ESEV

Escola Superior de Educação de Viseu Artes Plásticas e Multimédia
Ano lectivo - 10/11
1ºsemestre
Docente - Ivan Terra (ivan.terra@esev.ipv.pt)

que transmitem através de informação pré-processada no nervo óptico. dando ao designer uma linguagem comum poderosa com que exprimir disposição. entretenimento. . emoção e significado.(wikipédia) A cor é o elemento que traz uma dimensão acrescida. quase mágica.Cor “A cor é uma percepção visual provocada pela ação de um feixe de fotões sobre células especializadas da retina. Pode ser usada como um apelo. inspiração. a uma comunicação visual. destaque ou como uma marca identificadora. impressões para o sistema nervoso”. Reflecte o mundo quotidiano e a experiência humana.

Cor As cores podem ser consideradas quentes ou frias. os azuis e o branco para higiene. claras ou escuras. Isto pode ser visto na forma como os verdes são utilizados para frescura. suaves ou fortes. o vermelho para perigo e o roxo para riqueza .

Os vermelhos e laranjas do lado esquerdo. . que transmitem sensações de tranquilidade. os azuis e verdes do lados direito são cores frias. são cores quentes. designa a capacidade que as cores têm de parecer quentes ou frias.Cor A temperatura das cores. vibrantes. Pôr outro lado.

Saturação : A saturação refere-se à vibração e pureza da cor. .(Intesidade) Brilho: O brilho refere-se à quantidade de luz que foi utilizada para produzir a cor em questão. estamos a identificar o seu matiz.Cor Atributos da cor Matiz : Quando nos referimos a uma cor como sendo “laranja”.

.a intensidade que está relacionada como a percepção do brilho e da claridade .Cor As variáveis básicas da luz são: .a frequência que nós humanos percepcionamos com a cor da luz. O espectro de luz detectável pelo olho humano é limitado e em termos de comprimentos de onda vai aproximadamente dos 380 nm (extremo violeta) até aos 740nm (extremo vermelho).).

. relacionada com a intensidade/quantidade luminosa (detectada pelos bastonetes). Crominância. relacionada com a composição espectral (detectada pelos cones). Luminância. .Cor A luz pode ainda ser caracterizada segundo duas características independentes: .

Modelos Perceptivos (HSB/HSL) Para uso em aplicações de Computação Gráfica -Modelos “Luma + Croma” (Y’UV/Y’CbCr/ Y’DbDr/Y’IQ) Para emissão televisiva a cores *Iremos Abordar .Cor.Modelos modelos de cores -Modelos de Sistema Aditivo (RBM)* Para uso em monitores/televisores e em projecção .Modelos de Sistema Subtractivo (CMYK) * Para uso em impressão .

com quatro primárias. mas convém deixar claro que não se trata de um modelo diferente.sistema aditivo O principal modelo de cor segundo o sistema de três cores primárias aditivas é o RGB.Cor. . Algumas aplicações de imagem mencionam um “RGBA”. O quarto canal (“Alpha”) não corresponde a uma cor. sendo usado para definir diferentes níveis de transparência.

Green. Magenta e Amarelo. Combinando as três primárias em “igual quantidade” obtêm-se branco Se por exemplo na usa imagem tem excesso de amarelo deve controlá-lo com os canais "Red/Green" ou usando a cor oposta. Blue) Combinando duas destas cores aditivas primárias em “igualquantidade” produzem-se as cores aditivas secundárias (ou cores subtractivas primárias): Ciano. é o "Blue" .RGB (Red. o "Blue". que no caso do amarelo. A cor oposta é aquela que não é usada na soma de cores.

99.RGB (web) Na web deve-se pensar na cor como num modo altamente técnico. FF). 33. . 66. que limitam cada componente RGB aos valores hexadécimais ( 00. usa uma palete reduzida – só 256 cores – as ditas web save colors. por isso. para garantir que as cores vistas são as cores pretendidas. O designer não sabe à partida de que dispositivos irão os seus visitantes dispor. CC.

as cores primárias subtractivas são o Ciano (C). o Magenta (M) e o Amarelo (Y). As secundárias no sistema cores aditivo são primárias no subtractivo. Magenta.CMY (Cyan. e vice-versa . Yellow) Na impressão a cores.

. pelo que as partes absorvidas e reflectidas são também diferentes. uma camisola “vermelha” parece vermelha. pois a luz que sobre ela incide tem uma composição espectral diferente. O que realmente se passa é que a camisola absorve alguns dos comprimentos de onda que compõem a luz branca. pois nesse caso seria visível no escuro. a mesma camisola “vermelha” aparenta por vezes outra cor. . luz solar). reflectindo apenas o comprimento de onda que nós humanos vemos como vermelho (e isso depende da forma como os nossos olhos e o nosso cérebro funcionam). ex. Quando vista sob uma luz diferente (p. ela não emite luz vermelha (como num sistema aditivo).Sistema subtractivo Por exemplo. quando vista sob uma luz branca. Contudo. iluminação 11 nocturna vs.

Impressão Um ideia comum mas errada é pensar que este modelo se baseia na efectiva misturade pigmentos ou tintas (como nas aguarelas ou no tingimento de tecidos). verde e azul — em cada píxel. Contudo. havendo muito pouca mistura.) . Combinando pontos suficientemente pequenos (o seu tamanho é indicado pela resolução da impressora: DPI.12 (Da mesma forma. ver-se-ão pontos impressos lado a lado. “Dots per Inch” ou “Pontos por Polegada”). e não uma única luzinha multicolor. se se observar ao microscópio uma página impressa. num monitor de computador há três minúsculas luzes de intensidade variável — de cores vermelha. pela qual percepcionamos uma área constituída por minúsculos pontos magenta e amarelos colocados lado ao lado como sendo uma área vermelha uniforme. cria-se uma ilusão óptica (“efeito integrador da vista humana”).

cada um deles com 256 níveis de luminosidade diferentes. Sendo assim. enquanto um monitor de vídeo forma um pixel utilizando três canais de cores (RGB). necessitando de muitos pontos de impressão para obter o efeito de um único pixel na imagem do monitor. mas mesmo assim haverá menos opções que as disponíveis em um monitor. A impressora trabalha com pontos formados por quatro canais de cores (normalmente o padrão CMKY). o número de cores que podem ser gerados pela impressora em um ponto é 24 = 16.216 pixels diferentes. cada um deles com apenas uma opção de intensidade (quantidade fixa de tinta por canal). com determinado número de pixels por polegada.Impressão Uma impressora jato de tinta necessita um número bem maior de pontos por polegada para imprimir com qualidade semelhante uma imagem mostrada no monitor de vídeo. A maioria das impressoras resolve essa limitação utilizando recursos de meio-tom (ou dithering) para simular cores adicionais. Algumas impressoras têm capacidade de variar a quantidade de tinta de cada canal de cor ou ter canais de cores adicionais. .777. enquanto um monitor de vídeo pode gerar 2563 = 16.

As razões para tal facto são várias. o Preto (K.CMY versus CMYK Embora em teoria o sistema CMY funcione. em que. e apresentamo-las no slide seguinte. na prática a impressão a cores é feita recorrendo ao modelo CMYK (dito de “impressão a quatro cores” ou “quadricromia”). para além das tintas do modelo CMY. se usa uma quarta tinta. “Black” ou “Key”). .

). etc. o que é um problema em impressão rotativa de alta velocidade (não há tempo para a tinta secar) e/ou em papel de baixa gramagem (p. . ex. ou aquele resultaria pouco nítido. porque na prática é impossível produzir pigmentos CMY suficientemente puros.Porquê optar pelo CMYK? Conforme dito. imprimir texto usando as três tintas exigiria uma maior precisão no alinhamento dos planos.. -Misturar enormes quantidades das três cores CMY simplesmente para obter preto tornaria o papel demasiado húmido (se não for usado toner seco).Usar tamém a tinta preta torna a impressão mais barata. papel de jornal). pois . -O texto é geralmente preto e inclui muito detalhe (serifas. o sistema CMY só teoricamente produz um tom puro de preto.

O sistema Pantone também permite que cores especiais sejam impressas. um sistema de cores utilizado em uma variedade de indústrias especialmente a indústria gráfica. além de ocasionalmente na indústria têxtil. a Pantone Inc. é famosa pela “Escala de Cores Pantone” (”Pantone Matching System” ou PMS). à mais de quarenta anos a indústria americana de tintas Pantone desenvolveu um sistema numérico de cores de tintas e conseguiu manter uma alta regularidade e padrão na produção destas. Mas por que a Pantone se tornou sinónimo de cor? Simples. Estados Unidos.Pantone Fundada em 1962 em New Jersey. de tintas e plásticos. . tais como as cores metálicas e fluorescentes. O sistema Pantone é baseado em uma mistura específica de pigmentos para se criar novas cores.

terra@esev.Ivan Terra ( ivan.FIM Docente .pt) .ipv.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful