You are on page 1of 3

livro: fundamentos da biologia moderna amabis e martho editora moderna paginas:445, 446, 447, 448

* sistema nervoso humano o sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. ele identifica as condições ambientais externas e as do próprio corpo; em seguida elabora respostas que possibilitam a adaptação do corpo a essas condições.

*célula nervosa: neurônio * estrutura do neurônio um neurônio típico apresenta três partes: corpo celular.axônio axônios é um prolongamento fino.rede neuronal os neurônios formam uma intricada rede. isto é. cuja função está em transmitir para outras células os impulsos nervosos provenientes do corpo celular . manifestada pelos seres vivos. * funcionamento do neurônio o impulso nervoso que percorre o neurônio é de natureza elétrica e resulta de alterações nas cargas elétricas das superfícies interna e externa da membrana plasmática da célula nervosa.. chamada potencial de ação. os corpos celulares dos neurônios concentram-se no sistema nervoso central. que têm o papel de estações de processamento e de transmissão de informações. chamada potencial de repouso. no encéfalo e na medula. genericamente chamamos fibras nervosas. que era de aproximadamente -70 . que atuam como cabos de transmissão de impulsos nervosos. conectando os corpos celulares dos neurônios entre si e às células sensorias. é chamada homeostase. sua superfície externa. tal inversão de cargas. dura apenas 1. e também em pequenas estruturas globosas espalhadas pelo corpo. essa diferençade potencial entre os lados interno e externo da membrana. musculares e glandulares. esse íon. levando o potencial da membrana. a membrana se despolariza. isto é.potencial de repouso a membrana plasmáticado neurônio em repouso é polarizada. e o potássio a entrar. deve-se pricipalmente à diferença de concentração de íons de sódio (Na+) e de potássio (K+) dentro e fora da célula. . e pelos corpos celulares de neurônios.homeostase a capacidade de ajustamento às variações ambientais. ou seja. geralmentemais longo que os dendritos. estendem-se por todo o corpo. penetra rapidamente na célula. os dendritos e os axônios.5 milésimos de segundo e decorre do fato de a membrana tornar-se permeável ao sódio durante um curto espaço de tempo. por estar em maior concentração no meio celular externo. . em que o sódio é forçado a sair da célula. comparável.potencial de ação quando um estímulo adequado atinge oneurônio. a diferença iônica é mantida através de um mecanismo de bombeamento ativo de íons pela membrana celular.corpo celular corpo celular é a parte mais volumosa da célula nervosa.dendritos são prolongamentos finos e geralmente ramificados que conduzem os estímulos captados( do ambiente ou de outras células ) em direção ao corpo celular . sua superfície interna torna-se positiva em relação à externa. dendritos e axônio . ao sistema telefônico de uma grande cidade. em certos aspectos. onde se localizam o núcleo e a maior parte das estruturas citoplasmáticas . a rede nervosa é formada pelos axônios e pelos dendritos. os gânglios nervosos.

. uma onda de despolarizações e repolarizações que se propaga ao longo da membrana plasmática do neurônio. entre os neurotransmissores conhecidos destacam-se a aceticolina. ao chegar ás extremidades do axônio. para algo em torno +35 milivolts (potencial de ação). . podem desecadear potenciais de ação em vários neurônios. entretanto .neurotransmissores quando o impulso nervoso atinge as extremidades do axônio ocorre liberação. nela desencadeando um novo impulso nervoso. . ele é sempre igual e não depende da intensidade da estimulação. um estímulo provoca. estabelecendo com eles a sinapse neuromuscular. assim. entre elas há um pequeno espaço. logo o excesso de íons positivos é bombeado para fora da célula e a membrana se repolariza. nos espaços sinápticos. o estímulo de menor intensidade capaz de gerar um potencial de ação é denominado estímulo limiar. os cientistas já identificaram mais de dez substâncias que atuam como neurotransmissores e tudo indica que outras ainda serão descorbetas.sinapse neuromuscular muitos neurônios têm suas terminações axônicas acoplada a músculos. de substâncias químicas denominadas genericamente neurotransmissores ou mediadores químicos. ou nada acontece. no caso de a célula estimulada ser um neurônio.porém. visivel apenas ao microscópio eletrônico. nessa sinapse ocorre liberação do neurotransmissor acetilcolina. a noradrenalina. o impulso nervoso pode ser transmitido a uma outra célula através da sinapse nervosa.milivolts (potencial de repouso).sinapse nervosa é uma região de contato muito próximo entre a extremidade de um axônio e a membrana da célula estimulada. essas substâncias têm capacidade de se combinar com receptores presentes na membrana da célula estimulada. retornado á condição de repouso. não existe potencial de ação mais forte ou mais fraco. levando também á sua despolarização. desencadeando o potencial de ação. isso significa que ou o estímulo é intenso o suficiente para excitá-lo. na maioria das sinapses nervosas as membranas das células não se tocam.propagação do impulso nervoso o potencial de ação que se estabelece na área de membrana estimulada perturba a área vizinha. . que estimula a contração muscular. estimulações mais intensas. . a adrenalina. a dopamina e a serotonina. o impulso nervoso propaga-se em um único sentido na fibra nervosa. essa onda de propagação é o impulso nervoso.lei do tudo-ou-nada e estímulo limiar o neurônio segue a lei dotudo-ou-nada. denominado espaço sináptico ou fenda sináptica . sempre dos dendritos para o axônio (dendrito --> corpo celular --> axônio).