You are on page 1of 7

A terceirização ou outsourcing é uma prática que visa a redução de custo e o aumento da qualidade.

Pode ser usada em larga escala por grandes corporações e, observada principalmente em empresas de telecomunicações, mineração, indústrias etc. Apesar das várias vantagens, a Terceirização deve ser praticada com cautela. Uma má gestão de terceirização pode implicar para as empresas um descontrole e desconhecimento de sua mão-de-obra, a contratação involuntária de pessoas inadequadas, perdas financeiras em ações trabalhistas movidas pelos empregados terceirizados, dentre outros problemas. O processo de terceirização em uma organização deve levar em conta diversos fatores de interesse, tais como a redução de custos e principalmente o foco na sua atividadefim. Há um sério risco em atrelar a terceirização à redução de custo, porque, na maioria das vezes, não é esse o resultado. A terceirização precisa estar em conformidade com os objetivos estratégicos da organização, os quais irão revelar em que pontos ela poderá alcançar resultados satisfatórios. O que não se deve terceirizar? Bom,o princípio básico é que não se terceirize a sua atividade-fim. Sendo assim, uma organização que desconhece a si mesma, em um processo de terceirização, corre sério risco de perder sua identidade e principalmente o seu diferencial competitivo. Mesmo na atividade-meio, só é permitido terceirizar quando não houver subordinação hierárquica, ou seja, locação de mão de obra é ilegal. A atividade-fim de uma empresa é a razão de existir dessa empresa. Dentro do serviço público, têm-se exemplos de terceirizações satisfatórias, como é o caso dos serviços de limpeza. Neste caso, a terceirização é indicada pois a atividade-fim do serviço público não é a limpeza de seu patrimônio. Para amenizar os problemas causados pela terceirização, estão sendo criadas por empresas de software algumas soluções de sistemas informatizados para promover de forma mais eficaz o controle e a gestão da mão-de-obra terceirizada, sendo uma importante ferramenta para o departamento de recursos humanos das empresas que praticam a terceirização.

TERCEIRIZAÇÃO

CONCEITO

Terceirização é um procedimento adotado por uma empresa que, no intuito de reduzir os seus custos e aumentar a sua lucratividade e, em via de regra, a sua competitividade no mercado, contrata uma outra empresa que passará a prestar serviços que eram realizados habitualmente pelos empregados daquela.

EVOLUÇÃO HISTÓRICA NO BRASIL O início da terceirização tal como ela se configura na produção hoje. firmando com ele vínculos jurídicos trabalhistas pertinentes. que compreende: O obreiro prestador de serviços. é que se autorizou a terceirização de vigilância bancária. quando esse país estabeleceu alianças industriais com países europeus para a produção de armamentos. Além disso. 10) e Lei.019 (que trata do Trabalho temporário). com o Decreto-Lei n. designava apenas ao segmento estatal. As vantagens desses seguintes aspectos são: redução de custos operacionais. atenção e desenvolvimento tecnológico naquilo que é sua atividade-fim. Fins da década de 1960 e início dos anos 70 é que a ordem jurídica institui o fenômeno da terceirização. Para a empresa que contrata o serviço de uma terceira. ano de 1983. com a criação da Lei 7. que recebe a prestação de labor. No Brasil. .02/83. principalmente do setor automobilístico.645/70.SUJEITOS A terceirização provoca uma relação trilateral. a vantagem é ela poder focalizar sua produção de modo a concentrar seus investimentos. Tempos depois. cria disputas. Primeiramente. com o objetivo de combater o nazismo. que realiza suas atividades materiais e intelectuais junto à empresa tomadora de serviços. 6. redução de despesas administrativas. com a Lei n. No campo privado da economia. a empresa tomadora de serviços. e melhor qualidade nos resultados dos trabalhos. a empresa terceirizante. a terceirização também promove a segregação entre os trabalhadores. deu-se nos Estados Unidos da América por volta de 1940. 200/67 (art. foi a partir da década de 70 que se incorporou a terceirização. a terceirização começou a ser implantada com a vinda das empresas multinacionais. mas não assume a clássica de empregadora desse trabalhador envolvido. divisões e dificulta a construção conjunta de ações. redução de encargos trabalhistas e previdenciários. que contrata este obreiro. Para os trabalhadores e para a economia em geral. 5. o processo de terceirização significa um aumento no número de empregos decorrente do surgimento de várias pequenas empresas.

da CF/1988). que esclareceu todas as dúvidas deixadas pela anterior. 23/1993. II . previstos nos art. DJ 21. não gera vínculo de emprego com os órgãos da administração pública direta. das autarquias.O inadimplemento das obrigações trabalhistas. III. indireta ou fundacional (art. implica a responsabilidade subsidiária do tomador dos serviços. salvo no caso de trabalho temporário (Lei nº 6.1993). através de empresa interposta. 121/2003. “a”.. por parte do empregador.A contratação irregular de trabalhador. desde que inexistente a pessoalidade e a subordinação direta. formando-se o vínculo diretamente com o tomador dos serviços. DJ 19. indireta ou fundacional (art. Nº 331 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS.Res.Não forma vínculo de emprego com o tomador a contratação de serviços de vigilância (Lei nº 7. O TST EDITOU DUAS REFERENTES À TERCEIRIZAÇÃO. 37.) II . implica na responsabilidade subsidiária do tomador dos .09.019. de 21. 652.2003 I .1983) e de conservação e limpeza. quanto àquelas obrigações. Histórico: Súmula alterada (Inciso IV) .01. desde que hajam participado da relação processual e constem também do título executivo judicial (art.11. II. de 20. súmula 331. 37.102. III . 28.1994 Nº 331 (. 96/2000. das fundações públicas.01. SÃO ELAS: 1ª) Súmula 256. além da pequena empreitada e no art. bem como a de serviços especializados ligados à atividade-meio do tomador.2000 Redação original (revisão da Súmula nº 256) . da Constituição da República). CLT.A contratação irregular de trabalhador. DJ 18. 20 e 21. 19 e 20. IV . mediante empresa interposta.1993 e 04. IV .06. 71 da Lei nº 8. de 03. II. inclusive quanto aos órgãos da administração direta. 455.O inadimplemento das obrigações trabalhistas.666.1974).Res. das empresas públicas e das sociedades de economia mista. que foi cancelada..A contratação de trabalhadores por empresa interposta é ilegal. por parte do empregador.06.12. LEGALIDADE (mantida) Res. não gera vínculo de emprego com os órgãos da administração pública direta. 2ª) No ano de 1993.A CLT faz apenas duas menções das figuras delimitadas de subcontratação de mão-de-obra: a empreitada e a subempreitada.

inclusive quanto aos órgãos da administração direta. com o que estará resolvido o problema da responsabilidade. onerosidade. judicialmente. quanto àquelas obrigações. No caso da Administração Pública há um fato a ser esclarecido. não-eventualidade e subordinação a outrem. . o vínculo com o empregador dissimulado. exceto se este for a Administração Pública (CF. das empresas públicas e das sociedades de economia mista. TST.serviços. TIPOS DE TERCEIRIZAÇÃO: LÍCITA E ILÍCITA Lícita: todas aquelas previstas na súmula 331. art. determina a ordem jurídica que se considere desfeito o vínculo laboral com o empregador aparente (entidade terceirizante). pois há todos os requisitos previstos p/ que este seja configurado. o vínculo operar-se á diretamente – e não solidariamente – entre prestador e tomador de serviço. do TST. desde que seja inexistente a pessoalidade. formando-se vínculo jus trabalhista do obreiro diretamente com o tomador de serviço. EFEITOS JURÍDICOS DA TERCEIRIZAÇÃO ILÍCITA: Configurada a terceirização ilícita. nos termos ditados pelo inciso II desse Enunciado. O segundo seria o grupo formado pelas denominadas “atividades meio” do tomador de serviços. 37. Podem-se delimitar dois grupos de situações de permissibilidade da terceirização lícita: o primeiro serio o trabalho temporário. A responsabilidade do tomador dos serviços será direta e principal. A hipótese de terceirização ilícita desfaz-se. II). desde que hajam participado da relação processual e constem também do título executivo judicial (artigo 71 da Lei nº 8. das fundações públicas. Se a terceirização for ilícita. Ou seja. caso a intermediação seja ilícita. das autarquias. incluindo-se ai as atividades de vigilância e as de conservação e limpeza. efetivo tomador dos serviços. Ilícita: é aquela que configura o vínculo empregatício. regulado pela Lei 6.019/74 e referenciado no inciso I da súmula 331. A questão é de definição do verdadeiro empregador. porque estará configurado o contrato de trabalho entre este e o trabalhador.666/93).

O dano é o inadimplemento das verbas trabalhistas e o nexo de causalidade atesta-se por ser o fato imputável ao tomador a causa necessária e suficiente para a ocorrência do dano. Definições de Terceirização " Prática que permite a empresa abrir mão da execução de um processo e transferir para um terceiro. em qualquer situação de terceirização lícita. estará configurado o contrato de trabalho entre este e o trabalhador. CF. Afinal. A responsabilidade subsidiária da Administração Pública possui natureza extracontratual e tem amparo do art. A responsabilidade do tomador dos serviços será somente direta e principal quando.RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA: A responsabilidade subsidiária do tomador possui natureza extracontratual e funda-se nas culpas in eligendo (culpa na escolha) e in vigilando (culpa na fiscalização). com o objetivo de agregar maior valor ao produto final. o tomador dos serviços responde subsidiariamente pelas obrigações trabalhistas. ante a má eleição do preposto e a falha na fiscalização a que o tomador estará obrigado. portador de uma base de conhecimento mais especializada. que prescreve a responsabilidade civil objetiva por danos causados a terceiros. § 6º. consoante anuncia o inciso IV do Enunciado 331 do TST.' [Leonardo Leocadio] . no caso de intermediação ilícita. Sendo o tomador a Administração Pública. e b) quando o empregador formal deixar de cumprir as obrigações trabalhistas emergentes do contrato terceirizado. caso ocorra inadimplemento do empregador formal. 37. A responsabilidade solidária do tomador somente dar-se á: a) quando a intermediação for considerada lícita. a responsabilidade principal será do empregador formal.

a terceiros. podem ajudar a selar parcerias de sucesso e ter na terceirização a ferramenta gerencial de ótimo custo-benefício.com. o que se traduz em aumento de produtiva e melhor eficiencia"." [Leonardo Leocadio] "Uma empresa depende da outra para seu negócio evoluir.)transferir para outrem atividades consideradas secundárias. atendo-se a empresa à sua atividade principal.br). " “Um processo de gestão pelo qual se repassam algumas atividades a terceiros. das atividades acessórias e de apoio ao escopo das empresas que é a sua atividade-fim.no qual se concentra apenas em negocios a que atua. "Varias empresas oferecem essa solução com toda segurança necessária ao contratante" é o que diz o Gestor de Negócios da Conceito Serviços Terceirizados que atua em Minas Gerais(www. ou seja.” [Alice Monteiro de Barros] é um processo no qual repassam atividades para terceiros. vantagens e tributos a serem pagos ao empregado e para o estado.. podendo assim a mesma.conceito-mg. a terceirização de serviços não destinados à atividade-fim de determinado empreendimento. preservando e evoluindo em qualidade e produtividade. A curto prazo é o que .” [Giovanna Lima Colombo] “A transferência de atividades para fornecedores especializados.” [Giovanna Lima Colombo] “Uma técnica administrativa que possibilita o estabelecimento de um processo gerenciado de transferência.com. utilizado com muita ênfase no final dos anos 1990. ficando a empresa concentrada apenas em tarefas essencialmente ligadas ao negócio em que atua. entrou no Século XXI como sendo uma “solução” empresarial para a tão buscada redução de custos operacionais. situação fiscal. [BRUNO DIAS SOARES] "Contratação de mão-de-obra especializada. para realização de serviços temporários e determinados" [peeixe l. diferentemente da sua concepção original. com os quais se estabelece uma relação de parceria.mastercleanlimpeza. de suporte. na verdade o mercado em geral busca a redução de custos. algumas medidas como buscar saber referencias. no objetivo final. "Pratica que consiste na transferencia da responsabilidade de algumas áreas ou setores operacionais da empresa. Em um país onde a soma de salários. custa para o empresário o quanto este pagaria para mais 1. detentores de tecnologia própria e moderna.. Esse termo. permitem a transferência para terceiros de importantes etapas do processo produtivo. que tenham esta atividade terceirizada como sua atividade-fim.br). "O verdadeiro sentido da palavra terceirização é transferir uma determinada atividade para ser realizada por um especialista na área. é o que diz o Gestor de Negócios da Master Clean Sistemas de Limpeza que atua em Alphaville (www. reduzindo custos e ganhando competitividade. liberando a tomadora para concentrar seus esforços gerenciais em seu negócio principal. preocupar-se com a parte estratégica e competitiva".” [Giovanna Lima Colombo] “(. ou seja. pode ser – e muitas vezes é – a melhor solução para resolver o problema dos custos. permitindo a estas concentrarem-se no seu negócio.a] Riscos Embora o uso da terceirização tenha como objetivo focar a empresa na sua atividadefim.2 funcionários." Os desdobramentos mais recentes da terceirização.

 Perda da identidade da empresa.  Custo de controle dos serviços terceirizados progressivamente torna-se maior. muitos levados a sonegação. que mesmo considerados arrendatários. .  Risco ao terceirizar-se setores chave. e transferindo as dividas para pequenas empresas que fecham e desaparecem com suas dividas.realmente ocorre. cobrado pela administradora a titulo de aluguel. tais como: Financeiro. transferindo a sonegação de impostos aos terceirizados. garantindo a impunidade destas corporações inescrupulosas. como comissão de 10% para a Hotelaria Accor Brasil S/A e para as Sociedades por Cotas de Participação. a falência. através da terceirização de restaurantes em seus hotéis. Assessoria. por exemplo: Empresa responde por créditos trabalhistas no caso de inadimplência da prestadora de serviços. mas considerado pela Accor.  Queda de qualidade freqüentemente é relatada por clientes da empresa. descobriu uma maneira muito eficiente de sonegar impostos. Além disto instruem os terceirizados a não declarar o faturamento bruto. em seus recibos. porém a longo prazo o próprio futuro da empresa é ameaçado. Recursos Humanos. por exemplo: Sistema de Informática com padrões incompatíveis com outros.  Decadência do clima organizacional. quando interessa a Accor. não declaram nem mesmo os 10% do faturamento bruto. mas também os terceirizados que gravitam a sua volta. e ao não pagamento de tributos e direitos trabalhistas.. Ver autores como Maria da Graça Druck e Márcio Pochmann.. TERCEIRIZANDO A SONEGAÇÃO DE IMPOSTOS A Hotelaria Accor Brasil S/A.  Ao longo do tempo a empresa pode tornar-se extremamente dependente da terceirização..  Perda de bons funcionários. Esperamos que a Receita Federal tome conhecimento destes mecanismos danosos para toda a sociedade e passe a fiscalizar não só este tipo de sociedades. pois inviabilizaria o restaurante. caracterizando uma precarização do trabalho. benefícios e condições de trabalho inferiores. vejamos alguns fatos.  Precarização do Trabalho Há estudos que indicam que trabalhadores terceirizados tem salários. devido a rotatividade da mão-de-obra dessas empresas. Almoxarifado.