You are on page 1of 8

Ano I - Nº 161

10 de Fevereiro 2020
Fundador/Diretor : Fernando de Abreu
Periodicidade: Diária dias úteis
Gratuito

Cláudio Ramos orgulhoso com


recorde de jogos consecutivos na I
Liga

Record
Cláudio Ramos orgulhoso com Ficha técnica:

Inscrição:127288
recorde de jogos consecutivos na I Propriedade: Nodigráfica- Infor-
mação e Artes Gráficas Lda
Periodicidade: Diária dias úteis

Liga NIF : 501511784


Diretora Adjunta: Anabela
Abreu
Morada : Av. do Convento nº 1 -
Orgens - 3510-674 Viseu
Sócios gerentes :
Graça Maria Lourenço de Abreu
Anabela Lourenço de Abreu
Sede /Redação : Complexo
Conventurispress - Av. do Con-
vento nº 1 - Orgens - 3510 -674
Viseu
Detentores do capital social
com mais de 5 %:
Fernando Mateus Rodrigues de
Abreu
Graça Maria Lourenço de Abreu
Anabela Lourenço de Abreu
Estatuto editorial : http://viseu-
global.pt/sobre-mim/

Cláudio Ramos é, desde 8.460 minutos a defender a ba- obrigada por tudo”, assinalou.
ontem, o recordista de jogos con- liza do Tondela, Cláudio Ramos Cláudio Ramos, de 28
secutivos na I Liga portuguesa quebrou o recorde que pertencia anos, começou por integrar, na
de futebol, ao completar o 94.º a Rui Patrício, que disputou 93 época 2002/03, o clube da terra,
encontro seguido, frente ao Marí- encontros seguidos ao serviço do Sport Clube Paivense, depois foi
timo (0-0), um feito que deixa o Sporting. uma época (2004/05) para o
guarda-redes do Tondela “orgul- O guardião natural de Académico de Viseu, de onde
hoso”. Touro, concelho de Vila Nova de seguiu para o Repesenses, por
“É um orgulho e um Paiva, do distrito de Viseu, não mais uma temporada.
prazer ultrapassar esta marca, poupou elogios a todos quanto o Dos clubes do distrito de
ainda por cima é uma marca do apoiaram, a começar pelo Ton- Viseu, seguiu para o Vitória de
Rui Patrício, que é um dos mel- dela, onde está desde a época Guimarães, onde esteve até ao
hores guarda-redes portugueses 2011/12. fim da época de 2010, para fazer
de sempre, e poder ultrapassar a “Ao departamento uma época no Amarante e, em
marca dele é um feito para mim médico, aos meus colegas nes- 2011, assinar pelo Tondela, clube
enorme”, disse Cláudio Ramos à tas últimas épocas que jogaram onde está há mais tempo,
agência Lusa. comigo, equipas técnicas que me cumprindo a nona época conse-
Ao completar ontem, na permitiram e ajudaram a atingir cutiva.
20ª jornada do campeonato, 94 esta marca e, por isso, esta
jogos consecutivos, num total de marca também é deles. Muito
Mais de meio milhar de motociclistas na
apresentação do 22.º Portugal de Lés-a-Lés,
na Figueira da Foz
Com muitas novidades,
surpresas bem guardadas e a
promessa de mais uma edição
memorável, a Apresentação
Oficial do 22.º Portugal de Lés-
a-Lés levou mais de 500 moto-
ciclistas à Figueira da Foz para
o pontapé de saída de mais
uma edição da grande mara-
tona mototurística organizada
pela Federação de Motoci-
clismo de Portugal. Dia bem
empregue pelos muitos que se
deslocaram ao Malibu Foz
Hotel, tendo como anfitriões
Manuel Marinheiro, presidente
da FMP, e Fernando Cardoso, cundários. Demanda que de Évora. Novidade guardada
Chefe do Gabinete de Apoio à começa logo a 10 de junho, Dia até à última hora, em tirada ap-
Presidência da edilidade de Portugal, de Camões e das resentada como «tranquila e
figueirense, para ficar a con- Comunidades Portuguesas, bastante relaxada, com grande
hecer os traços gerais de um com o Passeio de Abertura, variedade de paisagens entre a
percurso que regressa ao inte- curto de 65 quilómetros, a rev- serra de Monchique e as vastas
rior do País depois da ino- elar tesouros do concelho laco- planícies cerealíferas»
vadora versão litoral em 2019 brigense, enaltecidos por Paulo cumprindo 300 quilómetros ao
bem como para concretizar a Jorge Reis, vice-presidente da longo de cerca de 9 horas.
inscrição. Câmara Municipal de Lagos. Entre condução e paragens nos
Oportunidade única para Das grutas bem escondidas ao muitos Oásis, incluindo os
rolar na dianteira do heterogé- longo da costa e onde se chega muitos que a BMW Motorrad
neo e muito colorido pelotão apenas de barco ao ‘mercado Portugal vai instalar, anuncia-
que, uma vez mais, deverá ul- dos escravos’, do Museu de dos pelo novo Country Manager
trapassar as 2000 motos, rumo Cera à Ponta da Piedade, para da marca, Rogério Mota, tempo
a aventura com arranque mar- rumar ao centro de Lagos para conhecer o Autódromo In-
cado para Lagos. Daquela que através de campos de golfe, ternacional do Algarve subir ao
foi em tempos a mais impor- ajudando a melhor perceber o alto da Foia, descobrir a bar-
tante cidade do Algarve, de contraste face aos dias ragem de Santa Clara-a-Velha
onde partiram as naus e car- seguintes. onde o rio Mira é represado
avelas para dar novos mundos De Lagos, junto aos bem perto da sua nascente, e a
ao Mundo, vão partir agora os baluartes da muralha, do barragem do Monte da Rocha.
aventureiros à descoberta de mesmo local onde arrancou a Mas também vilas incon-
um Portugal diferente, pouco edição de 2004, será dada tam- tornáveis do mapa alentejano
conhecido, longe das mais con- bém a partida para a 1.ª etapa, como Messejana, Aljustrel, Al-
hecidas rotas turísticas e sem no dia 11 de junho, feriado do fundão, Ferreira do Alentejo ou
tocar em autoestradas, SCUT’s, Corpo de Deus, que levará a Alvito, com tempo para ver o
Itinerários Principais ou Se- caravana até à histórica cidade deslumbrante santuário de
de Nossa Senhora de Aires. incêndios dos últimos anos e até ao Douro Internacional.
Pontos altos de um dia que ter- onde é possível, com boa von- Freixo de Espada-à-Cinta, Ma-
mina em cidade que foi declar- tade e tempo, descobrir algu- zouco, Mogadouro, barragem
ada pela UNESCO como mas das muitas casas de xisto do Azibo, Podence e os
Património da Humanidade, que moldavam a imagem da famosos caretos que são
com palanque instalado na região. Tempo ainda para apre- Património Imaterial da Hu-
monumental Praça de São ciar a homenagem feita pelos manidade desde o ano pas-
Francisco. motociclistas da pequena aldeia sado, Torre Dona Chama e
Surpresas guardadas de Tinalhas, recordando o santo Segirei o outras visitas previs-
nas páginas do livro de todas as padroeiro dos motociclistas, Ar- tas antes de… internacionaliza-
revelações canjo São Rafael, e evocando a ção. Momento agendado para
memória do Padre Zé Fer- Fervenza da Cidadella já na
No dia seguinte, 12 de nando, bem conhecido de toda província espanhola de
junho, o ‘road-book’, livro que a comunidade motard. Apoio Ourense em saltinho ibérico
vai revelando toda a riqueza do espiritual para o resto da tirada com regresso à Lusitânia a
percurso, com a história dos lo- por S. Vicente de Beira, atrav- tempo de conhecer o fenómeno
cais atravessados e expli- essando o vale do Zêzere antes da pedra bolideira ou o aban-
cações sobre a fauna, flora ou da subida para a Serra da Es- donado castelo de Monforte de
etnografia locais, indicará o trela, através de Unhais da Rio Frio. Quase a completar o
caminho entre Évora e a Serra, com passagem pelos intenso périplo descerá então a
Guarda. Cerca de 370 covões do Ferro e da Mulher caravana até à Aquae Flaviae
quilómetros entre a Ebora Lib- antes da visita a Piornos e Man- dos romanos, rumo ao
eralitas Julia do tempo dos ro- teigas em preparação para a palanque final montado na
manos até à cidade dos 5 F’s – chegada ao palanque montado histórica Ponte de Trajano,
forte, farta, fria, fiel e formosa – junto aos Paços do Concelho. Chaves do contentamento de
num dia que Cecília Amaro, Derradeiro dia do 22.º Portugal todos os aventureiros após três
vereadora da edilidade egit- de Lés-a-Lés, a 3.ª etapa será dias de viagem e descoberta
aniense antevê como «um pas- a rainha da edição de 2020, pelas mais recônditas estradas
seio altamente até à cidade com muitas curvas e sobe-e- nacionais e municipais desde
mais alta de Portugal». desce constante ao longo de Lagos. Com a certeza de que,
Vimieiro, Avis e o seu belo cen- 350 quilómetros de paisagens em 2021, voltarão a Chaves
tro histórico, Vale do Açor, Gav- grandiosas. Com muitos carva- para arrancar para mais uma
ião, Belver ou Mação são lhais, soutos e outras árvores edição do Portugal de Lés-a-
alguns dos pontos que ajudam autóctones e quase nada de Lés, rumo a terras algarvias.
a traçar o mapa do dia, com al- eucaliptos, o dia começa com a A segunda fase de inscrições
gumas surpreendentes curiosi- descida a Pinhel onde o presi- decorrerá de 24 de fevereiro a
dades pelo caminho como a dente da autarquia, o dinâmico
ribeira de Sume. Designação e bem conhecido motociclista
dada a um troço da Ribeira de Rui Ventura, promete receção à
Sor que, em determinada altura medida da grande aventura.
desaparece literalmente de- Tempo de recordar sensações
baixo do solo (fica sumida ou da visita à Anta de Pêro do
sume-se) naquela que é uma Moço, de conhecer um castan-
das maiores grutas graníticas heiro gigante ou visitar Pinhel, a
da Península Ibérica. Dia de ‘Cidade Falcão’ recentemente
contrastes com a passagem do eleita como a Cidade do Vinho
Tejo, na ponte de Belver, con- 2020. De vinhos e vinhedos
struída em 1905, a funcionar muito se falará ao longo de uma 10 de maio, através do site
como zona de transição entre o jornada que passando o Vale www.fmp.pt, página onde já é
Alentejo e os pinhais e eucalip- do Coa, subirá à aldeia histórica possível consultar o regula-
tais da região centro, forte- de Castelo Rodrigo e depois a mento do 22.º Portugal de Lés-
mente atacados pelos Barca d’Alva antes de descer a-Lés.
Termas Centro congratula-se com continuidade
das comparticipações dos tratamentos termais
A rede Termas Centro
saúda a aprovação, na Assem-
bleia da República, de uma pro-
posta que visou o
prolongamento da compartici-
pação do Estado nos tratamen-
tos termais. Uma aprovação
que permite aos médicos do
Serviço Nacional de Saúde
(SNS) continuarem a prescr-
ever estes tratamentos a quem
deles necessita, situação que
estava suspensa desde o início
do ano.
A proposta de adita- efeitos. Acontece que o resul- 2019 teve um impacto muito
mento ao Orçamento de Estado tado da avaliação pelo Mi- positivo na atividade terapêu-
que prevê a continuação das nistério da Saúde ainda não foi tica das termas, que registou
comparticipações foi apresen- divulgado, pelo que, terminado um crescimento de 15%, com
tada pelo Grupo Parlamentar o ano, os médicos estavam im- efeitos benéficos na saúde dos
do Partido Socialista, tendo sido pedidos de proceder à pres- doentes a quem foram pre-
aprovada a 6 de fevereiro, por crição de tratamentos. scritos tratamentos termais. Du-
maioria dos deputados. A proposta de adita- rante o ano, foram emitidas
Recorde-se que as com- mento agora aprovada propôs o 7.500 prescrições de tratamen-
participações dos tratamentos alargamento do projeto, “até à tos termais pelo SNS, o que at-
termais por parte do SNS, me- apresentação e avaliação do re- esta a confiança dos clínicos na
diante prescrição médica, re- latório de avaliação da medida”. qualidade destes tratamentos”,
gressaram em 2019, depois de “Ficamos naturalmente considera Adriano Barreto
terem sido suspensas em 2011. satisfeitos por vermos a Assem- Ramos, coordenador da rede
Um regresso que assumiu a bleia da República reconhecer Termas Centro, que congrega
forma de projeto-piloto a ter a importância das compartici- 20 termas da região Centro.
lugar durante o ano de 2019, pações do SNS nos tratamen- “Os tratamentos nas Ter-
sujeito a avaliação dos seus tos termais. O projeto-piloto de mas, prestados por médicos e
profissionais de saúde qualifica-
dos, são hoje de qualidade e
eficácia reconhecida por quem
as frequenta, eficácia essa at-
estada por cada vez mais in-
vestigações científicas.
Estamos certos de que a avali-
ação do projeto irá demonstrar
o acerto e a eficácia da medida,
nomeadamente no tratamento e
prevenção de patologias cróni-
cas, e que contribui de forma
decisiva para a melhoria da
saúde pública”, acrescenta.
Dia Nacional do Doente Coronário: um tema de
todos e para todos
As doenças cardiovas- nando o temível enfarte. O en-
culares (DCV) continuam a ser farte pode complicar-se de
a principal causa de morte em morte, ou deixar queixas de
Portugal. Somos um país de cansaço e/ou falta de ar com o
sedentários, temos um número esforço, aquilo que conhece-
enorme de obesos e um em mos como insuficiência
cada cinco adultos ainda fuma. cardíaca e que aflige já várias
Para além disso, cerca de 40% centenas de milhares de Por-
da população é hipertensa, dois tugueses.
terços (!!) têm colesterol ele- A doença coronária é
vado e há um milhão de por- cada vez mais considerada nhecimento precoce e sinaliza-
tugueses com diabetes. Um uma doença crónica, evolutiva ção rápida dos doentes (a Via
cenário em que o caldo parece e não estável. Uma doença Verde coronária) e à generaliza-
sempre pronto a entornar. Estes crónica em que se morre de ção das técnicas de reperfusão
factores de risco condicionam a forma aguda… Apesar de tudo, cardíaca como as angioplastias
progressão da aterosclerose, a têm existido melhorias notáveis. que permitem a recanalização
doença em que o colesterol se O segredo está no re- da artéria coronária obstruída.
acumula nas artérias, com risco forço da educação em saúde e Há ainda melhorias pos-
de enfarte, AVC ou de má circu- na prevenção e controlo dos síveis. É responsabilidade de
lação periférica, com maior factores de risco. Neste campo, todos. Dos políticos, permitindo
hipótese de amputação por ex- começa a notar-se uma prática que o usufruto do sistema de
emplo. A aterosclerose gera mais generalizada de exercício saúde esteja disponível e com
custos pessoais, familiares e físico e parece haver uma qualidade para todos. Dos pais,
sociais muito elevados. Um es- tendência na redução da obesi- educadores e meios de comu-
tudo recente realizado entre dade. A prevenção da doença nicação, educando para o con-
nós mostra que os custos da coronária, a chave do sucesso, hecimento dos fatores e
doença são astronómicos: tem mostrado resultados posi- comportamentos de risco a evi-
cerca de 1900 milhões de euros tivos, em parte pela maior cons- tar. Dos médicos de família, re-
que representam 1% do PIB ou ciencialização da sociedade conhecendo estes factores e
11% do total de despesas de para os comportamentos de tratando-os. Dos médicos hos-
saúde em Portugal. risco, mas também pela quali- pitalares que vão desde o
A aterosclerose pode dade dos medicamentos que jovem interno de medicina que
afetar os próprios vasos que ir- temos hoje em dia, para o con- reconhece o enfarte no serviço
rigam o musculo cardíaco, as trolo da hipertensão, do coles- de urgência de um hospital dis-
artérias coronárias, com risco terol ou da diabetes, que não só trital ao cardiologista de inter-
de enfarte agudo do miocárdio. são mais eficazes, como têm venção que trabalha numa
A doença coronária é uma menos efeitos secundários e unidade num hospital central.
doença crónica, que pode per- demonstram muitos deles, re- Na verdade, é responsabilidade
manecer silenciosa e manifes- duzir os eventos cardiovascu- de todos os que trabalham na
tar-se subitamente de formas lares e a morte de causa área da saúde, como os
diversas. Com dor no peito que cardíaca. bombeiros e INEM que per-
pode estar associada ao es- O tratamento da doença mitem poupar tempo que pode
forço físico, frio ou emoções, ou aguda, do enfarte do miocárdio, ser tecido cardíaco salvo no
mesmo pela oclusão de um dos também tem evoluído imenso. A caso de um enfarte, dos enfer-
ramos das coronárias provo- taxa de mortalidade intra-hospi- meiros que iniciam a reabili-
cando a falta de irrigação de talar é quase residual (3 a 4%), tação … É um tema de todos e
parte do coração, condicio- graças a processos de reco- para todos.