You are on page 1of 8

Ano I - Nº 164

13 de Fevereiro 2020
Fundador/Diretor : Fernando de Abreu
Periodicidade: Diária dias úteis
Gratuito

Sevenair diz que entrega dos


relatórios de execução financeira está
dentro do prazo
Sevenair diz que entrega dos relatórios Ficha técnica:

de execução financeira está dentro do Inscrição:127288


Propriedade: Nodigráfica- Infor-
mação e Artes Gráficas Lda

prazo
Periodicidade: Diária dias úteis
NIF : 501511784
Diretora Adjunta: Anabela
Abreu
Morada : Av. do Convento nº 1 -
Orgens - 3510-674 Viseu
Sócios gerentes :
Graça Maria Lourenço de Abreu
Anabela Lourenço de Abreu
Sede /Redação : Complexo
Conventurispress - Av. do Con-
vento nº 1 - Orgens - 3510 -674
Viseu
Detentores do capital social
com mais de 5 %:
Fernando Mateus Rodrigues de
Abreu
Graça Maria Lourenço de Abreu
Anabela Lourenço de Abreu
Estatuto editorial : http://viseu-
global.pt/sobre-mim/

O grupo Sevenair, que ano de 2019”, afirmou o grupo página de Facebook que se trata
tem a concessão da carreira numa resposta enviada à agên- "de uma situação externa à em-
aérea Bragança-Portimão, des- cia Lusa. presa", a qual aguarda que "seja
mentiu ontem o Governo, garan- O grupo indicou ainda solucionada a qualquer mo-
tindo que os relatórios de que “nunca recebeu qualquer mento".
execução financeira estão em quantia desde março de 2019, Questionado pela Lusa, o
ordem e só podem ser enviados mantendo sempre o serviço da Ministério das Infraestruturas e
à tutela após o fecho de contas. linha, sem qualquer interrupção”. da Habitação esclareceu que o
Na base da posição da Em declarações à Lusa, o contrato de serviço público assi-
Sevenair está a declaração do diretor comercial da Sevenair, nado com a Sevenair para esta
Ministério das Infraestruturas e Alexandre Alves, acrescentou ligação está condicionado
da Habitação de que o contrato que "as contas da empresa terão porque a empresa não enviou
de serviço público assinado para de ser certificadas por uma audi- ainda os seus relatórios de exe-
a ligação aérea regional entre toria independente, uma situação cução financeira de cada prorro-
Bragança, Vila Real, Viseu, Cas- que ainda se encontra dentro do gação efetuada, apesar da
cais e Portimão está condi- prazo legal". insistência do Governo.
cionado porque a empresa não Alexandre Alves referiu Por esse motivo, explica o
enviou ainda os seus relatórios também que, "até 2019, a grupo ministério, os relatórios não têm
de execução financeira de cada recebia adiantamento das indem- sido enviados para a Inspeção-
prorrogação efetuada, apesar da nizações compensatórias a cada Geral de Finanças, que, sem
insistência do Governo. trimestre, ficando apenas o úl- essa documentação, não liberta
“A Sevenair quer deixar timo trimestre de cada ano por as verbas para a concessionária.
bem claro que essa informação é pagar, que era apurado no final Segundo o ministério tute-
completamente errónea e só da concessão, em vigor, com lado por Pedro Nuno Santos, o
pode ter sido divulgada por falta uma duração de três anos". contrato aguarda ainda visto do
de conhecimento dos trâmites do O grupo Sevenair anun- Tribunal de Contas.
contrato de concessão. Os re- ciou hoje que decidiu encerrar "O Ministério das In-
latórios de execução da linha, temporariamente a linha aérea fraestruturas e da Habitação es-
nomeadamente para os adita- regional que liga Bragança a Por- pera que a empresa consiga tão
mentos da concessão que termi- timão a partir de 22 de fevereiro, rápido quanto possível divulgar
nou em dezembro de 2018, só estando a sua reativação pen- esses relatórios devidamente
podem ser apresentados junta- dente da contratação do serviço certificados", indicou.
mente com a certificação legal de público, ainda não formalizada. Em 21 de outubro de
contas da empresa o que, obvia- O grupo aeronáutico ref- 2019, a tutela anunciou que a
mente, só pode ser feito findo o ere numa nota publicada na sua operadora Sevenair SA, anterior-
mente designada Aerovip - abrigo de um ajuste direto cele- de exploração termina em 20
mantinha a exploração da lig- brado para o período "estrita- de fevereiro, mas o contrato
ação aérea entre Trás-os- mente necessário" à obtenção para os próximos quatro anos
Montes e o Algarve por um do visto do TdC. ainda aguarda visto do TdC.
novo período de quatro anos. Em 25 de novembro de O valor das indemniza-
Enquanto o contrato 2019, o Governo anunciou o ções compensatórias ascende
para esses quatro anos per- prorrogamento por 90 dias do aos 10,4 milhões de euros para
manecia em processo de fiscal- contrato de exploração da linha um período de quatro anos.
ização prévia do Tribunal de aérea Portimão/Bragança com
Contas (TdC), a operadora con- a empresa Sevenair SA.
tinuou a explorar a rota ao O prazo desse contrato

Autarca de Viseu alerta para prejuízos de


encerramento de linha aérea
O presidente da Câmara
de Viseu, Almeida Henriques
(PSD), alertou hoje o ministro
das Infraestruturas, Pedro Nuno
Santos, para os prejuízos que o
encerramento temporário da
linha aérea regional que liga
Bragança a Portimão trará para
a região.
ainda que temporário, teria con- a qualquer momento”.
Numa carta enviada a
sequências muito graves para Questionado pela Lusa,
Pedro Nuno Santos, Almeida
este serviço e para a estabili- o Ministério das Infraestruturas
Henriques refere que “a linha
dade da oferta que deve ser e da Habitação esclareceu que
aérea regional é determinante
mantida”, sublinha na missiva. o contrato de serviço público
para a região de Viseu, funda-
Segundo o autarca, só assinado com a Sevenair para
mental para a coesão territorial
em Viseu, no ano passado, a a ligação aérea regional entre
e decisiva para o desenvolvi-
linha aérea teve 1.840 pas- Bragança, Vila Real, Viseu,
mento” do aeródromo munici-
sageiros desembarcados e Cascais e Portimão está condi-
pal.
1.970 embarcados no aeró- cionado porque a empresa não
“Esta estrutura tornou-se
dromo, “números que atestam a enviou ainda os seus relatórios
uma nova porta de entrada no
importância deste serviço de execução financeira de cada
município e nas restantes
público” para a região. prorrogação efetuada, apesar
cidades que serve, assumindo-
A empresa Sevenair in- da insistência do Governo.
se como um eixo de mobili-
formou hoje que a linha aérea Por esse motivo, explica
dade”, realça o autarca.
regional que liga Bragança a o ministério, os relatórios não
Neste âmbito, Almeida
Portimão estará encerrada, têm sido enviados para a In-
Henriques espera que o min-
"temporariamente", a partir do speção-Geral de Finanças, que,
istro se empenhe para que “a
próximo dia 22 de fevereiro, e a sem essa documentação, não
situação seja resolvida sem
sua reativação está pendente liberta as verbas para a conces-
qualquer interrupção de
da contratação do serviço sionária.
serviço, seja através da prorro-
público, ainda não formalizada. Segundo o ministério
gação do atual contrato de ex-
O grupo aeronáutico re- tutelado por Pedro Nuno San-
ploração da linha aérea, seja
fere tratar-se “de uma situação tos, o contrato aguarda ainda
com a assinatura do novo con-
externa à empresa”, a qual visto do Tribunal de Contas.
trato com a operadora”.
aguarda que “seja solucionada
“O seu encerramento,
Taça de Portugal / FC Porto - Académico de
Viseu
Declarações dos o que seria a equipa do Viseu estiveram aqui. Em relação ao
treinadores do FC Porto e do no sentido de jogar mais baixo, jogo, na primeira parte, o FC
Académico de Viseu no final do espreitando aquilo que seriam Porto com superioridade, como
encontro da segunda mão das as transições, contra-ataques. é lógico. É normal, estávamos
meias-finais da Taça de Portu- Por isso era preciso gente forte preparados para isso.
gal de futebol: no um para um e foi a partir Fazem golo num penálti
- Sérgio Conceição dessa base que construi o que me parece duvidoso. O FC
(treinador do FC Porto): " O im- onze. Porto teve mais bola, mas
portante foi conseguido. A equipa do FC Porto é penso que controlámos minima-
Parabéns também ao sempre uma equipa que joga mente o jogo. Na segunda parte
Académico de Viseu. Mas de olhos postos na baliza do entrámos muito bem e numa
penso que fomos justos vence- adversário e cria muitas dificul- fase em que estávamos bem
dores dentro de um jogo que dades. Por vezes ouço coisas acabámos por sofrer um se-
não é fácil a preparação. que não estou nada de acordo, gundo golo duvidoso também.
Podem o que é imaginar vir de mas os comentadores podem Não tirando o mérito ao FC
um jogo como o que tivemos na opinar como querem. Porto que foi superior a nós. Foi
última jornada e vir para um Estávamos preparados uma vitória mais do que justa.
com uma equipa da II Liga, in- para encontrar um Académico Acabámos por sofrer um ter-
dependentemente de dar de Viseu mais baixo. Foi um ceiro golo numa bola parada e
acesso a uma final. digno vencido no conjunto das é um bocadinho a história do
Estes jogos são difíceis duas mãos. Veio tentar jogar, jogo.
de preparar, principalmente no percebeu que, perante o nosso Estou muito orgulhoso
plano emocional. poderio, não tinha grande coisa do meu grupo de trabalho. E
Tanto no início da a perder no sentido de se todos devem estar orgulhosos.
primeira parte como da se- fechar lá atrás. E tentou criar Acabou este sonho e
gunda não entrámos tão bem, uma estratégia onde pudesse agora temos que estar focados
mas depois fomos melhorando expandir mais a equipa. É de no nosso trabalho. O foco está
e chegámos aos golos que nos dar os parabéns". agora no campeonato. Pensar
permitem estar na final em - Rui Borges (treinador jogo a jogo e acreditar que é
maio, que era o mais impor- do Académico de Viseu): "As possível".
tante. primeiras palavras vão para
Escolho o onze a pensar estes adeptos fantásticos que
Centro de Portugal e Castela e Leão vão avançar
com projeto de promoção turística comum
O Centro de Portugal e elas e em Xangai. com entusiasmo por Pedro
Castela e Leão vão intensificar Apresentaram-se tam- Machado, que lembrou que o
a sua cooperação transfrontei- bém os projetos transfrontei- Vinho e o Enoturismo foram
riça ao nível do turismo. As riços que já estão a decorrer, no considerados como uma priori-
duas regiões vizinhas, uma em âmbito dos programas eu- dade para Portugal em 2020.
Portugal e outra em Espanha, ropeus RESOE - Macro Região Da mesma forma, ambos os
irão promover-se como um só do Sudoeste Europeu (Centro dirigentes sublinharam a van-
destino em feiras e eventos in- de Portugal, Porto e Norte, tagem de se promover um des-
ternacionais. Este avanço, Castela e Leão, Galiza, Astúrias tino que, em conjunto, reúne
numa relação que já era pró- e Cantábria), Rede de Cidades “28 patrimónios UNESCO”.
xima, ficou decidido durante Cencyl (Aveiro, Figueira da Foz, Em cima da mesa ficou
uma reunião de trabalho, hoje Coimbra, Viseu, Guarda, Ciu- também a possibilidade de se
em Valladolid, entre as enti- dad Rodrigo, Salamanca e Val- incluir neste projeto a formação
dades que coordenam a ativi- ladolid), CRECEER e qualificação de recursos hu-
dade turística nos dois (cooperação empresarial em manos, em especial nas áreas
territórios. ambientes transfronteiriços ru- da gastronomia e enoturismo,
A reunião sentou à rais, que junta Centro de Portu- uma vez que a falta de recursos
mesma mesa Estrella Torrecilla gal, Porto e Norte, e Castela e humanos qualificados é uma la-
Crespo, diretora geral de Tu- Leão) e NAPOCTEP (Rotas cuna comum a ambos os
rismo da Junta de Castela e Napoleónicas no Centro de países.
Leão, e Pedro Machado, presi- Portugal e Castela e Leão). A próxima reunião deste
dente da Agência Regional de Estrella Torrecilla Crespo projeto, com todas as entidades
Promoção Turística Centro de propôs avançar-se com um pro- envolvidas, vai acontecer du-
Portugal (ARPTCP) e da Enti- jeto no âmbito do SUDOE, pro- rante a Bolsa de Turismo de
dade Regional de Turismo do grama de cooperação territorial Lisboa, em março.
Centro de Portugal, além de di- do espaço sudoeste europeu, “A mensagem que fica
retores e técnicos destes orga- que envolva cinco regiões: Cen- de uma reunião tão produtiva é
nismos e da Fundação Siglo tro de Portugal, Porto e Norte, a de que é muito importante tra-
para o Turismo e as Artes de Alentejo, Castela e Leão e Ex- balhar as regiões Centro de
Castela e Leão. O encontro tremadura. O objetivo será a Portugal e Castela e Leão como
teve lugar no contexto da Feira promoção conjunta de três pro- um só destino, onde não haja
Internacional de Enoturismo, dutos turísticos fundamentais fronteiras. Estamos a dar pas-
evento que decorreu nos dias para estes territórios, nomeada- sos sustentados nesse ca-
12 e 13 de fevereiro em Val- mente o Vinho, a Gastronomia minho. Esta reunião abriu as
ladolid. e o Património da Humanidade portas a novas possibilidades
Na reunião, foram abor- classificado da UNESCO. de promoção mútua”, destaca
dados os projetos de promoção A proposta foi acolhida Pedro Machado.
conjunta de produtos turísticos
já em vigor entre Centro de Por-
tugal, Castela e Leão e a Ex-
tremadura espanhola, tendo
sido destacadas algumas ações
realizadas, como a participação
conjunta da Eurorregião EU-
ROACE (Centro de Portugal,
Alentejo e Extremadura) em ini-
ciativas promocionais, em Brux-