. Fica estipulado o prazo para entrega dos produtos como 08 (oito) 11.2.1.2 - A ordem de classificação dos fornecedores que aceitarem
dias logo após a contratada receber a ordem de entrega (Autorização de Fornecimento), sob pena reduzir seus preços aos valores de mercado observará a classificação original.
de decair do direito à aquisição, sem prejuízo das sanções previstas no artigo 81 da Lei Federal nº. 11.2.2 - Quando o preço de mercado tornar-se superior aos preços
8666/93 e suas alterações. registrados e o fornecedor não puder cumprir o compromisso, o órgão gerenciador poderá:
8.2. A cada fornecimento ou período, o Órgão Gerenciador a) Liberar o fornecedor do compromisso assumido, caso a
providenciará a expedição da Autorização de Fornecimento. comunicação ocorra antes do pedido de fornecimento, e sem aplicação da penalidade se
8.2.1. A notificação poderá ser feita diretamente na sede da empresa, por confirmada a veracidade dos motivos e comprovantes apresentados; e
fac-símile ou e-mail, conforme informações constantes na Proposta de Preços; b) Convocar os demais fornecedores para assegurar igual
8.3. Os MATERIAIS serão recebidos provisoriamente para verificação oportunidade de negociação.
de conformidade da quantidade e da qualidade, ressalva a hipótese do artigo 74 da Lei Federal n.º Parágrafo único. Não havendo êxito nas negociações, o órgão
8.666/93; gerenciador deverá proceder à revogação da ata de registro de preços, adotando as medidas
8.4. O recebimento definitivo dar-se-á com a liquidação da despesa; cabíveis para obtenção da contratação mais vantajosa.
8.4.1. Em se verificando problemas na entrega do MATERIAL, a 11.3. A revisão negociada de valores, para cima ou para baixo,
Fornecedora será informada para corrigi-los, ficando nesse período interrompida a contagem do poderá ocorrer de ofício ou a pedido do licitante signatário, DEVIDAMENTE JUSTIFICADO, nas
prazo para recebimento definitivo. seguintes condições:
8.5. Fica a critério do Órgão Gestor a aceitação de eventuais pedidos 11.3.1. Para cima, visando manter o equilíbrio econômico financeiro
formais e justificados de prorrogação de prazo de entrega; inicial da proposta, nos termos do artigo 65, § 6º, da Lei 8.666/93, desde que
demonstrada por meio de planilhas de preços, cópias de notas fiscais que demonstrem por
9. DO RECEBIMENTO parte do fornecedor que houve aumento de preços por parte da indústria, alteração
9.1. O recebimento provisório ocorrerá no momento da entrega ao substancial nos preços praticados no mercado, por motivo de fato superveniente ou de difícil
representante da Administração, que verificará e confrontará a qualidade e quantidade do objeto previsão;
entregue com aquele constante da Autorização de Fornecimento; 11.3.2. Para baixo, quando a Administração verificar que o preço
9.2. O recebimento definitivo perfaz-se pela liquidação da despesa nos registrado encontra-se substancialmente superior ao praticado no mercado;
termos do artigo 63, §2º, inciso III da Lei Federal n.º 4.320/64; 11.4. Não será aceita como justificativa para o reequilíbrio econômico
9.3. Em se verificando vícios na entrega do objeto, o fornecedor será financeiro apenas a variação cambial do dólar, será necessária comprovar o preço equivalente na
informado para corrigi-lo imediatamente, ficando nesse período interrompida a contagem do prazo época da proposta e o preço atual solicitado, por meio de cópias de notas fiscais.
para recebimento definitivo;
9.4. Em relação a eventuais decréscimos, não se aplica a regra contida
no Art. 65, §2º, inciso II, da Lei nº. 8.666/93, podendo ser adquirida quantidade inferior a registrada, 12. DA REVISÃO
independente de anuência da Fornecedora. 12.1. Conforme preceitua o Art. 17 do Decreto nº 7.892/13, os preços
registrados poderão ser revistos em decorrência de eventual redução dos preços praticados no
10. DAS OBRIGAÇÕES mercado ou de fato superveniente que eleve o custo dos serviços ou bens registrados, cabendo ao
10.1. DAS OBRIGAÇÕES DA FORNECEDORA: órgão gerenciador promover as negociações junto aos fornecedores, observadas as disposições
10.1.1. Acatar as decisões e observações feitas pelo Órgão Gestor. contidas na alínea “d” do inciso II do caput do Art. 65 da Lei Federal n.º 8.666/1993;
10.1.2. Realizar o fornecimento com estrita observância ao Edital e seus 12.2. Nas revisões de preços registrados deverão ser observados os Art.
anexos. 18,19, 20 e 21 do Decreto nº 7.892/2013.
10.1.3. Responsabilizar-se pelos danos causados diretamente à
Administração e/ou a terceiros. 13. DO CANCELAMENTO DA ATA
10.1.4. Aceitar nas mesmas condições as supressões, a critério do 13.1. A Ata de Registro de Preços poderá ser cancelada, total ou
Órgão Gestor; parcialmente, de forma unilateral pelo Órgão Gerenciador, quando:
10.1.5. A empresa contratada deverá manter as mesmas condições de I. Descumprir as condições da ata de registro de preços;
habilitação e qualificação durante toda vigência da Ata de Registro de Preços. II. Não retirar a Nota de Empenho ou instrumento equivalente
10.1.6. Cumprir os prazos de entrega, sob pena de aplicação de no prazo estabelecido pela Administração, sem justificativa aceitável;
sanções administrativas; III. Não aceitar reduzir o seu preço registrado, na hipótese
10.1.7. Como condição para emissão da Nota de Empenho, a licitante deste se tornar superior àqueles praticados no mercado;
vencedora deverá estar com a documentação obrigatória válida; IV. Sofrer sanção prevista nos incisos III ou IV do caput do art.
10.1.8. Se não comprovarem a situação regular da Fornecedora 87 da Lei nº 8.666, de 1993, ou no art. 7º da Lei nº 10.520, de 2002.
detentora da Ata de Registro de Preços quanto a sua documentação, o Órgão Gestor poderá V. O Fornecedor que não se dispuser a substituir os
negociar o fornecimento segundo a ordem de classificação das demais empresas, nas mesmas MATERIAIS que vierem a apresentar defeitos de qualidade;
condições. VI. O Fornecedor não cumprir com as obrigações constantes
10.1.9. A Fornecedora não poderá dar em garantia ou vincular, de deste instrumento;
qualquer forma, total ou parcialmente os créditos financeiros da Ata de Registro de Preços, a VII. Demais sanções previstas no Edital e termo de referência.
qualquer pessoa física ou jurídica, sem a prévia e expressa autorização do Órgão Gestor; 13.1.1. O cancelamento de registros será formalizado por despacho do
10.1.10. Não será permitido subcontratação ou sub-rogação do objeto Órgão Gerenciador, assegurado o contraditório e a ampla defesa.
deste certame a terceiros. 13.2. O cancelamento do registro de preços poderá ocorrer por fato
10.1.11. A fiscalização do fornecimento pelo Órgão Gestor, não eximi a superveniente, decorrente de caso fortuito ou força maior, que prejudique o cumprimento da Ata,
Fornecedora de responsabilização por eventuais falhas. devidamente comprovados e justificados:
a) Por razão de interesse público; ou
10.2. DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE: b) A pedido do fornecedor.
10.2.1. Gerenciar a Ata de Registro de Preço; 13.3. O cancelamento da Ata de Registro de Preços, nas hipóteses
10.2.2. Notificar o fornecedor para verificar o seu aceite em caso de previstas, assegurado o contraditório, será comunicado ao Fornecedor e publicado na Imprensa
fornecimento para órgãos aderentes (em casos de adesão); Oficial do Consórcio;
10.2.3. Encaminhar cópias da ARP aos órgãos aderentes; 13.4. O fornecedor poderá solicitar o cancelamento do seu registro de
10.2.4. Conduzir o procedimento de penalização ao fornecedor, preço na ocorrência de fatos supervenientes que venham a comprometer a perfeita execução
responsabilizando-se, inclusive, pela sua aplicação, exceto quando se tratar de litígio entre órgão contratual, devidamente comprovado.
aderente e fornecedor;

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 26
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

13.5. Na hipótese de cancelamento parcial, o Órgão Gestor poderá total, sem justificativa aceita pela Administração do CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE
buscar o fornecimento do objeto remanescente com a licitante que estiver com o segundo melhor DA REGIAO DO VALE DE PEIXOTO, será aplicado o limite máximo temporal previsto para a
preço na fase de lances ou cancelar total a respectiva; penalidade (02) dois anos e;
18.3.2. Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a
14. DAS CONDIÇÕES DE FATURAMENTO Administração Pública por até 05 (cinco) anos.
14.1. O documento de cobrança (Nota Fiscal, Fatura, etc.) deverá ser 18.4. A Fornecedora que deixar de entregar ou apresentar
encaminhado ao órgão comprador, que terá o prazo de até 30 (trinta) dias para dar a liquidação da documentação falsa exigida para o certame, ensejar o retardamento da execução de seu objeto,
despesa ou interromper o prazo, no caso de qualquer irregularidades, vícios ou imperfeição no não mantiver a proposta, falhar ou fraudar durante o fornecimento, comportar-se de modo inidôneo
fornecimento; ou cometer fraude fiscal, garantida prévia e ampla defesa, ficará suspensa de licitar com este
14.2. O documento de cobrança será emitido em nome do Órgão Consórcio pelo prazo de até 02 (dois) anos ou ser declarada inidônea pelo prazo de 05 (cinco)
Gestor, sem emendas ou rasuras, fazendo menção expressa ao número da ordem de anos, se for o caso, sem prejuízo da ação penal correspondente na forma da lei.
fornecimento e contendo todos os dados da mesma; 18.5. A multa, eventualmente imposta à Fornecedora, será
14.2.1. O número de inscrição no CNPJ/MF da empresa deverá ser o automaticamente descontada da fatura a que fizer jus, acrescida de juros moratórios de 1% (um
mesmo da documentação apresentada para habilitação, da Proposta Comercial e do documento de por cento) ao mês. Caso a Fornecedora não tenha nenhum valor a receber deste Consórcio, ser-
cobrança, que serviu de base para emissão da ordem de fornecimento. lhe-á concedido o prazo de 05 (cinco) dias úteis, contados de sua intimação, para efetuar o
14.3. Todos os tributos incidentes sobre os MATERIAIS ou serviços pagamento da multa. Após esse prazo, não sendo efetuado o pagamento, seus dados serão
deverão estar inclusos no valor total do documento de cobrança, observada a legislação tributária encaminhados ao Órgão competente para que seja inscrita na dívida ativa do Município sede do
aplicável à espécie; consórcio, podendo, ainda a Administração proceder à cobrança judicial da multa;
14.4. No documento de cobrança deverão constar o nome e o número 18.6. As multas previstas nesta seção não eximem a Fornecedora da
do banco, bem como o nome e número da agência e o número da conta corrente na qual se reparação dos eventuais danos, perdas ou prejuízos que seu ato punível venha causar à
executará o depósito bancário para pagamento repetindo-se os dados contidos na Proposta Administração;
Comercial; 18.7. Do ato que aplicar penalidade caberá recurso, no prazo de 05
14.5. Qualquer alteração de dados bancários somente será permitida (cinco) dias úteis, a contar da ciência da intimação, podendo a Administração reconsiderar sua
desde que efetuada em papel timbrado da empresa, assinada por representante legal, decisão ou nesse prazo encaminhá-la devidamente informada para a apreciação e decisão
devidamente comprovado por documento hábil e encaminhado ao órgão comprador, antes do superior, dentro do mesmo prazo.
processamento do respectivo pagamento; 18.8. Serão publicadas na imprensa oficial as sanções administrativas
14.6. No documento de cobrança não deverá constar descrição estranha previstas neste item e subitens anteriores, desta ata, inclusive a reabilitação perante a
ao constante da ordem de fornecimento. Administração Pública.
18.9. As multas previstas neste item deverão ser recolhidas, em guia
15. DO PAGAMENTO própria, ou deposito em conta bancária indicada pelo CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE
15.1. O pagamento será efetuado mediante ordem bancária emitida em SAUDE DA REGIAO DO VALE DE PEIXOTO.
favor da empresa contratada, na estrita ordem cronológica da data de sua exigibilidade, a partir da
data da liquidação da despesa, a ser processada em duas vias, com todos os campos preenchidos 19. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
discriminando valores unitários e totais, sem rasuras e devidamente atestada pelo servidor 19.1. Todo instrumento de procuração deverá constar firma reconhecida
responsável pelo recebimento do bem, constando, ainda, o número do Banco, da Agência e da do mandante, nos termos do Art. 654, § 2º, do Código Civil ou ser apresentada na forma de
Conta Corrente onde deseja receber seu crédito; procuração pública;
15.2. Em existindo documento com prazo de validade vencido e/ou 19.2. O Fornecedor obriga-se a manter em compatibilidade com as
irregular, o Fornecedor será notificado pelo Órgão Gestor para as medidas de regularização; obrigações por ele assumida, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação
15.3. O Fornecedor, depois de notificado, terá o prazo de 15 (quinze) e a cumprir fielmente as Cláusulas ora avençadas, e ainda com as normas previstas na Lei n.
dias para proceder à regularização. Findo o prazo, em não se manifestando ou não regularizando, 8.666/93 e legislação complementar, durante a vigência desta Ata de Registro de Preços;
o fato deverá ser certificado e comunicado ao Órgão Gestor para as providências cabíveis; 19.3. Os casos omissos serão resolvidos pelo Órgão Gestor.
15.4. Caso a documentação esteja disponível na internet, o próprio
órgão gerenciador ou aderente poderá baixá-la e carrear para os autos, sem necessidade de 20. DO FORO
comunicar o fato ao Fornecedor; 20.1. Fica eleito o Foro de P e i x o t o d e A z e v e d o / MT para
15.5. Em caso de eventuais atrasos no pagamento, desde que o órgão dirimir quaisquer controvérsias advindas da execução desta Ata de Registro de Preços;
comprador não tenha concorrido de alguma forma para tanto, os valores poderão ser corrigidos 20.2. E por estarem de acordo, depois de lidos e achado conforme, as
pela variação do IPCA ou outro índice que vier a sucedê-lo, havida entre as datas do vencimento e partes firmam a presente ARP em 02(duas) vias de igual teor e forma, para um só efeito legal,
do efetivo pagamento. ficando uma via arquivada no Órgão Gestor nos termos do Art. 60 da Lei nº 8.666/93.

16. DA RETENÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES


16.1. O Órgão Gestor efetuará a retenção dos impostos e encargos Peixoto de Azevedo/MT, 11 de abril de 2019.
sobre as Notas Fiscais a cada pagamento, observado o fato gerador e as hipóteses legais de
incidência.
CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO VALE DO PEIXOTO
17. DA PUBLICAÇÃO MAURICIO FERREIRA DE SOUZA
17.1. Para eficácia do presente instrumento, o Órgão Gestor PRESIDENTE DO CISVP
providenciará a publicação de seu extrato na imprensa oficial do consórcio, por meio do Jornal CONTRATANTE
Oficial dos Municípios da Associação Mato-grossense dos Municípios (diário eletrônico /
https://diariomunicipal.org/mt/amm/) e no Diário de Contas do Tribunal de Contas do Estado de
Mato Grosso – TCE-MT(diário eletrônico / http://www.tce.mt.gov.br/). SUELLEN G NOGUEIRA ME
CNPJ: 10.745.645/0001-07
18. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS SUELLEN GALIANA NOGUEIRA
18.1. O descumprimento injustificado das obrigações assumidas nos PROPRIETÁRIA
termos deste Edital sujeitará a licitante vencedora às multas, consoante o caput e §§ do Art. 86 da CONTRATADA
Lei no 8.666/93 e alterações posteriores, incidentes sobre o valor da Proposta Vencedora, na forma
seguinte: E. DE S. BRANDAO - GRAFICA EDITORA EXATA - ME
18.1.1. Quanto à obrigação da assinatura do Ata de Registro de Preços CNPJ: 29.115.096/0001-15
ou Contrato de Fornecimento no prazo estabelecido, incidem a aplicabilidade da multa conforme a EVANDRO JOSÉ RODRIGUES
seguir: PROCURADOR
a) Atraso até 05 (cinco) dias, multa de 5% (cinco por cento) CONTRATADA
sobre o valor da Proposta Vencedora;
b) A partir do 6° (sexto) até o limite do 10° (décimo) dia, multa
de 10% (Dez por cento) sobre o valor da Proposta Vencedora, caracterizando-se a inexecução total
ATA DE REGISTRO DE PREÇOS
da obrigação a partir do 11° (décimo primeiro) dia de atraso.
PREGÃO PRESENCIAL N° 001/2019
18.1.2. Quanto às obrigações de solução de quaisquer problemas com
ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N° 004/2019
os itens adquiridos:
• Atraso até 02 (dois) dias, multa de 2% (dois por cento), Pelo presente instrumento o CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE
sobre o valor da Proposta Vencedora; SAÚDE DA REGIÃO DO VALE DO PEIXOTO, inscrito no CNPJ/MF n.º 02.997.711/0001-08, com
sede administrativa a Travesso Bartolomeu Dias, nº 269, Bairro Alvorada, cidade de Peixoto de
• A partir do 3° (terceiro) até o limite do 5° (quinto) dia, multa Azevedo/MT, doravante denominado Órgão Gestor, neste ato representado pela sua autoridade
de 4% (quatro por cento), sobre o valor da Proposta Vencedora, caracterizando-se a inexecução competente Sr. Mauricio Ferreira de Souza, RESOLVE registrar os preços das empresas:
total da obrigação a partir do 6° (sexto) dia de atraso.
18.1.3. As multas previstas pelo item 18.1 da ARP, também se refere a OLIDEF CZ IND E COM DE APARELHOS HOSPITALARES LTDA,
atraso na entrega (por dia de atraso). inscrita no CNPJ/MF nº 55.983.274/0001-30, Inscrição Estadual nº 582.013.221.111, com sua sede
18.2. Sem prejuízo das sanções cominadas no Art. 87, I, III e IV, da Lei à Avenida Patriarca, n° 2223, Bairro Vila Virgínia, CEP 14.031-580, na cidade de Ribeirão Preto -
8.666/93, pela inexecução total ou parcial do objeto, a Administração poderá garantida a prévia e SP, telefone: (16) 3512-3500, e-mail: comercial@olidef.com.br / licitação@olidef.com.br, neste ato
ampla defesa, aplicar à licitante vencedora multa de até 10% (dez por cento) sobre o valor total da representado pelo seu Procurador FRANCISCO DO NASCIMENTO SILVA, brasileiro, casado,
Proposta vencedora; Advogado e Administrador de Empresas, portador da Cédula de Identidade RG nº 12.686.264 e do
18.3. Se a Licitante vencedora recusar-se a assinar a Ata de Registro de CPF nº 075.302.148-02, residente na Avenida Presidente Castelo Branco, n° 999, Bairro Parque
Preços injustificadamente, garantida prévia e ampla defesa, além da multa pecuniária, poderá, Industrial Lagoinha, CEP 14.095-000 na cidade de Ribeirão Preto - SP.
ainda, sofrer às seguintes penalidades:
18.3.1. Suspensão temporária de participação em licitação e HOSPCOM EQUIPAMENTOS HOSPITALARES LTDA-EPP, inscrita no
impedimento de contratar com o CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DA REGIAO DO CNPJ/MF nº 05.743.288/0001-08, Inscrição Estadual nº 10.366.017-8 com sua sede à Rua 104, n°
VALE DE PEIXOTO, por prazo não superior a 02 (dois) anos, sendo que em caso de inexecução 74, Bairro Setor Sul, CEP 74.083-300, na cidade de Goiânia-GO, telefone: (62) 3241-5555, e-mail:

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 27
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

licitacao@hospcom.net, neste ato representado pelo seu Titular WEVERTON LUIZ COELHO,
brasileiro, casado em regime de comunhão parcial de bens, empresário, portador da Cédula de ENDEREÇO: RUA 104 N°: 74 BAIRRO: SETOR SUL
Identidade RG nº 3.109.409 e do CPF nº 633.403.561-49, residente na Rua Aracu n° Qd. A-2, Lt.
13, Residencial Goiás, Bairro Alphaville Flamboyant, na cidade de Goiânia - GO. CIDADE: GOIÂNIA - GO CEP: 74.083-300
C. E. CARVALHO – COMERCIAL EPP, inscrita no CNPJ/MF nº
TELEFONE: (62) 3241-5555 E-MAIL: LICITACAO@HOSPCOM.NET
24.864.422/0001-73, Inscrição Estadual nº 90722395-79 com sua sede à Avenida Duque De
Caxias, n° 185, Bairro Centro, CEP 86.935-000, na cidade de Lunardelli - PR, telefone: (43) 3478-
1781, e-mail: parana.med@hotmail.com, neste ato representado pelo seu Proprietário CARLOS REPRESENTANTE LEGAL: WEVERTON LUIZ COELHO
EDUARDO CARVALHO, brasileiro, solteiro, empresário, portador da Cédula de Identidade RG nº ITENS:
7793323-9 SSP-PR e do CPF nº 007.976.549-17, residente na Avenida 7 de Setembro, n° 835,
Bairro Centro, na cidade de Lunardelli – PR.

GIGANTE RECEM NASCIDO LTDA EPP, inscrita no CNPJ/MF nº


62.413.869/0001-15, Inscrição Estadual nº 582.245.175/115 com sua sede à Rua Martins Pena, n°
93, Bairro Campos Elíseos, CEP 14.080-620, na cidade de Ribeirão Preto - SP, telefone: (16) 3969-
1000, e-mail: licitacao@gigante.com.br / erica@gigante.com,br, neste ato representado pela sua QT VALOR
ITEM DESCRIÇÃO VALOR TOTAL
Sócia ÉRICA VERNILE PEREIRA VEZONO, brasileira, casada, empresária, portador da Cédula de D UNITÁRIO
Identidade RG nº 18.294.531-5 SSP-SP e do CPF nº 138.771.588-70, residente na Rua Orlândia, APARELHO DE ANESTESIA COM
n° 118, Bairro Jardim Paulista, na cidade de Ribeirão Preto - SP. 2703 01 R$ 130.000,00 R$ 130.000,00
MONITOR MULTIPARÂMETROS
HOSPI BIO INDUSTRIA E COMERCIO DE MOVEIS HOSPITALARES VALOR TOTAL R$ 130.000,00
LTDA EPP, inscrita no CNPJ/MF nº 11.192.559/0001-87, Inscrição Estadual nº 90.496.691-67 com
sua sede à Rua Topázio, n° 64, Bairro Jardim Cristal, CEP 86.182-715, na cidade de Cambé - PR,
telefone: (43) 3154-4455, e-mail: vendas1@levitamoveis.com.br / comercial@levimoveis.com.br ,
neste ato representado pelo seu Sócio Administrador DALCEU GONSALVES FERREIRA,
brasileiro, casado, empresária, portador da Cédula de Identidade RG nº 4.183.876-0 e do CPF nº 2.2.2 FORNECEDOR REGISTRADO:
605.003.799-04, residente na Rua Dos Imigrantes, n° 240, Bairro Jardim São José, na cidade de
Cambé – PR. EMPRESA: C. E. CARVALHO – COMERCIAL EPP
de acordo com a classificação por ela alcançada no certame em
CNPJ N°: 24.864.422/0001-73 I.E. N°: 90722395-79
epígrafe, visando o FORNECIMENTO DE MATERIAL PERMANENTE, CONFORME TERCEIRO
ENDEREÇO: AVENIDA DUQUE DE
TERMO ADITIVO AO CONVENIO N° 002/2015, A SEREM ENTREGUES NO HOSPITAL
CAXIAS N°: 185 BAIRRO: CENTRO
REGIONAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO - MT, LOCALIZADA NA TRAVESSA BARTOLOMEU
DIAS Nº269, BAIRRO ALVORADA PEIXOTO DE AZEVEDO MT, conforme quantidades
estimadas e valores constantes da presente ARP, atendendo as condições previstas no Edital do CIDADE: LUNARDELLI – PR CEP: 86.935-000
PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 001/2019, sujeitando-se as partes às
normas constantes da Lei Federal n.º 10.520 de 17/07/2002, pelo Decreto Federal n.º 3.555/2000; TELEFONE: (43) 3478-1781 E-MAIL: PARANA.MED@HOTMAIL.COM
Decreto Federal n.º 7.892/2013 e, ainda, pela Lei nº 8.666 de 21/06/1993, bem como as demais
normas legais aplicáveis, e em conformidade com as disposições a seguir: REPRESENTANTE LEGAL: CARLOS EDUARDO CARVALHO
ITENS:
1. DO OBJETO
1.1. “REGISTRO DE PREÇO PARA FUTURA E EVENTUAL
CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA HABILITADA PARA FORNECIMENTO DE
EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE, CONFORME TERCEIRO TERMO ADITIVO AO
CONVENIO N° 002/2015, A SEREM ENTREGUES NO HOSPITAL REGIONAL DE PEIXOTO DE
AZEVEDO - MT, LOCALIZADA NA TRAVESSA BARTOLOMEU DIAS Nº269, BAIRRO
ALVORADA PEIXOTO DE AZEVEDO MT”, conforme especificações detalhadas e descritas pelo
item 2 abaixo.
1.2. As quantidades a serem fornecidas constantes do Termo de QT VALOR
ITEM DESCRIÇÃO VALOR TOTAL
Referência que acompanhou o Edital da licitação são estimadas. D UNITÁRIO
MESA CIRÚRGICA ORTOPÉDICA
2. DA VENCEDORA, ESPECIFICAÇÃO, QUANTIDADE E PREÇO. 2792 COM RADIOTRANSPARÊNCIA E 01 R$ 98.999,00 R$ 98.999,00
2.1. A licitante vencedora, o objeto, o quantitativo, as especificações e os TRAÇÃO
preços registrados, seguem relacionados abaixo:
VALOR TOTAL R$ 98.999,00
2.2. FORNECEDOR REGISTRADO:

EMPRESA: OLIDEF CZ IND E COM DE APARELHOS HOSPITALARES LTDA 2.2.3 FORNECEDOR REGISTRADO:

CNPJ N°: 55.983.274/0001-30 I.E. N°: 582.013.221.111 EMPRESA: GIGANTE RECEM NASCIDO LTDA EPP

ENDEREÇO: AVENIDA PATRIARCA N°: 2223 BAIRRO: VILA VIRGÍNIA CNPJ N°: 62.413.869/0001-15 I.E. N°: 582.245.175/115

CIDADE: RIBEIRÃO PRETO - SP CEP: 14.031-580 ENDEREÇO: RUA MARTINS PENA N°: 93 BAIRRO: CAMPOS ELÍSEOS
E-MAIL: COMERCIAL@OLIDEF.COM.BR /
TELEFONE: (16) 3512-3500 LICITAÇÃO@OLIDEF.COM.BR CIDADE: RIBEIRÃO PRETO - SP CEP: 14.080-620
E-MAIL: LICITACAO@GIGANTE.COM.BR /
REPRESENTANTE LEGAL: FRANCISCO DO NASCIMENTO SILVA TELEFONE: (16) 3969-1000 ERICA@GIGANTE.COM,BR
ITENS:
REPRESENTANTE LEGAL: ÉRICA VERNILE PEREIRA VEZONO
ITENS:

QT VALOR
ITEM DESCRIÇÃO VALOR TOTAL
D UNITÁRIO

2703 APARELHO DE FOTOTERAPIA 03 R$ 4.600,00 R$ 13.800,00 VALOR


ITEM DESCRIÇÃO QTD VALOR TOTAL
UNITÁRIO
VALOR TOTAL R$ 13.800,00 2712 Berço aquecido 01 R$ 9.937,00 R$ 9.937,00

VALOR TOTAL R$ 9.937,00


2.2.1 FORNECEDOR REGISTRADO:

EMPRESA: HOSPCOM EQUIPAMENTOS HOSPITALARES LTDA-EPP 2.2.4 FORNECEDOR REGISTRADO:

CNPJ N°: 05.743.288/0001-08 I.E. N°: 10.366.017-8 EMPRESA: HOSPI BIO INDÚSTRIA E COMERCIO DE MOVEIS HOSPITALARES LTDA EPP

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 28
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

8.2.1. A notificação poderá ser feita diretamente na sede da empresa, por


CNPJ N°: 11.192.559/0001-87 I.E. N°: 90.496.691-67 fac-símile ou e-mail, conforme informações constantes na Proposta de Preços;
8.3. Os MATERIAIS serão recebidos provisoriamente para verificação
ENDEREÇO: RUA TOPÁZIO N°: 64 BAIRRO: JARDIM CRISTAL de conformidade da quantidade e da qualidade, ressalva a hipótese do artigo 74 da Lei Federal n.º
8.666/93;
8.4. O recebimento definitivo dar-se-á com a liquidação da despesa;
CIDADE: CAMBÉ - PR CEP: 86.182-715
8.4.1. Em se verificando problemas na entrega do EQUIPAMENTO, a
E-MAIL: VENDAS1@LEVITAMOVEIS.COM.BR / Fornecedora será informada para corrigi-los, ficando nesse período interrompida a contagem do
TELEFONE: (43) 3154-4455 COMERCIAL@LEVIMOVEIS.COM.BR prazo para recebimento definitivo.
8.5. Fica a critério do Órgão Gestor a aceitação de eventuais pedidos
REPRESENTANTE LEGAL: DALCEU GONSALVES FERREIRA formais e justificados de prorrogação de prazo de entrega;
ITENS: 9. DO RECEBIMENTO
9.1. O recebimento provisório ocorrerá no momento da entrega ao
representante da Administração, que verificará e confrontará a qualidade e quantidade do objeto
entregue com aquele constante da Autorização de Fornecimento;
9.2. O recebimento definitivo perfaz-se pela liquidação da despesa nos
termos do artigo 63, §2º, inciso III da Lei Federal n.º 4.320/64;
9.3. Em se verificando vícios na entrega do objeto, o fornecedor será
informado para corrigi-lo imediatamente, ficando nesse período interrompida a contagem do prazo
para recebimento definitivo;
QT VALOR 9.4. Em relação a eventuais decréscimos, não se aplica a regra contida
ITEM DESCRIÇÃO VALOR TOTAL
D UNITÁRIO no Art. 65, §2º, inciso II, da Lei nº. 8.666/93, podendo ser adquirida quantidade inferior a registrada,
independente de anuência da Fornecedora.
2774 Carro de curativos 02 R$ 669,19 R$ 1.338,38
10. DAS OBRIGAÇÕES
10.1. DAS OBRIGAÇÕES DA FORNECEDORA:
2776 CARRO MACA SIMPLES 01 R$ 1.376,65 R$ 1.376,65 10.1.1. Acatar as decisões e observações feitas pelo Órgão Gestor.
10.1.2. Realizar o fornecimento com estrita observância ao Edital e seus
VALOR TOTAL R$ 2.715,03 anexos.
10.1.3. Responsabilizar-se pelos danos causados diretamente à
Administração e/ou a terceiros.
10.1.4. Aceitar nas mesmas condições as supressões, a critério do
Valor total da ATA de Registro de Preços R$ 255.451,03 (DUZENTOS E Órgão Gestor;
VINTE E CINCO MIL QUATROCENTOS E CINQUENTA E UM REAL E TRÊS CENTAVOS) 10.1.5. A empresa contratada deverá manter as mesmas condições de
habilitação e qualificação durante toda vigência da Ata de Registro de Preços.
2.3. Em observância ao art. 11, inciso II e § 4º do Decreto n° 7.892/2013, 10.1.6. Cumprir os prazos de entrega, sob pena de aplicação de
para fins de cadastro de reserva no caso de impossibilidade de atendimento pelo primeiro colocado sanções administrativas;
da Ata, ficam registrados em forma de Anexo I, comprometendo-se a fornecer o objeto nas 10.1.7. Como condição para emissão da Nota de Empenho, a licitante
mesmas condições, características e preços inicialmente registrados; vencedora deverá estar com a documentação obrigatória válida;
3. DO VALOR 10.1.8. Se não comprovarem a situação regular da Fornecedora
3.1. O preço unitário registrado para a empresa signatária deste detentora da Ata de Registro de Preços quanto a sua documentação, o Órgão Gestor poderá
instrumento é aquele constante na Planilha Demonstrativa de Preços e Classificação. negociar o fornecimento segundo a ordem de classificação das demais empresas, nas mesmas
3.2. Em cada fornecimento, o preço total será o valor unitário condições.
multiplicado pela quantidade de que se deseja do EQUIPAMENTO; 10.1.9. A Fornecedora não poderá dar em garantia ou vincular, de
3.3. É vedado qualquer reajuste de preços fora das hipóteses legais qualquer forma, total ou parcialmente os créditos financeiros da Ata de Registro de Preços, a
previstas; qualquer pessoa física ou jurídica, sem a prévia e expressa autorização do Órgão Gestor;
3.4. Caso reste frustrada também a negociação com as demais 10.1.10. Não será permitido subcontratação ou sub-rogação do objeto
empresas, o Órgão Gerenciador cancelará total ou parcialmente esta Ata adotando as medidas deste certame a terceiros.
cabíveis para a nova aquisição desejada; 10.1.11. A fiscalização do fornecimento pelo Órgão Gestor, não eximi a
3.5. Visando subsidiar eventuais revisões, o Órgão Gerenciador Fornecedora de responsabilização por eventuais falhas.
ordenará a realização de nova pesquisa de preços;
3.6. Nos preços unitários registrados estão incluídas todas as despesas 10.2. DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE:
e taxas de qualquer espécie relativas ao objeto registrado (encargos sociais etc.). 10.2.1. Gerenciar a Ata de Registro de Preço;
4. DA VALIDADE 10.2.2. Notificar o fornecedor para verificar o seu aceite em caso de
4.1. A presente Ata terá validade pelo prazo de 12 (doze) meses fornecimento para órgãos aderentes (em casos de adesão);
contados a partir da data da sua assinatura, improrrogáveis. 10.2.3. Encaminhar cópias da ARP aos órgãos aderentes;
4.2. Durante o prazo de validade da Ata de Registro de Preços, o 10.2.4. Conduzir o procedimento de penalização ao fornecedor,
Órgão Gerenciador ou Aderente não ficará obrigado a adquirir o objeto exclusivamente da responsabilizando-se, inclusive, pela sua aplicação, exceto quando se tratar de litígio entre órgão
Fornecedora registrada, podendo realizar nova licitação quando julgar oportuno e conveniente, ou aderente e fornecedor;
mesmo proceder às aquisições por dispensa ou inexigibilidade, se for o caso, não cabendo 10.2.4.1. Caberá ao órgão aderente à aplicação de penalidade ao
qualquer tipo de recurso ou indenização à empresa signatária, observado em todo caso as fornecedor em caso de descumprimento das cláusulas desta ata, devendo ser encaminhada cópia
condições de preferência; para conhecimento da decisão de aplicação de penalidade ao fiscal da ARP.
4.3. A partir da vigência da Ata de Registro de Preços, o fornecedor se 10.2.5. Cancelar, parcial ou totalmente, a ARP.
obriga a cumprir, na íntegra, todas as condições estabelecidas, ficando sujeito, inclusive, às 10.2.6 Oferecer todas as informações necessárias para que a licitante
penalidades pelo descumprimento de qualquer de suas cláusulas. vencedora possa executar o objeto dentro das especificações.
5. DA ADMINISTRAÇÃO DA ARP 10.2.7. Efetuar os pagamentos nas condições e prazos estipulados.
5.1. A gerência da Ata de Registro de Preços ficará a cargo do 10.2.8. Acompanhar a execução e fiscalização do fornecimento durante
Consórcio Intermunicipal de Saúde; toda a vigência da Ata de Registro de Preços.
5.2. A Ata de Registro de Preços oriunda deste certame, durante sua 10.2.9. Notificar, por escrito, à Fornecedora, a ocorrência de eventuais
vigência, poderá a critério do Órgão Gerenciador, ser utilizada por órgãos e entidades imperfeições no curso do fornecimento, sendo estabelecido o prazo para reposição.
interessadas, desde que previamente autorizado; 10.2.10. Acompanhar o fornecimento, podendo intervir durante a sua
5.3. Os órgãos ou entidades interessados na utilização da Ata de execução, para fins de ajuste ou suspensão da entrega; inclusive rejeitando, no todo ou em parte,
Registro de Preços deverão encaminhar solicitação prévia ao Consórcio; os materiais entregues com imperfeição.
5.4. A utilização desta Ata por outro órgão ou entidade fica condicionada
aos seguintes pressupostos: 11. DO REAJUSTAMENTO DE PREÇOS
1. Não-comprometimento da capacidade operacional do 11.1. Considerando o prazo de validade estabelecido no item 4 da ata e,
fornecedor; em atendimento ao Art. 19 da lei federal n° 7.892/2013, é vedado qualquer reajustamento de
2. Anuência expressa do fornecedor. preços, até que seja completado o período de 12 (doze) meses contados a partir da data de sua
5.5. O quantitativo decorrente das adesões à Ata de registro de preços assinatura.
não poderá exceder, na totalidade, ao quíntuplo do quantitativo de cada item registrado; 11.2. - Nas revisões de preços registrados deverão ser observados os
6. DA VINCULAÇÃO LEGAL artigos 18,19, 20 e 21 do Decreto nº 7.892/13, conforme segue:
6.1. Para a presente contratação foi instaurado procedimento licitatório 11.2.1 - Quando o preço registrado tornar-se superior ao preço praticado
com fundamento nas Leis nº 10.520/02 e 8.666/93 e nos Decreto nº 7.892/2013 publicado no no mercado por motivo superveniente, o órgão gerenciador convocará os fornecedores para
Diário Oficial da União de 24 de janeiro de 2013 e 3.555/00, bem como as suas alterações. negociarem a redução dos preços aos valores praticados pelo mercado.
7. DA FISCALIZAÇÃO 11.2.1.1 - Os fornecedores que não aceitarem reduzir seus preços aos
7.1. O Órgão Gerenciador ou Aderente fiscalizará o exato cumprimento valores praticados pelo mercado serão liberados do compromisso assumido, sem aplicação de
das cláusulas e condições estabelecidas no presente instrumento, cada qual na sua respectiva penalidade.
competência; 11.2.1.2 - A ordem de classificação dos fornecedores que aceitarem
7.1.1. A omissão, total ou parcial, da fiscalização não eximirá o reduzir seus preços aos valores de mercado observará a classificação original.
Fornecedor da integral responsabilidade pelos encargos que são de sua competência. 11.2.2 - Quando o preço de mercado tornar-se superior aos preços
8. DO LOCAL E PRAZO DE ENTREGA registrados e o fornecedor não puder cumprir o compromisso, o órgão gerenciador poderá:
8.1. Será entregue a Fornecedora a respectiva Autorização de a) - liberar o fornecedor do compromisso assumido, caso a comunicação
Fornecimento, indicando o local de entrega, objeto e quantitativo requisitado; ocorra antes do pedido de fornecimento, e sem aplicação da penalidade se confirmada a
8.2. A cada fornecimento ou período, o Órgão Gerenciador veracidade dos motivos e comprovantes apresentados; e
providenciará a expedição da Autorização de Fornecimento. b) - convocar os demais fornecedores para assegurar igual oportunidade
de negociação.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 29
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Parágrafo único. Não havendo êxito nas negociações, o órgão 17.1. Para eficácia do presente instrumento, o Órgão Gestor
gerenciador deverá proceder à revogação da ata de registro de preços, adotando as medidas providenciará a publicação de seu extrato na imprensa oficial do consórcio, por meio do Jornal
cabíveis para obtenção da contratação mais vantajosa. Oficial dos Municípios da Associação Mato-grossense dos Municípios (diário eletrônico /
https://diariomunicipal.org/mt/amm/) e no Diário de Contas DO Tribunal de Contas do Estado de
12. DA REVISÃO Mato Grosso – TCE-MT(diário eletrônico / http://www.tce.mt.gov.br/).
12.1. Conforme preceitua o Art. 17 do Decreto nº 7.892/13, os preços 18. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS
registrados poderão ser revistos em decorrência de eventual redução dos preços praticados no 18.1. O descumprimento injustificado das obrigações assumidas nos
mercado ou de fato superveniente que eleve o custo dos serviços ou bens registrados, cabendo ao termos deste Edital sujeitará a licitante vencedora às multas, consoante o caput e §§ do Art. 86 da
órgão gerenciador promover as negociações junto aos fornecedores, observadas as disposições Lei no 8.666/93 e alterações posteriores, incidentes sobre o valor da Proposta Vencedora, na forma
contidas na alínea “d” do inciso II do caput do Art. 65 da Lei Federal n.º 8.666/1993; seguinte:
12.2. Nas revisões de preços registrados deverão ser observados os Art. 18.1.1. Quanto à obrigação da assinatura do Ata de Registro de Preços
18,19, 20 e 21 do Decreto nº 7.892/2013. no prazo estabelecido:
c) Atraso até 05 (cinco) dias, multa de 5% (cinco por cento)
13. DO CANCELAMENTO DA ATA sobre o valor da Proposta Vencedora;
13.1. A Ata de Registro de Preços poderá ser cancelada, total ou d) A partir do 6° (sexto) até o limite do 10° (décimo) dia, multa
parcialmente, de forma unilateral pelo Órgão Gerenciador, quando: de 10% (Dez por cento) sobre o valor da Proposta Vencedora, caracterizando-se a inexecução total
a) Descumprir as condições da ata de registro de preços; da obrigação a partir do 11° (décimo primeiro) dia de atraso.
b) Não retirar a Nota de Empenho ou instrumento equivalente 18.1.2. Quanto às obrigações de solução de quaisquer problemas com
no prazo estabelecido pela Administração, sem justificativa aceitável; os itens adquiridos:
c) Não aceitar reduzir o seu preço registrado, na hipótese 1. Atraso até 02 (dois) dias, multa de 2% (dois por cento),
deste se tornar superior àqueles praticados no mercado; sobre o valor da Proposta Vencedora;
d) Sofrer sanção prevista nos incisos III ou IV do caput do art. 2. A partir do 3° (terceiro) até o limite do 5° (quinto) dia, multa
87 da Lei nº 8.666, de 1993, ou no art. 7º da Lei nº 10.520, de 2002. de 4% (quatro por cento), sobre o valor da Proposta Vencedora, caracterizando-se a inexecução
e) O Fornecedor que não se dispuser a substituir os total da obrigação a partir do 6° (sexto) dia de atraso.
MATERIAIS que vierem a apresentar defeitos de qualidade; 18.1.3. As multas previstas pelo item 18.1 da ARP, também se refere a
f) O Fornecedor não cumprir com as obrigações constantes atraso na entrega (por dia de atraso).
deste instrumento; 18.2. Sem prejuízo das sanções cominadas no Art. 87, I, III e IV, da Lei
g) Demais sanções previstas no Edital e termo de referência. 8.666/93, pela inexecução total ou parcial do objeto, a Administração poderá garantida a prévia e
ampla defesa, aplicar à licitante vencedora multa de até 10% (dez por cento) sobre o valor total da
13.1.1. O cancelamento de registros será formalizado por despacho do Proposta vencedora;
Órgão Gerenciador, assegurado o contraditório e a ampla defesa. 18.3. Se a Licitante vencedora recusar-se a assinar a Ata de Registro de
13.2. O cancelamento do registro de preços poderá ocorrer por fato Preços injustificadamente, garantida prévia e ampla defesa, além da multa pecuniária, poderá,
superveniente, decorrente de caso fortuito ou força maior, que prejudique o cumprimento da Ata, ainda, sofrer às seguintes penalidades:
devidamente comprovados e justificados: 18.3.1. Suspensão temporária de participar de licitações e impedimento
3 Por razão de interesse público; ou de contratar com Consórcio de Saúde, por prazo de até 02 (dois) anos;
4 A pedido do fornecedor. 18.3.2. Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a
13.3. O cancelamento da Ata de Registro de Preços, nas hipóteses Administração Pública por até 05 (cinco) anos.
previstas, assegurado o contraditório, será comunicado ao Fornecedor e publicado na Imprensa 18.4. A Fornecedora que deixar de entregar ou apresentar
Oficial do Consórcio; documentação falsa exigida para o certame, ensejar o retardamento da execução de seu objeto,
13.4. O fornecedor poderá solicitar o cancelamento do seu registro de não mantiver a proposta, falhar ou fraudar durante o fornecimento, comportar-se de modo inidôneo
preço na ocorrência de fatos supervenientes que venham a comprometer a perfeita execução ou cometer fraude fiscal, garantida prévia e ampla defesa, ficará suspensa de licitar com este
contratual, devidamente comprovado. Consórcio pelo prazo de até 02 (dois) anos ou ser declarada inidônea pelo prazo de 05 (cinco)
13.5. Na hipótese de cancelamento parcial, o Órgão Gestor poderá anos, se for o caso, sem prejuízo da ação penal correspondente na forma da lei.
buscar o fornecimento do objeto remanescente com a licitante que estiver com o segundo melhor 18.5. A multa, eventualmente imposta à Fornecedora, será
preço na fase de lances ou cancelar total a respectiva; automaticamente descontada da fatura a que fizer jus, acrescida de juros moratórios de 1% (um
por cento) ao mês. Caso a Fornecedora não tenha nenhum valor a receber deste Consórcio, ser-
14. DAS CONDIÇÕES DE FATURAMENTO lhe-á concedido o prazo de 05 (cinco) dias úteis, contados de sua intimação, para efetuar o
14.1. O documento de cobrança (Nota Fiscal, Fatura, etc.) deverá ser pagamento da multa. Após esse prazo, não sendo efetuado o pagamento, seus dados serão
encaminhado ao órgão comprador, que terá o prazo de até 30 (trinta) dias para dar a liquidação da encaminhados ao Órgão competente, podendo, ainda a Administração proceder à cobrança judicial
despesa ou interromper o prazo, no caso de qualquer irregularidades, vícios ou imperfeição no da multa;
fornecimento; 18.6. As multas previstas nesta seção não eximem a Fornecedora da
14.2. O documento de cobrança será emitido em nome do Órgão reparação dos eventuais danos, perdas ou prejuízos que seu ato punível venha causar à
Gestor, sem emendas ou rasuras, fazendo menção expressa ao número da ordem de Administração;
fornecimento e contendo todos os dados da mesma; 18.7. Do ato que aplicar penalidade caberá recurso, no prazo de 05
14.2.1. O número de inscrição no CNPJ/MF da empresa deverá ser o (cinco) dias úteis, a contar da ciência da intimação, podendo a Administração reconsiderar sua
mesmo da documentação apresentada para habilitação, da Proposta Comercial e do documento de decisão ou nesse prazo encaminhá-la devidamente informada para a apreciação e decisão
cobrança, que serviu de base para emissão da ordem de fornecimento. superior, dentro do mesmo prazo.
14.3. Todos os tributos incidentes sobre os MATERIAIS ou serviços 19. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
deverão estar inclusos no valor total do documento de cobrança, observada a legislação tributária 19.1. Todo instrumento de procuração deverá constar firma reconhecida
aplicável à espécie; do mandante, nos termos do Art. 654, § 2º, do Código Civil ou ser apresentada na forma de
14.4. No documento de cobrança deverão constar o nome e o número procuração pública;
do banco, bem como o nome e número da agência e o número da conta corrente na qual se 19.2. O Fornecedor obriga-se a manter em compatibilidade com as
executará o depósito bancário para pagamento repetindo-se os dados contidos na Proposta obrigações por ele assumida, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação
Comercial; e a cumprir fielmente as Cláusulas ora avençadas, e ainda com as normas previstas na Lei n.
14.5. Qualquer alteração de dados bancários somente será permitida 8.666/93 e legislação complementar, durante a vigência desta Ata de Registro de Preços;
desde que efetuada em papel timbrado da empresa, assinada por representante legal, 19.3. Os casos omissos serão resolvidos pelo Órgão Gestor.
devidamente comprovado por documento hábil e encaminhado ao órgão comprador, antes do
processamento do respectivo pagamento; 20. DO FORO
14.6. No documento de cobrança não deverá constar descrição estranha
ao constante da ordem de fornecimento. 20.1. Fica eleito o Foro de P e i x o t o d e A z e v e d o / MT para
15. DO PAGAMENTO dirimir quaisquer controvérsias advindas da execução desta Ata de Registro de Preços;
15.1. O pagamento será efetuado mediante ordem bancária emitida em 20.2. E por estarem de acordo, depois de lidos e achado conforme, as
favor da empresa contratada, na estrita ordem cronológica da data de sua exigibilidade, a partir da partes firmam a presente ARP em 02(duas) vias de igual teor e forma, para um só efeito legal,
data da liquidação da despesa, a ser processada em duas vias, com todos os campos preenchidos ficando uma via arquivada no Órgão Gestor nos termos do Art. 60 da Lei nº 8.666/93.
discriminando valores unitários e totais, sem rasuras e devidamente atestada pelo servidor
responsável pelo recebimento do bem, constando, ainda, o número do Banco, da Agência e da Peixoto de Azevedo/MT, 12 de abril de 2019.
Conta Corrente onde deseja receber seu crédito;
15.2. Em existindo documento com prazo de validade vencido e/ou
irregular, o Fornecedor será notificado pelo Órgão Gestor para as medidas de regularização;
15.3. O Fornecedor, depois de notificado, terá o prazo de 15 (quinze) CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO VALE DO PEIXOTO
dias para proceder à regularização. Findo o prazo, em não se manifestando ou não regularizando, MAURICIO FERREIRA DE SOUZA
o fato deverá ser certificado e comunicado ao Órgão Gestor para as providências cabíveis; PRESIDENTE DO CISVP
15.4. Caso a documentação esteja disponível na internet, o próprio CONTRATANTE
órgão gerenciador ou aderente poderá baixá-la e carrear para os autos, sem necessidade de
comunicar o fato ao Fornecedor; OLIDEF CZ IND E COM DE APARELHOS HOSPITALARES LTDA
15.5. Em caso de eventuais atrasos no pagamento, desde que o órgão CNPJ: 55.983.274/0001-30
comprador não tenha concorrido de alguma forma para tanto, os valores poderão ser corrigidos FRANCISCO DO NASCIMENTO SILVA
pela variação do IPCA ou outro índice que vier a sucedê-lo, havida entre as datas do vencimento e PROCURADOR
do efetivo pagamento. CONTRATADA

16. DA RETENÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES HOSPCOM EQUIPAMENTOS HOSPITALARES LTDA-EPP


16.1. O Órgão Gestor efetuará a retenção dos impostos e encargos CNPJ: 05.743.288/0001-08
sobre as Notas Fiscais a cada pagamento, observado o fato gerador e as hipóteses legais de WEVERTON LUIZ COELHO
incidência. TITULAR
17. DA PUBLICAÇÃO CONTRATADA

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 30
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

2.18) Lei Complementar n.º 1.801/2018, dispõe sobre a Revisão Geral


Anual dos vencimentos dos Servidores Públicos Municipais do Departamento de Água e Esgoto
C. E. CARVALHO – COMERCIAL EPP Sanitário - DAES, do Município de Juína, Estado de Mato Grosso, a teor do artigo 37, inciso X, da
CNPJ: 24.864.422/0001-73 Constituição Federal, para o exercício de 2018, e dá outras providências;
CARLOS EDUARDO CARVALHO 2.19) Lei Complementar n.º 1.815/2018, altera a redação do art. 69, da
PROPRIETÁRIO Lei Complementar Municipal n.º 1.748/2017, e dá outras providências;
CONTRATADA 2.20) Lei n.º 1.852/2019, altera os §§ 2.º, 6.º e 7.º, do art. 154, da Lei
Complementar Municipal n.º 1.022/2008, que dispõe sobre a reformulação do Estatuto dos
GIGANTE RECEM NASCIDO LTDA EPP Servidores Públicos Municipais de Juína-MT, e dá outras providências
CNPJ: 62.413.869/0001-15 3) DOS CONCEITOS
ÉRICA VERNILE PEREIRA VEZONO 3.1) Auditoria: Estudo e avaliação sistemática das transações,
SÓCIA procedimentos, operações, rotinas e demonstrações financeiras de uma entidade;
CONTRATADA 3.2) Auditoria Interna: Constitui o conjunto de procedimentos que tem
por objetivo examinar a integridade, adequação e eficácia dos controles internos e das informações
HOSPI BIO INDÚSTRIA E COMERCIO DE MOVEIS HOSPITALARES físicas, contábeis, financeiras e operacionais da entidade;
LTDA EPP 3.3) Papéis de Trabalho: Formam o conjunto de formulário e
CNPJ: 11.192.559/0001-87 documentos que contêm as informações e apontamentos obtidos pelo auditor durante seu exame,
DALCEU GONSALVES FERREIRA bem como as provas e descrições dessas realizações; constituem a evidência do trabalho
SÓCIO ADMINISTRADOR executante e o fundamento de sua opinião;
CONTRATADA 3.4) Relatórios: Relatórios técnicos são documentos que apresentam
os resultados de uma investigação de pesquisa ou estudo, realizados por um indivíduo ou grupo de
indivíduos do Órgão/Instituição.
4) DOS PROCEDIMENTOS
DEPARTAMENTO DA ÁGUA E ESGOTO SANITÁRIO DE JUÍNA 4.1) Do planejamento:
4.1.1) O Controle Interno, com base nas prioridades do DAES –
Departamento de Água e Esgoto Sanitário de Juína/MT, elaborará anualmente o Programa Anual
ATOS de Auditoria Interna – PAAI, o qual deverá ser aprovado através de portaria pelo gestor, até o
último dia de cada exercício;
4.1.2) O PAAI poderá sofrer alterações no decorrer do exercício, para
melhor cumprimento das auditorias de acompanhamento da gestão, desde que previamente
NORMA ITERNA Nº.: SCI - 002/2013
aprovado pelo gestor do DAES – Departamento de Água e Esgoto Sanitário de Juína/MT.
APROVADO EM: 17/04/2019
4.2) Das Consultas:
VERSÃO: 2
4.2.1) O Controle Interno poderá requisitar, quando necessário, dos
FOLHA N.º: 1/7
setores administrativos do DAES – Departamento de Água e Esgoto Sanitário de Juína/MT os
ASSUNTO: SISTEMA DE CONTROLE INTERNO
documentos ou informações necessárias às deliberações.
UNIDADE EXECUTORA: DAES - DEPARTAMENTO DE ÁGUA E
4.2.2) O Controle Interno deverá efetuar a análise e emitir orientação
ESGOTO SANITÁRIO DE JUÍNA - MT
aos setores administrativos em caso de consultas formuladas na sua área de competência, com
vistas à solução dos problemas relacionados.
1) DOS OBJETIVOS
4.3) Da auditoria:
1.1) Disciplinar as auditorias do Controle Interno em todas as áreas do
4.3.1) Medir e avaliar a eficiência e eficácia dos procedimentos de
DAES – Departamento de Água e Esgoto Sanitário de Juína/MT, conforme o planejamento e
controle interno através das atividades de auditoria interna a serem realizadas, mediante
metodologia de trabalho, objetivando aferir a observância aos procedimentos de controle de forma
metodologia e programação próprias, nos diversos setores do DAES – Departamento de Água e
padronizada e, se for o caso, aprimorá-los;
Esgoto Sanitário de Juína/MT, expedindo relatórios apontando as inconformidades sugeridas para
aprimoramento dos controles;
2) DA BASE LEGAL E REGULAMENTAR
4.3.2) Ter acesso a todos os documentos e arquivos referentes ao
2.1) Lei nº. 4.320 de 17 de março de 1964, que institui normas gerais
patrimônio, pessoal, contabilidade, financeiro, orçamentário, patrimoniais e afins, processos
de direito financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União, dos Estados
internos e todas as informações dos setores administrativos que julgar necessárias visando a
dos Municípios e do Distrito Federal;
instruir procedimentos de fiscalização.
2.2) Constituição Federal em geral e especificamente os art. 37, art.
4.4) Dos Atendimentos e Relacionamentos com o TCE e CGU:
70, art. 165, incisos I, II e III;
4.4.1) Estabelecer procedimentos de aproximação para o atendimento
2.3) A Constituição Estadual de Mato Grosso;
aos agentes de fiscalização do controle externo – TCE e CGU;
2.4) Lei Federal nº. 8.429 de 02 de junho de 1992, que dispõe as
4.4.2) Supervisionar e auxiliar as unidades executoras no
sanções aplicáveis aos agentes Públicos nos casos de enriquecimentos ilícitos nos exercícios de
relacionamento com o Tribunal de contas do Estado, quanto ao encaminhamento de documentos e
mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional das
informações, atendimento às equipes técnicas, elaboração de respostas, tramitação dos processos
outras providências;
e elaboração dos esclarecimentos para fundamentar os recursos juntamente com a assessoria
2.5) Lei complementar n° 101 de 4 de maio de 2000, que Estabelece
jurídica;
normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras
4.4.3) Receber denúncia e notificar os responsáveis, e no caso de
providências;
manter-se a irregularidade ou ilegalidade, comunicar imediatamente o TCE/MT sob pena de
2.6) Resolução n.º 01/2007, que aprova “Guia de implantação do
responsabilidade solidária.
Sistema de Controle Interno na Administração Pública” estabelece Prazos e da outras
4.5) Da Elaboração do Parecer Parcial e Conclusivo do Controle Interno:
providências;
4.5.1) O Controle Interno deverá elaborar dois pareceres no decorrer do
2.7) Lei Complementar n° 269/2007, que dispõe sobre a Lei Orgânica
ano civil após o fechamento do mês, sendo o Parecer Parcial no mês de Julho e no mês de Janeiro
do Tribunal de Contas do Estado de Mato grosso e da outras providências;
o Parecer Conclusivo sobre as contas do DAES – Departamento de Água e Esgoto Sanitário de
2.8) Resolução n° 14, de 25 de setembro de 2007, que Institui o
Juína/MT, o qual deverá ser encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado quando da prestação
regimento do Tribunal de Contas nos termos da Lei Complementar n° 269, de 29 de janeiro de
de contas de acordo com as determinações legais;
2007 - Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado de Mato grosso;
4.5.2) Os diversos setores do DAES – Departamento de Água e Esgoto
2.9) Lei n° 963/2007, que dispõe sobre o Sistema de Controle Interno do
Sanitário de Juína/MT deverá disponibilizar em tempo hábil a documentação necessária para a
Município de Juína e dá outras providências;
elaboração do Parecer Parcial e Conclusivo.
2.10) Decreto n° 1.021/2008, que regulamenta a aplicação da Lei n.º
5) DO PROCESSO ADMINISTRATIVO:
963/2007, de 09/10/2007 que dispõe sobre o Sistema de Controle Interno do Município de Juína e
5.1) O descumprimento do previsto nos procedimentos aqui definidos
dá outras providências;
será objeto de instauração de Processo Administrativo para apuração da responsabilidade da
2.11) Lei Complementar n.º 1.016/2008, estabelece a reformulação do
realização do ato contrário às normas instituídas;
Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos dos Servidores da Prefeitura Municipal de Juína/MT e dá
5.2) Instaurado o processo administrativo, sua conclusão se dará no
outras providências.
prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias;
2.12) Lei Complementar 1.022/2008, que Dispõe sobre a reformulação
5.3) O processo administrativo será desenvolvido por comissão
do Estatuto dos servidores Públicos Municipais de Juína/MT, na forma que estabelece e dá outras
designada pelo gestor, assegurado aos envolvidos o contraditório e a ampla defesa;
providências;
5.4) Os fatos apurados pela comissão serão objeto de registro claro em
2.13) Lei Complementar n.º 1.061/2009, Altera dispositivos das Leis
relatório e encaminhamento ao gestor para conhecimento com indicação das medidas adotadas ou
complementares n.º 1016/2008 e 1022/2008, e dá outras providências.
a adotar para prevenir novas falhas, ou se for o caso, indicação das medidas punitivas cabíveis aos
2.14) Resolução n.º 06/2011, Aprova a nova versão do Sistema Geo-
responsáveis, na forma do estatuto dos servidores;
Obras – implantado pela Resolução Normativa 06/2008 – estabelece prazos para o cumprimento
6) DAS CONSIDERAÇÕES FINAIS:
das novas exigências pelas unidades gestoras estaduais e municipais de Mato Grosso e dá outras
6.1) A inobservância desta Norma Interna constitui omissão de dever
providências;
funcional e será punida na forma prevista em lei;
2.15) Lei Complementar n.º 1.748/2017, dispõe sobre o Plano de
6.2) Aplica-se, no que couberem aos instrumentos regulamentados por
Cargos, Carreira e Vencimentos dos Servidores Públicos do Departamento de Água e Esgoto
esta Norma Interna as demais legislações e atos institucionais pertinentes;
Sanitário - DAES, do Município de Juína, Estado de Mato Grosso, e dá outras providências;
6.3) Qualquer omissão ou dúvida gerada por esta Norma Interna deverá
2.16) Lei Complementar n.º 1.775/2017, altera dispositivos, Tabelas e
ser solucionada junto ao Controle Interno.
Anexos, da Lei Complementar Municipal n.º 1.748/2017, que dispõe sobre o Plano de Cargos,
Carreira e Vencimentos dos Servidores Públicos do Departamento de Água e Esgoto Sanitário -
Esta Norma Interna entra em vigor a partir da data de sua publicação.
DAES, do Município de Juína, Estado de Mato Grosso, da forma que menciona, e dá outras
providências;
Juína/MT, 17 de Abril de 2019.
2.17) Portaria n.º 3.426/2017, dispõe sobre a designação dos
integrantes da Comissão para Avaliação da Progressão Funcional da Carreira dos Servidores do
CONTROLE INTERNO
DAES - Departamento de Água e Esgoto Sanitário do Município de Juína, Estado de Mato Grosso,
e dá outras providências;
GESTOR DO DAES

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 31
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

3.2.3) Atendida todas as exigências o responsável pelo Setor de


Recursos Humanos deverá elaborar a portaria de nomeação e a publicação em jornal oficial;
NORMA ITERNA Nº.: SCI - 006/2013 3.2.4) O responsável no Setor de Recursos Humanos, pelo recebimento
APROVADO EM: 17/04/2019 dos documentos do candidato deverá confeccionar pasta funcional individual do servidor;
VERSÃO: 2 3.2.5) O responsável pelo cadastramento de pessoal deverá cadastrar o
FOLHA N.º: 1/11 servidor no sistema da folha.
ASSUNTO: SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS 3.3) Da Contratação Temporária:
HUMANOS 3.3.1) Havendo a necessidade de contratação temporária o Setor de
UNIDADE EXECUTORA: DAES - DEPARTAMENTO DE ÁGUA E Recursos Humanos de posse da Lei de autorização procederá a convocação e publicação em
ESGOTO SANITÁRIO DE JUÍNA - MT jornal oficial;
3.3.2) O Setor de Recursos Humanos, entregará ao candidato, relação
1) DOS OBJETIVOS: dos documentos a serem entregues para a contratação;
1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos do Setor de Recursos 3.3.3) Atendida todas as exigências o responsável pelo Setor de
Humanos; Recursos Humanos elaborará o contrato temporário em 03 (três) vias e colherá a assinatura do
1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; Gestor, do contratado, das testemunhas e visto da Assessoria Jurídica, uma via ficará com o
1.3) Manter atualizado o cadastro de pessoal e o controle sobre contratado, outra na pasta do mesmo no Setor de Recursos Humanos e outra na pasta de
vantagens, promoções e adicionais; contratos;
1.4) Promover o treinamento e capacitação de pessoal na busca da 3.3.4) O responsável no Setor de Recursos Humanos, pelo recebimento
qualificação dos servidores; dos documentos do candidato deverá confeccionar pasta funcional individual do servidor;
2) DA BASE LEGAL E REGULAMENTAR: 3.3.5) O responsável pelo cadastramento de pessoal deverá cadastrar o
2.1) Atender legalmente os dispositivos contidos na legislação pertinente servidor no sistema da folha.
a administração de pessoal; 3.4) Dos Pedidos de Exoneração:
2.2) Lei n.º 830/2005, institui o Regime Próprio de Previdência Social do 3.4.1) Os servidores ocupantes de cargos efetivos e em comissão
Município de Juína/MT e, dá outras providências; deverão solicitar a exoneração, no Setor de Recursos Humanos, mediante preenchimento do
2.3) Lei Complementar n.º 1.016/2008, estabelece a reformulação do requerimento de pedido de exoneração;
Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos dos Servidores da Prefeitura Municipal de Juína/MT e dá 3.4.2) Os contratados em caráter temporário que tiverem interesse em
outras providências; interromper o contrato antes do término da vigência deverão solicitar a exoneração ao Setor de
2.4) Lei Complementar 1.022/2008, que Dispõe sobre a reformulação Recursos Humanos mediante o preenchimento do requerimento de pedido de exoneração.
do Estatuto dos servidores Públicos Municipais de Juína/MT, na forma que estabelece e dá outras 3.5) Do Término da Vigência do Contrato:
providências; 3.5.1) O Setor de Recursos Humanos entrará em contato com o
2.5) Lei n.º 1.092/2009, dispõe sobre a contratação por tempo contratado, 30 (trinta) dias antes do término da vigência do contrato.
determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos 3.6) Da Rescisão Contratual:
do Inciso IX, do art. 37 da Constituição Federal, e dá outras providências; 3.6.1) O Setor de Recursos Humanos emitirá a rescisão e a
2.6) Lei Complementar n.º 1.299/2011, que institui o Plano de Cargos, encaminhará ao Setor de Contabilidade que providenciará o empenho e encaminhará para
Carreira e Vencimentos dos Servidores do Departamento de Água e Esgoto Sanitário do Município pagamento;
de Juína/MT, e dá outras providências; 3.6.2) O pagamento da rescisão será feito, de acordo com a
2.7) Lei Complementar n.º 1.361/2012, que altera a nomenclatura de programação financeira, mediante crédito em conta bancária.
cargo e cria cargo de provimento efetivo na Lei Complementar Municipal n.º 1.299/2011, que Obs.: A rescisão somente será paga ao servidor exonerado ou a
instituiu o Plano de Cargos, Carreira e Salários dos Servidores do DAES-JUÍNA, e dá outras procurador legalmente reconhecido.
providências; 3.7) Do Registro de Ponto:
2.8) Lei Complementar n.º 1.061/2009, Altera dispositivos das Leis 3.7.1) O período do registro de ponto para a folha de vencimentos será
complementares n.º 1.016/2008 e 1.022/2008, e dá outras providências; do dia 26 do mês anterior ao dia 25 do mês de competência;
2.9) Lei Complementar n.º 1.748/2017, dispõe sobre o Plano de 3.7.2) No primeiro dia útil seguinte ao dia 25 serão colhidas os registros
Cargos, Carreira e Vencimentos dos Servidores Públicos do Departamento de Água e Esgoto de ponto;
Sanitário - DAES, do Município de Juína, Estado de Mato Grosso, e dá outras providências; 3.7.3) As justificativas e os atestados deverão ser lançados por ocasião
2.10) Lei Complementar n.º 1.775/2017, altera dispositivos, Tabelas e do encerramento da folha junto com a entrega do registro de ponto;
Anexos, da Lei Complementar Municipal n.º 1.748/2017, que dispõe sobre o Plano de Cargos, Obs.: Não recebendo as justificativas ou atestados no prazo, será
Carreira e Vencimentos dos Servidores Públicos do Departamento de Água e Esgoto Sanitário - considerado falta.
DAES, do Município de Juína, Estado de Mato Grosso, da forma que menciona, e dá outras 3.7.4) Lançados todos os atestados e as justificativas de ausência de
providências; registro do ponto, deverá ser emitido a folha de pagamento para conferência;
2.11) Portaria n.º 3.426/2017, dispõe sobre a designação dos 3.7.5) Na análise deverão ser verificadas as seguintes situações:
integrantes da Comissão para Avaliação da Progressão Funcional da Carreira dos Servidores do I) Se foram excluídos os cadastros dos servidores exonerados;
DAES - Departamento de Água e Esgoto Sanitário do Município de Juína, Estado de Mato Grosso, II) Se os atestados estão todos lançados;
e dá outras providências; III) Se todas as justificativas de ausência de registro estão lançadas;
2.12) Lei Complementar n.º 1.801/2018, dispõe sobre a Revisão Geral IV) Se as ausências de registro remanescentes referem-se a faltas ao
Anual dos vencimentos dos Servidores Públicos Municipais do Departamento de Água e Esgoto serviço.
Sanitário - DAES, do Município de Juína, Estado de Mato Grosso, a teor do artigo 37, inciso X, da 3.7.6) Verificar se as horas extras estão de acordo com o registro de
Constituição Federal, para o exercício de 2018, e dá outras providências; ponto, a serem pagas no mês;
2.13) Lei Complementar n.º 1.815/2018, altera a redação do art. 69, da 3.8) Da Licença Médica:
Lei Complementar Municipal n.º 1.748/2017, e dá outras providências; 3.8.1) As licenças médicas aos servidores deverão ser concedidas nos
2.14) Lei n.º 1.852/2019, altera os §§ 2.º, 6.º e 7.º, do art. 154, da Lei afastamentos de até 15 (quinze) dias para servidores contratados e servidores efetivos, mediante
Complementar Municipal n.º 1.022/2008, que dispõe sobre a reformulação do Estatuto dos apresentação de atestado médico emitido pelo profissional;
Servidores Públicos Municipais de Juína-MT, e dá outras providências. 3.8.2) O atestado médico deverá ser apresentado no Setor de Recursos
3) DOS PROCEDIMENTOS: Humanos em até 48 (quarenta e oito) horas após a obtenção do mesmo, sob pena de nulidade do
3.1) Da Contratação de cargos efetivos atestado e desconto em folha de pagamento dos dias parados;
3.1.1) O controle dos cargos vagos deverá ser realizado no Setor de 3.8.3) Nos afastamentos superiores a 15 (quinze) dias, o servidor efetivo
Recursos Humanos; deverá obrigatoriamente ser submetido à perícia médica do município e para os contratados ser
3.1.2) Sendo de interesse da autarquia a contratação de pessoal deverá submetidos à perícia médica do INSS;
ser consultado o setor de recursos humanos. 3.9) Da Progressão Funcional:
Obs.: Para a nomeação de cargos efetivos já deverá ter ocorrido todos 3.9.1) Os servidores em cargos efetivos que fizer jus a progressão
os procedimentos de um concurso público devidamente homologado. funcional vertical dar-se-á de forma automática ao final de cada interstício de 12 (doze) meses e
3.1.3) O Setor de Recursos Humanos deverá verificar a disponibilidade será efetivada no mês seguinte, cabendo á Administração da Autarquia Municipal exigir, realizar e
de vagas e a legalidade da nomeação; acompanhar o processo de avaliação de desempenho específico do servidor.
3.1.4) O Setor de Recursos Humanos deverá fazer a publicação da 3.9.2) Os servidores em cargos efetivos que fizer jus a progressão
convocação do candidato a ser nomeado; funcional horizontal deverá fazer a solicitação mediante requerimento assinado com cópia e
3.1.5) O candidato, após tomar ciência da convocação de acordo com o original do documento que comprova a realização de cursos, capacitações, etc... ao Setor de
prazo do edital do concurso, encaminhar-se-á ao Setor de Recursos Humanos munidos dos Recursos Humanos que fará o encaminhamento a comissão de avaliação para a devida avaliação
documentos obrigatórios para viabilizar a posse; que deverá ser efetivada no prazo de 6 (seis) meses a contar do protocolo do requerimento as
3.1.6) O Setor de Recursos Humanos verificará todos os documentos devidas alterações no sistema de folha de pagamento e arquivamento dos documentos na pasta
entregues de acordo com a exigência do edital do concurso e check list. funcional do servidor.
3.1.7) Atendida todas as exigências do edital do concurso o responsável 3.10) Das Férias:
pelo Setor de Recursos Humanos deverá elaborar a portaria de nomeação e a publicação em 3.10.1) O servidor solicitará férias ao Gestor;
jornal oficial; 3.10.2) O Gestor encaminhará autorização ao Setor de Recursos
3.1.8) O responsável no Setor de Recursos Humanos, pelo recebimento Humanos, que verificará se o servidor tem direito às férias solicitadas;
dos documentos do candidato deverá confeccionar pasta funcional individual do servidor; 3.10.3) A elaboração da folha de férias será feita de acordo com os itens
3.1.9) O responsável pelo cadastramento de pessoal deverá cadastrar o 3.11, 3.12 e 3.13 desta Norma Interna;
servidor no sistema da folha. 3.10.4) Os recibos e avisos de férias serão emitidos em 02 (duas) vias
3.2) Da Contratação de Cargos em Comissão e Nomeação em Função assim distribuído:
de Confiança: 3.10.5) Uma via para o Servidor;
3.2.1) O Gestor solicitará a contratação de ocupante de Cargo em 3.10.6) Uma via arquivada na pasta funcional.
Comissão ou nomeação em Função de Confiança ao Setor de Recursos Humanos, que elaborará 3.11) Da Emissão dos Relatórios da Folha de Pagamento:
e publicará a portaria de nomeação; 3.11.1) Finalizadas todas as conferências, o Setor de Recursos
3.2.2) A pessoa a ser contratada deverá encaminhar-se ao Setor de Humanos, emitirá um relatório prévio da folha de pagamento, verificando se existe alguma
Recursos Humanos onde receberá a lista dos documentos obrigatórios a serem entregues no Setor diferença;
de Recursos Humanos para viabilizar a contratação;

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 32
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

3.11.2) Não constatada nenhuma diferença o Setor de Recursos SÚMULA: Dispõe Sobre a Aprovação e Homologação de Norma Interna
Humanos emitirá a folha de pagamento definitiva. de Procedimento que menciona e dá Outras Providências.
3.12) Da Informação da Folha de Pagamento para a Contabilidade:
3.12.1) O Setor de Recursos Humanos encaminhará ao Setor de APARECIDO ALVES PAULINO, Diretor Geral do Departamento de Agua
Contabilidade a folha de pagamento; e Esgoto Sanitário - DAES, do Município de Juína, Estado do Mato Grosso, no uso das suas
3.12.2) Com base no resumo da folha de pagamento, o Setor de atribuições legais.
Contabilidade emitirá as Notas de Empenho.
3.13) Do Pagamento: Considerando a necessidade de atender aos dispositivos da
3.13.1) A folha de pagamento dos servidores será paga através de Constituição Federal, art. 31º, Lei Complementar nº 101/2000, art. 59º, Lei Orgânica do Tribunal de
crédito em conta bancária. Contas do Estado de Mato Grosso, art. 8º, e Lei Municipal nº 963, de 09 de outubro de 2007.
3.14) Da Folha de 13º Salário:
3.14.1) O 13° salário será pago no final do ano; RESOLVE:
3.14.2) Após a verificação do item anterior poderá ser gerada a folha
prévia; Art. 1.º Fica Aprovada e Homologada a Norma Interna de Procedimento
3.14.3) Confirmada a regularidade da folha prévia e efetuadas todas as do Departamento de Água e Esgoto Sanitário – DAES, do Município de Juína/MT, de nº. SCI-
correções, deverá ser gerada a folha definitiva; 002/2013, Versão 02, que trata do Sistema de Controle Interno.
3.14.4) Para realizar o pagamento deverão ser realizados os mesmos
procedimentos dos itens 3.12 e 3.13 desta Norma Interna. Art. 2.º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação,
3.15) Dos Demonstrativos do INSS e RPPS: revogam-se as disposições em contrário.
3.15.1) Mensalmente, o Setor de Recursos Humanos, deverá proceder
ao fechamento do demonstrativo da guia do INSS e do repasse para o RPPS; Gabinete do Diretor do DAES, Juína/MT, em 17 de Abril de 2019.
3.15.2) O demonstrativo será elaborado com base nos dados dos
relatórios extraídos do sistema de folha. Registre-se;
3.15.3) Finalizado os demonstrativos deverão ser preenchidas as guias Publique-se;
do INSS e comprovante de repasse do RPPS, e encaminhadas para o Setor de Contabilidade Cumpra-se;
emitir as Notas de Empenho, que serão encaminhados para pagamento.
3.16) Treinamento e Capacitação dos Servidores:
3.16.1) O Setor de Recursos Humanos deverá propor uma programação Aparecido Alves Paulino
para qualificação de todos os servidores ao Diretor para autorização; Diretor Geral do DAES
3.16.2) Após a autorização do Diretor, o Setor de Recursos Humanos Portaria nº. 4.007/2018
deverá acompanhar o treinamento e capacitação dos servidores registrando-os na Ficha de
Registro do Servidor. REGISTRADO e PUBLICADO na data supra em local de costume.
3.17) Comissão de Sindicância e Processo Administrativo Disciplinar:
3.17.1) O Setor de Recursos Humanos municipal deverá propor ao
Prefeito a nomeação de uma Comissão Permanente de Sindicância e Processo Administrativo PORTARIA Nº. 048/2019 de de 17 de Abril de 2019.
Disciplinar;
3.17.2) Após a nomeação dos membros da Comissão Permanente de SÚMULA: Dispõe Sobre a Aprovação e Homologação de Norma Interna
Sindicância e Processo Administrativo Disciplinar, por portaria, os mesmos deverão atuar de de Procedimento que menciona e dá Outras Providências.
acordo com o previsto no Regime Jurídico Único ou Estatuto dos Servidores e demais legislação
pertinente. APARECIDO ALVES PAULINO, Diretor Geral do Departamento de Agua
4) DO PROCESSO ADMINISTRATIVO: e Esgoto Sanitário - DAES, do Município de Juína, Estado do Mato Grosso, no uso das suas
4.1) O processo administrativo será proposto pela gestor; atribuições legais.
4.2) Instaurado o processo administrativo, sua conclusão se dará no
prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias; Considerando a necessidade de atender aos dispositivos da
4.3) O processo administrativo será desenvolvido por comissão Constituição Federal, art. 31º, Lei Complementar nº 101/2000, art. 59º, Lei Orgânica do Tribunal de
designada pelo gestor, assegurado aos envolvidos o contraditório e a ampla defesa; Contas do Estado de Mato Grosso, art. 8º, e Lei Municipal nº 963, de 09 de outubro de 2007.
4.4) Os fatos apurados pela comissão serão objeto de registro claro em
relatório e encaminhamento ao gestor para conhecimento com indicação das medidas adotadas ou RESOLVE:
a adotar para prevenir novas falhas, ou se for o caso, indicação das medidas punitivas cabíveis aos
responsáveis, na forma do estatuto dos servidores; Art. 1.º Fica Aprovada e Homologada a Norma Interna de Procedimento
5) DAS DISPOSIÇÕES FINAIS: do Departamento de Água e Esgoto Sanitário – DAES, do Município de Juína/MT, de nº. SCI-
5.1) As consignações das contribuições previdenciárias deverão 006/2013, Versão 02, que trata do Sistema de Administração de Recursos Humanos.
obedecer o regime de competência e serem recolhidas no prazo previsto na legislação, da mesma
forma as contribuições da Entidade; Art. 2.º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação,
5.2) As retenções de IRRF deverão obedecer a legislação do imposto de revogam-se as disposições em contrário.
renda e constituem receita tributária do Município;
5.3) As demais consignações em folha de pagamento deverão obedecer Gabinete do Diretor do DAES, Juína/MT, em 17 de Abril de 2019.
o limite estabelecido no Regime Jurídico Único ou Estatuto dos Servidores, da mesma forma a
indenização da fazenda municipal; Registre-se;
5.4) O Setor de Recursos Humanos deverá acompanhar a avaliação do Publique-se;
estágio probatório dos servidores nomeados por concurso público, a ser realizado pela Comissão Cumpra-se;
de Acompanhamento e Avaliação do Estágio Probatório, obedecendo o previsto na Constituição
Federal e legislação municipal;
5.5) Todos os servidores (cargos efetivos, cargos em comissão, agentes Aparecido Alves Paulino
políticos e contratos temporariamente) deverão entregar anualmente a Declaração de Bens Diretor Geral do DAES
atualizada no Setor de Recursos Humanos; Portaria nº. 4.007/2018
5.6) O Setor de Recursos Humanos deverá manter pasta funcional para
cada servidor com toda a documentação do servidor; REGISTRADO e PUBLICADO na data supra em local de costume.
5.7) A normatização das aposentadorias, pensões e benefícios será pela
Norma Interna de RPPS ou obedecerá os procedimentos do INSS para os servidores abrangidos
pelo regime geral da previdência social;
5.8) Prestar informações ao Setor de Controle Interno referentes às EMPRESA CUIABANA DE SAÚDE PÚBLICA
irregularidades verificadas no Departamento;
5.9) Solicitar parecer escrito da assessoria no caso que requer;
5.10) Como medida de segurança, providenciar e manter cópia, registro LICITAÇÕES
magnético ou eletrônico, de todos os dados cadastrais dos servidores da administração em lugar
seguro, fora das dependências da área;
5.11) Em caso de dúvidas e/ou omissões geradas por esta Norma
Interna deverão ser solucionadas junto ao Controle Interno. AVISO DE RESULTADO PREGÃO ELETRÔNICO/SRP 004/2019/ECSP
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 00.112.262/2018-1
Esta Norma Interna entra em vigor a partir da data de sua publicação.
A EMPRESA CUIABANA DE SAÚDE PÚBLICA, inscrita no CNPJ n.
Juína/MT, 17 de Abril de 2019. 21.873.611/0001-14 torna público o resultado final do Pregão Eletrônico/Registro de preços nº
004/2019/ECSP, cujo objeto é Registro de Preços para futura e eventual aquisição de Água
CONTROLE INTERNO Mineral, para atender as necessidades do Hospital Municipal São Benedito – Empresa Cuiabana
de Saúde Pública de acordo com os critérios estabelecidos no Edital, por um período de 12 (Doze)
GESTOR DO DAES meses, foi HOMOLOGADO em 24 de abril de 2019, sagrando-se vencedora a empresa abaixo
relacionada:

RESUMO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N. 009/2019/ECSP


PORTARIAS
Este documento é parte integrante da ATA DE REGISTRO DE PREÇOS
N. 009/2019/ECSP, celebrado entre a Empresa Cuiabana de Saúde Pública e a empresa FIDELITY
PORTARIA Nº. 047/2019 de de 17 de Abril de 2019. AUTO CENTER LTDA-ME, inscrita no CNPJ/MF nº. 18.868.010/0001-09, cujo preço está a seguir
registrado por item, em face à realização do Pregão Eletrônico n. 004/2019

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 33
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação,


FIDELITY AUTO CENTER LTDA-ME CNPJ n. 18.868.010/0001-09 revogadas as disposições em contrário.
Valor Valor Total
Item Descrição Unidade Qtd.
Unitário R$ R$ Registre-se, publique-se, cumpre-se.
ÁGUA MINERAL ENVASADA EM
GARRAFÃO POLICARBONATO, ALTO ARAGUAIA - MT, 24/04/2019.
RETORNÁVEL, LISO, TRANSPARENTE,
CAPACIDADE PARA 20 LITROS,
LACRADOS DENTRO DOS PADRÕES PAULA DAYANE SOUZA SANTOS
ESTABELECIDOS PELO Diretora Executiva do PREVIMAR
DEPARTAMENTO NACIONAL DE
PRODUÇÃO MINERAL – DNPM E
01 Unidade 7.500 R$ 6.21 R$ 46.575,00
AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA
SANITÁRIA - ANVISA, COM MARCA
FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE GUARANTÃ DO
PROCEDÊNCIA E VALIDADE NORTE
IMPRESSAS NA EMBALAGEM DO
PRODUTO , CARACTERÍSTICAS
ADICIONAIS – NÃO ADICIONADAS DE PORTARIA Nº 09/2019, DE 25 DE ABRIL DE 2019
SAIS. Marca Cristalina/Cristallina/20
litros. “Dispõe sobre a concessão do benefício de Aposentadoria por Tempo
TOTAL R$ 46.575,00 de Contribuição a servidora, Sra. Maria do Carmo Fernandes e Silva.”

O Diretor Executivo do Fundo Municipal de Previdência Social dos


Cuiabá-MT, 24 de abril de 2019 Servidores Públicos do município de Guarantã do Norte - PREVIGUAR, Estado de Mato
Grosso, no uso de suas atribuições legais e;

Alexandre Beloto Magalhães de Andrade Considerando Art. 6º incisos I, II, III e IV da Emenda Constitucional nº
Diretor Geral 41/2003 c/c o Art. 86, I, II e III e IV e Parágrafo Único da Lei Complementar nº 091/2005, que versa
Empresa Cuiabana de Saúde Pública sobre a Reestruturação do Regime Próprio de Previdência Social do Município de Guarantã do
Norte/MT; e Lei Comp. 194/2011 que versa sobre o Plano de Cargos Carreira e Salário dos
servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Guarantã do Norte; e Lei Municipal nº 1750/2018
que concedeu revisão geral anual ao vencimento dos servidores públicos efetivos;
RATIFICAÇÃO DO COMUNICADO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N.
003/2019
Resolve:
Por intermédio do Termo de Referência n. 106/ECSP/HMC/2019 da
Art. 1º - CONCEDER o benefício de Aposentadoria por Tempo de
Gerência de Suprimentos, tendo como demandante da presente contratação de Contratação de
Contribuição, a Sra. Maria do Carmo Fernandes e Silva, brasileira, casada, portadora da cédula
empresa especializada em produção e distribuição de refeições e dietas hospitalares para
de identidade RG nº 0314734-7 SESP-MT e do CPF nº 329.457.791-53, servidora Efetiva, no cargo
atendimento do Hospital Municipal de Cuiabá EM CARÁTER EMERGENCIAL o Setor de
de Assistente Social, Classe “D”, Nível “25”, lotada na Secretaria Municipal de Saúde, 40 horas,
Nutrição.
devidamente matriculada sob o n.º 478, contando com 30 anos e 18 dias de tempo de contribuição,
com proventos integrais, conforme processo administrativo do PREVIGUAR, nº 2019.04.01184P, a
Considerando que a Assessoria Jurídica desta instituição através de seu
partir de 25 de abril de 2019, até posterior deliberação.
parecer jurídico, assentiu pela legalidade do procedimento, manifestando favoravelmente pela
designação da modalidade DISPENSA DE LICITAÇÃO com fundamento no artigo 24, IV c/c XXII
Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação,
da Lei 8.666/1993.
revogadas as disposições em contrário.
Constata-se que no caso concreto ficou configurado a necessidade
Registre-se, publique-se, cumpre-se.
precípua de se contratar via PROCESSO EMERGENCIAL, pelos motivos exarados no
COMUNICADO DE DISPENSA N. 003/2019.
JULIO CESAR SANTIN
Conquanto presente os requisitos dos artigos 24, IV, XXII c/c 26 e seus
Diretor Executivo
incisos da lei 8.666/1993, havendo parecer favorável da Assessoria Jurídica, RATIFICO o
Comunicado de DISPENSA DE LICITAÇÃO n. 003/2019, emitido pelo Setor de Nutrição da
Homologo:
Empresa Cuiabana de Saúde Pública desta instituição, para a contratação da empresa:
ÉRICO STEVAN GONÇALVES
SALUTAR ALIMENTAÇÃO E SERVIÇOS LTDA
Prefeito Municipal
CNPJ: 26.684.275/0001-85
-
Empenhem-se os recursos necessários.
FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DE
Dê-se publicidade. CUIABÁ
Cumpra-se.

Cuiabá-MT, 24 de abril de 2019. PORTARIA Nº. 119/2019.

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE GESTÃO, no uso de suas atribuições


Alexandre Beloto Magalhães de Andrade legais, consoante Lei Complementar nº. 359/2014;
Diretor Geral
Empresa Cuiabana de Saúde Pública RESOLVE:

Art. 1º. RETIFICAR a Portaria nº 533/2018, publicada no Diário Oficial


de Contas – Tribunal de Contas de Mato Grosso, Ano 7, n.º 1497, no dia 06 de dezembro de 2018,
FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE ALTO ARAGUAIA página 31, que versa sobre a concessão do beneficio de Pensão por Morte, em decorrência do
falecimento de SRA. SRA. LUZINEIRE DA PAIXÃO COELHO, portadora da cédula de identidade
nº 1034629-5 SEJUSP/MT e inscrita no CPF sob o nº 314.445.201-72, lotada na Secretaria
PORTARIA Municipal de Educação, na proporção de 100% (cem por cento) em favor do SR. CARLOS
ROBERTO NUNES DE SOUZA, portador do RG nº. 0467212-7 SESP/MT e inscrito no CPF sob o
nº 173.362.281-00, companheiro do “de cujus”, conforme processo administrativo do CUIABÁ-
PREV nº. 2018.07.01048P, a partir de 30 de Agosto de 2018, data do requerimento, conforme art.
PORTARIA N.º 026/2019 28, inciso II, da Lei Municipal n.º 399/2015, até posterior deliberação.
Onde se lê: “Considerando o preenchimento dos prepostos legais
“Dispõe sobre a concessão da prorrogação do benefício AUXÍLIO- contidos no art. 40, § 7º, inciso I da Constituição Federal, com redação dada pela Emenda
DOENÇA a servidora TELMA TEREZA ECHIVARRIA.” Constitucional nº. 41/2003...”.
Leia-se: “Considerando o preenchimento dos prepostos legais contidos
A Diretora Executiva do PREVIMAR - Fundo Municipal de Previdência no art. 40, § 7º, inciso II da Constituição Federal, com redação dada pela Emenda Constitucional
Social dos Servidores Públicos do Município de ALTO ARAGUAIA, Estado de MT, no uso de suas nº. 41/2003...”.
atribuições legais e nos termos do Art.15 da Lei Municipal n.º 2.575/2009, que rege a previdência Art. 2º Esta portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação,
municipal, resolve: revogadas as disposições em contrário.
Art. 1º Conceder a prorrogação do benefício AUXÍLIO-DOENÇA, a REGISTRADA, PUBLICADA, CUMPRA-SE.
servidora Srª. TELMA TEREZA ECHIVARRIA, efetiva no cargo de PROFESSOR, lotado na
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA, com vencimentos integrais, a partir de 03 de abril PALÁCIO ALENCASTRO em Cuiabá-MT, 11 de abril de 2019.
de 2019 e término em 03 de junho de 2019, conforme processo administrativo do PREVIMAR, n.º
2019.05.14895R6.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 34
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

OZENIRA FÉLIX SOARES DE SOUZA PORTARIA Nº 121/2019.


Secretária Municipal de Gestão
A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE GESTÃO, no uso de suas atribuições
Homologo: legais, consoante Lei Complementar nº. 359/2014;

RESOLVE:
EMANUEL PINHEIRO
Prefeito Municipal Art. 1º. RETIFICAR a Portaria nº 138/2018, publicada no Diário Oficial
de Contas – Tribunal de Contas de Mato Grosso, Ano 7, n.º 1354, no dia 08 de maio de 2018,
página 26, que versa sobre a concessão do benefício de aposentadoria por tempo de contribuição
PORTARIA Nº.114/2019 a servidora Sra. OSVALDA FERREIRA DOS SANTOS BARROS, portadora da cédula de
identidade nº. 01167340 SSP/MT e do CPF nº. 241.471.411-53, EFETIVA, no cargo de Auxiliar de
A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE GESTÃO, no uso de suas atribuições Enfermagem (Em Extinção), Classe D, Padrão XI, matrícula funcional nº. 1551475, contando com
legais, consoante Lei Complementar nº. 359/2014; 30 Anos, 11 Meses e 25 Dias de tempo total de contribuição, lotada na Secretaria Municipal de
Saúde, conforme consta no processo administrativo da Secretaria Municipal de Gestão, Cuiabá-
RESOLVE: Prev n° 2017.04.01521P, até posterior deliberação.
Onde se lê: “Considerando o preenchimento dos pressupostos legais
Art. 1º. RETIFICAR a Portaria nº 389/2017, publicada no Diário Oficial contidos (...) Lei Complementar nº 409 de 01 de abril de 2016, que altera Lei Complementar nº 271
de Contas – Tribunal de Contas de Mato Grosso, Ano 6, n.º 1180, no dia 21 de Agosto de 2017, de 05 de dezembro de 2015, que dispõe sobre o Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos dos
página 13, que versa sobre o benefício de aposentadoria por idade da segurada, Sra. MARCIA Profissionais de Enfermagem e Lei Complementar n° 430 de 21 de Junho de 2017, que altera a Lei
GERALDA PIMENTA RIBEIRO PIZZATTO, portadora da identidade nº 1.131.907 SSP/DF e Complementar n° 271 de 05 de dezembro de 2015...”
inscrita no CPF sob o nº 224.631.351-15, conforme processo administrativo da Secretaria
Municipal de Gestão, CUIABÁ-PREV n.º 2017.02.00604P: Leia-se: “Considerando o preenchimento dos pressupostos legais
contidos (...) Lei Complementar nº 409 de 01 de abril de 2016, que altera Lei Complementar nº 271
Onde se lê: “ (...) efetiva no cargo de PROFESSORA LICENCIADA, de 05 de dezembro de 2011, que dispõe sobre o Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos dos
Classe C, Nível PL, matrícula funcional nº 2966293, contando com 27 Anos, 01 Mês e 12 dias de Profissionais de Enfermagem e Lei Complementar n° 430 de 21 de Junho de 2017, que altera a Lei
tempo total de contribuição (...)” Complementar n° 271 de 05 de dezembro de 2011...”

Leia-se: “(...) efetiva no cargo de PROFESSORA LICENCIADA, Classe Art. 2º Esta portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação,
C, Nível PL, matrícula funcional nº 2966293, contando com 27 Anos, 03 meses e 23 dias de revogadas as disposições em contrário.
tempo total de contribuição (...)”
REGISTRADA, PUBLICADA, CUMPRA-SE.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação, PALÁCIO ALENCASTRO em Cuiabá-MT, 11 de abril de 2019.
revogados as disposições em contrário.

REGISTRADA, PUBLICADA, CUMPRA-SE. OZENIRA FÉLIX SOARES DE SOUZA


Secretária Municipal de Gestão
PALÁCIO ALENCASTRO em Cuiabá-MT, 04 de Abril de 2019.
Homologo:

OZENIRA FÉLIX SOARES DE SOUZA EMANUEL PINHEIRO


Secretária Municipal de Gestão Prefeito Municipal

Homologo: FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES


EMANUEL PINHEIRO DO MUNICÍPIO DE NOVA NAZARÉ
Prefeito Municipal

LICITAÇÃO
PORTARIA Nº.118/2019.

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE GESTÃO, no uso de suas atribuições SEGUNDO AVISO DE ALTERAÇÃO DE LICITAÇÃO
legais, consoante Lei Complementar nº. 359/2014; PREGÃO PRESENCIAL Nº 006/2019

RESOLVE: A Prefeitura Municipal de Nova Nazaré-MT, através do Pregoeiro Oficial,


torna público que a licitação na modalidade Pregão Presencial nº 006/2019, que a sessão para
Art. 1º. RETIFICAR a Portaria nº 417/2018, publicada no Diário Oficial recebimento de envelopes, anteriormente remarcada para o dia 26/04/2019 às 08h30min (Horário
de Contas – Tribunal de Contas de Mato Grosso, Ano 7, n.º 1421, no dia 17 de agosto de 2018, de Brasília), em virtude de fatos supervenientes de saúde do Pregoeiro Oficial e da Pregoeira
página 25, que versa sobre a retificação Portaria nº 266/2018, publicada no Diário Oficial de Substituta, fica a sessão remarcada para o dia 02/05/2019 às 08h00min (horário de Brasília). O
Contas – Tribunal de Contas de Mato Grosso, Ano 7, n.º 1396, no dia 13 de julho de 2018, página Edital permanece inalterado e estará à disposição dos interessados na sede da Prefeitura
20, que trata da concessão do beneficio de Pensão por Morte, em decorrência do falecimento de Municipal de Nova Nazaré-MT, no horário das 07:00 às 13:00 horas, pelo endereço eletrônico
SR. DOMIS NICOLLETI SILVA, portador da cédula de identidade nº 1057606-1 SESP/MT e licitacaonovanazare@hotmail.com ou no site www.novanazaré.mt.gov.br.
inscrito no CPF sob o nº 804.450.121-53, efetivo no cargo de Técnico em Manutenção e
Infraestrutura, Classe C, Nível TMIE MED, na proporção de 50% (cinquenta por cento), em favor Nova Nazaré-MT, 24 de Abril de 2019.
de MARIZETH AUXILIADORA MENDES SILVA, portadora da cédula de identidade nº 1353935-3
SESP/MT e inscrita no CPF sob o nº 000.424.891-05, cônjuge do “de cujus” e 50% (cinquenta por
cento) em favor de EMANUELY VITÓRIA MENDES SILVA, portadora da cédula de identidade nº ENOQUE DE SOUSA LIMA
3004874-5 SESP/MT e inscrita no CPF sob o nº 075.733.481-42, filha do “de cujus” conforme Pregoeiro Oficial
processo administrativo do CUIABÁ-PREV nº. 2018.07.00467P, a partir de 19 de abril de 2018,
data do requerimento, conforme art. 30, inciso II, da Lei Complementar n.º 399/2015, até posterior
deliberação.
INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SINOP
Onde se lê: “...a partir de 19 de abril de 2018, data do óbito...”
Leia-se: “...a partir de 19 de abril de 2018, data do requerimento...”
Art. 2º Esta portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação, PORTARIA
revogadas as disposições em contrário.

REGISTRADA, PUBLICADA, CUMPRA-SE.


PORTARIA N.º 199/2019
PALÁCIO ALENCASTRO em Cuiabá-MT, 11 de abril de 2019. DATA : 24/04/2019

SÚMULA : “Dispõe sobre a concessão do Benefício de PENSÃO POR


OZENIRA FÉLIX SOARES DE SOUZA MORTE a dependente a Srª APARECIDA VICENTE PEREIRA
Secretária Municipal de Gestão
Cássia Aparecida Ribeiro Omizzollo, Diretora Executiva do
Homologo: PREVISINOP, Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de SINOP/MT no Uso de
suas atribuições legais: e

EMANUEL PINHEIRO Considerando o preenchimento dos pressupostos legais contidos Art.


Prefeito Municipal 40, § 7º, I da CF/88 com redação da EC nº 41/2003, c/c Art. 7, inciso I, 30 inciso, I, 32, inciso II da
Lei Municipal nº. 2295/2016, de 13 de Abril de 2016, que rege a previdência municipal,

RESOLVE:

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 35
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

LICITAÇÃO
Art. 1º Conceder o benefício PENSÃO POR MORTE, em favor da
dependente a Srª APARECIDA VICENTE PEREIRA, Brasileira, , portadora do RG: 0360959-6
SSP/MT inscrita no CPF: 415.942.401-59, Companheira do "de cujus" residente e domiciliada a
PREFEITURA MUNICIPAL DE ÁGUA BOA – MT.
Rua dos Geranios nº 125, Jardim Celeste em Sinop Mato Grosso, em decorrência do falecimento
PREGÃO PRESENCIAL 019/2019.
do Srº ANTONIO ALDECIR DE MATTOS , ex-segurado, aposentado por invalidez no cargo de
Motorista II referência " A-08" com a matricula 2103 conforme a Portaria de concessão 095/2019
A Prefeitura Municipal de Água Boa, Estado de Mato Grosso, através do
concede o benefício a partir da data do falecimento 24 de Março de 2019 com 100% (cem) por
seu Pregoeiro Oficial, comunica aos interessados que está aberta licitação na modalidade de
cento dos proventos de acordo com o processo administrativo do PreviSinop nº 2019.07.32494P
Pregão Presencial, que será regida pela n°. Lei 10.520 de 17 de julho de 2.002, com aplicação
até posterior deliberação.
subsidiária da Lei nº. 8.666/93 e suas alterações posteriores e demais disposições aplicáveis.
Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação,
MODALIDADE: Pregão Presencial para Registro de Preço nº. 019/2019.
revogadas as disposições em contrário.
OBJETO: Futura e Eventual Contratação de empresa para prestação de
serviços de manutenção mecânica em ônibus da Secretaria de Educação.
Registre-se, publique-se, cumpra-se
REALIZAÇÃO: 10/05/2019.
INICIO RECEBIMENTOS DOS ENVELOPES: 08h00min, horário local.
INICIO DA ABERTURA DOS ENVELOPES: 08h30min, horário local.
CÁSSIA APARECIDA RIBEIRO OMIZZOLLO
Diretora Executiva do PREVISINOP
O Edital contendo as instruções estará à disposição dos interessados na
sede da Prefeitura Municipal de Água Boa MT, no horário das 07h00min às 13h00min, no site da
HOMOLOGO:
prefeitura, www.aguaboa.mt.gov.br e no e-mail pregao@aguaboa.mt.gov.br.
ROSANA MARTINELLI
Água Boa - MT, 24 de abril de 2019.
Prefeita Municipal de Sinop - MT

Marcos da Silva
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Pregoeiro

PREVI-SINOP/MT PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA


QUINTO TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE
SERVIÇOS Nº 005/2014, CONTRATANTE: PREVI-SINOP – Instituto Municipal de Previdência
Social dos Servidores de Sinop/MT. CONTRATADA: COOPERATIVA DE PRESTADORES DE ATOS
SERVIÇOS DE SORRISO, Pessoa Jurídica, CNPJ: 02.355.192/0001-84. OBJETO: O objeto do
presente termo aditivo é a prorrogação da contratação de empresa para a prestação de
serviços terceirizados de limpeza e manutenção predial nas dependências do PreviSinop, PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA/MT
conforme objeto do contrato ora aditado. FICAM RATIFICADAS EM TODOS OS SEUS
TERMOS E CONSIÇÕES AS DEMAIS CLÁUSULAS DO CONTRATO ORA ADITADO, FICANDO EXTRATO DE CONTRATO PARA PUBLICAÇÃO
ESTE TERMO COMO PARTE INTEGRANTE E COMPLEMENTAR DO CONTRATO, A FIM DE
QUE JUNTOS PORDUZAM UM SÓ EFEITO. VALOR TOTAL DO ADITIVO: R$ 49.017,58 CONTRATO
(quarenta e nove mil dezessete reais e cinquenta e oito centavos), referente ao ano de 2019.
Procurador Jurídico: Bruno Eduardo Hintz, OAB/MT Nº 15857. EXTRATO DO CONTRATO Nº 025/2019 DATA: 17/04/2019
CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA/MT CONTRATADA: DYMAK
MAQUINAS RODOVIÁRIAS LTDA. FUNDAMENTO LEGAL: PREGÃO PRESENCIAL Nº
CÁSSIA APARECIDA RIBEIRO OMIZZOLLO 014/2019. VALOR: R$ 480.000,00 PRAZO: 17/04/2019 A 17/04/2020. OBJETO: AQUISIÇÃO
DIRETORA EXECUTIVA ESCAVADEIRA HIDRÁULICA, SOBRE ESTEIRA, POTÊNCIA MÍNIMA DE 120HP, MOTOR
MÍNIMO 06 CILINDROS, PARA ATENDER O MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA/MT
Sinop/MT, 25 de Abril de 2019

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA/MT


INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GUIRATINGA EXTRATO DE ATA PARA PUBLICAÇÃO
ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 063/2019.


PORTARIA PARTES:

JOSÉ MARGREITER ME VALOR: 284.818,00. FUNDAMENTO LEGAL:


PORTARIA N.º 003/2019/IPMG/MT PREGÃO PRESENCIAL Nº 025/2019. DATA DA ASSINATURA: 23/04/2019. VIGÊNCIA:
23/04/2019 À 23/04/2020. OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL
O Diretor Executivo do IPMG, Instituto de Previdência Municipal de CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECAPAGEM E
Guiratinga, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei VULCANIZAÇÃO DE PNEUS PARA ATENDER OS VEÍCULOS E MAQUINÁRIOS DAS
1083/2009 de 31 de agosto de 2009. SECRETARIAS DE AGRICULTURA E INFRAESTRUTURA DO MUNICIPIO DE ALTA FLORESTA.
http://www.altafloresta.mt.gov.br
RESOLVE,

Art. 1º - Fica Credenciado o MÉDICO PERITO do IPMG, Dr. Rafael


LEGISLAÇÃO
Santos Lima, devidamente inscrito no CRM sob o nº 6091-MT, tendo por objetivo o estudo,
verificação e parecer avaliado, através de laudos, nos casos de auxílio doença, com a finalidade de
obtenção de benefícios previdenciários.
LEI N.º 2.490/2019
Art. 2º - O Médico Perito será convocado pelo Diretor Executivo do
IPMG, com antecedência mínima de 05 dias. SÚMULA: “ALTERA DISPOSITIVO DA LEI MUNICIPAL Nº 2.466/2018 E
dá outras providências.”
Art. 3º - O Diretor Executivo do IPMG, instruirá convenientemente o
processo com a inclusão dos documentos necessários e suficientes ao bom desempenho do Autoria: Executivo Municipal
Médico Perito.
A CÂMARA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA, Estado de Mato Grosso,
Art. 4º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação no uso de suas atribuições legais, aprovou e eu, ASIEL BEZERRA DE ARAÚJO, Prefeito
revogadas as disposições em contrário. Municipal, sanciono a seguinte Lei;

Registre, Publique e Cumpra-se. Art. 1° – Fica acrescido o inciso XV ao artigo 15 da Lei 2.466/2019, que
passa a ter a seguinte redação:
Guiratinga - MT, 16 de abril de 2019. __________________________________________________________
__

Luiz Gustavo Ribeiro de Anicésio Art. 15. O Poder Executivo Municipal poderá arcar com as despesas de
Diretor Executivo do IPMG responsabilidade de outras esferas do Poder Público, estadual, federal ou internacional, desde
que, autorizado por lei específica, firmados os respectivos convênios, termos de acordo, ajuste ou
congêneres, e disponibilidade de recursos orçamentários, para:
(...)
PREFEITURA MUNICIPAL DE ÁGUA BOA
XV – Agência CORREIOS

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 36
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

__________________________________________________________
__ PORTARIA N.º 210/2019

Art. 2º - Fica o Executivo Municipal autorizado a proceder à reedição da ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretária Municipal de Gestão,
Lei Municipal n.º 2.466/2019, com as alterações da presente Lei. Finanças e Planejamento da Prefeitura de Alta Floresta, Estado de Mato Grosso, no uso de suas
atribuições legais...
Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas
as disposições em contrário. RESOLVE

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA – MT Exonerar o servidor (a) público (a) efetivo (a) municipal, Sr. CLEUSA
Em 24 de Abril de 2019. POLTRONIERI, por motivo de APOSENTADORIA POR TEMPO CONTRIBUIÇÃO, COM
PROVENTOS INTEGRAIS, junto ao IPREAF, do cargo de PROFESSOR - perfil profissional:
PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL, lotado (a) na Secretaria Municipal de Educação, com
ASIEL BEZERRA DE ARAÚJO jornada de trabalho de 40 horas semanais, referencia salarial: Classe C Nível 05.
Prefeito Municipal

Registre-se
LICITAÇÃO
Cumpra-se

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA-MT.


AVISO DE RESULTADO DE LICITAÇÃO Em 31 de Janeiro de 2019.
PREGÃO PRESENCIAL Nº 019/2019

O MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA – MT, através de seu Pregoeiro ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS
Oficial, torna público para conhecimento dos interessados, o resultado do procedimento licitatório Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento
de Pregão Presencial n.º 019/2019, tendo como objeto: REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA
E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE AR CONDICIONADOS, SERVIÇOS E MATERIAIS DE
INSTALAÇÃO DE AR CONDICIONADOS, PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE
PORTARIA N.º 209/2019
SAÚDE DO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA-MT. SAGRARAM-SE vencedoras da presente
licitação as empresas: POTENCIA COMERCIO PRODUTOS INFORMATICA LTDA-ME, CNPJ Nº
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretária Municipal de Gestão,
17.874.189/0001-44 e STILUS MAQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA ESCRITORIO LTDA-EPP,
Finanças e Planejamento da Prefeitura de Alta Floresta, Estado de Mato Grosso, no uso de suas
CNPJ Nº 05.870.717/0001-08.
atribuições legais...
Alta Floresta-MT, 28 de Março de 2019
RESOLVE

Exonerar o servidor (a) público (a) efetivo (a) municipal, Sr. MARIA
IDECAZIO ALVES DE ALMEIDA
HELENA GRANEMANN, por motivo de APOSENTADORIA POR TEMPO CONTRIBUIÇÃO, COM
Pregoeiro Oficial
PROVENTOS INTEGRAIS, junto ao IPREAF, do cargo de APOIO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
- perfil profissional: AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO, lotado (a) na Secretaria de Gestão, Finanças
e Planejamento, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, referencia salarial: Classe D Nível
PORTARIAS 06.

PORTARIA N.º 207/2019 Registre-se

ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretária Municipal de Gestão, Cumpra-se


Finanças e Planejamento da Prefeitura de Alta Floresta, Estado de Mato Grosso, no uso de suas
atribuições legais... PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA-MT.
RESOLVE Em 31 de Janeiro de 2019.
Exonerar o servidor (a) público (a) efetivo (a) municipal, Sr. CARLOS
PAES DE MELLO, por motivo de APOSENTADORIA POR TEMPO CONTRIBUIÇÃO, COM
PROVENTOS INTEGRAIS, junto ao IPREAF, do cargo de TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO - perfil ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS
profissional: TECNICO EM CONTABILIDADE, lotado (a) na Secretaria de Gestão, Finanças e Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento
Planejamento, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, referencia salarial: Classe B Nível
10.
PORTARIA Nº. 241/2019

Registre-se JOSE CARLOS CAVAGNOLI, Secretário de Gestão, Finanças e


Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso. No uso de suas
Cumpra-se atribuições legais...

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA-MT. RESOLVE


Em 10 de Janeiro de 2019
Artigo 1º. – Conceder: 180 dias de Licença Maternidade, para a
servidora Contratada Sra. VERONICA INACIO MORENO SIGNOR, lotada (o) na SECRETARIA
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, exercendo o cargo de APOIO ADMINISTRATIVO EDUCACIONAL,
Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento com Perfil Profissional e Ocupacional LIMPEZA a partir de 02/01/2019 a 30/06/2019, conforme Art.
1° da Lei 1.754/2009.

PORTARIA N.º 208/2018 Registre-se

JOSÉ CARLOS CAVAGNOLI, Secretário Municipal de Gestão, Cumpra-se


Finanças e Planejamento da Prefeitura de Alta Floresta, Estado de Mato Grosso, no uso de suas
atribuições legais... Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT.
RESOLVE Em 02 de Janeiro de 2019.

Exonerar o servidor (a) público (a) efetivo (a) municipal, Srª. ANA MARIA
DE CAMPOS, por motivo de APOSENTADORIA POR TEMPO CONTRIBUIÇÃO, COM JOSE CARLOS CAVAGNOLI
PROVENTOS INTEGRAIS, junto ao IPREAF, do cargo de TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO - perfil Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento
profissional: FISCAL DE TRIBUTOS, lotado (a) na Secretaria de Gestão, Finanças e Planejamento,
com jornada de trabalho de 40 horas semanais, referencia salarial: Classe C Nível 05.
PORTARIA Nº. 299/2019
Registre-se
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretário de Gestão, Finanças e
Cumpra-se Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso. No uso de suas
atribuições legais...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA-MT.
Em 31 de Dezembro de 2018.
RESOLVE

JOSE CARLOS CAVAGNOLLI Artigo 1º. – Conceder: 180 dias de Licença Maternidade, para a
Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento servidora Efetiva Sra. SILVANIA SANTOS OLIVEIRA, lotada (o) na SECRETARIA MUNICIPAL DE
ASSISTÊNCIA SOCIAL, exercendo o cargo de AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - AAP,

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 37
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

com Perfil Profissional e Ocupacional AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS a partir de 24/01/2019 a ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretária de Gestão, Finanças e
30/06/2019, conforme Art. 1° da Lei 1.754/2009. Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso. No uso de suas
atribuições legais...
Registre-se
RESOLVE
Cumpra-se
Artigo 1º. – Conceder: 180 dias de Licença Maternidade, para a
Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT. servidora Efetiva Sra. LIGIA THAINA PITON, lotada (o) na Secretaria Municipal de Saúde,
Em 24 de Janeiro de 2019. exercendo o cargo de TÉCNICA DE NÍVEL SUPERIOR - TNS, com Perfil Profissional e
Ocupacional ENFERMEIRA a partir de 05/02/2019 a 03/08/2019, conforme Art. 1° da Lei
1.754/2009.
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS
Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento Registre-se

Cumpra-se
PORTARIA Nº. 398/2019
Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT.
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretária de Gestão, Finanças e Em 05 de Fevereiro de 2019.
Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso. No uso de suas
atribuições legais...
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS
RESOLVE Secretária de Gestão, Finanças e Planejamento

Artigo 1º. – Conceder: 180 dias de Licença Maternidade, para a


servidora Efetiva Sra. CELIANE MARINA GOES SIQUEIRA, lotada (o) na Secretaria Municipal PORTARIA Nº. 1327/2018
de Saúde, exercendo o cargo de TÉCNICA DE NÍVEL SUPERIOR - TNS, com Perfil Profissional e
Ocupacional ENFERMEIRA a partir de 26/02/2019 a 24/08/2019, conforme Art. 1° da Lei JOSE CARLOS CAVAGNOLI, Secretário de Gestão, Finanças e
1.754/2009. Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso. No uso de suas
atribuições legais...
Registre-se
RESOLVE
Cumpra-se
Artigo 1º. – Conceder: 08 dias de Afastamento por motivo de
Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT. falecimento de pessoa da família, para a servidora Efetiva Sra. MARIA APARECIDA GASQUES
Em 26 de Fevereiro de 2019. ANTUNES lotada (o) na Secretaria Municipal de Saúde, exercendo o cargo de Auxiliar
Administrativo a partir de 20/10/2018 a 27/10/2018, conforme Art. 139, Inciso III, Aliena B do
Estatuto do Servidor Público Municipal, Lei Nº. 382/1991.
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS
Secretária de Gestão, Finanças e Planejamento Registre-se

Cumpra-se
PORTARIA N.º 399/2019
Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT.
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretária de Gestão, Finanças e Em 20 de Outubro de 2018.
Planejamento da Prefeitura de Alta Floresta, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições
legais...
JOSE CARLOS CAVAGNOLI
RESOLVE Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento

Artigo 1º. – Declara que o servidor (a) efetivo (a) Sr. (a) HEBERTT
VILLARRUEL DA SILVA, lotado (a) na Secretaria Municipal de Direção Superior, retornou a PORTARIA Nº. 1342/2018
ocupar o cargo de TÉCNICO DE NIVEL SUPERIOR – TNM Perfil Profissional e Ocupacional
AUDITOR INTERNO, a partir de 11 de Fevereiro de 2019, conforme Comunicação Interna JOSE CARLOS CAVAGNOLI, Secretário de Gestão, Finanças e
012/2019-CGM/AF. Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso. No uso de suas
atribuições legais...
Registre-se
RESOLVE
Cumpra-se
Artigo 1º. – Conceder: 180 dias de Licença Maternidade, para a
Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT. servidora Efetiva Sra. ANA PAULA MORAES, lotada (o) na Secretaria Municipal de Saúde,
Em 12 de Janeiro de 2018. exercendo o cargo de TÉCNICA DE NÍVEL SUPERIOR - TNS, com Perfil Profissional e
Ocupacional PSICOLOGA a partir de 27/11/2018 a 26/05/2019, conforme Art. 1° da Lei
1.754/2009.
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS
Secretária de Gestão, Finanças e Planejamento Registre-se

Cumpra-se
PORTARIA Nº. 507/2019
Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT.
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS, Secretário de Gestão, Finanças e Em 27 de Novembro de 2018.
Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso. No uso de suas
atribuições legais...
JOSE CARLOS CAVAGNOLI
RESOLVE Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento

Artigo 1º. – Conceder: 180 dias de Licença Maternidade, para a


servidora Contratada Sra. ANGELICA WAGNER DA SILVA , lotada (o) na SECRETARIA PORTARIA N.º 1343/2018
MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, exercendo o cargo de TECNICO DE DESENVOLVIMENTO DA
EDUCAÇÃO INFANTIL, a partir de 17/01/2019 a 15/07/2019, conforme Art. 1° da Lei 1.754/2009. JOSE CARLOS CAVAGNOLI, Secretário de Gestão, Finanças e
Planejamento da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, estado de Mato Grosso, no uso de suas
Registre-se atribuições legais...

Cumpra-se RESOLVE

Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT. Artigo 1º. – Conceder: Licença Para Interesse Particular, para o
Em 17 de Janeiro de 2019. servidor (a) efetivo (a) Sra. JULIANA FRANK DE SOUZA GIOCONDO, lotado (a) na Secretaria
Municipal de Saúde, exercendo o cargo de AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – AAP,
com Perfil Profissional e Ocupacional AGENTE COMBATE AS ENDEMIAS, a partir de 14/12/2018
ELSA MARIA LOPES DOS SANTOS a 13/12/2020, conforme Artigo 126 do Estatuto do Servidor Público Municipal, Lei Nº. 382/91.
Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento
Registre-se

PORTARIA Nº. 508/2019 Cumpra-se

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 38
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Prefeitura Municipal de Alta Floresta-MT. Decreto nº 185/2018


Em 14 de Dezembro de 2018.

JOSE CARLOS CAVAGNOLI PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA


Secretário de Gestão, Finanças e Planejamento

ATOS
PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS
Alto Araguaia, 22 de abril de 2019.
DECRETO N.º 074/2019
EDITAL DE INTIMAÇÃO 004/2019
SÚMULA: “DISPÕE SOBRE A EXONERAÇÃO DE SERVIDORES PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº300/2018
PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA/MT, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”.
À firma
ASIEL BEZERRA DE ARAÚJO, Prefeito Municipal de Alta Floresta, STALLO CONSTRUTORA LTDA - ME - CNPJ 09.579.836/0001-80
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, Rua 15 de Novembro, nº 1585, Bairro Vila São Francisco
CEP: 78.700.002 – Rondonópolis - MT
Considerando a Comunicação Interna n.º 2035/2019 – Secretaria de
Educação, solicitando a exoneração da servidora, partir de 17 de abril de 2019; Na condição de Presidente da Comissão Processante Permanente,
designada por meio da Portaria 652 de 06/12/2018, tendo em vista o julgamento do Processo
DECRETA: Administrativo (Portaria 300/2018) e considerando o que dispõe o art. 28 do Decreto Municipal
62/2017, fica V. Sª., INTIMADO da decisão proferida pela autoridade instaurado: “...
Art 1º. - Fica EXONERADA a senhora ANDRIELE DE OLIVEIRA APLICO A MULTA de 5 % (dois por cento) sobre o valor total da contratação efetuada
SOARES do cargo CHEFE ADMINISTRATIVA ESCOLAR, lotada na Secretaria de Educação do (R$ 350.154,74), pela execução parcial das obrigações constantes deste Instrumento Contratual +
Município de Alta Floresta-MT. Padrão DATS-1. aditivos, no montante de R$ 17.507,73 (dezessete mil, quinhentos e sete reais e setenta e três
centavos) em conformidade com o item 22.1 Alínea do Edital cumulado com a cláusula 12.1.4 do
Art. 2º. - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação e/ou instrumento contratual, na forma do Artigo 87, inciso II da Lei 8.666/1993 e DETERMINO A
afixação, retroagindo seus efeitos ao dia 17 de Abril de 2019. SUSPENSÃO TEMPORÁRIA da empresa STALLO CONSTRUTORA LTDA inscrita no CNPJ sob
o nº 09.623.436/0001-01 de participação em licitação e impedimento de contratar com a
Art. 3º. - Revogam-se as disposições em contrário. Administração pelo prazo de 02 (dois) anos nos termos do item 12.1.5 do instrumento contratual e
Artigo 87, inciso III, da Lei 8.666/93...”, para, querendo, no prazo de 15 (quinze) dias sob pena de
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA/MT, em 24 de Abril de preclusão e os efeitos dai decorrentes, interponha Recurso contra a decisão, podendo para tanto,
2019. em obediência aos princípios do devido processo legal, ampla defesa e do contraditório, garantido
pelo art. 5º, LV da Constituição Federal, obter vistas dos autos, no horário das 08 às 11 horas
(horário de Brasília), perante esta Comissão que está instalada na sede da Prefeitura Municipal de
ASIEL BEZERRA DE ARAÚJO Alto Araguaia, situada na Av. Carlos Hugueney, 552, Centro, CEP 78780-000 – Alto Araguaia MT.
Prefeito Municipal
Segue com a presente, cópia da Decisão do Prefeito Municipal, ficando
advertido, que vencido o prazo para o Recurso, com ou sem resposta, o processo terá o seu
trâmite regular.
SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO
DIREÇÃO DE MEIO AMBIENTE
CARLOS ALVES DE ABREU
NOTIFICAÇÃO DE LIMPEZA DE LOTE EM GRUPO Presidente da Comissão
SETOR - LOTEAMENTO AMARILIS

"A Secretaria Municipal de Desenvolvimento através da Direção de Meio


Ambiente e de suas atribuições legais, com fundamento da Lei Municipal de Alta Floresta-MT da LICITAÇÕES
Lei 2.400/2017, NOTIFICA OS ABAIXO RELACIONADOS para EFETUAR(EM) A LIMPEZA TOTAL
DE LOTE(S) NOTIFICADO(S) E IDENTIFICADO(S) de posse, num prazo de 15 (quinze) dias a
contar da data de publicação. Conforme Art. 127-A, §4º Lei 2.400/2017, o Lote será considerado PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA
limpo quando estiver livre de resíduos e entulhos, bem como vegetação contida e rasteira. Caso Avenida Carlos Hugueney, nº 572, Centro, Alto Araguaia - MT.
não haja a limpeza, constituirá fato gerador de Taxa a realização da limpeza do lote particular pela CEP: 78.780-000 – Fone: (66) 3481- 2885
administração pública, Art. 127-B Lei 2.400/2017.
EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 029/2019

Objeto: REGISTRO DE PREÇO PARA SERVIÇO DE INSTALAÇÃO E


NOTIFICAÇÃ NOME CPF/CNPJ SETOR QUADRA LOTE(s)
MANUTENÇÃO EM GERAL DE APARELHO DE AR CONDICIONADO PREDIAL E
O
AUTOMOTIVO - COM ITENS EXCLUSIVOS PARA MICRO EMPRESA E EMPRESA DE
3269/2019 MARISA 406.931.391- AMARILIS 001 009 PEQUENO PORTE.
TIEMI 53
MARIANA Entrega e Abertura dos Envelopes: Até as 09:00 horas (Brasília), do
PETRUCCI dia 14/05/2019.
Edital Completo: Afixado no endereço acima ou pelo e-mail
3270/2019 SANDRA 289.199.121- AMARILIS 002 01A lici.altoaia@gmail.com e site: altoaraguaia.mt.gov.br.
GRANDI 49 Fundamento Legal: Regida pela Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002,
GOMES regulamentada pelo Decreto 3.555/2000 e subsidiariamente pela Lei 8.666 de 21/06/93 (com
alterações da Lei 8883/94 e da Lei nº 9.648/98). Alto Araguaia - MT, 24 de Abril de 2019.
3271/2019 SANDRA 289.199.121- AMARILIS 002 01B
GRANDI 49
GOMES Telles Lincoln Rezende Pimentel
Pregoeiro
3273/2019 CENIR DA 451.985.781- AMARILIS 004 003
SILVA 34
OLIVEIRA
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA
3275/2019 LUZIA DIAS 593.349759- AMARILIS 004 004 Rua Silvio José de Castro Maia, nº 1043, Centro, Alto Araguaia - MT.
SOARES 20 CEP: 78.780-000 – Fone: (66) 3481- 2885

3276/2019 ANTONIO 490.726.099- AMARILIS 005 08A EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 030/2019
VICENTE 72
PIZAIA Objeto: Registro de Preços de contratação de empresa
especializada, para fornecimento de refeições, em sistema de self-service, para atendimento
3277/2019 ANTONIO 490.726.099- AMARILIS 005 08B a pacientes locomovidos pelo município de Alto Araguaia-MT, até a cidade de Rondonópolis
VICENTE 72 – MT, para tratamento de saúde (hemodiálise)- EXCLUSIVO PARA MICRO EMPRESA E
PIZAIA EMPRESA DE PEQUENO PORTE.
Dia: 15/05/2019
Entrega dos Envelopes: Até as 09:00 horas (Brasília), do dia
15/05/2019
24 de Abril 2019
Edital Completo: Afixado no endereço acima ou pelo e-mail
lici.altoaia@gmail.com.
Abertura do envelope Nº 01: Às 09:00 horas, do dia 15 de Maio de
LUCAS C. FREITAS
2019, no endereço acima.
Diretor de Meio Ambiente

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 39
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Fundamento Legal: Regida pela Lei nº 10.520, de 17 de julho de PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI
2002, regulamentada pelo Decreto 3.555/2000 e subsidiariamente pela Lei 8.666 de 21/06/93
(com alterações da Lei 8883/94 e da Lei nº 9.648/98).

Alto Araguaia - MT, 24 de abril de 2019. AVISO DE RESULTADO - PREGÃO PRESENCIAL Nº 019/2019

A Prefeitura Municipal de Alto Taquari, através de sua Pregoeira e


Telles Lincoln Rezende Pimentel equipe de apoio no uso de suas atribuições legais, torna público aos interessados que o PREGÃO
Pregoeiro PRESENCIAL N° 019/2019, cujo certame se deu início às 07h30min, do dia 16/04/2019, sagraram-
se vencedores os preponentes: MONIELYTAWANY MORAES BARROS, CNPJ: 32.258.730/0001-
83, com o valor total de R$ 41.735,00 (quarenta e um mil e setecentos e trinta e cinco reais) e a
empresa NA CONTRAMÃO LTDA – ME, CNPJ: 14.111.790/0001-97, com o valor total de R$
PORTARIA 53.580,00 (cinquenta e três mil e quinhentos e oitenta reais). A licitação foi realizada pela
modalidade Pregão Presencial, pelo critério do tipo menor preço por item, com certame
homologado em 24/04/2019. Alto Taquari – MT, 24 de abril 2019. Cacilda Ferreira dos Santos –
PORTARIA Nº 052, de 04 de FEVEREIRO DE 2019. Pregoeira.

“Nomeia Comissão Técnica Especial para acompanhamento dos


processos licitatórios a serem realizados no âmbito das Secretarias Municipais” DISPENSA DE LICITAÇÃO 012/2019 - RATIFICAÇÃO DE
JUSTIFICATIVA
O Prefeito Municipal de Alto Araguaia, Estado de Mato Grosso, no uso
de suas atribuições legais,... O Prefeito Municipal, Srº. FABIO MAURI GARBUGIO, tendo em vista a
justificativa apresentada pela Secretária Mun. de Saúde, sobre a Aquisição de medicamentos e
RESOLVE: materiais hospitalares em caráter emergencial, com dispensa de licitação, fulcrada no inciso IV do
art. 24 da Lei 8.666/93, direto com a empresa: PRO-REMÉDIOS DISTRIBUIDORA DE
Art. 1º NOMEAR Comissão Técnica Especial para acompanhamento PRODUTOS FARMACÊUTICOS E COSMÉTICOS EIRELI, CNPJ: 05.159.591/0001-68, no valor
dos processos licitatórios que serão realizados no exercício de 2019 na área de aquisição de total R$ 58.610,20 (cinquenta e oito mil, seiscentos e dez reais e vinte centavos). Resolve
gêneros alimentícios para as Secretarias Municipais. RATIFICAR a justificativa apresentada e ordenar sua publicação em cumprimento ao disposto no
art. 26 do supracitado diploma legal.
Parágrafo único. A Comissão referida no caput deste artigo será
constituída pelos servidores relacionados a seguir: Alto Taquari - MT, 24 de Abril de 2019.

Presidente: Elaine Garcia Leite – Nutricionista


Membros: Edine de Oliveira Taques - Nutricionista FABIO MAURI GARBUGIO -
Maíra da Silva Ribeiro Prefeito Municipal.
Ilza Aparecida Ferreira

Art. 2º A comissão ora instituída destina-se ao acompanhamento,


análise e supervisão técnica dos procedimentos, produtos e materiais a serem disponibilizados por PREFEITURA MUNICIPAL DE ARENÁPOLIS
meio da realização dos processos licitatório realizados no exercício de 2019, para aquisição de
gêneros alimentícios para manutenção das Secretarias Municipais de Alto Araguaia/MT.
PREFEITURA MUNICIPAL DE ARENÁPOLIS
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Avenida Prefeito Caio, 642- Vila Nova- ARENÁPOLIS – MT.
CNPJ 24.977.654/0001-38 - CEP: 78.420-000 –
Art. 4º Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. Fone: 65 -3343-1105

Alto Araguaia-MT, 04 de fevereiro de 2019. AVISO DE RESULTADO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 015/2019

OBJETO: AQUISIÇÃO DE CIMENTOS E FERROS PARA


GUSTAVO DE MELO ANICÉZIO MANUTENÇÃO DO SETOR DE SERVIÇOS PUBLICOS DO MUNICIPIO DE ARENÁPOLIS-MT.
Prefeito Municipal Data da realização: 18/04/2019
Licitante vencedor: E Z DE LIMA-EPP, inscrita no CNPJ:
00.172.569/0001-34, nos ITENS 01, 02, 03, 05, 06, 08 e 09 no valor total de R$ 115.169,15 (cento
e quinze mil cento e sessenta e nove reais e quinze centavos) e a empresa CENTROAÇO
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS INDUSTRIA E COMERCIO DE AÇO LTDA, inscrita no CNPJ: 012.027.138/0001-63, no ITEM 04
no valor total de R$ 19.200,00 (dezenove mil e duzentos reais).

LICITAÇÃO ARENÁPOLIS -MT, 18 de Abril de 2019.

RESULTADO DE JULGAMENTO REGINA LUCIA DE SOUZA


PROCESSO Nº 049/2019 PREGOEIRA
PREGÃO PRESENCIAL Nº 017/2019

A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS, por intermédio de sua PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO GARÇAS
Pregoeira e Equipe de Apoio, designado(s) pela Portaria n° 003/2019, de 03/01/2019, torna
público, para conhecimento dos interessados, o resultado final obtido do processo supracitado,
cujo objeto é: REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE
MATERIAL DE EXPEDIENTE, PARA MANUTENÇÃO DAS UNIDADES ADMINISTRATIVAS DA AVISO DE LICITAÇÃO
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS, sagrando-se vencedor(a) a(s) empresa(s) para os PREGÃO PRESENCIAL – Nº 027/2019/PMBG-MT
itens a seguir: ITEM (NS) 38 – FAST COMERCIO - EIRELI, inscrita no CNPJ sob o n°
30.437.082/0001-05, com o valor total de R$ 2.360,00 (dois mil e trezentos e sessenta reais), ITEM O Município de Barra do Garças/MT torna público que será realizado
(NS) 24, 39 – LUASI PAPEIS E LIVROS EIRELI, inscrita no CNPJ sob o n° 08.371.036/0001-93, Pregão Presencial Nº 027/2019. Objeto: FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE MATERIAL
com o valor total de R$ 47.760,00 (quarenta e sete mil e setecentos e sessenta reais), ITEM (NS) ESPORTIVO, EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS PARA ATENDER AS NECESSIDADES DA
1, 7, 21, 22, 23, 28, 30, 31, 34, 41, 42, 44 – MN DE OLIVEIRA FILHO EIRELI-ME, inscrita no CNPJ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE BARRA DO GARÇAS-MT. Data da sessão
sob o n° 15.156.053/0001-73, com o valor total de R$ 8.353,80 (oito mil trezentos e cinquenta e pública: 09/05/2019 às 08 horas 30 min (horário de Brasília). Edital disponível no site da Prefeitura
três reais e oitenta centavos), ITEM (NS) 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 16, 17, 18, 19, 20, 25, 26, 29, 32, Municipal de Barra do Garças - MT em: Portal da Transparência - Licitações e Contratos -
40, 43, 45 – POTENCIA COMERCIO PRODUTOS INFORMATICA EIRELI, inscrita no CNPJ sob o Licitações - Pregão Presencial n° 027/2019. Demais informações no Setor de Licitação, bloco I,
n° 17.874.189/0001-44, com o valor total de R$ 37.759,20 (trinta e sete mil e setecentos e Rua: Carajás, n° 522, Centro, Barra do Garças – MT. Fone: 0XX.66.3402.2000 – Ramal – 2045.
cinquenta e nove reais e vinte centavos), e ITEM (NS) 12, 13, 14, 15, 46, 47, 48, 49, 50, 51, 52, 53, WILLER ALVES SIRQUEIRA (Pregoeiro) e equipe de apoio, 24/04/2019.
54, 55, 56, 57, 58, 59, 60, 61 – S M S BERIGO ME, inscrita no CNPJ sob o n° 14.010.264/0001-30,
com o valor total de R$ 255.736,00 (duzentos e cinquenta e cinco mil e setecentos mil e setecentos
e trinta e seis reais). Não havendo interposição de recurso, os objetos da licitação ficam PORTARIAS
adjudicados à classificada conforme acima mencionado. Informações mais detalhadas com a
equipe de apoio e pregoeira pelo fone/fax (66) 3471-2450, e-mail: licitacaoag2017-
2020@hotmail.com. PORTARIA Nº 14.685 DE 17 DE ABRIL DE 2.019.
Alto Garças – MT, 24 de abril de 2019. “Dispõe sobre designação de servidor para exercer a função que
menciona.”
Alessandra da Silva Dias- O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
Pregoeira. ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais,

R e s o l v e:

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 40
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

“Dispõe sobre concessão de 03 (três) meses de licença-prêmio à


Art. 1º – Designar, sem ônus, o servidor efetivo Sr. RENATO MORAIS servidora que menciona. ”
FREITAS, para atuar como responsável pelas informações de frotas, conforme disposto no Art. 1º,
inciso IV, do Decreto nº 4.127, de 11 de abril de 2019. O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
Parágrafo Único – A função a que dispõe o caput deste artigo, está ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de atribuições legais e;
subordinada à Secretaria Municipal de Transportes e Serviços Públicos, por força da Lei Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991,
Complementar nº 252, de 17 de abril de 2019. Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal;

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. R e s o l v e:

Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 1º – Conceder, a pedido, 03 (três) meses de licença-prêmio, a ser
gozada de acordo com o cronograma estabelecido pela Secretaria Municipal de Saúde,
Registre-se, Publique-se e cumpra-se. referente ao quinquênio 2008/2013, à servidora IRACY MOREIRA DE AGUIAR, lotada na
Secretaria Municipal de Saúde, no cargo de Auxiliar de Enfermagem.
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019.
Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário.

ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS Registre-se, Publique-se e cumpra-se.


Prefeito Municipal
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL

PORTARIA Nº 14.687 DE 17 DE ABRIL DE 2.019. Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019.

“Dispõe sobre concessão de 03 (três) meses de licença-prêmio à


servidora que menciona.” ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS
Prefeito Municipal
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais,
PORTARIA Nº 14.693 DE 17 DE ABRIL DE 2.019.
Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991,
Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal; “Dispõe sobre concessão de 03 (três) meses de licença-prêmio ao
servidor que menciona.”
R e s o l v e:
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
Art. 1º – Conceder, a pedido, pelo período de 20/02/2019 a 20/05/2019, ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais,
03 (três) meses de licença-prêmio, referente ao quinquênio 2012/2017, à servidora ANITA MARIA
DE JESUS PEREIRA, lotada no cargo de Apoio Administrativo Escolar-AAE, junto a Secretaria Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991,
Municipal de Educação. Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal;

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, R e s o l v e:


retroagindo seus efeitos a partir de 20 de fevereiro de 2019.
Art. 1º – Conceder, a pedido, a partir de 01 de março de 2019, 09 (nove)
Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. meses de licença-prêmio, referente aos quinquênios 1999/2004, 2004/2009 e 2009/2014, ao
servidor MAROSAN DIAS DA SILVA, lotado no cargo de Músico, junto a Secretaria Municipal de
Registre-se, Publique-se e cumpra-se. Cultura.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação,
retroagindo seus efeitos a partir de 01 de março de 2019.
Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019.
Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário.

ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS Registre-se, Publique-se e cumpra-se.


Prefeito Municipal
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL

PORTARIA Nº 14.686 DE 17 DE ABRIL DE 2.019. Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019.

“Dispõe sobre concessão de 09 (nove) meses de licença-prêmio à


servidora que menciona.” ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS
Prefeito Municipal
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais,
PORTARIA Nº 14.692 DE 17 DE ABRIL DE 2.019.
Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991,
Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal; “Dispõe sobre concessão de 03 (três) meses de licença-prêmio ao
servidor que menciona.”
R e s o l v e:
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
Art. 1º – Conceder, a pedido, pelo período de 27/03/2019 a 21/12/2019, ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais,
09 (nove) meses de licença-prêmio, referente aos quinquênios 2004/2009, 2009/2014 e 2014/2019,
à servidora DEUSDETH CLARA COSTA, lotada no cargo de Apoio Administrativo Escolar-AAE, Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991,
junto a Secretaria Municipal de Educação. Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal;

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, R e s o l v e:


retroagindo seus efeitos a partir de 27 de março de 2019.
Art. 1º – Conceder, a pedido, a partir de 01 de abril de 2019, 03 (três)
Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. meses de licença-prêmio, referente ao quinquênio 1994/1999, ao servidor PEDRO LELIO LEITE
SOARES, lotado no cargo de Motorista, junto a Secretaria Municipal de Saúde, atualmente cedido
Registre-se, Publique-se e cumpra-se. para a Secretaria Municipal de Assistência Social.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação,
retroagindo seus efeitos a partir de 01 de abril de 2019.
Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019.
Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário.

ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS Registre-se, Publique-se e cumpra-se.


Prefeito Municipal
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL

PORTARIA Nº 14.689 DE 17 DE ABRIL DE 2.019. Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 41
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS


Prefeito Municipal Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019.

PORTARIA Nº 14.688 DE 17 DE ABRIL DE 2.019. ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS


Prefeito Municipal
“Dispõe sobre concessão de 03 (três) meses de licença-prêmio ao
servidor que menciona.”
PORTARIA Nº 14.684 DE 17 DE ABRIL DE 2019.
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais, “Dispõe sobre nomeação de servidores desta municipalidade para
atuarem como fiscais na Ata de Registro de Preço que menciona.”
Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991,
Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal; O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais e;
R e s o l v e: Considerando o disposto nas Resoluções Normativas nº 006/2011 e
020/2015, expedidas pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso – TCE,
Art. 1º – Conceder, a pedido, pelo período de 11/03/2019 a 08/06/2019,
03 (três) meses de licença-prêmio, referente ao quinquênio 2012/2017, ao servidor ROSÁRIO R e s o l v e:
TAVARES DOS SANTOS, lotado no cargo de Apoio Administrativo Escolar-AAE, junto a Secretaria
Municipal de Educação. Artigo 1º – Designar o servidor Lindomar Campos Rodrigues, para
proceder à fiscalização da Ata de Registro de Preço nº 015/2019 referente ao Pregão Presencial
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, nº 015/2019. Objeto: Contratação De Empresa Especializada Em Sistemas De Tributação Que
retroagindo seus efeitos a partir de 11 de março de 2019. Ofereça O Serviço De Fornecimento De Solução Integrada De Gestão Pública Municipal,
Contemplando Concessão De Licenças De Uso De Softwares De Gestão Pública Municipal
Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. (Locação Mensal De Softwares Já Desenvolvidos), Integrados; Instalação; Importação E
Conversão Das Informações De Todos Os Bancos De Dados Dos Anos Anteriores E De
Registre-se, Publique-se e cumpra-se. Propriedade Do Município; Parametrização De Todos Os Tributos, Tarifas, Alíquotas E Demais
Informações Que Devam Corresponder À Legislação Vigente; Treinamento Aos Usuários Dos
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL Sistemas, Servidores E Prestadores De Serviços, Com Emissões De Todas As Dam’s Dos Imposto
- Inclusive As Certidões Negativas, Via Web, Manutenções Futuras E, Suporte Técnico Aos
Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019. Usuários, Servidores E Prestadores De Serviço Para Atender As Necessidades Da Secretaria
Municipal De Finanças.

ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS Artigo 2º - Designar o servidor Nivaldo Marques Evangelista, para
Prefeito Municipal proceder como suplente do fiscal de contrato da Ata de Registro de Preços nº 015/2019
referente ao Pregão Presencial nº 015/2019. Objeto: Contratação De Empresa Especializada Em
Sistemas De Tributação Que Ofereça O Serviço De Fornecimento De Solução Integrada De
PORTARIA Nº 14.691 DE 17 DE ABRIL DE 2.019. Gestão Pública Municipal, Contemplando Concessão De Licenças De Uso De Softwares De
Gestão Pública Municipal (Locação Mensal De Softwares Já Desenvolvidos), Integrados;
“Dispõe sobre concessão de 03 (três) meses de licença-prêmio à Instalação; Importação E Conversão Das Informações De Todos Os Bancos De Dados Dos Anos
servidora que menciona. ” Anteriores E De Propriedade Do Município; Parametrização De Todos Os Tributos, Tarifas,
Alíquotas E Demais Informações Que Devam Corresponder À Legislação Vigente; Treinamento
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr. Aos Usuários Dos Sistemas, Servidores E Prestadores De Serviços, Com Emissões De Todas As
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de atribuições legais e; Dam’s Dos Imposto - Inclusive As Certidões Negativas, Via Web, Manutenções Futuras E, Suporte
Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991, Técnico Aos Usuários, Servidores E Prestadores De Serviço Para Atender As Necessidades Da
Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal; Secretaria Municipal De Finanças.

R e s o l v e: Artigo 3º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 1º – Conceder, a pedido, 03 (três) meses de licença-prêmio, a ser Artigo 4º - Revogam-se as disposições em contrário.
gozada de acordo com o cronograma estabelecido pela Secretaria Municipal de Saúde,
referente ao quinquênio 2012/2017, à servidora RUTTILA MACIEL PARAGUASSU, lotada na Registre-se, Publique-se e cumpra-se.
Secretaria Municipal de Saúde, no cargo de Técnico em Radiologia.
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2019.
Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário.

Registre-se, Publique-se e cumpra-se. ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS


Prefeito Municipal
GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL

Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019. PORTARIA Nº 14.694 DE 17 DE ABRIL DE 2.019.

“Dispõe sobre declaração de vacância de cargo do Quadro de


ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS Provimento Efetivo em razão do falecimento da servidora que menciona”.
Prefeito Municipal
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr.
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais e;
PORTARIA Nº 14.690 DE 17 DE ABRIL DE 2.019.
Considerando a solicitação constante no Memo. Nº 78/RH/2019,
“Dispõe sobre concessão de 03 (três) meses de licença-prêmio à comunicando o falecimento da servidora, conforme Certidão de Óbito sob nº
servidora que menciona.” 02472901552019400375032010165555, do Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais desta
Comarca de Barra do Garças/MT;
O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr. Considerando o disposto no inciso VIII, Art. 35 da Lei Complementar nº
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais, 003, de 04 de dezembro de 1991;
Considerando os termos do Art. 102 da Lei Complementar 03/1991,
Estatuto dos Servidores Públicos Municipais e Art. 93, § 1º, alínea “b”, da Lei Orgânica Municipal; R e s o l v e:

R e s o l v e: Art. 1º – Declarar a vacância do cargo de Auxiliar Administrativo, pelo


falecimento da servidora DIRCE MARIA FANTE, junto à Secretaria Municipal de Saúde.
Art. 1º – Conceder, a pedido, a partir de 01 de junho de 2019, 03 (três)
meses de licença-prêmio, referente ao quinquênio 2012/2017, à servidora VALDEILCA CÂNDIDA Art. 2º - A vaga, dar-se-á a partir da data do falecimento, ocorrido em 06
FERREIRA, lotada no cargo de Agente Comunitário de Saúde, junto a Secretaria Municipal de de março de 2019.
Saúde.
Art. 3º – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação,
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. retroagindo seus efeitos a partir de 06 de março de 2019.

Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Revogam-se as disposições em contrário.

Registre-se, Publique-se e cumpra-se. Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 42
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Barra do Garças/MT, 17 de abril de 2.019. CONSIDERANDO, que seu falecimento representa uma perda
irreparável para a sociedade bom-jesuense, gerando grande consternação, incumbindo a nós
registrar o sentimento de gratidão e respeito ao saudoso munícipe;
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS
Prefeito Municipal CONSIDERANDO, que é dever do Poder Público bom-jesuense, render
justas homenagens àqueles que com seu trabalho, seu exemplo e sua dedicação, contribuíram
para o crescimento de nosso município;
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO
DECRETA:

Art. 1º - Fica decretado Luto Oficial no Município de Bom Jesus do


DECRETO Nº 4.129 DE 17 DE ABRIL DE 2.019. Araguaia/MT por 03 (três) dias, contados da data de 24 de abril a 26 de abril de 2.019.
Parágrafo Único: No dia 24 ficará fechado o prédio da prefeitura que
“Dispõe sobre nomeação de membros para compor o Conselho funcionará somente com expediente interno e os demais órgãos funcionarão normalmente, e nos
Municipal de Assistência Social.” dias 25 e 26 voltara ao expediente normal..

O Prefeito Municipal de Barra do Garças, Estado de Mato Grosso, Sr. Art. 2º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.
ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS, no uso de suas atribuições legais e;
Bom Jesus do Araguaia/MT, 24 de abril de 2019.
Considerando o disposto na Lei nº 1.861, de 27 de novembro de 1995,

D E C R E T A: RONALDO ROSA DE OLIVEIRA


PREFEITO MUNICIPAL
Art. 1º - Ficam nomeados para compor o Conselho Municipal de INTERINO
Assistência Social, os seguintes membros:
Presidente: ROSÁLIA BEZERRA MAIA MARTINS
Vice-presidente: ELIETE SANTOS VALVERDE
Secretário Executivo: CHRISTIAN ALEXANDRE DE SOUZA PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASNORTE
Representantes do Conselho Municipal de Assistência Social –
Governamental:
a) Representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social: PROCESSOS SELETIVOS
Titular: NEIDE PORTILHO MACEDO
Suplente: PATRÍCIA PEREIRA WEHREN
b) Representantes da Secretaria Municipal de Saúde:
Titular: DAIANE CRISTINA GOMES BATISTA SPORI PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2019
Suplente: JOSIANE FERREIRA RIBEIRO
c) Representantes da Secretaria Municipal de Educação: EDITAL Nº 007/2019 – RECURSOS CONTRA O RESULTADO
Titular: ROSANGELA MARIA MENANI IGLESIAS PROVISÓRIO
Suplente: GLAUCIA CRISTINA NOGUEIRA
d) Representantes da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e A Comissão do Processo Seletivo Simplificado nº 001/2019 da Prefeitura
Obras (Habitação): Municipal de Brasnorte, nomeada pela Portaria nº 096/2019 de 22 de fevereiro de 2019, comunica
Titular: RONILDA NASCIMENTO DE LIMA aos interessados e para que cumpram os efeitos legais que por meio deste Edital divulga que não
Suplente: MÁRIO MACHADO houve recursos contra o resultado provisório do certame.
e) Representantes da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais
APAE: Para que surtam os efeitos legais, publica-se, registra-se e cumpra-se.
Titular: EVANDRO ELOY AMARAL E SILVA
Suplente: LAZARA DARC P. LIMA OLIVEIRA Brasnorte – MT, 24 de abril de 2019.
f) Representante da Associação Agostini:
Titular: LUCIA ARNOLD
Suplente: DENICE SCHULZ Regina Levandoski
g) Representante da Associação Dom Geraldo Fernandes: Presidente da Comissão
Titular: ELIETE DOS SANTOS VALVERDE Processo Seletivo Simplificado
Suplente: ALESSANDRA MARIA DE OLIVEIRA N° 001/2019
h) Representante do Rotary Club:
Titular: HEBER PINHEIRO Marli Plein Enzweiler
Suplente: MÉRCIA RODRIGUES DE BARROS Secretária da Comissão
Processo Seletivo Simplificado
Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. N° 001/2019

Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário, especialmente o Membros da Comissão Processo Seletivo Simplificado N° 001/2019
Decreto nº 3.882, de 26 de julho de 2017.
Tadeu Kapron
Gabinete do Prefeito Municipal de Barra do Garças/MT, aos 17 dias do
mês de abril de 2.019. Célia Barranco Passamani

Fernanda Nery Varaschin Caeron


ROBERTO ÂNGELO DE FARIAS
Prefeito Municipal Genival Jesus de Almeida

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2019


PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DO ARAGUAIA
EDITAL Nº 008/2019 – RESULTADO FINAL

ATO A Comissão do Processo Seletivo Simplificado nº 001/2019 da Prefeitura


Municipal de Brasnorte, nomeada pela Portaria nº 096/2019 de 22 de fevereiro de 2019, comunica
aos interessados e para que cumpram os efeitos legais que por meio deste Edital divulga o
resultado final do certame conforme lista abaixo:
DECRETO N. º 005/2019
CARGO: Professor Licenciatura Plena em qualquer área
“Decreta Luto Oficial no Município de Bom Jesus do Araguaia/MT, tendo
em vista o falecimento do senhor JACOB OLIVAR ALIEVI e dá outras providências”. Resultado Result De Tot Resultado
Resultad da prova ado se al Final
O Prefeito Interino Municipal de Bom Jesus do Araguaia, Estado de Nº
o da de da mp de
Mato Grosso, Senhor RONALDO ROSA DE OLIVEIRA, no uso de suas atribuições que lhe confere de conhecim prova ate pon
prova de
Candidato ins CPF nº entos de por tos
a Lei Orgânica do Município em seu artigo n. º 109, inciso V; criç
conheci
mentos específico títulos ida
ão s de
gerais
CONSIDERANDO o falecimento do senhor JACOB OLIVAR ALIEVI,
fundador do distrito de Planalto do Araguaia, localizado as margens da BR 080 e BR 158;
EDIVALDO 00 021.30
LOURIVL 5 1.471-
CONSIDERANDO: a luta pelo desenvolvimento de nossa região, MAMPUCHE 86
75 25 -- -- 100 Aprovado
trazendo esperança a este povo sofrido da mesorregião nordeste Matogrossense, microrregião
norte Araguaia, onde implementou um loteamento para criação de um, novo espaço para as
famílias desintrusadas do então povoado de Estrela do Araguaia (Posto da Mata), trazendo consigo
a esperança de um recomeço.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 43
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

CLAUDIONOR 00 016.66 são de 10m de comprimento por 4,5m de largura, coordenadas geográficas 16º08’42.06”S,
TAMIXI 4 4.501- 70 20 -- -- 90 Aprovado 58º03’9.38”W, Ponte divisa com Porto Esperidião MT 388, sendo que as dimensões são de 10m de
IRANXE 03
comprimento por 4,5m de largura, coordenadas geográficas 15º59’40.67”S, 58º30’33.82”W, Ponte
MARIA ILDA 00 827.86 sobre o Ribeirão Padre Ignácio – Comunidade Santa Luzia, sendo que as dimensões são de 30m
TIPJUSI 3 4.701- Ausente Ausente -- -- -- -- de comprimento por 5m de largura, coordenadas geográficas 15º59’39.11”S, 57º57’1.51”W, Ponte 1
10 Comunidade Sadia – Vale Verde, sendo que as dimensões são de 7m de comprimento por 4,5m de
largura, coordenadas geográficas 16º06’29.30”S, 57º12’38.92”W, Ponte 2 Comunidade Sadia –
Vale Verde, sendo que as dimensões são de 8m de comprimento por 4,5m de largura,
coordenadas geográficas 16º06’7.03”S, 57º15’6.07”W, Ponte Comunidade Facão, sendo que as
CARGO: Professor Ensino Médio dimensões são de 20m de comprimento por 5m de largura, coordenadas geográficas
16º15’17.15”S, 57º27’30.60”W, Ponte Estrada da Caiçara, sendo que as dimensões são de 6m de
Resul Resultado Result Dese Tot Resultado comprimento por 4,5m de largura, coordenadas geográficas 16º05’21.85”S, 57º45’29.88”W, Ponte
tado da prova ado mpate al Final
da de da por de
2 Estrada Bom Tempo, sendo que as dimensões são de 6m de comprimento por 4,5m de largura,
Nº coordenadas geográficas 15º59’05.2”S, 57º23’16.5”W, Ponte 3 Estrada Bom Tempo, sendo que as
prova conhecim prova idade pon
de dimensões são de 6m de comprimento por 4,5m de largura, coordenadas geográficas
de entos de tos
Candidato ins CPF nº
criç
conh específico títulos 15º58’57.7”S, 57º23’12.8”W, Ponte Av. Beira Rio – Bairro Jardim das Oliveiras, sendo que as
ecime s dimensões são de 18m de comprimento por 5m de largura, coordenadas geográficas 16º05’57.8”S,
ão
ntos
gerai
57º42’44.4”W, Ponte Rua Madri, Bairro Jardim das Oliveiras, sendo que as dimensões são de 7m
s de comprimento por 4,5m de largura, coordenadas geográficas 16º06’1.95”S, 57º42’27.62”W,
ELIZANGE 007 037.407.3 Ponte Rua da Prata, Bairro Jardim das Oliveiras, sendo que as dimensões são de 7m de
LA 81-38 comprimento por 4,5m de largura, coordenadas geográficas 16º05’58.17”S, 57º42’7.82”W no
MARCILEI 75 20 -- -- 95 Aprovado Município de Cáceres.
DE
NYANKACI
Publique-se e cumpra-se.
DANIELLE 002 036.054.7
CRISTIANE 91-54 EMPRESA: F.A MODESTO – CNPJ: 27.724.563/0001-89
LLE NAASI
OLAIZAIRO VALOR: R$ 366.000,00 (trezentos e sessenta e seis mil reais)
65 20 -- -- 85 Aprovado
CE
HOMOLOGO a decisão ao vencedor, e autorizo o empenho das
despesas respectivas.
MARTA 006 027.192.8
65 10 -- -- 75 Classificado
TIPIUCI 31-00 Prefeitura de Cáceres- MT, 24 de abril de 2019
MARICLEI 008 087.176.0
DE 91-60
KAMENBIA 55 15 -- -- 70 Classificado
IRANTXE
Wesley de Sousa Lopes
Secretário Municipal Infraestrutura Logística
KAREM 001 039.871.2
GRACIELE 61-16
IURUCI AVISO DE LICITAÇÃO
IRANTXE 50 10 -- -- 60 Classificado PREGÃO ELETRÔNICO N° 23/2019 MENOR PREÇO POR ITEM

Interessada: Secretaria Municipal de Saúde

Objeto: Registro de Preço para futura e eventual aquisição de Materiais


de consumo para Laboratório, visando suprir as necessidades do Laboratório de Análises Clínicas
Publica-se, registra-se e cumpra-se. em processo de montagem do Município de Cáceres e com isso, melhorar o atendimento à
população no que diz respeito ao auxilio diagnóstico, bem como atender a demanda reprimida de
Brasnorte – MT, 24 de abril de 2019. exames do Município de Cáceres.
Realização: 08 de Maio de 2019 às 09:00 horário de Brasília.

Regina Levandoski Observação: A pasta contendo o Edital e seus anexos poderão ser
Presidente da Comissão obtidos, na Prefeitura de Cáceres-MT, situada à Av. Brasil nº 119, CEP: 78200.000, ou baixadas no
Processo Seletivo Simplificado portal http://www.caceres.mt.gov/licitacao/ e na plataforma
N° 001/2019 https://www.comprasgovernamentais.org.br/.

Local e Data: Prefeitura de Cáceres-MT, 24 de Abril de 2019.


Marli Plein Enzweiler
Secretária da Comissão
Processo Seletivo Simplificado CRISTIANE CEBALHO DE OLIVEIRA
N° 001/2019 PREGOEIRO OFICIAL
Portaria nº 025/2019
Membros da Comissão Processo Seletivo Simplificado N° 001/2019

Tadeu Kapron PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO VERDE


Célia Barranco Passamani

Fernanda Nery Varaschin Caeron ATOS

Genival Jesus de Almeida


EXTRATO DO TERMO DE FILIAÇÃO N° 114/2019

PREFEITURA MUNICIPAL DE CÁCERES Município: MUNICÍPIO DE CAMPO VERDE


Associação: ASSOCIAÇÃO MATO-GROSSENSE DOS MUNICÍPIOS –
AMM
Objeto: O objeto do presente termo de filiação é a representatividade
LICITAÇÕES institucional em defesa dos interesses municipalistas,
Vigência: O presente termo de filiação e cooperação técnica terá início
na data de sua assinatura, retroagindo seus efeitos á 01/04/2019 e término previsto em
PREFEITURA MUNICIPAL DE CÁCERES-MT 31/12/2020.
ATO DE RATIFICAÇÃO AO TERMO DE ADESÃO Nº 22 -2019 Valor: A contribuição a ser prestada pelo Município será efetuada em
parcela fixa no valor mensal de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), por meio de débito autorizado na
A Titular da Secretario Municipal Infraestrutura Logística Wesley de conta do ICMS.
Sousa Lopes no uso de suas atribuições legais, em obediência ao disposto no artigo 22 do Decreto Assinatura: 23 de Abril de 2019.
Federal nº 7.892/2013, HOMOLOGA o processo de Adesão (Carona) à Ata de Registro de Preço
n.º 30/2018 Originada do Pregão Presencial nº 25/2018 da Prefeitura Municipal de Figueirópolis d`
Oeste EXTRATO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO N° 002/2019

Objeto: Licitação através de adesão a Ata de Registro de Preços nº Cooperante: Município de Campo Verde, inscrito no CNPJ n°.
030/2018 referente ao Pregão Presencial nº 025/2018 da Prefeitura de Figueirópolis D’Oeste 24.950.495/0001-88.
registro de preços para Aquisição de Madeiras para atender a Secretaria de Infraestrutura e Obras Cooperado: Sindicato Rural de Campo Verde, inscrito no CNPJ n.º
para manutenção das pontes de madeira no Ribeirão Padre Inácio na Comunidade São Francisco, 37.500.105/0001-10.
sendo que as dimensões são 30m de extensão, 4,50m de largura e 4,70m de altura, coordenadas Objeto: A finalidade deste Termo é a de estabelecer parceria para a
geográficas 15º59’39.24”S, 57°57,1’1.35”W, Ponte Passa 20 – MT 388, sendo que as dimensões realização da 20ª EXPOVERDE, entre os dias 10 a 13 de julho de 2019, visando uma participação

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 44
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

mais efetiva do comércio na organização, coordenação e operação do evento, sem se esquecer do ARTIGO 2º - A Comissão mencionada no artigo anterior, tem por
fato de que o Ente público ora pactuante jamais conseguiria, sem o apoio da iniciativa privada, finalidade coordenar e acompanhar a organização da 20ª Exposição Agropecuária do Município –
organizar e executar festividade de tamanha envergadura. EXPOVERDE.
Vigência: O presente termo terá vigência a partir da data da sua
publicação até o dia 14/08/2019. ARTIGO 3º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação,
Valor: Para execução do objeto desta parceria, não haverá repasse de revogando-se as disposições em contrário.
recurso financeiro entre as partes.
Assinatura: 24 de Abril de 2019. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Verde, aos 24 dias do mês de
Abril de 2019.

PORTARIAS
FÁBIO SCHROETER
Prefeito Municipal

PORTARIA Nº 283, DE 24 DE ABRIL DE 2019. Cumpra-se, registra-se e publique.

DISPÕE SOBRE A DESIGNAÇÃO DE SERVIDOR PARA EXERCER GILMAR ZITO PRATI


CARGO DE GESTOR DA EXECUÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DO ACORDO DE Secretário Municipal de Administração
COOPERAÇÃO N° 002/2019, FIRMADO COM O SINDICATO RURAL DE CAMPO VERDE.

FABIO SCHROETER, Prefeito Municipal de Campo Verde, Estado de


PORTARIA Nº 284 DE 24 DE ABRIL DE 2019.
Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais:
NOMEIA A SERVIDORA CLEONICE VOOS KUMBIER, PARA SER
R E S O L V E:
RESPONSÁVEL PELO CONTROLE E ACOMPANHAMENTO DO TERMO DE FILIAÇÃO N°
114/2019, DESTA MUNICIPALIDADE, E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS.
ARTIGO 1º - Designar, com fulcro no artigo 2°, inciso VI e artigo 61 da
Lei 13.019/2014, de 31 de julho de 2014, o servidor EDSON SILVA CASTRO, matrícula nº 225,
FABIO SCHROETER, Prefeito Municipal de Campo Verde, Estado de
lotado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente, para exercer a
Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais:
função de gestor da execução e da prestação de contas do Acordo de Cooperação n° 002/2019,
firmado com o Sindicato Rural de Campo Verde.
R E S O L V E:
ARTIGO 2º - Na ausência do servidor supra designado, fica nomeado
ARTIGO. 1º - Nomear a servidora CLEONICE VOOS KUMBIER,
como suplente o Servidor JOSÉ APARECIDO DE LIMA, matrícula nº 6278, lotado na Secretaria
matrícula n° 6407, lotada na Secretaria Municipal De Finanças, como fiscal do TERMO DE
Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente.
FILIAÇÃO n° 114/2019, firmado com a ASSOCIAÇÃO MATO-GROSSENSE DOS MUNICÍPIOS -
AMM, que representará a Administração Municipal perante o filiado e zelará pela boa execução do
ARTIGO 3º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação,
objeto pactuado, exercendo as atividades de orientação, fiscalização e controle previstas nesta
produzindo-se seus efeitos legais.
Portaria, conforme Instrução Normativa SFI n° 003/2011.
Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Verde/MT, aos 24 dias do mês
ARTIGO 2º - Na ausência da servidora supra designada, fica nomeada
de Abril de 2019.
como suplente a Servidora KELLY GOUVEIA POLLIS, matrícula n° 638, lotada na Secretaria
Municipal De Finanças.
Cumpra-se, registra-se e publique.
ARTIGO 3º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação,
revogadas as disposições em contrário.
FÁBIO SCHROETER
Prefeito Municipal
Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Verde/MT, aos 24 dias do mês
de Abril de 2019.
GILMAR ZITO PRATI
Secretário Municipal de Administração
FABIO SCHROETER
EDSON SILVA CASTRO
Prefeito Municipal
Gestor da Parceria
CLEONICE VOOS KUMBIER
JOSÉ APARECIDO DE LIMA
Fiscal do Termo
Suplente
KELLY GOUVEIA POLLIS
Suplente
PORTARIA Nº 282, DE 24 DE ABRIL DE 2019.
Registre-se, Publique-se.
NOMEIA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA
20ª EXPOVERDE, E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS. GILMAR ZITO PRATI
Secretário de Administração
FÁBIO SCHROETER, Prefeito Municipal de Campo Verde, Estado de
Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais:

Considerando a realização da 20ª Exposição Agropecuária do Município PREFEITURA MUNICIPAL DE CLÁUDIA


entre os dias 10 a 13 de Julho de 2019, resolve baixar a seguinte Portaria:

ARTIGO 1º - Fica constituída a Comissão de Coordenação e ATO


Acompanhamento da 20ª Exposição Agropecuária do Município:

I - REPRESENTANTES DO PODER EXECUTIVO:


PREFEITURA MUNICIPAL DE CLÁUDIA - ESTADO DE MATO
a) GILMAR ZITO PRATI, portador do RG nº 1146194-2 SSP/MT, inscrito GROSSO
no CPF sob nº 953.758.131-49. RESULTADO DE LICITAÇÃO – PREGÃO PRESENCIAL Nº 013/2019 -
REGISTRO DE PREÇOS
b) FABIANO COSTA TERUEL, portador do RG nº 122426 SSP/MS,
inscrito no CPF sob nº 420.820.481-87. O Prefeito Municipal de Cláudia/MT, através da Pregoeira, torna público,
para conhecimento dos interessados, que a empresa M.R.G.C. ABRAHÃO ME, sagrou-se
c) GESSY MATEUS VENTURA, portador do RG nº 199042 SSP/GO, vencedora do processo de Licitação em referência, para o REGISTRO DE PREÇOS PARA
inscrito no CPF sob nº 208.517.741-72. FUTURA E EVENTUAL CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE
TRANSPORTE DE RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES E COMERCIAIS DA ESTAÇÃO DE
II – REPRESENTANTES DO SINDICATO RURAL: TRANSBORDO DO MUNICÍPIO DE CLÁUDIA/MT ATÉ O LOCAL DE DESTINAÇÃO FINAL -
ATERRO SANITÁRIO, LOCALIZADO NO DISTRITO DE PRIMAVERA, PERTENCENTE À
a) GLADIR TOMAZELLI, portador do RG nº 2808471-3 SESP/MT, CIDADE DE SORRISO – MT. Cláudia/MT, 24 de Abril de 2019.
inscrito no CPF sob nº 411.328.230-72.

b) RODRIGO MORES, portador do RG nº 1879331 SSP/SC, inscrito no Altamir Kurten


CPF sob nº 892.871.939-91. Prefeito Municipal

c) ANTONIO CARLOS MANCINI JUNIOR, portador do RG nº 3955043- Shirley Yotzchetz


1 SSP/PR, inscrito no CPF sob nº 958.408.269-87. Pregoeira

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 45
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA n.º 1.328, de 29 de julho de 2011, a servidora efetiva ROSANA MENACHO DE LIMA PEREIRA –
Médico Clínico Geral, conforme Processo Administrativo n.º 248/2019, nesta municipalidade.

Art. 2º. O percentual de 10% (dez por cento) incidirá sobre o


LICITAÇÕES vencimento base do cargo no qual o servidor foi investido.

Art. 3º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.


RESULTADO DO PREGÃO PRESENCIAL SRP Nº 025/2019
Procedimento nº 27.653/2019 Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Grosso, aos 21 dias do mês de março do ano de 2019.
ÓRGÃO GESTOR: PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA -
MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL SRP N° 025/2019, VALIDADE: 12 (doze) meses
contados a partir da data de sua publicação no Jornal Oficial. OBJETO: REGISTRO DE Jeferson Ferreira Gomes
PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE MERENDA ESCOLAR PARA O Prefeito Municipal
PERIODO LETIVO DE 2019, PARA ATENDER AS NECESSIDADES DA REDE MUNICIPAL DE
ENSINO DAS ESCOLAS, CRECHES E PRÉ – ESCOLAS DO MUNICIPIO DE COLNIZA, Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
DISTRITO DO GUARIBA E TRES FRONTEIRAS/MT. POR UM PERÍODO DE 12 MESES. O
fornecedor vencedor encontra-se indicado conforme segue: EMPRESA COLNIZA Julio César Fernandes
COMÉRCIO DE ALIMENTOS E DISTRIBUIÇÃO LTDA - EPP, CNPJ Nº 17.496.284/0001-51 com Secretário Municipal de Administração
o valor total final de R$ 2.227.947,50 (Dois milhões duzentos e vinte e sete mil novecentos e
quarenta e sete reais e cinqüenta centavos) .
PORTARIA Nº. 177/2019
Colniza – MT, 24 de Abril de 2019. DE: 21.03.2019

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,


Vânia Orben Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Pregoeira Oficial
RESOLVE,

AVISO DE RETIFICAÇÃO DE ABERTURA DE LICITAÇÃO Art. 1º. ADQUIRIR 10 (dez) dias de férias dos servidores abaixo
PREGÃO PRESENCIAL REGISTRO DE PREÇOS Nº 029/2019 relacionados, nesta municipalidade.
PROCESSO ADMINISTRATIVO: 27.578/2019 Mat. Servidor (a) Cargo Abono Pecuniário
76 Adejanes de Araújo Silva Assistente Administrativo 21.03.19 a 30.03.19
A Prefeitura Municipal de Colniza/MT faz saber aos interessados que
esta retificando a abertura da LICITAÇÃO NA MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL 3246 Carolina Proehl Pereira Recepcionista/ Diretor de 21.03.19 a 30.03.19
REGISTRO DE PREÇOS que trata do REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL Departamento
CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS MÉDICOS (01 (um) Médico 3329 Creonice dos Santos Recepcionista 21.03.19 a 30.03.19
Clínico Geral, 02 (dois) Médico Clínico Geral/Cirurgião/Obstetra, 01 (um) Médico Ortopedista, 01
(um) Médico Pediatra, plantões noturnos e finais de semana, plantões sobre aviso), PARA
ATENDIMENTO JUNTO AO HOSPITAL MUNICIPAL ANDRÉ MAGGI, POR UM PERÍODO DE 12
MESES. Em virtude da retificação do Edital fica designada nova data para a abertura, a qual Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
ocorrerá no dia 10 de maio de 2019 às 08h00min (oito) horas.
Fica retificado em parte o item 03.1, 03.2, 04.1 do termo de referencia, Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
item 08.2 letra j e 14.18 letra c do edital, e item 5.4 da Minuta da Ata de Registro de Preços e
07.12.8 Minuta do Contrato. Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Novo Edital retificado estará disponível após publicações em nosso site Grosso, aos 21 dias do mês de março do ano de 2019.
www.colniza.mt.gov.br. Qualquer dúvida entrar em contato pelo e-mail: licitacao@colniza.mt.gov ou
pelo telefone(066) 3571- 1000.
Jeferson Ferreira Gomes
Colniza – MT, 24 de abril de 2019. Prefeito Municipal

Registra-se, Publica-se e Cumpra-se


Vânia Orben
Pregoeira Oficial Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração

PREFEITURA MUNICIPAL DE COMODORO


PORTARIA Nº. 178/2019
DE: 25.03.2019
PREFEITURA MUNICIPAL DE COMODORO JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
PREGÃO PRESENCIAL Nº 031/2019 Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
O Município de Comodoro, Estado de Mato Grosso, através do RESOLVE,
Pregoeiro Fernando Oliveira Lemos da Rosa, torna público aos interessados que realizará licitação
na modalidade de REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL PRESTAÇÃO DE Art. 1º. ADQUIRIR 10 (dez) dias de férias da servidora abaixo
SERVIÇOS DE PUBLICAÇÕES DE ATOS DE EXPEDIENTE ADMINISTRATIVO DE PESSOAL, relacionada, nesta municipalidade.
EDITAIS, AVISOS, DISPENSA, INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÕES E OUTROS EXIGIDOS POR
Mat. Servidor (a) Cargo Abono Pecuniário
LEI NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO, cuja abertura ocorrerá às 07:00 horas do dia 08/05/2019, na
sede da Prefeitura Municipal, situada à Rua Espírito Santo nº 199 E – Centro – CEP: 78.310-000 - 4136 Sara de Souza Pereira Assessor Especial 25.03.19 a 03.04.19
Comodoro – MT. O Edital completo encontra-se à disposição dos interessados na sala de
Licitações e no site: www.comodoro.mt.gov.br. Qualquer informação poderá ser obtida pelo telefone
(0xx65) 3283-2404 com o Pregoeiro/Equipe de Apoio das 8:00 às 12:00 horas.
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
Comodoro – MT, 24 de abril de 2019.
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.

Fernando Oliveira Lemos da Rosa Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Pregoeiro Grosso, aos 25 dias do mês de março do ano de 2019.

Jeferson Ferreira Gomes


PORTARIAS Prefeito Municipal

Registra-se, Publica-se e Cumpra-se


PORTARIA Nº. 176/2019
DE: 21.03.2019 Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
PORTARIA Nº. 179/2019
RESOLVE, DE: 25.03.2019

Art. 1º. CONCEDER Gratificação por Responsabilidade Técnica –


RT em 10% (dez por cento), em conformidade com o § 1º, do art. 55, Inciso IV, da Lei Municipal

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 46
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, Art. 1º. REENQUADRAR a servidora efetiva AMÉLIA ALVARO
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, OLIVEIRA – PROFESSOR PIII, Matrícula 233, na classe de elevação “G”, Processo
Administrativo nº 254/2018, conforme art. 21 e 23 da Lei Municipal n.º 1.330 de 29 de julho de
RESOLVE, 2011, e art. 37 da Constituição Federal, nesta municipalidade.

Art. 1º. EXONERAR por dispensa a servidora comissionada SARA DE Art. 2º. O reenquadramento deferido a servidora acima mencionada,
SOUZA PEREIRA – ASSESSOR ESPECIAL, Matrícula nº. 4136, nesta municipalidade. não terá efeitos retroativos pecuniários.

Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Art. 3º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria Art. 4º. Revogam-se as disposições em contrário.
n.º 106, de 05 de fevereiro de 2018.
Gabinete da Prefeita Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato Grosso, aos 26 dias do mês de março do ano de 2019.
Grosso, aos 25 dias do mês de março do ano de 2019.

Jeferson Ferreira Gomes


Jeferson Ferreira Gomes Prefeito Municipal
Prefeito Municipal
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração
Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração
PORTARIA Nº. 183/2019
DE: 26.03.2019
PORTARIA Nº. 180/2019
DE: 25.03.2019 JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE,

RESOLVE, Art. 1º. REENQUADRAR o servidor efetivo JAIR JOSÉ TEODORO –


PROFESSOR PIII, Matrícula 329, na classe de elevação “F”, Processo Administrativo nº
Art. 1º. NOMEAR no cargo comissionado o senhor MARCIO 253/2018, conforme art. 21 e 23 da Lei Municipal n.º 1.330 de 29 de julho de 2011, e art. 37 da
FRANCISCO TREVISAN, para exercer as funções de SECRETÁRIO ADJUNTO DE OBRAS, Constituição Federal, nesta municipalidade.
nesta municipalidade.
Art. 2º. O reenquadramento deferido ao servidor acima mencionado,
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. não terá efeitos retroativos pecuniários.

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário. Art. 3º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato Art. 4º. Revogam-se as disposições em contrário.
Grosso, aos 25 dias do mês de março do ano de 2019.
Gabinete da Prefeita Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Grosso, aos 26 dias do mês de março do ano de 2019.
Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal
Jeferson Ferreira Gomes
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se Prefeito Municipal

Julio Cesar Fernandes Registra-se, Publica-se e Cumpra-se


Secretário Municipal de Administração
Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração
PORTARIA Nº. 181/2019
DE: 25.03.2019
PORTARIA Nº. 184/2019
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, DE: 26.03.2019
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
RESOLVE, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

Art. 1º. CEDER à servidora efetiva SANDRA MARIA RIBEIRO – RESOLVE,


Assistente Administrativo, Matrícula 2423, para exercer suas funções junto a EMPAER de
Comodoro - MT, a partir de 25 de março de 2019, com ônus para esta municipalidade. Art. 1º. REVOGAR a Portaria nº. 054, de 21 de janeiro de 2019, que
CEDEU COM ÔNUS a servidora efetiva WEDENETRYA DE OLIVEIRA DIAS – Auxiliar
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Administrativo, para exercer suas funções junto a EMPAER DE COMODORO - MT, retornando a
mesma ao seu cargo de origem a partir de 26.03.2019, nesta municipalidade.
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Grosso, aos 25 dias do mês de março do ano de 2019. Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário, Portaria nº. 054, de 21
de janeiro de 2019.

Jeferson Ferreira Gomes Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato


Prefeito Municipal Grosso, aos 26 dias do mês de março do ano de 2019.

Registra-se, Publica-se e Cumpra-se


Jeferson Ferreira Gomes
Julio César Fernandes Prefeito Municipal
Secretária Municipal de Administração
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se

PORTARIA Nº. 182/2019 Julio César Fernandes


DE: 26.03.2019 Secretário Municipal de Administração

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,


Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, PORTARIA Nº. 185/2019
DE: 27.03.2019
RESOLVE,
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 47
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Secretário Municipal de Administração


RESOLVE,

Art. 1º. REENQUADRAR a servidora efetiva IVANETE MARIA TESTA – PORTARIA Nº. 189/2019
PROFESSOR PIII, Matrícula 258, na classe de elevação “H”, Processo Administrativo nº DE: 29.03.2019
005/2018, conforme art. 21 e 23 da Lei Municipal n.º 1.330 de 29 de julho de 2011, e art. 37 da
Constituição Federal, nesta municipalidade. JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Art. 2º. O reenquadramento deferido a servidora acima mencionada,
não terá efeitos retroativos pecuniários. RESOLVE,
Art. 3º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Art. 1º. DESIGNAR o servidor efetivo ASTOLFO CAETANO PELETT –
Engenheiro Civil – CREA 140.518.963-0/RN, para exercer as funções de ENGENHEIRO FISCAL
Art. 4º. Revogam-se as disposições em contrário. DE OBRA, referente a EXECUÇÃO DE OBRA DE CONSTRUÇÃO DE 48 METROS LINEARES
DE PONTES E REFORMA E 14,5 METROS LINEARES DE MADEIRA, NA ZONA RURAL DE
Gabinete da Prefeita Municipal de Comodoro, Estado de Mato COMODORO/MT, objeto do Contrato Administrativo nº 022/2019, celebrado entre a Prefeitura
Grosso, aos 27 dias do mês de março do ano de 2019. Municipal de Comodoro e a Empresa CONSTRUTORA BORGES LTDA., sem ônus para esta
municipalidade.
Jeferson Ferreira Gomes Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
Prefeito Municipal
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Julio César Fernandes Grosso, aos 29 dias do mês de março do ano de 2019.
Secretário Municipal de Administração

Jeferson Ferreira Gomes


PORTARIA Nº. 186/2019 Prefeito Municipal
DE: 29.03.2019
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, Julio Cesar Fernandes
Secretário Municipal de Administração
RESOLVE,

Art. 1º. DESIGNAR o servidor comissionado JOÃO ALFREDO DA PORTARIA Nº. 190/2019
SILVA BORGES – Coordenador de Planejamento, para exercer a função de FISCAL DE ATA DE DE: 29.03.2019
REGISTRO DE PREÇOS, sem ônus para esta municipalidade.
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário. RESOLVE,
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato Art. 1º. DESIGNAR Servidores Municipais abaixo relacionados sob a
Grosso, aos 29 dias do mês de março do ano de 2019. presidência do primeiro para comporem, a COMISSÃO PERMANENTE MUNICIPAL DE
TOMADAS DE CONTAS ESPECIAIS, nesta municipalidade, nos moldes do art. 8º e seguintes da
Resolução Normativa n. 24/2014 – TP.
Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal Ø Thalissa Krignl Capeletti - Presidente;
Ø Anita Rodrigues da Paixão – Secretária, e
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se Ø João Alfredo da Silva Borges – Membro.

Art. 2º. A Comissão terá prazo de no máximo 120 (cento e vinte) dias
Julio César Fernandes para conclusão dos trabalhos, conforme art. 17, Resolução Normativa n. 24/2014 – TP, para
Secretário Municipal de Administração apresentação de relatório circunstanciado da Constatação realizada.

Art. 3º. Os Servidores ora designados não perceberão remuneração


PORTARIA Nº. 188/2019 pelos trabalhos que trata esta Portaria.
DE: 29.03.2019
Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria
n. 705, de 06 de novembro de 2017.
RESOLVE,
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Art. 1º. EXONERAR para fins de aposentadoria POR INVALIDEZ a Grosso, aos 29 dias do mês de março do ano de 2019.
servidora efetiva MARIA LUIZA MOURA TEIXEIRA – Professor PII, conforme Processo
Administrativo n.º 269/2019, conforme art. 51 da Lei Municipal 1.329, de 29 de julho de 2011 e
incisos I, II, III e IV do art. 6º da Emenda Constitucional n.º 041 de 2003, nesta municipalidade. Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal
Art. 2º. Em função da aposentadoria do servidor, torna vago o cargo de
Professor PII. Registra-se, Publica-se e Cumpra-se

Art. 3º. O Servidor será aposentado pelo Fundo Municipal de Julio César Fernandes
Previdência Social – COMODORO-PREVI, conforme inciso II, do art. 12 da Lei Municipal 1.519, de Secretário Municipal de Administração
23 de junho de 2014.

Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, a PORTARIA Nº. 191/2019
contar de 31 de março de 2019. DE: 29.03.2019
Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
n.º 529, de 21 de dezembro de 2015. Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato RESOLVE,
Grosso, aos 29 dias do mês de março do ano de 2019.
Art. 1º. DESIGNAR o servidor efetivo ASTOLFO CAETANO PELETT –
Engenheiro Civil – CREA 140.518.963-0/RN, para exercer as funções de ENGENHEIRO FISCAL
Jeferson Ferreira Gomes DE OBRA, na EXECUÇÃO DE OBRAS DE RECUPERAÇÃO DE ESTRADAS VICINAIS PADRÃO
Prefeito Municipal ALIMENTADORA, NO PROJETO DE ASSENTAMENTO P.A MIRANDA ESTÂNCIA, NA ZONA
RURAL DE COMODORO/MT, objeto do da Tomada de Preços nº 007/2018, Contrato
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se Administrativo nº 020/2019, celebrado entre a Prefeitura Municipal de Comodoro e a Empresa
CONSTRUTORA BORGES LTDA., sem ônus para esta municipalidade.
Julio César Fernandes

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 48
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.


Art. 4º. Revogam-se as disposições em contrário.
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato Grosso, ao 1º dia do mês de abril do ano de 2019.
Grosso, aos 29 de março de 2019.

Jeferson Ferreira Gomes


Jeferson Ferreira Gomes Prefeito Municipal
Prefeito Municipal
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Julio César Fernandes
Julio Cesar Fernandes Secretário Municipal de Administração
Secretário Municipal de Administração

PORTARIA Nº 194/2019
PORTARIA Nº. 192/2019 DE: 01.04.2019
DE: 01.04.2019
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
RESOLVE,
RESOLVE,
Art. 1º. REVOGAR a Portaria nº. 438, de 01 de agosto de 2018, que
Art. 1º. REVOGAR a Portaria nº. 353, de 10 de agosto de 2015, que concedeu licença sem ônus para tratar de assuntos particulares, a servidora efetiva DEBORA
concedeu Gratificação por Responsabilidade Técnica - RT, ao servidor efetivo FABIO REGINA SIGNOR – Odontóloga, para regressar as suas atividades a partir do dia 01.04.2019,
HENRIQUE CARRARO – Farmacêutico, nesta municipalidade. nesta municipalidade.

Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria
nº. 353, de 10 de agosto de 2015. nº. 438, de 01 de agosto de 2018.

Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato


Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato Grosso, ao 1º dia do mês de abril do ano de 2019.
Grosso, ao 1º dia do mês de abril do ano de 2019.

Jeferson Ferreira Gomes


Jeferson Ferreira Gomes Prefeito Municipal
Prefeito Municipal
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Julio César Fernandes
Julio César Fernandes Secretário Municipal de Administração
Secretário Municipal de Administração

PORTARIA Nº. 195/2019


PORTARIA Nº. 193/2019 DE: 01.04.2019
DE: 01.04.2019
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
“Nomeia o Candidato aprovado/classificado no Concurso Público Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
de Provas e Títulos do Poder Executivo/Prefeitura, em conformidade com o Edital de
Convocação nº 012, de 28 de fevereiro de 2019, Decretos de Homologações n.º 033, de 10 de RESOLVE,
agosto de 2018 e nº. 034, de 30 de agosto de 2018, e dá outras providências.”
Art. 1º. ADQUIRIR 10 (dez) dias de férias do servidor abaixo
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, relacionado, nesta municipalidade.
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, exaradas no art. 58, inciso XI, e art. Mat. Servidor (a) Cargo Abono Pecuniário
148, inciso II, alínea “a” combinado com os art. 99 da Lei Orgânica do Município; e com o disposto
no Regime Jurídico Único/RJU (Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos 4051 Sergio Natalino Krignl Coordenador de Tesouraria e Finanças 01.04.19 a 10.04.19
Servidores da Prefeitura Municipal de Comodoro (MT) Lei Municipal n.º 1.326, de 29 de julho
de 2011 e Estatuto dos Servidores Públicos de Comodoro (MT) Lei Municipal n.º 1.328, de 29
de julho de 2011), no que couber e, Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
CONSIDERANDO os termos do Edital de abertura do Concurso Público Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
n.º 001 de 28 de maio de 2018, e da Relação com os Resultados Finais/RF – Média Final/MF,
com os Candidatos aprovados/classificados no Concurso Público de Provas e Títulos do Poder Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Executivo/Prefeitura, e em cumprimento às exigências e formalidades legais em vigor, que Grosso, ao 1º dia do mês de abril do ano de 2019.
disciplinam a matéria, tendo sido constatada a existência efetiva de disponibilidade orçamentária e
financeira específica para cada órgão/unidade administrativa interessado competente, e das
respectivas vagas abertas, bem como da conveniência administrativa, Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal
RESOLVE,

Art. 1º. Nomear o Candidato abaixo relacionado, observando a rigorosa Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
ordem de aprovação/classificação, inclusive o critério de desempate, segundo as vagas disponíveis
para nomeação imediata, de acordo com a ordem alfabética e numérica dos respectivos cargos
exaradas na Relação com os Resultados Finais/RF – Média Final/MF, com os Candidatos Julio César Fernandes
aprovados/classificados no Concurso Público de Provas e Títulos do Poder Executivo nos termos Secretário Municipal de Administração
do Edital de abertura do Concurso Público n.º 001, de 28 de maio de 2018, como segue:

Nome Cargo Colocação PORTARIA Nº. 196/2019


MAURI VALDIR DEIFELD Auxiliar de Serviços Gerais – Masculino 02º DE: 01.04.2019

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,


Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Art. 2º. O Candidato nomeado, empossado e lotado, tendo sido
cumpridas todas as exigências e formalidades legais em vigor, que regem a matéria, submeter-se- RESOLVE,
á ao regime jurídico único/RJU (Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos
Servidores da Prefeitura Municipal de Comodoro (MT) Lei Municipal n.º 1.326, de 29 de julho Art. 1º. CONCEDER FÉRIAS Regulamentares de 30 (trinta) dias aos
de 2011 e Estatuto dos Servidores Públicos Lei Municipal n.º 1.328, de 29 de julho de 2011 ), servidores municipais abaixo relacionados, nesta municipalidade.
no que couber, inclusive quanto ao período de 03 (três) anos para fim de estabilidade condicional.
Mat. Servidor(a) Função Período Aquisitivo Período de Gozo
Art. 3º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. 4111 Ana Lucia Souza Pereira Conselheiro Tutelar 10.01.18 a 09.01.19 01.04.19 a 30.04.19

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 49
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

1535 Carlos Roberto Pinto Vigia 21.08.17 a 20.08.18 01.04.19 a 30.04.19


Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Gilmar dos Santos Agente de Combate Grosso, ao 01 dia do mês de abril do ano de 2019.
01.04.19 a 30.04.19
1525 Souza as Endemias 01.01.18 a 31.12.18
556 Jenildes Maia Santana Zelador 01.01.18 a 31.12.18 01.04.19 a 30.04.19
Jeferson Ferreira Gomes
68 Nelson Leoni Vigia 25.03.16 a 24.03.17 01.04.19 a 30.04.19
Prefeito Municipal
Técnico em
01.04.19 a 30.04.19
1003 Nilda Barbosa de Lima Enfermagem 01.08.17 a 31.07.18 Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
170 Paulo Adair da Rocha Gari 29.03.18 a 28.03.19 01.04.19 a 30.04.19
Julio César Fernandes
Sabrina de Oliveira Secretário Municipal de Administração
01.04.19 a 30.04.19
3193 Grava Gari 01.02.18 a 31.01.19
Thacioney Junno Lima Assistente
01.04.19 a 30.04.19
3796 Pereira Administrativo 01.01.18 a 31.12.18 PORTARIA Nº. 199/2019
DE: 01.04.2019

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,


Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
RESOLVE,
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Art. 1º. CONCEDER Adicional por Tempo de Serviço, correspondente
Grosso, ao 1º dia do mês de abril do ano de 2019.
a 6% (seis por cento) aos servidores abaixo relacionados, em conformidade com o art. 55, inciso
VII, § 3º da Lei Municipal n.º 1.328, de 29 de julho de 2011, nesta municipalidade.
Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal Mat. Servidor (a) Cargo Classificação
2922 Lindomarcia Lima de Oliveira Agente Comunitário de Saúde 3º
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
1817 Rodnei Martins Camargo Motorista de Veículos Pesados 4º
Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

PORTARIA Nº. 197/2019 Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.


DE: 01.04.2019
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, Grosso, ao 01 dia do mês de abril do ano de 2019.
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

RESOLVE, Jeferson Ferreira Gomes


Prefeito Municipal
Art. 1º. CONCEDER FÉRIAS Proporcionais de 20 (vinte) dias aos
servidores municipais abaixo relacionados, nesta municipalidade. Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Mat. Servidor(a) Função Período Aquisitivo Período de Gozo
Chris Laine Malvezzi 06.05.17 a
01.04.19 a 20.04.19 Julio César Fernandes
2276 Dias Psicólogo 05.05.18
Secretário Municipal de Administração
Auxiliar de Serviços 01.07.16 a
01.04.19 a 20.04.19
3600 Elaine Cristina da Silva Gerais 30.06.17
Everaldo de Jesus 15.05.17 a PORTARIA Nº. 200/2019
01.04.19 a 20.04.19
4051 Costa Vigia 14.05.18 DE: 02.04.2019
14.04.17 a
01.04.19 a 20.04.19 JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
3750 Rafael Vasconcelos Procurador Jurídico 13.04.18
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

RESOLVE,
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
Art. 1º. DESIGNAR a servidora efetiva ELISVANIA MIRANDA
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário. BOAVENTURA – Recepcionista, Matrícula nº. 3297, para exercer as funções de DIRETOR DE
DEPARTAMENTO DE CURSOS DE FORMAÇÃO CONTINUADA E TECNOLÓGICA, nesta
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato municipalidade.
Grosso, ao 1º dia do mês de abril do ano de 2019.
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Jeferson Ferreira Gomes Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.


Prefeito Municipal
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se Grosso, aos 02 dias do mês de abril do ano de 2019.

Julio César Fernandes


Secretário Municipal de Administração Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal

PORTARIA Nº. 198/2019 Registra-se, Publica-se e Cumpra-se


DE: 01.04.2019
Julio César Fernandes
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, Secretário Municipal de Administração
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

RESOLVE, PORTARIA Nº. 201/2019


DE: 02.04.2019
Art. 1º. CONCEDER Adicional por Tempo de Serviço, correspondente
a 6% (seis por cento) a servidora abaixo relacionada, em conformidade com o art. 54, inciso V, da JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Lei Municipal n.º 1.329, de 29 de julho de 2011, nesta municipalidade. Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Mat. Servidor (a) Cargo Classificação
RESOLVE,
1687 Catia Quelli de Souza Silva Inspetor de Alunos I 4º
Art. 1º. SUSPENDER o pagamento da Gratificação por Conclusão do
Curso PRÓFUNCIONÁRIO concedida pela Portaria n.º 036, de 24 de janeiro de 2018, a servidora
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. efetiva ELISVÂNIA MIRANDA BOAVENTURA – Recepcionista, nesta municipalidade.

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário. Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 50
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a portaria PORTARIA Nº. 204/2019
nº. 036 de 24 janeiro de 2018. DE: 02.04.2019

Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Grosso, aos 02 dias do mês de abril do ano de 2019. Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

RESOLVE,
Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal Art. 1º. READAPTAR a servidora efetiva estável HAYUME CAMILLY
OLIVEIRA DE SOUZA – Educador Social, Matrícula nº 3276, em conformidade com o art. 15, da
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se Lei Municipal n.º 1.328/2011, e artigos 17 e 18 da Lei Municipal nº. 1.519/2014, nesta
municipalidade.
Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração Art. 2º. A READAPTAÇÃO da servidora será na SECRETARIA
MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, como AUXILIAR ADMINISTRATIVO.

PORTARIA Nº. 202/2019 Art. 3º. A segurada submeter-se-á ao processo de READAPTAÇÃO


DE: 02.04.2019 PROFISSIONAL solicitado pelo COMODORO-PREVI, em conformidade com o parágrafo único e
artigos 17 e 18 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014.
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
efeitos retroativos a 26 de dezembro de 2018.
RESOLVE,
Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário.
Art. 1º. EXONERAR para fins de aposentadoria por contribuição a
servidora efetiva AMÉLIA ALVARO DE OLIVEIRA – Professor PIII, Matrícula 233, Processo n.º Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
313/2019, conforme art. 51 da Lei Municipal 1.329, de 29 de julho de 2011 e incisos I, II, III e IV do Grosso, aos 02 dias do mês de abril do ano de 2019.
art. 6º da Emenda Constitucional n.º 041 de 2003, nesta municipalidade.

Art. 2º. Em função da aposentadoria da servidora, torna vago o cargo de Jeferson Ferreira Gomes
Professor PIII. Prefeito Municipal

Art. 3º. A Servidora será aposentada pelo Fundo Municipal de Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Previdência Social – COMODORO-PREVI, conforme inciso II, do art. 12 da Lei Municipal 1.519, de
23 de junho de 2014. Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração
Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
efeitos retroativos a 31 de março de 2019.
PORTARIA Nº. 206/2019
Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria DE: 05.04.2019
n.º 156, de 01 de abril de 1999.
Estabelece a Relação Municipal de Medicamentos Essenciais -
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato REMUME 2019 - 2020 no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da atualização do
Grosso, aos 02 dias do mês de abril do ano de 2019. elenco de medicamentos da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais - REMUME 2017.

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,


Jeferson Ferreira Gomes Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Prefeito Municipal
CONSIDERANDO que a execução de ações de assistência terapêutica
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se integral, inclusive farmacêutica, insere-se no campo de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS),
nos termos da alínea "d" do inciso I do art. 6º da Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990;
Julio César Fernandes CONSIDERANDO a Lei nº 12.401, de 28 de abril de 2011, que alterou a
Secretário Municipal de Administração Lei nº 8.080, de 1990, para dispor sobre a assistência terapêutica e a incorporação de tecnologia
em saúde no âmbito do SUS;
CONSIDERANDO a competência da Secretaria Municipal de Saúde
PORTARIA Nº. 203/2019 para dispor sobre a Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME) nos termos do art.
DE: 02.04.2019 27 do Decreto nº 7.508, de 2011;
CONSIDERANDO a Resolução nº 338/CNS/MS, de 06 de maio de
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, 2004, que aprova a Política Nacional de Assistência Farmacêutica;
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO a garantia do usuário de acesso universal e
igualitário à assistência terapêutica integral, nos termos do art. 28 do Decreto nº 7.508, de 28 de
RESOLVE, junho de 2011;
CONSIDERANDO a Portaria nº 533/GM/MS, de 28 de março de 2012
Art. 1º. READAPTAR a servidora efetiva estável MARIA LUIZA DE que estabeleceu o elenco de medicamentos e insumos da Relação Nacional de Medicamentos
PAIVA MARTINS – Monitor de Educação Básica, Matrícula 2406, em conformidade com o art. Essenciais (RENAME) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e suas atualizações;
15, da Lei Municipal n.º 1.329/2011, e artigos 17 e 18 da Lei Municipal nº. 1.519/2014, nesta CONSIDERANDO a Portaria nº 2.928, de 12 de dezembro de 2011, que
municipalidade. dispõe sobre os §§ 1º e 2º do art. 28 do Decreto n° 7.508, de 28 de junho de 2011, que versam
sobre a possibilidade dos entes federativos ampliarem o acesso do usuário à assistência
Art. 2º. A READAPTAÇÃO da servidora será na E. M. ÉRICO farmacêutica, desde que questões de saúde pública a justifiquem, e a competência do Ministério
VERÍSSIMO, como AUXILIAR DE ARTICULAÇÃO. da Saúde de estabelecer regras diferenciadas de acesso a medicamentos de caráter
especializado.
Art. 3º. A segurada submeter-se-á ao processo de READAPTAÇÃO CONSIDERANDO a Lei Complementar nº 141, de 13 de janeiro de
PROFISSIONAL solicitado pelo COMODORO-PREVI, em conformidade com o parágrafo único e 2012, que regulamenta o § 3º do art. 198 da Constituição Federal para dispor sobre os valores
artigos 17 e 18 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014. mínimos a serem aplicados anualmente pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios em
ações e serviços públicos de saúde;
Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com CONSIDERANDO a Resolução nº 1/CIT, de 17 de janeiro de 2012, que
efeitos retroativos a 26 de dezembro de 2018. estabelece as diretrizes nacionais da RENAME no âmbito do SUS; A seleção dos medicamentos
que serão ofertados pelos estados, Distrito Federal e municípios a partir da RENAME considerará
Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário. o perfil epidemiológico, a organização dos serviços e a complexidade do atendimento oferecido.
CONSIDERANDO a Portaria Interministerial nº 1, de 02 de janeiro de
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato 2014, que institui a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de
Grosso, aos 02 dias do mês de abril do ano de 2019. Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
CONSIDERANDO a Portaria GM/MS nº 199, de 30 de janeiro de 2014,
que institui a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, aprova as
Jeferson Ferreira Gomes Diretrizes para Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras no âmbito do Sistema Único de
Prefeito Municipal Saúde (SUS) e institui incentivos financeiros de custeio.
CONSIDERANDO a Portaria de Consolidação nº 2 de 28 de setembro
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se de 2017, que trata da consolidação das normas sobre as políticas nacionais de saúde do SUS.
CONSIDERANDO a Portaria de Consolidação nº 5 de 28 de setembro
de 2017, que trata da consolidação das normas sobre as ações e os serviços de saúde do SUS.
Julio César Fernandes CONSIDERANDO a Portaria de Consolidação nº 6 de 28 de setembro
Secretário Municipal de Administração de 2017, que trata da consolidação das normas sobre o financiamento e a transferência dos
recursos federais para as ações e os serviços de saúde do SUS.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 51
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

CONSIDERANDO a Resolução nº 25, de 31 de agosto de 2017, que Ácido Fólico + 400 MCG + Farmácia
estabelece as diretrizes de atualização da RENAME no âmbito do SUS. 05 Comprimido
Dextroalfatocoferol 10MG Municipal
CONSIDERANDO a Portaria nº 1.897, de 26 de Julho de 2017 que
Estabelece a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais - RENAME 2017 no âmbito do Farmácia
06 Ácido Valpróico 250 MG Cápsula
Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da atualização do elenco de medicamentos e insumos da Municipal
Relação Nacional de Medicamentos Essenciais - RENAME 2014. Farmácia
07 Ácido Valpróico 500 MG Cápsula
CONSIDERANDO o Decreto Nº 020/2015 de 20 de maio de 2015, que Municipal
Institui a Comissão de Farmácia e Terapia – CFT em Comodoro-MT.
Comprimido Farmácia
CONSIDERANDO a Instituição da REMUME – Relação Municipal de 08 Albendazol 400 MG
Mastigável Municipal
Medicamentos Essenciais do Município de Comodoro em 2019.
CONSIDERANDO a necessidade de aprimorar os instrumentos e Suspensão Farmácia
09 Albendazol 40 MG/ML
estratégias que asseguram e ampliam o acesso da população aos serviços de saúde, incluído o Oral Municipal
acesso aos medicamentos em estreita relação com os princípios da Constituição e da organização Alendronato de Farmácia
do SUS. 10 70 MG Comprimido
Sódio Municipal
CONSIDERANDO a necessidade de padronização do Elenco de
Medicamentos Essenciais de Urgência e Emergência utilizados nas Unidades Básicas de Saúde e Farmácia
11 Amitriptilina 25 MG Comprimido
nos estabelecimentos de maior complexidade em atendimento à saúde. Municipal
CONSIDERANDO que no âmbito de cada município, de forma Farmácia
suplementar, com base nas relações de medicamentos instituídas pelos gestores municipais do 12 Alopurinol 300 MG Comprimido
Municipal
SUS, e a responsabilidade pelo fornecimento será pactuada no Conselho Municipal de Saúde.
Receituário
CONSIDERANDO a necessidade de padronização de medicamentos de Farmácia
13 Amoxicilina 500 MG Cápsula Comum (duas
dispensação de caráter excepcional respeitando protocolos próprios, pois geralmente são de uso Municipal
vias)
contínuo e de custo mais elevado e de interesse em saúde pública.
CONSIDERANDO a reunião com todos os membros da CFT para Pó Suspensão Farmácia
14 Amoxicilina 25 MG/ML
discutir a atualização da Lista de Medicamentos Essenciais para o próximo biênio, Oral Municipal
Amoxicilina +
RESOLVE, 50 MG/ML + Pó Suspensão Farmácia
15 Clavulanato de
12,5MG/ML Oral Municipal
Potássio
Art. 1º. Fica estabelecida a Relação Municipal de Medicamentos
Essenciais - REMUME 2019 - 2020 no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da Amoxicilina +
875 MG + 125 Farmácia
atualização do elenco de medicamentos da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais - 16 Clavulanato de Comprimido
MG Municipal
RENAME 2017, conforme anexos. Potássio
Farmácia
Art. 2º. Fica estabelecido que o grupo de medicamentos do componente 17 Anlodipino 05 MG Comprimido
Municipal
básico (anexo I) será dispensado nas Unidades Referenciadas pela gestão.
Farmácia
18 Anlodipino 10 MG Comprimido
Art. 3º. A REMUME 2019 – 2020 estarão disponíveis na Farmácia Municipal
Municipal, com os prescritores e site oficial de publicação. Suspensão Farmácia
19 Azitromicina 40 MG/ML
Oral Municipal
Art. 4º. Esta Portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação Farmácia
revogando as disposições contrárias. 20 Azitromicina 500 MG Comprimido
Municipal
Art. 5º. Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. Benzoilmetronidaz Suspensão Farmácia
21 40 MG/ML
ol Oral Municipal
Art. 6º. Revogam-se as disposições em contrário. Farmácia
22 Biperideno 02 MG Comprimido
Municipal
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019. Farmácia
23 Carbamazepina 200 MG Comprimido
Municipal
Suspensão Farmácia
24 Carbamazepina 50 MG/ML
Jeferson Ferreira Gomes Oral Municipal
Prefeito Municipal
Carbonato de
Farmácia
25 Cálcio + 500 MG + 400UI Comprimido
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se Municipal
Colecalciferol
Julio César Fernandes Farmácia
26 Carvedilol 3,125 MG Comprimido
Secretário Municipal de Administração Municipal
Farmácia
ANEXO I 27 Carvedilol 6,25 MG Comprimido
Municipal
Relação Municipal de Medicamentos do Componente Básico da
Assistência Farmacêutica Farmácia
28 Carvedilol 12,5 MG Comprimido
O Componente Básico da Assistência Farmacêutica (CBAF) é Municipal
constituído por uma relação de medicamentos voltados aos principais agravose programas de Farmácia
saúde da Atenção Básica. 29 Carvedilol 25 MG Comprimido
Municipal
O financiamento deste componente é responsabilidade dos três entes
Farmácia
federados, sendo o repasse financeiro regulamentado pela Portaria GM/MS n° 1.555, de 30 de 30 Cefalexina 500 MG Comprimido
Municipal
julho de 2013 e suas atualizações. Esse recurso pode ser utilizado somente para aquisição de
itens desse componente, devendo ser custeadas com Recursos Vinculados da AF – Assistência Suspensão Farmácia
31 Cefalexina 25 MG/ML
Farmacêutica dos três entes federados, bem como com Recursos Próprios do município, Oral Municipal
ressalvadas as variações de organização pactuadas por estados e regiões de saúde. Farmácia
A responsabilidade pela aquisição e pelo fornecimento dos itens à 32 Clomipramina 10 MG Comprimido
Municipal
população fica a cargo do ente municipal,
Abaixo, os medicamentos do Elenco Municipal do Componente Básico Farmácia
33 Clomipramina 25 MG Comprimido
da Assistência Farmacêutica que devem ser adquiridos e dispensados pelo município. Municipal
Farmácia
34 Clonazepam 02 MG Comprimido
LISTA DE MEDICAMENTOS ESSENCIAIS DO COMPONENTE BÁSICO Municipal
REMUME 2019 - 2020 COMODORO/MT Farmácia
35 Clonazepam 2,5 MG Solução Oral
Municipal
Cloreto de Sódio +
Farmácia
TIPO DE 36 Cloreto de 0,9% + 1 MG/ML Solução Nasal
FORMA Municipal
ITE CONCENTRAÇ LOCAL DE RECEITUÁRIO Benzalcônio
MEDICAMENTO FARMACEUTI
M ÃO ACESSO Prescrição Cloridrato de Farmácia
CA Lista 37 100 MG Comprimido
Médica Clorpromazina Municipal
Farmácia Receituário Cloridrato de Farmácia
01 Aciclovir 200 MG Comprimido - 38 25 MG Comprimido
Municipal Comum Clorpromazina Municipal
Ácido Farmácia Farmácia
02 100 MG Comprimido 39 Colchicina 0,5 MG Comprimido
Acetilsalicílico Municipal Municipal
Farmácia Receita de
03 Acetilcisteína 20 MG/ML Xarope
Municipal Cloridrato de Farmácia Controle
40 20 MG Cápsula “C1”
Fluoxetina Municipal Especial (duas
Farmácia
04 Ácido Fólico 05 MG Comprimido vias)
Municipal
41 Cloridrato de 10 MG Comprimido Farmácia

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 52
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Imipramina Municipal Farmácia


79 Levonorgestrel 0,75 MG Comprimido
Cloridrato de Farmácia Municipal
42 25 MG Comprimido
Imipramina Municipal Levotiroxina Farmácia
80 25 MCG Comprimido
Cloridrato de Farmácia Sódica Municipal
43 10 MG Comprimido
Metoclopramida Municipal Levotiroxina Farmácia
81 50 MCG Comprimido
Cloridrato de Farmácia Sódica Municipal
44 4 MG/ML Solução Oral
Metoclopramida Municipal Levotiroxina Farmácia
82 100 MCG Comprimido
Cloridrato de Farmácia Sódica Municipal
45 25 MG Comprimido
Prometazina Municipal Medroxiprogestero Farmácia
83 150 MG/ML Ampola
Decanoato de Farmácia na Municipal
46 50 MG/ML Ampola
Haloperido Municipal Farmácia
84 Metildopa 250 MG Comprimido
Farmácia Municipal
47 Dexametasona 1% Creme tópico
Municipal Farmácia
85 Metoprolol 25 MG Comprimido
Dexametasona + Solução Farmácia Municipal
48 0,1 + 0,35 %
Neomicina Oftálmica Municipal Farmácia
86 Metronidazol 400 MG Comprimido
Farmácia Municipal
49 Dexclorfeniramina 02 MG Comprimido
Municipal Farmácia
87 Metronidazol 100 MG/G Creme vaginal
Farmácia Municipal
50 Dexclorfeniramina 0,4 MG/ML Solução Oral
Municipal Farmácia
88 Miconazol 20 MG Creme Tópico
Farmácia Municipal
51 Diazepam 05 MG Comprimido
Municipal Neomicina,
Farmácia
Farmácia 89 Associada com 5MG + 250UI/G Pomada Tópica
52 Digoxina 0,25 MG Comprimido Municipal
Municipal Bacitracina

Farmácia Farmácia
53 Dipirona 500 MG Comprimido 90 Mikania Glomerata 35 MG/ML Solução Oral
Municipal Municipal

Farmácia Farmácia
54 Dipirona 500 MG/ML Solução Gotas 91 Nistatina 25.000 UI/G Creme vaginal
Municipal Municipal

Divalproato de Comprimido Farmácia Suspensão Farmácia


55 250 MG 92 Nistatina 100.000UI
Sódio Revestido Municipal Oral Municipal

Divalproato de Comprimido Farmácia Farmácia


56 500 MG 93 Nitrofunrantoína 100 MG Cápsula
Sódio Revestido Municipal Municipal

Farmácia Farmácia
57 Doxazosina 02 MG Comprimido 94 Noretisterona 0,35 MG Comprimido
Municipal Municipal

Farmácia Farmácia
58 Enalapril 20 MG Comprimido 95 Omeprazol 20 MG Cápsula
Municipal Municipal

Enantato de Farmácia
96 Paracetamol 500 MG Comprimido
Noretisterona + Farmácia Municipal
59 50 MG + 5 MG Ampola
Valerato de Municipal Suspensão Farmácia
97 Paracetamol 200MG/ML
Estradiol Oral Municipal
Farmácia Farmácia
60 Espironolactona 25 MG Comprimido 98 Prednisona 05 MG Comprimido
Municipal Municipal
Escopolamina Farmácia
99 Prednisona 20 MG Comprimido
Butilbrometo, Farmácia Municipal
61 10MG + 250MG Comprimido
Associada com Municipal Sais para Re-
Dipirona Sódica hidratação Oral
Etinilestradiol + Farmácia composto por: 1,75g + 10g +
62 0,03 + 0,15 MG Comprimido Pó Solução Farmácia
levonorgestrel Municipal 100 Cloreto Sódio + 1,45 g + 0,75g +
Oral Municipal
Farmácia Glicose, + Citrato 0,75g
63 Fenitoína Sódica 100 MG Comprimido de Sódio + Cloreto
Municipal
Potássio.
Farmácia
64 Fenobarbital 100 MG Comprimido Farmácia
Municipal 101 Salbutamol 0,4 MG/ML Xarope
Municipal
Farmácia
65 Fenobarbital 40 MG/ML Solução Gotas Pó Solução Farmácia
Municipal 102 Secnidazol 30 MG/ML
Oral Municipal
Farmácia
66 Finasterida 05 MG Comprimido Farmácia
Municipal 103 Sinvastatina 20 MG Comprimido
Municipal
Farmácia
67 Fluconazol 150 MG Comprimido Sulfametoxazol + 40MG/ML + Suspensão Farmácia
Municipal 104
Trimetoprima 8MG/ML Oral Municipal
Farmácia
68 Furosemida 40 MG Comprimido Sulfametoxazol + Farmácia
Municipal 105 400 MG + 80 MG Comprimido
Trimetoprima Municipal
Farmácia
69 Haloperidol 05 MG Comprimido Farmácia
Municipal 106 Sulfato Ferroso 40 MG Comprimido
Municipal
Hidróxido de Farmácia
70 61,5 MG/ML Comprimido Farmácia
Alumínio Municipal 107 Sulfato Ferroso 25 MG/ML Solução Gotas
Municipal
Farmácia
71 Ibuprofeno 600 MG Comprimido Farmácia
Municipal 108 Talidomida 10 MG Comprimido
Municipal
Suspensão Farmácia
72 Ibuprofeno 50 MG/ML Farmácia
Oral Municipal 109 Varfarina Sódica 05 MG Comprimido
Municipal
Insulina Humana Farmácia
73 100 UI Ampola Farmácia
NPH Municipal 110 Valproato de Sódio 50 MG/ML Xarope
Municipal
Insulina Humana Farmácia
74 100 UI Ampola
Regular Municipal
Farmácia ANEXO II
75 Isoflavona de Soja 75 MG Comprimido
Municipal Relação Nacional de Medicamentos do Componente das Urgências e
Farmácia Emergências da Assistência Farmacêutica
76 Itraconazol 100 MG Cápsula
Municipal
Farmácia A Unidade Básica de Saúde disporá de insumos e medicamentos
77 Ivermectina 06 MG Comprimido indicados para o primeiro atendimento nos casos de urgência e emergência. Os insumos e
Municipal
medicamentos são indispensáveis ao primeiro atendimento de urgência e emergência ao usuário,
Levodopa + Farmácia para a estabilização e manutenção da vida até que possa ser referenciada para outro nível de
78 100 MG + 25 MG Comprimido
Benserazida Municipal atenção caso seja necessário, estando garantidos na UBS.

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 53
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Solução
Os medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica 26 Metoclopramida 05 MG UBS
Injetável
garantem a execução do tratamento, do plano terapêutico, da promoção da saúde e da redução de
agravos. As UBS deverão ser abastecidas com quantidade suficiente para assegurar a cobertura N- Solução
27 20 MG/ML UBS
do território, de maneira regular e programada, de tal forma que uma falta eventual de Butiescopolamina Injetável
medicamentos não comprometa a resolutividade dos tratamentos. Solução
28 Prometazina 25 MG/ML UBS
Injetável
Portanto esses medicamentos devem estar à disposição nas Unidades
Solução
Básicas de Saúde/Saúde da Família/Postos de saúde utilizados para o atendimento às urgências 29 Ranitidina 25 MG/ML UBS
Injetável
clínicas.
Solução
30 Ringer Lactato 500 ML UBS
A responsabilidade pela aquisição e pela administração dos itens aos Injetável
pacientes fica a cargo do ente municipal, Solução
31 Sulfato de Atropina 0,5 MG/ML UBS
Injetável
O financiamento desse componente pode ser de responsabilidade dos
três entes federados, sendo o repasse financeiro regulamentado pela Portaria GM/MS n° 1.555 de Solução
32 Tramadol 50 MG/ML UBS
30 de julho de 2013, quando couber, dando preferência ao custeio com Recursos vinculados do Injetável
PAB, MAC e Recursos Próprios do município, ressalvadas as variações de organização pactuadas Vitaminas do Solução
por estados e regiões de saúde. 33 02 ML UBS
Complexo B Injetável

Abaixo, os medicamentos do Elenco Municipal do Componente das


Urgências e Emergências da Assistência Farmacêutica que devem ser adquiridos e administrados
aos pacientes pelo município nas Unidades Básicas de Saúde ou de maior complexidade.
PORTARIA Nº. 207/2019
LISTA DE MEDICAMENTOS ESSENCIAIS DO COMPONENTE DAS URGÊNCIAS E DE: 05.04.2019
EMERGÊNCIAS
REMUME 2018 - 2020 COMODORO/MT JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

RESOLVE,
TIPO DE
FORMA LOCAL RECEITUÁRIO Art. 1º. READAPTAR a servidora efetiva estável MARIA DIRCE
CONCENTRAÇ
ITEM MEDICAMENTO FARMACEUTIC DE ALEXANDRE – Professor PII, Matrícula nº 1515, em conformidade com o art. 15, da Lei
ÃO
A ACESSO Lista Prescrição Municipal n.º 1.329/2011, e artigos 17 e 18 da Lei Municipal nº. 1.519/2014, nesta municipalidade.
Médica
Solução Art. 2º. A READAPTAÇÃO da servidora será na ESCOLA MUNICIPAL
01 Água Destilada --- UBS
Injetável NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS, como AUXILIAR DE ARTICULAÇÃO.
02 Álcool 70% Solução UBS
Art. 3º. A segurada submeter-se-á ao processo de READAPTAÇÃO
Antimoniato de N- Solução PROFISSIONAL solicitado pelo COMODORO-PREVI, em conformidade com o parágrafo único e
03 300 MG/ML UBS
metilglucamina Injetável artigos 17 e 18 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014.
Benzilpenicilina Suspensão
04 1.200.000 UI UBS Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
Benzatina Injetável
efeitos retroativos a 20 de março de 2018.
Suspensão
05 Ceftriaxona 01 G UBS
Injetável
Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário.
Solução
06 Cloreto de Sódio 9% - 500 ML UBS
Injetável Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Solução Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019.
07 Cloreto de Sódio 9% - 100 ML UBS
Injetável
Solução Jeferson Ferreira Gomes
08 Dexametasona 04 MG/ML UBS
Injetável Prefeito Municipal
Solução
09 Diazepam 05 MG/ML UBS Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Injetável
Solução
10 Diclofenaco Sódico 25 MG/ML UBS Julio César Fernandes
Injetável
Secretário Municipal de Administração
Dimenidrato +
3 MG + 5 MG + Receituário
Cloridrato de Solução
11 100 MG + 100 UBS Comum (duas
Piridoxina + Injetável PORTARIA Nº. 208/2019
MG/ML vias)
Glicose + Frutose DE: 05.04.2019
Solução
12 Dipirona 500 MG UBS
Injetável JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Solução
13 Epinefrina 01 MG/ML UBS
Injetável
RESOLVE,
Solução para
14 Fenoterol 05 MG/ML UBS
Inalação Art. 1º. READAPTAR a servidora efetiva estável MARIA IVANIA
Solução BANDEIRA RODRIGUES – Monitor de Educação Básica, Matrícula nº 592, em conformidade
15 Fitomenadiona 10 MG/ML UBS com o art. 15, da Lei Municipal n.º 1.329/2011, e artigos 17 e 18 da Lei Municipal nº. 1.519/2014,
Injetável
nesta municipalidade.
Solução
16 Furosemida 10 MG/ML UBS
Injetável Art. 2º. A READAPTAÇÃO da servidora será na ESCOLA MUNICIPAL
Solução ÉRICO VERÍSSIMO, como INSPETOR DE ALUNOS.
17 Gentamicina 80 MG/ML UBS
Injetável
Art. 3º. A segurada submeter-se-á ao processo de READAPTAÇÃO
Solução
18 Glicose 50% UBS PROFISSIONAL solicitado pelo COMODORO-PREVI, em conformidade com o parágrafo único e
Injetável
artigos 17 e 18 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014.
Solução
19 Glicose 5% - 250ML UBS
Injetável Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
Suspensão efeitos retroativos a 20 de março de 2018.
20 Hidrocortisona 500 MG UBS
Injetável
Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário.
Suspensão
21 Hidrocortisona 100 MG UBS
Injetável Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Solução para Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019.
22 Ipratrópio 0,25 MG/ML UBS
Inalação
Comprimido Jeferson Ferreira Gomes
23 Isossorbida 05 MG UBS
Sublingual Prefeito Municipal
Solução
24 Lidocaína 02% UBS
Injetável Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
25 Lidocaína 02% Gel Tópico UBS

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 54
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Julio César Fernandes


Secretário Municipal de Administração Art. 3º. O segurado submeter-se-á ao processo de READAPTAÇÃO
PROFISSIONAL solicitado pelo COMODORO-PREVI, em conformidade com o parágrafo único e
artigos 17 e 18 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014.
PORTARIA Nº. 209/2019
DE: 05.04.2019 Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
efeitos retroativos a 20 de março de 2018.
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário.

RESOLVE, Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato


Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019.
Art. 1º. READAPTAR a servidora efetiva estável LEANDRA
FRANCISCA PEREIRA – Auxiliar de Serviços Gerais, Matrícula nº 3190, em conformidade com
o art. 15, da Lei Municipal n.º 1.329/2011, e artigos 17 e 18 da Lei Municipal nº. 1.519/2014, nesta Jeferson Ferreira Gomes
municipalidade. Prefeito Municipal

Art. 2º. A READAPTAÇÃO da servidora será na ESCOLA MUNICIPAL Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
PROFESSORA HELENA MATIUZZO FÉLIX, como INSPETOR DE ALUNOS.
Julio César Fernandes
Art. 3º. A segurada submeter-se-á ao processo de READAPTAÇÃO Secretário Municipal de Administração
PROFISSIONAL solicitado pelo COMODORO-PREVI, em conformidade com o parágrafo único e
artigos 17 e 18 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014.
PORTARIA Nº. 212/2019
Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com DE: 05.04.2019
efeitos retroativos a 20 de março de 2018.
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário. Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato RESOLVE,


Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019.
Art. 1º. REVOGAR a Portaria nº. 100, de 18 de fevereiro de 2019, que
concedeu licença para tratamento de saúde, a servidora efetiva ROSELAINE DOS SANTOS –
Jeferson Ferreira Gomes Gari - Matrícula nº. 2239, para regressar as suas atividades a partir do dia 02.04.2019, nesta
Prefeito Municipal municipalidade.

Registra-se, Publica-se e Cumpra-se Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
efeitos retroativos a 02 de abril de 2019.
Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Portaria
nº. 100, de 18 de fevereiro de 2019.

PORTARIA Nº. 210/2019 Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato


DE: 05.04.2019 Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019.

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,


Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal
RESOLVE,
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Art. 1º. READAPTAR ao servidor efetivo estável JOSÉ ALVES
BATISTA – Professor PII, Matrícula nº 2410, em conformidade com o art. 15, da Lei Municipal n.º
1.329/2011, e artigos 17 e 18 da Lei Municipal nº. 1.519/2014, nesta municipalidade. Julio César Fernandes
Secretário Municipal de Administração
Art. 2º. A READAPTAÇÃO do servidor será na ESCOLA MUNICIPAL
PROFESSORA HELENA MATIUZZO FÉLIX, como AUXILIAR DE ARTICULAÇÃO.
PORTARIA Nº. 213/2019
Art. 3º. O segurado submeter-se-á ao processo de READAPTAÇÃO DE: 05.04.2019
PROFISSIONAL solicitado pelo COMODORO-PREVI, em conformidade com o parágrafo único e
artigos 17 e 18 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014. JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Art. 4º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
efeitos retroativos a 20 de março de 2018. RESOLVE,

Art. 5º. Revogam-se as disposições em contrário. Art. 1º. ADQUIRIR 10 (dez) dias de férias do servidor abaixo
relacionado, nesta municipalidade.
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato Mat. Servidor (a) Cargo Abono Pecuniário
Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019.
1684 Eder Paulo Caldeira Assistente Administrativo/Coordenador 05.04.19 a 14.04.19
Santana do APLIC
Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
Julio César Fernandes Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Secretário Municipal de Administração Grosso, aos 05 dias do mês de abril do ano de 2019.

PORTARIA Nº. 211/2019 Jeferson Ferreira Gomes


DE: 05.04.2019 Prefeito Municipal

JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro, Registra-se, Publica-se e Cumpra-se


Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Julio César Fernandes
RESOLVE, Secretário Municipal de Administração

Art. 1º. READAPTAR ao servidor efetivo estável MAURO SEGALA DE


MOURA – Gari, Matrícula nº 3610, em conformidade com o art. 15, da Lei Municipal n. º PORTARIA Nº. 214/2019
1.329/2011, e artigos 17 e 18 da Lei Municipal nº. 1.519/2014, nesta municipalidade. DE: 08.04.2019
Art. 2º. A READAPTAÇÃO do servidor será NO SETOR DE LIMPEZA JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
URBANA, como GARI (SERVIÇO COM ESFORÇO MODERADO). Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,

Publicação Oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso – Lei Complementar 475 de 27 de setembro de 2012
Coordenação:SECRETARIA GERAL DO TRIBUNAL PLENO: Telefone (65) 3613-7678 - e-mail: doc_tce@tce.mt.gov.br
Rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, S/N, Edifício Marechal Rondon – Centro Político Administrativo – Cuiabá-MT – CEP 78049-915
Diário Oficial de Contas
Tribunal de Contas de Mato Grosso
Ano 8 Nº 1604 – Página 55
Divulgação quinta-feira, 25 de abril de 2019 Publicação sexta-feira, 26 de abril de 2019

Julio César Fernandes


RESOLVE, Secretário Municipal de Administração

Art. 1º. CONCEDER licença para tratamento de saúde, a partir de


07.04.2019 ao servidor efetivo ROGÉRIO MANDU DA SILVA – Médico Veterinário, Matrícula PORTARIA Nº. 217/2019
3751, lotado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, em DE: 08.04.2019
conformidade com a alínea “b”, do art. 50, da Lei Municipal n.º 1.328, de 29 de julho de 2011, nesta
municipalidade. JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
Art. 2º. O servidor deverá ser colocado à disposição do COMODORO-
PREVI, a partir de 07 de abril de 2019, com os ônus relativos aos vencimentos e demais RESOLVE,
incidências ao encargo daquele órgão previdenciário inclusive perícia médica, até o final do
afastamento, em consonância com o art. 16 da Lei Municipal n.º 1.519, de 23 de junho de 2014. Art. 1º. CONCEDER FÉRIAS Regulamentares de 30 (trinta) dias a
servidora municipal abaixo relacionada, nesta municipalidade.
Art. 3º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com
Mat. Servidor(a) Função Período Aquisitivo Período de Gozo
efeitos retroativos a 07 de abril de 2019.
969 Josefa Maria Cardoso Zelador 21.02.17 a 20.01.18 08.04.19 a 07.05.19
Art. 4º. Revogam-se as disposições em contrário.

Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato


Grosso, aos 08 dias do mês de abril do ano de 2019. Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.


Jeferson Ferreira Gomes
Prefeito Municipal Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato
Grosso, aos 08 dias do mês de abril do ano de 2019.
Registra-se, Publica-se e Cumpra-se

Julio César Fernandes Jeferson Ferreira Gomes


Secretário Municipal de Administração Prefeito Municipal

Registra-se, Publica-se e Cumpra-se


PORTARIA Nº. 215/2019 Julio César Fernandes
DE: 08.04.2019 Secretário Municipal de Administração
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais,
PORTARIA Nº. 218/2019
RESOLVE, DE: 09.04.2019

Art. 1º. CONCEDER FÉRIAS Regulamentares de 30 (trinta) dias a “Nomeia o Candidato aprovado/classificado no Concurso Público
servidora municipal abaixo relacionada, nesta municipalidade. de Provas e Títulos do Poder Executivo/Prefeitura, em conformidade com o Edital de
Convocação nº 012, de 28 de fevereiro de 2019, Decretos de Homologações n.º 033, de 10 de
Mat. Servidor(a) Função Período Aquisitivo Período de Gozo agosto de 2018 e nº. 034, de 30 de agosto de 2018, e dá outras providências.”
312 Roseli Paulino Professor PIII 01.01.18 a 31.12.18 01.03.19 a 30.03.19
JEFERSON FERREIRA GOMES, Prefeito Municipal de Comodoro,
Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, exaradas no art. 58, inciso XI, e art.
148, inciso II, alínea “a” combinado com os art. 99 da Lei Orgânica do Município; e com o disposto
Art. 2º. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com no Regime Jurídico Único/RJU (Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos
efeitos retroativos a 01 de março de 2019. Servidores da Prefeitura Municipal de Comodoro (MT) Lei Municipal n.º 1.326, de 29 de julho
de 2011 e Estatuto dos Servidores Públicos de Comodoro (MT) Lei Municipal n.º 1.328, de 29
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário. de julho de 2011), no que couber e,
Gabinete do Prefeito Municipal de Comodoro, Estado de Mato CONSIDERANDO os termos do Edital de abertura do Concurso Público
Grosso, aos 08 dias do mês de abril do ano de 2019. n.º